Você está na página 1de 3

CULTO DA FAMILIA

Por que será que a sociedade atual, mesmo com tantos avanços sociais, educacionais, culturais, e tecnológicos, entre
outros avanços, está enfrentando tanta violência e alteração de valores morais?
Texto chave: Efésios 5:22-25

Um doutor chamado Charles Vinick da Universidade de NY pesquisou mais de 2000 culturas que já existiram no mundo
e chegou a conclusão que em apenas 55 dessas culturas que já existiram eram culturas unissexuais, ou seja, não havia
papel definido para homem e mulher. Ele chegou a conclusão que esses tipos de cultura rapidamente se extinguiram.
Uma sociedade não é mais forte do que a vitalidade de suas famílias e a vitalidade das suas famílias depende de como
os sexos se relacionam, de como o papel masculino e feminino são definidos dentro da família.

Hoje o que vemos é um verdadeiro bombardeio da mídia contra a instituição chamada família e os papeis que homem e
mulher tem a responsabilidade de desempenhar. Quando uma mulher é chamada de dona de casa, para muitas mulheres
isso é visto como algo de segunda classe, medíocre, exploração. Mas na maioria das culturas do mundo esse sempre foi
o papel da mulher. Não quer dizer que as mulheres não possam ser outras coisas.

Quem está por trás desses “valores” é o diabo pois ele sabe que se destruir a família, ele destrói o ser humano e se destruir
o ser humano, ele bagunça com a sociedade e destrói a nação.

O sociólogo George F. Gilder estudando a sociedade atual constatou que quando um homem não é responsável por uma
família, ele canaliza a sua agressividade sexual contra a própria sociedade. Ele chegou a alguns números interessantes e
preocupantes:

90 % dos crimes violentos são cometidos por homens, 95% dos assaltos às casas são cometidos por homens, 90%
de motoristas embriagados são homens, 70% de suicídios são cometidos por homens, 100% de estupros são
cometidos por homens, 90% da violência contra a família (mulheres e crianças), 80 a 90% de todas as patologias
sociais (vícios de drogas, prostituições e doenças sexuais, etc.) são culpa dos homens.

Querem destruir os valores da família, se fizerem isso, a sociedade acaba.


Homens e mulheres são diferentes, mas não é porque são diferentes que significa que a mulher seja inferior, ambos
manifestam a imagem de Deus.

Exemplo simples: o jogo de quebra cabeça se completa não porque as peças são iguais, mas porque são diferentes e
se completam e se encaixam. Deus na sua infinita sabedoria planejou o homem e a mulher diferentes para eles se
completarem e formar o todo que é a família (Gênesis 2:18 – 24).

A sociedade sem Deus como vemos, diz que homem e mulher são iguais, mas não é verdade. Homens e mulheres são
diferentes: anatomicamente, sexualmente, psicologicamente, emocionalmente e bioquimicamente. Homem e mulher
podem até mesmo mudar de genitálias, mas não de sexo porque na concepção todas as células de um indivíduo são
marcadas se esse é macho ou fêmea.

Mulher:
Um bom exemplo que a mulher é diferente do homem é um ciclo chamado de “estações da mulher” que é o “ciclo
menstrual”, isso influencia tanto na parte física quanto psicológica da mulher.

1ª Semana “primavera”: o corpo da mulher libera um hormônio natural chamado Estrogênio;


2ª Semana “verão”: é a melhor semana da mulher, a liberação do estrogênio está no pico, a mulher fica mais otimista,
mais alegre, mais confiante, autoestima acima, sexualidade aguçada, ela está preparada para procriação;
3ª Semana “Outono”: Começa a liberação de outro hormônio chamado Progesterona que inibe a liberação do
Estrogênio e causa a tensão pré-menstrual. A mulher fica irritada, agressiva, depressiva, angustiada, pois está chegando
o “inverno”.
4ª Semana “inverno” que é a menstruação: a mulher tem cólica, mal estar, etc.

Mulher e homem são muito diferentes, portanto, não podem ter os mesmos papeis. Para negar sua feminilidade, a mulher
tem que negar sua biologia de procriação.
Existem papeis para o homem e papeis para mulher, responsabilidade do homem e responsabilidade da mulher e
responsabilidade comum a homem e mulher, dentro de um relacionamento como a família.

Marido e mulher não são instrumentos um do outro.

