Você está na página 1de 32

1

Raquel Patro

Jardim de Vasos
O Guia Completo para escolher e montar os mais
lindos vasos de plantas e flores

1º Edição
Curitiba
Edição do Autor
2018

Todos os direitos reservados.

Nenhuma parte desta publicação poderá ser reproduzida por qualquer meio ou
forma sem a prévia autorização do editor. A violação dos direitos autorais é crime
estabelecido na lei n° 9.610/98 e punido pelo artigo 184 do Código Penal.

Raquel Patro https://www.jardineiro.net

2
Jardim de Vasos
O Guia Completo para escolher e montar os mais
lindos vasos de plantas e flores

Copyright © 2019 Jardineiro.net


Todos os direitos reservados.

Nenhuma parte dessa publicação será reproduzida, guardada pelo sistema


“retrieval” ou transmitida de qualquer modo ou por qualquer outro meio,
seja este eletrônico, mecânico, de fotocópia, de gravação, ou outros, sem
prévia autorização por escrito, da editora.

Arte de Capa: Raquel Patro


Revisão: Raquel Patro e Aida Terezinha Dutra Medeiros
Diagramação: Raquel Patro

Patro, Raquel
Jardim de Vasos: O Guia Completo para escolher e montar os
mais lindos vasos de plantas e flores / Raquel Patro. –
Curitiba, 2019

Prefixo Editorial: 900942


Número ISBN: 978-65-900942-0-9
Tipo de Suporte: Publicação digitalizada
Formato Ebook: PDF

3
Sumário

Introdução 5

Escolhendo os vasos 7

Solos e substratos 11

Irrigação 12

Adubação 17

Luz 20

Montagem 22

Design 25

Manutenção 27

Pragas, Doenças e Ervas Daninhas 29

4
Introdução
Garden centers, floriculturas e de apartamentos, varandas,
paisagistas faturam alto com decks, pátios e terraços,
jardins de vasos, pois este é assim como áreas com solo
um dos segmentos que mais muito pobre ou composto de
cresce no setor de aterros de obras. Além disso,
jardinagem e paisagismo. Por os vasos são a solução ideal
serem práticos, os jardins de para pessoas que estão em
vasos podem ser montados um imóvel alugado ou que
onde um jardim tradicional tem pouco tempo para cuidar
não seria possível, como em de um grande jardim.
ambientes internos, sacadas

4
Se pensarmos que os vasos espaços externos. Nos vasos,
são móveis, fica fácil concluir é usual o plantio de flores
que eles podem ser trocados anuais, e assim fica muito
de lugar, de acordo com a mais fácil mudar o visual do
conveniência, como durante a jardim ao longo dos anos, se
mudança das estações por comparados com os
exemplo. O famoso Jardim do canteiros tradicionais. Há
Palácio de Versalhes contém muitas plantas próprias para o
espécies tropicais, como plantio em vasos, incluindo
majestosas palmeiras, todas flores anuais ou perenes,
em vasos. Durante a plantas herbáceas de
primavera e verão eles ficam folhagens coloridas, arbustos,
estrategicamente trepadeiras, ervas aromáticas,
posicionados no jardim, mas pequenas árvores, temperos
antes do inverno, uma grande e até mesmo verduras.
operação leva todos os vasos
para suas respectivas estufas, Por serem fáceis de dispor e
onde passarão os meses frios, mudar de lugar, os jardins de
bem protegidos. vasos são também ótimos
para jardineiros iniciantes, que
Jardins de vasos adicionam podem ser sentir intimidados
cor instantaneamente ao por grandes projetos
paisagismo, e interesse aos paisagísticos.

