Você está na página 1de 83

Universidade Federal do Ceará

Centro de Tecnologia

Departamento de Engenharia Elétrica

Disciplina de Instalações Elétricas Industriais

Professor: Carlos Gustavo Castelo Branco

Projeto Parcial
Indústria BEG Têxtil

Equipe: Breno Bezerra Chaves 336649

Ezequiel Marinho de Oliveira Neto 339017

Guilherme Henrique Nascimento Alves 320751

Pr

Fortaleza, 14 de Outubro de 2016

0
Sumário

1.Objetivo ................................................................................................................................ 3
2.Memorial de Cálculo ........................................................................................................... 3
2.1.1 Iluminação ............................................................................................................. 3
2.1.2 Tomadas de Uso Geral ........................................................................................ 4
2.1.3 Climatização .......................................................................................................... 5
2.1.3. Cargas Motrizes ................................................................................................... 6
2.2 Quadros Elétricos da Indústria ................................................................................... 6
2.3 Carga Instalada ............................................................................................................ 7
2.4 Cálculo da Demanda ................................................................................................... 7
2.4.1. Demanda do Grupo 1 .......................................................................................... 9
2.4.2. Demanda do Grupo 2 ........................................................................................ 10
2.5 Transformadores ........................................................................................................ 11
2.6 Subestação ................................................................................................................. 12
2.7 Dimensionamento dos Condutores .......................................................................... 13
2.7.1 Dimensionamento dos Condutores de Média Tensão .................................... 13
2.7.2 Dimensionamento do Vergalhão de Cobre ...................................................... 15
2.7.3 Dimensionamento dos Condutores de Baixa Tensão ......................................... 15
2.7.3.1 Barramento Blindado de Baixa Tensão ......................................................... 15
2.7.3.2 Alimentadores dos Quadros de Distribuição ................................................. 15
2.7.3.3 Circuitos Terminais de Baixa Tensão ............................................................ 16
2.8. Equipamento de Proteção ........................................................................................ 16
2.8.1. Média Tensão..................................................................................................... 17
2.8.2. Baixa tensão ....................................................................................................... 19
2.9 Padrão de Medição .................................................................................................... 21
2.10 Aterramento da Subestção ..................................................................................... 21
3.Conclusão ...........................................................................................................................22

4.Referências Bibliográficas ................................................................................................ 23


ANEXOS ............................................................................................................................... 24
ANEXO A – Catálogo de Motores WEG ........................................................................ 25

1
ANEXO B – Transformadores ......................................................................................... 27
ANEXO C – Barramento Blindado .................................................................................. 28
ANEXO D – Cabos Isolados em Média Tensão ............................................................ 29
ANEXO E – Levantamento de Cargas ........................................................................... 30
ANEXO F – Quadros Elétricos da Indústria ................................................................... 34
ANEXO G – Tabelas da NT-002/2011 ........................................................................... 59
ANEXO H – Alimentador dos Quadros de Baixa Tensão ............................................. 61
ANEXO I – Catálogos de Dispositivos de Proteção ...................................................... 63
ANEXO J – Circuitos Terminais de Baixa Tensão ........................................................ 67
ANEXO K – Cálculo Curto Circuito até Disjuntor de MT .............................................. 81

2
1.Objetivo
Este trabalho tem como objetivo descrever a elaboração de um projeto
de instalação elétrica de uma indústria têxtil, BEG Têxtil, localizada entre as
avenidas Assis Chateubriand e Antônio Sales, Fortaleza-Ceará. Para esta
industria foi feito um memorial descritivo de cálculo em que foram definidas
todas as cargas instaladas no empreendimento, considerando iluminação,
tomadas de uso geral, motores e bombas. Em seguida foram definidos todos
os quadros, assim como seus circuitos terminais. Com isso, foram projetados
todos os cabos de baixa e média tensão, assim como as proteções
correspondentes. Foi também realizado o projeto da subestação de classe 15
kV, incluindo a planta de situação, o diagrama unifilar, o arranjo físico dos
equipamentos e o desenho do padrão de medição.
Todas as definições encontradas no presente projeto foram obtidas com
base em critérios normativos. As normas utilizadas para a realização do
trabalho foram: as Normas Brasileiras NBR 5410/2008 NBR 14039/2005, da
Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT); além das Normas e
Decisões Técnicas NT-002/2011 e DT-042/2016 da concessionária local,
Coelce.

2.Memorial de Cálculo
O memorial de cálculo tem como finalidade descreve em detalhes os
cálculos, dados, critério e normas para chegar ao resultado final apresentado
neste projeto.

2.1 Levantamento de Cargas


Esta seção trata da descrição de todas as cargas previstas para instalação
na indústria. Os quadros de carga são apresentados no Anexo E.

2.1.1 Iluminação
Para calcular a potência de iluminação necessária para cada
dependência da indústria, realizou-se um projeto luminotécnico através da
ferramenta computacional DIALUX. O relatório completo do projeto
luminotécnico foi entregue ao cliente em um caderno a parte. A Tabela E1 no
Anexo E faz um apanhado geral com os principais dados do projeto

3
relacionando a potência de iluminação utilizada por ambiente. Foi adotado um
fator de potência 0,85 para as luminárias.

2.1.2 Tomadas de Uso Geral


A quantidade de T.U.G.’s foi determinada de acordo com a norma NBR
5410/2008, onde o item 9.5.2.2.1 especifica o número de T.U.G.’s e a potência
de acordo com a natureza da dependência e o seu perímetro, estabelecendo
que:

a) em banheiros, deve ser previsto pelo menos um ponto de tomada, próximo


ao lavatório;
b) em cozinhas, copas, copas-cozinhas, áreas de serviço, cozinha, área de
serviço, lavanderias e locais análogos, deve ser previsto, no mínimo, um
ponto de tomada para cada 3,5 m, ou fração de perímetro, sendo que acima
da bancada da pia devem ser previstas no mínimo duas tomadas de
corrente, no mesmo ponto ou em pontos distintos;
c) em varandas, deve ser previsto pelo menos um ponto de tomada;
d) em salas e dormitórios, devem ser previstos pelo menos um ponto de
tomada para cada 5 m, ou fração, de perímetro, devendo esses pontos ser
espaçados tão uniformemente quanto possível;
e) em cada um dos demais cômodos e dependências de habitação, devem ser
previstos pelo menos:
 um ponto de tomada, se a área do cômodo ou dependência for igual ou
inferior a 2,25 m². Admite-se que esse ponto seja posicionado
externamente ao cômodo ou dependência, a até 0,80 m no máximo de
sua porta de acesso;
 um ponto de tomada, se a área do cômodo ou dependência for superior
a 2,25 m² e igual ou inferior a 6 m²;
 um ponto de tomada para cada 5m, ou fração, de perímetro, se a área
do cômodo ou dependência for superior a 6 m², devendo esses pontos
ser espaçados tão uniformemente quanto possível.

Para a previsão da potência dos pontos de tomada adotou-se o item


9.5.2.2.2 da norma NBR 5410/2008 , que estabelece:

4
a) em banheiros, cozinhas, copas-cozinhas, áreas de serviço, lavanderias e
locais análogos, no mínimo 600 VA por ponto de tomada, até três pontos, e
100 VA por ponto para todos os excedentes, considerando-se cada um
desses ambientes separadamente. Quando o total de tomadas no conjunto
desses ambientes for superior a seis pontos, admite-se que o critério de
atribuição de potências seja de no mínimo 600 VA por ponto de tomada, até
dois pontos, e 100 VA por ponto para os excedentes, sempre considerando
cada um dos ambientes separadamente;
b) nos demais cômodos ou dependências, no mínimo 100 VA por ponto de
tomada.

Porém em algumas áreas o critério adotado foi o do projetista devido à


grande quantidade de TUG’s decorridas do processo de análise a partir da
NBR 5410. Dessa forma os critérios adotados pelo projetista foram:

 Galpão: 2 (duas) TUGs para cada setor, sendo uma monofásica (1000
VA) e uma trifásica (5000 VA);
 Dependências superiores a 100 m²: mínimo de 1 (uma) TUG para
cada 20 m de perímetro, sendo a potência determinado tendo em
vista a finalidade do ambiente.
 W.C.s: 1 (uma) TUG de 600 VA;
 Banheiros Coletivos: 3 (três) TUGs de 600 VA;
 Área Comum: 2 (duas) TUGs de 600 VA;

A Tabela E2 no Anexo E mostra a quantificação das tomadas por


ambiente com suas respectivas potências em cada dependência, assim como o
critério adotado. Foi adotado fator de potência de 0,80 para as TUG’s.

2.1.3 Climatização
O levantamento de cargas de climatização é apresentado na Tabela E3
do Anexo E.

5
2.1.3. Cargas Motrizes
As cargas motrizes englobam todas as máquinas envolvidas no processo
fabril que foram indicadas na planta baixa da instalação. As especificações dos
motores foram consideradas de acordo com o catálogo de motores W22 IR2 da
WEG apresentado no Anexo A.
O quadro com levantamento de cargas motrizes é apresentado na Tabela E4
do Anexo E.

2.2 Quadros Elétricos da Indústria


Uma vez determinadas as cargas a serem alimentadas pela instalação
elétrica, pode-se definir a distribuição destas cargas por diversos quadros e circuitos
terminais. Para isso, utilizaram-se as regras da ABNT NBR 5410/2008 sobre o
assunto. Segundo a norma, a instalação deve ser dividida em tantos circuitos
quantos necessários, devendo cada circuito ser concebido de forma a poder ser
secionado sem risco de realimentação inadvertida através de outro circuito. Além
disso, os circuitos terminais devem ser individualizados pela função dos
equipamentos de utilização que alimentam.
Os quadros foram divididos entre: Centros de Comando de Motores (CCM),
que engloba as cargas motrizes das máquinas do processo fabril, e Quadro de
Distribuição de Luz e Força (QDFL) que engloba iluminação, tomadas e
climatização. Cada ambiente teve um ou mais quadros de QDFL de acordo com
potência local.
Para cada quadro de iluminação e força e centro de comando de motores
foram previstos circuitos reserva, tal que o número de circuitos reserva foi escolhido
com base na Tabela 59 da NBR 5410/2008. A potência prevista para os circuitos
reserva dos centros de comando de motores foi de 5000 VA e para os quadros de
iluminação e força foi de 1000 VA.
As Tabelas F1 a F13 do Anexo F apresentam a distribuição de CCMs,
enquanto as Tabelas de F14 a F30 apresentam os QDLFs.

6
2.3 Carga Instalada
A carga instalada total dá indústria é determinada com base na potência
instalada incluindo os circuitos reservas mostradas no item 2.2. As cargas foram
divididas em dois grupos de modo que sejam alimentados por transformadores
distintos. O Grupo 1 contempla as cargas motrizes das máquinas diretamente
envolvidas no processo fabril; já o Grupo 2 abrange as cargas de climatização,
iluminação e tomadas.
Na Tabela 1 é mostrada a potência instalada para cada grupo, com a
distribuição mais equilibrada possível das cargas em cada fase, e a potência
instalada total do empreendimento.

Tabela 1: Potência instalada por grupo e potência instalada total

Potência Potência Total por Fase (kW)


Grupo Tipo de Carga
Total (kW) A B C
1 Máquinas 1818,874 606,291 606,291 606,291
2 Climatização, Iluminação, TUGs 676,39 215,152 214,737 246,5
Total 2497,264

2.4 Cálculo da Demanda


Conforme já salientado, as cargas foram divididas em dois grupos que serão
alimentados por dois transformadores distintos. Para definição da potência nominal
destes transformadores, a demanda para cada grupo de equipamentos será
calculada.
O cálculo da demanda será feito conforme o método que prescreve a NT-
00/2011 da Coelce apoiado nas tabelas de fator de demanda retiradas da norma e
mostrada no Anexo G.
No item 17 desta norma, a seguinte expressão para cálculo de demanda é
definida:

(1)

7
Onde:

 D: demanda total da instalação, em kVA;


 a: demanda das potências, em kW, para iluminação e tomadas de uso
geral (ventiladores, máquinas de calcular, televisão, som, etc.) calculada
conforme Tabela 5 da NT-002/2011;
 Fp: fator de potência da instalação de iluminação e tomadas. Seu valor é
determinado em função do tipo de iluminação e reatores utilizados;
 b: demanda de todos os aparelhos de aquecimento, em kVA (chuveiro,
aquecedores, fornos, fogões, etc.), calculada conforme Tabela 6 da NT-
002/2011;
 c: demanda de todos os aparelhos de ar condicionado, em kW, calculada
conforme Tabela 7 da NT-002/2011;
 d: potência nominal, em kW, das bombas d'água do sistema de serviço da
instalação (não considerar bomba de reserva);
 e: demanda de todos os elevadores, em kW, calculada conforme Tabela 8
da NT-002/2011.

O valor de F deve ser determinado pela expressão:

(2)

 Pnm: potência nominal do motores em cv utilizados em processo industrial;


 Fu: fator de utilização dos motores, fornecido na Tabela 9 da NT-002/2011;
 Fs: fator de simultaneidade dos motores, fornecidos na Tabela 10 da NT-
002/2011;
 G: outras cargas não relacionadas em kVA (Neste caso o projetista deve
estipular o fator de demanda característico das mesmas).

8
2.4.1. Demanda do Grupo 1
O Grupo 1, conforme já definido, engloba as cargas motrizes de máquinas da
indústria têxtil, por tanto, apenas o parâmetro “F” serão utilizados na fórmula (1).

 Cálculo do parâmetro “F”


A Tabela 2 mostra a quantidade de motores por faixa de potência e partindo
desta informação extraiu-se os valores de fator de simultaneidade de motores da
Tabela 10 da NT-002 mostrada no Anexo G.

Tabela 2: Quantidade de motores por faixa de potência e fator de simultaneidade.

FAIXA QTDE. FS
De 3 - 15 CV 37 0,55
De 20 - 40 CV 31 0,6
Acima de 40 CV 15 0,65

A Tabela 3 mostra a quantidade de cada tipo de máquina e relaciona seus


respectivos fatores de utilização (FU) de acordo com a Tabela 9 da NT-002 em
Anexo G.

Tabela 3: Fator de utilização e fator de simultaneidade para cada tipo de motor.

Máquina Motor em CV QTDE. Pot. Total em CV FU FS


Estampadoras 5 4 20 0,8 0,55
Cordas 10 6 60 0,8 0,55
Flows 10 15 150 0,8 0,55
Navalhadeiras 15 4 60 0,8 0,55
Rama (15 CV) 15 6 90 0,8 0,55
Caldeiras 15 2 30 0,8 0,55
Teares 25 15 375 0,9 0,6
Rama (25 CV) 25 4 100 0,9 0,6
Passadores 30 8 240 0,9 0,6
Urdideiras 40 4 160 0,9 0,6
Centrifugador 50 6 300 0,9 0,65
Filatórios 50 7 350 0,9 0,65
Tingimento 75 2 150 0,9 0,65

9
Aplicando os dados da Tabela 3 na equação (2), o parâmetro “F” será dado
por:

 Cálculo da Demanda Grupo 1.

A partir dos parâmetros calculados e utilizando a Equação (1), a demanda do


Grupo 1 é dada por:

2.4.2. Demanda do Grupo 2


Como o Grupo 2 engloba apenas os equipamentos de iluminação, tomadas e
climatização, só se aplicam ao cálculo os parâmetros “a” e “c”.

 Parâmetro “a”:
Para as tomadas foi adotado um fator de potência igual a 0,80 e para
iluminação um fator de potência de 0,85. De acordo com a Tabela 1 da NT002
mostrada no Anexo G, para indústrias, o fator de demanda a ser aplicado é de 100
%.
Assim, pelo levantamento da potência instalada de iluminação e tomadas
mostrado na Tabela E1 do Anexo E, o parâmetro “a” com o fator de potência já
embutido é calculado tal que:

10
 Cálculo do parâmetro “c”
De acordo com a Tabela E3 do Anexo E que contempla o levantamento de
cargas de climatização, foram usados 2 dispositivos de 200 cv com rendimento
0,948 e fator de serviço 1,15. Além disso, como se trata de uma indústria têxtil,
considerou-se que a climatização estaria ativa o tempo todo e, assim, considera-se
um fator de demanda de 100 %. O parâmetro “c” então é calculado:

 Cálculo da Demanda Grupo 2


Substituindo os parâmetros “a” e “c” calculados na equação (1):

2.5 Transformadores
Visando uma melhor adequação aos valores de potência comerciais dos
transformadores existentes, facilitar a manutenção e aumentar a confiabilidade da
instalação, foi optado pela utilização de dois transformadores: um transformador que
alimentará as cargas dos CCMs, denominado de Grupo1, e um outro referente
Quadro de Distribuição de Força (QDFL) e o sistema de climatização, denominado
Grupo 2 de cargas.
Primeiramente os transformadores devem ser do tipo a seco, já que a
subestação é parte integrante da edificação industrial, como estipula o item
10.2.1.12 e Desenho 002.21 da NT-002/2011.
A partir dos valores das demandas calculados nos itens 2.4.1 e 2.4.2, escolheu-
se os transformadores. Pelo cálculo da demanda para os CCMs, foi escolhido um
transformador a seco WEG de 1000 kVA, enquanto que para alimentar o QDF, um
transformador a seco WEG de 750kVA. Ambos os transformadores possuem classe
de tensão 15 kV, refrigeração AN, proteção IP00, 13,8 kV:380/220 V, primário em

11
delta e secundário em estrela com neutro acessível. No anexo B encontra-se todas
as informações sobre o transformador retiradas do site do fabricante.
De acordo com a NT-002, tem-se que, para o dimensionamento da potência
nominal dos transformadores da subestação, é admitido um valor de, no máximo,
30% superior ao da demanda calculada.

