Você está na página 1de 35
CONTEÚDO APRESENTAÇÃO INTRODUÇÃO RESULTADOS DA PESQUISA Seção 1 – Perfil dos respondentes Seção 2 –

CONTEÚDO

APRESENTAÇÃOCONTEÚDO INTRODUÇÃO RESULTADOS DA PESQUISA Seção 1 – Perfil dos respondentes Seção 2 – Representação das

INTRODUÇÃOCONTEÚDO APRESENTAÇÃO RESULTADOS DA PESQUISA Seção 1 – Perfil dos respondentes Seção 2 – Representação

RESULTADOS DA PESQUISACONTEÚDO APRESENTAÇÃO INTRODUÇÃO Seção 1 – Perfil dos respondentes Seção 2 – Representação das mulheres

Seção 1 Perfil dos respondentes Seção 2 Representação das mulheres Seção 3 Políticas e metas Seção 4 Renovação e avaliação do board Seção 5 Política de diversidade

CONCLUSÃOdo board Seção 5 – Política de diversidade ANEXOS I – Metodologia II – Fundos de

ANEXOSboard Seção 5 – Política de diversidade CONCLUSÃO I – Metodologia II – Fundos de Pensão

I Metodologia II Fundos de Pensão participantes

Seção 5 – Política de diversidade CONCLUSÃO ANEXOS I – Metodologia II – Fundos de Pensão
APRESENTAÇÃO

APRESENTAÇÃO

APRESENTAÇÃO

APRESENTAÇÃO

Um estudo realizado por Ann Owen (Professora de Economia do

Hamilton College de

Nova York) e Judit Temesvary (economista do Banco Central

Americano) concluiu que

há uma relação positiva entre equidade de gêneros no board dos

bancos e sucesso econômico.

As autoras concluíram, também, que em conselhos mais equilibrados entre homens e mulheres, há geralmente menos risco dos reguladores tomarem medidas devido a uma violação legal ou ética.

Outro estudo, de 2014, mostrou como o comportamento das mulheres em cargos de liderança varia conforme estejam sozinhas ou acompanhadas por outras. As mulheres tendem a expressar mais opiniões quanto maior a porcentagem delas no grupo.

A despeito de inexistirem estudos que mostrem

mesmas correlações nos fundos de pensão, podemos inferir que o mesmo também seja verdadeiro.

as

estudos que mostrem mesmas correlações nos fundos de pensão, podemos inferir que o mesmo também seja
INTRODUÇÃO

INTRODUÇÃO

INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO

INTRODUÇÃO

No Brasil e no mundo as Esse movimento faz parte de atenções têm se voltado
No Brasil e no mundo as
Esse movimento faz parte de
atenções têm se voltado
para a responsabilidade
das instituições, públicas e
privadas, em assegurar a
uma preocupação maior das
organizações, com aspectos
da diversidade em seus
ambientes de trabalho, ainda
equidade de gêneros em
mal compreendido
por
seus quadros.
muitas pessoas.

INTRODUÇÃO

É disso que trata

a 1ª Pesquisa sobre Mulheres

nos Conselhos

Deliberativos e Diretorias dos

Fundos de

Pensão

Nesse contexto a Mercer tomou a iniciativa pioneira de pesquisar a equidade de gêneros na composição dos órgãos superiores de gestão dos fundos de pensão brasileiros.

A equidade de gênero tem

impacto sobre a tomada de decisões dos administradores, a dinâmica das reuniões da alta direção e consequentemente,

sobre o desempenho das

organizações.

administradores, a dinâmica das reuniões da alta direção e consequentemente, sobre o desempenho das organizações.
RESULTADOS DAS PESQUISAS

RESULTADOS

DAS PESQUISAS

RESULTADOS DAS PESQUISAS

SEÇÃO 1

SEÇÃO 1

SEÇÃO 1 - PERFIL DOS PARTICIPANTES

LOCALIZAÇÃO

SEÇÃO 1 - PERFIL DOS PARTICIPANTES LOCALIZAÇÃO REGIME LEGAL DOS PLANOS TIPO DE ENTIDADE FAIXA DE

REGIME LEGAL DOS PLANOS

TIPO DE ENTIDADE

FAIXA DE PATRIMÔNIO
FAIXA DE PATRIMÔNIO
SEÇÃO 1 - PERFIL DOS PARTICIPANTES LOCALIZAÇÃO REGIME LEGAL DOS PLANOS TIPO DE ENTIDADE FAIXA DE

SEÇÃO 1 - PERFIL DOS PARTICIPANTES

SETOR DE ATIVIDADE PREDOMINANT E
SETOR
DE ATIVIDADE
PREDOMINANT
E
SEÇÃO 1 - PERFIL DOS PARTICIPANTES SETOR DE ATIVIDADE PREDOMINANT E

