Você está na página 1de 10

Discursiva TRT 2019 – FCC – Déborah Paiva

Discursiva
Ponto 05
Estudo de Temas
Casos

TRT

Déborah Paiva – Discursiva TRT - 2019 Página 1


Discursiva TRT 2019 – FCC – Déborah Paiva

Queridos alunos!

No arquivo de hoje constam temas a serem desenvolvidos por vocês!

Instruções Gerais:

Vou passar instruções gerais de estruturação.

Geralmente sugiro para meus alunos uma dissertação de 4 a 5 parágrafos


(Introdução/solução 01, solução 02 e conclusão). Caso haja mais perguntas
na questão vocês poderão incluir a solução 03, solução 04. Enfim, para cada
pergunta da banca um parágrafo.

As soluções podem estar em até dois parágrafos dependendo da questão.

A FCC em algumas provas discursivas é mais ampla do que o enunciado da


questão. Geralmente, faço recursos para alguns alunos, nesse tópico,
alegando que o enunciado da questão não foi claro para o intérprete. Por
isso, na questão do tema 01, vocês irão observar que no item da letra “b”
eu não falei de extinção do contrato o que levaria à colocação, apenas, das
verbas devidas de acordo com o parágrafo sexto do artigo 452-A da CLT.

Tema 01 AJAJ - (Direito do Trabalho): (Questão elaborada pela


professora) Jonas e Célio celebraram com a empresa XYZ contrato
de trabalho intermitente. O contrato de Jonas foi celebrado em
10/01/2018, por escrito, mas o contrato de Célio foi celebrado
verbalmente no dia 05/01/18. Os serviços de ambos eram
prestados com alternância de períodos de prestação de serviços e
de inatividade, determinados dias. Nos dias em estão inativos,
ambos prestam serviços a outro empregador. Pergunta-se?

A) O contrato de ambos é válido? Se não, quais as


conseqüências jurídicas?

B) Que parcelas os empregados receberão em caso de trabalho


intermitente válido? (Pergunta pouco clara em relação ao
espelho)

C) Jonas reivindicou ao seu empregador remuneração por tempo à


disposição no período de inatividade em que pese o fato de trabalhar
para outro empregador. Tal reivindicação possui amparo jurídico?

Déborah Paiva – Discursiva TRT - 2019 Página 2


Discursiva TRT 2019 – FCC – Déborah Paiva

No espelho eu cobrei as verbas de extinção. Fui bem má com vocês!


Acrescento que faz parte do treino para encarar a FCC!!

Para ficar mais claro o que digo sobre o perfil da FCC, observem a
dissertação do concurso do TST que obteve nota 95 (com 06 parágrafos e já
apresentada no Ponto 02) e abordou no início o conceito de teletrabalho.

(FCC - Discursiva AJAJ - TST – 2017) João Alberto foi contratado pela
empresa XZW Comunicação Digital, em 01/03/2012, com o salário mensal
de R$ 5.600,00. Laborou até 01/03/2018, quando as partes
convencionaram a rescisão do contrato de trabalho. O empregado, durante
todo o contrato, cumpriu jornada de trabalho de segunda a sexta-feira, das
09h30 às 21h30, com 30 minutos de intervalo intrajornada. Em
16/11/2017, a empresa determinou que João Alberto passasse a laborar
remotamente, com a obrigação de comparecer em sua sede, uma vez por
semana, para reunião com clientes e ajuste do cronograma de trabalho. A
empregadora conferiu a João Alberto o prazo de 15 dias para que ele
pudesse se adequar às novas regras, entregou todo o equipamento
necessário para a execução do trabalho em sua residência (como
computador, mesa e cadeira), e comprometeu-se a reembolsar as despesas
com telefone e internet. A alteração do regime presencial para o de
teletrabalho foi registrada em aditivo contratual, não assinado pelo
empregado.

Acerca do acima exposto, responda fundamentadamente:

a. É válida a alteração do regime presencial para o de teletrabalho da forma


como realizada?

b. A obrigatoriedade do comparecimento do empregado uma vez por


semana na empresa descaracteriza o regime de teletrabalho?

c. O fornecimento do equipamento necessário para a prestação de serviços


na residência do empregado e o reembolso das despesas com telefone e
internet integram a remuneração do empregado?

d. O empregado tem direito ao recebimento das horas laboradas


além da jornada normal durante a totalidade do período contratual?
(Aqui a banca não deixou claro sobre a menção à prescrição).

e. Quais são os direitos do empregado diante da rescisão contratual


acordada? É autorizado o ingresso do empregado no Programa de Seguro-
Desemprego?

Déborah Paiva – Discursiva TRT - 2019 Página 3


Discursiva TRT 2019 – FCC – Déborah Paiva

Déborah Paiva – Discursiva TRT - 2019 Página 4


Discursiva TRT 2019 – FCC – Déborah Paiva

Déborah Paiva – Discursiva TRT - 2019 Página 5


Discursiva TRT 2019 – FCC – Déborah Paiva

Déborah Paiva – Discursiva TRT - 2019 Página 6


Discursiva TRT 2019 – FCC – Déborah Paiva

Atenção:

IMPORTANTE: Há um link “envio de peças e


materiais” através do qual as redações serão
enviadas.

Enviarei o arquivo da redação com a correção para


o email do aluno. (Mantenham o email atualizado).

Quem preferir pode elaborar a dissertação em folha


padrão da FCC.

Limite Máximo 40 linhas.

Desenvolver textos dissertativos. Formato Word


para facilitar correção.

Quem não conseguir enviar por Word pelo site,


pode enviar por email
(professoradeborahpaiva@hotmail.com).

Apresentar domínio de conteúdo ao tema abordado.

Não fugir do tema!

Déborah Paiva – Discursiva TRT - 2019 Página 7


Discursiva TRT 2019 – FCC – Déborah Paiva

Seguem temas para dissertação:

Tema 01 (Direito do Trabalho):

(Questão elaborada pela professora) Jonas e Célio celebraram


com a empresa XYZ contrato de trabalho intermitente. O contrato
de Jonas foi celebrado em 10/01/2018, por escrito, mas o contrato
de Célio foi celebrado verbalmente no dia 05/01/18. Os serviços de
ambos eram prestados com alternância de períodos de prestação
de serviços e de inatividade, determinados dias. Nos dias em estão
inativos, ambos prestam serviços a outro empregador. Pergunta-
se?

A) O contrato de ambos é válido? Se não, quais as


conseqüências jurídicas?

B) Que parcelas os empregados receberão em caso de trabalho


intermitente válido?

C) Jonas reivindicou ao seu empregador remuneração por tempo à


disposição no período de inatividade em que pese o fato de
trabalhar para outro empregador. Tal reivindicação possui
amparo jurídico?

Tema 02 – AJAJ e AJOJ - (Processo do Trabalho):

(Questão adaptada pela professora) João Pedro, antigo sócio da


empresa BC Ltda., desligou-se da sociedade no ano de 2009, tendo
sido o ato devidamente formalizado perante a Junta Comercial, no
momento oportuno. José da Silva, sob o argumento de ter
trabalhado, de janeiro de 2014 a julho de 2017, para a referida
empresa, pleiteou verbas rescisórias e outros direitos trabalhistas,
que alegou não ter recebido. Por ocasião de audiência inaugural,
realizada em setembro de 2017, a reclamada, fazendo-se representar
por preposto, contestou o feito, tendo, contudo, juntado cópia de
contrato social desatualizado, ou seja, anterior à data da saída de
João Pedro. Julgada procedente em parte a ação, com trânsito em
julgado e homologação da conta de liquidação, o oficial de justiça,
após a citação da executada, não mais encontrou a empresa no
endereço indicado, tendo o juízo determinado a desconsideração da
personalidade jurídica, ocorrendo a penhora de bens pessoais do já
referido ex-sócio, João Pedro. Há medida processual cabível, na qual
seja pleiteado o levantamento da penhora e a exclusão de João Pedro
da execução?