Assim, para o transformador de 1 MVA e com uma demanda D1 de 975,183


kVA, a reserva do Trafo 1 será:

Enquanto que para o transformador de 750kVA e demanda D2 de 606 kVA , a


reserva do Trafo 2 será de:

Para ambos os transformadores tem se um valor inferior a reserva máxima


permitida de 30%, conforme indicado na nota 2 do item 17 da NT-002/2011, logo os
transformadores estão adequados.

2.6 Subestação
Este item dedica-se à descrição da subestação de classe 15 kV para a
implementação em uma indústria têxtil conforme o item 16.1.1 da NT-002 da
COELCE.
O item 10.3.1 da NT-002 da COELCE estabelece, no ponto ‘c’, que as
montagens de transformadores em postes só podem ser realizadas até uma
potência de 300 kVA. Como a potência demandada do empreendimento possui um
valor de aproximadamente 1581,13 kVA e potência instalada de 2497,264 kW, a
subestação deve ser então abrigada em estrutura de alvenaria.
Algumas recomendações devem ser seguidas em prol de uma instalação
mais eficiente e segura para os usuários. O item 10.1 da NT-002/2011 da Coelce
trata sobre as recomendações gerais para uma subestação, de modo geral a norma
diz que a subestação deve ser localizada em local de livre e fácil acesso com todos
os seus compartimentos destinados exclusivamente à instalação de equipamentos

12
de transformação, proteção ou quaisquer outros necessários ao atendimento da
unidade consumidora, nenhum equipamento deve estar sujeito a intempéries; a
subestação deve ser provida de pelo menos uma unidade de extintor de incêndio
para uso em eletricidade e ter características construtivas definitivas , sendo de
materiais incombustíveis e de estabilidade adequada; o arranjo dos equipamentos
da subestação deve ser feito de modo a permitir facilidade de operação e remoção;
um diagrama unifilar geral atualizado da instalação deve estar disponível no interior
da subestação; placas de aviso devem ser fixadas como meio de prevenir acidentes,
etc. Tais recomendações são gerais e aplicáveis a, praticamente, todos os tipos de
montagem de subestação. Para uma subestação abrigada as recomendações
especificas são tais como: os corredores de controle e manobra e locais de acesso
necessitam de 0,70 m de espaço livre mínimo para circulação, e esses devem
permanecer livres todo o tempo; as subestações devem ser providas de iluminação
artificial e de emergência. Maiores informações são encontradas no item 10.2 do NT-
002/2011 da Coelce. Um planta da subestação se encontra em anexo com todas as
recomendações da norma.

2.7 Dimensionamento dos Condutores

2.7.1 Dimensionamento dos Condutores de Média Tensão


Para o dimensionado dos condutores do ramal de entrada, os critérios de
capacidade de condução de corrente, queda de tensão máxima e capacidade de
condução de corrente de curto circuito devem ser atendidos. Porém para esta etapa
do projeto apenas os critérios de capacidade de condução de corrente e queda de
tensão máxima foram analisados, já que o critério de curto circuito necessita de um
estudo de proteção e seletividade de modo a se obter o tempo de atuação da
proteção de média tensão, que será feita na segunda parte do projeto.

 Critério da Capacidade de Condução


Através do valor da potência nominal de cada transformador, foram obtidas a
corrente nominal do lado de média tensão. Como foram utilizados dois trafos, a
potência total se refere a soma das potências dos trafos S=750 kVa + 1MVA=1.750
MVA e uma tensão de linha de 13,8 kV.

13
Optou-se por utilizar cabos unipolares de cobre 8,7/15kV, isolação XLPE,
método de referência D, pela a Tabela 25 da NBR 14039/2005. Considerou-se que a
temperatura do ambiente é de 40 ºC, logo o fator de correção de temperatura
encontrado na Tabela 32 da NBR 14039/2005 é de 0,91, assim, a corrente corrigida
é dada por:

Pela tabela 28 da NBR 14039/2005, método de referência D, tensão nominal


menor ou igual a 8,7/15 kV, a seção dos condutores de fase é de 16 mm 2. Porém
para os cabos média tensão Voltalene Prysmian® a seção mínima disponível é 25
mm², portanto a bitola para os condutores adotada foi de 25 mm²

 Queda de tensão
A queda de tensão em um trecho de cabo é dada pela seguinte expressão:

(3)

Calculou-se a queda de tensão do ramal de entrada, considerando uma


distância de 10 metros e os parâmetros elétricos para um cabo de 25 mm2,,
encontrados no catálogo do fabricante presente no Anexo D e um FP=0,8 tem-se
que a queda de tensão será de:

O item 6.2.7.1 da NBR 14039/2005 diz que a queda de tensão entre a origem
de uma instalação e qualquer ponto de utilização deve ser menor ou igual a 5 %.
Como o valor da queda de tensão encontrado para este trecho é muito menor que 5
%, o cabo atende ao critério da queda de tensão.
Sendo assim os cabos selecionados de 25 mm2 atendem devidamente aos
critérios de capacidade de condução de corrente e de queda de tensão.

14
2.7.2 Dimensionamento do Vergalhão de Cobre
O vergalhão de cobre é dimensionado simplesmente por meio da Tabela 12
da NT- 002/2011. Assim, como a potência dos transformadores somados
(1M+750kVA) é igual a 1,750 MVA, temos que o vergalhão de cobre a ser utilizado
deve ser de 35 mm².

2.7.3 Dimensionamento dos Condutores de Baixa Tensão

2.7.3.1 Barramento Blindado de Baixa Tensão

Primeiramente calculamos os cabos que alimentam o QGBT1 e QGBT2. As


correntes de projeto dos trechos de baixa tensão, referentes à subestação, podem
ser calculadas pelas seguintes expressões:

Como se pode observar, os valores de corrente a partir do secundário do


transformador da subestação foram bastante elevados, dessa forma previu-se a
instalação de um barramento blindado. Foi escolhido dois barramento blindado
Gimi®, Linha BX-E, Cobre – um com capacidade de condução de 1600A e outro de
2000A. O Anexo c mostra os valores de impedância para o barramento.

2.7.3.2 Alimentadores dos Quadros de Distribuição


Dando sequência ao dimensionamento dos cabos de baixa tensão, calculou-
se a bitola dos fios que vão alimentar os Centros de Comando de Motores (CCM) e
os Quadros de Distribuição de Luz e Força (QDLF) por meio do critério da
capacidade de corrente. Com o valor da potência instalada nos quadros (PDem),
calculou-se a corrente de projeto (IB). Com esse valor de corrente em mãos,
dimensionaram-se os condutores fase (F), neutro (N) e proteção (PE) pelo critério de
capacidade de condução de corrente e levando em consideração a tabela 36, tabela
48 e 58 da NBR 5410, com método de referência B1. Os resumos das seções dos
condutores dos condutores dos quadros de distribuição de baixa tensão se
encontram em anexo nas Tabelas H1 e H2 no anexo H.

15
Os catálogos dos dispositivos de proteção utilizados estão mostrados no
Anexo I. Alguns disjuntores são do tipo com corrente nominal ajustável e, por isso,
foi alocado nas tabelas a sua faixa de ajuste ao invés da corrente nominal em si.

2.7.3.3 Circuitos Terminais de Baixa Tensão

O valor dos condutores de cada circuito terminal encontra-se nas tabelas J1 a


J30 do Anexo J. Para o dimensionamento destes, o seguinte procedimento foi
tomado: após a divisão dos circuitos e da indicação de suas potências, determinou-
se a carga instalada para cada circuito, e em seguida a corrente de projeto (I B). Com
esse valor de corrente em mãos, dimensionaram-se os condutores fase (F), neutro
(N) e proteção (PE). Pelo critério de capacidade de condução de corrente e levando
em consideração a tabela 36.
O critério de seção mínima foi levado em consideração em conformidade com a
tabela 47 da NBR 5410/2008, que estabelece seção de 1,5 mm2 para iluminação e
2,5 mm2 para circuitos de força. A determinação das seções dos condutores neutro e
proteção respeitaram, respectivamente, as tabelas 48 e 58 da NBR 5410/2008. Vale
ressaltar que os critérios de curto-circuito e queda de tensão, bem como os fatores
de correção aplicáveis à corrente de projeto não foram considerados nesta etapa do
projeto.
Quando se analisa a tabela 36 da NBR 5410/2008 necessita do método de
referência adotado para a capacidade de condução, que é com base na tabela 33 da
NBR 5410/2008. Para isso os métodos considerados foram: para os centros de
comando de motores, os cabos com isolação PVC dos circuitos terminais estão
instalados em canaleta fechada embutida no piso, método de instalação 33; para os
quadros de iluminação e força, adotaram-se cabos isolados em PVC instalados
segundo o método de instalação 7, com exceção dos circuitos referentes à
iluminação do galpão, pois para tal adotou-se o método de instalação 35.

2.8. Equipamento de Proteção


Esta seção trata dos equipamentos de proteção do lado de média tensão
(MT) e do lado de baixa tensão (BT). Os catálogos com as principais informações
sobre os dispositivos de proteção utilizados se encontram no Anexo I deste
memorial.

16
2.8.1. Média Tensão
O primeiro elemento de proteção de média tensão está localizado na
derivação do ramal de ligação e é de responsabilidade da concessionária, neste
caso a Coelce, instalar e operar exclusivamente uma chave fusível unipolar tipo
expulsão ou outro equipamento de manobra no ramal de ligação, conforme o item
9.1.2, alínea g da NT-002/2011. Deve-se proporcionar a coordenação deste elo
fusível com os dispositivos de proteção mais à jusante.
Como a subestação em questão possui potência instalada superior a 300
kVA, a proteção geral de média tensão deve ser realizada exclusivamente por meio
de um disjuntor de média tensão acionado por um relé secundário com as funções
50/51 e 50/51N, como prescrito no item 12.3.2 da NT-002/11 da Coelce.
O relé escolhido que atende as especificações da norma é o URPE7104T do
fabricante Pextron mostrado na Figura 1. No Anexo I são mostrados mais detalhes
deste relé.

Figura 1: Relé URPE7104T da Pextron

Fonte: Pexton. Disponível em: <http://www.pextron.com.br/solucoes/cabines-primarias/urpe-7104-t-


rele-multifuncao.html>. Acesso em 06 de out. 2016.

O disjuntor de média tensão deve possuir tensão nominal mínima de 15 kV,


desligamento automático e capacidade de ruptura de no mínimo 350 MVA, de
acordo com a alínea “a” do item 12.3.3. da NT-002/11.
O disjuntor de média tensão deve ser escolhido adequadamente ao nível de
curto-circuito no ponto da instalação no qual ele está instalado. Por tanto, no Anexo
K calculou-se o nível de curto-circuito para do disjuntor de MT com auxílio do
software MATHCAD. Os valores de impedância reduzida da barra e de impedância
dos condutores de fase foram fornecidos na OAP (Ordem de Ajuste de Proteção) da
indústria, enquanto a impedância dos condutores de média tensão do ramal de

17
entrada foi obtida com base nas informações retiradas do livro Instalações Elétricas
Industriais do autor João Mammede Filho.
Os dados das impedâncias utilizadas são apresentados na Tabela 4 em pu
com potência de base Sb=100 MVA e tensão de base Vb =13,8 kV.

Tabela 4: Dados das impedâncias utilizadas no cálculo de curto-circuito


Sequência R X
Impedância Reduzida na barra de 15 kV
Positiva 0,1085 0,6021
Zero 0,0000 0,2453
Impedância do Condutor de Fase (lado de MT)
Positiva 0,8599 1,3630
Zero 1,499 5,5956
Impedância do Condutor de MT do Ramal de Entrada
Positiva 0,8599 1,3630
Zero 1,499 5,5956

Já os resultados do cálculo de curto-circuito calculados no Anexo K estão


mostrados na Tabela 5.

Tabela 5: Correntes de curto-circuito calculadas


Tipo Nível de Curto (kA)
Trifásico 4,169
Bifásico 3,61
Fase-Terra 3,073

A partir da potência do transformador, foi calculada a corrente nominal


necessária do disjuntor, como mostrado a seguir.

O disjuntor de média tensão escolhido é o disjuntor a vácuo SION 3AE1 281-1


com tensão nominal de 17,5 kV, 50/60 Hz, corrente de interrupção simétrica de 14,9
kA, e corrente nominal de 800 A, do fabricante Siemens, mostrado na Figura 2. No
Anexo I é mostrado o catálogo detalhado deste disjuntor.

Figura 2: Disjuntor de Média Tensão à vácuo SION

18
Fonte: Siemens. Disponível em: < https://w3.siemens.com.br/home/br/sion/Documents/HG_11_
02_2005_port.pdf >. Acesso em 06 de out. 2016.

Ainda pelo item 12.3.2 da NT-002/11, na alínea d, a norma diz que antes do
disjuntor deve ser instalado um dispositivo com seccionamento tripolar visível que
possua intertravamento com o disjuntor. Como o empreendimento está localizado na
zona de corrosão C (corrosão muito severa), pela DT-042 da Coelce, a classe de
isolamento deste dispositivo deverá ser no mínimo 24 kV. Na prática, instala-se uma
chave seccionadora tripolar de classe 25 kV.
Como esta subestação abriga dois transformadores, a proteção dos
transformadores pelo lado de média tensão deve ser complementada utilizando-se
chaves seccionadoras tripolares com fusível do tipo HH, com classe de isolação 17,5
kV do fabricante SIBA [9] com corrente nominal de 80 A e 63 A, respectivamente,
para os transformadores de 1 MVA e de 750 kVA.

2.8.2. Baixa tensão


No lado de baixa tensão, o item 12.3.15 da NT-002/2011 diz que a proteção
pode ser realizada por disjuntor tripolar termomagnético de baixa tensão com
capacidade de ruptura adequada ao nível de curto-circuito previsto nos seus
terminais.
Já pelo item 5.3.4.1 da NBR 5410/2008 estabelece que as características de
atuação do dispositivo destinado a prover a proteção devem ser tais que a Equação
(4) seja obedecida.

(4)

19
Tal que:

: corrente de projeto do circuito;

: capacidade de condução de corrente dos condutores;

: corrente nominal do dispositivo de proteção (ou corrente de ajuste)

Como são usados dois transformadores nesta instalação, haverá dois


quadros gerais de baixa tensão e por tanto cada quadro geral terá sua proteção
geral. Para o quadro geral das cargas do Grupo 1, a corrente de projeto foi de
1519,3 A e das cargas do Grupo 2 é de 1139,5 A. A capacidade de condução do
condutor utilizado (barramento blindado) é de 2000 A. Assim, a corrente nominal do
disjuntor deverá estar entre esses valores.
Os disjuntores escolhidos foram os da Siemens da linha 3WL: modelo
3WL1116-2CB32-1AA2 (1600 A) para proteção de baixa tensão do Grupo 1 e o
modelo 3WL1112-3CB33-1AJ2 (1250 A) para proteção geral de BT do Grupo 2.
Na Figura 3 é mostrado o modelo genérico desta linha de disjuntores e no
Anexo I é mostrado mais informações de cada disjuntor.

Figura 3: Disjuntor de baixa tensão da Siemens linha 3WL

Fonte: Siemens. Disponível em: <http://w3.siemens.com.br/buildingtechnologies/br/pt/produtos-baixa-


tensao/protecao-eletrica/disjuntores-acb/3wl/Documents/Ficha-tecnica_3WL.pdf>. Acesso em 06 de
out. 2016.

20
2.9 Padrão de Medição

A indústria possui potência instalada superior à 75 kW, devido a isso o


fornecimento de energia elétrica deve ser realizada em média tensão (13,8 kV),
conforme indicado no item 6.1 da NT-002/2011 da COELCE e com conjunto de
medição polimérico fornecido pela Coelce conforme item 11 da NT-002/2011.

