Você está na página 1de 36

GERADOR

FOTOVOLTAICO

Guia de instalação
Sumário

APRESENTAÇÃO 02
FERRAMENTAS 03
EPI / EPC 03
ENERGIA SOLAR 04
Como funciona? 05
INSTALAÇÃO 06
Em telhas cerâmicas 06
Em telhas fibrocimento 11
Do perfil nos fixadores para telha cerâmica ou fibrocimento 14
Do perfil em telhas metálicas 15
Fixação do Microinversor 17
Fixação dos painéis 18
Transporte dos painéis 19
Fixação 20
Crimpador / conector 21
Conexão AC dos Microinversores 23
MONITORAMENTO DO SISTEMA 26
FALHAS DO MICROINVERSOR 27
Solução de problemas 28
MANUTENÇÃO 29
REFERÊNCIAS 30
DIAGRAMAS 31

01
Apresentação
IMPORTANTE: É EXPRESSAMENTE PROIBIDO CONECTAR ESTE
GERADOR A REDE ELÉTRICA DA CONCESSIONÁRIA SEM PRÉVIA
AUTORIZAÇÃO DA CONCESSIONÁRIA, MEDIANTE APRESENTAÇÃO
DE PROJETO E DOCUMENTOS, SEGUNDO RESOLUÇÃO NORMATIVA
482 DA ANEEL.

Este guia de instalação contém informações essenciais para a correta instalação do Gerador
Solar Fotovoltaico.

O não cumprimento dos tópicos deste guia pode resultar em perda de garantia.
Leia este documento antes de iniciar os procedimentos de instalação. Siga todos os passos
atentamente para a correta e segura instalação.
Esta instalação exige, ao menos, dois instaladores.
É mandatório que a equipe de instalação contenha, ao menos, um profissional da área de
eletricidade com experiência em instalações elétricas, para coordenar as atividades.
É necessário manter o sistema bem fixado. Além do peso dos painéis, cargas de vento exercerão
força sobre os painéis.
O Microinversor só opera em 220 V.
Antes de instalar consulte um especialista em estática do telhado.
Em caso de dúvidas, entre em contato com nossa Central de Relacionamento.

Suporta módulo modelo


HOYMILES 2.4G RF MODULE
homologado na Anatel sob o nº

02072 -19-08722

02
Ferramentas
Segue abaixo duas listas de ferramentas para instalação do Gerador Solar Fotovoltaico.
A lista de itens OBRIGATÓRIOS contém os itens fundamentais para realização da instalação. A falta de alguma dessas
ferramentas inabilita o integrador.
A lista de itens SUGERIDOS contém ferramentas opcionais para auxiliar a instalação.

Ferramentas para Instalação do Gerador Solar


OBRIGATÓRIOS SUGERIDAS
Chave de conector de painel solar Jogo de Esquadro
chave allen Jogo de bit, brocas e serra copo de aço
Jogo de chave philips Chave inglesa
Jogo de chave de fenda Jogo de chave com catraca
Jogo de chave estrela Parafusadeira
Jogo de chave de boca Furadeira SDS
Torquímetro Alicate de pressão
Arrebitadeira Lixadeira
Furadeira Martelo de borracha
Trena Etiquetadora
Escada Teste de rede
Alicate prensa terminal de painel solar Ponteira
Alicate prensa terminal Ilhós Marreta
Alicate prensa terminal olhal Colher de pedreiro
Arco de serra Trena grande
Aplicador de silicone
Jogo de serra copo videa
Multímetro e amperímetro
Cinta de içar módulo fotovoltaico
Abraçadeira de nylon

Orientações básicas de segurança (EPI / EPC)


De acordo com a Portaria nº 3.214, de 08/06/1978, do Ministério do Trabalho, todas as atividades
que envolvam riscos à saúde e segurança do trabalhador devem ser acompanhadas de medidas
preventivas para evitar a ocorrência de acidentes de trabalho.
Sempre manter no local das instalações os EPIs (Equipamento de Proteção Individual) e EPCs
(Equipamentos de Proteção Coletiva) correspondentes as atividades de instalação do gerador
fotovoltaico.
Os profissionais envolvidos nas atividades deverão possuir capacitação e treinamentos específicos
de segurança, conforme Normas Regulamentadoras (NRs).

