Você está na página 1de 37

Engenharia de tempos e movimentos

Ergonomia

Engenharia de tempos e movimentos Ergonomia

O que éErgonomia

(ABERGO) A Ergonomia (ou Fatores Humanos) é uma disciplina científica relacionada ao entendimento das interações entre os seres humanos e outros elementos ou sistemas, e à aplicação de teorias, princípios, dados e métodos a projetos a fim de otimizar o bem estar humano e o desempenho global do sistema. Os ergonomistas contribuem para o planejamento, projeto e a avaliação de tarefas, postos de trabalho, produtos, ambientes e sistemas de modo a torná-los compatíveis com as necessidades, habilidades e limitações das pessoas.

O que éErgonomia

A ergonomia situa-se como mediadora entre as ciências, que estudam os diversos aspectos do ser humano, e as diversas tecnologias projetuais, para as quais fornece recomendações que viabilizam projetos e ambientes humanizados.

O termo Ergonomia é derivado das palavras gregas ergon (trabalho) e nomos (regras, normas).

O que éErgonomia

O que éErgonomia

Por que Ergonomia

Redução dos acidentes de trabalho;

Redução dos custos decorrentes de incapacidade dos trabalhadores;

Aumento da produção;

Melhora da qualidade do trabalho;

Diminuição do absenteísmo;

Aplicação das normas existentes;

Diminuição das perdas de matéria-prima

Por que Ergonomia

Para cada acidente acontecido acontecem cerca de 600 incidentes que mostram a urgência;

Por que Ergonomia • Para cada acidente acontecido acontecem cerca de 600 incidentes que mostram a

Por que Ergonomia

Para cada acidente acontecido acontecem cerca de 600 incidentes que mostram a urgência;

Por que Ergonomia • Para cada acidente acontecido acontecem cerca de 600 incidentes que mostram a
Por que Ergonomia • Para cada acidente acontecido acontecem cerca de 600 incidentes que mostram a

Por que Ergonomia

Para cada DORT documentada se passaram cerca de 4000h em postura viciosa, errada ou extenuante, ou seja, cerca de

167dias;

Por que Ergonomia

Para cada DORT documentada se passaram cerca de 4000h em postura viciosa, errada ou extenuante, ou seja, cerca de

167dias;

Para cada DORT documentada se passaram cerca de 4000h em postura viciosa, errada ou extenuante, ou
Para cada DORT documentada se passaram cerca de 4000h em postura viciosa, errada ou extenuante, ou
Para cada DORT documentada se passaram cerca de 4000h em postura viciosa, errada ou extenuante, ou

História da Ergonomia

Federick Winslow Taylor, pai da administração científica do trabalho. Taylor foi o primeiro a realizar a análise do trabalho com o objetivo de mudá-lo. Teve seus objetivos diferentes dos da ergonomia, pois só visava o aumento da produção, mesmo que com isso levasse o trabalhador a constrangimentos.

Fundamentos da Ergonomia

Quanto às abordagens:

Ergonomia do posto de trabalho: abordagem microergonômica

Ergonomia de sistemas de produção: abordagem macroergonômica

Fundamentos da Ergonomia

Quanto às abordagens:

Ergonomia de projeto: é a ergonomia preventiva no estágio de projeto;

Ergonomia industrial: é a ergonomia corretiva de situações existentes

Fundamentos da Ergonomia

Quanto às abordagens:

Ergonomia do produto: é a ergonomia de concepção de um dado objeto;

Ergonomia da produção: é a ergonomia de chão de fábrica

Fundamentos da Ergonomia

Principais áreas e pensamento ergonômico

Trabalho fisicamente pesado: Trata-se de definir se o trabalhador tem condições ou não de executar atividades prolongadas com grandes grupos musculares: por exemplo, motosserristas, carregadores de sacas de mantimentos, trabalhadores rurais em processos não mecanizados, etc

Fundamentos da Ergonomia

Principais áreas e pensamento ergonômico

Trabalho em altas temperaturas: Nesse tipo de atividade, o organismo desenvolve alta taxa de sudorese para tentar perder calor por evaporação e assim manter a temperatura corpórea constante. A sudorese excessiva costuma causar desidratação, com queda de capacidade de trabalho.

Fundamentos da Ergonomia

Principais áreas e pensamento ergonômico

Trabalho em ambientes frios: A grande predominância neste item é das indústrias de abate e processamento de carnes. Também importante é o trabalho em câmaras frigoríficas. O frio promove uma redução do fluxo de sangue para a pele, além de tremores e perda da habilidade. Favorece também a ocorrência de transtornos de vias respiratórias.

Fundamentos da Ergonomia

Principais áreas e pensamento ergonômico

Ergonomia no método e no posto de trabalho: Aspectos ergonômicos de ferramentas, dispositivos, posicionamentos do corpo para realizar o trabalho, adequação da altura das bancadas, da posição dos comandos, das áreas de alcance e do posicionamento de caixas com material.

Fundamentos da Ergonomia

Principais áreas e pensamento ergonômico

Condições para o trabalho intelectual: Estabelecimento de padrões aceitáveis de conforto térmico, conforto acústico, iluminação, mobiliário e equipamentos adequados para esse tipo de atividade.