O ponto de entrega é realizado em poste instalado na propriedade do cliente


no limite da via pública, com recuo, conforme indicado nas plantas de situação
disponíveis nos anexos. Optou-se por ramal de entrada subterrâneo, conforme
Desenho 002.03 da NT-002/2011 e as coordenadas UTM da estrutura prevista para
o ponto de entrega e instalação do conjunto de medição são Longitude 555139.49
mE e Latitude 9586011.93 mS.

2.10 Aterramento da Subestação


Quanto ao sistema de aterramento da subestação abrigada, a NT-002/2011
estabelece no item 13 os principais requisitos para o aterramento. A norma
prescreve que que todos os equipamentos da subestação devem estar sobre a área
ocupada pela malha de terra. Além disso, o valor máximo de resistência de malha de
terra da subestação e do sistema de medição deve ser de 10 ohms.
A malha deve ser implementada com no mínimo 6 eletrodos verticais com a
distância mínima entre eles de 3 metros dispostos de forma retangular, e o condutor
de aterramento que liga o terminal ou barra de aterramento principal à malha de
terra deve ter uma seção mínima de 50 mm2.

21
3.Conclusão
O levantamento de cargas e suas potências- cargas de iluminação,
tomadas e cargas motrizes- foram feitos de acordo com a NBR 5410/2008 e por
critérios do projetista. As cargas foram divididas em dois grupos: o QGBT1
referente as cargas de luz, força e sistema de climatização e o QGBT2 referente
ao centro de comando dos motores.
A potência instalada foi de 2463,89 kV, sendo assim o atendimento da
COELCE foi em média tensão, já que a potência foi superior a 75 kW. Dado os
valores de demanda serem superiores a 300 kVA, optou-se por uma subestação
abrigada, com dois transformadores a seco, de trafos de 750kVA e 1MVA, sendo o
primeiro responsável por alimentar o QGBT1 e o segundo o QGBT2. Para o projeto
da subestação, foi aplicada a norma regulamentadora para média tensão da Coelce
para dimensionamentos dos cabos e proteção, utilizando-se do cálculo da demanda
total para especificar os transformadores a serem utilizados.
Nesta etapa do projeto o dimensionamento dos condutores fase, terra e
neutro foram realizados para baixa tensão. Esse dimensionamento foi realizado
utilizando-se os critérios de capacidade de condução, sendo os outros critérios
analisados na próxima parte do projeto.
Este relatório alcançou seu objetivo de especificar adequadamente as
condições técnicas a serem consideradas na execução da instalação elétrica da
indústria em questão, cumprindo aceitavelmente as normas relevantes. Por fim,
pode-se afirmar que, em projetos de instalações elétricas, por haver vidas em
riscos, é imprescindível a cautela durante a criação do projeto, levando-se sempre
em conta a segurança da instalação.

22
4.Referências Bibliográficas

1. MAMEDE FILHO, João. Instalações Elétricas Industriais. 8ª ed. Rio de Janeiro:


Livros Técnicos e Científicos, c2010. 792 p.

2.ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 5410:


Instalações Elétricas de Baixa Tensão. Rio de Janeiro: ABNT, 2008.

3.ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 14039:


Instalações Elétricas de Média Tensão. Rio de Janeiro: ABNT, 2005.

4.NORMA TÉCNICA. NT-002. Fornecimento de Energia Elétrica em Tensão


Primária de Distribuição. Fortaleza: COELCE, 2011.

5.Catálagos Motores de Indução Trifásicos WEG W22-IR2 Super Premium.


Disponível em: < http://ecatalog.weg.net/files/wegnet/WEG-w22-motor-trifasico-
tecnico-mercado-brasil-50023622-catalogo-portugues-br.pdf> Acesso em 29 de set.
2016

6. Catálagos Cabos de Média Tensão Prysmian Série Voltalene (XLPE). Disponível


em: <http://br.prysmiangroup.com/br/files/voltalene_mt.pdf>. Acesso em: 10 de out.
2016.

7.Catálago BX-E Barramento Blindado. Disponivel em: <http://www.gimi.com.br/wp-


content/themes/gimi/catalogos/BX-E.pdf>. Acesso em: 10 de out. 2016.

8.Catálago Transformadores WEG. Disponivel em:


<http://ecatalog.weg.net/tec_cat/tech_transformadores.asp>. Acesso em 09 de out.
2016.

9. SIBIA. Catálogo de Chaves com Fusível HH. Disponível em:


<http://www.siba.com.br/downloads/SIBA_1_Catalogo%20Geral_V_0.pdf>. Acesso em 06
de out. 2016.

23
ANEXOS

24
ANEXO A – Catálogo de Motores WEG
W22 IR2 (1)
Corrente Tempo máximo Nível médio 220 V
Potência Conjugado com Rotor Conjugado Conjugado Momento de com rotor Massa de pressão Fator de % de Carga Corrente
Carcaça Nominal de Partida Máximo Inércia J
(kgfm) Bloqueado Cp/Cn Cmáx/Cn 2
(kgm ) bloqueado (s) (kg) sonora Serviço RPM Rendimento Fator de Potência Nominal
kW HP Ip/In Quente Frio dB(A) 50 75 100 50 75 100 In (A)
II polos
0,12 0,16 63 0,034 6,6 3,0 3,2 0,0001 12 26 5,2 56 1,15 3430 50,0 58,0 62,0 0,48 0,60 0,68 1,28
0,18 0,25 63 0,052 5,2 2,3 2,3 0,0001 9 20 5,7 56 1,15 3370 52,0 59,0 62,0 0,55 0,68 0,78 0,980
0,25 0,33 63 0,072 5,4 2,6 2,6 0,0001 7 15 6,2 56 1,15 3390 53,0 60,0 63,0 0,50 0,63 0,73 1,44
0,37 0,5 63 0,107 6,0 2,5 2,5 0,0002 6 13 7,2 56 1,15 3370 60,0 65,0 66,0 0,54 0,69 0,79 1,86
0,55 0,75 71 0,158 5,6 2,3 2,4 0,0004 7 15 6,5 60 1,15 3400 64,0 68,5 70,0 0,64 0,77 0,85 2,43
0,75 1 71 0,214 6,6 3,3 3,3 0,0005 15 33 8,5 60 1,15 3420 77,0 80,0 80,5 0,64 0,76 0,84 2,91
1,1 1,5 80 0,311 7,6 3,4 3,3 0,0009 10 22 13,5 62 1,15 3440 79,0 82,0 82,6 0,66 0,78 0,84 4,16
1,5 2 80 0,432 6,9 3,2 3,1 0,0009 13 29 14,5 62 1,15 3385 81,0 83,2 83,7 0,66 0,79 0,85 5,51
2,2 3 90S 0,621 7,4 2,9 3 0,0020 10 22 18,5 68 1,15 3450 84,6 85,5 85,5 0,66 0,78 0,84 8,04
3 4 90L 0,847 7,4 3 3,1 0,0025 8 18 23,5 68 1,15 3450 85,6 87,0 87,5 0,66 0,78 0,84 10,7
3,7 5 100L 1,04 8,8 3,15 3,6 0,0063 13 29 32,0 71 1,15 3475 84,2 86,7 87,6 0,71 0,82 0,87 12,8
4,5 6 112M 1,25 7,6 2,2 3 0,0088 10 22 38,5 69 1,15 3500 87,0 88,0 88,5 0,75 0,84 0,89 15,1
5,5 7,5 112M 1,53 8,3 2,85 3,5 0,0081 12 26 40,0 69 1,15 3495 86,5 88,2 88,7 0,71 0,82 0,87 18,8
7,5 10 132S 2,08 7,2 2,15 2,9 0,0251 18 40 63,0 72 1,15 3515 88,0 89,4 89,6 0,75 0,84 0,88 25,0
9,2 12,5 132M 2,55 7,5 2,3 2,9 0,0234 16 35 72,0 72 1,15 3515 89,2 90,2 90,2 0,77 0,85 0,89 30,0
11 15 132M 3,04 8,3 2,6 3 0,0270 12 26 74,0 72 1,15 3520 89,6 90,5 90,5 0,75 0,84 0,88 36,2
15 20 160M 4,14 6,6 2 2,8 0,0426 12 26 104 72 1,15 3530 90,0 90,8 90,8 0,74 0,83 0,87 49,8
18,5 25 160M 5,10 6,8 2,1 2,9 0,0517 9 20 111 72 1,15 3530 91,0 91,5 91,5 0,74 0,83 0,87 61,0
22 30 160L 6,06 7,5 2,4 3 0,0626 8 18 124 72 1,15 3535 91,0 91,5 92,0 0,74 0,83 0,87 72,2
30 40 200M 8,23 6,4 2,1 2,4 0,1362 18 40 213 76 1,15 3550 91,5 91,7 92,4 0,74 0,83 0,86 99,0
37 50 200L 10,1 7,2 2,4 2,6 0,1788 14 31 232 76 1,15 3555 92,0 92,4 93,0 0,75 0,83 0,86 121
45 60 225S/M 12,3 7,8 2,2 2,9 0,2359 12 26 360 80 1,15 3560 91,8 93,0 93,5 0,78 0,86 0,89 142
55 75 225S/M 15,0 7,8 2,4 2,9 0,2752 12 26 380 80 1,15 3560 92,6 93,5 93,8 0,80 0,87 0,90 171
75 100 250S/M 20,5 7,7 2,6 2,7 0,3905 12 26 452 80 1,15 3560 93,1 93,6 94,3 0,79 0,86 0,88 238
90 125 280S/M 24,5 7,7 2 2,9 0,8991 20 44 650 81 1,15 3575 92,8 94,3 94,6 0,78 0,85 0,88 284
110 150 280S/M 30,0 7,5 2 2,7 1,03 15 33 682 81 1,15 3575 93,5 94,5 94,8 0,80 0,86 0,89 342
132 175 315S/M 35,9 7,6 2 2,8 1,60 20 44 879 81 1,15 3580 93,0 94,5 95,0 0,76 0,84 0,87 420
150 200 315S/M 40,8 7,9 2,1 2,9 1,88 15 33 931 81 1,15 3580 93,5 94,8 95,2 0,77 0,85 0,88 470
185 250 315S/M 50,3 7,9 2,2 2,8 2,24 16 35 1011 81 1,15 3580 94,8 95,3 95,6 0,80 0,87 0,89 570
200 270 355M/L 54,3 8,0 1,6 2,8 3,23 24 53 1376 84 1,15 3585 94,5 95,6 95,8 0,80 0,87 0,90 608
220 300 355M/L 59,8 8,2 1,8 2,9 3,56 18 40 1422 84 1,15 3585 94,8 95,6 95,8 0,81 0,88 0,90 670
260 350 355M/L 70,6 8,0 2 2,7 4,09 26 57 1534 84 1,15 3585 95,2 95,6 95,9 0,85 0,90 0,91 782
300 400 355M/L 81,5 8,0 2,1 2,6 4,83 22 48 1655 84 1,15 3585 95,4 95,6 95,9 0,87 0,91 0,92 892
330 450 355M/L 89,7 8,0 2 2,6 5,36 22 48 1753 84 1,15 3585 95,5 95,6 96,0 0,87 0,91 0,92 980
370 500 355M/L 101 8,4 2 2,8 6,01 15 33 1853 84 1,15 3585 95,6 96,1 96,2 0,87 0,91 0,92 1100
400 550 355M/L 109 8,4 2,3 2,8 6,01 15 33 1869 84 1,15 3585 95,7 96,2 96,3 0,84 0,89 0,91 1200
440 600 355A/B 120 7,8 2,5 2,9 6,54 28 62 2000 89 1,00 3585 96,0 96,5 96,5 0,84 0,89 0,90 1360
480 650 355A/B 130 8,0 2,3 2,6 7,40 48 106 2102 89 1,00 3585 96,1 96,6 96,6 0,86 0,90 0,91 1430
515 700 355A/B* 140 7,6 2,3 2,6 7,72 28 62 2179 89 1,00 3585 96,2 96,6 96,6 0,86 0,90 0,91 1540
High-Output Design
0,25 0,33 71 0,072 5,8 2,4 2,8 0,0003 18 40 5,5 60 1,15 3400 56,0 62,0 64,0 0,63 0,75 0,82 1,25
0,37 0,5 71 0,106 5,8 2,5 2,7 0,0003 9 20 6,0 60 1,15 3390 59,0 65,0 67,0 0,63 0,75 0,83 1,75
0,55 0,75 80 0,158 5,8 2,2 2,5 0,0005 17 37 9,0 62 1,15 3390 65,0 70,0 72,0 0,62 0,74 0,81 2,47
0,75 1 80 0,213 7,0 2,7 3,5 0,0006 23 51 9,5 62 1,15 3430 77,5 80,0 80,5 0,65 0,77 0,84 2,91
1,1 1,5 90S 0,310 7,2 2,4 3 0,0014 20 44 16,5 68 1,15 3455 81,5 83,0 83,0 0,67 0,78 0,84 4,14
1,5 2 90S 0,423 7,3 2,6 3 0,0018 17 37 17,5 68 1,15 3455 83,5 84,0 84,0 0,70 0,81 0,86 5,46
2,2 3 90L 0,621 7,4 2,9 3 0,0020 10 22 18,5 68 1,15 3450 84,6 85,5 85,5 0,66 0,78 0,84 8,04
2,2 3 L90S 0,621 7,4 2,9 3 0,0020 10 22 18,5 68 1,15 3450 84,6 85,5 85,5 0,66 0,78 0,84 8,04
3 4 100L 0,835 8,7 2,85 3,5 0,0059 13 29 29,5 71 1,15 3500 83,0 86,0 87,5 0,71 0,81 0,86 10,4
3 4 L90L 0,847 7,4 3 3,1 0,0025 8 18 23,5 68 1,25 3450 85,6 87,0 87,5 0,66 0,78 0,84 10,7
3 4 L100L 0,835 8,7 2,85 3,5 0,0059 13 29 29,5 71 1,15 3500 83,0 86,0 87,5 0,71 0,81 0,86 10,4
3,7 5 112M 1,04 7,3 2,2 3 0,0063 21 46 37,0 69 1,15 3480 85,5 87,1 87,6 0,74 0,83 0,88 12,6
3,7 5 L100L 1,04 8,8 3,15 3,6 0,0063 13 29 32,0 71 1,15 3475 84,2 86,7 87,6 0,71 0,82 0,87 12,8
4,5 6 132S 1,25 7,4 2,25 3,1 0,0153 28 62 60,0 72 1,15 3520 84,6 87,2 88,5 0,70 0,80 0,85 15,6
5,5 7,5 132M 1,52 6,9 2,1 2,9 0,0153 23 51 60,0 72 1,15 3525 85,7 87,8 88,6 0,70 0,81 0,86 18,9
5,5 7,5 132S 1,52 6,9 2,1 2,9 0,0153 23 51 60,0 72 1,15 3525 85,7 87,8 88,6 0,70 0,81 0,86 18,9
5,5 7,5 L112M 1,53 8,3 2,85 3,5 0,0081 12 26 40,0 69 1,15 3495 86,5 88,2 88,7 0,71 0,82 0,87 18,8
7,5 10 132M 2,08 7,2 2,15 2,9 0,0251 18 40 63,0 72 1,15 3515 88,0 89,4 89,6 0,75 0,84 0,88 25,0
7,5 10 160M 2,06 7,5 2,3 3,5 0,0371 23 51 70,0 72 1,15 3545 88,0 89,6 90,0 0,75 0,83 0,87 25,2
9,2 12,5 132S 2,55 7,5 2,3 2,9 0,0234 16 35 72,0 72 1,15 3515 89,2 90,2 90,2 0,77 0,85 0,89 30,0
11 15 160M 3,03 6,8 2 2,8 0,0371 14 31 98,0 72 1,15 3535 88,5 90,5 90,5 0,72 0,81 0,86 37,0
15 20 160L 4,14 6,6 2 2,8 0,0426 12 26 104 72 1,15 3530 90,0 90,8 90,8 0,74 0,83 0,87 49,8
18,5 25 160L 5,10 6,8 2,1 2,9 0,0517 9 20 111 72 1,15 3530 91,0 91,5 91,5 0,74 0,83 0,87 61,0
22 30 180L 6,05 7,0 1,9 2,8 0,0811 10 22 152 72 1,15 3540 91,8 92,0 92,0 0,75 0,83 0,87 72,2
22 30 180M 6,05 7,0 1,9 2,8 0,0811 10 22 152 72 1,15 3540 91,8 92,0 92,0 0,75 0,83 0,87 72,2
30 40 200L 8,23 6,4 2,1 2,4 0,1362 18 40 213 76 1,15 3550 91,5 91,7 92,4 0,74 0,83 0,86 99,0
37 50 200M 10,1 7,2 2,4 2,6 0,1788 14 31 232 76 1,15 3555 92,0 92,4 93,0 0,75 0,83 0,86 121
37 50 225S/M 10,1 7,8 2,1 2,9 0,2089 12 26 346 80 1,15 3560 90,5 92,5 93,0 0,76 0,83 0,87 120
45 60 200L 12,3 6,8 2,3 2,6 0,1945 12 26 255 76 1,00 3555 92,8 93,5 93,5 0,75 0,84 0,87 145
45 60 250S/M 12,3 7,7 2,2 2,9 0,3050 16 35 409 80 1,15 3560 92,0 93,1 93,5 0,78 0,85 0,89 142
55 75 250S/M 15,0 7,7 2,2 2,8 0,3250 14 31 424 80 1,15 3560 92,8 93,5 93,8 0,80 0,87 0,89 173
75 100 280S/M 20,4 7,7 1,9 2,8 0,8092 24 53 627 81 1,15 3575 92,2 93,6 94,3 0,79 0,86 0,88 238
90 125 315S/M 24,5 7,5 1,8 2,9 1,37 36 79 842 81 1,15 3580 91,5 93,6 94,6 0,76 0,85 0,88 284
110 150 315S/M 29,9 7,5 1,7 2,7 1,60 26 57 870 81 1,15 3580 92,7 94,5 94,8 0,80 0,86 0,89 342
132 175 280S/M 36,0 7,5 2 2,6 1,21 16 35 733 81 1,15 3575 94,0 94,8 95,0 0,83 0,88 0,90 406
150 200 280S/M 40,9 7,6 2,1 2,6 1,34 17 37 773 81 1,15 3575 94,5 95,0 95,2 0,84 0,89 0,90 460
150 200 355M/L 40,8 7,9 1,6 2,9 2,72 40 88 1300 84 1,15 3585 93,5 94,9 95,2 0,78 0,86 0,89 464
185 250 355M/L 50,3 7,9 1,6 2,7 2,92 30 66 1331 84 1,15 3585 94,3 95,3 95,6 0,80 0,87 0,89 570

