Você está na página 1de 68

d

Estudo dos aspectos emocionais vistos através da ACUPUNTURA na Medicina


Tradicional Chinesa (M.T.C)

maria de fatima negraes da nave


Quero agradecer especialmente o meu filho Paulo Henrique
que me ajudou a ilustrar este livro

O meu sempre obrigada a minha família e ao


Dr. Joaquim AmbrosioTrebbi Gonçalves
que me incentivou a estudar acupuntura

2
INTRODUÇÃO

Esta obra apresenta como é possível o tratamento de stress através da Medicina


Tradicional Chinesa.
Está destinada aos recém formados em Acupuntura, pois visa facilitar o ente n-
dimento e a localização dos pontos mais usados em cada necessidade , através de
desenhos que podem orientar no momento da aplicação das agulhas e do estudo
prévio de cada caso.
A intenção é agilizar e ajudar no raciocínio do acupunturista visando a melhora
do paciente.
Além disso, coloquei como sugestão de tratamento a combinação de po ntos im-
portantes no caso, mas não posso deixar de dizer que é fundamental que o profissi-
onal faça a sua avaliação e procure variações que se adaptem melhor a cada caso.
Acredito que aliado à técnica de tratamento é extremamente importante para o
paciente, a atenção, demonstração de preocupação na sua melhora, o carinho e a
capacidade de ouvir do acupunturista.
Todos os profissionais da saúde devem ser antes de tudo atenciosos e até mesmo
solidários para que o objetivo de cura seja conquistado. No meu enten der é impor-
tante uma prévia explicação do que está acontecendo com o organismo do paciente
e o tratamento que vai ser adotado para que o mesmo possa estar ciente do que se
quer obter e acrescentar positivamente n o restabelecimento do seu equilíbrio físico
e mental.
Finalmente apresento um caso clinico como exemplo.
Espero que esta obra possa acrescentar no estudo dos novos profissionais e aj u-
dar de maneira muito positiva a recuperação de quem necessita.

maria de fatima negraes da nave

3
SUMARIO

CAPITULO I–A interpretação da origem do homem pela Medicina Tradicional


Chinesa...................................................................................... ..5

CAPITULO II–Possíveis causas de stress e tratamento pela acupuntura...........17

CAPITULO III – Pontos importantes no tratamento do stress...........................28

CAPITULO IV – Relação de alguns pontos importantes...................................32

CAPITULO V – Combinação de pontos importantes.........................................48

Avaliação............................................................................... ..............................63

Caso clinico e comentários..................................................................................64

Bibliografia..........................................................................................................66

Sobre a autora......................................................................................................67

4
CAPITULO I

A INTERPRETAÇÃO DA ORIGEM DO HOMEM PELA MEDICINA


TRADICIONAL CHINESA

Apesar da acupuntura ajudar a promover o restabelecimento da saúde do corpo


afetado por diversas doenças, ela não está direcionada para os agentes agressores
externos. O objetivo da acupuntura é restabelecer o equilíbrio energético e através
dele promover a harmonia entre os órgãos internos, a mente e o estado emocional
do paciente.

Esse mecanismo é conseguido pela manipulação das agulhas inseridas em d e-


terminados pontos do corpo ligados entre si através por canais energéticos respon-

5
sáveis pela circulação de energia. Na Medicina Tradicional Chinesa (M.T.C.)
chamamos essa energia de QI.
O QI compreende toda a energia do universo que se transforma de acordo com
vibração e a função que desempenha. Sendo assim a energia que percorre os mer i-
dianos ( canais energéticos ) dos órgãos internos é a mesma que protege o corpo
contra os agentes externos, apesar de ter funções difere ntes. De acordo com as
funções que o QI (energia) assume, recebe outros nomes também.
No momento da concepção essa energia recebe o nome de QI Ancestral que é
adquirido através dos pais e promove o crescimento do embrião, origina esboços
energéticos dos órgãos e vísceras (Zang Fu), é responsável pela constituição e fica
armazenado nos Rins.
É dado o nome de QI Materno a energia que forma as demais estruturas do cor-
po, os órgãos e as vísceras.
Depois do nascimento, a vida e a Mente (Shen) do recém nascido também passa
a depender do QI Adquirido que recebe esse nome por que se origina dos alime n-
tos e do ar.
A Mente (Shen) é o tipo de QI mais sutil e não substancial. Reside no Coração e
quando perturbada por estresse emocional afeta a Essência (Jing) e o QI, já que
estão interligados.

