Você está na página 1de 7

31. UFLA 2013 33.

PUC-RJ 2008

Um menino encontra-se sentado, displicentemente, sobre A primeira Lei de Newton afirma que, se a soma de todas
um trenó puxado por cães o qual se encontra em repouso. as forças atuando sobre o corpo é zero, o mesmo
Num certo instante, os cães saem em disparada e o menino,
a. terá um movimento uniformemente variado.
sem tempo de reação para se manter fixo ao trenó, cai,
enquanto o trenó e os cães seguem em disparada. b. apresentará velocidade constante.
Identifique, entre as leis relacionadas a seguir, aquela que
c. apresentará velocidade constante em módulo, mas
explica a queda do menino.
sua direção pode ser alterada.
a. Lei da Inércia d. será desacelerado.
b. 2ª Lei de Newton e. apresentará um movimento circular uniforme.
c. Lei da Ação e Reação

d. Lei da conservação da energia 34. CEFET-RJ 2009

No futebol, o pênalti é a penalidade máxima para a equipe. A


32. ENEM PPL 2012 bola é colocada na linha de grande penalidade, a 11 m do
ponto médio entre as traves (no centro da meia-lua, em
Em 1543, Nicolau Copérnico publicou um livro revolucionário
frente à baliza) e o duelo trava-se unicamente entre o
em que propunha a Terra girando em torno do seu próprio
rematador e o goleiro. Imediatamente após a cobrança do
eixo e rodando em torno do Sol. Isso contraria a concepção
pênalti, o jogo prossegue naturalmente, o que significa que
aristotélica, que acredita que a Terra é o centro do universo.
se o goleiro defender a bola para longe da baliza, isto é, não
Para os aristotélicos, se a Terra gira do oeste para o leste,
a agarre, os jogadores, que esperam atrás da linha de
coisas como nuvens e pássaros, que não estão presas à
remate, podem continuar a jogar e insistir no remate.
Terra, pareceriam estar sempre se movendo do leste para o
oeste, justamente como o Sol. Mas foi Galileu Galilei que, Uma bola de futebol está em repouso na marca do pênalti. O
em 1632, baseando-se em experiências, rebateu a crítica árbitro autoriza a cobrança. O jogador chuta a bola, que tem
aristotélica, confirmando assim o sistema de Copérnico. Seu aproximadamente 0,50 kg de massa. O toque do pé do
argumento, adaptado para a nossa época, é: se uma jogador sobre a bola atua por 0,20 s e ela adquire velocidade
pessoa, dentro de um vagão de trem em repouso, solta uma de 72 km/h.
bola, ela cai junto a seus pés. Mas se o vagão estiver se
Não considerando possíveis perdas, a intensidade da força
movendo com velocidade constante, a bola também cai junto
média que o pé do jogador faz sobre a bola é, em Newton,
a seus pés. Isto porque a bola, enquanto cai, continua a
igual a
compartilhar do movimento do vagão.
a. 50.

b. 100.
O princípio físico usado por Galileu para rebater o argumento
aristotélico foi c. 150.

a. a lei da inércia. d. 180.

b. ação e reação.
35. PUC-RJ 2003
c. a segunda lei de Newton.
Um pêndulo, consistindo de um corpo de massa m preso à
d. a conservação da energia.
extremidade de um fio de massa desprezível, está
e. o princípio da equivalência. pendurado no teto de um carro. Considere as seguintes
afirmações:

Página 1
Copyright (c) 2013 - 2019 Stoodi Ensino e Treinamento a Distância S.A. - Todos os direitos reservados
I) Quando o carro acelera para frente, o pêndulo se desloca Duas forças perpendiculares entre si e de módulo 3,0 N e
para trás em relação ao motorista. 4,0 N atuam sobre um objeto de massa 10 kg.
II) Quando o carro acelera para frente, o pêndulo se desloca
para frente em relação ao motorista.
III) Quando o carro acelera para frente, o pêndulo não se Qual é o módulo da aceleração resultante no objeto, em
desloca e continua na vertical. m/s2?
IV) Quando o carro faz uma curva à esquerda com módulo
a. 0,13
da velocidade constante, o pêndulo se desloca para a direita
em relação ao motorista. b. 0,36
V) Quando o carro faz uma curva à esquerda com módulo da
c. 0,50
velocidade constante, o pêndulo se desloca para a esquerda
em relação ao motorista. d. 2,0

Assinale a opção que apresenta a(s) afirmativa(s) correta(s). e. 5,6

a. I e IV
38. PUC-RJ 2008
b. II e V
Uma caixa cuja velocidade inicial é de 10 m/s leva
c. I 5s deslizando sobre uma superfície até parar
d. III completamente. Considerando a aceleração da gravidade g
= 10 m/s2, determine o coeficiente de atrito cinético que atua
e. II e IV
entre a superfície e a caixa.

