Você está na página 1de 16

01 02

Origem da vida

Competência Habilidades
4 15 e 16
WikiImages/Pixabay

C N
BIOLOGIA
Competência 1 – Compreender as ciências naturais e as tecnologias a elas associadas como construções humanas, percebendo seus papéis nos
processos de produção e no desenvolvimento econômico e social da humanidade.
H1 Reconhecer características ou propriedades de fenômenos ondulatórios ou oscilatórios, relacionando-os a seus usos em diferentes contextos.
H2 Associar a solução de problemas de comunicação, transporte, saúde ou outro, com o correspondente desenvolvimento científico e tecnológico.
H3 Confrontar interpretações científicas com interpretações baseadas no senso comum, ao longo do tempo ou em diferentes culturas.
Avaliar propostas de intervenção no ambiente, considerando a qualidade da vida humana ou medidas de conservação, recuperação ou utilização sustentável
H4
da biodiversidade.
Competência 2 – Identificar a presença e aplicar as tecnologias associadas às ciências naturais em diferentes contextos.
H5 Dimensionar circuitos ou dispositivos elétricos de uso cotidiano.
H6 Relacionar informações para compreender manuais de instalação ou utilização de aparelhos, ou sistemas tecnológicos de uso comum.
Selecionar testes de controle, parâmetros ou critérios para a comparação de materiais e produtos, tendo em vista a defesa do consumidor, a saúde do
H7
trabalhador ou a qualidade de vida.
Competência 3 – Associar intervenções que resultam em degradação ou conservação ambiental a processos produtivos e sociais e a instrumen-
tos ou ações científico-tecnológicos.
Identificar etapas em processos de obtenção, transformação, utilização ou reciclagem de recursos naturais, energéticos ou matérias-primas, considerando
H8
processos biológicos, químicos ou físicos neles envolvidos.
Compreender a importância dos ciclos biogeoquímicos ou do fluxo energia para a vida, ou da ação de agentes ou fenômenos que podem causar alterações
H9
nesses processos.
H10 Analisar perturbações ambientais, identificando fontes, transporte e(ou) destino dos poluentes ou prevendo efeitos em sistemas naturais, produtivos ou sociais.
Reconhecer benefícios, limitações e aspectos éticos da biotecnologia, considerando estruturas e processos biológicos envolvidos em produtos biotecnoló-
H11
gicos.
H12 Avaliar impactos em ambientes naturais decorrentes de atividades sociais ou econômicas, considerando interesses contraditórios.
Competência 4 – Compreender interações entre organismos e ambiente, em particular aquelas relacionadas à saúde humana, relacionando
conhecimentos científicos, aspectos culturais e características individuais.
H13 Reconhecer mecanismos de transmissão da vida, prevendo ou explicando a manifestação de características dos seres vivos.
Identificar padrões em fenômenos e processos vitais dos organismos, como manutenção do equilíbrio interno, defesa, relações com o ambiente, sexualidade,
H14
entre outros.
H15 Interpretar modelos e experimentos para explicar fenômenos ou processos biológicos em qualquer nível de organização dos sistemas biológicos.
H16 Compreender o papel da evolução na produção de padrões, processos biológicos ou na organização taxonômica dos seres vivos.
Competência 5 – Entender métodos e procedimentos próprios das ciências naturais e aplicá-los em diferentes contextos.
Relacionar informações apresentadas em diferentes formas de linguagem e representação usadas nas ciências físicas, químicas ou biológicas, como texto
H17
discursivo, gráficos, tabelas, relações matemáticas ou linguagem simbólica.
H18 Relacionar propriedades físicas, químicas ou biológicas de produtos, sistemas ou procedimentos tecnológicos às finalidades a que se destinam.
Avaliar métodos, processos ou procedimentos das ciências naturais que contribuam para diagnosticar ou solucionar problemas de ordem social, econômica
H19
ou ambiental.
Competência 6 – Apropriar-se de conhecimentos da física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-
-tecnológicas.
H20 Caracterizar causas ou efeitos dos movimentos de partículas, substâncias, objetos ou corpos celestes.

H21 Utilizar leis físicas e (ou) químicas para interpretar processos naturais ou tecnológicos inseridos no contexto da termodinâmica e(ou) do eletromagnetismo.

Compreender fenômenos decorrentes da interação entre a radiação e a matéria em suas manifestações em processos naturais ou tecnológicos, ou em suas
H22
implicações biológicas, sociais, econômicas ou ambientais.
Avaliar possibilidades de geração, uso ou transformação de energia em ambientes específicos, considerando implicações éticas, ambientais, sociais e/ou
H23
econômicas.
Competência 7 – Apropriar-se de conhecimentos da química para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-
-tecnológicas.
H24 Utilizar códigos e nomenclatura da química para caracterizar materiais, substâncias ou transformações químicas

Caracterizar materiais ou substâncias, identificando etapas, rendimentos ou implicações biológicas, sociais, econômicas ou ambientais de sua obtenção ou
H25
produção.
Avaliar implicações sociais, ambientais e/ou econômicas na produção ou no consumo de recursos energéticos ou minerais, identificando transformações
H26
químicas ou de energia envolvidas nesses processos.
H27 Avaliar propostas de intervenção no meio ambiente aplicando conhecimentos químicos, observando riscos ou benefícios.
Competência 8 – Apropriar-se de conhecimentos da biologia para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico
tecnológicas.
Associar características adaptativas dos organismos com seu modo de vida ou com seus limites de distribuição em diferentes ambientes, em especial em
H28
ambientes brasileiros.
Interpretar experimentos ou técnicas que utilizam seres vivos, analisando implicações para o ambiente, a saúde, a produção de alimentos, matérias primas
H29
ou produtos industriais.
Avaliar propostas de alcance individual ou coletivo, identificando aquelas que visam à preservação e a implementação da saúde individual, coletiva ou do
H30
ambiente.
E.O. Aprendizagem c) o ser vivo é oriundo da reprodução de outro
ser vivo preexistente.
d) seres vermiformes e microrganismos são
1. (FGV) Na difícil busca pela explicação cien- evolutivamente aparentados.
tífica sobre a origem da vida no planeta Ter- e) vermes e microrganismos são gerados pela
ra, uma das etapas consideradas essenciais é matéria existente nos cadáveres e nos caldos
o surgimento de aglomerados de proteínas, nutritivos, respectivamente.
os coacervados, capazes de isolar um meio
4. (UPE) Em uma gincana de Biologia, você
interno do ambiente externo, permitindo
concorre a uma vaga para representar Per-
que reações bioquímicas ocorressem dentro
nambuco na etapa nacional. O ponto sortea-
dessas estruturas de forma diferenciada do
do foi Origem da vida. Você e seu adversário
meio externo.
receberam cartas de um jogo, relacionadas às
Tal hipótese, envolvendo essa etapa: hipóteses: (1) autotrófica e (2) heterotrófi-
a) contesta o princípio da abiogênese sobre a
ca. Observe as cartas a seguir:
evolução bioquímica de moléculas orgânicas.
b) reforça a ideia comprovada de que todo ser
vivo se origina de outro.
c) considera como espontâneo o processo de
surgimento da vida no planeta.
d) sugere que os primeiros seres vivos se multi-
plicavam como os vírus atuais.
e) questiona a teoria criacionista, assim como
a evolucionista lamarckista.