AMente (Shen), a Essência (Jing) e o QI são chamados de "Três Tesouros".

6
Os"Três Tesouros"representam:

 A Essência (Jing) reside nos Rins e é de energia mais densa.


 O QI é a energia mais rarefeita produzida pelos Pulmões, Estômago e B a-
ço/Pâncreas.
 A Mente (Shen) reside no Coração , é o estado mais sutil e substancial de
energia.

Tanto a Essência (Jing) e o QI afetam a Mente (Shen) como são afetados por
ela. Assim se a Essência (Jing) e o QI estiverem fracos e ou esgotados, a Mente
(Shen) estará deprimida, ansiosa, etc. Por outro lado, se a Mente (Shen) estiver
estressada afetará em primeiro lugar o QI, desequilibrando sua circulação e esg o-
tando a Essência(Jing), e consequentemente enfraquecendo o corpo.
Dessa forma podemos perceber a importância em manter a harmonia e o equil í-
brio entre os"Três Tesouros".
Para manter a Essência (Jing) em equilíbrio, é necessário ter uma vida discipl i-
nada, com trabalho, descanso, alimentação, lazer e sexo na medida certa e sem
exageros, pois dela dependem o desenvolvimento da pessoa, a capacidade reprodu-
tora e a juventude.
Para entendermos melhor, vamos imaginar que ao nascer a Essência (Jing) que
reside nos Rins é a nossa “cota” de energia para toda a vida, como se fosse uma
poupança, que deve ser gasta com harmonia . Porem todas as vezes que agredimos
a nossa qualidade de vida com estresse emocional, alimentos sem substância, sexo
em demasia, etc. acabamos recorrendo à energia armazenada nos Rins consumi n-
do-a além da quantidade prevista par a cada dia, a fim de poder continuar a dese m-
penhar as nossas tarefas no dia a dia. Com o passar do tempo enfraquecemos a
Essencia (Jing), pois ela passa a “alimentar” o corpo além do que deveria. A
Essência (Jing) cumprirá o seu papel em numero de anos que estamos program a-
dos para viver, mas essa vida será de uma qualidade bastante prejudicada na idade
avançada, pelo desgaste de energia.
Já o QI tem cinco funções principais e uma variedade de outras. Ele aquece, pro-
tege contra agentes externos, faz com que o corpo se movimente, retém as substân-
cias e harmoniza as transformações internas.
Mas o que mais nos interessa neste estudo é a Mente (Shen). E como já foi dito,
o conceito de Mente (Shen) na M. T. C. difere do que entendemos como "mente".
A Mente (Shen) está ligada a atividade do pensamento, a memória, a capacidade
de discernir, de "estar consciente de ser consciente ". Portanto é responsável pelo
pensamento, sono, inteligência, ideias, sabedoria, discernimento, cons ciência,
memória, assim como pela visão, paladar, olfato, audição e tato.
Mente em Equilíbrio:
Como a Mente (Shen) reside no Coração, um desequilíbrio nesse órgão a afasta,
e o paciente poderá ter os pensamentos lentos e sem nexo, memória fraca, falta de
consciência, esgotamento mental, ausência de sentimentos, insônia, dificuldade em

7
assimilar e entender as coisas, falta de objetivos e projetos na vida. A maioria
dessas funções é atribuída ao cérebro no Ocidente, mas na M.T.C. é a energia do
Coração que controla as atividades mentais da Mente, por isso é chamado de o
"Imperador".
O paladar, o olfato, a
visão, a audição e o tato
também são considera-
dos funções do Cora-
ção, por que dentro do
conceito Oriental tudo
está ligado entre si, em
constante movimento e
transformação, mesmo
que governados por
outros órgãos.
Por exemplo, o Fí-
gado governa os olhos e
a visão, o Rim governa
a orelha e a audição e o
Pulmão governa o nariz
e o olfato, mas é através
do Coração que o sangue e o QI fluem para eles.
Outro fato muito importante dentro do nosso estudo é que cada órgão vibra nu-
ma frequência única, diferente dos outros órgãos. Essa vibração, entre outras
coisas, está sintonizada com as vibrações produzidas pelas emoções. Por exemplo:
Uma pessoa colocada
sempre diante de uma
mesma situação que a faz
sentir raiva, terá seu Fíga-
do afetado, pois essa emo-
ção pertence ao Fígado,
assim como a “criativida-
de”. Em outras palavras, o
Fígado vibra na mesma
frequência que esse senti-
mento e por esse motivo é
afetado. Uma vez afetado
se desequilibra gerando
mais raiva e desarmoni-
zando todo o sistema ener-
gético.
.

