Você está na página 1de 5

COLÉGIO JAIR

AVILLEZ
Aluno(a): ____________________________________________

Turma: 9º ANO - 901 Data: Nota Obtida

Curso: Ensino Fundamental ll Prova

Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA TC*


P3
2º Bimestre/2019 Professor: André Albuquerque Total

1ª 2ª 3ª 4ª 5ª 6ª 7ª 8ª 9ª 10ª Total
ÚNICA ÚNICA ÚNICA ÚNICA ÚNICA ÚNICA ÚNICA ÚNICA ÚNICA ÚNICA
1,0 1,0 1,0 1,0 1,0 1,0 1,0 1,0 1,0 1,0 10,0

Texto para responder às questões 01 a 02

Fake news ganha espaço no Facebook e jornalismo profissional perde

Em janeiro, páginas de notícias falsas engajaram cinco vezes mais do que as de jornalismo

Do último trimestre do ano passado até o momento, as páginas brasileiras de notícias falsas e
sensacionalistas ganharam engajamento no Facebook, e o jornalismo profissional apresentou
queda.

É o que mostra análise feita pela Folha com base em 21 páginas que postam “fake news” e 51
de jornalismo profissional. A taxa média de interações no primeiro grupo aumentou 61,6% entre
outubro do ano passado e janeiro deste ano. Já o segundo grupo viu queda de 17% no mesmo
período.

As interações dos usuários com as páginas, incluindo curtidas, reações, comentários e


compartilhamentos, foram analisadas de outubro de 2017 até 3 de fevereiro.

Fake news ganha espaço no Facebook e jornalismo profissional perde. Folha de S.Paulo. São Paulo, 8 fev. 2018.
Disponível em:
<https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/02/fake- news-ganha-espaco-no-facebook-e-jornalismoprofissional-
perde.shtml>. Acesso em: 8 fev. 2018.

Questão 1: No terceiro parágrafo dessa notícia, o verbo “postar” encontra-se na terceira


pessoa do plural porque faz referência

a) ao pronome relativo “que”, que desempenha função de sujeito no período.


b) ao substantivo próprio “Folha”, implicando desvio de concordância.
c) ao numeral “21”, núcleo do sujeito, com o qual o verbo “postar” concorda.
d) ao sujeito composto, cujos núcleos são “fake news” e “jornalismo profissional”.
e) à expressão em língua inglesa “fake news”, cuja tradução é “notícia falsa”.
Questão 2: A locução verbal “foram analisadas”, presente no terceiro parágrafo da notícia,
tem por núcleo do sujeito o substantivo

a) “páginas”.
b) “usuários".
c) “interações”.
d) “reações”.
e) “comentários”.

Texto para responder às questões 03 a 05

SP muda estratégia de combate à febre amarela e tenta se adiantar ao avanço do vírus

Um estudo inédito fez mudar a estratégia de vacinação contra a febre amarela no estado de
São Paulo. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o mapeamento de “corredores
ecológicos” permitiu identificar o caminho do avanço do vírus pelas cidades paulistas e priorizar
as áreas de imunização.

[...]

A diretora conta que, se a estratégia antiga estivesse sendo usada, quando o vírus chegou na
região de Campinas, os mais de três milhões de moradores da região metropolitana teriam que
ser vacinados. “Com a lógica dos corredores ecológicos nós vacinamos 50% dessa
população”, disse a diretora.

[...]

De acordo com os pesquisadores, foi possível prever três meses antes que a doença chegaria
em Mairiporã, região metropolitana de São Paulo, ao norte da capital. Com isso, a campanha
de imunização começou em agosto de 2017 e, em dezembro, quando o vírus chegou, 80% da
população estava vacinada.

SP muda estratégia de combate à febre amarela e tenta se adiantar ao avanço do vírus. G1. Disponível em:
<https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/sp-muda-estrategia-de-combate-a-febre-amarela-e-tenta-se-adiantar-
ao-avanco-do-virus.ghtml>.Acesso em: 14 maio 2018.

Questão 3: A concordância verbal da oração em destaque no segundo parágrafo da notícia


justifica-se por

a) a concordância levar em consideração o termo posterior à expressão “mais de três


milhões”, ou seja, “moradores”.

b) a expressão “mais de” indicar quantidade aproximada, e o verbo dever concordar com o
numeral que a acompanha.

c) o sujeito da oração ser indeterminado, de modo que, nesse tipo de construção, o verbo
é usado na terceira pessoa do plural.

d) o artigo definido “os” indicar a flexão correta do verbo, determinando seu uso na terceira
pessoa do plural.
e) o sentido de imprecisão destacado pela expressão “mais de” indicar que a flexão do
verbo deve ser feita no plural.

Questão 4: Caso o trecho “A diretora conta que, se a estratégia antiga estivesse sendo usada”
contasse com um sujeito composto, a forma assumida pelo verbo destacado seria

a) “contam”.
b) “contas”.
c) “contais”.
d) “conto”.
e) “contavam”.

[...]