03
Energia solar

REDE
PÚBLICA

2
1 PAINEL
FOTOVOLTAICO MICROINVERSOR

AC RELÓGIO
BIDIRECIONAL

AC

04
Como funciona?
2
Gerando mais energia que a propriedade
consome, esta energia é injetada na rede
de distribuição para ajudar a abastecer a
vizinhança.

1 3
Durante o dia, os painéis O excedente de energia produzida e não
produzem energia para consumida, pelo imóvel com o sistema, é
abastecer sua casa, transformada em créditos de energia para
negócio ou escola. os proprietários.

4
Durante a noite, sua casa utiliza a
energia da rede de distribuição,
abatendo dos créditos gerados
anteriormente. Se ainda assim restar
créditos, estes poderão ser utilizados
em outro momento ou em outra
propriedade*.

CONTA DE ENERGIA

Geração: $ $ $ $

Consumo: $ $

Crédito: $ $

05
Instalação
Siga precisamente cada etapa deste guia para a correta instalação. Certifique-se de que as etapas
que está seguindo sejam dos seus respectivos telhados. Realize uma análise prévia de cada etapa
antes de executá-la.
A cada etapa da instalação realizada, tire uma foto para incluir no acervo técnico da
instalação.
A instalação será composta por:
• Fixação da Estrutura
• Fixação dos Microinversores
• Fixação dos Painéis
• Conexões Elétricas de AC (corrente alternada) e CC (corrente contínua)

Fixação da Estrutura
Abordaremos três estruturas, de telhado:
• Cerâmico;
• Fibrocimento;
• Metálico.

IMPORTANTE: A instalação de todas as estruturas deve ser pelo menos a 50cm (cinquenta
centímetros) da borda do telhado.

Instalação em Telhas Cerâmicas


A Estrutura usada em telhas cerâmicas é composta por:
Serão Usados para
Fixação dos Painéis

Gancho com Grampo


Base Perfil lateral

Parafuso Prolongador
para Madeira para Perfil
Grampo
central

Porca M8 Parafuso M8

06
Ganchos

Certifique-se que os ganchos estão bem


fixados, é obrigatório a correta fixação para
proteger a estrutura de cargas. O gancho
será o primeiro fixador utilizado.

07
Para instalação de 3 painéis em posição retrato
(verticalmente em relação ao telhado), instale um gancho
a cada 1,45 m (um metro e quarenta e cinco centímetros).
Para instalação de 4 painéis em posição retrato (vertical
em relação ao telhado), instale um gancho a cada 1,95 m
(um metro e noventa e cinco centímetros).

1,45m 1,95m

Perfis Fixadores

Para 3 painéis Para 4 painéis

Caibros

Fixe os ganchos diretamente no


caibro, uma estrutura mais
Caibros firme que as ripas que são onde
ficam presas as telhas.

Ripas

Abra a telha para encontrar o primeiro caibro e meça a distância para fixação de ganchos da mesma
fileira para abrir a outra telha, 1,45 m para instalação de 3 painéis e 1,95 m para instalação de 4 painéis.
Caso o próximo caibro não esteja na medida especificada, fixe no caibro que estiver a menos de 20 cm
(vinte centímetros) de distância, tanto para menos como para mais.

Meça o comprimento do perfil. A ponta do perfil até o fixador deve ser de 25 cm (vinte e
cinco centímetros) ou menos. Logo, a distância entre o primeiro fixador e o último deve
ser menos de 50 cm (cinquenta centímetros) menor que o comprimento do perfil.

08
A distância entre fileiras de ganchos superiores e inferiores, deve ser entre 1,10 m (um metro e dez
centímetros) e 1,40 m (um metro e quarenta centímetros), para otimizar a distribuição de peso.

1,10 ~ 1,40m

Para 3 painéis Para 4 painéis

Após abrir as telhas necessárias para fixar os


ganchos, alinhe-os na mesma altura, variando o
gancho na base. Ao lado tem um exemplo de um
gancho no furo central da base.

Essa variação de onde o gancho será posicionado


na base é importante. O gancho deve estar
obrigatoriamente na capa da telha, ou seja, na parte
mais alta da telha. Não fixe no canal onde a água
passa, isto poderá causará problemas como:
infiltração de água no local da instalação e
diminuição da vida útil do gancho.

