Você está na página 1de 8

Pedofilia a Luz da Bíblia

A pedofilia é uma maldição que assola a humanidade desde


os tempos remotos, foi implantada pelo diabo para que a
criação humana estivesse no ridículo, insultando dessa forma
ao Senhor Deus que instituiu tudo perfeito, no entanto, após
a queda de Lúcifer e posteriormente Eva e Adão, todos os
homens permaneceram inclinados ao pecado. Sujeitos as perversões e
abominações diante do Senhor. Notoriamente, quando o pervertido ofende
aos que seguem um estado de inocência, como no caso das crianças.
Mateus 21:16 E perguntaram-lhe: Ouves o que estes estão dizendo?
Respondeu-lhes Jesus: Sim; nunca lestes: Da boca de pequeninos e de
criancinhas de peito tiraste perfeito louvor?
Fundamentado no que diz a Palavra de Deus, e os acontecimentos
em todos os tempos, especialmente nos dias atuais em que os meios de
comunicação; particularmente a internet, como os diversos aplicativos e
sites de relacionamentos sociais, oferecem facilidades que os pedófilos
aproveitam para destruir a ingenuidade dos menores que são vitimados por
essa moléstia. Irei mostrar o que a Bíblia fala para quem comete e consente
com tal prática. Alusão Significado da Palavra Pedofilia:
Pedofilia (também chamada de paedophilia erótica ou
pedosexualidade) é a perversão sexual, na qual a atração sexual de um
indivíduo adulto está dirigida primariamente para crianças pré-púberes ou
não. A palavra pedofilia vem do grego παιδοφιλια < παις (que significa
"criança") e φιλια ('amizade'; 'afinidade'; 'amor', 'afeição', 'atração';
'atração ou afinidade patológica por'; 'tendência patológica' – (segundo o
Dicionário Aurélio).
A pedofilia é o desvio sexual "caracterizado pela atração por crianças
ou adolescentes sexualmente imaturos, com os quais os portadores dão
vazão ao erotismo pela prática de obscenidades ou de atos libidinosos"
(Croce, 1995).
Segundo a Bíblia, no Antigo Testamento quando o Senhor estava
instruindo ao Profeta Moisés para que o povo recebesse a doutrina que
seria de ajuste durante a peregrinação no deserto rumo à terra prometida;
fez questão de mencionar esse delito que arrasava a integridade daquela
nação Israelita, encontramos a seguinte instrução.
Levítico 18:21
Não oferecerás a Moloque nenhum dos teus filhos, fazendo-o passar pelo
fogo; nem profanarás o nome de teu Deus. Eu sou o Senhor.
Como consequência pelo pecado cometido os seus envolvidos
receberiam o seguinte castigo.
Levítico 20:1-2-3-4-5
01 - Disse mais o Senhor a Moisés:
02 - Também dirás aos filhos de Israel: Qualquer dos filhos de Israel, ou
dos estrangeiros peregrinos em Israel, que der de seus filhos a Moloque,
certamente será morto; o povo da terra o apedrejará.
03 - Eu porei o meu rosto contra esse homem, e o extirparei do meio do
seu povo; porquanto eu de seus filhos a Moloque, assim contaminando o
meu santuário e profanando o meu santo nome.
04 - E, se o povo da terra de alguma maneira esconder os olhos para não
ver esse homem.
05 - Eu porei o meu rosto contra esse homem, e contra a sua família, e o
extirparei do meio do seu povo, bem como a todos os que forem após ele,
prostituindo-se após Moloque.
No começo do nosso estudo lembramos que a pedofilia é uma prática
que acompanha a humanidade desde o princípio dos tempos, até o povo de
Deus foi contaminado com essa ação libidinosa por não dar ouvido ao
mandamento divino. Quanto ao culto pagão oferecido a “Moloque” que
além do sacrifício das crianças que eram abusadas sexualmente e logo
depois incineradas; ritual que aquele arraial profano sentia-se purificado
das suas culpas, o que não acontecia e desviava o alvo dos que pensavam
está agradando a Deus através da inspiração diabólica dos sacerdotes
profanos. Moloque tem o seguinte significado na teologia: Grafias usadas -
Moloc Moloque Moloc Moloch Molech era identificado como Melkarth de
Tiro e Milcom, dos amonitas. Melech (esta é a forma original significava
«rei» nas línguas semitas. Os judeus distorceram-na para o hebraico «
Molech », de modo a associarem melech, rei a Bosheth (vergonha). Molech
era um rei divino cruel. Embora MOLOC signifique rei, era na verdade, um
deus adorado pelos povos de Moab, Canaã, Tiro e Cartago, em seu nome
faziam-se sacrifícios terríveis, designadamente a queima de crianças
primogênitas e também a perversão da pedofilia através dos sacerdotes
satânicos. Na Bíblia Sagrada à referência é feita numa parte em que Deus,
pela voz de Moisés, proíbe que se entreguem crianças a Moloc: Levítico
20:5 Eu porei o meu rosto contra esse homem, e contra a sua família, e o
extirparei do meio do seu povo, bem como a todos os que forem após ele,
prostituindo-se após Moloque. Os primitivos Cananeus veneravam Moloch
em rituais grotescos que implicavam o sacrifício de crianças. A estátua de
Moloch em Cartago tinha enormes mãos abertas onde se podiam colocar
as crianças antes de tombarem para uma fogueira onde seriam
«purificadas» e abençoadas por esse deus. Em II Reis 23:10, é feita uma
referência a homens que faziam o seu filho, ou filha passar pelo fogo de
Moloch ".