8
EMOÇÕES CORRESPONDENTES A CADA ORGÃO

 FÍGADO: raiva, irritação, dificuldade de planejar, impaciência, frustração,


falta de capacidade de julgamento e decisão, pensamentos e emoções sem sentido.
Quando equilibrado sintoniza a energia que promove a capacidade de planejar a
vida com v isão, criatividade e sabedori a, insight, coragem, paciência. Pertence ao
Elemento Madeira dentro do conceito dos Cinco Elementos na M.T.C.

9
 CORAÇÃO: alegria em excesso (pessoas que riem por tudo), amargura,
ódio, culpa, ansiedade. Em equilíbrio: amor, compreensão. Pertence ao
Elemento Fogo dentro do conceito dos Cinco Elementos na M.T.C.

Desequilibrado

Equilibrado

10
 BAÇO-PÃNCREAS: preocupação em excesso, críticas, exigências, para-
noias, obsessão, ciúmes. Em equilíbrio: capacidade de reflexão, sentimento de paz,
capacidade de se identificar com o outro. Pertence ao Elemento Terra dentro do
conceito dos Cinco Elementos na M.T.C.

Desequilibrado

Equilibrado

11
 PULMÃO: preocupação, tristeza, depressão, melancolia, choro abundante,
sentimento de que a vida não vale à pena, desânimo. Em equilíbrio: amor à vida,
instinto de sobrevivência, alegria, serenidade. Pertence ao Elemento Metal dentro
do conceito dos Cinco Elementos na M.T.C.

Desequilibrado

Equilibrado

12
 RIM: culpa, trauma, medo, bloqueio emocional, falta de vontade, ansiedade,
angústia, sufoco. Em equilíbrio: força de vontade, segurança, firmeza. Pertence ao
Elemento Agua dentro do conceito dos Cinco Elementos na M.T.C.

Desequilibrado

Equilibrado

13
Nem sempre uma emoção afeta o órgão em que está sintonizado, pois depe n-
dendo da constituição de cada pessoa, outro órgão pode ser afetado. Por exemplo,
se existe uma fragilidade constitucional no Estômago, um sentimento de raiva o
afetará antes de afetar o Fígado, mas se a raiva persistir acabará afetando o Fígado.

14
Fragilidade Constitucional

Entretanto, de qualquer forma e em todas as circunstâncias, o Coração é sempre


afetado, por ser a morada da Mente (Shen).
A preocupação em excesso, por exemplo, pode ser proveniente de uma fraqueza
constitucional do Baço -Pâncreas, Coração e Pulmão. Isso porque a preocupa ção
prende o QI e afeta o Baço-Pâncreas por este ser responsável pelas ideias, e afeta o
Pulmão deixando a respiração superficial. Essa dinâmica dentro do conceito do s
Cincos Elementos pode levar o Metal a insultar a Madeira, prejudicando assim o
Fígado e causando tensão no pescoço e ombros, tornando-os rígidos e doloridos.
A circulação de QI também sofre as consequências dos desequilíbrios emoci o-
nais.
Do livro SIMPLE QUESTIONS, capítulo 39: "A raiva faz o QI subir, a alegria
retarda o QI, a tristeza dissolve o QI, o medo faz o QI descer, o choque dispersão
QI, o pensamento forçado prende o QI”.
Sabemos que o desenvolvimento do feto dentro do útero e as energias do pai e
da mãe no momento da concepção , são os fatores que determinam a constituição
da pessoa, sendo de grande influência no sistema nervoso. Se os pais forem saud á-
veis e a gravidez transcorrer sem traumas, o bebê terá uma constituição forte, capaz
de enfrentar com equilíbrio os problemas mentais e emocionais no correr da vida.
Também devemo s dar uma atenção especial aos alimentos. Dentro da M.T.C.
acredita-se que durante o crescimento e durante toda a vida, a alimentação é muito
importante do ponto de vista emocional e menta l. Como tudo o que é em excesso
causa desequilíbrio, os alimentos de vem ser consumidos com certo critério para
que possamos manter a harmonia entre o físico, a mente e as emoções.

