Você está na página 1de 3

O processo de comunicação verbal se apoia em um conjunto de fatores, quais sejam:

EMISSOR: quem fala/ escreve;


RECEPTOR: destinatário da mensagem;
MENSAGEM: conteúdo transmitido: o que é falado/ escrito;
REFERENTE: contexto e tema ou objeto ao qual a mensagem remete;
CÓDIGO: o próprio idioma;
CANAL: suporte físico que veicula o código (papel impresso, voz,...).

Obs. Ruído = aquilo que afeta a transmissão da mensagem: voz baixa, música alta,
falta de atenção do receptor; na comunicação visual, pode ser uma mancha no papel,
erro de digitação, letras apagadas, entre outros exemplos.

A cada elemento da comunicação corresponde uma função da linguagem (Roman


Jakobson):

1- EMOTIVA ou EXPRESSIVA (emissor): expressa a atitude do emissor (sentimento,


opinião) em relação ao conteúdo de sua mensagem ou à situação.
Características: presença de interjeições, de frases exclamativas e o uso da primeira
pessoa.

2- CONATIVA ou APELATIVA (receptor): a ênfase está no destinatário da mensagem.


O discurso é caracterizado por atos tais como ordem, pedido, conselho, sugestão,
apelo publicitário. Função marcada pelo uso do modo verbal de imperativo e pelo uso
do vocativo.
Ex. “Beba Coca-cola.”/ “Entre para a Amil.”

3- REFERENCIAL (referente ou contexto): tem como objetivo a informação; é


caracterizada pelo uso de verbos na terceira pessoa. Esta função é típica de gêneros
discursivos tais como noticiário de jornal, livros didáticos, textos científicos, manuais de
aparelhos.

4- FÁTICA (canal): tudo o que na mensagem funciona no sentido e estabelecer,


manter ou cortar o contato na comunicação. Ex. Estabelecimento de contato por
telefone: “Alô!”; teste de funcionamento do canal de comunicação: “Você está me
escutando bem?”

5- METALINGUÍSTICA (código): aquilo que na mensagem serve para dar explicações


sobre o código (idioma). “Metalinguagem” significa: linguagem usada para esclarecer a
própria linguagem. Esta função é típica de dicionários, enciclopédias e palavras
cruzadas.

6- POÉTICA (mensagem): o emissor procura valorizar a mensagem de modo que ela


deixe de ser simplesmente informativa e ganhe um estilo atraente. Ele pode conseguir
isso através do jogo com os sentidos das palavras, com a sonoridade, com a estrutura
sintática, entre outros recursos. Por exemplo, os textos literários com rima valorizam a
fonética (sonoridade) das palavras. No entanto, esta função não pertence
exclusivamente aos gêneros literários.
EXERCÍCIOS:

1) Que função da linguagem predomina em cada item?

a) “Governo discute novas reformas no sistema previdenciário.”


b) “Contribuinte, não se esqueça do prazo de entrega da declaração.”
c) “A ligação está péssima, você ouve bem o que eu digo?”
d) “Odeio aulas de física.”
e) “Quem com ferro fere com ferro será ferido.”
f) “Estapafúrdio? Significa excêntrico, esquisito.”

2) Encontre duas funções em cada item:


a) “O professor não veio hoje. Que bom!!”
b) “Tome Melhoral: é melhor e não faz mal.”

DENOTAÇÃO E CONOTAÇÃO

• Sentido denotativo - sentido primeiro de uma palavra, ou seja, se a


procurarmos no dicionário, encontraremos em primeiro lugar seu sentido denotativo.
Geralmente possui um referente concreto.
Ex. Bacteriose - doença causada por bactérias.
Cair do cavalo - sofrer uma queda de um cavalo
• Sentido conotativo - um segundo conteúdo acrescido a uma palavra (ou
expressão), o que pode acontecer, por exemplo, através do uso de uma metáfora.
Ex. Cair do cavalo = dar-se mal

============================================================
Exercício. Analise os exemplos 1 e 2 como casos de denotação ou conotação.

Ex. 1 - Vou arrumar as malas para a viagem.


Mala = objeto usado para o transporte de roupas ou outros objetos em viagens.

Ex. 2 - Meu irmão menor é uma mala.


Mala = algo que incomoda; estorvo.

==================================================================
Linguagem conotativa e metáfora:

METÁFORA
É uma comparação implícita: “Ele é uma mala.” (Explicitamente, teríamos: “Ele é
incômodo como uma mala.”)
É a “alteração do sentido de uma palavra ou expressão quando entre o sentido que o
termo tem e o que ele adquire existe uma intersecção.” (FIORIN e SAVIOLI, 2007, p.
122)

==================================================================
===
Exercícios:

1- Explique como a denotação e a conotação são exploradas nas frases abaixo:

A- Jô Soares e Fausto Silva são apresentadores de peso.

Você também pode gostar