Você está na página 1de 225

Fundação Vunesp

Vunesp
Questões Comentadas e Gabaritadas
MA029-2018
DADOS DA OBRA

Título da obra: Fundação Vunesp

• Língua Portuguesa
• Matemática
• Raciocínio Lógico
• Informática
• Ética Profissional
• Estatuto da Pessoa com Deficiência
• Direito Administrativo
• Direito Constitucional
• Direito Penal
• Direito Processual Penal
• Direito Civil
• Direito Processual Civil
• Administração
• Direito do Trabalho
• Direito Processual do Trabalho

Autores
Zenaide Auxiliadora Pachegas Branco
Evelise Leiko Uyeda Akashi
Ovidio Lopes da Cruz Netto
Mariela Cardoso
Guilherme Cardoso
Greice Aline da Costa Sarquis Pinto
Ângelo Rigon Filho
Guilherme Domingos de Luca
Silvana Guimarães

Gestão de Conteúdos
Emanuela Amaral de Souza

Diagramação/Editoração Eletrônica
Elaine Cristina
Igor de Oliveira
Camila Lopes
Thais Regis

Produção Editoral
Suelen Domenica Pereira
Julia Antoneli

Capa
Joel Ferreira dos Santos
LIVRO DE QUESTÕES

Língua Portuguesa................................................................................................................................................................................................... 01
Matemática................................................................................................................................................................................................................. 21
Raciocínio Lógico .................................................................................................................................................................................................... 47
Informática.................................................................................................................................................................................................................. 57
Ética Profissional....................................................................................................................................................................................................... 82
Estatuto da Pessoa com Deficiência.................................................................................................................................................................. 85
Direito Administrativo............................................................................................................................................................................................. 90
Direito Constitucional...........................................................................................................................................................................................104
Direito Penal ............................................................................................................................................................................................................126
Direito Processual Penal.......................................................................................................................................................................................140
Direito Civil ...............................................................................................................................................................................................................152
Direito Processual Civil ........................................................................................................................................................................................162
Administração..........................................................................................................................................................................................................176
Direito do Trabalho ...............................................................................................................................................................................................187
Direito Processual do Trabalho..........................................................................................................................................................................201
LIVRO DE QUESTÕES

Prof. Zenaide Auxiliadora Pachegas Branco Polícia Militar do Estado de São Paulo - Soldado PM
2.ª Classe – Vunesp/2017 – Questão 01. De acordo com o
Graduada pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras texto, “efeito Google” ou “amnésia digital” refere-se
de Adamantina. Especialista pela Universidade Estadual A. ao apagamento da memória de longo prazo devido
Paulista – Unesp ao armazenamento de dados em dispositivos eletrônicos.
B. à dificuldade de quem tem lapsos de memória em
aprender conteúdos novos por meio de ambientes virtuais.
LÍNGUA PORTUGUESA C. à tendência de deixar de memorizar informações aces-
sadas facilmente por meio de aparatos eletrônicos.
D. à memorização parcial de dados obtidos por meio da
internet, o que acarreta um deficit de atenção.
Polícia Militar do Estado de São Paulo - Soldado PM E. ao esquecimento provisório de dados, em virtude do
2.ª Classe – Vunesp/2017 - Leia o texto para responder às excesso de informações disponíveis nos meios virtuais.
questões de números 01 a 04.
Polícia Militar do Estado de São Paulo - Soldado PM 2.ª
“Efeito Google” muda uso da memória humana Classe – Vunesp/2017 – Questão 02. A forma pronominal -los,
destacada ao final do primeiro parágrafo, retoma a expressão
Pense rápido: qual o número de telefone da casa em A. armazenamento de dados.
que morou quando era criança? E o celular das pessoas B. nossos dispositivos eletrônicos.
com quem tem trocado mensagens recentemente? Por C. estudos científicos.
certo, foi mais fácil responder à primeira pergunta do que D. dados importantes.
à segunda – mas você não está sozinho. Estudos científicos E. dispositivos eletrônicos e internet.
chamam esse fenômeno de “efeito Google” ou “amnésia di-
gital”, um sintoma de um comportamento cada vez mais Polícia Militar do Estado de São Paulo - Soldado PM
comum: o de confiar o armazenamento de dados impor- 2.ª Classe – Vunesp/2017 – Questão 03. A pesquisa da Kas-
tantes aos nossos dispositivos eletrônicos e à internet em persky revelou que
A. uma parte significativa dos entrevistados consultou a
vez de guardá-los na cabeça.
internet para responder à pergunta.
Na internet, basta um clique para vasculhar um sem-
B. uma parte irrelevante dos entrevistados foi capaz de
-número de informações. Segundo Adrian F. Ward, da Uni-
responder à questão sem recorrer à internet.
versidade de Austin, nos Estados Unidos, o acesso rápido e
C. os entrevistados demonstraram distúrbios de atenção
a quantidade de textos fazem com que o cérebro humano
e de aprendizado após serem expostos à internet.
não considere útil gravar esses dados, uma vez que é fácil
D. cerca de um quarto dos entrevistados que acessaram
encontrá-los de novo rapidamente. “É como quando con-
a internet desconhecia o propósito da pesquisa.
sultamos o telefone de uma loja: após discar e fazer a liga- E. a maior parte dos entrevistados foi incapaz de respon-
ção, não precisamos mais dele”, explica Paulo Bertolucci, der à pergunta sem o auxílio da internet.
da Unifesp.
É o que mostra também uma pesquisa recente con- Polícia Militar do Estado de São Paulo - Soldado PM
duzida pela empresa de segurança digital Kaspersky, rea- 2.ª Classe – Vunesp/2017 – Questão 04. Para Bertolucci, o
lizada com 6 mil pessoas em países da União Europeia. Ao conceito “amnésia digital” é incorreto porque
receberem uma questão, 57% dos entrevistados tentam A. o esquecimento digital é temporário.
sugerir uma resposta sozinhos, mas 36% usam a internet B. as lembranças são parcialmente retidas.
para elaborar sua resposta. Além disso, 24% de todos os C. a amnésia pressupõe aprendizado.
entrevistados admitiram esquecer a informação logo após D. a amnésia é uma enfermidade muito grave.
utilizá-la para responder à pergunta – o que gerou a ex- E. as pessoas não esquecem o que lhes foi útil.
pressão “amnésia digital”.
Para Bertolucci, no entanto, o conceito é incorreto. 3 maneiras de melhorar
“Amnésia significa esquecer-se de algo; na ‘amnésia digi- sua memória comprovadas pela ciência
tal’, a pessoa não chega nem a aprender e, portanto, não
consegue esquecer algo que escolheu nem lembrar.” Está se sentindo esquecido? Vale testar as dicas que se-
(Bruno Capelas. O Estado de S.Paulo, 06.06.2016. Adap- paramos, baseadas na ciência, para recuperar o controle so-
tado) bre sua memória.
Primeiro, associe suas memórias com objetos físicos.
Você já deve ter passado por este problema: acabou de ser
apresentado a alguém e, assim que a pessoa vira as costas, já
esqueceu como ela se chama. Acontece – mas é extremamen-
te embaraçoso precisar perguntar o nome dela novamente. A
dica é associar o nome a algum objeto. Por exemplo, se você
acabou de conhecer a Giovana e ela estava próxima a uma
janela, pense nela como a Giovana da Janela.

1
LIVRO DE QUESTÕES

Segundo, não memorize apenas por repetição. Ao ver Polícia Militar do Estado de São Paulo - Soldado PM
ou participar de apresentações, você deve ter sentido isto: 2.ª Classe – Vunesp/2017 – Questão 08. Considere as se-
é muito claro quando alguém apenas decorou o que devia guintes frases:
falar. Mas basta acontecer alguma mudança no roteiro para Primeiro, associe suas memórias com objetos físicos.
que a pessoa se perca. Memorizar algo de fato depende Segundo, não memorize apenas por repetição.
de compreensão. Então, ao pensar em falas e apresenta- Terceiro, rabisque!
ções, tente entender o conceito todo ao redor do que você
está falando. Pesquisas mostram que apenas a repetição Um verbo flexionado no mesmo modo que o dos ver-
automática pode até impedir que você entenda o que está bos empregados nessas frases está em destaque em:
expondo. A. ... o acesso rápido e a quantidade de textos fazem
Terceiro, rabisque! Estudos indicam que rabiscar en- com que o cérebro humano não considere útil gravar esses
quanto “ingerimos” informações não visuais (em aulas, por dados...
exemplo) aumenta a capacidade de nossa memória. Uma B. Na internet, basta um clique para vasculhar um sem-
pesquisa de 2009 mostrou que pessoas que rabiscavam en- -número de informações.
quanto ouviam uma lista de nomes lembravam 29% a mais C. ... após discar e fazer a ligação, não precisamos mais
os nomes ditos. dele...
(Luciana Galastri. Revista Galileu, 03.02.2015. http://re- D. Pense rápido: qual o número de telefone da casa em
vistagalileu.globo.com. Adaptado) que morou quando era criança?
E. É o que mostra também uma pesquisa recente con-
Polícia Militar do Estado de São Paulo - Soldado PM duzida pela empresa de segurança digital Kaspersky...
2.ª Classe – Vunesp/2017 – Questão 05. Uma afirmação
condizente com as informações do texto é: Polícia Militar do Estado de São Paulo - Soldado PM
A. substituir os nomes das pessoas por apelidos inusi- 2.ª Classe – Vunesp/2017 – Questão 09. A concordância
tados melhora a memorização.
está de acordo com a norma-padrão da língua em:
B. a fim de reter uma informação, é preciso repeti-la até
A. Apresentou-se três maneiras de melhorar a capaci-
alcançar seu entendimento.
dade de memorização, mas devem haver uma infinidade
C. a primeira recomendação para memorizar envolve
de métodos igualmente eficazes.
raciocínio associativo.
B. Quem nunca passou pelo constrangimento de es-
D. o aprendizado dos conteúdos abstratos prescinde
quecer o nome de pessoas que tinham acabado de conhe-
de sua memorização.
cer, pedindo-lhe que os repetisse posteriormente?
E. é obrigatório tomar nota por escrito das informações
C. São importantes adquirir meios para ampliar nossa
não visuais para memorizá-las.
capacidade de memorizar, da qual depende nossas histó-
Polícia Militar do Estado de São Paulo - Soldado rias pessoais e nossa própria identidade.
PM 2.ª Classe – Vunesp/2017 – Questão 06. Um sinôni- D. É sempre válido aprender técnicas de memorização,
mo para o vocábulo destacado em “Pesquisas mostram que especialmente quando se tratam de exercícios simples,
apenas a repetição automática pode até impedir que você como rabiscar enquanto se assistem a uma palestra.
entenda o que está expondo.” é: E. Mesmo indivíduos com uma excelente memória têm
A. talvez. episódios de esquecimento, os quais se tornam frequentes
B. irremediavelmente. em momentos de estresse.
C. coincidentemente.
D. inclusive. Autobiografia e memória
E. com certeza.
Rita Lee acaba de publicar um livro delicioso, que cha-
Polícia Militar do Estado de São Paulo - Soldado PM mou de Uma autobiografia. É uma narrativa, na primeira
2.ª Classe – Vunesp/2017 – Questão 07. As aspas em – Es- pessoa, de sua vida como mulher e cantora, escrita com
tudos indicam que rabiscar enquanto “ingerimos” informa- humor e franqueza incomuns em artistas brasileiros do seu
ções não visuais... (4.º parágrafo) – sinalizam que o vocábu- porte.
lo ingerimos está empregado com sentido Exemplos. Foi presa grávida e salva por Elis Regina de
A. figurado, equivalendo a “transmitimos verbalmente”. abortar. Teve LPs lançados com faixas riscadas a tesoura
B. figurado, equivalendo a “assimilamos mentalmente”. pela Censura.
C. próprio, equivalendo a “engolimos facilmente”. É um apanhado e tanto, com final feliz. Mas será uma
D. figurado, equivalendo a “captamos equivocadamente”. “autobiografia”? Supõe-se que uma autobiografia seja uma
E. próprio, equivalendo a “devoramos avidamente”. biografia escrita pela própria pessoa, não? E será, mas só
se ela usar as armas de um biógrafo, entre as quais ouvir
um mínimo de 200 fontes de informações. Na verdade, a
“autobiografia”, entre nós, é mais uma memória, em que o
autor ouve apenas a si mesmo.

2
LIVRO DE QUESTÕES

Não há nenhum mal nisto, e eu gostaria que mais can- C. Rita Lee acaba de publicar um livro delicioso... (1.º
tores publicassem suas memórias. Mas só uma biografia de parágrafo) → Rita Lee acaba de publicar-lhe ...
verdade oferece o quadro completo. No livro de Rita, ela D. Mas só uma biografia de verdade oferece o quadro
fala, por exemplo, de um show na gafieira Som de Cristal, completo. (4.º parágrafo) → Mas só uma biografia de ver-
em 1968, com os tropicalistas e astros da velha guarda. Na dade oferece-lo.
passagem de som, à tarde, Sérgio e Arnaldo, “intencional- E. ... ligaram os instrumentos no volume máximo... (4.º
mente, ligaram os instrumentos no volume máximo, quase parágrafo) → ... ligaram-nos no volume máximo...
explodindo os vidros da gafieira”, e o veterano cantor Vi-
cente Celestino “lá presente, teve um piripaque”. Fim. Polícia Militar do Estado de São Paulo - Soldado PM
Uma biografia contaria o resto da história – que Celes- 2.ª Classe – Vunesp/2017 – Questão 14. O acento indicati-
tino foi para o Hotel Normandie, a fim de se preparar para vo de crase está empregado corretamente em:
o show, e lá teve o infarto que o matou. A. O personagem evita considerar à internet responsá-
(Ruy Castro. Folha de S.Paulo, 26.11.2016. Adaptado) vel por suas atitudes.
B. O personagem reconheceu que já tinha uma propen-
Polícia Militar do Estado de São Paulo - Soldado PM são à jogar o tempo fora.
2.ª Classe – Vunesp/2017 – Questão 10. A partir da leitura C. O personagem tinha um comportamento indiferente
do texto, conclui-se que, para o autor, à qualquer influência da internet.
A. a linguagem de Rita Lee é excessivamente informal. D. O personagem refere-se à uma maneira de se portar
B. o título do livro de Rita Lee é inadequado. com relação ao tempo.
C. o discurso de Rita Lee é marcadamente jornalístico. E. O personagem revelou à pessoa com quem conver-
D. a leitura do livro de Rita Lee é enfadonha. sava que jogava o tempo fora.
E. a história de Rita Lee é pouco relevante.
PM-SP - Soldado de 2.ª Classe – Vunesp-2017
Polícia Militar do Estado de São Paulo - Soldado PM
2.ª Classe – Vunesp/2017 – Questão 11. Segundo o autor, Leia o texto de Drauzio Varella para responder às questões.
a redação de uma biografia
Passei dois anos escrevendo o livro que acabo de ter-
A. exclui a possibilidade de ser feita pelo próprio bio-
minar. A tarefa não foi realizada em tempo integral, mas nos
grafado.
momentos livres que ainda me restam.
B. pressupõe o consentimento legal do personagem
Há escritores que precisam de silêncio, solidão e am-
biografado.
biente adequado para a prática do ofício. Se fosse esperar
C. implica um cuidado especial com a coleta de infor-
por essas condições, teria demorado 20 anos para publi-
mações.
cá-lo, tempo de vida de que não disponho, infelizmente.
D. requer um convívio factual, íntimo e amistoso com
Por força da necessidade, aprendi a escrever em qualquer
seus personagens. lugar em que haja espaço para sentar com o computador.
E. deve ser delegada a historiadores profissionais ga- Por exemplo, nas salas de embarque durante as viagens de
baritados. bate e volta que sou obrigado a fazer. Consigo me concen-
trar apesar das vozes esganiçadas que anunciam os voos, os
Polícia Militar do Estado de São Paulo - Soldado PM atrasos, as trocas de portões, a ordem nas filas, os nomes
2.ª Classe – Vunesp/2017 – Questão 12. O trecho do último dos retardatários.
parágrafo “Uma biografia contaria o resto da história...” en- Mal o avião levanta voo, puxo a mesinha e abro o com-
contra reformulação correta, no que se refere à regência, em: putador. Estou nas nuvens, às portas do paraíso celestial.
Uma biografia deveria... O telefone não vai tocar, ninguém me cobrará o texto
A. atentar para o resto da história... que prometi, a presença na palestra para a qual fui convida-
B. reportar-se o resto da história... do, os e-mails atrasados.
C. ater-se do resto da história... Minha carreira de escritor começou com “Estação Ca-
D. fazer alusão do resto da história... randiru”, publicado quando eu tinha 56 anos. Foi tão grande
E. fazer menção no resto da história... o prazer de contar aquelas histórias, que senti ódio de mim
mesmo por ter vivido meio século sem escrever livros.
A dificuldade vinha da timidez e da autocrítica. Para
Polícia Militar do Estado de São Paulo - Soldado PM mim, o que eu escrevesse seria fatalmente comparado com
2.ª Classe – Vunesp/2017 – Questão 13. Assinale a alter- Machado de Assis, Gógol, Faulkner, Joyce, Pushkin, Turge-
nativa em que o trecho está reescrito conforme a norma- nev ou Dante Alighieri. Depois do que disseram esses e ou-
-padrão da língua, com a expressão em destaque correta- tros gênios, que livro valeria a pena ser escrito?
mente substituída pelo pronome. A resposta encontrei em “On Writing”, livro que reúne
A. ... mas só se ela usar as armas de um biógrafo... (3.º entrevistas e textos de Ernest Hemingway sobre o ato de
parágrafo) → ... mas só se ela usar-las... escrever. Em conversa com um estudante, Hemingway diz
B. ... gostaria que mais cantores publicassem suas me- que, ao escritor de nossos tempos, cabem duas alternativas:
mórias. (4.º parágrafo) → ... gostaria que mais cantores pu- escrever melhor do que os grandes mestres já falecidos ou
blicassem-as. contar histórias que nunca foram contadas.

3
LIVRO DE QUESTÕES

De fato, se eu escrevesse melhor do que Machado de PM-SP - Soldado de 2.ª Classe – Vunesp-2017 –
Assis, poderia recriar personagens como Dom Casmurro ou Questão 18. Na frase – Mal o avião levanta voo, puxo a
descrever com mais poesia o olhar de ressaca de Capitu. mesinha e abro o computador. (4.º parágrafo) –, o termo
Restava a outra alternativa: a vida numa cadeia com destacado estabelece relação de
mais de 7.000 presidiários, na cidade de São Paulo, nas úl- A. intensidade.
timas décadas do século 20, não poderia ser descrita por B. causa.
Tchékhov, Homero ou pelo padre Antonio Vieira. O médi- C. negação.
co que atendia pacientes no Carandiru havia dez anos era D. tempo.
quem reunia as condições para fazê-lo. E. dúvida.
Seguindo o mesmo critério, publiquei outros livros. Às
cotoveladas, a literatura abriu espaço em minha agenda. PM-SP - Soldado de 2.ª Classe – Vunesp-2017 – Ques-
Há escritores talentosos que se queixam dos tormentos tão 19. Ao afirmar – Estou nas nuvens, às portas do paraíso
e da angústia inerentes ao processo de criação. Não é o celestial. O telefone não vai tocar, ninguém me cobrará o texto
meu caso, escrever só me traz alegria. que prometi, a presença na palestra para a qual fui convidado,
Diante da tela do computador, fico atrás das palavras, os e-mails atrasados. (4.º parágrafo) –, o autor revela
encontro algumas, apago outras, corrijo, leio e releio até A. sua ansiedade por voltar a se comunicar o quanto antes.
sentir que o texto está pronto. Às vezes, ficou melhor do B. seu alívio diante do fato de não ser importunado.
que eu imaginava. Nesse momento sou invadido por uma C. seu receio de não dar conta de concluir suas tarefas.
sensação de felicidade plena que vai e volta por vários dias. D. sua necessidade de estar constantemente conectado.
(www.folha.uol.com.br, 13.05.2017. Adaptado) E. sua hesitação em decidir o que deve fazer primeiro.

PM-SP - Soldado de 2.ª Classe – Vunesp-2017 – PM-SP - Soldado de 2.ª Classe – Vunesp-2017 –
Questão 15. Em seu texto, o autor fala Questão 20. Com a interrogação – Depois do que disseram
A. de seu prazer em escrever. esses e outros gênios, que livro valeria a pena ser escrito?
B. da dificuldade em publicar o novo livro. (6.º parágrafo) –, o autor expressa
A. a curiosidade em conhecer autores contemporâneos
C. do assunto de seu último livro.
que fossem tão bons quanto os clássicos.
D. de seus planos para o futuro.
B. sua certeza de que os livros escritos hoje são cópias
E. da linguagem usada em seus textos.
malfeitas das obras dos mestres falecidos.
C. sua determinação em contar histórias que superas-
PM-SP - Soldado de 2.ª Classe – Vunesp-2017 –
sem em qualidade as dos mestres da literatura.
Questão 16. Após ler o livro que reúne entrevistas e tex-
D. seu empenho em colocar em prática o ensinamento
tos de Ernest Hemingway sobre o ato de escrever, o autor
colhido nos livros de autores de prestígio.
Drauzio Varella E. a desconfiança de escrever algo que não fosse tão
A. propôs-se a desenvolver uma escrita tão boa quanto bom quanto os textos dos escritores que admirava.
a de Machado de Assis.
B. procurou reproduzir os estilos de Tchékhov, Homero PM-SP - Soldado de 2.ª Classe – Vunesp-2017 –
e padre Antônio Vieira. Questão 21. A palavra destacada em – Há escritores talen-
C. dedicou-se a treinar a escrita continuamente até que tosos que se queixam dos tormentos e da angústia inerentes
chegou à perfeição. ao processo de criação. Não é o meu caso, escrever só me traz
D. convenceu-se de que era capaz de escrever tão bem alegria. (10.º parágrafo) – é empregada com o sentido de
quanto seus autores preferidos. A. intrínsecos.
E. resolveu escrever um livro sobre uma história que só B. inadequados.
cabia a ele contar. C. alheios.
D. diversos.
PM-SP - Soldado de 2.ª Classe – Vunesp-2017 – E. acrescidos.
Questão 17. Ao referir-se à maneira como escreve, o autor
demonstra ter PM-SP - Soldado de 2.ª Classe – Vunesp-2017 –
A. facilidade para se concentrar, mesmo em ambientes Questão 22. Verifica-se o emprego de palavras com senti-
barulhentos ou movimentados. do figurado em:
B. necessidade de um espaço tranquilo e reservado A. Consigo me concentrar apesar das vozes esganiça-
para desenvolver suas histórias. das... (3.º parágrafo)
C. determinação em adaptar as obras dos mestres da B. ... aprendi a escrever em qualquer lugar em que haja
literatura para a realidade atual. espaço para sentar com o computador. (3.º parágrafo)
D. interesse em tratar de assuntos que não se relacio- C. Seguindo o mesmo critério, publiquei outros livros.
nem com o exercício da medicina. (10.º parágrafo)
E. autocrítica excessiva, que o impede de ficar plena- D. Às cotoveladas, a literatura abriu espaço em minha
mente satisfeito com seus textos. agenda. (10.º parágrafo)
E. Há escritores que precisam de silêncio, solidão e am-
biente adequado para a prática do ofício. (2.º parágrafo)

4
LIVRO DE QUESTÕES

PM-SP - Soldado de 2.ª Classe – Vunesp-2017 – PM-SP - Soldado de 2.ª Classe – Vunesp-2017 –
Questão 23. As formas destacadas em – De fato, se eu es- Questão 27. No que se refere à concordância padrão, a
crevesse melhor do que Machado de Assis, poderia recriar frase correta é:
personagens como Dom Casmurro... (8.º parágrafo) – ex- A. Os tormentos e a angústia inerentes ao processo de
pressam, respectivamente, criação são alvos de queixa de escritores talentosos.
A. certeza e ação duvidosa. B. Silêncio e solidão estão entre os requisitos que escri-
B. convicção e ação testada. tores dizem serem essencial para realizar seu ofício.
C. possibilidade e ação condicionada. C. As vozes esganiçadas que repercute no aeroporto
D. probabilidade e ação comprovada. não chegam a ser um empecilho para ele escrever.
E. impossibilidade e ação concreta. D. A comparação com a obra de grandes autores, como
Machado de Assis, Gógol, Faulkner e Dante Alighieri, ini-
PM-SP - Soldado de 2.ª Classe – Vunesp-2017 – biam o autor.
Questão 24. Considere os sentidos estabelecidos pelos vo- E. Dois anos se passou para que, finalmente, Drauzio
cábulos em destaque nas passagens do texto: Varella terminasse de escrever seu último livro.
Foi tão grande o prazer de contar aquelas histórias, que
senti ódio de mim mesmo por ter vivido meio século sem es- PM-SP - Soldado de 2.ª Classe – Vunesp-2017 –
crever livros. (5.º parágrafo) Questão 28. Assinale a alternativa que preenche, correta e
Para mim, o que eu escrevesse seria fatalmente compa- respectivamente, as lacunas do texto a seguir.
rado com Machado de Assis, Gógol, Faulkner, Joyce, Pushkin, Quase 30 anos depois de iniciar um trabalho de aten-
Turgenev ou Dante Alighieri. (6.º parágrafo) dimento _____ presos da Casa de Detenção, em São Paulo,
Nos contextos em que são empregados, os vocábulos o médico oncologista Drauzio Varella chega ao fim de uma
em destaque – que e ou – estabelecem, respectivamente, trilogia com o livro “Prisioneiras”. Depois de “Estação Caran-
relação de diru” (1999), que mostra ________ entranhas daquela que foi
A. finalidade e causa. ________maior prisão da América Latina, e de “Carcereiros”
B. causa e conformidade. (2012), sobre os funcionários que trabalham no sistema pri-
C. consequência e alternância. sional, Varella agora faz um retrato das detentas da Peni-
D. conformidade e consequência.
tenciária Feminina da Capital, também na capital paulista,
E. alternância e finalidade.
onde cumprem pena mais de duas mil mulheres.
(https://oglobo.globo.com. Adaptado)
PM-SP - Soldado de 2.ª Classe – Vunesp-2017 –
A. à … às … a
Questão 25. Nesse momento sou invadido por uma sensa-
B. a … as … a
ção de felicidade plena que vai e volta por vários dias. (11.º
C. a … às … a
parágrafo) Após o acréscimo das vírgulas, a frase permane-
D. à … às … à
ce pontuada corretamente, conforme a norma-padrão da
língua, em: E. a … as … à
A. Nesse momento sou, invadido por uma sensação de
felicidade plena, que vai e volta por vários dias. Leia o poema para responder às questões de
B. Nesse momento sou invadido, por uma sensação, de números 29 e 30.
felicidade plena que vai e volta por vários dias.
C. Nesse momento sou invadido, por uma sensação de Viagem
felicidade, plena que vai, e volta por vários dias.
D. Nesse momento sou invadido por, uma sensação de O sono é uma viagem noturna:
felicidade plena, que vai e volta por vários dias. o corpo horizontal no escuro
E. Nesse momento, sou invadido por uma sensação de e, no silêncio do trem, avança,
felicidade plena, que vai e volta por vários dias. imperceptivelmente avança... Apenas
o relógio picota a passagem do tempo.
PM-SP - Soldado de 2.ª Classe – Vunesp-2017 – Sonha a alma deitada no seu ataúde*:
Questão 26. Assinale a alternativa em que o trecho do texto lá longe
está reescrito conforme a norma-padrão da língua portu- lá fora
guesa, com a expressão destacada substituída pelo prono- no fundo do túnel,
me correspondente. há uma estação de chegada
A. ... o prazer de contar aquelas histórias... → ... o prazer (anunciam-na os galos agora)
de contar-nas... há uma estação de chegada com a sua tabuleta
B. ... meio século sem escrever livros. → ... meio século [ainda toda orvalhada...
sem escrevê-los. Há uma estação chamada...
C. ... puxo a mesinha... → ... puxo-lhe... AURORA!
D. ... livro que reúne entrevistas e textos de Ernest
Hemingway... → ... livro que reúne-as... (Mario Quintana. Baú de espantos, 2006)
E. O médico que atendia pacientes... → O médico que * ataúde: caixão, esquife.
lhe atendia...

5
LIVRO DE QUESTÕES

PM-SP - Soldado de 2.ª Classe – Vunesp-2017 – Questão É possível, sim, seguir adiante sem tanta culpa pelo
29. No poema, o sono é comparado a uma viagem e, também, erro e sem o medo de falhar novamente, a partir do mo-
A. a um lugar tumultuado, o que se comprova em: “há mento em que entendemos que as quedas são necessárias
uma estação de chegada”. para que nos tornemos pessoas mais completas, aptas a re-
B. à chuva fina, o que se comprova em: “sua tabuleta solver problemas e encontrar saídas. Então, passamos a en-
ainda toda orvalhada”. xergar a dor como um mal necessário. Inclusive, é ela que,
C. a um relógio mecânico, o que se comprova em: “o muitas vezes, nos tira da inércia e nos impulsiona a reagir.
relógio picota a passagem do tempo”. Usemos as decepções a nosso favor para que nos tor-
D. ao dia ensolarado, o que se comprova em: “AURORA!” nemos grandiosos diante da vida, aptos a receber o que nos
E. à morte, o que se comprova em: “Sonha a alma dei- mandam e transformar tudo o que vier em aprendizado. É
tada no seu ataúde”. impossível esquecer as tristezas, mas que elas não sejam
lembradas a todo instante.
PM-SP - Soldado de 2.ª Classe – Vunesp-2017 – (Karen Curi. Revista Bula. www.revistabula.com. Adap-
Questão 30. No 11.º verso – (anunciam-na os galos agora) tado)
– a palavra em destaque sinaliza
A. o princípio da noite. Câmara Municipal de Dois Córregos-SP - Oficial de
B. o momento de despertar. Atendimento e Administração – Vunesp-2018 - Questão
C. a hora mais silenciosa da noite. 33. Na opinião da autora, as experiências negativas devem
D. a quietude própria do sono. ser compreendidas como fonte de aprendizado,
E. o ponto de partida da viagem. A. mas infelizmente as pessoas as esquecem com fa-
cilidade.
PM-SP - Soldado de 2.ª Classe – Vunesp-2017 – Ques- B. por isso mesmo precisam ser cultuadas com regu-
tão 31. A frase escrita em conformidade com a norma-padrão laridade.
da língua portuguesa, no que se refere à concordância, é: C. porém não devem ser constantemente evocadas.
A. Muitas pessoas tem negligenciado as horas de sono,
D. portanto deveriam ser frequentemente estimuladas.
o que levam a vários problemas de saúde.
E. embora sejam menos eficazes que as experiências
B. É no período do sono que precede imediatamente o
positivas.
estado de vigília que ocorre os sonhos.
C. As horas dedicadas ao sono devem ser respeitadas
Câmara Municipal de Dois Córregos-SP - Oficial de
por quem deseja ter uma vida saudável.
Atendimento e Administração – Vunesp-2018 - Questão
D. Alguns sonhos se tornam recorrente, e deve ser
34. No contexto do segundo parágrafo, a expressão fundo
dado especial atenção a sua interpretação.
E. O sono, segundo explicam os especialistas, é essen- da gaveta remete
cial para que seja consolidado a memória. A. à facilidade para se lembrar dos fatos vividos.
B. a sentimentos expressos com exatidão.
Câmara Municipal de Dois Córregos-SP - Oficial de C. ao aprendizado que é posto em prática.
Atendimento e Administração – Vunesp-2018 -Questão D. às ideias que vêm à mente com frequência.
32. Assinale a alternativa em que a concordância está de E. a uma parte pouco acessada da memória.
acordo com a norma-padrão da língua.
A. Pessoas com HSAM apresenta cérebro com o lobo Câmara Municipal de Dois Córregos-SP - Oficial de
temporal maior. Atendimento e Administração – Vunesp-2018 - Questão
B. Os cérebros de pessoas com HSAM têm o lobo tem- 35. Considere as formas verbais destacadas nas frases do
poral maior. texto:
C. As pessoas com HSAM dispõe de cérebro com lobo Se fosse possível apagar da sua memória o que lhe cau-
temporal maior. sa dor, você apagaria? (1.º parágrafo)
D. O lobo temporal nos cérebros de pessoas com Usemos as decepções a nosso favor para que nos torne-
HSAM parecem ser maior. mos grandiosos diante da vida… (4.º parágrafo)
E. Ter cérebro com lobo temporal maior são comuns As formas verbais apagaria e Usemos exprimem, res-
em pessoas com HSAM. pectivamente, sentidos de
A. recomendação e lembrança.
Ei, você aí. Se fosse possível apagar da sua memória o que B. dúvida e lembrança.
lhe causa dor, você apagaria? Seria perfeito, pois manteríamos C. dúvida e hipótese.
tudo de bom e esqueceríamos completamente o ruim. D. hipótese e recomendação.
Mas não, não seria perfeito. E sabe por quê? Porque pre- E. hipótese e dúvida.
cisamos das perdas para valorizar os ganhos, o bom precisa
do ruim para ser compreendido e vice-versa. Simples assim.
Só que geralmente nos agarramos às derrotas e não enxer-
gamos as conquistas. Escondemos as recordações bonitas lá
no fundo da gaveta, enquanto carregamos as mágoas agar-
radas pela mão, para cima e para baixo.

6
LIVRO DE QUESTÕES

Câmara Municipal de Dois Córregos-SP - Oficial de IPSM-SP - Assistente de Gestão Municipal - Vu-
Atendimento e Administração – Vunesp-2018 - Questão nesp-2018 – Questão 38. De acordo com as informações
36. Assinale a alternativa em que o acento indicativo de do texto, conclui-se corretamente que uma ideia torta é
crase está empregado corretamente. acreditar que
A. Algumas pessoas com supermemória chegam à so- A. existem técnicas que melhoram a escrita.
frer com dores de cabeça. B. ter talento é um fato raro realmente.
B. Há lembranças tão vivas que nos fazem voltar à epi- C. escrever com clareza e precisão é uma riqueza.
sódios de nosso passado. D. saber escrever é uma questão de talento.
C. Lembrar-se do passado pode ser uma tarefa muito E. escrever é um direito numa sociedade justa.
difícil à determinadas pessoas.
D. Ela referiu-se à vontade de esquecer completamente IPSM-SP - Assistente de Gestão Municipal - Vu-
os momentos dolorosos. nesp-2018 – Questão 39. No texto, a passagem cujo ter-
E. Ao nos atermos à uma experiência ruim, desconside- mo em destaque exemplifica uso de linguagem figurada é:
ramos o que ela traz de bom. A. “É de uma pretensão sem tamanho, a vaidade ele-
vada ao maior grau…”.
IPSM-SP - Assistente de Gestão Municipal - Vu- B. Porque é especial demais, elevada demais, dizem al-
nesp-2018 – Questão 37. Assinale a alternativa correta guns.
quanto à concordância, de acordo com a norma-padrão. C. É o caso do leitor citado, que completou seu comen-
A. A cada ano, vende-se mais de 240 000 robôs indus- tário com esta pérola…
triais no mundo, e dados mostram que esse número têm D. … a ilusão de que toda pessoa alfabetizada domi-
crescido. na a escrita…
B. Computadores e algoritmos, nos próximos dez ou 20 E. … aspecto que será cada vez mais delegado à inte-
anos, pode pôr em risco 702 profissões nos Estados ligência artificial.
Unidos.
C. Nos últimos anos, a automação de tarefas antes fei- IPSM-SP - Assistente de Gestão Municipal - Vu-
tas por humanos vem se acelerando nas empresas. nesp-2018 – Questão 40. Assinale a alternativa correta
D. Segundo pesquisadores, está ameaçado pelos com- quanto à colocação pronominal, de acordo com a norma-
putadores, nos Estados Unidos, muitos dos empregos. -padrão.
E. Embora já hajam algoritmos que fazem a seleção de A. Talento literário é raro mesmo, e onde vivemos é
candidatos a vagas de emprego, muito mais estão por vir. comum ouvir que dificilmente encontramo-lo por aí.
B. Escrever com clareza e precisão é uma riqueza e
Para se alfabetizar de verdade, esta deve-se distribuir de forma igualitária numa socie-
Brasil deve se livrar de algumas ideias tortas dade.
C. Me disse um leitor que eu tinha pretensão sem ta-
Meses atrás, quando falei aqui do livro de Zinsser, um manho, ao comentar o que falei sobre o livro de Zinsser.
leitor deixou o seguinte comentário: “É de uma pretensão D. Hoje se entende que só correção gramatical e or-
sem tamanho, a vaidade elevada ao maior grau, o sujeito se tográfica não são qualidades suficientes para uma boa
meter a querer ensinar os outros a escrever”. escrita.
Pois é. Muita gente acredita que, ao contrário de todas E. Poderia-se dizer que a escrita, ao contrário de todas
as demais atividades humanas, da música à mecânica de as demais atividades humanas, não pode ser ensinada?
automóveis, do macramê à bocha, a escrita não pode
ser ensinada. Por quê? IPSM-SP - Assistente de Gestão Municipal - Vu-
Porque é especial demais, elevada demais, dizem al- nesp-2018 – Questão 41. De acordo com a norma-pa-
guns. É o caso do leitor citado, que completou seu comen- drão, o acento indicativo da crase está corretamente em-
tário com esta pérola: “Saber escrever é uma questão de pregado em:
talento, quem não tem, não vai nunca aprender…” A. O leitor aludiu à escrita como se ela fosse questão
Há os que chegam à mesma conclusão pelo lado opos- de talento: quem não tem, não vai nunca aprender.
to, a ilusão de que toda pessoa alfabetizada domina a es- B. A escrita deve levar o texto à uma riqueza, marcada
crita, e o resto é joguinho de poder espúrio. pela clareza e precisão, afastando o leitor da confusão
Talento literário é raro mesmo, mas não se trata disso. ou tédio.
Também não estamos falando só de correção gramatical C. De parte à parte, o texto precisa organizar-se como
e ortográfica, aspecto que será cada vez mais delegado à um tecido coeso e claro, instigando, assim, o leitor.
inteligência artificial. D. Existem aquelas pessoas que chegam à conclusões
Estamos falando de pensamento. Escrever com clareza semelhantes, no entanto elas seguem pelo lado oposto.
e precisão, sem matar o leitor de confusão ou tédio, é uma E. Também não estamos falando só de correção gra-
riqueza que deve ser distribuída de forma igualitária por matical e ortográfica. Estamos nos referindo à pensamento.
qualquer sociedade que se pretenda civilizada e justa.
(Sérgio Rodrigues. Folha de S.Paulo, 07.12.2017)

7
LIVRO DE QUESTÕES

Prefeitura Municipal de Mogi das Cruzes-SP - Auxi- Prefeitura Municipal de Mogi das Cruzes-SP - Auxi-
liar de Apoio Administrativo - Vunesp-2018 liar de Apoio Administrativo - Vunesp-2018 – Questão
45. Assinale a alternativa correta quanto à norma-padrão
de colocação pronominal.
A. Se pensava que a concentração de renda no topo da
pirâmide brasileira fosse menor.
B. Havia um problema ruim no Brasil e, para piorar, re-
centemente descobrimo-lo.
C. Os dados do IR e do PIB mostram-se chocantes, pois
eles revelam contrastes.
D. Os mais ricos têm valido-se de outras fontes de ren-
da, que não o salário recebido.
E. As pessoas sabiam que, com os dados do IR e PIB,
mudaria-se o número de ricos.

Leia o texto para responder às questões de números


46 e 47.

No começo do século 20, a rápida industrialização nos


Estados Unidos deu origem _______ algumas das maiores
fortunas que o mundo já viu. Famílias como os Vanderbilt
(Folha de S.Paulo, 26.10.2017) e os Rockefeller investiram em ferrovias, petróleo e aço,
obtendo um grande retorno, e passaram _________ ostentar
Prefeitura Municipal de Mogi das Cruzes-SP - Auxi- sua riqueza. O período ficou conhecido como Era Dourada.
liar de Apoio Administrativo - Vunesp-2018 –. Questão A desigualdade nunca foi tão grande – até agora. É o que
42. Ao referir-se a escrever uma monstruosidade nas redes
mostra um relatório
sociais, a personagem constata que isso
da UBS, companhia de serviços financeiros, feito em
A. é algo reprovado por todos os internautas.
parceria com a consultora PwC.
B. era prática inexistente na época do Orkut.
Para os autores do documento, a primeira Era Dourada
C. ocorre com facilidade atualmente.
aconteceu entre 1870 e 1910. Segundo eles, a atual come-
D. deixou de acontecer depois do Orkut.
çou em 1980 e deve se estender pelos próximos 10 a 20
E. tende a sumir muito brevemente.
anos, prolongada pelo desempenho econômico da Ásia e
de negócios ligados ________ tecnologia.
Prefeitura Municipal de Mogi das Cruzes-SP - Auxi-
liar de Apoio Administrativo - Vunesp-2018 – Questão (IstoÉ, 15.11.2017. Adaptado)
43. No último quadrinho, a expressão “essas frescuras” faz
referência ao fato de as pessoas Prefeitura Municipal de Mogi das Cruzes-SP - Auxi-
A. comunicarem-se pelo Orkut. liar de Apoio Administrativo - Vunesp-2018 – Questão
B. escreverem algumas monstruosidades. 46. Em conformidade com a norma-padrão, as lacunas do
C. postarem comentários no Orkut. texto devem ser preenchidas, respectivamente, com:
D. lembrarem-se da época do Orkut. A. a … a … a
E. comentarem de forma anônima. B. à … à … à
C. a … à … à
Prefeitura Municipal de Mogi das Cruzes-SP - Auxi- D. à … à … a
liar de Apoio Administrativo - Vunesp-2018 – Questão E. a … a … à
44. Se a frase do 2.º quadrinho for reescrita na perspectiva
de tempo futuro, em conformidade com a norma-padrão, Prefeitura Municipal de Mogi das Cruzes-SP - Auxi-
ela assumirá a seguinte redação: liar de Apoio Administrativo - Vunesp-2018 – Questão
A. Quando você querer escrever alguma monstruosida- 47. Assinale a alternativa correta quanto à concordância,
de, será possível comentar de forma anônima. segundo a norma-padrão.
B. Quando você queira escrever alguma monstruosida- A. Os negócios envolvendo tecnologia e o desempe-
de, é possível comentar de forma anônima. nho da Ásia farão com que a atual Era Dourada se prolon-
C. Quando você quisesse escrever alguma monstruosi- gue por até 20 anos.
dade, seria possível comentar de forma anônima. B. De acordo com os autores do relatório da UBS, os
D. Quando você quiser escrever alguma monstruosida- próximos anos será necessário para a conclusão da atual
de, será possível comentar de forma anônima. Era Dourada.
E. Quando você quererá escrever alguma monstruosi- C. Algumas das maiores fortunas dos Estados Unidos
dade, é possível comentar de forma anônima. havia obtido grande retorno econômico investindo em fer-
rovias, petróleo e aço..

8
LIVRO DE QUESTÕES

D. Os autores do relatório da UBS consideram que O melhor antídoto para os males da liberdade de ex-
ocorreu duas Eras Douradas: uma entre 1870 e 1910, e ou- pressão é a própria liberdade de expressão, que tende a
tra que começou em 1980. encontrar formas de se autocorrigir. E o melhor antídoto
E. O investimento das famílias como os Vanderbilt e contra as falsidades apresentadas como jornalismo é a prá-
os Rockefeller em ferrovias, petróleo e aço trouxeram -lhes tica do bom jornalismo, comprometido com a veracidade
grandes retornos. dos fatos que relata e com a pluralidade de pontos de vista
no que concerne às questões controversas.
Câmara Municipal de Cotia-SP – Contador - Vu- Embora haja remédios legais para reparar os excessos,
nesp-2017 – Questão 48. Leia a charge. a maioria dos casos passará despercebida no ruído inces-
sante da internet.
(Folha de S.Paulo, 26.02.2017. Adaptado)

Câmara Municipal de Cotia-SP – Contador - Vu-


nesp-2017 – Questão 49. Ao estabelecer um paralelo en-
tre o conhecimento verificável e os boatos, o autor reco-
nhece que
A. estes buscam, geralmente, a verdade existente por
trás dos fatos.
B. aquele é garantido pelas empresas que integram o
oligopólio da internet.
C. ambos acabam tendo como objetivo a difusão de
notícias falsas.
D. aquele se fundamenta em crenças e atende a inte-
(Gazeta do Povo, 01.12.2016) resses obscuros.
E. estes têm um espaço de disseminação maior por
O motivo pelo qual se separa entre vírgulas o termo meio das redes sociais.
“Baiano” também está presente na seguinte frase:
A. Era um lugar estranho, ou melhor, onde coisas sem
Câmara Municipal de Cotia-SP – Contador - Vu-
explicação aconteciam.
nesp-2017 – Questão 50. Em sua análise, o autor deixa
B. Foi em Curitiba, capital do Paraná, que seu coração
claro que
ganhou companhia.
A. a existência de notícias falsas é comum na rotina do
C. A jovem Veridiana, que estava em viagem, acabou sem
homem.
saber da tragédia.
B. a Nasa forjou as imagens da viagem do homem à Lua.
D. Eu lhe disse, meu amigo, que esta cidade tem belezas
C. a velocidade de circulação das falsas notícias tem
e encantamentos.
E. Ficava a pensar em coisas absurdas, por exemplo, nos diminuído.
sonhos das formigas. D. a doença de Tancredo Neves dissipou dúvidas sobre
um atentado.
Notícias falsas sempre circularam. Sobretudo nos es- E. a internet pouco tem servido às pessoas para o de-
tratos menos expostos ao jornalismo e a outras formas de bate crítico.
conhecimento verificável, boatos encontram terreno para se
propagar. Câmara Municipal de Cotia-SP – Contador - Vu-
Basta recordar a persistente crença sobre a falsidade das nesp-2017 – Questão 51. Assinale a alternativa correta
viagens tripuladas à Lua, cujas imagens teriam sido forjadas quanto ao emprego do acento indicativo da crase.
pela Nasa. No âmbito nacional, murmurou-se durante anos A. A circulação instantânea das notícias falsas, as quais
que o presidente Tancredo Neves fora vítima de um atentado chegam à um grande público devido à rapidez da internet,
que se dissimulara como doença. é favorável à formação de ondas de credulidade.
A novidade é que as redes sociais da internet se mostram B. A circulação instantânea das notícias falsas, às quais
o veículo ideal para a difusão de notícias falsas. Não apenas chegam à muitas pessoas devido a rapidez da internet, fa-
estapafúrdias, como seria de esperar, mas às vezes inventa- vorece que se formem ondas de credulidade.
das de modo a favorecer interesses e prejudicar adversários. C. A circulação instantânea das notícias falsas, as quais
A circulação instantânea, própria desse meio, propicia a chegam a muitas pessoas devido à rapidez da internet,
formação de ondas de credulidade. Estimuladas pelos algo- é favorável à formação de ondas de credulidade.
ritmos das empresas que integram o oligopólio da internet, D. A circulação instantânea das notícias falsas, às quais
essas ondas conferem escala e ritmo inéditos à tradicional chegam a um grande número de pessoas devido à rapi-
circulação de boatos. dez da internet, é favorável as ondas de credulidade que
Dado que as pessoas, nas redes sociais, tendem a se se formam.
agregar por afinidade de crenças, não é difícil que os rumo- E. A circulação instantânea das notícias falsas, às quais
res se disseminem sem serem confrontados por crítica ou chegam a muitas pessoas devido a rapidez da internet, fa-
contraponto. vorece à formação de ondas de credulidade.

9
LIVRO DE QUESTÕES

Câmara Municipal de Cotia-SP – Contador - Vu- C. Joel, rapidamente, se vestiu... / Se sucediam as noi-
nesp-2017 – Questão 52. Assinale a alternativa correta tes, estreladas. / Achou bonita esta frase [...]. Depois, nunca
quanto à concordância nominal. mais a falou.
A. Notícias falsas sempre circularam. Sobretudo nas ca- D. Vestiu-se, rapidamente, Joel... / Sucediam-se, estre-
madas menas expostas ao jornalismo. ladas, as noites. / Achou bonita esta frase [...]. Depois, nun-
B. Basta recordar os persistente mitos relativo à falsida- ca mais falou-a.
de das viagens tripuladas pelo homem à Lua. E. Joel rapidamente vestiu-se... / Estreladas, se suce-
C. A rapidez e a instantaneidade da circulação de in- diam as noites / Achou bonita esta frase [...]. Depois, nunca
formações, próprio desse meio, propiciam a formação de mais falou-a.
ondas de credulidade.
D. As redes sociais da internet se mostram o veículo Câmara Municipal de Porto Ferreira-SP - Assessor
ideal para a difusão de bastante notícias falsas. de Imprensa - Vunesp-2017 – Questão 56. Assinale a al-
E. Essas ondas conferem escala e velocidade inéditas à ternativa correta quanto à regência, de acordo com a nor-
tradicional circulação de boatos. ma-padrão.
A. Joel foi até na janela e constatou de que tudo estava
Câmara Municipal de Porto Ferreira-SP - Assessor inundado por ali.
de Imprensa - Vunesp-2017 – Questão 53. Assinale a al- B. Joel vigiava sempre, e seus pensamentos aludiam
ternativa correta quanto à concordância verbal. nos esplêndidos aventureiros.
A. O acesso às universidades podem ser um caminho C. A alimentação de Joel compunha-se em peixes exó-
para uma vida melhor. ticos, que lhe satisfaziam.
B. Com as cotas, garantiram-se vagas a negros, pardos, D. Certa vez, houve uma tempestade à qual durou sete
índios e pobres nas universidades. horas, mas sem triunfar em Joel.
C. Houveram muitos mitos quando se cogitaram a im- E. Não se assistiu a nenhum ataque dos monstros, mas
plementação das cotas. Joel estava certo da sua existência.
D. Já fazem quinze anos que as cotas nas universidades
vem sendo implementadas. Câmara Municipal de Valinhos-SP - Analista Técnico
E. As cotas, implementadas no país nos últimos quinze Legislativo - Vunesp-2017 – Questão 57. O verbo que
anos, é um feito a comemorar. se flexionará no plural para concordar corretamente com o
sujeito da oração está entre colchetes em:
A. Entre os maiores ícones da história do cinema do
Câmara Municipal de Porto Ferreira-SP - Assessor
século 20, [estar] o parisiense François Truffaut.
de Imprensa - Vunesp-2017 – Questão 54. Observe as
B. Algumas das temáticas mais abordadas na obra de
manchetes, retiradas e adaptadas do site do jornal A Tarde
Truffaut [ser] a infância, a paixão e as mulheres.
(Salvador, 20.09.2017):
C. A obra de grande parte dos cineastas contemporâ-
Trump vai ________ ONU e ameaça “destruir” Coreia do
neos [conter] referências ao trabalho de Truffaut.
Norte.
D. A noite americana [vencer] diversos prêmios em
Apresentador é condenado _______ devolver salários
1974, incluindo o Oscar de melhor filme estrangeiro.
_______ emissora.
E. [Ter] participações nos filmes de François Truffaut a
Líder quilombola é morto ________ tiros em Simões Filho. premiada atriz francesa Catherine Deneuve.
De acordo com a norma-padrão, as lacunas devem ser
preenchidas, respectivamente, com: Câmara Municipal de Valinhos-SP - Analista Técnico
A. à ... a ... a ... à Legislativo - Vunesp-2017 – Questão 58. A frase escrita
B. a ... à ... a ... a em conformidade com a norma-padrão da língua é:
C. à ... à ... à ... a A. A Nova Onda do cinema francês foi um movimento
D. a ... a ... à ... à artístico cuja estética se opunha à do cinema comercial.
E. à ... a ... à ... a B. Atentos à inovações técnicas, os diretores da Nova
Onda manteram-se dedicados a um trabalho de monta-
Câmara Municipal de Porto Ferreira-SP - Assessor gem não linear.
de Imprensa - Vunesp-2017 – Questão 55. Quanto à co- C. Os jovens artistas da Nova Onda, ou Nouvelle Vague,
locação pronominal, as orações – Joel vestiu-se rapidamen- proporam-se à romper com os paradigmas da arte cine-
te... –; – As noites se sucediam, estreladas. – e – Achou bonita matográfica.
esta frase [...]. Depois, nunca mais falou. – estão reescritas, D. Os cineastas da Nova Onda se disporam a sair pelas
correta e respectivamente, em: ruas com suas câmeras, para filmar à vida com paixão e
A. Rapidamente se vestiu Joel... / Sucediam-se, estrela- originalidade.
das, as noites. / Achou bonita esta frase [...]. Depois, nunca E. Dirigido por Godard, com roteiro baseado em his-
mais a falou. tória de Truffaut, o filme Acossado ateu-se à princípios da
B. Se vestiu Joel rapidamente... / As noites, estreladas, Nova Onda.
sucediam-se. / Achou bonita esta frase [...]. Depois, nunca
mais falou-a.

10
LIVRO DE QUESTÕES

Câmara Municipal de Valinhos-SP - Assistente Ad- D. Para o autor, não existem cirurgias e aplicação de
ministrativo / Assistente de Almoxarife botox que esconda a idade quando se emprega gírias ul-
Assistente de Protocolo / Oficial de Gabinete / Ser- trapassadas na comunicação.
viços Gerais - Vunesp-2017 – Questão 59. E. Para o autor, não existem cirurgias e aplicação de
A Rede de Cidades Criativas da Unesco, que prestigia botox que escondam a idade quando se emprega gírias
profissionais pelo trabalho significativo que exercem em ultrapassadas na comunicação.
determinadas áreas, conta com cinco brasileiros.
O pronome que substitui corretamente a palavra destaca- IPRESB-SP - Agente Previdenciário - Vunesp-2017 –
da e está adequadamente colocado na frase encontra-se em: Questão 63. O termo “boko moko” foi criado para rotular
A. … que prestigia-lhes… as pessoas de cafona porque não tomavam a tal bebida.
B. … que prestigia-os… Os pronomes que substituem corretamente as expressões
C. … que prestigia-nos… destacadas e estão adequadamente colocados na frase en-
D. … que lhes prestigia… contram-se na alternativa:
E. … que os prestigia… A. O termo “boko moko” foi criado para rotulá-las de
cafona porque não tomavam-na.
Câmara Municipal de Valinhos-SP - Assistente Ad- B. O termo “boko moko” foi criado para rotulá-las de
ministrativo / Assistente de Almoxarife ssistente de cafona porque não a tomavam.
Protocolo / Oficial de Gabinete / Serviços Gerais - Vu- C. O termo “boko moko” foi criado para as rotular de
nesp-2017 – Questão 60. Considere a frase: cafona porque não lhe tomavam.
Boston, ______________ a outras cidades universitárias do D. O termo “boko moko” foi criado para rotular-lhes de
mundo, é a que mais _____________ intelectuais talentosos. cafona porque não tomavam-na.
De acordo com a norma-padrão da língua portuguesa, E. O termo “boko moko” foi criado para lhes rotular de
as lacunas dessa frase devem ser preenchidas, respectiva- cafona porque não a tomavam.
mente, por:
A. comparada ... reúnem
B. comparado ... reúnem
C. comparada ... reúne
D. comparados ... reúne
E. comparadas ... reúnem

IPRESB-SP - Agente Previdenciário - Vunesp-2017


– Questão 61. Assinale a alternativa correta quanto à con-
cordância verbal e nominal prevista pela norma-padrão.
A. Os testes para verificar se a emissão de gases poluen-
tes eram adequadas foram falsificados pela montadora.
B. A sustentabilidade é essencial para corporações que de-
sejam estar alinhadas com as expectativas dos consumidores.
C. Os investidores, antes de aplicar seu dinheiro nas
empresas, analisa se elas seguem padrões administrativo (Folha de S. Paulo, 20.09.2010. Adaptado)
corretos.
D. Eficiência econômica, justiça social e governança IPRESB-SP - Agente Previdenciário - Vunesp-2017 –
corporativa são valores, hoje em dia, muito prestigiado Questão 64. Assinale a alternativa em que a frase baseada
pela sociedade. na charge está correta quanto ao emprego do sinal indica-
E. A honestidade e a eficiência na gestão administrativa tivo de crase.
têm sido imprescindível para os consumidores conscientes A. Refletindo sobre o uso do Twitter, o rapaz faz men-
dos seus direitos. ção à dificuldade para redigir os relatórios detalhados pe-
didos à ele pela gerência.
IPRESB-SP - Agente Previdenciário - Vunesp-2017 B. Refletindo sobre o uso do Twitter, o rapaz cita à difi-
– Questão 62. De acordo com a concordância verbal es- culdade para redigir os relatórios detalhados pedidos a ele
tabelecida pela norma-padrão, está correta a alternativa: pela gerência.
A. Para o autor, não existe cirurgias e aplicação de bo- C. Refletindo sobre o uso do Twitter, o rapaz faz alusão
tox que esconda a idade quando se emprega gírias ultra- a dificuldade para redigir os relatórios detalhados pedidos
passadas na comunicação. a ele pela gerência.
B. Para o autor, não existe cirurgias e aplicação de bo- D. Refletindo sobre o uso do Twitter, o rapaz se refere
tox que escondam a idade quando se empregam gírias ul- à dificuldade para redigir os relatórios detalhados pedidos
trapassadas na comunicação. a ele pela gerência.
C. Para o autor, não existem cirurgias e aplicação de E. Refletindo sobre o uso do Twitter, o rapaz admite a
botox que escondam a idade quando se empregam gírias dificuldade para redigir os relatórios detalhados pedidos à
ultrapassadas na comunicação. ele pela gerência.

11
LIVRO DE QUESTÕES

Prefeitura Municipal de Sertãozinho-SP – Fisiotera- TCE-SP - Agente da Fiscalização – Administração -


peuta - Vunesp-2017 – Questão 65. O sinal indicativo de Vunesp-2017 – Questão 68. Assinale a alternativa em que
crase está empregado corretamente nas duas ocorrências a concordância está de acordo com a norma-padrão.
na alternativa: A. O potencial das usinas hidrelétricas e eólicas mostram o
A. Muitos indivíduos são propensos à associar, inadver- Brasil com uma das matrizes de geração mais limpas.
tidamente, tristeza à depressão. B. Notam-se que, no Brasil, no que respeita à energia
B. As pessoas não querem estar à mercê do sofrimento, solar fotovoltaica, algumas centrais de grande pujança co-
por isso almejam à pílula da felicidade. meça a se instalar.
C. À proporção que a tristeza se intensifica e se prolon- C. 40% da capacidade renovável em 2016 está com a
ga, pode-se, à primeira vista, pensar em depressão. China, e os maiores índices provêm da energia solar.
D. À rigor, os especialistas não devem receitar remédios D. Como mostra os dados, a China e o Brasil, quanto
às pessoas antes da realização de exames acurados. aos investimentos em energia solar, possui distintos perfis
E. Em relação à informação da OMS, conclui-se que de investimento.
existem 121 milhões de pessoas à serem tratadas de de- E. Existirá demandas para o etanol e o biodiesel, embo-
pressão. ra o noticiário se concentre na voga dos veículos elétricos.

Prefeitura Municipal de Sertãozinho-SP – Fisiotera- TCE-SP - Agente da Fiscalização – Administração -


peuta - Vunesp-2017 – Questão 66. A alternativa correta Vunesp-2017 – Questão 69.
quanto à concordância verbal encontra-se em: A eletricidade produzida a partir da luz do sol, ou ener-
A. Felizmente vêm se alterando as atitudes dos jovens gia fotovoltaica, aparece como a grande estrela do relató-
em relação ao idoso, hoje mais aceito socialmente. rio “Renováveis 2017 – Análise e Previsões para 2022”, da
B. Entre os acessórios utilizados pelos idosos que antiga- Agência Internacional de Energia (AIE). E a maior respon-
mente frequentava os parquinhos estão a boina e o cachecol.
sável por isso, mais uma vez, é a China.
C. Existem, atualmente, idosos que foge ao antigo pa-
A geração solar foi a que mais cresceu entre as ener-
drão de comportamento caracterizado por uma vida mo-
nótona e sem atrativos. gias renováveis, alcançando quase a metade (45%) dos
D. Como ocorrem em outros países, a população do 165 giga-watts de capacidade adicionada em 2016, excluí-
Brasil também está envelhecendo. das fontes de origem fóssil (carvão, petróleo e gás natural)
E. Em números absolutos, haverão 50 milhões de ido- e nuclear.
sos no Brasil que vão consumir todo tipo de produtos para O Brasil instalou 7,8 GW de renováveis no ano passado
essa faixa etária. – de um total de 9,5 GW no país –, repartidos entre usinas
hidrelétricas (5,2 GW) e eólicas (2,6 GW). Mantém uma das
Prefeitura Municipal de Sertãozinho-SP – Fisioterapeu- matrizes de geração mais limpas, mas contribui com me-
ta - Vunesp-2017 – Questão 67. Assinale a alternativa redigida nos de 5% do crescimento verde mundial.
de acordo com a norma-padrão da língua portuguesa.       Já a China responde por 40% da capacidade reno-
A. A velhice é um período da vida para o qual todos vável adicionada em 2016, e a maior parte disso provém
nós, em princípio, vamos chegar. da energia solar. O governo de Pequim incentiva essa fon-
B. Para os septuagenários esportistas do Leblon, cujos te limpa na tentativa de minorar a poluição do ar gerada
saques e cortadas são mortíferos, a vida nunca parou. por termelétricas a carvão, grave problema de saúde pú-
C. Nelson Rodrigues, cuja a carreira literária e jornalísti- blica e inquietação social.
ca é notória, criou a expressão “a razão da idade”. Sob esse estímulo, o país asiático já representa 50%
D. Em 1968, onde o Poder Jovem chegou ao apogeu,
da demanda global por painéis fotovoltaicos e manufatura
ser velho era quase uma ofensa.
60% desses equipamentos.
E. As tradicionais bandas de rock, onde o grupo de fãs é
formado por moças e rapazes, continuam fazendo sucesso.       Salta aos olhos a irrelevância do Brasil no que
respeita à energia solar fotovoltaica. Algumas grandes
TCE-SP - Agente da Fiscalização – Administração - centrais começam a ser instaladas, mas o investimento na-
Vunesp-2017 cional na mais dinâmica fonte alternativa é desprezível, em
termos mundiais.
Andá com fé eu vou O país só se destaca, no relatório da AIE, na seara das
Que a fé não costuma faiá fontes renováveis para o setor de transporte. Embora o
Certo ou errado até noticiário se concentre na voga dos veículos elétricos, o
A fé vai onde quer que eu vá estudo ressalta que os biocombustíveis – como etanol e
Ô-ô biodiesel – permanecerão como opções mais viáveis.
A pé ou de avião Sim, o Brasil conta com a matriz elétrica mais limpa
Mesmo a quem não tem fé entre nações de grande porte e liderança inconteste em
A fé costuma acompanhar álcool combustível. O futuro, no entanto, é solar.
Ô-ô (Editorial. Império do sol. Folha de S.Paulo, 10.10.2017.
Pelo sim, pelo não Adaptado) 
(http://www.gilbertogil.com.br/sec_musica_2017.php)

12
LIVRO DE QUESTÕES

____________ que a geração solar foi a que mais cresceu Prefeitura Municipal de Barretos-SP – Professor I –
entre as energias renováveis. Embora ___________ muito nes- Vunesp-2018
se tipo de energia, não ___________ que todos os países têm a
mesma preocupação com a questão. Novo Analfabetismo
De acordo com a norma-padrão, as lacunas da frase
devem ser preenchidas, respectivamente, com: O Instituto de Estatísticas da Unesco alerta, em informe
A. Vê-se … se tenha investido … se pode dizer recente, que grande parte dos jovens da América Latina
B. Vê-se … tenha investido-se … pode dizer-se não alcança níveis apropriados de proficiência em leitura.
C. Se vê … tenha-se investido … pode-se dizer São 19 milhões de adolescentes que concluem o ensino
D. Vê-se … tenha investido-se … se pode dizer fundamental sem conseguir ler parágrafos simples e deles
E. Se vê … se tenha investido … pode-se dizer extrair informações, num fenômeno que Silvia Montoya,
dirigente do instituto, chama de “nova definição do anal-
TCE-SP - Agente da Fiscalização – Administração - fabetismo”.
Vunesp-2017 – Questão 70. Assinale a alternativa em que, A preocupação da diretora procede, pois a falta de
se o termo em destaque for flexionado no plural, o verbo competência leitora fragiliza a cidadania. Afinal, quem não
da oração também deverá ir para o plural. consegue ler jornais ou livros depende do que a televisão
A. … e deu o atestado de óbito. lhe recomenda como condutas corretas e não consegue
B. Apanhou um resfriado… formular seus próprios juízos.
C. … para não haver dúvida… Além disso, em tempos em que o mundo do traba-
D. Alguns dias depois, deu-se o evento. lho extermina postos baseados em tarefas rotineiras, que
E. Tomou-se conhecimento de uma carta… não demandam capacidade de concepção, as chances de
sucesso profissional e de realização pessoal de quem tem
letramento insuficiente se tornam muito limitadas.
Aqui, só 30% dos alunos saem do 9.º ano com aprendi-
zado adequado em leitura e interpretação, de acordo com
dados do Inep. É menos que a média da América Latina,
que tanto chocara Silvia Montoya.
Ora, num país de elites não leitoras, o fato de tantos
jovens não estarem aptos a ler livros talvez não choque.
Não é mais suficiente ter um nível mínimo de alfabeti-
zação. Não ter competência leitora traz obstáculos para a
vida em sociedade, especialmente no tocante à dificuldade
em compreender os próprios direitos e deveres como cida-
(João Montanaro. Disponível em:<https://www.face- dão, ainda mais num mundo em turbulência como o que
book.com>. Acesso em 21.04.2017) vivemos.
(Claudia Costin. Folha de S.Paulo, 27.10.2017. Adap-
TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário - Vunesp-2017 tado)
– Questão 71. Assinale a alternativa que expressa ideia
compatível com a situação representada na charge. Prefeitura Municipal de Barretos-SP – Professor I –
A. Hoje, a tecnologia leva a uma compreensão mais éti- Vunesp-2018 – Questão 73 - Conforme o texto, o frágil e
ca da realidade circundante. insuficiente desenvolvimento da competência leitora dos
B. Não se pode condenar a postura ética das pessoas jovens que concluem o ensino fundamental na América La-
que se deixam encantar com os modismos. tina impacta diretamente
C. O verdadeiro sentido da solidariedade está em co- A. nas políticas educacionais da Unesco para a região,
mover-se com o semelhante desamparado. que passa a pressionar governantes a fim de que adotem
D. A novidade tecnológica reforça a individualidade, medidas capazes de reverter esse quadro.
levando as pessoas a ficar alheias à realidade que as cerca. B. na cidadania de milhões desses jovens, que desistem
E. Um fato violento corriqueiro não justifica a preocu- da escola em face à dificuldade para extrair informações de
pação com a desgraça alheia. contextos de leitura simples.
C. na formação desses leitores enquanto cidadãos, já
que a proficiência em leitura é fundamental para a forma-
TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário - Vunesp-2017 ção da capacidade de julgamento.
– Questão 72. Assinale a alternativa contendo uma ideia D. na formação social desses jovens, que não conse-
implícita a partir dos fatos retratados na charge. guem se apropriar de normas de conduta divulgadas pela
A. As pessoas sorriem para a câmera. televisão indispensáveis para esse fim.
B. O corpo está estendido no chão. E. no modo como informações são transmitidas em
C. A violência está banalizada. livros e jornais, que acabam tendo de adaptar sua lingua-
D. O pau de selfie permite fotografar várias pessoas. gem ao nível de entendimento dos leitores.
E. O grupo familiar posa unido.

