Você está na página 1de 192

MANUAL

Sistema Eletrônico de Cargas Predefinidas


Smith Meter® AccuLoad® IV
Manual de Referência do Operador
Boletim MN06200 Emissão/Revisão 0.0 (4/17)
Importante
Todas as informações e especificações técnicas nesta documentação foram cuidadosamente verificadas e
compiladas pelo autor. No entanto, não podemos excluir completamente a possibilidade de erros. A TechnipFMC
se considera sempre grata por ser informada sobre quaisquer erros. Entre em contato conosco via website.

Smith Meter é uma marca registrada da TechnipFMC.

Cuidado
Os valores padrão ou vigentes utilizados neste manual e na programação do AccuLoad IV são utilizados
somente para testes de fábrica e não devem ser considerados valores padrão ou vigentes para seu sistema de
medição. Cada sistema de medição é único e cada parâmetro de programa deve ser revisto e programado para
cada aplicação em um sistema de medição específico. Além disso, o nível de segurança padrão para a maioria
dos parâmetros é o nível 1 (acesso aberto); selecione parâmetros padrão para o nível 4 ou nível 5 (Registro de
Trilha de Auditoria). É um requisito do usuário avaliar todas as definições de nível de segurança de parâmetros,
de modo a garantir a conformidade com as jurisdições locais de medidas e pesos; veja a seção 2.9 (Segurança)
para obter detalhes.

Isenção de Responsabilidade
TechnipFMC declara por meio deste que qualquer responsabilidade em caso de danos, inclusive, mas não
limitado a danos colaterais originados de programação incorreta, inadequada ou fora dos valores padrão
inseridos na conexão com o AccuLoad IV.

Suporte Técnico
Informações de Contato:
Central de Atendimento e Resposta ao Cliente
Suporte Técnico 7/24 / Agendamento Técnico 1-844-798-3819
Disponível para Supervisão de Instalação de Sistema, Inicialização e Serviços de Comissionamento

Suporte ao Cliente
Informações de Contato:
Atendimento ao Cliente
TechnipFMC
FMC Technologies Measurement Solutions Inc.
1602 Wagner Avenue
Erie, Pensilvânia 16510 USA
P: +1 814 898-5000
F: +1 814 899-8927
measurement.solutions@TechnipFMC.com
TechnipFMC.com

Biblioteca:
http://fmctechnologies.com/en/MeasurementSolutions/OnlineServices.aspx

Página 2 • MN06200 ║Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Índice

Índice 3 – Telas Dinâmicas ...................................................................... 37


3.1. – Categorias de Telas Dinâmicas ........................................... 38
1 – Introdução .................................................................................. 5
3.1.1. – Telas Dinâmicas de Sistema ............................................ 39
1.1. – Descrição do Produto ............................................................. 5
3.1.2. – Telas Dinâmicas de Braço de Carga ............................... 39
1.2. – Tipos de Braço de Carga ....................................................... 7
3.1.3. – Telas Dinâmicas de Produto ............................................ 40
1.2.1. – Reto ..................................................................................... 7
3.1.4. – Telas Dinâmicas de Lote .................................................. 41
1.2.2. – Mistura Sequencial ............................................................. 7
3.1.5. – Telas Dinâmicas de Transação ........................................ 42
1.2.3. – Mistura de Proporção.......................................................... 8
3.1.6. – Telas Dinâmicas de Mistura ............................................. 43
1.2.4. – Mistura Híbrida .................................................................... 9
3.1.7. – Telas Dinâmicas de Mistura de Proporção ...................... 43
1.2.5.– Mistura Side Stream ............................................................ 10
3.1.8. – Telas Dinâmicas de Amostragem de Densidade ............ 43
1.2.6.– Descarga ............................................................................. 11
3.1.9. – Telas Dinâmicas de Receita............................................. 44
1.2.7.– Braço Reto com Sistema de Recuperação de Vapor
(Reto com 'VRS') ............................................................................ 11 3.1.10. – Telas Dinâmicas de Injetor............................................. 44
1.3. – Atribuições E/S ..................................................................... 12 3.1.11. – Telas Dinâmicas Adicionais Controlados por Vazão..... 45
1.4. – Unidades de Medida ............................................................ 12 3.2. – Menu de Diagnósticos de Telas Dinâmicas ........................ 45
1.5. – Controle de Vazão ................................................................ 12 3.2.1. – Alarmes Ativos .................................................................. 46
1.6. – Definição do Produto ............................................................ 13 3.2.2. – Histórico de Alarmes......................................................... 47
1.7. – Injeção Adicional .................................................................. 13 3.2.3. – Volumes Não Reinicializáveis .......................................... 47
3.2.4. – Registro de Evento ........................................................... 48
2 – Operações ................................................................................ 15 3.2.5. – Registro de Transação ..................................................... 49
2.1. – Visão Geral do Modo de Execução ..................................... 15 3.2.6. – Trilha de Auditoria ............................................................. 49
2.2. – Notificação de Alarmes ........................................................ 22 3.2.7. – Entradas Digitais ............................................................... 50
2.2.1. – Permissão de Limpeza do Modo Execução/Pronto......... 23 3.2.8. – Saídas Digitais .................................................................. 50
2.2.2. – Energização de Saídas de Relés de Alarme Um/Dois .... 23 3.2.9. – E/S Analógica ................................................................... 51
2.2.3. – Notificação por Endereço Eletrônico ................................ 23 3.2.10. – Entradas de Pulso .......................................................... 51
2.2.4. – Permissão de Continuação da Vazão .............................. 23 3.2.11. – Saídas de Pulso .............................................................. 51
2.3. – Permissive Inputs ...........................................................................23 3.2.12. – Redefinir Erros de Pulso Duplo...................................... 52
2.4. – Operação do Menu Principal ............................................... 24 3.2.13. – Contadores de Diagnóstico de Atuação de Solenoide . 52
2.5. – Visão Geral do Modo de Programação ............................... 24 3.2.14. – Diagnósticos de Fechamento de Válvulas .................... 52
2.5.1. – Menu do Nível Superior do Modo de Programação ........ 25 3.2.15. – Entradas de Pulso do Medidor....................................... 53
2.6. – Visão Geral da Configuração ............................................... 26 3.2.16. – Booleano/Algébrico ........................................................ 53
2.6.1. – Exemplo – Modificação da Base de Dados Utilizando o
Painel Frontal ou Navegador.........................................................28
3.2.17. – Diagnósticos de Engenharia .......................................... 54

2.7. – Mapa do Diretório .................................................................. 33 3.2.18. – Diagnósticos de Rede .................................................... 54

2.8. – Viewing the Help Messages ........................................................34 3.2.19. – Atualização da Base de Dados do Controlador ............ 54

2.9. – Segurança ............................................................................ 34 3.2.20. – Atualização do Firmware................................................ 55

2.9.1. – Níveis de Segurança......................................................... 34


2.9.2. – Ativação de Nível de Segurança ...................................... 34 4 – Relatórios/Registros............................................................... 57
2.9.3. – Parameter Security Level Assignment ...................................34 4.1. – Relatórios de Resumo ......................................................... 57
2.9.4. – Interruptores de Segurança ............................................... 34 4.2. – Trilha de Auditoria ................................................................ 57
2.9.5. – Communications Security .........................................................35 4.3. – Histórico de Alarmes ............................................................ 58
2.9.6. – Segurança dos Diagnósticos ............................................. 35 4.4. – Registro de Transação ......................................................... 58
2.9.7.– Exemplo: Security Configuration ..............................................35 4.5. – Registro de Evento............................................................... 59
4.6. – Registro de Prova ................................................................ 59

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║MN06200 • Página 3


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Índice

5 – Relatórios/Registros ............................................................................. 61 8.2.8.3. – Injetor Controlado de Vazão 1 - 4 .................................. 131


5.1. – Relatórios de Resumo ....................................................................... 61 8.2.8.4. – Diretório de Segurança.............................................................136
5.2. – Set Trans # (Definição de Número de Transação) ........................... 62 8,3.– Diretórios de Compartimento ..............................................................138

5.3. – Eliminação de Registro de Evento .................................................... 62 8.3.1.- Compartimento 1-2 ...........................................................................138


8.3.2.– Comunicações..................................................................................139
5.4. – Eliminação de Registro de Transação .............................................. 63
5.5. – Comprovação..................................................................................... 63 8.4. – Diretórios de Braços .........................................................................140
8.4.1. – 100 - Diretório de Objetivo Geral .................................................140
5.6. – Comprovação de Injetor Medido ....................................................... 66
8.4.2. – 200 - Diretório de Controle de Vazão do Braço ...........................142
5.7. – Redefinição de Totais ........................................................................ 68
8.4.3. – 300 - Diretório de Precisão de Volume ........................................147
5.8. – Bloqueio de Firmware ........................................................................ 68
8.4.4. – 700 - Diretório de Comunicações.................................................149
8.5. – Diretórios do Medidor .......................................................................151
6 – Definições do Dispositivo .................................................................... 69
8.5.1. – 200 - Diretório de Controle de Vazão...........................................151
6.1. – Estilo da Tela ..................................................................................... 69
8.5.2. – 300 - Diretório de Precisão de Volume ........................................154
6.2. – Definições de MMI ............................................................................. 69
6.3.– Teste de Tela ........................................................................................ 69 8.5.3. – 400 - Diretório de Temperatura/Densidade .................................155
8.5.4. – 400 - Densitômetro Solatron ........................................................157

7 – Informações do Dispositivo ................................................................. 71 8.5.5. – 400 - Densitômetro Sarasota .......................................................158


8.5.6. – 400 - Densitômetro UGC ..............................................................159

8 – Visão Geral do Modo de Programação ............................................... 73 8.5.7. – 400 - Outro Densitômetro .............................................................160

8.1. – Diretórios de Configuração ................................................................ 74 8.5.8. – 500 - Diretório de Pressão ...........................................................161

8.1.1. – 100 – Diretório de Entradas de Pulso............................................ 77 8.6. – Diretórios de Produto .......................................................................162

8.1.2. – 200 – Diretório de Saídas de Pulso ............................................... 79 8.6.1. – 100 - Braço:Produtos:Diretório de Objetivo Geral162

8.1.3. – 300 – Diretórios de Função de Entrada Digital de CC e CA ........81 8.6.2. – 200 - Braço:Produtos:Diretório de Controle de Vazão ................162

8.1.4. – 500 – Diretórios de Função de Saída Digital de CC e CA ...........84 8.6.3. – 300 - Diretório de Precisão...........................................................165
8.1.5.– 900 – Diretórios de E/S Analógica ...................................................87 8.6.4. – 400 - Diretório de Temperatura/Densidade .................................168
8.2. – Diretórios de Sistema ........................................................................ 90 8.6.5. – 500 - Diretório de Pressão ...........................................................173
8.2.1. – 100 - Diretório de Objetivo Geral ................................................... 90 8.7. – Diretórios de Receita........................................................................176
8.2.2. – 200 - Diretório de Controle de Vazão ............................................ 96 8.7.1. – Mistura de Produtos .....................................................................176
8.2.3. – 300 - Diretório de Precisão de Volume.......................................... 98 8.7.2. – Adicionais de Receita ...................................................................178
8.2.4. – 400 - Diretório de Temperatura/Densidade ................................. 105 8.8.– Diretórios de Arquitetura Distribuída ...................................................179

8.2.5. – 500 - Diretório de Pressão ........................................................... 106


8.2.6. – 600 - Diretório de Alarmes ........................................................... 107 9 – Anexo I – Alarmes .................................................................................182

8.2.7. – 700 - Diretório de Comunicações ................................................ 110 10 – Anexo II – Mapa de Injetores Medidos no
AccuLoad® IV ..............................................................................................184
8.2.7.1. – Endereços 1 - 6 do Braço ........................................................ 110
11 – Anexo III – Relatório Padrão da Página de Lote do
8.2.7.2. – Controle da Impressora ...........................................................111 Braço de Mistura .........................................................................................185

8.2.7.3. – Interface do Hospedeiro .......................................................... 112 12 – Anexo IV – Relatório Padrão do Braço Reto de Produtos..................186
8.2.7.4. – Leitor do Cartão/Nedap............................................................ 116
8.2.7.5. – Configuração da Porta Serial 1 - 4 ......................................... 119 13 – Publicações Relacionadas ................................................................191

8.2.7.6. – Instruções................................................................................. 121


8.2.8. – 800 - Diretório Adicional .............................................................. 123
8.2.8.1. – Adicionais (comuns)................................................................. 124
8.2.8.2. – Menu de Configurações de Adicionais - Injetor 1 - 24 ............ 129

Página 4 • MN06200 ║Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Introdução

1 – Introdução

1.1. Descrição do Produto


O Smith Meter AccuLoad fornece controle e medição confiáveis e precisos das operações de
mistura e transferência de petróleo líquido. Embora principalmente destinado a ser utilizado em
terminais de distribuição de petróleo refinados, é facilmente configurado para uma grande
variedade de aplicações de transferência de líquidos.
Utilizando o AccuLoad, um operador pode selecionar a quantidade desejada de qualquer das
50 receitas e o AccuLoad controlará e monitorará as bombas, válvulas e injetores adicionais,
de modo a transferir de forma eficiente e segura a quantidade precisa. Durante a transferência,
todos os parâmetros do processo são monitorados para fornecer um total exato da quantidade
de cada componente da receita entregue.
Além do controle em tempo real do processo de carregamento, o AccuLoad calcula médias e
quantidades vivas de todos os produtos e adicionais entregues. Esses valores são mantidos na
base de dados de tempo de execução, que pode ser monitorada por um sistema hospedeiro
controlador. Quando uma transação é concluída, o AccuLoad armazena uma hora detalhada
em seu registro interno de transações para impressão ou recuperação posterior.

O AccuLoad IV está disponível em várias configurações de hardware, conforme mostrado


abaixo:

AccuLoad IV-ST – 1 ou 2 braços de carga, até seis produtos, à prova de explosão, dimensionado
para Classe I Divisão 1 / Zone 1.

AccuLoad IV-ST – Até 6 braços de carga, até seis produtos, à prova de explosão, dimensionado
para Classe I Divisão 1 / Zone 1.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║MN06200 • Página 5


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Introdução

AccuLoad IV NEMA4 - 1 ou 2 braços de carga, montagem tipo Intempérie,


dimensionado para Classe I Divisão 2.

Recursos comuns a todos os pacotes acima:


• Capazes de transferir até seis produtos diferentes em cada braço
• Operação simultânea de todos os braços
• Até 24 injetores de aditivo
• Medidores de Pistão Inteligentes
• Os braços são individualmente configuráveis para uma variedade de operações:
• Retos (Produto Único)
• Mistura Sequencial
• Mistura de Proporção
• Mistura de Fluxo Lateral
• Mistura (sequencial/de proporção) Híbrida
• Mistura de Fluxo Incontrolável
• Descarga
• Entradas de pulso do medidor com canal único ou duplo, que representam volume ou massa
• Comunicações com Modbus ou Smith para monitoramento/controle via Ethernet ou ligação serial
• Interface de leitor de cartão de proximidade e banco de dados de ID do controlador
para controle de acesso
• Exibição de dados de diagnóstico em tempo real
• Cálculo de fatores de compensação de temperatura, pressão e densidade, de acordo
com as diretrizes da API, para um amplo espectro de produtos petrolíferos de LPG para
asfalto, bem como produtos personalizados definidos
• Interface de usuário multi-linguagem
• BOL configurável pelo usuário
• Registros de eventos, transações e auditorias
• Linearização do medidor de cinco pontos
• Indução do controlador embutido
• Cinco níveis de proteção de senha para acesso a parâmetros
• Os braços podem ser operados independentemente ou agrupados para operação de
“Compartimento”
• Os braços podem ser configurados para girar para cada lado de uma pista

Página 6 • MN06200 ║Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Introdução

Como o AccuLoad oferece flexibilidade para suportar todas essas variações e


características, ele deve ser adaptado para atender à aplicação específica. Os
parâmetros que compõem a configuração são armazenados em uma base de dados
no AccuLoad e, uma vez que a configuração inicial é efetuada, esta permanece
permanentemente armazenada. A base de dados de parâmetros pode ser modificada
utilizando a tela sensível ao toque do painel frontal, pelo uso do AccuMate (um
programa complementar compatível com o Windows) ou por uma porta de
comunicação, usando um navegador da rede.
Independentemente do método utilizado para acessar a configuração, as etapas
básicas envolvidas na configuração do AccuLoad para operação inicial são as seguintes:
• Defina o número e o tipo de braços de carga
• Selecione os pontos de E/S (analógica, de pulso, digital) a serem conectados ao
equipamento do processo
• Selecione as unidades de medida
• Defina os parâmetros de controle de vazão
• Defina os produtos a serem transferidos
• Defina os injetores adicionais
• Configure códigos de aprovação de segurança de parâmetros
Há um número significativo de recursos adicionais disponíveis, que são descritos em
detalhes no restante deste documento. Uma vez que a configuração tenha sido
concluída, o AccuLoad estará pronto para operação.

1.2. Tipos de Braço de Carga

1.2.1. Reto
Um braço reto é utilizado para transmitir um único produto através de um único medidor.

Figura 1.2.1: Braço reto típico - configuração de execução do medidor de produto único

1.2.2. Mistura Sequencial

A mistura sequencial é feita carregando vários produtos, um de cada vez, em


um recipiente (por exemplo, um caminhão-tanque). Isso é mais comumente
feito com produtos que se misturam com muita facilidade.

Pré-requisitos:

• O braço de carga deve ser designado como um braço de mistura sequencial e


todas as atribuições de E/S necessárias (como entradas de medidor, válvulas de
bloqueio e válvula de controle de vazão etc.).
• Uma receita que define a porcentagem de cada produto a ser misturado
Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║MN06200 • Página 7
AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Introdução

Operação:
O AccuLoad realiza a mistura sequencial de vários produtos da seguinte forma:
A proporção de produtos variados é designada na receita como uma porcentagem do
preset total. Estas porcentagens devem totalizar 100%. Quando o operador insere o
preset, o AccuLoad calcula automaticamente os volumes reais de cada produto a
serem entregues. Cada um deles é entregue como um tipo de “mini-lote”, completo
com taxas de vazão individuais elevadas, volumes de corte e assim por diante.
A ordem de transmissão do produto está incluída na definição da receita.
Se um volume de produto incorreto for entregue, os volumes dos produtos restantes
são ajustados em conformidade. Se este ajuste criar um alarme de tolerância à
mistura, o operador será solicitado a parar ou continuar o lote. Uma exceção a esta
regra é quando outra transmissão do mesmo produto é especificada na receita. Neste
caso, o volume da próxima transmissão desse produto apenas é ajustado para manter
a proporção correta da mistura e o valor predefinido.

Figura 1.2.2: Braço de mistura sequencial - seis produtos, configuração de um único


medidor

1.2.3. Mistura de Proporção


Em uma mistura de proporção, vários produtos fluem simultaneamente durante a
transmissão para um recipiente (por exemplo, um caminhão-tanque). A mistura de
proporções é utilizada principalmente quando a velocidade de carregamento for um
problema, ou quando os produtos do componente não se misturarem facilmente.
O AccuLoad IV realiza a mistura sequencial de vários produtos da seguinte forma:
Todos os produtos necessários para a receita são entregues simultaneamente através
de seus próprios medidores (e suas próprias bombas e válvulas de controle
correspondentes). As válvulas de dois estágios não são utilizadas para mistura de
proporções; somente válvulas digitais ou analógicas são aceitáveis. A proporção de
produtos do componente é designada na receita como uma porcentagem de preset
total. Estas porcentagens devem totalizar 100%.
Quando o operador insere a predefinição, o AccuLoad IV calcula automaticamente os
volumes reais de cada produto a serem entregues. Conforme mencionado acima, os
produtos são entregues simultaneamente, cada um através de seu próprio medidor.
As taxas de vazão são ajustadas para uma precisão de mistura ideal, conforme o perfil
de vazão do sistema programado, utilizando o algoritmo de controle exclusivo do
Smith Meter. Caso as variações da taxa de vazão ocorram, o perfil é ajustado
dinamicamente para atingir a melhor mistura possível.

Página 8 • MN06200 ║Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Introdução

Figura 1.2.3: Range de mistura de proporção - seis produtos e seis medidores

1.2.4. Mistura Híbrida


O AccuLoad IV suporta a mistura híbrida, que é definida como uma mistura das
misturas sequencial e de proporção. Uma configuração típica do braço de mistura
híbrida pode ser formada por três produtos sequenciais e um ou dois produtos de
proporção. Os produtos sequenciais fluem um de cada vez e, na maioria dos casos,
um dos produtos de proporção flui simultaneamente com cada um dos produtos
sequenciais. As proporções podem ser encaminhadas a montante ou a jusante do
medidor de produto sequencial. Em um braço híbrido deve haver pelo menos um
produto sequencial configurado.
O tipo de braço de Mistura Híbrida também é utilizado para suportar a mistura em linha
(também referida como mistura de Wild Stream). Este recurso se destina a ser
utilizado em aplicativos, onde é desejável combinar continuamente dois ou mais
produtos em que um volume predefinido não é normalmente utilizado. Nesta
configuração, o AccuLoad IV monitorará a vazão através da linha de produtos principal
e ajustará a quantidade de produto a mistura com base na quantidade de vazão de
produto principal. Para obter mais informações sobre Mistura de Wild Stream, consulte
o boletim de aplicação AB06072.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║MN06200 • Página 9


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Introdução

Figura 1.2.4: Braço de mistura híbrida - quatro produtos, três medidores


(dois produtos sequenciais)

1.2.5. Mistura Side Stream


O AccuLoad suporta a mistura de fluxo lateral, que é definida como mistura de
proporção de dois produtos, onde o menor deles é medido e controlado por uma
válvula e o produto principal é de vazão livre. Outro medidor e sua válvula de controle
correspondente estão localizados a jusante de onde os dois produtos se fundem. O
AccuLoad também suporta a prova de braço do combinador de fluxo lateral. Para
obter mais informações sobre Mistura de Fluxo Lateral, consulte o Boletim de
Aplicação AB06054.

Figura 1.2.5: Braço de mistura de fluxo lateral - dois produtos, dois


medidores, ponto de mistura aprumado a montante

Página 10 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Introdução

1.2.6. Descarga
Este tipo de braço permite que um compartimento de caminhão seja descarregado
sem entrar em um volume predefinido. A implementação deste recurso exige que um
braço de carga seja identificado como “descarregando”. Para obter mais informações
sobre descarga, consulte o Boletim de Aplicação AB06055.

Figura 1.2.6: Braço de descarga - produtos múltiplos, um medidor, eliminação de ar

1.2.7. "Braço Reto com Sistema de Recuperação de Vapor (Reto com 'VRS')"
Este tipo de braço suporta a transmissão de um único produto, enquanto monitora a
quantidade de vapor recuperada. Esse recurso requer que um tipo de braço de carga
seja programado como “Direto com VRS”. São necessários dois medidores para esta
aplicação, de modo a determinar a quantidade de vapor recuperada ao carregar
produtos de densidade leve. O AccuLoad fornece um total de produto de vapor e um
total de massa líquida entre o medidor de produto líquido e o medidor de produto de
vapor no sistema. Para obter mais informações, consulte AB06073.

Figura 1.2.7: Braço direito com sistema de recuperação de vapor - um medidor de


produto, mais um medidor Coriolis na linha de recuperação de vapor de volta ao
armazenamento

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║MN06200 • Página 11


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Introdução

1.3. Atribuições E/S


Os pontos de E/S específicos utilizados para conectar o AccuLoad ao
equipamento de campo são atribuídos pelo usuário. Os tipos de E/S
suportados pelo AccuLoad são:

• Entradas de pulso do medidor (medidor de produto ou aditivo)


• Saídas de pulso
• E/S Analógica (4-20 mA, 1-5 VCC)
• E/S Discreta (CA e CC)
• A função associada a cada ponto de E/S é configurada pelo usuário. Por exemplo,
se um sinal de saída de CA for necessário para o controle da bomba, o AccuLoad
permitirá que o usuário selecione qualquer uma das CA a serem atribuídas a essa
função. Essas seleções são feitas na seção “Configuração” da base de dados de
parâmetros.

A E/S analógica requer que o tipo de módulo correto seja instalado na unidade, bem
como a definição correta na base de dados de configuração. Existem seis aberturas
disponíveis na placa A4M para módulos de E/S analógicos.
O AccuLoad aceita entradas de pulso do medidor que representam incrementos de
massa ou volume, dependendo do tipo de medidor. O AccuLoad suporta conexão de
medição de canal único e duplo com integridade do transmissor opcional.
(Observação: usar as entradas do medidor de pulso duplo e a integridade do
transmissor reduz o número total de entradas de medidor disponíveis).

1.4. Unidades de Medida


No AccuLoad, as unidades de medida são definidas pelo usuário. Elas incluem
volume, massa, temperatura, pressão e densidade. Esses parâmetros são definidos
na seção Sistema da base de dados de configuração e afetam a operação de todos
os braços configurados no AccuLoad.

1.5. Controle de Vazão


O AccuLoad fornece ao usuário o controle total do perfil de vazão utilizado durante a
transmissão. Um perfil típico consiste em um período de transmissão de taxa de vazão
mais baixa no início da transferência (início da vazão baixa) e, em seguida, a taxa de
vazão é aumentada para a maior parte da transmissão (alta taxa de vazão) e,
finalmente, a taxa de vazão é reduzida nos estágios ao final da transferência
(desaceleração).

Corte do
90 Primeiro Estágio*
0
Taxa de Vazão, UPM

600 Baixa Vazão Corte do


Volume Estágio Final*
Inicial
First High Flow Rate (1ª Taxa de Vazão Alta)*
300
Second High Flow Rate (2ª Taxa de Vazão Alta)*
Taxa de Início da Vazão Baixa*
0
2.000 60 0
Volume a ser transmitido

*Campo programável

Existem parâmetros fornecidos nas seções de Controle de Vazão da base de dados


de configuração, que permitem que a vazão durante cada uma dessas fases da
transferência seja adaptada para atender aos requisitos de segurança, eficiência e
hidráulica da instalação.
Página 12 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)
AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Introdução

1.6. Definição do Produto


O AccuLoad suporta até 6 produtos base a serem transferidos. As seções Braço ->
Medidor -> Produto da base de dados de configuração definem as características de
cada produto. Isso inclui a curva do fator do medidor, a informação de compensação
de temperatura e pressão, a pressão de vapor etc. Uma descrição completa e
detalhada do fluido a ser medido auxilia o AccuLoad a calcular as quantidades
transferidas com mais precisão.

1.7. Injeção Adicional


O AccuLoad suporta até 24 injetores de aditivo que podem ser uma mistura de pistão,
medida ou inteligente. Existem parâmetros na seção System->Additives (Sistema-
>Aditivos) da base de dados de configuração, que proporcionam o tipo e disposição
dos injetores a serem selecionados. Uma vez que os injetores disponíveis são
definidos, o ritmo da Injeção adicional é controlado por parâmetros na seção Receita
da base de dados de configuração. A E/S necessária para conectar os injetores é
definida na configuração e/ou nas seções de comunicação da base de dados.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║MN06200 • Página 13


Página deixada intencionalmente em branco.

Página 14 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

2 – Operações
O AccuLoad tem dois modos de operação principais: “Run” (Execução) e “Program”
(Programação). Em geral, o modo de Execução é utilizado para executar
transferências e o modo de Programação é utilizado para configurar e fazer a
manutenção do AccuLoad.
Esta descrição assume a operação do AccuLoad utilizando a tela sensível ao toque
do painel frontal; para obter informações sobre as opções de controle remoto do
AccuLoad, consulte o Manual de Comunicações do AccuLoad IV Smith MN06204L ou
o Manual de Comunicações Accuload IV Modbus MN06202.

Tela do Menu Principal

2.1. Visão Geral do Modo de Execução


O AccuLoad é acionado no modo Run (Execução), que é o modo operacional
normalmente utilizado principalmente para iniciar transações de carga ou descarga.
A função secundária fornecida no modo Run é a Dynamic Data Display
(Exibição Dinâmica de Dados).
Ao ligar, o AccuLoad estará no modo Run e exibirá a tela “Ready” (“Pronto”), conforme
mostrado abaixo:

Tela “Ready” (“Pronto”) sem transações em andamento


(configuração de seis braços, exibição diurna).

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 15


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

Tela “Run” (“Execução”) com transações em andamento (configuração de dois braços).

Esta tela permite ao operador controlar e monitorar transações. Durante uma


transação típica, o controlador executará a sequência geral de etapas da seguinte
maneira:

- Insira a(s) resposta(s) a cada instrução(ões)


- Selecione a receita desejada para transmitir
- Insira o valor a ser transmitido
- Inicie a transferência
- Confirme o fim da transferência

Existem muitos parâmetros no banco de dados de configuração que permitem a


personalização da operação do AccuLoad. Por exemplo, o número e o tipo de
mensagens de instrução são selecionáveis. A descrição a seguir é apenas um
exemplo de uma sequência de carregamento típica e não tenta explicar as muitas
opções disponíveis.

A figura a seguir mostra a sequência de início de uma transação de carregamento típica

no Braço 2.

Pressione a área destacada para selecionar o braço para a transação.

Página 16 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

Pressione o campo de entrada para a inserção do ID do controlador.

Utilizando o teclado suspenso, insira o ID do controlador e pressione o botão (OK)


para confirmar. Pressionando o botão (Cancelar) cancelará a inserção e retornará
à tela anterior. Pressione o botão (retrocesso) para excluir caracteres inseridos por erro.
Pressione o botão (informações) para obter ajuda com a inserção.

Pressione Next (Próximo) para continuar.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 17


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

Pressione o campo de entrada de dados para inserir o número PIN.

Insira o número PIN e pressione (OK) para aceitar a inserção.


Pressione (Cancelar) para retornar às instruções.

Página 18 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

Pressione Next (Próximo) para continuar.

A receita padrão para o braço é exibida.


Para alterar a receita, pressione o botão Recipe
(Receita).

Pressione a receita a ser carregada na lista suspensa e,


em seguida, Submit (Enviar).

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 19


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

Uma vez que a receita correta foi selecionada, pressione Next (Próximo).

Pressione ou o campo de quantidade predefinida para exibir o teclado numérico para


permitir a inserção direta de um novo valor predefinido ou, alternativamente, os botões
mais/menos para aumentar ou diminuir o valor predefinido pelo valor programado.

Uma vez que o valor predefinido correto tenha sido inserido,


pressione o botão ‘Next’ (Próximo).

O AccuLoad exibe o valor predefinido e a receita para confirmação. Se tudo


estiver correto, pressione ‘Start’ (Iniciar) para iniciar a vazão de produto.

Página 20 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

Uma vez iniciada a transação, o AccuLoad exibirá o status da transação


na área do painel de status do braço, conforme mostrado a seguir:

Tipo de valor e
Barra de Progresso Valor Entregue unidades

Taxa de Vazão

Informação de Status

Para parar a vazão no braço, pressione o ícone Stop (Parar) (quadrado


vermelho dentro de um círculo) na exibição de transmissão para o braço.
Observação: Pressione o botão na parte superior da tela para parar a vazão em
todos os braços:

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 21


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

Quando o lote for concluído, outro lote nesta transação poderá ser iniciado
(acumulado total) ou a transação poderá ser encerrada.

Se a transação for encerrada, o AccuLoad retornará à tela Ready (Pronto) e imprime


um relatório de transação (se configurado para fazê-lo).

2.2. Notificação de Alarmes


O AccuLoad publicará um alarme quando uma condição de erro for detectada. Por
exemplo, um alarme é gerado se a taxa de vazão exceder o range permitido ou se a
válvula apresentar defeito.
Uma listagem completa dos alarmes pode ser encontrada neste manual na Seção 8 -
Referência do Código de Programação e no manual de Communications da Smith
MN06204L. As ações padrão tomadas pelo AccuLoad ao ocorrer um alarme são:

• Publique uma mensagem no display


• Desligue a vazão no braço associado
• Registre a ocorrência no registro de alarmes

Mensagem de alarme típica na tela Ready (Pronto).

Página 22 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

Existem opções configuráveis que podem ser definidas para cada tipo de alarme padrão, da seguinte
maneira:
• Permita a limpeza do modo Run (Execução)
• Energize a saída de relé de alarme número um
• Energize a saída de relé de alarme número dois
• Notifique por endereço eletrônico
• Permita que a vazão continue

2.2.1. Permissão de Limpeza do Modo Execução/Pronto


Esta opção controla se o alarme selecionado pode ser apagado no modo Run (Execução). Se ativado, isso
permitirá que o controlador limpe o alarme sem entrar no modo de programação (não é necessária uma
senha).

2.2.2. Energização de Saídas de Relés de Alarme Um/Dois


Esta seleção determinará se a saída do alarme será energizada quando um alarme ocorrer. Esta opção
requer que a saída digital específica tenha sido configurada como uma saída de alarme.

2.2.3. Notificação Por Endereço Eletrônico


Ao selecionar esta opção, o AccuLoad emite uma mensagem por endereço eletrônico para o destinatário
designado após a ocorrência deste alarme. Múltiplos parâmetros na seção de comunicações da base de
dados de configuração (diretório de Sistema de Comunicações, parâmetros 742-747) devem ser definidos
para que esta opção funcione corretamente.

2.2.4. Permissão de Continuação da Vazão


Por padrão, o AccuLoad parará a vazão para todos os alarmes. Esta opção substituirá o padrão e permitirá que
a vazão continue.

2.3. Entradas Permissivas


O AccuLoad pode ser configurado para monitorar o status das entradas digitais para controle permissivo.
Até duas entradas podem ser configuradas como Permissivas do Sistema e afetar todos os braços. Até três
podem ser configuradas, sendo específicas para um braço em especial (Permissivas de Braço).
Normalmente, isso seria utilizado para monitorar sistemas de segurança (aterramento, sobrecarga etc.),
interromper a vazão e exibir uma mensagem para o operador se um problema for detectado.

Importante: O AccuLoad nunca deve ser contado como o controle principal do sistema de segurança para
as válvulas de vazão e controles de bombas, isto é, paradas de emergência, sobrecarga, aterramento etc.
Estes devem sempre ser manipulados por sistemas separados, projetados especificamente para essa
aplicação. Por exemplo, sistemas de segurança especificamente projetados para atender os requisitos da
SIL. Todos os circuitos de controle de energia, a partir desses sistemas externos devem ser conectados em
série antes do AccuLoad, para desenergizar os dispositivos auxiliares. Veja MN06201 para obter detalhes
sobre conexões.

Por exemplo, para permitir uma entrada permissiva, de modo a monitorar, por exemplo, o status do
sistema de detecção de aterramento, seria necessário o seguinte:
• Configurar uma entrada digital como um sistema permissivo ou como uma entrada permissiva do
braço.
• Definir uma mensagem a ser exibida ao operador quando o sinal permissivo for perdido.
A mensagem seria, por exemplo, “Connect Ground” (“Conecte o Aterramento”).
• Configurar a que hora(s) o AccuLoad deve monitorar o estado de entrada permissivo.
As opções disponíveis são:
Transaction Start (Início da Transação) – Permissivo verificado apenas imediatamente após a
autorização
Continuous (Contínuo) – O permissivo deve ser continuamente atendido durante o lote Start
Pressed (Botão Start Pressionado) – O permissivo deve ser atendido sempre que uma vazão for
iniciada. Batch Start (Início do Lote) – O permissivo deve ser atendido para iniciar um lote.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 23


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

• Uma vez configurado como acima, se este permissivo for perdido durante um lote, a vazão
será interrompida. Existe outro parâmetro de configuração que controla a forma como o
fluxo é retomado com as opções, conforme segue:
Manual (Manual) – O botão Start deve ser pressionado para reiniciar a vazão
Automatic (Automático) – O fluxo será iniciado assim que o sinal permissivo for restaurado

Para este exemplo (detecção de falha de aterramento), a opção Continuous (Contínuo) seria
utilizada, para que o AccuLoad proíba o carregamento sempre que o aterramento não estiver
conectado. Por outro lado, pode ser utilizada uma opção de reinicialização.
Com esta configuração, o operador poderá inserir as informações de carga sem conectar o
aterramento. No entanto, o lote não iniciaria e a mensagem “Connect Ground” (“Conecte o
Aterramento”) seria exibida, caso o operador tentasse iniciar o lote. Além disso, se o sinal
permissivo do solo for perdido em qualquer momento durante o lote, o AccuLoad interromperá
o fluxo e exibirá a mensagem “Connect Ground”.

2.4. Operação do Menu Principal


O menu principal é o ponto de partida para todas as operações do AccuLoad não relacionadas
à transação. Para chegar ao menu Main (Principal) a partir da tela Ready (Pronto), pressione o
botão Main (Principal) no canto superior esquerdo da tela, como mostrado.
Observação: Se uma transação estiver em andamento, o menu Main (Principal) não estará
disponível.

A partir da tela Ready (Pronto), pressione o botão Main (Principal) no canto superior
esquerdo da tela.

2.5. Visão Geral do Modo de Programação


Para modificar a configuração do AccuLoad, entre no Modo de Programação,
pressionando a opção Program Mode (Modo de Programação) no menu principal

Página 24 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

O modo Program (Programação) fornece um meio para modificar a base de dados de


configuração do AccuLoad. A modificação da configuração através do modo de
programação permite que o usuário final personalize o comportamento do AccuLoad
para atender aos requisitos operacionais da instalação.
O AccuLoad pode ser configurado para exigir uma senha e/ou uma entrada de contato
de habilitação externa antes de conceder acesso para fazer alterações de parâmetros.
Em geral, o acesso ao modo Program (Programação) deve ser controlado, uma vez que
as configurações na base de dados podem afetar a função crítica e as funções
operacionais. As jurisdições locais de Pesos e Medidas podem exigir proteção por
senha de alguns ou de todos os parâmetros operacionais acessíveis através do Modo
de Programação.
Uma descrição completa dos recursos de segurança fornecidos pelo AccuLoad pode
ser encontrada na seção 2.9.
Informações detalhadas sobre os parâmetros individuais que podem ser configurados
no Modo de Programação estão incluídas neste manual; consulte a Seção 8 –
Referência do Código de Programação.

Observação: Se os códigos de acesso de segurança estiverem ativados, o AccuLoad


exibirá uma instrução para inserir esse código antes de conceder acesso ao modo
Program (Programação).

2.5.1. Menu do Nível Superior do Modo de Programação


No menu Program Mode (Modo de Programação) do nível superior, as seleções são:
• Config (Configuração)
• System (Sistema)
• Bays (Compartimentos)
• Arms (Braços)
• Recipes (Receitas)
• Split Architecture (Arquitetura Distribuída)
• Cancel and Exit (Cancelar e Sair)
• Save and Exit (Salvar e Sair)

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 25


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

2.6. Visão Geral da Configuração


A base de dados Configuração (geralmente chamada de 'Program Mode'
(Modo de Programação) está organizada em seções, da seguinte forma:
 Config (Configuração) – O diretório Config contém opções que definem a
disposição do braço de carga e como os pontos de E/S são conectados a
medidores, válvulas, bombas, injetores etc.

Subdiretórios no diretório Config:


- System Layout (Disposição do Sistema)
- Pulse Inputs (Entradas de Pulso)
- Pulse Outputs (Saídas de Pulso)
- Digital Inputs (Entradas Digitais)
- Digital Outputs (Saídas Digitais)
- Analog I/O (Saída Digital)
System (Sistema) – Esta seção é utilizada para definir parâmetros operacionais que
afetam a operação de todo o AccuLoad.

Os subdiretórios incluem:

- General Purpose (Objetivo Geral)


- Flow Control (Controle de Vazão)
- Volume Accuracy (Precisão de Volume)
- Temperature/Density (Temperatura/Densidade)
- Pressure (Pressão)
- Alarms (Alarmes)
- Communications (Comunicações)
- Additives (adicionais)
- Security (Segurança)

Página 26 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

• Bays (Compartimentos) – Esta seção é para a configuração de itens


específicos para compartimentos duplos controlados por um AccuLoad, ou
seja, aplicações de swing arm

Os subdiretórios incluem:
- Bay 1 (Compartimento 1)
- Bay 2 (Compartimento 2)

• Arms (Braços) – (uma seção para cada um, até o máximo de 6)


Esta seção é utilizada para configurar
parâmetros que afetam o funcionamento de um único braço.

Os subdiretórios incluem:
- General Purpose (Objetivo Geral)
- Flow Control (Controle de Vazão)
- Volume Accuracy (Precisão de Volume)
- Communications (Comunicações)
- Meters (Medidores)
- Products (Produtos)

• Recipes (Receitas) – (uma seção para cada uma de, no máximo, 50).
Esta seção é utilizada para pré-definir misturas específicas de produtos e
adicionais que podem ser selecionados para transmissão pelo AccuLoad.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 27


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

Os subdiretórios incluem:
- Mistura de Produto
- Adicionais de Receita
• Split Architecture (Arquitetura Distribuída)

Os subdiretórios incluem:
- Configuration (Configuração)
- Board Addresses (Endereços de Placa)

2.6.1. Exemplo – Modificação da Base de Dados Utilizando o Painel Frontal ou o Navegador


A seguinte sequência de telas mostra um exemplo de entrar no modo de
programação, alterar um parâmetro (o "ID do AccuLoad") e, em seguida, sair.

No menu Main (Principal), pressione Program Mode (Modo de Programação).


Observe o ID da unidade Accuload “AccuLoad IV”
exibido no centro da linha superior do display.

Digite a senha de segurança


(opcional dependendo da configuração de segurança; consulte a Seção 2.)

Página 28 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

Se a senha estiver correta, o menu Program Mode (Modo de Programação)


do nível superior será exibido. A partir daqui,pressione o menu System (Sistema).

O menu System (Sistema) do nível superior é exibido. A partir daqui, pressione o menu
General Purpose (Objetivo Geral). Observe que a barra de “migalhas de pão” na parte
superior mostra cada nível de menu, conforme foi inserido. Pressionar qualquer um
dos níveis do menu de navegação fará com que se navegue diretamente de volta para
esse nível de menu.

Selecione o parâmetro Unit ID (ID da Unidade) que está definido para ler o
“AccuLoad IV”.

A definição atual para o parâmetro Unit ID (ID da Unidade) é exibida com um teclado
para inserir um novo valor.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 29


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

A definição atual para o parâmetro Unit ID (ID da Unidade)


é exibida com um teclado para inserir um novo valor.

Altere o parâmetro Unit ID para “AL IV Unit ID”


Pressione o “botão de marca de seleção” para aceitar as alterações

Página 30 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

O parâmetro Unit ID (ID da Unidade) foi editado.

Pressione a aba do menu de navegação mais à esquerda


para retornar ao menu do modo de programação de nível superior.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 31


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

O ID da Unidade exibido na parte superior da tela ainda é “AccuLoad IV”, uma vez
que a alteração não foi salva no banco de dados.

Pressione Save and Exit (Salvar e Sair) para salvar permanentemente a alteração na
base de dados do Accuload.

Pressione Save and Exit (Salvar e Sair) para salvar permanentemente a alteração na
base de dados do Accuload.

Após sair de Program Mode (Modo de Programação), o Unit ID exibido na parte


superior da tela foi alterado para “AL IV Unit ID”. Isso ilustra o processo de modificação
de um parâmetro na base de dados do AccuLoad, utilizando o sistema de menu
embutido. Os parâmetros na base de dados de configuração também podem ser
alterados através de comunicações, utilizando o programa AccuMate, executando-os
em um PC ou usando o protocolo Modbus. Esses outros métodos são descritos no
Manual de Comunicações Accuload IV Smith MN, e no Manual de Comunicações
Modbus MN06202.

Página 32 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

2.7. Mapa do Diretório


Este esquema mostra a organização de alto nível de diretórios e subdiretórios para a
base de dados do Modo de Programação do AccuLoad. Observe que o range do
código de configuração é utilizado para fazer alterações no código de programação,
por meio da opção Comunicações; ver MN06202.

Diretórios de Configuração
Código Descrição
000 Load Arm Configuration Directory (Diretório de Configuração do Braço de Carga)
100 Pulse Input Directory (Diretório de Entrada de Pulso)
200 Pulse Output Directory (Diretório de Saída de Pulso)
300 Digital Input Directory (Diretório de Entrada Digital)
500 Digital Output Directory (Diretório de Saída Digital)
900 Analog Input and Output Directory (Diretório de Entrada e Saída)

Diretórios de Sistema
Código Descrição
100 General Purpose Directory (Diretório de Objetivo Geral)
200 Flow Control Directory (Diretório de Controle de Vazão)
300 Volume Accuracy Directory (Diretório de Precisão de Volume)
400 Temperature/Density Directory (Diretório de Temperatura/Densidade)
500 Pressure Directory (Diretório de Pressão)
600 Alarm Configuration Directory (Diretório de Configuração de Alarmes)
700 Communications Directory (Diretório de Comunicações)
800 Additive Directory (Diretório de adicionais)

Tipos de Braço de Carga


Código Descrição
100 General Purpose Directory (Diretório de Objetivo Geral)
200 Flow Control Directory (Diretório de Controle de Vazão)
300 Volume Accuracy Directory (Diretório de Precisão de Volume)
700 Communications Directory (Diretório de Comunicações)

Diretórios do Medidor
Código Descrição
200 Flow Control Directory (Diretório de Controle de Vazão)
300 Volume Accuracy Directory (Diretório de Precisão de Volume)
400 Temperature/Density Directory (Diretório de Temperatura/Densidade)
500 Pressure Directory (Diretório de Pressão)

Diretórios do Produto
Código Descrição
100 General Purpose Directory (Diretório de Objetivo Geral)
200 Flow Control Directory (Diretório de Controle de Vazão)
300 Volume Accuracy Directory (Diretório de Precisão de Volume)
400 Temperature/Density Directory (Diretório de Temperatura/Densidade)
500 Pressure Directory (Diretório de Pressão)

Diretórios de Compartimento
Código Descrição
100 General Purpose Directory (Diretório de Objetivo Geral)
700 Communications (Comunicações)

Diretórios de Receita
Receitas de 01 a 50

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 33


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

2.8. Visualizando as Mensagens de Ajuda


O AccuLoad apresenta mensagens únicas de “Ajuda”, que permitem ao operador ter, na ponta
dos dedos, a capacidade de rever o que é necessário ou quais são as opções para um código
de programa individual. Clique no ícone ao lado de um código de programa para ver a
mensagem de ajuda para esse parâmetro.

2.9. Security (Segurança)


O AccuLoad fornece um conjunto abrangente de recursos para controlar o acesso aos
parâmetros na base de dados de configuração, incluindo:
• Entradas de chave de segurança
• Senhas
• Comunicações
• Diagnósticos

2.9.1. Níveis de Segurança


O AccuLoad pode ser configurado para utilizar até cinco níveis de segurança para controlar o
acesso aos parâmetros. O nível de segurança um é o menos privilegiado e o nível cinco é o
mais privilegiado. Por exemplo, pode ser permitido a um técnico alterar um pequeno conjunto
de parâmetros, utilizando a senha de nível um para entrar no modo de programação, e um
oficial de Pesos e Medidas pode ter acesso completo, usando a senha de nível cinco para entrar
no modo de programação.