09
Nas telhas onde os ganchos não atingirem a altura necessária, inverta-os conforme imagem abaixo, inversão A
pelo B:

1 2
B A

A
B

Com as telhas abertas e os ganchos já


ajustados na disposição correta, fixe a base
com o gancho no telhado.

Fixe três parafusos o mais próximo do centro


do caibro. A fixação com apenas um parafuso
deixará a base móvel, girando sobre um eixo. A
fixação de parafusos fora do centro do caibro
pode causar rachadura no caibro e fixações
instáveis.

Depois que o gancho estiver fixado, certifique-


se de que a telha voltará ao encaixe e o telhado
ficará fechado por completo, permitindo que a
água flua pelos canais das telhas. Por ter um
gancho entre as telhas agora, a telha de cima
terá uma leve elevação.

10
PONTOS MAIS RELEVANTES - FOTOGRAFAR
• Distâncias entre ganchos – 1,45 m para 3 painéis, e 1,95 m para 4 painéis;
• Distância entre fileiras – 1,10 m a 1,40m para painéis em retrato
• Todos os ganchos devem estar na mesma altura;
• Fixe com três parafusos o mais próximo do centro do caibro.
• Feche a telha mantendo o encaixe.

Instalação em Telhas Fibrocimento


A Estrutura usada é composta por:
Serão Usados para
Fixação dos Painéis

Grampo
Perfil lateral

Parafuso fixador Prolongador


(Prisioneiro) para Perfil
Grampo
central

Porca M8 Parafuso M8

O parafuso fixador (prisioneiro) será o primeiro fixador que será usado

11
Distância entre os parafusos fixadores da mesma fileira
Para instalação de 3 painéis em posição retrato (verticalmente
em relação ao telhado), instale um gancho a cada 1,45 m (um
metro e quarenta e cinco centímetros). Para instalação de 4
painéis em posição retrato (vertical em relação ao telhado),
instale um gancho a cada 1,95 m (um metro e noventa e cinco
centímetros).

1,45m 1,45m 1,95m 1,95m

Para 3 painéis Para 4 painéis

Fixe os parafusos fixadores diretamente no caibro, uma estrutura mais firme onde ficam presas as telhas, sempre no
cume da telha, nunca no canal por onde corre a água. É necessário que os parafusos acima das telhas estejam fixados
no caibro.

Depois de definir o ponto do primeiro parafuso fixador (prisioneiro), meça a distância para fixação de fixadores da
mesma fileira para marcar a posição do próximo fixador, 1,45 m para instalação de 3 painéis e 1,95 para instalação de 4
painéis.

Meça o comprimento do perfil. As extremidades do perfil até o fixador devem ser de 25 cm (vinte e cinco centímetros)
ou menos. Logo, a distância entre o primeiro fixador e o último deve ser menos de 50 cm (cinquenta centímetros)
menor que o comprimento do perfil.

A distância entre a fileira de fixadores superiores e inferiores deve ser entre 1,10 m (um metro e dez centímetros) e 1,40
m (um metro e quarenta centímetros), para otimizar a distribuição de peso.

1,10 ~ 1,40m

Para 3 painéis Para 4 painéis

12
Após marcar todos os pontos de fixação no telhado, faça um
furo guia com uma broca de espessura mais fina, que será guia
para o fixador, é importante que fure a madeira do caibro
também. Em casos onde a estrutura seja metálica, fure o
metal também, não apenas a telha. Todos os fixadores devem
Infraestrutura em madeira
ser ajustados na mesma altura. Antes de fixar é importante
passar no furo algum material de vedação, como silicone ou
PU. Ao lado há um exemplo de um Parafuso fixador
(prisioneiro) instalado.

Infraestrutura em aço

A seguir a tabela de orientação de furos com a broca:

Junto ao parafuso fixador (prisioneiro) há uma placa metálica de


suporte para fixação do perfil (conforme imagem ao lado). Todas
as placas metálicas de suporte nos parafusos fixadores devem
estar na mesma altura em relação a telha. Meça e ajuste todas
para que os painéis sejam posicionados corretamente.
Cuidado ao
apertar para No centro do parafuso fixador (prisioneiro) existe uma porca que
não danificar
tem como objetivo vedar o furo feito para o fixador. Com o
a telha!
parafuso fixado na madeira rotacione a porca até que ela faça a
vedação completa do furo.

