Você está na página 1de 4

1

DISCIPLINA: Teatro brasileiro II PROFª.: Efigênia Alkmim Prais


6. Período do Curso de Artes/Teatro 2. Semestre de 2010
CARGA HORÁRIA TOTAL: 36h/a CARGA HORÁRIA SEMANAL: 4h/a
INÍCIO: 25/08/2010 TÉRMINO: ???

*CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

 Contextualização histórica, social, política, econômica, religiosa, educacional e artística


do Brasil na primeira metade do século XX;
 O Teatro brasileiro na primeira metade do século XX: produção, repertório, dramaturgos,
diretores e atores;
 A Semana de Arte Moderna de 1922 e a ausência do Teatro;
 O movimento de renovação teatral de Renato Vianna;
 Paschoal Carlos Magno, o Teatro do Estudante do Brasil e a Aldeia de Arcozelo;
 “Os Comediantes”, Ziembinsk, Santa Rosa, Nélson Rodrigues e “Vestido de Noiva”;
 O Teatro Experimental de Alfredo Mesquita;
 Abdias do Nascimento e o Teatro Experimental do Negro – TEN;
 O Teatro Universitário de Décio de Almeida Prado;
 O Teatro Brasileiro de Comédia - TBC;
 A Escola de Arte Dramática – EAD;
 O Teatro Arena, o Teatro Oficina e o Grupo Opinião;
 O Teatro e a ditadura militar com ênfase na fase do Ato Institucional n. 5;
 Contextualização histórica, social, política, econômica, religiosa, educacional e artística
do Brasil na segunda metade do século XX;
 O Teatro brasileiro contemporâneo: produção, repertório, dramaturgos, encenadores e
atores;
 Maria Clara Machado e o Teatro infantil no Brasil;
 Contextualização histórica, social, política, econômica, religiosa, educacional e artística
de Minas Gerais;
 História e evolução do Teatro mineiro;
 Contextualização histórica, social, política, econômica, religiosa, educacional e artística
de Montes Claros;
 História e evolução do Teatro em Montes Claros;

*FORMAS DE AVALIÇÃO:

I - Trabalho escrito individual que será desenvolvido ao longo de todo módulo da disciplina e
que pode ser descrito como uma coleção de materiais retirados de (livros, revistas, reportagens
especializadas ou não, textos dramáticos, internet, fitas de vídeo, DVD) bem como de qualquer
outra espécie, que se refira a História do Brasil, ao Teatro brasileiro ou às formas teatrais
estudadas no período em que a disciplina se restringe. Essa coletânea deverá ser seguida por
tópicos de aula sobre o assunto a que se refere, seguindo a ordem cronológica do conteúdo
programático da disciplina e serem redigidos por cada acadêmico (exceto os que forem feitos
individualmente a respeito de temas específicos pré-definidos e que serão trocados com os
colegas). A apresentação do material fica por conta da criatividade de cada acadêmico. Esse
trabalho deverá ser entregue na última aula impreterivelmente e valerá 35 pontos.

Esse trabalho deve conter os seguintes itens:

* Tópicos de aula;
2

* Lista de sugestão de filmes que tratam de assuntos sobre o Teatro brasileiro e o período
histórico estudados;
* Lista de sugestões de peças teatrais de autores estudados;
* Material recolhido na pesquisa, o material colhido na internet pode ser apresentado em CD-
ROM.

P.S. Não esqueçam de colocar as referências de localização do material encontrado, qualquer


dúvida, peça orientação do professor.

II – Realização de uma Exposição sobre o tema “Grupo Teatro Fibra”. Tal avaliação ocorrerá
durante o semestre e de forma específica durante a sua realização no mês de dezembro de
2010 e valerá 35 pontos. Vamos dividir, em reunião, a participação de cada acadêmico que
deverá participar da parte teórica e prática da Exposição.

Observação Importante: O Acadêmico que não participar efetivamente da Exposição fará


uma avaliação escrita sobre o tema da mesma valendo 35 pontos.

III – Pesquisa de temas específicos sobre o Teatro brasileiro, pré-determinados, e que deverão
ser apresentados em forma de tópicos de aula e repassados para toda a turma depois de
corrigidos pelo professor. Essa avaliação ocorrerá no decorrer do módulo da disciplina e
valerá 20 pontos.

Ordem de temas para a construção dos tópicos de aula*:

1) Dramaturgos: Coelho Neto; Goulart de Andrade; Paulo Barreto (João do Rio) e Roberto
Gomes;

2) Dramaturgos: Cláudio e Souza; Armando Gonzaga; Gastão Tojeiro e Joracy Camargo;

3) Atores: Leopoldo Fróes; Jaime Costa; Dulcina de Morais e Procópio Ferreira;

4) Oswald de Andrade; Renato Viana e seu trabalho no Teatro brasileiro nas décadas de 20, 30 e
40;

5) Álvaro Moreira e o Teatro de brinquedo; Paschoal Carlos Magno e o Teatro do Estudante


brasileiro – TEB;

6) Teatro Universitário de Jerusa Camões; Os Comediantes;

7) Tomás Santa Rosa, Ziembinski e Nelson Rodrigues e a modernização do Teatro brasileiro em


1943;

8) Alfredo Mesquita e o Grupo de Teatro Experimental; Abdias do Nascimento e o Teatro


Experimental do Negro;

9) Teatro Brasileiro de Comédia – TBC; A Escola de Arte Dramática – EAD;

10) Encenadores brasileiros: modernos e contemporâneos – Flávio Rangel; João das Neves e
Gerald Thomas;
3

11) Dramaturgia brasileira da segunda metade do século XX: Jorge Andrade; Gianfrancesco
Guarnieri; Maria Clara Machado; Plínio Marcos e Maria Adelaide Amaral;

12) História política, social, econômica, social, religiosa e cultural de Minas Gerais do século
XVIII até o final do século XIX; História da construção de Belo Horizonte; História de Belo
Horizonte;

13) O Teatro mineiro: origem, características e evolução; História dos grupos de destaque do
Teatro mineiro;

14) História de Montes Claros; O Teatro montesclarense: origens, história, características e


evolução.