13
LIVRO DE QUESTÕES

Prefeitura Municipal de Barretos-SP – Professor I – Respostas


Vunesp-2018 – Questão 74 - Conforme a autora do texto,
A. a dificuldade com leitura não chega a ser preocu- 01 - Voltemos ao texto: (...) “amnésia digital”, um sin-
pante quanto à colocação no mercado de trabalho, ainda toma de um comportamento cada vez mais comum: o de
marcado por atividades que não requerem instrução. confiar o armazenamento de dados importantes aos nossos
B. a passividade ante um número tão alto de leitores dispositivos eletrônicos e à internet em vez de guardá-los na
inaptos pode ser justificada pelo desinteresse pela leitura cabeça. Corresponde a deixar de memorizar informações
inclusive dos que estão no topo da sociedade. acessadas via meios eletrônicos.
C. a demanda por qualificação em detrimento do tra- GABARITO OFICIAL: C
balho em atividades rotineiras por enquanto não compro-
mete o futuro de quem tem letramento insuficiente. 02 - O pronome oblíquo “lo” exerce a função de objeto
D. a constatação do quadro de competência leitora direto, complementando o verbo “guardar”. Voltemos ao
abaixo do esperado tem obrigado o mercado de trabalho a texto para identificarmos qual termo ele retoma: (...) o de
adequar suas exigências a essa realidade. confiar o armazenamento de dados importantes aos nos-
E. o baixo nível de letramento, embora crie dificuldades sos dispositivos eletrônicos e à internet em vez de guardá-los
para a leitura de livros e jornais, não chega a constituir um na cabeça. = confiamos o armazenamento de dados à in-
empecilho para a vida em sociedade. ternet e não os guardamos na cabeça.
GABARITO OFICIAL: D
Prefeitura Municipal de Barretos-SP – Professor I
– Vunesp-2018 – Questão 75 - Assinale a alternativa em 03 - Texto! (...) Ao receberem uma questão, 57% dos en-
que, no trecho reescrito a partir do texto que completa a trevistados tentam sugerir uma resposta sozinhos, mas 36%
frase a seguir, o acento indicativo da crase está empregado usam a internet para elaborar sua resposta.
corretamente, de acordo com a norma-padrão da língua. GABARITO OFICIAL: A
Uma competência leitora insuficiente acaba criando
obstáculos para a vida em sociedade, especialmente quanto 04 - “Amnésia significa esquecer-se de algo; na ‘amnésia
A. à algumas atividades requeridas por novas formas digital’, a pessoa não chega nem a aprender e, portanto,
de trabalho. não consegue esquecer algo que escolheu nem lembrar.” =
B. à ser capaz de praticar a leitura eficiente de livros e amnésia pressupõe aprendizado, o que não acontece nos
de jornais. casos de pesquisas feitas na internet, segundo o texto.
C. à compreensão eficiente de responsabilidades e de GABARITO OFICIAL: C
direitos sociais.
D. à novas exigências praticadas no mercado de traba- 05 - (...) Primeiro, associe suas memórias com objetos
lho atual. físicos. = associação!
E. à uma aprendizagem escolar rica e plenamente sa- GABARITO OFICIAL: C
tisfatória.
06 - Pela leitura do trecho compreende-se que a re-
petição automática pode, inclusive, impedir que o relator
entenda o que está expondo. Não é certeza, já que temos
a presença do termo “pode”.
GABARITO OFICIAL: D

07 - O vocábulo “ingerimos” está empregado em senti-


do figurado (conotativo), equivalendo à assimilação.
GABARITO OFICIAL: B

08 - Os verbos das frases citadas estão no Modo Impe-


rativo (expressam ordem). Vamos aos itens:
Em “a”: ... o acesso rápido e a quantidade de textos
fazem = presente do Indicativo
Em “b”: Na internet, basta um clique = presente do
Indicativo
Em “c”: ... após discar e fazer a ligação, não precisamos
= presente do Indicativo
Em “d”: Pense rápido: = Imperativo
Em “e”: É o que mostra também uma pesquisa = pre-
sente do Indicativo
GABARITO OFICIAL: D

09 - Correções feitas nos itens, entre parênteses:

14
LIVRO DE QUESTÕES

Em “a”: Apresentou-se (Apresentaram-se) três manei- Em “c”: tinha um comportamento indiferente à qual-
ras de melhorar a capacidade de memorização, mas de- quer influência = a qualquer (antes de pronome indefinido)
vem (deve) haver uma infinidade de métodos igualmente Em “d”: refere-se à uma maneira = a uma (antes de ar-
eficazes. tigo indefinido)
Em “b”: Quem nunca passou pelo constrangimento de Em “e”: O personagem revelou à pessoa com quem con-
esquecer o nome de pessoas que tinham (tinha) acabado versava que jogava o tempo fora = revelou o quê? que jogava
de conhecer, pedindo-lhe que os (o) repetisse posterior- o tempo fora; revelou a quem? à pessoa (objeto indireto, com
mente? preposição) = correta.
Em “c”: São (É) importantes (importante) adquirir meios GABARITO OFICIAL: E
para ampliar nossa capacidade de memorizar, da qual de-
pende (dependem) nossas histórias pessoais e nossa pró- 15 - A resposta está no texto: (...) Diante da tela do com-
pria identidade. putador, fico atrás das palavras, encontro algumas, apago ou-
Em “d”: É sempre válido aprender técnicas de memo- tras, corrijo, leio e releio até sentir que o texto está pronto. Às
rização, especialmente quando se tratam (trata) de exercí- vezes, ficou melhor do que eu imaginava. Nesse momento sou
cios simples, como rabiscar enquanto se assistem (assiste) invadido por uma sensação de felicidade plena que vai e volta
a uma palestra. por vários dias.
Em “e”: Mesmo indivíduos com uma excelente memó- GABARITO OFICIAL: A
ria têm episódios de esquecimento, os quais se tornam fre-
quentes em momentos de estresse. = correta 16 - Texto: (...) Hemingway diz que, ao escritor de nossos
GABARITO OFICIAL: E tempos, cabem duas alternativas: escrever melhor do que os
grandes mestres já falecidos ou contar histórias que nunca
10 - Voltemos ao texto: Para o autor, (...) Na verdade, a foram contadas. (...) se eu escrevesse melhor do que Machado
“autobiografia”, entre nós, é mais uma memória, em que de Assis, poderia recriar personagens como Dom Casmurro ou
o autor ouve apenas a si mesmo. descrever com mais poesia o olhar de ressaca de Capitu. (...)
GABARITO OFICIAL: B Restava a outra alternativa...
GABARITO OFICIAL: E
11 - Texto: (...) Supõe-se que uma autobiografia seja
uma biografia escrita pela própria pessoa, não? E será, mas 17 - (...) Há escritores que precisam de silêncio, solidão
só se ela usar as armas de um biógrafo, entre as quais ouvir e ambiente adequado para a prática do ofício. Por força da
o mínimo de 200 fontes de informações. necessidade, aprendi a escrever em qualquer lugar em que
GABARITO OFICIAL: C haja espaço para sentar com o computador. Consigo me con-
centrar apesar das vozes esganiçadas que anunciam os voos.
12 - Correções à frente: GABARITO OFICIAL: A
Em “a”: atentar para o resto da história = correta
Em “b”: reportar-se o resto da história = reportar-se ao 18 - Pela leitura do período, o termo em destaque nos
Em “c”: ater-se do resto da história = ater-se ao dá a noção do momento (tempo) em que o autor iniciava sua
Em “d”: fazer alusão do resto da história = alusão ao atividade de criação = quando o avião levantava voo.
Em “e”: fazer menção no resto da história = menção ao GABARITO OFICIAL: D
GABARITO OFICIAL: A
19 - O autor se sente bem por saber que não será inco-
13 - Vamos aos itens: modado por ninguém.
Em “a”: usar as armas de um biógrafo → mas só se ela GABARITO OFICIAL: B
usar-las = usá-las
Em “b”: publicassem suas memórias. → publicassem- 20 - Para mim, o que eu escrevesse seria fatalmente
-as = publicassem-nas comparado com Machado de Assis, Gógol, Faulkner, Joyce,
Em “c”: publicar um livro delicioso → acaba de publi- Pushkin, Turgenev ou Dante Alighieri. Depois do que disseram
car-lhe = publicá-lo esses e outros gênios, que livro valeria a pena ser escrito? =
Em “d”: oferece o quadro completo → oferece-lo = depois das obras escritas por estes gênios, quaisquer outras
oferece-o não compensariam a leitura, pois não seriam tão boas.
Em “e”: ligaram os instrumentos → ligaram-nos = cor- GABARITO OFICIAL: E
reta
GABARITO OFICIAL: E 21 - “Inerentes” tem o sentido de “intrínsecos” = já fa-
zem parte de.
14 - Aos itens: GABARITO OFICIAL: A
Em “a”: evita considerar à internet = a internet (objeto
direto) 22 - Dentre os itens, o que apresenta sentido conotati-
Em “b”: tinha uma propensão à jogar = a jogar (sem vo (figurado) é “às cotoveladas, a literatura abriu espaço”
acento grave indicativo de crase antes de verbo no infini- na agenda do autor.
tivo) GABARITO OFICIAL: D

15
LIVRO DE QUESTÕES

23 - “Se” é, no caso, conjunção condicional – expressa randiru” (1999), que mostra as (objeto direto do verbo “mos-
condição, uma possibilidade para que outra ação aconteça: trar”) entranhas daquela que foi a (artigo definido) maior
se ele escrevesse melhor... recriaria personagens (possibilida- prisão da América Latina, e de “Carcereiros” (2012), sobre
de e ação condicionada à possibilidade). os funcionários que trabalham no sistema prisional, Varella
GABARITO OFICIAL: C agora faz um retrato das detentas da Penitenciária Feminina
da Capital, também na capital paulista, onde cumprem pena
24 - Dá para responder à questão por eliminação (uma mais de duas mil mulheres.
das maneiras para solução de questões em um concurso é Teremos: a / as / a.
a eliminação: quando não conseguir encontrar a alternativa GABARITO OFICIAL: B
correta, tente descartar as incorretas – geralmente há aque-
las que não têm coerência com o texto ou com o que é pe- 29 - Os versos fazem comparações do sono com uma
dido pelo enunciado). No caso desta questão, a conjunção viagem e com a morte.
“ou” representa “alternância”. Portanto, ficaremos com a le- GABARITO OFICIAL: E
tra “c”, sem a necessidade de analisarmos as demais!
GABARITO OFICIAL: C 30 - Ao poema: há uma estação de chegada / (anun-
ciam-na os galos agora) / Há uma estação chamada... / AU-
25 - Separaríamos “nesse momento” do período, dan- RORA! = a estação anunciada pelos galos é a aurora (hora
do-lhe ênfase, pois faz referência ao tempo em que acon- de despertar).
tece a ação relatada: Nesse momento, sou invadido por uma GABARITO OFICIAL: B
sensação de felicidade plena, (aqui o uso da vírgula separa-
rá um pronome relativo, tornando a próxima oração subor- 31 - Acertos entre parênteses:
dinada adjetiva explicativa) que vai e volta por vários dias. Em “a”: Muitas pessoas tem (têm) negligenciado as ho-
GABARITO OFICIAL: E ras de sono, o que levam (leva) a vários problemas de saúde.
Em “b”: É no período do sono que precede imediata-
26 - Aos itens: mente o estado de vigília que ocorre (ocorrem) os sonhos.
Em “a”: contar aquelas histórias = contá-las (objeto di- Em “c”: As horas dedicadas ao sono devem ser respeita-
reto) das por quem deseja ter uma vida saudável = correta
Em “b”: sem escrever livros = sem escrevê-los (correta) Em “d”: Alguns sonhos se tornam recorrente (recorren-
Em “c”: puxo a mesinha = puxo-a (objeto direto) tes), e deve ser dado (dada) especial atenção a sua interpre-
Em “d”: reúne entrevistas e textos de Ernest Heming- tação.
way = que as reúne (o “que” atrai o pronome oblíquo) Em “e”: O sono, segundo explicam os especialistas, é es-
Em “e”: que atendia pacientes = que os atendia (objeto sencial para que seja consolidado (consolidada) a memória.
direto) GABARITO OFICIAL: C
GABARITO OFICIAL: B
32 - Acertos entre parênteses:
27 - Vamos às correções – entre parênteses: Em “a”: Pessoas com HSAM apresenta (apresentam) cé-
Em “a”: Os tormentos e a angústia inerentes ao proces- rebro com o lobo temporal maior.
so de criação são alvos de queixa de escritores talentosos Em “b”: Os cérebros de pessoas com HSAM têm o lobo
= correta temporal maior. = correta
Em “b”: Silêncio e solidão estão entre os requisitos que Em “c”: As pessoas com HSAM dispõe (dispõem) de cé-
escritores dizem serem essencial (essenciais) para realizar rebro com lobo temporal maior.
(realizarem) seu ofício. Em “d”: O lobo temporal nos cérebros de pessoas com
Em “c”: As vozes esganiçadas que repercute (repercu- HSAM parecem (parece) ser maior.
tem) no aeroporto não chegam a ser um empecilho para Em “e”: Ter cérebro com lobo temporal maior são co-
ele escrever. muns (é comum) em pessoas com HSAM.
Em “d”: A comparação com a obra de grandes autores, GABARITO OFICIAL: B
como Machado de Assis, Gógol, Faulkner e Dante Alighieri,
inibiam (inibia) o autor. 33 - Ao texto: (...) É impossível esquecer as tristezas, mas
Em “e”: Dois anos se passou (passaram) para que, final- que elas não sejam lembradas a todo instante.
mente, Drauzio Varella terminasse de escrever seu último GABARITO OFICIAL: C
livro.
GABARITO OFICIAL: A 34 - Voltemos ao contexto em que se encontra a ex-
pressão: (...) Escondemos as recordações bonitas lá no fundo
28 - Quase 30 anos depois de iniciar um trabalho de da gaveta, enquanto carregamos as mágoas agarradas pela
atendimento a (preposição – regência nominal de “atendi- mão, para cima e para baixo. Dentre os itens apresentados,
mento”, mas sem acento grave por estar diante de palavra o único que condiz com o verdadeiro sentido da expressão
masculina) presos da Casa de Detenção, em São Paulo, o é o que a compara a uma área pouco acessada da memória.
médico oncologista Drauzio Varella chega ao fim de uma GABARITO OFICIAL: E
trilogia com o livro “Prisioneiras”. Depois de “Estação Ca-

16
LIVRO DE QUESTÕES

35 - O primeiro período apresenta a conjunção condi- 41 - Em “a”: O leitor aludiu à escrita = correta (regência
cional “se” – trabalha com hipótese. Ficamos, então, apenas do verbo “aludir” pede preposição)
com as alternativas “d” e “e”. “Usemos” nos dá o sentido de Em “b”: A escrita deve levar o texto à uma riqueza = a
uma recomendação, não de dúvida. uma (antes de artigo indefinido)
GABARITO OFICIAL: D Em “c”: De parte à parte = parte a parte (entre palavras
repetidas)
36 - Aos itens: Em “d”: Existem aquelas pessoas que chegam à conclu-
Em “a”: chegam à sofrer = a sofrer (antes de verbo no sões = a conclusões (antes de palavra no plural e o “a” está
infinitivo não se usa acento grave) “sozinho” = somente preposição)
Em “b”: que nos fazem voltar à episódios = a episódios Em “e”: Estamos nos referindo à pensamento = a pen-
(palavra masculina e no plural) samento (palavra masculina)
Em “c”: pode ser uma tarefa muito difícil à determina- GABARITO OFICIAL: A
das = a determinadas (palavra no plural e presença só da
preposição) 42 - A afirmação mais coerente é a de que a persona-
Em “d”: Ela referiu-se à vontade = correta (quem se refe- gem identifica a facilidade de se comentar monstruosida-
re, refere-se a algo ou a alguém) des na Internet, sem a necessidade do anonimato.
Em “e”: Ao nos atermos à uma experiência = a uma GABARITO OFICIAL: C
(antes de artigo indefinido)
GABARITO OFICIAL: D 43 - Retomando o termo anterior à expressão em análi-
se: (...) era possível comentar de maneira anônima.
37 - Acertos entre parênteses:
GABARITO OFICIAL: E
Em “a”: A cada ano, vende-se (vendem-se) mais de 240
000 robôs industriais no mundo, e dados mostram que esse
44 - Quando você quiser escrever alguma monstruosi-
número têm (tem) crescido.
dade, será possível comentar deforma anônima.
Em “b”: Computadores e algoritmos, nos próximos dez
GABARITO OFICIAL: D
ou 20 anos, pode (podem) pôr em risco 702 profissões nos
Estados Unidos.
45 - Em “a”: Se pensava = Pensava-se (não se inicia
Em “c”: Nos últimos anos, a automação de tarefas antes
feitas por humanos vem se acelerando nas empresas = correta período com pronome oblíquo)
Em “d”: Segundo pesquisadores, está ameaçado (estão Em “b”: recentemente descobrimo-lo = recentemente
ameaçados) pelos computadores, nos Estados Unidos, mui- o descobrimos (advérbio atrai o pronome oblíquo)
tos dos empregos. Em “c”: Os dados do IR e do PIB mostram-se chocantes
Em “e”: Embora já hajam (haja = sentido de “existir”) = correta
algoritmos que fazem a seleção de candidatos a vagas de Em “d”: Os mais ricos têm valido-se = têm se valido
emprego, muito mais estão (está) por vir. (em locução verbal)
GABARITO OFICIAL: C Em “e”: mudaria-se o número = mudar-se-ia (verbo no
futuro do pretérito)
38 - O enunciado quer o item que apresente uma “ideia GABARITO OFICIAL: C
torta”. Vamos ao texto: (...) É o caso do leitor citado, que
completou seu comentário com esta pérola: “Saber escre- 46 - Vamos aos trechos:
ver é uma questão de talento, quem não tem, não vai nunca a rápida industrialização nos Estados Unidos deu ori-
aprender…” = ironia do autor. E mais: (...) Talento literário é gem a algumas das maiores fortunas = antes de pronome
raro mesmo, mas não se trata disso. indefinido
GABARITO OFICIAL: D e passaram a ostentar sua riqueza = antes de verbo no
infinitivo
39 - Geralmente, ao se utilizar o termo “pérola” quando se e de negócios ligados à tecnologia = regência nominal
refere a algo dito/escrito por alguém, há uma ironia quanto ao de “ligados” pede preposição
que foi pronunciado, pois – provavelmente – foi uma “gafe”. GABARITO OFICIAL: E
GABARITO OFICIAL: C
47 - Acertos entre parênteses:
40 - Em “a”: que dificilmente encontramo-lo = que difi- Em “a”: Os negócios envolvendo tecnologia e o desem-
cilmente o encontramos (advérbio atrai o pronome oblíquo) penho da Ásia farão com que a atual Era Dourada se pro-
Em “b”: uma riqueza e esta deve-se = e esta se deve longue por até 20 anos = correta
(“esta” atrai o pronome oblíquo) Em “b”: De acordo com os autores do relatório da UBS,
Em “c”: Me disse um leitor = Disse-me (não se inicia os próximos anos será necessário (serão necessários) para a
período com pronome oblíquo) conclusão da atual Era Dourada.
Em “d”: Hoje se entende = correta Em “c”: Algumas das maiores fortunas dos Estados Uni-
Em “e”: Poderia-se dizer = Poder-se-ia (verbo no futuro dos havia (haviam – sentido de “ter”) obtido grande retor-
do pretérito) no econômico investindo em ferrovias, petróleo e aço..
GABARITO OFICIAL: D

17
LIVRO DE QUESTÕES

Em “d”: Os autores do relatório da UBS consideram que 52 - Em “a”: Notícias falsas sempre circularam. Sobre-
ocorreu (ocorreram) duas Eras Douradas: uma entre 1870 tudo nas camadas menas (menos) expostas ao jornalismo.
e 1910, e outra que começou em 1980. Em “b”: Basta recordar os persistente (persistentes) mi-
Em “e”: O investimento das famílias como os Vander- tos relativo (relativos) à falsidade das viagens tripuladas
bilt e os Rockefeller em ferrovias, petróleo e aço trouxe- pelo homem à Lua.
ram-lhes (trouxe-lhes) grandes retornos. Em “c”: A rapidez e a instantaneidade da circulação de
GABARITO OFICIAL: A informações, próprio (próprias) desse meio, propiciam a
formação de ondas de credulidade.
48 - Na charge, o termo “Baiano” está entre vírgulas Em “d”: As redes sociais da internet se mostram o veí-
por se tratar de um vocativo (com quem a personagem culo ideal para a difusão de bastante (bastantes) notícias
está dialogando = interlocutor). Aos itens: falsas.
Em “a”: Era um lugar estranho, ou melhor, onde = Em “e”: Essas ondas conferem escala e velocidade iné-
ditas à tradicional circulação de boatos = correta
intercalar termo que ratifica algo informado
GABARITO OFICIAL: E
Em “b”: Foi em Curitiba, capital do Paraná, = inter-
cala termo explicativo
53 - Em “a”: O acesso às universidades podem (pode)
Em “c”: A jovem Veridiana, que estava em viagem, =
ser um caminho para uma vida melhor.
intercala oração subordinada adjetiva explicativa Em “b”: Com as cotas, garantiram-se vagas a negros,
Em “d”: Eu lhe disse, meu amigo, = vocativo (com pardos, índios e pobres nas universidades = correta
quem se mantém um diálogo) Em “c”: Houveram (Houve) muitos mitos quando se co-
Em “e”: Ficava a pensar em coisas absurdas, por gitaram (cogitou) a implementação das cotas.
exemplo, = intercala termo que precede uma explicação Em “d”: Já fazem (faz) quinze anos que as cotas nas
GABARITO OFICIAL: D universidades vem (vêm) sendo implementadas.
Em “e”: As cotas, implementadas no país nos últimos
49 - Primeiramente, há que se saber a relação esta- quinze anos, é (são) um feito a comemorar.
belecida pelos pronomes “este” e “aquele”, para que se GABARITO OFICIAL: B
possa responder à questão: “este” retoma o termo “boa-
tos”; “aquele”, “conhecimento verificável”. Agora, vamos 54 - Trump vai à ONU = quem vai, vai a algum lugar
ao texto: (...) A novidade é que as redes sociais da internet (Use a dica: vou a, volta da: crase há; vou a, volto de: crase
se mostram o veículo ideal para a difusão de notícias falsas. pra quê? No caso; Vai a ONU, volta da ONU: crase há!)
GABARITO OFICIAL: E Apresentador é condenado a devolver (antes de verbo
no infinitivo não há acento grave) salários à emissora (de-
50 - Ao texto (sempre!): Notícias falsas sempre circula- volver algo [salários] a alguém [à emissora]).
ram. Sobretudo nos estratos menos expostos ao jornalismo Líder quilombola é morto a tiros (palavra masculina) em
e a outras formas de conhecimento verificável, boatos en- Simões Filho.
contram terreno para se propagar. Temos: à / a / à / a.
GABARITO OFICIAL: A GABARITO OFICIAL: E

51 - Acertos entre parênteses: 55 - Em “a”: Rapidamente se vestiu Joel = correta / Su-


Em “a”: as quais chegam à um (a um) grande público cediam-se, estreladas, as noites = correta / Depois, nunca
devido à rapidez (ok) da internet, é favorável à formação mais a falou = correta
Em “b”: Se vestiu Joel rapidamente = Vestiu-se / As
(ok)
noites, estreladas, sucediam-se = correta / Depois, nunca
Em “b”: às quais (as quais) chegam à muitas (a muitas)
mais falou-a = nunca mais a falou
pessoas devido a rapidez (à rapidez) da internet
Em “c”: Joel, rapidamente, se vestiu = rapidamente,
Em “c”: as quais chegam a muitas pessoas devido à
vestiu-se (após virgula, usa-se ênclise) / Se sucediam = Su-
rapidez da internet, é favorável à formação = correta cediam-se / nunca mais a falou = correta
Em “d”: às quais (as quais) chegam a um (ok) grande Em “d”: Vestiu-se, rapidamente, Joel = correta / Suce-
número de pessoas devido à rapidez (ok) da internet, é diam-se, estreladas, as noites = correta / Depois, nunca
favorável as ondas (às ondas) mais falou-a = mais a falou
Em “e”: às quais (as quais) chegam a muitas (ok) pes- Em “e”: Joel rapidamente vestiu-se = rapidamente se
soas devido a rapidez (à rapidez) da internet, favorece à (advérbio atrai) / Estreladas, se sucediam = sucediam-se /
formação (a formação) nunca mais falou-a = nunca mais a falou
Observação: quanto à regência verbal de “favore- GABARITO OFICIAL: A
cer” = pede complemento verbal direto (favorece o quê?
favorece quem?); já a regência nominal de “favorável” 56 - Em “a”: Joel foi até na (foi até à janela /até a janela)
pede preposição (favorável a quem? a quê?). janela e constatou de (constatou que)
GABARITO OFICIAL: C Em “b”: Joel vigiava sempre, e seus pensamentos alu-
diam nos (aludiam aos) esplêndidos aventureiros.

18
LIVRO DE QUESTÕES

Em “c”: A alimentação de Joel compunha-se em (com- Em “c”: Os investidores, antes de aplicar (aplicarem)
punha-se de) peixes exóticos, que lhe (que o) satisfaziam. seu dinheiro nas empresas, analisa (analisam) se elas se-
Em “d”: Certa vez, houve uma tempestade à qual (a guem padrões administrativo (administrativos) corretos.
qual) durou sete horas, mas sem triunfar em (X) Joel. Em “d”: Eficiência econômica, justiça social e governan-
Em “e”: Não se assistiu a nenhum ataque dos monstros, ça corporativa são valores, hoje em dia, muito prestigiado
mas Joel estava certo da sua existência = correta (prestigiados) pela sociedade.
GABARITO OFICIAL: E Em “e”: A honestidade e a eficiência na gestão adminis-
trativa têm sido imprescindível (imprescindíveis) para os
57 - “O verbo que se flexionará no plural para concor- consumidores conscientes dos seus direitos.
dar corretamente com o sujeito da oração”. Vejamos os ver- GABARITO OFICIAL: B
bos flexionamos – em destaque o sujeito de cada oração:
Em “a”: Entre os maiores ícones da história do cinema 62 - Em “a”: Para o autor, não existe (existem) cirur-
do século 20, está o parisiense François Truffaut. gias e aplicação de botox que esconda (escondam) a idade
Em “b”: Algumas das temáticas mais abordadas na obra quando se emprega (empregam) gírias ultrapassadas na
de Truffaut são a infância, a paixão e as mulheres. comunicação.
Em “c”: A obra de grande parte dos cineastas contem- Em “b”: Para o autor, não existe (existem) cirurgias e
porâneos contém referências ao trabalho de Truffaut. aplicação de botox que escondam a idade quando se em-
Em “d”: A noite americana (nome do filme premiado) pregam gírias ultrapassadas na comunicação.
venceu diversos prêmios em 1974, incluindo o Oscar de Em “c”: Para o autor, não existem cirurgias e aplicação
melhor filme estrangeiro. de botox que escondam a idade quando se empregam gí-
Em “e”: Teve (ou Tem) participações nos filmes de Fran- rias ultrapassadas na comunicação. = correta
çois Truffaut a premiada atriz francesa Catherine Deneuve. Em “d”: Para o autor, não existem cirurgias e aplicação
GABARITO OFICIAL: B de botox que esconda (escondam) a idade quando se em-
prega (empregam) gírias ultrapassadas na comunicação.
58 - Em “a”: A Nova Onda do cinema francês foi um Em “e”: Para o autor, não existem cirurgias e aplicação
movimento artístico cuja estética se opunha à do cinema de botox que escondam a idade quando se emprega (em-
comercial. = correta pregam) gírias ultrapassadas na comunicação.
GABARITO OFICIAL: C
Em “b”: Atentos à inovações (a inovações) técnicas, os
diretores da Nova Onda manteram-se (mantiveram-se)
63 - Quem “rotula”, rotula alguém (objeto direto, sem
dedicados a um trabalho de montagem não linear.
preposição) = teremos, então “para rotulá-las”; quem
Em “c”: Os jovens artistas da Nova Onda, ou Nouvelle
“toma”, toma algo (objeto direto) = porque não a toma-
Vague, proporam-se à (propuseram-se a romper) romper
vam (o “não” atrai o pronome oblíquo).
com os paradigmas da arte cinematográfica.
GABARITO OFICIAL: B
Em “d”: Os cineastas da Nova Onda se disporam (se
dispuseram) a sair pelas ruas com suas câmeras, para fil- 64 - Em “a”: Refletindo sobre o uso do Twitter, o rapaz
mar à vida (a vida) com paixão e originalidade. faz menção à dificuldade para redigir os relatórios detalha-
Em “e”: Dirigido por Godard, com roteiro baseado em dos pedidos à ele (a ele) pela gerência.
história de Truffaut, o filme Acossado ateu-se à (ateve-se a Em “b”: Refletindo sobre o uso do Twitter, o rapaz cita
princípios) princípios da Nova Onda. à (cita a) dificuldade para redigir os relatórios detalhados
GABARITO OFICIAL: A pedidos a ele pela gerência.
Em “c”: Refletindo sobre o uso do Twitter, o rapaz faz
59 - Façamos a análise: que prestigia quem? = os profis- alusão a (alusão à) dificuldade para redigir os relatórios
sionais (objeto direto / sem preposição. Portanto, não pode detalhados pedidos a ele pela gerência.
ser “lhe”). O “que” atrai o pronome oblíquo, fato que nos Em “d”: Refletindo sobre o uso do Twitter, o rapaz se
leva à alternativa correta: que os prestigia. refere à dificuldade para redigir os relatórios detalhados
GABARITO OFICIAL: E pedidos a ele pela gerência. = correta
Em “e”: Refletindo sobre o uso do Twitter, o rapaz ad-
60 - Boston, comparada (subentendida: a cidade de mite a dificuldade para redigir os relatórios detalhados pe-
Boston) a outras cidades universitárias do mundo, é a que didos à ele (a ele) pela gerência.
mais reúne (verbo no singular concordando com o sujeito GABARITO OFICIAL: D
– Boston) intelectuais talentosos.
GABARITO OFICIAL: C 65 - Em “a”: Muitos indivíduos são propensos à associar
(a associar), inadvertidamente, tristeza à depressão (ok).
61 - Em “a”: Os testes para verificar se a emissão de Em “b”: As pessoas não querem estar à mercê (ok) do
gases poluentes eram adequadas (era adequada) foram sofrimento, por isso almejam à pílula (sentido de “desejar”
falsificados pela montadora. = almejam a) da felicidade.
Em “b”: A sustentabilidade é essencial para corpora- Em “c”: À proporção (ok) que a tristeza se intensifica
ções que desejam estar alinhadas com as expectativas dos e se prolonga, pode-se, à primeira vista (ok), pensar em
consumidores. = correta depressão. = correta

19
LIVRO DE QUESTÕES

Em “d”: À rigor, (A rigor) os especialistas não devem re- 70 - Enunciado: “se o termo em destaque for flexionado
ceitar remédios às pessoas (ok) antes da realização de exa- no plural, o verbo da oração também deverá ir para o plural”.
mes acurados. Passemos os termos para o plural:
Em “e”: Em relação à informação (ok) da OMS, conclui- Em “a”: e deu os atestados de óbito = posso manter o
-se que existem 121 milhões de pessoas à serem (a serem) verbo no singular, pois o sujeito é indeterminado (singular,
tratadas de depressão. no caso)
GABARITO OFICIAL: C Em “b”: Apanhou resfriados = posso manter o verbo no
singular, pois o sujeito é indeterminado (singular, no caso)
66 - Em “a”: Felizmente vêm se alterando as atitudes dos jo- Em “c”: para não haver dúvidas = com o sentido de
vens em relação ao idoso, hoje mais aceito socialmente. = correta “existir”, o verbo “haver” é invariável
Em “b”: Entre os acessórios utilizados pelos idosos que Em “d”: deu-se os eventos = deram-se os eventos (ver-
antigamente frequentava (frequentavam) os parquinhos bo vai para o plural)
estão a boina e o cachecol. Em “e”: Tomou-se conhecimento de umas cartas = o ver-
Em “c”: Existem, atualmente, idosos que foge (fogem) bo concorda com “conhecimento”, portanto, fica no singular
ao antigo padrão de comportamento caracterizado por uma GABARITO OFICIAL: D
vida monótona e sem atrativos.
Em “d”: Como ocorrem (ocorre) em outros países, a po- 71 - Ao analisar a cena, percebe-se que a família está
pulação do Brasil também está envelhecendo. indiferente à situação que a cerca.
Em “e”: Em números absolutos, haverão (haverá) 50 mi- GABARITO OFICIAL: D
lhões de idosos no Brasil que vão consumir todo tipo de
produtos para essa faixa etária. 72 - Infelizmente, as cenas de violência estão tão co-
GABARITO OFICIAL: A muns, que - para alguns - nem chocam mais...
GABARITO OFICIAL: C
67 - Em “a”: A velhice é um período da vida para o qual
(da vida ao qual) todos nós, em princípio, vamos chegar. 73 - Busquemos informações textuais: (...) Não ter com-
Em “b”: Para os septuagenários esportistas do Leblon, cujos petência leitora traz obstáculos para a vida em sociedade,
saques e cortadas são mortíferos, a vida nunca parou. = correta
especialmente no tocante à dificuldade em compreender os
Em “c”: Nelson Rodrigues, cuja a carreira (cuja carreira) lite-
próprios direitos e deveres como cidadão.
rária e jornalística é notória, criou a expressão “a razão da idade”.
GABARITO OFICIAL: C
Em “d”: Em 1968, onde (quando) o Poder Jovem chegou
ao apogeu, ser velho era quase uma ofensa.
74 - Ao texto: (...) num país de elites não leitoras, o fato de
Em “e”: As tradicionais bandas de rock, onde (nas quais)
tantos jovens não estarem aptos a ler livros talvez não choque.
o grupo de fãs é formado por moças e rapazes, continuam
GABARITO OFICIAL: B
fazendo sucesso.
GABARITO OFICIAL: B
75 - Façamos as análises:
68 - Em “a”: O potencial das usinas hidrelétricas e eólicas Em “a”: Uma competência leitora insuficiente acaba
mostram (mostra) o Brasil com (como) uma das matrizes de criando obstáculos para a vida em sociedade, especialmente
geração mais limpas. quanto à algumas atividades = a algumas atividades (antes
Em “b”: Notam-se (Nota-se) que, no Brasil, no que respeita de pronome indefinido não há cento grave)
(no que diz respeito) à energia solar fotovoltaica, algumas cen- Em “b”: Uma competência leitora insuficiente acaba
trais de grande pujança começa (começam) a se instalar. criando obstáculos para a vida em sociedade, especialmente
Em “c”: 40% da capacidade renovável em 2016 está com a quanto à ser capaz = a ser capaz (antes de verbo no infini-
China, e os maiores índices provêm da energia solar. = correta tivo)
Em “d”: Como mostra (mostram) os dados, a China e Em “c”: Uma competência leitora insuficiente acaba
o Brasil, quanto aos investimentos em energia solar, possui criando obstáculos para a vida em sociedade, especialmente
(possuem) distintos perfis de investimento. quanto à compreensão = correta
Em “e”: Existirá (Existirão) demandas para o etanol e o Em “d”: Uma competência leitora insuficiente acaba
biodiesel, embora o noticiário se concentre na voga dos veí- criando obstáculos para a vida em sociedade, especialmente
culos elétricos. quanto à novas = a novas (antes de palavras no plural e sem
GABARITO OFICIAL: C a presença do artigo – apenas preposição “a”, no singular)
Em “e”: Uma competência leitora insuficiente acaba
69 - Não se inicia período com pronome oblíquo – des- criando obstáculos para a vida em sociedade, especialmente
cartemos os itens “c” e “e”. quanto à uma aprendizagem = a uma (antes de artigo in-
Vê-se que a geração solar foi a que mais cresceu entre as definido)
energias renováveis. Embora se tenha investido (a conjun- GABARITO OFICIAL: C
ção atrai o pronome oblíquo) muito nesse tipo de energia,
não se pode dizer (o “não” também atrai) que todos os países
têm a mesma preocupação com a questão
GABARITO OFICIAL: A

20
LIVRO DE QUESTÕES

Prof. Evelise Leiko Uyeda Akashi TJ/SP – 2018 - QUESTÃO 79. . Uma concessionária
que vai recapear uma faixa de rolamento de uma pista em
Especialista em Lean Manufacturing pela Pontifícia certa rodovia, em um trecho de x quilômetros, possui uma
Universidade Católica- PUC Engenheira de Alimentos pela determinada quantidade y de balizadores refletivos dispo-
Universidade Estadual de Maringá – UEM. Graduanda em níveis para a sinalização desse trecho e, com base nessa
Matemática pelo Claretiano. quantidade, constatou que, se colocar um número n de
balizadores a cada quilômetro, precisará adquirir mais 40
unidades. Porém, se colocar (n – 4) balizadores a cada qui-
MATEMÁTICA lômetro, sobrarão 20 unidades. Se a razão x/y é de 3 para
52, nessa ordem, então a quantidade de balizadores dispo-
níveis para sinalizar o trecho a ser recapeado é igual a
A. 230.
TJ/SP – 2018 - QUESTÃO 76. Ontem, os ciclistas Afon- B. 260.
so e Bernardo iniciaram os respectivos treinamentos, feitos C. 350.
em uma mesma pista, exatamente no mesmo horário, às D. 280.
8h 12min. Ambos percorreram a pista no mesmo sentido, E. 330.
sendo que Afonso partiu de um ponto P dessa pista e Ber-
nardo partiu de um ponto Q, situado 1,26 km à frente de TJ/SP – 2018 - QUESTÃO 80. Um estabelecimento co-
P. Por determinação do técnico, no treinamento desse dia, mercial possui quatro reservatórios de água, sendo três de-
ambos mantiveram ritmos uniformes e constantes: Afonso les de formato cúbico, cujas respectivas arestas têm medidas
percorreu 420 metros a cada 1 minuto e 20 segundos, e distintas, em metros, e um com a forma de um paralelepípe-
Bernardo percorreu, a cada 1 minuto e 20 segundos, 80% do reto retângulo, conforme ilustrado a seguir.
da distância percorrida por Afonso. Nessas condições,
Afonso alcançou Bernardo às
A. 8h 32min.
B. 8h 38min.
C. 8h 45min.
D. 8h 28min.
E. 8h 30min.

TJ/SP – 2018 - QUESTÃO 77. No posto Alfa, o custo,


para o consumidor, de um litro de gasolina é R$ 3,90, e
o de um litro de etanol é R$ 2,70. Se o custo de um litro
de uma mistura de quantidades determinadas desses dois
combustíveis é igual a R$ 3,06, então o número de litros de Sabe-se que, quando totalmente cheios, a média arit-
gasolina necessários para compor 40 litros dessa mistura mética dos volumes de água dos quatro reservatórios é
é igual a igual a 1,53 m³ , e que a média aritmética dos volumes de
A. 28. água dos reservatórios cúbicos, somente, é igual a 1,08 m³
B. 20. . Desse modo, é correto afirmar que a medida da altura do
C. 16. reservatório com a forma de bloco retangular, indicada por
D. 24. h na figura, é igual a
E. 12. A. 1,55 m.
B. 1,45 m.
TJ/SP – 2018 - QUESTÃO 78. Um investidor C. 1,40 m.
adquiriu um terreno por R$ 74.000,00. Algum tempo de- D. 1,50 m.
pois, o terreno foi vendido, e o lucro obtido pelo investi- E. 1,35 m.
dor foi igual a 20% do valor da venda. Se esse investidor
conceitua lucro como sendo a diferença entre os valores TJ/SP – 2018 - QUESTÃO 81. Inaugurado em agosto
de venda e de compra, então o lucro obtido por ele nessa de 2015, o Observatório da Torre Alta da Amazônia (Atto,
negociação foi de em inglês) é um projeto binacional Brasil-Alemanha que
A. R$ 14.400,00. busca entender o papel da Amazônia no clima do planeta
B. R$ 15.870,00. e os efeitos das mudanças climáticas no funcionamento da
C. R$ 18.500,00. floresta. Construída numa região de mata preservada, den-
D. R$ 16.600,00. tro da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uama-
E. R$ 17.760,00. tã, a torre Atto tem 325 m de altura e é a maior estrutura
de pesquisa desse tipo em florestas tropicais no mundo.

21
LIVRO DE QUESTÕES

Considere a torre posicionada perpendicularmente ao solo e admita que o cabo tensionado fixado no solo a uma dis-
tância de 75 m da base da torre esteja preso à torre em um determinado ponto, cuja altura, em relação ao solo, seja igual
a 100 m. Nesse caso, é correto afirmar que o comprimento desse cabo é igual a
A. 110 m.
B. 125 m.
C. 135 m.
D. 150 m.
E. 130 m.

IPSM – 2018 – QUESTÃO 82. Participarão de um congresso 256 funcionários da empresa A, 416 funcionários da em-
presa B e 656 funcionários da empresa C. Esses funcionários serão divididos em grupos, de modo que, em cada grupo:
- haja o mesmo número de participantes;
-haja o maior número possível de participantes;
-sejam todos da mesma empresa. Divididos dessa maneira, o total de grupos obtidos será
A. 48.
B. 54.
C. 75.
D. 83.
E. 96.

IPSM – 2018 – QUESTÃO 83. Saí de casa com determinada quantia no bolso. Gastei, na farmácia, 2/5 da quantia que
tinha. Em seguida, encontrei um compadre que me pagou uma dívida antiga que correspondia exatamente à terça parte do
que eu tinha no bolso. Continuei meu caminho e gastei a metade do que tinha em alimentos que doei para uma casa de
apoio a necessitados. Depois disso, restavam-me 420 reais. O valor que o compadre me pagou é, em reais, igual a
A. 105.
B. 210.
C. 315.
D. 420.
E. 525.

IPSM – 2018 – QUESTÃO 84. Considere que os professores gastam sempre o mesmo tempo para corrigir cada reda-
ção. Sabe-se que 12 professores corrigiram 1575 redações em 7 horas e 30 minutos. Para corrigir 1120 redações, 15 pro-
fessores gastarão o tempo de
A. 3 horas e 28 minutos.
B. 3 horas e 42 minutos.
C. 4 horas e 16 minutos.
D. 4 horas e 34 minutos.
E. 5 horas e 4 minutos.

22
LIVRO DE QUESTÕES

IPSM – 2018 – QUESTÃO 85. A área de uma praça, em um terreno retangular, é 1500m².
Sabe-se que, nessa praça, será construído um jardim, em formato retangular, cujo comprimento é 2/3 do comprimento
do terreno e cuja largura é 3/5 da largura do terreno. Sem contar com o jardim, sobrará do terreno da praça, para outras
finalidades, o equivalente a A. 20%
B. 30%
C. 40%
D. 60%
E. 70%

IPSM – 2018 – QUESTÃO 86. Um congresso será realizado em um único dia com três palestras pela manhã e quatro
debates à tarde. Cada palestra terá a duração de 1 hora e 20 minutos, e serão separadas por intervalos de 15 minutos,
exceto após a terceira palestra, que será seguida de um intervalo de 1 hora e 45 minutos para almoço. Os debates terão a
duração de 50 minutos cada um, com intervalos de 10 minutos entre eles. Considerando o início do congresso às 8 horas,
o cronograma aponta corretamente que o início do último debate se dará às 17 horas e
A. 15 minutos.
B. 20 minutos.
C. 25 minutos.
D. 30 minutos.
E. 35 minutos.

IPSM – 2018 – QUESTÃO 87. Hoje a soma da idade do pai com a do filho é igual a 46 anos. Daqui a um ano, a idade
do pai será o dobro da idade do filho. A idade do filho será igual a 2/3 da idade do pai daqui a
A. 32 anos.
B. 29 anos.
C. 23 anos.
D. 19 anos.
E. 17 anos.

IPSM – 2018 – QUESTÃO 88. Uma pequena fábrica produz pelo menos 4 canetas por dia. O custo y (em reais) para a
produção de um número x de canetas é dado pela equação y = –x² + 10x + 20. Certo dia, o custo de produção das canetas
foi de R$ 36,00. No dia seguinte, o custo de produção das canetas foi de R$ 20,00. A diferença, em reais, entre o custo uni-
tário da produção dessas canetas, nesses dias, é igual a
A. 1,80.
B. 2,10.
C. 2,50.
D. 2,90.
E. 3,20.

IPSM – 2018 – QUESTÃO 89. . A tabela mostra grupos de funcionários de uma empresa e os respectivos salários indi-
viduais dos componentes de cada grupo.

DISTRIBUIÇÃO SALARIAL POR GRUPO


GRUPO NÚMERO DE FUNCIONÁRIOS SALÁRO (R$)
A 8 800,00
B 10 1.100,00
C 12 1.200,00

A diferença de salário de cada funcionário do grupo A e a média aritmética ponderada de todos os salários é de apro-
ximadamente
A. 15%
B. 18%
C. 22%
D. 25%
E. 27%

23
LIVRO DE QUESTÕES

IPSM – 2018 – QUESTÃO 90. . Um tanque em formato IPSM – 2018 – QUESTÃO 93. Carlos, Ana e Gerson tabu-
de prisma reto retangular, cujas dimensões são 3,5 m, 1,2 laram as respostas de uma pesquisa, realizada via questionário,
m e 0,8 m, está completamente cheio de água. Durante 3 que foi respondido pelos usuários de um determinado serviço
horas e 15 minutos, há a vazão de 12 litros por minuto de municipal. Sabendo que Carlos tabulou um terço do total de
água para fora do tanque. Lembre-se de que 1 m³ é equiva- questionários, Ana tabulou três quintos do que sobrou e Ger-
lente a 1000 litros. Após esse tempo, o número de litros de son, os 460 questionários restantes, a diferença entre os núme-
água que ainda permanecem no tanque é igual a ros de questionários tabulados por Ana e Gerson foi
A. 980. A. 210.
B. 1020. B. 220.
C. 1460. C. 230.
D. 1580. D. 240.
E. 1610. E. 250.

IPSM – 2018 – QUESTÃO 91. Observe os triângulos: IPSM – 2018 – QUESTÃO 94. Amanda tem a quantia
exata em reais para comprar 5 unidades de um produto
nacional e mais 9 unidades de um produto importado. Sa-
bendo que se ela comprar 3 unidades do produto nacio-
nal e mais 7 unidades do produto importado sobram R$
180,00, então quem comprar apenas uma unidade de cada
produto gastará o total de
A. R$ 45,00.
B. R$ 60,00.
C. R$ 75,00.
D. R$ 90,00.
E. R$ 105,00.

IPSM – 2018 – QUESTÃO 95 As máquinas A, B e C


produzem o mesmo parafuso, porém com tecnologias dis-
tintas. A máquina A é a que tem tecnologia menos avan-
çada; a máquina B, com tecnologia intermediária, produz o
dobro de unidades produzidas pela máquina A, no mesmo
período de tempo; e a máquina C, também no mesmo pe-
ríodo de tempo, produz 50% de unidades a mais que as
produzidas pela máquina B. Sabendo que em uma hora de
trabalho ininterrupto a produção total das três máquinas é
de 726 unidades do parafuso, o número de parafusos pro-
A medida do segmento de reta BF, em centímetros, é duzidos pela máquina B é
igual a A. 242.
A. B. 246.
B. C. 248.
C. D. 250.
D. E. 252.
E.
IPSM – 2018 – QUESTÃO 96. Considere que, a cada
IPSM – 2018 – QUESTÃO 92. Em um setor de recla- 40 minutos, um ciclo de produção com 100 unidades de
mações relacionadas aos produtos A e B, verificou-se que a um produto P1 é encerrado; que, a cada 36 minutos, outro
razão entre o número de reclamações do produto A e o nú- ciclo de produção com 300 unidades de um produto P2
mero total de reclamações, recebidas em determinado dia, é encerrado; e que, a cada 30 minutos, um terceiro ciclo
podia ser representada por 3/5. Sabendo-se que o número de produção com 200 unidades de um produto P3 é tam-
de reclamações recebidas do produto B foi 18, o número bém encerrado. Considere também que, em determinado
total de reclamações recebidas, naquele dia, foi instante t, iniciou-se cada ciclo de produção desses três
A. 40. produtos. Dessa forma, o número total de produtos produ-
B. 45. zidos até a primeira vez em que os três ciclos encerrarem,
C. 50. ao mesmo tempo, é
D. 55. A. 6200.
E. 60. B. 6300.
C. 6400.
D. 6500.
E. 6600.

24
LIVRO DE QUESTÕES

IPSM – 2018 – QUESTÃO 97. Com os 126 pirulitos e os Com base nas informações apresentadas, é correto
72 bombons que comprou, Vanessa pretende fazer saqui- afirmar que, necessariamente,
nhos para revender, contendo pirulitos e bombons, cada A. o número de candidatos com o mestrado completo
um deles com o mesmo número x de pirulitos e y de bom- é igual ao número de candidatos com apenas o superior
bons, sendo x e y os menores números possíveis, de modo completo.
a não sobrar doces fora dos saquinhos. Sabendo que os B. o número de candidatos com o mestrado completo
preços de custo de cada pirulito e de cada bombom foram, é diferente do número de candidatos com apenas o supe-
respectivamente, R$ 0,50 e R$ 1,00, e que Vanessa quer ter rior completo.
lucro de 10% do valor que ela gastou na compra desses C. o número de mulheres com o mestrado completo
produtos, cada saquinho deverá ser vendido por é maior que o número de homens com apenas o superior
A. R$ 8,10. completo.
B. R$ 8,15. D. 45% do total de candidatos são homens com apenas
C. R$ 8,20. o superior completo.
D. R$ 8,25. E. 75% dos que têm o mestrado completo são mulheres.
E. R$ 8,30.
IPSM – 2018 – QUESTÃO 100.. Carla e Daniel aplica-
IPSM – 2018 – QUESTÃO 98. A tabela apresenta o ram o total de R$ 12.000,00 na Bolsa de Valores. Ao resga-
número de acertos de 100 candidatos a uma vaga de em- tarem o valor aplicado, Carla obteve lucro de 10% em rela-
prego, em uma avaliação contendo 5 questões de múltipla ção ao valor que aplicou, e Daniel obteve lucro correspon-
escolha. dente a 90% do lucro obtido por Carla. Se o lucro do valor
total aplicado foi de R$ 1.425,00, então o valor aplicado por
Daniel, em relação ao aplicado por Carla, foi
Número de acertos Número de candidatos
A. R$ 3.000,00 a mais.
0 4 B. R$ 2.000,00 a mais.
1 11 C. R$ 1.000,00 a mais.
D. R$ 2.000,00 a menos.
2 13 E. R$ 3.000,00 a menos.
3 16
4 22 IPSM – 2018 – QUESTÃO 101. A média aritmética diá-
ria de vendas realizadas em seis dias por um estabeleci-
5 34 mento comercial foi de R$ 6.700,00. Na tabela, constam os
valores das vendas de alguns desses dias:
Com base nas informações apresentadas na tabela, é
correto afirmar que
A. 22 candidatos acertaram a questão de número 4. Dia da Semana Valo em vendas
B. menos da metade dos candidatos acertaram mais da segunda-feira R$ 4.800,00
metade das questões. terça-feira R$ 6.900,00
C. 28 candidatos acertaram, no máximo, duas questões.
D. mais da metade dos candidatos acertaram menos da quarta-feira R$ 8.200,00
metade das questões. quinta-feira x
E. 15 candidatos acertaram, pelo menos, uma questão.
sexta-feira Y
IPSM – 2018 – QUESTÃO 99. Considere as informa- Sábado z
ções apresentadas no gráfico, com relação ao grau de ins-
trução dos candidatos em um concurso público. Com base nas informações, é correto afirmar que a
média aritmética diária dos três últimos dias de vendas é
maior que a média aritmética diária dos seis dias em, apro-
ximadamente,
A. R$ 65,00.
B. R$ 67,00.
C. R$ 69,00.
D. R$ 71,00.
E. R$ 73,00.

25
LIVRO DE QUESTÕES

IPSM – 2018 – QUESTÃO 102. Um produto teve o seu IPSM – 2018 – QUESTÃO 106. O formato interno de
preço de venda aumentado, no período correspondente de um vidro de perfume é de um prisma triangular reto, cuja
janeiro a abril de 2017, em 26,5%, devido aos problemas base é um triângulo retângulo com o maior e o menor la-
climáticos ocorridos na região em que ele é produzido. Em dos medindo 2,5 e 1,5 centímetros, respectivamente. Se
maio do mesmo ano, o preço desse produto novamente esse vidro tem capacidade máxima para 15 mililitros de
aumentou, de R$ 3,60, para R$ 5,22 o quilograma. Dessa perfume, então é verdade que sua altura interna mede, em
forma, é correto afirmar que, de janeiro a maio, o preço centímetros,
desse produto aumentou, aproximadamente, A. 10.
A. 71,5% B. 9,5.
B. 74,5% C. 9.
C. 77,5% D. 8,5.
D. 80,5% E. 8.
E. 83,5%
CÂMARA DE SUMARÉ – 2017 – QUESTÃO 107. Um
IPSM – 2018 – QUESTÃO 103. Um reservatório d’água restaurante “por quilo” apresenta seus preços de acordo
está com 280 000 litros de água, o que corresponde a qua- com a tabela:
tro quintos de sua capacidade total. Nesse instante, esse
reservatório passa a receber água na razão de 1,25 metro
Dias da semana Quantidade/preço
cúbico por minuto, e, ao mesmo tempo, a alimentar outro
reservatório, na razão de 0,85 metro cúbico de água por Segunda a sexta-feira 250g por R$ 12,50
minuto, até atingir a capacidade total do primeiro reserva-
tório. Nesse processo, o tempo decorrido foi de Rodolfo almoçou nesse restaurante na última sexta-fei-
A. 55 minutos. ra. Se a quantidade de alimentos que consumiu nesse al-
B. 1 hora e 35 minutos. moço custou R$ 21,00, então está correto afirmar que essa
C. 2 horas e 15 minutos. quantidade é, em gramas, igual a
D. 2 horas e 55 minutos. A. 375.
E. 3 horas e 35 minutos. B. 380.
C. 420.
IPSM – 2018 – QUESTÃO 104. Um total de 30 mil uni- D. 425.
dades de determinado produto seria produzido por 6 má- E. 450.
quinas, todas idênticas, trabalhando ao mesmo tempo, du-
rante 5 horas e 30 minutos, de forma ininterrupta. No exato CÂMARA DE SUMARÉ – 2017 – QUESTÃO 108. Se,
instante em que se produziu metade das unidades, 2 das numa divisão, o divisor e o quociente são iguais, e o resto é
máquinas quebraram, e a produção foi automaticamente 10, sendo esse resto o maior possível, então o dividendo é
interrompida em todas as máquinas. Após a retomada do A. 131.
trabalho, o restante das unidades foi produzido pelas 4 B. 121.
máquinas não quebradas, nas mesmas condições iniciais. C. 120.
Dessa forma, contando apenas o tempo em que as má- D. 110.
quinas estiveram em funcionamento, a produção toda foi E. 101.
concluída em um período de tempo de, aproximadamente,
A. 6 horas e 50 minutos. CÂMARA DE SUMARÉ – 2017 – QUESTÃO 109. Um
B. 6 horas e 35 minutos. carro parte da cidade A em direção à cidade B pela rodovia
C. 6 horas e 20 minutos. que liga as duas cidades, percorre 1/3 do percurso total e
D. 6 horas e 05 minutos. para no ponto P. Outro carro parte da cidade B em direção
E. 5 horas e 50 minutos. à cidade A pela mesma rodovia, percorre 1/4 do percurso
total e para no ponto Q. Se a soma das distâncias percorri-
IPSM – 2018 – QUESTÃO 105. Um grande galpão foi das por ambos os carros até os pontos em que pararam é
construído em parte de um terreno retangular, cuja frente igual a 28 km, então a distância entre os pontos P e Q, por
mede um terço da medida lateral. Esse galpão foi construí- essa rodovia, é, em quilômetros, igual a
do sobre uma base de concreto, também retangular, com A. 26.
exatamente 7500 metros quadrados, em que o maior lado B. 24.
é 60 metros menor que o maior lado do terreno, e o menor C. 20.
lado é 20 metros menor que o menor lado do terreno. Des- D. 18.
sa forma, o perímetro desse terreno, em metros, é E. 16.
A. 540.
B. 550.
C. 560.
D. 570.
E. 580.

26
LIVRO DE QUESTÕES

CÂMARA DE SUMARÉ – 2017 – QUESTÃO 110. A ta- CÂMARA DE SUMARÉ – 2017 – QUESTÃO 114 . Ini-
bela seguinte, incompleta, mostra a distribuição, percen- cialmente, um reservatório com formato de paralelepípedo
tual e quantitativa, da frota de uma empresa de ônibus ur- reto retângulo deveria ter as medidas indicadas na figura.
banos, de acordo com o tempo de uso destes.

O número total de ônibus dessa empresa é


A. 270. Em uma revisão do projeto, foi necessário aumentar
B. 250. em 1 m a medida da largura, indicada por x na figura, man-
C. 220. tendo-se inalteradas as demais medidas. Desse modo, o
D. 180. volume inicialmente previsto para esse reservatório foi au-
E. 120. mentado em
A. 1 m³ .
CÂMARA DE SUMARÉ – 2017 – QUESTÃO 111. No B. 3 m³ .
quiosque de Mário, um copo de suco de laranja e uma co- C. 4 m³ .
xinha custam, juntos, R$ 15,00. Certo dia, Mário vendeu 80 D. 5 m³ .
copos de suco de laranja e 50 coxinhas, e a receita obtida E. 6 m³ .
com a venda desses dois itens foi igual a R$ 930,00. Desse
modo, é correto afirmar que nesse dia Mário vendeu cada CÂMARA DE SUMARÉ – 2017 – QUESTÃO 115.
copo de suco de laranja por A. R$ 5,00. Nelson e Oto foram juntos a uma loja de materiais para
B. R$ 6,00. construção. Nelson comprou somente 10 unidades iguais
C. R$ 7,00. do produto P, todas de mesmo preço. Já Oto comprou 7
D. R$ 8,00. unidades iguais do mesmo produto P, e gastou mais R$
E. R$ 9,00. 600,00 na compra de outros materiais. Se os valores totais
das compras de ambos foram exatamente iguais, então o
CÂMARA DE SUMARÉ – 2017 – QUESTÃO 112. No preço unitário do produto P foi igual a
depósito de uma loja de doces, há uma caixa contendo n A. R$ 225,00.
bombons. Para serem vendidos, devem ser repartidos em B. R$ 200,00.
pacotes iguais, todos com a mesma quantidade de bom- C. R$ 175,00.
bons. Com os bombons dessa caixa, podem ser feitos pa- D. R$ 150,00.
cotes com 5, ou com 6, ou com 7 unidades cada um, e, E. R$ 125,00.
nesses casos, não faltará nem sobrará nenhum bombom.
Nessas condições, o menor valor que pode ser atribuído CÂMARA DE SUMARÉ – 2017 – QUESTÃO 116. A
ané figura, com dimensões indicadas em centímetros, mostra
A. 280. um painel informativo ABCD, de formato retangular, no
B. 265. qual se destaca a região retangular R, onde x > y
C. 245.
D. 230.
E. 210.

CÂMARA DE SUMARÉ – 2017 – QUESTÃO 113. Sabe-


-se que 70% dos participantes da fase inicial de um proces-
so seletivo foram reprovados. Se 140 candidatos foram re-
provados nessa fase inicial, então o número de candidatos
aprovados para a fase seguinte desse processo seletivo foi
A. 30.
B. 40.
C. 50.
D. 60.
E. 70.

27
LIVRO DE QUESTÕES

Sabendo-se que a razão entre as medidas dos lados CÂMARA DE SUMARÉ – 2017 – QUESTÃO 119. Rena-
correspondentes do retângulo ABCD e da região R é igual ta foi realizar exames médicos em uma clínica. Ela saiu de
a 5/2 , é correto afirmar que as medidas, em centímetros, sua casa às 14 h 45 min e voltou às 17 h 15 min. Se ela ficou
dos lados da região R, indicadas por x e y na figura, são, durante uma hora e meia na clínica, então o tempo gasto
respectivamente, no trânsito, no trajeto de ida e volta, foi igual a
A. 80 e 64.
B. 80 e 62. A.
1
ℎ.
C. 62 e 80. 2
D. 60 e 80.
E. 60 e 78. B. ℎ.
3
4
CÂMARA DE SUMARÉ – 2017 – QUESTÃO 117. Em
um terreno retangular ABCD, que tem 15 m de frente para a C. 1h.
Avenida Sumaré e uma medida x, em metros, da frente até
o fundo, a diagonal mede 25 m, conforme mostra a figura
D. 1h 15min.

1
E. 1 ℎ.
2

CÂMARA DE SUMARÉ – 2017 – QUESTÃO 120. O


piso de um salão retangular, de 6 m de comprimento, foi
totalmente coberto por 108 placas quadradas de porcela-
nato, todas inteiras. Sabe-se que quatro placas desse por-
celanato cobrem exatamente 1 m2 de piso. Nessas condi-
ções, é correto afirmar que o perímetro desse piso é, em
metros, igual a
A. 20.
B. 21.
C. 24.
D. 27.
E. 30.

CÂMARA DE SUMARÉ – 2017 – QUESTÃO 121. Com


uma velocidade constante de 20 km/h, um ciclista dá uma
volta completa na pista de um velódromo em 1 min 30 s.
A área desse terreno é, em m² , igual a Nessas condições, é correto afirmar que a distância que
A. 360. corresponde a uma volta completa nessa pista é, em me-
B. 345. tros, igual a
C. 330. A. 400.
D. 300. B. 425.
E. 285. C. 450.
D. 500.
CÂMARA DE SUMARÉ – 2017 – QUESTÃO 118. Um E. 550.
carregamento de areia foi totalmente embalado em 240 sa-
cos, com 40 kg em cada saco. Se fossem colocados apenas CÂMARA DE SUMARÉ – 2017 – QUESTÃO 122. Para
30 kg em cada saco, o número de sacos necessários para uma pesquisa, foram realizadas entrevistas nos estados da
embalar todo o carregamento seria igual a Região Sudeste do Brasil. A amostra foi composta da se-
A. 420. guinte maneira:
B. 375. – 2500 entrevistas realizadas no estado de São Paulo;
C. 370. – 1500 entrevistas realizadas nos outros três estados
D. 345. da Região Sudeste.
E. 320. Desse modo, é correto afirmar que a razão entre o nú-
mero de entrevistas realizadas em São Paulo e o número
total de entrevistas realizadas nos quatro estados é de
A. 8 para 5.
B. 5 para 8.
C. 5 para 7.
D. 3 para 5.
E. 3 para 8.

28
LIVRO DE QUESTÕES

CÂMARA DE SUMARÉ – 2017 – QUESTÃO 123. O CÂMARA DE SUMARÉ – 2017 – QUESTÃO 126. Tadeu
gráfico mostra o número de carros vendidos por uma con- verificou a capacidade total de uma jarra, de uma garrafa e
cessionária nos cinco dias subsequentes à veiculação de de um copo, e estabeleceu as seguintes relações compara-
um anúncio promocional. tivas entre as respectivas capacidades:
- uma jarra equivale a três garrafas;
- uma jarra mais uma garrafa equivalem a oito copos.
Pode-se concluir, então, que uma jarra equivale a
A. 3 copos.
B. 4 copos.
C. 5 copos.
D. 6 copos.
E. 7 copos.

IPRESB – 2017 – QUESTÃO 127. Em setembro, o sa-


lário líquido de Juliano correspondeu a 4/5 do seu salário
bruto. Sabe-se que ele destinou 2/5 do salário líquido rece-
O número médio de carros vendidos por dia nesse pe- bido nesse mês para pagamento do aluguel, e que poupou
ríodo foi igual a 2/5 do que restou. Se Juliano ficou, ainda, com R$ 1.620,00
A. 10. para outros gastos, então o seu salário bruto do mês de
B. 9. setembro foi igual a
C. 8. A. R$ 6.330,00.
D. 7. B. R$ 5.625,00.
E. 6. C. R$ 5.550,00.
D. R$ 5.125,00.
CÂMARA DE SUMARÉ – 2017 – QUESTÃO 124. Uma E. R$ 4.500,00.
indústria produz regularmente 4500 litros de suco por dia.
IPRESB – 2017 – QUESTÃO 128. Para a elaboração de um
Sabe-se que a terça parte da produção diária é distribuída
cronograma, que será fixado em um painel, uma folha retan-
em caixinhas P, que recebem 300 mililitros de suco cada
gular de cartolina deverá ser totalmente dividida em quadra-
uma. Nessas condições, é correto afirmar que a cada cinco
dos iguais, todos de mesmo tamanho, de modo que o quadri-
dias a indústria utiliza uma quantidade de caixinhas P igual a
culado preencha totalmente a área da folha. Sabendo-se que
A. 25000.
a folha tem 1,3 m de comprimento e 0,9 m de largura, e que os
B. 24500.
quadrados deverão ter a maior área possível, é correto afirmar
C. 23000. que o número de quadrados obtidos será igual a
D. 22000. A. 22.
E. 20500. B. 60.
C. 85.
CÂMARA DE SUMARÉ – 2017 – QUESTÃO 125. A fi- D. 100.
gura mostra cubinhos de madeira, todos de mesmo volu- E. 117.
me, posicionados em uma caixa com a forma de paralelepí-
pedo reto retângulo. IPRESB – 2017 – QUESTÃO 129. A tabela, onde alguns
valores estão substituídos por letras, mostra os valores, em
milhares de reais, que eram devidos por uma empresa a
cada um dos três fornecedores relacionados, e os respecti-
vos valores que foram pagos a cada um deles.

Fornecedor A B C
Valor pago 22,5 X 37,5
Valor devido Y 40 z

Sabe-se que os valores pagos foram diretamente propor-


cionais a cada valor devido, na razão de 3 para 4. Nessas con-
Se cada cubinho tem aresta igual a 5 cm, então o volu- dições, é correto afirmar que o valor total devido a esses três
me interno dessa caixa é, em cm3 , igual a fornecedores era, antes dos pagamentos efetuados, igual a
A. 3000. A. R$ 90.000,00.
B. 4500. B. R$ 96.500,00.
C. 6000. C. R$ 108.000,00.
D. 7500. D. R$ 112.500,00.
E. 9000. E. R$ 120.000,00.

29
LIVRO DE QUESTÕES

IPRESB – 2017 – QUESTÃO 130. Em uma loja, dois fo- IPRESB – 2017 – QUESTÃO 133. Dois capitais distin-
gões semelhantes, das marcas B e C, tinham preços unitá- tos, C1 e C2, sendo C2 maior que C1, foram aplicados por
rios iguais a P e Q, respectivamente. Sabe-se que houve um prazos iguais, a uma mesma taxa de juros simples e ge-
aumento de 20% no preço P, obtendo-se um novo preço raram, ao final da aplicação, montantes iguais a 9/8 dos
P1 que ultrapassou Q em R$ 200,00. Em seguida, houve um respectivos capitais iniciais. Se a diferença entre os valo-
desconto de 10% sobre o preço Q, e o novo preço obtido, res recebidos de juros pelas duas aplicações foi igual a R$
Q1 , ficou igual a P. Nessas condições, é correto afirmar que 500,00, então C2 – C1 é igual a
o preço P era, em reais, igual a A. R$ 3.000,00.
A. R$ 3.000,00. B. R$ 4.000,00.
B. R$ 2.750,00. C. R$ 5.000,00.
C. R$ 2.500,00. D. R$ 6.000,00.
D. R$ 2.250,00. E. R$ 8.000,00
E. R$ 2.000,00.
IPRESB – 2017 – QUESTÃO 134. Um recipiente e seu
IPRESB – 2017 – QUESTÃO 131. . Uma empresa utili- conteúdo têm, juntos, x gramas de massa. Se retirarmos
za máquinas iguais, de mesmo rendimento, para produzir exatamente a metade do conteúdo do recipiente, a massa
um único tipo de peça. O número de máquinas utilizadas e do recipiente e a do conteúdo restante, juntas, passa a ser
o número de horas diárias de funcionamento ininterrupto, de 0,7 x gramas. Se a massa do recipiente vazio é 140 gra-
que é o mesmo para todas as máquinas utilizadas, são de- mas, então o valor representado por x é igual a
terminados em função da quantidade de peças e do prazo A. 350.
de entrega de cada lote. A tabela mostra dados referentes B. 325.
à produção dos lotes I e II. C. 315.
D. 275.
E. 250.

IPRESB – 2017 – QUESTÃO 135. Para pulverizar cer-


to defensivo, de modo a criar uma barreira contra pragas,
uma máquina agrícola percorreu todo o perímetro de uma
região rural, de área igual a 0,96 km², que está representa-
da pelo triângulo retângulo ABC, mostrado na figura.

Nessas condições, é correto afirmar que as 63000 pe-


ças do Lote II foram produzidas em um número de dias
igual a
A. 50.
B. 48.
C. 42.
D. 35.
E. 33.

IPRESB – 2017 – QUESTÃO 132. Para uma recepção, Sabe-se que a máquina manteve velocidade constante
Letícia comprou 30 garrafas de vinho, sendo n garrafas durante todo o processo, e que não houve nenhuma inter-
iguais do vinho Z e 1,5 n garrafas iguais do vinho W. Sa- rupção no percurso. Nessas condições, se a máquina gas-
be-se que o preço unitário do vinho Z superou o preço tou 18 minutos para ir do ponto A até o ponto B, então o
unitário do vinho W em R$ 20,00, e que o preço médio das tempo total gasto para percorrer todo o perímetro dessa
30 unidades compradas foi igual a R$ 68,00. Desse modo, é região triangular foi de
correto afirmar que cada garrafa do vinho Z custou A. 58 min.
A. R$ 100,00. B. 1h 06min.
B. R$ 90,00. C. 1h 12min.
C. R$ 80,00. D. 1h 16min.
D. R$ 70,00. E. 1h 18min.
E. R$ 60,00.

30
LIVRO DE QUESTÕES

IPRESB – 2017 – QUESTÃO 136. A figura mostra um IPRESB – 2017 – QUESTÃO 139. . Em uma prova de
bloco retangular reto, cujas medidas das arestas estão indi- um processo seletivo, os candidatos podiam obter apenas
cadas em centímetros. um de três conceitos possíveis, A, B ou C. O gráfico mostra
a distribuição desses conceitos entre os homens e as mu-
lheres que realizaram essa prova.

Se a soma das medidas de todas as arestas é igual a 96


cm, então o volume desse bloco é, em cm³, igual a
A. 504.
B. 512.
C. 564. Em relação aos candidatos que fizeram essa prova, é
D. 616. correto afirmar, de acordo com os dados do gráfico, que
E. 720. o número
A. de mulheres corresponde a 70% do número total de
IPRESB – 2017 – QUESTÃO 137. Em um jardim, um candidatos.
canteiro retangular, cujos lados medem 10 m e 5 m, é total- B. de homens corresponde a 50% do número total de
mente rodeado por uma região gramada de largura cons- candidatos.
tante, indicada por x na figura. C. de mulheres é 70% maior que o de homens.
D. de homens é 50% menor que o de mulheres.
E. de homens que obtiveram o conceito B corresponde
a 20% do número total de candidatos

IPRESB – 2017 – QUESTÃO 140. Um painel ABCD, de


formato retangular, foi totalmente dividido em 12 retângu-
los congruentes, cujas medidas dos lados, em centímetros,
são iguais a x e 1/3 x, conforme mostra a figura.

Se a área da região gramada é igual a 76 m², então a


medida indicada por x é, em metros, igual a
A. 1.
B. 1,5.
C. 2.
D. 2,5.
E. 3.
Se a área do painel ABCD é igual a 1,44 m², então o seu
IPRESB – 2017 – QUESTÃO 138. . Dois recipientes, A perímetro é, em metros, igual a
e B, totalmente cheios, continham, juntos, 508 mililitros de A. 4,4.
certo líquido. Foram utilizados 4/5 do líquido contido em B. 4,8.
A e 5/6 do líquido contido em B, e a quantidade de líquido C. 5,0.
restante nos dois recipientes, juntos, ficou igual a 92 milili- D. 5,2.
tros. Desse modo, é correto afirmar que a capacidade total, E. 6,2
em litros, do recipiente A é igual a
A. 0,22.
B. 0,28.
C. 0,36.
D. 0,48.
E. 0,54.

31
LIVRO DE QUESTÕES

IPRESB – 2017 – QUESTÃO 141. Mário e Nílson têm TJ/SP – 2017 – QUESTÃO 145. A empresa Alfa Sigma
quantias diferentes, em dinheiro. Sabe-se que 2/5 da quan- elaborou uma previsão de receitas trimestrais para 2018. A
tia de Mário corresponde a 1/3 da quantia de Nílson. Desse receita prevista para o primeiro trimestre é de 180 milhões
modo, é correto afirmar que a quantia total de Mário cor- de reais, valor que é 10% inferior ao da receita prevista para
responde, da quantia total de Nílson, a o trimestre seguinte. A receita prevista para o primeiro se-
mestre é 5% inferior à prevista para o segundo semestre.
8 Nessas condições, é correto afirmar que a receita média
A. trimestral prevista para 2018 é, em milhões de reais, igual a
9
A. 200.
5 B. 203.
B. C. 195.
6
D. 190.
2
E. 198.
C.
3
TJ/SP – 2017 – QUESTÃO 146. A figura seguinte, cujas
5
dimensões estão indicadas em metros, mostra as regiões
D. R1 e R2 , ambas com formato de triângulos retângulos, si-
8
tuadas em uma praça e destinadas a atividades de recrea-
ção infantil para faixas etárias distintas
3
E.
5

PREF. MARÍLIA – 2017 – QUESTÃO 142. José estuda


japonês a cada 4 dias e estuda francês a cada 6 dias. No
dia 20 de outubro de 2017, ele estudou essas duas línguas.
Desse dia até o último dia do ano de 2017, o número de
vezes que José terá estudado, no mesmo dia, francês e ja-
ponês, incluindo o dia 20 de outubro, é
A. 5.
B. 6.
C. 7.
D. 8.
E. 9.
Se a área de R1 é 54 m², então o perímetro de R2 é, em
PREF. MARÍLIA – 2017 – QUESTÃO 143. Uma esco- metros, igual a
la possui 96 alunos no 1o ano, 60 alunos no 2o ano e 72 A. 54.
alunos no 3o ano. Esses alunos serão divididos em grupos B. 48.
com o mesmo número de alunos, formado apenas por alu- C. 36.
nos de um mesmo ano. Se cada grupo terá o maior número D. 40.
de alunos possível, o total de grupos formados será E. 42.
A. 16.
B. 17. TJ/SP – 2017 – QUESTÃO 147. Sabe-se que 16 caixas
C. 18. K, todas iguais, ou 40 caixas Q, todas também iguais, preen-
D. 19. chem totalmente certo compartimento, inicialmente vazio.
E. 20. Também é possível preencher totalmente esse mesmo com-
partimento completamente vazio utilizando 4 caixas K mais
PREF. MARÍLIA – 2017 – QUESTÃO 144. A razão en- certa quantidade de caixas Q. Nessas condições, é correto
tre o número de livros em inglês e o número de livros de afirmar que o número de caixas Q utilizadas será igual a
português que André possui é de 4 para 5. Se André possui A. 10.
30 livros a mais em português do que em inglês, o total de B. 28.
livros que ele possui nesses dois idiomas é C. 18.
A. 270. D. 22.
B. 280. E. 30.
C. 290.
D. 300. TJ/SP – 2017 – QUESTÃO 148. . Para segmentar infor-
E. 310. mações, de modo a facilitar consultas, um painel de forma-
to retangular foi dividido em 3 regiões quadradas, Q1, Q2
e Q3, e uma região retangular R, conforme mostra a figura,
com dimensões indicadas em metros.

32
LIVRO DE QUESTÕES

TJ/SP – 2017 – QUESTÃO 150. Os preços de venda de


um mesmo produto nas lojas X, Y e Z são números inteiros
representados, respectivamente, por x, y e z. Sabendo-se que
x + y = 200, x + z = 150 e y + z = 190, então a razão x/y é:
3
A.
8

1
B.
3

3
C.
5

A área, em m², da região retangular R é corretamente


2
representada por: D.
3

1 4
A. 𝑥 2 E.
6 9

1
B. 𝑥 2
8
PREF. MARÍLIA – 2017 – QUESTÃO 151. Roberto pre-
1
cisa organizar todas as pastas de um arquivo. No primeiro
C. 𝑥2 dia, ele organizou 20% das pastas, no segundo dia, ele or-
12
ganizou 30% das pastas restantes e no terceiro dia, ele or-
1
ganizou as últimas 84 pastas. O total de pastas organizadas
D. 𝑥 2 por Roberto é um número entre
3
A. 95 e 124.
B. 125 e 154.
1
E. 𝑥 2 C. 155 e 184.
4
D. 185 e 214.
E. 215 e 244.
TJ/SP – 2017 – QUESTÃO 149. As figuras seguintes
mostram os blocos de madeira A, B e C, sendo A e B de PREF. MARÍLIA – 2017 – QUESTÃO 152. Lucas preci-
formato cúbico e C com formato de paralelepípedo reto sa fazer 900 cópias de um documento de 2 páginas, uma
retângulo, cujos respectivos volumes, em cm³, são repre- página por folha. Ele irá usar uma copiadora que imprime
sentados por VA, VB e VC. 15 páginas por minuto e tem uma gaveta com capacidade
para 100 folhas. Se a gaveta de folhas estiver vazia, Lucas
leva 1 minuto para carregá-la com papel e retomar a im-
pressão. Estando a gaveta dessa impressora com 100 fo-
lhas, no início das impressões, o menor tempo que Lucas
irá precisar para realizar essa tarefa é
A. 1h.
B. 1h17.
C. 1h34.
D. 2h17.
Se , então a medida da altura do bloco C, indicada por E. 2h34.
h na figura, é, em centímetros, igual a
A. 15,5. PREF. MARÍLIA – 2017 – QUESTÃO 153. A média arit-
B. 11. mética dos salários de um grupo de 5 amigos é R$ 1.300,00.
C. 12,5. Alessandro ganha R$ 50,00 a mais do que Bernardo, R$
D. 14. 100,00 a mais do que Carlos, R$ 150,00 a mais do que Davi
E. 16. e R$ 200,00 a mais do que Eduardo. A média dos salários
dos 4 amigos que ganham menos é
A. R$ 1.175,00.
B. R$ 1.200,00.
C. R$ 1.225,00.
D. R$ 1.250,00.
E. R$ 1.275,00.