SEÇÃO 2

SEÇÃO 2

SEÇÃO 2 REPRESENTAÇÃO DAS MULHERES

QUANTIDADE DE MULHERES NO CONSELHO DELIBERATIVO

DAS MULHERES QUANTIDADE DE MULHERES NO CONSELHO DELIBERATIVO Fundos com pelo menos uma mulher no Conselho

Fundos com pelo menos uma mulher no Conselho Deliberativo

Assentos do Conselho Deliberativo ocupados por mulheres

Fundos com pelo menos uma mulher no Conselho Deliberativo Assentos do Conselho Deliberativo ocupados por mulheres

SEÇÃO 2 REPRESENTAÇÃO DAS MULHERES

ASSENTOS OCUPADOS POR MULHERES POR PORTE DO FUNDO

CONSELHO DELIBERATIVO

SEÇÃO 2 – REPRESENTAÇÃO DAS MULHERES ASSENTOS OCUPADOS POR MULHERES POR PORTE DO FUNDO CONSELHO DELIBERATIVO
SEÇÃO 2 – REPRESENTAÇÃO DAS MULHERES ASSENTOS OCUPADOS POR MULHERES POR PORTE DO FUNDO CONSELHO DELIBERATIVO

SEÇÃO 2 REPRESENTAÇÃO DAS MULHERES

QUANTIDADE DE MULHERES NA DIRETORIA EXECUTIVA

Fundos com pelo menos uma mulher na Diretoria Executiva

EXECUTIVA Fundos com pelo menos uma mulher na Diretoria Executiva Assentos da Diretoria Executiva ocupados por

Assentos da Diretoria Executiva ocupados por mulheres

EXECUTIVA Fundos com pelo menos uma mulher na Diretoria Executiva Assentos da Diretoria Executiva ocupados por

SEÇÃO 2 REPRESENTAÇÃO DAS MULHERES

ASSENTOS OCUPADOS POR MULHERES POR PORTE DO FUNDO

DIRETORIA EXECUTIVA

SEÇÃO 2 – REPRESENTAÇÃO DAS MULHERES ASSENTOS OCUPADOS POR MULHERES POR PORTE DO FUNDO DIRETORIA EXECUTIVA
SEÇÃO 2 – REPRESENTAÇÃO DAS MULHERES ASSENTOS OCUPADOS POR MULHERES POR PORTE DO FUNDO DIRETORIA EXECUTIVA

SEÇÃO 3

SEÇÃO 3

SEÇÃO 3 POLÍTICAS E METAS | CONSELHO DELIBERATIVO

ADOTA POLÍTICA PARA IDENTIFICAÇÃO E NOMEAÇÃO

Múltiplas razões, sendo as mais comuns: Por não existir política, não há meta para representação
Múltiplas razões, sendo as mais comuns:
Por não existir política,
não há meta para
representação de
mulheres no Conselho
A patrocinadora possui e indica os
membros | Já temos mulheres
Não sei indicar | Não há razão específica |
Nunca foi discutido
NÃO
Os participantes não tem interesse |
Não há restrição | Estatuto não prevê
Prezamos pela qualificação, não pelo
sexo | Indicação por competência
Achamos desnecessário | Não vemos
sentido nisso | Não há preferências

RAZÕES PARA NÃO TER IMPLEMENTAÇÃO POLÍTICA

DE MULHERES?

SIM

NOTA: 100% responderam 42 respostas

NOTA: 91% responderam 38 respostas

29%

26%

16%

18%

16%

POLÍTICA DE MULHERES? SIM NOTA: 100% responderam 42 respostas NOTA: 91% responderam 38 respostas 29% 26%

SEÇÃO 3 POLÍTICAS E METAS | CONSELHO DELIBERATIVO

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O CONSELHO CONTA OUTROS COM MULHERES? O processo é eleitoral (3)
PROCESSO DE SELEÇÃO
PARA O CONSELHO CONTA
OUTROS
COM MULHERES?
O processo
é eleitoral (3)
1
2
Sim na indicação,
3
mas não na
seleção (1)
4

NOTA: 79% responderam 33 respostas

NOTA: 21% responderam 9 respostas

Depende da

composição do

CA / CD (4)

50% dos eleitores são mulheres (1)

33 respostas NOTA: 21% responderam 9 respostas Depende da composição do CA / CD (4) 50%

SEÇÃO 3 POLÍTICAS E METAS | DIRETORIA EXECUTIVA

ADOTA POLÍTICA PARA IDENTIFICAÇÃO E NOMEAÇÃO DE MULHERES?