2.9.2. Ativação de Nível de Segurança


Um nível de segurança é ativado ao atribuir um código de acesso na seção Segurança do
diretório System (Sistema) na base de dados de configuração. Não é necessário que todos os
níveis de segurança sejam ativados; porém, se um nível for ativado, o Nível 5 também deve ser
programado para garantir a funcionalidade adequada do registro de trilha de auditoria.
Cada parâmetro na base de dados pode ser atribuído individualmente a qualquer nível de
segurança ativo. O AccuLoad não permitirá que um parâmetro seja alterado, a menos que o
usuário tenha entrado no modo de programação utilizando o código de acesso do nível atribuído
ou superior.
O nível de segurança padrão do fabricante para a maioria dos parâmetros é o nível 1. Os
fatores do Medidor K, os fatores de linearização e algumas outras configurações que geralmente
precisam ser protegidos são definidos por padrão para o nível 5.

2.9.3. Atribuição de Nível de Segurança de Parâmetro


Isso controla quem pode acessar esses parâmetros no Program Mode (Modo de Programação)
e também afeta a forma como os eventos de mudança são registrados. As alterações de
parâmetros normalmente são registradas no Registro de Eventos; os parâmetros atribuídos aos
Níveis 4 ou 5 são rastreados no Registro de Trilha de Auditoria.
A atribuição individual dos níveis de segurança dos parâmetros é tratada utilizando a aplicação
complementar “AccuMate”. Veja MN06205 para obter detalhes operacionais do programa
AccuMate.
Observação: O operador deve inserir a senha para o nível de segurança mais alto programado
na unidade para acessar todos os dados no menu de segurança.
A opção “Definir Segurança de Parâmetros”, no menu Security (Segurança), pode ser utilizada
na interface de exibição para definir globalmente todos os parâmetros não metrológicos para
um determinado nível de segurança, por exemplo, nível 3.

2.9.4. Interruptores de Segurança


O AccuLoad pode ser configurado para exigir uma ou duas entradas de contato de segurança,
para serem ativadas antes que as alterações da base de dados possam ser feitas. Estas são
normalmente conectadas a interruptores de chave e fornecem opções de proteção adicionais.
Se um dos dois interruptores de segurança estiver configurado para um determinado nível de
segurança, essa opção deve estar ativa para acessar esse nível de segurança (além de
qualquer senha que possa ser configurada para o nível).

Página 34 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

2.9.5. Segurança das Comunicações


As alterações de parâmetros podem ser realizadas através da opção Communications
(Comunicações) e o AccuLoad permite que o nível de segurança associado às solicitações
recebidas em uma porta de comunicações seja atribuído a um nível de segurança. O parâmetro
que define o nível de segurança das comunicações é chamado "Comm Link Programming"
(Programação de Ligação com Comunicações - Código 731 do AccuMate) e é encontrado em
System->Communications->Host Interface directory (Sistema->Comunicações->Diretório de
Interface Com o Hospedeiro). Se não for permitido o acesso à mudança de parâmetro de
comunicação pela autoridade competente, o parâmetro deve ser definido como Alarm Clear
Only (Somente Alarme Claro), caso contrário, ele será configurado para um nível de segurança,
geralmente nível 4 ou 5, para que os eventos sejam registrados na trilha de auditoria.

2.9.6. Segurança dos Diagnósticos


O nível de segurança necessário para acessar as funções de diagnóstico também é
programável. O “Nível de Diagnóstico de Segurança” está ajustado no diretório System-
>Security (Sistema->Segurança). Se este parâmetro estiver ajustado, o AccuLoad solicitará
uma senha antes de conceder acesso às telas de diagnóstico.

2.9.7. Exemplo: Configuração de Segurança


O AccuLoad é enviado do fabricante sem a segurança configurada; assim, inicialmente, não há
necessidade de uma senha ou de usuário fornecido (opcional) para entrar no modo de
programação e, uma vez neste modo, todos os parâmetros (incluindo configurações de
segurança) são acessíveis para leitura e gravação. Esteja ciente de que as mudanças nas
definições de segurança requerem inserção no modo de programação no nível mais alto
atualmente configurado.
Neste exemplo, utilize as seguintes categorias de acesso:
• Funcionários de Pesos e Medidas/Pessoal de Medição/Provas – entrada e senha de
contato externo. Este grupo deve ter acesso para leitura/gravação a todas as definições,
incluindo fatores do medidor e fatores K e outros parâmetros metrologicamente
significativos. Este grupo deve ser o único permitido para alterar as configurações
relacionadas à segurança. Tanto uma senha como a ativação da entrada do interruptor de
segurança são necessários para obter acesso nesse nível.
• Técnicos de Manutenção - somente senha. Este grupo deve ter acesso para
leitura/gravação a todos os parâmetros não-metrologicamente significativos, diagnósticos
funcionais etc. Operadores - somente senha. Este grupo tem acesso para leitura/gravação
apenas a parâmetros não metrológicos.

Uma vez que existem três grupos com diferentes requisitos de acesso, isso exigirá a
configuração de três diferentes níveis de segurança no AccuLoad. Pressupondo que o
AccuLoad venha com padrão de fábrica e nenhuma segurança tenha sido previamente
configurada, as etapas a seguir são utilizadas para configurar o AccuLoad para este exemplo.

• Insira o modo de programação (não é necessária uma senha).


• Defina uma senha para os níveis 5, 2 e 1.
• Selecione Segurança 1 para a função da entrada digital conectada à primeira chave de
segurança (Configuração -> Entradas Digitais).
• Defina o nível de segurança associado à primeira entrada do interruptor de segurança.
Neste caso, utilize o “Nível 5” para torná-lo o interruptor de chave do pessoal de Provas.
• Utilize a função “Definir Segurança de Parâmetros” no menu Segurança para definir todos
os parâmetros ao “Nível 2.”
• Certifique-se de que os níveis de segurança para os fatores do medidor e os fatores K
estejam no nível mais alto (Nível 5), de modo que os níveis alterados são auditados e
protegidos pelo interruptor.
• Defina o nível de segurança para os códigos não-metrológicos de produtos, receita,
controle de fluxo e programa de alarme para o “Nível 1”.
• Certifique-se de que a entrada do interruptor da chave esteja conectada.
• Saia do modo de programação.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 35


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Operações

Agora, o AccuLoad exigirá a senha correta e uma entrada de interruptor de chave ativa
antes de conceder o acesso para leitura/gravação ao modo de programação no “Nível
5”. Para o “Nível 1” e o “Nível 2”, apenas a senha correta é necessária.
Para um controle completo, o nível de segurança associado às comunicações deve
ser definido. Para este exemplo, é apropriado configurar o parâmetro Comm Link
Programming (Programação de Ligação com Comunicações) na seção de
comunicações da base de dados para o “Level 2”. Isso permitiria o acesso total à base
de dados de configuração por meio do AccuMate, exceto os fatores do medidor e
fatores K.
Observação: As Autoridades Competentes (AHJ) podem exigir parâmetros diferentes
dos que são definidos por padrão de fábrica para serem ajustados para o nível 4 ou 5,
de modo a serem registrados na trilha de auditoria. Isto será determinado no
comissionamento (verificação inicial).
Para obter informações sobre como alterar a atribuição do nível de segurança dos
parâmetros, consulte o Manual AccuMate MN06205.

Página 36 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Telas Dinâmicas

3 – Telas Dinâmicas

Esta seção descreve as exibições informativas que podem ser visualizadas enquanto
estiver no Modo Run (Execução) ou Ready (Pronto). Essas exibições são “dinâmicas”,
no sentido de que os valores exibidos refletem as condições atuais reais e são
continuamente atualizadas enquanto são visualizadas. A figura a seguir mostra como
navegar nos menus para ver a vazão atual do Produto 2 no Braço 2

Pressione o botão Dynamic Displays (Telas Dinâmicas).

Menu de Seleção Dynamic Display (Telas Dinâmicas) – Pressionar os Telas


Dinâmicas de Braço de Carga a partir do menu de seleção exibe os menus de
seleção do braço.

Pressionar o botão do braço resulta na apresentação das seguintes opções.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 37


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Telas Dinâmicas

Braço de Carga 1 - Menu de seleção Dynamic Display (Telas Dinâmicas) -


Pressione Product (Produto) para visualizar dados por produto.

Arm->Load Arm 1->Products (Braço->Braço de Carga 1->Produtos) no menu


Dynamic Displays (Telas Dinâmicas)

Exibição de dados - Dynamic Displays->Load Arms->Load Arm 1->Products->Product


2 (Telas Dinâmicas->Braços de Carga->Braço de Carga 1->Produtos->Produto 2)

Observação: O parâmetro do diretório System (Sistema) 313 - Dynamic Display


Timeout (Tempo Limite da Tela Dinâmica) pode ser utilizado para retornar
automaticamente à tela Ready (Pronto) após um período de inatividade, enquanto se
visualiza uma tela de Tela Dinâmica.

3.1. Categorias de Telas Dinâmicas

Os dados de display dinâmico são agrupados em cinco categorias: Sistema, Braço


de Carga, Receita, Injetor e Diagnósticos. Os displays podem ser acessados ao
selecionar Dynamic Displays (Telas Dinâmicas), a partir da tela Ready (Pronto). As
telas dinâmicas do braço de carga são divididas ainda em oito subcategorias: produto,
lote, transação, mistura, amostragem de densidade, receitas, taxas de injetor e
adicionais controlados por vazão.

Página 38 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Telas Dinâmicas

3.1.1. Telas Dinâmicas de Sistema

As telas dinâmicas do sistema mostram todos os dados comuns a todo o AccuLoad.


Uma listagem de telas dinâmicas do sistema, bem como o formato no qual as
informações aparecem, é apresentada na tabela abaixo:

Descrição Formato de Exibição


Taxa de Vazão Atual em Unidades/Minuto para o Braço 1 Flow (Arm 1) XXXXX.X Gal/Min
Taxa de Vazão Atual em Unidades/Minuto para o Braço 2 Flow (Arm 2) XXXXX.X Gal/Min
Taxa de Vazão Atual em Unidades/Minuto para o Braço 3 Flow (Arm 3) XXXXX.X Gal/Min
Taxa de Vazão Atual em Unidades/Minuto para o Braço 4 Flow (Arm 4) XXXXX.X Gal/Min
Taxa de Vazão Atual em Unidades/Minuto para o Braço 5 Flow (Arm 5) XXXXX.X Gal/Min
Taxa de Vazão Atual em Unidades/Minuto para o Braço 6 Flow (Arm 6) XXXXX.X Gal/Min
Taxa de Vazão Atual em Unidades/Hora para o Braço 1 Flow (Arm 1) XXXXXXX.X Gal/Hr
Taxa de Vazão Atual em Unidades/Hora para o Braço 2 Flow (Arm 2) XXXXXXX.X Gal/Hr
Taxa de Vazão Atual em Unidades/Hora para o Braço 3 Flow (Arm 3) XXXXXXX.X Gal/Hr
Taxa de Vazão Atual em Unidades/Hora para o Braço 4 Flow (Arm 4) XXXXXXX.X Gal/Hr
Taxa de Vazão Atual em Unidades/Hora para o Braço 5 Flow (Arm 5) XXXXXXX.X Gal/Hr
Taxa de Vazão Atual em Unidades/Hora para o Braço 6 Flow (Arm 6) XXXXXXX.X Gal/Hr
Receita Atual para o Braço 1 Recipe (Arm 1) NNNNNNNNN
Receita Atual para o Braço 2 Recipe (Arm 2) NNNNNNNNN
Receita Atual para o Braço 3 Recipe (Arm 3) NNNNNNNNN
Receita Atual para o Braço 4 Recipe (Arm 4) NNNNNNNNN
Receita Atual para o Braço 5 Recipe (Arm 5) NNNNNNNNN
Receita Atual para o Braço 6 Recipe (Arm 6) NNNNNNNNN
Pré-definido e entregue para o Braço 1 Arm 1 Preset XXXXXX Del XXXXXX
Pré-definido e entregue para o Braço 2 Arm 2 Preset XXXXXX Del XXXXXX
Pré-definido e entregue para o Braço 3 Arm 3 Preset XXXXXX Del XXXXXX
Pré-definido e entregue para o Braço 4 Arm 4 Preset XXXXXX Del XXXXXX
Pré-definido e entregue para o Braço 5 Arm 5 Preset XXXXXX Del XXXXXX
Pré-definido e entregue para o Braço 6 Arm 6 Preset XXXXXX Del XXXXXX

3.1.2. Telas Dinâmicas de Braço de Carga


As telas dinâmicas do Braço de Carga são divididas nas seguintes categorias:
Produto, Lote, Transação, Composição, Dados de Composição de Proporção,
Receitas, Taxas de Injetor e adicionais Controlados por Vazão. Displays dinâmicos de
produto mostram todos os dados associados a um produto específico.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 39


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Telas Dinâmicas

3.1.3. Telas Dinâmicas de Produto


Se os Telas Dinâmicas de Produto estiverem selecionados, um menu aparece listando
todos os produtos associados a esse braço de carga. (Se apenas um produto estiver
disponível no braço de carga selecionado, esta tela será omitida.) Cada braço de
carga pode acomodar até seis produtos.

Se os nomes definidos pelo usuário tiverem sido atribuídos a esses produtos, eles
aparecerão neste menu. Se nenhum nome definido pelo usuário tiver sido
configurado, os produtos serão listados como Produto 1, Produto 2 etc.

Uma listagem de telas dinâmicas de produto, bem como o formato no qual a informação
aparece, é apresentado na tabela abaixo:

Descrição Formato de Exibição


Taxa de Vazão Atual em Unidades/Minuto Flow (Arm 1) XXXXX.X Gal/Min
Taxa de Vazão Atual em Unidades/Hora Flow XXXXXXX.X Gal/Hr
Temperatura Atual e Média Temperature Cur Avg XXXX.XF
Densidade Atual e Média a uma Temperatura Observada Dens Cur Avg XXXX.X KgM3
API Média a uma Temperatura de Referência Avg Dens @ ref temp XXXX.X APJ
Densidade de Referência Média a uma Temperatura de Referência Avg Dens @ ref temp XXXX.X kg/m3
Densidade Relativa Média a uma Temperatura de Referência Avg Rel Dens @ ref temp X.XXXX
Densidade Relativa a 60°F e Pressão Atual Avg Rel Dens @ 60°F and PRS X.XXXX
Densidade de Referência a uma Temperatura/Densidade de Referência Ref Dens @ ref dens temp XXXX.X kg/m3
Densidade de Referência Atual a uma Temperatura de Referência Cur Ref Dens @ ref temp XXXX.X kg/m3
Pressão Média no Lote Batch Avg Press XXXX.X PSI
Pressão de Vapor Média no Lote Avg Vapor Press XXXX.X PSI
Fator do Medidor Médio e Atual Mfac Cur Avg X.XXXXX
CTPL Média no Lote Batch Avg CTPL X.XXXXX
CTL Média no Lote Batch Avg CTL X.XXXX
CPL Média no Lote Batch Avg CPL X.XXXX
Porcentagem Real do Lote Actual Blend % XXX%
Porcentagem Desejada do Lote Desired Blend % XXX%
Porcentagem de Composição Instantânea Instantaneous Blend % XX.X
Contagem de Desvio (Erro Entre o Volume Desejado e o Real) Deviation Count XXXX.XX
Volume Indicado (Matéria Prima) IV Batch XXXXXXX.XX Gal
Volume Bruto do Lote GV Batch XXXXXXX.XX Gal
Lote Bruto a uma Temperatura Padrão GST Batch XXXXXXX.XX Gal
Lote Bruto a uma Temperatura e Pressão Padrão GSV Batch XXXXXXX.XX Gal

Página 40 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Telas Dinâmicas

Lote de Quantidade de Massa Lote de Massa XXXXXXX.XX lbs


Transação de Volume de Transação de Matéria Prima IV Trans XXXXXXX.XX Gal
Transação de Volume de Transação Bruta GV Trans XXXXXXX.XX Gal
Transação Bruta a uma Temperatura Padrão GST Trans XXXXXXX.XX Gal
Transação Bruta a uma Temperatura e Pressão Padrão GSV Trans XXXXXXX.XX Gal
Transação de Quantidade de Transação de Massa Mass Trans XXXXXXX.XX lbs
Posição Solicitada de Válvula Atual Valve Requested Closed

3.1.4. Telas Dinâmicas de Lote

Os Telas Dinâmicas de Lote, a partir do menu de Load Arm Dynamic Displays (Telas
Dinâmicas do Braço de Carga), mostram todos os dados associados a um lote
específico.

Uma listagem de displays dinâmicos de lote, bem como o formato no qual as


informações aparecem, é apresentada na tabela abaixo:

Descrição Formato de Exibição


Nome e Número da Receita Recipe XX NNNNNNNNN
Volume Indicado no Lote (Matéria Prima) IV Batch XXXXXXX.X Gal
Volume Bruto do Lote GV Batch XXXXXXX.X Gal
Bruto a uma Temperatura Padrão GST Batch XXXXXXX.X Gal
Bruto a uma Temperatura e Pressão Padrão GSV Batch XXXXXXX.X Gal
Quantidade do Lote de Massa Mass Batch XXXXXXX.X Gal
Temperatura Média no Lote Batch Avg Temp XXXX.X°F
Densidade Média no Lote Batch Avg Dens XXXX.X Lb/F3
Pressão Média no Lote Batch Avg Press XXXX.X Psi
Fator de Medidor Médio do Lote Batch Avg Mtr Factor X.XXXXX
CTL Média no Lote Batch Avg CTL X.XXXX
CPL Média no Lote Batch Avg CPL X.XXXX
Total do Lote Adicional 1 Add 1 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 2 Add 2 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 3 Add 3 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 4 Add 4 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 5 Add 5 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 6 Add 6 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 7 Add 7 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 8 Add 8 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 9 Add 9 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 10 Add 10 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 11 Add 11 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 12 Add 12 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 13 Add 13 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 14 Add 14 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 15 Add 15 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 16 Add 16 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 17 Add 17 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 18 Add 18 Batch XXXXXX.XXX Gal
Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 41
AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Telas Dinâmicas

Total do Lote Adicional 19 Add 19 Batch XXXXXX.XXX Gal


Total do Lote Adicional 20 Add 20 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 21 Add 21 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 22 Add 22 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 23 Add 23 Batch XXXXXX.XXX Gal
Total do Lote Adicional 24 Add 24 Batch XXXXXX.XXX Gal
Medidor de Recuperação de Vapor da Massa do Lote Vapor Recovered XXXXXXX.XX lbs
Volume Líquido da Massa do Lote para VRS Delivered Net XXXXXXX.XX lbs

3.1.5. Telas Dinâmicas de Transação

Os Telas Dinâmicas de Transação, a partir do menu de Load Arm Dynamic Displays


(Telas Dinâmicas do Braço de Carga), mostram todos os dados associados a um lote
específico. Somente os injetores de aditivo configurados para este braço de carga
serão incluídos nas telas dinâmicas de transação.

Uma listagem de displays dinâmicos de lote, bem como o formato no qual as


informações aparecem, é apresentada na tabela abaixo:

Descrição Formato de Exibição


Volume de Transação Indicado (Matéria Prima) IV Trans XXXXXXX.XX Gal
Volume de Transação Bruta GV Trans XXXXXXX.XX Gal
Volume Bruto a uma Temperatura Padrão GST Trans XXXXXXX.XX Gal
Volume Bruto a uma Temperatura e Pressão Padrão GSV Trans XXXXXXX.XX Gal
Volume de Transação de Massa Mass Trans XXXXXXX.XX Lbs
Temperatura Média da Transação Trans Avg Temp XXXX.X°F
Densidade Média da Transação Trans Avg Dens XXX.X Lb/F3
Pressão Média da Transação Trans Avg Press XXXX.X Psi
Fator de Medidor Médio da Transação Trans Avg Mtr Factor X.XXXXX
CTL Média da Transação Trans Avg CTL X.XXXX
CPL Média da Transação Trans Avg CPL X.XXXX
Total de Transação do Injetor 1 Add 1 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 2 Add 2 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 3 Add 3 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 4 Add 4 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 5 Add 5 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 6 Add 6 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 7 Add 7 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 8 Add 8 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 9 Add 9 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 10 Add 10 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 11 Add 11 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 12 Add 12 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 13 Add 13 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 14 Add 14 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 15 Add 15 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 16 Add 16 Trans XXXXXX.XXX Gal

Página 42 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Telas Dinâmicas

Total de Transação do Injetor 17 Add 17 Trans XXXXXX.XXX Gal


Total de Transação do Injetor 18 Add 18 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 19 Add 19 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 20 Add 20 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 21 Add 21 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 22 Add 22 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 23 Add 23 Trans XXXXXX.XXX Gal
Total de Transação do Injetor 24 Add 24 Trans XXXXXX.XXX Gal
Medidor de Recuperação de Vapor do Volume de Transação de Vapor Recovered XXXXXXX.XX lbs
Massa Delivered Net XXXXXXX.XX lbs
Volume Líquido de Transação de Massa para VRS

3.1.6. Telas Dinâmicas de Mistura

Displays dinâmicos de mistura mostram todos os dados associados a uma mistura


sequencial específica. Selecionar “Blend” (“Mistura”) no menu Exibições dinâmicas
resulta no seguinte:

3.1.7. Telas Dinâmicas de Dados de Mistura de Proporção


Displays dinâmicos de dados de mistura de proporção mostram todos os dados
associados a uma mistura de proporção específica. Selecionar “Ratio Blend” (“Mistura
de Proporção”), a partir do menu Dynamic Displays (Displays Dinâmicos) fornece a
seguinte exibição:

3.1.8. Telas Dinâmicas de Amostragem de Densidade

Displays dinâmicos de amostragem de densidade são aplicados somente a braços de


descarga. A tela exibe até dez amostras de densidade tomadas durante o lote.
Selecionar “Density Sampling” (“Amostragem de Densidade”), a partir do menu
Dynamic Displays (Telas Dinâmicas) resulta em uma tela como essa.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 43


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Telas Dinâmicas

Cada uma das amostras é uma média ponderada de vazão sobre o volume delta
programado no parâmetro 415 do produto. A última amostra de densidade completa
é considerada a densidade do produto puro não contaminado quando a porcentagem
de contaminante é calculada.

3.1.9. Telas Dinâmicas de Receita

Displays dinâmicos de receita mostram todos os dados associados a uma receita


programada.

Uma listagem de telas dinâmicas de receita, bem como o formato no qual as


informações aparece, é apresentado na tabela abaixo:

3.1.10. Telas Dinâmicas de Injetor

Displays dinâmicos de injetor mostram todos os dados associados a injetores


específicos. Vinte e quatro injetores estão disponíveis para uso, entretanto o
AccuLoad exibirá apenas aqueles que estão configurados.

Se as telas dinâmicas de injetor forem acessadas a partir do menu principal Dynamic


Display (Telas Dinâmicas), todos os injetores de aditivo configurados para o AccuLoad
serão, então, incluídos nos displays. No entanto, se as telas dinâmicas das Taxas de
Injetor forem acessadas a partir das telas dinâmicas de Braço de Carga, serão
exibidos apenas os injetores de aditivo configurados para o braço de carga específico.

Uma listagem de telas dinâmicas de injetor, bem como o formato no qual as


informações aparecem, é apresentada na tabela abaixo:

Descrição Formato de Exibição


Taxa de Pulso Atual do Injetor 1 Inj 1 Prg XXX Cal XXXX.XX
Taxa de Pulso Atual do Injetor 2 Inj 2 Prg XXX Cal XXXX.XX
Taxa de Pulso Atual do Injetor 3 Inj 3 Prg XXX Cal XXXX.XX
Taxa de Pulso Atual do Injetor 4 Inj 4 Prg XXX Cal XXXX.XX
Taxa de Pulso Atual do Injetor 5 Inj 5 Prg XXX Cal XXXX.XX
Taxa de Pulso Atual do Injetor 6 Inj 6 Prg XXX Cal XXXX.XX
Taxa de Pulso Atual do Injetor 7 Inj 7 Prg XXX Cal XXXX.XX
Taxa de Pulso Atual do Injetor 8 Inj 8 Prg XXX Cal XXXX.XX
Taxa de Pulso Atual do Injetor 9 Inj 9 Prg XXX Cal XXXX.XX
Taxa de Pulso Atual do Injetor 10 Inj 10 Prg XXX Cal XXXX.XX
Total de Transação do Injetor 11 Inj 11 Prg XXX Cal XXXX.XX
Total de Transação do Injetor 12 Inj 12 Prg XXX Cal XXXX.XX
Total de Transação do Injetor 13 Inj 13 Prg XXX Cal XXXX.XX
Total de Transação do Injetor 14 Inj 14 Prg XXX Cal XXXX.XX
Total de Transação do Injetor 15 Inj 15 Prg XXX Cal XXXX.XX
Taxa de Pulso Atual do Injetor 16 Inj 16 Prg XXX Cal XXXX.XX
Taxa de Pulso Atual do Injetor 17 Inj 17 Prg XXX Cal XXXX.XX

Página 44 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Telas Dinâmicas

Taxa de Pulso Atual do Injetor 18 Inj 18 Prg XXX Cal XXXX.XX


Taxa de Pulso Atual do Injetor 19 Inj 19 Prg XXX Cal XXXX.XX
Taxa de Pulso Atual do Injetor 20 Inj 20 Prg XXX Cal XXXX.XX
Taxa de Pulso Atual do Injetor 21 Inj 21 Prg XXX Cal XXXX.XX
Taxa de Pulso Atual do Injetor 22 Inj 22 Prg XXX Cal XXXX.XX
Taxa de Pulso Atual do Injetor 23 Inj 23 Prg XXX Cal XXXX.XX
Taxa de Pulso Atual do Injetor 24 Inj 24 Prg XXX Cal XXXX.XX

3.1.11. Telas Dinâmicas de Adicionais Controlados por Vazão

As telas abaixo e à direita são exemplos das informações que estão disponíveis no
display para todos os adicionais controlados por vazão configurados. Se os adicionais
não forem compensados por temperatura, a CTL Média do Lote, a temperatura atual
e média, os valores de GST, os valores de GSV e os valores de massa não são
exibidos.

3.2. Menu de Diagnósticos de Telas Dinâmicas

As opções de diagnóstico, a partir do menu de displays dinâmicos, permitem que o


operador visualize as condições atuais, identifique as causas de erros do sistema e
analise os dados coletados pelo AccuLoad. As opções de diagnóstico disponíveis são:

Observação: Os diagnósticos disponíveis no menu Dynamic Displays (Displays


Dinâmicos) são apenas diagnósticos de tempo de execução. Os diagnósticos do
modo de programação são acessados a partir do Menu Principal.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 45


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Telas Dinâmicas

O menu Diagnostics (Diagnóstico) disponível através de Dynamic Displays (Telas


Dinâmicas) consiste no seguinte:

• Active Alarms (Alarmes Ativos)


• Alarm History (Histórico de Alarmes)
• Non-Resettable Volumes (Volumes Não Reinicializáveis)
• Event Log (Registro de Evento)
• Transaction Log (Registro de Transação)
• Audit Trail (Trilha de Auditoria)
• Digital Input (Entrada Digital)
• Digital Output (Saída Digital)
• Analog I/O (Saída Digital)
• Pulse Inputs (Entradas de Pulso)
• Pulse Outputs (Saídas de Pulso)
• Reset Dual Pulse Errors (Redefinir Erros de Pulso Duplo)
• Solenoid Acuation Count (Contagem de Atuação de Solenoide)
• Valve Closure Data (Dados de Fechamento de Válvulas)
• Meter Pulse Inputs (Entradas de Pulso do Medidor)
• Boolean Algebraic (Booleano/Algébrico)
• Add-Pak Diagnostics (Diagnósticos do Add-Pak)
• Engineering (Engenharia)
• Network Diagnostic (Diagnóstico de Rede)
• Update Driver Data (Atualizar Dados do Controlador)
• Update Firmware (Atualizar Firmware)
• Update License (Atualizar Licença)
• Force Update (Forçar Atualização)
• Exit (Sair)

3.2.1. Alarmes Ativos

Exibe todos os alarmes atualmente ativos associados a qualquer um dos braços.

Os alarmes ativos podem ser apagados, a partir deste display, pressionando o botão
Clear (Limpar). O AccuLoad, então, pedirá a senha. Quando a senha for inserida, o
alarme será apagado.

Página 46 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Telas Dinâmicas

3.2.2. Alarm History (Histórico de Alarmes)

O menu Diagnostics (Diagnósticos) fornece a seleção “Alarm History” (“Histórico de


Alarmes”), na qual podem ser visualizados os alarmes mais recentes. Pressione o
botão “Alarm History” (“Histórico de Alarmes”); em seguida, selecione o braço de carga
e o histórico será exibido. Os alarmes serão listados na ordem de ocorrência.

Este é um histórico de alarmes para o braço. A tela Event Log (Registro de Eventos)
fornece um histórico mais completo de alarmes para todos os braços.

Pressionar os botões de seta para cima e para baixo permitirá ao operador a exibição
do Histórico de Alarmes. Se “More…” (“Mais…”) não for exibido, haverá, então,
apenas uma tela de alarmes no histórico.

3.2.3. Volumes Não Reinicializáveis

O menu Diagnostics (Diagnósticos) fornece a seleção “Non-Resettable Volumes”


(Volumes Não Reinicializáveis), na qual o produto, o injetor de adicionais e os valores
do totalizador de receita podem ser visualizados:

Volumes de produto são exibidos por braço, conforme abaixo:

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 47


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Telas Dinâmicas

Valores de injetor de aditivo são exibidos, conforme abaixo:

Pressione Recipes (Receitas); em seguida, selecione uma receita específica


para visualizar os totalizadores de receita:

3.2.4. Registro de Evento

A opção View Only Diagnostics (Visualizar Apenas Diagnósticos) no menu “Event Log”
(“Registro de Eventos”) é onde os eventos anteriores podem ser visualizados. “Event
Log” (“Registro de Eventos”) inclui alarmes, eventos de início e término de transações
e alterações de parâmetro do modo de programação. Cada entrada inclui a data/hora
do evento e sua descrição detalhada associada.

Página 48 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Telas Dinâmicas

3.2.5. Registro de Transação

O Registro de Transação exibe os detalhes de uma transação atual ou passada.


Os totais para a transação e para cada lote podem ser visualizados:

Observação: Os totais adicionais serão exibidos apenas para os injetores utilizados na


transação.

3.2.6. Trilha de Auditoria

A trilha de auditoria fornece a data, a hora e a descrição das mudanças do Modo de


Programação que são relevantes para Pesos e Medidas. Observe que apenas as
alterações aos parâmetros protegidos nos dois níveis de segurança mais altos
programados são registradas na trilha de auditoria; portanto, todos os códigos de
programação metrologicamente significativos devem ser configurados para os dois
níveis mais altos. Veja a seção Segurança de Referência (2.9) para mais detalhes.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 49


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Telas Dinâmicas

3.2.7. Entradas Digitais

Este diagnóstico fornece informações sobre estados de entrada digitais.

3.2.8. Saídas Digitais

É possível monitorar o estado das saídas no AccuLoad através deste diagnóstico.


Com o nível de acesso apropriado, podem ser alternadas as saídas desse diagnóstico,
de forma a auxiliar na inicialização e solução de problemas.

Página 50 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Telas Dinâmicas

3.2.9. E/S Analógica


A partir do diagnóstico de E/S Analógica, podem ser visualizados os dados associados
às entradas e saídas analógicas. Além disso, dado um nível de acesso suficiente, é
possível substituir manualmente os valores de engenharia de saída analógica deste
diagnóstico, para fins de inicialização e solução de problemas.

3.2.10. Entradas de Pulso

A partir do diagnóstico de Entrada de Pulso, podem ser visualizadas as contagens de


pulsos associadas às entradas de pulso do medidor. Além disso, dado um nível de
acesso suficiente, é possível acessar um modo de 'teste', que permite manualmente
a redefinição das contagens de pulso, para fins de inicialização e solução de
problemas.

3.2.11. Saídas de Pulso

A partir do diagnóstico de Saídas de Pulso, é possível inserir uma frequência e uma


contagem de pulsos específica para testar e iniciar/parar cada um dos fluxos
de pulso de saída.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 51


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Telas Dinâmicas

3.2.12. Reset Dual Pulse Errors (Redefinir Erros de Pulso Duplo)

A partir do diagnóstico Reset Dual Pulse Errors (Redefinir Erros de Pulso Duplo), é
possível limpar todas as contagens de pulso de erro que foram acumuladas para um
braço.

3.2.13. Contadores de Diagnóstico de Atuação de Solenoide

O AccuLoad IV fornece contadores para rastrear as atuações do solenoide a montante


e a jusante. Os contadores separados estarão disponíveis para o solenoide a
montante e a jusante de cada medidor. O medidor será incrementado cada vez que
o solenoide for energizado. Os contadores também podem ser apagados ou definidos
para um valor específico através desse diagnóstico (com acesso de segurança
suficiente).

Observação: Os contadores serão apagados por uma inicialização de fábrica da


atualização do firmware. Os registros também podem ser lidos e modificados
(definidos ou apagados) através das comunicações.

3.2.14. Diagnósticos de Fechamento de Válvulas

Este comando recupera o tempo necessário para que a válvula de controle de vazão
do produto se feche completamente, recupera o volume do produto que foi entregue
após o botão STOP (Parar) (ou parada remota) ter sido pressionado e indica a taxa
de vazão. Este comando também medirá o volume e o tempo, se houver uma perda
do permissivo, resultando no fechamento da válvula, ou se um comando de
comunicação for emitido para parar o lote.

Página 52 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Telas Dinâmicas

Selecione um medidor para visualizar o tempo, o volume e a taxa de vazão do


fechamento da válvula.

3.2.15. Entradas de Pulso do Medidor

Selecionar este diagnóstico resultará em uma tela que indica o número de pulsos
recebidos pela respectiva entrada de pulso. Este diagnóstico não deve ser utilizado
para verificar os pulsos reais do medidor recebidos para qualquer lote ou transação.
Ele está destinado como um método de verificação da fiação de entrada de pulso à
respectiva entrada no AccuLoad. Aplicar pulsos à respectiva entrada fará com que o
respectivo contador incremente.

Observação: Se Dual Pulse (Pulso Duplo) estiver ativado, “Reset Dual Pulse Errors”
(Redefinir Erros de Pulso Duplo) aparecerá como uma opção de menu na tela. Ver a
descrição Redefinir Erros de Pulso Duplo.

3.2.16. Booleano/Algébrico

O menu Diagnostics (Diagnósticos) fornece a seleção “Boolean Algebraic” para


visualizar registros Booleanos/Algébricos e seus resultados. Temporizadores de
objetivo geral também podem ser vistos a partir deste diagnóstico.

Status da linha de Equação Booleana/Algébrica, com valores Booleanos e de


Flutuador do Usuário:

Consulte a ajuda do AccuMate na rede.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 53


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Telas Dinâmicas

3.2.17. Diagnósticos de Engenharia


Esta tela de diagnóstico é uma mistura do status de baixo nível de entrada
analógica e digital para testes de fábrica.

3.2.18. Diagnósticos de Rede

Exibe Diagnósticos de Rede para cada uma das interfaces de rede no AccuLoad IV.

3.2.19. Atualização da Base de Dados do Controlador

Este diagnóstico permite a adição direta de novas informações do controlador à base


de dados. Novas informações do controlador podem ser adicionadas manualmente ou
pela apresentação de um cartão anteriormente não utilizado ao leitor, durante este
diagnóstico.

Página 54 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Telas Dinâmicas

3.2.20. Update Firmware (Atualizar Firmware)

Este diagnóstico se destina a fornecer um mecanismo para autenticar uma atualização


de firmware. As atualizações podem ser realizadas sem utilizar este diagnóstico, se a
interface de comunicações utilizada possuir privilégios suficientes. No caso em que a
configuração não permita que as atualizações sejam automaticamente iniciadas, este
diagnóstico permite a ‘confirmação’ do desejo de atualização por meio do AccuLoad IV

Observação: Se a função Firmware Lock (Bloqueio de Firmware), localizada no menu


de Calibração de Pesos e Medidas (veja a seção 5), estiver ativada, as atualizações de
firmware serão inibidas até que o Bloqueio do Firmware seja desativado. Esta ação será
registrada na Trilha de Auditoria.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 55


Página deixada intencionalmente em branco.

Página 56 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Relatórios / Registros

4 – Relatórios/Registros

Ao pressionar Reports/Logs (Relatórios/Registros), a partir de Main Menu (Menu


Principal), é possível gerar relatórios impressos e visualizar os registros de dados
históricos do AccuLoad.

4.1. Relatórios de Resumo

Esta seleção permite imprimir dados resumidos de toda a taxa de transferência


durante um período designado. Especifique um braço e a hora/data de início e de fim
para definir o período a ser utilizado para o relatório e pressione ‘Print Report’
(‘Imprimir Relatório’) para gerar o resumo.

4.2. Trilha de Auditoria

Esta seleção fornece um meio para ver o registro de trilha de auditoria e,


opcionalmente, imprimir um subconjunto das entradas no registro Todas as alterações
aos parâmetros definidos nos Níveis de Acesso 4 ou 5 (ver seção 2.9) são registradas
neste registro.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 57


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Relatórios / Registros

4.3. Histórico de Alarmes

Esta seleção fornece um meio para visualizar o histórico de alarmes.

4.4. Registro de Transação

Esta seleção fornece um meio para visualizar uma lista das transações que foram
concluídas e, opcionalmente, visualizar os detalhes ou imprimir entradas no registro:

Página 58 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Relatórios / Registros

4.5. Event Log (Registro de Evento)

Esta seleção fornece um meio para visualizar e, opcionalmente, imprimir o histórico


de alarmes. Todos os eventos, como alarmes, inícios/finais de transações e alterações
aos parâmetros definidos nos Níveis de Acesso 3 ou inferiores (ver seção 2.9) são
registrados no registro.

4.6. Registro de Prova


Esta seleção fornece um meio para visualizar os dados históricos de prova, se o
mecanismo Auto-Proving (‘Prova Automática’) do AccuLoad for utilizado para gerar
curvas de linearização para os medidores.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 59


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Relatórios / Registros

Uma lista dos dados de provas para o braço é apresentada. É possível visualizar ou
imprimir os detalhes da prova a partir deste diagnóstico.

Página 60 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Pesos e Medidas / Calibração

5 – Menu Pesos e Medidas/Calibração

Os recursos disponíveis nesta seção do menu de interface do usuário afetam as


informações de calibração e o armazenamento de dados metrologicamente
significativos e, portanto, são protegidos pelos requisitos de segurança de Pesos e
Medidas. O código de acesso de Nível 5 (se configurado) será necessário para
executar essas funções. Além disso, se o usuário tiver programado uma entrada para
um interruptor de segurança de Pesos e Medidas, este deve estar ativo. Consulte o
manual MN06201 para detalhes de conexão acerca deste interruptor opcional.

5.1. DB Settings (Definições de Base de Dados)

DB Initialization (Inicialização de Base de Dados) – Desta tela é possível reconfigurar


o banco de dados para uma lista de possíveis pontos de partida desejados. Observe
que esta opção redefinirá todos os valores de configuração do código de programação
anterior na base de dados e retornará o AccuLoad para um conjunto fixo de estados
iniciais. As opções incluem:

• Mix of Straight and Seq Arms (Mistura de Braços Reto e Sequencial)


• Ratio Blending (Composição de Proporção - 1 ou 2 Braços)
• Factory Default (Padrão do Fabricante)
• Hybrid Blending (Composição Híbrida - 1 a 3 Braços)

O número de braços (1 a 6) e o sistema desejado de unidades (US ou SI) também


pode ser configurado como parte da reconfiguração. Uma vez que estas opções estão
selecionadas, selecione Submit (Enviar) para reconfigurar a base de dados.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 61


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Pesos e Medidas / Calibração

5.2. Set Trans # (Definição de Número de Transação)

Esta opção permite que o operador especifique qual valor terá a ID da transação para
a próxima transação. Isso é para permitir que a operação tenha identificadores de
transação contínuos, no caso de uma atualização ou substituição de uma predefinição
existente.

Observação: Todas as transações existentes no AccuLoad para o braço serão


apagadas, uma vez que a prevenção de IDs de transações duplicadas não pode ser
garantida de outra forma.

Para alterar o número de transação inicial, selecione o braço e insira a ID desejada no


campo de texto e, em seguida, selecione Continue (Continuar).

Pressione “Continue” (Continuar) uma vez mais para concluir o processo,


ou Cancel (Cancelar) para retornar à tela e sair sem alterações.

5.3. Eliminação de Registro de Evento

Esta opção elimina todos os registros no Registro de Eventos:

Página 62 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Pesos e Medidas / Calibração

Aparecerá uma caixa de diálogo de confirmação:

Caso Continue (Continuar) esteja pressionado, todas as entradas no Registro de


Eventos serão apagadas. Em qualquer caso após ter sido efetuada uma seleção, o
controle retorna ao menu W&M/Calibration (Pesos e Medidas/Calibração). Esta
atividade será registrada na Trilha de Auditoria.

5.4. Eliminação de Registro de Transação

Esta opção elimina todos os registros no Registro de Eventos:

Aparecerá uma caixa de diálogo de confirmação:

Esta atividade será registrada na Trilha de Auditoria.

5.5. Comprovação

Pressione Proving (Comprovação), a partir do menu W&M/Calibration


(Pesos e Medidas/Calibração), para iniciar uma operação de comprovação.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 63


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Pesos e Medidas / Calibração

Insira o coeficiente volumétrico de expansão para o aço


(normalmente, ele pode ser encontrado na placa de identificação do provador).

Insira a predefinição desejada com base no tamanho da caixa e pressione


Next (Próximo). Inicie a execução da prova como para uma entrega normal.

Página 64 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Pesos e Medidas / Calibração

No final da execução, os dados são apresentados, permitindo ações múltiplas,


incluindo o cálculo do fator do medidor, com base na leitura e na temperatura da haste
do provador, abortando a execução e descartando os dados a ela associados,
aceitando-a e iniciando uma nova execução.

Insira o volume na vasilha do provador e na leitura de sua temperatura e, em


seguida, selecione Calculate (Calcular) para gerar o novo fator baseado na
execução (isso pode levar algum tempo):

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 65


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Pesos e Medidas / Calibração

Para aceitar o novo fator de medição, pressione Accept Last Run Meter Factor (Aceitar
o Último Fator do Medidor de Execução). Para empregar execuções adicionais,
pressione Start Next Run (Iniciar Próxima Execução). Após múltiplas execuções, a
opção Accept Avg Meter Factor (Aceitar o Fator Médio do Medidor) também pode ser
utilizada. Para ver todos os dados associados à execução da prova, pressione o botão
View (Visualizar):

Uma vez que a operação de prova é concluída com êxito e o fator do medidor
apropriado tenha sido aceito, o AccuLoad retornará ao menu Weights & Measures
(Pesos e Medidas).

5.6. Comprovação de Injetor Medido

A comprovação de medidores de aditivo é necessária para assegurar uma Injeção


Adicional precisa através de injetores medidos. Para comprovar um injetor medido, a
vazão do injetor é coletada em um recipiente calibrado, enquanto o injetor é ativado
para transmitir o aditivo, de modo a preencher o recipiente. Em seguida, a quantidade
entregue no recipiente é comparada à quantidade indicada pelo número de pulsos
contados pelo AccuLoad e um fator de medidor é calculado.

O AccuLoad possui suporte de Comprovação de Injetor Medido integrado, que fornece


uma maneira simples e eficiente de garantir a precisão dos injetores medidos.

A - Seleção B – Injeções
de injetor simples ou
múltiplas

C - Quantidade
de Injeção
D – Quantidade
total de injeções
(apenas múltiplas)
E - Início

Processo de comprovação de um medidor adicional:


1. Organize a canalização do injetor, de modo a fluir para um recipiente graduado
2. Elimine todos os alarmes ativos
3. Acesse a tela Metered Injector Proving (Comprovação de Injetor Medido),
mostrada acima no menu principal (Pesos e Medidas/Calibração-> Comprovação
de Injetor Medido)
4. Selecione o injetor a comprovar a partir da lista suspensa (A na figura acima)
5. Selecione a opção para injeções simples ou múltiplas
a. Single (Simples) – As injeções são controladas manualmente pelo operador
com uma injeção da quantidade inserida em “Amount of Injection”
(“Quantidade de Injeção”), cada vez que o operador pressiona o botão Inject
(Injetar)
b. Multiple (Múltiplas) – O AccuLoad executa automaticamente injeções
individuais suficientes da quantidade inserida em “Amount of Injection”
(“Quantidade de Injeção”) para transmitir a quantidade inserida em “Total
Injection Amount” (“Quantidade de Injeção Total”)

Página 66 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Pesos e Medidas / Calibração

6. Insira a Quantidade de Injeção (veja acima)


7. Insira a Quantidade Total de Injeção, se estiver utilizando o método de Injeções
Múltiplas (veja acima)
8. Pressione o botão Reset Pulse Counts (Redefinir Contagens de Pulso) para
limpar os dados de prova, caso uma nova prova seja iniciada
9. Pressione Start (Iniciar) para mover-se à próxima tela, na qual a vazão adicional é
iniciada. A próxima tela exibirá a contagem de pulsos do medidor de adicionais e
a quantidade de vazão representada pelos pulsos. Para injeções múltiplas, esses
totais serão aumentados para cada injeção.
10. Se estiver usando o método de Injeções Simples, pressione o botão Inject (Injetar)
o número de vezes necessário para o tamanho do recipiente de comprovação. Se
estiver usando o método de Injeções Múltiplas, o AccuLoad executará
automaticamente o número selecionado de injeções.

Pressione para Pressione quando


iniciar vazão a vazão estiver
completa

11. Uma vez que a(s) injeção(s) estiver(em) concluída(s), pressione Next (Próximo)
para mover-se à próxima tela, de modo a inserir a quantidade de adicionais
indicada pelo recipiente calibrado.

Exibe os dados Exibe o fator de medição


de matéria prima atual e, uma vez pressionado
para a prova o botão Calculate (Calcular),
atual o novo fator de medição e a
porcentagem de alteração
nos fatores do medidor

12. Na tela de cálculos, insira a Quantidade Real Entregue, conforme lida a partir do
recipiente de comprovação, e selecione as unidades corretas para essa
quantidade; então, pressione o botão Calculate (Calcular). O AccuLoad calculará
o novo fator do medidor e também exibirá a variação percentual entre o fator antigo
e o novo.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 67


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Pesos e Medidas / Calibração

5.7. Redefinição de Totais

A partir desta seleção de menu, os totalizadores no AccuLoad podem ser redefinidos.


É possível redefinir os totalizadores para todos os braços ao mesmo tempo ou para
um braço de carga individual, se desejado.

Tal como acontece com as outras funções, uma caixa de diálogo de


confirmação aparecerá. Se Continue (Continuar) for pressionado, os
totalizadores para o(s) braço(s) selecionado(s) serão eliminados.

5.8. Bloqueio de Firmware

Esta opção permite que uma instalação evite que certos recursos estejam
acessíveis, a menos que sejam ‘desbloqueados’ através de uma seleção de
reativação acessível somente para Pesos e Medidas. Os recursos
desativados incluem a capacidade de atualizar o firmware, acessar a porta de
serviço do fabricante e a capacidade de carregar ou transferir arquivos de
configuração do AccuMate (equações, relatórios configuráveis etc.).

Página 68 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Definições do
Operador Dispositivo

6 – Definições do Dispositivo

Este menu oferece várias opções para configurar o funcionamento do dispositivo,


principalmente relacionadas ao display e à interface do usuário. As opções são
mostradas abaixo:

6.1. Estilo da Tela

Esta seleção permite ao usuário configurar o estilo de exibição – Dia, Noite ou


Automático. O estilo Dia utiliza texto escuro e ícones em um fundo branco, mais fáceis
de ler à luz do dia. O estilo Noite utiliza um fundo preto, mais fácil de ver no escuro.
No Automático, o AccuLoad passará do estilo Dia para Noite, com base em um horário
predefinido das 8:00 da manhã às 6:00 da tarde.