Por exemplo:

 O sabor ácido e picante dispersa a energia do Fígado, o sabor azedo tonifica e


o sabor doce harmoniza. O excesso ou a falta do sabor ácido prejudica o Fígado
afetando o Coração e fragilizando os sentimentos.
 O sabor salgado e doce dispersa a energia do Coração, o sabor amargo tonifi-
ca e o ácido harmoniza . O excesso ou a falta de sabor amargo prejudicam o
Coração e fazem com que a p essoa tenha, entra outras coisas, medo de d e-
monstrar o que sente.
 O sabor doce tonifica a energia do Baço, o sabor salgado e amargo harmon i-
za e o sabor ácido dispersa a energia do Baço. O excesso ou a falta de sabor doce
prejudicam o Baço favorecendo o sentimento de crítica.
 O sabor picante tonifica a energia dos Pulmões, o sabor ácido dispersa e o
sabor amargo harmonizam. O excesso ou a falta de sabor picante prejudicam o
Pulmão levando à tristeza.

15
 O sabor salgado tonifica a energia do Rim, o amargo dispersa e o picante
harmonizam. O excesso ou a falta de sabor amargo prejudicam o Rim favor e-
cendo a insegurança e o medo.

Dessa forma podemos ter uma ideia dos tipos de alimentos que devemos ingerir
para ajudar a manter o equilíbrio e a harmoni a num órgão quando prejudicado por
alguma emoção. O estresse físico acaba promovendo o desequilíbrio emocional e
vice versa, por isso é de grande importância que procuremos sempre ajudar com a
alimentação.
O descanso, a vida em contato com a natureza e o silêncio, também ajuda a anu-
lar o peso do estresse da vida agitada. Infelizmente na nossa cultura, muitas vezes
desestressar é sinônimo de baderna. Algumas pessoas que se dizem estressadas ,
nos finais de semana procuram as discotecas "para desestressar", sem saber que
estão promovendo um desequilíbrio maior, que com o tempo irá prejudicar a saúde
como um todo.

A avaliação do paciente dentro da M.T.C. é feito através da observação de v á-


rios fatores.
Com o e xame do pulso, observação da tez e da língua pode-se ter uma ideia de
até que ponto o estresse está desequilibrando o estado emocional e físico do pac i-
ente. Uma pessoa saudável apresenta uma expressão leve, de olhar brilhante,
lúcido e tez rosada. A tez mostra o estado da Mente (Shen), o pulso mostra o
estado do QI e a língua mostra outros fatores que podem estar influenciando.

16
CAPITULO II

POSSÍVEIS CAUSAS DE STRESS E TRATAMENTO ATRAVÉS DA


ACUPUNTURA

A sociedade em que vivemos exige uma série de comportamentos que as pesso-


as são obrigadas a manter para conseguir fazer parte dela, mesmo que eles não
correspondam com os seus valores. Esse fato exerce desde cedo uma forte pressão
sobre as pessoas.
Antes mesmo da idade adulta, a criança e o jovem são obrigados a enfrentar uma
série de responsabilidades. Hoje em dia é comum a criança ter diversas atividades
onde a competição está sempre presente . Acredito que competir seja saudável,
desde que respeitando a capacidade de todos os envolvidos. Infelizmente as cria n-
ças são levadas a participar de competições que muitas vezes foge da sua capac i-
dade ou da capacidade dos seus pais. P or exemplo, a necessidade de ter mais
brinquedos do que o outro, de vencer sempre no vídeo game, de saber falar outra
língua, de estudar em "tal" colégio, de ser o mais inteligente... Essas exigências
prejudicam as crianças e os adultos quando se veem frustrados de não poder ofere-
cer o mesmo que os outros.
A vida moderna faz com que as pessoas vivam situações sem poder se questio-
nar e por isso, muitas vezes passam por cima dos seus valores. Tal atitude não
exerceria uma pressão negativa se tanto os adultos quanto as crianças pudessem ter
tempo para si mesm os e não fosse m tão cobrad os. Essa cobrança é diária e em
todos os sentidos, exercida pelos familiares, p rofessores e colegas. As crianças,
quando tem algum tempo livre, ficam na sala assistindo TV ou no computador.
Não há mais espaços para brincar, andar de bicicleta, acompanhar o crescimento
das plantas, árvores para colher frutos, ver os pássaros alimentan do seus filhotes
nos ninhos, enfim, não há mais natureza nas grandes cidades e a criança perde o
elo coma sua essência.
Na puberdade o jovem enfrenta a insegurança natural da idade de maneira muito
mais ampliada do que os jovens das gerações anteriores, p ois o conceito atual
exige uma forma física escultural que muitas vezes não corresponde com a sua
aparência. A competição torna -se maior em todos os sentidos. Sempre vence o
mais popular, o mais bonito e forte fisicamente, o que tem mais dinheiro, o valen-
tão...
O valor dado para as qualidades internas é muito pequeno e o enfoque está no
exterior e nas vantagens que a vida pode oferecer. Como esses valores são muito
frágeis, inicia -se uma constante cobrança interna, seguida de frustração e baixa
estima.
Mas é necessário fazer parte da sociedade para sobreviver, então o conflito e o
desequilíbrio se instala. O jovem -adulto questiona, cala, engole sapo e mantém -se
em constante tensão para não ser passado para trás. Como se tudo isso não basta s-
se, hoje em dia há o medo de ficar sem emprego, a violência nas ruas, as injustiças

