Você está na página 1de 13

Índice Olá amigo/a!

Este é o meu Manual, um livro educativo e divertido que podes trazer


sempre no bolso!
Carta de apresentação 03 Este Manual traz-te algumas informações muito importantes sobre

A água no Planeta 04 um bem muito precioso: a água.

Ciclo da água 06 Porque a água é essencial à vida no Planeta, o meu Manual é também
essencial para que conheças a origem da água que bebes, com a qual
te lavas e refrescas com o simples gesto de abrir a torneira.
História da água e os rios: Tejo, Alviela e Zêzere 08 Já pensaste como é que ela chega a tua casa? Não é magia, é ciência!

Como a água chega à nossa casa / escola 10 E como a água é um tesouro em perigo, eu mostro-te como pequenos
gestos de poupança podem fazer toda a diferença. Podes descobrir
Contadores da água 12 com os teus amigos, família e professores, como proteger a água do
Planeta e fazer bom uso deste recurso natural, evitando desperdiçá-lo
Uso eficiente da água 14 e degradá-lo... porque se pouparmos e tratarmos hoje, teremos água
para um futuro que já está à espreita!

A água no futuro 16 Podes contar ainda com um glossário para te ajudar a compreender

As profissões da água 18 algumas palavras mais difíceis, links que vão despertar a tua curiosi-
dade e um jogo divertido, para que possas testar os teus conheci-

20
mentos sobre este meu mundo - o mundo da água.
Glossário
Espero que este Manual te acompanhe
Jogo 22 no dia-a-dia e que com ele aprendas de
forma divertida.
Links úteis 23 Até sempre!
Gotinha

02 03
A água no Planeta
A água é essencial à vida! Dela depende a vida na Terra - os animais,
as plantas, o ser humano...
No nosso Planeta encontramos, porém, dois tipos de água: a doce e
a salgada. E é da água doce que a vida do Homem e de outros seres
vivos depende. Não tem açúcar... quando se fala em água doce quer
dizer que é água disponível para consumo.

De toda a água existente na Terra, 97% é água salgada e concentra-se


nos mares e oceanos, não podendo ser consumida directamente.
Apenas 3% da água no Planeta correspondem a água doce.
No entanto, destes 3% apenas uma pequena parte se encontra
disponível para a utilização do Homem - encontrando-se nos lagos,
rios, ribeiros e aquíferos.

De facto, a maior parte da água doce (+ de 99%) encontra-se em


estado sólido, congelada nas regiões polares em forma de gelo e
glaciares, sendo por isso muito difícil chegar até ela e utilizá-la.

É por ser um bem escasso e finito que é importante poupar e


proteger este tesouro, do qual depende a vida no nosso Planeta.

Sabias que...
cerca de 70%
do corpo humano é
composto por água?

04 05
Condensação
A água evaporada condensa-se
e provoca a formação de nuvens,
geada e orvalho.

Precipitação
Das nuvens, a água volta nova-
mente à Terra sob a forma de
chuva, neve ou granizo.

Evaporação
Por acção do calor do Sol,
a água dos rios, lagos e
oceanos evapora-se.

Ciclo da água
A água existente na superfície da Terra
está continuamente a ser reciclada,
o que significa que é sempre a mesma! Transpiração
A este ciclo de purificação, chamamos A água retida nas plantas e
o Ciclo da Água ou Ciclo Hidrológico. infiltrada no solo é transpirada,
voltando para a atmosfera.
Circulando há milhões de anos no
nosso Planeta, e por influência do Sol,
a água apresenta-se em três estados:
líquido (mares, rios e lagos), sólido
(glaciares) e gasoso (vapor de água
existente na atmosfera).

06 07
História da água
Na Era primitiva, o homem para ter água tinha de se deslocar até às
nascentes e rios.
Depois, a civilização romana teve um papel muito importante no
abastecimento da água, pela introdução dos Aquedutos e Reser-
vatórios na vida quotidiana. Os Aquedutos permitiam trazer água de
locais distantes para as populações, sem necessidade de deslocação
maior. Já os Reservatórios tinham como principal função guardar a
água que os Aquedutos traziam e depois distribuí-la pelas fontes das
localidades.
Ao longo da História tem havido grandes evoluções! Por exemplo,
até ao século XVIII, a cidade de Lisboa era abastecida apenas por
chafarizes, poços e cisternas que serviam para fazer chegar a água a
todos os seus habitantes! Uma grande mudança foi introduzida pelo
Rei D. João V que mandou construir o Aqueduto das Águas Livres,
que trazia água das nascentes de Sintra.
Hoje, a água chega-nos através de canos, partindo de estruturas
modernas, sendo empurrada por bombas eléctricas ou pela força da
gravidade. E está à tua disposição, basta abrir a torneira.