6.2. Definições de MMI

Esta seleção é válida somente em uma configuração de Arquitetura Distribuída. Ela


redireciona a interface para o servidor da base de dados local, para permitir a
modificação das configurações de MMI. Consulte o boletim da aplicação Split
Architecture (Arquitetura Distribuída) para obter mais informações sobre a
configuração de MMI.

6.3. Teste de Tela

Este diagnóstico é projetado para validar cada pixel no display. Quando pressionado,
a tela inteira fará um ciclo, ficando toda preta, depois toda vermelha, toda verde, toda
azul e toda branca. Isto se repetirá até que a tela seja pressionada novamente para
retornar ao menu.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 69


Página deixada intencionalmente em branco.

Página 70 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Informações do Dispositivo

7 – Informações do Dispositivo

Esta seleção fornece detalhes sobre o firmware e o software AccuLoad IV:

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 71


Página deixada intencionalmente em branco.

Página 72 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência do Modo de Programação

8 – Referência do Modo de Programação

Esta seção descreve os códigos de programação individuais dentro dos diretórios. Os


diretórios e subdiretórios estão listados acima de cada conjunto de parâmetros.
Observe que os números entre parênteses são números de referência para as
comunicações. Na base de dados, os itens da lista de seleção possuem um número
de referência para comunicações (por exemplo, (2)). Através das comunicações, um
número 2 seria enviado ao AccuLoad, de forma a selecionar essa opção para o
parâmetro.

As explicações do código de programação frequentemente listam avisos “fatais” ou


“críticos”, ou indicam que, em algumas circunstâncias, o código não possui “nenhuma
entrada”. Um aviso fatal é acionado por uma seleção que o AccuLoad não pode aceitar
e não permitirá que seja inserido. Possíveis causas incluem uma entrada que esteja
fora de um intervalo permitido ou que estejam em conflito com uma entrada anterior.
Um aviso crítico indica que uma seleção é incompatível com um código de
programação previamente configurado. O AccuLoad aceitará a nova entrada, porém
o conflito terá de ser resolvido antes da operação. “Nenhuma entrada” indica que um
código de programação não está disponível e não aparecerá no menu, pois as
seleções anteriores o tornam irrelevante. Por exemplo, os códigos de programação de
mistura de proporção não aparecerão quando a mistura sequencial tiver sido
escolhida.

Os principais diretórios do sistema são os seguintes:

Diretórios de Config Diretórios do Medidor


(Configuração) (Localizados no diretório de Braço de Carga)
200 - Controle de Vazão
000 - Disposição do Sistema 300 - Precisão de Volume
100 - Entradas de Pulso 400 - Temperatura/Densidade
200 - Saídas de Pulso 500 - Pressão
300 - Entradas Digitais
500 - Saídas Digitais Diretórios do Produto
900 - E/S Analógica (Localizados no diretório de Braço de Carga)
100 - Objetivo Geral
Diretórios de Sistema 200 - Controle de Vazão
100 - Objetivo Geral 300 - Precisão de Volume
200 - Controle de Vazão 400 - Temperatura/Densidade
300 - Precisão de Volume 500 - Pressão
400 - Temperatura/Densidade
Diretórios de Receita
500 - Pressão
Adicionais de Receita de
600 - Configuração de Alarme
Composição de Produto
700 - Comunicações
800 - Segurança de Aditivo Diretórios de Arquitetura Distribuída
Diretórios de Compartimentos
100 - Objetivo Geral
700 - Comunicações
Diretórios de Braço
100 - Objetivo Geral
200 - Controle de Vazão
300 - Precisão de Volume
700 - Comunicações

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 73


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência do Modo de Programação

8.1. Diretório de Disposição de

Configuração do Sistema
O Diretório de Disposição de Sistema inclui:
• Número de Braços de Carga
• Configuração dos Braços 1 - 6
• Número de Produtos dos Braços 1 - 6
• Proporção de Produtos dos Braços 1 - 6
• A4B Disponível
• A4I Disponível
• Número do Conjunto de Placas
• Função do Conjunto de Placas

Configuração:Disposição do Índice: Nenhum Range: 1 - 6


Sistema:Número de Braços de Carga • AccuLoad S - 1 ou 2
• AccuLoad Q - máximo de 6
Configuração - 001

Descrição: Este parâmetro define o número de braços de carga associados a este AccuLoad.
Aviso(s) Crítico(s):
Entradas de pulso de medidor insuficientes, A4B necessário.
A configuração requer mais medidores além dos disponíveis.
Aviso Fatal: A entrada está fora do range especificado.

Configuração:Disposição do Sistema:Braço Índice: Braço Range: Nenhum


Padrão: Produto direto
Configuração - 002, 005, 008, 011,
014, 017

Descrição: Esses parâmetros determinam a funcionalidade dos Braços 1 a 6, respectivamente.

Seleção:
• [(0) Straight Product Arm]
• (1) Sequential Blending Arm
• (2) Ratio Blending Arm
• (3) Side-Stream Blender
• (4) Unloading
• (5) Hybrid Blending
• (6) Straight with VRS

Aviso(s) Crítico(s):
A descarga requer entradas DE Head High Flow (Vazão Alta Principal DE), Low Flow (Vazão Baixa) e Stop (Parar).

Página 74 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência do Modo de Programação

Configuração:Disposição do Índice: Braço Range: 1 - 6


Sistema:Número de Produtos do Braço Padrão: 1

Configuração - 003, 006, 009, 012,


015, 018

Descrição: Este parâmetro define o número de produtos atribuídos ao braço. As entradas válidas são 1 - 6.
Aviso(s) Crítico(s):
• A configuração direta do produto requer um único produto.
• A configuração de mistura de proporção requer mais de um produto.
• São necessárias válvulas de bloqueio para todos os produtos. [configuração de composição sequencial]
• A configuração requer mais medidores além dos disponíveis.
• O número de produtos deve ser dois, quando for uma composição de fluxo lateral.
• Mistura de proporção limitada a dois produtos.
• "Straight with VRS" (Reto com VRS) requer que este parâmetro seja programado para 2.

Configuração:Disposição do Índice: Braço Range: 1 - 6


Sistema:Número Proporção de
Produtos do Braço

Configuração - 004, 007, 010, 013,


016, 019
Descrição: O parâmetro especifica o número de produtos em um braço de carga híbrido que não compartilham um
Somente O
medidor. Braços de éMistura
produto do Tipo
executado com medição separada, a montante ou a jusante, de um medidor compartilhado; ambos
Híbrido
são considerados produtos de proporção. Cada produto de proporção para o braço híbrido requer uma válvula digital ou
analógica para controle de vazão. Cada produto sequencial requer uma válvula de bloqueio, a menos que haja apenas um
produto sequencial. Este parâmetro não requer uma entrada se o braço de carregamento não estiver programado como
um braço de carregamento híbrido.
Aviso(s) Crítico(s):
• Válvulas de controle exigidas para todos os produtos de proporção do braço híbrido.
• Válvulas de bloqueio necessárias para todos os produtos sequenciais do braço híbrido
(caso seja mais de um produto sequencial).
• A entrada para os Produtos de Proporção deve ser inferior a “Arm Number of Products” (“Número de Produtos do Braço”).

Configuração:Disposição do Índice: Nenhum Range: Sim/Não


Sistema:A4B Disponível

Configuração 051
Descrição: Este parâmetro deve ser definido como "No" ("Não") para os modelos AccuLoad ST e N4 que não possuem um
módulo A4B.
Deve ser definido para "Yes" ("Sim") para os modelos AccuLoad Q e SA, que possuem o módulo A4B.

Seleções:
• No - para os modelos AccuLoad ST e N4, que não possuem um módulo A4B
• Yes - para os modelos AccuLoad QT e SA, que possuem o módulo A4B
Ajuda: Insira No (Não) para os modelos ST e N4; insira Yes (Sim) para os modelos QT e SA.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 75


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência do Modo de Programação

Configuração:Disposição do Índice: Nenhum Range:


Sistema:A4I Disponível • [Nenhuma]
• Uma placa A4I
• Duas placas A4I
Configuração 052
Descrição: Este parâmetro deve ser definido para indicar o número de módulos A4I opcionais instalados na unidade.

Seleções:
• No (Nenhuma)
• One board
• Two boards

Configuração:Disposição do Índice: Nenhum Range: 0 - 99


Sistema:Número de Conjunto de
Placas

Somente Arquitetura

DistribuídaEste
Descrição: - parâmetro deve ser definido para indicar o número de conjuntos de painéis no sistema.

Configuração 053
Configuração:Disposição do Índice: Nenhum Range:
Sistema:Função de Conjunto de
Painéis
Descrição:

Seleções:
• No Split Arch
• No HMI
• HMI A
• HMI B

Página 76 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

8.1.1. 100 – Pulse Inputs Directory (Diretório de Entradas de Pulso)

O Diretório de Configuração de Entradas de Pulso inclui:


• Aba de Entrada de Pulso
• Função de Entrada de Pulso
• Braço de Entrada de Pulso
• Medidor de Entrada de Pulso

Os modelos AccuLoad ST e N4 possuem um total de 8 entradas de pulso disponíveis


para uso. O modelo AccuLoad QT suporta até 14 entradas de pulso. O AccuLoad
atribui automaticamente entradas de pulso para os medidores do produto. Somente
as entradas de pulso não necessárias para os medidores do produto são configuráveis
pelo usuário. Como o AccuLoad deve ter pelo menos uma entrada de medidor de
produto, as entradas 1 e 2 são reservadas a um pulso mínimo para conexão a um
medidor de produto.

Entradas de Pulso 3 a 14
Os parâmetros de Entrada de Pulso Configuráveis incluem Função de Etiqueta, Braço
de Entrada de Pulso, Medidor de
Entrada de Pulso.

Esta seção descreve os parâmetros que são utilizados para configurar as entradas de
pulso.

Configuração:Entradas de Índice: Entrada Range: Máximo de 10 caracteres


Pulso:Etiqueta de Entrada de Analógica
Pulso

Configuração 101
Descrição: A etiqueta será utilizada como o rótulo para esta entrada de pulso. A etiqueta padrão descreve os terminais de
conexão associados a esta entrada de pulso.

Configuração:Entradas de Índice: Entrada Range:


Pulso:Função de Entrada de Analógica
Pulso

Configuração 102
Descrição: Este parâmetro define o objetivo desta entrada de pulso.

Seleções:
• NA
• Freq Densitometer
• Meter Inj 1 - 4
• Flow Cntrl Inj 1 - 4

Aviso(s) Crítico(s):
• As atribuições de entrada devem ser exclusivas.
• A atribuição de E/S do injetor não corresponde ao tipo.
• Nenhuma saída digital atribuída para este injetor.
• Esta entrada não pode ser um densitômetro de frequência.
• Entrada de pulso já alocada aos pulsos do medidor.
• Entradas de pulso configuráveis insuficientes [nenhuma A4B].
• Apenas um densitômetro permitido por braço/medidor.

Página 77 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Configuração:Entradas de Índice: Entrada Range: 1 - 6


Pulso:Braço de Entrada de Pulso Analógica

Configuração 103

Descrição: Esse parâmetro identifica a qual braço está associada a entrada de pulso. Por exemplo, se uma
entrada de pulso for designada como um injetor medido, este parâmetro irá definir a qual braço o injetor medido
está associado.
Aviso(s) Crítico(s):
• Braço de carga não configurado.
• Apenas um densitômetro permitido por braço/medidor.

Configuração:Entradas de Índice: Entrada Range: 1 - 6


Pulso:Medidor de Entrada de Analógica
Pulso

Configuração 104
Descrição: As entradas de pulso de 1 a 14 podem ser atribuídas a um dos seguintes medidores.
Seleção:
• Meter 1
• Meter 2
• Meter 3
• Meter 4
• Meter 5
• Meter 6

Aviso(s) Crítico(s):
• Medidor não configurado.
• Apenas um densitômetro permitido por braço/medidor.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 78


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

8.1.2. 200 – Pulse Outputs Directory (Diretório de Saídas de Pulso)

Saídas de pulso 1 a 5

O Diretório de Configuração de Saídas de Pulso inclui:


• Etiqueta de Saída de Pulso
• Braço de Saída de Pulso
• Medidor de Saída de Pulso
• Quantidade/Pulsos de Saída de Pulso
• Unidades de Saída de Pulso
• Frequência Máxima de Saída de Pulso

Configuração:Saídas de Índice: Range: 10 caracteres


Pulso:Etiqueta de Saída de Pulso

Configuração 201
Descrição: Este parâmetro define a etiqueta associada a esta saída de pulso utilizada em telas de diagnóstico.
A etiqueta padrão são as conexões de terminal associadas a esta saída de pulso (ie A4M TBK4:7,8)

Configuração:Saídas de Índice: Range: 1 - 6


Pulso:Braço de Saída de Pulso

Configuração 202
Descrição: Este código de programação define qual braço esta saída representa. A saída estará ativa quando a vazão
estiver ativa durante um lote e representar um volume. O número de pulsos é determinado pela Configuração –
Pulse/Volume (Pulso/Volume) e o tipo de volume é determinado pela Configuração 204 – Pulse Out Units (Unidades de
Saída de Pulso).

Seleções:
• Not used
• Arm 1 Pulses
• Arm 2 Pulses
• Arm 3 Pulses
• Arm 4 Pulses
• Arm 5 Pulses
• Arm 6 Pulses
Aviso(s) Crítico(s):
• Braço de carga não configurado.

Configuração:Saída de Índice: Range: 0 - 6


Pulso:Medidor de Saída de Pulso

Configuração 203
Descrição: Este parâmetro define o medidor associado a esta saída de pulso.

Seleções:
• Combined Meters (Apenas Mistura de Proporção)
• Meter 1 Pulses
• Meter 2 Pulses
• Meter 3 Pulses
• Meter 4 Pulses
• Meter 5 Pulses
• Meter 6 Pulses

Página 79 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Configuração:Saída de Índice: Range: 0,00 - 999,99


Pulso:Medidor/Pulso de Saída de
Pulso

Configuração 204

Descrição: Este parâmetro de cinco dígitos define a resolução de saída de pulso, o número de pulsos por unidade de
volume a ser gerado (por exemplo, 0,1 emitirá 1 pulso a cada 10 unidades de volume).

Configuração:Saída de Índice: Saída de Pulso Range: 1 - 5


Pulso:Unidades de Pulso de
Saída de Pulso

Configuração 205
Descrição: Este parâmetro define o tipo de volume utilizado para compassar a saída de pulso.

Seleções:
• IV [Volume ou Matéria Prima Indicada]
• GV [Bruto]
• GST [Bruto a uma Temperatura Padrão]
• GSV [Bruto a uma Temperatura e Pressão Padrão]
• Massa
Aviso Crítico:
• Unidades selecionadas não disponíveis.

Configuração:Saída de Índice: Saída de Pulso Range: 0 - 3500 Hz.


Pulso:Frequência Máxima de
Saída de Pulso

Configuração 206
Descrição: Esta entrada de quatro dígitos limita a frequência de saída de pulso para a Saída de Pulso N.º 1 a um range
fixo (0 a 3500 Hz), de modo a evitar o excesso de velocidade do dispositivo conectado à saída de pulso. Todos os pulsos
pretendidos serão eventualmente transmitidos; o período total será aumentado, se necessário, para garantir que o número
correto de pulsos seja emitido. Uma entrada 0 desabilita esse recurso.
Aviso Fatal:
• A entrada está fora do range especificado.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 80


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

8.1.3. 300 – DC & AC Digital Input Function Directories


(Diretórios de Função de Entrada Digital de CC e CA)
Consulte o Manual de Instalação MN06201 para Atribuições de Terminal.

Entradas Digitais 1 - 43

O Diretório de Configuração de Entradas de Pulso inclui:


• Etiqueta de Entrada Digital
• Função de Entrada Digital
• Braço de Entrada Digital
• Produto de Entrada Digital

A disponibilidade das entradas digitais depende do hardware que está sendo


utilizado no AccuLoad. As entradas disponíveis são as seguintes:
Hardware Entradas Disponíveis
ALIV-ST Entrada Digital 1 – Entrada Digital 11 (6-CC e 5-CA)
ALIV-QT Entrada Digital 1 – Entrada Digital 23 (14-CC e 9-CA)
As entradas digitais 16 a 23 podem ser configuradas como entradas ou saídas, se configuradas como
saídas não disponíveis nesses
parâmetros.
A4I (Opc.) Entrada Digital 24 – Entrada Digital 33 (10-CC)
Disponível como uma opção nos hardwares ALIV-ST e ALIV-QT.
A4I2 (Opc.) Entrada Digital 34 – Entrada Digital 43 (10-CC)
Disponível como uma opção no hardware ALIV-QT.

O AccuLoad também permite que os canais não utilizados no(s) painel(éis) A4I instalado(s) sejam utilizados para
E/S de objetivo geral. Uma entrada está disponível para cada canal A4I que não está sendo utilizado para o controle
do injetor Add-Pak. O A4I definido para o endereço 100 é mapeado para Entradas Digitais 24 a 33 e um 2º A4I no
endereço 200 seria mapeado para Entradas Digitais 34 - 43.

Exemplo - Se 1 A4I estiver instalado e 6 injetores Add-Pak estiverem programados para utilização, 4 canais no A4I
estarão disponíveis para utilização como entradas de objetivo geral. Se os adicionais 5,6,7,8,9 e 10 10
(correspondentes aos canais A4I 1 e 6) forem programados para injetores Add-Pak, os canais 7-10 no A4I
(Entradas Digitais 30 - 33) poderão ser utilizados para outros recursos.

Estes códigos de programação definem a função para uma entrada digital. Exceto para entradas de objetivo geral,
as atribuições duplicadas não são permitidas. As entradas de 1 a 6 são entradas de CC e as 7 a 15 são entradas
de CA. As seleções são as seguintes:

Configuração:Entradas de Índice: Range: 10 caracteres


Pulso:Etiqueta de Entrada de Pulso

Configuração 301
Descrição: Este parâmetro define a etiqueta associada a esta entrada de pulso digital utilizada em telas de
diagnóstico. A etiqueta padrão são as conexões de terminal associadas a esta entrada digital (ie A4M TBK4:1,2)

Página 81 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Configurações:Entradas Índice: Range: 1 - 43


Digitais:Função de Entrada Digital
de CC e CA

Configuração 302
Descrição: Atribua uma função a uma das entradas digitais. As entradas 7 a 15 são CA; todas as outras são CC.

Seleções:
• Not used
• Security 1 - 2
• Permissive 1 - 2
• First/Second High Flow
• Remote Start
• Remote Stop
• Remote Stop Arm
• Transaction Reset
• Entrada de Uso Geral
• Printer Tray Switch
• Block Valve Feedback
• Piston Injector 1 – 24 Feedback
• System Permissive 1 - 3
• Swing Arm – Side A and Side B
• DE Head Stop Flow [não disponível caso não haja braço de descarga]
• DE Head Low Flow [não disponível caso não haja braço de descarga]
• DE Head High Flow [não disponível caso não haja braço de descarga]
• Bay A Permissive 1 and 2 [não disponível, caso os Compartimentos não sejam atribuídos]
• Bay B Permissive 1 and 2 [não disponível, caso os Compartimentos não sejam atribuídos]
• Metered Injector Prove Remote
• Recipe Select 1 – 3
Aviso(s) Crítico(s):
• Deve estar no mais alto nível de segurança [para programar ou desprogramar as entradas de segurança]
• As atribuições de entrada devem ser exclusivas [exceto as entradas de objetivo geral; bloquear o retorno da
válvula (controlar o braço e o produto); permissivo n.º 1 (controle do braço); permissivo n.º 1 (verificar o braço)]
• Uma atribuição de E/S do Injetor não corresponde ao tipo [somente retornos do injetor]
• Nenhuma saída digital atribuída para este injetor. [somente retornos do injetor]
• Válvulas de bloqueio utilizadas apenas com composição sequencial
• A4B necessário para este ponto de E/S digital.
• Esta E/S configurada atualmente como um injetor Add-Pak. [Somente entradas 24 a 43]
Observações:
• Seleções de injetores de aditivo disponíveis, dependendo do Código de Configuração 020. (Somente 12 estão disponíveis
com o hardware AccuLoad IV-S.)

Configuração:Entradas Índice: Entradas Range: 1 - 6


Digitais:Braço de Entrada Digital Digitais

Configuração 303
Descrição: Algumas funções de entrada digital são específicas para um braço que é selecionado por este parâmetro.

Seleções:
• Arm 1 – Arm 6
Aviso(s) Crítico(s):
• Nenhuma entrada DE Head High Flow (Vazão Alta Principal DE), Low Flow (Vazão Baixa) e Stop (Parar) neste braço.
• Braço de carga não configurado.
Observações:
• Algumas funções de entrada digital são baseadas no sistema e a entrada do braço não é utilizando e não aparecerá,
nesses casos, nos menus do Modo de Programação AccuLoad. Essas funções incluem entradas de segurança,
entradas de objetivo geral, paragem remota (mestre) e entradas de retorno do injetor de pistão.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 82


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Configuração: Entradas Digitais: Índice: Entradas Range: 1 - 6


Produto de Entrada Digital Digitais

Configuração 305
Descrição: Atribua um produto a uma das funções de entrada digital da lista acima.

Seleções:
• Product 1 – Product 6
Essas entradas só podem ser configuradas para um braço de Composição Sequencial.
Aviso(s) Crítico(s):
• Apenas um retorno de válvula de bloqueio por produto.
• Produto não configurado.

Página 83 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

8.1.4. 500 – DC & AC Digital Output Function Directories


(Diretórios de Função de Saída Digital de CC e CA)

Consulte o Manual de Instalação MN06201 para Atribuições de Terminal.

Estes códigos de programação definem a funcionalidade das saídas digitais. Com


exceção das Saídas de Objetivo Geral, as atribuições duplicadas não são permitidas
para o mesmo braço (ou medidor ou produto). Se uma válvula digital estiver sendo
configurada, os solenóides a montante e a jusante devem ser atribuídos. As saídas 1
a 3 são de CC (localizadas no painel A4M). As saídas 4 a 30 são de CA.

O hardware Bi-State Expansion (A4B) fornece 8 canais adicionais de CC mapeados


à(s) saída(s) 31 a 38.

O AccuLoad também permite que os canais não utilizados no(s) painel(éis) A4I (Add-
Pak) instalado(s) sejam usados para E/S de objetivo geral. Duas saídas digitais estão
disponíveis para cada canal A4I que não está para o controle do injetor Add-Pak. O
A4I foi ajustado para endereçar 100 mapas para as Saídas Digitais 39 a 58.

Exemplo – Se 1 A4I é instalado e 6 injetores Add-Pak são programados para


utilização, 8 canais no A4I estarão disponíveis para uso de saídas de objetivo geral.
Se os adicionais 5,6,7,8,9 e 10 estiverem programados para injetores de Add-Pak
(correspondentes aos canais A4I 1 a 6), os canais A4I 7 a 10 estão disponíveis para
E/S de Objetivo Geral. Você poderia então atribuir as Saídas Digitais 51 a 58 (que
mapeiam para esses canais A4I) para as funções desejadas. Se um segundo A4I
estiver instalado, as saídas são mapeadas para as Saídas Digitais 59 a78.

Observação: Se a E/S A4I for controlada através de comunicações em série, é


recomendado que ela não seja utilizada para qualquer função sensível ao tempo. NÃO
utilize estas saídas para válvulas de controle ou solenoides do injetor. A resposta deve
ser satisfatória para as saídas da bomba e para o controle da válvula de bloqueio.

O número de bombas adicionais, injetores de pistão e injetores medidos depende do


Código de Configuração 020 e adicionais compartilhados e do hardware. (O hardware
AccuLoad permite 24.) O número de injetores medidos depende do número de braços
de carga selecionados e das opções para integridade do pulso duplo e do transmissor.
(Consulte o Manual de Instalação MN06201 para a tabela de entrada de pulso,
manual.)

Observação: Para a seleção (97) Vapor Line Valve (Válvula de Linha de Vapor), esta
encontra-se disponível para o tipo de braço Reto com VRS. Se configurado, o
AccuLoad abrirá a válvula de linha de vapor quando a válvula principal do produto
estiver aberta e fechará a válvula de linha de vapor quando a válvula principal do
produto estiver fechada.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 84


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Configuração:Saídas Índice: Range: 10 caracteres


Digitais:Etiqueta de Saída Digital

Configuração 501
Descrição: Este parâmetro define a etiqueta associada a esta entrada de pulso digital utilizada em telas
de diagnóstico. A etiqueta padrão são as conexões de terminal associadas a esta entrada digital (ie A4M
TBK5:1,2)

Configurações:Saídas Índice: Range: 1 - 78


Digitais:Função de Saída Digital de
CC e CA
Configuração 502
Seleções:
• Not used
• Pump
• Upstream Solenoid
• Downstream Solenoid
• Alarm Relay 1 – 2
• General Purpose Output
• Block Valve [não selecionável, caso não haja mistura sequencial]
• Stop Relay
• Additive Pump 1 – 24
• Piston Injector 1 – 24
• Metered Injector 1 – 4
• Shared Additive 1 – 24 Solenoid
• Shared System Flush 1 – 4
• Flow Controlled Injector 1 – 4 Upstream Solenoid
• Flow Controlled Injector 1 – 4 Downstream Solenoid
• Vapor Line Valve

Aviso(s) Crítico(s):
• As atribuições de saída devem ser exclusivas [exceto para funções de objetivo geral, válvulas de bloqueio, solenoides a
montante e a jusante e bomba em modos multibraço/multi-medidor]
• Entrada de pulso do injetor medido não configurada
• Ambos os solenoides a montante e a jusante são exigidos
• A atribuição de E/S do injetor não corresponde ao tipo.
• Muitas bombas de aditivo definidas
• Muitos injetores de aditivo definidos
• Válvulas de bloqueio utilizadas apenas com composição sequencial
• Este ponto de E/S está configurado para o Injetor Add-Pak
• As comunicações com o Injetor Inteligente devem ser configuradas para o uso do Add-Pak E/S.
• Função Solenoid Upstream/Downstream (Solenoide A Montante/A Jusante) não suportada no hardware Add-Pak
• Solenoides de válvulas digitais não suportados no hardware A4I
• Porta de comunicação de Injetor Inteligente necessária para A4I E/S
• Solenoides a montante e a jusante não disponíveis para a linha de recuperação de vapor
• Bomba não disponível para a Linha de Recuperação de Vapor

Configurações:Saídas Índice: Digital Output Range: 1 - 6 (dependendo do modelo)


Digitais:Braço de Saída Digital de (Saída Digital)
CC e CA

Configuração 503
Descrição: Esta entrada define o braço associado à função de saída digital.

Seleções:
• Arm 1 – Arm 6
Aviso Crítico: Braço de carga não configurado.

Página 85 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Configurações:Saídas Índice: Digital Output Range: CC 1 - 3, CA 4 - 78


Digitais:Medidor de Saída Digital (Saída Digital)
de CC e CA

Configuração 504
Descrição: Esta entrada define o braço associado à função de saída digital.

Seleções:
• Meter 1 – Meter 6
Essas entradas são válidas somente para um braço de Composição Sequencial. (Em outras configurações, apenas o
Medidor 1 existe para o braço; logo, a entrada do braço determina a qual medidor se destina.)

Aviso(s) Crítico(s): Medidor não configurado.

Configurações:Saídas Índice: Digital Output Range: CC 1 - 3, CA 4 - 78


Digitais:Produto de Saída Digital (Saída Digital)
de CC e CA

Configuração 505
Descrição: Atribua um produto a uma das funções de saída digital da lista acima.

Seleções:
• Product 1 – Product 6
Essas entradas são utilizadas apenas se a entrada para a função de saída digital relacionada for “Block Valve Feedback”
(“Retorno de Válvula de Bloqueio”).

Aviso Crítico: Produto não configurado.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 86


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

8.1.5. 900 – Analog I/O Directories (Diretórios de E/S Analógica)

Configuração:E/S Índice: E/S Analógica Range: 10 caracteres


Analógica:Etiqueta de E/S
Analógica

Configuração 901
Descrição: Esta entrada define o braço associado ao ponto de E/S Analógica Essas entradas são válidas somente para
um braço de Composição Sequencial. (Em outras configurações, apenas o Medidor 1 existe para o braço; logo, a entrada
do braço determina a qual medidor se destina.) ie TP1001

Configuração:E/S Analógica:Função Índice: E/S Analógica Range: 1 - 6


de E/S Analógica

Configuração 902
Descrição: Estes códigos de programação definem a função as entradas analógicas.

Seleções:
• Not Used
• Temperature Input
• Density Input
• Pressure Input
• Analog Valve
• Flow Rate Output
• General Purpose Output
• Injector 1 – 4 Analog Valve
• Injector 1 – 4 Temperature Input
• General Purpose Input
Aviso(s) Crítico(s):
• RTDs apenas podem ser entradas de temperatura
• As atribuições de E/S devem ser exclusivas (por braço de carga ou por medidor)
• A função e o tipo devem ser ambos de entrada ou saída
• Apenas um densitômetro permitido por braço/medidor
• Este injetor não está configurado como um injetor controlado por vazão
• Atribuições duplicadas não são permitidas

Configuração:E/S Índice: E/S Analógica Range: 1 - 6


Analógica:Braço de E/S
Analógica

Configuração 903
Descrição: Esta entrada define o braço associado ao ponto de E/S Analógica Essas entradas são válidas somente para um
braço de Composição
Sequencial. (Em outras configurações, apenas o Medidor 1 existe para o braço; logo, a entrada do braço determina a qual
medidor se destina.)

Seleções:
• Arm 1 - 6
Aviso Crítico: Braço de carga não configurado.

Observação: O AccuLoad sai de fábrica com os valores padrão programados para as contas de Cal 1 e Cal
2 para os seis pontos de E/S analógica, de modo a obter a maior precisão possível; é um requisito do usuário
programar os números de calibração marcados nos módulos individuais.

Página 87 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Configuração:E/S Índice: E/S Analógica Range: 1 - 6


Analógica:Medidor de E/S
Analógica

Configuração 904
Descrição: Esta entrada define o braço associado ao ponto de E/S Analógica

Seleções:
• Meter 1 - 6
Aviso(s) Crítico(s):
• Medidor não configurado.
• O medidor deve ser definido como 1 quando esta entrada for atribuída a um braço de composição lateral.
• A densidade não pode ser configurada para o medidor de recuperação de vapor.
• Válvula analógica não disponível para a linha de recuperação de vapor.

Configuração:E/S Analógica:Tipo de Índice: Seleções:


E/S Analógica E/S Analógica • Analog I/O #1: A4M TB5:1(RTD+), 2(SIG+), 3(SIG-), 4(RTD-)
• Analog I/O #2: A4M TB5:5(RTD+), 6(SIG+), 7(SIG-), 8(RTD-)
Configuração 906 • Analog I/O #3: A4M TB5:9(RTD+), 10(SIG+), 11(SIG-), 12(RTD-)
Descrição: Estes códigos de programação definem o tipo dos módulos analógicos utilizados.

Seleções:
• Not Used
• 4-20 mA Input
• 1-5 Vdc Input
• RTD
• 4-20 mA Output
• 1-5 Vdc Output
Aviso(s) Crítico(s):
• RTDs apenas podem ser entradas de temperatura.
• A função e o tipo devem ser ambos de entrada ou saída.
• O tipo analógico deve ser programado.

Configuração:E/S Índice: E/S Analógica Range: 0 - [12288] - 65535


Analógica:Contagens de Calibração
1 de E/S Analógica

Configuração 907
Descrição: Estes códigos de programação de cinco dígitos são utilizados para calibrar o módulo de entrada analógica. Os
fatores de calibração podem ser encontrados no rótulo superior dos módulos de entrada. As contagens de Calibração 1
devem ser menores que as contagens de Calibração 2. Quando esses valores são atribuídos com base nos valores do
rótulo nos Módulos de Entrada/Saída Analógica, a precisão máxima será alcançada.
Aviso Crítico: Cal1 deve ser menor que Cal2

Configuração:E/S Índice: E/S Analógica Range: 0 - [53248] - 65535


Analógica:Contagens de Calibração
2 de E/S Analógica

Configuração 908
Descrição: Estes códigos de programação de cinco dígitos são utilizados para calibrar o módulo de entrada analógica.
Os fatores de calibração podem ser encontrados no rótulo superior dos módulos de entrada. As contagens de Calibração 2 devem
ser maiores que as contagens de Calibração 1. Quando esses valores são atribuídos com base nos valores do rótulo nos Módulos
de Entrada/Saída Analógica, a precisão máxima será alcançada.
Aviso Crítico: Cal1 deve ser menor que Cal2
Observação: O AccuLoad sai de fábrica com os valores padrão programados para as contas de Cal 1 e Cal 2 para os seis pontos de E/S
analógica, de modo a obter a maior precisão possível; é um requisito do usuário programar os números de calibração marcados nos
módulos individuais.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 88


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Configuração:E/S Analógica:Valor Índice: E/S Analógica Range: -999,99 - [0,00] - 9999,99


Baixo de E/S Analógica

Configuração 909

Descrição: Essas entradas definem os intervalos inferiores da entrada analógica, expressos como valores de engenharia
correspondentes à função definida da entrada. A entrada Low (Baixa) representa o valor de engenharia a 4mA (ou 1v para
um módulo V-In) e a entrada High (Alta) representa o valor de engenharia a 20mA (ou 5v). (Isso varia com a função
atribuída). O Valor Baixo deve ser menor que o Valor Alto.

Aviso Crítico: O valor baixo deve ser inferior ao valor alto (a menos que a entrada de densidade e as unidades sejam API)
Aviso Fatal: A entrada está fora do range especificado.
Observações:
• Essas entradas não são válidas se uma sonda de temperatura RTD for selecionada como um Tipo de Transdutor para essa
entrada.

Configuração: E/S Analógica: Valor Índice: E/S Analógica Range: -999,99 - [600,00] - 9999,99
Alto de E/S Analógica

Configuração 910
Descrição: Essas entradas definem os intervalos superiores da entrada analógica, expressos como valores de engenharia
correspondentes à função definida da entrada. A entrada Low (Baixa) representa o valor de engenharia a 4mA (ou 1v para
um módulo V-In) e a entrada High (Alta) representa o valor de engenharia a 20mA (ou 5v). O valor Alto deve ser maior que
o Valor Baixo.
Aviso Crítico: O valor baixo deve ser inferior ao valor alto (a menos que a entrada de densidade e as unidades sejam API)

Aviso Fatal: A entrada está fora do range especificado.

Observações:
• Essas entradas não são válidas se uma sonda de temperatura RTD for selecionada como um
Tipo de Transdutor para essa entrada.

Configuração:E/S Índice: E/S Analógica Range: -9,9 - [0,00] - 9,9


Analógica:Desvio de E/S
Analógica

Configuração 911

Descrição: Este parâmetro é utilizado para corrigir a leitura da entrada RTD por meio de uma quantidade fixa.
Observações:
• Esse desvio é aplicado às entradas configuradas apenas como RTD. Observe também que este é um valor de desvio de
ponto único.

Página 89 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

8.2. Diretórios de Sistema

100 - General Purpose Directories (Diretórios de Objetivo Geral)


200 - Flow Control Directories (Diretórios de Controle de Vazão)
300 - Volume Accuracy Directories (Diretórios de Precisão de Volume)
400 - Temperature/Density Directories (Diretórios de Temperatura/Densidade)
500 - Pressure Directories (Diretórios de Pressão)
600 - Alarms Directories (Diretórios de Alarmes)
700 - Communications (Comunicações)
800 - Additives Security (Segurança de Adicionais)

8.2.1. 100 - General Purpose Directory (Diretório de Objetivo Geral)

O Diretório de Objetivo Geral inclui:


• Formato de Data
• Data
• Formato de Hora
• Hora
• Endereço MAC
• Revisão de Firmware
• Braços Máximos Disponíveis
• ID da Unidade
• Hora da Taxa de Vazão
• Descritor da Taxa de Vazão
• Tempo Limite de Telas Dinâmicas
• Temporizador de Reinicialização Automática
• Navegador Remoto
• Tempo Limite de Navegador Remoto
• Seleção de Decimal/Vírgula
• Literais Padrão/Traduzidos
• Botão Iniciar Desativado
• Botão Parar Desativado
• ID de Transação
• Mensagem de ID de Transação
• Número de Lotes/Transação
• Transações de Compartimentos
• Sentido de Permissivo 1 a 3
• Mensagem de Permissivo 1 a 3
• Reinício de Permissivo 1 a 3

Sistema:Objetivo Geral:Formato de Data

Sistema 101
Descrição: Esta entrada permite que o operador selecione o formato utilizado para exibir/imprimir datas no AccuLoad.

Seleções:
• Month/Day/Year
• Day/Month/Year
Aviso Fatal: Data Inválida.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 90


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Sistema:Objetivo Geral:Data
Descrição: Esta entrada permite ao operador selecionar a data.

Seleções:
• Month/Day/Year

Sistema:Objetivo Geral:
Formato de Hora/Relógio

Sistema 102
Descrição: Esta entrada permite que o operador selecione o formato utilizado para exibir/imprimir datas no AccuLoad.
• 12 horas
• 24 horas
Aviso Fatal:
• Entrada fora do range.
• Hora Inválida

Observação: Os formatos de data, hora e data/hora são somente parar leitura através de Communications (Comunicações); o
comando SD (protocolo Smith) ou Extended
Services (Serviços Estendidos - protocolos Modbus) deve ser utilizado para definir a data e hora através de Communications
(Comunicações).
Sistema:Objetivo Geral:Hora
Descrição: Esta entrada permite ao operador selecionar a hora.

Seleções:
• Hour/Minute/AM ou PM

Sistema:Objetivo Geral:Endereço Índice: Nenhum Range: READ ONLY (SOMENTE PARA LEITURA)
MAC da Unidade

Sistema 103
Descrição: Esta opção exibe o Endereço MAC da interface Ethernet. É somente para leitura.

Sistema:Objetivo Geral:Revisão de Índice: Nenhum Range: READ ONLY (SOMENTE PARA LEITURA)
Firmware

Sistema 104
Descrição: Isso exibe o nível de revisão do firmware que está sendo executado na unidade. É somente para leitura.

Sistema:Objetivo Geral:Quantidade Índice: Nenhum Range: READ ONLY (SOMENTE PARA LEITURA)
Máxima de Braços

Sistema 105
Descrição: Esta opção exibe o número máximo de braços que a unidade suportará. É somente leitura.

Página 91 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Sistema:Objetivo Geral:ID da Unidade Índice: Nenhum Range: Texto - Máximo de 28 caracteres

Sistema 111
Descrição: Esta opção define a ID da Unidade que é exibido no centro da linha superior do display.

Sistema:Objetivo Geral:Hora da Índice: Nenhum Range:


Taxa de Vazão

Sistema 112
Descrição: Este parâmetro é utilizado para definir as unidades de tempo usadas para calcular a taxa de vazão.

Seleções:
• [per minute]
• per hour

Sistema:Objetivo Geral:Descritor Índice: Nenhum Range: Texto - Máximo de 7 caracteres


da Taxa de Vazão

Sistema 113
Descrição: Este parâmetro permite que uma mensagem alfanumérica sirva como o identificador das unidades da taxa de
vazão (por exemplo, GPM,
LPM, BPH).

Sistema: Objetivo Geral: Tempo Índice: Range: [0] - 99 segundos


Limite da Tela Dinâmica Sistema

Sistema 121
Descrição: Este código de programação define a quantidade de tempo, em segundos, na qual os monitores dinâmicos
permanecerão exibidos antes do AccuLoad retornar automaticamente à tela de execução (Run) ou pronta (Ready). Uma
entrada zero para este código de programação fará com que a exibição dinâmica permaneça por tempo indefinido, até que
o operador abandone manualmente o menu da tela dinâmica.

Sistema:Objetivo Geral:Tempo de Índice: Range: [0] - 99 segundos


Reinicialização Automática Nenhum

Sistema 122
Descrição: Este código de programação define a quantidade de tempo, em minutos, antes de o AccuLoad retornar à
tela pronta (Ready), na ausência de entrada por parte do operador. O recurso de reinicialização automática removerá o
AccuLoad do modo de programação ou as transações finais em andamento, quando este parâmetro estiver configurado
para um valor diferente de zero. O relógio se inicia após ser pressionado cada botão (a menos que haja vazão). Se
outro botão não for pressionado no tempo definido neste código, a unidade voltará à tela Ready (Pronto). Se a
transmissão tiver sido concluída e a transação não tiver sido encerrada, o AccuLoad retornará ao modo Ready (Pronto),
após o tempo ter expirado. Uma entrada 0 desabilita esse recurso.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 92


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Sistema:Objetivo Índice: Range:


Geral:Navegador Remoto Nenhum

Sistema 123
Descrição: Este parâmetro é utilizado para permitir/proibir o acesso remoto ao AccuLoad na rede a partir de um navegador.

Seleções:
• [Enable]
• Disable

Ajuda: Selecione se deseja ativar/desativar a navegação remota.

Sistema: Objetivo Geral: Tempo Índice: Nenhum Range: [0] - 999


Limite do Navegador Remoto

Sistema 124
Ajuda: Insira o tempo em minutos para o tempo limite inativo do navegador remoto. Zero permite que
navegadores remotos permaneçam inativos indefinidamente.

Sistema:Objetivo Geral:Seleção de Índice: Nenhum Range:


Decimal/Vírgula

Sistema 131
Descrição: Este parâmetro especifica se um decimal ou uma vírgula deve ser utilizado(a) para separar partes inteiras e
fracionárias de dados numéricos. A vírgula é normalmente utilizada nos mercados europeus. O delimitador selecionado
é utilizado no modo de programação e nas telas de execução e telas dinâmicas locais para o AccuLoad, nas
comunicações do hospedeiro e nos relatórios de transmissão.

Seleções:
• [Decimal]
• Comma

Sistema:Objetivo Geral:Literais Índice: Nenhum Range:


Padrão/Traduzidos

Sistema 132
Descrição: Este parâmetro seleciona o idioma padrão (inglês) ou uma tradução personalizada para serem exibidos e
impressos.

Seleções:
• [Default]
• Translated
Observação:
• Se uma tradução tiver sido inserida no AccuMate e transferida para o AccuLoad, a nova tradução não aparecerá no visor
até que "translated literals" ("literais traduzidos") seja selecionado aqui.

Página 93 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Sistema:Objetivo Geral:Botão Índice: Nenhum Range:


Iniciar Desativado

Sistema 133
Descrição: Permite a ativação/desativação do botão "START" ("Iniciar") no painel sensível ao toque e na entrada de início
remoto. Quando este parâmetro for definido como desativado, o único método para iniciar um lote será através do
comando de início remoto de comunicação.

Seleções:
• [No] (Ativado)
• Yes (Desativado)
Observação(ões):
• Se o botão "START"("Iniciar") do painel sensível ao estiver desativado no AccuLoad e as comunicações estiverem
apenas em sondagem, o AccuLoad não poderá iniciar uma transação até que os parâmetros estejam adequadamente
definidos.
• A seleção "START" Button Enabled (Botão "INICIAR" Ativado) não proibirá a inicialização do lote por meio de
communications (comunicações).

Sistema:Objetivo Geral:Botão Parar Índice: Sistema Range:


Desativado

Sistema 134
Descrição: Este código de programa permite que o botão STOP (PARAR) no painel frontal AccuLoad seja desativado
para operações de mistura de Wild Stream Ele só está disponível quando o AccuLoad tiver pelo menos um braço
configurado com um medidor de Wild Stream (ou seja, o AccuLoad não controla o fluxo de um produto). Os braços
que não estão configurados com nenhum medidor de Wild Stream sempre pararão quando o botão STOP (PARAR)
for pressionado, independentemente desta definição.

Seleções:
• [No]
• Sim
Aviso: Desativar o botão STOP (PARAR) para braços de Wild Stream evita que um operador utilize o botão STOP para
desligar a vazão nos fluxos do produto que ESTÃO sendo controlados pelo AccuLoad.
Importante: Nunca se deve recorrer ao botão STOP do Accuload para a funcionalidade de Parada de Emergência; todo o
poder de controle deve ser direcionado através de sistemas especificamente projetados para este objetivo à frente do
AccuLoad; veja MN06201 para detalhes da fiação.
Observação: Permitir que o botão STOP (PARAR) funcione em um braço de mistura de Wild Stream pode resultar em
uma mistura fora de especificação se o botão STOP for pressionado durante a operação de mistura.

Sistema:Objetivo Geral:ID de Índice: Nenhum Range: [0] - 1000000000


Transação

Sistema 135
Descrição: Este número de segurança de nove dígitos fornece um nível de segurança adicional para a operação do
AccuLoad. Se este código estiver programado com qualquer número diferente de 000000000, o controlador ou o operador
é necessário para inserir essa ID de segurança antes que uma transação possa ser iniciada. Uma entrada 0 desabilita esse
recurso.

Sistema:Objetivo Geral:Mensagem Índice: Nenhum Range: Texto - Máximo de 28 caracteres


de ID de Transação

Sistema 136
Descrição: Este código permite que uma entrada alfanumérica de 28 caracteres seja adotada durante as operações
predefinidas para inserção de uma ID de segurança. Esta mensagem não deve ser programada como lacunas.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 94


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Sistema:Objetivo Geral:Número de Índice: Nenhum Range: 1 - [5] - 10


Lotes/Transação

Sistema 137
Descrição: Este código de programação fornece ao operador a capacidade de ajustar a posição de carregamento para o
número de lotes permitido por transação.
Aviso Fatal: Entrada fora do range especificado.
Observação: Insira o número de lotes por transação.
Aviso: Alterar esse valor exclui todos os dados de transação armazenados. A reinserção do mesmo número não eliminará
o armazenamento local, em virtude do tamanho da transação não ter sido alterado. Não utilize o Código de Sistema 136
para depurar transações; O Registro de Eliminação de Transações foi fornecido para este objetivo. Para obter mais
informações sobre o Registro de Eliminação de Transações, consulte a Seção V neste manual.

Sistema:Objetivo Geral:Transações Índice: Nenhum Range:


de Compartimento

Sistema 138
Descrição: Ativa/desativa o tratamento de Transações de Compartimento.
• [No]
• Sim
Ajuda: Selecione Yes (Sim) para ter uma única transação registrada para todos os braços atribuídos a um compartimento.
Consulte o boletim do pedido para obter mais
informações.

Sistema:Objetivo Geral:Sentido dos Índice: 1 - 3 Range:


Permissivos do Sistema 1, 2 e 3

Sistemas 161, 164, 167


Descrição: Ativa e define as condições sob as quais um sistema permissivo deve estar presente para que as operações
de carregamento sejam permitidas.

Seleções:
• [N/A] - O permissivo está desativado
• Transaction Start - A entrada permissiva apenas é verificada imediatamente após a autorização
• Continuous - A entrada permissiva deve ser assegurada continuamente durante o lote
• Start Pressed - A entrada permissiva deve ser assegurada sempre que o fluxo for iniciado
• Batch Start - A entrada permissiva deve ser assegurada para iniciar um lote
Importante: Selecione o sentido do permissivo para carregamento.