(1) A Lei de Eficiência Energética - Portaria Nº 553 - define valores mínimos de rendimento para motores de 1 a 250 cv. Nessa faixa de potência
todos os motores WEG ultrapassam os níveis de rendimento mínimo exigidos pela norma;
(2) Para obter os valores da corrente nominal (In) em outras tensões, utilizar os seguintes fatores de multiplicação: 380 V - 0,577; 440 V - 0,5.
* Motores com sobrelevação de temperatura T de 105 K. **
Fixados com defletor de ar no mancal dianteiro.

25
Corrente Tempo máximo Nível médio 220 V
Potência Conjugado com Rotor Conjugado Conjugado Momento de com rotor Massa de pressão Fator de % de Carga Corrente
Carcaça Nominal de Partida Máximo Inércia2 J
(kgfm) Bloqueado Cp/Cn Cmáx/Cn (kgm ) bloqueado (s) (kg) sonora Serviço RPM Rendimento Fator de Potência Nominal
kW HP Ip/In Quente Frio dB(A) 50 75 100 50 75 100 In (A)
IV polos
0,12 0,16 63 0,068 4,5 2,1 2,4 0,0004 25 55 6,2 48 1,15 1710 49,0 55,0 58,0 0,45 0,57 0,66 0,830
0,18 0,25 63 0,103 4,7 2,2 2,4 0,0006 16 35 7,2 48 1,15 1710 51,0 58,0 62,0 0,45 0,58 0,67 1,14
0,25 0,33 63 0,142 4,5 2,3 2,5 0,0007 20 44 8,2 48 1,15 1720 50,0 58,0 62,0 0,44 0,55 0,64 1,65
0,37 0,5 71 0,215 4,3 2,1 2,2 0,0007 12 26 8,0 47 1,15 1680 60,0 66,0 67,0 0,46 0,59 0,69 2,10
0,55 0,75 71 0,317 5,3 2,5 2,5 0,0008 12 26 11,5 47 1,15 1690 65,0 68,0 69,0 0,46 0,67 0,69 3,05
0,75 1 80 0,422 6,6 2,4 2,8 0,0032 8 18 12,5 48 1,15 1730 77,5 80,0 80,5 0,57 0,71 0,81 3,02
1,1 1,5 80 0,625 6,8 3,15 3 0,0032 11 24 14,5 48 1,15 1715 78,0 81,0 81,6 0,58 0,71 0,79 4,48
1,5 2 90S 0,835 7,1 2,2 3 0,0049 11 24 18,5 51 1,15 1750 81,0 83,5 84,2 0,57 0,70 0,78 5,98
2,2 3 90L 1,24 6,5 1,95 2,5 0,0063 10 22 23,0 51 1,15 1735 83,8 84,8 85,1 0,64 0,76 0,83 8,18
3 4 100L 1,69 6,4 2,7 2,9 0,0105 8 18 30,0 54 1,15 1730 85,6 86,3 86,5 0,61 0,73 0,82 11,1
3,7 5 100L 2,09 8,0 3 3,6 0,0097 11 24 34,0 54 1,15 1725 85,0 87,0 88,0 0,58 0,70 0,78 14,1
4,5 6 112M 2,52 6,2 2,1 2,75 0,0180 18 40 42,0 56 1,15 1740 88,0 88,5 88,5 0,62 0,74 0,81 16,6
5,5 7,5 112M 3,08 6,3 2,1 2,7 0,0180 16 35 44,0 56 1,15 1740 88,4 89,1 90,0 0,59 0,72 0,79 20,2
7,5 10 132S 4,15 7,9 2 3,2 0,0489 12 26 68,0 58 1,15 1760 90,0 90,8 91,0 0,66 0,78 0,84 25,8
9,2 12,5 132M 5,09 8,0 2,05 3,1 0,0563 10 22 75,0 58 1,15 1760 90,0 90,8 91,0 0,67 0,79 0,84 31,4
11 15 132M/L 6,09 8,2 2,15 3,2 0,0638 8 18 78,0 58 1,15 1760 90,5 91,2 91,7 0,67 0,79 0,85 37,2
15 20 160M 8,23 6,8 2,7 3 0,1188 11 24 120 64 1,15 1775 91,0 92,4 92,4 0,64 0,75 0,81 52,6
18,5 25 160L 10,2 6,8 2,7 3 0,1397 10 22 135 64 1,15 1765 92,0 92,8 92,8 0,64 0,75 0,81 64,6
22 30 180M 12,1 6,4 2,3 2,7 0,1657 19 42 168 64 1,15 1765 92,5 92,8 93,0 0,71 0,81 0,84 74,0
30 40 200M 16,5 6,2 2 2,3 0,2406 18 40 195 68 1,15 1770 92,7 93,2 93,4 0,72 0,81 0,85 99,2
37 50 200L 20,4 6,2 2,5 2,6 0,3074 14 31 227 68 1,15 1770 93,0 93,2 93,6 0,72 0,80 0,85 122
45 60 225S/M 24,7 7,2 2,4 2,6 0,4931 12 26 367 70 1,15 1775 93,5 93,7 94,1 0,76 0,83 0,86 146
55 75 225S/M 30,2 7,2 2,4 2,6 0,5670 12 26 386 70 1,15 1775 93,9 94,2 94,4 0,77 0,84 0,87 176
75 100 250S/M 41,2 7,2 2,4 2,8 0,8740 12 26 470 70 1,15 1775 94,0 94,5 94,6 0,71 0,81 0,85 244
90 125 280S/M 49,1 7,2 2,1 2,6 1,56 20 44 636 73 1,15 1785 94,0 94,8 94,9 0,73 0,82 0,85 292
110 150 280S/M 60,0 7,3 2,1 2,6 1,87 18 40 684 73 1,15 1785 94,3 94,8 95,2 0,75 0,83 0,86 352
132 175 315S/M 71,8 7,1 2,1 2,4 2,57 18 40 903 75 1,15 1790 94,0 95,0 95,3 0,74 0,82 0,85 428
150 200 315S/M 81,6 7,0 2,2 2,3 2,89 20 44 947 75 1,15 1790 94,5 95,5 95,5 0,75 0,83 0,86 480
185 250 315S/M 101 7,0 2,2 2,3 3,44 18 40 1018 75 1,15 1790 95,0 95,5 95,7 0,77 0,84 0,87 584
200 270 355M/L 109 7,0 2,2 2,2 4,88 20 44 1291 81 1,15 1790 94,8 95,6 95,8 0,77 0,84 0,86 638
220 300 355M/L 120 7,2 2,2 2,3 5,42 23 51 1350 81 1,15 1790 95,2 95,8 95,9 0,77 0,84 0,86 700
260 350 355M/L 141 7,3 2 2,2 6,30 15 33 1431 81 1,15 1790 95,4 96,0 96,0 0,77 0,84 0,87 816
300 400 355M/L 163 7,0 2,4 2,3 7,20 14 31 1527 81 1,15 1790 95,7 96,1 96,1 0,77 0,84 0,87 942
330 450 355M/L 180 7,0 2,1 2,3 8,61 19 42 1662 81 1,15 1790 96,0 96,1 96,2 0,77 0,83 0,86 1050
370 500 355M/L 201 7,6 2,6 2,6 10,2 12 26 1833 81 1,15 1790 96,0 96,1 96,3 0,75 0,82 0,85 1190
400 550 355M/L 218 7,3 2,5 2,6 11,1 14 31 1916 81 1,15 1790 96,1 96,4 96,4 0,74 0,82 0,86 1270
440 600 355M/L 239 7,1 2,2 2,5 11,6 16 35 1966 81 1,15 1790 96,2 96,4 96,5 0,74 0,82 0,86 1430
480 650 355A/B 261 7,4 2,5 2,7 12,7 22 48 1993 81 1,00 1790 96,0 96,5 96,6 0,71 0,81 0,85 1530
515 700 355A/B 280 7,4 2,6 2,7 13,4 26 57 2079 81 1,00 1790 96,2 96,5 96,6 0,71 0,81 0,85 1650
550 750 355A/B 299 7,6 2,7 2,7 14,6 22 48 2246 81 1,00 1790 96,3 96,6 96,7 0,70 0,80 0,85 1760
High-Output Design
0,12 0,16 71 0,069 4,5 2,2 2,6 0,0004 42 92 5,5 47 1,15 1700 48,0 56,0 60,0 0,44 0,54 0,63 0,830
0,18 0,25 71 0,102 4,5 2,3 2,6 0,0004 26 57 6,0 47 1,15 1720 50,0 58,0 61,0 0,43 0,54 0,63 1,23
0,25 0,33 71 0,142 4,4 2,2 2,4 0,0005 22 48 6,5 47 0,00 1710 54,0 61,0 63,0 0,46 0,58 0,68 1,54
0,37 0,5 80 0,208 6,0 2,1 2,8 0,0017 14 31 9,0 48 1,15 1730 60,0 67,0 71,0 0,50 0,63 0,72 1,90
0,55 0,75 80 0,308 6,2 2,2 2,8 0,0020 12 26 10,0 48 1,15 1740 66,0 72,0 73,0 0,52 0,65 0,75 2,64
0,75 1 90L 0,414 7,3 2 2,9 0,0041 21 46 17,0 51 1,15 1765 78,0 81,5 82,5 0,56 0,69 0,78 2,98
0,75 1 90S 0,414 7,3 2 2,9 0,0041 21 46 17,0 51 1,15 1765 78,0 81,5 82,5 0,56 0,69 0,78 2,98
1,1 1,5 90L 0,612 7,5 2,2 3 0,0049 16 35 18,5 51 1,15 1750 81,0 83,5 84,0 0,57 0,70 0,78 4,38
1,1 1,5 90S 0,612 7,5 2,2 3 0,0049 16 35 18,5 51 1,15 1750 81,0 83,5 84,0 0,57 0,70 0,78 4,38
1,5 2 90L 0,835 7,1 2,2 3 0,0049 11 24 18,5 51 1,15 1750 81,0 83,5 84,2 0,57 0,70 0,78 5,98
2,2 3 100L 1,23 7,6 3,25 3,5 0,0082 19 42 30,0 54 1,15 1740 85,0 87,0 87,5 0,57 0,70 0,78 8,48
3 4 112M 1,66 7,7 2,25 3 0,0131 20 44 40,0 56 1,15 1755 85,3 87,0 87,5 0,62 0,74 0,80 11,3
3,7 5 112M 2,06 7,1 2,05 2,9 0,0156 17 37 42,0 56 1,15 1750 87,0 88,0 88,0 0,60 0,73 0,80 13,9
3,7 5 L100L 2,09 8,0 3 3,6 0,0097 11 24 34,0 54 1,15 1725 85,0 87,0 88,0 0,58 0,70 0,78 14,1
4,5 6 132M 2,49 7,1 2 3 0,0338 15 33 60,0 58 1,15 1760 87,0 88,3 89,0 0,63 0,75 0,82 16,2
4,5 6 132S 2,49 7,1 2 3 0,0338 15 33 60,0 58 1,15 1760 87,0 88,3 89,0 0,63 0,75 0,82 16,2
5,5 7,5 132M 3,04 6,8 2 2,9 0,0338 12 26 60,0 58 1,15 1760 87,0 88,4 89,5 0,62 0,75 0,82 19,8
5,5 7,5 132S 3,04 6,8 2 2,9 0,0338 12 26 60,0 58 1,15 1760 87,0 88,4 89,5 0,62 0,75 0,82 19,8
7,5 10 132M 4,15 7,9 2 3,2 0,0489 12 26 68,0 58 1,15 1760 90,0 90,8 91,0 0,66 0,78 0,84 25,8
9,2 12,5 160M 5,09 6,6 2,2 2,9 0,0769 13 29 93,0 64 1,15 1760 88,6 90,3 90,5 0,63 0,74 0,81 33,0
11 15 132M 6,09 8,2 2,15 3,2 0,0638 8 18 78,0 58 1,15 1760 90,5 91,2 91,7 0,67 0,79 0,85 37,2
11 15 160L 6,07 6,8 2,5 2,9 0,0978 12 26 102 64 1,15 1765 89,6 91,4 91,7 0,63 0,75 0,81 38,8
11 15 160M 6,07 6,8 2,5 2,9 0,0978 12 26 102 64 1,15 1765 89,6 91,4 91,7 0,63 0,75 0,81 38,8
15 20 160L 8,23 6,8 2,7 3 0,1188 11 24 120 64 1,15 1775 91,0 92,4 92,4 0,64 0,75 0,81 52,6
18,5 25 180L 10,2 6,5 2,3 2,8 0,1398 18 40 152 64 1,15 1765 92,0 92,6 92,8 0,70 0,80 0,84 62,2
18,5 25 180M 10,2 6,5 2,3 2,8 0,1398 18 40 152 64 1,15 1765 92,0 92,6 92,8 0,70 0,80 0,84 62,2
22 30 180L 12,1 6,4 2,3 2,7 0,1657 19 42 168 64 1,15 1765 92,5 92,8 93,0 0,71 0,81 0,84 74,0
30 40 200L 16,5 6,2 2 2,3 0,2406 18 40 195 68 1,15 1770 92,7 93,2 93,4 0,72 0,81 0,85 99,2
37 50 225S/M 20,3 7,4 2,3 2,7 0,4191 12 26 348 70 1,15 1775 92,5 93,4 93,6 0,72 0,81 0,85 122
45 60 200L 24,8 6,3 2,1 2,5 0,3316 12 26 237 68 1,15 1770 93,0 93,6 93,6 0,67 0,78 0,83 152
45 60 250S/M 24,7 7,0 2,2 2,7 0,5732 13 29 413 70 1,15 1775 93,0 93,8 94,1 0,71 0,81 0,86 146
55 75 250S/M 30,2 7,2 2,2 2,7 0,7059 12 26 434 70 1,15 1775 93,6 94,2 94,4 0,74 0,83 0,87 176
75 100 225S/M 41,0 7,9 2,6 2,8 0,7101 8 18 424 70 1,15 1780 94,0 94,5 94,6 0,71 0,81 0,85 244
75 100 280S/M 40,9 7,0 1,9 2,6 1,40 22 48 613 73 1,15 1785 93,5 94,4 94,6 0,73 0,82 0,85 244
90 125 315S/M 49,0 6,8 1,8 2,8 2,11 40 88 853 75 1,15 1790 93,0 94,5 94,9 0,75 0,82 0,86 290
110 150 315S/M 59,9 7,0 1,9 2,3 2,34 30 66 878 75 1,15 1790 93,8 94,8 95,2 0,75 0,83 0,86 352
132 175 280S/M 72,0 7,2 2 2,4 2,18 15 33 729 73 1,15 1785 94,5 95,0 95,3 0,76 0,84 0,86 422
150 200 280S/M 81,8 7,7 2,3 2,6 2,49 15 33 776 73 1,15 1785 94,8 95,4 95,5 0,76 0,84 0,86 480
185 250 355M/L 101 7,0 2 2,3 4,52 26 57 1259 81 1,15 1790 94,5 95,5 95,7 0,75 0,83 0,86 590

(1)A Lei de Eficiência Energética - Portaria Nº 553 - define valores mínimos de rendimento para motores de 1 a 250 cv. Nessa faixa de
potência todos os motores WEG ultrapassam os níveis de rendimento mínimo exigidos pela norma;
(2) Para obter os valores da corrente nominal (In) em outras tensões, utilizar os seguintes fatores de multiplicação: 380 V - 0,577; 440 V - 0,5.
** Fixados com defletor de ar no mancal dianteiro.

26
ANEXO B – Transformadores

27
ANEXO C – Barramento Blindado

28
ANEXO D – Cabos Isolados em Média Tensão

29
ANEXO E – Levantamento de Cargas

Tabela E1: Levantamento de Cargas de Iluminação

Levantamento de Cargas - Iluminação


Potência
Potência
Quantidade Unitária
Área Perímetro de
Dependência de da Critério
(m2) (m) Iluminação
Luminárias Luminária
(W)
(W)
Presidência 180,86 58,80 16 163 2608 Dialux
Area Comum 1 26,40 21,00 1 110 110 Dialux
W.C. Fem. (Presidência) 32,41 22,90 2 110 220 Dialux
W.C. Masc. (Presidência) 27,65 21,39 2 110 220 Dialux
Diretoria Operacional 170,06 57,75 16 163 2608 Dialux
Diretoria Financeira/RH 285,18 68,92 24 163 3912 Dialux
Area Comum 2 28,40 21,00 2 110 220 Dialux
W.C. Fem. (Diretorias) 32,42 22,90 2 110 220 Dialux
W.C. Masc. (Diretorias) 67,19 33,89 4 110 440 Dialux
Refeitório 286,19 79,98 6 110 660 Dialux
W.C. (Refeitório) 9,01 12,01 1 110 110 Dialux
Almoxorifado 618,36 99,48 16 110 1760 Dialux
Estoque de Algodão 368,80 86,30 10 110 1100 Dialux
W.C. (Est. Algodão) 9,01 12,01 1 110 110 Dialux
Estoque de Produto Acabado 367,11 86,11 11 110 1210 Dialux
W.C. (Est. Prod. Acabado) 9,00 12,00 1 110 110 Dialux
Caldeiras 254,49 63,81 8 110 880 Dialux
Laboratório 153,30 52,47 22 110 2420 Dialux
W.C. (Laboratório) 8,91 11,94 1 110 110 Dialux
Recepção + Hall 111,14 67,34 6 110 660 Dialux
Galpão 16599,92 582,57 287 433 124271 Dialux
Banheiro Feminino (Galpão) 114,85 46,26 9 61 549 Dialux
Banheiro Masculino (Galpão) 106,28 45,21 9 61 549 Dialux
Subestação 277,44 68,18 6 172 1032 Dialux
Oficina de Reparo 237,91 64,36 16 110 1760 Dialux
Sistema de Climatização 196,28 60,48 12 110 1320 Dialux
Auditório 237,96 64,31 12 163 1956 Dialux
W.C. Masc. (Auditório) 37,24 24,43 3 110 330 Dialux
Potência Total (W) 151455

30
Tabela E2: Levantamento de Cargas de Tomadas

Levantamento de Cargas - TUGs


Área Perímetro Quantidade de TUGs Potência de Potência de Critério
Dependência
(m 2) (m) TUGs (VA) TUGs (W) Adotado
100 VA (1F) 600 VA (1F) 1 kVA (1F) 5 kVA (3F)
Presidência 180,86 58,80 10 2 0 0 2200 1760 NBR 5410
Area Comum 1 26,40 21,00 2 0 0 0 200 160 Projetista
W.C. Fem. (Presidência) 32,41 22,90 0 1 0 0 600 480 NBR 5410
W.C. Masc. (Presidência) 27,65 21,39 0 1 0 0 600 480 NBR 5410
Diretoria Operacional 170,06 57,75 10 2 0 0 2200 1760 NBR 5410
Diretoria Financeira/RH 285,18 68,92 11 2 0 0 2300 1840 NBR 5410
Area Comum 2 28,40 21,00 2 0 0 0 200 160 Projetista
W.C. Fem. (Diretorias) 32,42 22,90 0 1 0 0 600 480 NBR 5410
W.C. Masc. (Diretorias) 67,19 33,89 0 1 0 0 600 480 NBR 5410
Refeitório 286,19 79,98 14 2 0 2 12600 10080 Projetista
W.C. (Refeitório) 9,01 12,01 0 1 0 0 600 480 NBR 5410
Almoxorifado 618,36 99,48 5 1 0 0 1100 880 Projetista
Estoque de Algodão 368,80 86,30 2 1 0 0 800 640 Projetista
W.C. (Est. Algodão) 9,01 12,01 0 1 0 0 600 480 NBR 5410
Estoque de Produto Acabado 367,11 86,11 2 1 0 0 800 640 Projetista
W.C. (Est. Prod. Acabado) 9,00 12,00 0 1 0 0 600 480 NBR 5410
Caldeiras 254,49 63,81 0 0 2 2 12000 9600 Projetista
Laboratório 153,30 52,47 3 3 0 0 2100 1680 Projetista
W.C. (Laboratório) 8,91 11,94 0 1 0 0 600 480 NBR 5410
Recepção + Hall 111,14 67,34 4 0 0 0 400 320 Projetista
Galpão 16599,92 582,57 0 0 14 14 84000 67200 Projetista
Banheiro Feminino (Galpão) 114,85 46,26 0 3 0 0 1800 1440 NBR 5410

31
Banheiro Masculino (Galpão) 106,28 45,21 0 3 0 0 1800 1440 NBR 5410
Subestação 277,44 68,18 0 0 2 2 12000 9600 Projetista
Oficina de Reparo 237,91 64,36 0 0 2 2 12000 9600 Projetista
Sistema de Climatização 196,28 60,48 0 0 2 2 12000 9600 Projetista
Auditório 237,96 64,31 11 2 0 0 2300 1840 NBR 5410
W.C. Masc. (Auditório) 37,24 24,43 0 1 0 0 600 480 NBR 5410
Potência Total (W) 134560

Tabela E3: Levantamento de Cargas de Climatização

Levantamento de Cargas - Climatização


Potência Potência
Qtde. Nº de Tensão Corrente Fator de Fator de Potência Potência
Dependência Unitária Unitária Rendimento
Dispositivos Polos (V) (A) Potência Serviço Total (cv) Total (kW)
(cv) (kW)
Sala de
2 200 178,6 2 380 319,18 0,85 0,948 1,15 400 357,1
Climatização

32
Tabela E4: Levantamento de Cargas Motrizes

Potência Potência Fator


Nº de Nº de Tensão Corrente Potência Potência
Máquina Unitária Unitária FP Rendimento de
Motores Polos (V) (A) Total (cv) Total (kW)
(cv) (kW) Serviço

Teares 15 25 23,1 2 380 42,33 0,83 0,915 1,15 375 346,9


Estampadora 4 5 4,9 2 380 9,04 0,82 0,867 1,15 20 19,5
Urdideiras 4 40 36,9 2 380 67,58 0,83 0,917 1,15 160 147,7
Tingimento 2 75 67,9 2 380 118,57 0,87 0,935 1,15 150 135,8
Cordas 6 10 9,5 2 380 17,12 0,84 0,894 1,15 60 56,8
Filatórios 7 50 45,4 4 220/380 86,24 0,80 0,932 1,15 350 317,9
Passadores 8 30 27,8 2 380 50,80 0,83 0,915 1,15 240 222,0
Navalhadeiras 4 15 14,0 2 380 25,37 0,84 0,905 1,15 60 56,1
Flows 15 10 9,5 2 380 17,12 0,84 0,894 1,15 150 142,0
Rama (15 CV) 6 15 13,9 4 380/220 26,77 0,79 0,912 1,15 90 83,5
Rama (25 CV) 4 25 22,8 4 380/220 46,19 0,75 0,928 1,15 100 91,2
Caldeiras 2 15 14,0 2 220 25,37 0,84 0,905 1,15 30 28,1
Centrifugadores 6 50 45,8 2 440 83,84 0,83 0,924 1,15 300 274,8
Potência Total (W) 1922267,9

33
ANEXO F – Quadros Elétricos da Indústria

Tabela F1: Quadros de Centro de Comando de Motores 1

CCM 1 - Teares
Divisão por Fases (W)
Circuito Potência Nº Tensão Corrente Fator de Potência Potência
Tipo Rendimento
Terminal (cv) Polos (V) (A) Potência (VA) (W) A B C

M1 Motor 25 2 380 36,8 0,83 0,915 24228 20109 6703 6703 6703
M2 Motor 25 2 380 36,8 0,83 0,915 24228 20109 6703 6703 6703
M3 Motor 25 2 380 36,8 0,83 0,915 24228 20109 6703 6703 6703
M4 Motor 25 2 380 36,8 0,83 0,915 24228 20109 6703 6703 6703
M5 Motor 25 2 380 36,8 0,83 0,915 24228 20109 6703 6703 6703
M6 Motor 25 2 380 36,8 0,83 0,915 24228 20109 6703 6703 6703
M7 Motor 25 2 380 36,8 0,83 0,915 24228 20109 6703 6703 6703
M8 Motor 25 2 380 36,8 0,83 0,915 24228 20109 6703 6703 6703
M9 Motor 25 2 380 36,8 0,83 0,915 24228 20109 6703 6703 6703
M10 Motor 25 2 380 36,8 0,83 0,915 24228 20109 6703 6703 6703
M11 Motor 25 2 380 36,8 0,83 0,915 24228 20109 6703 6703 6703
M12 Motor 25 2 380 36,8 0,83 0,915 24228 20109 6703 6703 6703
M13 Motor 25 2 380 36,8 0,83 0,915 24228 20109 6703 6703 6703

34
M14 Motor 25 2 380 36,8 0,83 0,915 24228 20109 6703 6703 6703
M15 Motor 25 2 380 36,8 0,83 0,915 24228 20109 6703 6703 6703
M16 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
M17 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
M18 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
M19 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
Potência Total (W) 317639 105880 105880 105880

Tabela F2: Quadros de Centro de Comando de Motores 2

CCM 2 - Estampadoras
Circuito Potência Nº Tensão Corrente Fator de Potência Potência Divisão por Fases (W)
Tipo Rendimento
Terminal (cv) Polos (V) (A) Potência (VA) (W) A B C
M20 Motor 5 2 380 7,9 0,82 0,867 5176 4245 1415 1415 1415
M21 Motor 5 2 380 7,9 0,82 0,867 5176 4245 1415 1415 1415
M22 Motor 5 2 380 7,9 0,82 0,867 5176 4245 1415 1415 1415
M23 Motor 5 2 380 7,9 0,82 0,867 5176 4245 1415 1415 1415
M24 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
M25 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
Potência Total (W) 24978 8326 8326 8326

35
Tabela F3: Quadros de Centro de Comando de Motores 3

CCM 3 - Urideiras
Circuito Potência Nº Tensão Corrente Fator de Potência Potência Divisão por Fases (W)
Tipo Rendimento
Terminal (cv) Polos (V) (A) Potência (VA) (W) A B C
M26 Motor 40 2 380 58,8 0,83 0,917 38680 32105 10702 10702 10702
M27 Motor 40 2 380 58,8 0,83 0,917 38680 32105 10702 10702 10702
M28 Motor 40 2 380 58,8 0,83 0,917 38680 32105 10702 10702 10702
M29 Motor 40 2 380 58,8 0,83 0,917 38680 32105 10702 10702 10702
M30 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
M31 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
Potência Total (W) 136419 45473 45473 45473

Tabela F4: Quadros de Centro de Comando de Motores 4

CCM 4 - Tingimentos*
Circuito Potência Nº Tensão Corrente Fator de Potência Potência Divisão por Fases (W)
Tipo Rendimento
Terminal (cv) Polos (V) (A) Potência (VA) (W) A B C
M32 Motor 75 2 380 103,1 0,87 0,935 67859 59037 19679 19679 19679
M33 Motor 75 2 380 103,1 0,87 0,935 67859 59037 19679 19679 19679
M34 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
M35 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
Potência Total (W) 126075 42025 42025 42025
* Foi usado disjuntor com corrente nominal ajustável dentro de uma faixa que possa proteger os cabos.

36
Tabela F5: Quadros de Centro de Comando de Motores 5

CCM 5 - Cordas
Circuito Potência Nº Tensão Corrente Fator de Potência Potência Divisão por Fases (W)
Tipo Rendimento
Terminal (cv) Polos (V) (A) Potência (VA) (W) A B C
M36 Motor 10 2 380 14,9 0,84 0,894 9801 8233 2744 2744 2744
M37 Motor 10 2 380 14,9 0,84 0,894 9801 8233 2744 2744 2744
M38 Motor 10 2 380 14,9 0,84 0,894 9801 8233 2744 2744 2744
M39 Motor 10 2 380 14,9 0,84 0,894 9801 8233 2744 2744 2744
M40 Motor 10 2 380 14,9 0,84 0,894 9801 8233 2744 2744 2744
M41 Motor 10 2 380 14,9 0,84 0,894 9801 8233 2744 2744 2744
M42 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
M43 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
Potência Total (W) 57396 19132 19132 19132

Tabela F6: Quadros de Centro de Comando de Motores 6

CCM 6 - Filatórios
Circuito Potência Nº Tensão Corrente Fator de Potência Potência Divisão por Fases (W)
Tipo Rendimento
Terminal (cv) Polos (V) (A) Potência (VA) (W) A B C
M44 Motor 50 4 380 75,0 0,80 0,932 49356 39485 13162 13162 13162
M45 Motor 50 4 380 75,0 0,80 0,932 49356 39485 13162 13162 13162
M46 Motor 50 4 380 75,0 0,80 0,932 49356 39485 13162 13162 13162
M47 Motor 50 4 380 75,0 0,80 0,932 49356 39485 13162 13162 13162

37
M48 Motor 50 4 380 75,0 0,80 0,932 49356 39485 13162 13162 13162
M49 Motor 50 4 380 75,0 0,80 0,932 49356 39485 13162 13162 13162
M50 Motor 50 4 380 75,0 0,80 0,932 49356 39485 13162 13162 13162
M51 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
M52 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
M53 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
Potência Total (W) 288395 96132 96132 96132

Tabela F7: Quadros de Centro de Comando de Motores 7

CCM 7 - Passadores
Circuito Potência Nº Tensão Corrente Fator de Potência Potência Divisão por Fases (W)
Tipo Rendimento
Terminal (cv) Polos (V) (A) Potência (VA) (W) A B C
M54 Motor 30 2 380 44,2 0,83 0,915 29074 24131 8044 8044 8044
M55 Motor 30 2 380 44,2 0,83 0,915 29074 24131 8044 8044 8044
M56 Motor 30 2 380 44,2 0,83 0,915 29074 24131 8044 8044 8044
M57 Motor 30 2 380 44,2 0,83 0,915 29074 24131 8044 8044 8044
M58 Motor 30 2 380 44,2 0,83 0,915 29074 24131 8044 8044 8044
M59 Motor 30 2 380 44,2 0,83 0,915 29074 24131 8044 8044 8044
M60 Motor 30 2 380 44,2 0,83 0,915 29074 24131 8044 8044 8044
M61 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
M62 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
M63 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
Potência Total (W) 180918 60306 60306 60306

38
Tabela F8: Quadros de Centro de Comando de Motores 8

CCM 8 - Navalhadeiras
Circuito Potência Nº Tensão Corrente Fator de Potência Potência Divisão por Fases (W)
Tipo Rendimento
Terminal (cv) Polos (V) (A) Potência (VA) (W) A B C
M64 Motor 15 2 380 22,1 0,84 0,905 14522 12199 4066 4066 4066
M65 Motor 15 2 380 22,1 0,84 0,905 14522 12199 4066 4066 4066
M66 Motor 15 2 380 22,1 0,84 0,905 14522 12199 4066 4066 4066
M67 Motor 15 2 380 22,1 0,84 0,905 14522 12199 4066 4066 4066
M68 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
M69 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
Potência Total (W) 56796 18932 18932 18932

