Você está na página 1de 5

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO ROP: ENF-REG/01

Hospital de Clínicas Revisões: 04


Divisão de Enfermagem Anexos: 1
Rotina Operacional Padrão (ROP)
CONTROLE DA TEMPERATURA DA GELADEIRA DE MEDICAMENTOS
FINALIDADE
Assegurar a manutenção da temperatura recomendada para garantir a conservação dos
medicamentos e soluções termolábeis, a fim de prevenir os eventos adversos relacionados à
assistência.
ÂMBITO DE APLICAÇÃO COMPETÊNCIA
Unidades assistenciais vinculadas à Divisão Responsável Técnico (RT) de Enfermagem,
de Enfermagem (DE). Enfermeiro, Técnico e Auxiliar de
Enfermagem
FUNDAMENTAÇÃO
Regulamento interno; Lei do exercício profissional; Manual de Rede de Frio (ANVISA,
2013).

NORMAS
 A geladeira deverá ser mantida em local arejado e afastado da incidência de luz solar
direta ou outra fonte de calor e da parede cerca de 20 cm.
 A equipe de enfermagem deverá verificar a existência de acúmulo de gelo no interior da
geladeira (camada superior a 0,5 cm), se isso ocorrer transferir os medicamentos para
caixa térmica em temperatura entre +2°C e +8ºC ou para outro refrigerador e proceder
ao degelo e limpeza.
 O degelo deverá ser realizado a cada 15 dias, mesmo quando a camada de gelo estiver
inferior a 0,5 cm (Ver ROP Limpeza da Geladeira de Medicamentos).
 A temperatura da geladeira de medicamentos deverá permanecer entre dois e oito graus
centígrados positivos (+2º a +8ºC).
 A temperatura da geladeira de medicamentos deverá ser mensurada por meio da
utilização de Termômetro Digital de Máxima e Mínima fixado na parte externa, no início
de cada turno.

Figura 1: Termômetro Digital - Procedimento Operacional Padrão – HCC, 2015


 O Termômetro Digital de Máxima e Mínima é composto por um cabo extensor que deverá
ser introduzido no interior da geladeira pelo lado de fixação das dobradiças da porta com
o posicionamento de seu sensor (bulbo) verticalmente na parte central da segunda
prateleira.

 Evitar que o termômetro possa ser submetido a quedas ou impactos.


 O Termômetro Digital de Máxima e Mínima possui as seguintes funções:
 O botão reset deverá ser pressionado quando for necessário apagar a memória do
termômetro. Deverá ser usado assim que ligar o termômetro e aguardar cinco (5)
segundos para a exposição das temperaturas interna e externa.
 O botão C/F quando pressionado deverá mostrar se a temperatura está em Celsius ou
Fahrenheit.
 O botão de máximo-mínima (Máx/Mín) deverá ser usado para consular a maior e menor
temperatura na memória, além da temperatura atual. Caso for pressionado por dois (2)
segundos a memória se apagará.
 O botão ALE quando pressionado inicia a função alarme que aparecerá na tela ALE
ON, no entanto, se pressionar novamente o botão ALE o alarme desliga.
 Para ajustar o alarme da temperatura externa e interna o botão ALE deverá ser
pressionado por três (3) segundos e após o ajuste, quando a temperatura sair do pré-
ajuste, o alarme será acionado.
 O termômetro deverá ser desinfetado com uma compressa embebida em pequena
quantidade de álcool 70% e friccionar três vezes em toda superfície e extensão do cabo,
inclusive no sensor (bulbo) e deixar secar espontaneamente, todas as vezes que realizar
a limpeza da geladeira a cada 15 dias
 A borracha da porta da geladeira deverá ser verificada se está com vedação adequada,
frequentemente.
 O gelo reutilizável rígido deverá ser colocado no congelador na posição vertical, pois
servem para manter a temperatura baixa em caso de defeito e falta de energia.

AGENTE AÇÃO NÃO CONFORMIDADE


 Providenciar ficha de registro e
controle da temperatura da geladeira
Enfermeiro da (ANEXO A)
Unidade  Realizar escala, destinando
funcionário para verificar a temperatura
da geladeira, a cada turno.
 Realizar a leitura da temperatura  Se apresentar valores
mínima, máxima e atual indicada. inferiores a +2ºC e
superiores a +8ºC, a
temperatura deverá ser
verificada novamente após
duas horas, e se continuar
fora da faixa ideal, o
enfermeiro deverá
comunicar com o Setor de
Engenharia Clínica do HC-
Técnico/Auxiliar UFTM. Notificar no
de enfermagem Sistema de notificações de
eventos adversos e queixas
técnicas (Vigihosp).
 Registrar em impresso próprio
(ANEXO A) os resultados da leitura
acompanhada de data, horário e
assinatura do primeiro nome legível.
 Resetar o termômetro.
 Aguardar por 5 minutos sem que
ocorra a abertura da porta da geladeira.
AGENTE AÇÃO NÃO CONFORMIDADE
 Identificar os fatores contribuintes
 Se identificado, tomar
ao erro e ao evento adverso. ações preventivas e propor
educação em serviço.
Enfermeiro  Notificar no Vigihosp as
não conformidades
relacionadas ao processo de
controle de temperatura de
geladeira de medicamentos.
 Supervisionar o cumprimento da  Comunicar o não
Enfermeiro/ rotina. cumprimento da rotina ao
RT de Chefe da DE do HC-UFTM
Enfermagem para que juntos tomem as
devidas providências.

APROVAÇÃO
Elaborado por: Revisado por: Aprovado por:
03/2012 03/2012
Viviane Filgueira Gilmar Rosa Silva
Coordenadora de Enfermagem das Diretor de Enfermagem
Unidades de Terapia Intensiva HC/UFTM

02/2013 02/2013
Viviane Filgueira Gilmar Rosa Silva
Coordenadora de Enfermagem Diretor de Enfermagem
das Unidades de Terapia Intensiva HC/UFTM
08/2014 08/2014
Daniela Galdino Costa Gilmar Rosa Silva
SEE/DE Chefe da DE HC/UFTM

10/2016 10/2016
Daniela Galdino Costa Renata Maria Dias de Abreu
SEE/DE Chefe da DE HC/UFTM
11/2017 11/2017
Rosana Huppes Engel Mara Danielle Felipe Pinto
SEE/DE Rodrigues
Chefe Substituta da DE
Thais Santos Guerra Stacciarini HC/UFTM
SEE/DE

Fabiola Cardoso
RT de Enfermagem Unidade de
Clínica Médica

Getúlio Freitas
RT de Enfermagem Neurologia
* Revisão a cada 2 anos ou antes, se necessário.
ANEXO A – FICHA DE REGISTRO E CONTROLE DA TEMPERATURA DA GELADEIRA

Você também pode gostar