Você está na página 1de 1

Pedido de reanalise de credito

Assessoria de comunicacao

As intituições financeiras são obrigadas a seguir a Lei 8.078/90 - CDC que estabelece
que nenhuma informação poderá constar em cadastros por mais de cinco anos. E
ainda, nenhum tio de produto ou serviço poderá ser negado mesmo com a
inadimplência do consumidor. A inadimplência deverá ser cobrada por meios legais.
Transcrevo abaixo os articos:

Art. 39. É vedado ao fornecedor de produtos ou serviços, dentre outras práticas


abusivas: (Redação dada pela Lei nº 8.884, de 11.6.1994)
I - condicionar o fornecimento de produto ou de serviço ao fornecimento de outro
produto ou serviço, bem como, sem justa causa, a limites quantitativos;

II - recusar atendimento às demandas dos consumidores, na exata medida de suas


disponibilidades de estoque, e, ainda, de conformidade com os usos e costumes;

Quanto ao débito anterior do consumidor, poderá ser objeto de ação de cobrança, não
justificando a negativa.

Dessa forma, o fornecedor incidirá em prática abusiva se negar vender produtos ou


serviço aos consumidores, ainda que tenham débito pendente.

Art. 43. O consumidor, sem prejuízo do disposto no art. 86, terá acesso às
informações existentes em cadastros, fichas, registros e dados pessoais e de
consumo arquivados sobre ele, bem como sobre as suas respectivas fontes.

§ 1° Os cadastros e dados de consumidores devem ser objetivos, claros, verdadeiros


e em linguagem de fácil compreensão, não podendo conter informações negativas
referentes a período superior a cinco anos.

Sendo assim, os cadastros internos são ilegais se mantiverem informações superiores


à cinco anos. E se levarem à restricão de fornecimento de produto ou serviço
possibilitam a retratação por por danos morais. Além disso, negar acesso à informação
contida no cadastro interno é ilegal e configura crime com reclusão de até 1 ano.

Art. 72. Impedir ou dificultar o acesso do consumidor às informações que sobre ele
constem em cadastros, banco de dados, fichas e registros:

Pena Detenção de seis meses a um ano ou multa.

https://atualizacaodireito.jusbrasil.com.br/noticias/695201362/juiz-manda-bancos-retirarem-
inscricao-negativa-no-bc-de-cliente-com-nome-limpo