Você está na página 1de 5

DOAÇÃO DE SANGUE

Qualquer pessoa, com idade entre os 16 e os 69 anos de idade, que não apresente
problemas de saúde pode doar sangue, sendo este um ato que pode salvar muitas vidas.
Doar sangue é um processo seguro, que garante o bem estar do doador e é um processo
rápido que demora no máximo 30 minutos. O sangue do doador, pode ser usado de
diferentes formas, dependendo das necessidades de quem o recebe, podendo não só ser
usado o sangue doado, como o seu plasma, as suas plaquetas ou mesmo a hemoglobina,
dependendo das necessidades de quem precisa.
A pessoa que deseja doar sangue deve ir a um dos postos de colheita de sangue, preencher
um formulário com diversas questões sobre sua saúde e hábitos de vida. O formulário
será analisado por um especialista e, se a pessoa estiver apta, poderá então sentar-se em
uma cadeira confortável para que seja feita a doação.
Um enfermeiro irá colocar uma agulha na veia do braço, por onde correrá o sangue para
uma bolsa própria para armazenar o sangue. A doação dura, aproximadamente, meia hora
e é possível pedir licença do trabalho neste dia, sem ter o salário descontado.
Ao findar a doação, será oferecido um lanche reforçado ao doador, para repor suas
energias, pois é normal que o doador sinta-se fraco e tenha tonturas, apesar da quantidade
de sangue retirada não chegar a meio litro e o organismo logo recompor esta perda.
É seguro doar sangue e o doador não pega nenhuma doença, porque segue normas
nacionais e internacionais de segurança do sangue do Ministério da Saúde, da Associação
Americana e do Conselho Europeu de Bancos de Sangue.

QUEM PODE DOAR SANGUE


A doação de sangue dura em média 30 minutos e para ser feita alguns requisitos devem
ser respeitados, como:
 Ter entre 18 e 65 anos, no entanto pessoas a partir dos 16 anos podem doar sangue
contanto que possua autorização dos pais ou responsáveis e preencha os outros requisitos
para doação;
 Pesar mais de 50 Kg;
 Caso tenha feito uma tatuagem, aguardar entre 6 a 12 meses para certificar que não foi
contaminado com nenhum tipo de hepatite e que continua saudável;
 Nunca ter usado drogas ilícitas injetáveis;
 Aguardar um ano após a cura de alguma DST.
Os homens só podem doar sangue uma vez a cada 3 meses e no máximo 4 vezes por ano
e as mulheres a cada 4 meses e no máximo 3 vezes por ano, já que as mulheres perdem
sangue todos os meses por meio da menstruação, demorando mais tempo para repor a
quantidade de sangue retirada.
Antes da doação é importante evitar consumir alimentos gordurosos pelo menos 4 horas
antes da doação, além de evitar ficar em jejum. Por isso, é recomendado que se faça uma
refeição leve antes de doar sangue e após a doação, faça um lanche depois, que
normalmente é fornecido no local da doação. Além disso, é indicado beber bastante
líquidos, não fumar pelo menos 2 horas após a doação e não realizar atividades físicas
muito intensas, pois pode haver risco de desmaio, por exemplo.

QUANDO NÃO POSSO DOAR SANGUE


Apesar dos requisitos básicos para doar sangue, existem algumas doenças ou situações
que impedem a doação de sangue durante um período que pode ir desde as 12 horas até
aos 12 meses, e estas incluem:
SITUAÇÃO QUE IMPEDE A DOAÇÃO TEMPO EM QUE NÃO PODE
DOAR SANGUE
Ingestão de Bebidas alcoólicas 12 horas
Resfriado comum, gripe, diarreia, febre ou 7 dias, após desaparecimento dos
vômitos sintomas
Extração de dentes 7 dias
Parto normal 3 a 6 meses
Parto por cesárea 6 meses
Exames de endoscopia, colonoscopia ou Entre 4 a 6 meses, dependendo do
rinoscopia exame
Gravidez Durante todo o período de gestação
Aborto 6 meses
Amamentação 12 meses após o parto
Realização de tatuagem, colocação de 4 meses
algum piercing ou realização de algum
tratamento de acupuntura ou mesoterapia
Vacinas 1 mês
Situações de risco para doenças sexualmente 12 meses
transmissíveis como múltiplos parceiros
sexuais ou consumo de drogas por exemplo
Tuberculose pulmonar 5 anos
Mudança de parceiro sexual 6 meses
Viagens para fora do país Varia entre 1 e 12 meses -Depende
do país para onde viajou, converse
com o médico ou enfermeiro
Perda de peso por motivos de saúde ou por 3 meses
razões desconhecidas
Herpes labial, genital ou ocular Enquanto tiver sintomas

Além disso, se já usou drogas, fez algum transplante de córnea, tecidos ou órgãos,
realizou algum tratamento com hormônios de crescimento ou alguma cirurgia ou se fez
alguma transfusão de sangue após 1980, também não pode doar sangue, sendo importante
que converse com o seu médico ou enfermeiro sobre isso.
Após os tempos de descanso indicados, é possível voltar a doar sangue, sendo apenas
necessário que se dirija a um posto de doação de sangue na sua cidade. Além disso,
mulheres podem doar sangue a cada 4 meses e homens podem doar de 3 em 3 meses.