Tabela F9: Quadros de Centro de Comando de Motores 9

CCM 9 - Flows
Circuito Potência Nº Tensão Corrente Fator de Potência Potência Divisão por Fases (W)
Tipo Rendimento
Terminal (cv) Polos (V) (A) Potência (VA) (W) A B C
M70 Motor 10 2 380 14,9 0,84 0,894 9801 8233 2744 2744 2744
M71 Motor 10 2 380 14,9 0,84 0,894 9801 8233 2744 2744 2744
M72 Motor 10 2 380 14,9 0,84 0,894 9801 8233 2744 2744 2744
M73 Motor 10 2 380 14,9 0,84 0,894 9801 8233 2744 2744 2744
M74 Motor 10 2 380 14,9 0,84 0,894 9801 8233 2744 2744 2744
M75 Motor 10 2 380 14,9 0,84 0,894 9801 8233 2744 2744 2744

39
M76 Motor 10 2 380 14,9 0,84 0,894 9801 8233 2744 2744 2744
M77 Motor 10 2 380 14,9 0,84 0,894 9801 8233 2744 2744 2744
M78 Motor 10 2 380 14,9 0,84 0,894 9801 8233 2744 2744 2744
M79 Motor 10 2 380 14,9 0,84 0,894 9801 8233 2744 2744 2744
M80 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
M81 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
M82 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
Potência Total (W) 94327 31442 31442 31442

Tabela F10: Quadros de Centro de Comando de Motores 10

CCM 10 - Ramas (15 CV)


Circuito Potência Nº Tensão Corrente Fator de Potência Potência Divisão por Fases (W)
Tipo Rendimento
Terminal (cv) Polos (V) (A) Potência (VA) (W) A B C
M83 Motor 15 4 380 23,3 0,79 0,912 15323 12105 4035 4035 4035
M84 Motor 15 4 380 23,3 0,79 0,912 15323 12105 4035 4035 4035
M85 Motor 15 4 380 23,3 0,79 0,912 15323 12105 4035 4035 4035
M86 Motor 15 4 380 23,3 0,79 0,912 15323 12105 4035 4035 4035
M87 Motor 15 4 380 23,3 0,79 0,912 15323 12105 4035 4035 4035
M88 Motor 15 4 380 23,3 0,79 0,912 15323 12105 4035 4035 4035
M89 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
M90 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
Potência Total (W) 80632 26877 26877 26877

40
Tabela F11: Quadros de Centro de Comando de Motores 11

CCM 11 - Ramas (25 CV)


Circuito Potência Nº Tensão Corrente Fator de Potência Potência Divisão por Fases (W)
Tipo Rendimento
Terminal (cv) Polos (V) (A) Potência (VA) (W) A B C
M91 Motor 25 4 380 40,2 0,75 0,928 26437 19828 6609 6609 6609
M92 Motor 25 4 380 40,2 0,75 0,928 26437 19828 6609 6609 6609
M93 Motor 25 4 380 40,2 0,75 0,928 26437 19828 6609 6609 6609
M94 Motor 25 4 380 40,2 0,75 0,928 26437 19828 6609 6609 6609
M95 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
M96 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
Potência Total (W) 175942 58647 58647 58647

Tabela F12: Quadros de Centro de Comando de Motores 12

CCM 12 - Caldeiras
Circuito Potência Nº Tensão Corrente Fator de Potência Potência Divisão por Fases (W)
Tipo Rendimento
Terminal (cv) Polos (V) (A) Potência (VA) (W) A B C
M97 Motor 15 2 380 22,1 0,84 0,905 14522 12199 4066 4066 4066
M98 Motor 15 2 380 22,1 0,84 0,905 14522 12199 4066 4066 4066
M99 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
M100 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
Potência Total (W) 32398 10799 10799 10799

41
Tabela F13: Quadros de Centro de Comando de Motores 13

CCM 13* - Centrifugadores


Circuito Potência Nº Tensão Corrente Fator de Potência Potência Divisão por Fases (W)
Tipo Rendimento
Terminal (cv) Polos (V) (A) Potência (VA) (W) A B C
M101 Motor 50 2 440 63,0 0,83 0,924 47984 39827 13276 13276 13276
M102 Motor 50 2 440 63,0 0,83 0,924 47984 39827 13276 13276 13276
M103 Motor 50 2 440 63,0 0,83 0,924 47984 39827 13276 13276 13276
M104 Motor 50 2 440 63,0 0,83 0,924 47984 39827 13276 13276 13276
M105 Motor 50 2 440 63,0 0,83 0,924 47984 39827 13276 13276 13276
M106 Motor 50 2 440 63,0 0,83 0,924 47984 39827 13276 13276 13276
M107 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
M108 Reserva - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333
Potência Total (W) 246961 82320 82320 82320

* Quadro alimentado por autotransformador elevador 380/440

42
Tabela F14: Quadro de Distribuição de Luz e Foça 1

QDLF 1 - Subestação
Fases (W)
Circuito Tensão Corrente Fator de Potência Potência
Tipo Dependência Descrição
Terminal (V) (A) Potência (VA) (W) A B C

C1 Iluminação 220 5,5 0,85 1214,12 1032 - 1032


Subestação 6 Luminárias -
C2 TUG Subestação 2 Tomadas 1kVA (1F) 220 9,1 0,80 2000 1600 1600 - -
C3 TUG Subestação 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C4 TUG Subestação 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C5 Reserva - - - - 0,80 1000 800 800 - -
C6 Reserva - - - - 0,80 1000 800 - 800 -
Potência Total (W) 12232 5067 3467 3699

43
Tabela F15: Quadro de Distribuição de Luz e Foça 2

QDLF 2 - Oficina de Reparo


Fases (W)

Circuito Tensão Corrente Fator de Potência Potência


Tipo Dependência Descrição
Terminal (V) (A) Potência (VA) (W) A B C

C7 Iluminação Oficina de Reparo 16 Luminárias 220 9,4 0,85 2071 1760 1760 - -
C8 TUG Oficina de Reparo 2 Tomadas 1kVA (1F) 220 9,1 0,80 2000 1600 - 1600 -
C9 TUG Oficina de Reparo 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C10 TUG Oficina de Reparo 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C11 Reserva - - - - 0,80 1000 800 - - 800
C12 Reserva - - - - 0,80 1000 800 - - 800
Potência Total (W) 12960 4427 4267 4267

44
Tabela F16: Quadro de Distribuição de Luz e Foça 3

QDLF 3- Sistema de Climatização


Fases (W)

Circuito Tensão Corrente Fator de Potência Potência


Tipo Dependência Descrição
Terminal (V) (A) Potência (VA) (W) A B C

C13 Iluminação Sistema de Climatização 12 Luminárias 220 7,1 0,85 1552,9 1320 1320 - -
C14 TUG Sistema de Climatização 2 Tomadas 1kVA (1F) 220 9,1 0,80 2000 1600 - - 1600
C15 TUG Sistema de Climatização 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 1600 533 533 533
C15 TUG Sistema de Climatização 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 1600 533 533 533
C16 Reserva - - - - 0,80 1000 800 - 800 -
C17 Reserva - - - - 0,80 1000 800 800 - -
Potência Total (W) 7720 3187 1867 2667

45
Tabela F17: Quadro de Distribuição de Luz e Foça 4

QDLF 4 - Auditório
Fases (W)

Circuito Tensão Corrente Fator de Potência Potência


Tipo Dependência Descrição
Terminal (V) (A) Potência (VA) (W) A B C

C18 Iluminação Auditório 12 Luminárias 220 10,5 0,85 2301 1956 - - 1956
C19 TUG Auditório 13 Tomadas (1F) 220 10,5 0,80 2300 1840 - - 1840
C20 Iluminação W.C. Masc. (Auditório) 3 Luminárias 220 1,8 0,85 388 330 - 330 -
C21 TUG W.C. Masc. (Auditório) 1 Tomada (1F) 220 2,7 0,80 600 480 - 480 -
C22 Reserva - - - - 0,80 1000 800 800 - -
C23 Reserva - - - - 0,80 1000 800 - 800 -
Potência Total (W) 6206 800 1610 3796

46
Tabela F18: Quadro de Distribuição de Luz e Foça 5

QDLF 5 - Presidência
Fases (W)

Circuito Tensão Corrente Fator de Potência Potência


Tipo Dependência Descrição
Terminal (V) (A) Potência (VA) (W) A B C

C24 Iluminação Presidência 16 Luminárias 220 13,9 0,85 3068 2608 2608 - -
C25 TUG Presidência 12 Tomadas (1F) 220 10,0 0,80 2200 1760 - 1760 -
Area Comum 1 1 Luminária 220
C26 Iluminação W.C. Fem. (Presidência) 2 Luminárias 220 2,9 0,85 647 550 - - 550
W.C. Masc. (Presidência) 2 Luminárias 220
Area Comum 1 2 Tomadas (1F) 220
C27 TUG W.C. Fem. (Presidência) 1 Tomadas (1F) 220 6,4 0,80 1400 1120 1120 - -
W.C. Masc. (Presidência) 1 Tomadas (1F) 220
C28 Reserva - - - - 0,80 1000 800 - 800 -
C29 Reserva - - - - 0,80 1000 800 - - 800
Potência Total (W) 7638 3728 2560 1350

47
Tabela F19: Quadro de Distribuição de Luz e Foça 6

QDLF 6 - Diretoria
Fases (W)

Circuito Tensão Corrente Fator de Potência Potência


Tipo Dependência Descrição
Terminal (V) (A) Potência (VA) (W) A B C

C30 Iluminação Diretoria Operacional 16 Luminárias 220 13,9 0,85 3068 2608 - 2608 -
C31 TUG Diretoria Operacional 12 Tomadas (1F) 220 10,0 0,80 2200 1760 1760 - -
C32 Iluminação Diretoria Financeira/RH 24 Luminárias 220 20,9 0,85 4602 3912 3912 - -
C33 TUG Diretoria Financeira/RH 13 Tomadas (1F) 220 10,5 0,80 2300 1840 - - 1840
Area Comum 2 2 Luminária 220
C34 Iluminação W.C. Fem. (Diretorias) 2 Luminárias 220 4,7 0,85 1035 880 - - 880
W.C. Masc. (Diretorias) 4 Luminárias 220
Area Comum 2 2 Tomadas (1F) 220
C35 TUG W.C. Fem. (Diretorias) 1 Tomadas (1F) 220 6,4 0,80 1400 1120 - 1120 -
W.C. Masc. (Diretorias) 1 Tomadas (1F) 220
C36 Reserva - - - 0,8 1000 800 - - 800
C37 Reserva - - - 0,8 1000 800 - 800 -
Potência Total (W) 13720 5672 4528 3520

48
Tabela F20: Quadro de Distribuição de Luz e Foça 7

QDLF 7 - Refeitório
Fases (W)

Circuito Tensão Corrente Fator de Potência Potência


Tipo Dependência Descrição
Terminal (V) (A) Potência (VA) (W) A B C

C38 Iluminação Refeitório 6 Luminárias 220 3,5 0,85 776,5 660 - - 660
C39 TUG Refeitório 16 Tomadas (1F) 220 11,8 0,80 2600 2080 2080 - -
C40 TUG Refeitório 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C41 TUG Refeitório 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C42 Iluminação W.C. (Refeitório) 1 Luminária 220 0,6 0,85 129 110 - - 110
C43 TUG W.C. (Refeitório) 1 Tomada (1F) 220 2,7 0,80 600 480 - 480 -
C44 Reserva - - - - 0,80 1000 800 - 800 -
C45 Reserva - - - - 0,80 1000 800 - - 800
Potência Total (W) 12930 4747 3947 4237

49
Tabela F21: Quadro de Distribuição de Luz e Foça 8

QDLF 8 - Galpão
Fases (W)

Circuito Tensão Corrente Fator de Potência


Tipo Dependência Descrição Potência (W)
Terminal (V) (A) Potência (VA) A B C

C46 Iluminação Galpão 16 Luminárias 220 37,0 0,85 8150,6 6928 6928 - -
C47 Iluminação Galpão 16 Luminárias 220 37,0 0,85 8150,6 6928 - 6928 -
C48 Iluminação Galpão 16 Luminárias 220 37,0 0,85 8150,6 6928 - - 6928
C49 Iluminação Galpão 16 Luminárias 220 37,0 0,85 8150,6 6928 6928 - -
C50 Iluminação Galpão 16 Luminárias 220 37,0 0,85 8150,6 6928 - 6928 -
C51 Iluminação Galpão 16 Luminárias 220 37,0 0,85 8150,6 6928 - - 6928
C52 Iluminação Galpão 16 Luminárias 220 37,0 0,85 8150,6 6928 - - 6928
C53 Iluminação Galpão 16 Luminárias 220 37,0 0,85 8150,6 6928 - - 6928
C54 Iluminação Galpão 16 Luminárias 220 37,0 0,85 8150,6 6928 - - 6928
C55 Reserva - - - - 0,85 1000 850 850 - -
C56 Reserva - - - - 0,85 1000 850 - 850 -
C57 Reserva - - - - 0,85 1000 850 - - 850
Potência Total (W) 64902 14706 14706 35490

50
Tabela F22: Quadro de Distribuição de Luz e Foça 9

QDLF 9 - Galpão
Circuito Tensão Corrente Fator de Potência Potência Fases (W)
Tipo Dependência Descrição
Terminal (V) (A) Potência (VA) (W) A B C
C58 Iluminação Galpão 16 Luminárias 220 37,0 0,85 8150,59 6928 - 6928 -
C59 Iluminação Galpão 16 Luminárias 220 37,0 0,85 8150,59 6928 - - 6928
C60 Iluminação Galpão 16 Luminárias 220 37,0 0,85 8150,59 6928 6928 - -
C61 Iluminação Galpão 16 Luminárias 220 37,0 0,85 8150,59 6928 - 6928 -
C62 Iluminação Galpão 16 Luminárias 220 37,0 0,85 8150,59 6928 - - 6928
C63 Iluminação Galpão 16 Luminárias 220 37,0 0,85 8150,59 6928 - - 6928
C64 Iluminação Galpão 16 Luminárias 220 37,0 0,85 8150,59 6928 6928 - -
C65 Iluminação Galpão 16 Luminárias 220 37,0 0,85 8150,59 6928 - - 6928
C66 Iluminação Galpão 16 Luminárias 220 37,0 0,85 8150,59 6928 - 6928 -
C67 Reserva - - - - 0,85 1000 850 850 - -
C68 Reserva - - - - 0,85 1000 850 - 850 -
C69 Reserva - - - - 0,85 1000 850 - - 850
Potência Total (W) 64902 14706 21634 28562

51
Tabela F23: Quadro de Distribuição de Luz e Foça 10

QDLF 10 - Galpão
Circuito Tensão Corrente Fator de Potência Potência Fases (W)
Tipo Dependência Descrição
Terminal (V) (A) Potência (VA) (W) A B C
C70 TUG Galpão 3 Tomadas 1kVA (1F) 220 13,6 0,80 3000 2400 2400
C71 TUG Galpão 4 Tomadas 1kVA (1F) 220 18,2 0,80 4000 3200 3200 - -
C72 TUG Galpão 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C73 TUG Galpão 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C74 TUG Galpão 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C75 TUG Galpão 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C76 TUG Galpão 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C77 TUG Galpão 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C78 TUG Galpão 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C79 Reserva - - - - 0,80 1000 800 800 - -
C80 Reserva - - - - 0,80 1000 800 - 800 -
C81 Reserva - - - - 0,80 1000 800 - - 800
Potência Total (W) 36000 13333 12533 10133

52
Tabela F24: Quadro de Distribuição de Luz e Foça 11

QDLF 11 - Galpão
Circuito Tensão Corrente Fator de Potência Potência Fases (W)
Tipo Dependência Descrição
Terminal (V) (A) Potência (VA) (W) A B C
C82 TUG Galpão 3 Tomadas 1kVA (1F) 220 13,6 0,80 3000 2400 2400
C83 TUG Galpão 4 Tomadas 1kVA (1F) 220 18,2 0,80 4000 3200 3200 - -
C84 TUG Galpão 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C85 TUG Galpão 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C86 TUG Galpão 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C87 TUG Galpão 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C88 TUG Galpão 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C89 TUG Galpão 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C90 TUG Galpão 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C91 Reserva - - - - 0,80 1000 800 800 - -
C92 Reserva - - - - 0,80 1000 800 - 800 -
C93 Reserva - - - - 0,80 1000 800 - - 800
Potência Total (W) 36000 13333 12533 10133

53
Tabela F25: Quadro de Distribuição de Luz e Foça 12

QDLF 12 - Almoxarifado
Fases (W)
Circuito Tensão Corrente Fator de Potência Potência
Tipo Dependência Descrição
Terminal (V) (A) Potência (VA) (W) A B C

C93 Iluminação Almoxarifado 16 Luminárias 220 9,4 0,85 2070,588235 1760 1760 - -
C94 TUG Almoxarifado 6 Tomadas (1F) 220 2,7 0,80 600 480 - - 480
C95 Reserva - - - - 0,80 1000 800 - 800 -
C96 Reserva - - - - 0,80 1000 800 800 - -
Potência Total (W) 3840 2560 800 480