Fundamentos da Ergonomia

Principais áreas e pensamento ergonômico

Ergonomia na Organização do Trabalho: Estuda-se as formas de se conseguir os resultados prescritos, especialmente as normas de produção; o modo operatório; a exigência de tempo; a determinação do conteúdo de tempo; o ritmo de trabalho; o conteúdo das tarefas, pois qualquer problema em alguma dessa áreas pode resultar em sobrecarga sobre o trabalhador, com o aparecimento de lesões e distúrbios diversos.

Fundamentos da Ergonomia

Principais áreas e pensamento ergonômico

Ergonomia na prevenção de acidentes do trabalho: Em um grande contingente de acidentes do trabalho identificam-se condições anti-ergonômicas que favorecem o ato inadequado do trabalhador ou o induzem a cometer a falha.

Fundamentos da Ergonomia

Principais áreas e pensamento ergonômico

Prevenção da fadiga no trabalho: Prevenção da fadiga excessiva, atuando nas diversas formas de fadiga física, fadiga mental e interação com a área de Gestão de Pessoas na prevenção da fadiga psíquica.

Fundamentos da Ergonomia

Principais áreas e pensamento ergonômico

Biomecânica: Estudo dos esforços realizados pelo trabalhador,

o uso da coluna vertrebal, o manuseio, levantamento e

transporte de cargas, cadeiras e assentos no local de trabalho, conforto de banco de veículos e equipamentos motorizados, ação dos membros superiores como ferramentas de trabalho

e postos de trabalho com computadores.

Fundamentos da Ergonomia

Biomecânica

As articulações devem ocupar uma posição neutra: Em posição neutra os músculos e ligamentos são tensionados o menos possível tendo melhor eficiência mecânica.

Em posição neutra os músculos e ligamentos são tensionados o menos possível tendo melhor eficiência mecânica.

Fundamentos da Ergonomia

Biomecânica

Conserve os pesos próximos ao corpo: Quanto mais o peso estiver afastado do corpo, mais os braços serão tensionados e o corpo penderá para frente Cotovelo, ombro e costas serão mais exigidos.

do corpo, mais os braços serão tensionados e o corpo penderá para frente Cotovelo, ombro e

Fundamentos da Ergonomia

Biomecânica

Evite curvar-se para frente: Os períodos prolongados com o corpo inclinado para frente devem ser evitados sempre que possível. Quando o tronco inclina-se para frente há contração dos músculos e tensão dos ligamentos da coluna para manter essa posição.

tronco inclina-se para frente há contração dos músculos e tensão dos ligamentos da coluna para manter

Fundamentos da Ergonomia

Biomecânica

Evite inclinar a cabeça: Quando a cabeça se inclina a mais de 30° para frente, os músculos do pescoço são tensionados para manter essa postura e começam a provocar dores na nuca e nos ombros.

os músculos do pescoço são tensionados para manter essa postura e começam a provocar dores na

Fundamentos da Ergonomia

Biomecânica

Evite torções do tronco: Posturas torcidas do tronco causam tensões indesejáveis nas vértebras (forças de cisalhamento).

torções do tronco: Posturas torcidas do tronco causam tensões indesejáveis nas vértebras (forças de cisalhamento).

Fundamentos da Ergonomia

Biomecânica

Evite movimentos bruscos que produzem picos de tensão:

Movimentos de curta duração podem produzir alta tensão, o que pode produzir fortes dores nas costas. O levantamento de carga deve ser gradual e deve existir um pré-aquecimento da musculatura.

fortes dores nas costas. O levantamento de carga deve ser gradual e deve existir um pré-aquecimento

Fundamentos da Ergonomia

Biomecânica

Alterne posturas e movimentos: Nenhuma postura ou movimento repetitivo deve ser mantido por um longo período Deve-se fazer rodízios periódicos de um posto de trabalhado para outro.

deve ser mantido por um longo período Deve-se fazer rodízios periódicos de um posto de trabalhado
deve ser mantido por um longo período Deve-se fazer rodízios periódicos de um posto de trabalhado

Fundamentos da Ergonomia

Antropometria

Fundamentos da Ergonomia Antropometria
Fundamentos da Ergonomia Antropometria

Fundamentos da Ergonomia

Antropometria

Fundamentos da Ergonomia Antropometria

Fundamentos da Ergonomia

Antropometria

Fundamentos da Ergonomia Antropometria

Fundamentos da Ergonomia

Antropometria

Fundamentos da Ergonomia Antropometria
Fundamentos da Ergonomia Antropometria

Fundamentos da Ergonomia

Antropometria

Fundamentos da Ergonomia Antropometria
Fundamentos da Ergonomia Antropometria

Fundamentos da Ergonomia

Antropometria

Fundamentos da Ergonomia Antropometria

Fundamentos da Ergonomia

Antropometria

Fundamentos da Ergonomia Antropometria
Fundamentos da Ergonomia Antropometria

Fundamentos da Ergonomia

Antropometria

Fundamentos da Ergonomia Antropometria