II Reis 23:10 Profanou a Tofete, que está no vale dos filhos de Hinom, para
que ninguém fosse passar seu filho ou sua filha pelo fogo a Moloque.
Outro evento parecido com o culto a Moloc aconteceu durante muito
tempo, foi em referência com o mito do Minotauro, em Creta. Houve
também comparações com o mito de Chronos que comia os seus próprios
filhos. Existem cultos com sacrifício de animais e até de seres humanos,
quando se tem a ideia de um deus sanguinário, episódios sensuais e até
imorais, sendo também lascivo como era o culto a Afrodite, na Grécia antiga
e de Vênus, em Roma. No Antigo Testamento o profeta Jeremias advertiu o
povo que continuaram a praticar iniquidade diante os olhos do Senhor o
que acarretou um atraso material e espiritual na congregação dos eleitos
de Deus.
Jeremias 32:35
Também edificaram os altos de Baal, que estão no vale do filho de Hinom,
para fazerem passar seus filhos e suas filhas pelo fogo a Moloque; o que
nunca lhes ordenei, nem me passou pela mente, que fizessem tal
abominação, para fazerem pecar a Judá.
Também no Livro de Lamentações de Jeremias encontramos uma
página negra na história do povo Israelita quando aquela nação entrou em
um âmbito pecaminoso tão profundo que não mais escutava a Palavra de
Deus. Conta os historiadores da época que além da prostituição o povo
trilhou no homossexualismo além do abuso sexual com as crianças. Então,
o Senhor castigou a todos com um período de seca e fome. A falta de temor
a Deus era tamanha, que as mulheres chegaram a cozinhar os próprios
filhos para se alimentarem.
Lamentações de Jeremias 4:10
As mãos das mulheres compassivas cozeram os próprios filhos; estes lhes
serviram de alimento na destruição da filha do meu povo.
Por incrível que pareça encontramos vários eventos como esse
durante história humana na face da terra, especialmente em cultos de
magias negras que são oferecidos por satanistas.
Muitas coisas aconteceram positivamente ao longo de 6.000 (Seis mil
anos), mas a humanidade não evoluiu; deveria aprendido com os próprios
erros e lutar para que essa página hedionda fosse esquecida. Não obstante,
ainda existe uma pequena parte de pervertido lutando para que esse mau
continue assolando as crianças que são puras.
Como defesa temos hoje em dia a Lei que não permite que o Direito
Humano seja violado, e ao mesmo tempo as pessoas estão sensíveis a
Palavra de Deus, não permitindo que os pequeninos sejam martirizados por
vileza dos adultos imorais que tomado pelo um espírito bestial tentam
macular a obra de Deus em todo tempo. Em outra esfera terrena ainda
encontramos um grupo satanistas que atuam as escondidas sacrificando
crianças em rituais negros, em outro caso encontramos os que roubam das
crianças órgãos vitais para venderem para pessoas que estão se ultimando
em um hospital; pagando um alto preço para continuar vivendo,
esquecendo-se que uma vida imaculada foi ceifada para que outro
continuasse existindo.
Como o nosso propósito neste estudo é combater a pedofilia, irei
relatar sobre os desajustados psiquicamente se lidem dizem que a pedofilia
é um distúrbio mental; quando a Bíblia relata tal ação como bestialidade
inspirada pelo diabo para provocar o sofrimento de muitas famílias e tirar
a paz das crianças que estão na face da terra. A delinquência de pedofilia
tão desprezível que até os presidiários que estão cumprindo sentença por
crimes graves não aceitam esse tipo de delito, de modo que quem cometer
essa ação ao ser recolhido no presídio enfrenta sérios transtornos de
punição. Na Bíblia Sagrada o Senhor abomina quem comete pecado contra
os pequeninos porque Ele é imaculado e não aceita qualquer negligência
contra o grupo pueril que habita na face da terra; que são as crianças.