Sistema:Objetivo Geral:Mensagens Índice: 1 - 3 Range: Texto - Máximo de 28 caracteres


dos Permissivos do Sistema 1, 2 e 3

Sistemas 162, 165, 168


Descrição: Essas mensagens alfanuméricas de 28 caracteres serão exibidas se uma entrada de sentido permissivo,
correspondente à mensagem, for definida, porém, não estiver presente quando esperada.

Página 95 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Sistema:Objetivo Geral:Reinício dos Índice: 1 - 3 Range:


Permissivos do Sistema 1, 2 e 3

Sistemas 163, 166, 169


Descrição: Selecione se o lote reiniciar automaticamente ou se o botão START (INICIAR) for necessário após a restauração
do permissivo.

Seleções:
• [Manual]
•Importante:
Auto Selecione o sentido do permissivo para carregamento.

8.2.2. 200 - Flow Control Directory (Diretório de Controle de Vazão)


O Diretório de Controle de Vazão inclui:
• Solenoid Alarm Count (Contagem de Alarme do Solenoide)
• Solenoid Count Clear (Eliminação de Contagem do Solenoide)
• Leakage Alarm Limit (Limite de Alarme de Vazamento)
• Reverse Flow Limit (Limite de Vazão Inversa)
• Flow Simulator (Simulador de Vazão)
• VLR Simulator (Simulador de VLR)

Sistema:Controle de Índice: Sistema Range: 0 - 1000000000


Vazão:Contagem de Alarme
de Solenoide Desativar Valor: 0

Sistema
Descrição:201
O AccuLoad fornece contadores para indicar o número de vezes que os solenoides a montante e a jusante
foram energizados. Este parâmetro define a contagem de atuação do solenoide que, quando excedido, causará um
alarme "SC: Solenoid Count" (alerta 666). Este alarme só será ajustado quando o braço de carga estiver ocioso.
Contadores separados estão disponíveis para o solenoide a montante e a jusante de cada medidor. O medidor será
incrementado a cada vez que o solenoide for energizado. A regularização do alarme não ocorrerá novamente até que a
contagem tenha sido limpa e o limiar novamente excedido.
O range deste parâmetro é de 0 a 999999999. A configuração padrão de fábrica é 0 (que desabilita esse
recurso). Os contadores são visíveis no Menu de Diagnóstico do AccuLoad.
Os registros podem ser eliminados manual ou automaticamente, através do painel frontal ou de communications
(comunicações).

Observação: Os contadores serão apagados por uma inicialização do fabricante ou por uma atualização do firmware.

Sistema:Controle de Vazão: Índice: Sistema Range:


Eliminação da Contagem do Solenoide

Sistema 202
Descrição: Este código de programação determina se as contagens de atuação do solenoide mantidas pelo AccuLoad são
reiniciadas quando o alarme de Contagens do Solenoide for eliminado.

Seleções:
• [Manual]
• Automatic

Se Manual (o padrão) for selecionado, as contagens não serão automaticamente eliminadas quando o alarme for
apagado. Se Automatic (Automático) for selecionado, então, quando o alarme de Contagens de Solenoide for
apagado, as contagens serão imediatamente redefinidas para zero.
Se Manual (Manual) for selecionado, as contagens poderão ser redefinidas manualmente, utilizando o diagnóstico, ou
alternadamente através de communications (comunicações), utilizando o comando 'SC'.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 96


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Sistema:Controle de Índice: Sistema Range: [0,0] - 999,9


Vazão:Limite de Alarme de
Vazamento

Sistema 203Este parâmetro indica o limite máximo de vazamento nas unidades de transmissão entre as transações. As
Descrição:
quantidades de vazamento maiores do que o valor inserido neste parâmetro ativarão um alarme de vazamento. O range
deste parâmetro é de 0 a 999,9. A configuração padrão de fábrica é 0 (que desabilita esse recurso).

Sistema:Controle de Vazão:Limite Índice: Sistema Range: [0,0] - 999,9


de Vazão Reversa

Sistema 204
Descrição: Este parâmetro indica o limite máximo de vazão reversa. Quando ocorrer uma vazão reversa suficiente
durante um lote para exceder este limite programado, um Alarme de Vazão Reversa será ativado. O range deste
parâmetro é de 0 a 999,9. A configuração padrão de fábrica é 0 (que desabilita esse recurso).

Sistema:Controle de Índice: Sistema Range:


Vazão:Simulador de Vazão

Sistema 205
Descrição: Ativa/desativa o simulador integrado de vazão, que a simula com base no perfil de vazão programado.
Esse recurso é utilizado para testes ou treinamento.

Seleções:
• [Disable]
• Enable

Observação: Este recurso não será ativado durante a operação normal; as alterações nesta opção são registradas na trilha
de auditoria.

Sistema:Controle de Índice: Sistema Range:


Vazão:Simulador VLR

Sistema 206
Descrição: Ativa/desativa o recurso de rack de carga virtual integrada.

Seleções:
• [Disable]
• Enable

IMPORTANTE: O software de VLR será desativado nas unidades operacionais; as alterações nesta opção são registradas
na trilha de auditoria.

Página 97 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

8.2.3. 300 - Volume Accuracy Directory (Diretório de Precisão de Volume)

O Diretório de Precisão de Volume inclui:


• Pulse Transmitter Select (Seleção de Transmissor de Pulso)
• Transmitter Integrity (Integridade do Transmissor)
• Reverse Volume - Batch (Volume Reverso - Lote)
• Reverse Volume - Non-Resets (Volume Reverso - Não-Redefinições)
• Volume Units (Unidades de Volume)
• Mass Units (Unidades de Massa)
• Volume Descriptor (Descritor de Volume)
• Mass Descriptor (Descritor de Massa)
• Pulse Input Type (Tipo de Entrada de Pulso)
• Maximum Preset (Preset Máximo)
• Minimum Preset (Preset Mínimo)
• Auto Preset (Preset Automático)
• Auto Preset Increment (Incremento de Preset Automático)
• Transaction Termination (Encerramento de Transação)
• Recipes per Transaction (Receitas por Transação)
• Transaction Start (Início de Transação)
• Prove Type (Tipo de Prova)
• Auto Prove (Prova Automática)
• Prover Output (Saída do Provador)
• Run Display Options (Opções de Display de Execução)
• Preset Amount (Quantidade de Preset)
• Preset Amount Type (Tipo de Quantidade de Preset)
• Delivery Amount Type (Tipo de Quantidade de Transmissão)
• Display Resolution (Resolução de Display)
• Delivered Amount Display (Display de Quantidade Transmitida)
• Update Leakage (Atualização de Vazamentos)

Sistema:Precisão de Volume:Seleção Índice: Nenhum Range:


de Transmissor de Pulso

Sistema 301
Descrição: Seleciona o tipo de trem de pulso do transmissor em uso.

Seleções:
• Single
• [Dual]

Ajuda: Selecione um transmissor de pulso único ou duplo, PT1 1(+),2(-) para um canal único ou A; 3 (+), 4 (-)
para o canal B

Sistema:Precisão de Índice: Nenhum Range:


Volume:Integridade do Transmissor

Sistema 302
Descrição: Seleciona se a integridade do transmissor está em uso (/A, /B).

Seleções:
• [No]
• Sim

Ajuda: Se forem necessárias as entradas Yes (Sim), /A e /B para cada canal do medidor, O medidor 1 exigirá PT1 5(+), 6(-)
para /A e 7(+), 8(-) para /B

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 98


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Sistema:Precisão de Índice: Nenhum Range:


Volume:Volume Reverso - Lote

Sistema 303
Descrição: Seleciona se a vazão reversa é contabilizada (subtraída da quantidade do lote) ao calcular os valores do
lote.

Seleções:
• [Ignore]
• Totalize

Ajuda: Selecione caso as quantidades reversas tiverem de ser calculadas aos totais do lote

Sistema:Precisão de Volume:Volume Índice: Nenhum Range:


Reverso - Não-Redefinições

Sistema 304
Descrição: Selecione se a vazão reversa for contabilizada (subtraída) ao atualizar os totalizadores não reajustáveis.

Seleções:
• [Ignore]
• Totalize

Ajuda: Selecione caso as quantidades reversas tiverem de ser calculadas aos totais não-reajustáveis.

Sistema:Precisão de Índice: Nenhum Range:


Volume:Unidades de Volume

Sistema 311
Descrição: Este parâmetro seleciona as unidades de volume utilizadas para medir a transmissão do produto. O padrão do
fabricante é "Gallons" ("Galões").

Seleções:
• [gal] - Galões
• bbl - Barris
• Dekaliters
• Liters
• m3 - Metros Cúbicos

Ajuda: Selecione as unidades de volume. Elas são utilizadas para selecionar fatores de conversão adequados para cálculos.
Sistema:Precisão de Volume: Índice: Range:
Unidades de Massa

Sistema 312
Descrição: Este parâmetro define as unidades de massa utilizadas para medição do produto.
O padrão do fabricante é "Pounds" ("Libras").

Seleções:
• [lb] - Libras
• kg - Quilogramas
• US Tons
• Metric Tons
• Long Tons

Ajuda: Selecione as unidades de massa Elas são utilizadas para selecionar fatores de conversão adequados para cálculos.

Página 99 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Sistema:Precisão de Índice: Range: Texto - Máximo de 4 caracteres


Volume:Descritor de Volume

Sistema 313
Descrição: Este código permite que uma mensagem de entrada de quatro caracteres sirva como o identificador da
unidade de exibição das unidades de medição volumétricas que serão exibidas no display e nos relatórios.

Sistema:Precisão de Índice: Range: Texto - Máximo de 4 caracteres


Volume:Descritor de Massa

Sistema 314
Descrição: Este código permite que uma mensagem de entrada de quatro caracteres sirva como o identificador da
unidade de exibição das unidades de medição volumétricas que serão exibidas no display e nos relatórios.

Sistema:Precisão de Volume:Tipo Índice: Range:


de Entrada de Pulso

Sistema 315
Descrição: Este parâmetro permite a seleção da entrada de pulso de massa, em vez do padrão de pulsos que
representam o volume a partir do medidor. O AccuLoad, então, totaliza diretamente em massa. É necessária uma entrada
de densidade para recalcular o volume ao utilizar um medidor que produz pulsos com base na vazão de massa.

Seleções:
• [Volume]
• Mass

Sistema:Precisão de Volume:Preset Índice: Range: 0 - 999999


Máximo

Sistema 321
Descrição: Esta entrada de seis dígitos estabelece o maior volume que pode ser predefinido. Se for inserida uma
quantidade predefinida maior que este limite, será exibida uma mensagem de erro em qualquer tentativa de iniciar um lote
com mais do que o valor máximo predefinido. O padrão do fabricante é "0".
Observação: "0" desativa a verificação de volume de preset máximo.

Sistema:Precisão de Índice: Range: 0 - 999999


Volume:Preset Mínimo

Sistema 322
Descrição: Esta entrada de seis dígitos permitirá a configuração da quantidade de preset mínimo. Uma mensagem de erro
será exibida em qualquer tentativa de iniciar um lote com menos do que q quantidade de preset mínimo. O padrão do
fabricante é "0".
Observação: "0" desativa o volume de preset máximo.

Sistema:Precisão de Volume:Preset Índice: Range: 0 - [200] - 999999


Automático

Sistema 323
Descrição: O valor neste parâmetro será preenchido automaticamente como a quantidade predefinida. A quantidade
predefinida pode ser alterada pelo operador durante o processo de definição de preset. Isso pode ser útil para uma
operação que, em geral, transmite a mesma quantidade do lote.
Observação: "0" desativa o Preset Automático.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 100


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Sistema:Precisão de Índice: Range: 0 - [10] - 99999


Volume:Incremento de Preset
Automático

Sistema 324

Descrição: Isso define a quantidade pela qual o valor predefinido é aumentado ou reduzido a cada aperto dos
botões + ou -, próximo ao campo de entrada predefinido. Veja a figura na página 18.

Sistema:Precisão de Índice: Range:


Volume:Encerramento de Transação

Sistema 325
Descrição: Este código de programação define o método principal utilizado para encerrar uma transação. As
comunicações sempre podem ser utilizadas para encerrar uma transação, se o AccuLoad estiver programado para
operações de Sondagem e Autorização ou de Controle Remoto. O padrão do fabricante é o botão "End Transaction"
("Finalizar Transação").

Seleções:
• Interface do Usuário
• Communications Only
• Trans Reset Input
• Printer Tray
• Card Reader

• End Transaction - Para transações que podem ser remotamente autorizadas e encerradas através da interface do usuário:
O interruptor da bandeja da impressora do bilhete é ignorado. O botão "End Transaction" ("Finalizar Transação") é utilizado
para finalizar a transação. (A transação deve ser finalizada por meio de communications (Comunicações).)
• Communications control only – Para transações que serão autorizadas e encerradas remotamente (ou seja, através de
comunicações (Comunicações)): O botão "End Transaction" ("Finalizar transação") está desativado e o interruptor da
bandeja da impressora do bilhete é ignorado.
• Transaction reset input – Para transações que serão autorizadas e encerradas por uma entrada mestre de redefinição; o
botão "End Transaction" ("Finalizar transação") está desativado. A entrada da bandeja da impressora do bilhete é utilizada
para autorizar e encerrar a transação.
• Printer Tray Switch Input – Para transações que serão autorizadas e encerradas por uma entrada de interruptor, a partir
de uma impressora de carga: O botão "End Transaction" ("Finalizar transação") está desativado. A entrada do interruptor,
quando ativa, autoriza o AccuLoad para a carga. Quando a entrada é desativada, a transação é encerrada. O AccuLoad
não permite que o carregamento continue ou seja reiniciado até a entrada ser reativada (um bilhete é colocado na
impressora).
• Card Reader – Para transações que serão autorizadas e encerradas pela inserção e remoção do cartão, a partir de
seu leitor. A transação é encerrada quando o cartão é retirado.
Aviso(s) Crítico(s):
• Nenhuma porta de comunicação selecionada para controle de comunicações.
• Entrada de redefinição de transação necessária para cada braço configurado.
• Entrada do interruptor da bandeja da impressora necessária para cada braço configurado.
• A entrada do interruptor da bandeja de impressora está configurada [caso outro método esteja selecionado].
• Opção não permitida se os compartimentos estiverem configurados. [Entrada do interruptor da bandeja de impressora]

Sistema:Precisão de Índice: Range:


Volume:Receitas Por Transação

Sistema 326
Descrição: Permite transações de receita única ou múltiplas receitas por transação. Se programado para uma única receita,
o AccuLoad apenas solicitará ao controlador uma receita, no início da transação. O controlador pode carregar vários lotes
da receita, todavia apenas essa receita para a transação. Se programado para múltiplas receitas, o controlador será
instruído para a receita, no início de cada lote.

Seleções:
• Single Recipe per Transaction
• [Multiple] Recipes per Transaction

Página 101 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Sistema:Precisão de Volume:Início da Índice: Range:


Transação

Sistema 327
Descrição: Este parâmetro seleciona se uma transação requer intervenção do operador para iniciá-la e finalizá-la. Em
Manual Mode (Modo Manual) uma transação é iniciada pela interação do operador com a interface do usuário (tela sensível
ao toque) e finalizada quando o operador pressiona o botão "End Transaction" ("Finalizar Transação"). Utilizando o modo
Auto (Automático) para este parâmetro, o Preset Automático e a Redefinição Automática são usados para executar
continuamente lotes que são iniciados por uma entrada de Inicialização Remota e podem ser interrompidos por uma
entrada de Parada Remota, sem intervenção do operador. Se uma entrada de Parada Remota não for utilizada, o lote seria
executado até que o valor de Preset Automático fosse atingido. O modo Auto (Automático) se destina a ser usado em uma
operação desacompanhada.

Seleções:
• [Manual] Operation
• Automatic Operation

Sistema:Precisão de Volume:Tipo de Índice: Range:


Prova

Sistema 331
Descrição: Seleciona se a comprovação automática será efetuada como "Net proving" ("Prova líquida") ou "Gross proving"
("Prova bruta"). Se definida como líquida, tanto o volume do líquido quanto a temperatura serão compensados, bem como
o volume da vasilha de comprovação. Se for definida como bruta, o efeito da temperatura no líquido será ignorado.

Seleções:
• [Net Proving]
• Gross Proving

Sistema:Precisão de Volume:Seleção Índice: Range:


de Prova Automática

Sistema 332
Descrição: Este parâmetro é utilizado para ativar ou desativar o Automated Proving Mode (Modo de Provas
Automatizado). O padrão para este código de programação será desativado. Selecione uma das três opções de
segurança para ativar a prova automatizada e a segurança associada. Uma vez selecionada e a segurança ativada, o
início da próxima transação iniciará a prova automática. Uma vez que a prova seja concluída e o fator do medidor
calculado, o operador tem a opção de transferir o fator de medidor calculado para o software ou ignorá-lo.

Seleções:
• [Disabled]
• Security input not required
• Security input 1 required
• Security input 2 required
Aviso Crítico: Entrada de Segurança não configurada
Observação: A comprovação automática é descrita em MN06146.

Sistema:Precisão de Volume: Índice: Range: 1 - 14


Saída do Provador

Sistema 333
Descrição:

Seleções:
• [Auto Prove Meter]
• Pulse Input 1 - 14

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 102


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Precisão de Volume: Saídas de Pulsos do Índice: Range:


Provador de Alta Velocidade
Descrição: Este parâmetro define qual entrada de pulso é repetida para os terminais de saída de pulsos do provador de alta velocidade.
O recurso foi projetado para facilitar as operações de comprovação, redirecionando o medidor selecionado para um par de terminais que
podem ser conectados no campo para comprovar o acesso do pessoal. Embora com os painéis A4M e A4B presentes, pode haver dois
painéis PIB III instalados; apenas uma saída será ativada por vez. Isso permitirá que as saídas sejam conectadas em paralelo para
fornecer um ponto de conexão comum externo ao AccuLoad, de modo a comprovar o acesso do pessoal, independentemente do
medidor atualmente comprovado. Selecione 0 neste parâmetro para utilizar esta funcionalidade. Alternativamente, qualquer entrada de
pulso individual pode ser configurada para ser repetida para a saída do provador de alta velocidade. As seleções são as seguintes:
• Echo meter selected via Auto Proving
• Echo pulse input #1 - 6 - EAAI
• Echo pulse input #7 - 12 - BSE
Aviso Crítico: Entrada de Segurança não configurada

Precisão de Volume: Índice: Range:


Opções de Display de Execução

Descrição: Este parâmetro define qual disposição o AccuLoad IV utilizará para a exibição da transmissão. A exibição de entrega padrão
contém um medidor crescente de transações e um contador decrescente de preset. Um contador decrescente se inicia no volume de preset
e conta até zero, indicando o volume restante em todo o lote. O display US W&M (Pesos e Medidas dos EUA) utiliza uma fonte menor para
este medidor decrescente e prefixa-o com a instrução "Remain" ("Permanecer"). A opção "Blank Downcounter" ("Contador Decrescente em
Branco") impede que este medidor apareça. As seleções são as seguintes:
• Default Display
• Blank Downcounter
• US Weights and Measures Display
Observação: Esta opção não terá efeito enquanto o AccuLoad IV estiver no modo de comprovação.

Sistema:Precisão de Volume: Índice: Range:


Tipo de Quantidade de Preset

Sistema 341
Descrição: Este código de programa seleciona o tipo de registro utilizado para inserir o valor de preset. Esse tipo de registro também é
usado para o display do contador decrescente.

Seleções:
• IV - Volume Indicado
• [GV - Volume Bruto]
• GST volume
• GSV volume
• Mass
Observação: Unidades selecionadas não disponíveis.

Acúmulo de Vazão Reversa do Lote Índice: Entrada Analógica Seleção: Ignore ou Count
Acúmulo de Vazão Reversa Não Reajustável Índice: Entrada Analógica Seleção: Ignore ou Count
Descrição: Este código de programa permite a detecção e acumulação de vazão reversa quando se utiliza um transmissor de pulso duplo
(detecção em quadratura).
• Ignore (Ignorar - não inclui os totais de vazão reversa)
• Count (Contar - inclui a vazão reversa em totais de lote)
Se esta opção estiver ativada (selecionando ‘1’), a vazão medida no sentido inverso é acumulada e a quantidade é deduzida do
valor do lote.
Este recurso requer entradas de medidor de Pulso Duplo. Este recurso não está disponível quando Transmitter Integrity (Integridade do
Transmissor) está selecionado. A fiação de entrada de pulso do medidor é relativa aos medidores de pulso duplo com integridade, no
entanto, /A não precisa ser conectado ao Painel de Entrada de Pulso para utilizar esse recurso.

Aviso(s) Crítico(s):
• Não é possível totalizar a vazão reversa com a integridade do transmissor (limitação de hardware).
Observação(ões):
• Os medidores geralmente não são provados na direção inversa e essa quantidade pode não ser exata. A vazão reversa, em geral, é
considerada um erro e não deve fazer parte da operação normal.

Página 103 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Sistema:Precisão de Volume:Tipo Índice: Range:


de Quantidade de Transmissão

Sistema 342
Descrição: Este código estabelece como a exibição do registro de transmissão (contador crescente) aparecerá
durante a operação. Estão disponíveis cinco seleções possíveis que dependem das necessidades da operação.

Seleções:
• IV - Volume Indicado
• GV - Volume Bruto
• GST volume
• [GSV volume]
• Mass
Observação: Unidades selecionadas não disponíveis.

Sistema:Precisão de Índice: Range:


Volume:Resolução do Display

Sistema 343
Descrição: Este código de programação seleciona a resolução que será utilizada pelo AccuLoad para o contador
crescente de transmissões e o contador decrescente durante as operações normais. O padrão do fabricante é
"Whole" ("Inteira").

Seleções:
• Whole units
• 10ths - Décimos
• [100ths - Centésimos]

Sistema:Precisão de Volume:Contador Índice: Range:


Crescente/Quantidade Transmitida

Sistema 344
Descrição: Este parâmetro seleciona se o contador crescente representa o valor transmitido ou a quantidade
transmitida de transação na tela de transmissão.

Seleções:
• [Transaction]
• Batch

Sistema: Precisão de Volume: Índice: Range:


Atualização de Vazamentos

Sistema 345
Descrição: O vazamento (vazão que ocorre entre transações) pode ser adicionado aos totais não reajustáveis, de forma
dinâmica ou no início da próxima transação. O padrão de fábrica é "Trans Start" ("Início da Transação"), o que indica que os
totais não reajustáveis serão atualizados com vazamento no início da próxima transação. Para que os totais não
reajustáveis sejam atualizados à medida que ocorre o vazamento, escolha "Dinâmico". Para garantir o verdadeiro término
da transação, os totais não reajustáveis são recuperados (ou seja, não incluindo o vazamento que pode ter ocorrido após a
conclusão da transação); revise o comando do hospedeiro VT no manual de comunicações Smith (MN06204).

Seleções:
• [Transaction Start]
• Dynamic

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 104


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

8.2.4. 400 - Temperature/Density Directory (Diretório de Temperatura/Densidade)

O Diretório de Temperatura/Densidade inclui:


• Temperature Units (Unidades de Temperatura)
• Reference Temperature (Temperatura de Referência)
• Density Units (Unidades de Densidade)
• Density Prompt (Instrução de Densidade)

Sistema:Temperatura/Densidade: Índice: Range:


Unidades de Temperatura Padrão: Not Used (Não utilizado)

Sistema 401
Descrição: Este código de programação seleciona a escala de temperatura utilizada no AccuLoad.
Seleções:
• [NA]
• [°F] - Fahrenheit
• °C - Celsius
Aviso Crítico: A tabela de API entra em conflito com as unidades selecionadas
Observação: Uma entrada zero, significando No Temperature Selected (Sem Temperatura Selecionada), desativará todos
os cálculos relacionados à temperatura.

Sistema:Temperatura/Densidade:Refer Índice: Range: 0 - [60,0] - 999,9


ência de Temperatura

Sistema 402
Descrição: Este parâmetro define a temperatura de referência a partir da qual as correções de temperatura são efetuadas.
Normalmente, as unidades são de 60°F e 15°C.
Observação: As unidades de temperatura são definidas em um parâmetro separado.
Aviso Crítico: A tabela de API entra em conflito com as unidades selecionadas

Sistema:Temperatura/Densidade:Uni Índice: Range:


dades de Densidade

Sistema 411
Descrição: Esta seleção permite ao operador escolher qual escala de densidade será utilizada se houver um densitômetro
instalado. Ele é usado para converter volume em massa.

Seleções:
• NA
• [°API]
• Lb/Ft3 (Libras/Pés Cúbicos)
• Kg/M3 (Quilogramas/Metros Cúbicos)
• Relative Density
Observação: Ao utilizar a compensação de temperatura, um valor (API, Lb/Ft3, ou Kg/M3) deve ser inserido neste parâmetro.

Sistema:Temperatura/Densidade:Inst Índice: Range:


rução de Densidade
Descrição: Este parâmetro define se o operador for instruído à uma entrada de densidade antes de iniciar um lote.

Seleções:
• [No]
• Always
• In Standby

Página 105 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

8.2.5. 500 - Pressure Directory (Diretório de Pressão)

O Diretório de Pressão inclui


• Pressure Units (Unidades de Pressão)
• Atmospheric Pressure (Pressão Atmosférica)

Sistema:Pressão:Unidades de Pressão Índice: Range:

Sistema 501
Descrição: Este parâmetro define as unidades de pressão utilizadas no AccuLoad.

Seleções:
• NA
• [psi]
• bar
• kg/cm2 (Quilogramas/centímetros quadrados)
• kPa (quilopascals)
Observação: Se "NA" for selecionado, significando que nenhum transdutor de pressão está instalado, quaisquer parâmetros
associados serão removidos dos menus no Modo de Programação.

Sistema:Pressão:Pressão Atmosférica Índice: Range: [0.000] - 999.999

Sistema 502
Descrição: Define a pressão atmosférica local utilizada nos cálculos de pressão de vapor GPA TP-15
(pressão de calibração). Isso deve ser ajustado para a pressão atmosférica local média.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 106


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

8.2.6. 600 - Alarms Directory (Diretório de Alarmes)


O Diretório de Alarmes inclui
• Product Solenoid Counts (Contagens de Solenóide de Produto)
• Driver Alarm Clearing (Eliminação de Alarme do Controlador)
• Product Stop Alarm (Alarme de Parada de Produto)
• Powerfail Alarm (Alarme de Falha na Alimentação)
• Product Zero Flow (Vazão Zero de Produto)
• Program Alarm Outputs (Saídas de Alarme de Programação) • Promass Meter Alarm (Alarme de Medidor de Promass)
• Alarm Configuration (Configuração de Alarme) para cada alarme • PTB Printer Alarm (Alarme de Impressora de PTB)
• User Alarm Configuration (Configuração de Alarme do Usuário) • Pulse Security Alarm (Alarme de Segurança de Pulso)
• User Alarm Messages (Mensagens de Alarme do Usuário) • Report Storage Full Alarm (Alarme de Relatório de Armazenamento Completo)
para cada alarme do usuário
• Reverse Flow (Vazão Reversa)
Respostas de Alarme • Shared Printer Alarm (Alarme de Impressora Compartilhada)
• Additive Clean Line (Linha de Eliminação de Adicionais) • Storage Full Alarm (Alarme de Armazenamento Completo)
• Additive Comm Failure (Falha de Comunicação com o Aditivo) • Temperature Probe Alarm (Alarme de Sonda de Temperatura)
• Additive Comm Totals (Totais de Comunicação com o Aditivo) • Ticket Alarm (Alarme de Bilhete)
• Additive Excess Pulses (Pulsos de Excesso Adicionais) • Transmitter Integrity Alarm (Alarme de Integridade de Transmissor)
• Additive Feedback Error (Erro de Retorno Adicional) • Valve Fault Alarm (Alarme de Defeito na Válvula)
• Additive Frequency Alarm (Alarme de Frequência de Aditivo)
Configuração de Alarme do Usuário
• Additive High Temperature Alarm (Alarme de Alta Temperatura Adicional)
• User Alarms 1 - 10 (Alarmes de Usuário 1 a 10)
• Additive Injector Error (Erro no Injetor Adicional)
• Report Storage Full Alarm (Alarme de Relatório de Armazenamento Completo)
• Additive Low Temperature Alarm (Alarme de Baixa Temperatura Adicional)
• Additive Pulse Security (Segurança de Pulso Adicional) Mensagens de Alarme do Usuário
• Additive Temperature Probe (Sonda de Temperatura Adicional) • User Alarms 1 - 10 Messages (Mensagens de Alarme do usuário de 1 a 10)
• Additive Unauthorize Failed Alarm (Alarme Não Autorizado de Falha no Aditivo) • Report Storage Full Alarm (Alarme de Relatório de Armazenamento Completo)
• Additive Xmit Integrity (Integridade de Transmissão Adicional)
• Add-Pak Diagnostics (Diagnósticos do Add-Pak) (x2)
• Add-Pak Power Fail (Falha na Alimentação do Add-Pak)(x2)
• A4I/AICB Auto Detect (Detecção Automática de A4I/AICB) (x2)
• A4I/AICB Comm Failed (Falha de Comunicação de A4I/AICB) (x2)
• Arm Overrun Alarm (Alarme de Sobrecarga de Braço)
• Arm Zero Flow Alarm (Alarme de Vazão Zero do Braço
• Back Pressure Alarm (Alarme de Contrapressão)
• Bay A Excess Active Arms (Excesso de Braços Ativos no Compartimento A)
• Bay B Excess Active Arms (Excesso de Braços Ativos no Compartimento B)
• Blend High Alarm (Alarme Alto de Mistura)
• Blend Low Alarm (Alarme Baixo de Mistura)
• Block Valve Alarm (Alarme de Válvula de Bloqueio)
• Card Removed Alarm (Alarme de Cartão Removido)
• Clean Line Alarm (Alarme de Linha Eliminada)
• Communications Alarm (Alarme de Comunicações)
• CTL Calculation Alarm (Alarme de Cálculo de CTL)
• DE Head Alarm (Alarme Principal DE)
• Density Transducer Alarm (Alarme do Transdutor de Densidade)
• Email Error (Erro no Endereço Eletrônico)
• F.A. Sening COP Alarm (Alarme de Pressão de Passagem de F.A. Sening)
• High Density Alarm (Alarme de Alta Densidade)
• High Flow Alarm (Alarme de Alta Vazão)
• High Pressure Alarm (Alarme de Alta Pressão)
• High Temperature Alarm (Alarme de Alta Temperatura)
• Injector Auto Detect (Detector Automático do Injetor)
• Injector Solenoid Counts (Contagens do Solenóide do Injetor)
• Injector Command Rejected (Comando do Injetor Rejeitado)
• Low Additive Alarm (Alarme de Aditivo Baixo)
• Low Density Alarm (Alarme de Baixa Densidade)
• Low Flow Alarm (Alarme de Baixa Vazão)
• Low Pressure Alarm (Alarme de Baixa Pressão)
• Low Temperature Alarm (Alarme de Baixa Temperatura)
• Mass Meter Comm Fail (Falha na Comunicação com o Medidor de Massa)
• Network Printer Alarm (Alarme da Impressora da Rede)
• No Additive Pulses Alarm (Alarme de Pulsos Sem Aditivo)
• Overspeed Injector (Velocidade Excessiva do Injetor)
• Predict Overrun Alarm (Alarme de Previsão de Sobrecarga)
• Pressure Transducer Alarm (Alarme do Transdutor de Pressão)
• Product Overrun (Sobrecarga de Produto)

Página 107 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Sistema:Alarmes Padrão:Eliminação Índice: Range: 0 - [5] - 20


de Alarme do Controlador

Sistema 601
Descrição: Este parâmetro define o número de alarmes que podem ser apagados nos modos Run (Execução) e Ready
(Pronto), sem inserir um código de acesso. Além disso, os alarmes a serem eliminados devem ser configurados para serem
apagados nos modos Run/Ready. Quando este número de alarmes tiver sido eliminado, os alarmes subseqüentes requerem
uma entrada de senha para serem limpos, mesmo que estejam programados para limpeza dos modos Run/Ready.

Sistema:Alarmes Padrão:Alarme Índice: Nenhum Range:


de Falha na Energia

Sistema 602
Descrição: Este código de programa fornece ao operador a capacidade de ativar ou desativar o alarme de falha de
energia. O alarme de falha de energia é um alarme de diagnóstico que não pode ser eliminado através de communications
(comunicações).

Seleções:
• [Enable]
• Disable

Sistema:Alarmes Padrão:Saídas de Índice: Range:


Alarme do Controlador

Sistema 603
Descrição: O AccuLoad fornece duas saídas digitais que são energizadas quando ocorre um alarme. Este parâmetro
controla se os alarmes de erro de programação ativarão essas saídas.

Seleções:
• [BOTH] - Ambos os relés ativados
• ALRM1 - Somente Relé de Saída N.º 1
• ALRM2 - Somente Relé de Saída N.º 2
• NONE - Sem Relés Ativados

Ações de Alarme
A(s) ação(ões) tomada(s) quando ocorre um alarme e, se uma senha, necessária para limpar o alarme, pode ser
selecionada para cada tipo de alarme individual. As opções são aas seguintes:

• Allow run/ready clearing (Permitir limpeza dos modos Run/Ready) - não é necessária senha para limpar o alarme
• Energize alarm relay #1 (Energizar relé de alarme n.º 1) - se configurada, será assegurada a saída de alarme n.º 1
• Energize alarm relay #2 (Energizar relé de alarme n.º 2) - se configurada, será assegurada a saída de alarme n.º 1
• Send Notification Email (Enviar Mensagem de Notificação) - se configurado, será enviada uma notificação por endereço eletrônico*
• Allow Flow to Continue (Permitir Que a Vazão Continue) - não parar o fluxo quando ocorrer o alarme

* Se esta opção for marcada e um servidor e usuário válidos forem configurados, uma mensagem eletrônica será emitida pelo
AccuLoad para o endereço especificado no Destino de Notificação do Mensagem Eletrônica.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 108


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

A mistura desses códigos de programação e novas opções fornecerá as informações


necessárias para transmitir notificações de mensagem eletrônica em eventos
específicos e verificar respostas para eventos de alarme que sinalizem que o alarme
deve ser removido remotamente. As respostas só serão aceitas no endereço de
destino da notificação de mensagem eletrônica programado. Para limpar o alarme
remotamente, “Responda” (“Reply”) à notificação. A mensagem de resposta enviada
deve conter em seu corpo a mensagem de alarme (nada mais precisa estar incluído).
O AccuLoad reconhecerá a mensagem enviada pela mensagem de alarme enviada
anteriormente e limpará o alarme apropriado (se for possível).

Sistema:Alarmes:Alarmes Índice: Por alarme integrado Range:


Padrão:Ações de Alarme _

Descrição: Esses parâmetros permitem que as ações de cada alarme sejam configuradas. Múltiplas opções
selecionadas a partir da lista a seguir podem ser configuradas para cada alarme.

Seleções:
• Permitir Limpeza do Modo Execução/Pronto
• Energizar Saída de Alarme 1
• Energizar Saída de Alarme 2
• Enviar Por Endereço Eletrônico
• Permita que a vazão continue

Observação: Através de Communications (Comunicações), adicione bits binários para obter a mistura das opções desejadas
(por exemplo, 7 definiria as três primeiras opções).
Observação: Allow Flow to Continue (Permitir que a Vazão Continue) está disponível somente com braços de Preset
Ilimitado.

Página 109 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Sistema:Alarmes Padrão:Alarmes de Índice: por Usuário Range: 1 a 10 - Máximo de 18 caracteres


Usuário:Configuração de Alarme do Alarme
Usuário e Mensagem de Alarme de Usuário

Sistemas 695 e 696

Descrição: Estes códigos de programação permitem que o operador personalize o AccuLoad, definindo condições de
alarme para um sistema específico. Os alarmes do usuário podem ser definidos através de comunicações
(communications) ou equações booleanas/algébricas, ou podem ser selecionados a partir do seguinte:
• Permitir Limpeza dos Modos Execução/Pronto
• Energizar Saída de Alarme 1
• Energizar Saída de Alarme 2
• Notifique por endereço eletrônico
• Permita que a vazão continue

8.2.7. 700 - Communications Directory (Diretório de Comunicações)

O DIretório de Comunicações inclui


• Arm Addresses (Endereços do Braço)
• Printer Control (Controle de Impressora)
• Host Interface (Interface do Hospedeiro)
• Card/Nedap Reader (Leitor de Cartão/Nedap)
• Serial Port Config (Configuração da Porta Serial)
• Prompts (Instruções)

8.2.7.1. Endereços dos Braços Arm 1 a 6

Sistema:Communicações:End Índice: Braço Range: 1 - 99


ereço do Braço

Permissivos do Sistema 701 a 706


Descrição: Este número de dois dígitos define o endereço de comunicação associado a este braço de carga.
Para vários AccuLoads em uma linha de comunicações serial compartilhada, todos os endereços devem ser exclusivos.

Aviso Crítico: O endereço não deve ser zero.

Aviso Crítico: Os endereços devem ser únicos.

Aviso Fatal: Entrada fora do range especificado.

Observação: Load Arm 3 – 6 Address (Endereço dos Braços de Carga 3 – 6) - Não utilizado no hardware AccuLoad-ST.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 110


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

8.2.7.2. Printer Control (Controle de Impressora)


Sistema:Comunicações:Controle de Índice: Nenhum
Impressora:Impressora em Modo de
Espera

Sistema 721
Descrição: Este parâmetro define como o AccuLoad reage quando um relatório de transação falhar ao imprimir.
Se o "Standby" ("Modo de Espera") estiver selecionado, o AccuLoad entrará silenciosamente no modo de espera da impressora
(nenhum alarme será configurado ou exibido), quando um relatório de transação não for impresso dentro do tempo limite da porta de
comunicação programada. Um evento será registrado no registro de eventos, indicando que o relatório da transação está pendente.
Um sinalizador de espera da impressora estará disponível através de comunicações (ver comando EE), o que será indicado quando
houver relatórios de transações pendentes.

Se "Standby & Alarm" ("Modo de Espera e Alarme") for selecionado e a Impressora da Rede ou do PTB estiver s endo utilizada, o
AccuLoad ajustará o alarme “NP: Network Printer" ou o "PP: PTB Printer", respectivamente, e entrará no modo de espera da impressora.
Esses alarmes são configuráveis no Diretório de Alarmes e, portanto, não precisam necessariamente parar a vazão. Se escolher esta
opção, certifique-se de configurar o alarme de forma adequada. Nenhum alarme será configurado se estiver utilizando impressão em série
com XON/XOFF ou nenhum controle de vazão.

Se "Alarm + No Trans" ("Alarme + Sem Transação") for selecionado, o AccuLoad configurará o alarme da impressora associado
conforme acima, mas não entrará no modo de espera. Embora o alarme possa ser apagado, o AccuLoad não permitirá que uma nova
transação comece nesse braço, até a transação pendente ter sido impressa com sucesso.

Seleções:
• [NA]
• Silent Standby
• Standby and Alarm
• Alarm and No Transaction
Aviso Crítico: Selecione, se desejado, para proteger relatórios de transações não impressos e se o alarme for ajustado quando o relatório
não for impresso.

Sistema:Comunicações:Controle de Índice: Nenhum


Impressora:Reimpressão
Automática

Sistema 722
Descrição: O AccuLoad pode ser configurado para reimprimir automaticamente relatórios de transações pendentes utilizando este
parâmetro. O AccuLoad sempre tentará imprimir um relatório de transação quando esta for encerrada. Se um relatório for impresso
com sucesso e existirem relatórios pendentes, estes relatórios também serão impressos.

Seleções:
• [No]
• Sim

O AccuLoad apenas reimprimirá relatórios pendentes sobre os braços ociosos. Se uma transação estiver em progresso em um braço,
os relatórios pendentes nesse braço não serão impressos até o braço ficar inativo. Se qualquer relatório falhar ao imprimir, a
impressão de quaisquer relatórios restantes será abortada.

Sistema:Comunicações:Controle de Índice: Nenhum


Impressora:Avanço Automático

Sistema 723
Descrição: Quando ativado, o AccuLoad funcionará com o recurso de avanço automático da impressora. O recurso de avanço é utilizado
quando uma impressora avança automaticamente o papel para a posição de avanço, depois que um avanço de formulário é recebido (um
avanço de formulário está no final do trabalho de impressão).

Seleções:
• [No]
• Sim

Página 111 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

8.2.7.3. Host Interface (Interface do Hospedeiro)

Sistema:Comunicações:Interface Índice: Sistema


do Hospedeiro:Programação de
Ligação com Comunicações

Sistema 731
Descrição: Define quais parâmetros podem ser modificados através de communications (comunicações) pelo nível de
acesso atribuído a esses parâmetros. O padrão do fabricante é "Level 1 Access" ("Acesso de Nível 1".

Seleções:
• [Alarm Clearing Only] - Esta seleção permite que apenas os alarmes sejam redefinidos (apagados) através de
communications (comunicações).
• Level 1 Access Parameters
• Level 2 Access Parameters
• Level 3 Access Parameters
• Level 4 Access Parameters
• Level 5 Access Parameters - Essas seleções limitam os parâmetros que podem ser alterados através de
communications (comunicações) para aqueles atribuídos a um nível de segurança igual ou inferior à opção selecionada.

Sistema:Comunicações:Interface Índice: Nenhum


do Hospedeiro:Modbus Endian

Sistema 732
Descrição: Este código de programação define a ordem de bytes para valores de ponto flutuante retornados pelas
comunicações Modbus. O AccuLoad suporta três variações de ordenação de bytes ao enviar valores de ponto flutuante
através de protocolos Modbus. O padrão de fábrica e a ordem de bytes nativos do AccuLoad são "Big" ("Grande").

Seleções:
• [Big] endian - bytes mais significativos são ordenados primeiro
• Little 8 endian - bytes menos significativos são ordenados primeiro

Sistema:Comunicações:Interface do Índice: Nenhum


Hospedeiro:Ação de Tempo Limite

Sistema 733

Descrição: O modo de espera permite ao AccuLoad continuar a permitir transações, no caso em que o controle do
hospedeiro foi perdido.

Seleções:
• [Alarm]
• Standby
• Alarm and Standby

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 112


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Sistema:Comunicações:Interfa Índice: Nenhum


ce do Hospedeiro:Detecção
Automática de IP

Sistema 734
Descrição: Esta configuração seleciona se o AccuLoad está configurado com um endereço IP Ethernet fixo ou deve obter um
endereço automaticamente de um servidor DHCP na rede.

Seleção:
• [Manual]
• DHCP

Sistema:Comunicações:Interfa Índice: Nenhum Range: 000.000.000.000


ce do Hospedeiro:Endereço
de IP

Sistema 735
Descrição: Define o endereço de comunicações de rede associado ao AccuLoad. Para vários AccuLoads em uma linha de
comunicações compartilhada, todos os endereços devem ser exclusivos. O range decimal de cada octeto nesta entrada é
de 000 a 255.
• Entrada numérica de quatro octetos – 255.255.255.255

Sistema:Comunicações:Interface Índice: Nenhum Range: 000.000.000.000


do Hospedeiro:Máscara de Rede

Sistema 736
Descrição: A máscara de rede (chamada, às vezes, de máscara de sub-rede) é um endereço de quatro octetos utilizado
para definir uma rede. Este endereço usa o mesmo formato que o endereço IP. Uma típica máscara de rede é
255.255.255.0. Isso significa que os três primeiros octetos descrevem uma rede particular e o último octeto descreve um
dispositivo específico. Se o AccuLoad tiver o endereço IP 192.168.0.1 e uma impressora tiver o endereço IP 192.168.0.9,
os dois dispositivos estarão na mesma rede, uma vez que os três primeiros octetos de cada endereço são os mesmos. Para
aumentar a quantidade de dispositivos em uma determinada rede, basta ajustar a máscara de rede. Nos exemplos
anteriores, a máscara de rede permitiu que 256 dispositivos fossem conectados à rede. Se mais dispositivos forem
necessários em uma rede, a máscara de rede do 255.255.254.0 permitirá que 512 dispositivos sejam conectados à rede.
Da mesma forma, uma rede do 255.255.253.0 permitirá que 1024 dispositivos sejam conectados à rede e assim por diante.
• Entrada numérica de quatro octetos – 255.255.255.255

Sistema:Comunicações:Interface do Índice: Nenhum Range: 000.000.000.000


Hospedeiro:Porta de Comunicação

Sistema 737
Descrição: O endereço da Porta de Comunicação é outro endereço de quatro octetos que também usa o mesmo
formato que o endereço IP. Uma Porta de Comunicação fornece uma rota de saída para todos os endereços que não
fazem parte da rede local. O endereço da Porta de Comunicação normalmente pertence a um dispositivo de rede, como
um roteador. O roteador pode então se conectar a outra rede local ou à internet.
A entrada para 'System 737-Gateway' ('Porta de Comunicação-Sistema 737') deve ser o endereço IP para o roteador que
seu AccuLoad IV.net utiliza para se conectar a qualquer endereço IP que não esteja na sua sub-rede local. Se você não
tiver um roteador e não estiver conectado a redes externas, pode deixar essa entrada como 0.0.0.0.
• Entrada numérica de quatro octetos – 255.255.255.255

Página 113 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Sistema:Comunicações:Interface do Índice: Nenhum


Hospedeiro:Controle de Hospedeiro
Ethernet

Sistema 738
Descrição: Este código de programação determina o nível de controle exibido por um hospedeiro conectado ao AccuLoad
através da interface Ethernet.

Seleções:
• Polling Only
• [Poll & Program]
• Poll & Authorize
• Remote Control

O nível mais alto de controle programado entre esta entrada e as entradas da porta serial são assumidos como o nível de
controle desejado para o AccuLoad.

Sistema:Comunicações:Interface do Índice: Nenhum Range: [0] - 999


Hospedeiro:Tempo Limite Ethernet

Sistema 739
Descrição: Esta entrada especifica o valor de tempo limite em segundos para os protocolos de comunicação dos
hospedeiros por meio da rede Ethernet/TC-IP (Smith I/P, Modbus TCP) antes que um alarme de comunicação seja
gerado. Uma entrada zero desativa a ação de tempo limite. O range é de 0-999
• Entrada numérica de 3 dígitos

Sistema:Comunicações:Interface do Índice: Nenhum


Hospedeiro:Texto Arquivado de
Usuário Hospedeiro

Sistema 740
Mensagem de Ajuda: Quando esta opção é selecionada, os 8 campos de texto do usuário com 32 caracteres disponíveis
para gravação/leitura pelo hospedeiro (por meio dos comandos BW/BR) são armazenados juntamente com os dados da
transação final, quando uma transação termina. Isso permite que um hospedeiro não apenas coloque textos relevantes no
conhecimento de embarque/bilhete de recebimento imediato, mas também permite que o AccuLoad.net recupere os
dados e reimprima mais tarde o bilhete com a mesma informação.

Seleções:
• Not Saved
• Saved

A ativação desta opção (ao selecionar 'Stored' - ('Armazenado')) reduzirá o número total de transações que podem ser
arquivadas no AccuLoad, no registro de transações, uma vez que ele aumenta o tamanho de cada transação armazenada.

Sistema:Comunicações:Interface Índice: Nenhum Range: 000.000.000.000


do Hospedeiro:IP do Servidor DNS

Sistema 741
Define o endereço IP do servidor DNS primário na rede Ethernet.
O DNS (Serviço de Nomes de Domínio) fornece um mecanismo para dispositivos da Internet para obter o endereço IP de
outro dispositivo na rede, utilizando um nome baseado em texto em vez de um endereço numérico.
Este endereço IP será utilizado pelo AccuLoad para resolver nomes de hospedeiro, se esses nomes de
hospedeiro forem inseridos em vez de endereços IP para servidores remotos (especificamente, servidores
SMTP e POP3 e impressoras de rede neste momento).

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 114


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Sistema:Comunicações:Interface do Índice: Nenhum Range: Texto - Máximo de 28 caracteres


Hospedeiro:Nome do Servidor SMTP

Sistema 742

Digite o nome do hospedeiro para o servidor SMTP (Protocolo de Transferência de Correio Simples).
que fornece um arquivo de mensagem eletrônica configurado para o AccuLoad.

Exemplos:
Se utilizar DNS - smtp.yourmailserver.com;
se estiver usando o endereço IP - 192.168.0.98

Para utilizar os recursos de mensagem eletrônica, uma conta de endereço eletrônico deve ser configurada para cada
AccuLoad em um provedor de serviço de correio que supports SMTP (and optionally POP3) access.

Insira até 28 caracteres de texto

Digite o nome do servidor ou o endereço IP do servidor SMTP

Sistema:Comunicações:Interface de Índice: Nenhum Range: Texto - Máximo de 28 caracteres


Hospedeiro:Nome do Servidor POP3

Sistema 743
Descrição: Digite o nome do hospedeiro ou o endereço IP do servidor POP3 (Protocolo dos Correios - 3)
que fornece a conta de endereço eletrônico para a qual o AccuLoad deve enviar notificações por mensagem eletrônica de
condições de alarmes.

Exemplos:
Se utilizar DNS - pop.yourmailserver.com;
se estiver usando o endereço IP - 192.168.0.99

Sistema:Comunicações:Interface Índice: Nenhum Range: Texto - 28 caracteres


de Hospedeiro:Nome de Usuário da
Conta de Endereço Eletrônico

Sistema 744
Descrição: Insira o nome de usuário na conta de endereço eletrônico a utilizar para envio de notificações por mensagem
eletrônica.

Sistema:Comunicações:Interface Índice: Nenhum Range: Texto - 28 caracteres


do Hospedeiro: Senha da Conta de
Endereço Eletrônico

Sistema 745
Descrição: Insira o nome de usuário na conta de endereço eletrônico a utilizar para envio de notificações por mensagem
eletrônica.

Sistema:Comunicações:Interface do Índice: Nenhum Range: Texto - 28 caracteres


Hospedeiro:Endereço de Notificação
por Mensagem Eletrônica

Sistema 746
Descrição: Insira o endereço para onde as mensagens de notificação serão enviadas, quando ocorrer um alarme
configurado para a notificação. O AccuLoad.net deve ter acesso a um servidor SMTP que seja capaz de encaminhar
mensagens eletrônicas para o destino, de modo que esse recurso funcione.

Página 115 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Sistema: Comunicações: Interface do Índice: Nenhum Range: Texto - 28 caracteres


Hospedeiro: Endereço de Mensagens
Eletrônicas para Resposta
(A PARTIR DO endereço)

Sistema 747
Descrição: Insira o endereço eletrônico a ser utilizado no campo
<FROM> (<DE>) das mensagens eletrônicas de notificação enviadas por este AccuLoad.
Por exemplo, se o servidor de mensagens eletrônicas estiver no seu endereço eletrônico, e o nome da conta é
AL3NET_1, o endereço de resposta seria AL3NET_1@yourmailhere.com

Sistema:Comunicações:Interface Índice: Nenhum Range: Texto - 28 caracteres


do Hospedeiro:Impressora de Rede

Sistema 748
Descrição: Digite o endereço IP (ou o nome da impressora, se o servidor DNS estiver disponível e a impressora possuir
um nome no domínio) da impressora de rede para onde o AccuLoad.net deve enviar trabalhos de impressão.
A impressora de rede pode ser utilizada no lugar ou em conjunto com opções de impressora serial.

Sistema:Comunicações:Interface Índice: Nenhum


do Hospedeiro:Ativar/Desativar
Bluetooth Mestre

Sistema 749
Descrição: Este parâmetro é para selecionar o AccuLoad Mestre ao interagir através do sistema Smith Meter/Prevenção
de Passagem (COF) de Sening, através de uma interface com Bluetooth. Um e apenas um dos AccuLoads que
compartilham um módulo Bluetooth deve ser configurado como um mestre.

Seleções:
• [Disabled] (O AccuLoad não é designado como um mestre).
• Enabled (Designe este AccuLoad como o Bluetooth mestre).

8.2.7.4. Leitor de Cartão/Nedap

Sistema:Comunicações:Leitor de Índice: Nenhum


Cartão/Nedap:Leitor de Cartão IHM

Sistema 792
Descrição: Utilizado para especificar se o leitor de cartão está conectado diretamente ao AccuLoad ou remotamente (na HM).

Seleções:
• [No]
• Sim

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 116


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Sistema:Comunicações:Leitor de Índice: Sistema


Cartão/Nedap:Validação de ID do
Cartão

Sistema 761
Descrição: Este parâmetro define o tipo de validação do operador exigido pelo leitor de cartão, antes de iniciar uma
transação. O padrão do fabricante é "ID Stamp Only" ("Somente Identificador"). Se "Standalone / Standby"
("Autônomo/Modo de Espera") for selecionado, o AccuLoad funciona como se "ID Stamp Only" ("Somente
Identificador") fosse selecionado enquanto estivesse sob controle do hospedeiro.

Seleções:
• [ID Stamp Only]
• ID Stamp and Card-In Required
• Standalone/Standby
• Validate Always
Observação: Se uma porta MMI estiver configurada e nenhum leitor de cartões estiver sendo utilizado, este parâmetro
deve ser definido como (0) ID Stamp Only (Somente Identificador); caso contrário, os dados do cartão serão esperados.

Sistema:Comunicações:Leitor de Índice: Sistema Range: 0 - 99 minutos


Cartão/Nedap:Tempo Limite de ID
de Cartão

Sistema 762
Descrição: Esta entrada indica o período em que os novos dados do cartão permanecerão válidos, quando nenhuma
transação estiver em andamento.
Nos novos dados do cartão, este temporizador é redefinido para 1 e começa a incrementar cada minuto, até que uma
transação seja iniciada ou o cronômetro atinja o valor programado e expire. Na expiração, os dados do cartão são
apagados. Se programado para qualquer seleção de validação que não seja somente o identificador, o carregamento será
impedido até que um cartão válido seja novamente apresentado ao leitor, ou até que a próxima mensagem do leitor de
cartão contendo dados de leitura com sucesso seja recebida.
Uma vez que uma transação é iniciada dentro do período de tempo limite válido do cartão, outras transações podem
ser iniciadas em outros braços. Somente quando todas as transações em todos os braços da unidade foram
encerradas, o status do cartão válido será removido.
Um valor de zero para esta entrada do programa indica que o temporizador nunca deve expirar. Os dados do cartão ficarão
válidos até que uma transação seja iniciada e permanecerão válidos, até que todas as transações sejam encerradas.
Aviso Crítico: O leitor de cartões deve estar conectado à MMI, caso esteja utilizando um MMI.

Sistema:Comunicações:Leitor de Índice: Sistema


Cartão/Nedap:Configuração do
Leitor de Cartões

Sistema 763
Descrição: Essa opção seleciona o modo de operação do leitor de cartões. A opção Momentary (Momentâneo) é utilizada
quando um cartão for "roubado" para acessar o AccuLoad. A opção cativa exige que o cartão esteja continuamente
presente na frente do leitor de cartões para permanecer válido.

Seleções:
• [Momentary]
• Captive Card mode
Observação: Uma nova opção também foi adicionada ao Sistema 315 – Transaction Termination (Encerramento da
Transação), para permitir a seleção da remoção do cartão como uma forma de encerrar uma transação. Isto é para garantir
que, no modo Captive Card (Cartão Cativo), o operador não possa deixar seu cartão para trás, visto que a transação não
pode ser encerrada até que o cartão seja removido.

Página 117 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Sistema:Comunicações:Leitor de Índice: Nenhum


Cartão/Nedap:Autorização do Cartão

Sistema 764
Descrição: Selecione se deseja que um cartão válido permita que várias transações sejam iniciadas ou apenas para a
próxima transação que é iniciada.
• [All Arms]
• Single Transaction
Observação: A autorização de Transação Única não está disponível com a opção de leitor "captive card" ("cartão cativo")
(773).

Sistema:Comunicações:Leitor de Índice: Nenhum


Cartão/Nedap:Etiqueta de ID do
Veículo

Sistema 765
Descrição: Utilizado para selecionar qual das instruções padrão do AccuLoad deve ser utilizada para solicitar ao controlador a
etiqueta de ID do veículo, quando ela não for lida eletronicamente pelo rastreador.

Seleções:
• [N/A]
• Prompt 1
• Prompt 2
• Prompt 3
• Prompt 4
• Prompt 5

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 118


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

8.2.7.5. Configuração da Porta Serial 1 - 4

Sistema:Comunicações:Configu Índice: Porta serial Range:


ração da Porta Serial:Função de comunicação

Sistema 711
Descrição: Este código de programa define a função da porta de comunicação. O padrão do fabricante é "Minicomp Host" ("Minicomputador
hospedeiro") na porta de comunicações 1. As seleções são as seguintes:
• N/A – Esta porta de comunicação não está selecionada para uso.
• Term Host – Esta porta de comunicação se comunica com um dispositivo do tipo terminal, utilizando um protocolo de comunicação
Protocolo
• [Minicomp Host] – Esta porta de comunicação se comunica com um dispositivo do tipo minicomputador, utilizando um protocolo de
comunicação sofisticado e seguro
• Modbus Host
• Printer – Permite ao AccuLoad enviar automaticamente, através desta porta de comunicação, o fim de um relatório de transação para
uma impressora conectada ao AccuLoad
• Shared Printer – O mesmo que o número (4) acima - exceto o relatório de saída - irá para uma impressora compartilhada conectada a
um ou mais AccuLoads. (Isso requer uma fiação especial. Veja o manual de instalação para mais detalhes.)
• Smart Inj/AICB/A4I – Permite ao AccuLoad, através desta porta de comunicação, comunicar-se e controlar até
vinte e quatro sistemas de injeções aditivas inteligentes
• E+H Promass – Atribui um canal de comunicação a um Medidor E+H Promass Coriolis.
• Smith Meter Card Reader – Atribui um canal de comunicações ao painel de interface do leitor de cartão Smith Meter, permitindo
a passagem de dados de cartão para um computador hospedeiro
• Nedap Reader – Para conexão a um dispositivo de controle de acesso Nedap
• F.A. Sening – Ativa a interface à pressão de passagem de F.A. Sening.

O controle da porta de comunicação deve ser configurado corretamente para a função selecionada.

Aviso Fatal: As taxas de Transmissão abaixo de 9600 não são mais suportadas. (Elas permanecem na lista de seleção para compatibilidade
com versões anteriores).
Aviso Crítico: A impressão compartilhada só é possível na porta 1
Aviso Crítico: O endereço não deve ser zero.
Aviso Crítico: Um máximo de duas portas pode ser configurado para o controle do injetor.
Aviso Crítico: Um máximo de duas portas pode ser configurado para funções de impressora.
Aviso Crítico: Um máximo de duas portas pode ser configurado para interface com o hospedeiro.
Aviso Crítico: O Modbus requer dados de 8 bits.
Aviso Crítico: A função está em conflito com o Controle de Porta.
Observação: É possível programar várias portas de controle do hospedeiro para fins de redundância. Observe que apenas uma porta de
controle do hospedeiro deve emitir comandos de controle a qualquer tempo. Caberá ao sistema de automação evitar conflitos ao utilizar
esse recurso.

Sistema:Comunicaões:Configuração Índice: Porta serial Range: 1200 - [57600] - 115200


da Porta Serial:Taxa de Baud

Sistema 712

Descrição: Define a velocidade da porta de comunicação associada.

Seleções:
• 9600, 19200, 38400, [57600], ou 115200.

Página 119 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Sistema:Comunicações:Config Índice: Porta serial Range:


uração da Porta
Serial:Dados/Paridade

Sistema 713
Descrição: Este parâmetro define o número de bits de dados e a paridade utilizada por meio da porta de
comunicação associada. Salvo indicação em contrário, é usado um bit de parada.

Seleções:
• 7 bits No Parity
• 7 bits Odd Parity
• 7 bits Even Parity
• [8 bits No Parity]
• 8 bits Odd Parity
• 8 bits Even Parity
• 8 bits No Parity, 2 Stop bits

Aviso Crítico: O Modbus requer dados de 8 bits.

Sistema:Comunicações:Config Índice: Porta serial Range:


uração da Porta Serial:Controle

Sistema 714
Descrição: Este código de programa define o nível de controle dos comandos da porta de comunicação associada. Polling Only (Somente
Sondagem), Poll and Authorize (Sondar e Autorizar) e Remote Control (Controle Remoto) são válidos com as opções de comunicação do
hospedeiro. XON/XOFF é válido com opções de impressora.
Uma porta pode ter controle de transações. O padrão do fabricante é "Poll & Program" ("Sondar e Programar") As seleções são as
seguintes:
• N/A – Sem comunicações nesta porta.
• Polling Only – Nenhum controle de transação, controle de exibição ou programação permitida por esta porta. Capaz de ler valores de
código de programação e executar dados para a unidade.
• Poll & Authorize – Controle completo de programação/instrução. Controle de transação que requer autorização do hospedeiro.
Permite o uso de comandos de comunicação AccuLoad, como AU Authorize Transaction (Transação de Autorização AU) e AP Authorize
Transaction (Transação de Autorização AP) e Preset para autorização do hospedeiro. Projetado para terminais onde o controlador entra
no volume predefinido desejado após a autorização.
• Remote Control – Programação completa e controle de instrução. Controle de transação (também requer autorização do hospedeiro).
Permite o uso de SB - Set Batch (Definir Lote) para inserir o preset remotamente e EB para encerrar o lote remotamente. Isto é projetado
para operações de pré-despacho, onde o controlador possui entrada limitada durante o processo de carregamento e o preset é
controlada pelo hospedeiro.
• XON/XOFF – Somente para portas de impressora. Controle de vazão XON/XOFF.
• [Poll & Program] – Para utilização com portas AccuMate. Permite acesso completo ao programa, porém não afeta o controle de
transação (age como uma unidade autônoma).
• PTB-FX – Nível de segurança projetado para suportar a interface de impressora aprovada pela Agência de Pesos e Medidas PTB.
• PTB-LQ – Nível de segurança projetado para suportar a interface de impressora aprovada pela Agência de Pesos e Medidas PTB.

Aviso Crítico: Porta de comunicação não configurada para comunicações do hospedeiro.


Aviso Crítico: Porta de comunicação não configurada para a impressora

Sistema:Comunicações:Configuração Índice: Nenhum Range: [0] - 999 segundos


da Porta Serial:Tempo Limite

Sistema 715
Descrição: Esses códigos de três dígitos permitem que o operador especifique a quantidade de tempo, em segundos,
antes de abortar uma transferência de comunicações que foi suspensa. O alarme de comunicação será, então, definido.
Esta entrada também é utilizada para abortar uma impressão, se estiver aguardando uma impressora compartilhada em
um XON, a partir de uma impressora. Se o temporizador expirar enquanto aguarda uma impressora compartilhada, o
alarme da impressora compartilhada será configurado.
Se a porta estiver configurada para comunicação com o hospedeiro, o zero desativa o tempo limite de comunicação e o
alarme que a acompanha. Se a porta estiver configurada para uma impressora, o tempo limite não pode ser desativado.
Aviso Crítico: Nenhuma entrada, se a função correspondente for Not Used (Não Utilizada).
Aviso Crítico: Porta de comunicação não configurada para a impressora
Observação: Insira o tempo decorrido de falha de comunicação, em segundos, antes de sinalizar um alarme.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 120


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Sistema:Comunicações:Config Índice: Porta serial Range:


uração de Porta Serial:Interface
Serial
Descrição: Ajusta a porta serial para RS-232 ou RS-485

Seleções:
• [RS-232]
• RS-485

Sistema:Comunicações:Config Índice: Porta serial Range:


uração da Porta Serial:RS-485
Duplo
Descrição: Ajusta os modos das comunicações seriais com o RS-485.

Seleções:
• [Duplo Completo] - 4 fios
• Semi Duplo - 2 fios

Sistema:Comunicações:Configura Índice: Porta serial Range:


ção da Porta Serial:Resistores de
Terminação
Descrição: Ativa ou desativa os resistores de terminação no painel para portas seriais do RS-485

Seleções:
• [Disabled]
• Habilitado

8.2.7.6. Instruções
Sistema:Comunicações:Instruções: Índice: Nenhum
Modo de Instrução

Sistema 771

Descrição: Este código de programação seleciona quando as instruções serão exibidas.

Seleções:
• [Transaction Start]
• Standby

Sistema:Comunicações:Instruções: Índice: Nenhum Range: 0 - [2] - 5


Instruções Utilizadas
0 desativa esse recurso.
Sistema 772
Descrição: Define o número de instruções integradas para apresentar ao operador no início da sequência de tela de
configuração da transação. A(s) resposta(s) inserida(s) pelo operador são armazenadas pelo AccuLoad, como parte do
registro da transação, e podem ser impressas no Relatório de Transações e/ou recuperadas através de communications
(Comunicações).

Sistema:Comunicações:Instruções: Índice: Nenhum Range: 0 [30] - 99 segundos


Tempo Limite da Instrução

Sistema 773
Descrição: Este número de dois dígitos define a quantidade de tempo, em segundos, que uma instrução local
permanecerá exibida no AccuLoad, antes que a sequência de solicitação seja interrompida e o AccuLoad volte para a tela
Ready (Pronto). Se configurado para zero, o AccuLoad aguardará indefinidamente a entrada de dados em resposta a uma
instrução. O padrão do fabricante é "0".

Página 121 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Sistema:Comunicações:Instruções: Índice: Nenhum


Validação de Instrução

Sistema 774
Descrição: Seleciona como o AccuLoad valida (utilizando o banco de dados de controlador integrado) os dados inseridos
pelo operador em resposta a uma instrução. As opções 1 e 2 são utilizadas somente se nenhum leitor de cartão estiver
instalado no sistema. Se a Opção 3 for selecionada, um leitor de cartões deve estar no local porque, com essa opção, a
validação de ID é realizada utilizando os dados do cartão. Uma vez que os dados do cartão foram verificados, o PIN é
comparado com o PIN previamente definido para esse cartão na base de dados.

Seleções:
• [Nenhuma]
• ID
• ID & PIN
• PIN
Aviso Crítico: Seleção inválida ao utilizar o Leitor de Cartão (para as Opções 1 e 2 acima).
Aviso Crítico: Prompt Response Type (Tipo de Resposta Rápido) não pode ser alfanumérico para a entrada do PIN.
Aviso Crítico: A Validação do Cartão deve ser ativada em 761 para esta opção (para a Opção 3 acima).

Sistema:Comunicações:Instruções: Índice: Por Instrução, Máximo de 5 Range: Texto - Máximo de 28 caracteres


Mensagem de Instrução (Cinco)

Sistemas 775, 778, 781, 784, 787


Descrição: Define a mensagem exibida na tela para solicitar informações ao operador.

Sistema:Comunicações:Instruções: Índice: Por Instrução, Máximo de 5 Range:


Tipo de Entrada de Pulso (Cinco)

Sistemas 776, 779, 782, 785, 788


Descrição: Este parâmetro define se os dados numéricos ou alfanuméricos inseridos em resposta a uma instrução local
aparecerão na tela ou exibir Xs no lugar de dígitos, como um recurso de segurança.

Seleções:
• [Numeric] - mostrada na tela
• Hidden - numérica, X's mostrados na tela
• Alphanumeric

Sistema:Comunicações:Instruções: Índice: Por Instrução, Máximo de 5 Range: 0 - [9] - 25 caracteres


Comprimento da Instrução (Cinco)

Sistemas 777, 780, 783, 786, 789


Descrição: Define o comprimento máximo de uma resposta para uma instrução.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 122


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

8.2.8. 800 - Additive Directory (Diretório Adicional)

Menu Adicional (Comum) Injetores Controlados de Vazão (1-4)


• Number of Injectors • Injector Minimum Flow
(Número de Injetores) (Vazão Mínima do Injetor)
• Additive Selection Method • Injector Maximum Flow
(Método de Seleção de Adicionais) (Vazão Máxima do Injetor)
• Additive Pacing Units • Injector Flow Tolerance
(Unidade de Ritmo de Aditivo) (Tolerância de Vazão do Injetor)
• Additive Stop Option • Injector Second Trip Amount
(Opção de Parada Adicional) (Quantidade do Segundo Corte do Injetor)
• Additive Stop Amount • Injector Valve Type
(Tempo de Parada Adicional) (Tipo de Válvula do Injetor)
• Additive Stop Disable • Válvula Analógica Kp
(Parada Adicional Desativada)
• Válvula Analógica Ki
• Additive Stop Pump Action • Válvula Analógica Kd
(Ação de Parada da Bomba de Aditivo)
• Additive Injection Units • Analog Valve PID Interval
(Intervalo PID da Válvula Analógica)
(Unidades de Injeção Adicional)
• Additive Totals Units • Additive API Table
(Tabela API Adicional)
(Unidades de Totais de Aditivo)
• Additive Reference Density
• Inject to Totals Convert (Densidade de Referência Adicional)
(Conversão para Totais de Injeção)
• Clean Line Additive • Reference Density Units
(Unidades de Densidade de Referência)
(Limpar Aditivo de Linha)
• Piston Feedback Errors • Additive Shared Temperature Input
(Entrada de Temperatura Compartilhada Adicional)
(Erros de Retorno de Pistão)
• Piston Stop Action • Additive Maintenance Temperature
(Temperatura de Manutenção Adicional)
(Ação de Parada de Pistão)
• Additive High Temperature Alarm
• Alarm Pulse Count (Alarme de Alta Temperatura Adicional)
(Contagem de Pulso de Alarme)
• Alarm Pulse Time • Additive Low Temperature Alarm
(Alarme de Baixa Temperatura Adicional)
(Tempo de Pulso de Alarme)
• FC Inj Additive Totals • Injector Flow Timeout
(Tempo Limite de Vazão do Aditivo)
• (Totais de Aditivo de Injeção de FC)
• Injector Flow Rate Cutoff (Dual Pulse)
• FC Inj Channel Select (Corte de Taxa de Vazão do Aditivo (Pulso Duplo)
(Seleção de Canal de Injeção de FC)
• FC Inj Error Count
(Contagem de Erro de Injeção de FC)
• FC Inj Error Reset
(Redefinição de Erro de Injeção de FC)
• FC Inj Error Amount
(Quantidade de Erros de Injeção de FC)
• Injection Window Percentage
(Porcentagem de Janela de Injeção)

Menu de Configuração de Aditivo (1 - 24)


• Injector Tag (Etiqueta do Injetor)
• Injector Type (Tipo de Injetor)
• Injector Arm (Braço do Injetor)
• Injector Plumbing (Encanamento do Injetor)
• Injector Address (Endereço do Injetor)
• Injector K Factor (Fator K do Injetor)
• Injector Meter Factor
(Fator do Medidor do Injetor)
• Injector High Tolerance
(Alta Tolerância do Injetor)
• Injector Low Tolerance
(Baixa Tolerância do Injetor)
• Injector Maximum Tolerance Errors
(Erros de Tolerância Máxima do Injetor)

Página 123 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

8.2.8.1. Adicionais (comuns)


Sistemas:Adicionais:adicionais Índice: Nenhum Range: 0 - [24]
Comuns:Número de Injetores

Sistema 801
Descrição: O número total de injetores controlados por este AccuLoad

Sistema:Adicionais:adicionais Índice: Sistema


Comuns:Método de Seleção de
adicionais

Sistema 802
Descrição: Este parâmetro define como os injetores de aditivo serão selecionados para transmissão. Apenas os
adicionais programados para uma receita estarão disponíveis. A seleção de adicionais disponíveis pode ainda ser
limitada com um comando de Communications (comunicações) a partir de um sistema de automação.

Seleções:
• [Automatic] – Nenhuma seleção é necessária ou permitida ao pré-configurar. Todos os injetores que estão
programados, exceto aqueles desabilitados através de comunicações de automação, pulsarão automaticamente quando
a unidade estiver carregando
• Transaction – Seleção manual dos injetores no início da transação. No início de cada transação, o operador
será solicitado a selecionar os injetores desejados antes da pré-configuração
• Batch – Seleção manual dos injetores no início de cada lote. Ao iniciar cada lote, o operador será solicitado
a selecionar os injetores desejados antes da pré-configuração
• Standby Transaction
• Standby Batch

Sistema:Adicionais:Adicionais Índice: Sistema Range:


Comuns:Unidades de Ritmo de Aditivo Padrão: [IV]

Sistema 803

Descrição: Este código de programação seleciona o tipo de volume utilizado para regular os injetores adicionais.

Seleções:
• [Indicated volume (IV)]
• Gross volume (GV)
• GST volume (GST)
• GSV volume (GSV)
• Massa
Aviso Crítico: Unidades selecionadas não disponíveis.

Sistema:Adicionais:Adicionais Índice: Nenhum


Comuns:Opção de Parada Adicional

Sistema 804
Descrição: Este parâmetro define quando a injeção aditiva será interrompida para cada lote. Ele também determina se a
taxa será recalculada, de modo que a quantidade total de aditivo esperada para o volume de preset será entregue antes
que o contador decrescente atinja o volume no Sistema 805 - Additive Stop Amount (Tempo de Parada Adicional).

Seleções:
• [End of Batch] – O volume de parada é ignorado. O aditivo é transmitido até o encerramento do lote.
• No recalculation – O aditivo é entregue conforme descrito acima; contudo, as injeções são interrompidas apenas quando
o volume de parada permanece
• Recalculation – O volume de aditivo apropriado para todo o volume de preset é "espremido", de modo que a
quantidade de aditivo correta para preset seja transmitida quando o volume de parada for atingido.
Observação: Veja Sistema 806: Additive Stop Volume Disable (Volume de Parada de Adicionais Desativados) para os
adicionais individuais que são fornecidos no encerramento do lote.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 124


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Sistema:Adicionais:Adicionais Índice: Nenhum Range: [0] - 999


Comuns:Tempo de Parada Adicional

Sistema 805
Descrição: Esta entrada de quatro dígitos permite ao operador selecionar a quantidade de produto restante a ser transmitido quando
os injetores de aditivo forem desligados. Este código é utilizado apenas em conjunto com o as Opções do Injetor 1 e 2 do parâmetro
803. O range deste código é de 0 a 9999.

Observação: Veja Sistema 806: Additive Stop Volume Disable (Volume de Parada de Adicionais Desativados) para os adicionais individuais
que são fornecidos no encerramento do lote.

Sistema:Adicionais:Adicionais Índice: Sistema Range: 1 - 24


Comuns:Parada Adicional Desativada

Sistema 806
Descrição: Este parâmetro permite que a programação do volume de parada adicional seja ignorada para adicionais especificados.
Selecione os adicionais que NÃO serão interrompidos no volume de parada adicional, percorrendo a lista na tela AccuLoad.

Seleções:
• Additive 1 - 24
Os adicionais que ignorarão o volume de parada serão destacados e um ícone de "marca de seleção" aparecerá nesse adicional na lista.

Sistema:Adicionais:Adicionais Índice: Sistema Range:


Comuns:Ação de Parada da Bomba
Adicional

Sistema 807
Descrição: Este código de programação determina quando a bomba aditiva é desenergizada, enquanto uma Tempo
de Parada Adicional está configurada e ativa para o injetor associado.

Seleções:
• [End of Batch]
• When Stop Amount reached (após a última injeção ter sido concluída)
Se a opção Additive Stop Disable (Parada Adicional Desativada) estiver configurada para o injetor associado, esta opção
não tem efeito e a bomba permanecerá até o encerramento do lote (operação padrão).
Observação: Esta opção não pode ser garantida para fornecer os resultados desejados, quando utilizada com injetores
inteligentes que executam seu próprio
controle de bomba.
Sistema:Adicionais:Adicionais Índice: Nenhum Range: Texto - Máximo de 3 caracteres
Comuns:Unidades de Injeção Adicional

Sistema 811

Descrição: Este código permite a entrada de um identificador de três caracteres para as unidades de volume aditivas injetadas, como
cm3 ou oz. Estas são as unidades associadas ao volume Adicional programado por injeção no diretório da receita.

Sistema:Adicionais:Adicionais Índice: Nenhum Range: Texto - Máximo de 3 caracteres


Comuns:Unidades de Totais de
Adicional

Sistema 812

Descrição: Este código permite a entrada de um identificador de três caracteres para as unidades de volume aditivas injetadas, como
cm3 ou oz. Estas são as unidades associadas ao volume Adicional programado por injeção no diretório da receita.

Página 125 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Sistema:Adicionais:Adicionai Índice: Sistema Range: 0 - 9999999000


s Comuns:Fator de Conversão
de Injeção/Totalização

Sistema 813
Descrição: Essa entrada numérica de dez dígitos é utilizada para converter unidades de injeção em unidades totais.
O AccuLoad usa esta fórmula para a conversão:
Unidades de Volume no Injetor / Fator de Conversão = Unidades de Volume no Total
Exemplo: Se as unidades de injeção estiverem em cm3 e os totais do injetor tiverem de ser exibidos em litros, o valor seria
de 1000. (1.00 e+03).

Sistema:Adicionais:Adicionais Índice: Sistema Range: 0 - 999


Comuns:Limpar Aditivo de Linha
0 desativa o alarme
Sistema 814
Descrição: Define a tolerância para o volume de Parada Adicional. Se o lote terminar antes que o volume de parada
programado tenha sido completamente transmitido, esta entrada determina se um alarme ocorrerá. Um alarme ocorrerá
no encerramento do lote se o volume transmitido desde a última injeção for menor que o volume de parada em mais do
que essa entrada. Uma entrada 0 desativa o alarme.
Exemplo: Se as unidades de injeção estiverem em cm3 e os totais do injetor tiverem de ser exibidos em litros, o valor seria
de 1000. (1.00 e+03).
Sistema:Adicionais:Adicionais Índice: Sistema Range: 0 - 9
Comuns:Erros de Retorno do
Injetor de Pistão 0 desativa o alarme

Sistema 815
Descrição: Esta entrada numérica de um dígito é utilizada com injetores de pistão somente com retorno. Ela define o
número de sinais de retorno perdidos que podem ocorrer antes de um alarme de retorno de aditivo. Uma entrada 0
desativa o alarme.
Sistema:Adicionais:Adicionais Índice: Sistema Range:
Comuns:Ação de Parada do Injetor
de Pistão

Sistema 816
Descrição: Este parâmetro determina se as saídas do injetor de pistão ativo são desenergizadas, caso o lote tenha sido
interrompido prematuramente, através da interface do usuário, um alarme ou perda do permissivo. Isso não afeta o estado
da saída do solenoide do injetor de pistão no encerramento do lote ou ao final da transação.

Seleções:
• [No Action]
• De-energize

Sistema:Adicionais:Adicionais Índice: Sistema Range: 0 - 999


Comuns:Contagem de Pulso de
Alarme

Sistema 817
Descrição: Este parâmetro determina o limiar de pulsos de vazamento permitido sem um alarme. Este parâmetro é para
injetores medidos. Quando definido como 0, a contagem padrão vai até 10.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 126


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Sistema:adicionais:Adicionais Índice: Sistema Range: 0 - 999 minutos


Comuns:Tempo de Pulso de Alarme

Sistema 818
Descrição: Este parâmetro define a quantidade de tempo em minutos entre as reinicializações automáticas de Injector Alarm
Pulse Count (Contagem de Pulso de Alarme do Injetor). Quando definido como 0, a contagem não é redefinida.

Sistema:adicionais:adicionais Índice: Sistema Range: 0 - 999 segundos


Comuns:Incluir Totais Adicionais
de Injeção Controlada por Vazão

Sistema 835
Descrição: Devido às grandes porcentagens e quantidades transmitidas geralmente associadas a adicionais controlados
por vazão, esses medidores são, normalmente, transferência de custódia, de modo que podem ser segregados/relatados
independentemente do total combinado (produto
+ aditivo) geralmente relatado quando os adicionais são canalizados a jusante. Selecione se deve tratar especialmente
desse aditivo de controle de vazão e NÃO inclua o volume de aditivo no total do produto reportado. O padrão é incluir
volumes de aditivo nos totais reportados para o produto.

Seleções:
• [Include in Product]
• Not Included

Sistema:Adicionais:Adicionais Índice: Nenhum Range:


Comuns:Seleção de Canal de Injeção
Controlada por Taxa de Vazão

Sistema 836
Descrição: Seleciona entradas de pulso de canal únicas ou duplas para contadores de adicionais controlados por vazão.

Seleções:
• [Single Channel]
• Dual Channel
Observação: Se o tipo de entrada de pulso do medidor na Configuração 101 - Seleção do canal do transmissor
estiver programado para 0 - Canal único, esse código de programa também deve ser 0 - Canal único.

Sistema:Adicionais:Adicionais Índice: Nenhum Range: 0 - 999


Comuns:Contagem de Erro de
Injeção Controlada por Taxa de
Vazão

Sistema 837
Descrição: Define o número máximo de contagens de erros de pulso duplo permitidos antes de ocorrer um alarme de
erro de duplo pulso. A contagem é mantida separadamente para cada aditivo controlado por vazão e o alarme é gerado
somente se a contagem de erros para qualquer fluxo de pulso de um injetor exceder a contagem de erros programada
aqui. Uma entrada 0 desabilita o alarme.

Página 127 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Sistema:Adicionais:Adicionais Índice: Nenhum Range:


Comuns: Redefinição de Erro de
Pulso de Injeção Controlada por
Taxa de Vazão

Sistema 838
Descrição: Este código de programação define as condições sob as quais a contagem de erros de pulso duplo
será reiniciada para os adicionais controlados por vazão.

Seleções:
• [No Reset]
• Transaction End
• Power-Up
• Transaction & Power-Up

Sistema:Adicionais:Adicionais Índice: Nenhum Range:


Comuns:Quantidade de Erros de
Injeção Controlada por Taxa de
Vazão

Sistema 840
Descrição: Este código de programação determina se os pulsos de erro acumulados, após ocorrer um alarme de Segurança
de Pulso, são contados em direção à quantidade de aditivo controlada por vazão transmitida.
Observação: Selecione ‘0 – Count’ (Contar) para continuar a totalizar normalmente após esse alarme ocorrer; Selecione
'‘1 – Ignore’ (Ignore) para ignorar todos os pulsos após esse alarme ocorrer. Selecionar ‘1 – Ignore’ fará com que qualquer
volume ou massa que realmente flua através do medidor, a partir do ponto onde este alarme ocorre ao momento em que a
válvula está completamente fechada para ser ignorada. The AccuLoad irá ignorar quaisquer pulsos do medidor, até que a
causa do alarme seja resolvida.
Algumas agências de medição requerem esse comportamento.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 128


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

8.2.8.2. Menu de Configuração Adicional - Injetores 1 a 24

Sistema:Adicionais:Configuração Índice: Injetores 1 a 24 Range: Texto - Máximo de 10 caracteres


de Adicionais:Etiqueta do Injetor

Sistema 845
Descrição: Insira um nome para este injetor

Sistema:Adicionais:Configuração Índice: Injetores 1 a 24 Range:


de Adicionais: Injector Type
(Tipo de Injetor)

Sistema 846
Descrição: Esses códigos de programação definem o tipo de injetor de aditivo instalado naquela posição do injetor.
AccuLoad
suporta uma implementação mista de tipos de injetores de aditivo.

Seleções:
• N/A
• de Pistão
• Piston Feedback
• Titan
• Blend-Pak
• Mini-Pak
• Smith Smart Injector
• Metered Injector
• Add-Pak-AICB
• Shared Injector 1
• Shared Injector 2
• Shared Injector 3
• Shared Injector 4
• Flow Rate Controlled Injector
• Add-Pak 2-Stroke injector

Aviso Crítico: Entrada de pulso do injetor medido não configurada.


Aviso Crítico: A atribuição de E/S do injetor não corresponde ao tipo.
Aviso Crítico: Nenhuma porta de comunicação configurada para controle de adicionais inteligentes
Aviso Crítico: Nenhum endereço de injetor atribuído
Aviso Crítico: Apenas quatro injetores medidos podem ser configurados
Aviso Crítico: Canal do Add-Pak já atribuído como ponto de E/S auxiliar
Aviso Crítico: O aditivo 1 deve ser um tipo de injetor medido para configurar o Injetor Compartilhado 1
Aviso Crítico: Injetores Controlados por Taxa de Vazão limitados aos injetores 1 a 4
Aviso Crítico: Entrada de pulso do Injetor Controlado por Taxa de Vazão não configurada

Sistema:Adicionais:Configuração Índice: Injetores 1 a 24 Range: 1 - 6


de Adicionais:Braço de Aditivo

Sistema 847
Descrição: Essas entradas especificam o braço com o qual o inibidor de aditivo associado é utilizado.

Seleções:
• Arm 1 - Arm 6

Página 129 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Sistema:Adicionais:Configuração Índice: Injetores 1 a 24 Range:


de Adicionais:Encanamento
Adicional

Sistema 848
Descrição: Seleciona qual(is) execução(ões) de medidores em que este injetor está canalizado.

Seleções:
• Meter 1 - Meter 6
• Downstream (Nenhum)

Sistema:Adicionais:Configuração Índice: Injetores 1 a 24 Range: 0 - 999


de Adicionais:Endereço de Injetor
Adicional

Sistema 849
Descrição: Esta entrada numérica de três dígitos é utilizada com qualquer tipo de injetor inteligente. Ela define o
endereço de comunicações para o injetor associado. Quando mais de um injetor estiver instalado no AccuLoad, os
endereços do injetor devem ser exclusivos.
Aviso Crítico: Um endereço de injetor deve ser exclusivo.
Aviso Crítico: Se a placa A4I #1 estiver presente [determinada para ver se os Injetores 5 a 14 são Add-Pak],
então nenhum injetor pode ter endereço de 100 a 110.
Aviso Crítico: Se a placa A4I #2 estiver presente [determinada para ver se os Injetores 15 a 24 são Add-Pak], então
nenhum injetor pode ter endereço de 200 a 210.
Observação: Nenhuma entrada se o tipo correspondente não for um Injetor Inteligente (tipos Smith Meter, Titan, Gate City).
Observação: Nenhuma entrada se o injetor for de um tipo Add-Pak. Se o injetor for de um tipo Add-Pak, esta entrada será
definida automaticamente.

Sistema:Adicionais:Configuração Índice: Injetores 1 a 24 Range: [0,000] - 9999,999


de Adicionais:Fator K de Injetor
Medido

Sistema 850
Descrição: Esse valor de sete dígitos define o número nominal de pulsos de um medidor para uma unidade de registro.
Aviso Crítico: A entrada não deve ser zero.
Aviso Crítico: Entrada de pulso do injetor medido não configurada.

Sistema:Adicionais:Configuração Índice: Injetores 1 a 24 Range: [0,0000] - 9,9999


de Adicionais:Fator do Medidor
de Injetor Medido

Sistema 851
Descrição: O fator do medidor para os medidores de aditivo que estão sendo controlados diretamente pelo AccuLoad são
programados nesses parâmetros. Caso os adicionais estiverem sendo controlados por meio de equipamentos de
comunicação e auxiliares, nenhum valor deve ser programado para esses parâmetros. O fator do medidor é igual ao volume
real multiplicado pelo fator do medidor atual vezes o fator K, todos divididos pelos pulsos de entrada. O padrão do
fabricante é "0,0000".
Aviso Crítico: A entrada não deve ser zero.
Aviso Crítico: Insira o fator do medidor para o injetor medido.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 130


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Sistema:Adicionais:Configuração Índice: Injetores 1 a 24 Range: [0] - 999,9


de adicionais:(Altas) Tolerâncias
de Injetor Medido

Sistema 852
Descrição: Essas entradas numéricas de quatro dígitos definem uma porcentagem em três dígitos inteiros, seguidos por
uma casa decimal, para o valor que o volume injetado real possa superar o volume médio necessário para atender às
necessidades adicionais. O padrão do fabricante é "0".

Sistema:Adicionais:Configuraçã Índice: Injetor Range: [0] - 999,9


o de Adicionais:(Baixas)
Tolerâncias de Injetor Medido

Sistema 853
Descrição: Essas entradas numéricas de quatro dígitos definem uma porcentagem em três dígitos inteiros, seguidos por
uma casa decimal, para o valor que o volume injetado real possa estar abaixo do volume médio necessário para atender
às necessidades de aditivo. O padrão do fabricante é "0".

Sistema:Adicionais:Configuração de Índice: Injetor Range: [0] - 99


Adicionais:Erros de Tolerância
Máxima do Injetor Medido

Sistema 854
Descrição: Essas entradas numéricas de dois dígitos permitem ao operador configurar quantas vezes durante o lote as
porcentagens de tolerância alta e baixa podem ser excedidas continuamente antes de um alarme ser definido. O padrão do
fabricante é "0".

8.2.8.3. Injetor Controlado de Vazão 1 - 4


Sistema:Adicionais:Injetor Controlado Índice: Injetores 1 a 4 Range: 0 - 9999
por Vazão:Vazão
Mínima do Injetor

Sistema 881
Descrição: Esta entrada numérica de quatro dígitos define a taxa de vazão programada mais baixa para o aditivo. Esta
será a taxa de vazão do estágio final para o aditivo, quando a válvula é sinalizada para fechar na conclusão de uma
predefinição. O range desta entrada é de 0 a 9999 unidades por medida de tempo.

Sistema:Addtivos:Injetor Controlado Índice: Injetores 1 a 4 Range: 0 - 99999


por Vazão:Taxa de Vazão Máxima

Sistema 882
Descrição: Esta entrada numérica de quatro dígitos define a taxa de vazão máxima controlada para este aditivo durante
o carregamento. O range desta entrada é de 0 a 9999 unidades de vazão.
Exemplo: Taxa de Vazão Atual: Tolerância de Vazão de 130 GPM: ±5%
A taxa de vazão pode variar em ±6,5 GPM (130 GPM × 5% = 6,5 GPM, sem uma correção de válvula)

Observação: O aditivo não fluirá se a vazão máxima de aditivo for zero.

Página 131 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Sistema:Addtivos: Índice: Injetores 1 a 4 Range: 0 - 9


Injetor Controlado por
Vazão:Porcentagem de Tolerância
de Vazão

Sistema 883
Descrição: Esta entrada de um único dígito designa a porcentagem da taxa de vazão atualmente solicitada, em que a taxa
de vazão adicional pode variar antes do AccuLoad iniciar uma correção de válvula. O range desta entrada numérica de oito
dígitos é de 0 a 9%.

Sistema:Adicionais:Injetor Índice: Injetores 1 a 4 Range: 0 - 99,9


Controlado por Vazão:Valor do
Segundo Corte do Injetor

Sistema 884
Descrição: Esta entrada numérica de três dígitos define o valor de preset restante, em décimos, para este aditivo ao sinal
final de fechamento da válvula para o produto. O range desta entrada é de 0,0 a 99,9 unidades.

Sistema:Adicionais:Injetor Controlado Índice: Injetores 1 a 4 Range:


por Vazão:Tipo de Válvula Adicional do
Injetor

Sistema 885
Descrição: Esta entrada define o tipo de válvula a ser utilizada com este aditivo.

Seleções:
• [Digital]
• Analógico

Sistema:Adicionais:Injetor Índice: Injetores 1 a 4 Range: 0 - 999,999


Controlado por Vazão:Válvula
Analógica Kp (PID, Fator de Ganho
Proporcional)

Sistema 886
Descrição: Esta entrada de três dígitos é o fator de ganho proporcional de PID para o controle da válvula analógica.
O range deste parâmetro é de 0,000 a 999,999. Esta entrada somente é utilizada com válvulas analógicas

Sistema:Adicionais:Injetor Índice: Injetores 1 a 4 Range: 0 - 999,999


Controlado por Vazão:Válvula
Analógica Ki (PID, Fator de Ganho
Integral)

Sistema 887
Descrição: Esta entrada de três dígitos é o fator de ganho proporcional de PID para o controle da válvula analógica.
O range deste parâmetro é de 0,000 a 999,999. Esta entrada somente é utilizada com válvulas analógicas

Sistema:Adicionais:Injetor Índice: Injetores 1 a 4 Range: 0 - 999,999


Controlado por Vazão:Válvula
Analógica Kd (PID, Fator de Ganho
Derivativo)

Sistema 888
Descrição: Esta entrada de três dígitos é o fator de ganho derivativo de PID para o controle da válvula analógica.
O range deste parâmetro é de 0,000 a 999,999. Esta entrada somente é utilizada com válvulas analógicas

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 132


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Sistema:Adicionais:Injetor Índice: Injetores 1 a 4 Range: 0 - 9,9


Controlado por Vazão:Intervalo de
PID de Válvula Analógica)

Sistema 889
Descrição: Esta entrada define o intervalo de tempo, em segundos, entre os cálculos de PID. O range desta entrada é 0,0 a 9,9.

Sistema:Adicionais:Injetor Índice: Injetores 1 a 4 Range:


Controlado por Vazão:
Tabela API Adicional

Sistema 890
Descrição: Esta entrada permite que o operador selecione o cálculo adequado a ser utilizado para a temperatura
compensar o adicional. Este parâmetro se aplica somente quando o injetor estiver configurado como um injetor controlado
por taxa de vazão com compensação de temperatura.

Seleções:
• Nenhum
• API 2004 - crude oils
• API 2004 - refined products
• API 2004 - C tables special
• API 2004 - Lube Oils
• API E Tables - LPG, NGL
• API 1952 (6,23,24,53,54)
• PTB-1 - Ethanol/Bio Blend
• PTB-3 - Ethanol/Bio Blend
• EPA-RFS2 (E100)
• EPA-RFS2 (B100)
• Aromatizantes (ASTM D1555)
• Brazil ABNT5992 (RefDen)
• Brazil ABNT5992 (RefGrade)
• Brazil ABNT5992 (LiveDen)
• Brazil BR1A
• Brazil BR1P
• Brazil BR2P
• NH3 - Ammonia

Aviso Crítico: Esta tabela API não está disponível para injetores controlados por vazão.
[Tabelas da API com números ímpares, tabelas do Brasil e 24E]

Sistema:Adicionais:Injetor Índice: Injetores 1 a 4 Range: -9999,9 – +9999,9


Controlado por Vazão:Densidade
de Referência Adicional

Sistema 891
Descrição: Este código tem uma entrada constante de cinco dígitos com um ponto decimal flutuante. O formato é baseado na
tabela e na seleção de produtos. O formato do código do programa e a entrada de dados permitem a entrada programável da
Densidade de Referência quando for selecionada a Tabela 54, Densidade Relativa quando for selecionara a Tabela 24, API
quando for selecionada a Tabela 6 e o coeficiente de temperatura quando for selecionada uma Tabela C. Esta entrada
representa o valor de referência utilizado para calcular o fator de correção de volume. O alcance desse valor variará conforme
a seleção da tabela escolhida.
Observação: Quando a Tabela 6 for selecionada, o dígito principal será usado para mostrar a polaridade, + = positivo e - =
negativo.
Aviso Fatal: A entrada está fora do range especificado.