5
Independente do vaso que
Escolhendo os você escolher, o detalhe mais
importante a se considerar é
vasos a drenagem. A grande maioria
Você pode utilizar vasos de das plantas não se
qualquer material, incluindo desenvolve bem em solos
os mais comuns de barro ou permanentemente
plástico, assim como os de encharcados. Em solos
madeira, fibra de coco, fibra encharcados, todos os
de vidro, cerâmica e cimento, espaços são preenchidos por
sem esquecer os materiais água, prejudicando assim a
alternativos. Mas, antes de aeração, tão necessária ao
plantar, tenha certeza de que crescimento das raízes. De
não está utilizando materiais preferência para vasos que já
tóxicos, principalmente se o possuem furos de drenagem.
cultivo for de hortaliças ou Caso o vaso não tenha furos,
árvores frutíferas. faça-os com uma furadeira ou
ferramenta de ponta afiada.
6
Em vasos plásticos, eu como barro, fibra de côco ou
particularmente gosto de madeira, perdem umidade
utilizar um soldador manual, rapidamente, no entanto,
daqueles simples. Quando permitem uma maior aeração
incandescentes são ótimos das raízes. Por outro lado,
para perfurar vasos plásticos. vasos feitos de metal,
Em vasos de material sujeito plástico, fibra de vidro ou de
à quebra por impacto, como cerâmica vitrificada não são
cerâmica ou fibra de vidro, porosos. Eles retém a água
inicie fazendo o furo de fora por mais tempo, mas
para dentro, com uma restringem a aeração,
furadeira e broca fina, sem fazendo com que bons furos
utilizar força, depois troque a de drenagem sejam ainda
broca por uma mais grossa, mais importantes. Vasos
para ampliar o furo. escuros tendem a aquecer
muito sob o sol,
Tenha em mente que vasos principalmente se forem
feitos de materiais porosos, foscos.
7
Nos vasos sofisticados e que ocupem o volume sem
caros, que não possuem furos pesar, como pedaços de
de drenagem, ou que se isopor ou misturar vermiculita
queiram preservar por mais no substrato, e até mesmo
tempo, por terem alguma colocar um vaso leve e
pintura elaborada por invertido sobre os furos de
exemplo, podemos convertê- drenagem. Mas, atente que
los em cachepôs. Para tanto, plantas grandes e com copas
encaixe um vaso leve e frondosas, precisarão de
simples dentro, que tenha vasos pesados, que
bons furos de drenagem. funcionam como lastros,
Deixe um espaço entre os protegendo as plantas de
dois vasos, preenchendo o quedas por ocasião de ventos
fundo do cachepô com fortes em locais expostos.
pedriscos para não bloquear
os furos e permitir uma A proporção dos vasos em
perfeita drenagem. relação ao porte das plantas
também é muito importante.
É importante considerar se os Os vasos precisam ser largos
seus vasos ou jardineiras e profundos o suficiente para
serão movidos de lugar que o solo não seque muito
regularmente, pois vasos entre as regas. Diversas
grandes, quando o solo está espécies de flores e vegetais
úmido e com plantas, podem não de desenvolvem bem se
se tornar bastante pesados. murcharem entre as
Os atuais vasos de plástico ou irrigações. Vasos pequenos
fibra de vidro, podem não conseguem segurar a
substituir vasos de cerâmica, umidade por muito tempo,
com igual beleza e principalmente se as raízes
sofisticação, com a vantagem estiverem já grandes e
de serem mais leves e muitas enoveladas. Eles precisarão
vezes até mais duráveis. de regas e manutenções
Considere também instalar frequentes. Prefira vasos
rodízios sob os vasos, para maiores, com mais substrato,
facilitar a movimentação. que sejam capazes de
Podemos também colocar segurar a umidade e assim
dentro dos vasos, materiais aumentar o espaçamento
8
entre as regas e as pequena, será muito difícil
fertilizações. transplantar a espécie para
outro vaso caso seja
O formato dos vasos deve ser necessário. Assim, para este
considerado, principalmente tipo de planta, escolha
quando neles serão sempre vasos com abertura
plantados arbustos ou maior que o diâmetro interno
pequenas árvores. Plantas do vaso. Neste caso fuja dos
lenhosas formam torrões vasos tipo bola ou fusiformes,
grandes com raízes pouco mas aproveite-os com flores
flexíveis. Se o vaso é grande, anuais e plantas herbáceas
mas possui uma abertura em geral.