2. (UPE) O experimento, utilizando-se de fras-


cos de vidro, com o formato de “pescoço de
cisne”, contendo um “caldo nutritivo” e
submetido primeiramente ao isolamento e
posteriormente à exposição ao ar, conforme
figura abaixo, foi usado para se provar a ori-
gem da vida. Vence aquele que inter-relacionar as cartas,
montando uma sequência coerente com uma
dessas duas hipóteses, associando as afirma-
ções das colunas 1 e 2.
Fervura O líquido
permanece estéril coluna 1 coluna 2
I) Autotrófica, pois a carta 3 A) A carta 2 pode ser
traz a definição dos seres au- relacionada às car-
tótrofos, seguida da carta 5 re- tas 4 e 1 associadas,
Quebra do Crescimento
presentando a quimiossíntese, respectivamente, à
Fervura
gargalo microbiano que antecede o processo de fer- fotossíntese e à res-
mentação mostrado na carta 2. piração.
O autor e a teoria por ele provada foram,
respectivamente: II) Autotrófica, pois a carta 5 B) A carta 2 pode ser
a) Charles Darwin e Teoria da Evolução. representa a fotossíntese, que relacionada às car-
b) Francesco Redi e Teoria da Abiogênese. antecede a carta 3 por trazer a tas 4 e 1 associadas,
definição dos seres heterótro- respectivamente, à
c) Aristóteles e Teoria da Geração Espontânea.
fos relacionados aos processos quimiossíntese e à
d) Louis Pasteur e Teoria da Biogênese.
de fermentação e respiração, fermentação.
e) Louis Joblot e Teoria da Seleção Natural.
mostrados na carta 2.

3. Em certos locais, larvas de moscas, criadas III) Heterotrófica, pois as car-


tas 2 e 3 iniciam tratando de
em arroz cozido, são utilizadas como iscas
fermentação e, consequente-
para pesca. Alguns criadores, no entanto, mente, antecedem os processos
acreditam que essas larvas surgem esponta- de fotossíntese e respiração,
neamente do arroz cozido, tal como preco- representados, respectivamen-
nizado pela teoria da geração espontânea. te, nas cartas 5 e 2.
Essa teoria começou a ser refutada pelos
cientistas ainda no século XVII, a partir dos Estão corretas as associações:
estudos de Redi e Pasteur, que mostraram a) I e A.
experimentalmente que: b) I e B.
a) seres vivos podem ser criados em laboratório. c) II e A.
b) a vida se originou no planeta a partir de mi- d) III e A.
crorganismos. e) III e B.

13
5. (UFSJ) O aparecimento de animais vermifor- 7. (UFPB) Nos estudos sobre o surgimento da
mes em carne durante o processo de decompo- vida na Terra, duas hipóteses são postuladas
sição pode ser observado frequentemente. Em acerca das formas pelas quais os organismos
1668, Francesco Redi realizou um experimen- obtinham energia: os primeiros organismos
to para tentar elucidar o fenômeno citado. O eram heterotróficos; e os primeiros organis-
experimento, de forma simplificada, consistiu mos eram autotróficos.
em dois frascos de vidro, onde, em ambos, Redi Com base na forma de obtenção de energia,
colocou pedaços de carne. Um dos frascos foi é correto afirmar que organismos:
fechado com gaze e o outro mantido aberto, a) autotróficos não utilizam oxigênio em suas
conforme a figura a seguir. Depois de vários vias metabólicas.
dias, Redi encontrou os animais vermiformes. b) autotróficos não obtêm energia a partir de
compostos inorgânicos.
gaze c) autotróficos utilizam apenas o catabolismo
para obter energia.
d) heterotróficos utilizam o catabolismo e o
anabolismo para obter energia.
carne
carne e) heterotróficos, na ausência de luz, não utili-
zam o anabolismo para obter energia.
FRASCO A FRASCO B
8. (UESC) A origem das células a partir de com-
Com relação ao experimento, analise as afir- postos químicos espumosos pode ter ocorrido
mativas abaixo. uma vez ou diversas vezes. Em qualquer caso,
I. A gaze no frasco B impede a entrada de as primeiras células em nossa linhagem foram
insetos, mas não impede a entrada de sistemas proteicos autossustentáveis fecha-
micro-organismos. dos por membranas, baseados em RNA e DNA.
II. Os vermes são formas larvais das moscas Em termos de detalhes da estrutura celular do
e por isso só apareceram no frasco A. comportamento metabólico, elas eram muito
III. O frasco A controla experimentalmente o semelhantes a nós. Seus componentes mate-
frasco B. riais estavam em constante intercâmbio com o
IV. Redi não padronizou a quantidade de car- ambiente externo. Elas se desfaziam dos resí-
ne nos frascos. Com isso, o experimento é duos enquanto obtinham alimentos e energia.
inconclusivo. Seus padrões perduravam enquanto elas rea-
V. Toda matéria em estado de decomposição basteciam as entranhas com compostos quí-
produz naturalmente seus vermes. Por micos trazidos do ambiente.
MARGULIS, Lynn. O planeta simbiótico: uma nova
isso, os vermes foram observados nos dois perspectiva da evolução. Rio de Janeiro: Rocco, 2001.
frascos.
VI. Os vermes aparecem nos dois frascos, po- A respeito dos pré-requisitos necessários na
rém aparecem primeiro no frasco A e vá- geração dos primeiros seres vivos no plane-
ta e as suas repercussões na determinação
rios dias depois no frasco B.
do padrão básico celular atual, pode-se afir-
De acordo com essa análise, estão CORRETAS
mar que
apenas as alternativas:
a) uma evolução química na atmosfera primi-
a) II, III e IV.
tiva do planeta Terra permitiu forjar os ele-
b) I, V e VI.
mentos químicos essenciais na constituição
c) I, II e III.
dos primeiros seres vivos.
d) IV, V e VI.
b) a membrana lipoproteica favoreceu o iso-
6. (Unicamp) Considerando-se a composição da lamento do protobionte em relação ao am-
atmosfera primitiva, pode-se afirmar que biente circundante presente nos oceanos
a) o CO2 presente na atmosfera primitiva pode ter primitivos.
c) a presença de uma molécula para a infor-
se originado da degradação aeróbica da glicose.
mação genética capacitou os seres vivos pri-
b) a matéria precursora da vida só poderia ter
mordiais na realização de uma reprodução
se formado se houvesse enzimas para cata- associada à hereditariedade.
lisar as reações entre os gases presentes na d) a obtenção de energia e matéria a partir da
atmosfera primitiva. utilização do seu próprio resíduo foi essen-
c) as substâncias orgânicas formadas a partir cial no estabelecimento desses seres auto-
dos gases presentes na atmosfera primitiva tróficos originais.
deram origem a proteínas e ácidos nucleicos. e) os seres atuais se diferenciam dos proto-
d) os aminoácidos formados na Terra primitiva biontes devido à ausência, nos sistemas vi-
surgiram do aumento da interação de molé- vos primordiais, de um metabolismo celular
culas de ácido nucleico com proteínas. que controlasse as atividades biológicas.

