Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS

Instituto de Economia
CE-591 - FORMAÇÃO ECONÔMICA DO BRASIL II
2º semestre 2017
Prof. Fábio Campos (fcampos@unicamp.br)

Objetivo
Estudar a formação econômica do Brasil do limiar do século XX até 1964, levando em consideração a posição do
Brasil no sistema capitalista mundial em cada conjuntura histórica. A ênfase será dada para a compreensão do
processo de industrialização e de suas relações com o movimento mais amplo de constituição de um sistema
econômico nacional.
Metodologia
Aulas expositivas com ênfase numa abordagem analítica e crítica da dinâmica econômica no Brasil, além de
realização de seminários e outras atividades.
Avaliação
A avaliação constará de duas provas regulares (80% da nota final, ou seja, 40% cada) e duas atividades
complementares (20% restantes da média final). A nota de aprovação na disciplina, sem necessidade de exame,
deve ser igual ou maior a cinco.

Bibliografia

1. INTRODUÇÃO: EXPANSÃO DA ECONOMIA CAFEEIRA E GÊNESE DA INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA

1.1 História e Dilemas da Formação Econômica Brasileira


FURTADO, C. A Pré-revolução Brasileira. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1962, caps. 1, 2, 6 e 7.
SAMPAIO Jr., P.S.A. “Os Impasses da formação nacional”, In: FIORI, J.L. (Org.) Estados e moedas no
desenvolvimento das nações. Petrópolis: Vozes, 1999.

Bibliografia Complementar
CARR, E. H. O Que é história? Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982, cap.1.

1.2 Complexo Cafeeiro, Indústria e a Política Econômica da República Velha


PERISSINOTTO, R.M. Classes Sociais e Hegemonia na República Velha. Campinas: Unicamp, 1994, cap.1.
SAES, F.M. “A Controvérsia sobre a industrialização na Primeira República” Estudos Avançados, set-dez, 1989.

Bibliografia Complementar
SILVA, S. Expansão cafeeira e origens da indústria no Brasil. São Paulo: Alfa-Omega, 1976, caps. 2-4

2. INDUSTRIALIZAÇÃO POR SUBSTITUIÇÃO DE IMPORTAÇÕES E O PRIMEIRO VARGAS (1930-1945)

2.1 Crise da Economia Cafeeira e a Revolução de 1930


FAUSTO, B. “A Revolução de 1930” In: MOTA, C.G. (Org.) Brasil em Perspectiva. 11. Ed. São Paulo: Difel, 1980.
FURTADO, C. Formação econômica do Brasil. RJ: Nacional, 1975, caps. 27-30;

Bibliografia Complementar
FONSECA, P.D. “A Revolução de 1930 e a economia brasileira”, EconomiA, v.13, n.3, 2012.
anpec.org.br/revista/vol13/vol13n3bp843_866.pdf.
MELLO, J.M.C. O Capitalismo tardio. 11. ed. São Paulo: Editora UNESP; Campinas: FACAMP, 2009, cap. 2, item II.

2.2 Crise de 1929 e seus impactos internos


CANO, W. “Crise de 1929, soberania na política econômica e industrialização”. In: Ensaios sobre a formação
econômica regional do Brasil. Campinas, Unicamp, 2006.

Bibliografia Complementar
BASTOS, P.P.Z. A Dependência em progresso: fragilidade financeira, vulnerabilidade comercial e crises no Brasil
(1890 – 1954). Campinas: 2001. Tese (Doutorado) – Instituto de Economia – Universidade Estadual de
Campinas, cap.1.
MARX, K. As Crises econômicas do capitalismo. São Paulo: Ched Editorial, 1982.

2.3 Recuperação e os Impasses do Governo Provisório


FURTADO, op. cit., 1975, caps. 31 e 32.

1
Bibliografia Complementar
PANDOLFI, D.C. e GRYNSZPAN, M. “Da revolução de 1930 ao golpe de 37: a depuração das elites”. In: Revista de Sociologia e
Política: dossiê Estado Novo, 60 anos, 1997, pp. 7-23.