COMO SE PREPARAR PARA DOAR SANGUE


Antes de doar sangue, existem alguns cuidados muito importantes que evitam o cansaço
e a fraqueza, como:
 Manter a hidratação: beber bastante água, água de coco, chá ou sucos de fruta, no dia
anterior e no dia em que vai doar sangue;
 Evitar pegar sol: pois pode amentar o risco de desidratação.
 Comer antes de doar sangue: comer antes de dar sangue é muito importante, sendo
importante que tome o café da manhã 1 hora antes de ir dar sangue. Saiba o que pode
comer para ter um café da manhã rico e nutritivo clicando aqui.

O QUE FAZER PARA SE RECUPERAR MAIS RÁPIDO


Depois de doar sangue, é importante que sejam seguidos alguns cuidados para evitar o
mal-estar e o desmaio, devendo por isso:
 Continuar com a hidratação, continuando bebendo muita água, água de coco, chá ou
suco de fruta; Veja que alimentos pode comer para garantir que ingere água em
quantidade suficiente em Como beber 2 litros de água por dia.
 Comer um lanchinho para que não se sinta mal, devendo sempre assegurar que bebe
um suco de fruta, toma um café ou come um sanduíche depois de dar sangue para
recarregar a energia;
 Evitar passar muito tempo no sol, pois depois de doar sangue o risco de insolação ou
desidratação é maior;
 Evitar esforços nas primeiras 12 horas e não praticar exercício físico durante as 24
horas seguintes;
 Se for fumador, esperar no mínimo 2 horas após a doação para poder fumar;
 Evitar consumir bebidas alcoólicas nas 12 horas seguintes.
 Depois de dar sangue, pressionar um algodão no local da picada durante 10 minutos e
manter o curativo feito pelo enfermeiro durante no mínimo 4 horas.
Além disso, quando for doar sangue, é importante que leve um acompanhante para depois
o levar até casa, pois deve evitar dirigir devido ao cansaço excessivo que é normal sentir.

OS TIPOS SANGUÍNEOS E COMO FUNCIONA A DOAÇÃO


Os tipos de sangue são classificados de acordo com a presença ou ausência de aglutininas,
também chamadas de anticorpos ou proteínas no plasma sanguíneo. Assim, o sangue pode
ser classificado em 4 tipos de acordo com o sistema ABO em:
 Sangue A: é um dos tipos mais comuns e contém anticorpos contra o tipo B, também
chamado de anti-B, só podendo receber sangue de pessoas do tipo A ou O;
 Sangue B: é um dos tipos mais raros e contém anticorpos contra o tipo A, também
chamado de anti-A, só podendo receber sangue de pessoas do tipo B ou O;
 Sangue AB: é um dos tipos mais raros e não possui anticorpos contra A ou B, o que
significa que pode receber sangue de todos os tipos sem que haja reação;
 Sangue O: é conhecido como o doador universal e é um dos tipos mais comum, possui
anticorpos anti-A e anti-B, só podendo receber sangue de pessoas do tipo O, caso
contrário pode a aglutinação das hemácias.
As pessoas com sangue do tipo O podem doar sangue para qualquer pessoa mas só
podem receber doações de pessoas com o mesmo tipo de sangue. Por outro lado as
pessoas do tipo AB podem receber sangue de qualquer pessoa mas só podem doar para
pessoas com o mesmo tipo sanguíneo. É importante que a transfusão só seja feita em
pessoas que possuem compatibilidade, caso contrário pode haver reações transfusionais,
o que pode gerar complicações.
De acordo com o tipo sanguíneo, existem diferentes tipos de alimentação que pode ser
mais adequados. Veja como deve ser a dieta para pessoas com sangue A, sangue
B, sangue AB ou sangue O.

O QUE É O FATOR RH
Além da classificação dos tipos sanguíneo de acordo com o sistema ABO, os tipos
sanguíneos também são classificados de acordo com o fator Rh em + e -. O fator Rh
corresponde a um antígeno presente nas hemácias e que também deve ser levado em
consideração no processo de transfusão, caso contrário pode haver graves complicações
relacionados à transfusão sanguínea.
As pessoas que possuem o fator Rh são classificadas como Rh+ e podem receber sangue
de pessoas que são tanto Rh+ quanto Rh-, no entanto só podem doar para outras que
também possuem Rh+. Por outro lado, as pessoas que não possuem o fator Rh são
classificadas como Rh- e podem doar sangue para pessoas que possuem ou não o fator
Rh, no entanto só podem receber de pessoas Rh-.
Tabela de compatibilidade para doação de sangue
A tabela a seguir mostra para quem se pode doar sangue e de quem se pode receber:

PODE DOAR PARA: PODE RECEBER DOAÇÃO


DE:
Sangue AB+ e A+ A+, A-, O+ e O-
tipoA+
Sangue A+, A-, AB+ e AB- A- e O-
tipo A-
Sangue B+ e AB+ B+, B-, O+ e O-
tipo B+
Sangue B+, B-, AB+ e AB- B- e O-
tipo B-
Sangue AB+ A+, B+, O+, AB+, A-, B-, O- e
tipo AB+ AB- (todos)
Sangue AB+ e AB- A-, B-, O- e AB-
tipo AB-
Sangue A+, B+, O+ e AB+ O+ e O-
tipo O+
Sangue A+, B+, O+, AB+, A-, B-, O- e O-
tipo O- AB- (todos)

Referência:
https://www.tuasaude.com/quem-pode-doar-sangue/
ESCOLA ESTADUAL FREI AFONSO MARIA JORDÁ

TRABALHO DE BIOLOGIA

MIRIAN
3º ANO - EJA

DOAÇÃO DE SANGUE

AIMORÉS – MG
2019