Para a EPAL abastecer a população, a água é captada em três rios:

Rio Tejo, Rio Alviela e Rio Zêzere.


O Rio Tejo é o maior rio da Península Ibérica e nasce em Espanha,
percorrendo 875 km até chegar à foz, em Oeiras, onde se funde com
o oceano.

O Rio Alviela nasce no concelho de Alcanena, desagua no rio Tejo e


é através do Aqueduto do Alviela que entra no sistema de abasteci-
mento de água da EPAL.

O Rio Zêzere é o segundo maior rio português e foi aqui que a EPAL
construiu a Torre de Tomada de Água situada na Albufeira de Castelo
de Bode, que desde 1987 reforça o abastecimento de água a Lisboa
e concelhos limítrofes.
08 09
Como a água chega à nossa
casa / escola
A água é captada num aquífero, numa albufeira ou num rio. De-
pois de captada passa por sistemas de grelhagem e tamização
para retenção de resíduos sólidos. Seguidamente, para poder ser
consumida, a água é transportada por adutores (tubos de diâmetro
que pode chegar aos 2 metros) para as Estações de Tratamento
de Água (ETA), onde começa um longo e sofisticado processo de
tratamento físico e químico, procedendo-se à depuração da água
para eliminar as bactérias e microrganismos prejudiciais à saúde.

É muito importante que a água que chega até nós seja de quali-
dade, por isso é feito ao longo de todo este processo um rigoroso
controlo de qualidade em laboratórios. Seguidamente, a água é
encaminhada para outros grandes adutores que a conduzem para
as Estações Elevatórias e Reservatórios, que constituem a rede de
distribuição e conduzem a água até às nossas torneiras.

10 11
Contadores da água
O Contador da água é o aparelho através do qual pode ser verificado
o consumo de água na tua casa ou escola. Com base num Controlo
Metrológico, este aparelho é um instrumento de medição, que evoluiu
ao longo dos tempos para garantir um controlo transparente e
rigoroso do consumo de água, a todos os clientes das redes de
distribuição.

Por obedecer a leis específicas, o aparelho é verificado periodica-


mente para certificação do seu bom funcionamento e medição da
quantidade de água gasta, pelo que tu também podes espreitá-lo
e ver a evolução do teu consumo em casa ou na escola - porque é
muito importante poupar!

Hoje em dia, a evolução dos contadores permite passar de uma


contagem mecânica para uma contagem electrónica, combinando
uma maior variedade de dados sobre o consumo. Contador actual
Sabias que...
a medição do contador é feita em metros
cúbicos (m3)? Cada metro cúbico equivale
a mil litros de água e, sabendo isto, podes
fazer os teus próprios cálculos quanto à água
que gastas.
foto

Contador português Bastos - 1856


12 13
Uso eficiente da água
Ajuda-me neste quiz a descobrir algumas regras de
ouro para pouparmos água!

1. Ao lavar a loiça, devemos:


a > deixar correr a água sobre a loiça suja.
b > fechar a torneira enquanto se ensaboa a loiça.
c > deixar a loiça de molho.