13
PONTOS MAIS RELEVANTES - FOTOGRAFAR
• Distâncias entre parafusos fixadores – 1,45 m para 3 painéis 1,95 m para 4 Painéis;
• Distância entre fileiras – 1,10 m a 1,40 m para painéis;
• Nunca colocar o parafuso fixador (prisioneiro) no canal da telha, sempre no cume;
• Fazer um furo como guia do parafuso fixador (prisioneiro);
• Ao posicionar os fixadores nos furos coloque alguma vedação como silicone ou PU;
• Rotacione o Fixador até a vedação completa do furo.
• Todas as placas metálicas de suporte dever estar na mesma altura em relação ao telhado.

Instalação do Perfil nos fixadores para Antes de fixar os trilhos meça a


telha Cerâmica ou Fibrocimento distância entre o primeiro gancho
A Estrutura usada é composta por: e o último para centralizar o perfil.

Prolongador
para Perfil
Porca M8 Parafuso M8 Perfil

Exemplo:
Se o perfil tiver 4,10 m (quatro metros e dez centímetros) de comprimento e cada gancho estiver a 1,90 m (um metro
e noventa centímetros) de distância entre eles, a distância entre o 1º (primeiro) gancho e o 3º (terceiro) será de 3,90
m (três metros e noventa centímetros), isso quer dizer que 20 cm (vinte centímetros) de perfil ficará para fora dos
ganchos. Para que ele fique centralizado é necessário sobrar nas pontas 10 cm (dez centímetros) do parafuso
fixador (prisioneiro) até a ponta do perfil.

Os trilhos de montagem devem ser fixados nos ganchos com o uso de parafusos cabeça hexagonal M8 e das porcas
M8. Os parafusos cabeça hexagonal devem ser inseridos no lado inferior do trilho e deslizados até os ganchos.

Caso o parafuso não entre com facilidade, verifique a


existência de rebarba ou sujeiras.
Deslize todos os parafusos necessários para fixação antes
de fixar o primeiro.

É PROIBIDO CORTAR O PERFIL

Deixe todos os parafusos dentro do perfil, posicionando-os


dentro da furação do fixador. Coloque a porca por baixo da
furação do fixador e aperte a 35 Nm.
O perfil mede 4,10 m (quatro metros e dez centímetros) e
os módulos com os grampos ocuparão 4,09 m (quatro
O perfil de baixo precisa estar metros e nove centímetros).
alinhado com o de cima.

14
PROLONGADOR
Para conectar estruturas de sistemas com mais de um
gerador fotovoltaico utilize os acessórios de prolongador para
unir dois ou mais trilhos em fila. Deslize por dentro da parte
inferior do perfil. Para evitar problemas de dilatação térmica é
aconselhável deixar uma distância de 2 cm entre trilhos.

Prolongadores Prolongadores

PONTOS MAIS RELEVANTES - FOTOGRAFAR


• Centralizar o perfil com os fixadores;
• Deslizar os parafusos necessários até o fixador;
• Colocar e apertar a porca para fixar o perfil;
• Para sistemas com mais de um gerador, una as estruturas com um prolongador.

Instalação do perfil em Telhas Metálicas


A Estrutura usada é composta por:
Serão Usados para
Fixação dos Painéis

Grampo
lateral

Perfil

Grampo
central

Rebite Fita adesiva EPDM

15
1. Na orientação retrato
(verticalmente em relação ao telhado),
a distância entre cada perfil deve ser
de 45 cm (quarenta e cinco
centímetros).

2. A distância entre as fileiras de


perfis superiores e inferiores deve ser
de 1,20 m (um metro e vinte
centímetros), para otimizar a
distribuição de peso. O perfil é fixado
diretamente na telha, apoiado nos
1 45cm 45cm 45cm 45cm cumes das telhas.

3. Esse trilho é para fixar o


2 microinversor

3 1,20m

Antes de fixar os perfis no telhado, aplique a fita EPDM


onde será rebitado. Trace onde ficarão os perfis, para
saber as posições onde aplicar os pedaços de fita.
Aplique a fita, pedaços de 7 cm (sete centímetros), em
locais limpos.

