Você está na página 1de 9

Revista Educação Agrícola Superior

Associação Brasileira de Educação Agrícola Superior - ABEAS - v.32, n.1, p.61-69, 2017.
ISSN - 0101-756X

UMA FERRAMENTA DIGITAL PARA AUXILIAR NO ENSINO E NO


PROJETO DE ESTAÇÕES DE BOMBEAMENTO
Gerônimo Barbosa Alexandre

RESUMO
O uso de tecnologias da informação no ensino de engenharia é uma técnica eficiente e eficaz no processo de ensino-aprendizagem,
contudo na área de sistemas de bombeamento, há poucos softwares gratuitos e didáticos que auxiliem no ensino e no projeto de
estações de bombeamento. O objetivo deste trabalho foi apresentar as ferramentas disponíveis no software SISPUMP versão 1.0,
simulador gratuito e desenvolvido para auxiliar no projeto e na tomada de decisão em lojas de bombas e peças hidráulicas. O
software foi confeccionado usando programação VBA/Excel MS, nele é possível adicionar as especificações técnicas do sistema
hidráulico, cadastro de peças e bombas e obter como resposta as curvas do sistema e da bomba, ponto ótimo de operação e a
melhor bomba hidráulica que atende a devida aplicação. Todos os dados podem ser exportados em formato de tabelas e as curvas
em formato de imagem. Uma pesquisa de aceitação do produto foi conduzida na Cidade de Garanhuns – PE, e no tocante ao
ensino a ferramenta foi utilizada pelos alunos na disciplina de Máquinas Hidráulicas e no projeto de uma aplicação na Fazenda
Barbosa. Algumas bibliotecas serão adicionadas nas próximas versões (Sistemas multibombas, consumo energético inteligente,
dimensionamento do sistema de acionamento, análise econômica e análise da qualidade da energia elétrica) para melhor
usabilidade. A metodologia utilizada consistiu nos seguintes passos: (A) pesquisa de mercado por ferramentas digitais na área; (B)
escolha da plataforma de programação; (C) construção do software em ambiente VBA / Excel; (D) Avaliação da ferramenta na
academia; (E) avaliação do software no setor comercial; (F) Divulgação do produto. Os resultados obtidos demostraram a
aceitação da ferramenta por 95% dos alunos que utilizaram a ferramenta e 98% dos comerciantes e produtores rurais que foram
entrevistados (usuários).

PALAVRAS-CHAVE: bombas centrífugas, educação, hidráulica, tecnologias.

A DIGITAL TOOL TO ASSIST THE TEACHING AND DESIGN OF


PUMPING SYSTEMS
ABSTRACT
The use of information technology in engineering education is an efficient and effective technique in the teaching-learning
process, but in the area of pumping systems, there are little free and educational software to assist in teaching and pumping station
design. The objective of this work is to present the tools available in the software SISPUMP version 1.0, free simulator and
developed to assist in the design and decision making in pumps and hydraulic parts stores. The software was made using VBA /
Excel MS programming, it is possible to add the technical specifications of the hydraulic system, parts registration and bombs and
get an answer system curves and pump operation optimum and the best hydraulic pump that meets application. All data can be
exported in format tables and curves in image format. A product acceptance survey was conducted in the city of Garanhuns - PE,
and in terms of teaching the tool was used by the students in the discipline of Hydraulic Machines and in the project of an
application in Farm Barbosa. Some libraries will be added in the next versions (multipump systems, intelligent energy
consumption, drive system design, economic analysis and power quality analysis) for better usability. The methodology used
consisted of the following steps: (A) market research by digital tools in the area; (B) choice of programming platform; (C)
construction of software in VBA/Excel environment; (D) Evaluation of the tool in the academy; (E) evaluation of software in the
commercial sector; (F) Disclosure of the product. The results showed the acceptance of the tool by 95% of the students who used
the tool and 98% of the traders and farmers who were interviewed (users).

KEY WORDS: centrifugal pumps, education, hydraulic, technology.

M. Sc. em Engenharia Elétrica, IFPE, Garanhuns - PE; Fone: (87) 3221-3129, geronimo.alexandre@garanhuns.ifpe.edu.br.
Alexandre

INTRODUÇÃO dispõem de uma infraestrutura de laboratórios complexa para


atender a exigência. Desta forma, as ferramentas de simulação
O uso de ferramentas computacionais é um método digital são alternativas viáveis, tendo em vista que, os
comum em curso de engenharia, em nível de graduação e pós- softwares simuladores atuais estão cada vez mais
graduação, devido ao seu baixo custo, fácil acesso e a sua reproduzindo a realidade (SANTOS & CARDOSO, 2015).
eficiência no ensino. Muitos softwares foram desenvolvidos e A ideia do uso de ferramentas computacionais no ensino
houve progresso nesta linha de pesquisa, no entanto, ainda de engenharia está na facilidade de estimular o discente a
existem lacunas a serem investigadas. O entendimento dos raciocinar de forma lógica e sistemática. A abordagem
mecanismos empregados em computadores pode ser obtido utilizada na resolução de problemas da engenharia apresenta
através destes softwares simuladores, que podem oferecer uma elevada taxa de sucesso em nível de pós-graduação e a ideia é
abstração do baixo nível e permitir a visualização gráfica das antecipar o seu uso para os estudantes de graduação (BRITO,
camadas de hardware e software existentes em sistemas et al., 2015).
automáticos e de precisão. A justificativa do uso de Neste contexto, o objetivo deste trabalho é apresentar as
ferramentas computacionais no ensino se deve pelo fato de facilidades disponíveis pelo software SISPUMP versão 1.0
que, por serem programas de computador, novas confeccionado para auxiliar na tarefa de ensinar e dimensionar
funcionalidades podem ser incluídas conforme a necessidade, sistemas de bombeamento.
já dispositivos físicos não possuem essa mesma flexibilidade
(BRITO et al., 2015). MATERIAL E MÉTODOS
Neste contexto a inovação no processo de ensino-
aprendizagem se faz necessário, visando motivar o aluno na O SISPUM versão 1.0 é um software interativo e de
construção do conhecimento. A engenharia não é diferente de fácil uso com interface orientada ao usuário (GUI – Guide
outras áreas dos saber o processo depende de infraestrutura de User Interface). Na Figura 1 é ilustrada a janela principal do
laboratórios que proporcione ao aluno aulas práticas que o SISPUMP Versão 1.0.
permitam vivenciar experiências reais do dia-a-dia do futuro
engenheiro. A questão é que, os centros de ensino não

Figura 1. Janela inicial do SISPUMP versão 1.0.

Na janela inicial da ferramenta é possível realizar hidráulica, a seguir será detalhada cada uma destas opções.
diversas ações dentre elas: Cadastrar Bombas, Definir o Os dados hidráulicos (altura manométrica em m.c.a versus a
Sistema (Aplicação), Cadastrar equipamentos (peças vazão em m3 h-1) fornecidos pelos diversos fabricantes
hidráulicas usadas na região de recalque e na região de podem ser inseridos pelo usuário na aba “Cadastrar
sucção), Salvar os Resultados, Calcular a reposta das Bombas” (Figura 2.A); já na opção “Equipamentos”, o
bombas frente à aplicação e imprimir as planilhas dos usuário adiciona os equipamentos hidráulicos (por exemplo:
resultados encontrados (Opção Bomba/Sistema). Na janela joelhos, válvula de retenção, válvulas de alívio, tês, entre
inicial são ilustradas as equações básicas usadas na dinâmica outros acessórios), os quantitativos e as dimensões (Figura 2

Revista Educação Agrícola Superior - v.32, n.1, p.61-69, 2017.


Alexandre

B e 2C). Clicando na opção “Definir Sistema” o usuário será da região de sucção e especificações da tubulação a ser
direcionado para a tela do modelo ilustrativo da aplicação, utilizada, conforme ilustrado na Figura 3.
onde serão solicitados os dados hidráulicos: Propriedades do
fluído, especificações da região de recalque, especificações

(A)
(B)

(C)

Figura 2. (A) Aba para cadastrar bombas; (B) Acessórios para a região de recalque; (C) Acessórios para a região de sucção.

Finalizado a inserção das características hidráulicas do atende a devida aplicação, logo o usuário deve clicar em
projeto, o usuário deve salvar a aplicação clicando no “livro “Bombas” para selecionar outra bomba (com maior ou menor
com indicador/marcador na cor verde”, o próximo passo é potência), em seguida clicar na seta dupla para o software
voltar para a Tela inicial do simulador (clicar no livro com seta resolver as equações dinâmicas para a nova bomba. Este
em vermelho). Na janela inicial o usuário deve ir para a opção procedimento deve ser executado até que seja determinada a
“Calcular” para o software resolver as equações dinâmicas da bomba correta para o projeto (evitando erros).
aplicação, clicando na imagem do gráfico de barras, a Na opção “Bomba/Sistema” é apresentada ao usuário às
ferramenta irá abrir uma nova janela, apresentando ao usuário características hidráulicas do sistema e da bomba hidráulica no
os resultados encontrados (curvas hidráulicas do sistema e da formato de planilhas, por fim o usuário pode clicar no
respectiva bomba), conforme ilustrado na Figura 3. No caso de “Disquete” para salvar os resultados.
não existir a intersecção das curvas, a respectiva bomba não

Revista Educação Agrícola Superior - v.32, n.1, p.61-69, 2017.


Alexandre

Figura 3. Janela para inserção das especificações técnicas do projeto.

Além das curvas de interseção do sistema e da bomba, acessórios. Fazendo uso da equação de Bernoulli (Equação 1)
(gráficos gerados pelo simulador) o software oferece a opção modificada, esta equação indica que a pressão variará somente
de exportar os resultados (pressão em metros de coluna de no caso de se ter uma variação na cota piezométrica (potencial)
água, m.c.a e vazão em m3. h-1) do projeto (aplicação em ou na velocidade. Por exemplo, em um duto de secção
estudo) em formato .xls (planilha MS Excel) ou .txt (formato transversal constante (potencial e velocidades constantes) a
de texto). Os dados exportados e/ou as imagens geradas podem pressão seria constante. Se o duto tivesse um aumento em área
ser utilizadas a posterior pelo usuário, ajudando na elaboração (decréscimo na velocidade), a pressão aumentaria; para um
do memorial de cálculo e do memorial descritivo a ser duto de área constante inclinado para cima (aumentando o
fornecido pelo projetista para o contratante (produtor rural, potencial), e a pressão diminuiria. Entretanto nos escoamentos
empresário), desta forma o trabalho do projetista é otimizado. reais em dutos com atrito há perdas de pressão na tubulação, tal
A criação de uma ferramenta digital gratuita e perda pode ser dividida em perdas maiores (causados pelo
especializada no correto dimensionamento de sistemas de atrito em trechos do sistema de área constante) e as perdas
bombeamento contribui para a eficiência de determinadas menores (resultantes do escoamento através de válvulas, tês,
aplicações da agropecuária, fortalecendo o trabalho do cotovelos e efeitos de atrito em outros do sistema de área
projetista, minimizando erros de projeto e contribuindo para transversal variada).
redução dos custos da aplicação. O SISPUM é uma ferramenta A equação de Bernoulli modificada para adequar as
dinâmica que efetua com precisão o dimensionamento e a perdas de cargas é dada como (FOX et al., 2006).
seleção hidráulica de bombas rotodinâmicas. Para o
selecionamento das bombas centrífugas, a lógica de P1 (V1 )2 P2 (V2 )2
programação é baseada nos conceitos de engenharia e mecânica ( + α1 + gZ1 ) − ( + α2 + gZ2 ) = ht (1)
ρ 2 ρ 2
dos fluidos, com ênfase ao princípio de Bernoulli aplicado a
escoamentos de fluidos incompressíveis. Dentre os Onde: ℎ𝑡 = ℎ𝑎 + ℎ𝑙 , é a perda de carga total, sendo a soma das
procedimentos de análise, o software avisa ao usuário sobre a perdas de cargas provocadas por atrito (ℎ𝑎 ) e as perdas
possibilidade de ocorrência de cavitação na bomba a ser localizadas (ℎ𝑙 ); P1 , P2 , V1 , V2 , Z1 e Z2 são respectivamente as
selecionada. Uma vantagem da ferramenta projetada sobre os pressões, velocidades e cotas piezométricas em dois pontos
concorrentes está no fato de ser uma ferramenta gratuita. quaisquer da tubulação; 𝑔 é a aceleração da gravidade (g =
O simulador considera na solução de suas equações
9,82 m. s-2); 𝜌 é a densidade mássica (kg.m-3 ) e 𝛼 é um
dinâmicas, que o escoamento do fluido é interno, viscoso e
coeficiente atrelado ao atrito (se 𝛼=1, não há atrito, 0<𝛼<1).
incompressível, o que ocorre no interior de tubos, dutos,
O termo ℎ𝑡 representa as perdas de carga ao longo da
bocais, difusores, contrações e expansões súbitas, válvulas e
tubulação (perdas por atrito e perdas localizadas) devido às

Revista Educação Agrícola Superior - v.32, n.1, p.61-69, 2017.


Alexandre

válvulas e aos joelhos bem como o atrito das paredes da hidráulicos foi realizada uma pesquisa, por meio de entrevistas
tubulação, a fórmula geral para o cálculo de perdas de cargas é na cidade de Garanhuns–PE.
dada pela Equação 2. No tocante a aplicações reais, o software foi usado para
n
ρV2 L o dimensionamento de um sistema de bombeamento para
ht = (f + ∑ Ki ) (2) irrigação de hortaliças folhosas, 2,5 hectares de produção –
2 D Fazenda Barbosa (Propriedade rural pertencente ao Autor) no
i=1
município de Serra Grande no estado da Paraíba, localizado na
Região Geográfica Imediata de Cajazeiras, a 465 km da
Sendo: 𝑓 o fator de atrito ou fator de Dancy, Ki são os 𝑖-ésimos
Capital.
coeficientes de perdas de carga localizadas ao longo da
Para avaliar o software desenvolvido (SISPUMP Versão
tubulação, determinado experimentalmente para cada situação,
1.0), foi disponibilizado aos alunos da Disciplina de Máquinas
ou por 𝐾 = 𝐿𝑒 ⁄𝐷, onde 𝐿𝑒 é o comprimento equivalente entre Hidráulicas do 3º Período do Curso de Engenharia Elétrica do
o início da tubulação e o ponto da perda localizada; L e D são o IFPE – Campus Garanhuns o questionário que segue abaixo e,
comprimento e o diâmetro da tubulação respectivamente. posteriormente, com base nas pesquisas de opinião dos alunos
Para escoamentos em curvas e acessórios de uma foram analisados os resultados estatísticos obtidos.
tubulação, o coeficiente de perda, K, varia com a bitola Você utilizou o Software (SISPUMP Versão 1.0) no
(diâmetro) do tubo do mesmo modo que o fator de atrito, 𝑓, IFPE – Campus Garanhuns? SIM (100%).
para o escoamento em um tubo de seção reta constante. O Tutorial (vídeo e apostila) do Software foi suficiente
Consequentemente, o comprimento equivalente, 𝐿𝑒 ⁄𝐷, tende para conhecer e melhorar o uso?
para uma constante para diferentes bitolas de um dado tipo de Incentivaria o uso de ferramentas digitais educacionais?
acessório. (SIM - 100%).
No caso de regime laminar (Número de Reynolds igual Atividades de simulações despertaram curiosidade?
ou inferior a 2300, Re ≤ 2300) o fator de atrito, 𝑓, é dado por (SIM - 100%).
𝑓 = 64⁄𝑅𝑒 , no caso de escoamento em regime turbulento O uso do software como ferramenta de apoio ao ensino-
(𝑅𝑒 > 2300) o fator de atrito é calculado experimentalmente aprendizagem motivou o aprendizado da disciplina?
ou com auxílio das curvas de Moody, por meio da equação de Você conseguiu uma visualização prática da disciplina
Colebrook (Equação 3). usando o software?
e
1 2,51 Você acha que as simulações realizadas no SISPUMP e
D
0,5
= −2log ( + ) (3) em outros Softwares similares deveriam ser mais utilizados na
f 3,7 𝑅𝑒 ∗ f0,5 disciplina de Máquinas Hidráulicas? (SIM - 100%).
Você recomendaria este Software aos seus colegas?
A Equação 3 é resolvida interativamente e conforme (SIM - 100%).
MILER (1975) basta uma interação para produzir um resultado Com a ferramenta digital projetada e disponibilizada
com desvio dentro de 1%, resultando assim na Equação 4. você se sentiu motivado para aprender Máquinas Hidráulicas?
−2 Diga uma nota para avaliar o SISPUM Versão 1.0 no
e
D 5,74 uso das práticas de laboratório e no projeto de sistemas reais.
f = 0,25 [log ( + )] (4)
3,7 𝑅𝑒 0,9 Os clientes das lojas (produtores rurais) foram
indagados em três perguntas, a saber:
Você conhece alguma ferramenta digital (software,
Para escoamento turbulento em tubos lisos, a correlação programa ou aplicativos) para ajudar na escolha da melhor
de Blasius, válida para 𝑅𝑒 ≤ 105 , é: bomba hidráulica para sua aplicação? SIM (12 - 80%) e NÃO
0,316 (3- 20%).
f = 0,25 (5)
𝑅𝑒 O software para dimensionamento do sistema de
A variável 𝑅𝑒 , representa o número de Reynolds, bombeamento deve ser gratuito? SIM (4-80%) e NÃO (1 -
expresso como, 20%).
ρVD Você usaria uma ferramenta digital gratuita criada para
Re = (6) ajudar na escolha ótima da moto bomba a ser usada na sua
μ
Sendo: μ a viscosidade do fluido (kg.m-1s-1 ou N.s.m-2), ρ é a aplicação? SIM (15 - 100%) e NÃO (0 - 0%).
densidade do fluido (kg.m3), 𝐷 é o diâmetro da tubulação (m), Foram entrevistados 15 clientes (três em cada loja de
𝑒 = 2,71828182 (exponencial natural) e 𝑉 é a velocidade do venda de equipamentos hidráulicos).
fluido (m.s-2).
O simulador para resolver todas estas equações usa de RESULTADOS E DISCUSSÃO
aproximações sucessivas, mas com eficácia e precisão nos
cálculos, reduzindo o tempo de processamento e consumo Os resultados da pesquisa de opinião feita com os
energético da máquina (computador que está instalada a alunos do 3º período de Engenharia Elétrica do IFPE estão
ferramenta didática). ilustrados nos gráficos das Figuras 4 a 8. De um modo geral o
A avaliação do software na tarefa de ensino- software apresenta boa usabilidade e fácil manuseio (interface
aprendizagem se deu na disciplina de Máquinas Hidráulicas, na orientada ao usuário). No tocante ao conceito, 15 alunos
turma do 3º período do curso de Bacharelado em Engenharia atribuíram notas 9,0 e 10,0 para a ferramenta desenvolvida. O
Elétrica do IFPE – Campus Garanhuns, onde a ferramenta foi tutorial disponibilizado para turma consiste em duas aulas
avaliada em práticas laboratoriais. Ao término do componente (vídeo e PDF).
curricular foi solicitado o preenchimento de um questionário
web para aferir a satisfação dos discentes com o uso da
ferramenta.
No tocante ao uso em lojas de vendas de equipamentos

Revista Educação Agrícola Superior - v.32, n.1, p.61-69, 2017.


Alexandre

provas escritas), a tarefa de ensinar torna-se cansativa e de


difícil compreensão devido ao quantitativo de equações e
NÃO 5 (25%) cálculos envolvidos, bem como o nível de abstração. Outro
resultado positivo diz respeito ao quantitativo de discentes que
enxergaram aplicações reais da disciplina (projetos de sistemas
SIM 15 (75%) de bombeamento com auxílio da ferramenta), um dos desafios
da realidade do futuro engenheiro.
Vale ressaltar que o simulador encontra-se na sua versão
0 5 10 15 20 de nº 1, demandando melhorias para atender a gama de
problemas encontrados em fluidodinâmica, por exemplo, em
Figura 4. Percentual de aprovação do tutorial do software sistemas de bombeamento com múltiplas variáveis (associação
disponibilizado. de bombas) é necessária a avaliação de múltiplos gráficos para
cada bomba selecionada.
Foi aplicado questionários sobre o uso de ferramentas
digitais na tomada de decisões em cinco lojas de vendas de
SIM 16 (80%)
bombas rotodinâmicas e peças hidráulicas localizadas na
cidade de Garanhuns – PE. Um problema constatado nestas
NÃO 4 (20%) lojas foi à venda de bombas hidráulicas sobredimensionadas
para as aplicações do consumidor, por falta de conhecimento e
por falta de uma ferramenta especialista, sendo usado o senso
0 5 10 15 20 comum e a vivência prática do dia-dia, o que acaba
Figura 5. Percentual de motivação gerada na turma pelo aumentando os custos do sistema de bombeamento como um
Software. todo.
Os resultados da pesquisa de aceitação do produto nas
lojas de equipamentos hidráulicos (donos das lojas) são
apresentados a seguir.
NÃO 2 (10%) Conhece alguma ferramenta computacional para
dimensionamento de sistemas de bombeamentos?
SIM 18 (90%)

0 5 10 15 20
NÃO 4 (80%)
Figura 6. Percentual de efetividade do software na visualização
prática da disciplina. SIM 1 (20%)

Figura 9. Porcentagem de donos de lojas de produtos


NÃO 1 (5%) hidráulicos que conhecem algum software para ajudar na
tomada de decisão.
SIM 19 (95%)
A loja possui/usa algum software para auxiliar no
processo de escolha da bomba correta para atender determinada
0 5 10 15 20 aplicação do produtor rural? SIM (0%) e NÃO (100%).
Figura 7. Percentual de motivação na disciplina gerada pelo uso No caso de existir uma ferramenta computacional que
do Software. auxiliasse na escolha da moto bomba a loja usaria para auxiliar
a tomada de decisão? SIM (3-60%) e NÃO (2-40%).
Os donos de lojas que disseram NÃO justificaram que
são empresas tradicionais e que não precisariam se modernizar.
10 A automação da tomada de decisão é que leva a empresa ser
9 mais competitiva esta foi à afirmação dos empresários que
Nota

disseram que implantariam o simulador nas suas lojas.


8 Diante das informações colhidas nas lojas é notável o
7 potencial de uma ferramenta digital especialista para auxiliar
na área de vendas. Parcerias já foram feitas para implantação
0 5 10 15 do SISPUMP versão 1.0 nas lojas entrevistadas como uma
Nº de alunos ferramenta experimental.
O sistema de bombeamento que foi utilizado como
estudo de caso para avaliar o software trata-se da instalação de
Figura 8. Conceitos da Avaliação Conceitual do Software sistema de bombeamento solar para captação de água de poço
Educacional. que, por gravidade, deverá irrigar canteiros para produção de
hortaliças folhosas (2,5 hectares). O sistema consiste de um
Uma informação importante é disponibilizada no gráfico poço onde será instalada uma bomba centrífuga que bombeia
da Figura 7, é possível observar que a maioria dos discentes água para uma caixa d’água que por gravidade irá irrigar o
(95%) se sentiu motivada a estudar/conhecer a disciplina, cultivo do pequeno produtor rural da Fazenda Barbosa situada
quando esta foi assistida pela ferramenta digital, quando esta
ministrada na metodologia convencional (aula expositiva e

Revista Educação Agrícola Superior - v.32, n.1, p.61-69, 2017.


Alexandre

no sítio Alagoinha, localizada no município de Serra Grande no tomates por gotejamento (distância da caixa d’água para o
estado do Paraíba. plantio de 10 m) e uma válvula de retenção e um joelho de 90º.
O sistema de bombeamento solar a ser instalado na Conforme metodologia apresentada em (PINHO & GALDINO,
propriedade rural apresenta as seguintes especificações 2014, páginas 317-324) para esta aplicação de bombeamento
técnicas: altura do reservatório (Z2=20 m); altura dinâmica de solar será necessário instalar um arranjo fotovoltaico de
Z1=50m (distância entre o nível do solo e o nível da água potência de 800 Wpico, ou seja, quatro placas solares de 250 W
durante o bombeamento); água salobra (densidade de 1010 de 12 Vcc cada (duas placas em série = 24 V em paralelo com
kg.m-3, viscosidade de 130 Pa.s, pressão de vapor de 10230 duas placas em série = 24 V), um controlador de carga de 20A/
Pa); região de sucção: pressão P1 de 10233 Pa, comprimento da 24 Vcc com MPPT e um disjuntor monopolar de 25A, restando
tubulação de 40 m e diâmetro de 0,025 m; região de recalque: apenas o correto dimensionamento da bomba, tarefa feita com
pressão P2 de 100325 Pa, comprimento da tubulação de 20 m e auxílio do software SISPUM V1.
diâmetro de 0,025 m; gravidade de 9,82 m.s -2; tubulação em
PVC com rugosidade de 0,0022 m; plantio de 2,5 hectares de

Figura 10. Intersecção das curvas do sistema e da bomba centrífuga.

Figura 11. Planilhas fornecidas pelo simulador depois de resolvidos os cálculos de projeto.

Os resultados obtidos com a ferramenta digital após o de bombeamento solar estão ilustrados na Figura 9, deste
cadastro das especificações técnicas do projeto do sistema gráfico é possível observar o ponto de operação ótimo do

Revista Educação Agrícola Superior - v.32, n.1, p.61-69, 2017.


Alexandre

sistema (ponto de intersecção das curvas do sistema e da conhecimento do especialista, visto que este deve fazer a
bomba escolhida), fornecido automaticamente pela correta utilização dessas ferramentas, bem como a
ferramenta digital, selecionando dentre os vários modelos de interpretação dos resultados por elas fornecidos.
bombas cadastradas no simulador, a bomba correta para Neste contexto o SISPUMP versão 1.0 é uma
atender a aplicação. Para o estudo de caso (bombeamento ferramenta computacional gratuita que engloba em um único
para a irrigação de tomates), a bomba hidráulica escolhida documento as especificações da tubulação das regiões de
trata-se do modelo, BC-22 R1 1/2 da Schneider Electric, recalque e sucção, especificações e quantitativos dos
monofásica/trifásica, com dois estágios, 156 mm de acessórios, bem como o dimensionamento ótimo das
diâmetro do rotor e 7,5 CV de potência (1CV = 736 W). No bombas rotodinâmicas. O software fornece a opção de
botão “Bombas” o usuário (especialista) pode selecionar exportar os resultados encontrados na opção de planilhas ou
outra bomba hidráulica, caso não concorde com as imagens a serem anexadas nos relatórios de calculo e
informações fornecidas pelo software, já o botão “Seta descritivo solicitados pelo contratante. A ferramenta
Dupla” permite efetuar os cálculos pelo simulador para a apresenta potencial para o uso nos setores comercial e na
nova bomba selecionada. academia, ajudando na prática de implantação de estações
Caso não fosse utilizado o SISPUMP Versão 1.0 de bombeamentos ótimos em diversas aplicações no setor da
neste estudo de caso, o produtor rural iria comprar uma agricultura. Tendo em vista a ferramenta encontrar-se na
bomba com 10 CV (o senso comum do vendedor de versão 1.0, melhorias nas próximas versões devem ser
sobredimensionamento), tornando o sistema mais caro e adicionadas.
com maior consumo energético. Além da opção de O software SISPUMP versão 1.0 é fruto da
visualização dos resultados no formato de curvas constatação da existência de poucos programas
características (gráficos), o simulador permite a visualização computacionais na área de sistemas de bombeamento que
dos resultados por meio de planilha (Figura 10). seja gratuito, didático e de fácil manuseio. A programação
Em virtude de o pesquisador participar de atividades usada para confecção do software foi o VBA/Excel MS
congêneres em grupos de pesquisa de outras instituições e compatível com Windows e Linux.
em face do vínculo e permissividade de troca de A ferramenta computacional fornece ao usuário os
experiências e informações junto a laboratórios dedicados, dados hidráulicos para o projeto e a instalação de estações
desta forma para construção da Versão 2.0, desenvolvimento de bombeamento e pode ser executado em qualquer
de Trabalhos de Conclusão de Curso e projetos de pesquisas, computador (inclusive tablete), nas versões posteriores a
já foram contatados parceiros no IFCE - Campus Iguatu, na 2000. Em um único simulador estão reunidos: o cálculo da
UNIVAG – MT, bem como Colegas da UFCG. tubulação, o dimensionamento das bombas rotodinâmicas,
A ideia do idealizador da ferramenta é que esta seja a especificação dos acessórios e as informações
livre, e que todos que tenha conhecimento em VBA possa (resultados) a serem anexadas na memória de cálculo e/ou
contribuir para melhoria da ferramenta. descritiva facilitando o orçamento e a execução do projeto.
Alguns pontos na Versão 2.0 serão solucionados e/ou O SISPUMP Versão 1.0 apresenta recursos de fácil
adicionados tais como: criação de uma biblioteca/toolbox manuseio e exige recursos computacionais mínimos. Sendo
para dimensionamento de sistemas multibombas/associação uma ferramenta gratuita, útil na etapa de avaliação de
de bombas (atualmente o software duplica o quantitativo de viabilidade de implantação do projeto (etapa de projeto
bombas), criação de uma biblioteca/toolbox para básico).
dimensionamento e ilustração 3D do sistema de Os pontos fortes da ferramenta computacional
acionamento (Soft start e/ou inversores de frequência), desenvolvida estão na gratuidade, na eficiência e no suporte
criação de uma biblioteca/toolbox para consumo energético da tomada de decisão no comércio de equipamentos
inteligente do sistema de bombeamento (demanda energética hidráulicos e por produtores rurais na escolha correta da
diária controlada), adição de uma biblioteca para análise da bomba para seu sistema de irrigação.
viabilidade econômica do projeto de bombeamento e adição
de uma biblioteca para análise da qualidade da energia AGRADECIMENTOS
consumida pelo sistema de bombeamento.
Parcerias para implantação da ferramenta no setor Ao Departamento de Engenharia Elétrica do Instituto
comercial já está sendo discutida com uma loja de venda de Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pernambuco
bombas e peças hidráulicas na cidade de Garanhuns–PE, (IFPE – Campus Garanhuns).
para que o próprio vendedor cadastre os equipamentos.
As ferramentas computacionais, quando bem REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
utilizadas geram bons resultados. Sendo possível o uso de
mais de uma ferramenta, a primeira dando uma ideia BRITO, R. P. O. Necessário e suficiente para fazer do
preliminar, indicativa e as demais dando resultados mais computador um aliado na resolução de problemas de
precisos, com a simulação da operação do sistema. É de Engenharia. In: Encontro de Iniciação Científica, 11,
fundamental importância que os dados de entrada sejam de Anais. UFCG, 2015.
boa qualidade e que a pessoa responsável pelas simulações FOX, R. W.; McDONALD A. T.; PRITCHARD, P. J.
tenha clareza das limitações da ferramenta selecionada. Introdução a Mecânica dos Fluidos. Rio de Janeiro. LTC,
2006.
CONCLUSÃO GIL, A. C. Como planejar o ensino. In: GIL, A. C. O que é
Didática do Ensino Superior. São Paulo: Atlas, 2010. (p.
A ferramenta computacional deve ser usada como 94-107).
ferramenta de apoio ao projeto, pois estas automatizam o MASUETTO, M. T. Técnicas para o desenvolvimento da
processo de cálculos. Entretanto não dispensa o aprendizagem em aula. In: MASUETTO, M. T.

Revista Educação Agrícola Superior - v.32, n.1, p.61-69, 2017.


Alexandre

Competência pedagógica do professor universitário. São


Paulo: Summus, 2003.
PINHO, J. T.; GALDINO, M. A. Manual de Engenharia
para Sistemas Fotovoltaicos. CEPEL-CRESESB. Edição
revisada e atualizada. Rio de Janeiro, Brasil, 2014.
SANTOS, W.; CARDOSO, A. M. P. Uso de simuladores
como ferramenta no ensino-aprendizagem de redes de
computadores. Dissertação (Mestrado em Sistemas da
Informação e Gestão do Conhecimento). Universidade
FUMEC, Belo Horizonte, 2015.
SOUZA, T. M.; BIANCHI, I. Software para
dimensionamento de microcentrais hidrelétricas. In:
Encontro de Energia no Meio Rural, 4 pp., Anais. 2002.
TOULOUKIAN, Y. S.; SAXENA, S. C.; HESTERMANS,
P. Thermo physical properties of matter, the TPRC Data
Series. v.11 – Viscosity. New York: Plenum Publishing
Corporation, 1975.

Revista Educação Agrícola Superior - v.32, n.1, p.61-69, 2017.