14
9. (UFRGS) A coluna da esquerda, a seguir, 2. (UEL) Analise o esquema a seguir.
apresenta o nome de teorias sobre a evolu-
ção da vida na Terra; a da direita, afirmações
relacionadas a três dessas teorias.
Associe adequadamente a coluna da direita
à da esquerda.

coluna 1 coluna 2
( ) Os primeiros seres vi-
1) Abiogênese vos utilizaram compostos
inorgânicos da crosta ter- Com base no esquema e nos conhecimentos
restre para produzir suas sobre a origem da vida, considere as afirma-
2) Biogênese
substâncias alimentares. tivas a seguir.
I. O esquema representa a origem abiótica
3) Panspermia ( ) A vida na Terra surgiu da vida, em conformidade com a teoria de
a partir de matéria prove- Oparin-Haldane.
niente do espaço cósmico.
4) Evolução química II. Os organismos primitivos – microrganis-
( ) Um ser vivo só se origi- mos – foram precedidos, em nosso plane-
5) Hipótese autotrófica ta, por uma longa evolução dos compostos
na de outro ser vivo.
químicos.
A sequência correta de preenchimento dos III. Os organismos mais complexos portam
parênteses, de cima para baixo, é: em seu DNA muitas informações dos or-
ganismos que lhes antecederam na Terra.
a) 4 – 2 – 1.
IV. As moléculas de proteínas e de ácidos nu-
b) 4 – 3 – 2.
cleicos dos organismos atuais são estru-
c) 1 – 2 – 4.
turalmente distintas daquelas presentes
d) 5 – 1 – 3.
em organismos primitivos.
e) 5 – 3 – 2.
Estão corretas apenas as afirmativas:
a) I e III.
10. (UNIFAL) Do início da vida na Terra, até o b) I e IV.
aparecimento dos seres vivos atuais, aconte- c) II e IV.
ceram vários eventos, como por exemplo: d) I, II e III.
I. formação das primeiras células; e) II, III e IV.
II. formação de moléculas orgânicas comple-
xas; 3. (UEL) Considere as frases a seguir.
III. aparecimento de organismos capazes de A. “Afinal, o que é o homem dentro da natu-
produzir alimentos pela fotossíntese; reza? [...] é-lhe impossível ver o nada de
IV. surgimento dos primeiros organismos ae- onde saiu e o infinito que o envolve.[...]
róbicos. O autor destas maravilhas conhece-as; e
Marque a alternativa que indica a ordem ninguém mais.”
mais aceita, atualmente, para o aconteci- (Blaise Pascal)
mento desses eventos.
B. “A antiga aliança rompeu-se. O homem
a) I - II - IV - III
sabe, finalmente, que está só na imensida-
b) II - III - IV - I
de indiferente do universo, donde emergiu
c) I - IV - III - II
por acaso. Nem o seu destino nem o seu
d) II - I - III - IV
dever estão escritos em parte alguma.”
(Jacques Monod)

E.O. Fixação C. “[...] a vida foi aqui lançada com microrga-


nismos que teriam vindo nalguma forma
de nave espacial enviada por uma civili-
1. O professor, químico e cientista Stanley zação superior.”
Miller ficou famoso, por ter sido o primeiro a (Francis Crick)
demonstrar que moléculas orgânicas neces- Assinale a alternativa que indica, correta-
sárias à vida poderiam ser geradas em la- mente, as frases que expressam, respectiva-
boratório. Miller conseguiu produzir, em seu mente, as posições em defesa de: criacionis-
experimento, as moléculas: mo, panspermia e evolucionismo.
a) polissacarídeos. a) A – B – C
b) triglicerídeos. b) A – C – B
c) de benzeno. c) B – A – C
d) aminoácidos. d) B – C – A
e) DNA e RNA. e) C – A – B

15
4. Sobre o surgimento da vida no planeta, afir- O “avanço verdadeiramente criativo” citado
ma-se que: no texto deve ter ocorrido no período (em
I. O primeiro organismo era heterótrofo e bilhões de anos) compreendido aproximada-
apresentava uma pequena coleção enzi- mente entre:
mática. a) 5,0 e 4,5.
II. Os primeiros seres que surgiram eram autó- b) 4,5 e 3,5.
trofos, porque havia uma grande escassez c) 3,5 e 2,0.
de alimento. d) 2,0 e 1,5.
III. O aparecimento dos primeiros heteró-
trofos levou à formação de coacervados e) 1,0 e 0,5.
nos mares primitivos.
IV. O surgimento de moléculas complexas, 6. (UFRGS) Existem teorias sobre a origem da
como as proteínas, antecede o apareci- vida na Terra que relacionam a constituição
mento dos aminoácidos. química de componentes celulares dos seres
V. Os raios ultravioleta e as descargas elé- vivos da atualidade com evidências geoló-
tricas são fundamentais na formação de gicas. A presença de átomos de hidrogênio,
moléculas orgânicas simples. oxigênio, carbono e nitrogênio nas molécu-
São corretas as afirmações: las dos seres vivos pode estar relacionada
a) I e III. com a abundância, na atmosfera primitiva
b) I e V.
c) II, III e IV. da Terra, das seguintes substâncias:
d) II, IV e V. a) gás nitrogênio, gás oxigênio, gás carbônico
e vapor de água.
5. Na solução aquosa das substâncias orgâni- b) nitrato de potássio, mercúrio, ácido clorídri-
cas pré-bióticas (antes da vida), a catálise co e metano.
produziu a síntese de moléculas complexas c) cloro fluor carbono, nitratos, gás oxigênio e
de toda classe, inclusive proteínas e ácidos cloreto de sódio.
nucleicos. A natureza dos catalisadores pri- d) vapor de água, gás hidrogênio, gás metano e
mitivos que agiam antes não é conhecida. É amônia.
quase certo que as argilas desempenharam e) gás metano, ácido cianídrico, cloro, fluor,
papel importante: cadeias de aminoácidos carbono e vapor de água.
podem ser produzidas no tubo de ensaio me-
diante a presença de certos tipos de argila.
7. (Fatec) Oparin acreditou que a vida na Terra
(...)
Mas o avanço verdadeiramente criativo – que poderia ter surgido a partir de substâncias
pode, na realidade, ter ocorrido apenas uma orgânicas formadas por combinação de mo-
vez – ocorreu quando uma molécula de áci- léculas, como metano, amônia, hidrogênio
do nucleico “aprendeu” a orientar a reunião e vapor de água, presentes na atmosfera
de uma proteína, que, por sua vez, ajudou primitiva de nosso planeta. Depois, teriam
a copiar o próprio ácido nucleico. Em ou- ocorrido a síntese proteica nos mares, a for-
tros termos, um ácido nucleico serviu como mação de coacervados e o surgimento das
modelo para a reunião de uma enzima que primeiras células. Levando-se em conta os
poderia então auxiliar na produção de mais processos de formação e as maneiras de uti-
ácido nucleico. Com este desenvolvimento lização dos gases oxigênio e dióxido de car-
apareceu o primeiro mecanismo potente de bono, a sequência mais provável dos primei-
realização. A vida tinha começado. ros seres vivos na Terra é a de organismos:
Adaptado de: LURIA, S.E. Vida: experiência inacabada. a) heterótrofos anaeróbicos → autótrofos →
Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: EDUSP, 1979.
heterótrofos aeróbicos.
Considere o esquema abaixo: b) heterótrofos anaeróbicos → heterótrofos ae-
Tempo (anos) Eventos importantes róbicos → autótrofos.
Atual Seres humanos c) heterótrofos aeróbicos → autótrofos → he-
0,5 bilhão terótrofos anaeróbicos.
Plantas, répteis, pássaros, peixes
1 bilhão
Respiração aeróbia
d) autótrofos → heterótrofos anaeróbicos →
Consumo de oxigênio nas células heterótrofos aeróbicos.
2 bilhões
Fotossíntese e) autótrofos → heterótrofos aeróbicos → he-
Produção de oxigênio nas células terótrofos anaeróbicos.
3 bilhões
Primeiras células
4 bilhões
Primeiros ácidos nucléicos
Formação da Terra
5 bilhões

Adaptado de: Grupo de Pesquisa em Educação Química USP.