a. 0,1
36. CEFET-RJ 2013
b. 0,2
A segunda lei de Newton, também chamada de principio
fundamental da dinâmica, afirma que "a mudança de c. 0,3
movimento é proporcional à força motora imprimida, e é d. 0,4
produzida na direção de linha reta na qual aquela força é
imprimida". e. 0,5
Um automóvel de 750 kg trafega em uma pista plana e
horizontal com velocidade de 72 km/h, mantida constante. 39. PUC-MG 2012
Em determinado momento o motorista acelera, de forma
constante, durante 10 segundos, até atingir velocidade de Uma força horizontal, constante e de intensidade 20N, atua
108km/h. sobre um corpo de 10 kg de massa, inicialmente em
Considerando todos os atritos desprezíveis, determine a repouso, que desliza sem atrito sobre uma superfície
força motora imprimida por este motor, durante a horizontal. A velocidade adquirida pelo objeto após percorrer
aceleração. 4 m é de:

a. 750 N. a. 5 m/s

b. 1500 N. b. 4 m/s

c. 2250 N. c. 2 m/s

d. 2700 N. d. 1 m/s

37. PUC-RJ 2015 40. PUC-RJ 2015

Página 2
Copyright (c) 2013 - 2019 Stoodi Ensino e Treinamento a Distância S.A. - Todos os direitos reservados
Uma caixa de massa m1 =1,0 kg está apoiada sobre uma a. 1,00 m/s2 ; 5,9x105 J
caixa de massa m2 =2,0 kg, que se encontra sobre uma
b. 2,25 m/s2 ; 5,4x105 J
superfície horizontal sem atrito. Existe atrito entre as duas
caixas. Uma força F horizontal constante é aplicada sobre a c. 2,50 m/s2 ; 2,8x105 J
caixa de baixo, que entra em movimento com aceleração de d. 2,25 m/s2 ; 3,7x105 J
2,0 m/s2. Observa-se que a caixa de cima não se move em
relação à caixa de baixo. e. 1,00 m/s2 ; zero

43. UFMG 1997


O módulo da força F, em newtons, é:
Um paraquedista, alguns minutos após saltar do avião, abre
a. 6,0 seu paraquedas. As forças que atuam sobre o conjunto
paraquedista/equipamentos são, então, o seu peso e a força
b. 2,0
de resistência do ar. Essa força é proporcional à velocidade.
c. 4,0 Desprezando-se qualquer interferência de ventos, pode-se a
d. 3,0 firmar que,

e. 1,5 a. a partir de um certo momento, o paraquedista descerá


com velocidade constante.

41. UFJF 2013 b. antes de chegar ao chão, o paraquedista poderá atingir


velocidade nula.
Com relação às Leis de Newton, marque a alternativa
CORRETA. c. durante toda a queda, a força resultante sobre o conjunto
será vertical para baixo.
a. A toda ação corresponde uma reação de mesmo módulo,
sentido e direção. d. durante toda a queda, o peso do conjunto é menor do que
a força de resistência do ar.
b. Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se
transforma.
44. UEMG 2010
c. A ação de uma força ou conjunto de forças sobre um
corpo sempre resulta em ausência de movimento. Sobre o modo de andar de uma pessoa, Gabriela e Mateus
fizeram as seguintes afirmações:
d. Um corpo tende a permanecer em repouso ou em
movimento retilíneo e uniforme apenas se o somatório das Gabriela: ao andar, uma pessoa empurra o chão para trás,
forças que atuam sobre ele for nulo. então o chão responde empurrando-a para frente.

e. Em um corpo em movimento circular uniforme, não existe Mateus: A pessoa só consegue se mover para frente porque
ação de forças. a resposta do chão é maior que a força que ela exerce
empurrando-o para trás.

42. UENP 2013 Fizeram afirmações corretas:

Um automóvel de massa 1200kg se desloca sobre uma a. Gabriela e Mateus.


rodovia com velocidade de 108 km/h, quando avista uma
b. Apenas Gabriela.
fiscalização policial e aciona os freios até parar. Sabendo-se
que a distância percorrida nesse intervalo de tempo em que c. Apenas Mateus.
os freios foram acionados é de 200m, calcule o módulo da
d. Nenhum dos dois.
aceleração e o módulo do trabalho realizado pelos freios do
veículo.
45. UNEMAT 2015