9
Solos e substratos
Evite utilizar terra comum de agropecuárias, garden
jardim na montagem de centers e floriculturas.
vasos e jardineiras. A terra
comum é muito pesada, ácida Se não houver substratos
e se compacta rapidamente. assim à disposição, faça sua
Além disso, geralmente ela própria mistura e pasteurize
carrega uma grande depois, expondo ela ao calor
quantidade de sementes de de pelo menos 85°Celsius por
ervas daninhas, nematóides, 30 minutos. Você pode secar
entre outras pragas e ela parcialmente ao sol e
doenças. Prefira adquirir completar a pasteurização
substratos comerciais, em um forno comum. A
preferencialmente livres de umidade da mistura facilita a
partículas de argila. Você distribuição do calor, se ela
pode encontrar excelentes estiver muito seca, adicione
substratos prontos em um pouco de água antes de

10
aquecer. Espere o substrato composição nas embalagens.
esfriar completamente antes Um bom material geralmente
de utilizá-lo em seus plantios. é bem escuro, leve, solto e
contém pequenas partículas
Substratos balanceados são claras (perlita ou vermiculita).
compostos de terra vegetal Ele permite uma boa
(composto orgânico), com retenção de umidade, assim
diferentes proporções de como uma boa aeração e
outros materiais como turfa, drenagem. Se você necessitar
vermiculita, perlita, estercos aumentar o peso do substrato
curtidos, húmus de minhoca, para ancorar plantas com
casca de arroz carbonizada, copas pesadas, adicione areia
casca de pinus, carvão, fibra lavada comum à mistura.
de coco e esfagno. Muitos
deles vêm com o pH Uma boa receita caseira de
corrigido pela adição de substrato pode ser composta
calcário dolomítico ou por:
calcítico. Sempre observe - 1 parte de terra comum
bem o material e a de jardim peneirada

11
- 1 parte de matéria A maioria da ervas e
orgânica (terra vegetal, rabanetes podem ser
esfagno, fibra de coco, plantados em vasos
húmus, etc) pequenos, de 4 litros. Para
- 1 parte de perlita ou flores, calcula-se que o
vermiculita tamanho do vaso deve ser
maior que a altura da flor,
Se a terra de jardim for muito para um bom
argilosa, você pode adicionar desenvolvimento radicular.
à ela um pouco de areia
lavada de rio. Não esqueça Não reutilize o mesmo
de pasteurizar a mistura antes substrato da estação de
de utilizar. crescimento anterior, a não
ser que você possa
As plantas necessitam de repasteurizar e enriquecer o
uma quantidade adequada solo com matéria orgânica e
de substrato para o nutrientes novamente. O
desenvolvimento das raízes e substrato já utilizado está
a manutenção da umidade. contaminado com pragas e
Plantas hortícolas como doenças e pode disseminar
tomateiros, pimenteiras, estes malefícios nas novas
berinjelas, abóboras, pepinos mudas da estação. A matéria
e feijões necessitam de pelo orgânica se perde com o
menos 20 litros de substrato passar do tempo, liberando o
cada planta. Já cenouras, carbono para a atmosfera
beterrabas, alfaces, devido à decomposição, e
cebolinhas podem ser precisa ser reposta.
plantadas em 12 litros.