Muitos casais não conseguem viver em harmonia porque a esposa considera o marido como um “instrumento” útil que traz
dinheiro para sustentar a família, e o marido trata a esposa como se ela fosse uma empregada que trabalha de graça e
além disso lhe satisfaz a necessidade sexual, ou seja, considera-a como um “instrumento” barato e prático. Eles dizem
que se amam, mas isso é apenas fachada; no fundo, um considera o outro como um “instrumento” a se aproveitado. Por
isso, quando não conseguem tirar proveito, se irritam. Assim, ocorrem constantes brigas conjugais.
Os cônjuges precisam compreender que nenhum deles é um “instrumento” a ser usado e conscientizar-se de que ambos
são filhos de Deus, merecedores de respeito e reverência. A partir dessa conscientização, inicia-se uma vida conjugal
realmente correta e digna.

Homem:
É a base e o fundamento da família. Quando Deus fez o homem, entregou o jardim pra ele prover e cuidar e deu uma lei
para ele: “da árvore do fruto do bem e do mal você não tocará” (Gênesis 2:17). Quando Deus deu essa lei para o homem
Eva nem existia. Deus nunca falou com Eva sobre a árvore do bem e do mal, porque Deus deu a responsabilidade ao
homem pra manter sua família de acordo com aquela regra estabelecida. No capítulo 3 de Gênesis, quando a mulher
pega o fruto e come, podemos ler que nada acontece, mas quando o homem come é que o pecado fica estabelecido,
porque a lei foi dada ao homem e não a mulher.

Então, quando Deus vai chamar a responsabilidade sobre o fato, não fala nada com a Eva. Deus chamou a
responsabilidade do homem e não da mulher, e quando Deus estabelece a sentença pelo erro (Gênesis 3:16-17) Ele a
direciona de forma diferente para o homem e para a mulher.

A sentença do homem é mais profunda, Deus fala ao homem: “a Terra será maldita por tua causa”, a terra não ficou maldita
por causa da mulher, mas por causa do homem. Porque o homem era responsável por tudo, ele era o guardião de toda a
Terra, então por causa do erro dele, toda a criação foi atingida.

Quando a Bíblia diz que Cristo é a cabeça de todo homem e o homem a cabeça da mulher, não é no sentido de um chefe
que dá ordens, manda e os outros tem que obedecer, mas é no sentido de responsabilidade. O homem é o principal
responsável pela família.

Deus projetou o homem para ser o provedor e protetor, o homem foi estruturado emocionalmente e fisicamente para isto.
Tirando o homem desse papel, a família corre risco e a sociedade também, pois o homem é a base e o fundamento da
família.
Então se o homem é a base e o fundamento da família, ele tem pelo menos sete (7) responsabilidades principais e a
mulher duas (02) responsabilidades principais.

Responsabilidades do homem:

1º Liderança: ele é o responsável pela provisão de autoridade, quem manda e quem obedece, os filhos olham para o
pai esperando dele a autoridade. Gênesis 18:19 – Deus fala uma coisa de Abraão, Ele diz que sabia que Abraão iria
prover a família dele pra seguir a Deus depois dele. Abraão vai ordenar a casa dele porque a liderança e a responsabilidade
prioritária são do homem;

2º Disciplina: instrução e correção. Quando os filhos do sacerdote Eli bagunçaram com o sacerdócio, Deus não falou
com a mulher de Eli, falou com ele (1ª Samuel cap. 2). Se existe um filho rebelde em casa, não adianta apontar pra mulher,
é responsabilidade do homem. Deus reclamou com Eli e não disse uma palavra com a mulher dele;

4º O homem é o maior responsável pelo desenvolvimento do sentimento mais importante, o amor: Maridos, amai
vossas mulheres (Efésios 5:22 em diante), não está dizendo pra mulher amar o marido. Deus sabe que os filhos olham
para o pai e esperam ver no pai o amor demonstrado por palavras e atitudes. A mãe pode ser muito amorosa, mas se o
pai é um homem que não demonstra afeto, existem muita chance de que esses filhos não serão afetivos com seus filhos
também e que não saberão demonstrar palavras e atitudes o amor;

5º O homem dever ter relações sexuais habituais com sua mulher (1ªCorintios 7:3): se o homem não conseguir
realizar essa função, deve procurar ajuda na palavra e na medicina. Mas o homem tem que ter intimidade com sua mulher
não somente na área sexual. Existem homens casados a muito tempo que nunca viram a mulher nua e vice versa. Essa
intimidade também é relativa a coisas do dia-a-dia como, saber compartilhar com a mulher o quanto ganha, seus
compromissos, as coisas do seu trabalho, o que gosta e o que não gosta no dia a dia, isso tudo deve ser sabido de ambas
as partes;