Interações e Transformações da atmosfera: fonte de
materiais extrativos e sintéticos. São Paulo: EDUSP, 1998.
16
8. (Unirio) Em 1936, Alexander Oparin propõe uma nova explicação para a origem da vida. Sua hipó-
tese se resume nos seguintes passos descritos no esquema que se segue.
Pela teoria de Oparin, os primeiros seres surgidos na Terra teriam sido:
Altas 2 3 4
temperatuas,
centelhas e raios Chuvas Moléculas
Substâncias
1 ultravioleta Aminoácidos
albuminoides
mais
complexas
Vapor de água

Primeiras moléculas Aquecimento


Metano Hidrogênio orgânicas no solo

Amônia Sopa
Derivados
primitiva
de fosfato
dos oceanos
Atmosfera
primitiva

7 6 5
Célula
Coacervados Protogenes
primitiva

Estado coloidal Primeiras moléculas


de nucleproteínas
a) heterótrofos e aeróbicos.
b) heterótrofos e anaeróbicos.
c) autótrofos e anaeróbicos.
d) autótrofos e aeróbios.
e) autótrofos e heterótrofos.

9. (Ufsc) Evidências indicam que a Terra tem


aproximadamente 4,5 bilhões de anos de E.O. Complementar
idade. A partir de sua formação até o apa-
recimento de condições propícias ao desen- 1. (UFRGS) A diversificação da vida na Terra é
volvimento de formas vivas, milhões de anos consequência da extremamente longa história
se passaram. Sobre a origem da vida e suas da acumulação de oxigênio livre (O2) na at-
hipóteses, assinale a(s) proposição(ões) mosfera que se iniciou há aproximadamente
CORRETA(S). 3,5 bilhões de anos, quando as primeiras cia-
01) O aparecimento da fotossíntese foi muito nobactérias passaram a utilizar gás carbônico
importante, pois através deste fenômeno (CO2) e luz solar para obtenção de energia. No
alguns seres vivos passaram a ter capaci- gráfico a seguir, os pontos “a”, “b”, “c”, “d”
dade de formar moléculas energéticas. e “e” representam eventos intimamente rela-
02) Segundo a hipótese heterotrófica, os pri- cionados com o aumento da concentração de
meiros seres vivos obtinham energia atra- O2 na atmosfera ao longo do tempo geológico.
vés de processos químicos bem simples
20
Oxigênio livre na

como a respiração aeróbica.


atmosfera (%)

d e
04) As hipóteses heterotrófica e autotrófica 15
foram baseadas em fatos comprovados que
10
levaram à formulação da Lei da Evolução c
Química. 5
08) Os processos químicos nos seres vivos a b
ocorrem dentro de compartimentos isola- 4,5 3,5 2,5 1,5 0,5 0
dos do meio externo, em função da exis- Tempo - em bilhões de anos antes do presente
tência de uma membrana citoplasmática. Adaptado de: DOTT, R.; PROTHERO, D.
16) Em 1953, Stanley L. Miller, simulando as Evolution of the earth. New York: McGraw-Hill, 1994.
prováveis condições ambientais da Terra
no passado, comprovou a possibilidade da Assinale a alternativa em que os eventos cor-
formação de moléculas complexas como respondentes aos cinco pontos identificados
proteínas e glicídios. no gráfico estão ordenados segundo a prová-
32) Há um consenso entre os cientistas quan- vel sequência em que ocorreram:
to à impossibilidade de serem formadas a) respiração celular; fotossíntese; conquista
moléculas orgânicas fora do ambiente ter- do ambiente terrestre; origem da célula eu-
restre. cariótica; formação da camada de ozônio.
64) A capacidade de duplicar moléculas orgâ- b) origem da célula eucariótica; fotossíntese;
nicas foi uma etapa crucial na origem dos respiração celular; conquista do ambiente
seres vivos. terrestre; formação da camada de ozônio.
17
c) formação da camada de ozônio; conquista do mais recentes: os australopitecus quase que to-
ambiente terrestre; origem da célula eucari- talmente eretos, os neandertais, e finaliza-se
ótica; respiração celular; fotossíntese. com o homem moderno. Esta representação é:
d) fotossíntese; formação da camada de ozônio; a) adequada. A evolução do homem deu-se ao
respiração celular; conquista do ambiente longo de uma linha contínua e progressiva.
terrestre; origem da célula eucariótica. Cada uma das espécies fósseis já encontra-
e) fotossíntese; respiração celular; origem da das é o ancestral direto de espécies mais re-
célula eucariótica; formação da camada de centes e modernas.
ozônio; conquista do ambiente terrestre. b) adequada. As espécies representadas na fi-
gura demonstram que os homens são des-
2. (PUC) Recentes descobertas sobre Marte, fei- cendentes das espécies mais antigas e menos
tas pela NASA, sugerem que o Planeta Ver- evoluídas da família: gorila e chimpanzé.
melho pode ter tido vida no passado. Essa c) inadequada. Algumas das espécies represen-
hipótese está baseada em indícios: tadas na figura estão extintas e não deixa-
a) da existência de esporos no subsolo marciano. ram descendentes. A evolução do homem se-
b) da presença de uma grande quantidade de ria melhor representada inserindo-se lacunas
oxigênio em sua atmosfera. entre uma espécie e outra, mantendo-se na
c) de marcas deixadas na areia por seres vivos. figura apenas as espécies ainda existentes.
d) da existência de água líquida no passado. d) inadequada. Algumas das espécies represen-
e) de sinais de rádio oriundos do planeta. tadas na figura podem não ser ancestrais das
espécies seguintes. A evolução do homem
3. (UFPI) A atmosfera da Terra primitiva era com- seria melhor representada como galhos de
posta por gases simples, como vapor de água, um ramo, com cada uma das espécies ocu-
hidrogênio, metano e amônia. Esses gases con- pando a extremidade de cada um dos galhos.
tinham os ingredientes básicos necessários para e) inadequada. As espécies representadas na fi-
a vida. Em cada um dos gráficos a seguir, o eixo gura foram espécies contemporâneas e por-
vertical representa quantidades e o horizontal, o tanto não deveriam ser representadas em fila.
tempo. Supondo que a quantidade de aminoáci- A evolução do homem seria melhor represen-
dos, numa seção do mar primitivo, aumentou ao tada com as espécies colocadas lado a lado.
longo de um determinado tempo, qual dos grá-
ficos a seguir pode representar melhor a quanti-
5. (Vunesp) Considere o processo evolutivo do
dade de amônia no mesmo período de tempo? ser humano e assinale a alternativa que cor-
responde à hipótese, hoje mais aceita, sobre
concentração