Tabela F26: Quadro de Distribuição de Luz e Foça 13

QDLF 13 - Estoque Algodão


Fases (W)
Circuito Tensão Corrente Fator de Potência Potência
Tipo Dependência Descrição
Terminal (V) (A) Potência (VA) (W) A B C

C97 Iluminação Estoque de Algodão 10 Luminárias 220 5,9 0,85 1294 1100 - - 1100
C98 TUG Estoque de Algodão 3 Tomadas (1F) 220 3,6 0,80 800 640 640 - -
C99 Iluminação W.C. (Est. Algodão) 1 Luminária 220 0,6 0,80 138 110 110 - -
C100 TUG W.C. (Est. Algodão) 1 Tomada (1F) 220 2,7 0,80 600 480 480 - -

54
C101 Reserva - - - - 0,80 1000 800 - 800 -
C102 Reserva - - - - 0,80 1000 800 - - 800
Potência Total (W) 3930 1230 800 1900

Tabela F27: Quadro de Distribuição de Luz e Foça 14

QDLF 14 - Estoque de Produto


Fases (W)

Circuito Tensão Corrente Fator de Potência Potência


Tipo Dependência Descrição
Terminal (V) (A) Potência (VA) (W) A B C

C103 Iluminação Estoque de Produto Acabado 11 Luminárias 220 6,5 0,85 1424 1210 - - 1210
C104 TUG Estoque de Produto Acabado 3 Tomadas (1F) 220 6,4 0,80 1400 640 - 640 -
C105 Iluminação W.C. (Est. Prod. Acabado) 1 Luminária 220 0,6 0,80 138 110 110 - -
C106 TUG W.C. (Est. Prod. Acabado) 1 Tomada (1F) 220 2,7 0,80 600 480 - - 480
C107 Reserva - - - - 0,80 1000 800 800 - -
C108 Reserva - - - - 0,80 1000 800 - - 800
Potência Total (W) 4040 910 640 2490

55
Tabela F28: Quadro de Distribuição de Luz e Foça 15

QDLF 15 - Caldeiras
Fases (W)
Circuito Tensão Corrente Fator de Potência Potência
Tipo Dependência Descrição
Terminal (V) (A) Potência (VA) (W) A B C

C109 Iluminação Caldeiras 8 Luminárias 220 4,7 0,85 1035 880 - 880 -
C110 TUG Caldeiras 2 Tomadas 1kVA (1F) 220 9,1 0,80 2000 1600 - - 1600
C111 TUG Caldeiras 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C112 TUG Caldeiras 1 Tomada 5kVA (3F) 380 7,6 0,80 5000 4000 1333 1333 1333
C113 Reserva - - - - 0,80 1000 800 800 - -
C114 Reserva - - - - 0,80 1000 800 - 800 -
Potência Total (W) 12080 3467 4347 4267

56
Tabela F29: Quadro de Distribuição de Luz e Foça 16

QDLF 16 - Lab e Recepção


Fases (W)
Circuito Tensão Corrente Fator de Potência Potência
Tipo Dependência Descrição
Terminal (V) (A) Potência (VA) (W) A B C

C115 Iluminação Laboratório 22 Luminárias 220 12,9 0,85 2847 2420 - - 2420
C116 TUG Laboratório 6 Tomadas (1F) 220 9,5 0,80 2100 1680 - - 1680
C117 Iluminação W.C. (Laboratório) 1 Luminária 220 0,6 0,85 129 110 110 - -
C118 TUG W.C. (Laboratório) 1 Tomada (1F) 220 2,7 0,80 600 480 - - 480
C119 Iluminação Recepção 6 Luminárias 220 3,5 0,85 776 660 660 - -
C120 TUG Recepção 4 Tomadas (1F) 220 4,5 0,80 1000 320 - - 320
C121 Iluminação Banheiro Feminino (Galpão) 9 Luminárias 220 2,9 0,85 646 549 - 549 -
C122 TUG Banheiro Feminino (Galpão) 3 Tomadas (1F) 220 8,2 0,80 1800 1440 - 1440 -
C123 Iluminação Banheiro Masculino (Galpão) 9 Luminárias 220 3,5 0,85 776 660 - - 660
C124 TUG Banheiro Masculino (Galpão) 3 Tomadas (1F) 220 8,2 0,80 1800 1440 - - 1440
C125 Reserva - - - - 0,80 1000 800 800 - -
C126 Reserva - - - - 0,80 1000 800 - 800 -
C127 Reserva - - - - 0,80 1000 800 - - 800
Potência Total (W) 12159 1570 2789 7800

57
Tabela F30: Quadro de Distribuição de Luz e Foça 17

QDFL 17- Climatização

Fases (W)
Circuito Potência Nº Tensão Corrente Fator de Potência Potência
Tipo Setor Rendimento
Terminal (cv) Polos (V) (A) Potência (VA) (W)
A B C

C128 Motor Climatização 200 2 380 319,2 0,85 0,948 210077 178565 59522 59522 59522

C129 Motor Climatização 200 2 380 319,2 0,85 0,948 210077 178565 59522 59522 59522

C130 Reserva - - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333

C131 Reserva - - - - - 0,80 - 5000 4000 1333 1333 1333

Potência Total (W) 365131 121710 121710 121710

* Foi usado um disjuntor com corrente nominal ajustável dentro de uma faixa que possa proteger os cabos.

58
ANEXO G – Tabelas da NT-002/2011

59
60
ANEXO H – Alimentador dos Quadros de Baixa Tensão

Tabela H1: Dimensionamento Quadros de Distribuição de Luz e Força (QDFLs)

Dimensionamento Quadros de Distribuição de Luz e Força (QDFLs)


Seção dos condutores Proteção
Quadro de Tensão Corrente Fator de Potência Potência Corrente
Distribuição (V) (A) Potência (VA) (W) F (mm²) N (mm²) PE (mm²) Tipo Polos nominal
(A)
QDFL1 380 23,2 0,80 15290,0 12232 4 4 4 5SX1 3 25
QDFL2 380 24,6 0,80 16200,0 12960 4 4 4 5SX1 3 25
QDFL3 380 14,7 0,80 9650,0 7720 4 4 4 5SX1 3 16
QDFL4 380 11,8 0,80 7757,5 6206 4 4 4 5SX1 3 13
QDFL5 380 14,5 0,80 9547,5 7638 4 4 4 5SX1 3 16
QDFL6 380 26,1 0,80 17150,0 13720 4 4 4 5SX1 3 32
QDFL7 380 24,6 0,80 16162,5 12930 4 4 4 5SX1 3 25
QDFL8 380 123,0 0,80 80940,0 64752 50 25 50 3VL1712 3 100 - 125
QDFL9 380 123,3 0,80 81127,5 64902 50 25 50 3VL1712 3 100 - 125
QDFL10 380 68,4 0,80 45000,0 36000 25 25 25 5SX1 3 70
QDFL11 380 68,4 0,80 45000,0 36000 25 25 25 5SX1 3 70
QDFL12 380 7,3 0,80 4800,0 3840 2,5 2,5 2,5 5SX1 3 10
QDFL13 380 7,5 0,80 4912,5 3930 2,5 2,5 2,5 5SX1 3 10
QDFL14 380 7,7 0,80 5050,0 4040 2,5 2,5 2,5 5SX1 3 10
QDFL15 380 22,9 0,80 15100,0 12080 4 4 4 5SX1 3 25

61
QDFL16 380 23,1 0,80 15198,8 12159 4 4 4 5SX1 3 25
QDFL17 380 693,4 0,80 456413,5 365131 630 185 400 3WL1108 3 315-800

Tabela H2: Dimensionamento dos Centros de Comando de Motores (CCMs)

Dimensionamento Centros de Comando de Motores


Seção dos condutores Proteção
Quadro de Tensão Corrente Fator de Potência Potência Corrente
Distribuição (V) (A) Potência (VA) (W) F (mm²) N (mm²) PE (mm²) Tipo Polos nominal
(Ia)
CCM1 380 603,3 0,80 397049,2 317639 630 185 400 3WL1106 3 630
CCM2 380 47,4 0,80 31222,6 24978 16 16 16 5SX1 3 50
CCM3 380 259,1 0,80 170523,4 136419 150 70 95 3VL4731 3 250 - 315
CCM4 380 239,4 0,80 157593,6 126075 150 70 95 3VL3725 3 200 - 250
CCM5 380 109,0 0,80 71745,0 57396 50 25 25 3VL1712 3 100 - 125
CCM6 380 547,7 0,80 360493,6 288395 630 185 400 3WL1106 3 630
CCM7 380 343,6 0,80 226147,5 180918 240 120 120 3VL4740 3 315-400
CCM8 380 107,9 0,80 70994,5 56796 50 25 25 3VL1712 3 100 - 125
CCM9 380 179,1 0,80 117908,3 94327 95 50 50 3VL3720 3 160 - 200
CCM10 380 153,1 0,80 100789,5 80632 70 35 35 3VL2716 3 125 - 160
CCM11 380 334,1 0,80 219927,4 175942 240 120 120 3VL4740 3 315 - 400
CCM12 380 61,5 0,80 40497,2 32398 16 16 16 5SX1 3 63
CCM13 380 469,0 0,80 308701,3 246961 630 185 315 3WL1106 3 630

62
ANEXO I – Catálogos de Dispositivos de Proteção

Disjuntores de BT – Siemens:

63
Disjuntor de MT – Siemens SION:

64
Relé – Pextron:

65
Chaves fusíveis HH – SIBA:

66
ANEXO J – Circuitos Terminais de Baixa Tensão

Tabela J1: Dimensionamento CTs do QLF1

QDLF 1 - Subestação
Seção dos
Proteção
condutores
Circuito Tensão Corrente
Corrente
Terminal (V) (A) F/N PE
Tipo Polos Nominal
(mm²) (mm²)
(A)

C1 220 5,5 1,5 1,5 5SX1 1 6

C2 220 9,1 2,5 2,5 5SX1 1 10


C3 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C4 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C5 - - - - DTM 1 ou 3 -
C6 - - - - DTM 1 ou 3 -

Tabela J2: Dimensionamento CTs do QLF2

QDLF 2 - Oficina de Reparo


Seção dos
Proteção
condutores

Circuito Tensão Corrente


Corrente
Terminal (V) (A) F/N PE
Tipo Polos Nominal
(mm²) (mm²)
(A)

C7 220 9,4 1,5 1,5 5SX1 1 10


C8 220 9,1 2,5 2,5 5SX1 1 10
C9 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C10 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C11 - - - - DTM 1 ou 3 -
C12 - - - - DTM 1 ou 3 -

67
Tabela J3: Dimensionamento CTs do QLF3

QDLF 3- Sistema de Climatização


Seção dos
Proteção
condutores
Circuito Tensão Corrente
Corrente
Terminal (V) (A) F/N PE
Tipo Polos Nominal
(mm²) (mm²)
(A)

C13 220 7,1 1,5 1,5 5SX1 1 10


C14 220 9,1 2,5 2,5 5SX1 1 10
C15 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C15 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C16 - - - - DTM 1 ou 3 -
C17 - - - - DTM 1 ou 3 -

Tabela J4: Dimensionamento CTs do QLF4

QDLF 4 - Auditório
Seção dos
Proteção
condutores
Circuito Tensão Corrente
Corrente
Terminal (V) (A) F/N PE
Tipo Polos Nominal
(mm²) (mm²)
(A)

C18 220 10,5 1,5 1,5 5SX1 1 13


C19 220 10,5 2,5 2,5 5SX1 1 13
C20 220 1,8 1,5 1,5 5SX1 1 2
C21 220 2,7 2,5 2,5 5SX1 1 4
C22 - - - - DTM 1 ou 3 -
C23 - - - - DTM 1 ou 3 -

68
Tabela J5: Dimensionamento CTs do QLF5

QDLF 5 - Presidência
Seção dos
Proteção
condutores
Tensão Corrente
Circuito Terminal Corrente
(V) (A) F/N PE
Tipo Polos Nominal
(mm²) (mm²)
(A)
C24 220 13,9 1,5 1,5 5SX1 1 16
C25 220 10,0 2,5 2,5 5SX1 1 13
220
C26 220 2,9 1,5 1,5 5SX1 1
220 4
220
C27 220 6,4 2,5 2,5 5SX1 1 10
220
C28 - - - - DTM 1 ou 3 -
C29 - - - - DTM 1 ou 3 -
Potência Total (W)

Tabela J6: Dimensionamento CTs do QLF6

QDLF 6 - Diretoria
Seção dos
Proteção
condutores
Circuito Tensão Corrente
Corrente
Terminal (V) (A) F/N PE
Tipo Polos Nominal
(mm²) (mm²)
(A)
C30 220 13,9 1,5 1,5 5SX1 1 16
C31 220 10,0 2,5 2,5 5SX1 1 13
C32 220 20,9 1,5 1,5 5SX1 1 25
C33 220 10,5 2,5 2,5 5SX1 1 13
220
C34 220 4,7 1,5 1,5 5SX1 1 6
220
220
C35 220 6,4 2,5 2,5 5SX1 1 10
220
C36 - - - - DTM 1 ou 3 -
C37 - - - - DTM 1 ou 3 -

69
Tabela J7: Dimensionamento CTs do QLF7

QDLF 7 - Refeitório
Seção dos
Proteção
condutores
Circuito Tensão Corrente
Corrente
Terminal (V) (A) F/N PE
Tipo Polos Nominal
(mm²) (mm²)
(A)

C38 220 3,5 1,5 1,5 5SX1 1 4


C39 220 11,8 2,5 2,5 5SX1 1 13
C40 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C41 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C42 220 0,6 1,5 1,5 5SX1 1 2
C43 220 2,7 2,5 2,5 5SX1 1 4
C44 - - - - DTM 1 ou 3 -
C45 - - - - DTM 1 ou 3 -

Tabela J8: Dimensionamento CTs do QLF8

QDLF 8 - Galpão
Seção dos
Proteção
condutores
Circuito Tensão Corrente
Corrente
Terminal (V) (A) F/N PE
Tipo Polos Nominal
(mm²) (mm²)
(A)
C46 220 37,0 4 4 5SX1 1 40
C47 220 37,0 4 4 5SX1 1 40
C48 220 37,0 4 4 5SX1 1 40
C49 220 37,0 4 4 5SX1 1 40
C50 220 37,0 4 4 5SX1 1 40
C51 220 37,0 4 4 5SX1 1 40
C52 220 37,0 4 4 5SX1 1 40
C53 220 37,0 4 4 5SX1 1 40
C54 220 37,0 4 4 5SX1 1 40
C55 - - - - DTM 1 ou 3 -
C56 - - - - DTM 1 ou 3 -
C57 - - - - DTM 1 ou 3 -

70
Tabela J9: Dimensionamento CTs do QLF9

QDLF 9 - Galpão
Seção dos
Proteção
condutores
Circuito Tensão Corrente
Corrente
Terminal (V) (A) F/N PE
Tipo Polos Nominal
(mm²) (mm²)
(A)
C58 220 37,0 4 4 5SX1 1 40
C59 220 37,0 4 4 5SX1 1 40
C60 220 37,0 4 4 5SX1 1 40
C61 220 37,0 4 4 5SX1 1 40
C62 220 37,0 4 4 5SX1 1 40
C63 220 37,0 4 4 5SX1 1 40
C64 220 37,0 4 4 5SX1 1 40
C65 220 37,0 4 4 5SX1 1 40
C66 220 37,0 4 4 5SX1 1 40
C67 - - - - DTM 1 ou 3 -
C68 - - - - DTM 1 ou 3 -
C69 - - - - DTM 1 ou 3 -

Tabela J10: Dimensionamento CTs do QLF10

QDLF 10 - Galpão
Seção dos
Proteção
condutores
Circuito Tensão Corrente
Corrente
Terminal (V) (A) F/N PE
Tipo Polos Nominal
(mm²) (mm²)
(A)
C70 220 13,6 2,5 2,5 5SX1 1 16
C71 220 18,2 2,5 2,5 5SX1 1 20
C72 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C73 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C74 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C75 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C76 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C77 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C78 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C79 - - - - DTM 1 ou 3 -
C80 - - - - DTM 1 ou 3 -
C81 - - - - DTM 1 ou 3 -

71
Tabela J11: Dimensionamento CTs do QLF11

QDLF 11 - Galpão
Seção dos
Proteção
condutores
Circuito Tensão Corrente
Corrente
Terminal (V) (A) F/N PE
Tipo Polos Nominal
(mm²) (mm²)
(A)
C82 220 13,6 2,5 2,5 5SX1 1 16
C83 220 18,2 2,5 2,5 5SX1 1 20
C84 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C85 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C86 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C87 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C88 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C89 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C90 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C91 - - - - DTM 1 ou 3 -
C92 - - - - DTM 1 ou 3 -
C93 - - - - DTM 1 ou 3 -

