Você está na página 1de 16

AS 15 DORES SECRETAS DE JESUS

“Olha Para As Minhas Chagas. São Ferimentos Que Recebi Na Casa De Meus
Amigos.”(Zac 13, 6)

Depois De Ser Preso No Monte Das Oliveiras, Entre O Momento Que Jesus Foi
Apresentado A Anás E Caifás No Final Da Noite, (Mt 26,57ss; Mc 14,53ss; Lc 22,54ss;
Jo 18,13)E O Momento Em Que Foi Levado À Pilatos E Herodes No Início Da Manhã
(Mt 27,1ss; Mc 15,1ss; Lc 22,66ss; Jo 18,28ss), Ele Ficou À Mercê Dos Guardas Do
Templo Dos Judeus (Lc 22, 63-65). Foi Precisamente Durante Este Intervalo, Na
Madrugada, Que Jesus Sofreu As "15 Dores Secretas".

“Quem Poderia Acreditar Nisso Que Ouvimos? (...) Não Tinha Graça Nem Beleza
Para Trair Nossos Olhares, E Seu Aspecto Não Podia Seduzir-nos. Era Desprezado,
Era A Escória Da Humanidade, Homem Das Dores, Experimentado Nos
Sofrimentos; Como Aqueles, Diante Dos Quais Se Cobre O Rosto, Era Amaldiçoado
E Não Fazia-nos Caso Dele. Em Verdade, Ele Tomou Sobre Si Nossas
Enfermidades, E Carregou Os Nossos Sofrimentos: E Nós O Reputávamos Como
Um Castigado, Ferido Por Deus E Humilhado. Mas Ele Foi Castigado Por Nossos
Crimes, E Esmagado Por Nossas Iniquidades; O Castigo Que Nos Salva Pesou
Sobre Ele; Fomos Curados Graças Às Suas Chagas. (...) O Senhor Fazia Recair
Sobre Ele O Castigo Das Faltas De Todos Nós. Foi Maltratado E Resignou-se; Não
Abriu A Boca, Como Um Cordeiro Que Se Conduz Ao Matadouro. (...) Por Um
Iníquo Julgamento Foi Arrebatado. Quem Pensou Em Defender Sua Causa Quando
Foi Suprimido Da Terra Dos Vivos, Morto Pelo Pecado De Meu Povo?”
(Is 53, 1.2b-5.6b-7a.8)

As "15 Dores Secretas De Jesus" Foram Recebidas Por Revelação Mística À Uma
Monja Clarissa, Chamada Irmã Maria Madalena, Que Vivia Em Roma, E Morreu Em
Fama De Santidade.
O Texto Original Em Alemão É Particularmente Assinalado No Seu Final Com As
Palavras: «esta Devoção Foi Confirmada E Recomendada Pelo Sacro Colégio Dos
Cardeais E Pelo Papa Clemente Xii (+1.470)».

Atendendo A Um Pedido Desta Humilde Religiosa, Que Desejava Conhecer, Por


Amor, As Torturas Que Jesus Sofreu Durante A Madrugada Na Prisão, E Que Eram
Ainda Desconhecidas, Ele Apareceu A Ela Revelando Que Fora Tratado Assim:
01. Amarraram Os Meus Pés Com Uma Corda E Arrastaram-me, Por Uma Escada
Abaixo, Para Uma Prisão Fedorenta E Imunda.
(Pai-nosso, Ave-maria e Glória)

02. Despojaram-me Das Minhas Vestes E Cobriram O Meu Corpo De Chagas Com
Pontas De Ferro.
(Pai-nosso, Ave-maria e Glória)
03. Ataram Uma Corda Em Volta Do Meu Corpo E Arrastaram-me Pelo Chão, De
Uma Ponta A Outra Da Prisão.
(Pai-nosso, Ave-maria e Glória)

04. Ligaram-me A Uma Trave De Madeira E Nela Me Deixaram Suspenso, Até Que
Escorregasse E Caísse Por Terra. Esse Sofrimento Fez Jorrar Dos Meus Olhos
Lágrimas De Sangue.
(Pai-nosso, Ave-maria e Glória)
05. Fixaram-me A Uma Estaca E Martirizaram-me Com Todas As Espécies De
Armas, Varando-me O Corpo, Atirando-me Pedras E Queimando-me Com Brasas E
Archotes.
(Pai-nosso, Ave-maria e Glória)