2%

NÃO SIM
NÃO
SIM

NOTA: 100% responderam 42 respostas

98%

ADOTA POLÍTICA PARA IDENTIFICAÇÃO E NOMEAÇÃO DE MULHERES? 2% NÃO SIM NOTA: 100% responderam 42 respostas
ADOTA POLÍTICA PARA IDENTIFICAÇÃO E NOMEAÇÃO DE MULHERES? 2% NÃO SIM NOTA: 100% responderam 42 respostas

SEÇÃO 4

SEÇÃO 4

SEÇÃO 4 RENOVAÇÃO DO BOARD

EXISTE MECANISMO PARA A RENOVAÇÃO DO CONSELHO?

DO BOARD EXISTE MECANISMO PARA A RENOVAÇÃO DO CONSELHO? QUAL O MECANISMO DE RENOVAÇÃO DO CONSELHO?

QUAL O MECANISMO DE RENOVAÇÃO DO CONSELHO?

Máximo de mandatos

Outro mecanismo

RENOVAÇÃO DO CONSELHO? Máximo de mandatos Outro mecanismo MECANISMOS DE RENOVAÇÃO DOS MANDATOS ( Respostas

MECANISMOS DE RENOVAÇÃO DOS MANDATOS ( Respostas Múltiplas)

25% 31% 38% 6% 56% 50%
25%
31%
38%
6%
56%
50%

Mandatos de 3 anos

Mandatos de 4 anos

Uma

recondução

Duas

reconduções

Sem máximo

de reconduções

Eleições e outros

Mandatos de 3 anos Mandatos de 4 anos Uma recondução Duas reconduções Sem máximo de reconduções

SEÇÃO 4 AVALIAÇÃO DO BOARD

EXISTE PROCESSO DE AVALIAÇÃO DOS CONSELHEIROS PARA IDENTIFICAR SUA CONTRIBUIÇÃO E A EFICÁCIA DO COLEGIADO?

SIM 17% Existe avaliação NÃO 83% Não existe avaliação
SIM
17%
Existe avaliação
NÃO
83%
Não existe avaliação
SUA CONTRIBUIÇÃO E A EFICÁCIA DO COLEGIADO? SIM 17% Existe avaliação NÃO 83% Não existe avaliação

SEÇÃO 5

SEÇÃO 5

SEÇÃO 5 POLÍTICA DE DIVERSIDADE

CASO SEU FUNDO DE PENSÃO ADOTE POLÍTICAS DE DIVERSIDADE/INCLUSÃO, ESSAS SÃO BASEADAS EM POLÍTICAS SIMILARES ADOTADAS PELAS

PATROCINADORAS/INSTITUIDORES?

Não adotamos política nessa área 78% Sim, há relação com políticas da patrocinadora 20% Política
Não adotamos política
nessa área
78%
Sim, há relação com
políticas da patrocinadora
20%
Política de Diversidade
no Fundo de Pensão
Não há relação com
políticas da patrocinadora
2%
patrocinadora 20% Política de Diversidade no Fundo de Pensão Não há relação com políticas da patrocinadora
CONCLUSÃO

CONCLUSÃO

CONCLUSÃO
CONCLUSÃO

CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES

Em termos estatísticos, a quantidade de homens e mulheres na sociedade tende a ser equivalente, i.e., 50% de cada gênero.

Seria desejável sob o ponto de vista de representação dos participantes, portanto, que os

conselhos e diretoria executiva dos fundos de pensão refletissem essa equidade de gêneros.

A pesquisa da Mercer mostrou que ainda temos um longo caminho a percorrer nessa área.

Em futuras edições da pesquisa poderemos buscar evidências sobre a evolução da representação das mulheres nos boards e nas posições de diretoria executiva dos fundos de pensão.

Essa edição da pesquisa já valeu a pena pelo comentário deixado por um respondente, que registrou:

COM ESSA PESQUISA IREMOS REAVALIAR A POLÍTICA ATUAL
COM ESSA PESQUISA IREMOS REAVALIAR A POLÍTICA ATUAL
a pena pelo comentário deixado por um respondente, que registrou: COM ESSA PESQUISA IREMOS REAVALIAR A

CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES

CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES Visando aumentar a transparência para participantes, patrocinadora e outras partes

Visando aumentar a transparência para participantes, patrocinadora e outras partes interessadas, recomendamos a divulgação através do Relatório Anual das ações de governança adotadas pelo fundo.

Seria, portanto, importante divulgar a representação de mulheres nos conselhos e nas

posições de diretoria executiva. As informações que poderiam ser divulgadas, dentre outras,

são:

que poderiam ser divulgadas, dentre outras, são: 1 O número e a percentagem de mulheres em

1

O número e a percentagem de mulheres em seus

conselhos e

posições de diretoria executiva.