12
acontece, ele tende a
Irrigação encolher, formando um bloco
Plantas em vasos necessitam e um espaço entre ele e a
irrigação mais frequente do parede do vaso, que dificulta
que as plantadas diretamente umidificá-lo novamente. Além
em canteiros no jardim. No disso, as raízes capilares, que
entanto, vasos de plástico, são finas e delicadas podem
não secam tão rápido quanto morrer.
os de cerâmica, que são
porosos, principalmente se Utilizar substratos
forem de cerâmica não naturalmente capazes de
vitrificada. Ainda assim, até reter a umidade é ótimo, mas
mesmo vasos plásticos podemos lançar mão de géis,
precisam de irrigação regular na forma de polímeros
e frequente. Salvo algumas hidroretentores, que podem
exceções, não permita que o ser misturados ao substrato,
substrato seque demais entre aumentando ainda mais sua
as regas. Quando isso capacidade de reter água.
13
Estes polímeros realmente que pelo menos 10% do total
cumprem o que prometem de água utilizado na rega saia
pois podem espaçar um pelo furo de drenagem.
pouco as regas, mas também
tem seus limites. Se utilizados Os pratos sob o vaso também
em excesso corre-se o risco aumentam o acúmulo de sais,
de o substrato derramar para além de servirem de
fora do vaso, com o excesso criadouro de mosquitos. Você
de água de uma chuva pode evitá-los ou pode ter o
torrencial por exemplo. cuidado de esgotá-los depois
de cada rega.
Há também outras formas de
driblar as irrigações A fonte de água também faz
frequentes, como a utilização diferença na quantidade sal
de vasos autoirrigáveis, por que acumula nos substratos.
exemplo. Eles são ótimos Águas com muitos
para plantas anuais e carbonatos geralmente são
vegetais, que têm ciclo curto, originárias de regiões de
mas não são muito bons para morros, nascentes, ou lençol
plantas perenes, pois nesse subterrâneo, elas são do tipo
tipo de irrigação, tende-se a mineral, ricas em sais. Água
acumular sais no substrato, de rio ou chuva tendem a ter
formando até mesmo uma uma quantidade reduzida de
camada esbranquiçada na sais e são mais apropriadas
superfície do mesmo. O para a irrigação.
excesso de sal, em plantas
sensíveis, causa efeitos como Os fertilizantes químicos
bordas de folhas queimadas, solúveis são compostos
crescimento reduzido e salinos e a água é o principal
florações fracas. Mesmo os veículo para eles. Assim,
vasos normais, que não como precisamos sempre
utilizam sistemas de fertilizar nossas plantas, o
capilaridade e que permitem manejo constante para a
a drenagem, são suscetíveis a redução de sal nos vasos é
este problema com o passar tão importante,
do tempo. Reduza o acúmulo principalmente em plantas
excessivo de sal, permitindo
14
perenes, onde o efeito do também com a pressão,
acúmulo é maior. principalmente em vasos
pequenos e plantas
Os regadores são bonitos e delicadas, pois pode derrubá-
alegram o ambiente, mas los e feri-los. Utilize um
podem ser muito cansativos regador de bico fino e
de usar se você tem muitos curvado para irrigar
vasos ou vasos grandes. cuidadosamente cestas
Neste caso, talvez você suspensas, terrários e vasos
prefira regá-los com uma minúsculos.
mangueira. Mas tenha
cuidado, regar com uma Um sistema bastante
mangueira que ficou interessante e que está sendo
cozinhando sob o sol, deixará cada vez mais utilizado é o de
a água quente demais para as irrigação automática, por
plantas. Deixe a água quente gotejamento, interligado à
escoar antes de iniciar a tubulação de água que serve
irrigação. Tenha cuidado a residência. Um sistema

15
assim facilita o manejo e Assim, sempre verifique a
mantém as plantas umidade do solo antes de
hidratadas. Há que se ter o regar. Coloque o dedo no
cuidado de mantê-lo sempre solo, ou mesmo pegue uma
limpo e com a manutenção porção do solo entre os
em dia, observando dedos e verifique a umidade.
regularmente pontos onde Terra úmida não necessita de
podem ocorrer entupimentos rega, mas um solo seco,
ou falhas. esfarelento pode estar
precisando de água urgente.
Não existe uma regra quanto Apesar de que a maioria das
a regularidade das regas. Ela plantas prefere umidade
pode ser semanal, diária ou constante, há algumas
até mesmo duas vezes por exceções, como os cactos e
dia no auge do verão. Como suculentas, e algumas
visto anteriormente a orquídeas, por exemplo, que
necessidade de água se preferem que o substrato
modifica de acordo com a seque entre as regas.
qualidade do substrato, a
estação do ano, ao período
vegetativo da planta, etc.

16
nutrientes, é interessante
Adubação utilizar fertilizantes de
Muitas plantas rapidamente liberação controlada e lenta
consomem os nutrientes durante o plantio, misturados
contidos no pouco volume de ao substrato. Os fertilizantes
solo que os vasos encerram. de liberação controlada são
As plantas anuais e outras grânulos de fertilizantes
plantas que crescem muito recobertos por uma resina
depressa, costumam ser orgânica e biodegradável.
ávidas consumidoras desses Essa resina tem uma
nutrientes. Substratos bem permeabilidade tal que
drenáveis também acarretam controla a liberação dos
em perda de nutrientes por fertilizantes, podendo este
ocasião das regas e chuvas. prazo ser de 45 dias a 14
meses. Desta forma eles são
Assim, para fornecer a perfeitos para plantas em
quantidade certa de vasos e jardineiras.

