Você está na página 1de 3

- Mestrado Integrado em Medicina Formulário auxiliar para treino de “OSCEs”

Estação: Exame Abdominal


Nome:

Não realiza
com falhas
sem falhas
Realiza

Realiza
Data: ___/___/___ Tempo: ____ min. ___ seg

Antes de começar:
Apresentar-se ao paciente (pcte)
Explicar o tipo de observações contempladas no exame abdominal
Pedir consentimento
Lavar as mãos
Refere ao paciente que normalmente o procedimento executado implica expor o corpo
desde a região mamilar até aos joelhos, mas que no caso dele vai ser apenas necessário até
às virilhas.
Posiciona paciente deitado, com braços ao lado do corpo e cabeça suportada por uma
almofada
Verifica se o paciente está confortável (caso não esteja, proporcionar conforto)

O exame:
Observar o estado GERAL do paciente:
 Idade, estado de saúde geral e nutricional, ansiedade
 Inspeccionar abdómen e os seus contornos p/:
 Distensões
 Massas Localizadas
 Cicatrizes Cirúrgicas
 Alteração de Cor da Pele
 Pedir ao pcte para elevar a cabeça de forma a tencionar os músculos abdominais
Inspecção e exame de ambas as MÃOS:
 Temperatura e cor de ambas as mãos
 Presença de hipocratismo digital (clubbing)
 Eritema palmar (Dça Hepática)
 Contractura de Dupuytren (cirrose)
 Sinais ungueais:
 Leuconíquia- unhas esbranquiçadas, indicam hipoalbuminémia e/ou anemia grave
 Celoníquea – unhas planas ou côncavas, finas e quebradiças, anemia ferropénica
crónica
 Testar para Asterixis (flapping – sugestivo de Dça Hepática) – demonstrando ao
paciente como extender os dois braços com os dedos afastados e em extensão
fazendo dorsiflexão do punho
Inspecção e exame da CABEÇA, PESCOÇO E TRONCO:
 Inspecção das esclerótidas e conjuntivas – sinais de Anemia e Icterícia
 Inspecção para Hipertrofia das Parótidas (DHC alcoólica)
 Inspecção Hálito e Feator Hepaticus
 Inspecção da mucosa oral para:
 Úlceras – Dça de Crohn
 Estomatite Angular – Deficiência Nutricional
 Glossite Atrófica – Deficiência Ferro, Vit B12, Folato
 Saburra da Língua/Língua coberta por Crosta Branco-amarelada – perda de
apetite
 Estado geral da Dentição

1
- Mestrado Integrado em Medicina Formulário auxiliar para treino de “OSCEs”
 Examinar Pescoço para Linfadenopatias
 Examinar Tronco para:
 Ginecomastia – Cirrose
 Cabeça de Medusa
 Aranhas Vasculares – Dça Hepática Crónica
Palpação do ABDÓMEN:
 Perguntar ao pcte se tem dor e observa a sua cara aquando da palpação
 Palpa com a superfície palmar dos dedos enquanto se senta ou ajoelha ao lado do
pcte
 Inspeccionar tronco para rarefacção pilosa
 Palpação Leve:
 Começa exame pelo segmento mais afastado daquele que o pcte refere como
doloroso ou causador de desconforto
 Sistematicamente palpa os 4 Quadrantes e a região Umbilical
 Procura por regiões sensíveis e massas
 Palpação Profunda – Para maior precisão
 Descreve e localiza massas nas 9 Regiões: Epigastro, Hipocôndrio Dto., Esq., etc…
 Pesquisa de Hérnias nos pontos fracos (c/ auxílio de mov. Tosse ou elevação de
cabeça contra resistência):
 Epigastro
 Paraumbilical
 Inguinal
 Femoral
 Genital
Palpação de ÓRGÃOS:
 Fígado:
 Pede ao paciente para Inspirar e Expirar
 Começa pela Fossa Íliaca Direita
 Descreve-o em termos de regularidade, nodularidade e dor à palpação
 Vesícula:
 Verifica consistência acima da região da bexiga (na ponta da 9ª costela)
 Baço:
 Palpa da mesma forma como para o Fígado
 Rins:
 Posiciona o paciente perto da extremidade da cama e palpa cada rim através da
técnica de palpação bimanual profunda
 Aorta:
 Palpa Aorta Descendente entre o polegar e o indicador da mão direita entre
Apêndice Xifóide e Região Umbilical
Percussão:
 Percute área do Fígado, tentando palpar bordo superior (4º espaço intercostal)
 Percute área Supra-púbica para Distensão da Bexiga
 Se Abdómen parece distendido, testa para presença de Ascite:
 Onda Líquida
 Macissez móvel
 Acumulação Líquido em zonas pendentes (Flanco – decúbito
dorsal)
Auscultação:
 Ausculta Abdómen para Sons Abdominais e descreve-os – 30 seg
 Normais
 Hiperactivos (Diarreia, Dça Intestinal Inflamatória, Hemorragia GI, Obstrução
Intestinal Mecânica…)

2
- Mestrado Integrado em Medicina Formulário auxiliar para treino de “OSCEs”
 Hipoactivos (Obstipação, ACh e Opióides, Anestesia Geral, Ileus Paralítico…)
 Ausentes
 Auscultar acima da aorta abdominal para Sopros aórticos sugestivos de
aterosclerose ou aneurisma
 Auscultar para existência de Sopros da Artéria Renal nos Flancos e Dorso
NOTA:
Exame às Virilhas e Genitais e Exame Rectal não são efectuados, mas Devem ser
Mencionados nesta estação

Após exame Abdominal:


Agradecer ao paciente (ajudar a vestir se necessário) e Assegurar que está confortável
Fazer o sumário dos achados e perguntar ao paciente se tem alguma questão que ainda não
tenha sido esclarecida
Sugerir um diagnóstico diferencial
Estabelecer o que seria desejável para confirmar o diagnóstico sugerido, como meios
complementares de diagnóstico (Análise à Urina, Ecografia, Ultrasonografia, …)
Bibliografia: Burton N.,Birdi K., Clinical Skills for OSCEs, 2nd edition, 2006, Informa Healthcare
Burton N.,Birdi K., Clinical Skills for OSCEs, 3nd edition, 2009, Informa Healthcare
Welsby P.D., História e Exame Clínico, 2ª edição, 2004, Euromédice

Patologias mais frequentes em estações de Exame


Abdominal
Doença Hepática Crónica
Esplenomegália
Rim Poliquístico
Hérnias
Cicatrizes
Transplante Renal

Observações: