Você está na página 1de 12

Engenharia, Pesquisa, Desenvolvimento e Ensino

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DE 
BAIXA TENSÃO

Condomínio Santa Tecla

Bagé ­RS

21 de Maio de 2015

INSTITUTO AUSTER
www.institutoauster.com.br
contato@institutoauster.com.br
Sumário
1. OBJETIVO. 3

2. NORMAS APLICÁVEIS. 3

3. GENERALIDADES. 3

4. METODOLOGIA. 3

5. LOCAL DA VISTORIA 4

6. MEDIÇÕES DAS GRANDEZAS ELÉTRICAS. 4

7. LOCAIS AUDITADOS E SITUAÇÃO ENCONTRADA. 6

8. RECOMENDAÇÕES 9

9. CONSIDERAÇÕES. 9

10. DIRETRIZES GERAIS. 9

11. CONCLUSÃO. 10

INSTITUTO AUSTER
www.institutoauster.com.br
contato@institutoauster.com.br
2
1. OBJETIVO.
Elaboração de Laudo Técnico de Avaliação apresentando a situação atual na qual se 
encontra  as  instalações  elétricas  de  baixa  tensão  do  Condomínio  Santa  Tecla,  medição  das 
grandezas elétricas e detecção de problemas nos quadros de distribuição de energia elétrica e, 
apontando  soluções  técnicas  para  os  problemas  elétricos  encontrado,  aferindo  sua 
conformidade com as normas técnicas aplicáveis.

O Condomínio Santa Tecla está situado a Avenida Santa Tecla, nº. 1025, Bagé, Estado 
do Rio Grande do Sul.

2. NORMAS APLICÁVEIS.
Norma  Técnica  Brasileira  NBR­5410  (Instalações  elétricas  em  baixa  tensão)  e  NR  – 
10 (Segurança em instalações e segurança em eletricidade).

3. GENERALIDADES.
Condomínio Santa Tecla é composto 06 (seis) apartamentos:

Sendo  atendido  pela  concessionária  local  CEEE  em  220  Volts,  tendo  à  entrada  de 
força monofásico.

A entrada de força está localizada na frente do prédio junto ao portão do pátio, com 
frente para a Avenida Santa Tecla.

4. METODOLOGIA.
O procedimento utilizado na elaboração deste Laudo Técnico foi o de registrar através 
de  imagens  todos  os  componentes  do  sistema,  bem  como  efetuar  medições  de  grandezas 
elétricas.  No  ato  da  vistoria,  foram  registrados  numa  planilha  todos  os  detalhes  observados 
pelos  Engenheiros,  identificando  e  qualificando  todos  os  componentes  e  apontando  as 
necessidades de correção das inconformidades apuradas.

O  Laudo  Técnico  foi  elaborado  identificando  cada  componente  através  de  imagem  e 
comentando as inconformidades segundo as Normas Técnicas aplicáveis.

INSTITUTO AUSTER
www.institutoauster.com.br
contato@institutoauster.com.br
3
5. LOCAL DA VISTORIA
O presente trabalho foi realizado através de vistoria nas instalações elétricas de baixa tensão, 
conforme visualizados nas fotos abaixo:

Fachada do prédio

Ponto de entrega

Ponto de entrada

INSTITUTO AUSTER
www.institutoauster.com.br
contato@institutoauster.com.br
4
Quadro de distribuição principal

6. MEDIÇÕES DAS GRANDEZAS ELÉTRICAS.
Foram feitas medições de tensão nos quadros de distribuição, tomadas e nos quadros 
gerais, conforme visualizado nas fotos abaixo.

Tensão  medida  nos  painéisgeralde  energia 


elétrica (fase + neutro).
Tensão (média) = 215 V

Corrente  medida  nos  painéisgeralde  energia 


elétrica.
Corrente (média) = 1,23 A

INSTITUTO AUSTER
www.institutoauster.com.br
contato@institutoauster.com.br
5
Tensão  medida  nas  tomadas  de  energia 
elétrica (fase + neutro).
Tensão (média) = 214 V

As medições de tensões encontram­se dentro dos padrões mínimos exigidos, conforme 
visualizados nas fotos apresentadas.

As tomadas são 03 pinos (F+N+T) e os cabos identificados nas cores:

Cor preta = FASE

Cor azul = NEUTRO

Cor verde = TERRA

Conforme visualizado nas fotos abaixo.

Identificação das cores dos cabos de energia.

INSTITUTO AUSTER
www.institutoauster.com.br
contato@institutoauster.com.br
6
Identificação das tomadas 3 pinos (F+T+N).

Inspeção visual das Luminárias.

As  condições  gerais  das  luminárias  encontram­se  adequadas  e  dentro  dos  padrões 
mínimos exigidos, conforme visualizados nas fotos apresentadas.

7. LOCAIS AUDITADOS E SITUAÇÃO ENCONTRADA.

PAINEL PRINCIPAL

IRREGULARIDADES LEVANTADAS E RECOMENDAÇÕES
NORMA APLICÁVEL.
Falta identificação e diagrama Instalação de placa de identificação.
INSTITUTO AUSTER
www.institutoauster.com.br
contato@institutoauster.com.br
7
Cabos identificados com cores fora do  Instalação de diagrama.
padrão Padronização das cores:
NBR­5410 FASE= Qualquer cor com exceção de Azul e 
NR­10. verde
Azul = Neutro
Verde = Terra

ALIMENTAÇÃO DAS LUZES DE SINALIZAÇÃO DA SAÍDA DO PÁTIO

IRREGULARIDADES LEVANTADAS E RECOMENDAÇÕES
NORMA APLICÁVEL.
Fios diretos na alvenaria sem devidoaproteção  Troca de fios com isolamento e proteção para 
mecânica. alvenaria e cores padronizadas.
Cabos fora do padrão de cores FASE= Qualquer cor com exceção de Azul e 
NBR­5410 Verde
NR­10. Azul = Neutro
Verde = Terra

ESCADA

IRREGULARIDADES LEVANTADAS E RECOMENDAÇÕES
NORMA APLICÁVEL.
Fios em canaletas  Instalação dos fios dentro da eletrocalha
NBR­5410
NR­10.

PÁTIO
INSTITUTO AUSTER
www.institutoauster.com.br
contato@institutoauster.com.br
8
IRREGULARIDADES LEVANTADAS E RECOMENDAÇÕES
NORMA APLICÁVEL.
Fiação exposta sem isolamento Isolamento dos fios.
NBR­5410
NR­10.

ILUMINAÇÃO

IRREGULARIDADES LEVANTADAS E RECOMENDAÇÕES
NORMA APLICÁVEL.
Fiação fora de padrão Padronização das cores:
NBR­5410 Azul = Neutro
NR­10. Verde = Terra.
Qualquer cor com exceção de Azul e Verde=Fase

TELHADO

INSTITUTO AUSTER
www.institutoauster.com.br
contato@institutoauster.com.br
9
IRREGULARIDADES LEVANTADAS E RECOMENDAÇÕES
NORMA APLICÁVEL.
Eletroduto quebrado Instalação de novo eletroduto
Fiação exposta Isolamento de fiação
Falta de isolamento Padronização das cores:
Fiação fora de padrão Azul = Neutro
NBR­5410 Verde = Terra.
NR­10.

8. RECOMENDAÇÕES
A documentação e a identificação local dos disjuntores do quadro de distribuição de energia 
deverão ser atualizadas. Todos os disjuntores de um quadro devem ser identificados de forma que a 
correspondência  entre  disjuntor  e  respectivo  circuito  possa  ser  prontamente  reconhecida.  Essa 
identificação deve ser legível, indelével, posicionada de forma a evitar qualquer risco de confusão.

INSTITUTO AUSTER
www.institutoauster.com.br
contato@institutoauster.com.br
10
O  painel  deve  possuir  fixado  em  seu  interior,  diagrama  unifilar  de  comando,  proteção  e 
seccionamento,  onde  em  eventuais  emergências  e  ou  manutenções,  possa  ter  informações  rápidas  a 
respeito da construção e funcionamento deste.

Os cabos devem seguis as cores normatizadas de azul para neutro, verde para aterramento e 
qualquer cor com a exceção de azul e verde para o fase. Cabos em contado com a alvenaria devem ser 
trocados  por  fios  com  isolamento  e  proteção  para  alvenaria  ou  estar  dentro  de  encalhamento  ou 
eletroduto.

A  fiação  elétrica  de  alimentação  da  empresa  de  TV  a  Cabo  (NET)  apresta  inadequação 
referente  a  NBR  5410,  pois  os  fios  não  são  adequados  para  instalações  elétricas.  Apresentando  um 
risco de acidente, pois os cabos são similares aos utilizados em telefonia.

9. CONSIDERAÇÕES.
A  instalação  elétrica  principal  dos  apartamentos  superiores  esta  exposta  na  caixa  de 
disjuntores dos apartamentos no nível inferior.

O  cabeamento  elétrico  apresenta  bitola  compatível  com  a  carga  instalado  no  condomínio 
monofásico  de  220V.    Sendo  necessária  somente  a  troca  da  fiação  de  alimentação  da  TV  a  Cabo 
(NET) por inconformidade com a NBR 5410.

A instalação elétrica não apresenta risco, desde que seja manuseada por pessoa qualificada, e 
suas alterações sejam acompanhadas por pessoa habilitada.

10. DIRETRIZES GERAIS.

Adequação das instalações existentes, de acordo com item 8 recomendações.

11. CONCLUSÃO.

INSTITUTO AUSTER
www.institutoauster.com.br
contato@institutoauster.com.br
11
O  presente  Laudo  Técnico  apresentou  a  análise  das  instalações  elétricas  indicando  as 
inconformidades e sugerindo recomendações para que sejam implementadas, a fim de fazer com que o 
sistema elétricodo Condomínio Santa Tecla funcione perfeitamente sem apresentar riscos.

Como  recomendação  primordial,  sugere­se  a  implantação  de  um  programa  de  manutenção 
anual que estabeleça uma rotina específica para cada componente do sistema elétrico, de maneira que 
se mantenha a integridade da instalação e a adequação da mesma às normas técnicas, em especial as 
NBR 5410 e NR­10.

____________________________        ______________________________
Rodrigo Martins Dorado, M.Sc.          Ronaldo Oliveira
Engenheiro Eletricista                       Engenheiro Eletricista
CREA RS18216          CREA RS195845

ART N.º 7987749

_______________________
    Responsável pelo Imóvel

INSTITUTO AUSTER
www.institutoauster.com.br
contato@institutoauster.com.br
12