Você está na página 1de 1

Prova 3 – Conversão Eletromecânica II

1. Um gerador síncrono de 575 V, 50 kW e 60 Hz tem uma reatância síncrona de 4,65 Ω e


uma indutância mútua entre armadura e campo de 105 mH. O gerador opera com
velocidade nominal e tensão terminal nominal e a carga que o gerador alimenta é de 40
kW. Ignorando as perdas no gerador, calcule o valor do ângulo de fase da tensão gerada
e a corrente de campo se a carga possuir um fator de potência 0,9 capacitivo.

2. Considere a questão 1 e, ignorando as perdas no gerador, calcule o valor do ângulo de


fase de tensão gerada e a corrente de campo se a carga possuir um fator de potência 0,9
indutivo.

3. Um motor de indução trifásico, ligado em Y, 2 polos, 380 V, 1,5 CV, 60 Hz, tem os
seguintes valores de parâmetros em Ω/fase, referidos ao estador. Perdas por atrito e
ventilação são de 43,3 W. Para um escorregamento de 4,7%, calcule a velocidade, o
conjugado e a potência no eixo, corrente do estator, fator de potência e rendimento
quando o motor é operado em tensão e frequência nominais. (R1=5,8; X1=5,9;
Rferro=3551; Xm=170,2; R2=4,5; X2=7,1)

4. Um motor de indução trifásico com rotor gaiola de esquilo, 1,5 CV, 2 polos, 380 V,
2,43 A, ligado em Y tem os dados do ensaio a vazio e em rotor bloqueado apresentador
abaixo:
Ensaio a vazio
Corrente a vazio Potência a vazio Tensão a vazio Resistência a vazio
1,26 A 104 W 380 V 4,7 Ω/fase
Ensaio rotor bloqueado a 15 Hz
Corrente Potência em RB Tensão em RB Resistência em carga
2,42 A 186 45,4 V 5,3 Ω/fase

A relação entre X1/X2 = 0,83 e as perdas por atrito e ventilação são 43 W. Encontre
todos os parâmetros do circuito equivalente.

Lembre-se: X2 = (Xbi – X1) * (Xw – X1 / Xw – Xbi)


R2 = (Rbi – R1) * (X2 + Xm / Xm)²

5. Um motor de indução trifásico industrial com rotor bobinado, ligação em Y no estator e


no rotor, alimentado com tensão e frequência nominais, foi projetado para que o torque
máximo fosse alcançado durante o ciclo de carga, ou seja, com um tacômetro medindo a
velocidade do motor, o mínimo valor medido foi 3100 RPM, com os enrolamentos do
rotor curto-circuitados. Não se conhece o valor da resistência rotórica deste motor,
entretanto tem-se um banco de resistores trifásico de 3 Ω/fase conectado em estrela. O
motor foi desligado, o curto-circuito nos enrolamentos do rotor desfeito e o enrolamento
rotórico conectado a este banco de resistores. O motor foi conectado a carga novamente
e, desta vez, a velocidade medida foi de 2800 RPM em frequência e tensão nominais.
Qual a resistência rotórica deste motor de 2 polos, alimentado em 60 Hz?