Página 133 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Sistema:Adicionais:Injetor Índice: Injetores 1 a 4 Range:


Controlado por Vazão:Unidades
de Densidade de Referência

Sistema 892
Descrição: Esta entrada permite ao operador indicar se um aditivo é para compartilhar uma sonda de temperatura já
assinalada em outro braço/medidor ou aditivo e selecionar uma sonda específica a ser compartilhada. Isso elimina ter que
configurar várias entradas analógicas para a temperatura.

Seleções:
• NA
• API
• Lb/Ft3 (Libras/Pés Cúbicos)
• Kg/M3 (Quilogramas/Metros Cúbicos)
• Relative Density

Sistema:Adicionais:Injetor Controlado Índice: Injetores 1 a 4 Range:


por Vazão:Entrada de Temperatura
Compartilhada Adicional

Sistema 893
Descrição: Esta entrada permite ao operador indicar se um aditivo é para compartilhar uma sonda de temperatura
já assinalada em outro braço/medidor ou aditivo e selecionar uma sonda específica a ser compartilhada. Isso elimina
ter que configurar várias entradas analógicas para a temperatura.

Seleções:
• Not Used
• Arm 1 Meter 1 – 6
• Arm 2 Meter 1 – 6
• Arm 3 Meter 1 – 6
• Arm 4 Meter 1 – 6
• Arm 5 Meter 1 – 6
• Arm 6 Meter 1 – 6
• Flow Rate Injector 1 – 4
Aviso Crítico: Sonda de temperatura já atribuída ao aditivo.

Sistema:Adicionais:Injetor Índice: Injetores 1 a 4 Range: -999,9 – +999,9


Controlado por Vazão:Temperatura
de Manutenção Adicional

Sistema 894
Descrição: Este código permite que a entrada de uma temperatura de manutenção seja utilizada quando uma sonda de
temperatura não está instalada ou funcionando, porém os cálculos relacionados à temperatura são desejados. As unidades
de temperatura dependem da entrada feita no
código de Seleção de Escala de Temperatura. Esta entrada de quatro dígitos tem um range de –999,9 a 999,9
unidades de temperatura, onde –999,9 desativa a temperatura de manutenção.
Observação: Uma entrada maior que –999,9 substituirá a entrada da sonda de temperatura ou do transdutor,
se for instalada, e será utilizada em todos os cálculos em que a temperatura for usada.
Observação: Esse recurso pode ser desativado em determinadas jurisdições de pesos e medidas.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 134


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Sistema:adicionais:Injetor Índice: Vazão dos Injetores 1 a 4 Range: -999,9 – +999,9


Controlado por Vazão:Limite de
Alarme de Alta Temperatura
Adicional

Sistema 895
Descrição: Este código permite a entrada de uma leitura de temperatura que gerará um alarme de alta temperatura.
As unidades de temperatura dependerão da entrada feita no código de Seleção de Escala de Temperatura. Esta entrada
de quatro dígitos tem um range de –999.9 a +999.9 graus Fahrenheit ou Celsius.
Observação: Uma entrada “+999” desativa o alarme.

Sistema:adicionais:Injetor Controlado Índice: Vazão dos Injetores 1 a Range: -999,9 – +999,9


por Vazão:Limite de Alarme de Baixa 4
Temperatura Adicional

Sistema 896
Descrição: Este código permite a entrada de uma leitura de temperatura que gerará um alarme de alta temperatura.
As unidades de temperatura dependerão da entrada feita no código de Seleção de Escala de Temperatura. Esta entrada
de quatro dígitos tem um range de –999.9 a +999.9 graus Fahrenheit ou Celsius.
Observação: “-999” desativará o alarme.

Sistema:adicionais:Injetor Controlado Índice: Vazão dos Injetores 1 a 4 Range: 0 - 9999


por Vazão:Tempo Limite de Vazão
Adicional

Sistema 897
Descrição: Este parâmetro determina a quantidade máxima de tempo, em segundos, permitida para atingir a taxa
desejada para um aditivo controlado por taxa de vazão antes de um alarme ser emitido. Se o fluxo desejado não for
alcançado antes que este tempo limite se expire, um alarme de aditivo baixo ocorrerá. Uma entrada zero desativa o
recurso.
Ajuda: Digite o tempo em segundos para alcançar a vazão desejada, antes de ocorrer um alarme. Zero desativa.

Sistema:adicionais:Injetor Controlado Índice: Vazão dos Injetores 1 a Range: 0 - 9999


por Vazão:Corte de Taxa 4

Sistema 898
Descrição: Este parâmetro define a taxa de vazão de aditivo abaixo da qual os erros de pulso duplo não são contados.
A entrada é de volume ou massa é baseada no Sistema 305 - Pulse In Type (Tipo de Pulso de Entrada).
O range desta entrada é 0-9999.
Este parâmetro não tem efeito se as entradas de pulso de aditivo controladas por vazão não estiverem configuradas para
transmissores de canal duplo no Sistema 836 - Flow Controlled Additive Channel Select (Seleção de Canal de Aditivo
Controlada por Vazão).

Página 135 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

8.2.8.4. Diretório de Segurança


Sistema:Segurança: Índice: Segurança Range: 0000 - 9999
Códigos de Acesso Nível 1 - 5
Descrição: Esses números de quatro dígitos permitem a entrada no programa do AccuLoad ou nos códigos de
programação de Pesos e Medidas. Os códigos de acesso devem ser inseridos através da interface de usuário do
AccuLoad IV, após o contato de segurança do Modo de Programação ter sido fechado (se o recurso opcional de entrada
do interruptor de segurança tiver sido programado e ligado a uma chave). Se este contato não tiver sido fechado, o
AccuLoad IV não permitirá a entrada no Modo de Programação. Uma vez que a segurança esteja configurada para os
parâmetros na unidade, o operador deve entrar no modo de programação ao nível atribuído aos parâmetros que devem ser
alterados. O range destas entradas é de 0 a 9999.

Aviso(s) Crítico(s):
• Códigos de acesso duplicados não são permitidos.
• Deve(m) estar no nível de segurança mais alto
• Um código de acesso de Nível 5, no mínimo, deve ser inserido para utilizar esse recurso.
Observação(ões):
• Um código de acesso de Nível 5, no mínimo, deve ser inserido para utilizar esse recurso.
• O operador deve entrar no Modo de Programação no nível de segurança programado mais alto para obter acesso a esses
códigos.

Sistema:Segurança:Senha de Índice: Segurança Range: 0 (nenhum) - 43


Segurança de Nível 1 do Sistema

Sistema 190
Descrição: Digite o código de acesso desejado para este nível de segurança.

Sistema:Segurança:Senha de Índice: Segurança Range: 0 (nenhum) - 43


Segurança de Nível 2 do Sistema

Sistema 191
Descrição: Digite o código de acesso desejado para este nível de segurança.

Sistema:Segurança:Senha de Índice: Segurança Range: 0 (nenhum) - 43


Segurança de Nível 3 do Sistema

Sistema 192
Descrição: Digite o código de acesso desejado para este nível de segurança.

Sistema:Segurança:Senha de Índice: Segurança Range: 0 (nenhum) - 43


Segurança de Nível 4 do Sistema

Sistema 193
Descrição: Digite o código de acesso desejado para este nível de segurança.

Sistema:Segurança:Senha de Índice: Segurança Range: 0 (nenhum) - 43


Segurança de Nível 5 do Sistema

Sistema 194
Descrição: Digite o código de acesso desejado para este nível de segurança.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 136


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Sistema:Segurança: Índice: Nenhum Range: 1 - 43


Entrada de Segurança 1

Sistema 195
Descrição: Selecione a entrada digital a ser utilizada para a função Security Input #1 (Entrada de Segurança N.º 1).

Seleções:
• No Security Input
• Digital Input 1 - 43

Sistema:Segurança: Índice: Nenhum Range: 1 - 43


Entrada de Segurança 2

Sistema 196
Descrição: Selecione a entrada digital a ser utilizada para a função Security Input #2 (Entrada de Segurança N.º 1).

Seleções:
• No Security Input
• Digital Input 1 - 43

Sistema:Segurança:Nível 1 de Índice: Nenhum Range: 1 - 5


Entrada de Segurança

Sistema 197
Descrição: Esta entrada seleciona o nível de segurança associado à Entrada de Segurança N.º 1. O acesso até este nível
estará disponível com a ativação desta entrada (e uma senha, se configurada).

Seleções:
• No Security
• Security Level 1 - 5

Sistema:Segurança:Nível 2 de Índice: Nenhum Range: 1 - 5


Entrada de Segurança

Sistema 198
Descrição: Esta entrada seleciona o nível de segurança associado à Entrada de Segurança N.º 2. O acesso até este nível
estará disponível com a ativação desta entrada (e uma senha, se configurada).

Seleções:
• No Security
• Security Level 1 - 5

Sistema:Segurança:Nível de Índice: Nenhum Range: 1 - 5


Segurança de Diagnósticos

Sistema 199
Descrição: Esta entrada seleciona o nível de segurança necessário para entrar no menu de diagnósticos.

Seleções:
• No Security
• Security Level 1 - 5

Sistema:Segurança:Definir Parâmetro Índice: Nenhum Range: 1 - 5


de Segurança
Descrição: Utilizado para definir a segurança de todos os parâmetros de base de dados de configuração para o nível
especificado

Página 137 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

8.3. Diretórios de Compartimento

8.3.1. Compartimentos 1-2

• Bay Permissive 1 Sense (Sentido de Permissivo do Compartimento 1)


• Bay Permissive 1 Message (Mensagem de Permissivo do Compartimento 1)
• Bay Permissive 1 Restart (Reinício de Permissivo do Compartimento 1)
• Bay Permissive 2 Sense (Sentido de Permissivo do Compartimento 1)
• Bay Permissive 2 Message (Mensagem de Permissivo do Compartimento 1)
• Bay Permissive 2 Restart (Reinício de Permissivo do Compartimento 1)
• Bay ID (ID do Compartimento)
• Report Select (Seleção de Relatório)
• Summary Report Print Time (Tempo de Impressão do Relatório de Resumo)
• Summary Report Interval (Intervalo do Relatório de Resumo)
• Report Totals Resolution (Relatório de Resolução de Totais)
• Report Pages (Relatório de Páginas)
• Report HM Class (Relatório de Classe HM)
Compartimentos:Sentido de Índice: Compartimentos 1 e 2 Range: 1 - 2
Permissivo do Compartimento 1
Compartimentos: 101, 104
Descrição: Ativa e define as condições sob as quais um permissivo de compartimento deve estar presente para que as
operações de carregamento sejam permitidas. As permissões de compartimento afetam todos os braços atualmente
atribuídos (ou posicionados, no caso swing arms) àquele compartimento

Seleções:
• [N/A] - O permissivo está desativado
• Transaction Start - A entrada permissiva apenas é verificada imediatamente após a autorização
• Continuous - A entrada permissiva deve ser assegurada continuamente durante o lote
• Start Pressed - A entrada permissiva deve ser assegurada sempre que a vazão for iniciada Batch Start -
A entrada permissiva deve ser assegurada para iniciar um lote

Compartimentos:Mensagens de Índice: Compartimentos 1 e 2 Range: 1 - 2


Permissivo do Compartimento 28 caracteres no máximo

Compartimentos 102, 105


Descrição: Essas mensagens alfanuméricas de 28 caracteres serão exibidas se uma entrada de sentido permissivo,
correspondente à mensagem, for definida, porém, não estiver presente quando esperada. A entrada de dados permite o
máximo de 28 caracteres.

Compartimentos:Reinício de Índice: Compartimentos 1 e 2 Range: 1 - 2


Permissivo do Compartimento

Compartimentos 103, 106


Descrição: Estes parâmetros determinarão como um reinício é mediado, após um permissivo ter sido perdido e depois
restaurado.

Seleções:
• Manual – O botão Start (Iniciar) deve estar pressionado para restauração
• Automatic (Automático) – O fluxo será iniciado assim que o sinal permissivo for restaurado.

Compartimentos:ID do Índice: Compartimentos 1 e 2 Range: Texto - Máximo de 28 caracteres


Compartimento

Compartimento 111
Descrição: Esta entrada permite que o operador insira ou edite uma identificação de compartimento com 28
caracteres. O ID é utilizado em relatórios padrão e está disponível para relatórios configuráveis.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 138


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

8.3.2. Comunicações
Compartimentos:Seleção de Índice: Compartimentos 1 e 2 Range:
Relatórios

Compartimento 701
Descrição: Este código de programação define qual relatório de entrega será impresso na conclusão de uma transação no
compartimento, se uma função de impressora for atribuída a uma ou mais portas de comunicações. O mesmo relatório será
impresso em cada porta, se várias delas estiverem configuradas para opções de impressora.

Seleções:
• Default
• User Config 1
• User Config 2

Compartimentos:Tempo de Índice: Compartimentos 1 e 2 Range: Texto - Máximo de 6 caracteres


Impressão do Relatório de Resumo

Compartimento 702
Descrição: Esta entrada define a hora inicial, na qual o AccuLoad gerará o relatório de resumo para o compartimento.
Este relatório resume todos os dados da transação no compartimento para o intervalo definido no parâmetro Summary
Report Interval (Intervalo de Relatório de Resumo).

Compartimentos:Intervalo do Índice: Compartimentos 1 e 2 Range: 0 - 999


Relatório de Resumo

Compartimento 703
Descrição: Esta entrada define o intervalo de tempo abrangido pelo Relatório de Resumo (Summary Report). Usado em
conjunto com Summary Report Print Time (Tempo de Impressão do Relatório de Resumo), um novo relatório é gerado no
intervalo especificado neste código de programação. O range desta entrada é de 0 – 999 horas. Se definido como zero, o
relatório de resumo está desativado.

Compartimentos:Relatório de Índice: Compartimentos 1 e 2


Resolução de Totais

Compartimento 704
Descrição: Esta entrada seleciona a resolução de quantidade para imprimir em relatórios padrão. Há três opções disponíveis.

Seleções:
• Whole
• 10ths
• 100ths

Compartimentos:Relatório de Índice: Compartimentos 1 e 2


Páginas

Compartimento 705
Descrição: Esta entrada seleciona quais páginas serão impressas em relatórios. Há quatro opções disponíveis.

Seleções:
• Batch and Transaction
• Batch Only
• Transaction Only
• No Report

Página 139 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Compartimento:Relatório Índice: Compartimentos 1 e 2 Range: 1 - 6


de Classe HM

Compartimento 706
Descrição: Esta entrada permite que o operador selecione a Classificação de Materiais Perigosos (HM) do produto que será
impressa on the summary page of the report.

Seleções:
• Arm 1 - 6

8.4. Diretórios de Braços

Arm 1-6

• 100 - General Purpose (Objetivo Geral)


• 200 - Flow Control (Controle de Vazão)
• 300 - Volume Accuracy (Precisão de Volume)
• 700 - Communications (Comunicações)
• Diretórios de medidor para este braço
• Diretórios de produto para este braço

8.4.1. 100 - General Purpose Directory (Diretório de Objetivo Geral)


Braços:Objetivo Geral:Sentido do Índice: Permissivo do Braço Range:
Permissivo (1-2)

Braços 101, 104


Descrição: Define os estados quando as entradas do permissivo são necessárias para permitir operações de carregamento.

Seleções:
• N/A
• Transaction Start (Início da Transação) – Permissivo verificado apenas imediatamente após a autorização
• Continuous – A entrada do permissivo deve ser continuamente atendida durante o lote
• Start Pressed – A entrada do permissivo deve ser atendida sempre que a vazão for iniciada
• Batch Start – A entrada do permissivo deve ser atendida para iniciar um lote

Braços:Objetivo Geral:Mensagem Índice: Permissivo do Braço Range: Texto - 28 Caracteres


do Permissivo (1-2)

Braços 102, 105


Descrição: Mensagens exibidas se a entrada do permissivo, correspondente à mensagem, está definida, mas não presente
quando esperada.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 140


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Braços:Objetivo Geral:Reinício do Índice: Permissivo do Braço Range:


Permissivo (1-2)

Braços 103, 106


Descrição: Determina como um reinício é efetuado, após um permissivo ter sido perdido e depois restaurado.

Seleções:
• Manual (Manual) – O botão Start deve ser pressionado para reiniciar a vazão
• Automatic (Automático) – O fluxo será iniciado assim que o sinal permissivo for restaurado

Braços:Objetivo Geral:ID de Braço de Índice: Braço Range: Texto - 28 Caracteres


Carga

Braços 111

Descrição: Utilizado para identificar a posição de carga. Está incluído na tela do AccuLoad no modo Ready (Pronto). O ID do
braço de carga
também podem ser incluídos no relatório de transmissão.
Braço: Objetivo Geral: Mensagem Índice: Braço Range: Texto - 28 Caracteres
Pronta do Braço de Carga

Braços 112
Descrição: Insere a mensagem a ser exibida para o braço quando este está ocioso (na tela Ready - Pronto).

Braços:Objetivo Geral:Atribuição Índice: Braço Range:


de Compartimento

Braços 113
Descrição: Permite que o operador atribua um braço de carga a um compartimento.

Seleções:
• Independent
• Bay A
• Bay B
• Swing Arm

Braços: Objetivo Geral: Índice: Braço Range:


Preset Ilimitado

Braços 116
Descrição: Permite um método alternativo de transmissão de produtos para aplicações especializadas, onde o objetivo é
combinar continuamente dois ou mais produtos. Este recurso também pode ser utilizado em situações nas quais um fluxo
do produto principal não está sob o controle do AccuLoad, todavia os produtos componentes que estão sendo combinados
com o produto principal SÃO controlados pelo AccuLoad (mistura de Wild Stream).
Quando configuradas para um preset ilimitado com um medidor de Wild Stream, as taxas de vazão desejadas não serão
baseadas em uma taxa programada de alta vazão ou uma taxa de início de baixa vazão. Em vez disso, a taxa de vazão
desejada para os produtos controlados será baseada na taxa de vazão de Wild Stream O AccuLoad tentará ajustar as
taxas de vazão dos produtos controlados para produzir a proporção de mistura programada.
Se os produtos forem controlados (sem medidor de Wild Stream), as taxas de vazão desejadas serão baseadas em uma
taxa programada de alta vazão ou uma taxa de baixa vazão. Nesta configuração, a alta taxa de vazão não será excedida.

Seleções:
• Não
• Sim

Página 141 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Sistema:Objetivo Geral:Tempo de Índice: Braço Range: 0 - 999 horas


Reinicialização de Transação
Braços 117 0 para desativar
Descrição: O período de tempo entre a reinicialização automática da transação atual no modo Unlimited Preset (Preset Ilimitado).
A transação atual será encerrada e uma nova transação será iniciada quando o período se expirar. Ela apenas afeta e somente está
disponível com os braços configurados para Preset Ilimitado.

Sistema:Objetivo Geral:Hora de Início da Índice: Braço Range: 0 - 23


Reinicialização de Transação
Braços 118
Descrição: Especifica a hora do dia em que o período de reinicialização da transação se inicia.

8.4.2. 200 - Arm Flow Control Directory (Diretório de Controle de Vazão do Braço)
• Low Flow Start Rate • Clean Line Blend (Limpar Mistura de Linha)
(Taxa de Início da Vazão Baixa) • Ratio Factor Adjust (Ajuste de Fator de Proporção)
• Low Flow Start Amount • Ratio Factor Time (Tempo de Fator de Proporção)
(Quantidade de Início da Vazão Baixa)
• Posição de Válvula de Bloqueio
• Low Flow Start Percentage • Valve Close Delay (Atraso no Fechamento da Válvula)
(Porcentagem de Início da Vazão Baixa)
• Additive Stop Amount (Tempo de Parada Adicional)
• Low Flow Start Condition
(Condição de Início da Vazão Baixa) • Additive (During) Low Flow Start (Início de Vazão
• High Flow Rate • Baixa de Aditivo/Aditivo Durante Início de Vazão Baixa)
(Taxa de Vazão Alta)
• 2nd High Flow Rate
(2ª Taxa de Vazão Alta)
• 1st/2nd High Flow
(1ª/2ª Vazão Alta)
• 1st/2nd High Flow Preset
(1º/2º Preset de Vazão Alta)
• Start/Stop Delay (Iniciar/Interromper Atraso)
• Overrun Alarm Limit
(Limite de Alarme de Sobrecarga)
• Zero Flow Timer
(Temporizador de Vazão Zero)
• Valve Delay to Open
(Atraso da Válvula para Abrir)
• Pump Delay to Off
(Atraso da Bomba para Desligar)
• Valve Fault Timeout
(Tempo Limite de Defeito na Válvula)
• Clean Line Amount
(Limpar Quantidade de Linha)
• Alarme de Linha Eliminada
• Clean Line Alarm Limit
(Limpar Limite de Alarme de Linha)

Braços:Controle de Vazão: Índice: Braço Range: 0,0 - 9999,9


Taxa de Início da Vazão Baixa
Braços 201
Descrição: Designa a taxa de vazão utilizada durante o início da vazão baixa, isto é, para o volume do produto definido pelo volume de
início da vazão baixa ou por parâmetros de porcentagem de início de vazão baixa.
Aviso Crítico: A taxa de início da vazão baixa não pode ser inferior à taxa de vazão mínima (verifique todos os produtos configurados).

Braços:Controle de Vazão:Quantidade Índice: Braço Range: 0,0 - 9999,9


de Início da Vazão Baixa
Braços 202
Descrição: Define a quantidade de produto a ser transmitida na taxa de início da vazão baixa. Se tanto a quantidade de vazão baixa
como a porcentagem de início de vazão baixa forem definidas, a maior das duas será utilizada para o início da vazão baixa.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 142


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Braços:Controle de Índice: Braço Range: 0 - 99


Vazão:Porcentagem de Início da Vazão
Baixa
Braços 203
Descrição: Define a porcentagem do volume de preset a ser transmitido durante o início de vazão baixa. Se tanto a quantidade de vazão
baixa como a porcentagem de início de vazão baixa forem definidas, a maior das duas será utilizada para o início da vazão baixa.

Braços:Controle de Vazão: Low Flow Índice: Braço Range:


Start Condition
(Condição de Início da Vazão Baixa)
Braços 204
Descrição: Seleciona se o início da baixa vazão deve ser realizado apenas no início de uma transmissão ou toda vez que o
fluxo se iniciar.

Seleções:
• Always
• Start of batch

Braços:Controle de Vazão:Taxa de Índice: Braço Range: 1 - 99999


Vazão Alta
Descrição: Para os braços de composição de proporção, esta taxa será dividida entre os produtos transmitidos, de acordo
Braços 205
com as porcentagens atribuídas na receita selecionada para carregamento. Para outros tipos de braço, a taxa de vazão
alta é definida"00000"
Observação: por produto.
não permitirá que a válvula se abra.
Observação: Este parâmetro é utilizado somente para mistura de proporção.

Braços:Controle de Vazão:2ª Taxa Índice: Braço Range: 0 - 99999


de Vazão Alta
Braços 206
Descrição: Para braços de composição de proporção, define uma segunda taxa de vazão alta, que pode ser selecionada
por uma entrada digital. Normalmente, essa taxa de vazão seria selecionada para caminhões menores.
Observação: Este parâmetro é utilizado somente para mistura de proporção.

Braços:Controle de Vazão:1ª/2ª Índice: Braço Range:


Vazão Alta
Braços 207
Descrição:
Seleciona quando a entrada de 1ª/2ª Vazão Alta é monitorada da seguinte maneira:

Se Batch Start (Início do Lote) for selecionado, a taxa alta de vazão utilizada para a transmissão será baseada no
estado da entrada no início do lote e as mudanças subseqüentes na entrada serão ignoradas. .
Se a opção Dynamic (Dinâmica) for utilizada, o AccuLoad ajustará continuamente a taxa de vazão alta, com base no estado
desta entrada durante a parcela de vazão alta do lote. Se o lote já tiver atingido o 1º corte, a taxa de vazão só será reduzida
por uma alteração no estado da entrada digital da 1ª/2ª Vazão Alta.
• Batch Start
• Dynamic

Braços:Controle de Vazão:Preset de Índice: Braço Range: [0] – 999999


Primeira/Segunda Taxa de Vazão Desativar: 0
Alta

Braços 208

Página 143 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Descrição: Os valores predefinidos acima deste valor serão fornecidos na primeira (ou padrão) taxa de vazão alta programada. Presets
menores do que esta quantidade serão transmitidos na segunda vazão alta (como se a segunda entrada do interruptor de vazão alta
tivesse sido ativada). Qualquer lote com um valor de preset inferior ou igual a esta entrada utilizará as taxas programadas no Produto 203
– Second High Flow Rate (Segunda Taxa de Vazão Alta) e Braço de Carga 206 – Second High Flow Rate (Segunda Taxa de Vazão Alta)
no lugar das taxas programadas no Produto 202 – High Flow Rate (Taxa de Alta Vazão) e Braço de Carga 205 – High Flow Rate Vazão
(Taxa de Alta Vazão). Este código de programação não requer nem impede o uso de um primeiro/segundo interruptor de vazão alta.
A segunda taxa de vazão alta será utilizada se o segundo interruptor de vazão alta estiver ativo ou a quantidade de preset for igu al ou
inferior ao valor nesta entrada. Uma entrada 0 desativa o recurso. O range desta entrada é em unidades.
Observação: Os valores elevados da taxa de vazão do braço de carga se aplicam somente aos braços de composição de proporção.

Braços:Controle de Vazão:Atraso de Índice: Braço Range: 0 - 999 segundos


Parada de inicialização

Braços 211

Descrição: Define o atraso do número de segundos antes de permitir que a vazão seja reiniciada após a vazão ter sido interrompida durante
um lote.

Braços:Controle de Vazão:Limite de Índice: Braço Range: 0 - 99 unidades transmitidas


Alarme de Sobrecarga

Braços 212

Descrição: Define o limite de alarme para o produto transmitido em excesso do valor de preset.

Braços:Controle de Vazão:Temporizador Índice: Braço Range: 0 - 99,9 segundos


de Vazão Zero Desativar: 0

Braços 213
Descrição: Define o limite do alarme para a quantidade de tempo que o AccuLoad aguardará a entrada de vazão, após a abertura da
válvula de controle de vazão. Uma vez que este alarme ocorre, a válvula de controle de vazão será comandada fechada. O alarme deve
ser limpo antes de tentar reiniciar a vazão.

Braços:Controle de Vazão:Atraso da Índice: Braço Range: 0 - 99 segundos


Válvula para Abrir

Braços 214

Descrição: Define a quantidade de tempo entre assegurar o sinal de controle da bomba e abrir a válvula de controle de vazão. Isso
pode ser utilizado para permitir que a bomba pressurize a linha, proporcionando uma melhor resposta da válvula.

Braços:Controle de Vazão:Atraso da Índice: Braço Range: [0] - 99 segundos


Bomba para Desligar

Braços 215

Descrição: Define um atraso de tempo entre a parada de vazão e a desativação do sinal de controle da bomba. Após uma parada
normal ou solicitada pelo operador, a saída da bomba permanecerá ativa devido a este atraso, antes de desligar. O desligamento do
alarme não será atrasado; a saída da bomba será desligada imediatamente.

Braços:Controle de Vazão:Tempo Limite Índice: Braço Range: [0] - 99 segundos


de Defeito na Válvula Desativar: 0

Braços 216

Descrição: Define o limite do alarme durante a quantidade de tempo que o AccuLoad ignorará a vazão depois de a válvula ter sido
ordenada para fechar. Se o fluxo persistir além desse tempo, ocorrerá um alarme de "defeito na válvula".

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 144


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Braços:Controle de Vazão:Quantidade Índice: Braço Range: [0] - 99 unidades de entrega


de Defeito na Válvula Desativar: 0

Braços 217

Descrição: Define o limite do alarme para a quantidade de vazão que o AccuLoad ignorará, depois de a válvula ter sido ordenada para fechar. Se a
vazão exceder essa quantidade, ocorrerá um alarme de "defeito na válvula".

Braços:Controle de Vazão:Quantidade de Índice: Braço Range: [0] - 999 unidades de entrega


linha eliminada

Braços 221

Descrição: Especifica a quantidade de produto de descarga de linha eliminada a ser transmitida para preencher o tubo/braço de carga ao final de cada
lote. Este valor é determinado calculando a quantidade de produto para preencher o tubo/braço de carga da(s) válvula(s) de controle até o final do braço de
carga.

Controle de Vazão: Alarme de Linha Eliminada Índice: Braço Range: 1 - 6


Padrão: Produto 1
Braços 222

Descrição: Seleciona o produto que será utilizado como produto da linha eliminada. O produto da linha eliminada será transmitido no encerramento de cada
lote, se o produto designado fizer parte da receita que está sendo transmitida ou não. O objetivo é ter a linha embalada com o produto da linha eliminada ao
final de uma transmissão.

Aviso Crítico: O produto da linha eliminada deve ser o Produto 1 (Product 1) quando configurado para mistura de fluxo lateral.

Controle de Vazão: Clean Line Alarm Limit Índice: Braço Range: 0 - 99 unidades de entrega
(Limpar Limite de Alarme de Linha)

Braços 223
Descrição: Define o limite de alarme para o número de unidades de transmissão no qual a quantidade da linha eliminada pode ficar aquém da
programada, antes de causar um alarme. Por exemplo, se a quantidade de linha eliminada for ajustada para 100 galões e o limite máximo de alarme da
linha eliminada estiver programado para 5 galões, a quantidade da linha eliminada poderá variar entre 95 galões e 100 galões, sem causar um alarme.

Braços:Controle de Vazão:Ajuste de Índice: Braço Range:


Mistura de linha eliminada

Braços 224
Descrição: Quando um produto da linha eliminada for utilizado, ele será a primeira parcela da próxima transmissão, o que pode fazer com que a mistura
esteja, inicialmente, fora de tolerância. Se este parâmetro estiver habilitado, a válvula de controle para o produto da linha eliminada não será aberta no início
do lote, para reduzir o tempo de correção da mistura.

Seleções:
• Não
• Sim
Observação: Se aplica somente à mistura de proporção dos braços.

Braços:Controle de Vazão:Ajuste de Índice: Braço Range: 0,1 - 99,9


Fator de Proporção Padrão: 0,0

Braços 231

Página 145 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Descrição: Define o fator de ajuste de proporção utilizado para ajustar a resposta das válvulas de mistura, de modo a ajudar a manter
a proporção de mistura programada durante o carregamento. Este fator é utilizado para ampliar a diferença entre a proporção de
mistura programada e a da mistura atual, de modo que a proporção programada possa ser alcançada mais rapidamente.

Braços:Controle de Vazão:Tempo de Índice: Braço Range: 01 - [10] - 99 segundos


Fator de Proporção

Braços 232

Descrição: Define o tempo, em segundos, entre os cálculos de taxa de vazão, com base nas proporções de mistura programadas e atuais.
Se isso resultar em uma taxa de vazão desejada fora da tolerância taxa atual, as válvulas de controle serão ajustadas. Esse valor deve ser
determinado com base nas condições hidráulicas que existem para o sistema.

Braços:Controle de Vazão: Posição Índice: Braço Range: [0] - 3


de Válvula de Bloqueio Padrão: 0

Braços 233

Descrição: Para os braços de mistura seqüenciais, esta entrada seleciona a posição da válvula de bloqueio ao final de uma transação e
quando o botão STOP (PARAR) for pressionado. A válvula pode ser deixada aberta (para alívio da expansão térmica) ou fechada. Este
código se aplica apenas a válvulas operadas por motor elétrico.

Seleções:
• 0 - A válvula é fechada quando o botão STOP (PARAR) é pressionado e ao final da transação
• 1 - A válvula é fechada quando o botão STOP (PARAR) é pressionado e fechado ao final da transação
• 2 - A válvula é fechada quando o botão STOP (PARAR) é pressionado e aberto ao final da transação
• 3 - A válvula é aberta quando o botão STOP (PARAR) é pressionado e aberto ao final da transação

Observação: Aplica-se somente à mistura sequencial.

Braços:Controle de Vazão:Atraso no Índice: Braço Range: 0 - 999 segundos


Fechamento da Válvula

Braços 234

Descrição: Para braços de descarga. Este parâmetro determina a quantidade de tempo, em segundos, na qual a válvula permanecerá
aberta depois de a entrada do interruptor de parada ter sido desativada. Isso evita que a válvula se feche durante o período em que a
bomba de engrenagem puder ser engatada.

Braços:Controle de Vazão:Tempo de Índice: Braço Range: [0] - 9999


Parada Adicional

Braços 241

Descrição: Este código de programação permite especificar uma Tempo de Parada Adicional característica do braço (em unidades de
transmissão). Se um valor diferente de zero estiver programado tanto aqui como no Sistema 805 – Additive Stop Amount, este valor
substituirá o valor do sistema.
Ajuda: Insira a quantidade de preset do braço de carga a ser transmitida antes do desligamento do injetor (no tipo de preset)

Braços:Controle de Vazão: Início de Índice: Braço Range:


Vazão Baixa Adicional

Braços 242

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 146


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Descrição: Este código de programação determina quando o ritmo adicional se inicia.

Seleções:
• Batch Start - O ritmo adicional começa imediatamente no início do lote
• After Low Flow - O ritmo adicional começa após o volume de início da Vazão Baixa ter sido transmitido

Esta opção permite um atraso entre a inicialização da bomba de aditivo e a primeira injeção, para garantir que a pressão suficiente
no sistema aditivo tenha sido estabelecida.

Aviso Crítico: A condição de início de vazão baixa deve ser “Batch Start” (“Início do Lote”).
Observação: O recurso não está disponível para adicionais controlados por vazão.

8.4.3. 300 - Volume Accuracy Directory (Diretório de Precisão de Volume)

Braços:Precisão de Volume:Tolerância Índice: Braço Range: 0,0 % - 9,9 % [1,0]


de Mistura (Porcentagem)

Braços 301

Descrição: Define o limite de alarme para erro de mistura como uma porcentagem do lote total. Se a quantidade transmitida de cada
produto estiver mais ou menos dentro da porcentagem de mistura da transmissão total, nenhum alarme de mistura ocorrerá.
Por exemplo, suponha uma tolerância de mistura de 2%, um preset de 1000 galões e uma receita composta por quatro produtos, cada um
constituindo 25% (250 gal) do total. Se 1000 libras forem transmitidas, a tolerância da mistura será de 20 galões (2% de 1000 galões). Se
algum produto for transmitido a menos de 230 galões (250 – 20), um alarme de mistura baixa será definido. Se algum produto for
transmitido a mais de 270 galões (250 + 20), um alarme de mistura alta será definido. (Isso é verdadeiro somente se todos os 1000 galões
forem transmitidos.)

Observação: Uma entrada zero de tolerância de mistura não permite tolerância, fazendo com que ocorra um alarme, a menos que todos os
componentes sejam exatamente transmitidos.

Braços:Precisão de Índice: Braço Range: 0,1 - 99,9 unidades de entrega


Volume:Tolerância de Mistura
(Quantidade)

Braços 302
Descrição: Define o limite de alarme para erro de mistura como um volume fixo. Este volume representa o volume máximo transmitido
de cada produto na mistura sobre ou sob o volume alvo que será permitido pelo AccuLoad, sem causar um alarme. O range desta
entrada é de 00,1 a 99,9 unidades.

Observação: Se um volume e uma porcentagem de tolerância de mistura forem inseridos, o AccuLoad utilizará o maior dos dois para um
lote específico. Recomenda-se que a tolerância de volume seja programada aqui, de modo a substituir a porcentagem por lotes muito
pequenos para reduzir os alarmes causadores de incômodos.

Braços:Precisão de Índice: Braço Range:


Volume:Correção de Mistura Padrão: Sem Correção de Mistura

Braços 303

Página 147 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Descrição: Define o tipo de Correção de Mistura em um braço de carga sequencial, que será permitido em caso de sobrecarga de um
produto. Três seleções possíveis estão disponíveis.

Seleções:
• [No Blend Correction]. Se ocorrer uma sobrecarga de produto durante o processo de carregamento, o que causaria um alarme de
mistura, nenhuma correção será permitida e a transação deve ser encerrada.
• Self-Corrected Blend. Se ocorrer uma sobrecarga de produto durante o processo de carregamento, o AccuLoad tentará
automaticamente corrigir a mistura, caso o produto em erro esteja sendo carregado como outro componente da mistura (ou seja, erro no
componente 2 - Regular, sendo também carregado como componente 5). Se o componente em erro não for repetido como um dos
componentes que não foram carregados, a transação terá de ser encerrada.
• Self-Corrected Blend/Complete Batch. Se ocorrer uma sobrecarga de produto durante o processo de carregamento, o AccuLoad IV
tentará automaticamente corrigir a mistura, caso o produto em erro esteja sendo carregado como outro componente da mistura. Se o
componente em erro não for repetido como um dos componentes que não foram carregados, o controlador/operador terá a opção de
encerrar o lote ou completar o carregamento do valor de preset original.

Braços:Precisão de Volume:Tempo Limite Índice: Braço Range: 0 - 999 segundos


de Alarme de Mistura

Braços 304

Descrição: Para braços com "Preset Ilimitado" ("Unlimited Preset") e braços que utilizam o algoritmo de mistura temporizado, essa opção
define o limite de alarme para a quantidade de tempo em que uma condição de mistura "fora da tolerância" possa existir. A tolerância de
mistura é determinada pelos valores tanto no Braço de Carga 301 - Blend Tolerance Percentage (Porcentagem de Tolerância de Mistura)
quanto no Braço de Carga 302 - Blend Tolerance Amount (Quantidade de Tolerância de Mistura). Ambos os limites de tolerância devem ser
excedidos antes que o AccuLoad inicie o temporizador de condição fora da tolerância.

Observação: Um valor zero resultará em um alarme imediato, caso a mistura saia da tolerância.

Braços:Precisão de Volume:Quantidade Índice: Braço Range: 0 - 9999 unidades de entrega


Mínima de Alarme de Mistura

Braços 305
Descrição: Para braços pré-definidos ilimitados e braços que utilizam o algoritmo de mistura temporizado, este código de programação inibe
a verificação de alarme de tolerância de mistura no início do lote até que esta quantidade tenha sido transmitida. Em braços predefinidos
ilimitados, este volume ou massa permite que o fluxo de mistura seja alcançado com Wild Stream Para os braços que utilizam o algoritmo
de mistura temporizado, essa opção é utilizada para suprimir a verificação da tolerância de mistura, até que o início da vazão baixa seja
concluído se a mistura impossibilitar sua manutenção durante o início da vazão baixa.

Braços:Precisão de Volume: Índice: Braço Range: 0 - 999,99 unidades de entrega


Quantidade de Correção de Mistura

Braços 306
Descrição: Define a banda morta para o desvio da mistura de destino que é permitida, antes do AccuLoad tentar ajustá-la/corrigi-la
em um braço de algoritmo de mistura de Preset Ilimitado ou temporizado (para evitar o ajuste contínuo da válvula). Se essa
quantidade for excedida, o AccuLoad tentará ajustar a taxa de vazão dos produtos, de modo que a mistura seja determinada dentro
do tempo especificado no Braço de Carga 307 - Blend Correction Time (Tempo de Correção de Mistura).

Braços:Precisão de Volume: Índice: Braço Range: 1 - 999 segundos


Tempo de Correção de Mistura

Braços 307

Descrição: Este código de programação determina a rapidez com que o AccuLoad tenta trazer a porcentagem de mistura de um braço
de algoritmo com Preset Ilimitado ou temporizado de volta às condições ideais, uma vez que o desvio das porcentagens desejadas
excede o valor no Braço de Carga 306 - Blend Correction Amount (Quantidade de Correção de Mistura).

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 148


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Braços:Precisão de Volume:Redefinição Índice: Braço Range:


de Erro de Mistura

Braços 308

Descrição: Este código de programação determina em que pontos os erros de mistura acumulados são redefinidos para 0, quando
um braço estiver configurado para operação de Preset Ilimitado.

Seleções:
• Batch Start
• Blend Alarm Cleared
• Batch Start and Alarm
• Sem reinicialização

Braços:Precisão de Índice: Braço Range:


Volume:Algoritmo de Mistura

Braços 309

Descrição: Este código de programação determina qual algoritmo será utilizado para aplicações de mistura de proporção. O “Ratio
Adj Factor” (“Fator de Ajuste de Proporção”) é o método de mistura de proporção tradicional e utiliza o fator de ajuste de proporção
para controlar a rapidez com que a mistura é corrigida. O algoritmo de mistura “temporizado” tentará corrigi-la dentro de uma
quantidade de tempo programável. O algoritmo de mistura “temporizado” é independente do tamanho do lote e, portanto, funciona
melhor quando os tamanhos do lote podem variar significativamente. O algoritmo de mistura “temporizado” também fará correções de
mistura durante o início da vazão baixa. Este parâmetro também pode ser utilizado para um braço com preset ilimitado.

Braços:Precisão de Volume: Índice: Braço Range:


Vazão Mínima de Produto de Proporção

Braços 321

Descrição:

Seleções:
• Maintain min rate
• Allow valve to close

Aviso Crítico: Opção disponível apenas com Timed Blend Algorithm (Algoritmo de Mistura Temporizado).

Padrão do Fabricante: "Maintain min rate" ("Manter taxa mínima") (a menor taxa de vazão permitida será a taxa de vazão mínima
programada - Produto 201).

Braços:Precisão de Volume:Tempo Índice: Braço Range: 0 - 999 segundos


Mínimo de Fechamento da Válvula

Braços 322

Aviso Crítico: Opção disponível apenas com a opção "permitir válvula fechar" ("permitir que a válvula se feche") selecionada no Braço 321 -
Ratio Product Minimum Flow (Vazão Mínima de Produto de Proporção).

Observação: Se zero for inserido, a válvula poderá abrir e fechar sempre que necessário para manter a mistura.

8.4.4. 700 - Communications Directory (Diretório de Comunicações)

Braços:Comunicações:Seleção de Índice: Braço Range:


Relatório

Braços 701

Página 149 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Descrição: Este código de programação define qual relatório de transmissão será impresso na conclusão de uma transação.

Seleções:
• Default
• User Configured Report 1 e 2
Observação: Relatório Padrão – ver o anexo IV

Observação: Os relatórios configurados pelo usuário são projetados no AccuMate e transferidos para o AccuLoad.

Observação: Mesmo que um relatório configurado pelo usuário tenha sido transferido do AccuMate para o AccuLoad, ele não será
impresso, a menos que seja selecionado aqui. Se um relatório configurado pelo usuário for selecionado, mas nenhum tiver sido
transferido, nenhum relatório será impresso.
Observação: O mesmo relatório será impresso em cada porta, se várias delas estiverem configuradas para opções de impressora.

Braços:Comunicações:Tempo de Índice: Braço Range: 0 - 999


Impressão do Relatório de Resumo

Braços 702

Descrição: Define o tempo de impressão inicial do relatório de resumo. Insere as horas, os minutos e o tipo de horário (AM, PM ou
militar) no qual o relatório de resumo deve ser impresso. O relatório de resumo inclui uma linha por lote para todas as transações
executadas durante o intervalo de tempo especificado.

Aviso Fatal: Entrada de horário inválida

Braços:Comunicações:Intervalo do Índice: Braço Range: 0 - 999 horas


Relatório de Resumo Desativar: 0

Braços 703

Descrição: Define o número de horas entre as impressões do relatório de resumo. Uma vez que o tempo do relatório tenha sido
configurado utilizando o parâmetro Summary Report Print Time (Tempo de Impressão do Relatório de Resumo), o relatório será
impresso automaticamente cada intervalo a partir desse tempo.

Braços:Comunicações:Relatório Índice: Braço Range:


de Resolução de Totais

Braços 704

Descrição: Esta entrada seleciona a resolução de volume para imprimir em relatórios padrão.

Seleções:
• Whole units
• Tenths
• Hundredths

Braços:Comunicações:Páginas de Índice: Braço Range:


Relatório Padrão: Páginas de Lote e Transação

Braços 705

Descrição: Seleciona quais páginas serão impressas em relatórios. O relatório padrão para um braço de carga de produto direto consiste
em um relatório de página única, contendo dados de lote e transação.

Seleções:
• [Batch and transaction pages] – uma página por lote mais uma página de resumo para a transação
• Batch page only – apenas uma página por lote; nenhum resumo da transação
• Transaction page only – apenas resumo da transação; nenhum detalhe do lote
• No transaction report – impressora utilizada apenas para relatórios de resumo

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 150


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Braços:Comunicações:Relatório de Índice: Braço Range: 1 - 6


Classificação de HM

Braços 706

Descrição: Seleciona a mensagem de classificação de HM dos produtos que será impressa na página de resumo da transação do
relatório de transação padrão.
• Produto 1 a 6

Braços:Comunicações: Índice: Braço Range: Texto - Máximo de 8 caracteres


ID da Etiqueta do Braço

Braços 711
Descrição: Este parâmetro é utilizado para inserir um único nome de etiqueta para o braço de carga. Insira até 8 caracteres de texto

8.5. Diretórios do Medidor

200 - Flow Control Directory (Diretório de Controle de Vazão)


300 - Volume Accuracy Directory (Diretório de Precisão de Volume)
400 - Temperature/Density Directory
(Diretório de Densidade/Temperatura)
500 - Pressure Directory (Diretório de Pressão)

8.5.1. 200 - Flow Control Directory (Diretório de Controle de Vazão)

Braços:Medidor:Controle de Índice: Braço Range: Texto - Máximo de 20 caracteres


Vazão:Etiqueta do Medidor

Medidor 201
Descrição: Este parâmetro é utilizado para inserir um único nome de etiqueta para o medidor.

Braços:Medidor:Controle de Índice: Medidor Range:


Vazão:Tipo de Válvula Padrão: [Digital]

Medidor 202

Descrição: Este parâmetro seleciona o tipo de válvula de controle utilizado pelo AccuLoad IV.

Seleções:
• [Digital]
• Two-Stage (Dois Estágios)
• Analógico
• Wild Stream
Aviso Crítico: Válvula de dois estágios não permitida com mistura de proporção
Aviso Crítico: Nenhuma válvula de saída configurada
Aviso Crítico: Necessários solenoides a montante / a jusante

Página 151 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Braços:Medidor:Controle de Índice: Medidor Range: 0,000 - 999,999


Vazão:Válvula Analógica (kp)

Medidor 203

Descrição: Esta entrada de três dígitos é o fator de ganho proporcional de PID para o controle da válvula analógica. O range desta entrada é
(Utilizado somente com válvulas analógicas).
Observação: Esta entrada somente é utilizada com válvulas analógicas

Braços:Medidor:Controle de Índice: Medidor Range: 0,000 - 999,999


Vazão:Válvula Analógica (ki)

Medidor 204

Descrição: Esta entrada de três dígitos é o fator de ganho integral de PID para o controle da válvula analógica.
Observação: Esta entrada somente é utilizada com válvulas analógicas

Braços:Medidor:Controle de Índice: Medidor Range: 0,000 - 999,999


Vazão:Válvula Analógica (kd)

Medidor 205

Descrição: Esta entrada de três dígitos é o fator de ganho derivativo de PID para o controle da válvula analógica. (Utilizado somente
com válvulas analógicas).
Observação: Esta entrada somente é utilizada com válvulas analógicas

Braços:Medidor:Controle de Índice: Medidor Range: 0,0 - 99


Vazão:Intervalo de PID da Válvula
Analógica

Medidor 206

Descrição: Define o intervalo em segundos entre os cálculos de PID


Observação: Esta entrada somente é utilizada com válvulas analógicas

Braços:Medidor:Controle de Índice: Medidor Range: [0] - 99 segundos


Vazão:Aviso de Vazão Zero Desativar: 0

Medidor 211

Descrição: Para mistura de proporção dos braços, define o limite do alarme para o tempo máximo permitido pelo AccuLoad entre a
abertura e a inicialização da válvula de controle de vazão. Uma entrada do valor “zero” faz com que o AccuLoad desative o alarme de
“fluxo zero".