06. Atravessaram-me Com Sovelas E Agulhas, Arrancando, Em Vários Lugares, A


Pele E A Carne De Meu Corpo E Das Minhas Veias.
(Pai-nosso, Ave-maria e Glória)
07. Amarraram-me A Uma Coluna E Colocaram Meus Pés Sobre Uma Chapa
Metálica Incandescente.
(Pai-nosso, Ave-maria e Glória)

08. Coroaram-me Com Uma Coroa De Ferro E Vedaram Os Meus Olhos Com Trapos
Repugnantes.
(Pai-nosso, Ave-maria e Glória)
09. Assentaram-me Sobre Uma Cadeira Cheia De Pregos Aguçados Que Abriram
Profundos Buracos Em Meu Corpo.
(Pai-nosso, Ave-maria e Glória)

10. Aspergiram Minhas Chagas Com Resina E Chumbo Fundido E Lançaram-me Da


Cadeira Abaixo.
(Pai-nosso, Ave-maria e Glória)
11. Para Vergonha Minha E Meu Suplício Cravaram Agulhas E Pregos Nos Furos Da
Minha Barba, Já Violentamente Arrancada.
(Pai-nosso, Ave-maria e Glória)

12. Atiraram-me Sobre Uma Cruz, À Qual Me Amarraram Com Um Corda, De Pés E
Mãos, Com Uma Tal Força E Dureza, Que Estive A Ponto De Ser Asfixiado.
(Pai-nosso, Ave-maria e Glória)
13. Espinharam-me A Cabeça. Um Deles Pôs O Pé Sobre O Meu Peito E Atravessou-
me A Língua Com Um Espinho Desta Coroa.
(Pai-nosso, Ave-maria e Glória)

14. Colocaram As Mais Horríveis Imundícies Em Minha Boca.


(Pai-nosso, Ave-maria e Glória)
15. Fizeram Recair Sobre Mim Uma Torrente De Injúrias Infames, Ligaram-me As
Mãos Atrás Das Costas E Conduziram-me Para Fora Da Prisão, Batendo-me E
Vergastando-me Vezes Sem Conta.
(Pai-nosso, Ave-maria e Glória)

“Minha Querida Filha! Peço-te Que Faças Conhecidas De Muitas Almas Estas
Minhas Angústias E Dores Secretas, A Fim De Que Sejam Meditadas E Honradas.
No Dia Do Juízo Final Eu Darei Uma Eternidade Para Aqueles Que, Por Amor E
Com Reconhecimento, Me Tenham Oferecido Todos Os Dias Os Merecimentos De
Meus Sofrimentos Secretos”

Jesus Ainda Pediu Para Que Se Rezasse Esta Oração De Louvor E Reparação:

Oração de Louvor e Reparação

Meu Senhor E Meu Deus! É Minha Vontade Irrevogável Honrar-vos E Adorar-vos


Por Todas As Vossas Dores Secretas E Pelo Derramamento Do Vosso Sangue.
Quantos Grãos De Areia Haja No Mar, Grãos De Terra Nos Campos, Rebentos De
Erva Em Toda A Terra, Frutos Nas Árvores, Folhas Nos Ramos, Flores Nos Campos,
Estrelas No Firmamento, Anjos No Céus E Criaturas Sobre A Terra, Tantas Milhares
De Vezes Sejam Adorados E Glorificados O Senhor Jesus Cristo, O Seu Santíssimo
Coração, O Seu Preciosíssimo Sangue, O Sacrifício Divino Da Santa Missa E O
Santíssimo Sacramento Do Altar. Sejam Louvados E Glorificados A Santíssima
Virgem Maria Os Noves Coros Gloriosos Dos Santos Anjos E A Multidão Dos Santos,
Por Mim E Por Todos Os Homens, Agora E Por Toda A Eternidade. Tantas Vezes Eu
Desejo, Meu Bem Amado Jesus, Agradecer-vos, Servir-vos, Agradar-vos, Reparar
Todos Os Ultrajes Que Vos São Feitos, E Pertencer-vos De Corpo E Alma. Quero,
Muitas Vezes, Arrepender-me Dos Meus Pecados E Pedir-vos, Ó Meu Deus, Perdão E
Misericórdia. Quero Também Oferecer A Deus Pai Os Vossos Méritos Infinitos, Em
Reparação Das Minhas Faltas, Dos Meus Pecados E Pelos Meus Tão Merecidos
Castigos. Estou Firmemente Decidido A Mudar De Vida E Peço-vos Que, A Hora Da
Minha Morte, Me Sinta Feliz E Em Paz. Quero Também Rezar Pela Libertação Das
Pobres Almas Do Purgatório. Desejo Renovar Fielmente Este Louvor De Reparação E
Amor, Em Cada Hora Do Dia E Da Noite, Até Ao Último Instante Da Minha Vida.
Peço-vos, Meu Bom E Amabilíssimo Jesus, Que Confirmeis No Céus Este Meu
Sincero Desejo. Não Consintais, Jesus, Que Ele Seja Destruído Pelos Homens, E
Muito Menos Ainda Pelo Espírito Maligno. Amen.

(Pai-nosso, Ave-maria, Glória)

Desagravo e Consagração ao Coração de Jesus

Oh! Coração Clementíssimo De Jesus, Pelo Qual Prometeu O Eterno Pai Que Ouviria
Sempre Nossas Orações: Eu Me Uno Convosco Para Oferecer A Vosso Eterno Pai
Este Meu Pobre E Mesquinho Coração, Contrito E Humilhado Em Seu Divino
Acatamento, E Desejoso De Reparar Completamente As Ofensas, Em Especial As
Que Vós Recebeis Continuamente Na Eucaristia, E Principalmente As Que Eu, Por
Minha Desgraça, Também Tenho Cometido.
Quisera, Divino Coração, Lavar Com Lágrimas E Apagar Com Sangue De Minhas
Veias As Ingratidões Com Que Todos Temos Pagado Vosso Terno Amor.
Junto Minha Dor, Ainda Que Tão Leve, Com Aquela Angústia Mortal Que Vos Fez No
Horto Suar Sangue À Vista De Nossos Pecados.
Oferecendo Meu Coração, Senhor, A Vosso Eterno Pai, Unido Com Vosso
Amabilíssimo Coração.
Dando-lhe Infinitas Graças Pelos Grandes Benefícios Que Nos Faz Continuamente, E
Complete Com Vosso Amor Essa Nossa Ingratidão E Esquecimento.
Concedei-me A Graça De Apresentar-me Sempre Com Grande Veneração Ante O
Acatamento De Vossa Divina Majestade, Para Ressarcir De Algum Modo As
Irreverências E Ultrajes Que Em Vossa Presença Me Atrevi A Cometer, E Que De
Hoje Em Diante Me Ocupe Com Todo Meu Empenho Em Atrair Com Palavras E
Exemplos Muitas Almas Para Que Vos Conheçam E Tenham As Delícias De Vosso
Coração.
Desde Este Momento Me Ofereço E Dedico Todo A Dilatar A Glória Deste
Sacratíssimo E Dulcíssimo Coração.
Vos Elejo Por Objeto Santo De Todos Os Meus Afetos E Desejos, E Desde Agora Para
Sempre Constituo Nele Minha Perpétua Morada, Reconhecendo-lhe, Adorando-lhe E
Amando-lhe Com Todas As Minhas Forças, O Coração De Meu Amabilíssimo Jesus,
De Meu Rei E Soberano Dono, Esposo De Minha Alma, Pastor E Mestre, Verdadeiro
Amigo, Amoroso Pai, Guia Seguro, Firmíssimo Amparo E Bem-aventurança. Amém

STABAT MATER DOLOROSA para contigo chorar:

De pé, a mãe dolorosa Faze arder meu coração


junto da cruz, lacrimosa, do Cristo Deus na paixão
via o filho que pendia. para que o possa agradar.

Na sua alma agoniada Ó Santa Mãe dá-me isto,


enterrou-se a dura espada trazer as chagas de Cristo
de uma antiga profecia gravadas no coração:

Oh! Quão triste e quão aflita Do teu filho que por mim
entre todas, Mãe bendita, entrega-se a morte assim,
que só tinha aquele Filho. divide as penas comigo.

Quanta angústia não sentia, Oh! Dá-me enquanto viver


Mãe piedosa quando via com Cristo compadecer
as penas do Filho seu! chorando sempre contigo.

Quem não chora vendo isso: Junto à cruz eu quero estar


contemplando a Mãe de Cristo quero o meu pranto juntar
num suplício tão enorme? Às lágrimas que derramas.

Quem haverá que resista Virgem, que às virgens aclara,


se a Mãe assim se contrista não sejas comigo avara
padecendo com seu Filho? dá-me contigo chorar.

Por culpa de sua gente Traga em mim do Cristo a morte,


Vira Jesus inocente da Paixão seja consorte,
Ao flagelo submetido: suas chagas celebrando.

Vê agora o seu amado Por elas seja eu rasgado,


pelo Pai abandonado, pela cruz inebriado,
entregando seu espírito. pelo sangue de teu Filho!

Faze, ó Mãe, fonte de amor No Julgamento consegue


que eu sinta o espinho da dor que às chamas não seja entregue
quem por ti é defendido. Eia, Mater, fons amoris
me sentire vim doloris
Quando do mundo eu partir fac, ut tecum lugeam.
dai-me ó Cristo conseguir,
por vossa Mãe a vitória. Fac, ut ardeat cor meum
in amando Christum Deum
Quando meu corpo morrer ut sibi complaceam.
possa a alma merecer
do Reino Celeste, a glória. Amém. Sancta Mater, istud agas,
crucifixi fige plagas
Em Latim cordi meo valide.

Stabat mater dolorosa Tui Nati vulnerati,


juxta Crucem lacrimosa, tam dignati pro me pati,
dum pendebat Filius. poenas mecum divide.

Cuius animam gementem, Fac me tecum pie flere,


contristatam et dolentem crucifixo condolere,
pertransivit gladius. donec ego vixero.

O quam tristis et afflicta Juxta Crucem tecum stare,


fuit illa benedicta, et me tibi sociare
mater Unigeniti! in planctu desidero.

Quae moerebat et dolebat, Virgo virginum praeclara,


pia Mater, dum videbat mihi iam non sis amara,
nati poenas inclyti. fac me tecum plangere.

Quis est homo qui non fleret, Fac, ut portem Christi mortem,
matrem Christi si videret passionis fac consortem,
in tanto supplicio? et plagas recolere.

Quis non posset contristari Fac me plagis vulnerari,


Christi Matrem contemplari fac me Cruce inebriari,
dolentem cum Filio? et cruore Filii.

Pro peccatis suae gentis Flammis ne urar succensus,


vidit Iesum in tormentis, per te, Virgo, sim defensus
et flagellis subditum. in die iudicii.

Vidit suum dulcem Natum Christe, cum sit hinc exire,


moriendo desolatum, da per Matrem me venire
dum emisit spiritum. ad palmam victoriae.
Quando corpus morietur,
fac, ut animae donetur
paradisi gloria. Amen

***
ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DAS derramado na cruz para a nossa
DORES salvação. Vós que sofrestes por todas
as criaturas, vede o meu sofrimento,
Virgem Santíssima, Mãe de Nosso
Nossa Senhora das Dores, e trazei-me
Senhor e mãe nossa, que tanta tristeza
alívio nesta aflição. Concedei-me a
sentiste e tanto sofrimento tiveste pela
graça de (repetir o pedido). Em meu
vida e morte de Teu Filho Jesus, volvei
socorro vinde, ó minha protetora. Em
sobre mim os teus olhos amorosos e
meu auxílio vinde, Rainha dos Anjos.
tende compaixão sobre os meus
Em minha defesa acorrei, Esposa de
pecados. Nossa Senhora das Dores,
Deus. Nossa Senhora das Dores, Sete
rogai por nós. Nossa Senhora das
Espadas transpassaram o vosso
Dores, tende piedade de nós. Ámen.
Coração. Sete Dores mortificaram o
ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DAS vosso corpo, virgem e santo. Sete vezes
DORES PARA CONSEGUIR UMA vos peço, Nossa Senhora das Dores, a
GRAÇA ESPECIAL graça, de (mencionar o pedido). Assim
seja.

Maria Santíssima, Virgem Mãe de ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DAS


Nosso Senhor Jesus Cristo, venho DORES
ajoelhar-me perante vós arrependido (Oração De Santo Afonso Maria De
dos meus muitos pecados, Ligório)
implorando-vos que intercedais, junto
"Ó Mãe das Dores, Rainha dos
ao vosso Divino Filho, pelo perdão das
mártires, que tanto chorastes vosso
minhas grandes faltas. Senhora das
Filho morto para me salvar, alcançai-
Dores, que tivestes o vosso puro
me uma verdadeira contrição dos
coração trespassado por Sete Espadas,
meus pecados e uma sincera mudança
consolação dos aflitos, protetora dos
de vida, com uma incessante e terna
fracos e oprimidos, acorrei em meu
compaixão pelos sofrimentos de Jesus
auxílio nesta aflição. Compadecei-vos
e pelos vossos. Enfim, ó minha Mãe,
de mim, Senhora. Considerai o meu
pela dor que experimentastes quando
sofrimento. Suplicante, peço-vos a
o vosso divino Filho, no meio de tantos
graça de (dizer o pedido) pelo sangue
tormentos, inclinando a cabeça,
de Nosso Amantíssimo Jesus,
expirou a vossa vista sobre a cruz, eu Mãe aflita,
vos suplico que me alcanceis uma boa Mãe desamparada,
Mãe desolada,
morte. Por piedade, ó Advogada dos
Mãe privada do filho,
pecadores, não deixeis de amparar a Mãe trespassada pela espada,
minha alma na aflição e no combate da Mãe nas dores imersa,
terrível passagem desta vida para a Mãe cheia de angústias,
eternidade. E como é possível que Mãe com o coração à cruz cravado,
Mãe tristíssima,
nesse momento a palavra e a voz me
Fonte de lágrimas,
faltem para pronunciar o vosso nome e Cúmulo de sofrimentos,
o de Jesus, nomes que são toda a Espelho de paciência,
minha esperança, rogo-vos desde já a Rocha de constância,
vosso Divino Filho e a Vós, que me Âncora de confiança,
Refúgio dos abandonados,
socorrais nesta hora extrema, e assim
Defesa dos oprimidos,
direi: JESUS e MARIA, entrego-vos a Refúgio dos incrédulos,
minha alma." Alívio dos míseros,
Cura dos languentes,
LADAINHA A NOSSA SENHORA DAS Força dos débeis,
DORES Porto dos náufragos,
Quieta nas tempestades,
Senhor, tende piedade de nós Recurso dos necessitados,
Jesus Cristo, tende piedade de nós Terror dos demónios,
Senhor, tende piedade de nós
Jesus Cristo, ouvi-nos
Jesus Cristo, atendei-nos
Deus, Pai dos céus, tende piedade de
nós
Deus, Filho Redentor do mundo, tende
piedade de nós
Deus, Espírito Santo, tende piedade de
nós
Santíssima Trindade que sois um só
Deus, tende piedade de nós

Santa Maria, rogai por nós


Santa mãe de Deus,
Santa Virgem das Virgens,
Mãe do Crucificado,
Mãe dolorosa,
Mãe lacrimosa,
Tesouro dos fiéis,
Luz dos profetas,
Guia dos apóstolos,
Coroa dos mártires,
Baluarte dos
confessores,
Pérola das virgens,
Consolação das
viúvas,
Mãe dos órfãos,
Letícia de todos os
santos.

Cordeiro de Deus
que tirais os pecados
do mundo, perdoai-
nos, Jesus.
Cordeiro de Deus
que tirais os pecados
do mundo, ouvi-nos,
Jesus.
Cordeiro de Deus
que tirais os pecados
do mundo, tende
piedade de nós,
Jesus.

Rogai por nós, ó


Virgem
Dolorosíssima.
para que sejamos
dignos das promessas de Cristo.

Oração
À vossa eficaz proteção recorremos,
ó Virgem Dolorosíssima e bendita;
livrai-nos de todos os perigos
e salvai-nos pelos merecimentos de
vosso Filho Jesus Cristo,
Redentor nosso, triunfador do poder
das trevas.
Assim seja.

Você também pode gostar