33
LIVRO DE QUESTÕES

Respostas 𝑥 3
=
𝑦 52

76 - Resposta: A.
15 3
1 minuto e 20segundos=60+20=80segundos =
𝑦 52
Então a velocidade de Afonso é de 420 = 5,25 𝑚⁄𝑠
80
420⋅0,8=336m 3y=780
Velocidade de Bernardo: 336/80=4,2m/s Y=260
Sendo t o tempo:
A velocidade de Afonso vezes o tempo deve ser igual 80 - Resposta: D.
a velocidade de Bernardo vezes o tempo mais a distância a Vcubo=x³
mais que ele está.
5,25=4,2t+1260
1,05t=1260
T=1260/1,05
3𝑥 3
𝑀= = 1,08
T=1200s 3
1200/60=20minutos
Eles vão se encontrar após 20 minutos
Como começaram 8h12min, se encontrarão 8h32min X³=1,08m³
Vparalelepipedo-=1,6⋅1,2h=1,92h
77 - Resposta: E.
X=litros de gasolina
Y=litros de etanol
1,92ℎ+3�1,08
𝑥 + 𝑦 = 40 (𝐼) = 1,53
4

3,90𝑥 + 2,70𝑦 = 𝑥 + 𝑦 � 3,06 (𝐼𝐼)
1,92ℎ+3,24
= 1,53
4
DE II temos:
3,90x+2,70y=3,06x+3,06y
0,84x-0,36y=0
De I, y=40-x 1,92h+3,24=6,12
0,84x-0,36(40-x)=0 1,92h=2,88
0,84x-14,4+0,36x=0 H=2,88/1,92
1,20x=14,4 H=1,5m
X=12 litros
81 - Resposta: B.
78 - Resposta: C. X²=75²+100²
Do próprio enunciado: X²=5625+10000
X²=15625
L=V-C X=125m
0,2V=V-74000
0,8V=74000 82 - Resposta: D.
V=74000/0,8
V=92500
L=92500-74000=18500

79 - Resposta: B.
Y=nx-40
Com (n-4)balizadores:
Y=(n-4)x+20

Igualando:
Nx-40=(n-4)x+20
Nx-40=nx-4x+20
4x=20+40
4x=60
X=15

34
LIVRO DE QUESTÕES

Lembrando que o mdc, contamos apenas quando divi- 85 - Resposta: D.


de os três números. Comprimento:x
Mdc(256, 415, 656)=24=16 Largura: y
Empresa A:256/16=16 Área:xy
Empresa B: 416/16=26 Xy=1500
Empresa C: 656/16=41 Área jardim:
Grupos: 16+26+41=83
2 3 2
83 - Resposta: B. 𝑥 � 𝑦 = 𝑥𝑦
Se gastou 2/5, ficou com 3/5
3 5 5

3 3 1 3 1 4 2/5=0,4
+ � = + = Então o restante será de 0,6=60%
5 5 3 5 5 5
86 - Resposta: A.
Gastou metade: 3 palestras: 1h 20min⋅3=3h e 60mn=4horas
3 debates: 50⋅3=150min/60=2h30min
4 2 intervalos de 15min cada=30min
5= 4 =2 1 intervalo de 1h 45min
2 10 5 3 intervalos entre os debates:10⋅3=30min
Somando :
2/5 corresponde a 420
Como o valor que o compadre pagou corresponde a 1/5:
420/2=210

84 - Resposta: C.

↓Professores redações↑ horas↑


12---------------1575----------7,5
15-----------------1120----------x
8+9h15=17:15
Quanto mais professores, menos horas ficarão corri-
87 - Resposta: E.
gindo
Como hoje a soma é de 46 anos
Quanto mais redações mais horas
Daqui um ano, soma 2 no total da idade porque são
Colocando as flechas para o mesmo lado: duas pessoas
46+2=48
↑Professores redações↑ horas↑ Fala que a idade do pai será o dobro do filho
15---------------1575----------7,5 2x+x=48
12-----------------1120----------x 3x=48
X=16
Ele terá 16 anos daqui 1 ano, portanto ele tem 15
7,5 15 1575 Filho tem 15 e o pai tem 46-15=31
= � Sendo x os anos a mais:
𝑥 12 1120
2
15 + 𝑥 = � (31 + 𝑥)
3

15⋅1575x=7,5⋅12⋅1120 62 2
3⋅1575x=7,5⋅12⋅224 15 + 𝑥 = + 𝑥
3 3
1575x=7,5⋅4⋅224
1575x=6720 2 62
𝑥− 𝑥 = − 15
X≈4,27 3 3
0,27⋅60=16,2
4 horas e 16 minutos 1
𝑥=
62

45
3 3 3

1 17
𝑥=
3 3

X=17 anos

35
LIVRO DE QUESTÕES

88 - Resposta: C.
-x²+10x+20=36
-x²+10x-16=0 (x-1)
X²-10x+16=0
Que números somados da 10 e multiplicando da 16?
X=2 e x=8
Como deve ser maior que 4
X=8
36/8=4,5
Para o custo de 20,00
-x²+10x+20=20
-x²+10x=0
X(-x+10)=0
X=0 ou x=10
Como deve ser maior que 4: x=10
20/10=2
Diferença : 4,5-2=2,5

89 - Resposta: D.
8�800+10�1100+12�1200 6400+11000+14400
𝑀= = = 1060
30 30

1060 −800
𝐷𝑖𝑓𝑒𝑟𝑒𝑛ç𝑎 = = 0,245
1060

Aproximadamente 25%

90 - Resposta: B.
V=3,5⋅1,2⋅0,8=3,36m³=3360litros
3horas 15min=195min
12litros -----1min
x--------------195min
x=2340litros
restam: 3360-2340=1020 litros

91 - Resposta: A.
Como todos os triângulos são isósceles, a hipotenusa é a diagonal de um quadrado.

𝑑=𝑙 2

1
𝑥= 2
2

1
𝑦= 2� 2= 1
2

𝑧= 2

𝑤 = 2� 2= 2

𝑞=2 2

BF=x+q

1 1 4 5
𝐵𝐹 = 2+ 2 2 = 2+ 2= 2
2 2 2 2

36
LIVRO DE QUESTÕES

92 - Resposta: B.
Se cada 5 reclamações 3 são do produto A, então 2 são do produto B.
2 18
=
5 𝑥

2x=90

X=45

93 - Resposta: C.

Carlos: 1/3

3 2
Ana: �
5 3

1 3 2 1 2 5 6 11
Ana e Carlos: + � = + = + =
3 5 3 3 5 15 15 15

OU seja, Gerson tabulou 4/15 que corresponde a 460 questionários

4/15----460
6/15-------x

4 6
𝑥= � 460
15 15

4x=6⋅460
4x=2760
X=690
690-460=230

94 - Resposta: D.
Produto nacional: x
Importado:y
A pagar:z
5x+9y=z (I)
Comprando 3 unidades do nacional e 7 do importado:
3x+7y=z-180 (II)
Substituindo I em II
3x+7y=5x+9y-180
-2x-2y=-180 (x-1)
2x+2y=180 (:2)
X+y=90

95 - Resposta: A.
Se a máquina A produz x
A máquina B produz 2x
A máquina C: 1,5⋅2x
X+2x+3x=726
6x=726
X=121
Máquina B:2x=2⋅121=242

37
LIVRO DE QUESTÕES

96 - Resposta: B. 100 - Resposta: E.


0,1x+0,9⋅0,1x=1425
0,1x+0,09x=1425
0,19x=1425
X=7500
Carla aplicou 7500
Daniel aplicou: 12000-7500=4500
7500-4500=3000

101 - Resposta: B.

4800+6900+8200+𝑥+𝑦+𝑧
Mmc(30,36, 40)=2³⋅3²⋅5=360min = 6700
6
P1=360/40=9
9⋅100=900
19900+𝑥+𝑦+𝑧
= 6700
6
P2=360/36=10
10⋅300=3000
19900 𝑥+𝑦+𝑧
+ = 6700
6 6
P3=360/30=12
12⋅200=2400
𝑥+𝑦+𝑧 19900
900+3000+2400=6300 = 6700 −
6 6
97 - Resposta: D.
Como eu quero a media aritmética, observe que se eu
multiplicar os dois lados por 2: obtemos a média aritmética

𝑥+ 𝑦 +𝑧 19900
2� = 2 6700 −
6 6

Simplificando o primeiro membro e fazendo a distribu-


tiva no segundo:

Mdc(126, 72)=18 𝑥+𝑦+𝑧 19900


126/18=7 = 13400 −
3 3
72/18=4
7⋅0,50=3,50 𝑥+𝑦+𝑧
4⋅1=4
= 13400 − 6633
3
Ela vai gastar 4+3,50=7,50
Como ela quer ter lucro de 10%, o fator de multiplica- 𝑥+𝑦+𝑧
ção é de 1,1(1+0,1)
== 6767
3
7,50⋅1,1=8,25
6767-6700=67
98 - Resposta: C.
Alternativa A: 22 candidatos acertaram 4 questões
Alternativa B 16+22+34=72 – mais da metade 102 - Resposta: E.
Alternativa C 4+11+13=28 Vamos ver a porcentagem de aumento de 3,60 para 5,22
Alternativa D: 100-72=28
Alternativa E não pois, 4 não acertaram nenhuma. 5,22 − 3,60
= 0,45
99 - Resposta: E. 3,60
Facilmente analisado pelo gráfico dado: mostra 75% de
mulheres 45% é quantos porcento 5,22 é de 3,60
Portanto o aumento foi de : 1-0,45=0,55
0,55+0,265=0,815=81,5%

38
LIVRO DE QUESTÕES

103 - Resposta: D.
1,25-0,85=0,40m³/min
1m³=1000litros
400litros/min
280000-----4/5
x------------1/5
4 1
𝑥 = 280000 �
5 5
4x=280000
X=70000

400litros----1min
70000-----x
X=70000/400
X=175min

2horas 55min

104 - Resposta: A.
Antes de quebrar as duas máquinas
Unidades(mil) horas
30------------5,5
15--------------x
30x=82,5
X=2,75

Depois e quebrar

↑Unidades(mil) máquinas↓ horas↑


30----------------------------6--------------5,5
15-------------------------4--------------------x
Quanto mais unidade, mais horas
Quanto mais máquinas, menos horas

↑Unidades(mil) máquinas↑ horas↑


30----------------------------4--------------5,5
15-------------------------6--------------------x

5,5 30 4
= �
𝑥 15 6

5,5 4
=2�
𝑥 6

5,5 4
=
𝑥 3

4x=16,5
X=4,125

Total: 2,75+4,125=6,875horas
0,875⋅60=52,5 min

6 horas 52 min

39
LIVRO DE QUESTÕES

105 - Resposta: C.
terreno
Lado: y+60

1
Maior: 𝑦 + 20
3
Base galpão:y

1
𝑥= 𝑦
3

𝑦
𝑦 � = 7500
3

𝑦2
= 7500
3

Y²=22500

Y=150

1
𝑃 = 2 𝑦 + 60 + 2 𝑦 + 20 = 2 � 210 + 2 � 70 = 420 + 140 = 560𝑚
3

106 - Resposta: A.
Hipotenusa: 2,5
Cateto: 1,5
Outro cateto: x
2,5²=1,5²+x²
6,25=2,25+x²
4=x²
X=2
V=Ab⋅h

1,5
𝐴𝑏 = 2 � = 1,5𝑐𝑚²
2

Como cm³ =ml

15=1,5h

H=10cm

107 - Resposta: C.
12,50------250
21----------x
X=5250/12,5=420 gramas

108 - Resposta: A.
Como o maior resto possível é 10, o divisor é o número 11 que é igual o quociente.
11x11=121+10=131

40
LIVRO DE QUESTÕES

109 - Resposta: C. 114 - Resposta: E.


V=2⋅3⋅x=6x
1 1 Aumentando 1 na largura
𝑥 + 𝑥 = 28 V=2⋅3(x+1)=6x+6
3 4 Portanto, o volume aumentou em 6.

Mmc(3,4)=12 115 - Resposta:B.


4x+3x=336 Sendo x o valor do material P
7x=336 10x=7x+600
X=48 3x=600
A distância entre A e B é 48km X=200
Como já percorreu 28km
48-28=20 km entre P e Q. 116 - Resposta: A.

110 - Resposta: D 5y=320


81+27=108 Y=64
108 ônibus somam 60%(100-35-5)
108-----60
x--------100
x=10800/60=180
5x=400
111 - Resposta: B. X=80
Suco:x
Coxinha: y

80𝑥 + 50𝑦 = 930 𝐼



𝑥 + 𝑦 = 15 𝐼𝐼 117 - Resposta: D.
25²=15²+x²
625=225+x²
De II temos 400=x²
Y=15-x
Substituindo em I X=20
80x+50(15-x)=930 A=15⋅20=300
80x+750-50x=930
30x=930-750 118 - Resposta: E.
30x=180 Sacos kg
X=6 240----40
x----30
112 - Resposta: E. Quanto mais sacos, menos areia foi colocada(inversa-
mente)

𝑥 40
=
240 30

30x=9600
X=320

Mmc(5,6,7)=2⋅3⋅5⋅7=210 119 - Resposta: C.

113 - Resposta: D.
Se reprovaram 70%, então passaram 30%
70%----140
30%----x
70x=4200
X=60 Como ela ficou 1hora e meia na clínica o trajeto de ida
e volta demorou 1 hora.

41
LIVRO DE QUESTÕES

120 - Resposta: B. 127 - Resposta: B.


108/4=27m² Salário liquido: x
6x=27
X=27/6
2 2 3
O perímetro seria 𝑋 + � 𝑋 + 1620 = 𝑋
5 5 5

27 27 54 2 6
+ + 6 + 6 = + 12 = 9 + 12 = 21 𝑋+ 𝑋 + 1620 = 𝑋
6 6 6 5 25

10 6𝑋 40500 25𝑋
121 - Resposta: D. 𝑋+ + =
20km----60min 25 25 25 25
x--------1,5
60x=30
X=0,5km=500m 10x+6x+40500=25x
9x=40500
122 - Resposta: B. X=4500

128 - Resposta: E.
2500+1500=4000 entrevistas A folha tem 130cmx90cm

2500 25
=
4000 40

Dividindo por 5

25 5
=
40 8

123 - Resposta: C. Mdc(130, 90)=2⋅5=10


130/10=13
8 + 12 + 10 + 4 + 6 40 90/10=9
𝑀= = =8 13⋅9=117
5 5
129 - Resposta: E.
124 - Resposta: A.
4500/3=1500 litros para as caixinhas 22,5 3
1500litros=1500000ml =
𝑦 4
1500000/300=5000 caixinhas por dia
5000.5=25000 caixinhas em 5 dias
3y=90
125 - Resposta: E. Y=30
São 6 cubos no comprimento: 6⋅5=30
São 4 cubos na largura: 4⋅5=20 37,5 3
3 cubos na altura: 3⋅5=15 =
V=30⋅20⋅15=9000 𝑧 4

126 - Resposta: D. 3z=150


J=3G Z=150/3=50
J+G=8C Total devido: 30+40+50=120
3G+G=8C
4G=8C 130 - Resposta: D.
G=2C P1: 1,2P
J=6C Q1: 0,9Q
P1=Q+200
Q1=P
P=0,9Q
Q=P/0,9

42
LIVRO DE QUESTÕES

𝑃 132 - Resposta: C.
1,2𝑃 = + 200 1,5n+n=30
0,9
2,5n=30
𝑃 N=12
1,2𝑃 − = 200
0,9
12�𝑧+18� 𝑧−20
1,08𝑃 −𝑃 𝑀=
30
= 200
0,9
12�𝑧+18� 𝑧−20
68 =
0,08P=180 30
P=2250
12z+18z-360=2040
131 - Resposta: D. 30z=2040+360
↓Máquinas peças(mil) ↑ prazo↑ 30z=2400
10----------------90--------------------60 Z=80
12----------------63----------------------x
133 - Resposta: B.
Quanto mais máquinas, menor o prazo
Quanto mais peças, mais máquinas
M1=C1+C1in
↑Máquinas peças(mil) ↑ prazo↑ M1=C1(1+in)
12----------------90--------------------60 M1=9/8C1
10----------------63----------------------x
9
𝐶1 = 𝐶1 1 + 𝑖𝑛
60 12 90 8
= �
𝑥 10 63
1+in=9/8
Simplificando
9 1
𝑖𝑛 = − 1 =
60 6 90 8 8
= �
𝑥 5 63
J2-J1=500
Simplificando 6 e 63 por 3 C2in-C1in=500
In(C2-C1)=500
E 90 e 5 por 5
500
𝐶2 − 𝐶1 = = 4000
60 2�
18 1
= 8
𝑥 21

Simplificando 18 e 21 por 3 134 - Resposta: A.


C:conteúdo
140+C=x
60 6
=2� C=x-140
𝑥 7 140+C/2=0,7x

12x=420 𝑥 − 140
X=35 140 + = 0,7𝑥
2

280+x-140=1,4x
x-1,4x=-280+140
-0,4x=-140
X=140/0,4=350

43
LIVRO DE QUESTÕES

135 - Resposta: C. 138 - Resposta: A.


Resta em A: 1/5
𝐴=
1,6𝑥 Resta em B? 1/6
2

0,96 =
1,6𝑥 𝐴 + 𝐵 = 508
2 �1 𝐴 + 1 𝐵 = 92
5 6

1,6x=1,92
X=1,2 B=508-A
Y²=1,2²+1,6²
Y²=1,44+2,56 1 1
Y²=4 𝐴+ 508 − 𝐴 = 92
5 6
Y=2
𝐴 508−𝐴
Perímetro: 1,2+2+1,6=4,8km + = 92
5 6
1,2km-----18min
4,8--------x
1,2x=86,,4 Mmc(5,6)=30
X=72min=1h 12min 6A +5(508-A)=92⋅30
6A +2540-5A =2760
136 - Resposta: A. A=2760-2540
96=4(x+1)+4(x-1)+4x A=220ml=0,22litros
96=4x+4+4x-4+4x
96=12x 139 - Resposta: E.
X=8
V=(x+1)(x-1)x
V=9⋅7⋅8 Total homens: 3+7+4=14
V=504 cm³
Mulheres: 5+9+7=21
137 - Resposta: C.
Total: 35

Porcentagem de mulher:

24
𝑃= = 0,68 = 68%
35

A1=A2 Homem
A3=A4
A1=x(10+2x) 14
𝑃= = 0,4 = 40%
A3=5x 35
2x(10+2x)+10x=76
20x+4x²+10x=76 Homens conceito B
4x²+30x-76=0
2x²+15x-38=0 7
∆=15²-4⋅2⋅(-38) 𝑃= = 0,2 = 20%
35
∆=225+304
∆=529

−15±23
𝑥=
4

−15+23 8
𝑥= = =2
4 4

44
LIVRO DE QUESTÕES

140 - Resposta: D.
4
𝐴 = 3𝑥 � 𝑥
3

1,44=4x²
0,36=x²
X=0,6

8
𝑃 = 6𝑥 + 𝑥
3

Y²=16²+12²
8
𝑃 = 6 � 0,6 + � 0,6 = 3,6 + 1,6 = 5,2 Y²=256+144
3
Y²=400
Y=20
141 - Resposta: B. Perímetro: 16+12+20=48

2 1 147 - Resposta: E.
𝑀= 𝑁 Se, com 16 caixas K, fica cheio e já foram colocadas 4
5 3
caixa, faltam 12 caixas K, mas queremos colocar as caixas Q,
6M=5N então vamos ver o equivalente de 12 caixas K

16 12
𝑀=
5𝑁 =
6 40 𝑄

142 - Resposta: C. 16Q=480


Q=30 caixas
143 - Resposta: D.
148 - Resposta: A.
144 - Resposta: A.

145 - Resposta: C.
Como a previsão para o primeiro trimestre é de 180
milhões e é 10% inferior, no segundo trimestre temos uma
previsão de
180-----90%
x---------100
x=200
200+180=380 milhões para o primeiro semestre
380----95
x----100
x=400 milhões
Somando os dois semestres: 380+400=780 milhões 2
780/4trimestres=195 milhões 2𝑦 = 𝑥 − 𝑥
3

146 - Resposta: B. 1
2𝑦 = 𝑥
9𝑥 3
𝐴𝑅1 =
2
1
𝑦= 𝑥
9𝑥 6
54 =
2
2 1 3𝑥 1
𝐶𝑜𝑚𝑝𝑟𝑖𝑚𝑒𝑛𝑡𝑜 𝑅: 𝑥 − 𝑥 = = 𝑥
3 6 6 2

9x=108
1 1 1
X=12 𝐴 = 𝑥 � 𝑥 = 𝑥²
3 2 6

45
LIVRO DE QUESTÕES

149 - Resposta:C. 153 - Resposta: E.


VA=125cm³ A=B+50
VB=1000cm³ B=A-50
A=100+C
1
125 + 1000 = � 18 � 10 � ℎ C=A-100
2 A=150+D
D=A-150
180
1125 = ℎ A=200+E
2 E=A-200

1125=90h 𝐴+𝐵+ 𝐶 +𝐷 +𝐸
H=12,5 1300 =
5

150 - Resposta: D.
Da segunda equação:
Z=150-x A+B+C+D+E=6500
Substituindo na terceira A+A-50+A-100+A-150+A-200=6500
Y+150-x=190 5 A =6500+500
y-x=190-150 A=7000/5=1400
y-x=40 B+C+D+E=6500-1400
B+C+D+E=5100
5100/4=1275
𝑥 + 𝑦 = 200

𝑦 − 𝑥 = 40

Somando:
2y=240
y=120
x=200-y
x=200-120
x=80

𝑥 80 2
= =
𝑦 120 3

151 - Resposta: B.
No segundo dia restaram 80%:
0,3⋅0,8=0,24
0,2x+0,24x+84=x
0,56x=84
X=150

152 - Resposta: D.
15paginas----1min
1800----------x
X=120minutos=2horas
1800/100=18
Ele vai ter que encher mais 17 vezes
Como leva 1min
O tempo total será de 2 horas 17min

46
LIVRO DE QUESTÕES

RACIOCÍNIO LÓGICO
D.

TJ/SP – 2018 – QUESTÃO 154. Considere os primeiros


8 elementos da sequência de figuras:

E.

TJ/SP – 2018 – QUESTÃO 155. Na sequência numérica


1, 2, 3, 6, 7, 8, 21, 22, 23, 66, 67, 68, ..., os termos se sucedem
segundo um padrão. Mantido o padrão, o décimo quarto
termo é o número
A. 202.
B. 282.
C. 229.
D. 308.
E. 255.

TJ/SP – 2018 – QUESTÃO 156. Em um grupo de 100


esportistas que praticam apenas os esportes A, B ou C, sa-
be-se que apenas 12 deles praticam os três esportes. Em se
tratando dos esportistas que praticam somente dois des-
ses esportes, sabe-se que o número dos que praticam os
Nesta sequência, as figuras 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15 e esportes A e B é 2 unidades menor que o número dos que
16 correspondem, respectivamente, às figuras 1, 2, 3, 4, 5, praticam os esportes A e C, e o número dos esportistas que
6, 7, 8, assim como as figuras 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23 e 24, praticam B e C excede em 2 unidades o número de espor-
e assim segue, mantendo-se esta correspondência. Sobre- tistas que praticam os esportes A e C. Sabe-se, ainda, que
pondo-se as figuras 109, 131 e 152, obtém-se a figura exatamente 26, 14 e 12 esportistas praticam, respectiva-
mente, apenas os esportes A, B e C. Dessa forma, o número
total de esportistas que praticam o esporte A é
A. 54.
A. B. 60.
C. 58.
D. 56.
E. 62.

TJ/SP – 2018 – QUESTÃO 157. “Carlos tem apenas 3


irmãs, e essas 3 irmãs cursam o ensino superior.” Supondo
B. verdadeira a afirmação apresentada, é correto afirmar que
A. Carlos cursa o ensino superior.
B. Carlos não cursa o ensino superior.
C. se Ana cursa o ensino superior, então ela é irmã de
Carlos.
D. se Rute não cursa o ensino superior, então ela não é
irmã de Carlos.
C. E. se Bia não é irmã de Carlos, então ela não cursa o
ensino superior.

47
LIVRO DE QUESTÕES

TJ/SP – 2018 – QUESTÃO 158. Se Maria é bonita, en- TJ/SP – 2018 – QUESTÃO 163. Considere a afirmação
tão Carlos é rico. Se Ana é feliz, então José é um herói. Sa- “Marta não atende ao público interno ou Jéssica cuida de
be-se que Maria é bonita e Ana não é feliz. Logo, pode-se processos administrativos”. Uma afirmação equivalente à
afirmar corretamente que afirmação apresentada é:
A. Carlos é rico ou José é um herói. A. se Jéssica não cuida de processos administrativos,
B. Carlos não é rico. então Marta atende ao público interno.
C. José não é um herói. B. se Marta não atende ao público interno, então Jéssi-
D. José não é um herói e Carlos é rico. ca cuida de processos administrativos.
E. José é um herói. C. se Marta atende ao público interno, então Jéssica
não cuida de processos administrativos. D. se Marta atende
TJ/SP – 2018 – QUESTÃO 159. Quatro amigos, Pau- ao público interno, então Jéssica cuida de processos admi-
lo, João, Fábio e Caio, nasceram em anos distintos, a saber nistrativos.
1970, 1977, 1981 ou 1990, não necessariamente nessa or- E. se Marta não atende ao público interno, então Jéssi-
dem. Cada um exerce, também não necessariamente nessa ca não cuida de processos administrativos.
ordem, uma das profissões entre arquiteto, fotógrafo, enge-
nheiro e advogado. Sabe-se que Paulo não nasceu em 1970, IPSM – 2018 – QUESTÃO 164. Considere verdadeira a
que o arquiteto nasceu antes de Caio e antes do fotógrafo afirmação (I) e falsa a afirmação (II):
João, que Fábio nasceu antes do advogado, que o advo- I. Marcelo nasceu em São José dos Campos.
gado não nasceu em 1977 e que o engenheiro, que não é II. Raquel nasceu em Taubaté.
Caio, nasceu em 1981. Sendo assim, é correto afirmar que Com base nas informações apresentadas, assinale a
A. Fábio é advogado. alternativa que contém uma afirmação necessariamente
B. Paulo nasceu antes de Caio. verdadeira.
C. Caio é arquiteto. A. Raquel não nasceu em Taubaté e é enfermeira.
D. João nasceu antes de Fábio. B. Marcelo não nasceu em Taubaté ou é engenheiro.
E. o engenheiro nasceu antes do fotógrafo. C. Marcelo e Raquel nasceram na mesma cidade.
D. Marcelo e Raquel não nasceram na mesma cidade.
TJ/SP – 2018 – QUESTÃO 160. Considere falsa a afir- E. Raquel trabalha em São José dos Campos e Marcelo,
mação “Se hoje estudo, então amanhã não trabalho.” Nesse em Taubaté.
caso, é necessariamente verdade que
A. Hoje não estudo e amanhã trabalho. IPSM – 2018 – QUESTÃO 165. Considere a afirmação:
B. Amanhã não trabalho. Cláudio é assistente de gestão municipal e Débora é pro-
C. Se amanhã trabalho, então hoje não estudo. fessora. Uma negação lógica para essa afirmação está con-
D. Hoje não estudo ou amanhã não trabalho. tida na alternativa:
E. Hoje estudo e amanhã trabalho. A. Cláudio não é assistente de gestão municipal, mas
Débora é professora.
TJ/SP – 2018 – QUESTÃO 161. Uma negação lógica B. Débora não é professora, mas Cláudio é assistente
para a afirmação “Se Patrícia não é engenheira, então Mau- de gestão municipal.
rício é empresário” está contida na alternativa: C. Se Cláudio não é assistente de gestão municipal, en-
A. Patrícia é engenheira e Maurício não é empresário. tão Débora é professora.
B. Patrícia é engenheira ou Maurício não é empresário. D. Débora não é professora ou Cláudio não é assistente
C. Patrícia não é engenheira e Maurício não é empre- de gestão municipal.
sário. E. Cláudio não é assistente de gestão municipal e Dé-
D. Se Maurício não é empresário, então Patrícia é en- bora não é professora.
genheira.
E. Se Patrícia é engenheira, então Maurício não é em- IPSM – 2018 – QUESTÃO 166. Uma afirmação equiva-
presário. lente à afirmação
Se hoje corro, então amanhã descansarei, está contida
TJ/SP – 2018 – QUESTÃO 162. Considere falsa a afir- na alternativa:
mação “Hélio é bombeiro e Cláudia é comissária de bordo” A. Se amanhã não descansarei, então hoje não corro.
e verdadeira a afirmação “Se Hélio é bombeiro, então Cláu- B. Se hoje não corro, então amanhã não descansarei. (
dia é comissária de bordo”. Nessas condições, é necessaria- C. Se amanhã descansarei, então hoje corro.
mente verdade que D. Hoje corro ou amanhã descansarei.
A. Hélio é bombeiro. E. Hoje descanso e amanhã correrei.
B. Cláudia não é comissária de bordo.
C. Hélio não é bombeiro. IPSM – 2018 – QUESTÃO 167. Se José foi ao cinema,
D. Cláudia é comissária de bordo. então Luana foi ao shopping. Se Luana foi ao shopping ou
E. Hélio é bombeiro ou Cláudia não é comissária de Willian foi correr, então Armando foi estudar. Sabe-se que
bordo. Armando não foi estudar. Portanto, conclui-se corretamen-
te que

48
LIVRO DE QUESTÕES

A. Willian foi correr, Luana foi ao shopping e José foi TCE/SP – 2017 – QUESTÃO 172. Uma enquete de-
ao cinema. monstrou que 17% das empresas devem algum tipo de im-
B. Willian não foi correr, Luana foi ao shopping e José posto do ano anterior, e, desse grupo, são 13% que devem
foi ao cinema. algum tipo de imposto dos últimos dois anos. Em relação
C. Willian não foi correr, Luana não foi ao shopping e ao total de empresas da enquete, a porcentagem das em-
José foi ao cinema. presas que devem apenas os impostos do ano anterior é
D. Willian não foi correr, Luana foi ao shopping e José de, aproximadamente,
não foi ao cinema. A. 15,6.
E. Willian não foi correr, Luana não foi ao shopping e B. 14,3.
José não foi ao cinema. C. 14,8.
D. 13,9.
IPSM – 2018 – QUESTÃO 168. Na sequência numérica E. 13,7.
..., -8, 4, -2, 1, -1/2,..., o quinto termo é –8. O produto do
primeiro com o décimo quinto termos dessa sequência é TCE/SP – 2017 – QUESTÃO 173. Considere verdadei-
igual a ras as afirmações I, II, III e falsa a afirmação IV.
A. –2. I. Se como, então não sinto fome.
B. –1. II. Não sinto fome ou choro.
C. 1. III. Se choro, então não sorrio.
D. 2. IV. Não sinto fome ou grito.
E. 4. A partir dessas afirmações, é verdade que:
A. Não grito e não choro.
TCE/SP – 2017 – QUESTÃO 169. Considere a sequên- B. Sorrio ou sinto fome.
cia (10, 15, 13, 18, 16, 21, 19, 24, 22, 27, . . .). A soma do 16º C. Como ou grito.
, 17º e 18º termo dessa sequência é igual a D. Não sorrio e não sinto fome.
A. 107. E. Choro e grito.
B. 109.
C. 104. TCE/SP – 2017 – QUESTÃO 174. Tenho um filho. Nasci
D. 105. 20 anos antes do que ele. Daqui a dez anos terei o dobro
E. 110. da idade dele. Hoje a razão entre a idade dele e a minha é
igual a
TCE/SP – 2017 – QUESTÃO 170. Em uma pizzaria, 6 1
pessoas comeram pizza durante 2 horas e meia. Cada uma A.
2
delas comeu 3 fatias a cada 15 minutos. O tempo mínimo
necessário para que 9 pessoas, cada uma delas comendo 1
5 fatias a cada 20 minutos, igualem o número de fatias de B.
4
pizza que as primeiras 6 pessoas haviam comido é de
A. 45 minutos. 1
B. 1 hora e 10 minutos. C.
6
C. 1 hora e 25 minutos.
D. 1 hora e 30 minutos. 1
E. 1 hora e 20 minutos. D.
3

TCE/SP – 2017 – QUESTÃO 171. Para ir ao trabalho


1
caminhando, Rodrigo percorreu a terça parte do percurso E.
5
sem qualquer parada. Descansou um pouco e, em segui-
da, percorreu a quinta parte do que restava do percurso e,
novamente, parou para descansar. Após essas duas etapas, TCE/SP – 2017 – QUESTÃO 175. Se a afirmação “Ou
ainda faltavam 1080 metros para Rodrigo chegar ao des- Renato é o gerente da loja ou Rodrigo é o dono da loja” é
tino. A diferença entre o número de metros que Rodrigo verdadeira, então uma afirmação necessariamente verda-
caminhou na primeira etapa em relação à segunda etapa deira é:
é igual a A. Renato é o gerente da loja e Rodrigo é o dono da
A. 405. loja.
B. 470. B. Renato é o gerente da loja se, e somente se, Rodrigo
C. 525. não é o dono da loja.
D. 580. C. Se Renato não é o gerente da loja, então Rodrigo
E. 625. não é o dono da loja.
D. Se Renato é o gerente da loja, então Rodrigo é o
dono da loja.
E. Renato é o gerente da loja

49
LIVRO DE QUESTÕES

TCE/SP – 2017 – QUESTÃO 176. Considere verdadei- TJ/SP – 2017 – QUESTÃO 182. Sabendo que é verda-
ras as afirmações: Todo contador é matemático. Não há deira a afirmação “Todos os alunos de Fulano foram apro-
músico que não seja matemático. Carlos é músico. A partir vados no concurso”, então é necessariamente verdade:
dessas afirmações, é correto concluir que A. Fulano foi aprovado no concurso.
A. Não é possível Carlos ser matemático. B. Se Elvis foi aprovado no concurso, então ele é aluno
B. Se Carlos é músico, então ele é contador. de Fulano.
C. Carlos não é contador. C. Se Roberto não é aluno de Fulano, então ele não foi
D. Se Carlos é músico, então ele é matemático. aprovado no concurso.
E. Qualquer contador é músico. D. Fulano não foi aprovado no concurso.
E. Se Carlos não foi aprovado no concurso, então ele
não é aluno de Fulano.
TCE/SP – 2017 – QUESTÃO 177. Uma afirmação que
corresponda à negação lógica da afirmação “Se a demanda TJ/SP – 2017 – QUESTÃO 183. Se Débora é mãe de
aumenta, então os preços tendem a subir” é: Hugo, então Marcelo é baixo. Se Carlos não é filho de Dé-
A. Se os preços não tendem a subir, então a demanda bora, então Neusa não é avó dele. Sabendo-se que Marce-
não aumenta. lo é alto ou que Neusa é avó de Carlos, conclui-se correta-
B. Ou os preços tendem a subir, ou a demanda aumenta. mente que
C. Se a demanda não aumenta, então os preços não A. Hugo e Carlos são irmãos.
tendem a subir. B. Débora não é mãe de Hugo, e Carlos é filho de Dé-
D. A demanda aumenta ou os preços não tendem a subir. bora.
E. Os preços não tendem a subir, e a demanda aumenta. C. Hugo e Carlos não são irmãos.
D. Débora não é mãe de Hugo, ou Carlos é filho de
TJ/SP – 2017 – QUESTÃO 178. Uma negação lógica Débora.
para a afirmação “João é rico, ou Maria é pobre” é: E. Neusa é mãe de Débora.
A. Se João é rico, então Maria é pobre.
B. João não é rico, e Maria não é pobre. TJ/SP – 2017 – QUESTÃO 184. Em um edifício com
C. João é rico, e Maria não é pobre. apartamentos somente nos andares de 1° ao 4° , moram
D. Se João não é rico, então Maria não é pobre. 4 meninas, em andares distintos: Joana, Yara, Kelly e Bete,
E. João não é rico, ou Maria não é pobre. não necessariamente nessa ordem. Cada uma delas tem
um animal de estimação diferente: gato, cachorro, passa-
TJ/SP – 2017 – QUESTÃO 179. “Existe um lugar em rinho e tartaruga, não necessariamente nessa ordem. Bete
que não há poluição” é uma negação lógica da afirmação: vive reclamando do barulho feito pelo cachorro, no andar
A. Em todo lugar, não há poluição. imediatamente acima do seu. Joana, que não mora no 4°
B. Em alguns lugares, há poluição. , mora um andar acima do de Kelly, que tem o passarinho
C. Em todo lugar, há poluição. e não mora no 2° andar. Quem mora no 3°andar tem uma
D. Em alguns lugares, pode não haver poluição. tartaruga. Sendo assim, é correto afirmar que
E. Em alguns lugares, não há poluição. A. Kelly não mora no 1° andar.
B. Bete tem um gato.
TJ/SP – 2017 – QUESTÃO 180. Considerando falsa a C. Joana mora no 3° andar e tem um gato.
afirmação “Se Ana é gerente, então Carlos é diretor”, a afir- D. o gato é o animal de estimação da menina que mora
mação necessariamente verdadeira é: no 1° andar.
A. Ana é gerente. E. Yara mora no 4° andar e tem um cachorro.
B. Carlos é diretor.
C. Ana não é gerente, e Carlos não é diretor. TJ/SP – 2017 – QUESTÃO 185. Carlos é o único atleta
D. Ana não é gerente, ou Carlos é diretor. que tem patrocínio de 3 empresas: A, B e C. Em se tratan-
E. Ana é gerente, e Carlos é diretor. do de atletas que recebem patrocínios de apenas 2 dessas
empresas, temos: Leandro e Hamilton, das empresas A e B;
TJ/SP – 2017 – QUESTÃO 181. Uma afirmação equi- Marta e Silas, das empresas A e C; e Amanda, Renata e Sér-
valente para “Se estou feliz, então passei no concurso” é: gio, das empresas B e C. Se esses atletas fazem parte de um
A. Se passei no concurso, então estou feliz. grupo contendo, ao todo, 18 atletas que recebem patrocínio
B. Se não passei no concurso, então não estou feliz. das empresas A, B ou C, e cada empresa tem, pelo menos,
C. Não passei no concurso e não estou feliz. 1 atleta recebendo patrocínio somente dela, então é correto
D. Estou feliz e passei no concurso. afirmar que os números mínimo e máximo de atletas que a
E. Passei no concurso e não estou feliz. empresa B pode patrocinar são, respectivamente,
A. 6 e 12.
B. 5 e 10.
C. 8 e 16.
D. 7 e 14.
E. 4 e 8.

50
LIVRO DE QUESTÕES

TJ/SP – 2017 – QUESTÃO 186. Na sequência numérica 2, 3, 5, 9, 17, 33, 65, 129, ..., mantida a ordem preestabelecida,
o próximo elemento é
A. 273.
B. 257.
C. 249.
D. 281.
E. 265.

TJ/SP – 2017 – QUESTÃO 187. Observe as 4 primeiras figuras de uma sequência, em que cada figura contém 5 sím-
bolos:

Nessa sequência, as figuras 5, 6, 7 e 8 correspondem, respectivamente, às figuras 1, 2, 3 e 4, assim como as figuras 9, 10,
11 e 12, e assim por diante, mantendo-se essa correspondência. Com relação à ordem dos símbolos, o 1º dessa sequência
é , o 8° é , o 15° é , e assim por diante. Nestas condições, o 189° símbolo é
A.
B.
C.
D.
E.

51
LIVRO DE QUESTÕES

Respostas

154 - Resposta: B.
109/8=13 resta 5
131/8=16 resta 3
152/8=19 resta 0

Seria igual a figura 5, figura 3 e figura 8

155 - Resposta: A.
Observe que a cada 3 é uma sequência
E o primeiro de cada sequência é a soma dos outros três.
6=1+2+3
21=6+7+8
66=21+22+23
O próximo é o 66+67+68=201
Então o 14º termo é 202

156 - Resposta: B.

26+14+12+x+x-2+x+2+12=100
3x+64=100
3x=36
X=12
A=26+12+12+10=60

157 - Resposta: D.
Alternativa A e B não podemos tirar essa conclusão
Alternativa C-não necessariamente ela precisa ser irmã de Carlos
Alternativa E-ela pode não ser irmã e cursar ensino superior

52
LIVRO DE QUESTÕES

158 - Resposta: A.
Se Maria é bonita, então Carlos é rico.
V V(para condicional ser verdadeira, sendo a primeira verdadeira a segunda também é.)

Se Ana é feliz, então José é um herói.


F V/F
Sabe-se que Maria é bonita e Ana não é feliz.

A-como Carlos é rico(V) , a outra pode ser verdadeira ou falsa, que a disjunção continua sendo verdadeira.

159 - Resposta: B
Paulo não nasceu em 1970, que o arquiteto nasceu antes de Caio e antes do fotógrafo João
Arquiteto nasceu antes de Caio, sabemos que Caio não nasceu primeiro e o Arquiteto não nasceu por último, e acon-
tece o mesmo com o caso do João

Paulo João Fábio Caio Arquiteto Fotógrafo Engenheiro Advogado


1970 N N S N N
1977 N
1981 N
1990 N N
Arquiteto N N
Fotógrafo N S N N
Engenheiro N
Advogado N

Fábio nasceu antes do advogado, que o advogado não nasceu em 1977

Paulo João Fábio Caio Arquiteto Fotógrafo Engenheiro Advogado


1970 N N S N N N
1977 N N
1981 N
1990 N N
Arquiteto N N
Fotógrafo N S N N
Engenheiro N
Advogado N N

o engenheiro, que não é Caio, nasceu em 1981

Paulo João Fábio Caio Arquiteto Fotógrafo Engenheiro Advogado


1970 N N S N S N N N
1977 N S N N N S N N
1981 S N N N N N S N
1990 N N N S N N N S
Arquiteto N N S N
Fotógrafo N S N N
Engenheiro S N N N
Advogado N N N S

53
LIVRO DE QUESTÕES

160 - Resposta: E. 168 - Resposta: C.


Está pedindo a negação da condicional Observe que a sequência ímpar a razão é ¼
MANE-Mantém a primeira E nega a segunda Para a sequência ímpar, o quinto termo é o terceiro
Hoje estudo e amanhã trabalho.
𝑎3 = 𝑎1 � 𝑞 2
161 - Resposta: C.
MANE-Mantém a primeira E nega a segunda
1 2
Patrícia não é engenheira e Maurício não é empresário −8 = 𝑎1 �
4
162 - Resposta:
Vamos supor : −8 = 𝑎1 �
1
Hélio é bombeiro(V) e Cláudia é comissária de bordo(F) 16
Se Hélio é bombeiro, então Cláudia é comissária de bordo
(Então seria falsa essa afirmação, o que nos diz que é o contrário)
Hélio é bombeiro(F) e Cláudia é comissária de bordo(V) A1=-128
A15 é o 8º termo da sequência ímpar
E também, podemos ter:
Hélio é bombeiro(F) e Cláudia é comissária de bordo(F)
Se Hélio é bombeiro, então Cláudia é comissária de bordo 𝑎8 = −8 � 𝑞 5
F F
1 5
De qualquer forma, a única coisa que podemos afirmar é 𝑎 8 = −8 �
que Hélio não é bombeiro. 4

163 - Resposta: D. 𝑎 8 = −8 �
1
=−
1
P: Marta atende ao público interno 1024 128
Q: Jéssica cuida de processos administrativos
~p∨q é equivalente a p→q 1
se Marta atende ao público interno, então Jéssica cuida
𝑎 ! � 𝑎 8 = −128 � − =1
128
de processos administrativos.
169 - Resposta: B.
164 - Resposta: B.
Observe que a sequência ímpar: a1,a3,a5...tem razão 3
Marcelo não nasceu em Taubaté ou é engenheiro.
e começam com o 10
V V/F
A sequência par: a2, a4,...tem razão 3 e começa com
Como é disjunção, sendo uma verdadeira, já torna a frase o 15
verdadeira. 16º termo é 8º termo da sequência par
A8=a1+(n-1)r
165 - Resposta: D. A8=15+7⋅3
Nega as duas troca o conectivo por OU A8=15+21
Débora não é professora ou Cláudio não é assistente de A8=36
gestão municipal.
O 17º termo é o 9º termo da sequência ímpar
166 - Resposta: A. A9=a1+8r
(p → q) ⇔ (~q → ~p) A9=10+8⋅3
Se amanhã não descansarei, então hoje não corro. A9=10+24
A9=34
167 - Resposta: E.
Sabe-se que Armando não foi estudar 18º termo é o 9º termo da sequência par
Se Luana foi ao shopping ou Willian foi correr, então Ar- A9=a1+8r
mando foi estudar A9=15+8⋅3
F------------------------------- A9=15+24
-- F A9=39
Como a disjunção é falsa, as duas proposições devem ser falsas.
Soma: 36+34+39=109
Se José foi ao cinema, então Luana foi ao shopping
F F

Willian não foi correr, Luana não foi ao shopping e José


não foi ao cinema.

54
LIVRO DE QUESTÕES

170 - Resposta: E. Para a condicional ser verdadeira, sendo que a primeira


3 fatias----15min já é verdadeira, a segunda também deve ser.
x-------------150
x=30 I. Se como, então não sinto fome.
Como são 6 pessoas: F F
30⋅6=180 fatias
Como cada pessoa come 5 a cada 20 minutos e são 9 Sorrio (F)
pessoas, então 45fatias em 20minutos Sinto fome (V)
45fatias-----20minutos F ou V=V
180--------x Alternativa B
45x=3600
X=80minutos=1h20minutos 174 - Resposta: D.
Filho:x
171 - Resposta: A. Pa:y
y-x=20
1 1 2 1 2 5 2 7 10 anos:
+ � = + = + = 2(x+10)=y+10
3 5 3 3 15 15 15 15 2x+20=y+10
2x-y=-10
Faltando 8/15
8/15-----1080
5/15------x 𝑦 − 𝑥 = 20

2𝑥 − 𝑦 = −10
8 5
𝑥 = 1080 �
15 15 Somando:
X=10
8x=1080⋅5 Y=10+20=30
8x=5400
X=675 𝑥 10 1
= =
𝑦 30 3
8 2
𝑥 = 1080 �
15 15 175 - Resposta: B.
Se uma for verdadeira, a outra é falsa.Portanto:
8/15-----1080 Renato é o gerente da loja se, e somente se, Rodrigo
2/15------x não é o dono da loja.

8x=2160 176 - Resposta: D.


X=270 Não podemos afirmar nada em relação a ele ser con-
675-270=405m tador.
E ele pode ser matemático.
172 - Resposta: C. Se Carlos é músico, então ele é matemático.
0,13⋅0,17=0,0221
0,17-0,0221=0,1479=14,79% 177 - Resposta: E.
MANE-Mantém a primeira e nega a segunda
173 - Resposta: B. A demanda aumenta e os preços não tendem a subir
IV. Não sinto fome ou grito. Os preços não tendem a subir, e a demanda aumenta
Não sinto fome (F)
Grito(F) 178 - Resposta: B.
Nega as duas, troca o conectivo por E
II. Não sinto fome ou choro. João não é rico, e Maria não é pobre.
F V
179 - Resposta: C.
III. Se choro, então não sorrio. Existe é negação de Todo
V Em todo lugar, há poluição

55
LIVRO DE QUESTÕES

180 - Resposta: A. B já tem 6 atletas


Para a condicional ser falsa O mínimo que vai ficar será 7(pois, tem pelo menos 1
V→F atleta que só tem a empresa B)
Ana é gerente(V) E supondo que as empresas A e C tenham 1 atleta cada
Carlos é diretor(F) 1+2+1+2+3+1=10
18-10=8
181 - Resposta: B. Então B ficaria com:8+2+1+3=14
P: Estou feliz
Q: passei no concurso 186 - Resposta: B.
p→q De um elemento para o outro a razão é de 2n-1
p→q⇒~q→~p 2+20=3
Se não passei no concurso, então não estou feliz. 3+2=5
5+2²=9
182 - Resposta: E. 9+2³=17
Alternativa A e D-não podemos afirmar 17+24=33
B -não necessariamente ele é aluno de Fulano 129+27=129+128=257
C-pode não ser aluno e ser aprovado
187 - Resposta: D.
189/20=9 e resta 9
183 - Resposta: D. Será igual a figura 9=
Sendo Marcelo alto(V)
Se Débora é mãe de Hugo, então Marcelo é baixo
F F

Neusa é avó de Carlos(V)


Se Carlos não é filho de Débora, então Neusa não é
avó dele.
F F

Débora não é mãe de Hugo, ou Carlos é filho de Débora.

183 - Resposta: D.
Sendo Marcelo alto(V)
Se Débora é mãe de Hugo, então Marcelo é baixo
F F

Neusa é avó de Carlos(V)


Se Carlos não é filho de Débora, então Neusa não é
avó dele.
F F

Débora não é mãe de Hugo, ou Carlos é filho de Débora.

185 - Resposta: D.

56
LIVRO DE QUESTÕES

Prof. Ovidio Lopes da Cruz Netto Engenheiro Civil VUNESP 2018 - Questão-189
Observe as imagens a seguir, extraídas do MS-Word
Doutor em Engenharia Biomédica pela Universidade 2010, em sua configuração padrão. Elas apresentam um
Mogi das Cruzes – UMC. texto em dois momentos: ANTES e DEPOIS da aplicação de
Mestre em Engenharia Biomédica pela Universidade novas configurações de parágrafo, que podem ser aces-
Mogi das Cruzes – UMC. sadas a partir do iniciador de caixa de diálogo, do grupo
Pós Graduado em Engenharia de Software pela Uni- Parágrafo, da guia Página Inicial.
versidade São Judas Tadeu.
Pós Graduado em Formação de Docentes para o Ensi-
no Superior pela Universidade Nove de Julho.
Graduado em Engenharia da Computação pela Uni-
versidade Mogi das Cruzes – UMC

INFORMÁTICA

Engenheiro Civil VUNESP 2018 - Questão-188


Observe a tabela a seguir, extraída do MS-Excel 2010,
em sua configuração padrão. O intervalo B2:B5 contém va-
lores no formato Moeda, com duas casas decimais.

Assinale a alternativa que contém o nome das configu-


rações modificadas entre os dois momentos apresentados
nas figuras.
(A) Recuo à Direita e Recuo Especial da Primeira linha.
(B) Recuo à Direita e Espaçamento Antes.
(C) Recuo à Direita e Alinhamento à Direita.
(D) Recuo à Esquerda e Recuo Especial da Primeira linha.
Assinale a alternativa que apresenta o novo valor da (E) Recuo à Esquerda e Alinhamento à Esquerda.
célula B4, quando nela for aplicada, apenas uma vez, o
recurso associado ao botão , do grupo Número, da Engenheiro Civil VUNESP 2018 - Questão-190
guia Página Inicial. Na Área de Trabalho do MS-Windows 7, em sua con-
(A) R$ 2.323,34 figuração padrão, o usuário pode desfazer o envio de um
(B) R$ 2.323,3 arquivo para a Lixeira, que acaba de ser realizado, utilizan-
(C) R$ 2.323 do o atalho de teclado
(D) R$ 2.323,0 (A) Ctrl+V
(E) R$ 2.323,00 (B) Ctrl+C
(C) Ctrl+X
(D) Ctrl+A
(E) Ctrl+Z

Engenheiro Civil VUNESP 2018 – Questão 191


No MS-Outlook 2010, em sua configuração padrão,
quando uma mensagem está sendo preparada, o usuário
pode indicar aos destinatários que a mensagem precisa de
atenção utilizando a marca de _________________. Esse recurso
pode ser encontrado no grupo Marcas, da guia Mensagem.
Assinale a alternativa que apresenta a opção que
preenche corretamente a lacuna do enunciado.
(A) SPAM.
(B) Alta Prioridade.
(C) Baixa Prioridade.
(D) Assinatura Personalizada.
(E) Arquivo Anexado.

57
LIVRO DE QUESTÕES

Engenheiro Civil VUNESP 2018 – Questão 192 Assinale a alternativa que apresenta o resultado corre-
Considere a imagem a seguir, extraída do Internet Ex- to dessa operação.
plorer 11, em sua configuração padrão. A página exibida no
navegador foi completamente carregada.
(A)

(B)

(C)

(D)

Ao pressionar o botão F5 do teclado, a página exibida será


(A) imediatamente fechada. (E)
(B) enviada para impressão.
(C) atualizada.
(D) enviada por e-mail. Técnico Judiciário VUNESP 2017 – Questão 195
(E) aberta em uma nova aba. Tem-se, a seguir, a seguinte planilha criada no Mi-
crosoft Excel 2010, em sua configuração padrão
Técnico Judiciário VUNESP 2017 – Questão 193
Usando o Microsoft Windows 7, em sua configuração pa-
drão, um usuário abriu o conteúdo de uma pasta no aplicativo
Windows Explorer no modo de exibição Detalhes. Essa pasta
contém muitos arquivos e nenhuma subpasta, e o usuário de-
seja rapidamente localizar, no topo da lista de arquivos, o ar-
quivo modificado mais recentemente. Para isso, basta ordenar
a lista de arquivos, em ordem decrescente, por
(A) Data de modificação.
(B) Nome.
(C) Tipo.
(D) Tamanho. Assinale a alternativa que apresenta o resultado cor-
(E) Ordem. reto da fórmula =CONTAR.SE (A2:D4;”<6”), inserida na
célula B5.
Técnico Judiciário VUNESP 2017 – Questão 194
(A) 2
No Microsoft Word 2010, em sua configuração padrão,
(B) 4
um usuário começou a desenhar uma tabela, conforme
(C) 7
imagem a seguir.
(D) 12
(E) 13

Técnico Judiciário VUNESP 2017 – Questão 196


Um usuário preparou uma mensagem de correio ele-
trônico usando o Microsoft Outlook 2010, em sua con-
Em seguida, ele executou o seguinte procedimento: se- figuração padrão, e enviou para o destinatário. Porém,
lecionou a primeira célula, cujo conteúdo é 100, clicou no algum tempo depois, percebeu que esqueceu de anexar
ícone Dividir Células, que é encontrado em Ferramentas de um arquivo. Esse mesmo usuário preparou, então, uma
Tabela, guia Layout, grupo Mesclar, e, na caixa de diálogo nova mensagem com o mesmo assunto, e enviou para
Dividir Células, informou 2 colunas e 1 linha. Finalmente, o mesmo destinatário, agora com o anexo. Assinale a
clicou em Ok. alternativa correta.

58
LIVRO DE QUESTÕES

(A) A mensagem original, sem o anexo, foi automati- Soldado PM de 2ª Classe VUNESP 2017 -Questão 199
camente apagada no computador do destinatário e substi- Observe a planilha a seguir, criada no Microsoft Excel
tuída pela segunda mensagem, uma vez que ambas têm o 2010, em sua configuração original.
mesmo assunto e são do mesmo remetente.
(B) Como as duas mensagens têm o mesmo assunto,
a segunda mensagem não foi transmitida, permanecendo
no computador do destinatário apenas a primeira mensa-
gem.
(C) A segunda mensagem não pode ser transmitida e
fica bloqueada na caixa de saída do remetente, até que a
primeira mensagem tenha sido lido pelo destinatário.
(D) O destinatário recebeu 2 mensagens, sendo, a
primeira, sem anexo, e a segunda, com o anexo.
(E) O remetente não recebeu nenhuma das mensa-
gens, pois não é possível transmitir mais de uma mensa- Assinale a alternativa que indica quantas colunas estão
gem com o mesmo assunto e mesmo remetente. com algum tipo de filtro aplicado.
(A) 3.
Soldado PM de 2ª Classe VUNESP 2017 – Questão 197 (B) 2.
Com relação ao Microsoft Windows 7, em sua configu- (C) 5.
ração original, assinale a alternativa que indica funções que (D) 1.
podem ser realizadas usando apenas recursos do aplicativo (E) Nenhuma.
Windows Explorer.
(A) Navegar na internet. Soldado PM de 2ª Classe VUNESP 2017 – Questão 200
(B) Apagar e renomear arquivos e pastas. No Microsoft PowerPoint 2010, em sua configuração
padrão, um usuário criou uma apresentação com 20 slides,
(C) Ver o conteúdo da Área de Transferência.
mas deseja que o slide 5, sem ser excluído, não seja exibido
(D) Ligar e desligar o computador.
na apresentação de slides. Assinale a alternativa que indica
(E) Editar textos simples, sem recursos de formatação.
a ação correta a ser aplicada ao slide 5 para que ele não
seja exibido durante a apresentação.
Soldado PM de 2ª Classe VUNESP 2017 -Questão 198
(A) Animação Desaparecer.
Um usuário selecionou uma frase de um texto editado
(B) Ocultar Slide.
no Microsoft Word 2010, em sua configuração padrão. Essa
(C) Transição de slides Cortar.
frase tinha palavras com formatação em negrito e sublinha-
(D) Plano de fundo Branco.
do. Assinale a alternativa correta. (E) Transição com duração de 0 segundo.
(A) Ao pressionar as teclas CTRL+C, a frase seleciona
da será eliminada do documento, e o usuário poderá colá- Soldado PM de 2ª Classe VUNESP 2017 – Questão 201
-la em outro ponto do documento usando a tecla Delete, João recebeu uma mensagem de correio eletrônico
porém sem as formatações feitas previamente. com as seguintes características:
(B) Se o usuário pressionar as teclas CTRL+X, elimi- De: Pedro
nará a frase selecionada do documento e não conseguirá Para: João; Marta
colá-la usando as teclas CTRL+V, pois a frase não terá sido Cc: Ricardo; Ana
copiada para a Área de Transferência.
(C) Pressionando-se as teclas CTRL+C, a frase selecio- Usando o Microsoft Outlook 2010, em sua configura-
nada será eliminada do documento, mas o usuário poderá ção padrão, ele usou um recurso para responder a mensa-
colá-la em outro ponto do documento, usando as teclas gem que manteve apenas Pedro na lista de destinatários.
CTRL+V, mantendo todas as formatações que estavam Isso significa que João usou a opção:
aplicadas. (A) Responder.
(D) Se o usuário pressionar a tecla Delete, a frase sele- (B) Arquivar.
cionada será eliminada do documento, mas poderá ser co- (C) Marcar como não lida.
lada novamente em outra parte do documento, usando-se (D) Responder a todos.
as teclas CTRL+V, mantendo todas as formatações que lhe (E) Marcar como lida
estavam aplicadas.
(E) Se o usuário pressionar as teclas CTRL+X, elimi-
nará a frase selecionada do documento e poderá usar
as teclas CTRL+V para colá-la em outro ponto do do-
cumento, mantendo todas as formatações que estavam
aplicadas

59
LIVRO DE QUESTÕES

Escriturário VUNESP 2018 – Questão 202 Utilize a planilha a seguir, extraída do MS-Excel 2010,
Considere a imagem a seguir, extraída do MS-Word em sua configuração padrão, para responder às questões
2010, em sua configuração padrão. A primeira frase do pa- de números 43 à 45. O desempenho de 4 alunos é apre-
rágrafo foi selecionada pelo usuário. sentado em 3 notas na planilha, e a coluna E é um cálculo
dessas notas. A célula E2 é um cálculo das células B2, C2 e
D2, por exemplo.

No contexto apresentado na imagem, quando o usuário Escriturário VUNESP 2018 – Questão 204
utilizar o atalho de teclado Ctrl+X, a frase selecionada será Assinale a alternativa que contém a fórmula que, ao
(A) duplicada no parágrafo. ser inserida na célula E5, mantém o mesmo tipo de cálculo
(B) enviada para impressão. apresentado nas células E2, E3 e E4 em relação às notas.
(C) recortada e colocada na área de transferência. (A) =SOMA(B2:D5)
(D) localizada no documento inteiro. (B) =SOMA(B5:D5)
(E) alinhada à direita. (C) =MÁXIMO(B5:D5)
(D) =MÍNIMO(B5:D5)
Escriturário VUNESP 2018 – Questão 203 (E) =MÉDIA(B5:D5)
Considere o documento de texto a seguir, extraído do
MS-Word 2010 em sua configuração padrão e apresentado
em dois momentos: antes e depois da utilização de dois Escriturário VUNESP 2018 – Questão 205
recursos de formatação na primeira frase do parágrafo. Para colorir o plano de fundo das células do intervalo
A1:E1, foi utilizado o recurso do grupo Fonte, da guia Página
Inicial, representado pelo seguinte ícone, ilustrado a seguir:

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

Questão 206
Assinale a alternativa que contém o nome dos dois re- Ao selecionar o intervalo A2:E5 e clicar no ícone do re-
cursos de formatação utilizados entre os momentos apre- curso “Classificar de Z a A”, que pertence ao grupo “Classi-
sentados. ficar e Filtrar” da guia Dados, o conteúdo da célula C5 será:
(A) Itálico e Tachado. (A) 10
(B) Tachado e Sublinhado. (B) 7
(C) Itálico e Sublinhado. (C) 6
(D) Sublinhado e Sobrescrito. (D) Daniel
(E) Itálico e Subscrito. (E) Carlos

60
LIVRO DE QUESTÕES

Escriturário VUNESP 2018 – Questão 207 Escriturário VUNESP 2018 – Questão 210
Na Internet, a função do ___________ em uma URL é in- Observe a seguinte ilustração da Biblioteca de Docu-
dicar que o site é seguro para navegação, ou seja, que será mentos, do MS-Windows 7, em sua configuração padrão.
acessado utilizando um protocolo de transferência de hi-
pertexto considerado seguro.
Assinale a alternativa contendo a informação que
preenche corretamente a lacuna do enunciado.
(A) prefixo http://
(B) prefixo https://
(C) sufixo .edu.br
(D) sufixo .com.br
(E) sufixo .org.br

Escriturário VUNESP 2018 – Questão 208


Considere a figura a seguir, extraída do MS-Outlook
2010, em sua configuração padrão, que mostra os cinco
destinatários de um e-mail (Carlos, Clara, Pedro, Ana e Bea-
triz) pronto para ser enviado.
Quando o usuário selecionar a planilha do MS-Excel
2010, utilizando apenas um clique do botão primário do
mouse, e depois utilizar as teclas de atalho Ctrl+C e Ctrl+V,
nessa sequência, ela será
(A) enviada para impressão.
(B) copiada e colada como uma nova planilha.
(C) eliminada imediatamente.
(D) enviada para Lixeira.
(E) enviada para Área de Trabalho.
Assinale a alternativa que contém os nomes dos des-
tinatários que receberão uma cópia do e-mail, mas não Escriturário VUNESP 2018 – Questão 211
terão os seus endereços vistos pelos outros destinatários. Considere a imagem a seguir, extraída do MS-Windo-
(A) Carlos e Clara. ws 7, em sua configuração padrão. Ela apresenta parte dos
(B) Carlos, Clara e Pedro. programas da pasta Acessórios, do Menu Iniciar > Todos
(C) Pedro, Ana e Beatriz. os Programas.
(D) Ana e Beatriz.
(E) Carlos, Clara, Pedro, Ana e Beatriz.

Escriturário VUNESP 2018 – Questão 209


Observe os ícones a seguir, extraídos do Windows Ex-
plorer do MS-Windows 7, na configuração de exibição de
Ícones Médios. Os ícones foram marcados de 1 a 5 e não
foram modificados desde a sua criação.

Assinale a alternativa que contém o número corres- Assinale a alternativa que contém o nome do aplicativo
pondente ao ícone de um atalho de uma pasta que não destinado a criar, colorir e editar imagens.
está vazia. (A) Paint.
(A) 1 (B) Prompt de Comando.
(B) 2 (C) Bloco de Notas.
(C) 3 (D) WordPad.
(D) 4 (E) Windows Explorer.
(E) 5

61
LIVRO DE QUESTÕES

Agente Previdenciário VUNESP 2017 – Questão 212


No MS-Excel 2010, a partir da sua configuração padrão, foi criada uma planilha para controle de mensalidades de alu-
nos, conforme ilustra a figura seguinte. A coluna A contém o nome do aluno, a coluna B, a série que cursa, a coluna C, o
sexo, a coluna D, o endereço, a coluna E, a cidade em que o aluno mora, e a coluna F, o valor da mensalidade que o aluno
paga para estudar.

Assinale a alternativa que contém a fórmula aplicada na célula B15, para calcular o Total de Alunos do Ensino Médio
de São Paulo, bem como a fórmula aplicada na célula B16, para calcular o Total das Mensalidades dos Alunos do Sexo “M”
do Ensino Médio, respectivamente:
(A) =CONT.SES(E2;13;′′MÉDIO′′;E2;E13;′′São Paulo′′)
=SOMASES(F2;F13;B2:B13;′′MÉDIO′′;C2;C13;′′M′′)
(B) =CONT.SES(B2:B13;′′*MÉDIO*′′;E2:E13;′′São Paulo′′)
=SOMASES(F2:F13;B2:B13;′′*MÉDIO*′′;C2:C13;′′M′′)
(C) =CONT.SE(B2:B13;′′MÉDIO′′;E2:E13;′′São Paulo′′)
=SOMASE(F2:F13;B2:B13;′′MÉDIO′′;C2:C13;′′M′′)
(D) =CONT.SE(B2;B13;′′MÉDIO′′;E2:E13;′′São Paulo′′)
=SOMASE(F2:F13:B2:B13;′′MÉDIO′′;C2:C13;′′=M′′)
(E) =SOMA.SE(B2:B13;′′MÉDIO′′;E2:E13;′′São Paulo′′)
=TOTALSE(F2:F13;B2:B13;′′*MÉDIO*′′;C2:C13;′′M′′)

62
LIVRO DE QUESTÕES

Agente Previdenciário VUNESP 2017 – Questão 213


Em um documento que está sendo editado no MS-Word 2010, a partir da sua configuração padrão, o seguinte texto
foi selecionado conforme ilustra a figura I.
A partir da Janela de Diálogo “Tabulação”, assinale a alternativa correta que contém as opções utilizadas para produzir
o texto, conforme ilustra a figura II.

63
LIVRO DE QUESTÕES

(A) (D)

(B)

(E)

(C)

64
LIVRO DE QUESTÕES

Agente Previdenciário VUNESP 2017 – Questão 214


No PowerPoint 2010, a partir da sua configuração padrão, do guia “Apresentação de Slides” foram selecionados os
seguintes ícones:

Assinale a alternativa que faz a correlação correta entre todos os ícones selecionados e a ação efetuada por cada um.
(A) Ícone-1: Inicia a Apresentação a partir do Slide Atual.
Ícone-2: permite Configurar Apresentação de Slides.
Ícone-3: permite Ocultar o Slide.
(B) Ícone-1: Inicia a Apresentação a partir do Slide Atual.
Ícone-2: permite Retirar os Intervalos da Apresentação.
Ícone-3: permite Ocultar o Slide.
(C) Ícone-1: Inicia a Apresentação a partir do Começo.
Ícone-2: permite Ocultar o Slide.
Ícone-3: permite Configurar Apresentação de Slides.
(D) Ícone-1: Inicia a Apresentação a partir do Começo.
Ícone-2: permite Configurar Apresentação de Slides.
Ícone-3: permite Testar os intervalos da Apresentação.
(E) Ícone-1: Inicia a Apresentação a partir do Começo.
Ícone-2: permite Configurar Apresentação de Slides.
Ícone-3: permite Ocultar o Slide.

Agente Previdenciário VUNESP 2017 – Questão 215


O seguinte e-mail foi encaminhado para vários destinatários, conforme ilustra a figura, convidando para uma reunião.

Assinale a alternativa que só apresenta os e-mails de quem recebeu o e-mail em duplicata, convidando para a reunião.
(A) paulo_ramos e pamela_costa.
(B) antonio_freire e flavia_oliveira.
(C) pamela_costa e jose_carvalho.
(D) jose_carvalho e silvio_jose.
(E) pamela_costa e flavia_oliveira.

65
LIVRO DE QUESTÕES

Agente Previdenciário VUNESP 2017 – Questão 216


No Windows Explorer do MS-Windows 7, a partir da sua configuração padrão, na pasta Prefeitura, foram selecionados vários
itens, conforme ilustra a figura I, e foi aplicada a seguinte sequência de Teclas: Ctrl+C Ctrl+V, na mesma pasta (Prefeitura).

Assinale a alternativa que apresenta, corretamente, o resultado final dessa sequência de Teclas.
(A) Irá aparecer uma mensagem de erro, informando que não é possível copiar os itens, pois a pasta Origem é a mesma
da pasta Destino.
(B) Irá aparecer uma mensagem de confirmação, perguntando se deseja copiar os itens previamente selecionados.

(C)

(D)

(E)

66
LIVRO DE QUESTÕES

Escrevente Técnico Judiciário VUNESP 2018 – Ques- Escrevente Técnico Judiciário VUNESP 2018 – Ques-
tão 217 tão 220
O Windows 10 permite que o seu Explorador de Arqui- O Windows 10, em sua configuração padrão, permite
vos possa ser configurado em relação aos arquivos e pastas que o usuário configure o Menu Iniciar, por exemplo, para:
que manipula. Uma das configurações permitidas é ocultar (A) mostrar os aplicativos mais usados.
(A) os arquivos criptografados ou protegidos por senha. (B) bloquear os aplicativos que possam estar infecta-
(B) os arquivos de aplicativos não licenciados para o dos por vírus.
Windows 10. (C) indicar os aplicativos que não foram certificados
(C) as extensões dos tipos de arquivo conhecidos. para o Windows 10.
(D) os arquivos que não foram ainda avaliados pelo (D) ativar automaticamente a Ajuda do Windows a
antivírus. cada erro do usuário.
(E) os arquivos não manipulados hão pelo menos um ano. (E) restaurar programas apagados acidentalmente.

Escrevente Técnico Judiciário VUNESP 2018 – Ques- Escrevente Técnico Judiciário VUNESP 2018 – Ques-
tão 218 tão 221
Um usuário de um computador com o sistema opera- No sistema operacional Windows 10, uma das manei-
cional Windows 10 clicou no seguinte botão presente na ras de encontrar algum programa ou aplicativo disponível
Barra de Tarefas: no computador é
(A) digitar o nome do programa ou aplicativo na Barra
de Pesquisa do Edge.
(B) pressionar a tecla do logotipo do Windows + P,
que provocará a exibição de todos os programas disponí-
veis.
(C) selecionar o ícone Busca de Programas no Painel
de Controle e digitar o nome do programa ou aplicativo.
(D) selecionar o ícone Programas e Aplicativos na Bar-
Esse botão permite que ra de Tarefas, que exibe todos os programas ou aplicativos
(A) a tela seja estendida em um segundo monitor de instalados.
vídeo conectado no computador. (E) digitar o nome do programa ou aplicativo na
(B) a tela do computador seja reproduzida em um Caixa de Pesquisa na Barra de Tarefas.
projetor.
(C) todas as janelas abertas sejam fechadas. Escrevente Técnico Judiciário VUNESP 2018 – Ques-
(D) múltiplas áreas de trabalho possam ser criadas tão 222
ou gerenciadas. Em um documento em edição no MS-Word 2016 (ver-
(E) a lupa do Windows seja ativada para ampliar as são em português e em sua configuração padrão), tem-se
informações exibidas na tela. um parágrafo conforme apresentado a seguir.

Escrevente Técnico Judiciário VUNESP 2018 – Ques-


tão 219
A seguir, é apresentada uma parte do Explorador de
Arquivos do Windows 10 Com esse parágrafo inteiramente selecionado, acio-
nou-se uma das opções disponibilizadas por meio do bo-
tão , presente no grupo Fonte da guia Página Inicial do
aplicativo, e o resultado foi o seguinte:

Assinale a alternativa que apresenta a opção acionada


A seta para cima presente antes da Barra de Endereço a partir desse botão.
se destina a: (A) minúscula
(A) levar à tela seguinte. (B) aLTERNAR mAIÚSC./mINÚSC.
(B) levar ao nível acima do atual, ou seja, Este (C) Colocar Cada Palavra em Maiúscula
Computador. (D) Primeira letra da frase em maiúscula.
(C) desfazer a última ação realizada. (E) MAIÚSCULAS
(D) levar à tela anterior.
(E) levar ao nível abaixo do atual Downloads, se existir

67
LIVRO DE QUESTÕES

Escrevente Técnico Judiciário VUNESP 2018 – Ques- Suponha, ainda, que a fórmula a seguir tenha sido di-
tão 223 gita da na célula D6.
Considere o seguinte botão, presente na guia Página =SE(MENOR(A1:C4;5)<>MAIOR(A1:C4;6);ME-
Inicial do MS-Word 2016 (versão em português e em sua NOR(A2:B3;2);MAIOR(A1:B4;3))
configuração padrão). O resultado produzido em D6 é:
(A) 12
(B) 3
(C) 2
(D) 1
(E) 11

Por meio dele, pode-se adicionar espaçamento Escrevente Técnico Judiciário VUNESP 2018 – Ques-
(A) antes e depois de parágrafo, apenas. tão 226
(B) entre linhas de parágrafo, bem como antes e Analise a seguinte janela, gerada quando um usuário
depois de parágrafo. estava imprimindo a sua planilha no MS-Excel 2016 (versão
(C) antes de parágrafo, apenas. em português e em sua configuração padrão).
(D) depois de parágrafo, apenas.
(E) entre linhas de parágrafo, apenas.

Escrevente Técnico Judiciário VUNESP 2018 – Ques-


tão 224
Uma caixa de texto foi inserida em um documento que
estava sendo editado no MS-Word 2016 (versão em por-
tuguês e em sua configuração padrão), por meio da guia
Inserir, grupo Texto, botão Caixa de Texto. Caso se deseje
alterar a cor da linha dessa caixa de texto, basta ajustar esse
parâmetro após se
(A) selecionar a caixa de texto e pressionar a tecla de
atalho Ctrl+T, que esse parâmetro será apresentado em um
quadro.
(B) dar um duplo click com o botão esquerdo do
mouse, em sua configuração padrão, sobre a borda dessa
caixa, que esse parâmetro será apresentado em um quadro.
(C) dar um click com o botão direito do mouse, em
sua configuração padrão, dentro dessa caixa de texto e se-
lecionar a opção “Formatar Borda...”.
(D) dar um click com o botão direito do mouse, em
sua configuração padrão, sobre a borda dessa caixa de
texto e selecionar a opção “Formatar Forma...”. Ao se apertar o botão Imprimir... dessa janela, em todas
(E) dar um duplo click com o botão esquerdo do as páginas impressas da planilha, será(ão) repetida(s), na
mouse, em sua configuração padrão, dentro dessa caixa, parte superior da folha,
que esse parâmetro será apresentado em um quadro. (A) as linhas 1 e 3, apenas.
(B) a linha 2, apenas.
Escrevente Técnico Judiciário VUNESP 2018 – Ques- (C) a linha 1, apenas.
tão 225 (D) a linha 3, apenas.
Considere a seguinte tabela, editada no MS-Excel 2016 (E) as linhas de 1 a 3.
(versão em português e em sua configuração padrão).
Assistente de Gestão Municipal VUNESP 2018 –
Questão 227
A imagem a seguir foi feita no Windows Explorer, do
MS-Windows 7, em sua configuração padrão, e mostra 3
arquivos selecionados.

