Você está na página 1de 7

1

A Visão Dos Vencedores I – A Salvação e o Reino


Sempre houve uma em nosso meio as idéias de Calvino e Harminio.
Calvino ensinava sobre a segurança da salvação, ou seja, uma pessoa salva não há
perderia por nada. Harminio já cria que uma pessoa poderia ser salva hoje e amanhã por
ocasião de algum pecado, ou atitude de vida poderia perder a sua salvação.

Se olharmos para a palavra com a ótica de Deus veremos que ambos não estão
errados, porem lhes falta à intensidade da luz da revelação para intender com clareza às
verdades bíblicas.

Vemos nas igrejas uma grande confusão quando se diz a questão da salvação.
Deveríamos Ter clareza na palavra de coisas tão simples.

Hoje eu quero falar acerca desse de um assunto que é parte vital da nossa visão.
Edificar uma Igreja de Vencedores é mais do que uma declaração para nós.

Vencedor é um padrão, é uma qualidade de crente que nós queremos gerar em


nossas igrejas. E para que isso aconteça precisamos ter clareza da revelação da Palavra
de Deus.

A Bíblia tem várias ilustrações sobre o crente vencedor e o crente derrotado.

No VT, nós vamos encontrar essa distinção quando estudamos sobre Caim e Abel,
Abraão e Ló, Jacó e Esaú e Davi e Saul e tantos outros.

Da mesma forma o NT está repleto de ilustrações do que seja o crente vencedor.

As sete cartas de apocalipse estabelecem um padrão para o vencedor. Mas hoje,


nós vamos nos deter a avaliar alguns pontos básicos entre a salvação e o Reino.

Um dia a minha vida foi afetada profundamente por esse ensino. Por isso, hoje,
mais do que oferecer um esboço didático, eu quero compartilhar minha experiência
ministerial, quando meus olhos se abriram para esse ensino.

Quero reforçar que a nossa visão NÃO É APENAS GANHAR ALMAS, MAS
EDIFICAR A IGREJA!

Entende a diferença?
Ganhar almas não é o fim. O fim é a edificação da igreja.
Ganhar almas é apenas o meio.

Não temos como edificar um prédio sem o material. Mas comprar o material não
é o nosso alvo. Encher esse lugar de pedra, tijolo, areia e cimento não é o objetivo. O
2

objetivo é a edificação. Assim também não temos como edificar a igreja sem ter as
vidas. As vidas são o material que precisamos para edificar a igreja.

Assim é também a SALVAÇÃO. Há muitos que pensam que o alvo de Deus é a


SALVAÇÃO. Salvação não é o fim. Salvação é só consertando a rota que foi desviada.
O alvo de Deus é Ter filhos semelhantes a Jesus.

Uma coisa é o propósito de Deus.


Outra coisa é o remédio que Deus usa para corrigir o problema.

Ilustração: O pai chama o filho para passear no shopping e o filho se suja.


Tomar banho é apenas a limpeza para o propósito e não o fim . Qual é o propósito?
Passear no shopping. Mas enquanto o pai se arruma o filho se suja todo. O pai não
pode mais passear no shopping, com o filho sujo. Então o propósito ficou frustrado
momentaneamente. Mas acontece que enquanto o filho está tomando banho, ele gosta
demais do banho que se esquece do shopping. Tem sentido isso? Mas é o que muitos
fazem. Fica a vida inteira só tomando banho. Fica o tempo todo dizendo,: Como é bom
se lavar no sangue de Jesus...” E começa a pensar que o propósito de Deus é dar um
banho em você todo Domingo. Você chega sujo e sai limpo, perdoado...

Não é esse o propósito de Deus.


O propósito de Deus é fazer de você um Vencedor como Cristo Jesus.

E quem é Jesus?
Ele é a exata expressão do Pai.
E tal qual ele é seremos nós. Esse é o propósito de Deus!!!

Por isso a nossa visão é EDIFICAR UMA IGREJA DE VENCEDORES.


Mas nós não temos como edificar igreja, sem ganhar pessoas.
Então primeiro ganhamos, conquistamos.

Mas uma vez que ela já tomou banho, já foi lavada no sangue do Cordeiro, então
nós vamos edificar em sua vida o caráter de Cristo e as marcas de um Vencedor. É isso
que fazemos toda vez que nos reunimos aqui ou nas células. Estamos nos edificando
para o grande Encontro com o Senhor.

1. Qual o padrão da palavra com relação à salvação?

“Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem
de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se
glorie.” Ef 2:8-9

A bíblia diz que somos salvos pela graça, e também pela fé.
A graça é à parte de Deus e a fé é a nossa parte nesta salvação.
3

O texto deixa bem claro que a graça de Deus não pode Ter interferência humana,
ou seja, nada que podemos fazer pode nos dar a salvação, nem mesmo nossas obras.