Mateus 18:6
Mas qualquer que fizer tropeçar um destes pequeninos que creem em
mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de
moinho, e se submergisse na profundeza do mar.
Mateus 18:10
Vede, não desprezeis a nenhum destes pequeninos; pois eu vos digo que os
seus anjos nos céus sempre vêm a face de meu Pai, que está nos céus.
Toda e qualquer ação quem tem conotação luxuriosa é de inspiração
diabólica e não por distúrbio psicológico como defende os estudiosos. Ora
se a pedofilia fosse uma enfermidade, certamente haveria uma medicação
para combater esse malefício. Observe que na atualidade encontramos
remédios para o câncer, AIDS, tuberculose e as mais diversas doenças. Nos
distúrbios mentais como epilepsia, esquizofrenia e outras compulsões; a
ciência tem tratamento específico consegue controlar a quem sofre o
infortúnio. No entanto, quando se fala de pedofilia não se encontra
resposta.
Notoriamente porque se trata de uma aberração diabólica para
provocar sofrimento nas pessoas. Nunca ouvir falar de um pedófilo que sem
a atuação de Deus sentisse arrependimento pelas suas maldades;
normalmente fingem estar mudado, e em poucas vezes vem o remorso
diante a censura na sociedade. Lascívia é o principal desejo dos que sem o
menor temor a Deus cria fantasia erótica na mente contaminada pelo diabo
que é o principal destruidor da sociedade humana.
As crianças têm uma intimidade com Deus por estarem um padrão
de pureza que se assemelha com os anjos, no qual Jesus Cristo ensinou aos
seus discípulos em certa ocasião que disputava entre si qual seria o maior
no Reino dos Céus.
Mateus 18:1-2-3
01- Naquela hora chegaram-se a Jesus os discípulos e perguntaram: Quem
é o maior no reino dos céus?
02 - Jesus, chamando uma criança, colocou-a no meio deles,
03 - e disse: Em verdade vos digo que se não vos converterdes e não vos
fizerdes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus. No
Livro da Gênesis encontramos destaque no casal Adão e Eva que passaram
por dois estágio:
1. Inocência – Antes de cair na desobediência;
2. Consciência – Logo após pecar e ter o conhecimento do bem e mau.
No mundo infantil encontramos o “Estado de Inocência”, em que toda
criança ver tudo sem maldade e recebem virtudes de Deus, destacando-se
dos que estão em um orbe de iniquidade e ofensa ao Espírito Santo. Assim,
ninguém tem o direito de macular esses pequenos seres que fazem o
universo ser melhor. Em outra extremidade encontramos o homem no
“Estado de consciência”, entendendo adultamente tudo que se passa na
natureza, e ao mesmo tempo discernindo o bem do mau, sendo
responsável pelos seus atos o que é totalmente diferente dos infantes.
Lucas 17:2 Melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra
de moinho e fosse lançado ao mar, do que fazer tropeçar um destes
pequeninos.
Falo com autoridade no Espírito Santo de Deus que a terra ainda está
sendo conservada intacta porque nela existe um grande número de
crianças; mas haverá um dia que a tolerância de Deus chegara o fim. Então
a terra será destruída conforme narra a Bíblia. Talvez você diga que isso
nunca acontecerá, todavia encontramos o dilúvio no tempo de Noé
conforme mostra o Livro da Gênesis a partir do capitulo seis (6), também
no caso de Sodoma e Gomorra segundo o Livro da Gênesis 18.16 a 19.29;
que estavam na prática do pecado bem menor que nos dias atuais.
Nos dois casos todas as crianças que habitavam no meio do povo foram
mortas. Porém, as almas dos pequenos foram salvas porque o Senhor ama
as crianças e jamais as destruiria, embora elas tivessem que passar por um
processo de morte.
Quanto aos adultos que estavam na luxuria a Bíblia é quem dar o
veredicto final:
I Aos Coríntios 6:10
Não erreis. Nem o devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os
efeminados, NEM OS SODOMITAS, nem os ladrões, nem os avarentos,
nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o
Reino dos Céus.
*Obs. – Sodomitas – Está incluso a pratica da pedofilia
I Timóteo 1:9-10
09 - Reconhecendo que a lei não é feita para o justo, mas para os
transgressores e insubordinados, os irreverentes e pecadores, os ímpios e
profanos, para os parricidas, matricidas e homicidas,
10 - para os devassos, os sodomitas, os roubadores de homens, os
mentirosos, os perjuros, e para tudo que for contrário à sã doutrina.