2 3 4 5

2

2 3 4 5

3

2 3 4 5

4

2 3 4 5

5

Existência de uma política formal para

Existência de metas com quantidade ou percentagem de

Existência de limites na quantidade de mandatos ou outros mecanismos para

Existência de mecanismos de avaliação dos membros

a identificação e

nomeação de mulheres nos órgãos superiores de gestão.

mulheres nos

renovação dos

desses

órgãos superiores

membros desses

colegiados.

de gestão.

órgãos.

nos renovação dos desses órgãos superiores membros desses colegiados. de gestão. órgãos.

CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES

OBRIGADO!

Eder C. Costa e Silva

Wealth Expansion Leader Brasil

+55 11 996.240.952 +55 11 3048-1979 eder.silva@mercer.com
+55 11 996.240.952
+55 11 3048-1979
eder.silva@mercer.com

@edercostaesilva

/in/edercarvalhaesdacostaesilva

www.nkl2.blogspot.com

+55 11 3048-1979 eder.silva@mercer.com @edercostaesilva /in/edercarvalhaesdacostaesilva www.nkl2.blogspot.com
ANEXO I METODOLOGIA DA PESQUISA
ANEXO I METODOLOGIA DA PESQUISA
ANEXO I METODOLOGIA DA PESQUISA

ANEXO I

METODOLOGIA DA PESQUISA

ANEXO I METODOLOGIA DA PESQUISA

METODOLOGIA

De forma a manter a confidencialidade e independência a Mercer contratou a uma empresa de aplicação de pesquisas online através da web

,
,

Foram convidados 310 Fundos de Pensão para participar dessa pesquisa. Estes receberam

por

e-mail, no dia 28 de agosto/2018, o link de acesso ao questionário

O link ficou disponível para preenchimento até o dia 14 de setembro/2018 e dois alertas de prazo

máximo para resposta foram enviados, um no dia 04 de setembro/2018 e outro no dia setembro/2018, com o seguinte resultado

12 de

137 56 42 75% 14 Taxa Tempo para Viram Começaram Completaram Desistências finalização completar
137 56
42
75%
14
Taxa
Tempo para
Viram
Começaram
Completaram
Desistências
finalização
completar

11 MIN.

ANEXO II PARTICIPANTES DA PESQUISA
ANEXO II PARTICIPANTES DA PESQUISA
ANEXO II PARTICIPANTES DA PESQUISA

ANEXO II

PARTICIPANTES DA PESQUISA

ANEXO II PARTICIPANTES DA PESQUISA

FUNDOS DE PENSÃO RESPONDENTES

Avonprev

MercerPrev

PreviNovartis

Tramontinaprev

BungePrev

Metrus

Previndus

Unisys Previ

BB Previdência

Michelin Previdenciária

Previp

Visão Prev

Cyamprev

MSD Prev

Previ-Siemens

 

Eatonprev

Odebrecht Previdência

PreviStihl

 

Eletros

Portoprev

Prevunião

 

Fundação Banrisul

Poupex

Promon

 

Fundação Fipecq

Prhosper

Raiz Prev

 

Fundação IBM

Previdência Usiminas

RBSPrev

 

Fundação Promon

Previ-Ericsson

São Rafael

 

Funpresp-Jud

Previ-FIERN

Supre

 

HP Prev

Previg

Telos

 

MendesPrev

Previ-GM

Texprev

 
Telos   MendesPrev Previ-GM Texprev   Nota: Foram considerados apenas os 42 fundos de pensão que

Nota: Foram considerados apenas os 42 fundos de

pensão que

completaram as respostas até o final, i.e., todo o questionário

Foram considerados apenas os 42 fundos de pensão que completaram as respostas até o final, i.e.,

DISCLAIMER

The information contained in this publication provides only a general overview of subjects

covered, is not intended to be taken as advice regarding any individual situation, and should not be relied upon as such. Mercer Human Resource Consulting Ltda. cannot provide any assurance that concepts presented here can be applied for any particular client or any particular case.

This document or any portion of the information it contains may not be copied or reproduced in any form without the permission of Mercer Human Resource Consulting Ltda.

Mercer Human Resource Consulting Ltda. is part of the family of MMC companies, including Marsh, Guy Carpenter and the Oliver Wyman Group (including Lippincott and NERA Economic Consulting).

The trademarks and logos used in this publication are the property of their respective owners.

Copyright © 2018 Mercer Human Resource Consulting Ltda.

All rights reserved.

are the property of their respective owners. Copyright © 2018 Mercer Human Resource Consulting Ltda. All