Você está na página 1de 18

Figuras de linguagem

Anáfora
Metáfora
Antítese
Hipérbole
Aliteração
Assonância
Quiasmo
Polissíndeto
Eufemismo
Prosopopéia
Comparação
Metonímia
Ironia
Elipse
Assíndeto
Onomatopeia
Paradoxo
Figuras de Linguagem

 Anáfora – Repetição constante de palavras no início


de vários versos, como a expressão:
 “E agora”......
 Metáfora – “O amor é fogo que arde sem se ver é
ferida que dói e não se sente”.
 Eu carrego o mundo nos meus ombros.
 Os jogadores já estão preparados e estão neste lindo
tapete verde.
 Antítese – “Ela transformou o meu riso em pranto”.
 Pleonasmo – “Repetição de informação que já tinha
sido transmitida”. “ E alí dançavam tanta dança”...
Figuras de Linguagem
Figuras de Linguagem
 JOSÉ
E agora, José?
A festa acabou,
a luz apagou,
o povo sumiu,
a noite esfriou,
e agora, José?
e agora, Você?
Você que é sem nome,
que zomba dos outros,
Você que faz versos,
que ama, protesta?
e agora, José?
Figuras de linguagem
 Quiasmo
 Repetição de uma frase que já estava no texto.
 “De certos homens, dizia Sócrates, que não
comiam para viver, mas só viviam para
comer.“ (Pe. Antônio Vieira)
 “Risos que se umedeciam de lágrimas e
lágrimas que se esmaltavam de risos.”
Figuras de linguagem

Polissíndeto
Reiteração das mesmas conjunções.
“As ondas vão e vem, e vão, e são como o
tempo”.
(Sereia – Lulu Santos)
“Não canto nem danço, nem escrevo, nem
desenho”.
Figuras de linguagem

Eufemismo: é uma espécie de


abrandamento, é uma maneira de, por
meio de palavras mais polidas, tornar
mais suave e sutil uma informação de
cunho desagradável e chocante.
Exemplo:
O nobre deputado faltou com a verdade
Figuras de linguagem

Ironia: figura que consiste em dizer,


com intenções sarcásticas e
zombadoras, exatamente o contrário do
que se pensa, do que realmente se
quer afirmar. Exige, em alguns casos,
bastante perícia por parte do receptor
(leitor ou ouvinte). Exemplo:“O
presidente Lula é o mais culto e bem
formado de todos os presidentes”...
Figuras de linguagem

Hipérbole: modo exagerado de exprimir


uma ideia.
 Exemplos:
“Eu nunca mais vou respirar, se você não
me notar, eu posso até morrer de fome se
você não me amar”... (Cazuza)
Figuras de linguagem

Prosopopéia (ou personificação): é a


atribuição de características humanas
a seres não-humanos.
Exemplo:
Seus olhos corriam pela fazenda enquanto a
lua lhe sorria...
Figuras de linguagem

Comparação: é a comparação direta de


qualificações entre seres, com o uso
do conectivo comparativo (como,
assim como, bem como, tal qual, etc.).
Exemplo:
Naquele domingo, trabalhou como um
cavalo.
Figuras de linguagem

Metonímia: é a utilização de uma


palavra por outra. Essas palavras
mantêm-se relacionadas de várias
formas:
- O autor pela obra: Todos leram machado
para a prova.
 O instrumento pela pessoa que dele se
utiliza: Todos sabiam que Adamastor era
bom de copo.
Figuras de linguagem

O recipiente (continente) pelo


conteúdo: Todos queriam, naquele
instante, um bom copo d´água.

O lugar pelo produto: O que mais


me fascinava era fumar um
Havana.
Figuras de linguagem

Elipse: ocorre quando se omite algum


termo ou palavra de um enunciado. É
sempre bom lembrar que essa
omissão deve ser captada pelo leitor,
que pode deduzi-la a partir do contexto,
da situação comunicativa.
 Exemplo: (nós) Saímos da confeitaria
com um pedaço de felicidade
Figuras de linguagem

Assíndeto: Síndeto significa


conjunção, portanto assíndeto nada
mais é que ausência de conjunção.
 Exemplos:
Ele tocava, dançava, cantava e ela dormia.
Figuras de linguagem

Onomatopéia: consiste na criação de


palavras com o intuito de imitar sons
ou vozes naturais dos seres
 Exemplos:
Ela me deu um susto e ploft, o bolo caiu no
chão.
Figuras de linguagem
 O Paradoxo, também conhecido com oxímoro,
é uma figura de linguagem que “funde”
conceitos opostos num mesmo enunciado. Ele
pode ser descrito como a expressão de uma
idéia lógica por meio do emprego de termos
opostos entre si. Num enunciado paradoxal,
noções mutuamente excludentes são postas em
relação e/ou incidem sobre um mesmo
referencial.

Figuras de linguagem

Exemplos de Paradoxos
Essa menina parece que dorme
acordada.
Quanto mais vivemos, mais nos
aproximamos da morte.