Posicione os perfis em cima das fitas, faça os furos do


diâmetro do rebite nas extremidades do perfil que
estiver em cima dos cumes da telha e fixe com rebites
impermeáveis.

PONTOS MAIS RELEVANTES - FOTOGRAFAR


• Distâncias entre perfis – 0,45 m para Painéis em retrato;
• Distância entre fileiras – 1,20 m para Painéis em retrato;
• Marcar onde serão fixados os perfis e aplicar a fita EPDM;
• Fazer os furos e rebitar os perfis

16
FIXAÇÃO DO MICROINVERSOR

Parafuso
com
Porca
Martelo

Microinversor

ATENÇÃO:
Há duas etiquetas informando o número de série do
produto. Remova a etiqueta que não está aplicada
diretamente na estrutura metálica do microinversor e
guarde-a em seu acervo técnico.

A fixação do microinversor é realizada diretamente no perfil,


que deve obrigatoriamente estar fixado.
Mantenha o parafuso com a porca no microinversor e encaixe
a porca dentro do perfil. Ao girar o parafuso com a chave, a
porca rodará dentro do perfil, então aperte com força de 16
Nm.

Em telhados metálicos a fixação do microvinersor será em um


trilho destinado apenas para ele, conforme figura abaixo:

17
Estime previamente o local de fixação do microinversor,
centralizado com o segundo painel. Utilize os cabos
extensores para conectar o microinversor ao último painel.
Deixe o cabo extensor posicionado por usar o perfil como
guia e prendê-lo com abraçadeiras nylon.

CONEXÃO DE ATERRAMENTO:

Conecte a estrutura metálica do microinversor ao perfil


instalado para aterramento do sistema. No microinversor
há um pequeno furo para parafuso de aterramento.

PONTOS MAIS RELEVANTES - FOTOGRAFAR


• Estimar previamente a posição do microinversor
• Conectar a estrutura metálica do microinversor no perfil

Fixação dos painéis


Serão Usados para
Fixação dos Painéis

Grampo
lateral

Grampo
central

Painéis fotovoltaicos

18
TRANSPORTE DOS PAINÉIS

Cada painel deve ser transportado sempre por duas pessoas.


Caso estejam ocorrendo fortes ventos, não manuseie o
painel, há risco de acidentes. Carregue-os conforme a foto
ao lado. Não arranhe o vidro e nem coloque peso em cima do
painel, as células fotovoltaicas são sensíveis e microfissuras
podem prejudicar a geração do sistema.

Não apoie seu peso e nem ande sobre painel!

Os painéis não têm chave liga/desliga. Eles já estarão


conduzindo eletricidade ao entrar em contato com a luz
solar.

Cuidado durante a instalação com


os cabos, eles estão energizados!

ATENÇÃO!
Ao subir os
painéis, duas
pessoas
devem estar
de prontidão
em cima do
telhado.

Ao subir os painéis certifique de que a área por onde os painéis subirão


esteja isolada, que tenha pelo menos duas pessoas em cima do telhado e
que ambos estejam ancorados no sistema de segurança com os cintos
atrelados nos pontos de ancoragem, sempre observando os cuidados
quanto às intempéries (chuvas e ventos fortes). Os painéis precisam ser
içados de forma que, ao subir, o vidro não tenha contato com qualquer
outra superfície. Use uma escada como trajeto auxiliar. É importante que
ao içar o painel também seja amarrado por baixo, para evitar que o painel
saia do seu trajeto quando estiverem puxando o painel para o telhado.

19
FIXAÇÃO
Ao subir os painéis, apoie-os e fixe-os no perfil. É importante que os painéis estejam alinhados ao telhado e
centralizados com os perfis. A distância entre o grampo latereal e a extremidade do perfil deve ser menor que 0,5 cm
(cinco milímetros). Antes de fixar o painel, meça a distância entre os perfis e calcule a sobra do painel para cima e para
baixo dos perfis para que ambas tenham a mesma medida. Alinhe o primeiro painel com o telhado. Se necessário, use
esquadro para manter o alinhamento com o telhado e entre os painéis.

Com o painel já alinhado, fixe-o com o grampo lateral, que é aparafusado


com uma porca martelo diretamente no perfil. Após a porca martelo rodar
dentro do perfil, mantenha o grampo lateral encostado no painel e aperte o
parafuso com 16 Nm para fixar o painel.