17
sociais, o descrédito no ser humano, a falta de honestidade, o exemplo corrupto dos
governantes e o desamor.
Essa dinâmica aliada ao afastamento do homem d a sua essência, a inversão de
valores e o distanciamento da natureza, resultam numa personalidade carente que
busca suprir essa carência adquirindo bens materiais a qualquer custo, muitas vezes
passando por cima de si mesmo.
Sem dúvida, toda essa pressão só pode levar ao estresse.
De acordo com a personalidade e o grau de consciência de cada um, as reações e
manifestações emocionais diante das adversidades da vida se diferenciam.
Sob o enfoque da M. T. C. tudo isso acrescentado ao fato da fragilidade const i-
tucional de cada um, teremos um ou outro órgão atingido pelo desequilíbrio. Sem-
pre lembrando de que o Coração é sempre o mais prejudicado.
Portanto, o estresse pode causar:

FÍGADO

Estagnação do QI do Fígado gera


distensão do abdome, suspiros, enjôos,
tensão pré-menstrual, irritabilidade,
melancolia, mudanças de humor, frus-
tração, magoa, impulsividade, insônia,
agressividade. A língua se apresenta
mais vermelha nas laterais e o pulso em
corda.

 Deficiência do sangue do
Fígado gera formigamento nos
membros, cãibras, incapacidade
em adormecer, tontura, proble-
mas nos olhos e na visão, mens-
truação escassa, unhas fracas,
depressão, falta de perspectiva,
dificuldade em decidir que rumo
tomar na vida.
A língua se apresenta Fina, Páli-
da e o pulso Instável.

18
Estase de sangue no
Fígado gera menstruação
irregular com coágulos de
sangue escuro, sensação de
distensão abdominal, insô-
nia, ansiedade, irritabilida-
de, acessos de raiva e pode
levar a psicose. A língua se
apresenta Púrpura nas
laterais e o pulso em Corda.

 Calor no
sangue do Fígado
gera sabor amargo
na boca, tontura,
zumbidos, insônia
ou sono com muitos
sonhos, sede, crises
de raiva com vio-
lência, agressivida-
de, cefaleia, rosto
vermelho, urina es-
cura com cheiro
forte, fezes secas. A
língua se apresenta
mais Vermelha nas
laterais e inchada. O
pulso Rápido e em
Corda.

19
Esgotamento do Yin do
Fígado gera falta de memó-
ria, menstruação escassa,
insônia, calor nas palmas
das mãos, transpiração no-
turna, olhos, pele e cabelos
secos, depressão profunda e
perda de objetivos. A língua
se apresenta Vermelha, sem
revestimento e pulso Flutu-
ante e Vazio.

 Ascensão do Yang do
Fígado gera rigidez no pes-
coço, dores de cabeça late-
jante, tontura, sensação de
pressão na cabeça, zumbido,
hipertensão, sonhos violen-
tos, ira, crises de raiva. A
língua se apresenta Verme-
lha, Inchada e o pulso em
Corda.