68
LIVRO DE QUESTÕES

Ao apertar a tecla Enter, com os 3 arquivos selecionados, Assistente de Gestão Municipal VUNESP 2018 –
(A) apenas o primeiro arquivo (doc1.txt) será aberto. Questão 230
(B) apenas o último arquivo (doc3.txt) será aberto. Assinale a alternativa que apresenta o nome da guia do
(C) nenhum arquivo será aberto. MS-Word 2010, em sua configuração padrão, onde se loca-
(D) todos os arquivos serão abertos. liza o checkbox que torna visível a régua, conforme mostra
(E) uma janela de confirmação de ação será aberta. a imagem a seguir.

Assistente de Gestão Municipal VUNESP 2018 –


Questão 228
Observe a imagem a seguir, retirada do MS-Windows
7, em sua configuração padrão.

(A) Página Inicial.


(B) Inserir.
(C) Mostrar.
(D) Revisão.
A parte mais à direita na imagem tem a funcionalidade de (E) Exibição.
(A) abrir o Menu Iniciar.
(B) mostrar a Área de Trabalho. Assistente de Gestão Municipal VUNESP 2018 –
(C) ajustar data. Questão 231
(D) ajustar hora. Observe a imagem a seguir, que apresenta uma pla-
(E) bloquear a tela. nilha sendo editada por meio do MS-Excel 2010, em sua
configuração padrão.
Assistente de Gestão Municipal VUNESP 2018 –
Questão 229
A imagem a seguir mostra um trecho de um documen-
to sendo elaborado por meio do MS-Word 2010, em sua
configuração padrão. Em cada parágrafo existe uma pa-
lavra.

Após preencher a célula C5 com a fórmula


=MÉDIA(A2:B4;4)

Esta célula exibirá o seguinte valor:


(A) 1
(B) 2
(C) 3
Assinale a alternativa em que, nas duas ocorrências, (D) 4
cada palavra/parágrafo está relacionada corretamente com (E) 5
uma respectiva formatação de Fonte/Parágrafo aplicada.
(A) Previdência – itálico; São – justificado.
(B) José – Tachado; Campos – centralizado.
(C) Dos – sublinhado; Previdência – centralizado.
(D) Instituto – negrito; São – alinhado à direita.
(E) Campos – negrito; Dos – sublinhado

69
LIVRO DE QUESTÕES

Assistente de Gestão Municipal VUNESP 2018 – Questão 232


A imagem a seguir mostra uma planilha sendo editada por meio do MS-Excel 2010, em sua configuração padrão.

Após preencher a célula B5 com a fórmula


=MENOR(A1:B4;4)
Esta célula exibirá o seguinte valor:
(A) 1
(B) 2
(C) 3
(D) 4
(E) 5

Assistente de Gestão Municipal VUNESP 2018 – Questão 233


Observe as imagens a seguir, retiradas do MS-Excel 2010, em sua configuração padrão. A imagem1 mostra um intervalo
de células selecionado. A imagem2 mostra a janela de classificação com as opções escolhidas pelo usuário

Após clicar no botão OK da imagem2, o texto exibido na célula A4 será


(A) Nome
(B) Beltrano
(C) Bolano
(D) Cicrano
(E) Fulano

70
LIVRO DE QUESTÕES

Assistente de Gestão Municipal VUNESP 2018 – Técnico Judiciário VUNESP 2017 – Questão 237
Questão 234 No Microsoft PowerPoint 2010, em sua configuração
Observe os layouts de slide exibidos a seguir, retirados padrão, existe uma excelente maneira de exibir apresen-
do MS-PowerPoint 2010, em sua configuração padrão. tações com as anotações do orador em um computador
(o laptop, por exemplo), ao mesmo tempo em que o pú-
blico-alvo visualiza apenas a apresentação sem anotações
em um monitor diferente. Essa maneira chama-se Modo
de Exibição
(A) de Classificação de Slides.
(B) Leitura.
(C) do Apresentador.
(D) Mestre.
(E) Normal.

Assinale a alternativa que apresenta, correta e respecti-


vamente, os nomes dos layouts A e B.
(A) Título e Conteúdo; Comparação.
(B) Duas Partes de Conteúdo; Slide de Título.
(C) Comparação; Slide de Título.
(D) Somente Título; Cabeçalho da Seção.
(E) Duas Partes de Conteúdo; Cabeçalho da Seção.

Assistente de Gestão Municipal VUNESP 2018 –


Questão 235
Um usuário que acesse frequentemente alguns sites na
internet pode cadastrar os endereços de tais sites para que
possa acessá-los com maior agilidade. O recurso do Inter-
net Explorer 11 que permite o cadastro dos endereços dos
sites conforme descrito é
(A) Favoritos.
(B) Histórico.
(C) Cache.
(D) Downloads.
(E) Frequentes.

Assistente de Gestão Municipal VUNESP 2018 –


Questão 236
Assinale a alternativa que apresenta a funcionalidade
do ícone exibido a seguir, retirado do MS-Outlook 2010 em
sua configuração padrão.

(A) Prioridade.
(B) Assinatura.
(C) Cartão de Visita.
(D) Anexar arquivos.
(E) Spam.

71
LIVRO DE QUESTÕES

Respostas (D) Enviada por e-mail.


• CTRL + Enter (MS Outlook)
188 - Comentário: (E) Aberta em uma nova aba.
O botão destacado na pergunta serve para diminuir as • Ctrl + T = abre uma nova aba
casas decimais. Se a célula B4 estiver selecionada o resul- • Ctrl + N = abre um novo comando
tado caso o botão seja “clicado” uma vez é R$ 2.323,34. Tal
recurso utiliza as regras de arredondamento matemático, 193 - Comentário:
ou seja, se o número for maior ou igual a 5 ocorre arredon- Na configuração original as únicas opções que apare-
damento, caso contrário ocorre o truncamento. cem são: Nome, Data de modificação, Tipo e Tamanho. Já é
possível descartar a alternativa “E”.
189 - Comentário: Se um usuário deseja ordenar os arquivos de uma de-
A imagem a seguir mostra os números 1, 2 e 3, eles sig- terminada pasta mostrando primeiro (topo) os arquivos
nificam respectivamente: Recuo Especial de Primeira Linha, mais recentes, é necessário utilizar a opção “Data de Mo-
Recuo à esquerda e Recuo deslocado: dificação”

194 - Comentário:
• A alternativa “A” estaria correta, mas está incorreta,
pois a divisão de células não divide o valor da célula.
• A alternativa “B” está incorreta, pois dividiu a célula
em 3 colunas, e separou os dígitos do número incorretamente.
• A alternativa “C” está incorreta, pois não há divi-
sões de células e o valor 100 foi retirado da primeira para a
segunda célula da primeira linha.
• A alternativa “D” está incorreta, pois a foi mesclada
as duas primeiras células da segunda coluna da tabela.
A segunda figura da questão apresenta uma configu- • A alternativa “E” está correta, pois apresenta o re-
ração diferente da primeira figura, no que diz respeito ao sultado para “Dividir células”, marcando 1 linha e 2 colunas.
Recuo Especial da Primeira linha e o Recuo a esquerda.
195 - Comentário:
A função “CONTAR.SE” não existe no Excel 2010 esta
190 - Comentário:
questão é passiva de anulação, o correto seria “CONT.SE”,
(A) Ctrl+V: colar algo que esteja na área de transfe-
que conta a ocorrência de uma determinada condição em
rência
um determinado intervalo. Para esta questão, no interva-
(B) Ctrl+C: copiar algo que foi selecionado
lo demonstrado pela figura existem 4 células com valores
(C) Ctrl+X: recortar algo que foi selecionado
menores que 6, são eles: 3 (em A1), 4 (em A2), 1 (em B4)
(D) Ctrl+A: selecionar tudo
e 2 (em D4). Cuidado com o valor da célula B3, que é 6, a
(E) Ctrl+Z: desfazer uma ação
condição da função descrita contará apenas se for menor
que 6.
191 - Comentário:
É possível sinalizar a mensagem como sendo de alta Obs.: Algumas páginas oficiais do MS Office foram
prioridade quando se deseja que as pessoas saibam que traduzidas “ao pé da letra” para o português, nestes ca-
a mensagem precisa de atenção urgente. Se a mensagem sos existem divergências nos nomes das funções, um dos
é apenas um informativo ou se está enviando um e-mail exemplos é pode ser visto em:: https://support.office.com/
sobre um tema que não precisa ser priorizado, defina o in- pt-pt/article/contar-se-fun%C3%A7%C3%A3o-contar-se-
dicador de baixa prioridade. -e0de10c6-f885-4e71-abb4-1f464816df34, onde pode-se
A maioria dos clientes de e-mail, os destinatários veem perceber o nome “CONTAR.SE” porem foi traduzido de
um indicador específico na lista de mensagens ou nos ca- “COUNT.IF”
beçalhos.
Na faixa de opções, é possível saber quando a priorida- 196 - Comentário:
de foi definida, pois o botão fica realçado. • Alternativa “A” está incorreta, pois todas mensa-
gens enviadas são armazenadas de forma independente,
192 - Comentário: novas mensagens com mesmo assunto ou ainda idênticas
(A) Imediatamente fechada. a anteriores não influenciam em mensagens já enviadas.
• Alt + F4 = fecha todas as guias • Alternativa “B” está incorreta, pois é perfeitamente
• Ctrl + F4 = fecha só guia atual possível enviar mensagens com mesmo assunto ou ainda
(B) Enviada para impressão. idênticas, sem prejuízo algum de mensagens anteriores.
• Ctrl + P • Alternativa “C” está incorreta, pois Todas as men-
(C) Atualizada. sagens serão enviadas, independentemente do destinatá-
• F5 rio ler as anteriores.

72
LIVRO DE QUESTÕES

• Alternativa “D” está correta, pois o destinatário 202 - Comentário:


recebeu 2 mensagens, sendo, a primeira, sem anexo, e a • duplicada no parágrafo.
segunda, com o anexo. o Seria duplicada caso fosse pressionada CTRL+C e
• Alternativa “E” está incorreta, pois é possível enviar após CTRL+V
mais de uma mensagem, com mesmo assunto e mesmo • enviada para impressão.
destinatário. o Seria enviada para impressão caso fosse pressio-
nado Ctrl+P
197 - Comentário: • recortada e colocada na área de transferência.
Dentre as diversas funções de administração de arquivos o Ctrl+X, recorta o conteúdo para área de transfe-
e pastas do Windows Explorer é possível “Apagar e renomear rência
arquivos e pastas”; Para “Navegar na internet” é necessário • localizada no documento inteiro.
um software web-browser; Por padrão não é possível ver a o Para isso deveria ser pressionado Ctrl+L
“Área de Transferência” do Windows 7; Para Ligar o computa- • alinhada à direita.
dor é necessária uma ação física, e para desligar é necessário o Para isso deveria ser pressionado Ctrl+G
utilizar o botão iniciar; Para “Editar textos simples sem recur-
sos de formatação” é necessário o Bloco de Notas. 203 - Comentário:
Os efeitos de fonte são utilizados para conseguir uma
198 - Comentário: estilização diferenciada dos caracteres para que eles pos-
• Alternativa “A” está incorreta, pois ao pressionar sam ser interpretados muitas vezes de formas diferentes,
CTRL+C a frase não é eliminada do documento, ela vai para tais como:
a área de transferência. • Tachado: O efeito tachado é uma risca no meio da
• Alternativa “B” está incorreta, pois ao pressionar letra, número ou frase selecionada. Serve, principalmente,
CTRL+X a frase é eliminada do documento, ela vai para a em caso de atas de reuniões no qual algo que foi dito não
área de transferência, é possível colar posteriormente. é mais válido, porém deve ficar registrado.
• Alternativa “C” está incorreta, pois ao pressionar
• Sublinhado: O subtraço, traço rasteiro, underscore,
CTRL+C a frase não é eliminada do documento, ela vai para
underline ou traço inferior do caractere.
a área de transferência.
• Itálico: O efeito itálico baseia-se em uma estilizada
• Alternativa “D” está incorreta, pois ao pressionar
forma caligráfica, onde os caracteres inclinam-se ligeira-
Delete a frase é eliminada do documento, porém não irá
mente para a direita.
para a área de transferência, logo não poderá ser colada.
• Sobrescrito: O efeito sobrescrito serve para po-
• Alternativa “E” está correta, pois se o usuário pres-
sicionar o texto selecionado acima na base da linha. Esse
sionar as teclas CTRL+X, eliminará a frase selecionada do
documento e poderá usar as teclas CTRL+V para colá-la em efeito é importante principalmente para notações mate-
outro ponto do documento, mantendo todas as formata- máticas e físicas que usam muitos números que indicam
ções que estavam aplicadas potências.
• Subscrito: O efeito subscrito faz o oposto do efeito
199 - Comentário: sobrescrito. Utilizado, principalmente, em notações quími-
Na imagem demostrada pela questão percebe-se que cas, esse efeito faz com que o texto selecionado fique abai-
há apenas uma coluna onde o filtro está aplicado. O ícone xo da base da linha.
pode ser visto na coluna Idade, este ícone aparece sem- Para o texto da imagem da questão, percebe-se que
pre que o filtro está em uso, quando não está em uso com está Itálico e Tachado.
nas demais colunas pode-se perceber o ícone
204 - Comentário:
200 - Comentário: Na célula E2: pode ser digitada “=MÉDIA(B2:D2)”, que
Ocultar um slide no PowerPoint é sempre uma boa resulta em: 8+7+6= 21/3=7
ideia se caso for necessário fazer uma apresentação rápida, Na célula E3: pode ser digitada “=MÉDIA(B3:D3)”, que
onde não quer mostrar um determinado slide, mas tam- resulta em: 6+6+6= 18/3=6
bém não se quer apagá-lo, deseja-se preserva-lo para um Na célula E4: pode ser digitada “=MÉDIA(B4:D4)”, que
uso futuro em outra apresentação. resulta em: 8+9+10= 27/3=9
Na célula E5: pode ser digitada “=MÉDIA(B5:D5)”, que
201 - Comentário: resulta em: 5+10+6=21/3=7
Se o João deseja “responder” ao e-mail recebido de
Pedro, e deseja responder apenas ao remetente já se pode
eliminar as alternativas “B”, “C” e “E” por não terem corres-
pondência com a função “Resposta”.
Tem-se então, apenas duas alternativas, “A” e “D”, mas
como o João deseja responder apenas para Pedro ele deve
escolher a opção “Responder”, pois se escolhesse “Respon-
der a todos”, Marta, Ricardo e Ana também receberiam a
mensagen.

73
LIVRO DE QUESTÕES

205 - Comentário:
Alternativa correta D.
A imagem abaixo mostra o ícone de formatação do plano de fundo do intervalo células A1:E1 do Excel 2010.

206 - Comentário:
A ordem dos nomes tem que seguir o alfabeto “de Z a A”, como não foi determinada uma seleção avançada, o recurso
“Classificar de Z a A”, que pertence ao grupo “Classificar e Filtrar” da guia Dados utilizada como base a primeira coluna do
intervalo selecionado (A2:E5), logo o registro correspondente ao nome Andrea ficará em último da lista, como demostra a
figura abaixo:

207 - Comentário:
A letra “S” de “HTTPS” é utilizada para informar que aqueles dados estão criptografados, ou seja, o prefixo “https://” é
uma rede criptografada de grande segurança, enquanto o prefixo “http://” é de maior fragilidade, menor segurança.

208 - Comentário:
“Cc” é a sigla para o termo “com cópia”, enquanto “Cco” é a abreviatura de “com cópia oculta”, isso significa dizer que
todos poderão ver as demais pessoas, porém ninguém conseguirá ver que também foi enviado a mensagem para Ana e
Beatriz.

209 - Comentário:
• 1 - Ícone de atalho para pasta que não está vazia
• 2 - Ícone de uma pasta que não está vazia, contém vários arquivos
• 3 - ícone de uma pasta vazia
• 4 - Ícone de uma pasta que não está vazia, contém um arquivo
• 5 - Ícone de atalho para pasta que está vazia

210 - Comentário:
• enviada para impressão.
o a tecla Ctrl + P envia para impressão
• copiada e colada como uma nova planilha.
o as teclas clássicas Ctrl + C e Ctrl + V, são usadas para copiar e colar
o Ctrl + C= copiar
o Ctrl + V= colar

74
LIVRO DE QUESTÕES

• eliminada imediatamente.
o Shift + delete = elimina sem mandar para a lixeira
• enviada para Lixeira.
o delete
• enviada para Área de Trabalho.
o seleciona o arquivo, clicar com o botão direito do mouse e em seguida “Enviar para área de trabalho (Atalho)”

211 - Comentário:
• Paint - utilizado para editar arquivos de imagens.
• Prompt de Comando - Interagir com o sistema através de comandos.
• Bloco de Notas - Editar arquivos de textos simples, com poucos recursos de formatação.
• WordPad - Editar arquivos de textos, com muitos recursos de formatação.
• Windows Explorer - Gerenciador de arquivos

212 - Comentário:
A função curinga do asterisco (*) é que ele representa uma sequência de quaisquer caracteres, e no caso das respostas
desta questão, onde aparece “*MÉDIO*” significa que a condição é: quaisquer caracteres antes ou depois da palavra “MÉ-
DIO”, neste caso abrange “1º MÉDIO, 2º MÉDIO, 3º MÉDIO”. A banca também poderia utilizar “*MÉDIO”, pois não há carac-
teres após a palavra “MÉDIO” na coluna “B” do campo “Série”, e neste caso significaria que poderia começar com quaisquer
caracteres e terminar com “MÉDIO”, também abrangeria “1º MÉDIO, 2º MÉDIO, 3º MÉDIO” da mesma forma.

Descrição da alternativa correta:


=CONT.SES(B2:B13;″*MÉDIO*″;E2:E13;″São Paulo″) – Contar se no campo “Série” quaisquer caracteres antes ou depois
da palavra “MÉDIO”, e se o campo “CIDADE” é igual à “São Paulo”. Resultado é 5

=SOMASES(F2:F13;B2:B13;″*MÉDIO*″;C2:C13;″M″) – Somar o campo “Valor da Mensalidade”, se no campo “Série”


quaisquer caracteres antes ou depois da palavra “MÉDIO”, e se o campo “Sexo” for igual a “M”.

213 - Comentário:
Alternativa correta: E.
A Figura II mostra na régua que há o símbolo de tabulação à direita na posição 13cm
A Figura II também mostra que o preenchimento da tabulação é o pontilhado

214 - Comentário:
• Ícone 1: «DO SLIDE ATUAL»: Apresentação de slides a partir do slide atual - Shift + F5. Inicia a apresentação de
slides a partir do slide atual.
• Ícone 2: «CONFIGURAR APRESENTAÇÃO DE SLIDES»: Configurar opções avançadas para a apresentação de slides,
como o modo de quiosque.
• Ícone 3: «OCULTAR SLIDE»: Ocultar o slide atual da apresentação. Ele não será mostrado durante a apresentação
de slides de tela inteira.

215 - Comentário:
Para = destinatário / Receberá a mensagem do e-mail/
CC = Cópia simples / Receberá uma cópia da mensagem do e-mail/
CCO= Cópia oculta / Receberá uma cópia ocultada da mensagem do e-mail, onde ninguém sabe que este personagem
está recebendo a mensagem/
Nesta questão os únicos usuários que aparecem duplicados são: pamela_costa (CC e CCO) e jose_carvalho (Para e CCO).

75
LIVRO DE QUESTÕES

216 - Comentário:
Alternativa D.
Pode-se observar os itens/arquivos que foram selecionados: Orçamento, Folha de Pagamento, Mozila e Relatório. Será
criado uma cópia de cada um desses itens, sendo que após o seu nome aparecerá a expressão “cópia”, para diferenciá-lo
do original. Os itens não selecionados permanecerão com a mesma nomenclatura.

217 - Comentário:
A imagem abaixo mostra a guia “Exibir” do Windows Explorer, onde percebe-se que dentro do grupo “Mostrar/Ocultar”
encontra-se a opção “Extensões de nomes de arquivos” que permite mostrar/ocultar as extensões dos tipos de arquivo
conhecidos.

218 - Comentário:
A imagem abaixo mostra o resultado da execução do ícone destacado na questão:

Percebe-se a função que permite que seja criada uma “Nova Área de Trabalho”, novidade do Windows 10. O atalho para
o mesmo recurso é: WIN (ícone do Windows) + Tab

219 - Comentário:
A seta para cima no explorador de arquivos do Windows 10 tem a finalidade de subir um nível na árvore de diretórios,
em relação ao diretório atual. No caso da imagem demonstrada na figura percebe-se que o diretório atual é a pasta “Do-
wnloads”, caso a seta para cima seja acionada o nível acima é “Este Computador”.

76
LIVRO DE QUESTÕES

220 - Comentário:
A imagem abaixo mostra o resultado do item “Iniciar” da opção “Personalização” das “Configurações do Windows”. A
imagem mostra o destaque que é possível configurar para mostrar os aplicativos mais usados.

221 - Comentário:
• A barra de pesquisa do Edge pesquisa na WEB, não no computador
• Windows + P, atalho para definir opções de Projeção de imagem
• O ícone busca do Painel de Controle busca apenas configurações do sistema
• Não existe o ícone Programas e Aplicativos na Barra de Tarefas por padrão
• A imagem abaixo mostra que é possível digitar o nome do programa ou aplicativo na Caixa de Pesquisa na Barra
de Tarefas

77
LIVRO DE QUESTÕES

222 - Comentário:
A imagem abaixo mostra que a opção em destaque coloca a primeira letra de cada palavra em maiúscula, assim como
resultado da formatação do texto da questão.

223 - Comentário:
A imagem à seguir mostra que através do botão é possível adicionar espaçamento entre linhas de parágrafo, bem como
antes e depois de parágrafo.

224 - Comentário:
A imagem abaixo mostra que o caminho correto é: dar um click com o botão direito do mouse, em sua configuração
padrão, sobre a borda dessa caixa de texto e selecionar a opção “Formatar Forma...”.

78
LIVRO DE QUESTÕES

225 - Comentário:
Para facilitar a compreensão da resposta desta questão é necessário compreender o passo a passo do cálculo, para isso,
didaticamente deve-se ordenar todos os dados do intervalo “A1:C4”, tem-se então: {1, 2, 2, 3, 4, 5, 5, 6, 8, 10, 11, 12}, vamos
chamar este conjunto de “conjunto_1”, deve-se também ordenar todos os dados do intervalo “A2:B3”, tem-se então: {1, 2, 5,
5}, vamos chamar este conjunto de “conjunto_2”, por último ordenar também todos os dados do intervalo “A1:B4”, tem-se
então: {1, 2, 2, 3, 5, 5, 10, 11}, vamos chamar este conjunto de “conjunto_3”.

Analisando as funções separadamente


• =MENOR(A1:C4;5) ↑ 4, é o quinto menor valor do “conjunto_1”
• =MAIOR(A1:C4;6) ↑ 5, é o sexto maior valor do “conjunto_1”
• =MENOR(A1:C4;5)<>MAIOR(A1:C4;6) v VERDADEIRO, o quinto menor valor do “conjunto_1” (valor 4) é diferente
do sexto maior valor do “conjunto_1” (valor 5)
• =MENOR(A2:B3;2) ↑ 2, é o segundo menor valor do “conjunto_2”
• =MAIOR(A1:B4;3) ↑ 5, é o terceiro maior valor do “conjunto_3”

Sintaxe da função SE
• =SE(teste_lógico;[valor_se_verdadeiro];[valor_se_falso])

Leitura da fórmula da questão


• =SE(MENOR(A1:C4;5)<>MAIOR(A1:C4;6);MENOR(A2:B3;2);MAIOR(A1:B4;3))
• Se o quinto menor valor do “conjunto_1” (valor 4) for diferente do sexto maior valor do “conjunto_1” (valor 5), então
o resultado será o segundo menor valor do “conjunto_2” (valor 2), caso contrário o resultado será o terceiro maior valor do
“conjunto_3” (valor 5).
• Como a condição é verdadeira, o resultado é 2

226 - Comentário:
Esta questão se for levada ao pé da letra é passível de anulação, pois a forma correta que deveria aparecer no campo
“Linhas a repetir na parte superior” é: $1:$3 e não S1:S3.
Porem, para escolher a alternativa correta desta questão não se pode confundir a alternativa “A” com a “E”, a alternativa
“A” utiliza a palavra “apenas” que desqualifica a questão, assim como as alternativas “B, C e D”, sendo que estas estão fora
de contexto, por afirmarem que apenas uma linha será repetida na parte superior da folha.

227 - Comentário:
Quando se seleciona arquivos, independente da quantidade e pressiona “Enter” que é o comando para “Entrar/Execu-
tar” todos os arquivos selecionados serão abertos sem pedir confirmação alguma, no caso da questão como se tratam de
arquivos de textos, serão abertos por padrão com o Bloco de Notas.

228 - Comentário:
O botão à direta da “Data e Hora” na barra de notificações do Windows 7 serve para acessar rapidamente a “Área de
Trabalho”, minimizando todas as janelas que estiverem em execução, assim como o atalho “Windows + D”.

229 - Comentário:
A questão está mal formulada, pois a palavra “São” não se pode ter certeza através da imagem que ela está com alinha-
mento justificado, ela também poderia estar alinhada à esquerda.
Seguem as definições de formatações de todas as palavras:
• Instituto: Negrito, alinhado à esquerda, ou Justificado
• Previdência: Centralizada, e Itálico
• São: Alinhado à esquerda, ou Justificado
• José: Alinhado à esquerda, ou justificado, e Sublinhado
• Dos: Alinhado à direita e Tachado
• Campos: Centralizado, e Negrito

79
LIVRO DE QUESTÕES

230 - Comentário:
A imagem abaixo mostra que a opção para exibir ou ocultar a régua se encontra na “Guia Exibição” do MS Word.

231 - Comentário:
A fórmula utilizada poderia ser substituída por esta: =(3+5+6+8+7+2+4)/7  =35/7  Resultado: 5

232 - Comentário:
Ordenando os dados da planilha temos: {1, 2, 2, 3, 4, 5, 6, 7}. O quarto menor valor do intervalo é: 3

233 - Comentário:
A imagem abaixo mostra o resultado após a classificação de dados:

Com os dados da Coluna Telefone em ordem crescente, o valor da célula “A4” é: Bolano.

234 - Comentário:
A imagem abaixo mostra os diferentes tipos de configuração do layout de slide do MS Power Point 2010, onde pode-se
perceber que as imagens da questão são: Duas Partes de Conteúdo e Slide de Título.

80
LIVRO DE QUESTÕES

235 - Comentário:
A imagem abaixo mostra a utilização do recurso Favoritos, que pode ser feito clicando na opção “Favoritos” (identifi-
cada por uma estrela) presente no canto superior direito da interface do Internet Explorer ou pelo atalho ALT+C, e/ou para
adicionar um site aos favoritos a tecla CTRL + D.

236 - Comentário:
A imagem abaixo mostra a aplicação o ícone de “clips” no Outlook 2010 para anexar um arquivo de qualquer tipo ao
e-mail antes de remeter ao(s) destinatário(s).

237 - Comentário:
O Modo de exibição do apresentador é uma ótima maneira de exibir sua apresentação em um computador (seu note-
book, por exemplo), enquanto o público assiste à apresentação sem anotações em outro monitor.
Modo de exibição do apresentador oferece as seguintes ferramentas para tornar mais fácil para você apresentar infor-
mações:
• Você pode usar miniaturas para selecionar slides fora da sequência e criar uma apresentação personalizada para
seu público.
• Anotações do orador são mostradas no tipo de grande, desmarque para que você possa usá-los como um script
para a sua apresentação.
• Você pode escurecer ou clarear a tela durante a apresentação e, em seguida, retomar onde você parou. Por exem-
plo, talvez você não queira exibir o conteúdo de slide durante uma quebra ou uma pergunta e o período de resposta (per-
guntas e respostas).
• No modo de exibição do apresentador, ícones e botões são grande o suficiente para navegar com facilidade, mes-
mo quando você está usando um teclado ou mouse desconhecido

81
LIVRO DE QUESTÕES

Prof. Esp. Mariela Cardoso Câmara de Porto Ferreira/SP - Assesssor de Impren-


sa – 2017 – QUESTÃO 241. De acordo com o Código de
Jornalista e advogada, formada pela Universidade de Ética dos Jornalistas Brasileiros – cap. I – Do Direito à In-
Marília e Centro Universitário Eurípides de Marília (UNIVEM), formação – art. 2° , o acesso à informação de relevante in-
especialista pela Fundação Getúlio Vargas. Coordenadora de teresse público é um direito fundamental, razão pela qual
Políticas para as Mulheres do Município de Marília/SP. A. a divulgação da informação precisa e correta é dever
dos meios de comunicação estatais e públicos, apenas.
B. a prestação de informações pelas organizações pri-
ÉTICA PROFISSIONAL vadas, incluindo as não governamentais, é facultativa.
C. a liberdade de imprensa é um direito e pressupos-
to do exercício do jornalismo, mas não implica necessa-
Prefeitura de Itanhaém/SP – Fisioterapeuta – 2017 riamente compromisso com a responsabilidade social da
– QUESTÃO 238. Assinale a alternativa correta com relação profissão.
à Ética Profissional. D. a obstrução direta ou indireta à livre divulgação da
A. O fisioterapeuta deve portar sua identificação profis- informação, a aplicação de censura e a indução à autocen-
sional apenas se trabalhar com pacientes domiciliares. sura são delitos contra a sociedade, devendo ser denuncia-
B. O fisioterapeuta deve portar sua identificação profis- dos à comissão de ética competente, sem nenhum sigilo.
sional apenas se trabalhar em hospital. E. a produção e a divulgação da informação devem se
C. O fisioterapeuta deve portar sua identificação profis- pautar na veracidade dos fatos e ter por finalidade o inte-
sional apenas se trabalhar em clínicas. resse público.
D. O fisioterapeuta deve portar sua identificação profis-
sional sempre que estiver no exercício da função. TJ/SP - Assistente Social Judiciário – 2017 – QUES-
E. É facultativo ao fisioterapeuta portar sua identida- TÃO 242. Para os profissionais do Serviço Social, o estudo
de profissional, devendo utilizá-la apenas nas eleições do da ética, em seus fundamentos teóricos e sócio-históricos,
conselho. é condição primordial para a compreensão da ética pro-
fissional. Nesse sentido, destaca-se que o Código de Éti-
Prefeitura de Itanhaém/SP – Fisioterapeuta – 2017 – ca dos assistentes sociais, em sua fundamentação teórica,
QUESTÃO 239. O parâmetro básico para fixação de hono- está baseado na ontologia do ser social. Enquanto valores
rários do fisioterapeuta, de acordo com o Código de Ética éticos, o Código baseia-se em um projeto profissional de-
Profissional, é mocrático. A prática política do Serviço Social, nessa pers-
A. o salário-base de enfermeiros. pectiva, é o espaço de
B. o piso salarial da FENAFITO. A. consenso entre políticas de classe.
C. o salário-mínimo nacional. B. cisão entre o indivíduo e a comunidade mais ampla.
D. o salário-base de profissionais de saúde. C. luta ideológica.
E. a referência nacional de procedimentos fisioterapêuticos. D. reforma da sociedade burguesa.
E. proposta do sistema capitalista.
Prefeitura de Sertãozinho/SP – Fisioterapeuta –
2017 – QUESTÃO 240. Conforme o capítulo 5 do código TJ/SP – Psicólogo Judiciário – 2017 – QUESTÃO 243.
de ética, que refere-se à responsabilidade no exercício da Ao atender uma adolescente, um psicólogo vem a saber
fisioterapia, é proibido ao fisioterapeuta: que a paciente vem sofrendo sucessivos maus-tratos. Aler-
A. atuar em consonância com a política nacional de tando-a de que comunicará o fato à autoridade competen-
saúde, promovendo os preceitos da saúde coletiva no te, a paciente lhe diz que só relatou os fatos porque ele lhe
desempenho das suas funções, cargos e cidadania, inde- havia assegurado sigilo. Nessas circunstâncias, de acordo
pendentemente de exercer a profissão no setor público ou com o Código de Ética, o psicólogo deverá
privado. A. passar a informação para outro colega fazer a de-
B. divulgar e declarar possuir títulos acadêmicos que núncia.
não possa comprovar ou de especialista profissional que B. fazer a denúncia de maus-tratos ao Conselho Tutelar.
não atenda às regulamentações específicas editadas pelo C. convencer a adolescente a fazer ela mesma a de-
Conselho Federal de Fisioterapia e de Terapia Ocupacional. núncia.
C. empenhar-se na melhoria das condições da assistên- D. resolver o dilema ético sob a perspectiva do menor
cia fisioterapêutica e nos padrões de qualidade dos servi- prejuízo.
ços de Fisioterapia, no que concerne às políticas públicas, à E. honrar a palavra empenhada e manter o sigilo sobre
educação sanitária e às respectivas legislações. os fatos..
D. ser solidário aos movimentos em defesa da digni-
dade profissional, seja por remuneração condigna, seja por
condições de trabalho compatíveis com o exercício ético
profissional e seu aprimoramento.
E. ser pontual no cumprimento das obrigações pecu-
niárias inerentes ao exercício da Fisioterapia.

82
LIVRO DE QUESTÕES

MPE/SP - Analista de promotoria I/Médico Psiquiatra Câmara Municipal de Jaboticabal/SP - Agente de


– 2016 – QUESTÃO 244. Sobre a responsabilidade profissio- Administração – 2015 – QUESTÃO 247. Ética é o conjunto
nal segundo o Código de Ética Médica, é vedado ao médico de valores morais e princípios que norteiam a conduta hu-
A. afastar-se de suas atividades profissionais, mesmo mana na sociedade. A ética no trabalho deve ser entendida
temporariamente, sem deixar outro médico encarregado como um valor da organização que assegura sua sobrevi-
do atendimento de seus pacientes internados ou em es- vência e reputação e, consequentemente, seus resultados.
tado grave. Uma das características do profissional ético é “ser respon-
B. esclarecer o paciente sobre as determinantes sociais, sável». Isso significa que ele deve
ambientais ou profissionais de sua doença. A. cooperar com todas as chefias em relação a todas as
C. atribuir seus insucessos a terceiros e a circunstâncias irregularidades ocorridas durante o expediente de trabalho
ocasionais, mesmo nos casos em que isso possa ser devi- para não afetar seus resultados.
damente comprovado. B. comunicar a seu superior toda e qualquer transgres-
D. opor-se aos interesses do seu empregador ou su- são das normas nas rotinas administrativas de seus colegas,
perior hierárquico na escolha dos meios de prevenção, no seu departamento.
diagnóstico ou tratamento disponíveis e cientificamente C. cuidar em apontar diariamente, sem que isso seja o
reconhecidos no interesse da saúde do paciente ou da so- seu trabalho, as necessidades de melhorias do trabalho dos
ciedade. demais colaboradores.
E. assumir responsabilidade sobre procedimento mé- D. estar consciente de suas atividades, seus deveres e
dico que indicou ou do qual participou se vários médicos suas atribuições. Saber o que, como e quando fazer.
tiverem assistido o paciente. E. estar rigorosamente no seu horário de entrada na
empresa, desenvolver seu trabalho e preservar pontual-
SAEG - Analista de Serviços Administrativos – 2015 mente seu horário de saída.
– QUESTÃO 245. O Código de Ética Profissional da Enge-
nharia, da Arquitetura, da Agronomia, da Geologia, da Geo- Câmara Municipal de Jaboticabal/SP - Agente de
grafia e da Meteorologia adotado pela resolução CONFEA Administração – 2015 – QUESTÃO 248. Código de Ética
1.002/02 estabelece algumas práticas que são vedadas aos utilizado na maioria das organizações pode ser considera-
seus profissionais. Na relação com clientes, fornecedores, do um documento de
colaboradores e empregados é vedado A. texto que orienta as pessoas quanto à forma de se
A. usar de privilégio profissional ou faculdade decor- relacionar civilizadamente com os colegas no ambiente de
rente de função de forma abusiva, para fins discriminató- trabalho.
rios ou para auferir vantagens pessoais B. texto com dicas de sucesso na carreira e como se
B. aceitar trabalho, contrato, emprego, função ou tarefa manter moralmente empregável no mercado de trabalho.
para os quais não tenha efetiva qualificação. C. texto com normas que objetivam orientar condutas
C. intervir em trabalho de outro profissional sem a de- e que devem ser seguidas pelos profissionais no exercício
vida autorização de seu titular, salvo no exercício do dever de seu trabalho.
legal. D. texto produzido para que os profissionais de deter-
D. utilizar indevida ou abusivamente do privilégio de minadas áreas cumpram suas obrigações de trabalho para
exclusividade de direito profissional. os quais foram contratados.
E. usar de artifícios ou expedientes enganosos para a E. texto que objetiva conduzir pessoas e profissionais a
obtenção de vantagens indevidas, ganhos marginais ou resultados comuns exigidos pela organização.
conquista de contratos.

SAEG - Analista de Serviços Administrativos – 2015


– QUESTÃO 246. A Resolução CONFEA nº 1.004/03 aprova
documento que estabelece procedimentos para instaura-
ção, instrução e julgamento dos processos administrativos
e aplicação das penalidades relacionadas à apuração de
infração ao Código de Ética Profissional. O nome correto
desse documento é
A. Manual de Procedimentos para a Condução de Pro-
cesso de Infração ao Código de Ética Profissional.
B. Regulamento para a Condução do Processo Ético
Disciplinar
C. Manual para a Observância do Código de Ética Pro-
fissional.
D. Regulamento para a Condução do Processo de Infra-
ção ao Código de Ética Profissional.
E. Manual de Procedimentos para a Condução da Ob-
servância ao Código de Ética Profissional.

83
LIVRO DE QUESTÕES

Respostas 243 - O Estatuto da Criança e Adolescente pressupõe


que aqueles que possuam conhecimento sobre maus tra-
238 - RESOLUÇÃO DO CONSELHO FEDERAL DE FISIO- tos, responderão por ação ou omissão, tendo a obrigação
TERAPIA E DE TERAPIA OCUPACIONAL - COFFITO Nº 424 de denunciar. Nesse caso do código de ética, ele em re-
DE 08.07.2013 lação a criança, adolescente e idoso, possui obrigação de
Artigo 3º – Para o exercício profissional da Fisioterapia denunciar, sempre as autoridades competentes, não tem
é obrigatória a inscrição no Conselho Regional da circuns- isso de decidir denunciar ou não.
crição em que atuar na forma da legislação em vigor, man-
tendo obrigatoriamente seus dados cadastrais atualizados Resposta: B
junto ao sistema COFFITO/CREFITOS.
§ 1º: O fisioterapeuta deve portar sua identificação pro- 244 - Resolução CFM nº 1.931 de 17 de setembro de
fissional sempre que em exercício. 2009 (Código de Ética Médica)
É vedado ao médico:
Resposta: D. Art. 8º Afastar-se de suas atividades profissionais, mes-
mo temporariamente, sem deixar outro médico encarrega-
239 - RESOLUÇÃO DO CONSELHO FEDERAL DE FISIO- do do atendimento de seus pacientes internados ou em
TERAPIA E DE TERAPIA OCUPACIONAL - COFFITO Nº 424 estado grave.
DE 08.07.2013
Artigo 37 – O fisioterapeuta, na fixação de seus hono- Resposta: A
rários, deve considerar como parâmetro básico o Referen-
cial Nacional de Procedimentos Fisioterapêuticos. 245 - DAS CONDUTAS VEDADAS.
Art. 10. No exercício da profissão, são condutas veda-
Resposta: E. das ao profissional:
I - ante ao ser humano e a seus valores:
240 - Artigo 30 – É proibido ao fisioterapeuta: b) usar de privilégio profissional ou faculdade decor-
II – divulgar e declarar possuir títulos acadêmicos que rente de função de forma abusiva, para fins discriminató-
não possa comprovar ou de especialista profissional que rios ou para auferir vantagens pessoais.
não atenda às regulamentações específicas editadas pelo II – ante à profissão:
Conselho Federal de Fisioterapia e de Terapia Ocupacional. a) aceitar trabalho, contrato, emprego, função ou tarefa
para os quais não tenha efetiva qualificação;
Resposta: B. b) utilizar indevida ou abusivamente do privilégio de
exclusividade de direito profissional;
241 - Art. 2. II - a produção e a divulgação da informa- IV - nas relações com os demais profissionais:
ção devem se pautar pela veracidade dos fatos e ter por a) intervir em trabalho de outro profissional sem a de-
finalidade o interesse público. vida autorização de seu titular, salvo no exercício do dever
legal;
Resposta: B. III - nas relações com os clientes, empregadores e co-
laboradores:
242 - Nesse cenário, a questão social e as ameaças dela c) usar de artifícios ou expedientes enganosos para a
decorrentes assumem um caráter essencialmente político, obtenção de vantagens indevidas, ganhos marginais ou
cujas medidas de enfrentamento expressam projetos para conquista de contratos;
a sociedade. A ampliação exponencial das desigualdades
de classe, densas de disparidades de gênero, etnia, geração Resposta: E.
e desigual distribuição territorial, radicaliza a questão social
em suas múltiplas expressões coletivas inscritas na vida dos 246 - Resolução CONFEA nº 1.004/03
sujeitos, densa de tensões entre consentimento e rebeldia, Ementa: Aprova o Regulamento para a Condução do
o que certamente encontra-se na base da tendência de am- Processo Ético Disciplinar.
pliação do mercado de trabalho para a profissão de Serviço
Social na última década. Ela é indissociável da reconfigura- Resposta: B.
ção das estratégias políticas e ideológicas de legitimação
do poder de classe – acompanhadas da despolitização das
necessidades e lutas sociais –, às quais não estão imunes as
políticas sociais públicas. https://www.unifesp.br/campus/
san7/images/servico-social/Texto_introdutorio_Marilda_Ia-
mamoto.pdf

Resposta: C

84
LIVRO DE QUESTÕES

247 - A responsabilidade, além de estar relacionada di-


retamente com a consequência de nossos atos, também ESTATUTO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA
está devidamente associada a uma coisa que conhecemos
como princípios, aos antecedentes a partir das quais um
indivíduo toma as motivações para exercer o livre arbítrio
e atuar com conformidade à responsabilidade. ... Artigo IPSM – Procurador – 2018 - QUESTÃO 249. Quanto
http://queconceito.com.br/responsabilidade às medidas judiciais destinadas à proteção de interesses
coletivos, difusos, individuais homogêneos e individuais
Resposta: D. indisponíveis da pessoa com deficiência, assinale a alter-
nativa correta.
248 - O profissional ético é o que tem uma conduta A. A sentença que concluir pela carência ou pela im-
ética, os Códigos de Ética Profissionais tem por objetivo procedência da ação fica sujeita ao duplo grau de juris-
estabelecer os princípios ético-morais pelos quais os pro- dição, não produzindo efeito senão depois de confirmada
fissionais devem seguir e aplicar. Eles regulam a atuação pelo tribunal.
deles. B. Proposta pelo representante do Ministério Público
ação para a proteção de interesses individuais homogê-
Resposta: C. neos de pessoa com deficiência, exigirá que seu represen-
tante legal integre o feito.
C. Incabível o litisconsórcio em demandas judiciais des-
tinadas à proteção de interesses coletivos, difusos, indivi-
duais homogêneos e individuais indisponíveis da pessoa
com deficiência.
D. As demandas propostas para a proteção de inte-
resses coletivos, difusos, individuais homogêneos e indi-
viduais indisponíveis da pessoa com deficiência exigem a
decretação de sigilo.
E. Das sentenças e decisões proferidas contra o autor
da ação e suscetíveis de recurso, poderá recorrer qualquer
interessado, inclusive o Ministério Público.

TJ/SP – Escrevente Técnico Judiciário – 2017 –


QUESTÃO 250. Nos termos da Lei Federal n° 13.146/2015,
a pessoa com deficiência
A. poderá ser obrigada a se submeter a intervenção
clínica ou cirúrgica, tratamento ou institucionalização for-
çada, mediante prévia avaliação biopsicossocial, realizada
por equipe multiprofissional e interdisciplinar.
B. em situação de curatela, não terá participação na ob-
tenção de consentimento para a prática dos atos da vida
civil, pois, em tal circunstância, não possui qualquer capa-
cidade civil.
C. está obrigada à fruição de benefícios decorrentes de
ação afirmativa, a fim de que sejam construídos ambientes
de trabalho acessíveis e inclusivos.
D. somente será atendida sem seu consentimento pré-
vio, livre e esclarecido em casos de risco de morte e de
emergência em saúde, resguardado seu superior interesse
e adotadas as salvaguardas legais cabíveis.
E. e seu acompanhante ou atendente pessoal têm di-
reito à prioridade na tramitação processual e nos procedi-
mentos judiciais em que forem partes ou interessados.

TJ/SP – Assistente Social Técnico Judiciário – 2017


– QUESTÃO 251. De acordo com a Lei n° 13.146/2015 e
Resolução n° 230/2016, do Conselho Nacional de Justiça,
os Tribunais e os serviços auxiliares do Poder Judiciário de-
vem promover o amplo e irrestrito acesso de pessoas com
deficiência às suas respectivas carreiras e dependências e
o efetivo gozo dos serviços que prestam. Com essa fina-
lidade,

85
LIVRO DE QUESTÕES

A. servidor com horário especial, em função de ter côn- D. os edifícios a serem construídos com mais de um
juge, filho ou dependente com deficiência, ainda que possa pavimento, além do pavimento de acesso, assim como as
acumular banco de horas como os demais servidores, não habitações unifamiliares, deverão dispor de especificações
poderá exercer cargo em comissão, em função de sua one- técnicas e de projeto que facilitem a instalação de um ele-
rosidade. vador adaptado, devendo os demais elementos de uso
B. se o órgão, por sua liberalidade, determinar a dimi- comum destes edifícios atender aos requisitos de acessi-
nuição da jornada de trabalho dos seus servidores, esse bilidade.
benefício não é extensivo ao servidor beneficiário de ho- E. os parques de diversões, públicos e privados, devem
rário especial. adaptar, no mínimo, 10% (dez por cento) de cada brin-
C. como forma protetiva, deve ser imposta à pessoa quedo e equipamento e identificá-lo para possibilitar sua
com deficiência a fruição de benefícios decorrentes de ação utilização por pessoas com deficiência ou com mobilidade
afirmativa, sob pena de responsabilidade por omissão. reduzida, tanto quanto tecnicamente possível.
D. como medida protetiva e em razão dos elevados
custos para a promoção da acessibilidade do servidor em DPE/RO - Defensor Público Substituto – 2017 –
QUESTÃO 254. Joana tem 14 anos de idade e é portado-
seu local de trabalho, a Administração poderá impor ao
ra de necessidade especial. Sua mãe, Antônia, comparece
servidor com mobilidade comprometida o uso do sistema
à Defensoria Pública de Rondônia fazendo uma série de
“home office”.
questionamentos acerca dos direitos que assistem sua fi-
E. constitui modo de inclusão da pessoa com deficiên-
lha, presentes na Lei nº 7.853/89. Nesse sentido, é correto
cia no trabalho a colocação competitiva, em igualdade de afirmar que Joana terá direito, na área
oportunidades com as demais pessoas, devendo ser forne- A. de recursos humanos, à formação e qualificação nas
cidos recursos de tecnologia assistiva. diversas áreas de conhecimento, exceto de nível superior,
que atendam à demanda e às necessidades reais das pes-
TJ/SP – Assistente Social Técnico Judiciário – 2017 – soas que, como Joana, possuem alguma deficiência.
QUESTÃO 252. De acordo com a Lei n° 13.146/2015, toda B. das edificações, à adoção e à efetiva execução de
pessoa com deficiência tem direito a igualdade de oportu- normas que garantam a funcionalidade das edificações,
nidades com as demais pessoas e será protegida de toda que evitem ou removam os óbices e permitam o acesso a
forma de negligência, discriminação, exploração, violência, edifícios, a logradouros sendo desnecessária a adaptação
tortura, crueldade, opressão e tratamento desumano ou dos meios de transporte.
degradante. Conforme o artigo 5° (parágrafo único) da re- C. da formação profissional e do trabalho, a que o Esta-
ferida lei, para fins dessa proteção, são consideradas espe- do promova ações eficazes que propiciem a inserção, ape-
cialmente vulneráveis as seguintes pessoas com deficiên- nas no setor público, de pessoas portadoras de deficiência,
cia: a criança, o adolescente, o idoso e como Joana.
A. aqueles em situação de rua. D. da educação, à oferta, facultativa e gratuita, de Edu-
B. suas famílias. cação Especial em estabelecimento público de ensino, caso
C. os excluídos do mercado de trabalho. haja pessoas especializadas para cuidar de suas necessida-
D. a população quilombola. des especiais nesse local.
E. a mulher. E. da saúde, à garantia de acesso como pessoa porta-
dora de deficiência aos estabelecimentos de saúde públi-
Prefeitura de Porto Ferreira/SP - Procurador Ju- cos e privados, e de seu adequado tratamento neles, sob
rídico – 2017 – QUESTÃO 253. Dentre os direitos que normas técnicas e padrões de conduta apropriados.
possui uma pessoa com necessidades especiais, é certo
afirmar que TJ/SP - Titular de Serviços de Notas e de Regis-
tros – Remoção – 2016 – QUESTÃO 255. O Estatuto da
A. os banheiros de uso público existentes ou a construir
Pessoa com Deficiência, instituído pela Lei brasileira no
em parques, praças, jardins e espaços livres públicos e pri-
13.146/2015,
vados deverão ser acessíveis e dispor, pelo menos, de dois
A. resultou da condenação do Brasil pela Comissão
sanitários e um lavatório que atendam às especificações
Interamericana de Direitos Humanos e da recomendação
das normas técnicas da ABNT. internacional para que o país incluísse medidas protetivas
B. a instalação de qualquer mobiliário urbano em área da pessoa deficiente em sua legislação.
de circulação comum para pedestre que ofereça risco de B. baseia-se na Convenção sobre os Direitos das Pes-
acidente à pessoa com deficiência deverá ser indicada me- soas com Deficiência e em seu Protocolo Facultativo, em
diante sinalização tátil de alerta no piso, de acordo com as vigor no plano interno desde a promulgação do respectivo
normas técnicas pertinentes. Decreto, em 2009.
C. os locais de espetáculos, conferências, aulas e outros C. constitui mudança legislativa relevante do ponto de vista
de natureza similar deverão dispor de, no mínimo, cinco humanitário, mas de pouco impacto jurídico, considerando que
espaços reservados para pessoas que utilizam cadeira de é norma programática que não inova na ordem jurídica.
rodas, de acordo com a ABNT, de modo a facilitar-lhes as D. inspira-se na diretriz da incapacidade da pessoa de-
condições de acesso, circulação e comunicação. ficiente, para sua proteção.

86
LIVRO DE QUESTÕES

MPE/SP - Analista Técnico Científico/Engenheiro Civil Câmara de Marília/SP - Procurador Jurídico – 2016
– 2016 – QUESTÃO 256. Quanto à realização de tratamento, – QUESTÃO 259. A Lei n° 7.853/89 dispõe sobre o apoio
procedimento, hospitalização e pesquisa científica relacionados às pessoas portadoras de deficiência, sua integração social,
à pessoa com deficiência, a Lei n° 13.146/2015 estabelece que dentre outras providências. Dentro do que prevê essa le-
A. é indispensável o seu consentimento prévio, livre e gislação, é correto afirmar que
esclarecido, podendo, no entanto, ser suprido em situação A. as medidas judiciais destinadas à proteção de inte-
de curatela, na forma da lei. resses coletivos, difusos, individuais homogêneos e indivi-
B. é dispensável o seu consentimento, desde que o ob- duais indisponíveis da pessoa com deficiência poderão ser
jetivo a ser alcançado seja para o seu próprio bem-estar. propostas pelo Ministério Público, pela Defensoria Pública,
C. se exige o seu prévio e livre consentimento por escrito, pela União, pelos Estados, pelos Municípios, pelo Distrito
não podendo ser suprido mesmo em situação de curatela. Federal, por associação constituída há mais de 180 dias,
D. não se exigirá o seu consentimento pessoal, no caso nos termos da lei civil, por autarquia, por empresa pública
de pesquisa científica, se os seus pais ou responsáveis legais e por fundação ou sociedade de economia mista que in-
assim se manifestarem em seu lugar. clua, entre suas finalidades institucionais, a proteção dos
E. será exigido o seu prévio e livre consentimento ape-
interesses e a promoção de direitos da pessoa com defi-
nas para a hipótese de pesquisa científica, podendo ser dis-
ciência.
pensado nos demais casos.
B. para instruir a inicial, o interessado deverá anexar
MPE/SP - Analista Técnico Científico/Engenheiro Ci- todas as certidões e informações que julgar necessárias,
vil – 2016 – QUESTÃO 257. Fulana, pessoa com deficiência, sendo que estas só serão entregues se deferidas pelo juiz,
foi atendida em hospital particular com vários hematomas uma vez que os órgãos competentes não são obrigados
em seu corpo, levando o agente de saúde a suspeitar que a entregar nenhuma informação a pessoa comum, senão
ela teria sido vítima de violência. Nessa situação, a Lei n° por meio de ordem judicial.
13.146/2015 estabelece que C. as certidões e informações deferidas pelo juiz deve-
A. o agente de saúde deverá envidar todos os esforços rão ser fornecidas dentro de 45 (quarenta e cinco dias) da
para confirmar a violência sofrida pela pessoa com deficiên- data da entrega do ofício, e só poderão ser utilizadas para
cia e, uma vez confirmada, deverá notificar compulsoria- a instrução da ação civil.
mente o Ministério da Saúde. D. não cabe formação de litisconsórcio nas ações pro-
B. o agente de saúde nada poderá fazer nesse caso, postas para defesa dos interesses protegidos por essa lei.
uma vez que se trata apenas de uma suspeita. E. a sentença que concluir pela carência ou pela impro-
C. deverá ser feita a notificação compulsória do fato cedência da ação fica sujeita ao duplo grau de jurisdição,
suspeito à autoridade policial e ao Ministério Público, além não produzindo efeito senão depois de confirmada pelo
dos Conselhos dos Direitos da Pessoa com Deficiência. tribunal.
D. o hospital, por ser particular, não está obrigado a no-
tificar as autoridades, uma vez que a notificação compulsó- IPSMI – Procurador - 2016 – QUESTÃO 260. No que
ria é imposta apenas aos hospitais públicos. concerne às ações civis públicas destinadas à proteção de
E. o hospital deve, assim que teve conhecimento do interesses coletivos ou difusos das pessoas portadoras de
fato, tomar o depoimento por escrito da vítima e notificar o deficiência, nos termos da Lei Federal no 7.853/89, é cor-
juiz da Comarca para as devidas providências. reto asseverar que
A. poderão ser propostas por autarquia, empresa pú-
MPE/SP - Analista Técnico Científico/Engenhei- blica, fundação ou sociedade de economia mista que in-
ro Civil – 2016 – QUESTÃO 258. De acordo com a Lei n° clua, entre suas finalidades institucionais, a proteção das
13.146/2015, os hotéis, pousadas e similares devem ser
pessoas portadoras de deficiência.
construídos observando-se os princípios do desenho uni-
B. para instruir a inicial, o interessado poderá requerer
versal, além de adotar todos os meios de acessibilidade,
às autoridades competentes as certidões e informações
conforme legislação em vigor. Com relação aos estabeleci-
mentos já existentes, os meios de acessibilidade que julgar necessárias, que deverão ser fornecidas dentro
A. devem ser garantidos na ordem de 20%, pelo menos, de 30 (trinta) dias.
do total de seus dormitórios, garantidas, ao menos, duas C. poderá ser negada certidão ou informação acerca
unidades acessíveis. de seu andamento, com a finalidade de preservar o inte-
B. não serão obrigatórios, podendo ser adaptadas suas resse da pessoa portadora de deficiência ou de empresa
unidades em livre proporção. envolvida na demanda.
C. devem ser garantidos em, pelo menos, 10% de seus D. sendo ajuizada por um dos colegitimados, os de-
dormitórios, garantida, no mínimo, uma unidade acessível. mais devem habilitar-se como litisconsortes.
D. devem ser garantidos na mesma proporção que os E. em caso de desistência ou abandono da ação por
novos empreendimentos, devendo ser efetuadas as obras um dos legitimados concorrentes, apenas o Ministério Pú-
necessárias para atender às exigências da Lei. blico pode assumir a titularidade ativa.
E. não são obrigatórios, devendo a lei de cada Estado da
Federação oferecer vantagens e benefícios para que esses
estabelecimentos possam oferecer a mesma acessibilidade.

87
LIVRO DE QUESTÕES

Prefeitura de Rosana/SP - Procurador do Municí- Respostas


pio – 2016 – QUESTÃO 261. A Convenção dos direitos das
pessoas com deficiência foi instituído pelo Decreto-Lei n° 249 - Lei n.º 7.853/89 Art. 4. § 1º A sentença que con-
6.949/2009. Assinale a alternativa com a correta definição cluir pela carência ou pela improcedência da ação fica su-
trazida pela lei sobre o termo “adaptação razoável”. jeita ao duplo grau de jurisdição, não produzindo efeito
A É a disponibilização de visualização de textos, o brai- senão depois de confirmada pelo tribunal.
le, a comunicação tátil, os caracteres ampliados, os dispo-
sitivos de multimídia acessível, assim como a linguagem Resposta: A.
simples, escrita e oral, os sistemas auditivos e os meios de
voz digitalizada e os modos, meios e formatos aumentati- 250 - Lei n. 13.146. Art. 13°- A pessoa com deficiência
vos e alternativos de comunicação, inclusive a tecnologia somente será atendida sem seu consentimento prévio, livre
da informação e comunicação acessíveis. e esclarecido em casos de Risco de Morte e de Emergência
B. São as modificações e os ajustes necessários e ade- em Saúde, resguardado seu superior interesse e adotadas
quados que não acarretem ônus desproporcional ou inde- as salvaguardadas legais cabíveis.
vido, quando requeridos em cada caso, a fim de assegurar
que as pessoas com deficiência possam gozar ou exercer, Resposta: D.
em igualdade de oportunidades com as demais pessoas,
todos os direitos humanos e liberdades fundamentais. 251 - Lei n. 13.146. Art. 37°- Constitui modo de inclusão
C. Abrange a disseminação entre os deficientes de in- da pessoa com deficiência no trabalho a colocação compe-
formações sobre as línguas faladas e de sinais e outras for- titiva , em igualdade de oportunidades com as demais pes-
mas de comunicação não falada. soas, nos termos da legislação trabalhista e previdenciária,
D. É qualquer diferenciação, exclusão ou restrição ba- na qual devem ser atendidas as regras de acessibilidade, o
seada em deficiência, com o propósito ou efeito de im- fornecimento de recursos de tecnologia assistiva e a adap-
pedir ou impossibilitar o reconhecimento, o desfrute ou o tação razoável no ambiente de trabalho.
exercício, em igualdade de oportunidades com as demais
pessoas, de todos os direitos humanos e liberdades funda- Resposta: E
mentais nos âmbitos político, econômico, social, cultural,
civil ou qualquer outro. Abrange todas as formas de discri- 252 - Lei n. 13.146. Art. 5°- A pessoa com deficiência
minação, inclusive a recusa de adaptação razoável. será protegida de toda forma de negligência, discrimina-
E. É a concepção de produtos, ambientes, programas e ção, exploração, violência, tortura, crueldade, opressão e
serviços a serem usados, na maior medida possível, por to- tratamento desumano ou degradante.
das as pessoas, sem necessidade de adaptação ou projeto Parágrafo Único: Para os fins de proteção mencionada
específico. Tal não excluirá as ajudas técnicas para grupos no caput deste artigo, são considerados especialmente vul-
específicos de pessoas com deficiência, quando necessá- neráveis a Criança, o adolescente, a mulher e o idoso, com
rias. deficiência.

Resposta: E.

253 - Lei n. 13.146. Art. 10-A. A instalação de qualquer


mobiliário urbano em área de circulação comum para pe-
destre que ofereça risco de acidente à pessoa com deficiên-
cia deverá ser indicada mediante sinalização tátil de alerta
no piso, de acordo com as normas técnicas pertinentes.

Resposta: B.

254 - Lei n. 13.146. Art. 2°, Parágrafo único. Para o fim


estabelecido no caput deste artigo, os órgãos e entidades
da administração direta e indireta devem dispensar, no âm-
bito de sua competência e finalidade, aos assuntos objetos
esta Lei, tratamento prioritário e adequado, tendente a via-
bilizar, sem prejuízo de outras, as seguintes medidas:
II - na área da saúde:
d) a garantia de acesso das pessoas portadoras de defi-
ciência aos estabelecimentos de saúde públicos e privados,
e de seu adequado tratamento neles, sob normas técnicas
e padrões de conduta apropriados.

Resposta: E.

88
LIVRO DE QUESTÕES

255 - Art. 1º É instituída a Lei Brasileira de Inclusão da 259 - Art. 4º A sentença terá eficácia de coisa julgada
Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiên- oponível erga omnes, exceto no caso de haver sido a ação
cia), destinada a assegurar e a promover, em condições de julgada improcedente por deficiência de prova, hipótese
igualdade, o exercício dos direitos e das liberdades funda- em que qualquer legitimado poderá intentar outra ação
mentais por pessoa com deficiência, visando à sua inclusão com idêntico fundamento, valendo-se de nova prova.
social e cidadania. § 1º A sentença que concluir pela carência ou pela im-
Parágrafo único. Esta Lei tem como base a Convenção procedência da ação fica sujeita ao duplo grau de juris-
sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Proto- dição, não produzindo efeito senão depois de confirmada
colo Facultativo, ratificados pelo Congresso Nacional por pelo tribunal.
meio do Decreto Legislativo no 186, de 9 de julho de 2008,
em conformidade com o procedimento previsto no § 3º do Resposta: E.
art. 5º da Constituição da República Federativa do Brasil,
em vigor para o Brasil, no plano jurídico externo, desde 31 260 - Art. 3º As medidas judiciais destinadas à proteção
de agosto de 2008, e promulgados pelo Decreto no 6.949, de interesses coletivos, difusos, individuais homogêneos e
de 25 de agosto de 2009, data de início de sua vigência no individuais indisponíveis da pessoa com deficiência pode-
plano interno. rão ser propostas pelo Ministério Público, pela Defensoria
Pública, pela União, pelos Estados, pelos Municípios, pelo
Resposta: B. Distrito Federal, por associação constituída há mais de 1
(um) ano, nos termos da lei civil, por autarquia, por empre-
256 - Art. 11. A pessoa com deficiência não poderá ser sa pública e por fundação ou sociedade de economia mista
obrigada a se submeter a intervenção clínica ou cirúrgica, a que inclua, entre suas finalidades institucionais, a proteção
tratamento ou a institucionalização forçada. dos interesses e a promoção de direitos da pessoa com
Parágrafo único. O consentimento da pessoa com de- deficiência.
ficiência em situação de curatela poderá ser suprido, na
forma da lei. Resposta: A.
Art. 12. O consentimento prévio, livre e esclarecido da
pessoa com deficiência é indispensável para a realização 261 - Art. 3º, VI - adaptações razoáveis: adaptações,
de tratamento, procedimento, hospitalização e pesquisa modificações e ajustes necessários e adequados que não
científica. acarretem ônus desproporcional e indevido, quando re-
§ 1º Em caso de pessoa com deficiência em situação de queridos em cada caso, a fim de assegurar que a pessoa
curatela, deve ser assegurada sua participação, no maior com deficiência possa gozar ou exercer, em igualdade de
grau possível, para a obtenção de consentimento. condições e oportunidades com as demais pessoas, todos
os direitos e liberdades fundamentais;
Resposta: A.
Resposta: B.
257 - Art. 26. Os casos de suspeita ou de confirma-
ção de violência praticada contra a pessoa com deficiência
serão objeto de notificação compulsória pelos serviços de
saúde públicos e privados à autoridade policial e ao Minis-
tério Público, além dos Conselhos dos Direitos da Pessoa
com Deficiência.

Resposta: C.

258 - Art. 45. Os hotéis, pousadas e similares devem


ser construídos observando-se os princípios do desenho
universal, além de adotar todos os meios de acessibilidade,
conforme legislação em vigor.
§ 1º Os estabelecimentos já existentes deverão dispo-
nibilizar, pelo menos, 10% (dez por cento) de seus dormi-
tórios acessíveis, garantida, no mínimo, 1 (uma) unidade
acessível.

Resposta: C.

89
LIVRO DE QUESTÕES

IPSM – Procurador – 2018 – QUESTÃO 264. Nos ter-


DIREITO ADMINISTRATIVO mos da Lei que regula o Processo Administrativo, Lei n°
9.784/99, os atos administrativos deverão ser motivados,
com indicação dos fatos e dos fundamentos jurídicos,
quando
IPSM – Procurador – 2018 – QUESTÃO 262. Conside- A. decorrerem de reexame de ofício.
re a seguinte situação hipotética: O Instituto de Previdência B. reconhecerem ou ampliarem direitos ou interesses
do Servidor Municipal de São José dos Campos pretende dos administrados.
tornar mais eficiente o atendimento ao público. Estudo rea- C. decidirem processos administrativos, independente-
lizado demonstrou que a implantação de um call center mente do objeto.
poderia trazer significativos ganhos de eficiência para o D. forem baseados em pareceres, laudos, propostas e
instituto e conforto para os aposentados e pensionistas, na relatórios oficiais.
medida em que permitiria que eles esclarecessem dúvidas E. aplicarem jurisprudência firmada desfavorável ao ad-
sem a necessidade de se deslocar até a sede do instituto. ministrado.
O prazo do contrato a ser celebrado é de 24 meses e o
valor estimado da contratação é de R$ 1.000.000,00 (um IPSM – Procurador – 2018 – QUESTÃO 265. De acor-
milhão de reais). O serviço é considerado comum. Sobre o do com as disposições sobre servidores públicos constan-
procedimento de contratação do serviço de call center, é tes da Constituição Federal de 1988, afirma-se corretamen-
correto afirmar: te que
A. por se tratar da contratação de serviço comum, a A. a investidura em cargo ou emprego público depen-
apresentação de projeto básico pela Administração Pública de de aprovação prévia em concurso público de provas ou
é dispensada. de provas e títulos, de acordo com a natureza e a com-
B. a licitação poderá ser realizada na modalidade pre- plexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei,
gão, se o critério de julgamento for o menor preço. inclusive para cargo em comissão declarado em lei de livre
C. é permitido incluir no objeto da licitação a obten- nomeação e exoneração.
ção de recursos financeiros para a execução do objeto do B. as funções de confiança, exercidas exclusivamente
contrato. por servidores ocupantes de cargo efetivo, e os cargos em
D. a hipótese é de dispensa de licitação, ante a urgência comissão, a serem preenchidos por servidores de carreira
de se estabelecer atendimento eficiente a pessoas que se nos casos, condições e percentuais mínimos previstos em
encontram em situação que demanda atendimento priori- lei, destinam-se apenas às atribuições de direção, chefia e
tário como idosos e pessoas portadoras de enfermidades. assessoramento.
E. a previsão de recursos orçamentários que assegu- C. é vedado ao servidor público civil o direito à livre
rem o pagamento das obrigações decorrentes do serviço associação sindical.
a ser executado somente é exigida após o encerramento D. serão estabelecidos por ato do Chefe do Poder Exe-
do procedimento licitatório, no momento em que ocorrer a cutivo os casos de contratação por tempo determinado
assinatura do contrato. para atender a necessidade temporária de excepcional in-
teresse público.
IPSM – Procurador – 2018 – QUESTÃO 263. Sobre a E. a proibição de acumular cargos não abrange servi-
autarquia, assinale a alternativa correta. dores ou empregados de autarquias, fundações, empresas
A. É pessoa jurídica de direito público criada por lei, públicas, sociedades de economia mista, suas subsidiárias,
integrante da Administração direta. e sociedades controladas, direta ou indiretamente, pelo Po-
B. É criada por lei, mas sua existência legal depende do der Público.
registro do seu estatuto na Junta Comercial.
C. É criada por lei para desempenhar, com exclusivida- IPSM – Procurador – 2018 – QUESTÃO 266. Os pro-
de, funções de caráter econômico, que sejam próprias e cedimentos previstos na Lei n° 12.527/11 destinam-se a
típicas do Estado. assegurar o direito fundamental de acesso à informação e
D. Sua extinção, assim como sua criação, somente pode devem ser executados em conformidade com os princípios
ocorrer por meio de lei de iniciativa do Poder Executivo. básicos da Administração Pública, observando-se:
E. Tem personalidade jurídica, patrimônio e receitas A. a utilização de meios de comunicação viabilizados
próprias, mas está subordinada ao controle hierárquico do pela tecnologia da informação.
Ministério ou Secretaria ao qual se encontra vinculada. B. o desenvolvimento do controle externo exercido pe-
los órgãos de controle sobre a Administração Pública.
C. a divulgação de informações de interesse público,
mediante solicitação do interessado.
D. a observância da publicidade, vedada, em qualquer
hipótese, a existência de sigilo sobre as informações de in-
teresse público.
E. o fomento ao desenvolvimento da cultura da prote-
ção da informação na Administração Pública.

90
LIVRO DE QUESTÕES

TCE/SP - Agente de Fiscalização – 2017 – QUESTÃO Prefeitura de Marília/SP - Procurador Jurídico –


267. O regime jurídico dos contratos administrativos, ins- 2017 – QUESTÃO 271. Na modalidade licitatória do pre-
tituído pela Lei de Licitações e Contratos, confere à Ad- gão, disciplinada pela Lei Federal n°10.520/02, encerrada
ministração, em relação a eles, a prerrogativa de tomar a etapa competitiva e ordenadas as ofertas, o pregoeiro
determinadas medidas de forma unilateral, mesmo sem a procederá à abertura do invólucro contendo
concordância do contratado, exceto: A. os documentos de habilitação do licitante que apre-
A. rescindi-los na hipótese de dissolução da sociedade sentou a melhor proposta.
contratada. B. a proposta detalhada, com a composição dos custos
B. aplicar sanções motivadas pela inexecução total ou unitários discriminada.
parcial do ajuste. C. uma declaração do licitante de que cumpriu todas as
C. rescindi-los no caso de atraso injustificado no início exigências fixadas no edital.
da obra, serviço ou fornecimento. D. uma declaração do licitante de que sua proposta foi
D. alterar suas cláusulas econômico-financeiras e mo- elaborada de forma independente.
netárias. E. uma declaração do licitante de que possui as qualifi-
E. modificá-los para melhor adequação às finalidades cações técnico-operacional e técnico-profissional previstas
de interesse público, respeitados os direitos do contratado. no edital.

TCE/SP - Agente de Fiscalização – 2017 – QUESTÃO Prefeitura de Marília/SP - Procurador Jurídico –


268. Assinale a alternativa que contempla um tipo de ato 2017 – QUESTÃO 272. Considere a seguinte situação hi-
administrativo dotado do atributo da imperatividade. potética.
A. Autorização para conceder o uso de bem público. A Prefeitura de Marília possui um terreno sem afeta-
B. Licença de funcionamento de comércio. ção a alguma finalidade pública, que poderia ser utilizado,
C. Permissão de serviço público. por sua localização, como estacionamento. Então, o Poder
D. Sentença judicial. Público procede a adequação do terreno à finalidade de
E. Decreto de desapropriação. que sirva como estacionamento, construindo uma peque-
na guarita e instalando muros e portões. Estando o terreno
TCE/SP - Agente de Fiscalização – 2017 – QUESTÃO pronto para receber um estacionamento, é correto afirmar
269. Assinale a alternativa correta a respeito da licitação e que o Executivo Municipal
de seu procedimento. A. não poderá usar o terreno da forma prevista, pois os
A. A licitação será sigilosa, sendo vedado, ao público, bens públicos são de uso comum, não havendo nenhuma
o acesso aos atos de seu procedimento, salvo quanto ao hipótese de uso privativo, como pretende a Municipalidade.
conteúdo das propostas até a respectiva abertura. B. poderá fazer licitação para a concessão de bem pú-
B. As normas de licitações e contratos devem privilegiar blico, para que a exploração fique a cargo de particular, que
o tratamento diferenciado e favorecido às microempresas e remuneraria a Administração Municipal.
empresas de pequeno porte na forma da lei. C. poderá fazer licitação para a concessão de serviço
C. No procedimento licitatório, é obrigatório incluir no público impróprio, sujeita ao regime de concessões e per-
objeto da licitação a forma de obtenção de recursos finan- missões da Lei Federal n° 8.987/95.
ceiros para sua execução, qualquer que seja a sua origem. D. poderá explorar diretamente o terreno como esta-
D. A lei veda que, no processo de licitação, sejam esta- cionamento, mas não poderá fazê-lo mediante descentrali-
belecidas preferências para produtos, serviços ou empresas zação à iniciativa privada.
nacionais em detrimento dos similares estrangeiros. E. poderá descentralizar a exploração do estaciona-
E. É vedada pela lei a contratação de obras e serviços, mento à iniciativa privada, por meio de uma concessão pa-
por licitação, a serem executados por meio de empreitada trocinada.
por preço unitário.
Prefeitura de Marília/SP - Procurador Jurídico –
TCE/SP - Agente de Fiscalização – 2017 – QUESTÃO 2017 – QUESTÃO 273. A competência para declarar a uti-
270. Se alguém dispensar ou inexigir licitação fora das hi- lidade pública ou o interesse social do bem com vistas à
póteses previstas em lei, a Lei n° 8.666/93 prevê, expressa- futura desapropriação é
mente, como penalidade para essa conduta, A. da União, exclusivamente.
A. detenção e multa B. dos Estados, exclusivamente.
B. apenas multa de até 100 salários-mínimos. C. dos Municípios, exclusivamente.
C. proibição de contratar com o poder público. D. da União e dos Estados, concorrentemente.
D. suspensão dos direitos políticos. E. da União, dos Estados, dos Municípios e do Distrito
E. multa de até 100 vezes o valor do prejuízo causado. Federal.

