Você está na página 1de 11

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO.................................................................................... 2

2. IDENTIFICAÇÃO DA INSTUTUIÇÃO.................................................. 3

3. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES.......................................................... 5

4. COSIDERAÇÕES FINAIS.................................................................... 8

5. REFERÊNCIAS................................................................................... 9

6. ANEXOS............................................................................................. 11

6.1 Encaminhamento de aluno para Estágio.


6.2 Termo de Compromisso de Estágio Curricular Obrigatório para
Estudantes de Licenciatura.
6.3 Registro de Atividades da Faculdade Campos Elíseos.
6.4 Ficha de Controle de Estágio ETEC Cidade Tiradentes.

1
1. INTRODUÇÃO

O presente relatório tem finalidade relatar as experiências vivenciadas


de estágio supervisionado direcionado às observações das atividades de
planejamento e projetos interdisciplinares em ensino médio, no período de
regência em sala de aula, na Escola Técnica Estadual de Cidade Tiradentes, no
Município de São Paulo no ano de 2019, como requisito parcial para avaliação da
disciplina Estágio Supervisionado I no curso de Licenciatura em Biologia de 100
horas/aulas, sob orientação da professora Viviani Silva da Matta.

O estágio de que trata está regulamentado pela Lei n°11.788, de 25


de setembro de 2008 (Brasília, 2008), da definição, classificação e relações de
estágio, definido em seu artigo 1° como “ato educativo escolar supervisionado,
desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho
produtivo de educandos que estejam frequentando o ensino regular de
instituições de educação superior, de educação profissional, de ensino médio, da
educação especial e dos anos finais do ensino fundamental, na modalidade
profissional da educação de jovens e adultos, que faz parte do projeto pedagógico
do curso, além de integrar o itinerário formativo do educando”, e tem como
objetivo geral proporcionar ao aluno estagiário uma análise e reflexão sobre o
plano dos programas de ensino, promovendo, desta forma, condições de
instrumentalizar-se para a formação do professor, para o futuro exercício de sua
profissão (FCE, 2019).

O estágio se desenvolveu dentro da instituição, em ambiente escolar e


com acompanhamento da didática, conteúdo, planejamento e avaliação dos
processos pedagógicos envolvidos na educação, com profundo conhecimento do
grupo por parte da educadora, experiência e vivência em classe, como uma
postura exemplar na construção do conhecimento que se deu de forma contínua e
proveitosa por parte dos alunos, que é o momento, no processo didático na
perspectiva dialética, em que o educando deve ter oportunidade de sistematizar o
conhecimento que vem adquirindo e expressá-lo concretamente, seja de forma
oral, gestual, gráfico/escrita ou prática (VASCONCELLOS, 1992), desta forma
segue-se o detalhamento dos registros.

2
2. INDENTIFICAÇÃO DA INSTITUIÇÃO

A Escola Técnica Estadual de Cidade Tiradentes, no Município


de São Paulo, foi cria da em 25 de fevereiro de 2009, pelo vice-governador em
exercício, ALBERT GOLDMAN, como unidade de ensino do Centro Estadual de
Educação Tecnológica “Paula Souza” – CEETEPS (SÃO PAULO, 2009). Localizada
no extremo leste da cidade de São Paulo, Rua Igarapé azul número 70, região com
grandes necessidades sociais, tem um papel fundamental no desenvolvimento da
comunidade, pois sendo a escola uma instituição social, suas concepções estão
vinculadas a necessidades e demandas do contexto social, econômico, político e
cultural de uma sociedade e interesses de grupos sociais (LIBÂNEO et al, 2012).

Figura 1. Texto dissertativo


Fonte: (WILLIAM, 2018)

O espaço físico da escola está distribuído em três andares, os dois


últimos andares com banheiros masculino e feminino, laboratórios, bebedouros,
sala de informática, amplas salas de aulas com aproximadamente quarenta
lugares, quadro negro, Datashow, computador ligado à internet, mesa e cadeira
do professor. Possui no andar térreo uma sala de leitura, sala dos professores, da
direção e da coordenação, banheiro dos professores, secretaria, um refeitório e
um auditório. Na área externa possui uma quadra de esporte, espaço livre com
mesas e cadeiras, além do estacionamento.

3
A escola oferece os cursos de Administração, Desenvolvimento em
Sistemas, Farmácia, Comércio, Logística, Guia de Turismo, Nutrição e Dietética,
Química, Recursos Humanos, Secretariado e Segurança do Trabalho, nas
modalidades: Ensino à Distância (EaD), Ensino Médio com Habilitação
Profissional Técnica (M – TEC) e Ensino Médio Integrado (ETIM). Os cursos são
oferecidos nos turnos da manhã, tarde e noite de acordo com a modalidade e
possui seleção para ingresso dos alunos (PAULO., 2014).