É necessário que realize o aperto em 16


Nm. Abaixo disso o painel ficará com
uma fraca fixação e acima disso irá
causar danos às células do painel

Após apertar o primeiro grampo lateral, confira o alinhamento do painel. Com apenas um grampo fixado o parafuso do
grampo atuará como eixo, fazendo com que o painel rotacione neste eixo. Caso não consiga alinhar quando fixar o
primeiro grampo gire o painel sobre o eixo do parafuso. Após certificar que o painel está alinhado, fixe o segundo
grampo lateral. O segundo grampo fixo, impossibilita a rotação do painel. Se o painel sair do alinhamento quando fixar o
segundo grampo, será necessário soltar um dos grampos para realinha-lo.

Os cabos extensores possuem 1,20m (um metro e vinte centímetros) para a conexão do painel mais distante com o
microinversor. Os painéis serão conectados da seguinte forma:

Conecte os extensores ao microinversor e posicione os cabos para instalar o último painel. Use uma abraçadeira de
nylon para manter os cabos presos no perfil. Não deixe os cabos repousados no telhado, isto afetará sua performance.

20
Os cabos não podem ser presos em ângulos fechados. Sempre com uma curvatura suave.

Para conexões dos cabos de gerador solar é


proibido o uso de emendas. Por isso usam-se
conectores isolados específicos. É necessário
apenas plugar o macho com a fêmea.

Para conexão entre painéis, utilize apenas conectores de painel fotovoltaico, fornecidos pela Elsys

Para crimpagem de conectores específicos para painel fotovoltaico


utilize o alicate específico. Esses conectores possuem a parte metálica
interna para conexão e o corpo que isola a conexão. Observe na foto ao
lado que internamente eles são invertidos. O corpo isolado que possui
o pino tem o conector fêmea, e o corpo isolado que é fêmea possui o
conector macho internamente. Depois de preparado o conector de
painel fotovoltaico, ele não pode ser refeito. Se tiver invertido a
conexão e o corpo descarte e faça um novo.

Para fazer a conexão desencape


apenas um centímetro do cabo,
deixe o conector metálico já no
alicate posicionado, coloque o
cabo no conector e prense até
a mola abrir o alicate.

Confira se todos os fios Puxe o cabo para conferir se o


do cabo foram conector travou dentro do
crimpados corpo. O corpo do conector tem
corretamente. Insira o um prensa-cabo para que não
conector dentro do entre água, rotacione o prensa-
corpo até que ouça a cabo até que ele não gire mais.
trava.

21
Interligue as estruturas metálicas do painel através de um cabo com
terminais olhais, o painel já possui a furação necessária nas laterais para
isso. Use o furo como guia e um pequeno parafuso autobrocante para
conectar o cabo no painel.

Com o cabo para interligar a estrutura metálica já preso no


primeiro painel, conecte os cabos do painel no Microinversor.

Deixe os grampos centrais posicionados no painel com a porca


martelo já posicionada dentro do perfil para aperto. Ao posicionar o
próximo painel, enquanto um dos instaladores segura o painel
apoiado no perfil, o outro, por baixo, conecta o cabo na estrutura
metálica, conectando as duas estruturas metálicas do painel.
Conecte os conectores isolados com o microinversor, alinhe-o e
aperte os parafusos com força de 16 Nm.

Para o painel seguinte repita o processo.


Painel

Perfil

Para fixar o último painel, certifique-se que os cabos extensores estão conectados no microinversor e presos na
estrutura para não encostarem nas telhas. Enquanto um dos instaladores segura o painel apoiado no perfil, o
outro, por baixo, conecta o cabo na estrutura metálica, conectando as duas estruturas metálicas do painel.

Conecte os conectores de painel fotovoltaico com o microinversor, alinhe-o e aperte os parafusos com força de
16 Nm. Coloque os grampos laterais.

PONTOS MAIS RELEVANTES - FOTOGRAFAR


• Transporte os painéis em duas pessoas; (Não arranhe o vidro e nem coloque peso em cima do painel)
• Meça os perfis e painéis para alinhamento;
• Fixe o primeiro painel e conecte ao microinversor;
• Interligue as estruturas metálicas dos painéis;
• Fixe os painéis e conecte ao Microinversor, no último painel use o cabo extensor.