91
LIVRO DE QUESTÕES

Prefeitura de Marília/SP - Procurador Jurídico – IPRESB/SP - Analista de Processos Previdenciários –


2017 – QUESTÃO 274. Suponha-se que um determinado 2017 – QUESTÃO 276. Considerando o que dispõe a Cons-
agente público vinculado ao Município de Marília atue tituição Federal acerca dos servidores públicos, assinale a
para frustrar a licitude de processos licitatórios e com isso alternativa correta.
acumule recursos suficientes para comprar uma casa e um A. O membro de Poder, o detentor de mandato eletivo,
veículo, caracterizando enriquecimento ilícito e, conse- os Ministros de Estado e os Secretários Estaduais e Mu-
quentemente, ato de improbidade administrativa. Instau- nicipais serão remunerados exclusivamente por proventos
rada a ação cabível, o agente público vem a falecer e seus fixados em parcela única.
filhos reclamam ter direito aos bens deixados pelo pai, B. Os servidores do regime próprio de previdência se-
inclusive os resultantes do ilícito administrativo. Alegam rão aposentados, compulsoriamente, com proventos pro-
os herdeiros do agente público que não praticaram ato de porcionais ao tempo de contribuição, aos 70 (setenta) anos
improbidade e que não estão sujeitos à perda dos bens. de idade, ou aos 75 (setenta e cinco) anos de idade, na
Diante do previsto na Lei Federal n°8.429/92, os filhos do forma de lei complementar.
agente público C. Os proventos de aposentadoria e as pensões, por
A. não têm razão, pois no microssistema da Lei de ocasião de sua concessão, não poderão ser menores do
Improbidade Administrativa, o perdimento dos bens é que a remuneração do respectivo servidor, no cargo efetivo
determinado liminarmente e, somente caso a ação seja em que se deu a aposentadoria ou que serviu de referência
julgada improcedente, caberá ressarcimento, em dinheiro, para a concessão da pensão.
aos herdeiros. D. O tempo de serviço federal, estadual ou municipal
B. têm razão, pois apesar de eventualmente serem será contado para efeito de aposentadoria e o tempo de
provados atos de improbidade administrativa, os filhos contribuição correspondente para efeito de disponibilida-
não respondem pelos atos de improbidade praticados de.
pelo pai, cuja responsabilidade é personalíssima. E. A lei não poderá estabelecer forma de contagem de
C. não têm razão, pois no caso de enriquecimento ilí- tempo de contribuição fictício, a não ser para efeitos de
disponibilidade.
cito, não só o agente público perderá os bens ou valores
acrescidos ao seu patrimônio, como também o terceiro
IPRESB/SP - Analista de Processos Previdenciários
beneficiário.
– 2017 – QUESTÃO 277. De acordo com a organização
D. têm razão, pois as sanções previstas na Lei de Im-
administrativa da União, esse tipo de pessoa caracteriza-se
probidade Administrativa são de perda da função pública
por ser regida pelo direito privado, não possui privilégios
e de suspensão dos direitos políticos, mas não alcançam a
tributários, desenvolve atividade atípica de Estado e está
esfera patrimonial do agente público.
sujeita ao controle estatal. Trata-se, portanto, de
E. não têm razão, pois segundo o previsto na Lei de
A. autarquia.
Improbidade Administrativa, os herdeiros do agente pú- B. empresa pública.
blico devem perder os bens ilicitamente adquiridos pelo C. ministério federal.
pai, bem como ressarcir o erário integralmente, pagar a D. autarquia especial.
multa eventualmente cominada e absterem-se de contra- E. fundação pública.
tar com o Poder Público.
IPRESB/SP - Analista de Processos Previdenciários –
IPRESB/SP - Analista de Processos Previdenciários 2017 – QUESTÃO 278. Os agentes públicos que possuem
– 2017 – QUESTÃO 275. Sobre a desapropriação, a Carta um vínculo contratual com as entidades de direito público
Magna brasileira dispõe que são denominados de
A. será paga em títulos da dívida pública quando o A. agentes políticos.
imóvel for para uso do próprio poder público. B. agentes honoríficos.
B. a utilidade pública é uma das finalidades que em- C. servidores efetivos.
basam o procedimento de desapropriação. D. servidores militares.
C. ela será implementada sobre bens imóveis, mas a E. servidores celetistas.
Constituição veda que recaia sobre bens móveis ou di-
reitos. IPRESB/SP - Analista de Processos Previdenciários
D. o pagamento ao proprietário do bem desapropria- – 2017 – QUESTÃO 279. De acordo com o que estabelece
do será feito imediatamente após o trânsito em julgado a Constituição Federal, assinale a alternativa que contem-
da ação de desapropriação. pla um exemplo que pode ser considerado como cargo em
E. a Constituição Federal veda, expressamente, a de- confiança de livre nomeação e exoneração.
sapropriação de bens públicos. A. Coordenadora de creche.
B. Procurador do Estado.
C. Assessor de Vereador.
D. Guarda Municipal.
E. Defensor Público.

92
LIVRO DE QUESTÕES

IPRESB/SP - Analista de Processos Previdenciários – IPRESB/SP - Analista de Processos Previdenciários


2017 – QUESTÃO 280. Assinale a alternativa correta a res- – 2017 – QUESTÃO 285. Assinale a alternativa correta a
peito do poder de polícia. respeito da convalidação de atos administrativos por parte
A. O poder de polícia administrativa distingue-se do po- da Administração pública.
der de polícia judiciária porque o primeiro é preventivo e o A. A impugnação do interessado não constituiu impe-
segundo, repressivo. dimento à convalidação do ato.
B. Tem por meio de atuação os atos administrativos e B. Os vícios quanto à competência do ato impedem a
operações materiais, não podendo, todavia, estabelecer nor- sua convalidação.
mas gerais e abstratas. C. A prescrição torna prescindível a convalidação do
C. Uma das suas características é a discricionariedade, ato.
como regra, por meio da qual a lei deixa ao administrador D. Atos viciados em sua forma não são passíveis de
certa margem de liberdade na execução da norma. convalidação.
D. Em sua execução, não pode chegar ao limite de impor E. Se o ato é apenas anulável, é dever da Administra-
restrições aos direitos individuais do cidadão. ção convalidá-lo, independentemente dos efeitos por ele
E. Por intermédio dele, a Administração atua com os
gerados.
próprios meios, mas deve executar suas decisões por inter-
médio de intervenção do Poder Judiciário.
IPRESB/SP - Analista de Processos Previdenciários –
IPRESB/SP - Analista de Processos Previdenciários 2017 – QUESTÃO 286. Considerando o disposto na Lei de
– 2017 – QUESTÃO 281. Sobre os atos administrativos, é Improbidade Administrativa, Lei n° 8.429/92, a conduta de
correto afirmar que “revelar fato ou circunstância de que tem ciência em razão
A. produção de atos administrativos é de exclusividade das atribuições e que deva permanecer em segredo”
do Poder Executivo. A. não se constitui em ato de improbidade adminis-
B. a locação de um imóvel por parte do Município é um trativa.
típico ato administrativo. B. será punida apenas na hipótese de a conduta ter re-
C. a competência para a prática do ato é irrevogável e irre- sultado em prejuízo aos cofres públicos.
nunciável, não admitindo, portanto, a delegação ou avocação. C. terá a punição agravada em dois terços da pena se o
D. são caracterizados por serem dotados de presunção autor da conduta se enriqueceu indevidamente.
de veracidade absoluta. D. acarretará multa ao autor, a demissão do servidor
E. de modo geral, são escritos, mas podem, em certos público e a pena de prisão por até um ano.
casos, ser expedidos oralmente. E. é um tipo de ato de improbidade administrativa que
atenta contra os princípios da administração.
IPRESB/SP - Analista de Processos Previdenciários –
2017 – QUESTÃO 282. Robertson, passando-se por um fun- IPRESB/SP - Analista de Processos Previdenciários
cionário público, praticou ato que, em tese, seria um ato admi- – 2017 – QUESTÃO 287. É direito assegurado constitucio-
nistrativo. Nessa hipótese, pode-se afirmar que o ato praticado nalmente aos servidores ocupantes de cargo público:
por Robertson é A. seguro-desemprego.
A. inexistente. B. fundo de garantia do tempo de serviço.
B. nulo. C. salário-mínimo.
C. anulável. D. piso salarial proporcional à extensão e à complexi-
D. imperfeito. dade do trabalho.
E. inválido.
E. proibição de qualquer discriminação no tocante a
salário e critérios de admissão do trabalhador portador de
IPRESB/SP - Analista de Processos Previdenciários –
deficiência.
2017 – QUESTÃO 283. É um exemplo de serviço público
denominado de uti singuli:
A. iluminação pública. IPRESB/SP - Agente Previdenciário – 2017 – QUES-
B. policiamento. TÃO 288. O servidor que, a serviço, afastar-se da sede, em
C. asfaltamento de ruas. caráter eventual ou transitório, para outro ponto do ter-
D. fornecimento de água. ritório nacional ou para o exterior, fará jus a passagens e
E. limpeza pública. valor destinado a indenizar as parcelas de despesas com
pousada, alimentação e locomoção urbana. Esse valor é
IPRESB/SP - Analista de Processos Previdenciários – denominado:
2017 – QUESTÃO 284. No que tange à concessão de servi- A. compensação.
ço público, é correto afirmar que a subconcessão B. adiantamento.
A. é vedada. C. indenização.
B. será sempre precedida de concorrência. D. diária.
C. independe de autorização do poder concedente. E. reembolso.
D. é admitida apenas nas concessões patrocinadas.
E. é permitida, mas o subconcessionário não se subroga
nos direitos do subconcedente.

93
LIVRO DE QUESTÕES

IPRESB/SP - Agente Previdenciário – 2017 – QUES- A. constitui ato de improbidade administrativa que im-
TÃO 289. O servidor titular de cargo efetivo, quando cedi- porta enriquecimento ilícito.
do a órgão ou entidade de outro ente da federação, vincu- B. constitui ato de improbidade administrativa que
la-se ao regime de previdência causa prejuízo ao erário.
A. estabelecido pela lei do ente Federativo em que tra- C. constitui ato de improbidade administrativa que
balha. atenta contra os princípios da Administração Pública.
B. dos servidores públicos federais. D. constitui ato de improbidade administrativa decor-
C. do órgão ou ente em que estiver prestando serviços. rente de concessão ou aplicação indevida de benefício fi-
D. geral, aplicável a todos os trabalhadores da iniciativa nanceiro ou tributário.
privada. E. não constitui ato de improbidade, pois o uso não era
E. do órgão de origem. em proveito próprio, mas sim de quaisquer cidadãos que
frequentem o curso.
IPRESB/SP - Agente Previdenciário – 2017 – QUES-
TÃO 290. Em defesa dos consumidores locais, a Prefeitura IPRESB/SP – Controlador Interno – 2017 – QUESTÃO
Municipal de Barueri, por meio de seus órgãos, impõe mul- 293. A Administração, de acordo com o princípio da ju-
ta e interdita um supermercado em que havia disparidade ridicidade, encontra-se submetida a todo o ordenamento
de preços, já que estes, registrados no caixa, eram muito jurídico e não apenas à lei em sentido formal. Isso decorre
maiores do que aqueles que constavam das gôndolas. A do reconhecimento da supremacia material exercida pela
atuação da Prefeitura Municipal, nesse caso, é decorrente Constituição Federal. Tal concepção tem importantes re-
do poder flexos no sistema de controle da Administração Pública. A
A. intrínseco. respeito desse tema, assinale a alternativa correta.
B. de polícia. A. O Poder Judiciário pode, em regra, substituir a deci-
C. hierárquico. são discricionária adotada pelo Poder Executivo pela medi-
D. disciplinar. da que julgar mais adequada ao atendimento do interesse
E. regulamentar. público.
B. O controle exercido pela Administração Pública
IPRESB/SP - Agente Previdenciário – 2017 – QUES- sobre os atos desenvolvidos pelos entes que integram a
Administração Indireta é chamado de autotutela e o seu
TÃO 291. Considere as seguintes afirmações acerca dos
exercício independe de previsão legal.
atributos dos atos administrativos.
C. Os casos de controle Parlamentar exercido sobre o
I. É o atributo pelo qual o ato produz efeitos imediata-
Poder Executivo abrangem tanto as hipóteses constantes
mente, até que, eventualmente, seja decretada sua invali-
expressamente na Constituição Federal como também po-
dade pela própria Administração ou pelo Poder Judiciário.
dem abranger outras modalidades criadas pela legislação
II. É o atributo pelo qual os atos administrativos se im-
infraconstitucional.
põem a terceiros, independentemente de sua concordância.
D. O Poder Judiciário pode controlar a legalidade dos
III. É o atributo pelo qual o ato administrativo pode ser atos dos Poderes Legislativo e Executivo, no que se inclui a
posto em execução pela própria Administração Pública, possibilidade de revogá-los por motivos de conveniência e
sem necessidade de intervenção do Poder Judiciário. oportunidade.
Assinale a alternativa que associa, corretamente, a afir- E. O ordenamento jurídico brasileiro não adotou o sis-
mação ao atributo do ato administrativo a que ela corres- tema do contencioso administrativo originário da França,
ponde. mas sim o sistema da jurisdição una de origem norte-ame-
A. I – tipicidade; II – exigibilidade; III – presunção de ricana e inglesa.
legalidade.
B. I – autoexecutoriedade; II – presunção de legalidade; IPRESB/SP – Controlador Interno – 2017 – QUES-
III – imperatividade. TÃO 294. Encontra-se no rol de cláusulas exorbitantes a
C. I – presunção de legitimidade e veracidade; II – tipi- prerrogativa que a Administração Pública possui de aplicar
cidade; III – autoexecutoriedade. sanções ao contratado. A respeito dessa temática, é correto
D. I – exigilidade; II – imperatividade; III – presunção de afirmar que
legalidade. A. o atraso injustificado na execução do contrato sujei-
E. I – presunção de legitimidade e veracidade; II – impe- tará o contratado à multa de mora, conforme previsto no
ratividade; III – autoexecutoriedade. contrato, mas impedirá que a Administração aplique outras
sanções mencionadas na Lei n° 8.666/93.
IPRESB/SP - Agente Previdenciário – 2017 – QUES- B. a pena imposta será duplicada quando os autores
TÃO 292. Considere a seguinte situação hipotética: servi- dos crimes previstos na Lei n° 8.666/93 forem ocupantes de
dor do Instituto de Previdência Social dos Servidores de cargo em comissão ou de função de confiança em órgão
Barueri utiliza a máquina copiadora e papel sulfite, exis- da Administração Direta ou Indireta.
tentes na repartição, para tirar cópias de material que em- C. de acordo com a jurisprudência do STJ, a penalidade
pregará em aulas voluntárias sobre cidadania, que ministra, de suspensão de contratar (art. 87, III, Lei n° 8.666/1993)
gratuitamente, aos sábados, fora do horário do expediente. não produz efeitos apenas em relação ao ente federativo
A conduta do servidor, à luz da Lei Federal n° 8.429/92, sancionador, mas alcança toda a Administração Pública.

94
LIVRO DE QUESTÕES

D. pela inexecução total ou parcial do contrato, a Admi- Prefeitura de São José dos Campos/SP – Procurador
nistração poderá, ex officio, independentemente de prévia – 2017 – QUESTÃO 297. Quanto aos contratos administra-
defesa, aplicar ao contratado a sanção de declaração de inido- tivos, nos termos da Lei n° 8.666/1993, assinale a afirmação
neidade para licitar ou contratar com a Administração Pública. correta.
E. a multa, aplicada após regular processo administrativo, A. É vedado o contrato administrativo com prazo de
não poderá ser descontada da garantia do respectivo contra- vigência indeterminado.
tado, devendo a Administração cobrá-la judicialmente. B. Não é permitido conferir tratamento diferenciado e
favorecimento às microempresas e empresas de pequeno
IPRESB/SP – Controlador Interno – 2017 – QUESTÃO porte, por ferir o princípio da isonomia.
295. Em relação ao regime de previdência dos servidores C. O gestor deve sempre exigir prestação de garantia
titulares de cargos efetivos da União, dos Estados, do Dis- nas contratações de obras, serviços e compras.
trito Federal e dos Municípios, estabelece o artigo 40 da D. As cláusulas econômico-financeiras dos contratos
Constituição Federal: administrativos podem ser alteradas unilateralmente pela
A. os proventos de aposentadoria e as pensões, por Administração Pública.
ocasião de sua concessão, não poderão ser superiores ao E. É nulo e de nenhum efeito todo e qualquer contrato
dobro da remuneração do respectivo servidor, no cargo verbal com a Administração Pública.
efetivo em que se deu a aposentadoria ou que serviu de
referência para a concessão da pensão. Prefeitura de São José dos Campos/SP – Procurador
B. é vedada a adoção de requisitos e critérios diferen- – 2017 – QUESTÃO 298. Nos termos da Lei n° 8.666/1993,
ciados para a concessão de aposentadoria aos abrangidos é verdadeira a seguinte afirmação:
pelo regime de que trata este artigo, ressalvados, nos ter- A. as obras e serviços somente poderão ser licitados
mos definidos em leis complementares, os casos de servi- quando existir previsão de recursos orçamentários que as-
dores que exerçam atividades de risco. segurem o pagamento no exercício financeiro do ano se-
C. o tempo de contribuição federal, estadual ou muni- guinte da sua execução.
cipal será contado para efeito de disponibilidade e o tempo B. se as obras e serviços forem licitados sem orçamento
de serviço correspondente para efeito de aposentadoria. detalhado em planilhas que expressem a composição de
D. ao servidor ocupante, exclusivamente, de cargo em todos os seus custos unitários, pode implicar na nulidade
comissão declarado em lei de livre nomeação e exonera- dos atos ou contratos realizados e a responsabilidade de
ção bem como de outro cargo temporário ou de emprego quem lhes tenha dado causa.
público, aplica-se o regime próprio de previdência social C. somente o Ministério Público e os órgãos de contro-
estabelecido pela União, Estados, Distrito Federal, dos Mu- le interno da Administração Pública podem requerer desta
nicípios e de suas autarquias. última os quantitativos das obras e preços unitários de de-
E. é vedada a percepção de mais de uma aposentado- terminada obra licitada.
ria à conta do regime de previdência previsto neste artigo, D. os contratos para a prestação de serviços técnicos
mesmo que decorrentes de cargos acumuláveis. profissionais especializados deverão, obrigatoriamente, ser
celebrados mediante a realização de concurso, com estipu-
Prefeitura de São José dos Campos/SP – Procurador lação prévia de prêmio ou remuneração.
– 2017 – QUESTÃO 296. Um determinado prédio público, E. é possível incluir no objeto de licitação o forneci-
situado na Rua das Flores do Município de São José dos mento de materiais e serviços sem previsão de quantida-
Campos, funcionava como Creche Municipal, e em razão de des ou cujos quantitativos não correspondam às previsões
um grande abalo sísmico, o imóvel ficou totalmente des- reais do projeto básico ou executivo.
truído e sem destinação, tendo sido a Creche transferida
para outro imóvel público, situado na Alameda dos Sabiás. Prefeitura de São José dos Campos/SP – Procurador
A partir desse fato hipotético, assinale a alternativa correta. – 2017 – QUESTÃO 299. Nos termos da n° Lei 8.666/1993,
A. A Creche da Rua das Flores tinha afetação ao uso co- A. toda anulação de procedimento licitatório gera obri-
mum, permanecendo nessa condição, apesar do acidente gação de indenizar.
geográfico e não mais funcionar como repartição pública. B. no caso de desfazimento do processo licitatório, fica
B. Com a destruição do imóvel da Rua das Flores, hou- assegurado o contraditório e a ampla defesa.
ve sua desafetação como de uso especial, trespassando-se C. não é possível a revogação de licitação por razões de
automaticamente como imóvel com afetação ao uso co- interesse público decorrente de fato superveniente.
mum. D. a anulação ou revogação da licitação não pode ser
C. O fato da natureza (abalo sísmico) determinou a de- realizada de ofício, ainda que por motivo de ilegalidade.
safetação do prédio da Rua das Flores como bem de uso E. a revogação da licitação não pode ser realizada pela
especial para a categoria de bem dominical. mesma autoridade competente para a aprovação do pro-
D. A desafetação do imóvel da Rua das Flores como cedimento licitatório.
de uso comum somente poderá ocorrer por meio de lei
expressa nesse sentido.
E. O imóvel da Alameda dos Sabiás, com a transferên-
cia da Creche, passou a ser considerado bem dominical.

95
LIVRO DE QUESTÕES

Prefeitura de São José dos Campos/SP – Procurador C. O plano do Prefeito é ilegal, pois a decisão deve an-
– 2017 – QUESTÃO 300. No que tange à parceria público- tes ser ratificada pelo Poder Legislativo.
-privada, considerando os termos da Lei n° 11.079/2004, D. A decisão do Prefeito não pode ser objeto de ques-
assinale a alternativa correta. tionamento perante o Poder Judiciário, nem mesmo no que
A. É vedada a celebração de contrato de parceria pú- tange à legalidade.
blico-privada cujo valor do contrato seja superior a R$ E. As obras de recapeamento asfáltico, por se caracte-
20.000.000,00 (vinte milhões de reais). rizarem como ato discricionário, não se submetem ao con-
B. Concessão patrocinada é o contrato de prestação trole de legalidade.
de serviços de que a Administração Pública seja a usuária
direta ou indireta, ainda que envolva execução de obra ou Prefeitura de São José dos Campos/SP – Procura-
fornecimento e instalação de bens. dor – 2017 – QUESTÃO 303. Joana da Silva submeteu-se
C. A contratação de parceria público-privada não se a uma cirurgia em um hospital público municipal para a
aplica às sociedades de economia mista. retirada de um tumor maligno situado em um rim e que
D. Parceria público-privada é o contrato administrativo resultou na perda desse órgão, acarretando sobrecarga no
de concessão e permissão, nas modalidades patrocinada rim remanescente e piora na sua qualidade de vida. Em
razão disso, a cidadã decide ingressar com ação judicial,
ou administrativa.
visando recebimento de indenização em razão da perda do
E. É vedada a celebração de contrato de parceria públi-
rim. A partir desses fatos hipotéticos, assinale a alternativa
co-privada que tenha como objeto único o fornecimento
correta.
de mão de obra, o fornecimento e instalação de equipa-
A. Como Joana da Silva foi tratada em hospital muni-
mentos ou a execução de obra pública. cipal, tanto o médico quanto o hospital respondem objeti-
vamente pelo dano sofrido, bastando à autora comprovar
Prefeitura de São José dos Campos/SP – Procura- o dano.
dor – 2017 – QUESTÃO 301. Consoante site da Prefeitura B. Joana da Silva deve ingressar com ação somente
de São José dos Campos: “O Instituto de Previdência do contra o médico que realizou a cirurgia, que responde ob-
Servidor Municipal de São José dos Campos – IPSM é uma jetivamente pelo dano sofrido.
entidade autárquica, sem fins lucrativos. É o órgão gestor C. Na seara médica vigora o princípio da irresponsabi-
do Regime Próprio de Previdência do Município. Seu com- lidade estatal, não cabendo a propositura de ação contra
promisso é atender às necessidades do servidor municipal o Município.
de São José dos Campos, concedendo benefícios, prestan- D. Para a responsabilização do médico, Joana da Silva
do serviços aos seus segurados e dependentes.” deve comprovar a existência de culpa, pois na seara médica
Podemos afirmar corretamente que o IPSM: vigora o princípio da responsabilidade subjetiva, eis que a
A. integra a Administração Pública Direta do Município, ação médica é considerada obrigação de meio e não de
com personalidade jurídica de direito público. resultado.
B. integra a Administração Pública Indireta, possuindo E. Como a retirada do rim se caracterizou em ato co-
personalidade jurídica de direito privado. missivo, o médico e o hospital respondem objetivamente
C. não integra a Administração Pública do Município, pelos danos sofridos por Joana da Silva.
possuindo personalidade jurídica de direito privado.
D. integra a Administração Pública Indireta, possuindo Prefeitura de São José dos Campos/SP – Procurador
personalidade jurídica de direito público. – 2017 – QUESTÃO 304. Considere que um servidor públi-
E. sendo uma autarquia é pessoa jurídica de direito pú- co estatutário fazia jus à gratificação mensal por atividade
blico, instituída para desempenhar atividades administrati- especial desde 2010 e não a recebe. Resolve ingressar com
vas sob regime de direito privado. ação judicial somente em 2017, buscando o recebimento
da gratificação, bem como os atrasados. A partir desse fato
hipotético, é correta a seguinte afirmação:
Prefeitura de São José dos Campos/SP – Procura-
A. o servidor fará jus ao recebimento das parcelas an-
dor – 2017 – QUESTÃO 302. Considere que o prefeito de
teriores ao quinquênio contado da propositura da ação e
São José dos Campos pretenda promover o recapeamento
não desde 2010.
asfáltico, iniciando pelas ruas que dão acesso às Rodovias B. o servidor não tem direito a receber o benefício em
Estaduais, e postergar para o ano seguinte o recapeamento razão da prescrição do fundo de direito.
das ruas que dão acesso aos bairros periféricos, cujo asfal- C. como o servidor ainda se encontra em atividade, não
to se encontra em igual condição precária de conservação, ocorreu a prescrição do direito, fazendo jus ao recebimento
diante da constatação de que existe maior tráfego urbano da gratificação desde 2010.
em direção às rodovias. Com relação a essa hipotética si- D. o prazo prescricional para a propositura da ação é
tuação, assinale a alternativa correta. de três anos contado da data em que o mesmo vier a se
A. Trata-se de ato vinculado, sendo ilegal a decisão to- desligar do serviço público.
mada pelo Poder Executivo. E. o direito do servidor de ingressar com a ação é con-
B. A decisão do Prefeito se caracteriza como ato dis- tado do início da violação do direito, pelo princípio da actio
cricionário, calcado nos critérios de conveniência e opor- nata, estando prescrito em razão do decurso do prazo trie-
tunidade. nal para a propositura da ação.

96
LIVRO DE QUESTÕES

Prefeitura de São José dos Campos/SP – Procurador DPE/RO - Defensor Público Substituto – 2017 –
– 2017 – QUESTÃO 305. Sobre a desapropriação, assinale QUESTÃO 308. Os atos de improbidade administrativa
a alternativa correta. importarão a suspensão dos direitos políticos, a perda da
A. O prazo de caducidade da declaração de utilidade função pública, a indisponibilidade dos bens e o ressarci-
pública para desapropriação realizada com fundamento mento ao erário, na forma e na gradação previstas na Lei
em necessidade ou utilidade pública é de dois anos. nº 8.429/1992, a qual
B. União, Estados, Município e Distrito Federal podem A. não admite a transação, bem como destina o pro-
promover desapropriação por interesse social para fins de duto da condenação, conforme o caso, à pessoa jurídica
reforma agrária. prejudicada pelo ilícito.
C. As hipóteses legais de desapropriação são taxativas, B. prevê que as ações destinadas a levar a efeito as
ou seja, somente é possível desapropriar nas hipóteses pre- sanções nela previstas não estão sujeitas à prescrição.
vistas em lei. C. atribui legitimidade ao Ministério Público, à pessoa
D. Toda desapropriação deve ser precedida de paga- jurídica interessada e à Defensoria Pública para a proposi-
mento de indenização prévia, justa e em dinheiro. tura de ação com vistas à imposição das sanções.
E. As obras de higiene e decoração não podem ser hi- D. impõe à pessoa jurídica a assunção do polo ati-
póteses de desapropriação por utilidade pública. vo da relação processual, ao lado do Ministério Público,
quando a ação for proposta por este.
Prefeitura de São José dos Campos/SP – Procura- E. prevê a aplicação da pena de ressarcimento, inde-
dor – 2017 – QUESTÃO 306. Com relação às concessões pendentemente da efetiva ocorrência de dano ao patri-
públicas, assinale a alternativa correta. mônio público, que é presumido.
A. Deve constar do edital de concorrência para outorga
de concessão o prazo previsto para sua duração. DPE/RO - Defensor Público Substituto – 2017 –
B. O poder concedente nunca pode, ainda que em ra- QUESTÃO 309. Parte significativa dos conflitos agrários
zão de conveniência e oportunidade, extinguir a concessão tem origem na ocupação irregular de terras. A desapro-
antes de findo o prazo ou alterar o seu prazo da concessão. priação por interesse social, para fins de reforma agrária,
C. O poder concedente não pode alterar unilateral- é mecanismo de pacificação que pode ser utilizado
mente as cláusulas regulamentares, alterando as condições A. pela União, que poderá, com essa finalidade, desa-
de funcionamento do serviço. propriar a pequena e média propriedade rural, ainda que
D. É possível a modificação do objeto da concessão se seu proprietário não possua outra, desde que a indeniza-
houver concordância do concessionário. ção seja prévia e em dinheiro.
E. O concessionário de serviço público deve ser remu- B. pelo Município, o qual poderá desapropriar o imó-
nerado unicamente mediante tarifa cobrada diretamente
vel rural que não esteja cumprindo sua função social, me-
dos usuários.
diante prévia e justa indenização em dinheiro.
C. pelo Estado de Rondônia, o qual poderá desapro-
DPE/RO - Defensor Público Substituto – 2017 –
priar o imóvel rural que não esteja cumprindo sua função
QUESTÃO 307. Um cidadão, juridicamente necessitado,
social, mediante prévia e justa indenização em títulos da
procura a Defensoria Pública solicitando que fosse dedu-
dívida pública.
zida pretensão em face do Estado de Rondônia, pleiteando
D. pela União, que poderá desapropriar o imóvel ru-
indenização pela morte do filho, ocasionada por policial
ral onde se verifique o cultivo de plantas psicotrópicas,
militar durante uma reintegração de posse. Ao atendê-lo,
seria correto responder-lhe que mediante indenização prévia em títulos da dívida pública.
A. a ação pode ser ajuizada e a chance de êxito é plena, E. pela União, a qual poderá desapropriar o imóvel ru-
pois nosso ordenamento jurídico adotou a teoria do risco ral que não esteja cumprindo sua função social, median-
integral, devendo o Estado de Rondônia ser responsabiliza- te prévia e justa indenização em títulos da dívida agrária,
do, bastando a comprovação do dano e sua extensão. com cláusula de preservação do valor real.
B. o sucesso da demanda dependerá da demonstração
do dano, da existência de nexo deste com a ação policial DPE/RO - Defensor Público Substituto – 2017 –
e da inexistência da prática de ato, pela vítima, que legiti- QUESTÃO 310. A Defensoria Pública é instituição perma-
masse referida ação. nente e essencial à função jurisdicional do Estado. Aos
C. como defensor público, não pode ajuizar ação con- seus servidores aplica-se a seguinte disposição:
tra pessoa jurídica de direito público. A. quando titular de cargo efetivo, é assegurado à
D. precisaria da identificação do policial militar, pois a servidora licença-maternidade com a duração de cento
ação deve ser ajuizada em face dele e da Fazenda Pública e vinte dias.
do Estado de Rondônia, sob pena de extinção. B. ao titular de cargo efetivo é assegurada aposenta-
E. a ação deve ser ajuizada em face do policial militar, doria por invalidez permanente, sendo os proventos pro-
independentemente da demonstração de culpa, desde porcionais ao tempo de contribuição, ainda que decor-
que seja possível identificá-lo e provar que foi o autor rente de acidente em serviço.
dos danos. C. não incidirá contribuição previdenciária sobre os
proventos de aposentadoria e pensão.

97
LIVRO DE QUESTÕES

D. quando titular de cargo efetivo, completadas as exi- Respostas


gências para aposentadoria voluntária, poderá optar por
permanecer em atividade, fazendo jus a um abono de per- 262 - Art. 1° da Lei 10.520/02 (Lei do Pregão), verifica-
manência. -se que esta modalidade de licitação se adequa a realização
E. quando ocupante, exclusivamente, de cargo em co- de procedimento licitatório quando envolver tão somente
missão declarado em lei de livre nomeação e exoneração, a contratação de serviços comuns ou aquisição de bens
deverá ser facultada a sua participação no regime de previ- (comuns), sendo que a contratação de obras ou serviços de
dência complementar. engenharia não poderá se dá sob o manto desta Lei.
“Art. 4° a fase externa do pregão será iniciada com a
Câmara de Sumaré/SP - Procurador Jurídico – 2017 convocação dos interessados e observará as seguintes re-
– QUESTÃO 311. Apesar de ser apontado como um fruto gras:
do Estado de Direito, o Direito Administrativo, enquanto (...) X- para julgamento e classificação das propostas,
objeto de preocupação especial dos operadores jurídicos, será adotado o critério de menor preço, observados os pra-
teve a sua formação intimamente atrelada à atividade da zos máximos para fornecimento, as especificações técnicas
jurisprudência do Conselho de Estado Francês, que, reco- e parâmetros mínimos de desempenho e qualidade defini-
nhecendo a existência de peculiaridades que diferencia- dos no edital”
riam o regime jurídico das relações entre Estado e privados,
identificaram e consagraram uma série de institutos pró- Resposta: B.
prios que caracterizariam esse ramo do Direito sem prévia
intervenção legislativa. 263 - Art. 61. A iniciativa das leis complementares e
Acerca do contencioso administrativo no sistema bra- ordinárias cabe a qualquer membro ou Comissão da Câ-
sileiro, e os seus reflexos no sistema de controle, assinale a mara dos Deputados, do Senado Federal ou do Congresso
alternativa correta. Nacional, ao Presidente da República, ao Supremo Tribunal
A. A forte influência dos doutrinadores franceses no Federal, aos Tribunais Superiores, ao Procurador-Geral da
Brasil se refletiu no modo de estruturação do contencioso
República e aos cidadãos, na forma e nos casos previstos
administrativo, de modo que as decisões administrativas,
nesta Constituição.
em regra, não estão sujeitas a controle pelo Poder Judi-
§ 1º São de iniciativa privativa do Presidente da Repú-
ciário.
blica as leis que:
B. A independência das esferas judicial e administrativa
I - fixem ou modifiquem os efetivos das Forças Arma-
no sistema brasileiro implica na impossibilidade do admi-
das;
nistrado apresentar pedido de reclamação constitucional
II - disponham sobre:
contra decisão administrativa sem que haja uma prévia
a) criação de cargos, funções ou empregos públicos na
provocação do Poder Judiciário em ação própria.
C. O sistema brasileiro, por inspiração americana, ado- administração direta e autárquica ou aumento de sua re-
tou o princípio da inafastabilidade da jurisdição, o que sig- muneração;
nifica que o interesse de agir sempre estará presente numa b) organização administrativa e judiciária, matéria tri-
ação ajuizada por um particular em face do Estado. butária e orçamentária, serviços públicos e pessoal da ad-
D. A jurisprudência do Supremo Tribunal Federal iden- ministração dos Territórios;
tifica que em determinados casos pode ser exigido o prévio c) servidores públicos da União e Territórios, seu regi-
requerimento administrativo como condição para o reco- me jurídico, provimento de cargos, estabilidade e aposen-
nhecimento do interesse de agir da ação judicial, desde tadoria; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 18,
que não se condicione o conhecimento da ação ao total de 1998)
esgotamento da esfera administrativa. d) organização do Ministério Público e da Defensoria
E. No contencioso administrativo brasileiro adotam-se Pública da União, bem como normas gerais para a orga-
princípios do processo civil, como o da vedação da refor- nização do Ministério Público e da Defensoria Pública dos
matio in pejus, de modo que apresentado o recurso admi- Estados, do Distrito Federal e dos Territórios;
nistrativo, o responsável pela interposição não pode ter a e) criação e extinção de Ministérios e órgãos da ad-
sua situação prejudicada no novo julgamento. ministração pública, observado o disposto no art. 84, VI;
(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
f) militares das Forças Armadas, seu regime jurídico,
provimento de cargos, promoções, estabilidade, remune-
ração, reforma e transferência para a reserva. (Incluída pela
Emenda Constitucional nº 18, de 1998)

Resposta: D.

264 - Art. 50. Os atos administrativos deverão ser mo-


tivados, com indicação dos fatos e dos fundamentos jurí-
dicos, quando:

98
LIVRO DE QUESTÕES

I - neguem, limitem ou afetem direitos ou interesses; 268 - A imperatividade pode ser destacada no decreto
II - imponham ou agravem deveres, encargos ou san- de desapropriação, pois, para a edição desse decreto, não é
ções; necessária a concordância do proprietário. A desapropriação é
III - decidam processos administrativos de concurso ou imposta a este mesmo que o proprietário não concorde com
seleção pública; esse ato. Cabe ressaltar que, caso o proprietário não concorde
IV - dispensem ou declarem a inexigibilidade de pro- com o valor da indenização e não com a desapropriação, em si,
cesso licitatório; a Administração não terá como operacionalizar o ato, pois ele
V - decidam recursos administrativos; não é dotado de autoexecutoriedade. Nesse caso, será neces-
VI - decorram de reexame de ofício; sária a propositura de ação judicial de desapropriação.
VII - deixem de aplicar jurisprudência firmada sobre a
questão ou discrepem de pareceres, laudos, propostas e Resposta: E.
relatórios oficiais;
VIII - importem anulação, revogação, suspensão ou 269 - Resposta: B.
convalidação de ato administrativo.
Art. 3º, §14, da Lei 8.666: “As preferências dispostas neste
Resposta: A. artigo e nas demais normas de licitação e contratos devem
privilegiar o tratamento diferenciado e favorecido às mi-
265 - Art. 37. A administração pública direta e indireta croempresas e empresas de pequeno porte na forma da lei.”
de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito E art. 5º-A: “As normas de licitações e contratos devem pri-
Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de lega- vilegiar o tratamento diferenciado e favorecido às microem-
lidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiên- presas e empresas de pequeno porte na forma da Lei.”
cia e, também, ao seguinte:
V - as funções de confiança, exercidas exclusivamente 270 - LEI 8666
por servidores ocupantes de cargo efetivo, e os cargos em Art. 89. Dispensar ou inexigir licitação fora das hipóte-
comissão, a serem preenchidos por servidores de carreira ses previstas em lei, ou deixar de observar as formalidades
nos casos, condições e percentuais mínimos previstos em pertinentes à dispensa ou à inexigibilidade:
lei, destinam-se apenas às atribuições de direção, chefia e Pena - detenção, de 3 (três) a 5 (cinco) anos, e multa.
assessoramento; Parágrafo único. Na mesma pena incorre aquele que,
tendo comprovadamente concorrido para a consumação da
Resposta: B. ilegalidade, beneficiou-se da dispensa ou inexigibilidade ile-
gal, para celebrar contrato com o Poder Público.
266 - Lei 12.527/11
Resposta: A.
Art. 3º Os procedimentos previstos nesta Lei destinam-
-se a assegurar o direito fundamental de acesso à infor-
271 - Art. 4º, XII
mação e devem ser executados em conformidade com os
A fase externa do pregão será iniciado com a convocação
princípios básicos da administração pública e com as se-
dos interessados e observará as seguintes regras: encerra a eta-
guintes diretrizes:
pa competitiva e ordenadas as ofertas, o pregoeiro procederá
I - observância da publicidade como preceito geral e
à abertura do invólucro contendo os documentos de habilita-
do sigilo como exceção (D); ção do licitante que apresentou a melhor proposta para verifi-
II - divulgação de informações de interesse público, in- cação do atendimento das condições fixadas no edital.
dependentemente de solicitações (C);
III - utilização de meios de comunicação viabilizados Resposta: A.
pela tecnologia de informação (A);
IV - fomento ao desenvolvimento da cultura de trans- 272 - Lei 11.079/2004 - Institui normas gerais para licita-
parência (E) na administração pública; ção e contratação de parceria público-privada no âmbito da
V - desenvolvimento do controle social (B) da adminis- administração pública.
tração pública. Art. 2º
§ 1º Concessão patrocinada é a concessão de serviços
Resposta: A. públicos ou de obras públicas de que trata a Lei no 8.987, de
13 de fevereiro de 1995, quando envolver, adicionalmente à
267 - Lei 8.666/93: tarifa cobrada dos usuários contraprestação pecuniária do
Art. 58. O regime jurídico dos contratos administrativos parceiro público ao parceiro privado.
instituído por esta Lei confere à Administração, em relação § 3º Não constitui parceria público-privada a concessão
a eles, a prerrogativa de: comum, assim entendida a concessão de serviços públicos
§ 1º As cláusulas econômico-financeiras e monetárias ou de obras públicas de que trata a Lei no 8.987, de 13 de
dos contratos administrativos não poderão ser alteradas fevereiro de 1995, quando não envolver contraprestação
sem prévia concordância do contratado. pecuniária do parceiro público ao parceiro privado.

Resposta: D. Resposta: B.

99
LIVRO DE QUESTÕES

273 - Resposta: E. 280 - São três os atributos do Poder de Polícia Admi-


Art. 22. Compete privativamente à União legislar sobre: nistrativo:
II - desapropriação; - Autoexecutoriedade, que subdivide-se em: exegibili-
dade e executoriedade.
274 - Art. 6° No caso de enriquecimento ilícito, perderá - Discricionariedade
o agente público ou terceiro beneficiário os bens ou valo- - Coercibilidade.
res acrescidos ao seu patrimônio.
Art. 8° O sucessor daquele que causar lesão ao patri- Resposta: C.
mônio público ou se enriquecer ilicitamente está sujeito às
cominações desta lei até o limite do valor da herança. 281 - Art. 22 da Lei nº 9.784/99: “os atos do processo
administrativo não dependem de forma determina senão
Resposta: C. quando a lei expressamente a exigir”...

275 - Art. 5.º XXIV - a lei estabelecerá o procedimento Resposta: E.


para desapropriação por necessidade ou utilidade pública,
ou por interesse social, mediante justa e prévia indenização 282 - “A usurpação de função, por sua vez, acontece
em dinheiro, ressalvados os casos previstos nesta Consti- quando uma pessoa exerce atribuições próprias de um
tuição; agente público, sem que tenha essa qualidade. Por exem-
plo, uma pessoa que, fingindo ser titular do cargo de juiz,
Resposta: B. passa a celebrar casamentos civis. A conduta é tão grave
que é tipificada como crime no art. 328 do Código Penal
276 - Art. 40 brasileiro. No que concerne às consequências no âmbito
§ 1º II - compulsoriamente, com proventos proporcio- administrativo, o ato praticado pelo usurpador de função
nais ao tempo de contribuição, aos 70 (setenta) anos de - que, inclusive, pratica o crime previsto no art. 328 do Có-
idade, ou aos 75 (setenta e cinco) anos de idade, na forma digo Penal - é considerado inexistente.” Fonte: Direito Ad-
de lei complementar; ministrativo Esquematizado - Ricardo Alexandre - 2016

Resposta: D. Resposta: A.

277 - Art. 173. 283 - Serviços Gerais ou “uti universi” - são aqueles que
§2.º As empresas públicas e as sociedades de econo- a Administração presta o serviço em caráter geral, sem ter
mia mista não poderão gozar de privilégios fiscais não ex- usuários determinados. São realizados em prol para aten-
tensivos às do setor privado. der à coletividade no seu todo. Ex.: polícia, iluminação pú-
blica, calçamento. Daí por que, normalmente, os serviços
Resposta: B. uti universi devem ser mantidos por imposto (tributo geral),
e não por taxa ou tarifa, que é remuneração mensurável e
278 - Regime celetista é regido pela Consolidação das proporcional ao uso individual do serviço.
Leis do Trabalho (CLT). A relação jurídica entre o Estado e o Serviços Individuais ou “uti singuli” - são os que têm
servidor trabalhista no regime celetista é de natureza con- usuários determinados e utilização particular e mensurável
tratual, ou seja, é celebrado um contrato de trabalho. para cada destinatário. Ex.: o telefone, a água e a energia
elétrica domiciliares. São sempre serviços de utilização in-
Resposta: E. dividual, facultativa e mensurável, pelo que devem ser re-
munerados por taxa (tributo) ou tarifa (preço público), e
279 - Art. 40, §1º, INC III: não por imposto.
III – voluntariamente, desde que cumprido tempo mí-
nimo de dez anos de efetivo exercício no serviço público e Resposta: D.
cinco anos no cargo efetivo em que se dará a aposentado-
ria, observadas as seguintes condições: 284 - Lei N.8987/95
a) sessenta anos de idade e trinta e cinco de contribui- Art. 26. É admitida a subconcessão, nos termos previs-
ção, se homem, e cinquenta e cinco anos de idade e trinta tos no contrato de concessão, desde que expressamente
de contribuição, se mulher; autorizada pelo poder concedente.
b) sessenta e cinco anos de idade, se homem, e sessen- § 1º A outorga de subconcessão será sempre precedida
ta anos de idade, se mulher, com proventos proporcionais de concorrência.
ao tempo de contribuição. § 2º O subconcessionário se sub-rogará todos os direi-
tos e obrigações da subconcedente dentro dos limites da
Resposta: D. subconcessão.

Resposta: B.

100
LIVRO DE QUESTÕES

285 - CONVALIDAÇÃO 289 - O servidor titular de cargo efetivo vincula-se ao


Vício de Competência - CONVALIDÁVEL regime de previdência do órgão de origem quando cedido
- Desde que a competência não seja absoluta (exclusiva). a órgão ou entidade de outro ente da federação. (MS
Vício de Forma - CONVALIDÁVEL 27.215 AgR, rel. min. Luiz Fux, j. 10-4-2014, P, DJE de 5-5-
- Desde que a forma não seja essencial. 2014).
EFEITO: EX TUNC
Resposta: E.
REVOGAÇÃO:
Forma de retirada de ATO ADMINISTRATIVO VÁLIDO. 290 - Poder de Polícia: O Poder de Polícia significa res-
Será feito por motivo de mérito (oportunidade e con- tringir, frenar, limitar a atuação do Particular em nome do
veniência). Interesse Público. O Poder de Polícia é, pois a busca de um
EFEITO: EX NUNC Bem-Estar Social. É a prerrogativa de direito público que,
calcada na lei, autoriza a Administração Pública a restringir
ANULAÇÃO:
o uso e o gozo da liberdade e da propriedade em favor do
Ato for inválido - ANULADO
EFEITO: EX TUNC interesse da coletividade.

Resposta: C. Resposta: B.

286 - Lei 8.429/92 291 - Requisitos dos Atos Administrativos:


Art. 11. Constitui ato de improbidade administrativa que a) Competência – para prática do ato, esta decorre de
atenta contra os princípios da administração pública qual- lei. Em tese, ato praticado por agente incompetente deve
quer ação ou omissão que viole os deveres de honestidade, ser anulado;
imparcialidade, legalidade, e lealdade às instituições, e no- b) Forma – Art. 22 da Lei 9.784/1999: Os atos do pro-
tadamente: cesso administrativo não dependem de forma determina-
I - praticar ato visando fim proibido em lei ou regulamento da senão quando a lei expressamente a exigir.;
ou diverso daquele previsto, na regra de competência; c) Finalidade – é o resultado mediato que a adminis-
II - retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de tração pretende alcançar com a prática do ato;
ofício; d) Motivo – é o pressuposto fático (circunstancias que
III - revelar fato ou circunstância de que tem ciência em leva a prática do ato) e de direito (previsão legal ) que de-
razão das atribuições e que deva permanecer em segredo; termina ou autoriza a prática do ato;
e) Objeto – é o Efeito Jurídico imediato que produz o
Resposta: E.
ato, ou seja, aquisição, transformação ou extinção de di-
287 - Art. 39, § 3º, CF: retos.
Aplica-se aos servidores ocupantes de cargo público o dis-
posto no art. 7º, IV, VII, VIII, IX, XII, XIII, XV, XVI, XVII, XVIII, XIX, XX, Atributos dos Atos Administrativos:
XXII e XXX, podendo a lei estabelecer requisitos diferenciados a) Presunção de Legitimidade – presume-se que todos
de admissão quando a natureza do cargo o exigir. os atos praticados pela administração nasçam em confor-
midade com a lei;
Art. 7º São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, b) Autoexecutoriedade – poder que detém a adminis-
além de outros que visem à melhoria de sua condição social: tração de executar seus próprios atos, sem a necessida-
IV - salário mínimo, fixado em lei, nacionalmente unifi- de de recorrer ao judiciário. Porém não são todos os atos
cado, capaz de atender a suas necessidades vitais básicas e que possuem este atributo, como por exemplo: no caso
às de sua família com moradia, alimentação, educação, saú- de multa resistida por particular, esta deverá ser cobrada
de, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, judicialmente. Este atributo esta presente em principal nos
com reajustes periódicos que lhe preservem o poder aquisi- atos que exijam o poder de polícia;
tivo, sendo vedada sua vinculação para qualquer fim; c) Imperatividade – é a capacidade que tem a adminis-
tração de impor obrigações ou restrições a terceiros sem
Resposta: C. o consentimento destes, podendo inclusive usar da força
física para fazer a supremacia do interesse público preva-
288 - Lei Nº 8.112.
lecer. Não são todos os atos dotados deste atributo, são
Art. 58. O servidor que, a serviço, afastar-se da sede em
caráter eventual ou transitório para outro ponto do território dotados em principal os atos que impõe ordem, como por
nacional ou para o exterior, fará jus a passagens e diárias exemplo: atos de polícia;
destinadas a indenizar as parcelas de despesas extraordiná- d) Tipicidade – decorre do principio da legalidade, ou
ria com pousada, alimentação e locomoção urbana, confor- seja, para ter validade é necessário que haja previsão legal.
me dispuser em regulamento.
Resposta: E.
Resposta: D.

101
LIVRO DE QUESTÕES

292 - Art. 9° - Constitui ato de improbidade administra- 297 - Os contratos administrativos devem ser cele-
tiva importando enriquecimento ilícito auferir qualquer tipo brados por prazo determinado (art. 57,§3). Sua duração é
de vantagem patrimonial indevida em razão do exercício de adstrita á vigência dos respectivos créditos orçamentários
cargo, mandato, função, emprego ou atividade nas entidades (art. 57), forma encontrada pelo legislador para impedir que
mencionadas no art. 1° desta lei, e notadamente: o dispêndio oriundo de contratos venha repercutir em or-
XII - usar, em proveito próprio, bens, rendas, verbas ou çamentos futuros, sem que tenham sido ordenadamente
valores integrantes do acervo patrimonial das entidades planejados (CARVALHO FILHO, José dos Santos. Manual de
mencionadas no art. 1° desta lei. Direito Administrativo. Atlas. 2016. PAg. 211)

Resposta: A. Resposta: A.

293 - Sistema francês, Contencioso Administrativo ou 298 - Art. 7. § 2º As obras e os serviços somente poderão ser
Sistema da Dualidade de Jurisdição. A intervenção do Poder licitados quando: II - existir orçamento detalhado em planilhas
Judiciário estaria permitida somente após o esgotamento que expressem a composição de todos os seus custos unitários;
das vias administrativas. § 6º A infringência do disposto neste artigo implica a
Existe dualidade de jurisdição do sistema francês: 1) Ju- nulidade dos atos ou contratos realizados e a responsabili-
risdição administrativa (formada pelos tribunais administrati- dade de quem lhes tenha dado causa.
vos, com plena jurisdição em matéria administrativa) e 2) Ju-
risdição comum (formada pelos órgãos do Poder Judiciário, Resposta: B.
para resolver os demais litígios).
Sistema inglês ou de Jurisdição Única. A intervenção do 299 - Art. 49, §3º, Lei 8.666: “No caso de desfazimento
Judiciário está permitida independente do esgotamento das do processo licitatório, fica assegurado o contraditório e a
vias administrativas. ampla defesa.”
O Poder Judiciário goza da coisa julgada material, já a
Administração não têm caráter conclusivo. É o sistema ado- Resposta: B.
tado no Brasil.
300 - Art. 2º. § 4º É vedada a celebração de contrato
Resposta: E. de parceria público-privada: III – que tenha como objeto
único o fornecimento de mão-de-obra, o fornecimento e
294 - A punição prevista no inciso III do artigo 87 da Lei instalação de equipamentos ou a execução de obra pública.
8.666/93 não produz efeitos somente em relação ao órgão ou
ente federativa que determinou a punição, mas a toda a Ad- Resposta: E.
ministração Pública, pois, caso contrário, permitir-se-ia que
empresa suspensa contratasse novamente durante o período 301 - Características das Autarquias
de suspensão, tirando desta a eficácia necessária.” (REsp nº a) Entidade da Administração indireta com Personalida-
174.247/SP, 2º T., rel. Min. Castro Meira, DJ de 22.11.2004) de jurídica de direito público;
b) Criação e extinção por lei específica;
Resposta: C. c) Edição de atos administrativos e celebração de con-
tratos administrativos;
295 - Art. 40, § 4º É vedada a adoção de requisitos e critérios d) Admissão de pessoal precedida de concurso público;
diferenciados para a concessão de aposentadoria aos abrangi- e) Pessoal a regime jurídico único (salvo admitidos em
dos pelo regime de que trata este artigo, ressalvados, nos ter- outro regime entre a publicação da EC 19/1998 e a conces-
mos definidos em leis complementares, os casos de servidores: são pelo STF de medida cautelar na ADI 2135/DF)
(...) f) Bens públicos (alienabilidade condicionada, impe-
nhorabilidade e imprescritibilidade);
II que exerçam atividades de risco;
g) Localização institucional no âmbito da administração
indireta e vinculação ao ente federativo instituidor;
Resposta: B.
h) Sujeição a controle finalístico (tutela administrativa) e
submissão ao controle externo do Poder Legislativo, exerci-
296 - Art. 99 do CC/02 do com o auxílio do Tribunal de Contas;
São bens públicos: i) Foro competente: a) Justiça Federal (autarquias fede-
I - uso comum do povo: rios, mares, ruas e praças rais), ressalvadas as causas relativas à falência, acidentes de
II - de uso especial: edifícios ou terrenos destinados a trabalho e às sujeitas à Justiça Eleitoral e à Justiça do Traba-
serviço ou estabelecimento da administração lho; ou b) Justiça Estadual (autarquias estaduais, municipais
III - dominicais: constituem patrimônio das PJ de direito ou distritais), com semelhantes ressalvas;
público, como objeto de direito pessoal ou real j) Aplicação dos privilégios processuais que beneficiam
Desta forma, não havendo mais prédio público e tam- a Fazenda Pública;
pouco algum serviço de natureza pública, resta ao terreno k) Sujeição às regras da responsabilidade civil objetiva;
ser classificado como bem público dominical. l) Gozo da imunidade tributária recíproca.

Resposta: C. Resposta: D.

102
LIVRO DE QUESTÕES

302 - “Na descricionariedade, o legislador atribui cer- Para delinear cada modalidade, é importante fixar os
ta competência à Administração Pública, reservando uma principais pontos distintivos, que podem ser resumidos em:
margem de liberdade para que o agente público, diante da fundamento legal, competência material, objeto, forma de
situação concreta, possa selecionar entre as opções prede- indenização, formalidades do procedimento e prazo de ca-
finidas qual a mais apropriada para defender o interesse ducidade.
público.” (MAZZA, 2015. p. 277; 327 e 328.) 4.6.3.1. Desapropriação comum
Esta modalidade de desapropriação também pode ser
Resposta: B. denominada de desapropriação geral ou ordinária e po-
derá ter como fundamento uma das seguintes hipóteses
303 - RECURSO ESPECIAL - AÇÃO DE INDENIZAÇÃO - elencadas no art. 5º, XXIV, da CF: necessidade pública, uti-
DANOS MORAIS - ERRO MÉDICO - MORTE DE PACIENTE lidade pública e interesse social.
DECORRENTE DE COMPLICAÇÃO CIRÚRGICA - OBRIGA- A indenização, conforme estipulada no texto consti-
ÇÃO DE MEIO - RESPONSABILIDADE SUBJETIVA DO MÉ- tucional, deve ser prévia, justa e em dinheiro. Indenização
DICO - ACÓRDÃO RECORRIDO CONCLUSIVO NO SENTIDO prévia significa que deve ser realizada antes da consu-
DA AUSÊNCIA DE CULPA E DE NEXO DE CAUSALIDADE - mação da transferência do bem, o que na prática acaba
FUNDAMENTO SUFICIENTE PARA AFASTAR A CONDENA- acontecendo em um só momento como uma relação de
ÇÃO DO PROFISSIONAL DA SAÚDE - TEORIA DA PERDA causa e efeito. Indenização justa é aquela que correspon-
DA CHANCE - APLICAÇÃO NOS CASOS DE PROBABILIDA- de ao valor do bem expropriado, ou seja, importância que
DE DE DANO REAL, ATUAL E CERTO, INOCORRENTE NO deixe o expropriado plenamente indenizado, sem qual-
CASO DOS AUTOS, PAUTADO EM MERO JUÍZO DE POS- quer prejuízo em seu patrimônio. Por fim, a indenização
SIBILIDADE - RECURSO ESPECIAL PROVIDO. I - A relação deve ser em dinheiro, devendo o expropriante pagá-la ou
entre médico e paciente é contratual e encerra, de modo depositá-la judicialmente em espécie.
geral (salvo cirurgias plásticas embelezadoras), obrigação A desapropriação comum poderá ter como funda-
de meio, sendo imprescindível para a responsabilização do mento a necessidade ou utilidade pública sendo que a le-
referido profissional a demonstração de culpa e de nexo de gislação não diferencia esses conceitos, utilizando o mes-
causalidade entre a sua conduta e o dano causado, tratan- mo rol previsto no art. 5º do Decreto-Lei n. 3.365/41[55],
do-se de responsabilidade subjetiva. (STJ REsp 1104665 RS) restando para a doutrina distingui-las segundo o caso
concreto.
Resposta: D.
Resposta: C.
304 - Súmula 85 do STJ: Nas relações jurídicas de trato
sucessivo em que a Fazenda Pública figure como devedora, 306 - Art. 18. O edital de licitação será elaborado pelo
quando não tiver sido negado o próprio direito reclamado, poder concedente, observados, no que couber, os crité-
a prescrição atinge apenas as prestações vencidas antes do rios e as normas gerais da legislação própria sobre licita-
quinquênio anterior à propositura da ação. ções e contratos e conterá, especialmente:
“É entendimento pacificado no âmbito do Superior I - o objeto, metas e prazo da concessão
Tribunal de Justiça, que, em relações de trato sucessivo, a
prescrição atinge apenas as parcelas vencidas anteriores ao Resposta: A.
quinquênio que precede o ajuizamento da ação (Súmula
nº 85 do STJ). 2. Tendo sido deferido administrativamente, 307 - Mazza dispõe que: “Para a teoria objetiva, o pa-
em parte, o adicional, prescreveem 05 (cinco) anos o direito gamento da indenização é efetuado somente após a com-
às prestações não pagas nem reclamadas à época própria provação, pela vítima, de três requisitos: a) ato; b) dano;
pelo apelante, tal como ocorreu no caso concreto em que a c) nexo causal.”
ação foi ajuizada em 08/06/2004 objetivando o recebimen-
to de valores anteriores a 25/06/1999. Dessa forma estão Resposta: B.
prescritas as parcelas anteriores a 08/06/1999. Porém tem
o apelante direito a receber o período entre 08/06/1999 308 - Lei nº 8.429
a 24/06/1999, período este não atingido pela prescrição.” Art. 17. A ação principal, que terá o rito ordinário, será
proposta pelo Ministério Público ou pela pessoa jurídica
Resposta: A. interessada, dentro de trinta dias da efetivação da medida
cautelar.
305 - MARINELA (2015) = 4.6.3. Modalidades de desa- § 1º É vedada a transação, acordo ou conciliação nas
propriação ações de que trata o caput.
A doutrina é um tanto divergente quando define as
diversas modalidades de desapropriação. Nesta obra, ado- Resposta: A.
taremos a disposição mais utilizada pela doutrina, tendo
como ponto de referência a forma de indenização da in-
tervenção.

103
LIVRO DE QUESTÕES

309 - Art. 184 da CF: Compete à União desapropriar Guilherme Cardoso


por interesse social, para fins de reforma agrária, o imóvel
rural que não esteja cumprindo sua função social, median- Advogado, parecerista, professor universitário, titular
te prévia e justa indenização em títulos da dívida agrária, das disciplina de direito constitucional, ciência política e
com cláusula de preservação do valor real, resgatáveis no Teoria da Constituição do curso de Direito do Grupo FAIP/
prazo de até vinte anos, a partir do segundo ano de sua FAEF (Garça/SP); professor convidado grupo Pro-concursos
emissão, e cuja utilização será definida em lei. (Marília/SP), Professor convidado grupo Nova Concursos
(São Paulo/SP).
Resposta: E.

310 - Art. 40, § 19 da CF: O servidor de que trata este DIREITO CONSTITUCIONAL
artigo que tenha completado as exigências para aposen-
tadoria voluntária estabelecidas no § 1º, III, a, e que opte
por permanecer em atividade fará jus a um abono de per- Prefeitura de São José dos Campos – SP – 2017 -
manência equivalente ao valor da sua contribuição previ- Procurador QUESTÃO 312. O voto secreto e o voto femi-
denciária até completar as exigências para aposentadoria nino foram assentados, pela primeira vez, em base consti-
compulsória contidas no § 1º, II. tucional no país, pela Constituição Brasileira de:
a) 1891.
Resposta: D. b) 1934.
c) 1937.
311 - Lei 9.784/99: d) 1946.
Art. 64. O órgão competente para decidir o recurso e) 1967.
poderá confirmar, modificar, anular ou revogar, total ou
parcialmente, a decisão recorrida, se a matéria for de sua Prefeitura de Porto Ferreira – SP – 2017 - Procura-
competência. dor Jurídico QUESTÃO 313 Sobre os direitos e garantias
Parágrafo único. Se da aplicação do disposto neste ar- fundamentais, a Constituição Federal estabelece expressa-
tigo puder decorrer gravame à situação do recorrente, este mente que:
deverá ser cientificado para que formule suas alegações a) as normas definidoras dos direitos e garantias fun-
antes da decisão. damentais têm aplicação imediata, exceto as de eficácia
Nas palavras do mestre Hely Lopes: contida.
A Lei 9.784/99 prevê que “o órgão competente para b) as normas definidoras dos direitos e garantias fun-
decidir o recurso poderá confirmar, modificar, anular ou re- damentais têm aplicação imediata, exceto as de eficácia
vogar, total ou parcialmente, a decisão recorrida” (art. 64). limitada.
Todavia, em face da CF, em especial do seu art. 52, LV, caso c) os tratados e convenções internacionais sobre direi-
haja a possibilidade de reformatio in pejus, a autoridade tos humanos que forem aprovados pelo Congresso Nacio-
deve cientificar o recorrente dessa hipótese, com os moti- nal, em um único turno, por três quintos dos votos dos
vos que levariam ao gravame, para que ele tenha oportuni- membros, serão equivalentes às emendas constitucionais.
dade de formular suas “razões antes da decisão” (parágrafo d) o Brasil se submete à jurisdição de Tribunal Penal
único do art. 64) e assim exercer o contraditório. Entretan- Internacional a cuja criação tenha manifestado adesão.
to, em face do art. 69 da Lei 9.784, é possível lei específica e) os direitos e garantias expressos na Constituição
para determinado processo administrativo prever em sen- excluem outros, exceto aqueles decorrentes de tratados
tido diverso, vedando a reformatio in pejus. e convenções internacionais sobre direitos humanos que
forem aprovados, em cada Casa do Congresso Nacional,
Resposta: E em dois turnos, por três quintos dos votos dos respectivos
membros.

Câmara de Cotia – SP – 2017 - Procurador Legisla-


tivo. QUESTÃO 314 Considerando as diversas classifica-
ções doutrinárias das constituições, é correto afirmar que a
Constituição Federal Brasileira, de 1988, pode ser classifica-
da como uma constituição
a) pactuada, prolixa, dogmática, reduzida e semântica.
b) principiológica, heterônoma, dirigente, expansiva e
plástica.
c) cesarista, extensa, histórica, rígida e normativa.
d) heterônoma, expansiva, eclética, principiológica e
dirigente.
e) principiológica, autônoma, analítica, eclética e dog-
mática.

104
LIVRO DE QUESTÕES

DPE-MS - 2014 Defensor Público QUESTÃO 315 PC-SP – 2014 - Oficial Administrativo QUESTÃO
No que se refere à interpretação da natureza jurídica do 319 A República Federativa do Brasil, formada pela união
preâmbulo da Constituição, segundo jurisprudência do Su- indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal,
premo Tribunal Federal, é correto afirmar que: constitui-se em um Estado:
a) o preâmbulo da Constituição é normativo, apresen- a) democrático de Direito
tando a mesma natureza do articulado da Constituição e, b) burocrático.
consequentemente, serve como paradigma para a declara- c) o Congresso Nacional, o Senado e a Câmara dos
ção de inconstitucionalidade. Deputados.
b) o preâmbulo da Constituição não constitui norma d) socialista progressista.
central, não tendo força normativa e, consequentemente, e) humanitário social.
não servindo como paradigma para a declaração de incons-
titucionalidade. ITESP – 2013 - Advogado QUESTÃO 320 A Repúbli-
c) o preâmbulo da Constituição possui natureza histó-
ca Federativa do Brasil constitui-se em Estado Democráti-
rica e política, entretanto, se situa no âmbito dogmático e,
co de Direito e tem como um de seus fundamentos.
consequentemente, serve como paradigma para a declara-
ção de inconstitucionalidade. a) o pluralismo político.
d) o preâmbulo da Constituição possui natureza inter- b) a autodeterminação dos povos.
pretativa ou unificadora e traz sentido às categorias jurídi- c) o repúdio ao terrorismo e ao racismo.
cas da Constituição e, portanto, trata-se de norma de repro- d) a concessão de asilo político.
dução obrigatória nas Constituições estaduais. e) a solução pacífica dos conflitos.

Assistente de Suporte Acadêmico II – 2015 – Bio- PC-SP – 2013 Agente de Polícia QUESTÃO 321 No
logia QUESTÃO 316 A República Federativa do Brasil, for- Brasil, conforme prevê a Carta Magna, a cidadania:
mada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e a) é um direito absoluto de todos os brasileiros e es-
do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de trangeiros.
Direito e tem como um dos seus objetivos: b) restringe a proteção dos direitos humanos aos bra-
a) a soberania. sileiros.
b) o repúdio ao terrorismo e ao racismo. c) é um objetivo fundamental da República Federativa.
c) a erradicação da pobreza e da marginalização. d) é um fundamento da República Federativa.
d) a defesa da paz. e) limita-se a garantir o direito de voto.
e) a concessão de asilo político.
TJ-SP – 2011 - Juiz QUESTÃO 322 Nossa ordem
PC-SP Prova: Fotógrafo Técnico Pericial – 2014 –
constitucional estabelece institutos de democracia semi-
QUESTÃO 317 Conforme a Constituição Federal, a Repúbli-
ca Federativa do Brasil constitui-se em Estado Democrático direta, dentre os quais:
de Direito, tendo, como um de seus fundamentos, I. a iniciativa popular, exercida pela apresentação à Câ-
a) a erradicação da pobreza em todos os níveis. mara dos Deputados de projeto de lei subscrito por, no
b) os valores sociais do trabalho. mínimo, um por cento do eleitorado nacional, distribuído
c) o serviço militar obrigatório. pelo menos por cinco Estados, com não menos de três
d) o combate a todas as formas de discriminação de décimos por cento dos eleitores de cada um deles;
raças. II. o referendo, podendo ser utilizado pelo Congresso
e) construir uma sociedade livre, justa e solidária. Nacional nos casos em que este decidir ser conveniente,
indicado em casos específicos como para a formação de
Assistente Administrativo I. – 2016 - QUESTÃO 318 novos Estados e de novos Municípios;
Conforme dispõe a Constituição Federal em rela- III. o plebiscito, espécie de consulta popular semelhan-
ção aos Princípios Fundamentais, assinale a alternativa te ao referendo, mas o único apto a permitir que forças
correta. estrangeiras transitem pelo território nacional.
a) A cidadania e a soberania são princípios que regem Está correto apenas o contido em
as relações internacionais do Brasil. a) I.
b) Todo poder emana do povo, que o exerce por meio b) II e III.
de seus representantes eleitos indiretamente, nos termos da
c) III.
Constituição.
d) II.
c) São Poderes da União, dependentes e interligados
entre si, o Legislativo e o Judiciário. e) I e III.
d) Os valores sociais do trabalho e o repúdio ao terroris-
mo constituem objetivos da República Federativa do Brasil. IPRESB – SP – 2017 - Analista de Processos Previ-
e) A República Federativa do Brasil buscará a integra- denciários QUESTÃO 323 A Constituição Federal assegura
ção econômica, política, social e cultural entre os povos da e protege, expressamente, o direito à vida. Nesse sentido, o
América Latina, visando à formação de uma comunidade texto constitucional estabelece, em relação à pena de mor-
latino-americana de nações te, que:

105
LIVRO DE QUESTÕES

a) é vedada, como regra, mas pode ser aplicada em TJ-SP - 2016 - Titular de Serviços de Notas e de
casos excepcionais quando o crime foi praticado com ex- Registros – Provimento QUESTÃO 326 A duração razoável
trema violência e causou grande comoção social. do processo:
b) é totalmente vedada, tendo em vista que o direito à a) é garantia fundamental prevista na Constituição Fede-
vida é absoluto e inviolável. ral, aplica-se no âmbito judicial e administrativo, e tem apli-
c) não pode ser aplicada, salvo em caso de guerra de- cação imediata.
clarada, nos termos da Constituição Federal. b) é garantia fundamental prevista na Constituição Fe-
d) é admitida, excepcionalmente, em casos de crimes deral, aplica-se apenas no âmbito judicial, e tem aplicação
hediondos em que o réu é reincidente. imediata.
e) não é admitida, atualmente, mas a Constituição Fe- c) não é garantia fundamental prevista na Constituição
deral permite que o legislador possa implementá-la para Federal, aplica-se no âmbito judicial e administrativo, e tem
crimes hediondos e inafiançáveis. aplicação imediata.
d) é garantia fundamental prevista na Constituição Fede-
UNESP – 2017 - Prova: Assistente Administrativo ral, aplica-se apenas no âmbito judicial, e não tem aplicação
QUESTÃO 324 Considerando o que dispõe a Constitui- imediata.
ção Federal sobre os direitos e garantias fundamentais, se
UNESP – 2015 - Prova: Assistente de Suporte Acadê-
um cidadão brasileiro se recusar a prestar o serviço militar
mico QUESTÃO 327 Assinale a alternativa que está em con-
obrigatório, alegando que sua religião não permite essa
formidade com o texto da Constituição Federal.
prática, é correto afirmar, nessa hipótese, que esse cida-
a) É vedado qualquer tipo de prestação de assistência
dão: religiosa nas entidades civis e militares de internação coletiva.
a) não poderá ser dispensado do serviço militar, uma b) A Constituição autoriza a imposição legal das penas
vez que essa é uma obrigação imposta a todos os cida- de trabalhos forçados e de prestação social alternativa.
dãos brasileiros. c) A lei penal não retroagirá, salvo para beneficiar o réu.
b) poderá ser dispensado de prestar o serviço militar, d) O tribunal do júri tem competência para processar e
mas perderá, automaticamente, os seus direitos políticos. julgar todos os crimes hediondos.
c) terá como consequência da recusa de prestar o ser- e) A casa é o asilo inviolável do indivíduo, ninguém
viço militar a sua prisão por tempo fixado em lei. nela podendo penetrar exceto por ordem judicial, de dia
d) será dispensado do serviço militar obrigatório, sem ou à noite.
a imposição de penas ou outras obrigações, pois a Consti-
tuição Federal garante a liberdade religiosa. TJ-SP - 2018 - Escrevente Técnico Judiciário (Interior)
e) poderá obter a dispensa do serviço militar obriga- QUESTÃO 328 Conforme dispõe expressamente o texto
tório, mas terá que cumprir prestação alternativa se não constitucional, são gratuitas as ações de:
quiser perder seus direitos políticos. a) mandado de segurança e mandado de segurança co-
letivo.
Prefeitura de São Paulo – SP – 2016 - Analista Fiscal b) mandado de segurança e habeas corpus.
de Serviços QUESTÃO 325 Considerando o que estabele- c) mandado de segurança e habeas data.
ce a Constituição Federal a respeito dos Direitos e Garan- d) habeas corpus e mandado de injunção.
tias Fundamentais, é correto afirmar que: e) habeas corpus e habeas data.
a) todos podem reunir-se pacificamente, sem armas,
em locais abertos ao público, desde que não frustrem ou- TJ-SP – 2017 - Escrevente Técnico Judiciário QUES-
tra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, TÃO 329 Sempre que a falta de norma regulamentadora
sendo, todavia, exigida a prévia autorização da autoridade torne inviável o exercício dos direitos e liberdades constitu-
cionais, conceder-se-á:
competente.
a) mandado de segurança coletivo.
b) a casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela
b) mandado de injunção.
podendo penetrar sem consentimento do morador, salvo
c) ação de descumprimento de preceito fundamental.
em caso de flagrante delito ou desastre, ou para prestar
d) habeas data.
socorro, ou, durante a noite, por determinação judicial. e) mandado de segurança.
c) no caso de iminente perigo público, a autoridade
competente poderá usar de propriedade particular, não UNESP -2017 - Assistente Administrativo QUESTÃO
cabendo, neste caso, qualquer tipo de indenização ao pro- 330 Segundo a Constituição Federal, sempre que alguém
prietário, mesmo se houver dano. sofrer ou se achar ameaçado de sofrer violência ou coação
d) as associações só poderão ser compulsoriamente em sua liberdade de locomoção, por ilegalidade ou abuso de
dissolvidas ou ter suas atividades suspensas por decisão ju- poder, conceder-se-á:
dicial, exigindo-se, no primeiro caso, o trânsito em julgado. a) mandado de segurança.
e) é assegurado a todos o acesso à informação e res- b) alvará de soltura.
guardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício c) habeas corpus.
profissional, exceto nas hipóteses previstas em lei federal. d) habeas data.
e) mandado de injunção.