Tabela J12: Dimensionamento CTs do QLF12

QDLF 12 - Almoxarifado
Seção dos
Proteção
condutores
Tensão Corrente
Circuito Terminal Corrente
(V) (A) F/N PE
Tipo Polos Nominal
(mm²) (mm²)
(A)
C93 220 9,4 1,5 1,5 5SX1 1 13
C94 220 2,7 2,5 2,5 5SX1 1 4
C95 - - - - DTM 1 ou 3 -
C96 - - - - DTM 1 ou 3 -
Potência Total (W)

72
Tabela J13: Dimensionamento CTs do QLF13

QDLF 13 - Estoque Algodão


Seção dos
Proteção
condutores
Tensão Corrente
Circuito Terminal Corrente
(V) (A) F/N PE
Tipo Polos Nominal
(mm²) (mm²)
(A)
C97 220 5,9 1,5 1,5 5SX1 1 10
C98 220 3,6 2,5 2,5 5SX1 1 4
C99 220 0,6 1,5 1,5 5SX1 1 2
C100 220 2,7 2,5 2,5 5SX1 1 4
C101 - - - - DTM 1 ou 3 -
C102 - - - - DTM 1 ou 3 -
Potência Total (W)

Tabela J14: Dimensionamento CTs do QLF14

QDLF 14 - Estoque de Produto


Seção dos
Proteção
condutores
Tensão Corrente
Circuito Terminal Corrente
(V) (A) F/N PE
Tipo Polos Nominal
(mm²) (mm²)
(A)

C103 220 6,5 1,5 1,5 5SX1 1 10


C104 220 6,4 2,5 2,5 5SX1 1 10
C105 220 0,6 1,5 1,5 5SX1 1 2
C106 220 2,7 2,5 2,5 5SX1 1 4
C107 - - - - DTM 1 ou 3 -
C108 - - - - DTM 1 ou 3 -
Potência Total (W)

73
Tabela J15: Dimensionamento CTs do QLF15

QDLF 15 - Caldeiras
Seção dos
Proteção
condutores
Tensão Corrente
Circuito Terminal Corrente
(V) (A) F/N PE
Tipo Polos Nominal
(mm²) (mm²)
(A)
C109 220 4,7 1,5 1,5 5SX1 1 6
C110 220 9,1 2,5 2,5 5SX1 1 10
C111 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C112 380 7,6 2,5 2,5 5SX1 3 10
C113 - - - - DTM 1 ou 3 -
C114 - - - - DTM 1 ou 3 -
Potência Total (W)

Tabela J16: Dimensionamento CTs do QLF16

QDLF 16 – Lab. e Recepção


Seção dos
Proteção
condutores
Tensão Corrente
Circuito Terminal Corrente
(V) (A) F/N PE
Tipo Polos Nominal
(mm²) (mm²)
(A)
C115 220 12,9 1,5 1,5 5SX1 1 16
C116 220 9,5 2,5 2,5 5SX1 1 10
C117 220 0,6 1,5 1,5 5SX1 1 2
C118 220 2,7 2,5 2,5 5SX1 1 4
C119 220 3,5 1,5 1,5 5SX1 1 4
C120 220 4,5 2,5 2,5 5SX1 1 6
C121 220 2,9 1,5 1,5 5SX1 1 4
C122 220 8,2 2,5 2,5 5SX1 1 10
C123 220 3,5 1,5 1,5 5SX1 1 4
C124 220 8,2 2,5 2,5 5SX1 1 10
C125 - - - - DTM 1 ou 3 -
C126 - - - - DTM 1 ou 3 -
C127 - - - - DTM 1 ou 3 -
Potência Total (W)

74
Tabela J17: Dimensionamento CTs do QLF17

QDFL 17- Climatização


Seção dos
Proteção*
condutores
Circuito Tensão Corrente
Terminal (V) (A) Corrente
F/N PE
Tipo Polos Nominal
(mm²) (mm²)
(A)

C128 380 319,2 240 120 3VL4740 3 315-400


C129 380 319,2 240 120 3VL4740 3 315-400
C130 - - - - DTM 3 -
C131 - - - - DTM 3 -
*usado disjuntor com corrente nominal ajustável dentro de uma faixa que possa proteger os
cabos.

Tabela J18: Dimensionamento CTs do CCM1

CCM 1 - Teares
Seção dos condutores Proteção
Circuito Tensão Corrente Corrente
PE
Terminal (V) (A) F (mm²) N (mm²) Tipo Polos Nominal
(mm²)
(A)
M1 380 36,8 10 10 10 5SX1 3 40
M2 380 36,8 10 10 10 5SX1 3 40
M3 380 36,8 10 10 10 5SX1 3 40
M4 380 36,8 10 10 10 5SX1 3 40
M5 380 36,8 10 10 10 5SX1 3 40
M6 380 36,8 10 10 10 5SX1 3 40
M7 380 36,8 10 10 10 5SX1 3 40
M8 380 36,8 10 10 10 5SX1 3 40
M9 380 36,8 10 10 10 5SX1 3 40
M10 380 36,8 10 10 10 5SX1 3 40
M11 380 36,8 10 10 10 5SX1 3 40
M12 380 36,8 10 10 10 5SX1 3 40
M13 380 36,8 10 10 10 5SX1 3 40
M14 380 36,8 10 10 10 5SX1 3 40
M15 380 36,8 10 10 10 5SX1 3 40
M16 - - - - - DTM 3 -
M17 - - - - - DTM 3 -
M18 - - - - - DTM 3 -
M19 - - - - - DTM 3 -

75
Tabela J19: Dimensionamento CTs do CCM2

CCM 2 - Estampadoras
Seção dos condutores Proteção
Circuito Tensão Corrente Corrente
PE
Terminal (V) (A) F (mm²) N (mm²) Tipo Polos Nominal
(mm²)
(A)
M20 380 7,9 2,5 2,5 2,5 5SX1 3 10
M21 380 7,9 2,5 2,5 2,5 5SX1 3 10
M22 380 7,9 2,5 2,5 2,5 5SX1 3 10
M23 380 7,9 2,5 2,5 2,5 5SX1 3 10
M24 - - - - - DTM 3 -
M25 - - - - - DTM 3 -

Tabela J20: Dimensionamento CTs do CCM3

CCM 3 - Urideiras
Seção dos condutores Proteção
Circuito Tensão Corrente Corrente
PE
Terminal (V) (A) F (mm²) N (mm²) Tipo Polos Nominal
(mm²)
(A)
M26 380 58,8 16 16 16 5SX1 3 63
M27 380 58,8 16 16 16 5SX1 3 63
M28 380 58,8 16 16 16 5SX1 3 63
M29 380 58,8 16 16 16 5SX1 3 63
M30 - - - - - DTM 3 -
M31 - - - - - DTM 3 -

Tabela J21: Dimensionamento CTs do CCM4

CCM 4 - Tingimentos*
Seção dos condutores Proteção
Circuito Tensão Corrente Corrente
PE
Terminal (V) (A) F (mm²) N (mm²) Tipo Polos Nominal
(mm²)
(A)
M32 380 103,1 50 25 25 3VL1712 3 100-125
M33 380 103,1 50 25 25 3VL1712 3 100-125
M34 - - - - - DTM 3 -
M35 - - - - - DTM 3 -
Potência Total (W)

76
Tabela J22: Dimensionamento CTs do CCM5

CCM 5 - Cordas
Seção dos condutores Proteção
Circuito Tensão Corrente Corrente
Terminal (V) (A) PE
F (mm²) N (mm²) Tipo Polos Nominal
(mm²)
(A)
M36 380 14,9 4 4 4 5SX1 3 16
M37 380 14,9 4 4 4 5SX1 3 16
M38 380 14,9 4 4 4 5SX1 3 16
M39 380 14,9 4 4 4 5SX1 3 16
M40 380 14,9 4 4 4 5SX1 3 16
M41 380 14,9 4 4 4 5SX1 3 16
M42 - - - - - DTM 3 -
M43 - - - - - DTM 3 -

Tabela J23: Dimensionamento CTs do CCM6

CCM 6 - Filatórios
Seção dos condutores Proteção
Circuito Tensão Corrente Corrente
Terminal (V) (A) PE
F (mm²) N (mm²) Tipo Polos Nominal
(mm²)
(A)
M44 380 75,0 25 25 25 5SX1 3 80
M45 380 75,0 25 25 25 5SX1 3 80
M46 380 75,0 25 25 25 5SX1 3 80
M47 380 75,0 25 25 25 5SX1 3 80
M48 380 75,0 25 25 25 5SX1 3 80
M49 380 75,0 25 25 25 5SX1 3 80
M50 380 75,0 25 25 25 5SX1 3 80
M51 - - - - - DTM 3 -
M52 - - - - - DTM 3 -
M53 - - - - - DTM 3 -

77
Tabela J24: Dimensionamento CTs do CCM7

CCM 7 - Passadores
Seção dos condutores Proteção
Circuito Tensão Corrente Corrente
Terminal (V) (A) PE
F (mm²) N (mm²) Tipo Polos Nominal
(mm²)
(A)
M54 380 44,2 16 16 16 5SX1 3 50
M55 380 44,2 16 16 16 5SX1 3 50
M56 380 44,2 16 16 16 5SX1 3 50
M57 380 44,2 16 16 16 5SX1 3 50
M58 380 44,2 16 16 16 5SX1 3 50
M59 380 44,2 16 16 16 5SX1 3 50
M60 380 44,2 16 16 16 5SX1 3 50
M61 - - - - - DTM 3 -
M62 - - - - - DTM 3 -
M63 - - - - - DTM 3 -

Tabela J25: Dimensionamento CTs do CCM8

CCM 8 - Navalhadeiras
Seção dos condutores Proteção
Circuito Tensão Corrente Corrente
PE
Terminal (V) (A) F (mm²) N (mm²) Tipo Polos Nominal
(mm²)
(A)
M64 380 22,1 4 4 4 5SX1 3 25
M65 380 22,1 4 4 4 5SX1 3 25
M66 380 22,1 4 4 4 5SX1 3 25
M67 380 22,1 4 4 4 5SX1 3 25
M68 - - - - - DTM 3 -
M69 - - - - - DTM 3 -

78
Tabela J26: Dimensionamento CTs do CCM9

CCM 9 - Flows
Seção dos condutores Proteção
Circuito Tensão Corrente Corrente
Terminal (V) (A) PE
F (mm²) N (mm²) Tipo Polos Nominal
(mm²)
(A)
M70 380 14,9 2,5 2,5 2,5 5SX1 3 16
M71 380 14,9 2,5 2,5 2,5 5SX1 3 16
M72 380 14,9 2,5 2,5 2,5 5SX1 3 16
M73 380 14,9 2,5 2,5 2,5 5SX1 3 16
M74 380 14,9 2,5 2,5 2,5 5SX1 3 16
M75 380 14,9 2,5 2,5 2,5 5SX1 3 16
M76 380 14,9 2,5 2,5 2,5 5SX1 3 16
M77 380 14,9 2,5 2,5 2,5 5SX1 3 16
M78 380 14,9 2,5 2,5 2,5 5SX1 3 16
M79 380 14,9 2,5 2,5 2,5 5SX1 3 16
M80 - - - - - DTM 3 -
M81 - - - - - DTM 3 -
M82 - - - - - DTM 3 -

Tabela J27: Dimensionamento CTs do CCM10

CCM 10 - Ramas (15 CV)


Seção dos condutores Proteção
Circuito Tensão Corrente Corrente
Terminal (V) (A) PE
F (mm²) N (mm²) Tipo Polos Nominal
(mm²)
(A)
M83 380 23,3 4 4 4 5SX1 3 25
M84 380 23,3 4 4 4 5SX1 3 25
M85 380 23,3 4 4 4 5SX1 3 25
M86 380 23,3 4 4 4 5SX1 3 25
M87 380 23,3 4 4 4 5SX1 3 25
M88 380 23,3 4 4 4 5SX1 3 25
M89 - - - - - DTM 3 -
M90 - - - - - DTM 3 -

79
Tabela J28: Dimensionamento CTs do CCM11

CCM 11 - Ramas (25 CV)


Seção dos condutores Proteção
Circuito Tensão Corrente Corrente
Terminal (V) (A) PE
F (mm²) N (mm²) Tipo Polos Nominal
(mm²)
(A)
M91 380 40,2 16 16 16 5SX1 3 50
M92 380 40,2 16 16 16 5SX1 3 50
M93 380 40,2 16 16 16 5SX1 3 50
M94 380 40,2 16 16 16 5SX1 3 50
M95 - - - - - DTM 3 -
M96 - - - - - DTM 3 -

Tabela J29: Dimensionamento CTs do CCM12

CCM 12 - Caldeiras
Seção dos condutores Proteção
Circuito Tensão Corrente Corrente
PE
Terminal (V) (A) F (mm²) N (mm²) Tipo Polos Nominal
(mm²)
(A)
M97 380 22,1 4 4 4 5SX1 3 25
M98 380 22,1 4 4 4 5SX1 3 25
M99 - - - - - DTM 3 -
M100 - - - - - DTM 3 -

Tabela J30: Dimensionamento CTs do CCM13

CCM 13* - Centrifugadores


Seção dos condutores Proteção
Circuito Tensão Corrente Corrente
PE
Terminal (V) (A) F (mm²) N (mm²) Tipo Polos Nominal
(mm²)
(A)
M101 440 63,0 25 25 25 5SX1 3 70
M102 440 63,0 25 25 25 5SX1 3 70
M103 440 63,0 25 25 25 5SX1 3 70
M104 440 63,0 25 25 25 5SX1 3 70
M105 440 63,0 25 25 25 5SX1 3 70
M106 440 63,0 25 25 25 5SX1 3 70
M107 - - - - - DTM 3 -
M108 - - - - - DTM 3 -
* Quadro alimentado por autotransformador elevador 380/440

80
ANEXO K – Cálculo Curto Circuito até Disjuntor de MT

Valores de Base para PU


6
Sb  100 10 [VA]

[V]
Vb  13800

Sb 3 [A]
Ib   4.184 10
3 Vb

2
Vb
Zb   1.904 [Ω ]
Sb

Impedância do condutor de fase

Do OAP, obteve-se os seguintes dados:

Zuc1_1  0.2231 0.4040i [Ω Km] [Impedância de seq. positiva do condutor de fase]

Zuc1_0  0.3991 1.9282i [Ω /Km] [Impedância de seq. positiva do condutor de fase]

Luc1  1.39 [Km] [Comprimento do condutor de fase]

Impedância do condutor de MT

Os dados foram retirados para cabo de MT de 25 mm2 do livro de Instalações Elétricas Industriais do autor
Mammede, 7ª Edição, pág. 130, Tabela 3.22.

Zuc2_1  0.8821 0.1164i [Ω /Km] [Impedância de seq. positiva do condutor de MT]

Zuc2_0  2.6891 2.6692i [Ω /Km] [Impedância de seq. zero do condutor de MT]

Luc2  0.01 [Km] [Comprimento do condutor de MT]

Impedâncias (em PU)

Do OAP, obteve-se os valores de impedância reduzida na barra já em PU:

Zus_pu1  0.0091 0.6925i [pu] [Impedância de seq. positiva reduzida na barra de 15 kV]

Zus_pu0  0.000 0.6335i [pu] [Impedância de seq. zero reduzida na barra de 15 kV]

81
Convertendo os valores de impedância do condutor de fase para PU:

Luc1 Zuc1_1
Zuc1_pu1   0.163 0.295i [pu]
Zb

Luc1 Zuc1_0 [pu]


Zuc1_pu0   0.291 1.407i
Zb

Convertendo os valores de impedância do condutor de MT para PU:

Luc2 Zuc2_1 3 4
Zuc2_pu1   4.632 10  6.112i 10 [pu]
Zb

Luc2 Zuc2_0 [pu]


Zuc2_pu0   0.014 0.014i
Zb

Impedância Total de Sequência Positiva


[pu]
Zp  Zus_pu1  Zuc1_pu1  Zuc2_pu1  0.177 0.988i

Cálculo da corrente de curto trifásico no Disjuntor de MT

Ib 3
Icc 3   4.169 10 [A]
Zp

Cálculo da corrente de curto bifásico no Disjuntor de MT

3 3
Icc 2   Icc 3  3.61  10 [A]
2

Cálculo da corrente de curto monofásico no Disjuntor de MT

Z0  Zus_pu0  Zuc1_pu0  Zuc2_pu0  0.305  2.055i [pu]

3 Ib 3
Icc 1   3.073 10 [A]
2Zp  Z0

82