Observação: Não realizar entrada que não seja mistura de proporção. Utilize o braço medidor de vazão para outros tipos de alarmes.

Braços:Medidor:Controle de Índice: Medidor Range: [0] - 99 unidades de entrega


Vazão:Limite de Sobrecarga de Braço Desativar: 0

Medidor 212

Descrição: Para mistura de proporção dos braços, define o limite de alarmes para o número de unidades que podem ser entregues em
excesso antes que o alarme seja emitido.
Observação: Este parâmetro somente se aplica à combinação de proporção dos braços, para outros tipos de braços, usando os parâmetros
de limite do alarme de sobrecarga de braços.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 152


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Braços:Medidor:Controle de Índice: Medidor Range: 0 - 9,9%


Vazão:Ajuste de Tolerância de Vazão

Medidor 213
Descrição: Define a tolerância de banda utilizada na mistura de proporção dos braços no ajuste de taxa de vazão. Pretende-se que o
mesmo tenha uma tolerância mais rígida com relação ao Produto 204. Esta tolerância somente se aplica quando a taxa de vazão tiver sido
ajustada (do fluxo mais baixo ao mais alto, com a finalidade de melhorar a mistura). A tolerância mais rígida tem a finalidade de chegar a
uma combinação mais próxima à taxa de vazão. Observe que esta tolerância mais rígida somente tem efeito para os tempos especificados
no seguinte parâmetro. Para uma taxa de vazão “Q” desejada, a faixa de tolerância é definida como Q +/- (Q * t), onde “t” é a porcentagem
inserida para esta tolerância.
Observação: Se aplica somente à combinação de proporção dos braços.

Braços:Medidor:Controle de Índice: Medidor Range: 0,0 - 99,9 segundos


Vazão:Ajuste de Timer de Vazão

Medidor 214

Descrição: Define o tempo em segundos para que a tolerância de ajuste da taxa de vazão seja efetiva.
Observação: Se aplica somente à mistura de proporção dos braços.

Braços:Medidor:Controle de Índice: Medidor Range:


Vazão:Encanamento do Medidor

Medidor 215

Descrição: Este item define o encanamento de um produto menor que faz parte de um braço de mistura híbrido.

Seleções:
• Ratio [a jusante do medidor do produto principal]
• Side Stream [a montante do medidor do produto principal]

Caso o produto seja canalizado lateralmente, o mesmo pode compartilhar da sonda de temperatura e do densit ômetro do
Produto subsequente, caso desejado.

Este item é utilizado somente para braços de mistura híbridos, não sendo utilizado para outros tipos de braços.

Braços:Medidor:Controle de Índice: Medidor Range: [0] - 99%


Vazão:Tolerância Descendente (Q1) Desativar: 0

Medidor 216

Descrição: Define o limite do alarme para erros de taxa de vazão durante o primeiro estágio descendente e é utilizado para prever
falhas na válvula ao final do lote. Se durante o primeiro estágio descendente, a taxa de vazão
não estiver diminuindo dentro da porcentagem definida por este parâmetro, um “PO”: Alarme de Previsão de Sobrecarga” será emitido, o
que interromperá o lote e desligará a bomba. Observe que esta tolerância deve ser maior que a porcentagem de tolerância de fluxo
programada para o produto (Produto
204) e precisa ser larga o suficiente para permitir flutuações de taxa de vazão durante a redução, caso contrário, os alarmes
falsos poderão ser emitidos.

Braços:Medidor:Controle de Índice: Medidor Range: [0] - 99%


Vazão:Tolerância Descendente (Q2) Desativar: 0
Descrição: Define o limite do alarme para erros de taxa de vazão durante o segundo estágio descendente e é utilizado para prever falhas
na válvula ao final do lote. Se durante o segundo estágio descendente, a taxa de vazão

não estiver diminuindo dentro da porcentagem definida por este parâmetro, um “PO”: O alarme de Previsão de Sobrecarga irá soar, o que
interromperá o lote e desligará a bomba. Observe que esta tolerância deve ser maior que a porcentagem de tolerância de fluxo
programada para o produto (Produto
204) e precisa ser larga o suficiente para permitir flutuações de taxa de vazão durante a redução, caso contrário, alarmes falsos
poderão ser emitidos.

Página 153 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

8.5.2. 300 - Volume Accuracy Directory (Diretório de Precisão de Volume)

Braços:Medidor:Precisão de Volume: Índice: Medidor Range: 0,001 to 99999,999


Fator K

Medidor 301

Descrição: Define o número nominal de pulsos que representam uma unidade de registro de volume.
Aviso Crítico: O nível de Segurança para o parâmetro deve ser um dos 2 níveis mais altos.
Aviso Fatal: A entrada não deve ser zero.

Braços:Medidor:Precisão de Índice: Medidor Range: [0] - 999


Volume:Contagem de Erros de Pulso
Duplo

Medidor 302

Descrição: Define o limite de erros em alarmes de segurança de pulso antes da emissão de um alarme de segurança.
Observação: Requer entrada de pulso em dois canais

Braços:Medidor:Precisão de Índice: Medidor Range:


Volume:Redefinição de Erros de Pulso Padrão: Sem reinicialização
Duplo

Medidor 303
Descrição: Define as condições nas quais ocorre a contagem na redefinição de erros de pulso duplo.

Seleções:
• No Reset
• Transaction End
• Power-Up
• Transaction and Power-Up
Observação: A eliminação de um alarme de segurança de pulso não redefine um erro de contagem.

Braços:Medidor:Precisão de Índice: Medidor Range: [0] - 9999


Volume:Corte de Erros de Pulso Duplo

Medidor 304
Descrição: Define a taxa de vazão abaixo da qual os erros de pulso duplo não são contados.
Observação: Requer entrada de pulso em dois canais

Braços:Medidor:Precisão de Índice: Medidor Range:


Volume:Quantidade de Alarme de
Pulso de Segurança

Medidor 305
Descrição: Este código de programa determina se os pulsos recebidos após um Alarme de Segurança de Pulso são ignorados (sem
volume ou massa registrada). Selecione “no” (“não”) para continuar a totalizar normalmente após a ocorrência deste alarme. Selecione
“yes” (“sim”) para ignorar todos os pulsos após a ocorrência de um alarme. Ao selecionar “yes” (“sim”), qualquer volume ou massa que
flua por meio do medidor a partir do ponto de ocorrência do alarme, até o momento em que a válvula é completamente fechada, p ara ser
ignorada. The AccuLoad irá ignorar quaisquer pulsos do medidor, até que a causa do alarme seja resolvida. Algumas agências de
medição requerem que este comportamento, capturando a posição após um Alarme de Segurança de Pulso, o consumidor não pode ser
responsável por qualquer quantidade medida, pois a mesma pode não ser confiável.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 154


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Braços:Medidor:Precisão de Volume: Índice: Medidor Range: [0] - 20


Contagem de Amostragem do Período
de Pulso

Medidor 306
Descrição: Define o acréscimo de tempo em 0,1 segundos ao longo dos quais é calculada a média de frequência dos pulsos do medidor para atenuação da
taxa de vazão. Este parâmetro se destina aos medires que produzem uma frequência de pulso variável quando a vazão é estável.

8.5.3. 400 - Temperature/Density Directory


(Diretório de Temperatura/Densidade)

Braços:Medidor:Temperatura/Densidade Índice: Medidor Range:


Tipo de Densitômetro de Frequência Padrão: N/A

Descrição: Este parâmetro permite que o operador selecione o densitômetro de frequência utilizado pelo medidor. O
Medidor 402
padrão do fabricante é “NA”.

Seleções:
• NA
• Linear
• Solartron
• Sarasota
• UGC
• Other

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: 1 - 6


de Entrada de Temperatura
Compartilhada

Medidor 403

Descrição: Seleciona a entrada de temperatura definida por outro medidor a ser utilizado em conjunto com este medidor. Por
exemplo, uma única sonda de temperatura pode ser utilizada para fornecer temperatura para vários braços, sem que sejam
necessárias múltiplas entradas analógicas.

Seleções:
• Not Used
• Arm 1 - 6, Meter 1 - 6
• Flow Rate Injector 1 - 4
Aviso Crítico: O medidor selecionado não ponto de E/S configurado para temperatura.

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range:


de Entrada de Densidade
Compartilhada

Medidor 404

Descrição: Seleciona a entrada de densidade definida por outro medidor a ser utilizado em conjunto com este medidor. Por exemplo,
uma única sonda de densidade pode ser utilizada para fornecer densidade para vários braços, sem que sejam necessárias múltiplas
entradas analógicas.

Seleções:
• Not Used
• Arm 1 - 6 Meter 1 - 6
• Flow Rate Injector 1 - 4

Aviso Crítico: O medidor selecionado não ponto de E/S configurado para densidade.

Página 155 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range:


de Tipo de Medidor de Massa

Medidor 405

Descrição: Este parâmetro permite que o operador selecione o tipo de medidor de massa utilizada pelo medidor.

Seleções:
• NA
• Promass

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: 0 - 99999


de Endereço de Medidor de Massa

Medidor 406

Descrição: Define o endereço utilizado para comunicações seriais com este medidor.

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -1e+37 - 1e+38


de Densitômetro Linear A

Medidor 425

Descrição: Define o valor para o coeficiente A utilizado na equação para o cálculo da densidade. - Densidade = A*freq + B
Observação: Para este valor é utilizada a notação científica.

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -1e+37 - 1e+38


de Densitômetro Linear B

Medidor 426

Descrição: Define o valor para o coeficiente B utilizado na equação para o cálculo da densidade. - Densidade = A*freq + B
Observação: Para este valor é utilizada a notação científica.

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -9,9999 - 9,9999


de Densitômetro Linear DCF

Medidor 427

Descrição: O Fator de Correção de Densidade é utilizado para corrigir uma leitura do densitômetro. O densitômetro recebido pelo
AccuLoad é multiplicado pelo DCF antes que sejam realizados os cálculos de volume.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 156


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

8.5.4. 400 - Densitômetro Solatron

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range:


de Unidades de Calibração
Certificadas Solartron

Medidor 431

Descrição: Esta entrada permite que o usuário selecione as unidades de calibração utilizadas para o densitômetro Solartron.

Seleções:
• English (Fahrenheit, PSI, Lb/Ft3)
• Metric (Celsius, Bar, Kg/m3)

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -9,9999 - 9,9999


de Solartron DCF

Medidor 432
Descrição: Esta entrada permite que o operador insira o fator de correção de densidade para computação da densidade calculada a partir
Da densidade real.

Seleções:
• English (Fahrenheit, PSI, Lb/Ft3)
• Metric (Celsius, Bar, Kg/m3)

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -1e+37 e 1e+38


de Solartron K0, K1, K2

Medidor 433, 434, 435

Descrição: Esta entrada permite que o operador insira as constantes K0, K1, K2 a partir do densitômetro Solartron. Insira um
número de base (seis dígitos) e então dois dígitos para o expoente. Este exponencial numérico compreende o intervalo entre –1e37 e 1e38.

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -1e+37 e 1e+38


de Solartron K18, K19, K20a, K20b,
K21a, K21b

Medidor 436, 437, 438, 439, 440


Descrição: Esta entrada permite que o operador insira as constantes K18, K19, K20a, K21a, K21b a partir do densitômetro Solartron.
Insira um número de base (seis dígitos) e então dois dígitos para o expoente. Este exponencial numérico compreende o intervalo entre –
1e37 e 1e38.

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -9999,999 - 9999,999


de Solartron Tcal

Medidor 442
Descrição: Esta entrada permite que o operador insira a temperatura calibrada de fábrica para o densitômetro. O
range para esta entrada é –9999,999 a 9999,999 (limite de três casas decimais).

Página 157 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -9999,999 - 9999,999


de Solartron Pcal

Medidor 443

Descrição: Esta entrada permite que o operador insira a pressão calibrada de fábrica para o densitômetro. O range desta
entrada é –9999,999 a 9999,999 unidades (limite de três casas decimais).

8.5.5. 400 - Densitômetro Sarasota

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range:


de Unidades de Calibração Sarasota Padrão: Português

Medidor 447

Descrição: Esta entrada permite que o usuário selecione as unidades de calibração utilizadas para o densitômetro Sarasota. O padrão de
fábrica é "English” (Inglês).

Seleções:
• English (Fahrenheit, PSI, Lb/Ft3)
• Metric (Celsius, Bar, Kg/m3)

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -9,9999 - 9,9999


de Sarasota DCF

Medidor 448

Descrição: Esta entrada permite que o operador insira o fator de correção de densidade para computação da densidade calculada a
partir da densidade real. O range desta entrada de oito dígitos é -9,9999 a 9,9999.

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -9,999999 - 9,999999


de Sarasota K

Medidor 449

Descrição: Esta entrada permite que o operador insira a constante de calibração para o tubo do densitômetro Sarasota.
O range desta entrada numérica exponencial é -9,999999 a 9,999999.

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -9999,999 - 9999,99


de Sarasota D0

Medidor 450

Descrição: Esta entrada permite que o operador insira a constante D0 do densitômetro Sarasota. O range desta entrada de oito
dígitos é -9999,999 a 9999,999.

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range:


de Sarasota T0

Medidor 451

Descrição: Esta entrada permite que o operador insira a constante T0 a partir do densitômetro Sarasota. Esta constante é medida em
microssegundos. O range desta entrada de oito dígitos é -9999.999 a 9999.999.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 158


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -9,999999 - 9,999999


de Sarasota Tcoef

Medidor 452

Descrição: Esta entrada é utilizada para inserção da constante do coeficiente de temperatura a partir do densitômetro em
microssegundos/graus. O range desta entrada de oito dígitos é -9,999999 a 9,999999.

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -9999,999 - 9999,999


de Sarasota Tcal

Medidor 453

Descrição: Esta entrada permite que o operador insira a temperatura calibrada de fábrica para o densitômetro. O range desta
entrada de oito dígitos é -9999.999 a 9999.999.

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -9,999999 - 9,999999


de Sarasota Pcoef

Medidor 454

Descrição: Esta entrada é utilizada para inserção da constante do coeficiente de pressão a partir do densitômetro em
Microssegundos/PSIG. O range desta entrada numérica exponencial é -9999.999 a 9.999999.

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -9999,999 - 9999,999


de Sarasota Pcal

Medidor 455

Descrição: Esta entrada permite que o operador insira a pressão calibrada de fábrica para o densitômetro. O range desta
entrada de oito dígitos é -9999.999 a 9.999999.

8.5.6. 400 - Densitômetro UGC

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range:


de Unidades de Calibração Padrão: Português
Certificadas UGC

Medidor 459

Descrição: Esta entrada permite que o usuário selecione as unidades de calibração utilizadas para o densitômetro UGC.

Seleções:
• [English] (Fahrenheit, PSI, gr/cm³)
• Metric (Celsius, Bar, gr/cm³)

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -9,9999 - 9,9999


de UGC DCF

Medidor 460

Descrição: Esta entrada permite que o operador insira o fator de correção de densidade para computação da densidade calculada a partir
Da densidade real.

Página 159 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -1e+37 e 1e+38


de UGC K0, K1, K2. Kt1, Kt2, kt3

Medidor 461, 462, 463, 465, 466

Descrição: Esta entrada permite que o operador insira as constantes K0, K1, K2, Kt1, Kt2, Kt3 a partir do densitômetro UGC. Insira um
número de base (seis dígitos) e então dois dígitos para o expoente. O range desta entrada exponencial é –1e37 a 1e38.

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -999,9999 - 999,9999


de UGC Tc

Medidor 464

Descrição: Esta entrada permite que o operador insira a temperatura calibrada de fábrica para o densitômetro. O range desta
entrada de oito dígitos é -9999.999 a 999.9999.

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -999,9999 - 999,9999


de UGC Pc

Medidor 468

Descrição: Esta entrada permite que o operador insira a temperatura calibrada de fábrica para o densitômetro. O range desta
entrada de oito dígitos é -9999.999 a 999.9999.

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -1e+37 e 1e+38


de UGC Kp1

Medidor 469

Descrição: Esta entrada permite que o operador insira a constante de pressão Kp1 a partir do densitômetro UGC. Insira um número de
base (seis dígitos) e então dois dígitos para o expoente. O range desta entrada de oito dígitos é –1e37 a 1e38.

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -1e+37 e 1e+38


de UGC Kp2, Kp3

Medidor 470, 471

Descrição: Esta entrada permite que o operador insira as constantes Kp2, Kp3 partir do densitômetro UGC. Insira um número de
base (seis dígitos) e então dois dígitos para o expoente. O range desta entrada de oito dígitos é –1e37 a 1e38.

8.5.7. 400 - Outros Densitômetros

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range:


de Outras Unidades de Calibração Padrão: Português
para Densitômetros

Medidor 475

Descrição: Esta entrada permite que o usuário selecione as unidades de calibração utilizadas para o densitômetro Solartron. O padrão de
fábrica é "English” (Inglês).

Seleções:
• [English] (Fahrenheit, PSI, Lb/Ft3)
• Metric (Celsius, Bar, Kg/m3)

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 160


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: -9,9999 - 9,9999


de Outro DCF

Medidor 476

Descrição: Esta entrada permite que o operador insira o fator de correção de densidade para computação da densidade calculada a
partir da densidade real. O range desta entrada de seis dígitos é -9,9999 a 9,9999.

Braços:Medidor:Temperatura/Densida Índice: Medidor Range: –1e37 a 1e38


de Outros Coeficientes A, B ou C

Medidor 477, 478, 479

Descrição: Este código permite que o operador insira as constantes “a” ou “b” pelas quais a densidade será calculada, de acordo com a
seguinte fórmula:

Densidade = aT 2 + bT + c

Onde: T é o período de entrada do sinal e a, b, e c são as constantes programadas.

Devem ser inseridos nove dígitos para a contante “a”. Os sete primeiros dígitos representam o número básico e os dois últimos
representam o expoente. O botão +/- pode ser utilizado para evidenciar o sinal da base e do campo de expoente. O range deste
exponencial numérico é

8.5.8. 500 - Pressure Directory (Diretório de Pressão)

Braço:Medidor:Pressão: Índice: Medidor Range: 1 - 6


Entrada de Pressão
Compartilhada

Medidor 501
Descrição: Seleciona a entrada de pressão definida por outro medidor a ser utilizado em conjunto com este medidor. Por exemplo, uma
única sonda de pressão pode ser utilizada para fornecer pressão para vários braços, sem que sejam necessárias múltiplas entradas
analógicas.

Seleções:
• Not Used
• Arm 1 - 6, Meter 1 - 6
Aviso Crítico: O medidor selecionado não ponto de E/S configurado para pressão.

Página 161 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

8.6. Diretórios do Produto

Diretório de Objetivo Geral


Diretório de Controle de Vazão
Diretório de Precisão de Volume
Diretório de Temperatura
/Densidade Diretório de Pressão

8.6.1. 100 - Braço: Produtos: Diretório de Objetivo Geral

Braços:Produto:Uso Geral: ID do Índice: Produto Range: Texto - Máximo de 20 caracteres


Produto

Produto 101

Descrição: Insira um nome para este produto.

Braços:Produto:Uso Geral: Índice: Produto Range: Texto - 30 caracteres cada


Classificação HM Parte 1 e 2

Produto 102, 103

Descrição: Insira o Texto de Classificação de Materiais Perigosos (HM) impresso no BOL.

8.6.2. 200 - Braço:Produtos:Diretório de Controle de Vazão

Braços:Produtos:Controle de Vazão: Índice: Produto Range: [0] - 9999


Taxa de Vazão Mínima

Produto 201

Descrição: Define a taxa de vazão mais baixa (estágio final) do produto. Esta será a taxa de vazão quando a válvula estiver indicada para
Fechamento na conclusão de um preset.

Braços:Produtos:Controle de Vazão: Índice: Produto Range: [0] - 99999


Alta Taxa de Vazão

Produto 202

Descrição: Define a taxa de vazão máxima para este produto, durante sua carga.

Braços:Produtos:Controle de Índice: Produto Range: [0] - 99999


Vazão:Segunda Taxa de Vazão Mais Alta Desativar: 0

Produto 203

Descrição: Define uma segunda alta de taxa de vazão que pode ser selecionada por uma entrada digital. Esta taxa de vazão seria
normalmente utilizada em situações onde o tamanho das entregas varia e uma taxa de vazão mais baixa é necessária para lotes menores.

Observação: Não utilizada com uma válvula de controle de vazão em dois estágios.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 162


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Braços:Produtos:Controle de Índice: Produto Range: 0 - 9%


Vazão:Porcentagem de Tolerância de
Vazão

Produto 204

Descrição: Define o limite para o ajuste de uma válvula, de acordo com a porcentagem exigida pela taxa de vazão.

Exemplo:
Taxa de Vazão Atual 600 GPM Tolerância de Vazão 9%
A taxa de vazão pode variar em ±54 GPM (600 GPM × 9% = 54 GPM) sem uma correção de sinal do AccuLoad.

O AccuLoad irá calcular o desvio de vazão atual, conforme o objetivo de porcentagem da taxa de vazão. Isto será comparado com a
tolerância de taxa de vazão (abaixo), com a maior das duas tolerâncias que determinam o momento de ajuste da válvula.

Braços:Produtos:Controle de Índice: Produto Range: Unidades de fluxo 0 - 999


Vazão:Tolerância de Taxa de Vazão

Produto 205
Descrição: Define o limite para o ajuste de uma válvula como um número de taxas de vazão atribuído a unidades. Por exemplo, se este
parâmetro for definido como 20, o AccuLoad ajustará a válvula de controle de vazão sempre que o índice de vazão real for superior a 20
unidades com relação à taxa de vazão desejada.

O AccuLoad calculará a tolerância de vazão atual usando a porcentagem inserida no Produto 204 e a taxa de vazão atual. Isso será
comparado com a taxa de tolerância de vazão programada, que é inserida aqui. A maior das duas tolerâncias determinará o momento
de ajuste da válvula.

Braços:Produtos:Controle de Índice: Produto Range: [0] - 9999 unidades de entrega


Vazão:Quantidade no Primeiro Corte

Produto 206
Descrição: Define a quantidade restante de entrega quando a redução da taxa de vazão deve começar.

Braços:Produtos:Controle de Índice: Produto Range: [0,0] - 99,9 unidades de entrega


Vazão:Quantidade no Segundo Corte

Produto 207

Descrição: Define a quantidade restante (em décimos) de entrega quando houver redução de vazão e a válvula estiver completamente
fechada. 0,0 a 99,9 unidades.

Braços:Produtos:Controle de Índice: Produto Range: 1 - 9


Vazão:Quantidade no Segundo Ajuste
de Corte

Produto 208
Descrição: Esta entrada numérica de um dígito define o número de lotes a serem incluídos na média usada para calcular o segundo
ajuste. Para um preset, este é o número de lotes executados.

Este parâmetro fornece ao operador um método automático de ajuste do ponto final de Corte da válvula. O uso deste parâmetro é ideal na
inicialização do sistema ou quando o sistema hidráulico é alterado durante a manutenção. O AccuLoad irá configurar de forma automática
a quantidade do segundo corte (Produto 207) quando esse parâmetro for utilizado.

Se, por algum motivo, os parâmetros do sistema mudarem e o segundo corte precisar ser ajustado, o operador deve entrar no Modo de
Programa e reiniciar o ajuste automático ajustar automaticamente novamente o ponto de ajuste do estágio final.

Observação: Os volumes do lote devem ser suficientes para permitir que o AccuLoad atinja um alto nível de vazão antes do primeiro ponto
de corte.

Página 163 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Braços:Produtos:Controle de Índice: Produto Range: [0] - 99%


Vazão:Alarme de Excesso de Vazão
Descrição: Define o limite de alarme para a porcentagem máxima pela qual a taxa de vazão pode exceder a alta taxa de vazão do produto.
Essa entrada deve ser maior do que a entrada de Tolerância de vazão, exceto quando um valor de zero é inserido para desativar a
verificação de Alarme de Excesso de Vazão A taxa em excesso é inserida como uma porcentagem da alta taxa de vazão do produto.

Braços:Produtos:Controle de Índice: Produto Range: [0] - 999


Vazão:Limite Alarme de Baixa Taxa de
Vazão

Produto 210
Descrição: Define o limite de alarme para o alarme de baixa taxa de vazão que será emitido sempre que uma taxa de vazão for igual ou
inferior ao limite definido e mantido por oito segundos. O alarme de baixa vazão não é emitido nos momentos em que não há vazão.

Braços:Produtos:Controle de vazão: Índice: Produto Range: 0 - 99 segundos


atraso da abertura da válvula de
bloqueio

Produto 211

Descrição: Define um atraso (em segundos) para a abertura da válvula de bloqueio do produto antes da entrega do produto. Caso uma
entrada seja programada para o retorno da válvula de bloqueio e o retorno não indica que a válvula está aberta dentro do atraso
programado, será acionado um alarme da válvula de bloqueio. O range desta entrada de oito dígitos é 01 a 99 segundos. Por exemplo,
se a entrada de atraso de Abertura de Válvula de Bloqueio for configurada para 05 segundos, o AccuLoad terá 5 segundos de tolerância
para a abertura da válvula de bloqueio
ou então um alarme seria disparado caso a válvula não tivesse sido aberta. Caso nenhum retorno da válvula de bloqueio tenha sido
configurado, o AccuLoad assume que a válvula se abriu após o atraso programado.

Aviso Crítico: Não é permitido Zero sem bloqueio de retorno da válvula.


Observação: Se aplica somente à combinação de proporção dos braços.

Braços:Produtos:Controle de vazão: Índice: Produto Range: 0 - 99 segundos


atraso do fechamento da válvula de
bloqueio

Produto 212
Descrição: Define um atraso (em segundos) para o fechamento da válvula de bloqueio do produto após o fornecimento. Caso uma
entrada seja configurada para o retorno da válvula de bloqueio e o retorno não indique que a válvula foi fechada com o atraso
programado, será acionado um alarme na válvula de bloqueio. O range desta entrada de oito dígitos é 01 a 99 segundos. Por exemplo,
caso o atraso da válvula de bloqueio seja ajustado para 05 segundos após a conclusão da entrega, o AccuLoad teria tolerância de 5
segundos para o fechamento da válvula de bloqueio e, em seguida, um alarme seria disparado. Caso nenhuma entrada esteja
configurada para o retorno da válvula de bloqueio, o AccuLoad assume que a válvula foi fechada após o atraso programado.

Aviso Crítico: Não é permitido Zero sem bloqueio de retorno da válvula.


Observação: Se aplica somente à combinação de proporção dos braços.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 164


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Braços:Produtos:Controle de Índice: Produto Range: 0-999 unidades de entrega


Vazão:Tempo de Parada de Produto

Produto 213
Descrição: Define o ponto de desligamento do produto de proporção. Quando a quantidade restante do lote (tipo de preset)
é igual ou inferior a este valor programado, a válvula do produto de proporção será desligada. As taxas de fluxo para o
produto de proporção com um desligamento antecipado serão configuradas de modo que sua exigência em relação ao lote
será satisfeita antes do cumprimento do volume de parada. Este recurso pode ser utilizado no lugar da especificação do
produto de linha eliminada e limpar e o volume da linha no diretório do braço. A operação deste parâmetro é idêntica à
Tempo de Paradas aditivas, exceto que a Tempo de Parada pertence a um produto e não a um aditivo.
Observação: O uso desse recurso provavelmente resultará em um período durante o lote onde as porcentagens dos
componentes não permanecerão na proporção de mistura desejada. Supondo que o lote seja concluído normalmente,
as porcentagens de mistura serão precisas.
Observação: Se o volume da linha eliminada conforme especificado no diretório de controle da vazão do braço (Código
221) for maior que o valor aqui programado, o produto de proporção terá sua entrega completa antes do início da entrega da
linha eliminada. A quantidade da linha eliminada no diretório de controle de braço (Código 221) terá precedência sobre este
parâmetro se seu valor for maior que o valor aqui programado.
Observação: Se aplica somente à produtos de proporção em braços híbridos.

Braços:Produtos:Controle de Índice: Produto Range: [0] - 999,9


Vazão:Alarme de Parada de Produto Desativar: 0

Produto 214
Descrição: Define a quantidade de redução de velocidade permitida antes da parada programada do Produto 213 - Tempo
de Parada do Produto antes da ocorrência de um alarme.
Observação: Devido aos objetivos conflitantes de manutenção das porcentagens corretas do produto em todo o lote,
enquanto se realiza uma Tempo de Parada do produto, pode ser desejável programar essa quantidade para um valor
maior, para evitar alarmes falsos. O AccuLoad irá atribuir uma porcentagem precisa de mistura final e o preset com base
em uma quantidade precisa de paradas.
Observação: Se aplica somente à produtos de proporção em braços híbridos.

8.6.3. 300 - Diretório de Precisão de Volume

Braços:Produtos:Precisão de Volume: Índice: Produto Range: 1 a 99999 unidades de entrega


Quantidade do Lote Mínimo

Produto 301

Descrição: Define um tamanho de lote mínimo para este produto. Esse valor é usado para calcular a o preset mínimo
para a receita. Será exibida uma mensagem de erro: "The minimum preset for this recipe is *." ("O preset mínimo para
esta receita é *.") Qualquer tentativa de iniciar um lote com um volume de produto inferior ao tamanho mínimo do lote para
esse produto não será permitida.
Observação: * indica o somatório de todos os lotes mínimos dos componentes da receita de acordo com as porcentagens
Programadas para essa receita.
Observação: Não aplicável aos braços retos.

Página 165 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Braços:Produtos:Precisão de Índice: Produto Range: 0 - 9,99999


Volume: Medidor - Fator 1 a 5

Produto 311, 313, 315, 317, 319


Descrição: Os fatores do medidor (1 - 5) e as taxas de fluxo associadas abaixo permitem a inserção da curva de
fatores do medidor. O AccuLoad executará a linearização para calcular os fatores do medidor entre as taxas de vazão
introduzidas.

GV = Fator do Medidor * IV

Observação: Se apenas um fator de um único medidor for usado, ele deve ser colocado no código de programa 311. A
taxa de vazão selecionada no código de programa 312 ou 314 deve ser ajustada para "0". Sob estas condições, quaisquer
outros fatores de medição programados serão ignorados. O range desta entrada de oito dígitos vai de 0 a 9,99999.
Observação: Uma entrada zero no fator 1 do medidor será considerada uma entrada inválida. As entradas zero nos fatores
restantes resultarão nesse fator e os fatores subsequentes não serão utilizados. (por exemplo, se uma entrada zero ocorrer
para o fator 2, os fatores 3 e 4 não serão utilizados).
Aviso Fatal: A entrada não deve ser zero [apenas 311]
Aviso Crítico: O fator varia mais do que o desvio do Fator Linear.
Aviso Crítico: Os fatores do medidor devem estar dentro de 2% do fator mestre do medidor.
Aviso Crítico: O nível de Segurança para o parâmetro deve ser um dos 2 níveis mais altos.

Braços:Produtos:Precisão de Índice: Produto Range: Unidades de fluxo 0 - 99999


Volume: Taxa de Vazão de 1 a 5

Produto 312, 314, 316, 318, 320

Descrição: Essas entradas de cinco dígitos são as taxas de fluxo nas quais os fatores do medidor (códigos 311, 313, 315,
317, 319) são definidos, começando com a maior taxa de vazão no código de programa 303 e sendo reduzidas até o
menor fluxo no código do programa 316. Se apenas um fator de um medidor for utilizado, o código de programa 311 ou
313 deve ser ajustado em "0". O range desta entrada é de 0 a 99999 unidades de vazão.
Aviso Crítico: As taxas de vazão devem ser inseridas em ordem decrescente.
Aviso Crítico: Fator do medidor correspondente não programado.
Aviso Crítico: O nível de Segurança para o parâmetro deve ser um dos 2 níveis mais altos.

Braços:Produtos:Precisão de Índice: Produto Range: [0] - 9,99999


Volume: Fator Mestre do Medidor Desativar: 0

Produto 331
Descrição: Este código de programa permite que o operador defina um fator mestre do medidor que restrinja os fatores de
medição de um a quatro (códigos 302, 304, 306 e 308), para mais ou menos 2% do fator mestre (ou seja, o valor inserido
aqui). Esta restrição de range se aplica apenas aos fatores de medição que são programados para uso (ou seja, sempre o
fator 1, sempre e, se de forma linerarizada, todos os fatores utilizados). Qualquer tentativa de inserir um fator do medidor
fora do alcance de 2%, se instalado, causará um Aviso Crítico. Além disso, uma entrada de fator mestre que faz com que
os fatores atuais do medidor sejam instalados fora do range, fazendo com que os mesmos tenham como consequência
uma Mensagem Crítica. Esta condição crítica deve ser corrigida para que todos os fatores usados do medidor estejam
dentro da faixa de 2% do fator mestre antes que as operações normais do Modo de Execução possam ocorrer.
Aviso Crítico: Os fatores do medidor devem estar dentro de 2% do fator mestre do medidor.
Aviso Crítico: O nível de Segurança para o parâmetro deve ser um dos 2 níveis mais altos.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 166


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Braços:Produtos:Precisão de Volume: Índice: Produto Range: [0] - 9,99%


Desvio do Fator Linearizado Desativar: 0

Produto 332

Descrição: Define um desvio máximo permitido entre fatores adjacentes do medidor. Qualquer tentativa de inserir um
fator do medidor fora desse range causará um Aviso Crítico.
Uma entrada de desvio de fator linearizado que resulta em fatores de medição atuais instalados para estar fora do range
configurará um alarme de código de programa. Os fatores do medidor que estão fora do alcance serão indicados por um
alarme DA. Os fatores do medidor com falha devem ser corrigidos para que estejam dentro do range da entrada de desvio
antes que as operações normais do Modo de Execução possam ocorrer.
Aviso Crítico: O fator do medidor varia mais que o Desvio do Fator Linear.
Aviso Crítico: O nível de Segurança para o parâmetro deve ser um dos 2 níveis mais altos.

Braços:Produtos:Precisão de Índice: Produto Range:


Volume: Seleção de Variação do
Fator do Medidor

Produto 333
Descrição: Ativa ou desativa a variação do fator de medição com base na temperatura do produto. O padrão do
fabricante é "Disabled" ("Desativado").

Seleções:
• [Disabled]
• Habilitado
Observação: A magnitude da variação é determinada pelo parâmetro da porcentagem do fator do medidor de acordo com
a temperatura em graus abaixo.
Aviso Crítico: O nível de Segurança para o parâmetro deve ser um dos 2 níveis mais altos.

Braços:Produtos:Precisão de Índice: Produto Range: 0,0001 - 0,9999%


Volume: Fator do Medidor
Variação Percentual por
Temperatura em Graus

Produto 334
Descrição: A variação em porcentagem do fator do medidor para cada variação de grau na temperatura.
Observação: Não tem efeito se o código de programa 333 estiver desativado ou as unidades de temperatura não forem
atribuídas.
Aviso Crítico: O nível de Segurança para o parâmetro deve ser um dos 2 níveis mais altos.

Braços:Produtos:Precisão de Índice: Produto Range: -999,9 - 999,9 graus


Volume: Variação do Fator do
Medidor Temperatura de
Referência

Produto 335
Descrição: Define a temperatura de referência da variação do fator do medidor. Esta entrada representa a temperatura, em
décimos, na
qual é determinado
Observação: Não seo aplica
fator atual
se o do medidor.
código de programa 333 estiver desativado ou as unidades de temperatura não forem
atribuídas.
Aviso Crítico: O nível de Segurança para o parâmetro deve ser um dos 2 níveis mais altos.

Página 167 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

8.6.4. 400 - Temperature/Density Directory (Diretório de


Temperatura/Densidade)

Braços:Produtos:Temperatura/ Índice: Produto Range: -999,99 - +999,99 graus


Densidade:Alarme de Limite de Desativar: 999,99
Alta Temperatura

Produto 401
Descrição: Define o limite do alarme para a emissão de um alarme de alarme de Alta Temperatura
Observação: Uma entrada “+999” desativa o alarme.

Braços:Produtos:Temperatura/ Índice: Produto Range: -999,99 - +999,99 graus


Densidade:Alarme de Limite de Desativar: -999,99
Baixa Temperatura

Produto 402
Descrição: Define o limite do alarme para a emissão de um alarme de alarme de Baixa Temperatura

Braços:Produtos:Temperatura/ Índice: Produto Range: -999,9 a 999,9 graus


Densidade:Temperatura de Desativar: -999,9
Manutenção

Produto 403
Descrição: A temperatura de manutenção é utilizada quando uma sonda de temperatura não está instalada ou funcional,
porém são
Necessários
Observação:cálculos de temperatura.
Uma entrada maior que –999,9 substituirá a entrada da sonda de temperatura ou do transdutor, caso
instalada, e será utilizada em todos os cálculos onde a temperatura é utilizada. Observe que isso não pode ser permitido
para todas as Não
Observação: jurisdições de se
se aplica pesos e medidas.
Unidades de Temperatura = Não Utilizada

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 168


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Braços:Produtos:Temperatur Índice: Produto Range:


a/ Densidade:Tabela API

Produto 411
Descrição: Este código de programa seleciona o método de correção de temperatura utilizado para o produto sendo
entregue.

Seleções:
• Nenhum
• API 2004 crude oils
• API 2004 refined products
• API 2004 C Tables Special
• API 2004 Lube Oils
• API E Tables - LPG, NGL
• API 1952 (6,23,24,53,54)
• PTB-1 ethanol/bio blend
• PTB-3 ethanol/bio blend
• EPA-RFS2 (E100) - ethanol
• EPA-RFS2 (B100) - biodiesel
• Aromatics (ASTM D1555)
• Brazil ABNT5992 (Refden)
• Brazil ABNT5992 (RefGrade)
• Brazil ABNT5992 (LiveDen)
• Brazil BR1A
• Brazil BR1P
• Brazil BR2P
• NH3 - Ammonia

As tabelas antigas (API 1952) permitem o uso de temperaturas de referência que não sejam -60F/15C. Além disso, a
densidade de referência pode ter uma temperatura diferente da temperatura de referência. Por exemplo, a temperatura
de referência pode ser 30°C e a temperatura da densidade de referência pode ser 15C. O parâmetro do produto #414
pode ser utilizado para inserir a temperatura da densidade de referência. As Tabelas API 1952 podem ser utilizadas
para compensação da temperatura do asfalto. As antigas tabelas 6, 24 e 54 podem ser utilizadas no lugar da ASTM
D4311 Crítico:
Aviso (Compensação
A tabelade
detemperatura
API entra em
doconflito
Asfalto).com
ASTM
as unidades
D4311 utiliza
de temperatura
uma densidade de referência de 1028,1 kg/m3
ou 920,9 kg/m3.
Aviso Crítico: Não foi configurada densidade [somente tabelas ímpares]
Aviso Crítico: A densidade em tempo real não está disponível com o cálculo da mistura de PTB Etanol.
(PTB) disponível com 11,06 e superior. Tabela Aromáticos (PTB) disponível com 11,08 e superior.
Observação: Equações Eth e B100 (EPA-RFS2) para “Normatização de Volumes para combustíveis renováveis de
acordo com a EPA 40 CFR Parte 80 regulamento para combustíveis e adicionais. Não é necessária uma entrada de
Densidade de Referência para utilização dessas equações; EPA-RFS2 usa um C de E de 0,000630 para etanol e
0,000458 para B100, nestas equações, que podem ser inseridas para Entrada de Densidade de Referência caso seja
necessária a conversão de volume para massa.

Página 169 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Braços:Produtos:Temperatura/De Índice: Produto Range: -9999,9 - 9999,9


nsidade de Referência

Produto 412
Descrição: Esta entrada especifica a densidade de referência do produto (densidade a temperatura / pressão padrão)
quando não
está sendo
Escala utilizadobaseada
de entrada o densitômetro.
na seleção da tabela.
Tabela 6 999,9 a +999,9 API
Tabela 24 0 a 9,9999 Densidade Relativa
Tabela 54, 60 0 a 9999,9 Densidade de Referência
Eth/Gas (PTB) 0 a 9999,9 kg/m3
Observação: Se a seleção da tabela da API for alterada, a entrada de cinco dígitos anterior para referência não será
convertida. Este valor deve ser novamente inserido.
Observação: O range válido para as Tabelas E é 0,3500 a 0.6880 de densidade relativa a 60°F ou 351,7 a 687,8 kg/m3 a
15°C ou 331,7 a 683,6 kg/m3 a 20°C por GPA TP-27 e API 11.2.4.
Os seguintes são exemplos do display quando as Tabelas 24, 54 ou 6C e 54C são selecionadas.

Tabela 6B selecionada: +43,2 API


Tabela 24 selecionada: 0,8175 Densidade Relativa
Tabela 54 selecionada: 1150,2 Kg/M3
Aviso Crítico: É necessária densidade de referência para misturas de etanol.
Observação: Para tabelas de Eth/Gas (PTB), insira densidade de referência a 15C em unidades de kg/m3,
independentemente para qual temperatura de referência
(System 402)Ao entrada
Aviso Fatal: é programado.
mesmo está fora do range especificado.

Braços:Produtos:Temperatura/D Índice: Produto Range:


ensidade Reference Density
Units (Unidades de Densidade
de Referência)
Descrição: Esta entrada permite ao usuário especificar as unidades associadas ao valor inserido no Produto 413 -
Produto 413
Densidade de Referência

Seleções:
• NA
• °API
• lb/ft3
• kg/m3

• Relative Density

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 170


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Braços:Produtos:Temperatur Índice: Produto Range: 0 - 999,9


a/ Densidade:Temperatura
de Densidade

Produto 414
Descrição: Em algumas aplicações, a temperatura usada para obter a densidade de referência pode nem sempre ser a mesma
coisa que
a temperatura base utilizada para correção de volume. O AccuLoad permitirá a entrada de uma temperatura de referência
individual para a densidade de referência. Os volumes continuarão a ser corrigidos para a temperatura de referência
programada no System Directory 402. Este recurso somente estará disponível com as tabelas API 2004 (isto é, 6A\B\D,
24A\B\D, 54A\B\D, 60A\B\D), tabelas antigas e aromáticos.
Por exemplo, este parâmetro permitirá a entrada de uma densidade de referência medida a 15°C e a correção de volumes
até 30°C ou a entrada de uma densidade de referência medida a 60°F e os volumes corretos até 86°F.

Aviso Crítico: A densidade de referência deve ser de 15 °C ou 59°F para misturas de etanol PTB.

Braços:Produtos:Temperatura/ Índice: Produto Range: 0 - 999,9


Densidade:Coeficiente de
Expansão

Produto 415
Descrição: Esta entrada, em unidades percentuais de temperatura, especifica a expansão em porcentagem para o
produto, no uso de uma tabela de tipo ‘C’. Por exemplo, um Coeficiente de Expansão com um valor de 0,0010720 seria
inserido como um valor percentual de 0,107200.

Braços:Produtos:7Temperatura/ Índice: Produto Range:


Densidade:Tipo de Densitômetro

Produto 416
Descrição: Esta entrada especifica se um densitômetro está em utilização e, em caso afirmativo, se o mesmo indica uma
densidade corrigida para a temperatura de referência ou se indica a densidade observada na linha.

Seleções:
• No Densitometer
• Observed Density
• Corrected Density

Braços:Produtos:Temperatura/ Índice: Produto Range:


Densidade:Calcular Densidade
de Referência Atual

Produto 421
Descrição: Esta entrada permite o cálculo de uma densidade de referência em tempo real a partir da temperatura atual e
da densidade atual (observada) Um cálculo médio da densidade de referência para entrega está sempre incluído, porém,
se a densidade de referência precisar ser monitorada durante a entrega, habilite esta opção.

Seleções:
• Não
• Sim

Página 171 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Braços:Produtos:Temperatura/ Índice: Produto Range: -999,9 - +999,9 API


Densidade:Alarme de Limite de Para outras unidades de densidade 0 - 9999,0
Alta Densidade

Produto 422
Descrição: Define o limite para o alarme de alta densidade.
Observação: Não se aplica se Unidades de Temperatura = Não Utilizadas

Braços:Produtos:Temperatura/ Índice: Produto Range: -999,9 - +999,9 API


Densidade:Alarme de Limite de Para outras unidades de densidade 0 - 9999,0
Baixa Densidade

Produto 423
Descrição: Define o limite para o alarme de baixa densidade.

Braços:Produtos:Temperatur Índice: Produto Range: -999,9 - +999,9 API


a/ Densidade:Densidade de Para outras unidades de densidade 0 - 9999,0
Manutenção

Produto 424
Descrição: Este código de programa permite a entrada de uma densidade de manutenção nas situações de falha do
densitômetro, etc. e o valor da densidade tiver que ser inserido por meio da interface do usuário ou da interface de
comunicação.

Braços:Produtos:Temperatur Índice: Produto Range: 0 - 99999 unidades de entrega


a/ Densidade:Quantidade
Delta

Produto 431
Descrição: Este parâmetro se aplica somente aos braços de descarga e especifica a quantidade do lote entre amostras de
densidade de -999.9 a +999.9 API utilizadas para calcular a porcentagem de contaminante durante a descarga. São
extraídas, no máximo, dez amostras em um lote. Cada uma das amostras tem uma média ponderada de vazão sobre o
volume delta programado por esta entrada. A densidade para a 10ª amostra delta entregue (ou a última amostra completa,
caso o número seja menor que 10), será considerada a densidade do produto puro sem contaminação, quando for calculada
a porcentagem do contaminante.

Braços:Produtos:Temperatur Índice: Produto Range: 0 - 9999,9 unidades de densidade


a/ Densidade:Densidade dos
Contaminantes

Produto 432
Descrição: Este parâmetro se aplica apenas aos braços de descarga e especifica o valor de densidade assumido para o
contaminante (como a água) que pode estar presente em uma operação de descarga. É usado no cálculo para determinar
a porcentagem de contaminante presente durante a operação de descarga.

Braços:Produtos:Temperatur Índice: Produto Range: -1e+37 e 1e+38


a / Densidade: PTB kOE
Método 1

Produto 441
Descrição: Esta entrada é o coeficiente necessário para implementar o algoritmo PTB k0E do método 1 para
misturas de etanol / biodiesel.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 172


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Braços:Produtos:Temperatura / Índice: Produto Range: -1e+37 e 1e+38


Densidade: Método 3 PTB A1,
Coeficientes A1, A2, A3

Um Produto 442, 443, 444


Descrição: Esses parâmetros oferecem compensação de temperatura de misturas de etanol e gasolina usando a equação
de PTB. O AccuLoad permitirá a entrada dos coeficientes utilizados na equação para permitir outras misturas à medida que
novos dados estiverem disponíveis no PTB.
- > -1,12345e-09
Aviso Crítico: São necessárias constantes A1, A2 e A3 para misturas de etanol.

Braços:Produtos:Temperatura/ Índice: Produto Range: -1e+37 a +1e+38


Densidade:Produto de
Hidrocarbonetos Aromáticos

Braços 461
Descrição: Este código especifica o produto de hidrocarboneto aromático industrial ou Cicloexano que está sendo
entregue. A compensação de temperatura ocorrerá de acordo com o padrão ASTM D 1555. Esta entrada somente
ocorre se a tabela API (parâmetro do produto # 411) estiver programada para unidades "Aromatic” (Aromáticas) e
temperatura (o parâmetro do sistema 401 está programado).