106
LIVRO DE QUESTÕES

Câmara de Mogi das Cruzes – SP – 2017 - Procurador UNESP - 2017 - Assistente Administrativo QUESTÃO
Jurídico QUESTÃO 331 Uma servidora municipal exerceu, des- 335 Conforme estabelece a Constituição Federal, são dois
de 22 de outubro de 1986, a função de dentista na municipali- exemplos de cargos públicos privativos de brasileiro nato:
dade, atuando em ambiente insalubre. A autora ressaltou que a) de Ministro do Supremo Tribunal Federal e de oficial
a inexistência de lei complementar inviabilizava o exercício do das Forças Armadas.
direito à aposentadoria, implementado o período consentâneo b) de Deputado Federal e de Presidente da República.
com o desgaste decorrente do contato com agentes nocivos à c) de Senador da República e de Ministro de Estado
saúde, com portadores de moléstias infectocontagiosas huma- da Defesa.
nas e materiais e objetos contaminados. No caso hipotético em d) de Deputado Federal e de Deputado Estadual.
tela, a ação cabível para obtenção da aposentadoria especial é e) de Vereador e da carreira diplomática.
a) o mandado de segurança.
b) a ação declaratória. TJ-SP – 2016 - Titular de Serviços de Notas e de
c) o mandado de injunção. Registros – Provimento QUESTÃO 336 Aos portugueses
d) o habeas data. serão atribuídos os direitos
e) o mandado de segurança coletivo. a) inerentes ao brasileiro nato.
b) inerentes ao brasileiro naturalizado.
IPRESB – SP – 2017 Agente Previdenciário QUESTÃO c) inerentes aos do brasileiro, quando tiverem residên-
332 Considere a seguinte situação hipotética: Cidadão de cia permanente no Brasil e havendo reciprocidade no or-
Barueri pleiteia licença para realizar reforma e construção em denamento português ao brasileiro.
imóvel de que é proprietário, mas a Municipalidade rejeita seu d) correspondentes aos do brasileiro nato, quando ti-
pleito. Entendendo o Cidadão que preenche todos os requisi- verem residência permanente no Brasil e havendo recipro-
tos que o habilitam a reformar e construir em sua proprieda- cidade no ordenamento português.
de, apresenta recurso do indeferimento. Passam-se mais de
120 (cento e vinte) dias e não há resposta ao recurso. Neste TJ-SP - 2015 - Escrevente Técnico Judiciário QUES-
caso, diante da omissão da Municipalidade, o Cidadão pode TÃO 337 Ricardo, cuja mãe é brasileira e cujo pai é chile-
demandar a análise do caso pelo Poder Judiciário, por meio de no, nasceu no México, durante uma viagem de sua mãe a
a) ação popular. esse país, a serviço do Brasil. Nos termos da Constituição
b) mandado de injunção. Federal, Ricardo:
c) mandado de segurança. a) é brasileiro nato.
d) habeas corpus. b) poderá naturalizar-se brasileiro caso venha a residir
e) habeas data. por pelo menos 1 ano ininterrupto no Brasil.
c) poderá naturalizar-se brasileiro caso opte, a qual-
TJ-PA – 2014 - Auxiliar Judiciário – Reaplicação quer tempo, pela nacionalidade brasileira, ainda que resi-
QUESTÃO 333 A proteção constitucional do direito de lo- da no estrangeiro.
comoção é garantido por meio do: d) será considerado brasileiro nato, desde que sua
a) habeas corpus. mãe retorne ao Brasil imediatamente após o término do
b) habeas data. serviço.
c) mandado de segurança. e) não poderá naturalizar-se brasileiro, uma vez que
d) ação civil pública. seu pai é chileno.
e) mandado de injunção.
TJ-PA – 2014 - Prova: Analista Judiciário – Direito
IPRESB – SP – 2017 - Analista de Processos Previ- QUESTÃO 338 Casal de haitianos, que entrou irregular-
denciários QUESTÃO 334 Pierre é filho de pais estrangei- mente no território brasileiro, consegue chegar à cidade
ros, mas nasceu no Brasil. De acordo com a Constituição de Belém, do Estado do Pará. Estabelece-se o casal na
Brasileira, Pierre: cidade, passando ambos a trabalhar, ainda que de modo
a) pode ser considerado brasileiro nato, desde que informal. A mulher engravida e a criança nasce em Belém.
seus pais não estejam a serviço de seu país de origem. Nos termos da Constituição Federal de 1988, a criança, fi-
b) é considerado estrangeiro e não pode obter a cida- lha do casal de estrangeiros haitianos, nascida no Brasil,
dania brasileira. a) não poderá adquirir a nacionalidade brasileira.
c) poderá adquirir a nacionalidade brasileira depois b) será brasileira nata.
que estiver residindo por um ano ininterrupto no Brasil, in- c) será brasileira naturalizada.
dependentemente da nacionalidade dos pais. d) será considerada apátrida.
d) será automaticamente considerado brasileiro na- e) possuirá nacionalidade haitiana.
turalizado, independentemente da nacionalidade do seus
pais, se estiver residindo no Brasil quando completar de-
zoito anos de idade.
e) será considerado brasileiro naturalizado se residir no
país por mais de quinze anos ininterruptos e sem condena-
ção penal, requeira ou não a nacionalidade brasileira.

107
LIVRO DE QUESTÕES

DPE-RO – 2017 - Defensor Público Substituto QUES- Câmara Municipal de Itatiba – SP - 2015 - Advoga-
TÃO 339 do QUESTÃO 343 As disposições da Constituição Federal
De acordo com a atual Constituição Federal, brasileira a respeito dos direitos políticos estabelecem que:
a) sufrágio é a melhor forma de exercer a escolha de a) o plebiscito e o referendo são formas típicas de ma-
representantes do povo. nifestação da democracia indireta.
b) foi adotado o sufrágio restrito, já que, para ser eleito b) o alistamento eleitoral e o voto são facultativos para
ou eleitor são necessárias certas condições, como naciona- os analfabetos; os maiores de sessenta anos; e os maiores
lidade, idade ou capacidade. de dezesseis e menores de dezoito anos.
c) sufrágio é exclusivamente a forma como se pratica c) a idade mínima de: dezoito anos para Vereador, e
o voto. de trinta anos para Governador é uma das condições de
d) o sufrágio abrange o direito de votar e de ser vota- elegibilidade para esses cargos públicos.
do, sendo que o primeiro direito é pressuposto do segun- d) para concorrerem a outros cargos, os Vereadores e
do, pois para ser elegível é necessário ser eleitor. os Prefeitos devem renunciar aos respectivos mandatos até
e) os analfabetos não têm direito ao sufrágio. seis meses antes do pleito.
e) os analfabetos e os estrangeiros são inalistáveis e
Prefeitura de São Paulo – SP – 2016 - Analista Fiscal inelegíveis.
de Serviços QUESTÃO 340 Nos termos da Constituição
Federal, a cassação de diretos políticos: TRE-TO – 2017 - Técnico Judiciário - Área Administra-
a) se dá na hipótese de cancelamento da naturalização. tiva QUESTÃO 344 Os partidos políticos:
b) é vedada. a) são pessoas jurídicas de direito privado.
c) é decorrência da condenação criminal transitada em b) dependem de autorização do Congresso Nacional
julgado. para estruturar seu funcionamento.
d) é consequência da condenação definitiva do réu por c) podem ministrar instrução militar ou paramilitar.
crime eleitoral. d) adquirem personalidade jurídica com o registro do
e) é uma das hipóteses de pena por improbidade ad- estatuto social no TSE.
ministrativa. e) devem submeter sua estrutura interna para aprova-
ção do TSE.
Prefeitura de Registro – SP – 2016 – Advogado
QUESTÃO 341 Nos termos da Constituição Federal, são Prefeitura de Marília – SP – 2017 - Procurador Ju-
condições de elegibilidade a idade mínima de: rídico QUESTÃO 345 Na hipótese de o Município não
a) trinta anos para Presidente e Vice-Presidente da Re- cumprir uma ordem judicial transitada em julgado, a Cons-
pública e Senador. tituição Federal prevê, expressamente, como possível con-
b) trinta e cinco anos para Governador e Vice-Gover-
sequência,
nador de Estado.
a) a intervenção Federal, a ser decretada pelo Supremo
c) vinte e um anos para Deputado Federal, Deputado
Tribunal Federal.
Estadual ou Distrital.
b) a suspensão dos direitos políticos do Prefeito Mu-
d) vinte e cinco anos para Prefeito, Vice-Prefeito e Ve-
nicipal.
reador.
c) a intervenção do Estado a ser determinada pelo Tri-
e) dezoito anos para juiz de paz.
bunal de Justiça por deferimento de representação.
d) a suspensão de repasses de recursos federais ao
Prefeitura de Suzano – SP – 2015 - Procurador Jurí-
dico QUESTÃO 342 Segundo a Constituição Federal, para Município até que seja cumprida a ordem judicial.
concorrerem a outros cargos, devem renunciar aos respec- e) a intervenção estadual, em decorrência de reclama-
tivos mandatos até seis meses antes do pleito: ção constitucional, a ser determinada pelo Superior Tribu-
a) os Prefeitos, os Vereadores e os Governadores de nal de Justiça.
Estado e do Distrito Federal.
b) os Vereadores, os Deputados federais e estaduais e DPE-RO - 2017 Defensor Público Substituto QUES-
os Senadores. TÃO 346 O Estado Federal é caracterizado, na sua versão
c) o Presidente da República, os Governadores de Es- clássica, que ainda hoje corresponde à regra geral em mui-
tado e do Distrito Federal, os Deputados Federais e os Se- tos países, pela superposição de ordens jurídicas, designa-
nadores. damente, a federal, representada pela União, e a federada,
d) os Prefeitos e os Vereadores. representada pelos Estados-membros, cujas respectivas
e) o Presidente da República, os Governadores de Esta- esferas de atuação são determinadas:
do e do Distrito Federal e os Prefeitos. a) pelos critérios de repartição de competências esta-
belecidos constitucionalmente, que atuam também como
limitação do poder.
b) pela proibição de secessão, que torna o vínculo fe-
derativo indissolúvel e é assegurado por meio de cláusula
pétrea.

108
LIVRO DE QUESTÕES

c) pelo poder de auto-organização, assegurado por c) Dispor sobre limites globais e condições para as ope-
uma constituição rígida, sem hierarquia entre os compo- rações de crédito externo e interno da União, dos Estados, do
nentes da federação. Distrito Federal e dos Municípios, de suas autarquias e de-
d) pela capacidade de autogoverno, consistente na mais entidades controladas pelo Poder Público federal com-
existência de órgãos próprios que não dependem dos ór- preende competência privativa da Câmara dos Deputados, a
gãos federais. excluir, portanto, a sanção do Presidente da República.
e) pela participação dos Estados-membros na forma- d) O Senado Federal é formado por representantes dos
ção da vontade federal, por meio da produção legislativa. Estados e do Distrito Federal, eleitos segundo o princípio
majoritário, observando-se que cada senador será eleito
Câmara Municipal de Poá – SP – 2016 - Procurador com um suplente.
Jurídico QUESTÃO 347 O Congresso Nacional, indepen-
dentemente de sanção presidencial, poderá: Câmara de Mogi das Cruzes – SP – 2017 - Procu-
a) autorizar a declaração de guerra e conceder anistia. rador Jurídico QUESTÃO 350 O Presidente da República
b) desmembrar áreas de Territórios ou Estados e auto- editou determinada Medida Provisória a respeito de cer-
rizar a exploração e o aproveitamento de recursos hídricos tos direitos individuais, tendo-a submetido de imediato ao
em terras indígenas. Congresso Nacional. Sobre essa medida provisória, é cor-
c) apreciar os atos de concessão e renovação de con- reto afirmar que:
cessões de rádios e televisão e dispor sobre planos e pro- a) será apreciada, em sessão conjunta, só podendo ser
gramas nacionais e regionais de desenvolvimento. rejeitado pelo voto da maioria absoluta dos Deputados e
d) autorizar referendo, convocar plebiscito e resolver Senadores.
definitivamente sobre tratados e acordos internacionais b) será inconstitucional se reeditada, na mesma sessão
que acarretem encargos ou compromissos gravosos ao pa- legislativa, se outra já tiver perdido sua eficácia por decurso
trimônio nacional. de prazo.
e) autorizar o estado de sítio e fixar ou modificar o efe- c) caso aprovado o projeto de lei de conversão alteran-
tivo das Forças Armadas. do o texto original da medida provisória, esta perderá sua
eficácia, desde sua edição.
PC-CE – 2015 - Delegado de Polícia Civil de 1a Clas- d) se não for apreciada em até sessenta dias contados
se QUESTÃO 348 As comissões parlamentares de inquérito de sua publicação, entrará em regime de urgência.
e) é inconstitucional porque é vedada a edição de me-
serão criadas pela Câmara dos Deputados e pelo Senado
didas provisórias sobre matéria relativa a direitos indivi-
Federal, em conjunto ou separadamente, atendendo aos
duais.
seguintes requisitos:
a) requerimento de um terço de seus membros, apura-
Prefeitura de Alumínio – SP – 2016 Procurador Jurí-
ção de fato determinado e prazo certo de funcionamento.
dico QUESTÃO 351 O processo e julgamento do Presiden-
b) requisição de um décimo dos membros da cada
te da República, nos crimes de responsabilidade, compete,
uma das casas, apuração de fato notório e discussão públi-
privativamente,
ca com entidades civis. a) ao Congresso Nacional.
c) requisição de dois terços de seus membros, apura- b) à Câmara dos Deputados.
ção de fato relevante e prazo extensivo à necessidade das c) ao Senado Federal.
investigações. d) ao Senado Federal e à Câmara dos Deputados.
d) requisição de um décimo de seus membros, requeri- e) ao Supremo Tribunal Federal.
mento do Ministério Público e apuração de fato infamante.
e) requerimento do Ministério Público e realização de PC-CE - 2015 - Escrivão de Polícia Civil de 1a Classe
audiência pública com entidades da sociedade civil para QUESTÃO 352 Os juízes gozam, entre outras, da seguinte
determinar a relevância do tema. garantia constitucional:
a) estabilidade.
TJ-SP -2014 - Titular de Serviços de Notas e de Re- b) aposentadoria especial.
gistros – Provimento QUESTÃO 349 Assinale a alternativa c) inamovibilidade.
em consonância com a Constituição Federal. d) moralidade.
a) A Constituição Federal poderá ser emendada me- e) auxílio moradia.
diante proposta de um terço, no mínimo, dos membros da
Câmara dos Deputados ou do Senado Federal, do Presi- PC-CE – 2015- Escrivão de Polícia Civil de 1a Classe
dente da República ou de mais da metade das Assembleias QUESTÃO 353 Conforme o disposto na Constituição Fede-
Legislativas das unidades da Federação, manifestando-se, ral, exercerão a representação judicial e a consultoria jurídi-
cada uma delas, pela maioria relativa de seus membros. ca das respectivas unidades federadas os:
b) A iniciativa popular pode ser exercida pela apresen- a) Juízes estaduais.
tação à Câmara dos Deputados de projeto de lei subscrito b) Procuradores do Estado.
por, no mínimo, um por cento do eleitorado nacional, dis- c) Promotores de Justiça.
tribuído pelo menos por dez Estados, com não menos de d) Procuradores da República.
três décimos por cento dos eleitores de cada um deles. e) Defensores Públicos

109
LIVRO DE QUESTÕES

PC-CE – 2015 - Prova: Inspetor de Polícia Civil de 1a DPE-RO -2017 - Defensor Público Substituto QUES-
Classe QUESTÃO 354 Dentre as funções institucionais do TÃO 359 A Constituição Federal prevê que uma lei deve
Ministério Público, assinale a alternativa correta. estabelecer, de forma regionalizada, as diretrizes, objetivos
a) Representar a União, judicial e extrajudicialmente. e metas da Administração Pública para as despesas de ca-
b) Exercer o controle externo da atividade policial, na pital e outras delas decorrentes e para as relativas aos pro-
forma estabelecida em lei complementar. gramas de duração continuada, denominando-a de:
c) Apreciar arguição de descumprimento de preceito a) Lei Orçamentária Anual.
fundamental decorrente da Constituição Federal b) Lei de Diretrizes Orçamentárias.
d) Receber e conhecer das reclamações contra mem- c) Plano Plurianual.
bros ou órgãos do Poder Judiciário. d) Lei de Responsabilidade Fiscal.
e) Processar e julgar habeas corpus e) Normas Gerais de Direito Financeiro

TJ-PA – 2014- Auxiliar Judiciário QUESTÃO 355 O Prefeitura de Marília – SP – 2017 - Procurador Ju-
Ministério Público da União tem por chefe: rídico QUESTÃO 360 Considerando o disposto na Consti-
a) o Procurador-Geral da Fazenda Nacional. tuição Federal a respeito da Ordem Social, assinale a alter-
b) o Procurador-Geral da República. nativa correta.
c) o Presidente do Supremo Tribunal Federal. a) A diversidade e distinção na concessão dos benefí-
d) o Presidente da República. cios e serviços às populações urbanas e rurais pelo poder
e) o Advogado-Geral da União. público é um dos objetivos constitucionais da seguridade
social.
Prefeitura de Mogi das Cruzes – SP – 2016 - Procu- b) É vedada a destinação de recursos públicos para au-
rador Jurídico QUESTÃO 356 São ações típicas do contro- xílios ou subvenções às instituições privadas com ou sem
le abstrato de constitucionalidade: fins lucrativos
a) ação direta de inconstitucionalidade e ação civil pú- c) O Poder Judiciário não admitirá ações relativas à dis-
blica. ciplina e às competições desportivas devendo tais ques-
b) ação declaratória de constitucionalidade e ação civil tões ser dirimidas pela justiça desportiva, na forma da lei.
pública. d) Com o objetivo de preservação do meio ambiente,
c) arguição de descumprimento de preceito funda- serão vedadas a alteração e a supressão dos espaços ter-
mental e ação direta de inconstitucionalidade por omissão. ritoriais e seus componentes considerados especialmente
d) ação direta de inconstitucionalidade por omissão e protegidos.
ação civil pública. e) O ensino religioso, de matrícula facultativa, consti-
e) ação declaratória de constitucionalidade e ação po- tuirá disciplina dos horários normais das escolas públicas
pular. de ensino fundamental.

Prefeitura de São Paulo – SP – 2016 - Analista Fiscal


de Serviços QUESTÃO 357 Segundo o que dispõe a Cons-
tituição Federal, a ação direta de inconstitucionalidade de
lei ou ato normativo federal ou estadual
a) poderá ser ajuizada por qualquer cidadão para anu-
lar ato que atente contra a moralidade administrativa.
b) poderá ser ajuizada, dentre outras pessoas e órgãos,
pelo Advogado-Geral da União
c) será ajuizada, privativamente, pelo Procurador-Geral
da República perante o Supremo Tribunal Federal.
d) produzirá efeito vinculante, após decisão definitiva
de mérito, relativamente aos demais órgãos do Judiciário e
à administração pública.
e) será processada e julgada, originariamente, perante
o Superior Tribunal de Justiça.

TJM-SP - 2017 Escrevente Técnico Judiciário QUES-


TÃO 358 Nos termos da Constituição Federal, os policiais
militares estaduais têm, entre suas funções,
a) a segurança nacional, se o caso.
b) a garantia dos poderes constitucionais.
c) a preservação da ordem pública.
d) a de polícia judiciária.
e) a apuração de infrações penais.

110
LIVRO DE QUESTÕES

Respostas Art. 5º § 1º As normas definidoras dos direitos e garan-


tias fundamentais têm aplicação imediata.
312 - A primeira constituição brasileira foi outorgada
em 1824, também chamada de Constituição do Império. A alternativa “c” também está incorreta, pois segundo o
Essa constituição se caracterizava pela modelo de governo art. 5º §3º, o processo para inclusão de tratados e conven-
centralizado, concentrando a administração e evitando a ções internacionais sobre direitos humanos na Constituição
divisão de poderes. A Constituição de 1891, primeira cons- com status de emenda constitucional deve obedecer a pro-
tituição promulgada, adotou como forma de governo o cedimento específico. E qual esse procedimento?
presidencialismo, extinguiu o poder moderador e instituiu
a forma federativa de estado. Nessa época instituiu-se o Art. 5º § 3º Os tratados e convenções internacionais so-
sufrágio universal, mas restrito apenas aos homens alfa- bre direitos humanos que forem aprovados, em cada Casa
betizados. do Congresso Nacional, em dois turnos, por três quintos
A terceira constituição trouxe outras inovações, como dos votos dos respectivos membros, serão equivalentes às
por exemplo, o voto feminino e a instituição do estado so- emendas constitucionais.
cial de direito; interessante destacar que o voto era obri-
gatório apenas para as mulheres que exerciam atividade Portanto, alternativa incorreta já que o texto fala em
remunerada e para as demais, apesar de facultativo, caso dois turnos e não apenas um turno de votação conforme
quisessem votar, necessitavam de autorização dos cônju- sugerido pela banca que elaborou a questão.
ges – isso veio a mudar em 1935 com alteração no Código
Eleitoral. Na sequência, 1937 o Brasil passa pelo decreto Na sequência, passamos a analisar a alternativa “d” e, de
de estado de sítio e surge novo documento constitucional, antemão, informamos que ela está correta, pois nos termos
outorgado por Getúlio Vargas – essa constituição ganhou do art. 5º §4º, apesar de respeitada a soberania externa do
o apelido de “constituição polaca”.
Brasil, pelo fato de ter aderido a criação do Tribunal Penal
Em 1946, com a deposição de Vargas pelos militares,
Internacional, respeita a jurisdição deste Tribunal. Vejamos:
tem o Brasil uma nova constituição, promulgada por uma
assembleia constituinte; essa nova constituição previa a
Art.5º § 4º O Brasil se submete à jurisdição de Tribunal
transferência do governo para Brasília, distrito federal, já
que até então a capital era o Rio de Janeiro. A penúltima Penal Internacional a cuja criação tenha manifestado ade-
constituição data de 1967; aparentava-se liberal, mas mera são.
fachada, já que o presidente governava por decreto-lei.
Por fim, em 1988 promulgada a constituição cidadã, nossa O Tribunal Penal Internacional foi estabelecido em Haia
atual constituição e em plena vigência. no ano 2002. Tem por objetivo julgar e condenar indivíduos
suspeitos de praticarem crimes contra os direitos humanos.
Gabarito: B Assim, se determinado Estado ou mesmo um indivíduo
pratica crime dessa natureza, pelo Tribunal Penal Interna-
313 - Um dos pontos chaves para resolver essa questão cional poderá ser julgado e o país que aderiu à sua criação,
é a compreensão dos termos “aplicação” e “aplicabilidade”. deverá respeitar a condenação que lhe foi imposta.
Apesar dos direitos fundamentais terem aplicação imedia- Por fim, em análise a alternativa “e”, explicamos que,
ta, alguns necessitam de norma regulamentadora. Nesse com fundamento no art. 5º §2º, o fato de existir a previsão
caso, em se tratando de “normas”, sabemos que as mesmas constitucional de direitos fundamentais, outros que even-
podem ser normas de eficácia plena, de eficácia contida tualmente surgirem não serão excluídos dessa categoria.
e de eficácia limitada. Segundo José Afonso da Silva, “ter Vejamos:
aplicação imediata significa que as normas constitucionais
são dotadas de todos os meios e elementos necessários Art. 5º § 2º Os direitos e garantias expressos nesta
à sua pronta incidência aos fatos, situações, condutas ou Constituição não excluem outros decorrentes do regime e
comportamentos que elas regulam”. No entanto, a aplica- dos princípios por ela adotados, ou dos tratados interna-
bilidade das normas podem variar – como por exemplo as cionais em que a República Federativa do Brasil seja parte.
normas de eficácia limitada. Estas, por seu turno, possuem
aplicabilidade indiretas; já as outras duas formas aplicabi- Gabarito: D
lidade direta.
Deste modo, o art. 5º §1º da CF/88 nos apresenta a 314 - São diversos os elementos que identificam o tex-
incoerências das alternativas “a” e “b”. O erro está ao ca-
to da constituição. Por isso, o texto constitucional pode ser
tegorizar que as normas de eficácia contida e eficácia li-
classificado sob diversos pontos de vista. São elementos a
mitada não possuem aplicação imediata. Conforme acima
serem classificados quanto:
explicado, não existem restrições à aplicação imediata das
- Sistema (principiológica ou preceitual): a CF/88 é con-
normas; o que pode ocorrer é a necessidade de regula-
mentação infraconstitucional da matéria. É o que vem de- siderada principiológica, posto que orientada por princí-
terminado pela carta maior, a saber: pios. Exemplo: art.4º e incisos, tratando da orientação das
relações internacionais brasileiras.

111
LIVRO DE QUESTÕES

- Conteúdo (formal ou material): as normas inseridas Ainda sobre o tema, importante mencionar a ADIN
na CF/88 podem ser de conteúdo formal ou material; di- 2076 ajuizada pelo PSL em face da Assembleia Legislativa
ferem-se no que tange ao modo como são reconhecidas do Acre, por omissão no preâmbulo da Constituição da-
pela constituição. As de conteúdo formal são aquelas cujo quele estado da expressão “sob a proteção de Deus”. O
conteúdo não interferem para reconhecimento de ser uma relator da ação na época, ministro Carlos Velloso, sustentou
norma constitucional, ou seja, o simples fato de constar na em seu voto que o preâmbulo constitucional não cria direi-
constituição já lhe garante o status de norma constitucional. tos e deveres nem tem força normativa, refletindo apenas a
Já as matérias são aquelas normas cujo conteúdo, essência, posição ideológica do constituinte. “O preâmbulo, portan-
permite o reconhecimento de uma norma constitucional. to, não contém norma jurídica”, disse o ministro.
Em suma, as formais são constitucionais pois previstas no
texto maior e as materiais aquelas cujo conteúdo permite Gabarito: B.
eleva-la ao status de norma constitucional. Nossa consti-
tuição quanto ao conteúdo pode ser considerada “formal”. 316 - Os objetivos são normas constitucionais de eficá-
- Modo de elaboração (dogmática ou histórica): as cia programática. Interessante, para efeito de se criar méto-
constituições dogmáticas são aquelas que colocam em dos para memorizar alguns temas, note que os incisos co-
prática os princípios nelas insculpidos e as históricas aque- meçam com verbos no imperativo; verbo indica uma ação.
Portanto, são as ações que o Brasil deve buscar. Nos termos
las que dependem do passar do tempo para ajustarem-se
do art. 3º da Constituição Federal, são objetivos fundamen-
a evolução do povo, do estado. Nossa CF/88 é considerada
tais da República Federativa do Brasil:
“dogmática.
- Extensão (sintética ou analítica): nossa constituição é
Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da Repúbli-
analítica, pois abordam todo tipo de assunto julgados im- ca Federativa do Brasil:
portantes para o povo. Já as constituições sintéticas são I - construir uma sociedade livre, justa e solidária;
aquelas mais enxutas, trazendo apenas os princípios fun- II - garantir o desenvolvimento nacional;
damentais e estruturais do estado. III - erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as
- Ideologia (ortodoxa ou eclética): as ortodoxas são desigualdades sociais e regionais;
aquelas orientadas por uma só ideologia e as ecléticas IV - promover o bem de todos, sem preconceitos de
aquelas que apresentam ideais conciliatórios, portanto, origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de
reconhece a possibilidade de divergências entre opiniões. discriminação.
- Origem de sua elaboração (autônomas ou heterôno-
mas): são autônomas aquelas elaboradas dentro do próprio Gabarito: C.
estado em que será aplicada e heterônomas decretada por
outros estados ou mesmo por organizações internacionais. 317 - São fundamentos da República:
I - a soberania;
Gabarito: E. II - a cidadania
III - a dignidade da pessoa humana;
315 - O STF já se posicionou a respeito do preâmbulo IV - os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;
da Constituição Federal, em especial pelo de fazer menção V - o pluralismo político.
a temas sensíveis, como por exemplo, a afirmação do esta-
do laico e a invocação de Deus. Segundo referido Tribunal Gabarito: C.
o preâmbulo não é norma constitucional, tratando-se de
norma de natureza política e não de natureza jurídica. Ou 318 - São os fundamentos da República Federativa do
seja, não pode ser usado como parâmetro ou paradigma Brasil e não princípios que regem as relações internacionais
no controle de constitucionalidade. Pois bem. Nesse senti- o disposto no art. 1º, incisos, a saber:
do, oportuno trazer as características do preâmbulo: I - a soberania;
II - a cidadania
1 – Não é uma espécie de norma jurídica;
III - a dignidade da pessoa humana;
2 – As constituições estaduais não são obrigadas a re-
IV - os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;
petir ou mesmo trazer em seu texto um preâmbulo;
V - o pluralismo político.
3 – Não pode ser utilizado para confrontar a constitu-
cionalidade de alguma lei; O poder, cujo povo é o detentor, poderá ser exercido
4 – Do mesmo modo que não serve de horizonte ao tanto diretamente quando chamado a participar de plebis-
controle de constitucionalidade, também não poderá ne- citos, referendos ou ainda quando propuser ação popular,
nhuma lei ser declarada inconstitucional segundo disposi- lei de iniciativa popular e indiretamente, quando promovi-
ções do preâmbulo. do por meio dos representantes eleitos. É o que dispõe o
Deste modo, ainda sob análise feita pelo STF, o preâm- parágrafo único do art. 1º.
bulo pode ser utilizado como auxílio na interpretação das Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o
normas constitucionais, sua importância reside no auxilia à exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente,
interpretação. nos termos desta Constituição.

112
LIVRO DE QUESTÕES

Com relação aos poderes da união, seguindo pelas li- Importante então verificarmos que a mesma palavra
nhas da separação de poderes prevista por Montesquieu, pode trazer conceituação específica segundo o ponto de
são divididos em legislativo, executivo e judiciário. Tais vista que se está analisando. No sentido jurídico, constitu-
poderes são independentes, contrariando o disposto na cional, cidadania refere-se a possibilidade de manifestação
questão. Além de independentes, devem trabalhar de for- do exercício do direito político aqueles que são considera-
ma harmônica. dos nacionais e, no sentido sociológico, refere-se ao exer-
A alternativa “d” mistura os objetivos da república com cício dos direitos sociais.
os princípios que regem as relações internacionais, portan-
to, afirmativa incorreta. Gabarito: D.
Por fim, a alternativa “e” revela as propostas do Brasil
em relação aos demais países, em especial aqueles latino- 322 - Comentaremos individualmente cada uma das
-americanos. Vejamos o disposto no artigo citado: premissas lançadas na questão. Vejamos:
I. a iniciativa popular, exercida pela apresentação à
Art.4º Parágrafo único. A República Federativa do Brasil Câmara dos Deputados de projeto de lei subscrito por, no
buscará a integração econômica, política, social e cultural
mínimo, um por cento do eleitorado nacional, distribuído
dos povos da América Latina, visando à formação de uma
pelo menos por cinco Estados, com não menos de três dé-
comunidade latino-americana de nações.
cimos por cento dos eleitores de cada um deles.
Gabarito: E Segundo o art. 14 da Constituição, a soberania popu-
lar poderá ser exercida pela sufrágio universal e pelo voto,
319 - Segundo o art. 1º da Constituição, a República que tem por característica ser direto, secreto, universal e
Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos periódico (cláusulas pétreas). Além destas formas também
Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em poderá ser exercido pelo:
Estado Democrático de Direito. I - plebiscito;
II - referendo;
Gabarito: A. III - iniciativa popular.

320 - Descritos no art. 1º da Constituição Federal, os A iniciativa é uma dessas modalidades de partição di-
fundamentos da república, por serem considerados valores reta do povo na República. Para o exercício desse direito
supremos, pois é onde se assenta a ordem constitucional, necessário ser observado o procedimento, também previs-
não podem ser suprimidos. Fazem parte do rol de cláusulas to no texto da Lei Maior. Nos termos do art. 61 §2º, a inicia-
pétreas implícitas. São eles: tiva popular pode ser exercida pela apresentação à Câmara
I - a soberania; dos Deputados de projeto de lei subscrito por, no mínimo,
II - a cidadania um por cento do eleitorado nacional, distribuído pelo me-
III - a dignidade da pessoa humana; nos por cinco Estados, com não menos de três décimos por
IV - os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa; cento dos eleitores de cada um deles. Portanto, a primeira
V - o pluralismo político. premissa trazida pela questão está correta.

Portanto, correta a alternativa “A”. As demais alterna- II. o referendo, podendo ser utilizado pelo Congresso
tivas referem-se aos princípios que regem as relações in- Nacional nos casos em que este decidir ser conveniente,
ternacionais; estes, insculpidos no art. 4º conforme trazido indicado em casos específicos como para a formação de
alhures. novos Estados e de novos Municípios;
A segunda premissa trata do referendo, outra moda-
321 - A cidadania é um dos fundamentos da Constitui-
lidade prevista para a participação direta do povo. O refe-
ção Federal. Porém, cumpre trazer a o conceito desse fun-
rendo é uma espécie de consulta popular organizada pela
damento. Em linhas gerais podemos dizer que cidadania
são os atributos garantidos a uma determinada classe de Justiça Eleitoral que tem por objetivo verificar se determi-
cidadãos, nacionais. Adentrando a conceituação filosófica, nado projeto de lei, já existente, deverá ou não entrar em
Paulo Bonavides em sua obra “Comentários à Constituição vigência. Portanto, o projeto já existe, mas só entrará em
Federal de 1988 ensina que “o conceito contemporâneo vigor se os eleitores aprovarem.
de cidadania se estendeu em direção a uma perspectiva Conforme o TSE, a principal distinção entre eles [ple-
na qual cidadão não é apenas aquele que vota, mas aquela biscito e referendo] é a de que o plebiscito é convocado
pessoa que tem meios para exercer o voto de forma cons- previamente à criação do ato legislativo ou administrativo
ciente e participativa. Portanto, cidadania é a condição de que trate do assunto em pauta, e o referendo é convoca-
acesso aos direitos sociais (educação, saúde, segurança, do posteriormente, cabendo ao povo ratificar ou rejeitar a
previdência) e econômicos (salário justo, emprego) que proposta.
permite que o cidadão possa desenvolver todas as suas Importante lembrar que ambos os institutos são de
potencialidades, incluindo a de participar de forma ativa, competência exclusiva do Presidente da República. Somen-
organizada e consciente, da construção da vida coletiva no te o chefe do executivo federal (presidente) poderá, por
Estado democrático”. meio de decreto autorizar referendo e convocar plebiscito.

113
LIVRO DE QUESTÕES

A lei 9709/98 disciplina o formato dessas modalidades Art. 21. Compete à União:
de consulta popular. Cumpre a justiça eleitoral: [...]
- fixação da data da realização da consulta, IV - permitir, nos casos previstos em lei complementar,
- tornar pública a cédula de votação, que forças estrangeiras transitem pelo território nacional
- expedir as instruções necessárias à realização, e, por ou nele permaneçam temporariamente;
fim, [...]
- assegurar o acesso e a divulgação das opiniões acerca
do tema objeto da consulta. Art. 49. É da competência exclusiva do Congresso Na-
A premissa trazida pela questão analisa a possibilidade cional:
da utilização do referendo quando a temática versar sobre [...]
a formação de novos Estados e de novos Municípios. Para II - autorizar o Presidente da República a declarar
isso, importante analisar a organização político-adminis- guerra, a celebrar a paz, a permitir que forças estrangei-
trativa do país, trazidas no art. 18 da Constituição Federal. ras transitem pelo território nacional ou nele permaneçam
Segundo esse artigo, para tratar sobre a formação de no- temporariamente, ressalvados os casos previstos em lei
vos municípios ou estados, necessário oitiva das pessoas complementar.
[...]
interessadas nessa temática. Tanto para municípios como
para formação de estados, necessário consultar o povo
Gabarito: A.
através de “plebiscito” e não de referendo, conforme suge-
rido pela assertiva da questão.
323 - A Constituição assegura o direito a vida, inclusi-
Art. 18. A organização político-administrativa da Repú- ve colocando-o no rol das garantias individuais. A pena de
blica Federativa do Brasil compreende a União, os Estados, morte é vedada, salvo nos casos de guerra declarada, nos
o Distrito Federal e os Municípios, todos autônomos, nos termos do art. 84 inciso XIX:
termos desta Constituição.
[...] Art. 84. Compete privativamente ao Presidente da Re-
§ 3º Os Estados podem incorporar-se entre si, subdi- pública:
vidir-se ou desmembrar-se para se anexarem a outros, ou [...]
formarem novos Estados ou Territórios Federais, mediante XIX - declarar guerra, no caso de agressão estrangeira,
aprovação da população diretamente interessada, através autorizado pelo Congresso Nacional ou referendado por
de plebiscito, e do Congresso Nacional, por lei comple- ele, quando ocorrida no intervalo das sessões legislativas,
mentar. e, nas mesmas condições, decretar, total ou parcialmente, a
§ 4º A criação, a incorporação, a fusão e o desmem- mobilização nacional.
bramento de Municípios, far-se-ão por lei estadual, dentro [...]
do período determinado por Lei Complementar Federal,
e dependerão de consulta prévia, mediante plebiscito, Gabarito: C.
às populações dos Municípios envolvidos, após divulga-
ção dos Estudos de Viabilidade Municipal, apresentados e
publicados na forma da lei. (Redação dada pela Emenda 324 - Essa questão trata do chamado “conscrito” que
Constitucional nº 15, de 1996) aquele que está alistado no serviço militar obrigatório. Não
é considerado conscrito aquele que, mesmo com idade
III. o plebiscito, espécie de consulta popular semelhan- apta ao serviço militar obrigatório resolve alistar-se nas
te ao referendo, mas o único apto a permitir que forças forças armadas para ingresso na carreira militar. Importan-
estrangeiras transitem pelo território nacional. te considerar que a CF/88 não priva nenhum brasileiro de
direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção po-
lítica, filosófica.
O trânsito de forças estrangeiras pelo território na-
No entanto, apesar de resguardar essa modalidade de
cional não depende de plebiscito ou mesmo referendo,
direito fundamental, não poderá o indivíduo se escusar da
até por que se trata de uma temática que não compete
prestação de serviço alternativo definido em lei. A recusa
ao povo diretamente decidir, especialmente por se tratar
em prestar o serviço militar obrigatório e também a moda-
da soberania nacional. Por isso, trata-se da competência
lidade alternativa, implica em algumas questões. Vejamos:
exclusiva do Presidente da República, mas que não pode
decidir sozinho em respeito a independência e harmonia
Art. 15. É vedada a cassação de direitos políticos, cuja
dos poderes.
perda ou suspensão só se dará nos casos de:
Portanto, nos termos do art. 21 inciso IV lido em con-
[...]
junto com o art. 49 inciso II, o trânsito de forças estran-
IV - recusa de cumprir obrigação a todos imposta ou
geiras em território nacional depende de autorização do
prestação alternativa, nos termos do art. 5º, VIII.
Congresso Nacional.
[...]

114
LIVRO DE QUESTÕES

Portanto, nos termos do art. 15 IV, aquele que se recu- b) a casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela
sar cumprir obrigação comum a todos ou suas prestações podendo penetrar sem consentimento do morador, salvo
alternativas, correrá o risco da perda ou suspensão de direi- em caso de flagrante delito ou desastre, ou para prestar
tos políticos. O art. 143 e seus parágrafos também regulam socorro, ou, durante a noite, por determinação judicial.
essa questão:
XI - a casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela
Art. 143. O serviço militar é obrigatório nos termos da lei. podendo penetrar sem consentimento do morador, salvo
§ 1º Às Forças Armadas compete, na forma da lei, atribuir em caso de flagrante delito ou desastre, ou para prestar
serviço alternativo aos que, em tempo de paz, após alistados, socorro, ou, durante o dia, por determinação judicial.
alegarem imperativo de consciência, entendendo-se como
tal o decorrente de crença religiosa e de convicção filosófica O detalhe está no momento do dia em que se per-
ou política, para se eximirem de atividades de caráter essen- mite o cumprimento de determinação judicial. A questão
cialmente militar. alega ser possível o cumprimento durante a noite, quando
§ 2º As mulheres e os eclesiásticos ficam isentos do ser- na verdade, nos termos da Constituição, possível apenas
viço militar obrigatório em tempo de paz, sujeitos, porém, a durante o dia. A alternativa não está correta.
outros encargos que a lei lhes atribuir.
c) no caso de iminente perigo público, a autoridade
A prestação alternativa vem regulada pela lei 8239/91 competente poderá usar de propriedade particular, não
em seu art. 3º §3º e 4º dispõe que: cabendo, neste caso, qualquer tipo de indenização ao pro-
prietário, mesmo se houver dano.
§ 3º O Serviço Alternativo será prestado em organizações
militares da ativa e em órgãos de formação de reservas das XXV - no caso de iminente perigo público, a autori-
Forças Armadas ou em órgãos subordinados aos Ministérios dade competente poderá usar de propriedade particular,
Civis, mediante convênios entre estes e os Ministérios Mili- assegurada ao proprietário indenização ulterior, se houver
tares, desde que haja interesse recíproco e, também, sejam dano;
atendidas as aptidões do convocado.
§ 4o O Serviço Alternativo incluirá o treinamento para O interesse público deve prevalecer. Por conta disso em
atuação em áreas atingidas por desastre, em situação de caso de iminente perigo público, ou seja, aquele perigo que
emergência e estado de calamidade, executado de forma in- ainda não aconteceu que está na iminência de acontecer,
tegrada com o órgão federal responsável pela implantação poderá ser utilizada propriedade particular para tentar evi-
das ações de proteção e defesa civil. tar que o incidente ocorra, assegurando indenização caso
sejam constatados danos. A alternativa não está correta.
Gabarito: E.
d) as associações só poderão ser compulsoriamente
325 - Comentaremos individualmente cada uma das dissolvidas ou ter suas atividades suspensas por decisão ju-
alternativas, tendo em vista que estão previstas no art. 5º. dicial, exigindo-se, no primeiro caso, o trânsito em julgado.
Lançaremos a alternativa e na sequência o disposto na cons-
tituição para então lançar o comentário. A alternativa D é a que vem estampado na CF/88 no
art. 5º XIX. Alternativa correta.
a) todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em
locais abertos ao público, desde que não frustrem outra re- e) é assegurado a todos o acesso à informação e res-
união anteriormente convocada para o mesmo local, sendo, guardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício
todavia, exigida a prévia autorização da autoridade compe- profissional, exceto nas hipóteses previstas em lei federal.
tente.
XIV - é assegurado a todos o acesso à informação e
XVI - todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exer-
em locais abertos ao público, independentemente de autori- cício profissional.
zação, desde que não frustrem outra reunião anteriormente
convocada para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio O sigilo profissional não comporta exceções. Logo,
aviso à autoridade competente. protegido pela constituição federal, o sigilo não pode ser
limitado por lei. Alternativa incorreta.
Compulsando análise entre a alternativa e o disposto na
constituição, chamamos atenção a alguns detalhes, in casu, a Gabarito: D.
questão da comunicação à autoridade competente. A ques-
tão sugere a necessidade de autorização da autoridade com- 326 - Nos termos do art. 5º LXXVIII a duração razoável
petente enquanto a Constituição invoca a necessidade de do processo é modalidade de garantia fundamental aplica-
aviso. Portanto, a manifestação pacífica é livre, necessitando da tanto no âmbito judicial como administrativo. Em tem-
apenas de comunicação à autoridade competente e não a po, todos os direitos fundamentais tem aplicação imediata,
sua autorização. Logo, essa alternativa não está correta. a saber:

115
LIVRO DE QUESTÕES

Art. 5º LXXVIII a todos, no âmbito judicial e administra- A competência do júri não é para julgamento de crimes
tivo, são assegurados a razoável duração do processo e os hediondos, mas sim dos crimes dolosos contra a vida, pre-
meios que garantam a celeridade de sua tramitação. vistos entre os arts. 121 e 127 do Código Penal. São eles:
a) homicídio b) infanticídio c) participação em suicídio d)
Gabarito: A. aborto. Logo, alternativa incorreta.

327 - Comentaremos individualmente cada uma das e) A casa é o asilo inviolável do indivíduo, ninguém
alternativas, tendo em vista que estão previstas no art. 5º. nela podendo penetrar exceto por ordem judicial, de dia
Lançaremos a alternativa e na sequência o disposto na cons- ou à noite.
tituição para então lançar o comentário.
O cumprimento de ordem judicial poderá ocorrer ape-
a) É vedado qualquer tipo de prestação de assistência nas durante o dia, nos termos do art. 5º XI - a casa é asilo
religiosa nas entidades civis e militares de internação cole- inviolável do indivíduo, ninguém nela podendo penetrar
tiva. sem consentimento do morador, salvo em caso de flagran-
te delito ou desastre, ou para prestar socorro, ou, durante
VII - é assegurada, nos termos da lei, a prestação de as- o dia, por determinação judicial. A alternativa não está cor-
sistência religiosa nas entidades civis e militares de interna- reta.
ção coletiva.
Gabarito: C.
A alternativa vai à contramão da previsão constitucional.
É assegurada ao invés de vedada a prestação de assistência 328 - Aqueles que prestam provas para ingresso na
religiosa nas entidades civis e militares de internação cole- carreira pública sempre fazem confusão a respeito da gra-
tiva. tuidade dessas ações. Tanto habeas corpus como habeas
data são chamados de remédios constitucionais junto com
b) A Constituição autoriza a imposição legal das penas Mandado de Segurança, o Mandado de Injunção e por fim
de trabalhos forçados e de prestação social alternativa. não menos importante a Ação Popular. São gratuitos ape-
nas habeas corpus e habeas data.
XLVII - não haverá penas:
Gabarito: E.
a) de morte, salvo em caso de guerra declarada, nos ter-
mos do art. 84, XIX;
b) de caráter perpétuo;
329 - Nos termos do art. 5º LXXI - conceder-se-á man-
c) de trabalhos forçados;
dado de injunção sempre que a falta de norma regulamen-
d) de banimento;
tadora torne inviável o exercício dos direitos e liberdades
e) cruéis; constitucionais e das prerrogativas inerentes à nacionalida-
de, à soberania e à cidadania. Portanto, correta a alternativa
As penas possíveis e aquelas definitivamente vedadas “D”.
estão previstas na Constituição federal. Todas as penas que
afrontam a dignidade do indivíduo são vedadas pelo texto Gabarito: D.
legal. Desse modo, não encontra guarida a afirmação de que
a CF/88 autorize a aplicação da pena de trabalho forçado.
330 - Seguindo pela orientação do art. 5º LXVIII, con-
c) A lei penal não retroagirá, salvo para beneficiar o réu. ceder-se-á habeas corpus sempre que alguém sofrer ou se
achar ameaçado de sofrer violência ou coação em sua li-
Alternativa correta, de acordo com o art. 5º XL - a lei berdade de locomoção, por ilegalidade ou abuso de poder.
penal não retroagirá, salvo para beneficiar o réu.
Gabarito: C.
XL - a lei penal não retroagirá, salvo para beneficiar o
réu; 331 - Em face da inexistência de lei que inviabiliza o
exercício dos direitos e liberdades constitucionais e das
d) O tribunal do júri tem competência para processar e prerrogativas inerentes à nacionalidade, à soberania e à ci-
julgar todos os crimes hediondos. dadania, deve ser questionado em sede de mandado de
injunção. No caso em tela proposto pela questão, ainda
XXXVIII - é reconhecida a instituição do júri, com a or- existe súmula a esse respeito, conforme abaixo.
ganização que lhe der a lei, assegurados:
a) a plenitude de defesa; Art. 5º LXXI - conceder-se-á mandado de injunção
b) o sigilo das votações; sempre que a falta de norma regulamentadora torne in-
c) a soberania dos veredictos viável o exercício dos direitos e liberdades constitucionais
d) a competência para o julgamento dos crimes dolo- e das prerrogativas inerentes à nacionalidade, à soberania
sos contra a vida; e à cidadania.

116
LIVRO DE QUESTÕES

Súmula Vinculante 33. Aplicam-se ao servidor público, - Ação Popular


no que couber, as regras do regime geral da previdência so-
cial sobre aposentadoria especial de que trata o artigo 40, § Art. 5º LXXIII - qualquer cidadão é parte legítima para
4º, inciso III da Constituição Federal, até a edição de lei com- propor ação popular que vise a anular ato lesivo ao patri-
plementar específica. mônio público ou de entidade de que o Estado participe, à
moralidade administrativa, ao meio ambiente e ao patrimô-
Gabarito: C. nio histórico e cultural, ficando o autor, salvo comprovada
má-fé, isento de custas judiciais e do ônus da sucumbência.
332 - Nos termos do art. 5º LXIX - conceder-se-á man-
dado de segurança para proteger direito líquido e certo, não - Mandado de Injunção
amparado por habeas corpus ou habeas data, quando o res-
ponsável pela ilegalidade ou abuso de poder for autoridade Art. 5º LXXI - conceder-se-á mandado de injunção sem-
pública ou agente de pessoa jurídica no exercício de atribui- pre que a falta de norma regulamentadora torne inviável
ções do Poder Público. Em linhas gerais: o exercício dos direitos e liberdades constitucionais e das
prerrogativas inerentes à nacionalidade, à soberania e à ci-
- Objetivo: proteger direito líquido e certo não amparado dadania.
por Habeas corpus ou habeas data.
- Cabimento: existência de ilegalidade ou abuso de po- Gabarito: A.
der cometido por autoridade pública ou agente de pessoa
jurídica no exercício de atribuições do Poder Público.
- Custas: não é gratuito. 334 - Para fins de reconhecimento da nacionalidade
quando do nascimento, a maioria dos Estados no mundo se
Gabarito: C. utilizam do critério territorial, também chamado de ius solis
e/ou o critério sanguíneo, também chamado de ius sangui-
nis. O Brasil adotou os dois critérios: tanto o territorial como
333 - Para fins de conclusão da temática “remédios cons- o sanguíneo. Portanto, a regra é que nascido em território
titucionais”, lançaremos a seguir o fundamento constitucio- brasileiro, ainda que de pais estrangeiros, ou nascido filho
nal de cada uma das modalidades. de um dos genitores brasileiros, será considerado brasileiro
nato. No entanto, a CF/88 nos aponta algumas regras que
- Habeas corpus precisam ser analisadas individualmente. Ademais, caso não
se enquadre em alguma das hipóteses de ser reconhecido
Art. 5º LXVIII - conceder-se-á habeas corpus sempre que brasileiro nato, poderá tentar por vontade própria alguma
alguém sofrer ou se achar ameaçado de sofrer violência ou das espécies de naturalização.
coação em sua liberdade de locomoção, por ilegalidade ou É importante conhecer as exceções relacionadas a na-
abuso de poder. cionalidade. Conforme dito acima, pelo critério da territoria-
lidade, aquele que nasce em solo brasileiro, ainda que filho
- Habeas data de pais estrangeiros será considerado brasileiro nato. Porém,
necessário verificar se os pais estrangeiros estavam em solo
Art. 5º LXXII - conceder-se-á habeas data: a) para asse- brasileiro por opção ou a serviço de seu próprio país.
gurar o conhecimento de informações relativas à pessoa do Resumindo, se determinado indivíduo nasce em solo
impetrante, constantes de registros ou bancos de dados de brasileiro, sendo filhos de pais estrangeiros, que estejam a
entidades governamentais ou de caráter público; b) para a serviço de seu país de origem, o nascido não será reconhe-
retificação de dados, quando não se prefira fazê-lo por pro- cido como brasileiro nato. Vejamos:
cesso sigiloso, judicial ou administrativo.
Art. 12. São brasileiros:
- Mandado de segurança I - natos:
a) os nascidos na República Federativa do Brasil, ainda
Art.5º LXIX - conceder-se-á mandado de segurança para que de pais estrangeiros, desde que estes não estejam a ser-
proteger direito líquido e certo, não amparado por habeas viço de seu país.
corpus ou habeas data, quando o responsável pela ilegalida-
de ou abuso de poder for autoridade pública ou agente de Gabarito: A.
pessoa jurídica no exercício de atribuições do Poder Público;
LXX - o mandado de segurança coletivo pode ser impe- 335 - A CF/88 não faz distinção entre brasileiros natos
trado por: e naturalizados. No entanto, para manutenção da soberania
a) partido político com representação no Congresso Na- do país reserva alguns cargos que são estratégicos e que,
cional; portanto, devem ser exercidos por aqueles que são brasilei-
b) organização sindical, entidade de classe ou associa- ros natos. O brasileiro naturalizado é aquele que fez a op-
ção legalmente constituída e em funcionamento há pelo ção pela nacionalidade brasileira, mas inegável que é a sua
menos um ano, em defesa dos interesses de seus membros segunda pátria, ao menos no que tange ao nascimento, já
ou associados; que nascido em outro país e não o Brasil. São eles:

117
LIVRO DE QUESTÕES

Art. 12 § 3º São privativos de brasileiro nato os cargos: b) os estrangeiros de qualquer nacionalidade, residen-
I - de Presidente e Vice-Presidente da República; tes na República Federativa do Brasil há mais de quinze
II - de Presidente da Câmara dos Deputados; anos ininterruptos e sem condenação penal, desde que re-
III - de Presidente do Senado Federal; queiram a nacionalidade brasileira.
IV - de Ministro do Supremo Tribunal Federal; § 1º Aos portugueses com residência permanente no
V - da carreira diplomática; País, se houver reciprocidade em favor de brasileiros, serão
VI - de oficial das Forças Armadas. atribuídos os direitos inerentes ao brasileiro, salvo os casos
VII - de Ministro de Estado da Defesa previstos nesta Constituição.

Gabarito: A. Gabarito: C.

336 - Conforme explicado em questões anteriores, a 337 - Art. 12. São brasileiros:
aquisição da nacionalidade brasileira pode se dar pelo nas-
cimento ou pelo desejo de se tornar brasileiro. Ao falarmos I - natos:
da segunda possibilidade, fatalmente nos deparamos com [...]
a questão da naturalização. A CF/88 permite que estrangei- b) os nascidos no estrangeiro, de pai brasileiro ou mãe
ros se naturalizem brasileiros. Para tanto, necessário o cum- brasileira, desde que qualquer deles esteja a serviço da Re-
primento de alguns requisitos. Esses requisitos são diferen- pública Federativa do Brasil.
ciados para aqueles indivíduos que desejam se naturalizar
e são oriundos de países da língua portuguesa. Gabarito: A.
A naturalização pode ser ordinária ou extraordinária.
Além desta existe a chamada “quase-nacionalidade” que é 338 - A presente questão aborda as formas de aquisi-
o caso questionado pela banca examinadora. A “quase-na- ção da nacionalidade. Conforme já explicado em questões
cionalidade” pode acontecer quando estivermos indivíduos anteriores, a aquisição pode se dar pelo nascimento ou pela
oriundos de países da língua portuguesa que residam per- vontade do indivíduo, que são as hipóteses de naturaliza-
manentemente no Brasil, cujo país de origem estabeleceu ção. Portanto, sempre que uma questão levar em conside-
reciprocidade com o Brasil. Em ocorrendo essa situação, o ração o nascimento do indivíduo, oportuno lembrar-se dos
indivíduo receberá direitos inerentes ao do Brasileiro. Im- critérios para aquisição da nacionalidade pelo nascimento,
portante lembrar que essa condição não lhe dá a possibili- também chamada de originária. O Brasil adota o critério
dade de ser reconhecido como brasileiro nato, mas apenas misto que reconhece como brasileiro nato aquele que tem
a condição de exercer determinados direitos, como por por um dos genitores indivíduo brasileiro – chamado crité-
exemplo os direitos políticos. Um português, residindo per- rio ius sanguinis; ou que tenha nascido em território brasi-
manentemente no Brasil, graças a reciprocidade que seu leiro, mesmo que de pais estrangeiros e estes não estejam
país tem com o Brasil, poderá exercer aqui determinados a serviço de seu país de origem – chamado critério ius solis.
direitos; de igual modo um brasileiro, residindo permanen- A questão informa que um casal de haitianos que
temente em Portugal. adentraram irregularmente no país conceberam um filho
Conforme estabelecido no Decreto nº 3.927/01, os em território brasileiro; a irregularidade no ingresso ao país
portugueses que residirem por três ininterruptos no Brasil não implica em modificação da resposta, apenas deixa cla-
poderão requerer ao Ministério da Justiça do Brasil a per- ro para aqueles que conhecem a regra do critério territorial,
missão para se alistar e votar, embora cada caso seja avalia- que os pais não estão a serviço do país – excluindo a exce-
do e julgado pelo juiz. O cidadão Português ou equiparado ção outrora trazida pelo referido critério. Deste modo, o fi-
(respeitada a necessidade de reciprocidade entre países), lho destes haitianos que não estão à serviço do Haiti serão
com residência no Brasil, se desejar adquirir igualdade de considerados brasileiros natos segundo o critério ius solis.
direitos e deveres com o brasileiro, deverá apresentar re-
querimento ao Ministério da Justiça. Uma vez reconhecida Gabarito: B.
a igualdade, recebe documentos brasileiros.
A questão apresenta certa incongruência no que tange 339 - Os direitos políticos são aqueles conferidos ao
a alternativa B que também está correta, pois se naturaliza- brasileiro para o exercício da cidadania – manifestação po-
do brasileiro o indivíduo português este receberá os mes- lítica. Em se tratando de direitos políticos destacamos a
mos direitos de todo aquele que for naturalizado. capacidade eleitoral ativa, aquele que permite nos termos
da lei que o indivíduo manifeste suas intenções políticas,
Art. 12 [...] comumente pelo voto. A capacidade eleitoral passiva é
II - naturalizados: aquela que confere o direito de ser colocado no páreo para
a) os que, na forma da lei, adquiram a nacionalidade concorrer a determinado cargo político. Para concorrer a
brasileira, exigidas aos originários de países de língua por- algum cargo, além dos requisitos específicos para o cargo,
tuguesa apenas residência por um ano ininterrupto e ido- como por exemplo a idade, indispensável estar alistado, ou
neidade moral; seja, ser eleitor. Sufrágio, portanto, é o direito de votar e ser

118
LIVRO DE QUESTÕES

votado – o voto é a forma mais comum de manifestação do Art. 14 § 6º Para concorrerem a outros cargos, o Presi-
sufrágio. O Brasil adotou o sufrágio universal, ou seja, o di- dente da República, os Governadores de Estado e do Dis-
reito ao voto é para todos, respeitados aqueles cuja obriga- trito Federal e os Prefeitos devem renunciar aos respectivos
toriedade de exercer esse direito consta como facultativo. mandatos até seis meses antes do pleito.

Gabarito: D. Portanto, apenas os chefes do poder executivo devem re-


nunciar para concorrerem a outros cargos em até seis meses
340 - Em tempos como o atual em que muito se dis- antes do pleito. Sendo as eleições sempre marcadas para o mês
cute direitos políticos, importante desmistificarem alguns de outubro (ressalvada raríssima exceção) as pessoas acima
ditos que se escutam alhures, até como forma de promover identificadas deverão renunciar seis meses antes.
a compreensão correta da realidade e dos fatos que circun-
dam o tema. A CF/88 veda a cassação de direitos políticos; Gabarito: E.
ao contrário de períodos nebulosos pelo qual passou o
país, como por exemplo, a ditadura militar, na atual con- 343 - Em análise à questão, por se tratarem de temas já
abordados em questões anteriores, comentaremos de forma
juntura democrática inconstitucional se cogitar em cassa-
sintética os erros das alternativas.
ção de direitos. A CF/88 autoriza a perda ou a suspensão
– cassação nunca.
Alternativa A: não se trata de manifestação da democra-
cia indireta, mas sim da democracia direta, nos termos do art.
Art. 15. É vedada a cassação de direitos políticos, cuja art.1°, p.u. c/c art.14, I e II.
perda ou suspensão só se dará nos casos de:
I - cancelamento da naturalização por sentença transi- Art. 1º Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que
tada em julgado; o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente,
II - incapacidade civil absoluta; nos termos desta Constituição.
III - condenação criminal transitada em julgado, en-
quanto durarem seus efeitos; Art. 14. A soberania popular será exercida pelo sufrágio
IV - recusa de cumprir obrigação a todos imposta ou universal e pelo voto direto e secreto, com valor igual para to-
prestação alternativa, nos termos do art. 5º, VIII; dos, e, nos termos da lei, mediante:
V - improbidade administrativa, nos termos do art. 37, § 4º. I - plebiscito;
II - referendo;
Gabarito: B. III - iniciativa popular.

341 - Para ser eleito a alguns determinados cargos, ne- Alternativa B: o voto é facultativo para maiores de dezes-
cessário dentre diversos requisitos, a observância do crité- seis anos.
rio idade. Resguarda a CF/88 alguns cargos para indivíduos
que detenham, ainda que de caráter subjetividade, maturi- Art. 14 1º O alistamento eleitoral e o voto são:
dade. Informa a constituição que: I - obrigatórios para os maiores de dezoito anos;
II - facultativos para:
Art. 14 §3º [...] a) os analfabetos;
VI - a idade mínima de: b) os maiores de setenta anos;
a) trinta e cinco anos para Presidente e Vice-Presidente c) os maiores de dezesseis e menores de dezoito anos.
da República e Senador;
Alternativa C: correta.
b) trinta anos para Governador e Vice-Governador de
Estado e do Distrito Federal;
Art. 14 § 3º São condições de elegibilidade, na forma da lei:
c) vinte e um anos para Deputado Federal, Deputado
VI - a idade mínima de:
Estadual ou Distrital, Prefeito, Vice-Prefeito e juiz de paz;
b) trinta anos para Governador e Vice-Governador de Esta-
d) dezoito anos para Vereador. do e do Distrito Federal;
d) dezoito anos para Vereador.
Gabarito: C.
Alternativa D: só deverão renunciar aqueles que detêm car-
342 - A questão versa sobre a questão da renúncia ao go político de chefe do executivo.
cargo que está exercendo para concorrer a outro cargo. Tra-
ta-se de ato pelo qual determinado candidato é obrigado a Art. 14 § 6º Para concorrerem a outros cargos, o Presidente
se afastar do cargo público/político atual para concorrer a da República, os Governadores de Estado e do Distrito Federal
disputa por algum outro cargo. Quando o indivíduo renún- e os Prefeitos devem renunciar aos respectivos mandatos até
cia para concorrer a outro cargo em caso de não vencer a seis meses antes do pleito.
disputa, não retoma a função antiga. Porém, a CF/88 é ta-
xativa ao informar aqueles que são obrigados a renunciar: Alternativa E: os estrangeiros são inalistáveis e inelegí-
veis; os analfabetos apenas inelegíveis.

119
LIVRO DE QUESTÕES

Art. 14 § 4º São inelegíveis os inalistáveis e os analfa- que são aquelas cuja temática não demanda lei, pois se tra-
betos. tam de temas/matérias que podem ser inseridos na gestão
Art. 14 § 2º Não podem alistar-se como eleitores os proposta pelos representantes de cada unidade da repú-
estrangeiros e, durante o período do serviço militar obri- blica. As competências são apresentadas na CF/88 a partir
gatório, os conscritos. do art. 21.
A questão versa sobre a temática da intervenção. Logo,
Gabarito: C. paira a pergunta: o que vem a ser a intervenção?
Segundo Nathália Masson, citando Dirley da Cunha
344 - Art. 17. É livre a criação, fusão, incorporação e Júnior, a intervenção é uma “medida temporária e excep-
extinção de partidos políticos, resguardados a soberania cional, prevista na Constituição em hipóteses restritas, que
nacional, o regime democrático, o pluripartidarismo, os di- autoriza que um ente federado passe a ter ingerência nos
reitos fundamentais da pessoa humana e observados os negócio políticos de outra entidade federada, suprimindo-
seguintes preceitos: -lhe, por tempo determinado, a autonomia”. Ou seja, é uma
I - caráter nacional; espécie de suspensão temporária do gerenciamento autô-
II - proibição de recebimento de recursos financeiros nomo de um ente da federação – é o mesmo que transferir
de entidade ou governo estrangeiros ou de subordinação por determinado lapso de tempo o comando para alguém
a estes; que não aquele previsto pelo texto maior. Poderá a inter-
III - prestação de contas à Justiça Eleitoral; venção ser federal ou estadual. Quando isso poderá ocor-
IV - funcionamento parlamentar de acordo com a lei. rer? Nas hipóteses taxativas previstas pela lei maior. Nesse
§ 1º É assegurada aos partidos políticos autonomia sentido:
para definir sua estrutura interna e estabelecer regras sobre
escolha, formação e duração de seus órgãos permanentes Art. 35. O Estado não intervirá em seus Municípios,
e provisórios e sobre sua organização e funcionamento e nem a União nos Municípios localizados em Território Fe-
para adotar os critérios de escolha e o regime de suas co- deral, exceto quando:
ligações nas eleições majoritárias, vedada a sua celebração I - deixar de ser paga, sem motivo de força maior, por
nas eleições proporcionais, sem obrigatoriedade de vincu- dois anos consecutivos, a dívida fundada;
lação entre as candidaturas em âmbito nacional, estadual,
II - não forem prestadas contas devidas, na forma da
distrital ou municipal, devendo seus estatutos estabelecer
lei;
normas de disciplina e fidelidade partidária. (Redação dada
III – não tiver sido aplicado o mínimo exigido da receita
pela Emenda Constitucional nº 97, de 2017)
municipal na manutenção e desenvolvimento do ensino e
§ 2º Os partidos políticos, após adquirirem personali-
nas ações e serviços públicos de saúde;
dade jurídica, na forma da lei civil, registrarão seus estatu-
IV - o Tribunal de Justiça der provimento a representa-
tos no Tribunal Superior Eleitoral.
ção para assegurar a observância de princípios indicados
na Constituição Estadual, ou para prover a execução de lei,
Gabarito: A.
de ordem ou de decisão judicial.
345 - O Brasil adotou o sistema de federalismo, moder-
namente chamado de federalismo de cooperação. Por esse Portanto, como as hipóteses são específicas (taxativas)
sistema o Estado é dividido em algumas outras unidades não poderá ocorrer intervenção sem observância de tal cri-
como forma de descentralizar o poder. Em nosso país exis- tério. Logo, correta a alternativa D, posto que previsto no
te a União (que do ponto de vista interno rege as questões art. 35 IV.
administrativas federais e do ponto de vista externo rece-
be o nome de República Federativa do Brasil), os estados- Gabarito: C.
-membros, os municípios, o Distrito Federal e os territórios.
Com relação a essa última modalidade, apesar de previsto 346 - Conforme já explicado na questão anterior, o
na CF/88, atualmente não temos nenhum. Brasil adotou o sistema de federalismo de cooperação por
Cada ente da federação é responsável pela administra- onde cada ente tem suas responsabilidades e atribuições.
ção desse pacto federativo. Logo, determinados entes são E mais, nenhum ente da federação, como regra, poderá in-
competentes para determinadas funções que estão previs- tervir no outro, salvo por expressa determinação legal.
tas no texto maior.
Dentre os sistemas de repartição de competência, ado- Gabarito: A.
tou o Brasil o sistema americano que estipula taxativamen-
te para união as competências que lhe são exclusivas. As 347 - DAS ATRIBUIÇÕES DO CONGRESSO NACIONAL
demais, de forma residual são repassadas aos demais en-
tes. Assim, cada qual reveste a república com suas funções. Art. 48. Cabe ao Congresso Nacional, com a sanção do
As competências, ou numa linguagem mais simples, as Presidente da República, não exigida esta para o especifica-
atribuições, podem ser divididas em legislativas, ou seja, do nos arts. 49, 51 e 52, dispor sobre todas as matérias de
capacidade que determinado ente possui de confeccionar competência da União, especialmente sobre:
leis, regular assuntos; e as competências não legislativas

120
LIVRO DE QUESTÕES

I - sistema tributário, arrecadação e distribuição de ren- VIII - fixar os subsídios do Presidente e do Vice-Presi-
das; dente da República e dos Ministros de Estado, observado o
II - plano plurianual, diretrizes orçamentárias, orçamen- que dispõem os arts. 37, XI, 39, § 4º, 150, II, 153, III, e 153,
to anual, operações de crédito, dívida pública e emissões § 2º, I;
de curso forçado; IX - julgar anualmente as contas prestadas pelo Presi-
III - fixação e modificação do efetivo das Forças Ar- dente da República e apreciar os relatórios sobre a execu-
madas; ção dos planos de governo;
IV - planos e programas nacionais, regionais e seto- X - fiscalizar e controlar, diretamente, ou por qualquer
riais de desenvolvimento; de suas Casas, os atos do Poder Executivo, incluídos os da
V - limites do território nacional, espaço aéreo e marí- administração indireta;
timo e bens do domínio da União; XI - zelar pela preservação de sua competência legis-
VI - incorporação, subdivisão ou desmembramento lativa em face da atribuição normativa dos outros Poderes;
de áreas de Territórios ou Estados, ouvidas as respecti- XII - apreciar os atos de concessão e renovação de con-
vas Assembleias Legislativas; cessão de emissoras de rádio e televisão;
VII - transferência temporária da sede do Governo Fe- XIII - escolher dois terços dos membros do Tribunal de
deral; Contas da União;
VIII - concessão de anistia; XIV - aprovar iniciativas do Poder Executivo referentes
IX - organização administrativa, judiciária, do Ministé- a atividades nucleares;
rio Público e da Defensoria Pública da União e dos Terri- XV - autorizar referendo e convocar plebiscito;
tórios e organização judiciária e do Ministério Público do XVI - autorizar, em terras indígenas, a exploração e o
Distrito Federal; aproveitamento de recursos hídricos e a pesquisa e lavra
X – criação, transformação e extinção de cargos, em- de riquezas minerais;
pregos e funções públicas, observado o que estabelece o XVII - aprovar, previamente, a alienação ou concessão
art. 84, VI, b; de terras públicas com área superior a dois mil e quinhen-
XI – criação e extinção de Ministérios e órgãos da ad- tos hectares.
ministração pública;
XII - telecomunicações e radiodifusão; Fundamento da questão: Art. 48 III, IV e VI c/c Art. 49
XIII - matéria financeira, cambial e monetária, institui- I e XV
ções financeiras e suas operações;
XIV - moeda, seus limites de emissão, e montante da Gabarito: D.
dívida mobiliária federal.
XV - fixação do subsídio dos Ministros do Supremo Tri-
348 - Art. 58. O Congresso Nacional e suas Casas terão
bunal Federal, observado o que dispõem os arts. 39, § 4º;
comissões permanentes e temporárias, constituídas na for-
150, II; 153, III; e 153, § 2º, I.
ma e com as atribuições previstas no respectivo regimento
ou no ato de que resultar sua criação.
Art. 49. É da competência exclusiva do Congresso Na-
§ 3º As comissões parlamentares de inquérito, que te-
cional:
rão poderes de investigação próprios das autoridades ju-
I - resolver definitivamente sobre tratados, acordos
diciais, além de outros previstos nos regimentos das res-
ou atos internacionais que acarretem encargos ou com-
pectivas Casas, serão criadas pela Câmara dos Deputados e
promissos gravosos ao patrimônio nacional;
pelo Senado Federal, em conjunto ou separadamente, me-
II - autorizar o Presidente da República a declarar
guerra, a celebrar a paz, a permitir que forças estrangei- diante requerimento de um terço de seus membros, para
ras transitem pelo território nacional ou nele permaneçam a apuração de fato determinado e por prazo certo, sendo
temporariamente, ressalvados os casos previstos em lei suas conclusões, se for o caso, encaminhadas ao Ministério
complementar; Público, para que promova a responsabilidade civil ou cri-
III - autorizar o Presidente e o Vice-Presidente da Repú- minal dos infratores.
blica a se ausentarem do País, quando a ausência exceder
a quinze dias; Gabarito: A.
IV - aprovar o estado de defesa e a intervenção fede-
ral, autorizar o estado de sítio, ou suspender qualquer uma 349 - Comentários individuais para cada questão:
dessas medidas;
V - sustar os atos normativos do Poder Executivo que a) A Constituição Federal poderá ser emendada me-
exorbitem do poder regulamentar ou dos limites de dele- diante proposta de um terço, no mínimo, dos membros da
gação legislativa; Câmara dos Deputados ou do Senado Federal, do Presi-
VI - mudar temporariamente sua sede; dente da República ou de mais da metade das Assembleias
VII - fixar idêntico subsídio para os Deputados Federais Legislativas das unidades da Federação, manifestando-se,
e os Senadores, observado o que dispõem os arts. 37, XI, cada uma delas, pela maioria relativa de seus membros.
39, § 4º, 150, II, 153, III, e 153, § 2º, I;

121
LIVRO DE QUESTÕES

Art. 60. A Constituição poderá ser emendada mediante 350 - A questão encontra fundamento no art. 62 da
proposta: CF/88. Trata-se de artigo de indispensável conhecimento,
I - de um terço, no mínimo, dos membros da Câmara não podendo ser descartada a sua leitura. Referido artigo
dos Deputados ou do Senado Federal; regulamenta a medida provisória. Trata-se de espécie le-
II - do Presidente da República; gislativa de uso exclusivo do Presidente da República. Ve-
III - de mais da metade das Assembleias Legislativas jamos:
das unidades da Federação, manifestando-se, cada uma
delas, pela maioria relativa de seus membros. Art. 62. Em caso de relevância e urgência, o Presidente
da República poderá adotar medidas provisórias, com for-
b) A iniciativa popular pode ser exercida pela apresen- ça de lei, devendo submetê-las de imediato ao Congresso
tação à Câmara dos Deputados de projeto de lei subscrito Nacional.
por, no mínimo, um por cento do eleitorado nacional, dis- § 1º É vedada a edição de medidas provisórias sobre
tribuído pelo menos por dez Estados, com não menos de matéria:
três décimos por cento dos eleitores de cada um deles. I – relativa a:
a) nacionalidade, cidadania, direitos políticos, partidos
Art. 61. A iniciativa das leis complementares e ordiná- políticos e direito eleitoral;
rias cabe a qualquer membro ou Comissão da Câmara dos b) direito penal, processual penal e processual civil;
Deputados, do Senado Federal ou do Congresso Nacional, c) organização do Poder Judiciário e do Ministério Pú-
ao Presidente da República, ao Supremo Tribunal Federal, blico, a carreira e a garantia de seus membros;
aos Tribunais Superiores, ao Procurador-Geral da República d) planos plurianuais, diretrizes orçamentárias, orça-
e aos cidadãos, na forma e nos casos previstos nesta Cons- mento e créditos adicionais e suplementares, ressalvado o
tituição. previsto no art. 167, § 3º;
§ 2º A iniciativa popular pode ser exercida pela apre- II – que vise a detenção ou sequestro de bens, de pou-
sentação à Câmara dos Deputados de projeto de lei subs- pança popular ou qualquer outro ativo financeiro;
crito por, no mínimo, um por cento do eleitorado nacional, III – reservada a lei complementar;
distribuído pelo menos por cinco Estados, com não menos IV – já disciplinada em projeto de lei aprovado pelo
de três décimos por cento dos eleitores de cada um deles.
Congresso Nacional e pendente de sanção ou veto do Pre-
sidente da República.
c) Dispor sobre limites globais e condições para as
§ 2º Medida provisória que implique instituição ou ma-
operações de crédito externo e interno da União, dos Es-
joração de impostos, exceto os previstos nos arts. 153, I, II,
tados, do Distrito Federal e dos Municípios, de suas autar-
IV, V, e 154, II, só produzirá efeitos no exercício financeiro
quias e demais entidades controladas pelo Poder Público
seguinte se houver sido convertida em lei até o último dia
federal compreende competência privativa da Câmara dos
daquele em que foi editada.
Deputados, a excluir, portanto, a sanção do Presidente da
§ 3º As medidas provisórias, ressalvado o disposto nos
República.
§§ 11 e 12 perderão eficácia, desde a edição, se não forem
Art. 52. Compete privativamente ao Senado Federal: convertidas em lei no prazo de sessenta dias, prorrogável,
VII - dispor sobre limites globais e condições para as nos termos do § 7º, uma vez por igual período, devendo o
operações de crédito externo e interno da União, dos Es- Congresso Nacional disciplinar, por decreto legislativo, as
tados, do Distrito Federal e dos Municípios, de suas autar- relações jurídicas delas decorrentes.
quias e demais entidades controladas pelo Poder Público § 4º O prazo a que se refere o § 3º contar-se-á da pu-
federal. blicação da medida provisória, suspendendo-se durante os
períodos de recesso do Congresso Nacional.
d) O Senado Federal é formado por representantes dos § 5º A deliberação de cada uma das Casas do Con-
Estados e do Distrito Federal, eleitos segundo o princípio gresso Nacional sobre o mérito das medidas provisórias
majoritário, observando-se que cada senador será eleito dependerá de juízo prévio sobre o atendimento de seus
com um suplente. pressupostos constitucionais.
§ 6º Se a medida provisória não for apreciada em até
Art. 46. O Senado Federal compõe-se de representan- quarenta e cinco dias contados de sua publicação, entrará
tes dos Estados e do Distrito Federal, eleitos segundo o em regime de urgência, subsequentemente, em cada uma
princípio majoritário. das Casas do Congresso Nacional, ficando sobrestadas, até
§ 1º Cada Estado e o Distrito Federal elegerão três Se- que se ultime a votação, todas as demais deliberações le-
nadores, com mandato de oito anos. gislativas da Casa em que estiver tramitando.
§ 2º A representação de cada Estado e do Distrito Fe- § 7º Prorrogar-se-á uma única vez por igual período a
deral será renovada de quatro em quatro anos, alternada- vigência de medida provisória que, no prazo de sessenta
mente, por um e dois terços. dias, contado de sua publicação, não tiver a sua votação
§ 3º Cada Senador será eleito com dois suplentes. encerrada nas duas Casas do Congresso Nacional.
§ 8º As medidas provisórias terão sua votação iniciada
Gabarito: A. na Câmara dos Deputados.