“Devassos – Tem referência aos que praticam a pedofilia”.
No crime de pedofilia são culpados os que exercem e um segundo
elemento que amparam o delito. Isso é: Quando um defensor inocenta ao
praticante dessa ação.
Automaticamente ele (ou ela), pune uma criança casta e deixa que um
imoral sem escrúpulo continue denegrindo ao puro. O Senhor Deus é justo
a ponto de não poupar nem os anjos quando eles querem conspurcar a sua
santidade. E quanto aos homens não ficam fora da justiça divina uma vez
que foram dotados da sapiência conseguindo discernir todas as coisas.
Vejamos o que o apostolo Pedro escreveu em referência ao assunto.
II Pedro 2:4-5-6-7-8-10
04 - Porque se Deus não poupou a anjos quando pecaram, mas lançou-os
no inferno, e os entregou aos abismos da escuridão, reservando-os para o
juízo;
05 - se não poupou ao mundo antigo, embora preservasse a Noé, pregador
da justiça, com mais sete pessoas, ao trazer o dilúvio sobre o mundo dos
ímpios;
06- se, reduzindo a cinza as cidades de Sodoma e Gomorra, condenou-as
à destruição, havendo-as posto para exemplo aos que vivessem
impiamente; 07 - e se livrou ao justo Ló, atribulado pela vida dissoluta
daqueles perversos 08 - (porque este justo, habitando entre eles, por ver
e ouvir, afligia todos os dias a sua alma justa com as injustas obras deles);
09 - também sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar para
o dia do juízo os injustos, que já estão sendo castigados;
10 - especialmente aqueles que, seguindo a carne, andam em imundas
concupiscências, e desprezam toda autoridade. Atrevidos, arrogantes,
não receiam blasfemar das dignidades.
Chegamos a uma degradação moral e espiritual de tamanha
intensidade que a sociedade perdeu o controle, podemos evidenciar esse
fato através dos noticiários que rotineiramente divulga nomes das pessoas
que tem influência e poder aquisitivo destacado do cidadão comum.
Infelizmente são as que tem o controle de tornar o mundo melhor, mas
atuam negativamente contaminado o grupo juvenil quer será o futuro da
humanidade. Se não despertamos para coibir esse tipo de crime e pecado
em um futuro bem próximo teremos um grupo cidadãos revoltados por
terem sido violados na infância e outro grupo com inclinação a depravação.
Satanás não dormita durante séculos travando uma batalha incansável para
fazer da criação de Deus uma aberração, já que ele é a criatura mais
desprezível e disforme que existe no universo, não aceitando que o homem
seja a imagem e semelhança de Deus.
Gênesis 1:26
E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa
[semelhança]; domine ele sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu,
sobre os animais domésticos, e sobre toda a terra, e sobre todo réptil que
se arrasta sobre a terra.
Epilogo
O ser humano pode ser vítima de alguns distúrbios mentais em
virtude da matéria carnal ficar sensível as adversidades do universo; em
outro campo existe também as consequências do pecado que gera
enfermidade e morte.
Quando nos referimos a pedofilia notoriamente o termo está
moldado dentro de uma ação do diabo que engana esse grupo de
pecadores. Desde o princípio da criação do homem percebemos que somos
inclinados em pôr a culpa em outrem. Observe que quando o Senhor
questionou a Adão e imediato ele culpou a sua companheira Eva, e a mulher
por sua vez acusou a serpente; de forma que se Deus fosse questionar a
serpente com toda certeza ela colocaria a infração em satanás.
Vou mais além na minha comparação e digo com toda propriedade
que se o Senhor chegasse a questionar a satanás (coisa que Deus jamais
faria); certamente esse anjo caído colocaria a culpa em Deus; isso porque
lúcifer é o pai da mentira.
João 8:44
Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai;
ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque
nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é
próprio; porque é mentiroso, e pai da mentira.
Aconselho aos praticantes da pedofilia, peçam a misericórdia a Jesus
Cristo para que seja alcançado no perdão divino e essa macha saia da nossa
sociedade, dando paz às crianças que são vitimadas todos os dias. Jesus
ama o pecador, mas abomina o pecado; a prova desse amor Ele deu quando
entrou a sua vida na cruz do calvário para que todos fossem justificados
segundo a sua graça.
João 3:16 Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho
unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida
eterna.
Jesus te ama

Pastor Robson Colaço de Lucena


OTPB – Ordem dos Teólogos e Pastores do Brasil
MMA – Ministério Missão América

Você também pode gostar