“Desde os dias de João Batista até agora, o reino dos céus é


tomado por esforço, e os que se esforçam se apoderam dele.”
Mt 11:12

Em Mateus já vemos uma outra dimensão da palavra que também é verdadeira,


porem aparentemente parece contradizer o texto anterior.
Mateus nos afirma que é necessário esforço para adquirir o reino dos céus.

O que há de diferente entre o texto de Efésios e o texto de Mateus?

Esta parece ser a grande confusão da igreja de hoje, pois ouvimos nas pregações e
estudos da palavra uma mistura de verdades, que expostas em contextos diferentes pode
causas morte na vida de muitos membros do corpo.

Na realidade há uma diferença gritante entre salvação e reino, e esta diferença


precisa estar bem clara em nosso espírito para não termos em nossas igrejas membros
temerosos com medo de ir para o inferno por qualquer coisa que seja e também não
termos membros acomodados por entenderem que perderão a sua salvação.

2. O que é o Reino?

O Reino será o tempo que o Senhor Jesus governara a terra com sua autoridade.
Este tempo terá inicio e terá fim. Na Bíblia este reino também é chamado de Milênio ou
um período de mil anos (Ap 20:2-7).

Não confunda o reino dos céus com o reino de Deus. O reino de Deus não tem
inicio e não tem fim, o seu governo sempre existiu e nunca deixara de existir. Mas o
reino dos céus é um período de tempo dentro do reino de Deus. (I Co 15:24-25).

Quando começará o reino dos céus?


Ele se iniciará com o arrebatamento.

Quanto tempo durará o reino dos céus?


Ele durará mil anos e será chamado de milênio. (Ap 20:04)

3. Como se adquire a salvação?

“Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de


Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor.” Rm 6:23

“Porém que se diz? A palavra está perto de ti, na tua boca e no


teu coração; isto é, a palavra da fé que pregamos. Se, com a tua
4

boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres


que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Porque
com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a
respeito da salvação.” Rm 10:8-10

A bíblia é clara em dizer que a salvação é um Dom (presente) gratuito de Deus,


não se compra por nenhum preço, porque como já disse baseado em Efésios nada que o
homem faça pode comprar a salvação. Um presente é algo que não nos custa nada,
nada, nada.

Alguém pode dizer: eu não preciso fazer nada para ser salvo?
Não, não precisa fazer nada, pois tudo já foi feito na cruz!
O caminho para a salvação está em Rm 10:9-11

 Rm 10:9 – “Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu
coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. 10 Porque
com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a respeito da
salvação. 11 Porquanto a Escritura diz: Todo aquele que nele crê não será
confundido.”

Precisamos apenas da fé em duas dimensões:


1. Crer com o coração.
2. Confessar com a nossa boca.

Ninguém merece ser salvo, somos salvos pela graça de Deus.


Vemos que qualquer pessoa que crer com o coração e confessar com seus lábios
(Rm 10:8-10), se tornará automaticamente um filho de Deus (Jo 1:11-14)

 Jo 1:11-14 – “11 Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. 12 Mas, a
todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a
saber, aos que crêem no seu nome; 13 os quais não nasceram do sangue, nem da
vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.

Isto é um conforto para todos nós, pois Jesus disse que uma vez que estamos em
suas mãos ninguém nos tirará de lá. (Jo 10:28). Não sei como alguns cristãos pode viver
com a insegurança de ser salvo hoje e amanhã por algum motivo ou pecado deixa de ser
e pode ir para o inferno.

 Jo 10:28 – “28 Eu lhes dou a vida eterna; jamais perecerão, e ninguém as


arrebatará da minha mão.

Que pena que há pessoas que não compreendam a graça de Deus!


5

4. Como se adquire o reino?

Se por um lado à salvação é de graça, por outro o reino dos céus é tomado pelo
esforço (Mt 11:12), ou seja, pela suas obras.

“Matarei os seus filhos, e todas as igrejas conhecerão que eu


sou aquele que sonda mentes e corações, e vos darei a cada um
segundo as vossas obras.” Ap 2:23

“Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos


céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos
céus.” Mt 7:21

“E eis que venho sem demora, e comigo está o galardão que


tenho para retribuir a cada um segundo as suas obras.” Ap
22:12

“Tudo quanto fizerdes, fazei -o de todo o coração, como para o


Senhor e não para homens, cientes de que recebereis do
Senhor a recompensa da herança. A Cristo, o Senhor, é que
estais servindo;” Cl 3:23-24

“Se permanecer a obra de alguém que sobre o fundamento


edificou, esse receberá galardão;” I Co 3:14

A salvação é de graça, mas para conquistarmos o reino dependerá de nosso


esforço.