122
LIVRO DE QUESTÕES

§ 9º Caberá à comissão mista de Deputados e Senado- A inamovibilidade é o que lhe garante não ser remo-
res examinar as medidas provisórias e sobre elas emitir pa- vido do cargo ex officio. Possível, no entanto, ocorrer ato de
recer, antes de serem apreciadas, em sessão separada, pelo remoção, disponibilidade e aposentadoria de magistrado,
plenário de cada uma das Casas do Congresso Nacional. por interesse público, desde que fundada em decisão funda-
§ 10. É vedada a reedição, na mesma sessão legislativa, mentada pelo voto da maioria absoluta do tribunal em que
de medida provisória que tenha sido rejeitada ou que te- esteja lotado ou do Conselho Nacional de Justiça; deverá ser
nha perdido sua eficácia por decurso de prazo. assegurada a ampla defesa.
§ 11. Não editado o decreto legislativo a que se refere Por fim, a irredutibilidade de subsídios garante que seja
o § 3º até sessenta dias após a rejeição ou perda de eficácia afastada, salvo as exceções previstas na própria CF/88, qual-
de medida provisória, as relações jurídicas constituídas e quer possibilidade de decisão legislativa com o intuito de
decorrentes de atos praticados durante sua vigência con- afetar os subsídios dos magistrados.
servar-se-ão por ela regidas.
§ 12. Aprovado projeto de lei de conversão alterando Gabarito: C.
o texto original da medida provisória, esta manter-se-á in-
tegralmente em vigor até que seja sancionado ou vetado 353 - A questão trata das funções essenciais à justiça,
o projeto. previstas a partir do art. 127 da CF/88 que traz as atividades
do ministério público, da advocacia pública, advocacia priva-
Gabarito: B. da e defensoria pública. Em se tratando da advocacia pública
temos a AGU (advocacia-geral da União) e as Procuradorias
351 - Art. 86. Admitida a acusação contra o Presidente Estaduais. Vejamos:
da República, por dois terços da Câmara dos Deputados,
será ele submetido a julgamento perante o Supremo Tri- Art. 132. Os Procuradores dos Estados e do Distrito Fe-
bunal Federal, nas infrações penais comuns, ou perante o deral, organizados em carreira, na qual o ingresso depen-
Senado Federal, nos crimes de responsabilidade. derá de concurso público de provas e títulos, com a par-
§ 1º O Presidente ficará suspenso de suas funções: ticipação da Ordem dos Advogados do Brasil em todas as
suas fases, exercerão a representação judicial e a consultoria
I - nas infrações penais comuns, se recebida a denúncia
jurídica das respectivas unidades federadas.
ou queixa-crime pelo Supremo Tribunal Federal;
Parágrafo único. Aos procuradores referidos neste arti-
II - nos crimes de responsabilidade, após a instauração
go é assegurada estabilidade após três anos de efetivo exer-
do processo pelo Senado Federal.
cício, mediante avaliação de desempenho perante os órgãos
§ 2º Se, decorrido o prazo de cento e oitenta dias, o
próprios, após relatório circunstanciado das corregedorias.
julgamento não estiver concluído, cessará o afastamento
do Presidente, sem prejuízo do regular prosseguimento do
Gabarito: B.
processo.
§ 3º Enquanto não sobrevier sentença condenatória, 354 - Segundo a CF/88 o Ministério Público é institui-
nas infrações comuns, o Presidente da República não esta- ção permanente, essencial à função jurisdicional do Estado,
rá sujeito a prisão. incumbindo-lhe a defesa da ordem jurídica, do regime de-
§ 4º O Presidente da República, na vigência de seu mocrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis.
mandato, não pode ser responsabilizado por atos estra- São regidos pelos princípios da unidade, da indivisibilidade e
nhos ao exercício de suas funções. da independência funcional.
A instituição é compreende a seguinte divisão:
Gabarito: C.
I - o Ministério Público da União, que compreende:
352 - Nos termos do art. 95, os juízes gozam das se- a) o Ministério Público Federal;
guintes garantias: b) o Ministério Público do Trabalho;
I - vitaliciedade, que, no primeiro grau, só será adqui- c) o Ministério Público Militar;
rida após dois anos de exercício, dependendo a perda do d) o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios;
cargo, nesse período, de deliberação do tribunal a que o II - os Ministérios Públicos dos Estados.
juiz estiver vinculado, e, nos demais casos, de sentença ju-
dicial transitada em julgado; Aos seus membros são propostas as seguintes garantias:
II - inamovibilidade, salvo por motivo de interesse pú- a) vitaliciedade, após dois anos de exercício, não poden-
blico, na forma do art. 93, VIII; do perder o cargo senão por sentença judicial transitada em
III - irredutibilidade de subsídio, ressalvado o disposto julgado;
nos arts. 37, X e XI, 39, § 4º, 150, II, 153, III, e 153, § 2º, I. b) inamovibilidade, salvo por motivo de interesse públi-
co, mediante decisão do órgão colegiado competente do
A vitaliciedade é a garantia ofertada ao magistrado Ministério Público, pelo voto da maioria absoluta de seus
que só perderá o cargo mediante sentença judicial transi- membros, assegurada ampla defesa;
tada em julgado. No primeiro grau a vitaliciedade só será c) irredutibilidade de subsídio, fixado na forma do art.
adquirida após dois anos de exercício. Vitaliciedade não 39, § 4º, e ressalvado o disposto nos arts. 37, X e XI, 150, II,
confunde com estabilidade. 153, III, 153, § 2º, I

123
LIVRO DE QUESTÕES

O ministério público exerce funções previamente esti- - Ação Direta de Inconstitucionalidade por omissão
puladas pela CF/88. Logo, de extrema importância leitura do
art. 129, a seguir apresentado: Art. 103. Podem propor a ação direta de inconstitucio-
nalidade e a ação declaratória de constitucionalidade:
Art. 129. São funções institucionais do Ministério Públi- I - o Presidente da República;
co: II - a Mesa do Senado Federal;
I - promover, privativamente, a ação penal pública, na III - a Mesa da Câmara dos Deputados;
forma da lei; IV a Mesa de Assembleia Legislativa ou da Câmara Le-
II - zelar pelo efetivo respeito dos Poderes Públicos e gislativa do Distrito Federal; V o Governador de Estado ou
dos serviços de relevância pública aos direitos assegurados do Distrito Federal;
nesta Constituição, promovendo as medidas necessárias a VI - o Procurador-Geral da República;
sua garantia; VII - o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do
III - promover o inquérito civil e a ação civil pública, para Brasil;
a proteção do patrimônio público e social, do meio ambien- VIII - partido político com representação no Congresso
te e de outros interesses difusos e coletivos; Nacional;
IV - promover a ação de inconstitucionalidade ou repre- IX - confederação sindical ou entidade de classe de
sentação para fins de intervenção da União e dos Estados, âmbito nacional.
nos casos previstos nesta Constituição; [...]
V - defender judicialmente os direitos e interesses das § 2º Declarada a inconstitucionalidade por omissão de
populações indígenas; medida para tornar efetiva norma constitucional, será dada
VI - expedir notificações nos procedimentos adminis- ciência ao Poder competente para a adoção das providên-
trativos de sua competência, requisitando informações e cias necessárias e, em se tratando de órgão administrativo,
documentos para instruí-los, na forma da lei complementar para fazê-lo em trinta dias.
respectiva;
VII - exercer o controle externo da atividade policial, na - Arguição de descumprimento de preceito funda-
forma da lei complementar mencionada no artigo anterior; mental
VIII - requisitar diligências investigatórias e a instauração
de inquérito policial, indicados os fundamentos jurídicos de Art. 102 § 1.º A arguição de descumprimento de precei-
suas manifestações processuais; to fundamental, decorrente desta Constituição, será apre-
IX - exercer outras funções que lhe forem conferidas, ciada pelo Supremo Tribunal Federal, na forma da lei.
desde que compatíveis com sua finalidade, sendo-lhe veda-
da a representação judicial e a consultoria jurídica de enti- 357 - Além da previsão do controle de constituciona-
dades públicas. lidade na CF/88, lei infraconstitucional foi elaborada para
regulamentar o exercício dessas ações de constitucionali-
Gabarito: B. dade. A lei. 9868/99 disciplina essa questão e em conjunto
com os artigos constitucionais permitem a resolução da
questão.
355 - A pergunta aborda a “letra fria” da lei; trata da
organização do ministério público. Nos termos d art. 128 § Lei 9868/99 - Art. 28. Dentro do prazo de dez dias após
1º o Ministério Público da União tem por chefe o Procura- o trânsito em julgado da decisão, o Supremo Tribunal Fe-
dor-Geral da República, nomeado pelo Presidente da Repú- deral fará publicar em seção especial do Diário da Justiça e
blica dentre integrantes da carreira, maiores de trinta e cinco do Diário Oficial da União a parte dispositiva do acórdão.
anos, após a aprovação de seu nome pela maioria absolu- Parágrafo único. A declaração de constitucionalida-
ta dos membros do Senado Federal, para mandato de dois de ou de inconstitucionalidade, inclusive a interpretação
anos, permitida a recondução. conforme a Constituição e a declaração parcial de incons-
titucionalidade sem redução de texto, têm eficácia contra
356 - O controle abstrato de constitucionalidade será todos e efeito vinculante em relação aos órgãos do Poder
sempre exercido pelo STF. Para tomar ciência de algum inci- Judiciário e à Administração Pública federal, estadual e mu-
dente questionando a constitucionalidade de uma lei, deve- nicipal.
rão ser utilizados os mecanismos presentes na própria CF/88.
Gabarito: D.
- Ação Direta de Constitucionalidade e ação declaratória
de constitucionalidade:
358 - A segurança pública também está prevista na
Art. 102. Compete ao Supremo Tribunal Federal, preci- CF/88. Compõe a segurança pública:
puamente, a guarda da Constituição, cabendo-lhe: I - polícia federal;
I - processar e julgar, originariamente: II - polícia rodoviária federal;
a) a ação direta de inconstitucionalidade de lei ou ato III - polícia ferroviária federal;
normativo federal ou estadual e a ação declaratória de IV - polícias civis;
constitucionalidade de lei ou ato normativo federal; V - polícias militares e corpos de bombeiros militares.

124
LIVRO DE QUESTÕES

Vejamos as funções: 360 - Comentaremos individualmente cada uma das


alternativas lançadas pela questão.
- Polícia Federal:
a) A diversidade e distinção na concessão dos benefí-
A polícia federal, instituída por lei como órgão perma- cios e serviços às populações urbanas e rurais pelo poder
nente, organizado e mantido pela União e estruturado em público é um dos objetivos constitucionais da seguridade
carreira, destina-se a: social.
I - apurar infrações penais contra a ordem política e
social ou em detrimento de bens, serviços e interesses da Art. 194. A seguridade social compreende um conjun-
União ou de suas entidades autárquicas e empresas pú- to integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e
blicas, assim como outras infrações cuja prática tenha re- da sociedade, destinadas a assegurar os direitos relativos à
percussão interestadual ou internacional e exija repressão saúde, à previdência e à assistência social.
uniforme, segundo se dispuser em lei; Parágrafo único. Compete ao Poder Público, nos ter-
II - prevenir e reprimir o tráfico ilícito de entorpecentes mos da lei, organizar a seguridade social, com base nos
e drogas afins, o contrabando e o descaminho, sem pre- seguintes objetivos:
juízo da ação fazendária e de outros órgãos públicos nas I - universalidade da cobertura e do atendimento;
respectivas áreas de competência; II - uniformidade e equivalência dos benefícios e servi-
III - exercer as funções de polícia marítima, aeroportuá- ços às populações urbanas e rurais;
ria e de fronteiras; III - seletividade e distributividade na prestação dos be-
IV - exercer, com exclusividade, as funções de polícia nefícios e serviços;
judiciária da União. IV - irredutibilidade do valor dos benefícios;
V - eqüidade na forma de participação no custeio;
- Polícia rodoviária federal VI - diversidade da base de financiamento;
VII - caráter democrático e descentralizado da admi-
nistração, mediante gestão quadripartite, com participação
A polícia rodoviária federal, órgão permanente, organi-
dos trabalhadores, dos empregadores, dos aposentados e
zado e mantido pela União e estruturado em carreira, des-
do Governo nos órgãos colegiados.
tina-se, na forma da lei, ao patrulhamento ostensivo das
rodovias federais.
b) É vedada a destinação de recursos públicos para au-
xílios ou subvenções às instituições privadas com ou sem
- Polícia ferroviária federal
fins lucrativos
A polícia ferroviária federal, órgão permanente, organi- Art. 199. A assistência à saúde é livre à iniciativa priva-
zado e mantido pela União e estruturado em carreira, des- da.
tina-se, na forma da lei, ao patrulhamento ostensivo das § 1º As instituições privadas poderão participar de for-
ferrovias federais. ma complementar do sistema único de saúde, segundo
diretrizes deste, mediante contrato de direito público ou
- Polícias civis convênio, tendo preferência as entidades filantrópicas e as
sem fins lucrativos.
Às polícias civis, dirigidas por delegados de polícia de § 2º É vedada a destinação de recursos públicos para
carreira, incumbem, ressalvada a competência da União, as auxílios ou subvenções às instituições privadas com fins lu-
funções de polícia judiciária e a apuração de infrações pe- crativos.
nais, exceto as militares. § 3º - É vedada a participação direta ou indireta de em-
presas ou capitais estrangeiros na assistência à saúde no
- Polícias militares País, salvo nos casos previstos em lei.
§ 4º A lei disporá sobre as condições e os requisitos
Às polícias militares cabem a polícia ostensiva e a pre- que facilitem a remoção de órgãos, tecidos e substâncias
servação da ordem pública; aos corpos de bombeiros mi- humanas para fins de transplante, pesquisa e tratamento,
litares, além das atribuições definidas em lei, incumbe a bem como a coleta, processamento e transfusão de sangue
execução de atividades de defesa civil. e seus derivados, sendo vedado todo tipo de comerciali-
zação.
Gabarito: C.
c) O Poder Judiciário não admitirá ações relativas à dis-
359 - Art. 165. Leis de iniciativa do Poder Executivo es- ciplina e às competições desportivas devendo tais ques-
tabelecerão: tões ser dirimidas pela justiça desportiva, na forma da lei.
I - o plano plurianual;
II - as diretrizes orçamentárias; d) Com o objetivo de preservação do meio ambiente,
III - os orçamentos anuais. serão vedadas a alteração e a supressão dos espaços ter-
ritoriais e seus componentes considerados especialmente
Gabarito: C. protegidos.

125
LIVRO DE QUESTÕES

Art. 217. É dever do Estado fomentar práticas despor- Prof. Greice Aline da Costa Sarquis Pinto
tivas formais e não-formais, como direito de cada um, ob-
servados: Bacharel em Direito - Faculdade de Direito da Alta Pau-
I - a autonomia das entidades desportivas dirigentes e lista - FADAP/FAP. Advogada inscrita na OAB/ SP sob nº
associações, quanto a sua organização e funcionamento; 298.596. Membro da Comissão do Jovem Advogado na 34ª
II - a destinação de recursos públicos para a promoção Subseção de Tupã/SP.
prioritária do desporto educacional e, em casos específicos,
para a do desporto de alto rendimento;
III - o tratamento diferenciado para o desporto profis- DIREITO PENAL
sional e o não- profissional;
IV - a proteção e o incentivo às manifestações despor-
tivas de criação nacional. TCE-SP - Agente de Fiscalização – VUNESP - 2017
§ 1º O Poder Judiciário só admitirá ações relativas à - QUESTÃO 361 Assinale a alternativa que contenha ape-
disciplina e às competições desportivas após esgotarem-se nas crimes descritos no Código Penal contra as finanças
as instâncias da justiça desportiva, regulada em lei. públicas.
§ 2º A justiça desportiva terá o prazo máximo de ses- (A) Contratação de operação de crédito, ordenação de
senta dias, contados da instauração do processo, para pro- despesa não autorizada e não cancelamento de restos a
ferir decisão final. pagar.
§ 3º O Poder Público incentivará o lazer, como forma de (B) Oferta pública ou colocação de títulos no mercado,
promoção social. moeda falsa e prestação de garantia graciosa.
(C) Inserção de dados falsos em sistema de informa-
e) O ensino religioso, de matrícula facultativa, consti- ções, assunção de obrigação no último ano do mandato
tuirá disciplina dos horários normais das escolas públicas ou legislatura e emprego irregular de verbas ou rendas pú-
de ensino fundamental. blicas.
(D) Não cancelamento de restos a pagar, extravio, so-
Art. 210. Serão fixados conteúdos mínimos para o en- negação ou inutilização de livro ou documento e emprego
sino fundamental, de maneira a assegurar formação básica irregular de verbas ou rendas públicas.
comum e respeito aos valores culturais e artísticos, nacio- (E) Inserção de dados falsos em sistema de informa-
nais e regionais. ções, sonegação ou inutilização de livro ou documento e
§ 1º O ensino religioso, de matrícula facultativa, cons- contratação de operação de crédito..
tituirá disciplina dos horários normais das escolas públicas
de ensino fundamental. TCE-SP - Agente de Fiscalização - VUNESP - 2017 -
§ 2º O ensino fundamental regular será ministrado em QUESTÃO 362. Nos termos da Lei Federal n° 9.613/1998
língua portuguesa, assegurada às comunidades indígenas (alterada pela Lei Federal n°12.683/2012), que dispõe sobre
também a utilização de suas línguas maternas e processos os crimes de “lavagem” ou ocultação de bens, direitos e
próprios de aprendizagem. valores, é correto afirmar que
(A) a Secretaria da Receita Federal do Brasil conservará
Gabarito: E. os dados fiscais dos contribuintes pelo prazo mínimo de
15 (quinze) anos, contados a partir do início do exercício
seguinte ao da declaração de renda respectiva ou ao do
pagamento do tributo.
(B) em caso de indiciamento de servidor público, este
será afastado, percebendo remuneração proporcional ao
tempo de serviço, até que o juiz competente autorize, em
decisão fundamentada, o seu retorno.
(C) em caso de indiciamento de servidor público, este
será afastado, sem prejuízo de remuneração e demais di-
reitos previstos em lei, até que o juiz competente autorize,
em decisão fundamentada, o seu retorno.
(D) a Secretaria da Receita Federal do Brasil conser-
vará os dados fiscais dos contribuintes pelo prazo mínimo
de 20 (vinte) anos, contados a partir do início do exercício
seguinte ao da declaração de renda respectiva ou ao do
pagamento do tributo.
(E) em caso de indiciamento de servidor público, este
será afastado, sem direito à remuneração e demais direitos
previstos em lei, até que o juiz competente autorize, em
decisão fundamentada, o seu retorno.

126
LIVRO DE QUESTÕES

Prefeitura de Marília – SP- Procurador Jurídico - (D) a interdição em caráter permanente de estabele-
VUNESP – 2017- QUESTÃO 363. Em determinada execu- cimento, obra ou atividade é uma das penas restritivas de
ção fiscal promovida pela Prefeitura Municipal de Marília, direitos da pessoa jurídica.
é localizado um bem que, uma vez alienado gerará valor (E) o prazo máximo para o infrator oferecer defesa ou
mais do que suficiente para o pagamento do crédito tri- impugnação contra o auto de infração, contados da data
butário ao Erário. O juízo determina a penhora do bem e da ciência da autuação, é de 15 dias.
designa um depositário judicial. Seguidos os trâmites pro-
cessuais, é determinado o leilão do bem. No entanto, veri- DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP –
fica-se que o depositário judicial vendeu o bem por conta 2017 - QUESTÃO 367. A empresa DEF Ltda. recebeu auto de
própria e apossou-se do valor, estando em local incerto e infração no valor de R$ 250 mil no qual, além de ser cobrado
não sabido. Considerando as previsões do Código Penal, é o principal do imposto devido e os juros, também foi aplica-
correto afirmar que o depositário judicial, nessa situação, da multa agravada, em razão de ter a fiscalização apurado
haveria cometido o crime de a ocorrência de omissão proposital de informação, além de
(A) prevaricação. prestação falsa de declaração às autoridades fazendá­rias, com
(B) peculato mediante erro de outrem. a finalidade de reduzir o valor do tributo devido. Da lavratura
(C) apropriação indébita. do auto de infração foi dada imediata ciência ao Ministério
(D) peculato. Público, via representação, para eventual proposição de de-
(E) emprego irregular de verbas ou rendas públicas. núncia na esfera criminal.
(A) Caso a empresa venha a recorrer administrativamente
Prefeitura de São José dos Campos - Procurador - do auto de infração, não estará tipificado o crime contra a
VUNESP – 2017 - QUESTÃO 364. A simples conduta de ordem tributária, previsto no artigo 1º, I, da Lei nº 8.137/1990,
adulterar a placa de veículo automotor, com arrependi- antes do lançamento definitivo do tributo.
mento posterior, tem como bem jurídico tutelado a (B) A conduta descrita na situação configura crime de
(A) identificação de veículo automotor. mera conduta, não sendo necessária a demonstração de pre-
(B) fé pública. juízo à arrecadação tributária para a sua configuração.
(C) idoneidade de documento público. (C) Agiu corretamente a administração fazendária ao re-
(D) idoneidade de sinal público. presentar imediatamente o fato ao Ministério Público, dada a
(E) idoneidade particular. natureza criminosa da conduta, e a possibilidade de prescri-
ção da pretensão punitiva do Estado.
Prefeitura de São José dos Campos – SP - Procura- (D) Ficará suspensa a pretensão punitiva do Estado caso
dor - VUNESP – 2017 – QUESTÃO 365. a empresa venha a aderir a parcelamento tributário, ainda que
a adesão ocorra após o recebimento da denúncia criminal.
Considerando os Crimes contra a Administração, nos
(E) Constitui crime de corrupção a conduta de solicitar
exatos termos do art. 334-A, § 1° , III, quem reinsere no
ou receber, em razão da condição de funcionário público fa-
território nacional mercadoria brasileira destinada à expor-
zendário, vantagem indevida para deixar de lançar ou cobrar
tação incorre na mesma pena do crime de
tributo, ou para cobrá-lo parcialmente.
(A) sonegação fiscal.
(B) descaminho.
DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP –
(C) fraude de concorrência.
2017 - QUESTÃO 368. Doutrinadores nacionais admitem
(D) contrabando. que a reforma de 1984 da Parte Geral do Código Penal, es-
(E) corrupção ativa em transação comercial interna- pecialmente no que concerne ao “conceito de crime”, aderiu
cional. ao “finalismo”. Quem é considerado o criador de tal sistema
jurídico-penal?
Prefeitura de São José dos Campos – SP – Procura- (A) Hans Welzel.
dor - VUNESP – 2017 – QUESTÃO 366. (B) Claus Roxim.
Nos termos da Lei n° 9.605/98, que dispõe sobre san- (C) Von Liszt.
ções penais e administrativas derivadas de condutas e ati- (D) Günther Jakobs.
vidades lesivas ao meio ambiente: (E) Cesare Beccaria.
(A) as pessoas jurídicas serão responsabilizadas admi-
nistrativa e penalmente, com base nos dispositivos legais DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP
da Lei referida, nos casos em que a infração seja cometida – 2017 - QUESTÃO 369. O Código Penal estabelece que é
por decisão de seu representante legal ou de seu órgão crime “praticar ato obsceno em lugar público, ou aberto ou
colegiado, no interesse ou benefício de terceiro. exposto ao público” (CP, art. 233). Para interpretar o exato
(B) a existência de obstáculo ao ressarcimento de pre- significado da expressão “ato obsceno”, deve o operador do
juízos causados à qualidade do meio ambiente não autori- Direito valer-se de elementos
za a desconsideração da personalidade jurídica. (A) analógicos.
(C) a autoridade ambiental que tiver conhecimento de (B) autênticos.
infração ambiental é obrigada a promover a sua apuração (C) sociológicos.
imediata, mediante processo administrativo próprio, sob (D) gramaticais.
pena de corresponsabilidade. (E) sintáticos.

127
LIVRO DE QUESTÕES

DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP – DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP –
2017 - QUESTÃO 370. Sendo positivos os elementos que 2017 - QUESTÃO 374. Considere as duas descrições fá-
configuram o delito e constatada a semi-imputabilidade ticas que seguem: “induzir, instigar ou auxiliar alguém ao
do acusado, o juiz pode, atendendo aos demais critérios uso indevido de droga” e “oferecer droga, eventualmente
legais, e sem objetivo de lucro, a pessoa de seu relacionamento,
(A) aplicar-lhe pena reduzida de 1 a 2/3 ou absolvê-lo, para juntos a consumirem”.
pois não há outra previsão legal. É correto afirmar que
(B) aplicar-lhe pena reduzida de 1 a 2/3 ou determinar (A) apesar de serem ambas criminalmente tipificadas,
que se submeta a tratamento ambulatorial ou, ainda, de- as respectivas penas poderão ser reduzidas de um sexto a
terminar sua internação. dois terços, desde que o agente seja primário e não inte-
(C) aplicar-lhe pena reduzida de 1 a 2/3 ou determinar gre organização criminosa.
que se submeta a tratamento ambulatorial, pois não há ou- (B) ambas são condutas criminalmente tipificadas, às
tra previsão legal. quais não se cominam penas restritivas de liberdade.
(D) absolver o acusado, por ausência de tipicidade, (C) ambas são condutas criminalmente tipificadas e a
especialmente por falta de elemento subjetivo do tipo ou primeira é mais gravemente apenada que a segunda.
suspender o processo, pois não há outra previsão legal. (D) a primeira delas é conduta criminalmente tipifica-
(E) declarar extinta a punibilidade do acusado ou ab- da, mas a segunda não.
solvê-lo por ausência de tipicidade, especialmente por falta (E) ambas são condutas equiparadas ao tráfico ilícito
de elemento subjetivo do tipo. de entorpecentes, inclusive no que concerne às penas.

DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP – DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP –
2017 - QUESTÃO 371. Assinale o crime que se processa 2017 - QUESTÃO 375
mediante ação penal pública incondicionada. Sobre o trabalho interno do preso, é correto afirmar
(A) Furto de coisa comum (CP, art. 156). que
(B) Violação do segredo profissional (CP, art. 154). (A) os doentes ou deficientes físicos não podem exer-
(C) Perigo de contágio venéreo (CP, art. 130). cer atividade laboral por expressa disposição legal.
(D) Ameaça (CP, art. 147). (B) a jornada normal de trabalho não será inferior a
(E) Violação de domicílio (CP, art. 150). 6 (seis) nem superior a 8 (oito) horas, com descanso nos
domingos e feriados.
DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP –
(C) não há na Lei de Execução Penal previsão sobre
2017 - QUESTÃO 372. João, de 30 anos, em concurso com
trabalho do preso provisório.
a amiga Maria, de 25 anos, cometem apropriação indébita
(D) na atribuição do trabalho não deverão ser levadas
contra o pai de João, de 50 anos. Os três moram na mesma
em conta as oportunidades oferecidas pelo mercado.
casa.
(E) o trabalho não deverá ter como objetivo a forma-
É correto afirmar que João
ção profissional do condenado, mas tão somente a sua
(A) e Maria são isentos de pena.
recuperação.
(B) é isento de pena e Maria somente será processada
mediante representação.
(C) e Maria somente serão processados mediante re- DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP –
presentação. 2017 - QUESTÃO 376.
(D) é isento de pena, mas a Maria não socorre seme- Em relação à disciplina do preso, assinale a alternativa
lhante benefício. correta.
(E) somente será processado mediante representação e (A) O poder disciplinar, na execução da pena privativa
Maria é isenta de pena. de liberdade, será exercido pelo juiz da execução.
(B) A prática de fato previsto como crime doloso não
DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP constitui falta grave, pena de, em assim sendo, haver ca-
– 2017 - QUESTÃO 373. Nos expressos termos da Lei de racterização de bis in idem.
Crimes Ambientais, é circunstância que atenua a pena (Lei (C) A falta grave interrompe o prazo para obtenção
no 9.605/98, art. 14): de livramento condicional.
(A) ter o agente menos de 21 (vinte e um) anos na data (D) O preso sujeito ao regime disciplinar diferenciado
do fato ou mais de 70 (setenta) anos na data da sentença. pode ficar sujeito ao cumprimento de parte de sua pena
(B) ter sido o fato cometido em estado de necessidade. em cela escura, desde que se observe o limite de 10% do
(C) ter sido o fato praticado contra espécie de fauna quantum da pena a se cumprir em referida cela.
não sujeita a risco de extinção. (E) Pune-se a tentativa com a sanção correspondente
(D) colaboração com os agentes encarregados da vigi- à falta disciplinar consumada.
lância e do controle ambiental.
(E) baixa classe socioeconômica do agente.

128
LIVRO DE QUESTÕES

DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP – (D) Ao processo, ao julgamento e à execução das cau-
2017 - QUESTÃO 377 sas cíveis e criminais decorrentes da prática de violência
Qual dos enunciados a seguir reflete entendimento já doméstica e familiar contra a mulher não se aplicam as nor-
sumulado pelo STJ? mas do Código de Processo Penal.
(A) Para obtenção dos benefícios de saída temporária (E) O Ministério Público poderá em todos os atos pro-
e trabalho externo, não se considera o tempo de cumpri- cessuais, cíveis e criminais acompanhar a mulher em situa-
mento da pena no regime fechado por se tratar de benefí- ção de violência doméstica e familiar atuando como seu
cios próprios do regime semiaberto. curador.
(B) O tempo de duração da medida de segurança
pode ultrapassar o limite máximo da pena abstratamente DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP –
cominada ao delito praticado se as causas relacionadas à 2017 - QUESTÃO 380. É correto afirmar sobre o exame de
inimputabilidade penal persistirem. corpo de delito e das perícias em geral:
(C) Para o reconhecimento da prática de falta disci- (A) o exame de corpo de delito e outras perícias serão
plinar no âmbito da execução penal, é prescindível a ins- realizados por dois peritos oficiais, portadores de diploma
tauração de procedimento administrativo pelo diretor do de curso superior.
estabelecimento prisional. (B) não há previsão legal no Código de Processo Penal
(D) O reconhecimento de falta grave decorrente do acerca da formulação de quesitos e indicação de assistente
cometimento de fato definido como crime doloso no técnico.
cumprimento da pena prescinde do trânsito em julgado (C) quando a infração deixar vestígios, é possível dis-
de sentença penal condenatória no processo penal instau- pensar o exame de corpo de delito.
rado para apuração do fato. (D) em caso de lesões corporais, a falta de exame com-
(E) O benefício de saída temporária no âmbito da exe- plementar não pode ser suprida pela prova testemunhal.
cução penal é ato jurisdicional suscetível de delegação à (E) se desaparecerem os vestígios, é possível que a pro-
autoridade administrativa do estabelecimento prisional. va testemunhal supra a ausência de exame de corpo de
delito
DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP –
DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP –
2017 - QUESTÃO 378
2017 - QUESTÃO 381
Em relação a alguns dos benefícios previstos na Lei de
Assinale a assertiva que espelha entendimento já su-
Execução Penal, assinale a alternativa correta.
mulado pelo Superior Tribunal de Justiça.
(A) Os condenados que cumprem pena em regime
(A) Compete ao foro do local da emissão do cheque
fechado poderão obter permissão para saída temporária.
processar e julgar o crime de estelionato mediante cheque
(B) O condenado que cumpre a pena em regime se-
sem provisão de fundos.
miaberto poderá remir, por estudo, parte do tempo de
(B) A pronúncia é causa suspensiva da prescrição, ain-
execução da pena. da que o Tribunal do Júri venha a desclassificar o crime.
(C) O preso impossibilitado de prosseguir no trabalho, (C) Compete à Justiça Federal processar e julgar Pre-
por acidente, não poderá continuar a beneficiar-se com a feito Municipal por desvio de verba sujeita a prestação de
remição. contas perante órgão federal.
(D) O tempo remido não poderá ser computado para (D) A competência para processar e julgar o crime de
a concessão de livramento condicional e indulto. uso de documento falso é firmada em razão da qualifica-
(E) A autorização para saída temporária será conce- ção do órgão expedidor do documento em questão.
dida por ato motivado do Juiz da execução e dependerá, (E) A participação de membro do Ministério Público na
dentre outros requisitos, do cumprimento mínimo de 1/3 fase investigatória criminal acarreta o seu impedimento ou
(um terço) da pena, se o condenado for primário, e 1/2 suspeição para o oferecimento da denúncia.
(metade), se reincidente.
Câmara de Sumaré – SP - Procurador Jurídico - VU-
DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP – NESP – 2017 QUESTÃO 382.
2017 - QUESTÃO 379 Considerando-se servidora pública em situação de vio-
No que se refere à violência doméstica e familiar con- lência doméstica, para preservar sua integridade física e
tra a mulher (Lei nº 11.340/06), assinale a alternativa cor- psicológica, o juiz assegurará a ela:
reta. (A) manutenção do vínculo como servidora por seis
(A) A ação penal relativa ao crime de lesão corporal meses, afastando-a do local de trabalho.
resultante de violência doméstica contra a mulher é públi- (B) encaminhamento prioritário a grupo de apoio psi-
ca condicionada. cológico e social fornecido por ente público.
(B) Há previsão legal de ajuizamento de ação penal (C) nomeação de defensor público para atendimento
privada na Lei nº 11.340/06 (Lei Maria da Penha), depen- no âmbito administrativo e judicial.
dendo do interesse jurídico discutido. (D) acesso prioritário à remoção quando integrante da
(C) A ação penal relativa ao crime de lesão corporal Administração direta ou indireta.
resultante de violência doméstica contra a mulher é públi- (E) atendimento especializado pela autoridade policial
ca incondicionada. competente, no cumprimento de medida protetiva.

129
LIVRO DE QUESTÕES

TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário – VUNESP - TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário – VUNESP -
2017 – QUESTÃO 383. 2017 – QUESTÃO 387.
O crime denominado “petrechos de falsificação” (CP, Imagine que um perito nomeado pelo juiz, em pro-
art. 294) tem a pena aumentada, de acordo com o art. 295 cesso judicial, mediante suborno, produza um laudo falso
do CP, se para favorecer uma determinada parte, praticando a con-
(A) praticado com intuito de lucro. duta que configura crime do art. 342 do CP (falsa perícia).
(B) cometido em detrimento de órgão público ou da Ocorre que, arrependido e antes de proferida a sentença
administração indireta. no mesmo processo, o perito retrata-se, corrigindo a fal-
(C) a vítima for menor de idade, idosa ou incapaz. sidade. De acordo com o texto literal do art. 342, § 2° do
(D) causar expressivo prejuízo à fé pública. CP, como consequência jurídica da retratação,
(E) o agente for funcionário público e cometer o crime (A) o perito fica isento de pena criminal, mas deverá
prevalecendo-se do cargo. indenizar o prejudicado pela falsidade que cometeu.
(B) o perito fica isento de pena criminal, mas deverá
TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário – VUNESP - devolver os honorários recebidos em dobro.
2017 – QUESTÃO 384. Funcionário público municipal, im- (C) o fato deixa de ser punível.
prudentemente, deixa a porta da repartição aberta ao final (D) o perito, se condenado pelo crime de falsa pe-
do expediente. Assim agindo, mesmo sem intenção, con- rícia, terá a pena reduzida de 1/3 (um terço) a 2/3 (dois
corre para que outro funcionário público, que trabalha no terços).
mesmo local, subtraia os computadores que guarneciam o (E) o perito fica impedido, por 5 (cinco) anos, de
órgão público. O Município sofre considerável prejuízo. A prestar tal serviço.
conduta do funcionário que deixou a porta aberta tradu-
z-se em TJ-SP - Juiz Substituto - VUNESP – 2017 - QUES-
(A) peculato culposo. TÃO 388. Na aplicação da pena,
(B) fato atípico. (A) é vedada a utilização de inquéritos policiais e
(C) prevaricação. ações penais em curso para agravar a pena-base, con-
(D) peculato-subtração. figurando-se, porém, a má antecedência se o acusado
(E) mero ilícito funcional, sem repercussão na esfera ostentar condenação por crime anterior, transitada em
penal. julgado após o novo fato.
(B) a incidência de circunstância atenuante não pode
TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário – VUNESP - conduzir à redução da pena abaixo do mínimo legal, a
2017 – QUESTÃO 385. não ser que utilizada a confissão para a formação do con-
A conduta de “dar causa à instauração de investigação vencimento do julgador, hipótese em que o réu fará jus à
policial, de processo judicial, instauração de investigação diminuição, ainda que aquém do piso.
administrativa, inquérito civil ou ação de improbidade ad- (C) o desconhecimento da lei constitui circunstância
ministrativa contra alguém, imputando-lhe crime de que o atenuante, podendo ainda a pena ser atenuada em razão
sabe inocente” configura de fato relevante, embora não previsto em lei, desde que
(A) denunciação caluniosa. necessariamente anterior ao crime.
(B) condescendência criminosa. (D) a reincidência não pode ser considerada como
(C) falso testemunho. circunstância agravante e, simultaneamente, como cir-
(D) comunicação falsa de crime. cunstância judicial, não prevalecendo a condenação an-
(E) fraude processual. terior, contudo, se entre a data do trânsito em julgado
para a acusação da condenação anterior e a infração
TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário – VUNESP - posterior tiver decorrido período de tempo superior a 5
2017 – QUESTÃO 386. (cinco) anos.
Certos crimes têm suas penas estabelecidas em pa-
tamares superiores quando presentes circunstâncias que TJ-SP - Juiz Substituto - VUNESP – 2017 - QUES-
aumentam o desvalor da conduta. São os denominados TÃO 389. No que concerne às penas restritivas de direi-
“tipos qualificados”. tos, é correto afirmar que
Assinale a alternativa que indica o crime que tem como (A) a prestação pecuniária consiste no pagamento
qualificadoras “resultar prejuízo público” e “ocorrer em lu- à vítima, a seus dependentes ou a entidade pública ou
gar compreendido na faixa de fronteira”. privada com destinação social, de importância não infe-
(A) Corrupção passiva. rior a 10 (dez) nem superior a 360 (trezentos e sessenta)
(B) Exercício arbitrário das próprias razões. dias-multa.
(C) Abuso de poder. (B) a interdição temporária de direitos, nos crimes
(D) Violência arbitrária. ambientais, pode consistir em proibição de participar de
(E) Abandono de função. licitações, pelo prazo de 5 (cinco) anos, no caso de crimes
dolosos, e de 3 (três) anos, no de crimes culposos.

130
LIVRO DE QUESTÕES

(C) são autônomas e substituem as privativas de li- TJ-SP - Juiz Substituto - VUNESP – 2017 - QUES-
berdade quando, entre outros requisitos legais, o réu não TÃO 392. No que concerne à lei de drogas, é correto afir-
for reincidente em crime doloso, a culpabilidade, os an- mar que
tecedentes, a conduta social e personalidade do agen- (A) o emprego de arma de fogo constitui causa de
te, bem como os motivos e circunstâncias autorizarem a aumento da pena no crime de tráfico, não configurando
concessão do benefício, e não for indicada ou cabível a majorante, porém, o concurso de pessoas.
suspensão condicional da pena. (B) constitui crime a associação de três ou mais pes-
(D) a prestação de serviços à comunidade ou a enti- soas para o fim de, reiteradamente ou não, financiar ou
dades públicas é aplicável a qualquer condenação a pri- custear o tráfico de drogas.
vação de liberdade, facultado ao condenado cumprir a (C) a prescrição no crime de posse de droga para con-
pena em menor tempo, nunca inferior à metade da san- sumo pessoal ocorre no menor prazo previsto no Código
ção corporal imposta. Penal para as penas privativas de liberdade.
(D) é isento de pena o agente que, em razão de de-
TJ-SP - Juiz Substituto - VUNESP – 2017 - QUESTÃO pendência, era, ao tempo da ação ou da omissão relacio-
390. Quanto ao concurso de crimes, é correto afirmar: nada, com exclusividade, a crimes de drogas, inteiramente
(A) há concurso formal próprio quando o agente, incapaz de entender o caráter ilícito do fato ou de determi-
mediante uma só ação ou omissão, pratica dois ou mais nar-se de acordo com esse entendimento.
crimes, idênticos ou não, aplicando-se a mais grave das
penas cabíveis ou, se iguais, somente uma delas, mas au- TJ-SP - Juiz Substituto - VUNESP – 2017 - QUESTÃO
mentada, em qualquer caso, de um sexto a dois terços, 393. No tocante às penas privativas de liberdade, é correto
considerado o número de infrações cometidas. afirmar que
(B) há concurso formal impróprio ou imperfeito quan- (A) o condenado por crime hediondo ou assemelhado,
do a ação ou omissão, dolosa ou culposa, resultar de de- independentemente da data de cometimento da infração,
sígnios autônomos, hipótese em que a pena será aplicada só poderá obter a progressão de regime após o cumpri-
pela regra do concurso material. mento de 2/5 (dois quintos) da pena, se primário, admitin-
(C) nos crimes dolosos, cometidos com violência ou do-se a determinação de exame criminológico, desde que
grave ameaça contra a mesma vítima, poderá o juiz, con- em decisão motivada.
siderando a culpabilidade, os antecedentes, a conduta so- (B) o benefício de saída temporária no âmbito da exe-
cial e a personalidade do agente, bem como os motivos e cução penal, cabível para os condenados que cumprem
as circunstâncias, aumentar a pena de um só dos crimes, pena em regime fechado ou semiaberto, é ato jurisdicional
se idênticas, ou a mais grave, se diversas, até o triplo. insuscetível de delegação à autoridade administrativa do
(D) no crime continuado comum, aplica-se a pena de estabelecimento prisional.
um só dos crimes, se idênticas, ou a mais grave, se di- (C) o reconhecimento de falta grave decorrente do co-
versas, aumentada, em qualquer caso, de um sexto a dois metimento de fato definido como crime doloso no cum-
terços, considerado o número de infrações cometidas, in- primento da pena prescinde do trânsito em julgado da
cidindo a extinção da punibilidade sobre a pena de cada sentença penal condenatória no processo penal instaurado
uma, isoladamente. para apuração do fato e interrompe a contagem do prazo
para a progressão de regime, o qual se reinicia a partir da
TJ-SP - Juiz Substituto - VUNESP – 2017 - QUES- decisão judicial que identificar a infração.
TÃO 391. Em relação aos crimes contra o patrimônio, é (D) é admissível a adoção do regime prisional fecha-
correto afirmar que do aos reincidentes condenados a pena igual ou inferior
(A) constitui causa de aumento de pena do furto sim- a 4 (quatro) anos de reclusão, se desfavoráveis as circuns-
ples a subtração de semovente domesticável de produção, tâncias judiciais, bem como vedado o estabelecimento de
ainda que abatido ou dividido em partes no local da sub- regime prisional mais gravoso do que o cabível em razão
tração. da sanção imposta, com base apenas na gravidade abstrata
(B) é isento de pena quem comete furto em prejuízo do delito, se fixada a pena-base no mínimo legal.
de ascendente, independentemente da idade da vítima.
(C) não incide a agravante de crime praticado con- TJ-SP - Juiz Substituto - VUNESP – 2017 - QUESTÃO
tra maior de sessenta anos no caso de estelionato contra 394. As faltas disciplinares
idoso. (A) sujeitam à regressão de regime, após prévia oitiva
(D) admitem a figura privilegiada os crimes de furto, do condenado, e à perda de até 1/3 (um terço) do tempo
dano, apropriação indébita, estelionato e receptação. remido, recomeçando a contagem a partir da data do reco-
nhecimento administrativo da infração.
(B) exigem, para seu reconhecimento no âmbito da
execução penal, a instauração de procedimento adminis-
trativo pelo diretor do estabelecimento prisional, assegura-
do o direito de autodefesa, não ofendendo a Constituição
a ausência de defesa técnica.

131
LIVRO DE QUESTÕES

(C) estão sujeitas ao princípio da legalidade, cabendo à Prefeitura de Porto Ferreira – SP - Procurador Jurí-
legislação local especificar as leves e as médias, admitida a dico - VUNESP – 2017 - QUESTÃO 398.
imposição de sanções coletivas e punida a tentativa com a Em relação aos crimes contra o patrimônio, é correto
sanção correspondente à falta consumada. afirmar que
(D) de natureza grave permitem a imposição da sanção (A) o crime de roubo praticado por agente que é irmão
de isolamento celular por ato motivado do diretor do esta- da vítima depende de representação.
belecimento, com necessária comunicação ao juiz da execu- (B) em relação ao crime de dano, seja ele cometido na
ção, não podendo exceder a trinta dias. forma simples, seja ele cometido na forma qualificada, em
suas diversas modalidades, somente se procede mediante
TJ-SP - Juiz Substituto - VUNESP – 2017 - QUESTÃO queixa.
395. Quanto aos crimes de trânsito, é correto afirmar que (C) no crime de esbulho possessório, se a propriedade
(A) não padece de inconstitucionalidade o tipo que in- é particular, e não há emprego de violência, somente se
crimina o ato de afastar-se o condutor do veículo do local do procede mediante queixa.
acidente, para fugir à responsabilidade penal ou civil que lhe (D) em relação ao crime de apropriação indébita pre-
possa ser atribuída videnciária, não há previsão legal de extinção de punibili-
(B) o crime de dirigir veículo automotor, em via pública, dade se o agente, espontaneamente, declara, confessa e
sem a devida permissão para dirigir ou habilitação ou, ainda, efetua o pagamento das contribuições, importâncias ou
se cassado o direito de dirigir, por reclamar que decorra do valores e presta as informações devidas à previdência so-
fato perigo de dano, derrogou, integralmente, a contraven- cial, na forma definida em lei ou regulamento, antes do iní-
ção penal prevista no art. 32 do Decreto-lei n° 3.688/41, sob cio da ação fiscal.
a rubrica de falta de habilitação para dirigir veículo. (E) em relação ao crime de estelionato há a necessi-
(C) o juiz, no curso da ação penal, havendo necessidade dade de saber o valor do prejuízo acarretado à vítima para
para garantia da ordem pública, poderá, de ofício, decretar, saber se trata-se de ação penal pública incondicionada ou
em decisão motivada, a suspensão da permissão ou da habi- condicionada.
litação para dirigir veículo automotor, ou a proibição de sua
obtenção, cabendo contra tal ato recurso em sentido estrito,
Prefeitura de Porto Ferreira – SP - Procurador Jurí-
sem efeito suspensivo.
dico - VUNESP – 2017 - QUESTÃO 399.
(D) constitui circunstância agravante, no crime de homi-
Qual alternativa a seguir reflete o exato entendimento
cídio culposo na direção de veículo automotor, a ser consi-
de Súmula Jurisprudencial editada pelo STJ?
derada na segunda fase do cálculo da pena, o fato de o autor
(A) A conduta de atribuir-se falsa identidade perante
não possuir permissão para dirigir ou carteira de habilitação.
autoridade policial é típica, ainda que em situação de ale-
TJ-SP - Juiz Substituto - VUNESP – 2017 - QUESTÃO gada autodefesa.
396. A chamada prescrição retroativa (B) A abolitio criminis temporária, prevista na Lei n°
(A) regulada pelo máximo da pena privativa de liberda- 10.826/2003, não se aplica ao crime de posse de arma de
de cominada ao crime. fogo de uso permitido com numeração, marca ou qualquer
(B) não pode ter por termo inicial data anterior à publi- outro sinal de identificação raspado, independentemente
cação da sentença condenatória recorrível. da data do cometimento do crime.
(C) acarreta o acréscimo de um terço no lapso prescri- (C) É possível o reconhecimento do privilégio previs-
cional em se tratando de acusado reincidente. to no § 2° do art. 155 do CP nos casos de crime de furto
(D) não marca os antecedentes do acusado, nem gera qualificado, ainda que não for primário o agente, mas for
futura reincidência. de pequeno valor a coisa furtada e for a qualificadora de
ordem objetiva.
Prefeitura de Porto Ferreira – SP - Procurador Jurídi- (D) A configuração do crime do art. 244-B do ECA de-
co - VUNESP – 2017 - QUESTÃO 397. Sobre o concurso de pende da prova da efetiva corrupção do menor, por se tra-
pessoas, assinale a alternativa correta. tar de delito material.
(A) Quem, de qualquer modo, concorre para o crime (E) É possível a utilização de inquéritos policiais e ações
incide nas penas a este cominadas, na medida de sua per- penais em curso para agravar a pena-base, desde que haja
sonalidade. fundamentação por parte do magistrado.
(B) Se a participação for de maior importância, a pena
pode ser majorada de um sexto a um terço. Prefeitura de Porto Ferreira – SP - Procurador Jurí-
(C) Se algum dos concorrentes quis participar de crime dico - VUNESP – 2017 - QUESTÃO 400. Sobre os crimes e
menos grave, ser-lhe-á aplicada a pena deste; essa pena será institutos previstos na Lei de Lavagem de Dinheiro, assinale
aumentada até o dobro, na hipótese de ter sido previsível o a alternativa correta.
resultado mais grave. (A) Para fins de consumação do crime, há necessidade
(D) Não se comunicam as circunstâncias e as condições de que o agente tenha sido condenado por algum dos cha-
de caráter pessoal, salvo quando elementares do crime. mados crimes antecedentes.
(E) O ajuste, a determinação, a sedição ou instigação e o (B) A pena será aumentada de 3/5 até a metade, se os
auxílio ou cooperação material não são puníveis, se o crime crimes previstos na lei forem cometidos de forma reiterada
não chega, pelo menos, a ser executado. ou por intermédio de organização criminosa.

132
LIVRO DE QUESTÕES

(C) O juiz determinará a liberação total ou parcial dos (D) no crime de sonegação de contribuição previden-
bens, direitos e valores, ainda que não comprovada a lici- ciária, é extinta a punibilidade se o agente, espontanea-
tude de sua origem, mantendo-se a constrição dos bens, mente, declara e confessa as contribuições e presta as in-
direitos e valores necessários e suficientes à reparação dos formações devidas, antes do início da ação penal.
danos e ao pagamento de prestações pecuniárias, multas e (E) a reinserção no território brasileiro de mercado-
custas decorrentes da infração penal. ria destinada à exportação, em tese, caracteriza o crime de
(D) Em caso de indiciamento de servidor público, este descaminho.
será afastado, sem prejuízo de remuneração e demais di-
reitos previstos em lei, até que o juiz competente autorize, Câmara de Cotia – SP - Procurador Legislativo VU-
em decisão fundamentada, o seu retorno. NESP – 2017 -QUESTÃO 403.
(E) Não há possibilidade de redução de pena ou fi- A respeito dos crimes contra as finanças públicas, pre-
xação de regime menos gravoso se o autor, coautor ou vistos no Código Penal Brasileiro, assinale a alternativa cor-
partícipe colaborar espontaneamente com as autoridades, reta.
prestando esclarecimentos que conduzam à apuração das (A) São crimes próprios, pois só podem ser praticados
infrações penais, à identificação dos autores, coautores e por agentes públicos responsáveis pelas finanças públicas
dos entes e órgãos públicos respectivos, não se admitindo
partícipes, ou à localização dos bens, direitos ou valores
coautoria ou participação.
objeto do crime.
(B) O crime de ordenar, autorizar ou realizar operação
de crédito, com inobservância de limite estabelecido em lei
Câmara de Cotia – SP - Procurador Legislativo VU-
ou resolução do Senado Federal, é norma penal em branco.
NESP – 2017 -QUESTÃO 401. Segundo o Código Penal (C) O crime de contratação de operação de crédito
brasileiro, sobre os crimes praticados por funcionários pú- sem prévia autorização legislativa é de ação penal pública
blicos contra a Administração Pública, assinale a alternativa condicionada à representação do presidente da casa legis-
correta. lativa desrespeitada.
(A) O funcionário público que se apropria do dinheiro (D) O não cancelamento de restos a pagar é crime de
da “caixinha”, arrecadada por todos os funcionários para omissão imprópria.
pagar a festa de comemoração de fim de ano, em tese, (E) São puníveis a título de culpa.
pratica o crime de peculato.
(B) O funcionário público que insere dados inexatos no TJM-SP - Escrevente Técnico Judiciário – VUNESP –
banco de dados da Administração Pública, por distração, 2017 - QUESTÃO 404. Nos termos previstos no Código
em tese, pratica o crime de inserção de dados falsos em Penal, é correto afirmar que
sistema de informações. (A) se considera praticado o crime no momento do
(C) O funcionário público que utiliza verba destinada resultado.
à aquisição de combustível dos carros oficiais para reem- (B) a lei posterior, que de qualquer modo favorecer o
bolsar despesa gasta com o combustível de seu próprio agente, aplica-se aos fatos anteriores, salvo se decididos
veículo, em tese, pratica o crime de emprego irregular de por sentença condenatória transitada em julgado.
verba pública. (C) o dia do começo deve ser excluído no cômputo do
(D) A pena será aumentada da metade, quando os au- prazo. Contam-se os dias, os meses e os anos pelo calen-
tores forem ocupantes de função de direção em orgão da dário comum.
Administração Direta. (D) o funcionário público que se apropria, por negli-
(E) É considerado funcionário público quem exerce gência, de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel,
cargo, emprego ou função pública, ainda que transitoria- público ou particular, de que tem a posse em razão do car-
mente e sem remuneração. go, ou o desvia, em proveito próprio, comete o crime de
peculato-culposo.
(E) exigir, para outrem, indiretamente, fora da função
Câmara de Cotia – SP - Procurador Legislativo VU-
mas em razão dela, vantagem indevida caracteriza o crime
NESP – 2017 -QUESTÃO 402. De acordo com o Código
de concussão.
Penal Brasileiro, é correto afirmar, sobre os crimes pratica-
dos por particulares contra a Administração Pública, que
Prefeitura de Andradina – SP - Assistente Jurídico e
(A) o crime de usurpação de função pública somente Procurador Jurídico – VUNESP - 2017 - QUESTÃO 405.
se caracteriza se o agente usurpador obtém vantagem en- A conduta desenvolvida pelo contribuinte de fraudar
quanto na função. a fiscalização tributária, inserindo elementos inexatos, ou
(B) o crime de resistência caracteriza-se pela oposição omitindo operação de qualquer natureza, em documento
à execução de ato, ainda que ilegal, mediante violência ou ou livro exigido pela lei fiscal, tipifica, contra a ordem tri-
grave ameaça, a funcionário competente para executá-lo butária, crime
ou a quem lhe esteja prestando auxílio. (A) material, a partir do exato instante em que o con-
(C) o crime de tráfico de influência caracteriza-se in- tribuinte desenvolve a conduta.
dependentemente de o agente influir em ato praticado por (B) formal, que se configura a partir da data em que o
funcionário público no exercício da função. infrator é comunicado do início da fiscalização.

133
LIVRO DE QUESTÕES

(C) formal, na data da ocorrência do fato gerador que CRBio - 1º Região - Analista – Advogado – VUNEP
deu origem ao tributo sonegado, ainda que não iniciada a – 2017 - QUESTÃO 409. De acordo com o Código Penal
fiscalização. Brasileiro,
(D) material, a partir do lançamento definitivo do tri- (A) nos crimes sem violência ou grave ameaça à pes-
buto. soa, o arrependimento posterior isenta de pena o autor do
(E) formal, a partir da constatação da conduta pela fis- crime, desde que reparado o dano até o recebimento da
calização, ainda que antes da lavratura do auto de infração. denúncia ou queixa.
(B) responde penalmente, a título de omissão, aquele
Prefeitura de Andradina – SP - Assistente Jurídico e que deixa de agir para evitar o resultado quando, por lei ou
Procurador Jurídico – VUNESP - 2017 - QUESTÃO 406. convenção social, tenha obrigação de cuidado, proteção ou
Entre outras possibilidades, o crime de dano do art. 163 do vigilância.
CP é qualificado se cometido (C) o crime é tentado quando, iniciada a execução, o
(A) por motivo fútil. agente impede a realização do resultado.
(B) por duas ou mais pessoas. (D) fica sujeito à lei brasileira, embora praticado no
(C) durante o repouso noturno. estrangeiro, o crime contra o patrimônio dos municípios.
(D) em situação de calamidade pública. O agente será punido segundo a lei brasileira, ainda que
(E) contra o patrimônio da União, Estado ou Município. absolvido no estrangeiro.
(E) o crime praticado sob coação irresistível ou em
Prefeitura de Andradina – SP - Assistente Jurídico e obediência à ordem de superior hierárquico, desde que
Procurador Jurídico – VUNESP - 2017 - QUESTÃO 407. A não manifestamente ilegal, é punido de forma atenuada.
conduta de patrocinar indiretamente interesse privado pe-
rante a Administração Pública, valendo-se da sua qualidade CRBio - 1º Região - Analista – Advogado – VUNEP –
de funcionário
2017 - QUESTÃO 410. A, proprietário de uma loja, no dia
(A) configura patrocínio infiel.
08 de junho de 2010, objetivando acabar com o estoque de
(B) configura tráfico de influência.
rádio portátil, modelo XR, com um megafone, na calçada
(C) configura favorecimento pessoal.
em frente ao estabelecimento, passou a propagar que o
(D) configura advocacia administrativa.
(E) é atípica. aparelho tinha conexão por bluetooth, informação sabida-
mente falsa. B, que comprou o rádio em razão da informa-
Prefeitura de Andradina – SP - Assistente Jurídico e ção enganosa, lavrou Boletim de Ocorrência na Delegacia
Procurador Jurídico – VUNESP - 2017 - QUESTÃO 408. Especializada em Direito do Consumidor, em 20 de junho
Nos termos do art. 4° da Lei n° 12.850/13, que trata da co- de 2010, por suposto crime contra a relação de consumo
laboração premiada, é correto afirmar que (art. 7° , inciso VII, da Lei n° 8.137/90), cuja pena prevista é
(A) o juiz participará ativamente das negociações rea- deten­ ção de 02 (dois) a (05) cinco anos e multa, proces-
lizadas entre as partes para a formalização do acordo de sável por ação penal pública incondicionada. Finalizado o
colaboração, que ocorrerá entre o delegado de polícia, o procedimento penal investigatório (inquérito policial), A foi
investigado e o defensor, com a manifesta­ção do Ministério denunciado pelo Ministério Público pelo crime objeto de
Público ou, conforme o caso, entre o Ministério Público e o investigação. A denúncia foi recebida em 20 de julho de
investigado ou acusado e seu defensor. 2014 e, encerrada a instrução, A, que contava com 71 (se-
(B) o Ministério Público poderá deixar de oferecer de- tenta e um) anos na data da sentença, foi condenado, em
núncia contra quem tenha colaborado efetiva e voluntaria- 15 de novembro de 2016, à pena de detenção de 02 (dois)
mente para a investigação, permitindo a identificação dos anos e multa. O Ministério Público não recorreu, transitan-
demais coautores e partícipes da organização criminosa e do em julgado a sentença para a acusação. A defesa apre-
das infrações penais por eles praticadas, desde que não sentou recurso de apelação.
seja o líder da organização criminosa e seja o primeiro a A respeito do caso hipotético, é correto afirmar que a
colaborar. punibilidade de A
(C) nas ações penais em que sejam utilizadas as de- (A) está extinta, pois entre a data do fato e a da pu-
clarações do colaborador, o juiz sentenciará segundo seu blicação da sentença condenatória transcorreram mais de
livre convencimento, podendo utilizar como única prova 04 (quatro) anos, período em que a pena a ele imposta
válida a embasar decreto condenatório o depoimento do prescreve.
colaborador. (B) não está extinta, pois entre a data do recebimento
(D) nos depoimentos que prestar, o colaborador, obri-
da denúncia e a da publicação da sentença condenatória
gatoriamente, será acompanhado de seu defensor e embo-
não transcorreu período de 04 (quatro) anos, tempo neces-
ra esteja sujeito ao compromisso legal de dizer a verdade,
sário para que a pena a ele imposta prescreva.
fica-lhe assegurado o constitucional direito ao silêncio.
(C) está extinta, pois entre a data do fato e a do re-
(E) os benefícios concedidos ao colaborador prescin-
dem da análise de sua personalidade, bem como da na- cebimento da denúncia transcorreu período superior a 04
tureza, das circunstâncias, da gravidade e da repercussão (quatro) anos, tempo necessário para que a pena a ele im-
social do fato criminoso e da eficácia da colaboração. posta prescreva.

134
LIVRO DE QUESTÕES

(D) está extinta, pois entre a data do recebimento Respostas


da denúncia e a da publicação da sentença condenatória
transcorreu período superior a 02 (dois) anos, tempo ne- 361. A.
cessário para que a pena a ele imposta prescreva. CP
(E) não está extinta, pois enquanto não transitada em Contratação de operação de crédito - Art. 359-A. Or-
julgado a sentença condenatória também para a defesa, a denar, autorizar ou realizar operação de crédito, interno ou
prescrição regula-se pelo máximo da pena privativa comi- externo, sem prévia autorização legislativa: - Pena – reclu-
nada ao crime, no caso, 12 (doze) anos. são, de 1 (um) a 2 (dois) anos.
Ordenação de despesa não autorizada - Art. 359-D. Or-
CRBio - 1º Região - Analista – Advogado – VUNEP denar despesa não autorizada por lei: Pena – reclusão, de 1
– 2017 - QUESTÃO 411. De acordo com o Código Penal (um) a 4 (quatro) anos.
Brasileiro, Não cancelamento de restos a pagar - Art. 359-F. Dei-
(A) nos crimes de perigo comum, a forma qualificada xar de ordenar, de autorizar ou de promover o cancelamen-
só se aplica nos casos em que há dolo do agente. to do montante de restos a pagar inscrito em valor superior
(B) quem importa cosmético, sem as características ao permitido em lei: Pena – detenção, de 6 (seis) meses a
de identidade admitidas para a comercialização, em tese, 2 (dois) anos.
pratica o crime de falsificação de produto destinado a fim
terapêutico. 362. C.
(C) quem omite em documento público declaração CP
que dele deveria constar, em tese, pratica o crime de falsi- Art. 17-D. Em caso de indiciamento de servidor públi-
ficação de documento público, sujeito a pena de reclusão, co, este será afastado, sem prejuízo de remuneração e de-
de 02 (dois) a 06 (seis) anos. mais direitos previstos em lei, até que o juiz competente
(D) o fiscal que exige para si vantagem indevida para autorize, em decisão fundamentada, o seu retorno.
não lavrar auto de infração, em tese, pratica o crime de
excesso de exação. 363. C.
(E) o prefeito que, a 10 (dez) meses do fim do man- CP
dato, autoriza aumento de despesa com pessoal, em tese, Apropriação indébita
pratica o crime de aumento de despesa total com pessoal Art. 168 - Apropriar-se de coisa alheia móvel, de que
no último ano de mandato ou legislatura. tem a posse ou a detenção:
Pena - reclusão, de um a quatro anos, e multa.
Referências Aumento de pena
§ 1º - A pena é aumentada de um terço, quando o
Disponível em https://www.qconcursos.com. Acesso agente recebeu a coisa:
em Abril em 2018. I - em depósito necessário;
II - na qualidade de tutor, curador, síndico, liquidatário,
inventariante, testamenteiro ou depositário judicial;
III - em razão de ofício, emprego ou profissão.

364. B
CP
Adulteração de sinal identificador de veículo automo-
tor
Art. 311 - Adulterar ou remarcar número de chassi ou
qualquer sinal identificador de veículo automotor, de seu
componente ou equipamento:
Pena - reclusão, de três a seis anos, e multa.

365. D.
CP
Contrabando.
Art. 334-A. Importar ou exportar mercadoria proibida:

366. C.
CP
Art. 70. § 3º A autoridade ambiental que tiver conhe-
cimento de infração ambiental é obrigada a promover a
sua apuração imediata, mediante processo administrativo
próprio, sob pena de co-responsabilidade.

135
LIVRO DE QUESTÕES

367. A. 372. D.
Lei 8.137/90 JOÃO, estará abarcado pela escusa absolutória, pois a
Art. 1° Constitui crime contra a ordem tributária supri- vítima é o pai dele e não tem 60 anos ou mais:
mir ou reduzir tributo, ou contribuição social e qualquer Art. 181 - É isento de pena quem comete qualquer dos
acessório, mediante as seguintes condutas: (Vide Lei nº crimes previstos neste título, em prejuízo:
9.964, de 10.4.2000) II - de ascendente ou descendente, seja o parentesco
I - omitir informação, ou prestar declaração falsa às au- legítimo ou ilegítimo, seja civil ou natural.
toridades fazendárias; MARIA, responderá pela apropriação indébita, pois
É de crime material contra a ordem tributária. Logo, não é parente (legítimo, ilegítimo) nem cônjuge da vítima,
conforme a Súmula Vinculante 24, o delito não se consuma não estando abarcada pela escusa absolutória (art. 181),
antes do lançamento definitivo do tributo. Veja-se: nem pela escusa relativa (art.182).
S.V. 24: “Não se tipifica crime material contra a or- Art. 168 - Apropriar-se de coisa alheia móvel, de que
dem tributária, previsto no art. 1º, incisos I a IV, da Lei nº tem a posse ou a detenção:
8.137/90, antes do lançamento definitivo do tributo.” Pena - reclusão, de um a quatro anos, e multa.
Dessa forma, considerando que o recurso administrati-
vo suspende a exigibilidade do crédito tributário (art. 151, 373. D
III, do CTN), não é possível realizar o lançamento do tributo. Art. 14. São circunstâncias que atenuam a pena IV - co-
Assim, o crime não se consuma. laboração com os agentes encarregados da vigilância e do
controle ambiental.
368. A.
De acordo com Hans Welzel, criador da Teoria Finalista 374. C.
da Ação, a conduta relevante para do Direito Penal é a ação Lei Nº 11.343/06.
ou omissão, voluntária, dirigida a uma finalidade. Art. 33: § 2o Induzir, instigar ou auxiliar alguém ao uso
indevido de droga:
369. C. Pena - detenção, de 1 (um) a 3 (três) anos, e multa de
Ato obsceno (atualmente: andar nu em público, mas- 100 (cem) a 300 (trezentos) dias-multa.
turbação em público, exibição de orgãos genitais) tem Art. 33: § 3o Oferecer droga, eventualmente e sem ob-
valor relativo, modificando-se de acordo com os valores jetivo de lucro, a pessoa de seu relacionamento, para juntos
culturais inerentes à coletividade, que certamente não se- a consumirem:
rão os mesmo em todo o país, além de se modificarem o Pena - detenção, de 6 (seis) meses a 1 (um) ano, e pa-
passar do tempo. Exemplo: beijo lascivo que deixou de ser gamento de 700 (setecentos) a 1.500 (mil e quinhentos)
crime. Por isso, o operador do direito deve-se valer dessa
dias-multa, sem prejuízo das penas previstas no art. 28.
interpretação sociológica, buscando adaptar o tipo penal
à realidade social para que não se abra um abismo entre
375. B.
a norma e conjunto dos fatos sociais por ter valor relativo.
LEP
Adendo: o ato de urinar em público para alguns doutrina-
Art. 33. A jornada normal de trabalho não será inferior
dores é crime e para outros não, tendo divergências tam-
a 6 (seis) nem superior a 8 (oito) horas, com descanso nos
bém na jurisprudência.
domingos e feriados.
370. B.
CP 376. E.
Art. 26: Parágrafo único - A pena pode ser reduzida de Art. 49. As faltas disciplinares classificam-se em leves,
um a dois terços, se o agente, em virtude de perturbação médias e graves. A legislação local especificará as leves e
de saúde mental ou por desenvolvimento mental incom- médias, bem assim as respectivas sanções.
pleto ou retardado não era inteiramente capaz de entender Parágrafo único. Pune-se a tentativa com a sanção cor-
o caráter ilícito do fato ou de determinar-se de acordo com respondente à falta consumada.
esse entendimento
Art. 98: Na hipótese do parágrafo único do art. 26 des- 377. D.
te Código e necessitando o condenado de especial tra- Súmula 526: O reconhecimento de falta grave decor-
tamento curativo, a pena privativa de liberdade pode ser rente do cometimento de fato definido como crime doloso
substituída pela internação, ou tratamento ambulatorial, no cumprimento da pena prescinde do trânsito em julgado
pelo prazo mínimo de 1 (um) a 3 (três) anos, nos termos do de sentença penal condenatória no processo penal instau-
artigo anterior e respectivos §§ 1º a 4º. rado para apuração do fato.