*ESCOLHAM DOIS TÓPICOS E COLOQUEM O NOME EM FRENTE AOS TÓPICOS


ESCOLHIDOS ENTRE PARÊNTESES.

IV – Avaliação processual onde serão observados itens como assiduidade, pontualidade, grau
de interesse e participação nas aulas. Essa avaliação será feita no decorrer de todo o semestre
e valerá 10 pontos.

*SUGESTÃO DE BIBLIOGRAFIA:

 ARRUDA, José Jobson de A.; PILETTI, Nélson. Toda a história: história geral e do
Brasil. 4. ed. São Paulo: Ática, 1996.

 ALVES, Junia; NOE, Márcia: O palco e a rua: a trajetória do teatro do grupo Galpão.
Belo Horizonte: Ed. PUC/Minas, 2006.

 BARCELLOS, Jalusa. Procópio Ferreira: o mágico da expressão. Rio de Janeiro:


Funarte, 1999. (Coleção História visual; n. 6).

 BARSANTE, Cássio Emmanuel. Santa Rosa em cena. Rio de Janeiro: Instituto Nacional
de Artes Cênicas, 1982. (Coleção Memória; v. 2).

 CAFEZEIRO, Edwaldo; SADELHA, Carmem. História do teatro brasileiro: um


percurso de Anchieta a Nelson Rodrigues. Rio de Janeiro: EDUERJ, 1996.

 CAMPEDELLI, Samira Youssef. Teatro brasileiro do século XX. São Paulo: Scipione,
1995. (Coleção Margens do texto).

 CAMPOS, Cláudia de Arruda. ZUMBI, TIRADENTES: e outras histórias contadas pelo


Teatro de Arena de São Paulo. São Paulo: Perspectiva, 1988. (Coleção Estudos; 104).

 COSTA, Iná Camargo. A hora do teatro épico no Brasil. Rio de Janeiro: Paz e Terra,
1996. (Coleção Estudos de cultura).

 DÉCIO DE ALMEIDA PRADO: um homem de teatro. Organização de João Roberto


Faria; Vilma Áreas; Flávio Aguiar. São Paulo: Edusp, 1997.
4

 DICIONÁRIO DO TEATRO BRASILEIRO: temas, formas e conceitos. Coordenação de J.


Guinsburg; João Roberto Faria e Mariangela Alves de Lima. São Paulo: Perspectiva;
SESC São Paulo, 2006.

 MAGALDI, Sábato. Panorama do teatro brasileiro. São Paulo: Difusão Européia do


Livro, 1962.

 _________________. Moderna dramaturgia brasileira. São Paulo: Perspectiva, 1998.


(Coleção Estudos; 159).

 MICHALSKI, Yan. Reflexões sobre o teatro brasileiro no século XX. Organização de


Fernando Peixoto. Rio de Janeiro: Funarte, 2004.

 PRADO, Décio de Almeida. O teatro brasileiro moderno. 3. ed. São Paulo: Perspectiva,
2007. (Coleção Debates; 211).

 REVERBEL, Olga. Teatro: uma síntese em atos e cenas. Porto Alegre: L&PM, 1987.
(Coleção Universidade Livre).

 RODRIGUES, Nelson. Teatro completo: peças psicológicas. 7. ed. Rio de Janeiro: Nova
Fronteira, 1981. v. 1.

 __________________. Teatro completo: peças míticas. 2. ed. Rio de Janeiro: Nova


Fronteira, 2004. v. 2.

 __________________. Teatro completo: tragédias cariocas I. 2. ed. Rio de Janeiro: Nova


Fronteira, 2004. v. 3.

 __________________. Teatro completo: tragédias cariocas II. 2. ed. Rio de Janeiro:


Nova Fronteira, 2004. v. 4.

 ROSENFELD, Anatol. O mito e o herói no moderno teatro brasileiro. 2. ed. São Paulo:
Perspectiva, 1996. (Coleção Debates; 179).

 SÁ, Nelson de. Divers/idade: um guia para o teatro dos anos 90. São Paulo: Hucitec,
1997.

 SANTOS, Jorge Fernando dos. BH em cena: teatro, televisão, ópera e dança na Belo
Horizonte centenária. Belo Horizonte: Del Rey, 1995.

 VOGT, Carlos. Nélson Rodrigues: flor de obsessão. São Paulo: Brasiliense, 1985.
(Coleção Encontro radical; v. 69).

 SILVEIRA, Yvonne; COLARES, Zezé. Montes Claros de ontem e de hoje. Montes


Claros: Academia Montesclarense de Letras, 1995.

Professora: Efigênia Alkmim