Estudando os fundamentos bíblicos veremos que algumas conclusões comuns no


meio evangélico estão equivocadas:

1. Moraremos No Céu!

Nós queremos ir para o céu, mas Deus quer vir para a Terra!
Este é um engano comum no meio evangélico, pois segundo a palavra de Deus este
céu e esta terra serão purificados e a Nova Jerusalém descerá do céu e moraremos nela
que será implantada aqui mesmo onde estamos.

 Ap 21:1-3 – “Vi novo céu e nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra
passaram, e o mar já não existe. 2 Vi também a cidade santa, a nova
Jerusalém, que descia do céu, da parte de Deus, ataviada como noiva adornada
para o seu esposo. 3 Então, ouvi grande voz vinda do trono, dizendo: Eis o
tabernáculo de Deus com os homens. Deus habitará com eles. Eles serão povos
de Deus, e Deus mesmo estará com eles.”
6

2. A Igreja Será Arrebatada!

Isto também é outro ensinamento errado, pois segundo a palvra somente aqueles que
estiverem preparados entrarão na festa após o arrebatamento.

 Mt 25:1-13. “ 1 Então, o reino dos céus será semelhante a dez virgens que,
tomando as suas lâmpadas, saíram a encontrar-se com o noivo. 2 Cinco dentre
elas eram néscias, e cinco, prudentes. 3 As néscias, ao tomarem as suas
lâmpadas, não levaram azeite consigo; 4 no entanto, as prudentes, além das
lâmpadas, levaram azeite nas vasilhas. 5 E, tardando o noivo, foram todas
tomadas de sono e adormeceram. 6 Mas, à meia-noite, ouviu-se um grito: Eis
o noivo! Saí ao seu encontro! 7 Então, se levantaram todas aquelas virgens e
prepararam as suas lâmpadas. 8 E as néscias disseram às prudentes: Dai-nos
do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas estão-se apagando. 9 Mas as
prudentes responderam: Não, para que não nos falte a nós e a vós outras! Ide,
antes, aos que o vendem e comprai-o. 10 E, saindo elas para comprar, chegou
o noivo, e as que estavam apercebidas entraram com ele para as bodas; e
fechou-se a porta. 11 Mais tarde, chegaram as virgens néscias, clamando:
Senhor, senhor, abre-nos a porta! 12 Mas ele respondeu: Em verdade vos digo
que não vos conheço. 13 Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora.”

O reino dos Céus é semelhante a dez virgens, sempre que a bíblia trouxer a palavra
“virgens” ou “servo”, ela está se referindo a cristão, então este texto não é para ímpios,
pois está falando de dez virgens, ou seja, dez crentes. (01)

Há uma grande diferença entre as cinco néscias e as cinco prudentes. Havia algo há
mais com as prudentes, um deposito diante de Deus, obras que foram contadas no bom
deposito de cristo. (3-4)

Haverá um grito (6), uma trombeta (I Ts 4:16-17), que anunciará o dia do


arrebatamento, e somente aqueles que estiverem prontos participarão deste espetáculo
fabuloso.

Diferentemente da salvação que é de graça, as obras tem um preço, elas são


compradas. Hoje vivemos o tempo apropriado para comprarmos, pois temos a
oportunidade de renunciarmos nosso lazer para servir ao Senhor, gastarmos nosso
dinheiro na obra do Senhor, etc. (7-8)

Esta palavra é mais bem traduzida por: “Não vos aprovo”, na realidade o senhor não
aprova o viver descompromisado de muitos que só pensam em ganhar a sua vida e
consequentemente perderão no dia do arrebatamento) (11-12)

Precisamos vigiar nossa vida de santidade e nosso trabalho cristão diante de Deus,
pois eles são preciosos. (13)
7

As cinco virgens eram cinco crentes e somente cinco entraram para o reino. Não
desqualifique a obra da cruz dizendo que as cinco néscias foram para o inferno, pois não
é verdade, elas apenas ficaram fora do reino dos céus.

Conclusão

“pois vós mesmos estais inteirados com precisão de que o Dia


do Senhor vem como ladrão de noite.” I Ts 5:2

Não se engane, a bíblia diz que Jesus vira como ladrão, será que se um ladrão
entrasse em sua casa ele roubaria seus tapetes de porta ao invés de seu computador de
ultima geração? Com certeza ele iria roubar coisas preciosas.

Jesus virá como ladrão e não roubará (arrebatará) qualquer crente, ele arrebatará
pessoas preciosas, crentes que gastaram suas vidas em favor de sua obra na terra.