22
CONEXÃO AC DOS MICROINVERSORES

Conector AC Conector AC

Microinversor

Corpo do Conector AC
Conector AC END CAP

Conexões do
Conector AC Cabo PP Terminal ilhós

Antes de realizar as conexões confira os diagramas no final deste manual

Após conectar os painéis no microinversor, conecte este na rede elétrica.


Para conectar o microinversor na rede, conecte um cabo PP de três vias.

Use o Conector AC para isso. Separe o conector do corpo, passe o cabo PP


pelo corpo do conector, desencape pouco do cabo PP para separar pouco as
três vias, desencape um centímetro de cada via e coloque um terminal ilhós.

Coloque o cabo com o terminal nas conexões do conector que são referentes
a cada via do cabo PP.

23
ATENÇÃO PARA AS CONEXÕES!

O MICROINVERSOR OPERA EM 220V 127/220V 220/380V


É de extrema importância conectar da forma correta. Num
local onde a tensão da concessionária é 127/220 V (127 V Fase L Fase Fase
Neutro e 220 V Fase Fase) será conectada uma fase no ponto
L do conector e outra fase no ponto N do conector. No
N Fase Neutro
conector há um símbolo de aterramento ( ) que precisará Terra Terra
ser conectado num ponto de referência de aterramento que
estiver de acordo com a norma NBR-5410. .

É PROIBIDO CONECTAR O NEUTRO NO PONTO DE ATERRAMENTO

Se houver apenas uma fase de 127 V, Neutro e Terra o sistema não funcionará. Explique ao engenheiro
responsável pelo projeto a necessidade de solicitar à concessionária a adição de mais uma fase.
Onde a tensão é 220/380 V (220 V Fase Neutro e 380 V Fase Fase) será conectado uma fase no ponto L do
conector, o Neutro no ponto N do conector e o Cabo Terra no símbolo de aterramento ( ).

Após preparar as conexões, deixe o conector próximo do Microinversor preso com uma abraçadeira, mas não o
conecte! Para trabalhar com segurança os cabos NÃO devem estar energizados.

O cabo precisa chegar protegido até o local do disjuntor, ou seja, não exposto ao tempo.
Os cabos jamais
Utilize o perfil como guia e utilize abraçadeiras de nylon para fixar o cabo no perfil. devem tocar o telhado.

Verifique a necessidade de fixar eletrodutos rígidos para passar o cabo do microinversor até o disjuntor bifásico.
Quando o cabo já estiver no local do disjuntor, desencape o cabo PP o suficiente para separar as três vias de forma que o
cabo para aterramento chegue até o ponto de terra do quadro e cada cabo de fase conecte num ponto do disjuntor
Bifásico.
Use sempre terminais para uma conexão melhor dos cabos. Conecte o aterramento no ponto de terra do quadro.
Ao conectar o cabo no disjuntor, certifique-se que o disjuntor bifásico, onde irá colocar esses cabos, está desligado.

Com os cabos conectados no disjuntor vá até o


microinversor conectar o Conector AC. No outro cabo do
microinversor coloque um END CAP para não deixar
nenhum ponto energizado exposto. Confira se há algum
conector solto, alguma telha quebrada ou aberta e se

Conector AC END CAP todos os grampos estão bem apertados.

24
Vá até o quadro e conecte o disjuntor
Cabo 220V bifásico nas duas fases sem fazer
+ Terra
Rede elétrica emendas no cabo. Com tudo
conectado da forma correta, acione o
Cabo PP Disjuntor
Microinversor Bipolar disjuntor para análise do

DPS
DPS
funcionamento do sistema.
Conecte todas as fases na entrada do
DPS. A saída do DPS conecte no
aterramento.

O Microinversor começará a gerar energia elétrica depois de 2 minutos ligados. Após esse tempo, faça os testes e
fotografe os resultados dos testes.
Teste com um alicate amperímetro a corrente que está vindo do microinversor, e com um multímetro, a tensão da rede
elétrica.
Se tudo estiver funcionando, desligue o disjuntor e teste novamente com um multímetro se há alguma tensão no cabo
que está vindo do microinversor. Se o resultado for 0 V o sistema está funcionando corretamente. Por norma, quando
não há energia da concessionária o microinversor não pode continuar em operação.