17
Mesmo assim, nem sempre Há muitas opções para
apenas o fertilizante de cultivar plantas saudáveis,
adubação controlada é o sem o uso de fertilizantes
suficiente. Em plantas em químicos.
pleno período de Independente do tipo de
crescimento, floração ou fertilizante, utilize como
frutificação, ou naqueles referência sempre as
vasos onde os fertilizantes de recomendações do
liberação controlada já foram fabricante, impressas na
consumidos, a necessidade embalagem, quanto às
de nutrientes é maior, e a quantidades e intervalo de
utilização de adubos solúveis aplicações. Carências não são
diluídos na água da irrigação tão prejudiciais quanto os
pode ser muito proveitosa. excessos, que podem mesmo
Não esqueça também de ser fatais para plantas em
fornecer micronutrientes que vasos. Uma atenção especial
nem sempre estão presentes deve ser dada aos adubos
nas formulações comuns. nitrogenados, que podem ser
muito prejudiciais quando em
Em hortas e outros cultivos excesso.
orgânicos, de preferência
utilize biofertilizantes líquidos,
bokashi, tortas de algodão ou
mamona, farinha de ossos,
cinzas, estercos curtidos,
entre outros fertilizantes
orgânicos e minerais.

18
Luz
Um dos fatores mais para outros locais, caso as
importantes para as plantas é plantas fiquem prejudicadas
a luz. É fundamental seguir os por falta ou excesso de luz.
requerimentos específicos de
cada espécie, estudando Como a luminosidade de um
cada uma das que você local pode se alterar de
pretende utilizar, e não acordo com as estações,
misturando espécies com tenha em mente que pode
requerimentos diferentes no ser necessário mudar um
mesmo vaso. vaso de local por este motivo.
Leve em consideração
Antes de escolher as plantas também a luz refletida de
para os seus vasos, leve em outros prédios do entorno.
consideração a luz natural do Construções envidraçadas e
local onde eles ficarão. até mesmo espelhadas,
Lembre-se também que os podem fornecer muita luz.
vasos podem ser movidos

19
Como regra geral, plantas Já vegetais folhosos e a
floríferas, capins, plantas maioria das ervas, se
aquáticas, assim como desenvolvem de forma
árvores, arbustos e vegetais satisfatória com pelo menos
frutíferos, necessitam de oito quatro horas de luz solar, ou
horas diárias de sol, ou seja, seja, meia sombra. Muitas
sol pleno. Plantas hortícolas folhagens são próprias para
de raíz, como cenouras, locais de luz filtrada ou
beterrabas e rabanetes, sombra clara, e ficam bem
precisam de seis horas diárias em muitos ambientes
de luz. internos.

20
Montagem
Para a montagem de um vaso geotêxtil. Ela deve ter área
você vai precisar de: maior que a superfície que irá
- Vaso com furos de cobrir, de forma que sobre
drenagem um pouco para os lados.
- Cacos de tijolos, telhas Além de facilitar a drenagem,
ou vasos quebrados a manta age como um filtro,
- Manta geotextil (tipo separando o substrato da
bidim) camada drenante, e dessa
- Argila expandida forma previne a perda de
- Areia lavada de rio nutrientes por ocasião das
- Substrato pasteurizado regas.
- Fertilizante de liberação
controlada Opcionalmente você pode
- Mudas de plantas adicionar uma camada de
- Forração morta (casca areia sobre a manta drenante.
de pinus,pedrisco, argila O que ajuda a mantê-la
expandida, etc) desobstruída e funciona
como um filtro a mais,
Comece dispondo os cacos reduzindo a perda de
sobre os furos de drenagem. nutrientes. A areia é
Por ter uma superfície e especialmente útil quando os
formato irregular, eles não vasos são dispostos em áreas
obstruem os furos de pavimentadas e sem prato
drenagem, permitindo que a sob eles, reduzindo assim a
água passe livremente. formação de manchas de
Apenas um poucos cacos são terra no pavimento,
necessários. Cubra-os com mantendo-o limpo. Sobre a
uma camada de argila camada de areia coloque
expandida. A argila expandida uma generosa camada de
funciona como material substrato, já misturado com o
drenagem, ao mesmo tempo fertilizante, e vá testando a
em que é capaz de reter profundidade, colocando o
água, agindo também como torrão com a muda de
uma pequena reserva. Depois tempos em tempos. Encaixe a
da argila estenda a manta muda quando encontrar a
21
altura certa e pressione centímetros da borda do
levemente o substrato, vaso, aproximadamente.
eliminando bolsões de ar, Assim, você poderá ainda
sem compactar. colocar uma leve camada de
substrato sobre ele, além de
A superfície do torrão deve uma forração morta como
ficar a cerca de cinco acabamento. Ao final de