371. E 378. B.
Violação de domicílio CP
CP- Art. 150 - Entrar ou permanecer, clandestina ou as- Art. 126. O condenado que cumpre a pena em regime
tuciosamente, ou contra a vontade expressa ou tácita de fechado ou semiaberto poderá remir, por trabalho ou por
quem de direito, em casa alheia ou em suas dependências: estudo, parte do tempo de execução da pena.
Pena - detenção, de um a três meses, ou mult

136
LIVRO DE QUESTÕES

379. C. 386. E.
Súmula 542 STJ : A ação penal relativa ao crime de ART. 323 - Abandono de função.
lesão corporal resultante de violência doméstica contra a § 2º Se o fato ocorre em lugar compreendido na faixa
mulher é pública incondicionada de fronteira.

380. E. 387. C
Código de Processo Penal: Falso testemunho ou falsa pericia
Art. 158. Quando a infração deixar vestígios, será in- Art. 342. Fazer afirmação falsa, ou negar ou calar a ver-
dispensável o exame de corpo de delito, direto ou indireto, dade como testemunha, perito, contador, tradutor ou in-
não podendo supri-lo a confissão do acusado. térprete em processo judicial, ou administrativo, inquerito
Art. 167. Não sendo possível o exame de corpo de de- policial, ou em juizo arbitral:
lito, por haverem desaparecido os vestígios, a prova teste- Paragrafo Segundo: O fato deixa de ser punível se, an-
munhal poderá suprir-lhe a falta. tes da sentença no processo em que ocorreu o ilicito, o
agente se retrata ou declara a verdade.
381. C.
Súmula 208 - STJ: “Compete à Justiça Federal processar 388. A.
e julgar prefeito municipal por desvio de verba sujeita a Súmula 444 STJ -
prestação de contas perante órgão federal”. É vedada a utilização de inquéritos policiais e ações
penais em curso para agravar a pena-base.
382. D.
Lei 11.340/06. 389. B.
Art. 9o § 2o O juiz assegurará à mulher em situação de Lei 9.605. Art. 10. As penas de interdição temporária
violência doméstica e familiar, para preservar sua integrida- de direito são a proibição de o condenado contratar com
de física e psicológica: o Poder Público, de receber incentivos fiscais ou quaisquer
I - acesso prioritário à remoção quando servidora pú- outros benefícios, bem como de participar de licitações,
blica, integrante da administração direta ou indireta; pelo prazo de cinco anos, no caso de crimes dolosos, e de
três anos, no de crimes culposos.
383. E.
DECRETO-LEI No 2.848, DE 7 DE DEZEMBRO DE 1940. 390. D.
Petrechos de falsificação CP
Art. 294 - Fabricar, adquirir, fornecer, possuir ou guar- Crime continuado
dar objeto especialmente destinado à falsificação de qual- Art. 71 - Quando o agente, mediante mais de uma
quer dos papéis referidos no artigo anterior: ação ou omissão, pratica dois ou mais crimes da mesma
Pena - reclusão, de um a três anos, e multa. espécie e, pelas condições de tempo, lugar, maneira de
Art. 295 - Se o agente é funcionário público, e comete execução e outras semelhantes, devem os subseqüentes
o crime prevalecendo-se do cargo, aumenta-se a pena de ser havidos como continuação do primeiro, aplica-se-lhe
sexta parte. a pena de um só dos crimes, se idênticas, ou a mais grave,
se diversas, aumentada, em qualquer caso, de um sexto a
384. A. dois terços.
Peculato culposo (sem intensão)
Art. 312. § 2º - Se o funcionário concorre culposamen- 391. C
te para o crime de outrem: Art. 171.
Pena - detenção, de três meses a um ano. § 4o Aplica-se a pena em dobro se o crime for come-
tido contra idoso.
385. A.
Denunciação caluniosa Art. 61 - São circunstâncias que sempre agravam a
Art. 339. Dar causa à instauração de investigação poli- pena, quando não constituem ou qualificam o crime: II -
cial, de processo judicial, instauração de investigação admi- ter o agente cometido o crime: h) contra criança, maior de
nistrativa, inquérito civil ou ação de improbidade adminis- 60 (sessenta) anos, enfermo ou mulher grávida;
trativa contra alguém, imputando-lhe crime de que o sabe
inocente:
392. A.
Pena - reclusão, de dois a oito anos, e multa.
Art. 40. As penas previstas nos arts. 33 a 37 desta Lei
§ 1º - A pena é aumentada de sexta parte, se o agente
são aumentadas de um sexto a dois terços, se: IV - o crime
se serve de anonimato ou de nome suposto.
tiver sido praticado com violência, grave ameaça, empre-
§ 2º - A pena é diminuída de metade, se a imputação é
go de arma de fogo, ou qualquer processo de intimidação
de prática de contravenção.
difusa ou coletiva;

137
LIVRO DE QUESTÕES

393. D. 397. D.
De acordo com o Art 33, §2º, “c”, CP: “o condenado CP
NÃO REINCIDENTE, cuja pena seja igual ou inferior a 4 Circunstâncias incomunicáveis
anos, poderá, desde o início, cumpri-la em regime aberto.” Art. 30 - Não se comunicam as circunstâncias e as con-
Assim, o condenado se não for reincidente cumprirá a dições de caráter pessoal, salvo quando elementares do
pena em regime ABERTO: se a pena foi de até 4 anos. crime.
Se o condenado for reincidente, o regime inicial, para
esse quantum de pena, será o SEMIABERTO ou o FECHADO. 398. C.
- Súmula 269-STJ: “É admissível a adoção do regime Art. 161, § 3º - Se a propriedade é particular, e não
prisional semiaberto aos reincidentes condenados a pena há emprego de violência, somente se procede mediante
igual ou inferior a 4 anos se favoráveis as circunstâncias queixa.
judiciais.”
- Súmula 440 do STJ: “Fixada a pena-base no mínimo 399. A.
legal, é vedado o estabelecimento de regime prisional mais Súmula 522 do STJ: A conduta de atribuir-se falsa iden-
gravoso do que o cabível em razão da sanção imposta, com tidade perante autoridade policial é típica ainda que em
base apenas na gravidade abstrata do delito.” situação de autodefesa.

394. D. 400. D.
LEI Nº 7.210, DE 11 DE JULHO DE 1984. - Institui a Lei LEI 9.613
de Execução Penal. Art. 17-D. Em caso de indiciamento de servidor públi-
Art. 53. Constituem sanções disciplinares: co, este será afastado, sem prejuízo de remuneração e de-
(...) mais direitos previstos em lei, até que o juiz competente
IV - isolamento na própria cela, ou em local adequado, autorize, em decisão fundamentada, o seu retorno.
nos estabelecimentos que possuam alojamento coletivo,
observado o disposto no artigo 88 desta Lei. 401. E.
Art. 54. As sanções dos incisos I a IV do art. 53 serão Art. 327 - Considera-se funcionário público, para os
aplicadas por ato motivado do diretor do estabelecimento efeitos penais, quem, embora transitoriamente ou sem re-
e a do inciso V, por prévio e fundamentado despacho do muneração, exerce cargo, emprego ou função pública.
juiz competente.
Art. 57. (...) 402. C.
Parágrafo único. Nas faltas graves, aplicam-se as san- Art. 332 - Solicitar, exigir, cobrar ou obter, para si ou
ções previstas nos incisos III a V do art. 53 desta Lei. para outrem, vantagem ou promessa de vantagem, a pre-
Art. 58. O isolamento, a suspensão e a restrição de di- texto de influir em ato praticado por funcionário público no
reitos não poderão exceder a trinta dias, ressalvada a hipó- exercício da função: Pena - reclusão, de 2 (dois) a 5 (cinco)
tese do regime disciplinar diferenciado. anos, e multa.
Parágrafo único - A pena é aumentada da metade, se
395. C. o agente alega ou insinua que a vantagem é também des-
Art. 294, CTB: “Em qualquer fase da investigação ou da tinada ao funcionário.
ação penal, havendo necessidade para a garantia da ordem
pública, poderá o juiz, como medida cautelar, de ofício, ou 403. B.
a requerimento do Ministério Público ou ainda mediante Contratação de operação de crédito
representação da autoridade policial, decretar, em decisão Art. 359-A. Ordenar, autorizar ou realizar operação de
motivada, a suspensão da permissão ou da habilitação para crédito, interno ou externo, sem prévia autorização legisla-
dirigir veículo automotor, ou a proibição de sua obtenção. tiva: (Incluído pela Lei nº 10.028, de 2000)
Pena – reclusão, de 1 (um) a 2 (dois) anos. (Incluído
396. D. pela Lei nº 10.028, de 2000)
CP Parágrafo único. Incide na mesma pena quem ordena,
Prescrição depois de transitar em julgado sentença fi- autoriza ou realiza operação de crédito, interno ou externo:
nal condenatória (Incluído pela Lei nº 10.028, de 2000)
Art. 110 - A prescrição depois de transitar em julga- I – com inobservância de limite, condição ou montante
do a sentença condenatória regula-se pela pena aplicada estabelecido em lei ou em resolução do Senado Federal;
e verifica-se nos prazos fixados no artigo anterior, os quais (Incluído pela Lei nº 10.028, de 2000)
se aumentam de um terço, se o condenado é reincidente.
§ 1o A prescrição, depois da sentença condenatória 404. E.
com trânsito em julgado para a acusação ou depois de Concussão
improvido seu recurso, regula-se pela pena aplicada, não Art. 316 - Exigir, para si ou para outrem, direta ou indi-
podendo, em nenhuma hipótese, ter por termo inicial data retamente, ainda que fora da função ou antes de assumi-la,
anterior à da denúncia ou queixa. mas em razão dela, vantagem indevida:
Pena - reclusão, de dois a oito anos, e multa.

138
LIVRO DE QUESTÕES

405. D. 409. D.
Lei 8.137/90: Art. 7º - Ficam sujeitos à lei brasileira, embora cometidos
Art. 1° Constitui crime contra a ordem tributária supri- no estrangeiro: I - os crimes:
mir ou reduzir tributo, ou contribuição social e qualquer (B) contra o patrimônio ou a fé pública da União, do Dis-
acessório, mediante as seguintes condutas: (Vide Lei nº trito Federal, de Estado, de Território, de Município, de em-
9.964, de 10.4.2000) presa pública, sociedade de economia mista, autarquia ou
I - omitir informação, ou prestar declaração falsa às au- fundação instituída pelo Poder Público;
toridades fazendárias; § 1º - Nos casos do inciso I, o agente é punido segundo
II - fraudar a fiscalização tributária, inserindo elementos a lei brasileira, ainda que absolvido ou condenado no estran-
inexatos, ou omitindo operação de qualquer natureza, em geiro.
documento ou livro exigido pela lei fiscal;
III - falsificar ou alterar nota fiscal, fatura, duplicata, nota 410. D.
de venda, ou qualquer outro documento relativo à opera- Prescrição depois de transitar em julgado sentença final
ção tributável; condenatória
IV - elaborar, distribuir, fornecer, emitir ou utilizar docu- Art. 110 - A prescrição depois de transitar em julgado a
mento que saiba ou deva saber falso ou inexato; sentença condenatória regula-se pela pena aplicada e verifi-
V - negar ou deixar de fornecer, quando obrigatório, ca-se nos prazos fixados no artigo anterior, os quais se au-
nota fiscal ou documento equivalente, relativa a venda de mentam de um terço, se o condenado é reincidente. (Reda-
mercadoria ou prestação de serviço, efetivamente realizada, ção dada pela Lei nº 7.209, de 11.7.1984)
ou fornecê-la em desacordo com a legislação. § 1º A prescrição, depois da sentença condenatória com
Pena - reclusão de 2 (dois) a 5 (cinco) anos, e multa. trânsito em julgado para a acusação ou depois de improvido
seu recurso, regula-se pela pena aplicada, não podendo, em
406. E. nenhuma hipótese, ter por termo inicial data anterior à da de-
Código Penal núncia ou queixa. (Redação dada pela Lei nº 12.234, de 2010).
Dano Termo inicial da prescrição após a sentença condenatória
Art. 163 - Destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia: irrecorrível
Dano qualificado Art. 112 - No caso do art. 110 deste Código, a prescri-
Parágrafo único - Se o crime é cometido: ção começa a correr: (Redação dada pela Lei nº 7.209, de
I - com violência à pessoa ou grave ameaça; 11.7.1984) I - do dia em que transita em julgado a sentença
II - com emprego de substância inflamável ou explosiva, condenatória, para a acusação, ou a que revoga a suspensão
se o fato não constitui crime mais grave condicional da pena ou o livramento condicional; (Redação
III - contra o patrimônio da União, Estado, Município, dada pela Lei nº 7.209, de 11.7.1984)
empresa concessionária de serviços públicos ou sociedade Redução dos prazos de prescrição
de economia mista; Art. 115 - São reduzidos de metade os prazos de prescri-
IV - por motivo egoístico ou com prejuízo considerável ção quando o criminoso era, ao tempo do crime, menor de
para a vítima: 21 (vinte e um) anos, ou, na data da sentença, maior de 70
(setenta) anos.(Redação dada pela Lei nº 7.209, de 11.7.1984)
407. D.
Advocacia administrativa 411. B.
Art. 321 - Patrocinar, direta ou indiretamente, interes- CP:
se privado perante a administração pública, valendo-se da Art. 273 - Falsificar, corromper, adulterar ou alterar pro-
qualidade de funcionário: duto destinado a fins terapêuticos ou medicinais:
Pena - detenção, de um a três meses, ou multa. Pena - reclusão, de 10 (dez) a 15 (quinze) anos, e multa.
Parágrafo único - Se o interesse é ilegítimo: § 1º - Nas mesmas penas incorre quem importa, vende,
Pena - detenção, de três meses a um ano, além da multa. expõe à venda, tem em depósito para vender ou, de qualquer
forma, distribui ou entrega a consumo o produto falsificado,
408. B. corrompido, adulterado ou alterado.
Lei 12.850/2013 § 1º-A - Incluem-se entre os produtos a que se refere
Art. 4º O juiz poderá, a requerimento das partes, conce- este artigo os medicamentos, as matérias-primas, os insumos
der o perdão judicial, reduzir em até 2/3 (dois terços) a pena farmacêuticos, os cosméticos, os saneantes e os de uso em
privativa de liberdade ou substituí-la por restritiva de direitos diagnóstico.
daquele que tenha colaborado efetiva e voluntariamente com § 1º-B - Está sujeito às penas deste artigo quem pratica
a investigação e com o processo criminal, desde que dessa as ações previstas no § 1º em relação a produtos em qualquer
colaboração advenha um ou mais dos seguintes resultados das seguintes condições:
[...]. § 4º Nas mesmas hipóteses do caput, o Ministério I - sem registro, quando exigível, no órgão de vigilância
Público poderá deixar de oferecer a denúncia se o colabo- sanitária competente;
rador: II - em desacordo com a fórmula constante do registro
I - não for o líder da organização criminosa; previsto no inciso anterior;
II - for o primeiro a prestar efetica colaboração nos ter- III - sem as características de identidade e qualidade
mos deste artigo. admitidas para a sua comercialização;

139
LIVRO DE QUESTÕES

DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP –


DIREITO PROCESSUAL PENAL 2017 - QUESTÃO 415
É correto afirmar sobre o exame de corpo de delito e das
perícias em geral:
(A) o exame de corpo de delito e outras perícias serão
realizados por dois peritos oficiais, portadores de diploma
DPE-RO - Defensor Público Substituto - VUNESP – de curso superior.
2017 - QUESTÃO 412 (B) não há previsão legal no Código de Processo Penal
Assinale o crime que se processa mediante ação penal acerca da formulação de quesitos e indicação de assistente
pública incondicionada. técnico.
(A) Furto de coisa comum (CP, art. 156). (C) quando a infração deixar vestígios, é possível dis-
(B) Violação do segredo profissional (CP, art. 154). pensar o exame de corpo de delito.
(C) Perigo de contágio venéreo (CP, art. 130). (D) em caso de lesões corporais, a falta de exame com-
(D) Ameaça (CP, art. 147). plementar não pode ser suprida pela prova testemunhal.
(E) Violação de domicílio (CP, art. 150). (E) se desaparecerem os vestígios, é possível que a prova
testemunhal supra a ausência de exame de corpo de delito.
DPE-RO - Defensor Público Substituto - VUNESP –
2017 - QUESTÃO 413 DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP -
Assinale a alternativa correta sobre execução penal. 2017 - QUESTÃO 416
(A) Compete ao juiz da execução diligenciar a obten- Assinale a alternativa correta.
ção de recursos materiais e humanos para melhor assistên- (A) Os recursos não terão efeito suspensivo nos casos
cia ao preso ou internado, em harmonia com a direção do de perda da fiança.
estabelecimento penal. (B) O Ministério Público não poderá desistir de recurso
(B) Não compete ao juiz da execução aplicar aos casos que haja interposto.
lei posterior que de qualquer modo favoreça o condenado (C) Caberá recurso em sentido estrito da decisão que
receber a denúncia.
por se tratar de situação ligada ao processo de conheci-
(D) Por conta da última reforma do Código de Processo
mento.
Penal, não há mais previsão legal do recurso de carta teste-
(C) Compete ao juiz da execução compor e instalar o
munhável.
Conselho da Comunidade.
(E) Sempre será admissível a reiteração do pedido de
(D) Compete ao Juízo das Execuções Penais do Estado
revisão criminal.
a execução das penas impostas a sentenciados pela Justiça
Federal, Militar ou Eleitoral, quando recolhidos a estabele-
DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP -
cimentos sujeitos à administração federal. 2017 - QUESTÃO 417
(E) Não se aplica a lei de execução penal ao condena- Sobre a interceptação telefônica, assinale a alternativa
do pela Justiça Eleitoral quando recolhido a estabelecimen- correta.
to sujeito à jurisdição ordinária. (A) A interceptação de comunicação telefônica, de qual-
quer natureza, preservado seu sigilo, ocorrerá nos autos de
DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP - inquérito policial.
2017 - QUESTÃO 414 (B) A interceptação das comunicações telefônicas pode-
Entre os direitos e deveres do condenado, afirma-se rá ser determinada pelo juiz de ofício.
corretamente que (C) Não há previsão legal de pedido de interceptação
(A) não é direito do condenado ter audiência com o telefônica formulado verbalmente.
diretor do estabelecimento em que cumpre a pena. (D) Admitir-se-á a interceptação de comunicações tele-
(B) não constitui dever do condenado conduta opos- fônicas quando o fato investigado constituir infração penal,
ta aos movimentos individuais ou coletivos de fuga ou de independentemente do tipo de pena prevista.
subversão à ordem ou à disciplina. (E) O pedido de interceptação telefônica poderá ser re-
(C) não constitui dever do condenado manter asseio novado por uma única vez e por igual tempo, uma vez com-
na cela. provada a indispensabilidade do meio de prova.
(D) não constitui direito do condenado a proteção
contra qualquer forma de sensacionalismo. DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP -
(E) não é direito do condenado manter contato com 2017 - QUESTÃO 418.
o mundo exterior por meio de correspondência escrita de Sobre os meios de prova, é correto afirmar que
forma irrestrita. (A) o juiz permitirá que a testemunha manifeste suas
apreciações pessoais se estas forem inseparáveis da narra-
tiva do fato.
(B) se da acareação resultar comprovado ter uma das
testemunhas mentido durante seu depoimento, o resultado
da acareação terá valor absoluto quando da valoração da
prova em sentença.

140
LIVRO DE QUESTÕES

(C) a testemunha poderá se eximir da obrigação de depor. TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário – VUNESP –
(D) o interrogatório do réu preso será realizado prefe- 2017 - QUESTÃO 422.
rencialmente pelo sistema de videoconferência. Estabelece o CPP em seu art. 353 que, quando o réu
(E) não é permitida à parte a juntada de documentos estiver fora do território da jurisdição do juiz processante,
em razões de apelação ou em suas contrarrazões. será citado mediante
(A) precatória.
DPE-RO - Defensor Público Substituto – VUNESP - (B) carta com aviso de recebimento, “de mão própria”.
2017 - QUESTÃO 419. (C) edital.
Nos Juizados Especiais Criminais, (D) videoconferência.
(A) da decisão de rejeição da denúncia ou queixa e da (E) qualquer meio que o juiz entenda idôneo.
sentença caberá apelação, que poderá ser julgada por tur-
ma composta de três Juízes em exercício no primeiro grau TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário – VUNESP –
de jurisdição, reunidos na sede do Juizado. 2017 - QUESTÃO 423.
(B) a competência do Juizado será determinada pelo De acordo com o texto expresso do art. 397 do CPP, o
lugar em que foi consumada a infração penal. juiz deverá absolver sumariamente o acusado no processo
(C) a apelação será interposta no prazo de cinco dias, penal quando verificar
contados da ciência da sentença pelo Ministério Público, (A) extinta a punibilidade do agente.
pelo réu e seu defensor, por petição escrita, da qual consta- (B) falta de justa causa para o exercício da ação penal.
rão as razões e o pedido do recorrente. (C) que a denúncia é manifestamente inepta.
(D) o processo perante o Juizado Especial orientar-se-á (D) falta de condição para o exercício da ação penal.
pelos critérios da oralidade, informalidade, economia pro- (E) falta de pressuposto processual.
cessual e celeridade, objetivando, sempre que possível, a
reparação dos danos sofridos pela vítima e a aplicação de TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário – VUNESP –
pena privativa de liberdade. 2017 - QUESTÃO 424.
(E) consideram-se infrações penais de menor potencial
No julgamento dos recursos de apelação, expressa-
ofensivo apenas e tão somente os crimes a que a lei comine
mente de acordo com os artigos 616 e 617 do CPP, poderá
pena máxima não superior a 2 (dois) anos, cumulada ou
o tribunal, câmara ou turma
não com multa.
(A) analisar a matéria em toda a sua extensão sem,
contudo, produzir novas provas.
Ano: 2017Banca: VUNESPÓrgão: TJ-SPProva: Escre-
(B) agravar a pena, mesmo quando somente o réu
vente Técnico Judiciário – QUESTÃO 420
houver apelado da sentença.
Nos exatos termos do art. 253 do CPP, nos juízos cole-
tivos, não poderão servir no mesmo processo os juízes que (C) analisar a matéria em toda a sua extensão sem,
forem entre si parentes, contudo, produzir novas provas, exceto proceder a novo
(A) consanguíneos ou afins, em linha reta ou colateral interrogatório do acusado.
até o quarto grau, inclusive. (D) condenar o acusado absolvido em sentença de
(B) consanguíneos ou afins, em linha reta ou colateral primeiro grau, mesmo que a parte acusatória não tenha
até o terceiro grau, inclusive, bem como amigos íntimos. apelado.
(C) consanguíneos ou afins, em linha reta ou colateral (E) proceder a novo interrogatório do acusado, rein-
até o terceiro grau, inclusive, bem como amigos íntimos ou quirir testemunhas ou determinar outras diligências.
inimigos capitais.
(D) consanguíneos, excluídos os parentes afins. TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário – VUNESP –
(E) consanguíneos ou afins, em linha reta ou colateral 2017 - QUESTÃO 425.
até o terceiro grau, inclusive. Assinale a alternativa correta no que concerne à revisão
criminal, tratada nos artigos 621 a 630 do CPP.
TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário – VUNESP – (A) É possível a revisão de decisões que ainda não
2017 - QUESTÃO 421. transitaram em julgado, ou seja, ainda não findos.
Determina o art. 261 do CPP que (B) É vedado arbitrar indenização em favor do benefi-
(A) nenhum acusado, com exceção do foragido, será ciado por decisão que julgue procedente a revisão.
processado ou julgado sem defensor. (C) Quando, no curso da revisão, falecer a pessoa cuja
(B) salvo nos processos contravencionais e nos de rito condenação tiver de ser revista, o processo será extinto.
sumaríssimo, nenhum acusado será processado ou julgado (D) É pedido que pode ser articulado a qualquer tem-
sem defensor. po, antes da extinção da pena ou após.
(C) salvo nos casos de força maior, nenhum acusado, (E) Em seu julgamento, admite-se o agravamento da
ainda que ausente ou foragido, será processado ou julgado pena imposta na decisão revista.
sem defensor.
(D) nenhum acusado, ainda que ausente ou foragido,
será processado ou julgado sem defensor.
(E) nenhum acusado, com exceção do revel, será pro-
cessado ou julgado sem defensor.

141
LIVRO DE QUESTÕES

TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário – VUNESP – TJ-SP - Juiz Substituto – VUNESP - 2017 - QUESTÃO
2017 - QUESTÃO 426. 429. Quanto aos recursos em matéria criminal, é correto
O processo perante o Juizado Especial Criminal objetiva, afirmar que
sempre que possível, a reparação dos danos sofridos pela ví- (A) o efeito devolutivo da apelação contra decisões do
tima e a aplicação de pena não privativa de liberdade. Júri não fica adstrito aos fundamentos da sua interposição.
Nos literais e exatos termos do art. 62 da Lei n° (B) a renúncia do réu ao direito de apelação, manifes-
9.099/95, são critérios que orientam o processo no Juizado tada com ou sem a assistência do defensor, obsta o conhe-
Especial Criminal: cimento da apelação por este interposta.
(A) oralidade, informalidade, economia processual e (C) não constitui nulidade a falta de intimação do denun-
celeridade. ciado para oferecer contrarrazões ao recurso interposto da
(B) boa-fé, objetividade, economia processual e cele- rejeição da denúncia, se nomeado defensor dativo para tanto.
ridade. (D) o acórdão que provê o recurso contra a rejeição da
(C) oralidade, objetividade, economia processual e pu- denúncia vale, desde logo, pelo recebimento dela, a não
blicidade. ser que nula a decisão de primeiro grau.
(D) oralidade, informalidade, objetividade e celeridade.
(E) oralidade, instrumentalidade, economia processual TJ-SP - Juiz Substituto – VUNESP - 2017 - QUESTÃO
e celeridade. 430. A legitimidade para a propositura de ação penal por
crime contra a honra de servidor público em razão do exer-
TJ-SP - Juiz Substituto – VUNESP - 2017 - QUESTÃO cício de suas funções é
427. A suspensão condicional do processo é (A) exclusiva do Ministério Público, condicionada à re-
(A) inadmissível, em qualquer caso, se a lesão corporal presentação do ofendido.
for praticada contra ascendente, descendente, irmão, côn- (B) concorrente do ofendido, mediante queixa, e do Mi-
juge ou companheiro, ou com quem conviva ou tenha con- nistério Público, condicionada à representação do ofendido.
vivido, ou, ainda, prevalecendo-se o agente das relações (C) concorrente do ofendido, mediante representação, e
domésticas, de coabitação ou de hospitalidade. do Ministério Público, mediante ação pública incondicionada.
(B) admissível nos crimes ambientais de menor poten- (D) exclusiva do ofendido, mediante queixa.
cial ofensivo, mas a declaração de extinção da punibilidade
dependerá de laudo de constatação de reparação do dano TJ-SP - Juiz Substituto – VUNESP - 2017 - QUESTÃO
ambiental, salvo impossibilidade de fazê-lo, permitida a 431 . No que diz respeito ao exame de corpo de delito e às
prorrogação do prazo, se incompleta a reparação, com sus- perícias em geral, é correto afirmar que
pensão da prescrição. (A) será facultada ao Ministério Público, ao assistente
(C) aplicável em relação às infrações penais cometi- de acusação, ao ofendido, ao querelante e ao acusado a in-
das em concurso de crimes, excetuado o concurso material, dicação de assistente técnico, vedada, porém, a formulação
quando a pena mínima cominada, pela incidência da majo- de quesitos.
rante, não ultrapassar o limite de um (1) ano. (B) é permitido às partes, durante o curso do proces-
(D) cabível na desclassificação do crime e na proce- so, requerer a oitiva dos peritos para esclarecerem a prova,
dência parcial da pretensão punitiva, se reunidos os pres- desde que o mandado de intimação e as questões a serem
supostos legais permissivos, com remessa necessária da esclarecidas sejam encaminhados com antecedência míni-
questão ao Procurador Geral de Justiça, ainda que ausente ma de 10 (dez) dias, podendo apresentar as respostas em
dissenso, aplicando-se por analogia o art. 28 do Código de laudo complementar.
Processo Penal. (C) é nulo o exame realizado por um só perito, consi-
derando-se impedido o que tiver funcionado, anteriormen-
TJ-SP - Juiz Substituto – VUNESP - 2017 - QUES- te, na diligência de apreensão.
TÃO 428. Em matéria de citações e intimações, é correto (D) o assistente técnico atuará a partir de sua admissão
afirmar que pelo juiz, sempre antes da conclusão dos exames e elabo-
(A) os prazos são contados da data da intimação, e não ração do laudo pelo perito oficial, sendo as partes intima-
da juntada aos autos do mandado ou da carta precatória das desta decisão.
ou de ordem.
(B) nula a citação por edital que apenas indica o dis- TJ-SP - Juiz Substituto – VUNESP - 2017 - QUESTÃO
positivo da lei penal, sem transcrever a denúncia ou queixa, 432. A decisão de pronúncia
ou resumir os fatos em que se baseia. (A) deve apenas indicar a materialidade do fato e a
(C) a citação do acusado por edital, se ele não compa- existência de indícios suficientes de autoria ou de partici-
recer ou constituir advogado, permite a produção anteci- pação, cabendo ao juiz declarar o dispositivo legal em que
pada de provas, sob o fundamento de decurso do tempo, e julgar incurso o acusado, sem especificação ou manifes-
autoriza o decreto de prisão preventiva, se for o caso. tação sobre as qualificadoras e as causas de aumento de
(D) nulo o julgamento de recurso criminal, na segunda pena, matérias de exclusiva apreciação dos jurados.
instância, sem prévia intimação ou publicação da pauta, in- (B) deve motivar a necessidade da decretação da pri-
clusive em habeas corpus. são, tratando-se de acusado solto, mas não precisa fazê-lo
no caso de manutenção daquela anteriormente decretada.

142
LIVRO DE QUESTÕES

(C) exige intimação pessoal do defensor nomeado, do (C) a denúncia ou a queixa for manifestamente inepta
Ministério Público e do acusado, não se admitindo quanto ou não se convencer da existência de indícios suficientes
a este último, se solto, a intimação por edital, ainda que de autoria ou de participação.
não encontrado. (D) faltar pressuposto processual ou condição para o
(D) não pode reconhecer a causa especial de diminui- exercício da ação penal ou verificar que extinta a punibili-
ção da pena relativa ao chamado homicídio privilegiado. dade do agente.

TJ-SP - Juiz Substituto – VUNESP - 2017 - QUESTÃO TJ-SP - Juiz Substituto – VUNESP - 2017 - QUESTÃO
433. Durante o inquérito, o advogado 436. No tocante aos juizados especiais criminais, é correto
(A) pode assistir a seus clientes investigados durante a afirmar que
apuração de infrações, sob pena de nulidade absoluta do (A) cabe recurso especial, mas não extraordinário, con-
respectivo interrogatório ou depoimento e, subsequente- tra decisão proferida por turma recursal.
mente, de todos os elementos investigatórios e probató- (B) cabe revisão criminal de decisão do juizado espe-
rios dele decorrentes ou derivados, direta ou indiretamen- cial e, por expressa disposição legal, compete à turma re-
te, mas não pode apresentar razões e quesitos. cursal julgá-la.
(B) não precisa apresentar procuração para examinar autos (C) compete ao Supremo Tribunal Federal o julgamen-
sujeitos a sigilo, desde que ainda não conclusos à autoridade. to de habeas corpus contra decisão de turma recursal.
(C) pode ter delimitado, pela autoridade competente,
(D) compete à turma recursal processar e julgar o
o acesso aos elementos de prova relacionados a diligên-
mandado de segurança contra ato de juizado especial.
cias em andamento e ainda não documentadas nos autos,
quando houver risco de comprometimento da eficiência,
TJ-SP - Juiz Substituto – VUNESP - 2017 - QUESTÃO
da eficácia ou da finalidade das diligências.
(D) pode examinar, em qualquer instituição responsá- 437. Cabe a substituição da prisão preventiva pela domici-
vel por conduzir a investigação, mesmo sem procuração, liar quando o agente for
autos de flagrante e de investigações de qualquer natureza, (A) gestante ou mulher com filho de até 14 (quatorze)
findos ou em andamento, ainda que conclusos à autorida- anos incompletos.
de, mas não pode copiar peças e tomar apontamentos por (B) homem com filho de até 12 (doze) anos de idade
meio digital. incompletos, caso seja o único responsável por seus cui-
dados.
TJ-SP - Juiz Substituto – VUNESP - 2017 - QUESTÃO (C) portador de doença grave, ainda que não se apre-
434. No tocante aos sujeitos do processo, é correto afirmar que sente debilitado.
(A) a audiência poderá ser adiada se, por motivo justi- (D) maior de sessenta anos.
ficado, o defensor não puder comparecer, a ele incumbindo
provar o impedimento até a abertura do ato; se não o fizer, TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário (Interior) –
deve o juiz nomear defensor substituto, ainda que proviso- VUNESP – 2018 - QUESTÃO 438. Com relação à citação
riamente ou só para o efeito do ato. do acusado, assinale a alternativa correta.
(B) a participação de membro do Ministério Público na (A) A citação inicial do acusado far-se-á pessoalmen-
fase investigatória criminal acarreta o seu impedimento ou te, por intermédio de mandado judicial, carta precatória ou
suspeição para o oferecimento da denúncia. hora certa.
(C) o assistente será admitido enquanto não passar em (B) Ao acusado, citado por edital, que não comparecer
julgado a sentença e receberá a causa no estado em que se ou constituir advogado, será nomeado defensor, prosse-
achar, podendo recorrer, inclusive extraordinariamente, de guindo o processo.
decisão concessiva de habeas corpus. (C) Estando o acusado no estrangeiro, suspende-se o
(D) o juiz não poderá exercer a jurisdição no proces- processo e o prazo prescricional até que retorne ao País.
so em que tiver funcionado como juiz de outra instância, (D) Completada a citação por hora certa, não compa-
pronunciando-se, de fato ou de direito, sobre a questão,
recendo o réu, ser-lhe-á nomeado defensor dativo.
mas não há nulidade no julgamento ulterior pelo Júri com
(E) A citação do réu preso far-se-á na pessoa do Dire-
a participação de jurado que funcionou em julgamento an-
tor do estabelecimento prisional.
terior do mesmo processo.

TJ-SP - Juiz Substituto – VUNESP - 2017 - QUESTÃO Câmara de Cotia – SP - Procurador Legislativo – VU-
435. No procedimento comum, após o oferecimento da NESP – 2017 - QUESTÃO 439. A respeito do Inquérito Po-
resposta pelo acusado, o juiz deverá absolvê-lo sumaria- licial, assinale a alternativa correta.
mente quando (A) Nas ações penais públicas, condicionadas à repre-
(A) faltar justa causa para o exercício da ação penal sentação, os inquéritos policiais podem ser iniciados por
ou verificar a existência manifesta de qualquer causa exclu- provocação das vítimas ou, de ofício, pela Autoridade Po-
dente da culpabilidade. licial.
(B) verificar a existência manifesta de qualquer causa (B) O Delegado, encerrada as investigações, convenci-
excludente da ilicitude do fato ou que o fato narrado evi- do da inexistência de crime, poderá determinar o arquiva-
dentemente não constitui crime. mento do inquérito policial.

143
LIVRO DE QUESTÕES

(C) Nos inquéritos policiais que apuram crime de tráfi- ta o processo, teve a citação ordenada por Carta Precatória.
co de pessoas, a Autoridade Policial poderá requisitar dire- No Juízo deprecado, o Oficial de Justiça tentou por diversas
tamente às empresas prestadoras de serviço de telecomu- vezes citar A, no endereço de sua residência e trabalho,
nicações, informações sobre posicionamento de estações sem êxito. Desconfiado de que A estaria se ocultando, o
de cobertura, a fim de permitir a localização da vítima ou Oficial de Justiça o citou, com hora certa. Devolvida a carta
do suspeito do delito em curso. precatória, o Ministério Público Federal, por achar prema-
(D) Nas comarcas em que houver mais de uma cir- tura a citação com hora certa, já que a informação dada
cunscrição policial, diligências em circunscrição diversa da nos endereços diligenciados pelo Sr. Oficial de Justiça foi
que tramita o inquérito policial dependerá de expedição de de que A estaria em viagem, no exterior, pleiteou a expe-
carta precatória. dição de nova carta precatória, para mais uma tentativa de
(E) As diligências requeridas pelo ofendido, no curso citação pessoal. Expedida nova Carta Precatória, A não foi
do inquérito policial, serão ou não realizadas a juízo da Au- citado. Desta feita, segundo certificou o Oficial de Justiça,
toridade Policial. A não mais trabalhava e residia nos endereços anterior-
mente diligenciados. A informação dada ao Oficial de Jus-
Câmara de Cotia – SP - Procurador Legislativo – VU- tiça foi de que A teria se mudado para os Estados Unidos.
NESP – 2017 - QUESTÃO 440. A, empresário do ramo de Devolvida a carta precatória, após expedição de ofícios,
confecção têxtil, teve sua marca reproduzida, sem autori- obteve-se o endereço de A, no exterior. Expedida carta
zação, em diversas camisetas. Instaurado inquérito policial, rogatória, o Juiz determinou a suspensão do prazo pres-
constatou-se que a empresa que confeccionou as camise- cricional, aguardando-se o cumprimento da citação de A.
tas era de propriedade de B – por coincidência, sobrinho A respeito da situação hipotética, nos termos do Códi-
de A - e um terceiro C. B, ouvido pela Autoridade Policial, go de Processo Penal, é correto afirmar que:
alegou desconhecer que a marca reproduzida era de pro- (A) a modalidade de citação com hora certa não se
priedade do tio. Afirmou, ademais, não saber que repro- aplica ao processo penal, sendo prevista apenas no pro-
duzir ou imitar marca, sem autorização do titular, seria cri- cesso cível.
me. C, por sua vez, disse que achava que a reprodução da (B) a citação com hora certa se aplica ao processo pe-
marca contava com a autorização, já que o titular era o tio nal e, tal qual ocorre na modalidade de citação por Edital,
de seu sócio. Finalizado o inquérito policial, identificados
não comparecendo o acusado, suspende-se o processo e
os supostos autores do crime contra o registro de marca
o curso do prazo prescricional.
(processável por ação penal privada), A propôs queixa-cri-
(C) uma vez que A foi representado no inquérito poli-
me apenas contra C, deixando de fora B, seu sobrinho. Da
cial por defensor constituído, sua citação poderia ter sido
identificação dos supostos autores do crime à propositura
feita na pessoa do advogado, mediante intimação no Diá-
da queixa-crime transcorreram 04 (quatro) meses. Mas, da
rio Oficial.
instauração do inquérito policial à propositura da queixa-
(D) a expedição de carta rogatória para citação do
-crime transcorreu período superior a 06 (seis) meses.
A respeito da situação hipotética, afirma-se correta- réu não implica suspensão do prazo prescricional. Tal se
mente que, dá apenas nas modalidades de citação por Edital e com
(A)uma vez transcorrido período superior a 06 (seis) hora certa.
meses entre a instauração do inquérito policial e a propo- (E) enquanto não localizado o acusado, a formação do
situra da queixa-crime, A decaiu do direito de processar os processo não estará completa.
autores do fato.
(B) uma vez transcorrido período superior a 30 (trinta) Câmara de Cotia – SP - Procurador Legislativo –
dias entre a identificação dos autores e a propositura da VUNESP – 2017 - QUESTÃO 442.
queixa-crime, a ação penal está perempta. Segundo o Código de Processo Penal, a respeito dos
(C) por se tratar de crime de ação penal privada, inca- procedimentos, comum e especial, e instrução criminal,
bível instauração de inquérito policial, devendo a investiga- assinale a alternativa correta.
ção ficar a cargo do ofendido. (A) As infrações de menor potencial ofensivo são pro-
(D) nas ações penais privadas, aplica-se o princípio da cessáveis pelo procedimento especial.
indivisibilidade, segundo o qual a queixa contra qualquer (B) A inimputabilidade do acusado é causa de rejeição
dos autores obriga processar a todos, exceto quando há da denúncia.
perdão ou renúncia por parentesco. (C) No procedimento comum ordinário, recebida a
(E) ao deixar de propor queixa-crime em face de B, denúncia, o Juiz ordenará a citação do acusado para apre-
A, tacitamente, renunciou a seu direito de queixa que, por sentar resposta à acusação. No procedimento comum su-
expressa previsão legal, estende-se a C. mário, contudo, não há previsão de resposta à acusação,
após a citação.
Câmara de Cotia – SP - Procurador Legislativo – VU- (D) O Juiz que presidiu a instrução proferirá a sen-
NESP – 2017 - QUESTÃO 441. A, indiciado nos autos do tença.
inquérito policial, no qual foi representado por defensor (E) Os processos que apuram crimes hediondos terão
constituído, encerrada a investigação, foi denunciado pelo prioridade de tramitação na primeira e segunda instância,
Ministério Público pela prática de crime de estelionato pre- não se aplicando a tramitação prioritária nos Tribunais Su-
videnciário. Residente em jurisdição diversa de onde trami- periores.

144
LIVRO DE QUESTÕES

Câmara de Cotia – SP - Procurador Legislativo – VU- TJM-SP - Escrevente Técnico Judiciário – VUNESP -
NESP – 2017 - QUESTÃO 443. A respeito da absolvição 2017 - QUESTÃO 445
sumária do acusado, é correto afirmar que Sobre a ação penal, é correto afirmar:
(A) é cabível logo após a resposta à acusação, se o Juiz (A) não será admitida ação privada nos crimes de ação
verificar estar extinta a punibilidade do agente. pública, ainda que esta não seja intentada no prazo legal.
(B) tem cabimento em qualquer momento do proces- (B) ao ofendido, ou a quem tenha qualidade para repre-
so, sempre que o Juiz verificar a existência manifesta de sentá-lo, caberá intentar a ação penal pública que dependa
causa excludente da culpabilidade do agente. de representação do ofendido.
(C) é cabível logo após a resposta à acusação, se o (C) a queixa contra qualquer dos autores do crime somente
Juiz verificar a inépcia da denúncia. obrigará o processo de todos nos casos de crimes hediondos.
(D) tem cabimento em qualquer momento do pro- (D) o prazo para oferecimento da denúncia, estando o
cesso, sempre que o Juiz verificar faltar justa causa para a réu preso, será de 5 dias, contado da data em que o órgão do
ação penal. Ministério Público receber os autos do inquérito policial, e de
(E) tem cabimento em qualquer momento do proces- 15 dias, se o réu estiver solto ou afiançado.
so, sempre que o Juiz verificar faltar pressuposto para o (E) o Ministério Público poderá desistir da ação penal
exercício da ação penal. apenas nos casos em que as provas sejam de difícil produção.

Câmara de Cotia – SP - Procurador Legislativo – TJM-SP - Escrevente Técnico Judiciário – VUNESP -


VUNESP – 2017 - QUESTÃO 444. A, funcionário público 2017 - QUESTÃO 446. Assinale a alternativa correta no que
do Município, foi flagrado por um repórter investigativo, diz respeito ao procedimento comum dos processos em es-
no estacionamento da Prefeitura, praticando ato libidino- pécie, consoante disposições do Código de Processo Penal.
so em uma adolescente de 13 anos. Após a divulgação da (A) Ordinário, quando tiver por objeto crime cuja san-
matéria, A foi denunciado, pelo Ministério Público, por es- ção máxima cominada for igual ou superior a 2 (dois) anos de
tupro de vulnerável. A denúncia foi precedida de inquérito pena privativa de liberdade.
policial. Recebida a denúncia pelo Juiz, determinou-se a (B) Sumário, quando tiver por objeto crime cuja sanção
citação de A, para fins de apresentação da resposta à acu- máxima cominada seja inferior a 4 (quatro) anos de pena pri-
sação, em 10 dias. A defesa de A impetrou habeas corpus vativa de liberdade.
no Tribunal, alegando afronta ao rito especial dos crimes (C) Sumário, quando tiver por objeto crime cuja sanção
de responsabilidade dos funcionários públicos, dado que máxima cominada seja inferior a 5 (cinco) anos de pena pri-
não houve oportunidade para se apresentar a resposta vativa de liberdade.
(D) Sumaríssimo, quando tiver por objeto crime cuja san-
preliminar, prevista no artigo 514 do Código de Processo
ção máxima cominada seja inferior a 3 (três) anos de pena
Penal.
privativa de liberdade.
Diante do caso hipotético, assinale a alternativa cor-
(E) Ordinário, quando tiver por objeto crime cuja san-
reta.
ção máxima cominada for igual ou superior a 3 (três) anos de
(A) A defesa preliminar, prevista no artigo 514 do CPP,
pena privativa de liberdade.
aplica-se ao caso hipotético, já que se trata de ação penal
que apura crime praticado por funcionário público.
CRBio - 1º Região - Analista – Advogado – VUNESP
(B) A defesa preliminar, prevista no artigo 514 do CPP,
– 2017 - QUESTÃO 447. De acordo com o Código de Pro-
não se aplica ao caso hipotético, pois, muito embora se cesso Penal Brasileiro, a respeito de competência, assinale a
trate de ação penal que apura crime praticado por funcio- alternativa correta.
nário público, a denúncia foi precedida de inquérito poli- (A) Nos casos de crimes conexos, de competência federal
cial, na esteira do entendimento sumulado nos Tribunais e estadual, uma vez unificados os processos, para julgamen-
Superiores. to único perante a Justiça Federal, a extinção da punibilidade
(C) Acertou o Juiz ao não aplicar a regra do artigo do crime de competência federal faz cessar a competência da
514 do CPP, já que o rito especial é previsto apenas para Justiça Federal, com a remessa do processo à Justiça Estadual.
crimes próprios de funcionário público. Uma vez citado, (B) Conhecido o lugar da infração, mas estando o réu
o prazo para o acusado apresentar resposta à acusação é em lugar incerto e não sabido, será competente o Juiz que
de 10 (dez) dias. primeiro tomar conhecimento do fato.
(D) Acertou o Juiz ao não aplicar a regra do artigo (C) Nos casos de exclusiva ação privada, o querelante po-
514 do CPP, já que o rito especial é previsto apenas para derá escolher entre o foro do domicílio do réu e o do lugar da
crimes próprios de funcionário público. Uma vez citado, o infração para propor a queixa crime.
prazo para apresentar resposta à acusação é de 15 (quin- (D) Os processos por crime contra a honra das pessoas
ze) dias. que a Constituição sujeita à jurisdição do Supremo Tribunal
(E) Na defesa preliminar, prevista no artigo 514 do Federal serão julgados por este.
CPP, o acusado poderá juntar documentos e arrolar até 03 (E) Os crimes praticados a bordo de aeronave nacional,
(três) testemunhas, a fim de evidenciar a inexistência do dentro do espaço aéreo correspondente ao território brasi-
crime ou improcedência da acusação. leiro, serão processados e julgados pelo Juízo da Capital da
República.

145
LIVRO DE QUESTÕES

CRBio - 1º Região - Analista – Advogado – VUNESP (A) Em virtude de A ter sido condenado por tráfico de
– 2017 - QUESTÃO 448. Em busca e apreensão realizada drogas, equiparado a crime hediondo, poderá progredir
pela Autoridade Policial em uma copiadora, apreendeu-se de regime após cumprir 3/5 (três quintos) da pena impos-
quantidade significativa de cópias de obra intelectual (li- ta, sendo vedada, contudo, a aplicação de anistia, graça
vro), expostas à venda, reproduzidas sem autorização do e indulto.
autor ou titular dos direitos autorais. Foi lavrado termo, as- (B) Uma vez aplicada causa de diminuição da pena,
sinado por 02 (duas) testemunhas, com descrição de todos prevista no § 4° , art. 33, da Lei n°11.343/06, o crime perde
os bens apreendidos. Subsequente à apreensão, parte do a natureza hedionda.
material foi submetida à perícia, por pessoa tecnicamente (C) Em virtude de o crime de tráfico de drogas ter
habilitada, sendo confeccionado o laudo, conclusivo quan- ocorrido nas dependências de Universidade Federal Pú-
to à violação de direito autoral. Oferecida a denúncia pelo blica, o processo de A tramitou perante a Justiça Federal.
Ministério Público em face do proprietário da copiadora, (D) Em virtude de A ter sido condenado por tráfico de
pelo crime previsto no art. 184, § 2° , do CP (apenado com drogas lhe é vedado recorrer em liberdade.
reclusão de 2 a 4 anos), o Juiz a recebeu, tendo determina-
(E) Em sede de instrução do processo, na resposta,
do a citação do acusado, para apresentar resposta à acu-
consistente em defesa preliminar, A pôde arrolar até 08
sação, em 10 (dez) dias. A associação da qual o titular dos
(oito) testemunhas de defesa.
direitos autorais do livro indevidamente copiado é asso-
ciado, após regular pedido, foi habilitada como assistente
CRBio - 1º Região - Analista – Advogado – VUNESP
de acusação.
– 2017 - QUESTÃO 450. A Lei n° 8.666/93 (Licitações), na
A respeito do caso hipotético, de acordo com o Có-
digo de Processo Penal e entendimento consolidado dos parte que disciplina o processo e julgamento dos crimes
Tribunais Superiores, é correto afirmar que nela previstos,
(A) a perícia realizada em parte do material apreen- (A) estabelece que referidos crimes são de ação penal
dido, por amostragem, é suficiente para evidenciar a ma- pública, condicionada à representação do ente público ví-
terialidade do crime de violação autoral. tima.
(B) a perícia realizada no material apreendido é im- (B) prevê que o interrogatório do réu é feito no início
prestável para evidenciar a materialidade do crime de do processo e, após sua realização, inicia-se o prazo para
violação autoral, já que não realizada por perito oficial. a apresentação da defesa escrita.
(C) errou o Juiz da causa ao determinar a citação do (C) estatui que da sentença cabe recurso em sentido
acusado para apresentação de resposta à acusa­ção, pois, estrito.
conforme expressamente dispõe o Código de Processo (D) confere aos Tribunais ou Conselhos de Contas ju-
Penal, o procedimento comum não se aplica ao processo risdição para processar e julgar os crimes nela previstos.
de julgamento de crimes contra a propriedade imaterial. (E) é omissa quanto à aplicação subsidiária do Código
(D) nos crimes contra a propriedade imaterial, pro- de Processo Penal Brasileiro.
cessáveis por ação penal privada, a busca e apreensão
será realizada por dois peritos, nomeados pela Autorida- TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário (Interior) –
de Policial. VUNESP – 2018 - QUESTÃO 451. A respeito do acusado
(E) errou o Juiz da causa ao habilitar a associação e do defensor, é correto afirmar que
como assistente da acusação, pois somente a vítima, em (A) o acusado, ainda que tenha habilitação, não po-
nome próprio, pode exercer referido papel. derá a si mesmo defender, sendo-lhe nomeado defensor,
pelo juiz, caso não o tenha.
CRBio - 1º Região - Analista – Advogado – VU- (B) a constituição de defensor dependerá de instru-
NESP – 2017 - QUESTÃO 449. A, estudante de medici- mento de mandato, ainda que a nomeação se der por
na, foi condenado por tráfico de drogas (art. 33, da Lei ocasião do interrogatório.
n°11.343/06), em virtude de, nas dependências do Hos- (C) o acusado ausente não poderá ser processado
pital da Universidade Federal Pú­blica em que estuda, em sem defensor. Já o foragido, existindo sentença condena-
comemoração ao aniversário de 21 (vinte e um) anos, tória, ainda que não transitada em julgado, sim.
fornecer, gratuitamente, aos demais colegas, drogas sin- (D) se o defensor constituído pelo acusado não puder
téticas (ecstasy). Em virtude de A ser primário, ostentar comparecer à audiência, por motivo justificado, provado
bons antecedentes, não se dedicar a atividade crimino- até a abertura da audiência, nomear-se-á defensor dativo,
sa e nem integrar associação criminosa, o Juiz aplicou a para a realização do ato, que não será adiado.
causa de diminuição de pena, prevista no § 4° , art. 33, da (E) o acusado, ainda que possua defensor nomeado
Lei n° 11.343/06, no patamar máximo de 2/3 (dois terços), pelo Juiz, poderá, a todo tempo, nomear outro, de sua
resultando pena de reclusão de 01 (um) ano e 08 (oito) confiança.
meses, em regime inicialmente fechado.
A respeito do caso hipotético, nos termos das legis-
lações 8.072/90 (Crimes Hediondos) e 11.343/06 (Drogas),
bem como da jurisprudência dos Tribunais Superiores, as-
sinale a afirmação correta.

146
LIVRO DE QUESTÕES

TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário (Interior) – TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário (Interior) – VU-
VUNESP – 2018 - QUESTÃO 452. Segundo o Código de NESP – 2018 - QUESTÃO 455. A respeito da Lei n° 9.099/95
Processo Penal, a respeito do processo comum, é correto (arts. 60 a 83; 88 e 89), assinale a alternativa correta.
dizer que (A) Reunidos os processos, por força de conexão ou
(A) aceita a denúncia ou a queixa, o Juiz não poderá continência, perante o juízo comum ou tribunal do júri, ob-
absolver sumariamente o réu, após a apresentação da res- servar-se-ão os institutos da transação penal e da compo-
posta à acusação. sição dos danos civis.
(B) a parte, no procedimento ordinário, não poderá (B) São consideradas infrações de menor potencial
desistir de testemunha, anteriormente arrolada. ofensivo as contravenções e os crimes a que a lei comine
(C) o procedimento será ordinário, sumário ou su- pena máxima não superior a 03 (três) anos, cumulada ou
maríssimo; o procedimento sumaríssimo será o aplicado não com multa.
quando se tem por objeto crime sancionado com pena pri- (C) Não sendo encontrado o acusado, o feito permanece-
vativa de liberdade de até 04 (quatro) anos. rá no Juizado Especial Criminal, mas ficará suspenso, até que
(D) são causas de rejeição da denúncia ou queixa a seja localizado.
inépcia, a falta de pressuposto processual ou condição para (D) O acordo de composição civil entre o acusado e a
o exercício da ação penal e a falta de justa causa. vítima, nos casos de ação penal pública, condicionada e incon-
(E) no procedimento ordinário, poderão ser ouvidas até dicionada, implica extinção da punibilidade ao autor do fato.
08 (oito) testemunhas, de acusação e defesa, compreendi- (E) Nos crimes em que a pena mínima cominada for infe-
das, nesse número, as que não prestam compromisso. rior a 02 (dois) anos, o Ministério Público, ao oferecer denún-
cia, poderá propor a suspensão condicional do processo ao
TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário (Interior) – acusado que não esteja sendo processado ou não tenha sido
VUNESP – 2018 - QUESTÃO 453. Com relação ao proce- condenado por outro crime.
dimento relativo aos processos de competência do tribunal
do júri, assinale a alternativa correta. Prefeitura de Porto Ferreira – SP - Procurador Jurídi-
(A) Pronunciado o acusado, remetidos os autos ao tri- co - VUNESP – 2017 - QUESTÃO 456. Sobre o concurso de
bunal do júri, será a defesa intimada para apresentar o rol pessoas, assinale a alternativa correta.
de testemunhas que irão depor, em plenário, até o máximo (A) Quem, de qualquer modo, concorre para o crime incide
de 08 (oito). nas penas a este cominadas, na medida de sua personalidade.
(B) Constituirão o Conselho de Sentença, em cada ses- (B) Se a participação for de maior importância, a pena
são de julgamento, 07 (sete) jurados, sorteados dentre os pode ser majorada de um sexto a um terço.
alistados, aplicando-se a eles o disposto sobre os impe- (C) Se algum dos concorrentes quis participar de crime menos
dimentos, a suspeição e as incompatibilidades dos juízes grave, ser-lhe-á aplicada a pena deste; essa pena será aumentada até
togados. o dobro, na hipótese de ter sido previsível o resultado mais grave.
(C) Encerrada a instrução preliminar, o juiz, fundamen- (D) Não se comunicam as circunstâncias e as condições de
tadamente, pronunciará ou impronunciará o acusado, não caráter pessoal, salvo quando elementares do crime.
cabendo, nessa fase, a absolvição sumária. (E) O ajuste, a determinação, a sedição ou instigação e o
(D) Contra a sentença de impronúncia do acusado ca- auxílio ou cooperação material não são puníveis, se o crime
berá recurso em sentido estrito. não chega, pelo menos, a ser executado.
(E) O risco à segurança pessoal do acusado não enseja
desaforamento do julgamento para outra comarca, sendo Prefeitura de Porto Ferreira – SP - Procurador Jurídico
motivo justificante a dúvida razoável sobre a imparcialida- - VUNESP – 2017 - QUESTÃO 457. Em relação aos crimes
de do júri. contra o patrimônio, é correto afirmar que
(A) o crime de roubo praticado por agente que é irmão da
TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário (Interior) – vítima depende de representação.
VUNESP – 2018 - QUESTÃO 454. Com relação aos recur- (B) em relação ao crime de dano, seja ele cometido na for-
sos e revisão, de acordo com o Código de Processo Penal, ma simples, seja ele cometido na forma qualificada, em suas
é correto dizer que diversas modalidades, somente se procede mediante queixa.
(A) no caso de concurso de agentes, a decisão do re- (C) no crime de esbulho possessório, se a propriedade é
curso interposto por um dos réus, ainda que fundado em particular, e não há emprego de violência, somente se procede
motivos pessoais, aproveitará aos outros. mediante queixa.
(B) a revisão criminal só poderá ser requerida no prazo (D) em relação ao crime de apropriação indébita previden-
de até 02 (dois) anos da sentença condenatória, transitada ciária, não há previsão legal de extinção de punibilidade se o
em julgado. agente, espontaneamente, declara, confessa e efetua o paga-
(C) interposta a Apelação somente pelo acusado, não mento das contribuições, importâncias ou valores e presta as
pode o Tribunal reinquirir testemunhas ou determinar dili- informações devidas à previdência social, na forma definida
gências. em lei ou regulamento, antes do início da ação fiscal.
(D) nos processos de contravenção, interposta a apela- (E) em relação ao crime de estelionato há a necessida-
ção, o prazo para arrazoar será de 03 (três) dias. de de saber o valor do prejuízo acarretado à vítima para
(E) na apelação e no recurso em sentido estrito, há saber se trata-se de ação penal pública incondicionada ou
previsão de juízo de retratação. condicionada.

147
LIVRO DE QUESTÕES

Prefeitura de Porto Ferreira – SP - Procurador Jurí- Respostas


dico - VUNESP – 2017 - QUESTÃO 458. Qual alternativa
a seguir reflete o exato entendimento de Súmula Jurispru- 412. E.
dencial editada pelo STJ? CP
(A) A conduta de atribuir-se falsa identidade perante Violação de domicílio
autoridade policial é típica, ainda que em situação de ale- Art. 150 - Entrar ou permanecer, clandestina ou as-
gada autodefesa. tuciosamente, ou contra a vontade expressa ou tácita de
(B) A abolitio criminis temporária, prevista na Lei no quem de direito, em casa alheia ou em suas dependências:
10.826/2003, não se aplica ao crime de posse de arma de Pena - detenção, de um a três meses, ou multa
fogo de uso permitido com numeração, marca ou qualquer
outro sinal de identificação raspado, independentemente 413. D
da data do cometimento do crime. LEI Nº 11.671, DE 8 DE MAIO DE 2008. (Dispõe sobre
(C) É possível o reconhecimento do privilégio previs- a transferência e inclusão de presos em estabelecimentos
to no § 2º do art. 155 do CP nos casos de crime de furto penais federais de segurança máxima e dá outras provi-
qualificado, ainda que não for primário o agente, mas for dências.)
de pequeno valor a coisa furtada e for a qualificadora de Art. 2º A atividade jurisdicional de execução penal nos
ordem objetiva. estabelecimentos penais federais será desenvolvida pelo
(D) A configuração do crime do art. 244-B do ECA de- juízo federal da seção ou subseção judiciária em que esti-
pende da prova da efetiva corrupção do menor, por se tra- ver localizado o estabelecimento penal federal de seguran-
tar de delito material. ça máxima ao qual for recolhido o preso.
(E) É possível a utilização de inquéritos policiais e ações
penais em curso para agravar a pena-base, desde que haja 414. E.
fundamentação por parte do magistrado. Art. 41. Constituem direitos do preso:
XV - contato com o mundo exterior por meio de cor-
Prefeitura de Porto Ferreira – SP - Procurador Jurí- respondência escrita, da leitura e de outros meios de infor-
dico - VUNESP – 2017 - QUESTÃO 459. Sobre os crimes e mação que não comprometam a moral e os bons costumes.
institutos previstos na Lei de Lavagem de Dinheiro, assinale Parágrafo único. Os direitos previstos nos incisos V, X
a alternativa correta. e XV poderão ser suspensos ou restringidos mediante ato
(A) Para fins de consumação do crime, há necessidade motivado do diretor do estabelecimento.
de que o agente tenha sido condenado por algum dos cha-
mados crimes antecedentes. 415. E
(B) A pena será aumentada de 3/5 até a metade, se os Código de Processo Penal:
crimes previstos na lei forem cometidos de forma reiterada Art. 158. Quando a infração deixar vestígios, será in-
ou por intermédio de organização criminosa. dispensável o exame de corpo de delito, direto ou indireto,
(C) O juiz determinará a liberação total ou parcial dos não podendo supri-lo a confissão do acusado.
bens, direitos e valores, ainda que não comprovada a lici- Art. 167. Não sendo possível o exame de corpo de de-
tude de sua origem, mantendo-se a constrição dos bens, lito, por haverem desaparecido os vestígios, a prova teste-
direitos e valores necessários e suficientes à reparação dos munhal poderá suprir-lhe a falta.
danos e ao pagamento de prestações pecuniárias, multas e
custas decorrentes da infração penal. 416. B
(D) Em caso de indiciamento de servidor público, este Art. 576. O Ministério Público NÃO PODERÁ DESISTIR
será afastado, sem prejuízo de remuneração e demais di- de recurso que haja interposto.
reitos previstos em lei, até que o juiz competente autorize,
em decisão fundamentada, o seu retorno. 417. B.
(E) Não há possibilidade de redução de pena ou fixação Lei 9.296/96
de regime menos gravoso se o autor, coautor ou partícipe Art. 3° A interceptação das comunicações telefônicas
colaborar espontaneamente com as autoridades, prestan- poderá ser determinada pelo juiz, de ofício ou a requeri-
do esclarecimentos que conduzam à apuração das infra- mento:
ções penais, à identificação dos autores, coautores e partí- I - da autoridade policial, na investigação criminal;
cipes, ou à localização dos bens, direitos ou valores objeto II - do representante do Ministério Público, na investi-
do crime. gação criminal e na instrução processual penal.

Referências 418. A.
CPP
Disponível em https://www.qconcursos.com. Acesso Art. 213. O juiz não permitirá que a testemunha mani-
em Abril em 2018 feste suas apreciações pessoais , salvo quando inseparáveis
da narrativa do fato.

148
LIVRO DE QUESTÕES

419. A. 427. B
Art. 82. Da decisão de rejeição da denúncia ou queixa LEI 9.605/1998:
e da sentença CABERÁ APELAÇÃO, que poderá ser julgada Art. 28. As disposições do art. 89 da Lei nº 9.099, de
por turma composta de 3 Juízes em exercício no primeiro 26 de setembro de 1995, aplicam-se aos crimes de menor
grau de jurisdição, reunidos na sede do Juizado. CORRETA potencial ofensivo definidos nesta Lei, com as seguintes
modificações:
420. E. I - a declaração de extinção de punibilidade, de que
Art. 253. Nos juízos coletivos, não poderão servir no trata o § 5° do artigo referido no caput, dependerá de lau-
mesmo processo os juízes que forem entre si parentes, do de constatação de reparação do dano ambiental, res-
consangüíneos ou afins, em linha reta ou colateral até o salvada a impossibilidade prevista no inciso I do § 1° do
terceiro grau, inclusive.” Conforme elucidado por @Gabrie- mesmo artigo;
la Toledo e outros colegas. II - na hipótese de o laudo de constatação comprovar
não ter sido completa a reparação, o prazo de suspensão
421. D. do processo será prorrogado, até o período máximo pre-
Art. 261. Nenhum acusado, ainda que ausente ou fora- visto no artigo referido no caput, acrescido de mais um
gido, será processado ou julgado sem defensor. ano, com suspensão do prazo da prescrição;
Parágrafo único. A defesa técnica, quando realizada
por defensor público ou dativo, será sempre exercida atra- 428. A.
vés de manifestação fundamentada. Súmula 710 do STF: No processo penal, contam-se os
prazos da data da intimação, e não da juntada aos autos do
422. A.
mandado ou da carta precatória ou de ordem.
CPP
Art. 353. Quando o réu estiver fora do território da ju-
429. D.
risdição do juiz processante, será citado mediante preca-
Súmula 709 do STF: Salvo quando nula a decisão de
tória.
primeiro grau, o acórdão que provê o recurso contra a re-
423. A. jeição da denúncia vale, desde logo, pelo recebimento dela.
Art. 397. Após o cumprimento do disposto no art. 396-
A, e parágrafos, deste Código, o juiz deverá absolver suma- 430. B.
riamente o acusado quando verificar: Súmula 714 do STF: “ É concorrente a legitimidade do
I - a existência manifesta de causa excludente da ilici- ofendido, mediante queixa, e do Ministério Público, con-
tude do fato; dicionada à representação do ofendido, para a ação penal
II - a existência manifesta de causa excludente da cul- por crime contra a honra de servidor público em razão do
pabilidade do agente, salvo inimputabilidade; exercício de suas funções”.
III - que o fato narrado evidentemente não constitui
crime; ou 431. B.
IV - extinta a punibilidade do agente. Código de Processo Penal.
Art. 159. (...)
424. E. § 5o Durante o curso do processo judicial, é permitido
CPP às partes, quanto à perícia:
Art. 616. No julgamento das apelações poderá o tri- I – requerer a oitiva dos peritos para esclarecerem a
bunal, câmara ou turma proceder a novo interrogatório do prova ou para responderem a quesitos, desde que o man-
acusado, reinquirir testemunhas ou determinar outras dili- dado de intimação e os quesitos ou questões a serem es-
gências. clarecidas sejam encaminhados com antecedência mínima
Art. 617. O tribunal, câmara ou turma atenderá nas de 10 (dez) dias, podendo apresentar as respostas em lau-
suas decisões ao disposto nos arts. 383, 386 e 387, no que do complementar;
for aplicável, não podendo, porém, ser agravada a pena,
quando somente o réu houver apelado da sentença. 432. D.
Lei de Introdução do Código de Processo Penal (decre-
425. D.
to-lei n. 3.689, de 3 de outubro de 1941)
Art. 622. A revisão poderá ser requerida em qualquer
Art. 7º O juiz da pronúncia, ao classificar o crime, con-
tempo, antes da extinção da pena ou após.
sumado ou tentado, não poderá reconhecer a existência de
causa especial de diminuição da pena.
426. A.
Art. 62. O processo perante o Juizado Especial orien-
433. C.
tar-se-á pelos critérios da oralidade, simplicidade, infor-
LEI Nº 8.906, DE 4 DE JULHO DE 1994. - Dispõe sobre o
malidade, economia processual e celeridade, objetivando,
Estatuto da Advocacia e a Ordem dos Advogados do Brasil
sempre que possível, a reparação dos danos sofridos pela
(OAB).
vítima e a aplicação de pena não privativa de liberdade.

149
LIVRO DE QUESTÕES

Art. 7º São direitos do advogado: (...) 438. D.


XIV - examinar, em qualquer instituição responsável por Art. 362. Parágrafo único. Completada a citação com
conduzir investigação, mesmo sem procuração, autos de fla- hora certa, se o acusado não comparecer, ser-lhe-á nomea-
grante e de investigações de qualquer natureza, findos ou em do defensor dativo
andamento, ainda que conclusos à autoridade, podendo copiar
peças e tomar apontamentos, em meio físico ou digital; (...) 439. E
§ 11. No caso previsto no inciso XIV, a autoridade com- CPP
petente poderá delimitar o acesso do advogado aos ele- Art. 14. O ofendido, ou seu representante legal, e o
mentos de prova relacionados a diligências em andamento indiciado poderão requerer qualquer diligência, que será
e ainda não documentados nos autos, quando houver risco realizada, ou não, a juízo da autoridade.
de comprometimento da eficiência, da eficácia ou da finali-
dade das diligências. 440. E.
Súmula Vinculante 14 - É direito do defensor, no inte- Art. 49. A renúncia ao exercício do direito de queixa, em
resse do representado, ter acesso amplo aos elementos de relação a um dos autores do crime, a todos se estenderá.
prova que, já documentados em procedimento investigató-
rio realizado por órgão com competência de polícia judiciá- 441. E.
ria, digam respeito ao exercício do direito de defesa. Art. 363. O processo terá completada a sua formação
quando realizada a citação do acusado.
434. A
Art . 265- O defensor não poderá abandonar o processo 442. D.
senão por motivo imperioso, comunicando previamente o Art. 399.
juiz sob pena de multa de 10 a 100 salários mínimos, sem- § 2º. O juiz que presidiu a instrução deverá proferir a
prejuizo das demais sanções cabíveis. sentença. (princípio da identidade física do juiz)
§1- A audiência poderá ser adiada se, por motivo justifi-
cado, o defensor não puder comparecer. 443. A.
§2- Imcube ao defesor provar o impedimento até a Art. 397. Após o cumprimento do disposto no art. 396-
abertura da audiência. Não podendo o fazendo, o juiz de- A, e parágrafos, deste Código, o juiz deverá absolver suma-
terminará o adiamento de ato algum do processo, devendo riamente o acusado quando verificar:
nomear defensor substituto, ainda que provisoriamente ou I - a existência manifesta de causa excludente da ilici-
só para o efeito do ato. tude do fato;
II - a existência manifesta de causa excludente da cul-
435. B. pabilidade do agente, salvo inimputabilidade;
CPP Art. 397. o juiz deverá absolver sumariamente o III - que o fato narrado evidentemente não constitui
acusado quando verificar: crime;
I - a existência manifesta de causa excludente da ilicitu- IV - extinta a punibilidade do agente.
de do fato;
II - a existência manifesta de causa excludente da culpa- 444. C.
bilidade do agente, salvo inimputabilidade; Art. 396-A. Na resposta, o acusado poderá argüir preli-
III - que o fato narrado evidentemente não constitui cri- minares e alegar tudo o que interesse à sua defesa, oferecer
me; ou documentos e justificações, especificar as provas pretendi-
IV - extinta a punibilidade do agente. das e arrolar testemunhas, qualificando-as e requerendo
sua intimação, quando necessário.
436. D. § 2o Não apresentada a resposta no prazo legal, ou se
SÚMULA 203 DO STJ: “Não cabe recurso especial contra o acusado, citado, não constituir defensor, o juiz nomeará
decisão proferida por órgão de segundo grau dos juizados defensor para oferecê-la, concedendo-lhe vista dos autos
especiais”. por 10 (dez) dias.

437. B. 445. D
CPP CPP
Art. 318. Poderá o juiz substituir a prisão preventiva pela Art. 46 - O prazo para oferecimento da denúncia, es-
domiciliar quando o agente for: tando o réu preso, será de 5 dias, contado da data em que
I - maior de 80 (oitenta) anos; o órgão do Ministério Público receber os autos do inquéri-
II - extremamente debilitado por motivo de doença grave; to policial, e de 15 dias, se o réu estiver solto ou afiançado.
III - imprescindível aos cuidados especiais de pessoa No último caso, se houver devolução do inquérito à autori-
menor de 6 (seis) anos de idade ou com deficiência; dade policial (art. 16), contar-se-á o prazo da data em que
IV - gestante; o órgão do Ministério Público receber novamente os autos.
V - mulher com filho de até 12 (doze) anos de idade § 1o Quando o Ministério Público dispensar o inquérito
incompletos; policial, o prazo para o oferecimento da denúncia contar-
VI - homem, caso seja o único responsável pelos cui- -se-á da data em que tiver recebido as peças de informa-
dados do filho de até 12 (doze) anos de idade incompletos. ções ou a representação

150
LIVRO DE QUESTÕES

§ 2o O prazo para o aditamento da queixa será de 3 452. D.


dias, contado da data em que o órgão do Ministério Públi- CPP:
co receber os autos, e, se este não se pronunciar dentro do Art. 395. A denúncia ou queixa será rejeitada quando:
tríduo, entender-se-á que não tem o que aditar, prosse- I – for manifestamente inepta;
guindo-se nos demais termos do processo. II – faltar pressuposto processual ou condição para o
exercício da ação penal; ou
446. B. III – faltar justa causa para o exercício da ação penal.
Art. 394. O procedimento será comum ou especial.
§ 1o O procedimento comum será ordinário, sumário 453. B.
ou sumaríssimo. Art. 447. O Tribunal do Júri é composto por 1 (um) juiz
I - ordinário, quando tiver por objeto crime cuja san- togado, seu presidente e por 25 (vinte e cinco) jurados que
ção máxima cominada for igual ou superior a 4 (quatro) serão sorteados dentre os alistados, 7 (set(E) dos quais