25
Monitoramento do sistema
Os clientes optarão por dois sistemas de monitoramento:
• DTU – Hoymiles
• Wattímetro – Peacefair

DTU

Ao solicitar o monitoramento pela DTU, junto com


o equipamento irá um manual.

WATTÍMETRO

O Wattímetro é instalado em série com o disjuntor.


Está descrito nele os pontos de conexão, onde em
“LOAD” serão os cabos que vão para o disjuntor e
em “AC-IN” serão os cabos que vem do
microinversor.

Microinversor
DPS

Disj
W
20A

O Wattímetro ele ocupa quatro posições do quadro elétrico


com o leitor em horizontal. Quando o quadro do cliente não
tiver espaço suficiente para o disjuntor, DPS e Wattímetro,
providencie um quadro de sobrepor com 8 posições com o
visor transparente.

26
Falhas do Microinversor

Quando ligar o sistema pode surgir


algum problema que será indicado por
um LED no microinversor. A leitura
correta dos indicadores de luz poderá
solucionar o problema.

Indicações de Status e de erros:

Operação do LED de inicialização


• Cinco flashes verdes Inicialização bem-sucedida do microinversor.

Indicações do LED de pós-inicialização


Produzindo energia e comunicando-se com o DTU
• Verde lento intermitente:
(Dispositivo de Comunicação da Hoymiles);
• Verde rápido intermitente Produzindo energia e não se comunicando com a DTU
• Vermelho intermitente Não produz energia. Rede AC inválida

27
Solução de Problemas
Microinversor fora de operação

1. Verifique se a voltagem e frequência da rede elétrica estão dentro dos valores aceitáveis dos dados
técnicos deste microinversor. Datasheets nas páginas finais

2. Verifique a conexão com a rede elétrica.


Verifique se a energia da rede elétrica está presente no inversor em questão, removendo primeiro AC e
então DC. Nunca desconecte os fios CC enquanto o microinversor está produzindo energia. Reconecte os
conectores do painel CC e observe por cinco flashes curtos do LED.

3. Certifique-se de que qualquer disjuntor AC esteja funcionando corretamente e esteja armado.

4. Verifique as conexões CC entre o microinversor e o painel fotovoltaico.

5. Verifique se a tensão CC do painel FV está dentro dos valores aceitáveis dos dados técnicos deste
manual.

6. Se o problema persistir, ligue para o suporte ELSYS

Gerador com baixo rendimento

1. Verifique se há algo impedindo a incidência solar.

2. Certifique-se que todos os painéis estão conectados no microinversor.

3. Verifique com uma câmera termográfica se há alguma conexão muito aquecida.

28
Manutenção
Estrutura

A cada 6 meses realizar as seguintes aferições:

• Eventuais danos na superfície da estrutura.

• Acúmulo de sujeira, poeira ou outros resíduos.

• Corrosão nas partes metálicas.

• Estabilidade da estrutura.

• Vedação do telhado

No caso de ambientes onde é comum o acúmulo de resíduos, fazer a conferência de rotina num período menor.

Painéis

• Podar a vegetação próxima para manter o sistema eficiente (Quando houver vegetação causando sombra)

• Limpar periodicamente os painéis com água e detergente neutro (a cada 6 meses)


Em locais onde é mais comum o acúmulo de resíduos fazer a limpeza periódica num período menor.

• Verificar o torque dos parafusos (a cada 1 ano)

Microinversor

Manutenção realizada apenas por Técnicos Autorizados da ELSYS.

29
Referências

Manuais de Instalação
• OS-M0434 – Trina Solar
• Microinversor Mi-1000/Mi-1200 – Hoymiles
• 00MK-MA0160 -Thesan
• 00MK-MA0130 – Thesan
• 00MK-MA010 – Thesan

Normas
• Resolução 482 – ANEEL
• Resolução 687 – ANEEL
• UL2703 – Standart for Mounting Systems

30
Diagramas
QDCA

Cabo 220V
+ Terra
Rede elétrica

Cabo PP Disjuntor
Microinversor Bipolar

DPS
DPS

31
32
33
ELSYS Equipamentos Eletrônicos Ltda.
Av. Torquato Tapajós, 1052 – Bairro Flores
Manaus - AM - Brasil - CEP: 69058-830

Industrializado sob encomenda por:


CNPJ: 07.177.745/0001-70
190325-A