2.4 Avanços e Limites da Industrialização


PRADO Jr., C. História econômica do Brasil. São Paulo: Círculo do Livro, 1985, cap. 26.
TAVARES, M.C. “Auge e declínio do processo de substituição de importações no Brasil” In: TAVARES, M.C. Da
Substituição de importações ao capitalismo financeiro. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.
TAVARES, M.C. Acumulação de capital e industrialização no Brasil. 3.ed. Campinas: Unicamp-IE, 1998, cap. 3,
itens: 3.1 e 3.2.

Bibliografia Complementar
AURELIANO, L. No Limiar da industrialização. 2.ed. Campinas-SP: Unicamp-IE, 1999, caps. 2 e 3.
MALAN, P. et. al. Política Externa e Industrial no Brasil – 1939/52. Rio de Janeiro: IPEA/INPES, 1977, cap.3.

2.5 Metamorfoses do Estado


DRAIBE, S.M. Rumos e metamorfoses. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985, cap. 1 (Primeira Parte).
FONSECA, P.D. Vargas: o capitalismo em construção 1906-1954. São Paulo: Brasilense, 1989, cap. 5 pp.249-291.
RODRIGUES, L. M “Sindicalismo e Classe Operária 1930-1964” In: GOMES, A. M. C. (Org.) O Brasil republicano:
sociedade e política. 6. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, (História Geral de Civilização Brasileira; t.3, v.3),
v.10, 1996 (item até 1945).

Bibliografia Complementar
HILTON, S. O Brasil e as grandes potências. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1977, cap. 1.

2.6 Padrão de Financiamento e Política Externa


CORSI, F.L. “O projeto de desenvolvimento de Vargas, a missão Oswaldo Aranha e os rumos da economia
brasileira” In: BASTOS, P.P.Z.; FONSECA, P. D. (Orgs.) A Era Vargas. São Paulo: UNESP, 2012.

Bibliografia Complementar
MOURA, G. O Aliado fiel. Londres: 1984. Tese (Doutorado) - University College London/CPDOC-FGV, pp. 40-55.

2.7 Crise do Estado Novo


CORSI, F.L. “Política externa, projeto nacional e política econômica ao final do Estado Novo”, Política & Sociedade,
Nº12, abril de 2008. periodicos.ufsc.br/index.php/politica/article/view/2175-7984.2008v7n12p67/6996

3. ANTECEDENTES DA INDUSTRIALIZAÇÃO PESADA E O SEGUNDO VARGAS (1946-1955)

3.1 Liberalização e Crise Cambial


BASTOS, P.P.Z. “O presidente desiludido: a campanha liberal e o pêndulo de política econômica no governo Dutra
(1942-1948)” História econômica e história das empresas, Volume II, 1, 2004.

3.2 O Projeto Varguista


DRAIBE, op. cit., 1985, cap. 3.

Bibliografia Complementar
BASTOS, op. cit., 2001, cap.5, pp.309-332.

3.3 Política Econômica e Crise


BASTOS, op. cit., 2001, cap.5, pp. 420-444.

Bibliografia Complementar
SOCHACZEWSKI, A.C. Desenvolvimento econômico e financeiro do Brasil (1952-1968). São Paulo: Trajetória
Cultural, 1991, item 3.3.1, pp. 80-95.

3.4 Nacionalismo e Política Externa


CAMPOS, F.A. A Arte da Conquista: o capital internacional no desenvolvimento capitalista brasileiro (1951-1992).
Campinas: 2009. Tese (Doutorado) – Instituto de Economia – Universidade Estadual de Campinas, cap. 2,
item 2; cap.3, item 2;
SODRÉ, N.W. Capitalismo e revolução burguesa no Brasil 2.ed. Rio de Janeiro: Graphia Editorial, 1997, cap.:
“Vargas e o desenvolvimento do capitalismo no Brasil”, pp.93-167.

Bibliografia Complementar
2
FONSECA, P.D., op. cit., 1989, cap.6, item: “capital estrangeiro e industrialização”.
4. INDUSTRIALIZAÇÃO PESADA E OS ANOS JK (1955-1961)

4.1 Internacionalização dos Mercados Internos e Industrialização Pesada


FURTADO, C. Pequena Introdução ao Desenvolvimento. São Paulo, Editora Nacional, 1980, cap. 11.
MELLO, op. cit., 2009, cap 2, item I (pp. 73-99).
PRADO Jr., op. cit., 1985, cap. 27.
TAVARES, op. cit., 1998, cap. 3, item 3.3.