22
todas as camadas, observe se Tente o máximo possível
deixou pelo menos uns três manter os torrões intactos.
centímetros entre a borda do
vaso e a superfície do Após o plantio, regue
substrato, para que durante abundantemente, até que
as regas o vaso não uma boa parte da água
transborde. escorra pelos furos de
drenagem. Complete com
Para remover as mudas dos substrato nas partes que
vasos plásticos que as deprimirem demasiadamente,
acompanham, bata a borda e somente então adicione a
do vaso, de ponta cabeça, cobertura morta. É
sobre uma mesa para que o perfeitamente normal que
torrão se solte facilmente. durante as primeiras regas a
Mudas em saquinhos são água escoe um pouco
igualmente fáceis de tirar, barrenta pelos furos de
basta cortá-los sem dó com drenagem. Logo que o
estilete ou tesoura. Evite substrato assentar ela se
regar as plantas antes do tornará mais límpida.
plantio, para facilitar a
remoção dos torrões de suas Dica opcional: Em vasos
respectivas embalagens. Os grandes e pesados, utilize
torrões devem ter alguma pedaços de isopor para
umidade para não esfarelar, preencher o espaço interno
mas não devem estar sem adicionar peso extra.
demasiadamente úmidos e
enlameados.

23
Design
Vasos com plantas adicionam Usualmente, as plantas em
cor onde você mais precisa vasos são utilizadas como
de uma maneira simples e ponto focal, para atrair a
fácil. Além disso você pode atenção, dando ao jardim um
mudá-los de acordo com a senso de propósito. Um vaso
estação, mantendo o pode direcionar o olhar para
interesse, sem cair na uma determinada vista ou
monotonia. Com vasos você ângulo. Eles podem ser
pode criar um estilo bem utilizados em jardins
específico de jardim, seja pequenos para criar um
formal ou informal, de senso de distância, ao
inspiração desértica, francesa, direcionar o olhar para uma
inglesa, mediterrânea, vista além. Suavize escadas e
oriental, contemporânea ou outras superfícies reta com o
tropical. uso de vasos.

24
Assim, escolha com cuidado perder a unidade e se
tanto os vasos que serão transformar em um
utilizados, como as plantas amontoado sem sentido. Faça
que serão neles colocados. também arranjos de vasos de
Ao pensar na distribuição de número ímpar ao invés de
plantas em cada vaso, leve par, eles tendem a funcionar
em consideração tanto a melhor na maioria dos casos.
altura como a profundidade.
Além disso, a especificação Antes de plantar
de plantas com diferentes definitivamente, distribua as
cores, formas e texturas plantas sobre a superfície do
contribuirá para um bom vaso e veja se o espaçamento
equilíbrio visual. Lembre-se entre elas irá funcionar. Leve
que vasos e jardineiras são também em consideração as
perfeitos para valorizar diferentes taxas de
plantas pendentes. crescimento das plantas que
você está utilizando. Algumas
Uma regra que funciona bem espécies muito vigorosas
é escolher dois ou três tipos podem acabar sufocando
de vasos, principalmente em outras que tenham
espaços pequenos. Muita crescimento mais lento.
variedade pode fazer o jardim

25
Manutenção
Assim como as outras plantas e significam que a planta já
do jardim, plantas em vasos deveria ter sido replantada há
também necessitam de um bom tempo. Nem sempre
manutenção. Pelo menos será necessário um vaso
uma vez por ano analise os maior, mas uma boa poda das
vasos e verifique se precisam raízes e copa, aliados à
de algum reparo. substituição e fertilização do
substrato podem devolver o
O reenvase de plantas vigor à planta.
perenes geralmente é
realizado a cada dois anos. A remoção de flores murchas
No entanto, verifique sempre e uma poda leve pode
se vaso e planta estão bem aumentar o tempo de vida e
proporcionados. Da mesma estimular uma nova floração
forma faça uma análise das das plantas envasadas. Da
raízes. Raízes enoveladas ou mesma forma, a colheita
saindo pelos furos de
drenagem são um mau sinal
26
constante de frutos, folhas e daninhas. Forrações mortas
ervas manterá sua horta em como cascas de pinus, seixos
vaso bonita por mais tempo, rolados, pedriscos ou argila
antes que seja necessária a expandida também servem
substituição das plantas. como um belo acabamento.