O corpo docente da escola é formado por professores das disciplinas


de Artes, Administração, Matemática, Biologia, Língua Portuguesa, Nutrição,
Farmácia, Geografia, História, Física entre outros e todos de nível superior.

Figura 2. Texto dissertativo


Fonte: (WILLIAM, 2018)

Os estudantes que frequentam a escola são formados por


adolescentes entre treze e dezessete anos oriundos da própria comunidade e
comunidades próximas. A gestão é participativa com um regimento comum das
Escolas Técnicas Estaduais do Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula
Souza.

4
3. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES
A prática do ensino foi observada num período de três meses,
entre março e junho do ano de 2019, em relação ao domínio do conteúdo por parte
do professor, a prática de ensino, a participação dos alunos e seus comportamentos.

O professor é a peça fundamental na edificação do aprendizado,


onde estudos indicam que o professor de Biologia geralmente utiliza cerca de 85%
do seu tempo em aula expositiva e os 15% restantes, com tarefas executadas pelos
alunos (Krasilchik, 2008), e a professora exerceu sua função nesses moldes, se
apropriando do conhecimento sendo um facilitador na condução do processo de
aprendizagem. As aulas foram conduzidas de maneira técnica, os conteúdos
manuscritos no caderno, corrigidos e avaliados.

As aulas de microbiologia foram desenvolvidas entre teoria em


sala de aula e prática no laboratório de Farmácia juntamente com o professor
Jeferson Eduardo. Todos os alunos usaram avental ou jaleco, os cabelos foram
cobertos com toucas, as alças, agulhas foram flambadas antes e depois do uso, e
após o término do trabalho prático, a bancada foi deixada limpa, em ordem e todo o
material contaminado foi descartado na pia ou no lixo.

O conteúdo de microbiologia ministrado foi o Preparo de Meios


de Culturas sob a forma líquida, sólida e semissólida. Para tal finalidade foram
utilizadas placas de Petri contendo meio de cultura ágar. Os alunos foram divididos
em grupos, escolheram o meio de cultura semissólida, fizeram o cálculo da matéria
prima, sua diluição e colocação nas placas. As semeaduras não foram concluídas na
aula posterior, pois o meio tornou-se líquido, inviabilizando os trabalhos.

O comportamento disciplinado dos alunos foi um fator presente


nas aulas. O aluno que ultrapassasse o horário limite não adentrava em sala,
ficando para a aula seguinte seu acesso sem possíveis questionamentos. Assim,
acreditamos ser possível dizer que é o professor familiarizado com as práticas de
letramento acadêmico (entre outras), quem determinam quais são os limites e as

5
possibilidades dos saberes teóricos que subsidiam sua disciplina de ensino
(Kleiman, 2008).

As avaliações dos alunos são compostas pela nota da prova escrita,


atividades no caderno e seminários em grupos e simulados. A descrição a seguir
traz as principais atividades durante o período de estágio.

 14/03/2019 – Seminário sobre Biomas: O que são Biomas e qual a sua


importância.
 21/03/2019 – Seminário sobre Poluição Urbana e Biomas: Os tipos de
poluição urbana.
 28/03/2019 – 1ª Avalição Bimestral
 04/04/2019 – Entrega de atividades no caderno sobre Genética: Divisão
celular e suas fases.
 25/04/2019 – Atividades da “Semana Paulo Freire”: Atividades voltadas para
a interação entre alunos, com apresentação, artes, jogos, danças, etc.
 09/05/2019 – Aula de Genética: Divisão Celular: Estudo do vocabulário de
genética e a classificação dos cromossomos.
 15/05/2019 – Exercícios de fixação de conteúdo: Genética e o estudo da
Interfase.
 16/05/2019 – Simulado de Biologia: Perguntas objetivas e dissertativas sobre
divisão celular. Estudo da herança dos grupos sanguíneos.
 23/05/2019 – Seminário de Grupos: Micronutrientes no solo, Síndrome de
Down e Síndrome de Turner.
 30/05/2019 – Seminário de Grupos: Solo calcário, solo arenoso, Síndrome
de Klinefelter e Síndrome de Patau.
 31/05/2019 – Aula teórica e prática de Microbiologia: meios de cultura e
Seminário de Grupos sobre Qualidade de vida.
 05/06/2019 – Exercícios de fixação sobre o Reino Plantae, aula sobre
contaminação por vírus e seminários sobre Ancilostomíase, Leishemaniose,
Malária e Shistossoma mansoni.
 06/06/2019 – Revisão de conteúdo para a avalição: Divisão celular na
mitose, meiose e suas fases.