Déborah Paiva – Discursiva TRT - 2019 Página 8


Discursiva TRT 2019 – FCC – Déborah Paiva

Tema 03 AJOJ e AJAJ - (Processo do Trabalho):

(Questão elaborada pela professora) André e Mário trabalharam


para a empresa “ZW” por aproximadamente um ano. André ingressou
na empresa no dia 10/01/2016 e Mário no dia 20/02/2016. No dia 26
de fevereiro de 2018 a empresa celebrou um acordo extrajudicial com
ambos os empregados e no mesmo dia o advogado de André assinou
a petição em conjunto com o advogado da empresa, postulando a
homologação do acordo. Mário optou por não ser representado por
advogado e o advogado da empresa assinou a petição representando
Mário e a empresa e postulando a homologação do acordo
extrajudicial celebrado por Mário e pela empresa. Diante disso
responda:

a) As duas petições elaboradas pelo advogado da empresa estão


de acordo com as normas da Lei 13.467/2017? Explique
b) Caso o advogado de André representas
se, também, o Mário a petição seria válida?
c) A petição de homologação de acordo extrajudicial no caso do
empregado Mário suspende o prazo prescricional da ação
quanto aos direitos nela especificados?
d) A petição de homologação de acordo extrajudicial no caso do
empregado André suspende o prazo prescricional da ação
quanto aos direitos nela especificados?

Tema 04 (Processo do Trabalho):

(Magistratura do Trabalho - TRT 2ª Região – 2014 - Adaptada)


Joana Maria, bem sucedida na demanda trabalhista ajuizada em que
teve reconhecido o vínculo de emprego doméstico no período de
5/8/2016 a 7/02/2018 e o direito às verbas trabalhistas
correspondentes, após a penhora do único imóvel de seu ex-
empregador/ executado, que era utilizado para moradia há mais de
20 anos e no qual a exequente trabalhou durante o período
contratual, é intimada pra impugnar os embargos à penhora, nos
quais o embargante/executado alega a impenhorabilidade do bem de
família. Considerando que os embargos não foram impugnados,
esclareça se devem ser acolhidos ou rejeitados pelo Magistrado.

Déborah Paiva – Discursiva TRT - 2019 Página 9


Discursiva TRT 2019 – FCC – Déborah Paiva

Tema 05 (Direito do Trabalho):

Questão adaptada TRABALHO: Numa determinada escola, Neide


(professora) irá casar-se no dia 10 e Denise (auxiliar de Secretaria),
no dia 15 do mesmo mês. A direção comunicou que concederá nove
dias de licença para a Neide três dias de licença para Denise. Ciente
disso, Denise foi à direção reclamar, com toda educação, sem faltar
com respeito, contra o tratamento discriminatório, alegando violação
do princípio da isonomia.
A diretora do colégio dispensou a auxiliar por justa causa alegando
que ela não tinha o direito de reclamar. A secretaria da diretora
intercedeu por Denise, alegando que ela havia sido educada e que
não havia motivo para tal dispensa. A diretora, assim que Denise saiu
da sala, cochichou com a secretaria e disse que na verdade estava
dispensando Denise por saber que ela era portadora do vírus HIV.
Diante disso, responda justificadamente.
A) Agiu corretamente a diretora na concessão de prazos diferenciados
de licença.
B) Qual é o efeito jurídico da licença gala no contrato de trabalho e
como ficará a questão do salário neste período?
C) Denise poderia ter sido dispensada pelo fato de ser portadora do
vírus HIV?

Tema 06 (Direito do Trabalho):

Tema Extra: Na CIPA existente em uma sociedade empresária, o


empregado João da Silva foi indicado pelo empregador, e o
empregado Antônio Mota, eleito pelos empregados da empresa.
Ambos tomaram posse e logo em seguida foram dispensados pelo
empregador. Em razão disso, ajuizaram reclamação trabalhista
plúrima com pedido comum de reintegração. Diante do caso
apresentado, como advogado (a) da sociedade empresária, de acordo
com a Lei e o entendimento consolidado do TST, responda aos itens a
seguir.
A) Que tese poderia ser articulada em relação à situação retratada
para a defesa do seu constituinte?
B) Analise a viabilidade do litisconsórcio ativo entre João da Silva e
Antônio Mota, declinando os requisitos legais para que isso aconteça
na Justiça do Trabalho.

------------------------------------------------------------------------------

Déborah Paiva – Discursiva TRT - 2019 Página 10