a relação entre as mudanças de hábitos ali-


mentares e o tamanho dos dentes no Homo
sapiens.
I II III IV V a) Os dentes menores foram selecionados de
tempo acordo com a mudança alimentar, de herbí-
voro para carnívoro.
a) I b) Não é possível estabelecer nenhuma relação,
b) II pois, ao adquirir a postura ereta, mãos e bra-
c) III ços ficaram livres para lutar, diminuindo a
d) IV importância da mandíbula e dos dentes.
e) V c) O uso do fogo para cozinhar alimentos, tor-
nando-os mais moles, contribuiu para dimi-
nuir o tamanho dos dentes.
4. (FGV) É comum que os livros e meios de co-
municação representem a evolução do Homo d) O uso do fogo não foi importante, pois o ho-
sapiens a partir de uma sucessão progressiva mem conseguiu moldar as formas dos dentes
de espécies, como na figura. de acordo com o consumo de alimentos de
baixa caloria.
e) O uso do fogo foi importante para diminuir
o tamanho dos dentes e facilitar as mordidas
durante as lutas.

Coloca-se na extrema esquerda da figura as es-


pécies mais antigas, indivíduos curvados, com
braços longos e face simiesca. Completa-se a fi-
gura adicionando, sempre à direita, as espécies

18
E.O. Dissertativo
1. Cite duas diferenças entre as ideias sobre a geração espontânea e a hipótese heterotrófica.

2. Comente a importância dos experimentos de Miller, Calvin e Fox para a hipótese heterotrófica.

3. (UFC) Em 1860, Pasteur conseguiu uma vitória para a teoria da biogênese, enfraquecendo a con-
fiança na abiogênese, com uma experiência simples e completa.

Analise o esquema dessa experiência, mostrado a seguir, e descreva sucintamente o objetivo de


cada etapa como também a conclusão da experiência.
§§ Etapa 1: A solução nutritiva é colocada no frasco. Objetivo:
§§ Etapas 2 e 3: O gargalo do frasco é curvado em S ao calor da chama e a solução é fervida forte-
mente durante alguns minutos. Objetivo:
§§ Etapa 4: A solução é resfriada lentamente e permanece estéril muito tempo. Objetivo:
§§ Etapa 5: O gargalo é quebrado. Objetivo:

4. O que é a teoria da evolução química?

5. (PUC-Adaptada) Atenção: Para responder esta questão considere o texto apresentado abaixo.
Cientistas sabem da existência de fontes termais submarinas desde a década de 70. Os sistemas
conhecidos como chaminés negras, ou fumarolas, são os mais comuns. Nessas chaminés, a água
pode atingir temperaturas superiores a 400 oC, devido à proximidade de rochas magmáticas. Com
pH semelhante ao do suco de limão, ela libera sulfetos, ferro, cobre e zinco, à medida que se infiltra
nas rochas vulcânicas abaixo do solo marinho. Quando esse fluido ebuliente e ácido sobe novamente
à superfície, é expelido pelas chaminés na água gelada das profundezas do mar, onde os sulfetos
de metal dissolvidos resfriam rapidamente e precipitam, produzindo uma mistura escura, parecida
com nuvens de fumaça negra. Apesar da agressiva composição química da água ao seu redor, há uma
profusão de animais exóticos, como os gigantescos vermes tubiformes (Riftia), desprovidos de boca
e intestinos. Essas criaturas florescem graças a uma associação simbiótica com bactérias internas,
que consomem o venenoso gás sulfeto de hidrogênio que emana dos orifícios.
(Revista Scientific American Brasil, janeiro de 2010, p. 42)

As fontes termais submarinas constituem um ambiente favorável para o estudo da origem da vida
em nosso planeta.
I. Para alguns pesquisadores, essas condições se assemelham ao ambiente inicial, que foi favorá-
vel à formação e integridade de moléculas orgânicas, e que existiu nos primórdios da evolução
biológica.
II. Para outros pesquisadores, a água rica em gás sulfeto de hidrogênio seria uma fonte de nutrientes
e energia para que os primeiros organismos produzissem seu alimento.
As informações acima estão relacionadas com duas hipóteses distintas sobre a origem da vida.
Quais são elas?

19
6. (UEL-Adaptada) Charles Darwin, além de
postular que os organismos vivos evoluíam E.O. Enem
pela ação da seleção natural, também consi-
derou a possibilidade de as primeiras formas 1. (Enem) As áreas numeradas no gráfico abai-
de vida terem surgido em algum lago tépido xo mostram a composição em volume, apro-
do nosso Planeta. Entretanto, existem outras ximada, dos gases na atmosfera terrestre,
teorias que tentam explicar como e onde a desde sua formação até os dias atuais.
vida surgiu. Uma delas, a panspermia, que 100
sustenta o quê? 90
80
I
7. (UFG-Adaptada) Os raios ultravioleta, pre- 70

composição %
II
sentes na luz solar, são filtrados pelo ozô- 60 IV
nio na estratosfera. A camada de ozônio, 50
formada há cerca de 450 milhões de anos, 40
ocorreu por causa da evolução de quais or- 30
ganismos? Explique. 20
10 V VI
III
0
8. Uma equipe de paleontólogos descobriu um 5 4 3 2 1 0
rastro de dinossauro carnívoro e nadador, tempo (bilhões de anos)
Data
no norte da Espanha. O rastro completo tem atual
comprimento igual a 15 metros e consiste
de vários pares simétricos de duas marcas I. Metano e Hidrogênio
de três arranhões cada uma, conservadas em II. Vapor de água
arenito. O espaço entre duas marcas conse- III. Amônia
cutivas mostra uma pernada de 2,5 metros. O IV. Nitrogênio
rastro difere do de um dinossauro não nada-
V. Gás Carbônico
dor: “são as unhas que penetram no barro –
e não a pisada –, o que demonstra que o ani- VI. Oxigênio
mal estava nadando sobre a água: só tocava o (Adaptado de The Random House Encyclopedias, 3 ed. 1990)
solo com as unhas, não pisava”, afirmam os No que se refere à composição em volume da
paleontólogos. atmosfera terrestre há 2,5 bilhões de anos,
Internet: <www.noticias.uol.com.br> (com adaptações).
pode-se afirmar que o volume de oxigênio, em
Qual dos fragmentos do texto, considerado valores percentuais, era de, aproximadamente:
isoladamente, é variável relevante para se a) 95%.
estimar o tamanho do dinossauro nadador b) 77%.
mencionado? c) 45%.
d) 21%.
9. (Ufersa-Adaptada) Responda esta questão e) 5%.
com base no calendário abaixo, que repre-
senta a história da Terra, desde o seu sur- 2. O efeito estufa não é fenômeno recente e,
muito menos, naturalmente maléfico. Al-
gimento até os dias de hoje, descrita numa
guns dos gases que o provocam funcionam
escala hipotética de 12 meses.
como uma capa protetora que impede a
dispersão total do calor e garante o equi-
líbrio da temperatura na Terra. Cientistas
americanos da Universidade da Virgínia
alegam ter descoberto um dos primeiros
registros da ação humana sobre o efeito
estufa. Há oito mil anos, houve uma súbita
elevação da quantidade de CO2 na atmos-
fera terrestre. Nesse mesmo período, agri-
cultores da Europa e da China já domina-
vam o fogo e haviam domesticado cães e
ovelhas. A atividade humana da época com
Considerando a origem e evolução da nos-
maior impacto sobre a organização social e
sa espécie, nesse calendário, o homem teria
sobre o ambiente foi o começo do plantio
surgido em qual mês?
de trigo, cevada, ervilha e outros vegetais.
Esse plantio passou a exigir áreas de terre-
no livre de sua vegetação original, provi-
denciadas pelos inúmeros grupos humanos
nessas regiões com métodos elementares
de preparo do solo, ainda hoje, usados e