6
 07/06/2019 – Aula de Microbiologia e Avaliação bimestral: Meios de cultura,
ágar dextrose Sabouraud, digestão enzimática da caseína, digestão
enzimática de tecido animal.
 12/06/2019 – Exercícios de conteúdo.

O conteúdo programático ETIM-2º ano foi divido da seguinte forma:

 A interdependência da vida;
 Matéria e energia: os movimentos dos materiais de da energia na natureza;
 Desorganização dos fluxos da matéria e da energia: a intervenção humana
e outros desiquilíbrios ambientais;
 Problemas ambientais brasileiros e desenvolvimento sustentável;
 Fotossíntese e respiração;
 Taxa da fotossíntese e da respiração para o diagnóstico ambiental;
 Micronutrientes: adequação da composição do solo para cada tipo de
cultura;
 Técnicas utilizadas para determinar o PH do solo;
 O que é saúde e distribuição desigual da saúde pelas populações;
 Agressão à saúde das populações e saúde ambiental;
 Os fundamentos da hereditariedade;
 Genética humana e saúde;
 Aplicações da engenharia genética.

O estágio foi encerrado na Escola Técnica Estadual Cidade


Tiradentes no dia 12/06/2019 com 100 horas/aulas completadas, nas turmas de
Administração, Química, Recursos Humanos e Nutrição.

7
4. CONSIDERAÇÕES FINAIS

O conhecimento da escola e da prática de ensino foi muito


importante para o desenvolvimento quanto ao meu futuro docente, pois nos
deparamos com realidades e contextos diferentes, onde se está disposto a acolher
com qualificação e com tomada de decisão, não deixando que indisciplina dos
alunos assuma o papel de protagonista no processo pedagógico.

O estágio de observação de docência em classe resultou em


uma experiência positiva, a dinâmica das aulas e das provas, assim como a
disciplina dos alunos para com a professora foram situações que me
impressionaram. A estrutura para as aulas, como computadores ligados à internet e
o abandono do giz de cera pela caneta Piloto em quadro branco, também foram
pontos relevantes que não presenciei em outras instituições, contudo vale ressaltar
que a ausência de um livro didático de conteúdo de biologia se faz necessário para
um melhor aproveitamento dos alunos.

Finalmente a vivência desse “mecanismo” da educação,


praticado, observado, permitindo um contato ainda que superficial e curto, mas
proporcionando uma experiência de docência que só acontece em sala de aula,
onde conhecemos nossas próprias limitações e desenvolvemos ferramentas para
superá-las. O ato de aprender também é o ato de ensinar que constata que a
relação aluno-professor é de essencial importância no contexto educacional e de
prática pedagógicas, e trouxe também um retorno gratificante à minha formação
como pessoal e como futura profissional da educação.

8
5. REFERÊNCIAS

BRASIL, LEI N° 11.788, DE 25 DE SETEMBRO DE 2008. Da Definição,


Classificação e Relações de Estágio, Brasília, DF. Disponível em:
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11788.htm. Acesso
em: 08 jun. 2019.

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIO. Orientação de 2ª


Licenciatura e R2. São Paulo, Voltaire Educacional (FCE), 2019.

VASCONCELLOS, Celso dos S. Metodologia Dialética em Sala de Aula.


In: Revista de Educação AEC. Brasília: abril de 1992 (n. 83).

SÃO PAULO. Decreto Nº 54.061, de 26 de fev. de 2009. Cria a Escola


Técnica Estadual de Cidade Tiradentes, no Município de São Paulo. D.O.E,
Poder Executivo, Seção I, São Paulo, 119(38). 27 de fev. de 2009.

LIBÂNEO, J. C.; OLIVEIRA, J. F.; TOSCHI, M. S. Educação Escolar:


Políticas, Estrutura e Organização. 10. ed. São Paulo: Cortez, 2012.

WILLIAM, D. (19 de setembro de 2018). Quais os Cursos da ETEC


Cidade Tiradentes. Acesso em 20 de junho de 2019, disponível em
guiadovestibulinho.com.br: https://guiadovestibulinho.com.br/quais-os-cursos-da-
etec-cidade-tiradentes/

PAULO. G. D. (2014). www.portal.cps.sp.gov.br. Acesso em 08 de jun. de


2019, disponível em Etec Cidade Tiradentes:
http://www.portal.cps.sp.gov.br/etec/escolas/metropolitana-de-sao-paulo/sao-
paulo/etec-cidade-tiradentes.asp.

KRASILCHIK, M. Prática de Ensino de Biologia. 4ª ed. São Paulo:


Editora da USP, 2008.

KLEIMAN, A. Os Estudos do Letramento e a Formação do Professor de


Língua Materna. Linguagem em (Dis)curso, São Paulo. LemD, v. 8, n. 3, p 487-
517, set/dez. 2008.

9
10
ANEXOS

11