A diretora conta que, se a estratégia antiga estivesse sendo usada, quando o vírus chegou na
região de Campinas, os mais de três milhões de moradores da região metropolitana teriam que
ser vacinados. “Com a lógica dos corredores ecológicos nós vacinamos 50% dessa
população”, disse a diretora.

[...]

De acordo com os pesquisadores, foi possível prever três meses antes que a doença chegaria
em Mairiporã, região metropolitana de São Paulo, ao norte da capital. Com isso, a campanha
de imunização começou em agosto de 2017 e, em dezembro, quando o vírus chegou, 80% da
população estava vacinada.

Questão 5: Na oração “80% da população estava vacinada”, nota-se que a concordância


verbal observa uma tendência atual ao

a) concordar com o termo que especifica a referência numérica.


b) desrespeitar a norma-padrão, pois o verbo não concorda com o número.
c) flexionar o verbo independentemente do sujeito a que ele se refere.
d) reproduzir números em algarismos, que não exigem a flexão do verbo.
e) indicar que o núcleo do sujeito, “porcentagem”, flexiona o verbo no singular.

Texto para responder às questões 06 a 10

Os jovens indígenas querem incluir o debate LGBT em sua luta

Existe índio gay?

Na opinião do antropólogo e professor da Universidade Federal de Rondônia Estevão


Fernandes, autor do livro Existe índio gay? — A colonização das sexualidades indígenas no
Brasil, o movimento indígena brasileiro “ainda é um pouco refratário a essa temática”. Segundo
Fernandes, isso ocorre porque o movimento “é muito pautado ainda por questões dos anos 70
e 80: meio ambiente, demarcação”. Há “pouco espaço para pautar demandas como juventude,
sexualidade. Ainda tem um pouco essa coisa de ‘não vamos prestar atenção nisso porque
temos coisas mais importantes para pensar’”, opina o professor.
[...]

Outro fator complica a pesquisa acadêmica na área: transpor os conceitos das teorias de
gênero e sexualidade utilizadas no mundo não indígena pode levar a erros graves de
interpretação, como explica Cariaga: “Quando se fala das práticas sexuais indígenas, nomeá-
las enquanto homossexuais ou homoafetivas às vezes nem faz sentido, porque o contexto da
prática ou a moralidade do grupo é completamente diferente da nossa. Em alguns casos,
não faz parte do registro da sexualidade, da vida comum, essa ordem do discurso que nós
temos, do tipo ‘duas pessoas do mesmo sexo fazendo carinho logo são homossexuais’. São
dois modos de pensar o mundo muito diferentes. O próprio corpo nu. Quem impôs a cobertura
do corpo dos índios foi o contato. Mais do que uma moralidade heteronormativa, a
primeira forma de normatização desses corpos indígenas foi colocar roupa, introjetar uma
noção de pudor, de vergonha”, diz o antropólogo.

Os jovens indígenas querem incluir o debate LGBT em sua luta. El País. 2 fev. 2018. Disponível em:
<https://brasil.elpais.com/brasil/2018/02/01/politica/1517525218_900516.html>. Acesso em: 14 maio 2018.

Questão 6: O verbo “ocorrer”, em destaque no primeiro parágrafo dessa notícia, tem sua
flexão indicada pelo sujeito

a) “isso”.
b) “porque”.
c) “movimento”.
d) “meio ambiente”.
e) “demarcação“.

Questão 7: No trecho “transpor os conceitos das teorias de gênero e sexualidade


utilizadas no mundo não indígena pode levar a erros graves de interpretação”, o verbo
destacado está conjugado na terceira pessoa do singular porque concorda com

a) o substantivo plural “os conceitos”.


b) o substantivo plural “erros graves”.
c) o verbo “transpor”.
d) a locução adjetiva “de interpretação”.
e) o sujeito indeterminado.

Questão 8: O verbo “fazer”, no segundo parágrafo da notícia, foi flexionado na terceira


pessoa do singular porque concorda com

a) parte.
b) registro.
c) sexualidade.
d) vida.
e) ordem.
Questão 9: No trecho “Quem impôs a cobertura do corpo dos índios foi o contato”, o
verbo “impor” foi flexionado na terceira pessoa do singular porque

a) não há um sujeito específico nesse período.


b) concorda com o pronome relativo "quem", cuja referência é “contato”.
c) concorda com o pronome relativo, que exige o verbo na terceira pessoa do singular.
d) concorda com o sujeito “a cobertura do corpo”, cujo núcleo é “cobertura”.
e) concorda com o sujeito “corpo dos índios”, cujo núcleo é “corpo”.

Questão 10: Sabe-se que esse texto se enquadra no gênero notícia por apresentar

a) informações objetivas sobre a questão da sexualidade indígena.


b) argumentos de autoridade que convalidam o fato anunciado.
c) depoimentos e testemunhos de jovens indígenas homossexuais.
d) relatos científicos divulgados por um jornal ou revista.
e) esclarecimentos sobre a situação dos índios na contemporaneidade.