Página 3
Copyright (c) 2013 - 2019 Stoodi Ensino e Treinamento a Distância S.A. - Todos os direitos reservados
A dengue ainda é um dos grandes problemas que o Brasil 48. CEFET-RJ 2010
enfrenta. Essa doença é transmitida por um mosquito que se
Isaac Newton, no século XVII, enunciou os Princípios do
reproduz em águas paradas. Assim como o mosquito da
movimento dos corpos celestes e terrestres, que constituem
dengue, existem outros insetos que são capazes de pousar
os pilares da Mecânica Clássica, conhecidos como as Leis
sobre a água.
de Newton, relativas ao movimento.
Assinale a alternativa que explica o pouso de insetos sobre a
água.
Estudando o movimento da Lua ele concluiu que a força que
a. O princípio de Arquimedes.
a mantém em órbita é do mesmo tipo da força que a Terra
b. O princípio do empuxo. exerce sobre um corpo colocado nas suas proximidades.

c. A tensão superficial.

d. O efeito de capilaridade. Podemos concluir que: A Terra atrai a Lua


e. O princípio de repulsão entre cargas elétricas das pernas a. e a Lua atrai a Terra com forças que têm a mesma
do inseto e a da água. intensidade, a mesma direção que passa pelo centro dos
dois corpos e sentidos contrários, e por isso se anulam, de
46. MACKENZIE 2014 acordo com a Terceira Lei de Newton.

Um mo■vel de massa 100 kg, inicialmente em repouso, b. e a Lua atrai a Terra com forças que têm a mesma
move-se sob a ac■a■o de uma forc■a resultante, intensidade, a mesma direção que passa pelo centro dos
constante, de intensidade 500 N durante 4,00 s. A energia dois corpos e sentidos contrários, de acordo com a Terceira
cine■tica adquirida pelo mo■vel, no instante t = 4,00 s, em Lei de Newton.
joule (J), e■ c. com força de intensidade seis vezes maior do que a
a. 2,00.10 3 intensidade da força com que a Lua atrai a Terra, de
acordo com a Segunda Lei de Newton.
b. 4,00.103
d. e a Lua atrai a Terra por inércia, de acordo com a Primeira
c. 8,00.103 Lei de Newton.
d. 2,00.104

e. 4,00.104 49. UEMA 2015

Um estudante analisou uma criança brincando em um


47. UNICENTRO 2007 escorregador o qual tem uma leve inclinação. A velocidade
foi constante em determinado trecho do escorregador em
Se uma força constante de 10 N atua, durante 20 s, sobre
razão de o(a)
uma partícula de massa 5 kg, inicialmente em repouso, a
velocidade média desenvolvida pela partícula, nesse a. aceleração ter sido maior que zero.
intervalo de tempo, é de
b. atrito estático ter sido igual a zero.
a. 20 m/s c. atrito estático ter sido menor que o atrito cinético.
b. 36 m/s d. atrito estático ter sido igual ao atrito cinético.
c. 54 m/s e. aceleração ter sido igual a zero.
d. 72 m/s

e. 90 m/s 50. PUC-MG 2012

Assinale o corpo que está em equilíbrio.

Página 4
Copyright (c) 2013 - 2019 Stoodi Ensino e Treinamento a Distância S.A. - Todos os direitos reservados
a. Um satélite em órbita circular ao redor da Terra. a. 0,7

b. Um skate descendo uma rampa com atrito desprezível. b. 1,0

c. Uma esfera de aço em queda livre. c. 1,4

d. Um bloco deslizando com velocidade constante sobre o d. 2,0


tampo de uma
mesa.
53. CEFET-MG 2008

Um veículo Vectra de massa 1.800 kg gasta, em uma pista


51. PUC-RJ 2002
de teste, 10,0 s para ser acelerado do repouso a 90 km/h,
Trens viajam na maior parte do tempo com velocidade segundo informações do fabricante. Se, durante essa
constante. Em algumas situações, entretanto, eles têm arrancada, a aceleração do carro se manteve constante, o
aceleração. valor da força resultante sobre ele vale, em newtons,
I - O trem acelera para frente quando parte de uma estação.
a. zero
II - O trem desacelera (aceleração para trás) quando está
chegando a uma estação. b. 1800
III - O trem acelera para a esquerda quando faz uma curva
c. 3600
para a esquerda e acelera para a direita quando faz uma
curva para a direita, ainda que o módulo de sua velocidade d. 4500
seja constante. e. 5400
IV - O trem acelera para a direita quando faz uma curva para
a esquerda e acelera para a esquerda quando faz uma curva
para a direita, ainda que o módulo de sua velocidade seja 54. CEFET-MG 2009
constante. Um bloco de massa igual a 2,0 kg é empurrado por uma
pessoa sobre uma superfície horizontal. Ao adquirir a
velocidade de 10 m/s, ele é solto e pára a uma distância de
Apenas são corretas as afirmações 20 m. O coeficiente de atrito entre esse bloco e a superfície
é, aproximadamente,
a. I , II e III.

b. I e II e IV. Dados: g = 10 m/s²

c. I e III. a. 0,02.

d. I e IV. b. 0,13.

e. II e III. c. 0,25.