6º Fazer tudo para que a mulher seja feliz, dar a vida por ela (Efésios 5:22-25): o homem é o principal responsável por
suprir as necessidades básicas da mulher. A sociedade diz que a mulher deve se entregar ao homem, mas na Bíblia diz
que é o homem que deve se entregar para sua mulher e se for necessário, dar a vida por ela;

7º O homem é o principal responsável pela salvação de sua família: Quando o povo de Israel estava confuso não
sabendo a quem seguir, Josué disse: vocês podem seguir o que vocês quiserem, mas eu e minha casa serviremos ao
Senhor (Josué 24:15). Em Atos 16 quando o carcereiro de Filipos queria se matar, Paulo diz não faças tal coisa, e ele
pergunta o que farei para me salvar? Creia no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa.

Principais responsabilidades da mulher:


1º Auxiliar, apoiar, cooperar (Gênesis): quando a Bíblia diz para a mulher ser submissa ao homem, significa que ela
deve aceitar a missão do homem, elas foram feitas para serem apoiadoras e auxiliadoras, para aceitarem a missão do
homem na sua responsabilidade maior dentro da família, é a mulher que vai ajudá-lo a liderar, a colocar ordem na casa, a
suprir as necessidades básicas. Não é uma obediência cega, pois é uma relação de mutualidade e reciprocidade.

A mesma palavra que diz que a mulher deve ser submissa ao homem, isto é, aceitar a missão do homem, esse mesmo
texto diz que o marido deve amar a mulher e se entregar por ela. É uma relação de mutualidade, não é uma submissão
cega a um grosseiro, sem educação, mandão e machista. A mulher está numa relação de troca, ela aceita a missão
do homem porque ele a ama e faz tudo para que ela seja feliz. Este é o conceito de Deus para o casal.

O homem é a cabeça no sentido de responsável, porque toda a estrutura que não tem comando se autodestrói. Qualquer
negócio, qualquer instituição que não tiver um responsável maior, se acaba.

2º Edificar sua casa com sabedoria (Provérbios 14:1 a mulher sabia...a tola...): fazer de seu lar um lugar feliz e sadio,
filhos sadios e maridos equilibrados. E como fazer isso? Provérbios 24:3-4 diz: com a sabedoria se edifica a casa, com
a inteligência ela se firma; E pelo conhecimento se encherão as câmaras de todas substâncias preciosas e deleitáveis.

a) Sabedoria: inteligência inspirada por Deus, ver com os olhos de Deus; b) Inteligência: compreensão, percepção,
entendimento;

c) Conhecimento: aprender, descobrir, saber. Com essas 3 coisas a mulher faz de sua casa um lugar feliz. Mas como a
mulher faz isso? Provérbios 31:10

As responsabilidades de ambos:

1º Ensinar Pv 22:6 “ Instrui ao menino no caminho...”, Ef 6:4 “E vós pais não...”: ensinar é andar junto;

2 Respeitar o espaço dos filhos (Efésios 6): respeitar os filhos no que eles querem ser e não no que o pai e a mãe quer.
Desde que estejam dentro dos parâmetros corretos; 3º Satisfação mútua: Marido satisfaça a mulher sexualmente
e a mulher ao homem (1 Coríntios 7:3), é responsabilidade de ambos;

5º A prioridade do homem no casamento é a sua mulher e a prioridade da mulher no casamento é seu marido (1
Coríntios 7:32): existem mães que quando tem filhos, se acabam cuidando deles e se esquecem do seu marido. Tem
maridos que se acomodam com essa situação e deixam de dar prioridade para sua mulher, as vezes, deixa de dar
prioridade para seus filhos pois a mulher não deixa;

O que as mulheres e filhos esperam dos homens?

Homens que saibam quem são, saibam onde estão indo, homens que coloquem mulheres e filhos acima dos seus
interesses e objetivos egoístas, homens que lutem por aquilo que acreditam e homens que sabem em quem creem e que
sirvam verdadeiramente a Deus.

Conclusão
Na vida do casal a maior missão é dar o exemplo de uma vida correta, de amor mútuo, de companheirismo, de temor ao
Senhor, para seus filhos e pessoas ao redor.

A sociedade está violenta porque as famílias estão sendo desestabilizadas. Satanás quer destruir tudo que vem de Deus,
e a família foi a primeira instituição de poder criada por Deus. Não deixe que isso aconteça com sua família. Você já sabe
o caminho, só basta segui-lo.