Não esqueça de oferecer Faça uma boa limpeza


suportes a trepadeiras e externa dos vasos
arames a pendões florais que regularmente, tendo o
tendem a se curvar, como em cuidado de não utilizar
orquídeas por exemplo. materiais abrasivos que
Adicione matéria orgânica e podem facilmente riscar a
uma boa forração morta superfície. Uma limpeza mais
sobre a superfície do profunda deve ser realizada
substrato de tempos em com solução de 10% de
tempos, para melhorar as hipoclorito (água sanitária)
condições do solo, mantê-lo antes de cada plantio.
fresco, úmido e livre de ervas

27
Pragas, Doenças
e Ervas Daninhas
As plantas que crescem em novamente com atenção por
vasos e jardineiras são tão ocasião do plantio,
suscetíveis a pragas e estendendo o olhar para o
doenças quanto àquelas que solo que acompanha o torrão
se desenvolvem em canteiros e as raízes.
diretamente na terra. No
entanto, ao utilizarmos um Inspecione suas plantas
solo ou substrato frequentemente em busca de
pasteurizado, podemos evitar insetos e sintomas de
ou reduzir o ataque de muitas doenças. A catação manual é
pragas e doenças, além de ainda a forma mais orgânica e
eliminar possíveis sementes efetiva para controlar
de ervas daninhas. pequenas populações de
insetos como lagartas, lesmas
Tenha o cuidado de observar e caramujos. Para infestações
cuidadosamente as plantas maiores de pragas muito
no local de compra, à procura pequenas e numerosas como
de pragas e doenças. Olhe pulgões, cochonilhas e

28
ácaros, podem ser pois estarão competindo com
necessárias aplicações suas plantas por luz, água,
sistemáticas de pesticidas. nutrientes e espaço.
Mas jamais aplique produtos, Arranque-as com cuidado
sejam eles químicos ou enquanto ainda são novas e
orgânicos em plantas pequenas, evitando
hortícolas, principalmente se prejudicar as raízes das
estiver próximo da data da plantas vizinhas. Se as ervas
colheita. Da mesma forma, a daninhas estiverem muito
utilização de pesticidas em grandes, é melhor cortá-las
plantas floridas pode causar a próximo à colo, do que tentar
morte de muitos insetos puxá-las, o que pode
polinizadores benéficos como provocar uma grande
borboletas e abelhas. Utilize devastação no seu vaso. A
apenas produtos liberados utilização de herbicidas é
para jardinagem amadora e uma prática inaceitável em
tenha cuidado afim de evitar jardinagem de vasos. Evite o
acidentes tóxicos. Previna crescimento de plantas
muitas pragas e doenças daninhas utilizando substrato
removendo folhas com pasteurizado de boa
manchas, mortas, assim procedência ou pasteurize
como flores e frutos murchos sua própria mistura. Ainda
ou estragados. assim, tenha em mente que
algumas sementes
Mantenha suas plantas eventualmente podem
saudáveis, com uma acabar nos seus vasos por
fertilização equilibrada e ação do vento ou de
hidratadas, pois assim elas passarinhos.
são naturalmente mais
resistentes a pragas e
doenças.

Geralmente, plantas daninhas


não são um problema muito
grave em plantas de vasos.
Além disso é muito simples e
rápido arrancá-las do vaso,
29
forma de cultivá-las e arranjá-
las em aprazíveis jardins.

É formada em Medicina
Veterinária pela UFRGS, mas
foi a paixão pelas plantas que
direcionou sua carreira. Seu
interesse pelas plantas é
herança de sua mãe, que a
carregava ainda menina por
cursos de jardinagem e
floriculturas, na região
metropolitana de Porto
Alegre/RS.

Na veterinária, acabou se
interessando pelas abelhas, e
seu intenso trabalho de voar
de flor em flor. Ainda na
faculdade, acabou projetando
e executando cinco jardins
residenciais, seus primeiros
A Autora trabalhos, o que lhe rendeu
Raquel Patro é jardineira, experiência e conhecimento.
paisagista e palestrante, mas Assim, o interesse se tornou
mais conhecida por ser a uma paixão e o hobby
editora do maior site sobre floresceu em um negócio. Ela
plantas em língua utiliza práticas sustentáveis
portuguesa, o Jardineiro.net. de jardinagem e as incorpora
Ela não se cansa de estudar nos seus projetos, cursos e
sobre as plantas e seus usos, consultorias.
assim como qual a melhor

30
3