20
condenados, em razão dos problemas am- 4. Pesquisas recentes estimam o seguinte perfil
bientais decorrentes. da concentração de oxigênio (O2) atmosféri-
Aquecimento global e a nova geografia de produção co ao longo da história evolutiva da Terra: no
no Brasil. Disponível em:<http://www.embrapa.
período Carbonífero, entre aproximadamente
br/publicacoes/tecnico/aquecimentoglobal.
pdf&gt. Acesso em: 23 jun. 2009. (adaptado). 350 e 300 milhões de anos, houve uma am-
pla ocorrência de animais gigantes, como, por
Segundo a hipótese levantada pela pesquisa exemplo, insetos voadores de 45 centímetros
sobre as primeiras atividades humanas or- e anfíbios de até 2 metros de comprimento.
ganizadas, o impacto ambiental mencionado No entanto, grande parte da vida na Terra foi
foi decorrente: extinta há cerca de 250 milhões de anos, du-
a) da manipulação de alimentos cujo cozimen- rante o período Permiano. Sabendo-se que o
O2 é um gás extremamente importante para
to e consumo liberavam grandes quantida-
os processos de obtenção de energia em siste-
des de calor e gás carbônico. mas biológicos, conclui-se que:
b) da queima ou da deterioração das árvores
40
derrubadas para o plantio, que contribuíram 30
para a liberação de gás carbônico e poluen- Concentração 20
de O2 (%) 10
tes em proporções significativas. 0
c) do início da domesticação de animais no perí-

0 (hoje)
-600
-500
-400
-300
-200
-100
odo mencionado, a qual contribuiu para uma
forte elevação das emissões de gás metano. Tempo (milhões de anos)

d) da derrubada de árvores para a fabricação de


casas e móveis, que representou o principal a) A concentração de nitrogênio atmosférico se
fator de liberação de gás carbônico na at- manteve constante nos últimos 400 milhões
mosfera naquele período. de anos, possibilitando o surgimento de ani-
e) do incremento na fabricação de cerâmicas mais gigantes.
que, naquele período, contribuiu para a libe- b) A produção de energia dos organismos fo-
ração de material particulado na atmosfera. tossintéticos causou a extinção em massa no
período Permiano por aumentar a concentra-
3. Estima-se que haja, no Acre, 209 espécies de ma- ção de oxigênio atmosférico.
míferos distribuídas conforme a tabela a seguir. c) O surgimento de animais gigantes pode ser
explicado pelo aumento de concentração de
grupos número oxigênio atmosférico, o que possibilitou uma
taxonômicos de espécies
maior absorção de oxigênio por esses animais.
Artiodáctilos 4 d) O aumento da concentração de gás carbôni-
Carnívoros 18 co (CO2) atmosférico no período Carbonífero
Cetáceos 2 causou mutações que permitiram o apareci-
Quirópteros 103 mento de animais gigantes.
e) A redução da concentração de oxigênio at-
Lafomorfos 1
mosférico no período Permiano permitiu
Marsupiais 16
um aumento da biodiversidade terrestre por
Perissodáctilos 1 meio da indução de processos de obtenção
Primatas 20 de energia.
Roedores 33
Sirênios 1
Edentados 10
Total 209
T&C Amazônia, ano 1, n. 3, dez. 2003.

Deseja-se realizar um estudo comparativo


entre três dessas espécies de mamíferos –
um do grupo Cetáceos, outra do grupo Pri-
mata e a terceira do grupo Roedores. O nú-
mero de conjuntos distintos que podem ser
formados com essas espécies para esse estu-
do é igual a:
a) 1.320.
b) 2.090.
c) 5.845.
d) 6.600.
e) 7.245.

21
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO

O assunto na aula de Biologia era a evolução do Homem. Foi apresentada aos alunos uma árvore
filogenética, igual à mostrada na ilustração, que relacionava primatas atuais e seus ancestrais.
I II III
Milhões
de anos 7
Legenda da ilustração: 0
1. Símios do Novo Mundo 1 2 4 5 6
3
2. Símios do Velho Mundo 5
3. Gibão
10
4. Orangotango Australopithecus

5. Gorila 15 Ramapithecus
6. Chimpanzé
7. Homem 20 Dryopithecus
I. Hilobatídeos
II. Pongídeos 30
III. Hominídeos
50 Mamíferos Insetívoros

Árvore filogenética provável dos antropoides.

5. Após observar o material fornecido pelo professor, os alunos emitiram várias opiniões, a saber:
I. os macacos antropoides (orangotango, gorila, chimpanzé e gibão) surgiram na Terra mais ou
menos contemporaneamente ao Homem.
II. alguns homens primitivos, hoje extintos, descendem dos macacos antropoides.
III. na história evolutiva, os homens e os macacos antropoides tiveram um ancestral comum.
IV. não existe relação de parentesco genético entre macacos antropoides e homens.
Analisando a árvore filogenética, você pode concluir que:
a) todas as afirmativas estão corretas.
b) apenas as afirmativas I e III estão corretas.
c) apenas as afirmativas II e IV estão corretas.
d) apenas a afirmativa II está correta.
e) apenas a afirmativa IV está correta.

E.O. UERJ - Exame de Qualificação


1. (UERJ) Durante o processo evolutivo, algumas organelas de células eucariotas se formaram por endos-
simbiose com procariotos. Tais organelas mantiveram o mesmo mecanismo de síntese proteica encon-
trado nesses procariotos.
Considere as seguintes organelas celulares, existentes em eucariotos:
1. mitocôndrias
2. aparelho golgiense
3. lisossomas
4. cloroplastos
5. vesículas secretoras
6. peroxissomas
Nas células das plantas, as organelas que apresentam o mecanismo de síntese proteica igual ao dos
procariotos correspondem às de números:
a) 1 e 4
b) 2 e 3
c) 3 e 6
d) 4 e 5

2. (UERJ) Considere a hipótese de que o ambiente marinho primitivo, sem oxigênio molecular, onde
viveram os primeiros organismos, contivesse moléculas orgânicas produzidas por síntese abiótica.
Admita, ainda, que essas moléculas eram por eles decompostas para obtenção de energia.
O tipo de nutrição e a forma de obtenção de energia desses organismos deveriam ser, respectivamente:
a) homeotrófica – oxidação
b) autotrófica – fotossíntese
c) isotrófica – quimiossíntese
d) heterotrófica – fermentação

22
E.O. UERJ - Exame Discursivo
1. (UERJ) Observe o gráfico a seguir, que apresenta uma relação hipotética entre algumas das prin-
cipais etapas da evolução dos organismos, o esgotamento do íon ferroso e as mudanças na percen-
tagem de O2 na atmosfera.
início da fotossíntese origem das células
níveis de oxigênio com liberação de O2 fotossintéticas primeiras plantas e
na atmosfera (%) eucariontes animais multicelulares
por degradação de água

20
início de rápida
acumulação de O2
(todo o íon ferroso
esgotado)
10

0 1 1 3 5
formação dos
oceanos e primeiros
continentes primeiras vertebrados
formação células primeiras células a respiração aeróbica dias
da Terra vivas fotossintéticas torna-se disseminada atuais

No gráfico o tempo é medido em bilhões de anos.