20
CORAÇÃO

 Ascensão do fogo ministro. O


fluxo de Yin (sangue) e Yang
(QI) pode ser afetado pelos sen-
timentos de raiva, frustração e
ressentimento que causam as-
censão do Fogo Ministro agi-
tando o Coração e o Fígado. O
Fogo afeta o Yin; o excesso de
trabalho, alimentação irregular,
abuso de alimentos gordurosos e
álcool, atividade sexual em ex-
cesso, raiva, ódio, ressentimento
e frustração esgotam o Yin do
Fígado, desequilibrando-o e fa-
vorecendo a ascensão do Yang.

 Estagnação de QI do Cora-
ção gera opressão no tórax, palpita-
ção, suspiros e lágrimas. A língua
se apresenta pálida e o pulso Fraco
na posição do Coração.

21
 Deficiência de sangue
do Coração gera palpitação,
incapacidade em adormecer,
memória fraca, depressão,
cansaço, confusão mental e
perda de concentração. A
língua se apresenta Pálida e
Fina e o pulso Instável.

 Estase de sangue no Coração gera


ansiedade, mãos frias, sensação de dor e
opressão no tórax, inquietação e propensão
a sustos. A língua se apresenta Púrpura e o
pulso em Nódulos.

 Calor do sangue do Coração ge-


ra palpitação, ansiedade, insônia, im-
pulsividade, inquietação, aftas e sede
(devido ao calor). A língua se apresenta
Vermelha e o pulso Rápido.

22
 Deficiência de Yin do Coração
gera insônia (o paciente acordará
diversas vezes durante a noite), palpi-
tações, ansiedade e inquietação princi-
palmente à noite e sem motivo aparen-
te, memória e concentração fraca,
transpiração noturna, calor nas palmas
das mãos, desanimo e cansaço, depres-
são. A língua se apresenta Vermelha,
com maior intensidade na ponta e o
pulso Rápido e Fino.

 Fogo no Coração gera impaci-


ência, agitação, insônia ou sono com
pesadelos violentos e o paciente acaba
envolvendo as pessoas a sua volta na
sua inquietação de forma compulsiva.
A língua se apresenta Vermelha, com
a ponta mais vermelha e acompanhada
de revestimento amarelo, o pulso Rá-
pido e hiperflutuante.

 Mucosidade Fogo no Coração


gera agitação, confusão mental, perda
do discernimento, insônia, comporta-
mento maníaco, perda de direção e
motivação na vida. A língua se apre-
senta Vermelha, com revestimento e o
pulso Rápido.

23
Deficiência de QI no Coração gera tris-
teza, fadiga extrema, falta de vontade de
falar e de comer, palpitação, falta de m o-
tivação, depressão e sono intranquilo. A
língua se apresenta Pálida e o pulso Fr a-
co.

PULMÃO

 Estagnação de QI no Pulmão ge-


ra aperto no tórax, respiração superfici-
al, dispnéia, sensação de caroço na gar-
ganta, voz fraca, tristeza, náusea, vômi-
to, depressão, choro, suspiros frequen-
tes, paciente facilmente influenciado
pela atmosfera psíquica ao seu redor
tornando-se muito frágil emocionalmen-
te. A língua se apresenta Inchada e o
pulso Fraco.

 Deficiência do Yin do Pulmão gera de-


pressão, dispnéia, prurido, fadiga, sensação de
desconforto no tórax, transpiração noturna,
garganta seca, propensão a chorar, desânimo,
sensação de solidão, nostalgia a respeito do
passado e melancolia. A língua se apresenta
Vermelha e o Pulso Vazio.

24
 Esgotamento do QI do Pulmão gera res-
piração superficial, dispnéia, cansaço, depres-
são, falta de motivação, tristeza, sono inquieto.
A língua se apresenta Pálida e o pulso Vazio.

RIM

 Deficiência do Yin do Rim gera perda


do desejo sexual, impotência, perda da força
de vontade, falta de espírito de iniciativa, pro-
pensão a queixas, agitação, nervoso, exaustão,
diminuição da capacidade mental, memória
fraca, tontura, cefaléia com sensação de vazio
na cabeça, zumbido, dores e rigidez nas costas,
surdez, transpiração noturna, tez escura, cabe-
los secos. A língua se apresenta Vermelha e o
pulso Vazio Flutuante

 Deficiência de Yang do Rim gera dores


nas costas, joelhos fracos, exaustão extrema,
frio nas pernas e nas costas, memória fraca,
urina clara e frequente, medo, culpa, falta de
esperança, sensação de que tudo é muito difícil.
A língua se apresenta Pálida e Inchada e o pulso
Profundo e Fraco.