Para produtos impuros, o parâmetro de produto # 424 pode ser usado para inserção de densidade da mistura. Caso
contrário, a densidade do produto puro será usada nos cálculos.
• Benzeno
• Cumeno
• Ciclohexano
• Etilbenzeno
• Estireno
• Tolueno
• m-xileno
• 0-Xileno
• p-xileno
• 300-350F Aromatic
• 350-400F Aromatic

Braços:Produtos:Temperatura/ Índice: Produto Range: 0 -9999,99


Densidade:Densidade de
Referência do Hidrocarboneto
Aromático

Braços 46-2
Descrição: Este parâmetro é usado para inserir a densidade de referência de um produto hidrocarboneto aromático que é
considerado impuro. Caso 0 seja inserido, a densidade do produto puro será usada nos cálculos. A densidade de
referência deve ser inserida em unidades de densidade de kg/ m3 e deve basear-se na temperatura de referência
programada (parâmetro do sistema nº 402) ou na temperatura da densidade de referência (parâmetro nº 414)
Observação: Caso o produto "300 a 350°F Aromatic" ou "350-400°F Aromatic" for selecionado, a densidade de
referência para o produto deve ser inserida. Caso contrário, a conversão de volume e massa não estará disponível (por
exemplo, se o pulso do volume for inserido, a massa não estará disponível.) Com a entrada de pulso de massa, o
volume não estará disponível.

8.6.5. 500 - Pressure Directory (Diretório de Pressão)


Braço:Produto:Pressão:Lim Índice: Produto Range: [0] - 9999 unidades de pressão
ite de Alarme de Alta
Pressão

Produto 501
Descrição: Define o limite do alarme para a emissão de alarme de Alta Pressão

Página 173 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Braço: Produto: Pressão: Limite Índice: Produto Range: [0] - 9999 unidades de pressão
de alarme de baixa pressão

Produto 502
Descrição: Define o limite do alarme para a emissão que um alarme de alarme de Baixa Pressão seja gerado.

Braços:Produtos:Pressão: Índice: Produto Range: 0,0 - 9999,9 unidades de pressão


Pressão de manutenção Desativar: 0,0

Produto 503
Descrição: Define a pressão a ser utilizada quando um transmissor de pressão não está instalado ou não está funcionando,
mas são necessários cálculos à pressão

Braços:Produtos:Pressão: Índice: Produto Range: 0 - 99999


Coeficiente de pressão

Produto 504
Descrição: Este código permitirá a entrada de um Fator de Compressibilidade que será utilizado pelo sistema para
calcular o CPL. Esta entrada deve ser zero, exceto quando o as Tabelas API 2004 C são selecionadas para API e a
compensação de pressão for necessária, pois o AccuLoad não tem densidade para calcular o fator de compressibilidade.
O fator é utilizado da seguinte forma: XXXXX é igual ao fator inserido e é aplicado como 0.0000XXXXX.
Observação: Esse valor representará a variável "F" na equação de CPL.

Braços:Produtos:Pressão: Índice: Produto Range: [0] - 9999 unidades de pressão


Pressão Diferencial Desativar: 0

Produto 511
Descrição: Define a pressão adicional a ser mantida acima do vapor ou contrapressão. Nessa situação, o alarme de baixa
pressão deve ser ajustado de forma suficientemente alta para garantir que a pressão não caia abaixo da pressão do vapor
do produto. Aqui, uma entrada não-zero aqui substituirá qualquer outro tipo de controle de vazão de contrapressão
Observação:
programado.

Braços:Produtos:Pressão:Vazão Índice: Produto Range: [0] - 9999 unidades de taxa de vazão


mínima de pressão traseira

Produto 512
Descrição: Define a taxa de vazão mínima permitida na redução da taxa de vazão para manter a contrapressão mínima.
Caso a taxa de vazão precise ser reduzida, o AccuLoad emitira um alarme caso a taxa de vazão precise ser reduzida
abaixo deste nível para manter a contrapressão.

Braços: Produtos: Pressão: Índice: Produto Range: 0 - 99 segundos


Temporizador de pressão mínima Desativar: 0
de Retorno

Produto 513
Descrição: Define o tempo mínimo, em segundos, até que a unidade atinja a taxa de vazão desejada. Caso a taxa de
vazão não seja atingida neste momento, a mesma terá seu percentual reduzido devido à insuficiência de contrapressão.
Caso a taxa de vazão caia abaixo da vazão mínima de contrapressão, um alarme será emitido e a válvula será fechada.

Caso uma pressão diferencial seja inserida no Produto 511, essa pressão deve estar dentro deste período, após a
variação da taxa de vazão. Caso contrário, a taxa de vazão será reduzida devido à insuficiência de contrapressão.
Observação: Esta entrada é utilizada para Otimização Automática de Fluxo (AFO)

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 174


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Braços: Produtos: Pressão: Redução Índice: Produto Range: 50 - 90%


da porcentagem de Contrapressão

Produto 514
Descrição: Este número de dois dígitos permitirá que o operador selecione a porcentagem de taxa de vazão a ser usada
durante condições de contrapressão insuficientes ou condições de vazão insuficientes. (Por exemplo, uma entrada de 90%
fará com que a taxa de vazão seja reduzida para 90% da taxa atual durante condições de insuficiência da contrapressão.)
Observação: Esta entrada é utilizada para Otimização Automática de Fluxo (AFO)

Braços:Produtos:Pressão: Pressão Índice: Produto Range: [0] - 9999


de Recuperação de Vazão de
Contrapressão

Produto 515
Descrição: Define a pressão excedente de vapor no produto que acionará o AccuLoad para tentar a recuperação da vazão
para a alto vazão programada.
Observação: Esta função requer uma entrada de pressão e esta pressão deve ser suficientemente superior à pressão
diferencial inserida no Produto 511 para evitar a oscilação da taxa de vazão.

Braços:Produtos:Pressão: Índice: Produto Range: [0] - 99 minutos


Temporizador de Recuperação Desativar: 0
de Vazão de Contrapressão

Produto 516
Descrição: Define o tempo que o AccuLoad aguardará para tentar a recuperação da taxa de vazão, caso uma leitura de
pressão não esteja disponível. Este parâmetro fornece um método de recuperação de vazão que não requer o uso de
uma entrada do transmissor de pressão.

Braços:Produtos:Pressão:Método Índice: Produto Range:


de Cálculo da Pressão do Vapor

Produto 521
Descrição: Este parâmetro define o método que o AccuLoad utilizará para calcular a pressão de vapor de um produto.

Seleções:
• Aproximação de Linha Direta (É necessário que os pontos da curva sejam inseridos nos códigos 522 a 527).
• GPA TP-15 (absoluto)
• GPA TP-15 (indicador): Conforme descrito no GPA TP-15 (publicação técnica 15 da Associação de Processadores de Gás).
(Utiliza a densidade de referência do produto nos cálculos).
Aviso Crítico: GPA-TP15 requer densidade corrigida [temperatura usada, tabela API selecionada]

Braços:Produtos:Pressão:Pres Índice: Produto Range: [0,0] - 9999,9


são de Vapor 1 - 3

Braços 522, 524, 526


Descrição: Esses três parâmetros são utilizados para definir a proporção de vapor na proporção entre vapor e pressão x
curva de temperatura utilizada para calcular a pressão de vapor atual. As pressões são definidas da menor à mais alta.
O cálculo da pressão de vapor, determinado a partir das entradas feitas aqui, será usado tanto para controle de
contrapressão diferencial quanto na equação de CPL tal como o a entrada "Pe” Portanto, deve-se considerar
cuidadosamente a determinação desses pontos e sua precisão.

Aviso Crítico: A pressão de vapor deve ser inserida em ordem decrescente.

Página 175 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Braços:Produtos:Pressão: Índice: Produto Range: -999 - +999 graus


Temperaturas da Pressão de Vapor
1-3

Produtos 523, 525, 527


Descrição: Esses três parâmetros são utilizados para definir a proporção de temperatura na proporção entre vapor e
pressão x curva de temperatura utilizada para calcular a pressão de vapor atual. Estas temperaturas correspondem às
pressões de vapor. O cálculo da pressão de vapor, determinado a partir das entradas feitas aqui, será usado tanto para
controle de contrapressão diferencial quanto na equação de CPL tal como o a entrada "Pe” Portanto, deve-se considerar
cuidadosamente a determinação desses pontos e sua precisão.
Aviso Crítico: Pressão de vapor correspondente não programada.
Observação: Não utilizado para o método de cálculo da pressão de vapor = GPA-TP15

8.7. Diretórios de Receita


adicionais de Receita de Composição de Produto

8.7.1. Mistura de Produto

Receitas:Mistura do Índice: Recipes (Receitas) Range: 1 - 6


Produto:Receita Utilizada

Receitas 01
Descrição: Este código de programa indica se uma receita está configurada para uso.

Seleções:
• Not Used
• Load Arm 1 - 6
Aviso Crítico: Braço de carga não configurado.
Observação: Braços de carga 3 a 6 não estão disponíveis no hardware AccuLoad-ST

Receitas:Mistura de Índice: Recipes (Receitas) Range: Texto - Máximo de 20 caracteres


Produto:Nome da Receita

Receitas 02
Descrição: Atribua um nome para esta receita

Receitas:Mistura do Índice: Recipes (Receitas) Range: 1 - 6


produto:Classificação HM

Receitas 03
Descrição: Seleciona um produto que tenha Classificação de Materiais Perigosos (HM) nesta receita. Esta Classificação
HM será impressa no bilhete de carga para esta receita. As classificações HM são definidas nos diretórios de produtos
individuais.

Seleções:
• Produto
Aviso 1 a 6 Produto não configurado.
Crítico:

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 176


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Receitas:Mistura de Produto: Índice: Recipes (Receitas) Range: 1 - 6


Pedido de Entrega de Produto 1 - 6

Receitas 11, 13, 15, 17, 19, 21


Descrição:

Mistura Sequencial: Estes parâmetros definem a ordem de entrega dos produtos sequencialmente misturados nesta
receita. Isto se aplica aos braços de mistura sequenciais e aos produtos sequencialmente entregues em um braço híbrido.

Seleções:
• Not Used
• Produto 1 a 6
Aviso Crítico: O primeiro componente deve ser programado [somente --04]
Observação: Aplica-se somente a braços de mistura sequenciais e braços híbridos
Observação: Para os braços híbridos, os produtos de proporção passam primeiro por contagem.

Receitas:Mistura de Índice: Recipes (Receitas) Range: 0,0 - 100,0%


Produto:Pedido de
Entrega de Produto 1 - 6

Receitas 12, 14, 16, 18, 20, 22


Descrição: Esses parâmetros estabelecem a porcentagem de cada produto em uma receita como uma porcentagem do
lote total a ser adicionado a este produto. As percentagens dos seis produtos (mistura de proporção) ou seis componentes
(mistura sequencial) devem somar até cem por cento; caso contrário, um aviso crítico será emitido. Por exemplo, 0
significaria que este produto não deve ser incluído na receita, e 100,0 significaria que a receita deveria consistir
inteiramente deste produto.

Mistura Híbrida: Programe primeiro das porcentagens de produtos para os produtos de proporção.
Os parâmetros restantes podem ser usados para especificar as porcentagens para os produtos sequenciais.
Aviso Crítico: As porcentagens de componentes devem somar 100%.
Aviso Crítico: A porcentagem de componente não é utilizada com produtos puros.
Aviso Crítico: A porcentagem de componentes não utilizada com mistura de proporção [13, 15; outros dependem do
número de seleção de produtos para mistura de proporção para este braço de carga]

Receitas: Mistura de produtos: Índice: Recipes (Receitas) Range: 1 - 6


Dedução de Linha Eliminada

Receitas 31
Descrição: Seleciona o produto a partir do qual o volume da linha eliminada deve ser deduzido. No “Ready Mode” (Modo de
Prontidão), quando uma receita é selecionada e uma quantidade de preset é inserida, o preset é dividido entre os produtos,
de acordo com as porcentagens programadas na receita. O volume da linha eliminada é deduzido do volume de preset do
produto é selecionado aqui. Caso o produto selecionado não faça parte desta receita, um aviso crítico será emitido. O range
desta entrada é 0,0 a 9,9.
Por exemplo, pegue uma receita com 50% dos produtos 1 e 2. A linha eliminada contém 50 galões do produto 4. Um
preset de 1000 galões é inserido. Este preset é dividido entre os produtos 1 e 2: 500 galões cada. Caso o produto 1
seja selecionado aqui, como o produto do qual se deve deduzir a linha eliminada, então o produto 1 do preset seria
500 - 50 = 450 galões. Quando START for pressionado, os produtos 1 e 2 entregarão 450 galões e 500 galões,
respectivamente. Quando os produtos 1 e 2 forem entregues, serão fornecidos 50 galões do produto da linha
eliminada (produto 4).

Aviso
Seleções:Crítico: Produto não utilizado na receita.
• Produto
Aviso 1 a 6 Dedução de Linha Eliminada deve ser o Produto 1 quando a receita for atribuída a um braço de mistura
Crítico:
lateral.

Página 177 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Receitas:Mistura de Produtos: Índice: Recipes (Receitas) Range: 1 - 6


Alarme de Linha Eliminada

Receitas 32
Descrição: Este parâmetro especifica o produto utilizado para ‘envolver’ o braço de carga e o medidor executado no final
do lote. Isso permite que o operador estabeleça um produto de linha eliminada com base na receita.
Caso o parâmetro Load Arm "221 Clean Line Amount" seja maior que zero e se "Recipe 32 - Clean Line Prd" não estiver
configurado para "NA", o produto, conforme programado em "Recipe 32 - Clean Line Prd” será o produto da linha
eliminada. Em outras palavras, o produto da linha eliminada programado no diretório da receita terá precedência sobre o
produto da linha eliminada programado no diretório do braço, desde que o produto de linha de receita não seja "NA". Caso
o produto da receita da linha eliminada esteja programado como "NA", o produto da linha eliminada será o que está
programado no diretório do braço ("222 Clean Line Product").

Seleções:
• Not Used
• Produto 1 a 6
Aviso Crítico: O produto não pode ser um produto de vazão lateral (produto de proporção encaminhado a montante do
medidor de produto sequencial) em um braço híbrido.
Aviso Crítico: Produto maior do que o número de produtos disponíveis para este braço.

Receita:Mistura do Índice: Recipes (Receitas) Range:


produto:Modo de Entrega
de Proporção

Receitas 33
Descrição: Este código de programa permite uma relação de configuração de braço encapsulado para entregar produtos
de forma sequencial, em vez de simultaneamente. As receitas onde as porcentagens de proporção são difíceis de alcançar
simultaneamente devido à hidráulica do sistema, ou onde as reações endotérmicas podem afetar significativamente os
resultados podem ser configurados para entregar cada produto sucessivamente com este código de programa.

Seleções:
Concorrente – Produtos são preparados para fluir simultaneamente (mistura de proporção tradicional), com mistura no
braço, conforme o fluxo na embarcação.
Sucessivo – Os produtos são preparados para fluir sequencialmente e se misturam uma vez que estão no recipiente.
Caso esta opção esteja definida como '1 - Successive' ('1 - Sucessivo'), então a ordem de entrega do produto também deve
ser especificada (como braço para uma mistura sequencial)

8.7.2. Adicionais de Receita

Receitas:Adicionais de receita: Índice: Recipes (Receitas) Range: 0,000 - 9999,999


Quantidade de Aditivo / Ciclo

Receitas 51
Descrição: Define o volume de produto aditivo que será injetado para cada ciclo do injetor (por exemplo, uma entrada de
000.100 mostra que um décimo de uma unidade de aditivo será injetado em cada ciclo do injetor).
Para injetores de pistão ou medidos, as unidades para este volume de aditivo serão feiras conforme programação no código
de sistema 881. Para injetores inteligentes, este é o número que é baixado para o injetor inteligente. As unidades podem
ser fixas ou programadas no injetor inteligente.
Ao utilizar um Sistema de Injetor de Aditivo Inteligente, o volume do injetor aditivo é baixado para o injetor aditivo no início
de cada lote.
Alguns injetores adicionais não suportam a gama completa que oferecemos aqui. Os injetores Titan aceitam somente
números inteiros como volume. Os injetores Smith e Gate City (Blend-Pak, Mini-Pak e AccuTroller) aceitam o volume do
injetor em décimos. O AccuLoad fará a conversão para o formato necessário para entrada no injetor inteligente.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 178


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Receitas:Adicionais de Índice: Recipes (Receitas) Range: 0 - 999 unidades de entrega ou 0 - 20%


receita:Taxa Aditiva

Receitas 52
Descrição: Define a taxa na qual o aditivo é injetado no fluxo de produto durante a entrega. Este é o volume do
produto principal por Injeção adicional, normalmente, 40 galões ou 100 litros.

Caso o injetor for controlado por vazão, o valor representa uma porcentagem do valor de preset que este aditivo irá
entender. Por exemplo, com uma predefinição de 1000 unidades e este parâmetro programado para 10.0, o resultado será
900 unidades dos produtos componentes na receita mais 100 unidades deste aditivo. O range é de 0 a 20,0 por cento.

Receitas:Adicionais de receita: Índice: Recipes (Receitas) Range: 1 - 24


produto com aditivo

Receitas 53
Descrição: Esta entrada é usada para verificar se este injetor deve ser usado com esta receita e com quais produtos serão
usados. Cada um dos 24 injetores possíveis pode ser usado com os produtos que estão sendo carregados nesta receita.
• Produto 1 a 24
Este código de programa permite que o operador selecione quais produtos são utilizados por um respectivo injetor em um
liquidificador. Os produtos que utilizam injetor são marcados com um asterisco. O número de produtos exibidos na tela
depende do número de produtos configurados para o respectivo braço de carga.

8.8. Diretórios de Arquitetura Distribuída

Arquitetura Índice: Recipes (Receitas) Range: Texto - Máximo de 28 caracteres


Distribuída:Configuração ID do
Conjunto de Placas

Arquitetura Distribuída 101


Descrição:

Arquitetura Índice: Recipes (Receitas) Range: Texto - Máximo de 28 caracteres


Distribuída:Configuração Ação
do Botão “Stop”

Arquitetura Distribuída 102


Descrição:

Seleções:
• Braços em ambas IHMs
• Braço somente em um IHM

Página 179 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Referência

Arquitetura Distribuída: Índice: Recipes (Receitas) Range: Texto - Máximo de 28 caracteres


Configuração Alarme de Braço
Ocioso

Arquitetura Distribuída 103


Descrição:

Seleções:
• Stop Arms
• Don't Stop Arms

Arquitetura Índice: Recipes (Receitas) Range: Texto - Máximo de 28 caracteres


Distribuída:Configuração Alarme
de Braço Ocioso

Arquitetura Distribuída 104


Descrição:

Seleções:
• Disabled
• Habilitado

Arquitetura Índice: Recipes (Receitas) Range: -1 - 99


Distribuída:Endereços das
Placas:ID Atribuído à Placa

Arquitetura Distribuída 121


Descrição:

Arquitetura Distribuída:Endereços Índice: Recipes (Receitas) Range: -1 - 99


das Placas:ID Atribuído à Placa

Arquitetura Distribuída 122


Descrição:

Arquitetura Distribuída:Endereços Índice: Recipes (Receitas) Range: -1 - 99


das Placas:ID Atribuído à Placa

Arquitetura Distribuída 123


Descrição:

Arquitetura Distribuída: Índice: Recipes (Receitas) Range: -1 - 99


Leitor de cartão:Modo

Arquitetura Distribuída 721


Descrição:

Seleções:
• Momentary
• Captive

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 180


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador
Referência

Arquitetura distribuída:Leitor de Índice: Recipes (Receitas) Range:


cartão:taxa de transmissão

Arquitetura Distribuída 722


Descrição:

Seleções:
• 9600
• 19200
• 38400
• 57600
• 115200

Arquitetura distribuída:Leitor de Índice: Recipes (Receitas) Range:


cartão:Dados/Paridade

Arquitetura Distribuída 723


Descrição:

Seleções:
• 7 Data No Parity
• 7 Data Odd Parity
• 7 Data End Parity
• 8 Data No Parity
• 8 Data Odd Parity
• 8 Data Even Parity
• 8 Data No Parity 2 Stop

Arquitetura distribuída: Índice: Recipes (Receitas) Range: 0 - 99


Leitor de cartão:Timeout

Arquitetura Distribuída 724


Descrição:

Página 181 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Anexo

9 – Anexo I – Alarmes

Referência Cruzada entre adicionais Inteligentes para Injetores


Injetor Blend-Pak - Do Ponto de Vista do Blend-Pak Equivalência de Códigos entre o AccuLoad III e o AccuLoad IV
Excess Additive RA: Additive Frequency Alarm

No Additive Flow NA: No Additive Pulses Alarm

No Fuel Flow GA: Additive Injector Error

Low Additive KA: Low Additive Volume

Leaking Solenoid MA: Excess Additive Pulses

No Act. Time-Out GA: Additive Injector Error

Fuel Flow Switch GA: Additive Injector Error

Low Flow Switch Failure GA: Additive Injector Error

Flash Vol Alarm GA: Additive Injector Error

Communication Error to Additive Injector CT: Additive Communication Totals

Injetor Mini-Pak/AccuTroller – Do Ponto de Vista do Mini-Pak/ AccuTroller Código Equivalente de Erro do AccuLoad IV

Additive Cycle Volume Alarm GA: Additive Injector Error

No Additive Alarm NA: No Additive Pulses Alarm

Leaking Solenoid MA: Excess Additive Pulses

Firmware Failure GA: Additive Injector Error

EEPROM Failure GA: Additive Injector Error

Communication Error to Additive Injector CT: Additive Communication Totals


Injetor Titan – Do Ponto de Vista do Titan Código Equivalente de Erro do AccuLoad IV

Alarm Low 1 RA: Additive Frequency Alarm

Alarm Low 2 KA: Low Additive Volume

Pulse Detection NA: No Additive Pulses Alarm

Alarm High MA: Excess Additive Pulses

Product Pulse Failure GA: Additive Injector Error

Unclean Product GA: Additive Injector Error

Tabela de Equivalências entre Códigos de Erro


Add-Pak (AICB) Código Equivalente de Erro do AccuLoad IV

Injections occurring too fast OR: Overspeed Injector CR: Inj


Command Rejected

No additive pulses occurring NA: No Add Pulses

Out of tolerance high RA: Additive Frequency Alarm


Out of tolerance low KA: Low Additive Volume

Excess additive pulses MA: Excess Additive Pulse


Additive total at least 10 times greater than expected injection CT: Additive Communication Totals
volume per injection
Faulty ROM or RAM D1: Add-Pak Diagnostic Alarm
Injetor Medido - Caso isto ocorra AccuLoad IV – Este é o alare acionado...

Injections are occurring too fast (before the previous one is complete) OR: Overspeed Metered Injector

No additive pulses are registering (no pulses have been registered NA: No Additive Pulses Alarm
from previous injection)
Out of tolerance high (meter constantly out of tolerance on high side) RA: Additive Frequency Alarm

Out of tolerance low (meter constantly out of tolerance on low side) KA: Low Additive Volume

Excess Additive Pulses MA: Excess Additive Pulses

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 182


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Anexo

Alarmes do AccuLoad IV-QT


Arm Program Error Este alarme indica que há um conflito ou inconsistência na configuração do braço.

Arm Recipe Program Error Este alarme indica que há um conflito ou inconsistência na seleção da receita.

A4B Comm Fail Este alarme indica uma falha no A4B.

Display Failure Este alarme indica uma falha de transmissão de dados para o display.

Flash Corrupt on Power Up Este alarme indica que a memória flash não conseguiu completar a sequência de teste de inicialização.

Flash Memory Error Este alarme indica uma falha na memória flash.

Meter Program Error Este alarme indica que há um conflito ou inconsistência na configuração do medidor.

Passcode Reset Este alarme indica que a senha foi redefinida.

Product Program Error Este alarme indica que há um conflito ou inconsistência na configuração do produto.

RAM Bad Quando exibido, este alarme indica que há uma falha de RAM.

RAM Corrupt on Power Up Este alarme indica que a memória RAM não conseguiu completar a sequência de teste de inicialização.

Recipe Program Error Este alarme indica que há um conflito ou inconsistência na configuração da receita.

ROM Bad Quando exibido, este alarme indica que há uma falha de ROM.

System Program Error Este alarme indica que há um conflito ou inconsistência na configuração do sistema.

Watchdog Alarm Indica que um recurso de verificação interna detectou um possível problema operacional no
microprocessador, que pode ter afetado as informações armazenadas em memória. Deve ser feita uma
revisão completa de todos os códigos de programas armazenados na memória para que sua precisão seja
confirmada.

Página 183 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Anexo

10 – Anexo II – Mapa de Injetores Medidos no AccuLoad® IV

# do Injetor S1-2 Ponto de Pontos de Ponto de


(AccuLoad) Endereços Placa Entrada Saída (A4I) Entrada Pontos de
Jumper de
para (A4I) (AccuLoad) Saída
endereçamento
Comunicação (AccuLoad)
na Placa A4I
1 NA A4M - A4B NA NA NA NA NA
2 NA A4M - A4B NA NA NA NA NA
3 NA A4M - A4B NA NA NA NA NA
4 NA A4M - A4B NA NA NA NA NA
Bomba = 1 A4I 1 = 39
5 101 A4I #1 Out 1 Solenoide = 2 A4I 1 = 24 A4I 2 = 40
Bomba = 3 A4I 3 = 41
6 102 A4I #1 Out 2 Solenoide = 4 A4I 2 = 25 A4I 4 = 42
Bomba = 5 A4I 5 = 43
7 103 A4I #1 Out 3 Solenoide = 6 A4I 3 = 26 A4I 6 = 44
Bomba = 7 A4I 7 = 45
8 104 A4I #1 Out 4 A4I 4 = 27
Solenoide = 8 A4I 8 = 46
Bomba = 9 A4I 9 = 47
9 105 A4I #1 Out 5 A4I 5 = 28
Solenoide = 10 A4I 10 = 48
Bomba = 11 A4I 11 = 49
10 106 A4I #1 Out 6 Solenoide = 12 A4I 6 = 29 A4I 12 = 50
Bomba = 13 A4I 13 = 51
11 107 A4I #1 Out 7 Solenoide = 14 A4I 7 = 30 A4I 14 = 52
Bomba = 15 A4I 15 = 53
12 108 A4I #1 Out 8 Solenoide = 16 A4I 8 = 31 A4I 16 = 54
Bomba = 17 A4I 17 = 55
13 109 A4I #1 Out 9 Solenoide = 18 A4I 9 = 32 A4I 18 = 56
Bomba = 19 A4I 19 = 57
14 110 A4I #1 Out 10 A4I 10 = 33
Solenoide = 20 A4I 20 = 58
Bomba = 1 A4I 1 = 59
15 201 A4I #2 Na 1 A4I 1 = 34
Solenoide = 2 A4I 2 = 60
Bomba = 3 A4I 3 = 61
16 202 A4I #2 Na 2 Solenoide = 4 A4I 2 = 35 A4I 4 = 62
Bomba = 5 A4I 5 = 63
17 203 A4I #2 Na 3 Solenoide = 6 A4I 3 = 36 A4I 6 = 64
Bomba = 7 A4I 7 = 65
18 204 A4I #2 Na 4 Solenoide = 8 A4I 4 = 37 A4I 8 = 66
Bomba = 9 A4I 9 = 67
19 205 A4I #2 Na 5 Solenoide = 10 A4I 5 = 38 A4I 10 = 68
Bomba = 11 A4I 11 = 69
20 206 A4I #2 Na 6 A4I 6 = 39
Solenoide = 12 A4I 12 = 70
Bomba = 13 A4I 13 = 71
21 207 A4I #2 Na 7 A4I 7 = 40
Solenoide = 14 A4I 14 = 72
Bomba = 15 A4I 15 = 73
22 208 A4I #2 Na 8 Solenoide = 16 A4I 8 = 41 A4I 16 = 74
Bomba = 17 A4I 17 = 75
23 209 A4I #2 Na 9 Solenoide = 18 A4I 9 = 42 A4I 18 = 76
Bomba = 19 A4I 19 = 77
24 210 A4I #2 Na 10 Solenoide = 20 A4I 10 = 43 A4I 20 = 78
Observação: Os parâmetros e mapeamentos do Add-Pak são fixos e definidos automaticamente.
Observação: Caso um injetor Add-Pak seja programado para operar, todos os endereços são reservados e tem seu uso impossibilitado por
qualquer outro injetor, para todo o sistema dentro de um banco de endereços. Os bancos vão de 100 a 110 e de 200 a 210. Observe que
os endereços 100 e 200 são endereços do sistema para toda a placa A4I.
Observação: É necessário prestar atenção ao parâmetro de configuração 020 (número de Injetores) Este número representa o número de
injetores que serão utilizados antes do Injetor #1 e após o #24. Caso o número de um injetor seja programado, sua posição ainda é contada.
Exemplo: São necessários somente dois injetores Add-Paks. Os injetores nas posições 5 e 6 são configurados como Add-Pak. O parâmetro CF
020 deve ser definido pelo menos como 6, desde que a contagem se inicia no injetor #1 e continua até #6. Os injetores de #1 a #4 são contados
de acordo com seu número, já que os mesmos ainda não estão configurados.

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 184


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Anexo

11 – Anexo III – Relatório Padrão da Página de Lote do Braço de Mistura

Página 185 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Anexo

12 – Anexo IV – Relatório Padrão do Braço Reto de Produtos

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 186


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Índice

A4B – 74, 75, 77, 82, 84, 103, 183 Permissivo de Compartimentos - 138
A4I – 74, 76, 81, 84, 85, 107, 119, 184 Compartimentos – 25, 27, 82, 138, 139, 140
A4M – 12, 79, 81, 84, 85, 88, 103 Transações de Compartimentos – 90, 95
AC – 4, 12, 81, 82, 84, 85, 86 mistura de biodiesel – 169
AccuLoad ID – 28 biodiesel – 169, 172
AccuMate – 7, 32, 34, 35, 36, 53, 68, 93, 120, 150 Válvula de Bloqueio – 82, 85, 86, 107, 142, 146, 164, 165
Alarmes Ativos – 3, 46 Bluetooth – 116
Aditivo – 4, 13, 33, 41, 42, 48, 49, 73, 82, 85, 107, 123, Endereços de Placas – 28, 180
124, 125, 126, 127, 129, 130, 131, 132, 133, 134, 135, Função do Conjunto de Placas – 74, 76
142, 147, 178, 179, 182 Número do Conjunto de Placas – 74, 76
Diretório Aditivo – 4, 33, 123 Booleano/Algébrico – 46, 53
Injetor Aditivo – 48, 82 Brasil – 133, 169
Erro no Injetor Adicional – 107, 182 Menu de navegação – 29, 31
Bomba Aditiva – 85 Calcular – 65, 171
adicionais – 3, 4, 13, 26, 28, 39, 45, 73, 90, 123, 124, 125, Calibração – 4, 55, 61, 62, 63, 64, 65, 66, 67, 68, 88,
126, 127, 128, 129, 130, 131, 132, 133, 134, 135, 178, 157, 158, 160, 161
179 Menu de Calibração – 4,
Add-Pak – 81, 82, 84, 85, 107, 129, 130, 182, 184 61 cartão cativo– 118
AFO – Veja Otimização Automática de Vazão Leitor de Cartões – 101, 116, 117, 119, 122, 180, 181
AHJ – 36 – Veja também Autoridades com Jurisdição AICB Linha Livre – 107, 123, 126, 142, 145, 146, 177, 178
– 107, 119, 129, 130, 182, 184 Comunicações – 3, 4, 15, 22, 26, 27, 32, 33, 34, 35,
Histórico de Alarmes – 3, 46, 47, 58 73, 90, 101, 107, 109, 110, 111, 112, 113, 114, 115, 116,
Contagem de Pulso de Alarme – 123, 126, 127 117, 118, 119, 120, 121, 122, 140, 150, 151, 184, 191
Alarm Relay – 3, 23, 85 Configuração – 25, 26, 73, 110, 119, 120, 121, 123, 139
Alarmes – 3, 4, 26, 46, 90, 107, 108, 109, 110, 111, 182, Configuração – 3, 4, 12, 26, 28, 33, 35, 73, 74, 75, 76,
183 77, 78, 79, 80, 81, 82, 83, 84, 85, 86, 87, 88, 89, 107,
Amônia – 133, 169 110, 117, 119, 127, 129, 130, 131, 179, 180, 184
E/S Analógica – 3, 4, 12, 26, 46, 51, 73, 87, 88, 89 Diretórios de Configuração – 4, 33, 74
API – 6, 40, 89, 105, 123, 133, 134, 169, 170, 171, 172, Contínuo – 23, 24, 95, 138, 140
173, 174, 175 Prevenção de Cruzamento – 116 – Veja
Endereços do Braço – 110 também Formato de Datas COP – 90
Braços – 4, 6, 25, 27, 38, 61, 73, 74, 75, 90, 91, 94, 107, data e hora – 48, 91
118, 140, 141, 142, 143, 144, 145, 146, 147, 148, 149, display diurno – 15
150, 151, 152, 153, 154, 155, 156, 157, 158, 159, 160, Inicialização DB – 61
161, 162, 163, 164, 165, 166, 167, 168, 169, 170, 171, Configurações DB – Ver Configurações de
172, 173, 174, 175, 176, 179, 180 Banco de Dados DC – 4, 12, 81, 82, 84, 85, 86
Aromatizante – 169, 173 Seleção de Decimal/Vírgula – 90, 93
Aromatizantes – 133, 169 Cabeçote DE – 74, 82, 107
asfalto – 6 Tipo de Quantidade de Transmissão – 98, 104
Pressão Atmosférica – 106 Instrução de Densidade – 105
Trilha de Auditoria – 2, 3, 34, 46, 49, 57 Amostragem de densidade – 3, 43
Autoridades com Jurisdição – 36 – Ver AHJ Otimização Unidades de Densidade – 105, 123, 134, 170, 172
Automática de Vazão – 174, 175 – Ver também AFO Informações do dispositivo – 4, 71
Preset Automático – 98 Configurações do dispositivo – 4, 69
Prova Automática – 98, 102 DHCP – 113
Prova Automática – 59 Diagnósticos – 3, 34, 35, 38, 45, 46, 47, 48, 52, 53, 54,
Início de Lote – 23, 95, 138, 140, 144, 147, 149 137
Diretórios de Compartimento – 4, 33, 73, 138 Entrada Digital – 4, 33, 46, 81, 82, 83, 137

Página 187 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Índice

Entradas Digitais – 3, 26, 35, 50, 73, 81, 82, 83 Diretórios do Braço de Carga – 33
Saída Digital – 4, 33, 46, 84, 85, 86 Baixa Vazão – 74, 82, 107, 142, 143, 147, 164, 182
Saídas Digitais – 3, 26, 35, 50, 73, 85, 86 LPG – 6, 133, 169
IP do Servidor DNS – 114 Óleos Lubrificantes – 133, 169
Solenoide a jusante – 85 ID MAC Address – 90, 91
do Driver 17 Menu Principal – 3, 15, 24, 45, 57
Pulso Duplo – 3, 46, 52, 53, 103, 123, 154, 155 Técnicos de Manutenção – 35
Telas Dinâmicas – 37, 38, 44, 46, 90, 92 Descritor de Massa – 98
Telas Dinâmicas – 3, 37, 38, 39, 40, 41, 42, 43, 44, Unidades de Massa – 98, 99
45, 46, 47, 48, 49, 50, 51, 52, 53, 54, 55 Braços Máximos Disponíveis – 90
E+H – 119 Preset Máximo – 98, 100
Endereço de Email – Medidor – 2, 3, 4, 5, 8, 12, 13, 33, 34, 40, 41, 42, 43, 46,
116 Diagrama de 53, 66, 73, 77, 78, 79, 86, 87, 88, 98, 102, 103, 105,
Engenharia – 46 EPA – 107, 116, 119, 123, 130, 134, 140, 151, 152, 153,
133, 169 154, 155, 156, 157, 158, 159, 160, 161, 162, 166,
Eliminação de Registro de Evento – 62 167, 168, 183, 192
Eliminação de Registro de Transação – 4, 63, 95 Diretórios do Medidor – 4, 33, 73, 151
etanol – 169, 170, 171, 172, 173 Injetor do Medidor – 4, 82, 85, 123, 129, 130, 131, 182,
Controle de Hospedagem 184
Ethernet – 114 Tempo de Fator do Medidor – 40, 41, 42, 66, 123, 130, 166, 167, 168
Espera Ethernet – 114 Medidor de Entradas de Pulso – 3, 46, 53
Registro de Evento – 3, 4, 34, 46, 47, 48, 59, 62, 63 Medidores – 27, 79, 99, 103
Sair – 25, 32, 35, 46 Minicomp Host – 119
Padrão do Fabricante – 61, 149 Preset Mínimo – 98, 100
Firmware – 3, 46, 55, 68, 90, 91, 182 Configurações do MMI – 4, 69
Flash – 182, 183 Modbus – 6, 15, 32, 91, 112, 114, 119, 120, 191
Erro de Memória Flash – 183 Leitor Nedap – 4, 110, 116, 117, 118, 119
Controle de Vazão – 3, 4, 12, 26, 27, 33, 73, 90, 96, 97, NEMA4 – 6
140, 142, 143, 144, 145, 146, 147, 151, 152, 153, Máscara de Rede – 113
154, 162, 163, 164, 165 Prova Líquida – 102
adicionais do Controle de Vazão – 39 Diagnósticos de Rede – 3, 46, 54
Taxa de Vazão – 21, 39, 40, 87, 90, 92, 123, 127, 128, NGL – 133, 169
129, 131, 134, 142, 143, 144, 155, 156, 162, 163, Volumes Não-reinicializáveis – 3, 46, 47
164, 166, 174 Sobrecarga de Alarme – 107, 142, 144, 153
Hora da Taxa de Vazão – 90, 92 Senhas – 34
Tolerância de Fluxo - 123, 131, 132, 163, 164 Permissivos – 3, 23, 82, 90, 95, 96, 138, 140, 141
Gateway – 113 PID – 123, 132, 133, 152
Uso Geral – 4, 26, 27, 29, 33, 73, 82, 84, 85, PIN – 18, 122
87, 90, 91, 92, 93, 94, 95, 96, 140, 141, 142, 162 Pistão Injetor – 82, 85, 126
Prova Bruta – 102 Ação de Parada de Pistão –
Alta Vazão – 74, 82, 107, 142, 143, 144, 163, 164 123
IHM – 76, 116, 179 Pressão – 4, 26, 33, 40, 41, 42, 73, 80, 87, 90, 106,
Interface de Hospedagem – 4, 35, 110, 112, 113, 114, 107, 151, 160, 162, 173, 174, 175, 176
115, 116 Diretório de Pressão – 4, 33, 106, 151, 162, 173
Mistura Híbrida – 3, 9, 61, 74, 177 Controle de Impressora – 4, 110, 111
Taxas do Injetor – 39, 44 Bandeja de Impressão – 82, 101
Atribuições de E/S – 12 Relatório de Impressão – 57
Endereço IP – 113 Mistura de Produto – 4, 28, 73, 176, 177, 178
Limite de Alarme de Vazamento – 96, 97
Braço de Carga – 3, 7, 33, 37, 38, 39, 41, 42, 44, 73, 85,
110, 141, 144, 148, 149, 176, 178

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 188


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Índice

Diretórios de Produto – 4, 33, 73, 162 Número de Transação Definido – 4, 62


Produtos – 4, 27, 38, 74, 75, 162, 163, 164, 165, 166, Impressora Compartilhada – 107, 119
167, 168, 169, 170, 171, 172, 173, 174, 175, 176, Mistura Side Stream – 3, 10
178, 179 Smart – 6, 85, 119, 129, 130, 178, 182
Modo de Programação – 3, 4, 24, 25, 26, 28, 29, 32, 33, 34, Smith Meter – 2, 5, 8, 116, 119, 130, 192
49, 73, 74, 75, 76, 82, 106, 136, 164 SMTP – 114, 115
Promass – 107, 119, 156 Solartron – 155, 157, 158, 161
Prompts – 4, 110, 121, 122 Solenoide – 3, 46, 52, 85, 96, 107, 182, 184
Registro de Prova – 4, 59 Funcionamento do Solenoide – 46
Prova – 4, 35, 59, 63, 66, 102, 103 Arquitetura Distribuída – 4, 25, 28, 69, 73, 76, 179, 180,
Leitor de Cartão de Proximidade – 6 181
Alarme de Impressora de PTB – 107 ST – 5, 75, 77, 81, 110, 176, 191
Entradas de Pulso – 3, 4, 26, 46, 51, 53, 73, 77, 78, 81 Botão “Start” Desativado – 0
Tipo de Entrada de Pulso – 98 Iniciar Próxima Execução – 66
Saídas de Pulso – 3, 4, 26, 46, 51, 73, 79 Botão “Start” Pressionado – 23, 95, 138, 140
QT – 5, 75, 77, 81, 191 Desativar Botão "Stop" – 90, 94
RAM – 182, 183 Alarme de Armazenamento
Mistura de Proporção – 3, 39, 43 Completo – 107
Dados de Mistura de Proporção – 3, 39, 43 Reto – 3, 4, 6, 7, 11, 61, 74, 75, 84, 175, 186
Mistura de Proporção – 3, 6, 8, 9, 61, 74, 75, 79, 86, 87 Subdiretórios – 26, 27, 28
Tela de Prontidão – 15 Relatórios de Resumo – 3, 57
Receita – 3, 4, 13, 19, 28, 33, 38, 39, 41, 44, 73, 82, Diretórios do Sistema – 4, 33, 73, 90
101, 176, 177, 178, 179, 180, 181, 183 Layout do Sistema – 26, 73, 74, 75, 76
adicionais de Receitas – 4, 28, 73, 176, 178, 179 Temperatura/Densidade – 4, 26, 33, 73, 90, 105, 155,
Densidade de Referência – 40, 123, 133, 134, 169, 170, 156, 157, 158, 159, 160, 161, 168, 169, 170, 171,
171, 173 172, 173
Temperatura de Referência – 40, 105, 168 Unidades de Temperatura – 105, 168
Densidade Relativa – 40, 105, 133, 134, 170 Alarme de Bilhete – 107
Navegador Remoto – 90, 93 Formato de Hora – 90
Classe de Relatório de HM – 138, 140 Transação• 3, 4, 23, 39, 41, 42, 43, 44, 46, 49, 58,
Relatórios / Registros – 3, 57, 58, 59, 60 62, 63, 82, 90, 94, 95, 98, 101, 102, 104, 111, 117,
Redefinir Erros de Pulso Duplo – 3, 46, 52, 53 118, 120, 121, 124, 128, 138, 139, 140, 142, 151, 154
Redefinição de Totais – 4, 68 Registro de Transação – 3, 4, 46, 49, 58, 63, 95
Vazão Reversa – 97, 103, 107 Início de Transação – 23, 95, 98, 102, 104, 121, 138,
Volume Reverso – 98, 99 140
ROM – 182, 183 Integridade do Transmissor – 98, 103, 107
Opções do Display de UGC DCF – 160
Execução – 98 Modo de Densitômetro UGC – 4, 160
Execução – 15, 23 ID da Unidade – 28, 29, 30, 31, 32, 90, 92
Modo de Execução/Prontidão – 23, 109, 110 Unidades de Medição – 12
Tela de Execução – 16 Descarga – 6, 11, 74
Sarasota – 4, 155, 158, 159 Atualizar Dados do
Estilo da Tela – 4, 69 Controlador – 46
Teste de Tela – 4, 69 Atualizar Firmware – 3, 46, 55
Segurança – 2, 3, 4, 26, 34, 35, 49, 73, 82, 90, 102, 103, Atualizar Vazamento – 98
107, 120, 128, 136, 137, 154, 155, 166, 167, 168 Atualizar Licença – 46
Sening – 107, 116, 119 Solenoide a montante – 85
Mistura Sequencial – 3, 6, 7, 74, 83, 177 Válvula – 3, 41, 46, 52, 82, 84, 85, 86, 87, 107, 123,
Porta Serial – 4, 110, 119, 120, 121 132, 133, 142, 144, 145, 146, 149, 152, 164, 165
Dados de Fechamento de Válvulas – 46

Página 189 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Índice

Válvula de Linha de Vapor – 84, 85


Linha de Recuperação de Vapor – 85
Precisão de Volume – 4, 26, 27, 33, 73, 90, 98, 99, 100,
101, 102, 103, 104, 140, 147, 148, 149, 151, 154,
155, 162, 166, 167, 168
Descritor de Volume – 98, 100
Coeficiente de Expansão Volumétrica – 64
VRS – 3, 11, 42, 43, 74, 75, 84
Alarme Watchdog – 183
Pesos e Medidas – 4, 25, 34, 35, 49, 61, 62, 63,
64, 65, 66, 67, 68
W&M – 55, 61, 63, 103

Emissão/Revisão 0.0 (4/17) ║ MN06200 • Página 190


AccuLoad IV - Manual de Referência do Operador Publicações Relacionadas

13 – Publicações Relacionadas
A seguinte literatura pode ser obtida no TechnipFMC Measurement Solutions Literature Fulfillment em
measurement.fulfillment@TechnipFMC.com ou online em www.fmctechnologies.com/measurementsolutions.
Ao solicitar literatura a partir da Literature Fulfillment, informe o número e título correspondente do boletim.

Instalação ......................................................................................................................................- Boletim MN06201


Comunicações ModBus ................................................................................................................- Boletim MN06202
Upgrade para ST e QT ....................................................................................................................Boletim MN06203
Smith Communications...................................................................................................................Boletim MN06204L
Lista de peças............................................................................................................................... - Boletim PO06200
Especificações .................................................................................................................................Boletim SS06200
Cálculos.......................................................................................................................................... - Boletim TP06004

Página 191 • MN06200 ║ Emissão/Revisão 0.0 (4/17)


Suporte Técnico
Informações de Contato:
Centro de Atendimento ao Serviço de Campo
Suporte Técnico 7/24 / Agendamento Técnico:
1-844-798-3819 Supervisão de Instalação do
Sistema, Inicialização, Serviços de
Comissionamento e Treinamentos disponíveis.

As especificações aqui contidas estão sujeitas a alterações sem aviso prévio e qualquer usuário dessas especificações deve verificar com o fabricante quais delas estão atualmente
em vigor. Caso contrário, o fabricante não assume qualquer responsabilidade pela utilização de especificações que podem ter sido alteradas e já não estão em vigor.
As informações de contato estão sujeitas a alterações. Para obter as informações de contato mais atuais, visite nossa página em TechnipFMC.com e clique no link “Fale Conosco”.

Operação EUA
1602 Wagner Avenue
Erie, Pensilvânia 16510 EUA
TechnipFMC P:+1 814.898.5000
FMC Technologies
TechnipFMC.com Measurement Solutions, Inc. Operação Alemanha
500 North Sam Houston Parkway West, Smith Meter GmbH
FMCTechnologies.com/MeasurementSolutions Suite 100 Regentstrasse 1
Houston, Texas 77067 25474 Ellerbek, Alemanha
© TechnipFMC 2017 Todos os direitos reservados. MN06200 Emissão/Revisão 0.0 (4/17) EUA P:+1 281.260.2190 P:+49 4101 304.0

Você também pode gostar