Explique:
a) por que a liberação de O2 ocorrida através da fotossíntese, há cerca de 3 bilhões de anos, não acarretou,
de imediato, aumento no nível do oxigênio atmosférico.
b) a relação entre o rápido acúmulo de oxigênio atmosférico e a disseminação dos organismos aeróbicos,
de acordo com a Teoria Moderna da Evolução.

2. (UERJ) A procura de formas de vida em nosso sistema solar tem dirigido o interesse de cientistas
para Io, um dos satélites de Júpiter, que é coberto por grandes oceanos congelados. As condições
na superfície são extremamente agressivas, mas supõe-se que, em grandes profundidades, a água
esteja em estado líquido e a atividade vulcânica submarina seja frequente.
Considerando que tais condições são similares às do bioma abissal da Terra, aponte o tipo de bac-
téria que poderia ter se desenvolvido em Io, e indique como esse tipo de bactéria obtém energia
para a síntese de matéria orgânica.

E.O. Objetivas (Unesp, Fuvest, Unicamp e Unifesp)


1. (Fuvest) O gráfico mostra uma estimativa do número de espécies marinhas e dos níveis de oxigê-
nio atmosférico, desde 550 milhões de anos atrás até os dias de hoje.
40 5 Analise as seguintes afirmativas:
I. Houve eventos de extinção que reduziram
milhões de espécies
O2 atmosférico (%)

4
em mais de 50% o número de espécies
3 existentes.
20
2 II. A diminuição na atividade fotossintética
foi a causa das grandes extinções.
1
III. A extinção dos grandes répteis aquáti-
0 cos no final do Cretáceo, há cerca de 65
550 500 450 400 350 300 250 200 150 100 50 0
milhões de anos, foi, percentualmente, o
Milhões de anos antes do presente
maior evento de extinção ocorrido.
O2 atmosférico De acordo com o gráfico, está correto apenas
nº de espécies marinhas
o que se afirma em
a) I.
Baseado em Smith, A. B. 2007. Marine diversity through the
Phanerozoic: problems and prospects. Journ. Goel. Soc. 164:731-745
b) II.
c) III.
d) I e II.
e) II e III.

23
2. (Fuvest) Considere os seguintes eventos evo- d) o impacto do meteorito causou a morte abrupta
lutivos: dos dinossauros, o que disponibilizou imensas
I. Extinção dos dinossauros. quantidades de matéria orgânica para decom-
II. Origem das plantas gimnospermas. posição, alterando a composição da atmosfera
III. Origem da espécie humana. e levando as demais espécies à extinção.
Qual das alternativas indica a ordem temporal e) a extinção das várias espécies de dinossauros
correta em que esses eventos aconteceram? resultou no aumento das populações de outros
a) I → II → III
predadores, o que alterou as relações tróficas,
b) I → III → II
c) II → I → III causando um desequilíbrio no ecossistema e o
d) II → III → I consequente colapso das comunidades.
e) III → I → II
5. (Unesp) Uma vez que não temos evidência
3. (Unicamp) Na antiguidade, alguns cientis- por observação direta de eventos relacio-
tas e pensadores famosos tinham um con- nados à origem da vida, o estudo científico
ceito curioso sobre a origem da vida e em desses fenômenos difere do estudo de mui-
alguns casos existiam até receitas para re- tos outros eventos biológicos. Em relação a
produzir esse processo. Os experimentos de estudos sobre a origem da vida, apresentam-
Pasteur foram importantes para a mudança -se as afirmações seguintes.
dos conceitos e hipóteses alternativas para o I. Uma vez que esses processos ocorreram
surgimento da vida. Evidências sobre a ori- há bilhões de anos, não há possibilidade
gem da vida sugerem que de realização de experimentos, mesmo
a) a composição química da atmosfera influen- em situações simuladas, que possam con-
ciou o surgimento da vida. tribuir para o entendimento desses pro-
b) os coacervados deram origem às moléculas cessos.
orgânicas. II. Os trabalhos desenvolvidos por Oparin
c) a teoria da abiogênese foi provada pelos ex- e Stanley Miller ofereceram pistas para
perimentos de Pasteur. os cientistas na construção de hipóteses
d) o vitalismo é uma das bases da biogênese. plausíveis quanto à origem da vida.
III. As observações de Oparin sobre coacerva-
4. (Unesp) Estudo confirma que meteorito cau- dos ofereceram indícios sobre um proces-
sou extinção dos dinossauros so que constituiu-se, provavelmente, em
Um estudo publicado na revista Science de um dos primeiros passos para a origem
08.02.13 pretende pôr um ponto-final na da vida, qual seja, o isolamento de ma-
discussão sobre qual foi o evento que levou cromoléculas do meio circundante.
à extinção dos dinossauros. Os novos dados Em relação a estas afirmações, podemos in-
obtidos pelos pesquisadores são os mais pre- dicar como corretas:
cisos até agora e mostram que o meteorito a) I, apenas.
atingiu a Terra há 66.038.000 anos, pouco
b) II, apenas.
antes da extinção.
c) I e II, apenas.
(http://veja.abril.com.br. Adaptado.)
d) II e III, apenas.
Um fato ainda pouco divulgado pela mídia é e) I, II e III.
que, nesse mesmo período, cerca de 2/3 das
espécies que viviam na Terra também foram
extintas, configurando um grande evento de
extinção em massa.
E.O. Dissertativas
Dentre os fatores decisivos para essa extin-
ção em massa, é correto inferir que:
(Unesp, Fuvest, Unicamp e Unifesp)
a) os dinossauros ocupavam o topo da cadeia 1. (Unicamp) Com a ausência de oxigênio e
alimentar e com a sua extinção houve um uma atmosfera com característica redutora,
aumento descontrolado das populações das os primeiros seres vivos desenvolveram um
espécies que lhes serviam de presa, causan- metabolismo exclusivamente anaeróbio. A
do um colapso nas relações tróficas. transição para o processo aeróbio aconteceu
b) o sucesso adaptativo dos dinossauros no papel entre 2,7 bilhões e 1,6 bilhão de anos atrás
de predadores levou ao declínio das popula- com o surgimento das primeiras algas azuis,
ções de espécies que lhes serviam de presa, as cianobactérias, capazes de utilizar a água
resultando na redução das fontes de alimento. como doador de elétrons e liberar oxigênio
c) o impacto do meteorito causou a extinção de na atmosfera terrestre.
muitas espécies de produtores, o que contri- Cite um organismo que poderia ter existido
buiu para o declínio das populações de con- há 3 bilhões de anos e uma possível fonte de
sumidores primários, secundários e, assim, energia para a manutenção do metabolismo
sucessivamente, ao longo da cadeia alimentar. desse organismo.