2. Como poupar água na casa-de-banho?


a > tomar banho de imersão.
b > deixar a água correr enquanto escovamos os dentes.
c > ajustar o autoclismo para o volume mínimo regulado.
6. É boa prática:
3. Na rua, ao vermos uma rotura num cano de a > deixar a água a correr enquanto ensaboamos as mãos.
água devemos: b > usar as máquinas de lavar roupa e loiça com carga completa.
a > deixar estar. c > ir de férias e deixar a torneira de segurança do contador aberta.
b > apanhar a água com um balde.
c > contactar a EPAL pelo número 800 201 600. 7. Para poupar água na escola podemos:
a > deitar a água que não bebemos ao almoço fora.
4. Como lavar o carro? b > regar as plantas da sala de aula com a água que não bebemos
a > usar uma mangueira com regulador. ao almoço.
b > usar uma mangueira na pressão máxima. c > deitar a água que não bebemos ao almoço para a sanita.
c > usar balde e esponja.
8. Quando chove podemos:
5. Para poupar água no jardim devemos: a > ver a água a correr rua abaixo.
a > regar o jardim com uma mangueira. b > aproveitar para armazenar essa água para regas e descargas
b > regar o jardim com um regador. do autoclismo.
c > regar o jardim na hora de maior calor. c > saltar para dentro das poças.

Soluções: 1b ; 2c ; 3c ; 4c ; 5b ; 6b ; 7b ; 8b

14 15
A água no futuro
A responsabilidade de evitar o desperdício de um bem tão precioso Cerca de 40% da população mundial vive
e finito como a água é maior de dia para dia.
Por ser um recurso fundamental para toda a actividade humana e
sem água potável. Assim, há quem afirme
vida na Terra, torna-se preocupante satisfazer as necessidades de que, pela sua importância, a crescente falta
água das populações, já com sérias dificuldades em algumas regiões de água e a sua poluição poderão levar a
do mundo. Com o desenvolvimento industrial e expansão urbanística
aumentaram os consumos de água, mas é sabido que é nas acções do conflitos pela posse deste recurso, originando
dia-a-dia e nas actividades domésticas que se desperdiçam maiores uma Guerra da Água.
quantidades de água.

Também as alterações climáticas e o aumento da poluição são uma Sem dúvida que o que começarmos a mudar
outra parte do problema, que nos exigem comportamentos respon- hoje pode contribuir para um futuro mais
sáveis e ecológicos.
risonho - está mesmo nas nossas mãos!
O Homem tem sido responsável pela contaminação de grande parte
das águas doces do planeta, mesmo dos lençóis de água, por infiltra-
ções de produtos químicos.

Sabias que...
as principais formas de poluição são a poluição
química, bacteriológica, radioactiva e física?

Por isto, é necessário mudar comportamentos,


individual e colectivamente.
É preciso adoptar novas práticas quotidianas
para prevenir e diminuir a poluição, poupar
e estimar a água que pertence a todos.

16 17
As profissões da água
Há várias profissões que estão ligadas à água, que dela Pescador - os pescadores vivem do
dependem para o desempenho da sua actividade ou rio ou do mar e dependem da água
e dos seus estados (formações de
por se dedicarem ao seu estudo e protecção. gelo, marés e chuvas, por exemplo)
para navegarem e desempenharem
Vamos conhecer algumas: a sua função: pescar bom peixe,
dentro das boas práticas
sustentáveis, necessárias para
Biólogo Marinho - os biólogos marinhos estudam a vida aquáti- manter equilibrado o ecossistema
ca, as espécies de fauna e flora que se desenvolvem nos aquíferos, aquático.
mares, oceanos, etc. Especialmente preocupados com a vida na água,
são quem muitas vezes detecta problemas ligados à poluição Serralheiro Civil - monta estruturas metálicas para edifícios,
deste recurso, pelo facto da poluição condicionar directamente pontes, comportas e outras que são utilizadas na construção civil.
o bem-estar das espécies que são estudadas. Trabalha com chapas de aço, tubos e diversos outros materiais e
construções que permitem, também, a condução e armazenamento
Canalizador - o canalizador é da água.
quem soluciona vários problemas
ligados ao consumo doméstico da Técnico de Laboratório - quando a água é analisada em labo-
água. Se tiveres um entupimento, ratório para ver testada a sua qualidade, é observada por um técnico
uma torneira avariada, um cano normalmente ligado à área da Engenharia Ambiental. Assim, este
rebentado, é o canalizador quem profissional garante que a água que bebes e que usas é boa para
irá resolver esses problemas, consumo, sem microrganismos que façam mal à saúde.
para que possas desfrutar do
consumo de água em casa ou Técnico de Metrologia - analisa e controla os sistemas de
na escola, sem desperdícios medição da água. Faz estudos para melhorar o rigor dos instrumentos
ou avarias maçadoras. que medem a água. Para isso, acompanha as inovações tecnológicas
e colabora na actualização dos equipamentos.

