Você está na página 1de 14

Pesquisa XP Congresso

Junho de 2019
Destaques Análise Política

A 4ª rodada da pesquisa XP Investimentos com deputados mostra uma melhora na percepção sobre o relacionamento da
Câmara com a Presidência da República.

Subiu para 49% o percentual de deputados que classificam como bom ou ótimo a relação pessoal dos parlamentares
com o Palácio do Planalto, contra 34% que tinham a mesma percepção na última pesquisa realizada em abril. A avaliação
de que o relacionamento é péssimo ou ruim foi de 27%, contra 30% em abril.

Foram consultados 236 deputados, entre os dias 18 a 26 de junho.

Quando considerados apenas os deputados que não podem ser classificados como de oposição, a tendência de melhora na
avaliação do relacionamento com o governo ficou ainda mais evidente: 68% concordam que classificam a relação com boa
ou ótima contra 48% que tiveram a mesma resposta em abril. Os deputados têm uma percepção melhor também sobre o
relacionamento da Câmara com o governo: 28% dizem que a interação entre a Casa e o governo é ótima ou boa, enquanto 16%
tinham essa mesma avaliação em abril. Caiu também de 55% para 33% a avaliação essa relação estaria ruim ou péssima.

PREVIDÊNCIA

Continuam elevados os percentuais de deputados que entendem como necessária a aprovação da reforma da
Previdência, em termos gerais. Aumentou de 76% para 80% o grupo de parlamentares que compartilha essa opinião. Entre os
parlamentares não identificados como oposição, essa representa a quase totalidade dos entrevistados (99%).

Comparando o texto da reforma da Previdência apresentado pelo governo, em fevereiro, e o relatório do deputado Samuel
Moreira (PSDB-SP), apresentado na Comissão Especial, o grupo de deputados que concorda em parte, mas admite a
necessidade de alterações, passou de 42%, em abril, para 56%. Se considerados somente os deputados não identificados
como oposição, 73% defendem algumas alterações no texto, mesmo concordando em parte com ele em parte.

Quando perguntados sobre os pontos da reforma que deveriam ser flexibilizados, a maioria dos deputados concorda com
mudanças nas regras de aposentadoria para professores (57%), transição do regime geral da previdência e para agentes
de segurança (53%), e na transição de servidores públicos (50%). Entre os deputados que não podem ser classificados
como oposição, 50% dos entrevistados defendem flexibilização para professores e outros 47% para agentes de segurança.
2
Análise Política

1. Perguntas Fixas

2. Conjunturais

3
Relação do parlamentar com a Presidência Análise Política

PERGUNTA
Fonte: XP Investimentos Como o sr./sra. classifica o seu relacionamento atual com a presidência da república? 4
Relação da Casa com a Presidência Análise Política

PERGUNTA
Fonte: XP Investimentos Como o sr./sra. classifica o relacionamento atual da Câmara com a presidência da república? 5
Atendimento de pleitos e demandas Análise Política

PERGUNTA
Os pleitos e demandas que o sr./sra. encaminha junto a agências,
Fonte: XP Investimentos órgãos e ministérios do governo federal tem sido atendidos: 6
Análise Política

1. Perguntas Fixas

2. Conjunturais

7
Previdência: Necessidade de haver reforma Análise Política

PERGUNTA
Fonte: XP Investimentos O sr./sra. acredita ser necessário reformar a previdência? 8
Previdência e a perspectiva para a economia Análise Política

PERGUNTA
Fonte: XP Investimentos O sr./sra. acredita que a aprovação da reforma melhoraria a perspectiva de crescimento da economia? 9
Opinião sobre o projeto Análise Política

PERGUNTA
Fonte: XP Investimentos Agora sobre o relatório apresentado na comissão especial, o sr./sra. diria que: 10
Pontos específicos Análise Política

PERGUNTA
Após a divulgação do relatório na comissão especial, quais dos pontos a
Fonte: XP Investimentos seguir, o sr./sra. avalia que devem ser flexibilizados? 11
Pontos específicos Análise Política

Fonte: XP Investimentos 12
Metodologia e amostra Análise Política

Pesquisa XP Congresso
Bancada Amostra
PT 33 54
PSL 28 54
PSD 21 36
PSB 17 32
PL 14 34
MDB 14 34
Cobertura: PP 13 39
Deputados federais PSDB 13 30
PRB 12 31
PDT 11 27
Metodologia: DEM 8 28
PSOL 7 10
Entrevistas com parlamentares NOVO 7 8
SD 5 14
PODE 5 11
Número de entrevistas: PCdoB 4 8
236 PSC 4 8
AVANTE 4 7
PTB 3 11
Período de coleta: CIDADANIA 3 8
18-Jun a 26-Jun de 2019 PROS 2 10
PATRI 2 5
PV 2 4
PHS 1 3
PMN 1 3
REDE 1 1 Bancada Amostra
S.PART. 1 1 Oposição* 73 132
PRP 2 Demais 163 381
Total 236 513 Total 236 513
*Oposição: PT, PSB, PDT, PSOL, PCdoB e REDE.

Deputados que participaram não receberam qualquer incentivo e terão suas


identidades preservadas. Todos os resultados são apresentados de maneira agregada.
13
Disclaimer Análise Política

Este material foi preparado pelo time de análise política da XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos”) e não deve ser
considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598, de 3 de maio de 2018 (“ICVM 598/18”).

Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas, análises políticas e levantamento de opiniões, e não
constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de
compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer
jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obt idas de
fontes públicas consideradas confiáveis.

O responsável pela elaboração deste texto certifica que as informações expressas nele refletem, de forma única e exclusiva, as
opiniões dos entrevistados, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. A X P
Investimentos e/ou qualquer outra empresa de seu grupo econômico não se responsabilizam por quaisquer opiniões aqui contidas e
ainda decisões, de investimento ou de outra forma, que forem tomadas com base nas informações aqui divulgadas.

A XP Investimentos alerta que o uso das informações apresentadas neste material, para atuar no mercado de valores mobiliários
brasileiro, antes da divulgação pública, pode caracterizar prática não equitativa, em violação à Instrução CVM nº 8, de 15 de outubro
de 1979 (“ICVM 8/79”).

Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autôno mos e
clientes, podendo também ser divulgado no website da XP Investimentos. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para
qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfe itos
com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710.

14