d. 0,63.
52. UERJ 2013 e. 0,73.
Um bloco de madeira encontra-se em equilíbrio sobre um
plano inclinado de 45o em relação ao solo. A intensidade da 55. MACKENZIE 2011
força que o bloco exerce perpendicularmente ao plano
Um estudante de Física observa que, sob a ação de uma
inclinado é igual a 2,0 N.
força vertical de intensidade constante, um corpo de 2,0 kg
sobe 1,5 m, a partir do repouso. O trabalho realizado por
essa força, nesse deslocamento, é de 36 J. Considerando a
Entre o bloco e o plano inclinado, a intensidade da força de
aceleração da gravidade no local igual a 10 m/s2, a
atrito, em newtons, é igual a:
aceleração, adquirida pelo corpo, tem módulo

Página 5
Copyright (c) 2013 - 2019 Stoodi Ensino e Treinamento a Distância S.A. - Todos os direitos reservados
a. 1 m/s2 sustentação em uma direção perpendicular ao solo. Um ímã,
ao ser aproximado do sistema, exerce uma força horizontal
b. 2 m/s2
sobre a esfera, e o pêndulo alcança um novo estado de
c. 3 m/s2 equilíbrio, com o fio de sustentação formando um ângulo de
d. 4 m/s2 45º com a direção inicial. Admitindo a aceleração da
gravidade igual a 10 m × s-2, a magnitude dessa força, em
e. 5 m/s2 newtons, é igual a:

a. 0,1
56. PUC-MG
b. 0,2
Uma força constante atuando sobre um certo corpo de
massa m produziu uma aceleração de 4,0 m/s². Se a mesma c. 1,0
força atuar sobre outro corpo de massa igual a m/2, a nova d. 2,0
aceleração será, em m/s²,

a. 16 59. PUC-RJ 2004


b. 8,0 “Os aceleradores de partículas são equipamentos que
c. 4,0 fornecem energia a feixes de partículas subatômicas
eletricamente carregadas. Todos os aceleradores de
d. 2,0 partículas possibilitam a concentração de grande energia em
e. 1,0 pequeno volume e em posições arbitradas e controladas de
forma precisa. Exemplos comuns de aceleradores de
partículas existem nas televisões e geradores de raios-X, na
57. FUVEST 1999
radioterapia do câncer, na radiografia de alta potência para
Um balão de pesquisa, cheio de gás hélio, está sendo uso industrial e na polimerização de plásticos.”
preparado para sua decolagem. A massa do balão vazio
http://pt.wikipedia.org/wiki/Acelerador_de_part%C3%ADculas
(sem gás) é M e a massa do gás hélio no balão é m. O balão
está parado devido às cordas que o prendem ao solo. Se as O LHC, acelerador eletrostático localizado debaixo da
cordas forem soltas, o balão iniciará um movimento de França e da Suíça, é capaz de acelerar uma carga de 2,0 C
subida vertical com aceleração de 0,2m/s2. Para que o balão e massa 1,0 g com uma aceleração de 10,0 m/s2. Neste
permaneça parado, sem a necessidade das cordas, deve-se caso, o módulo do campo elétrico dentro do acelerador
adicionar a ele um lastro de massa igual a: eletrostático em N/C vale

(adote para a aceleração da gravidade o valor g=10m/s2) a. 1,0x10-3.

a. 0,2 M b. 2,0x10-3.

b. 0,2 m c. 3,0x10-3.

c. 0,02 m d. 4,0x10-3.

d. 0,02 (M + m) e. 5,0x10-3.

e. 0,02 (M - m)
60. PUC-RJ 2001

58. UERJ 2016 Sobre uma mesa horizontal, repousa um livro de Física de
18N de peso. Sobre ele, está um livro de História, também
Em um pêndulo, um fio de massa desprezível sustenta uma
em equilíbrio, de peso igual a 14N.
pequena esfera magnetizada de massa igual a 0,01 kg. O
sistema encontra-se em estado de equilíbrio, com o fio de

Página 6
Copyright (c) 2013 - 2019 Stoodi Ensino e Treinamento a Distância S.A. - Todos os direitos reservados
O módulo da força (em N) exercida pelo livro de Física sobre
a mesa vale

a. 32.

b. 18.

c. 14.

d. 4.

e. zero.

GABARITO: 31) a, 32) a, 33) b, 34) a, 35) a, 36) a, 37) c, 38)


b, 39) b, 40) a, 41) d, 42) b, 43) a, 44) b, 45) c, 46) d, 47) a,
48) b, 49) e, 50) d, 51) a, 52) d, 53) d, 54) c, 55) b, 56) b, 57)
d, 58) a, 59) e, 60) a,

Página 7
Copyright (c) 2013 - 2019 Stoodi Ensino e Treinamento a Distância S.A. - Todos os direitos reservados

Você também pode gostar