Bibliografia Complementar
HYMER, S. Empresas multinacionais: a internacionalização do capital. Rio de Janeiro: Graal, 1983, “a empresa
multinacional e a lei de desenvolvimento desigual”.
MICHALET, C. A. O Capitalismo mundial. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983, cap.3
SAMPAIO Jr., P.S.A. Entre a nação e a barbárie. Petrópolis: Vozes, 1999, cap.1, item 2.

4.2 Plano de Metas: Concepção e Implementação


LESSA, C. Quinze anos de política econômica. São Paulo: Brasiliense, 1983, pp. 27-35, 55-59, 69-72, 85-117.

Bibliografia Complementar
FARO, C.; QUADROS, S. “A década de 1950 e o Programa de Metas”. In: GOMES, A.M.C. (Org.). O Brasil de JK. Rio
de Janeiro: FGV Editora, 1991.

4.3 Capital internacional e a Política Externa


CAMPOS, op. cit., cap. 2, 2009, item 3, pp.54-72.
CARDOSO, M.L. Ideologia do desenvolvimento - Brasil: JK-JQ. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978, cap. 4, item 1.

Bibliografia Complementar
MALAN, P.S. “Relações econômicas internacionais do Brasil (1945-1964)” In: HOLLANDA, S. B. (org.) História geral
da civilização brasileira – O Brasil republicano, vol. XI, 1985, item 5 (pp. 77-93).

5. CRISE DOS ANOS SESSENTA 1961-1964

5.1 Dimensão econômica: Desaceleração Cíclica e Política Econômica


FURTADO, C. A Fantasia desfeita. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989, 6ª parte.
SERRA, J. “Ciclo e mudanças estruturais na economia brasileira do pós-guerra”, In: BELLUZZO, L.G. e COUTINHO,
R. (Orgs.) Desenvolvimento Capitalista no Brasil: Ensaios sobre a Crise. Vol 1, Campinas, IE Unicamp, 1998,
(Início até “O Milagre Econômico”), pp. 69-100.

Bibliografia Complementar
FONSECA, P.C. “A Crise do Governo Goulart: uma interpretação”. In: Anais do IX Encontro Nacional de Economia
Política, Uberlândia, 2004.
TAVARES, op. cit., 1998, cap. 3, itens: 3.4 e 3.5.

5.2 Dimensão sociopolítica: Impasses da Revolução Brasileira e o Golpe de 1964


FERNANDES, F. A Revolução burguesa no Brasil: ensaio de interpretação sociológica. 5.ed. São Paulo: Global,
2006, 3ª Parte, cap.6.
MELLO, J.M.C.; NOVAIS, F.A. Capitalismo tardio e sociabilidade moderna. 2. ed. São Paulo: Editora UNESP;
Campinas: FACAMP, 2009, caps.4-7.
PRADO Jr., C. A Revolução brasileira 7.ed. São Paulo: Brasiliense, 1999, caps.1, 3 e 4.
RODRIGUES, op. cit., 1996 (item de 1945 a 1964).

Bibliografia Complementar
DREIFUSS, R.A. A Internacional capitalista: estratégia e táticas do empresariado transnacional (1918-1986). Rio de
Janeiro: Espaço e Tempo, 1986, cap.6.
FERNANDES, F. Brasil: em compasso de espera. São Paulo: Hucitec, 1980, caps. 4, 5, 7 e 12.
TOLEDO, C. N. (Org.) 1964: Visões Críticas do Golpe. Campinas: Editora da Unicamp, 1997.

6. SEMINÁRIOS SOBRE A REVOLUÇÃO BRASILEIRA


1)- FURTADO, C. A Pré-revolução Brasileira. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1962.
2)- MELLO, J.M.C. & NOVAIS, F.A. Capitalismo tardio e sociabilidade moderna. 2. ed. São Paulo: Editora UNESP;
Campinas: FACAMP, 2009.
3)- SODRÉ, N.W. Capitalismo e revolução burguesa no Brasil 2.ed. Rio de Janeiro: Graphia Editorial, 1997.
4)- PRADO Jr., C. A Revolução brasileira 7.ed. São Paulo: Brasiliense, 1999.
5)- FERNANDES, F. A Revolução burguesa no Brasil: ensaio de interpretação sociológica. 5.ed. São Paulo: Global,
2006, 3ª Parte.
3