E tu, conheces mais alguma?

18 19
Glossário Glossário
Adutores – são usados para a condução da água do ponto de Grelhagem – fase de tratamento da água
captação até a ETA, e da ETA até aos reservatórios de distribuição. numa ETA que consiste na retenção de resíduos
por passagem numa grelha.
Albufeira - lago artificial, feito pelo Homem, normalmente para
armazenar água numa região seca. Lençóis de água – ou lençóis freáticos, reúnem água proveniente
de chuvas, de rios, de lagos, ou do derretimento da neve, infiltrando-se
Aqueduto - canal ou galeria, subterrâneo ou à superfície, construído no solo.
com a finalidade de conduzir a água dos rios para distribuir pelas
populações. Microrganismos - organismos microscópicos, como bactérias,
micróbios ou fungos.
Aquífero - rochas permeáveis que podem absorver e armazenar
água que, ao infiltrar-se, permanece no subsolo. Poluição bacteriológica - poluição causada por aglomeração
de lixo ou matéria orgânica decomposta, originando uma elevada
Barragem - barreira artificial para a retenção de grandes quanti- concentração de bactérias que propagam doenças.
dades de água, para abastecimento, produção de energia eléctrica
ou regularização de um caudal. Poluição física - poluição por material dissolvido ou material
em suspensão na água, que interfere directamente com a sua
Ciclo Hidrológico ou Ciclo da Água - ciclo responsável pela transparência, temperatura e turbulência.
renovação da água no Planeta que contém três grandes fases:
a condensação, a evaporação e a precipitação. Poluição química - poluição causada nomeadamente por
produtos químicos, lixo, matéria orgânica e inorgânica, que provoca
Depuração da água - conjunto de processos físicos, químicos contaminações do solo e da água.
e/ou biológicos utilizados para purificar a água.
Poluição radioactiva - poluição resultante da acção de material
Estação Elevatória - instalação de bombeamento destinada radioactivo.
a transportar a água a pontos mais distantes ou mais elevados.
Reservatório - local de armazenamento de água potável, própria
ETA - Estação de Tratamento de Água, onde esta é sujeita a várias para encaminhamento para o consumidor.
análises e filtrações, de forma a tornar-se própria para consumo.
Resíduos sólidos - lixo ou matérias sólidas.
Glaciares - grandes massas de gelo formadas em camadas suces-
sivas de neve compactada, sendo os maiores reservatórios de água Tamização ou Peneiração - é um método mecânico para
doce na Terra. separar sólidos que apresentem grãos com dimensões diferentes.

20 21
Jogo Links úteis
Espero que tenhas aprendido muito com o meu Manual. > Serviço Pedagógico Águas Livres
Deixo-te agora um desafio para pores à prova os teus conhecimentos. www.servicoaguaslivres.com
As imagens que vês abaixo mostram comportamentos correctos e
incorrectos sobre a utilização da água. Coloca uma cruz nas coisas que
> Museu da Água
não devemos fazer, pois dessa forma não estamos a usar a água de
modo eficiente, e um certo nos comportamentos correctos, aqueles http://museudaagua.epal.pt
que devemos adoptar sempre.
> EPAL - Empresa Portuguesa de Águas Livres
Boa sorte! Certo www.epal.pt
Errado > Instituto Nacional da Água
www.inag.pt

> Universidade da Água


www.inagua.org.br

Contactos
> Contactos para a marcação de visitas
Tel.: 21 810 02 15 | Fax.: 21 810 02 02
E-mail: museu@epal.pt
Site: http://museudaagua.epal.pt

> Contactos do Serviço Pedagógico das Águas Livres


Apartado 24290 | EC do Sol ao Rato | 1251-997 Lisboa
Tel.: 21 315 30 66 | Fax: 21 355 82 97
E-mail: servicopedagogico@epal.pt
Site: www.servicoaguaslivres.com

22 23
Ficha técnica

Edição e concepção: Sair da Casca


Design e ilustração: winicio
Impressão: Grafilinha
Tiragem: 5.000 exemplares
ISBN: 978-989-8193-11-7
SDC866/691/09

Depósito Legal: 0000