24
2. (Unicamp-Adaptada) “Ouvintes de rádio em
pânico tomam drama de guerra como verda- Gabarito
de”. Com esta manchete, o jornal New York
Times de 10 de novembro de 1938 relatou
o que aconteceu nos Estados Unidos na noi- E.O. Aprendizagem
te anterior, quando foi narrada pela rádio 1. C 2. D 3. C 4. A 5. C
CBS uma história fictícia sobre invasão por
marcianos de uma pequena cidade do Esta- 6. C 7. D 8. C 9. E 10. D
do de Nova Jersey. Marte sempre fascinou os
cientistas porque, mesmo que lá não existam
homenzinhos verdes, esse planeta parece E.O. Fixação
apresentar, entre os do sistema solar, as con- 1. D 2. D 3. B 4. B 5. B
dições mais propícias à vida. Recentemente
foram enviadas sondas espaciais para procu- 6. D 7. A 8. B
rar indícios de vida em Marte.
Comparando com a origem da vida na Terra, 9. 01 + 08 + 64 = 73
indique que condições seriam fundamentais
para o surgimento de vida em Marte.
E.O. Complementar
3. (Unicamp) Em 1953, Miller e Urey real-
1. E 2. D 3. D 4. D 5. C
izaram experimentos simulando as condições
da Terra primitiva: supostamente altas tem-
peraturas e atmosfera composta pelos gases
metano, amônia, hidrogênio e vapor de água,
E.O. Dissertativo
1.
Segundo a ideia da geração espontânea,
sujeita a descargas elétricas intensas. A
seres vivos podem originar-se subitamen-
figura a seguir representa o aparato utilizado te da matéria bruta, a qualquer momento,
por Miller e Urey em seus experimentos. podendo mesmo exibir uma estrutura relati-
vamente complexa. A hipótese heterotrófica,
Eletrodos
Descargas por sua vez, supõe que seres vivos extrema-
Vapor
elétricas mente simples surgiam da evolução lenta de
d’água H2 complexos químicos, nas condições especiais
Área de H2O da Terra primitiva.
condensação CH4 2.
Esses experimentos demonstraram a possi-
Água
NH3 bilidade de formação de matéria orgânica
fervente nas condições da Terra primitiva, antes do
surgimento das primeiras formas de vida.
3.
A etapa 1 tem como objetivo fornecer as con-
Produtos dições para que os microrganismos, presen-
tes no ar, possam se desenvolver. Durante as
etapas 2 e 3, o objetivo é dificultar a entrada
a) Qual a hipóteses testada por Miller e Urey de ar contaminado após a fervura, feita com
neste experimento? o objetivo de esterilizar a solução. A etapa 4
b) Cite um produto obtido que confirmou a permite o resfriamento do frasco e mantém
hipótese. o líquido estéril por um tempo, pois, mes-
c) Como se explica que o O2 tenha surgido pos- mo com a entrada de ar com impurezas, o
teriormente na atmosfera? líquido ainda próximo do ponto de ebulição
impede o desenvolvimento dos organismos
contaminantes. No entanto, quando o líqui-
do encontra-se frio, não há impedimento
para o desenvolvimento dos micro-organis-
mos. Com a quebra do gargalo, na etapa 5,
Pasteur tem como objetivo demonstrar que
o líquido possui a capacidade de manter a
vida, caso fosse introduzido algum microrga-
nismo, mesmo após a fervura do conteúdo.
4.
A teoria da evolução química, também co-
nhecida como teoria da evolução molecular
ou como hipótese da evolução gradual, pro-
posta pelo biólogo Thomas Huxley, e poste-
riormente aprimorada por Oparin e Haldane,
defende a ideia que a vida surgiu a partir
de uma evolução química, na qual compostos
inorgânicos formaram compostos orgânicos
simples, sendo estes formadores de molécu-
las complexas, como lipídeos e proteínas, que

25
se uniram e formaram estruturas capazes de
se duplicar, originando estruturas comple-
E.O. Dissertativas
xas, consideradas os primeiros seres vivos. (Unesp, Fuvest, Unicamp e Unifesp)
5.
A hipótese I se relaciona com a teoria he- 1. Há cerca de 3 bilhões de anos, a Terra pode ter
terotrófica, que defende que os primeiros
sido habitada por micro-organismos unicelu-
organismos eram heterótrofos, dependendo
de fontes externas de alimento. A hipótese lares, procariotos e anaeróbios, isto é, capazes
II relaciona-se à teoria autotrófica, que de- de produzir energia a partir da fermentação de
fende a existência primordial de organismos compostos orgânicos.
quimiossintetizantes, produtores do próprio 2. Para que houvesse vida em Marte, sua atmos-
alimento, a partir da energia obtida por rea- fera deveria ter as condições existentes na
ções químicas inorgânicas. Terra primitiva: gases como a amônia, metano,
6.
A panspermia é a teoria que defende a for- hidrogênio, além do vapor d’água, que em tem-
mação da vida fora do Planeta Terra, sendo peraturas adequadas, reagiriam após a ação de
as moléculas e organismos carregados por descargas elétricas e radiações, formando as-
meteoritos, cometas ou pela poeira cósmica. sim as primeiras moléculas orgânicas.
7.
A formação da camada de ozônio ocorreu em 3.
consequência da produção de oxigênio, du- a) Miller e Urey testaram a hipótese da
rante o processo de fotossíntese, realizado evolução gradual dos sistemas químicos ou
pelos organismos autótrofos.
hipótese heterotrófica, segundo a qual os
8.
O tamanho do dinossauro pode ser estimado
a partir do seguinte trecho do texto: “O es- gases da atmosfera primitiva formariam
paço entre duas marcas consecutivas mostra os compostos orgânicos que originaram as
uma pernada de 2,5 metros”. primeiras formas viventes no planeta Ter-
9.
De acordo com o calendário proposto, o ser ra.
humano teria surgido no mês de dezembro, b) Essa hipótese foi confirmada pela obtenção
pelo fato de ser uma das espécies mais re- de aminoácidos.
centes surgidas no Planeta Terra. c) O surgimento de organismos autótrofos fo-
tossintetizantes, após a ocorrência de mu-
tações, propiciou o aumento do oxigênio
E.O. Enem livre.
1. E 2. B 3. A 4. C 5. B

E.O. UERJ
Exame de Qualificação
1. A 2. D

E.O. UERJ
Exame Discursivo
1.
a) Porque todo O2 produzido nesta época se
combinou com o íon ferroso até o esgota-
mento deste.
b) O acúmulo de O2 representou uma mu-
dança ambiental que favoreceu os orga-
nismos mais adaptados à aerobiose.
2.
Em Io poderiam ter se desenvolvido bacté-
rias quimioautotróficas, que obtêm energia
para a síntese de matéria orgânica a partir
da oxidação de substâncias inorgânicas.

E.O. Objetivas
(Unesp, Fuvest, Unicamp e Unifesp)
1. A 2. C 3. A 4. C 5. D

26