25
BAÇO PÂNCREAS

 Deficiência do Yin do BP gera dor


epigástrica moderada, fezes secas, pouco
apetite, falta de memória e concentração,
idéias obsessivas, lábios e boca seca. A
língua se apresenta sem revestimento no
centro e o pulso Vazio.

 Deficiência do QI do BP
gera cansaço, depressão, pens a-
mentos obsessivos e confusos,
fobias, incapacidade de conce n-
tração e de raciocínio, preocup a-
ção. A língua se apresenta Pálida
e o pulso Fraco.

ESTÔMAGO

Estagnação do QI do Estômago gera


dor epigástrica, náusea e eructação,
distensão, queimação, nó no estôma-
go, sensação de fome, preocupação,
raiva, ressentimento, frustração, irri-
tabilidade. É decorrente do Qi do Fí-
gado invadindo o Estômago. A língua
se apresenta com os lados ligeiramen-
te Vermelhos e o pulso em Corda.

26
 Fogo no Estômago gera dor
epigástrica, queimação, boca seca,
sede com preferência por gelados,
vômitos, sangramento nas gengivas,
constipação, face vermelha, irritabi-
lidade. A língua se apresenta Verme-
lho-escuro com revestimento seco e
amarelo e o pulso Rápido.

Mucosidade Fogo no Estômago


gera muco nas fezes, náusea, vômito,
boca seca, sensação de opressão na
região do estômago, comportamento
maníaco, insônia e irritabilidade. A
língua se apresenta Vermelha com re-
vestimento amarelo pegajoso e com
fissura no centro. O pulso é Escorre-
gadio e Rápido.

Como disse anteriormente, o estresse, os sentimentos e as emoções em exagero


podem causar esses padrões de desequilíbrio físico e energético. Portanto o impo r-
tante é procurar viver de maneira a manter equilibrado e harmônico todo o sistema,
procurando enfrentar as situações estressantes sem permi tir que afetem o emoci o-
nal. Para isso podemos contar com a ajuda dos alimentos, disciplina nos horários,
equilíbrio nos desejos e nas relações sexuais. Procurar manter-se um pouco isolado
dos modismos, mais em contato com a natureza, ser fiel a si mesmo e aos seus
princípios expandindo o seu potencial sem procurar imitar ninguém, valorizar mais
a qualidade do que a quantidade, o interior do que exterior, o que podemos realizar
do que o sonho distante. Cultivar sentimentos de gratidão, alegria, compreensão ,
evitando a inveja, o s ciúmes e o mau humor. Acreditar em si mesmo e , sobretudo
no processo natural da vida que segue a ordem do universo, é perfeito e justo.

27
CAPITULO III

PONTOS IMPORTANTES NO TRATAMENTO DO STRESS

Antes de falarmos sobre pontos importantes no tratamento dos problemas emo-


cionais e de STRESS, devemos também levar em consideração a importância do
conceito dos CINCO ELEMENTOS dentro da M.T.C., que são: Água, Madeira,
Fogo, Terra, Metal.

A partir da observação da natureza, os chineses procuraram sintetizar na forma


de uma “Estrela de Cinco Pontas” o processo d a harmonia e transformação do s
Cinco Elementos. No que diz respeito ao corpo, perceberam cinco órgãos fund a-
mentais (Rim, Fígado, Coração, Pulmão, Baço ) e colocaram cada um deles numa
ponta da estrela, ligando -os aos cinco elementos . Dessa forma o elemento Água
(Yin), ligado ao Rim/Bexiga se transforma em Madeira (início do Yang ) que está
ligado ao Fígado/Vesícula Biliar, que se transforma em Fogo (Yang), ligado ao
Coração/Circulação Sexo/Intestino delgado/Triplo Aquecedor, que se transforma
em Terra (declínio do Yang ), ligado ao Baço/Pâncreas, que se transforma em
Metal (início do Yin ), ligado ao Pulmão/Intestino Grosso (início do Yin ) que se

28
transforma em Água (Yin) fechando o ciclo e dando continuidade as transform a-
ções e a circulação energética.
Assim em equilíbrio, a Água nutre a Madeira, que nutre o Fogo, que nutre a Ter-
ra, que cria o Metal, que gera Água...
O excesso ou a falta de um elemento num órgão desencadeia a de sarmonia e
uma série de desequilíbrios. Dessa forma, a Água apaga o Fogo, a Terra absorve a
Água, etc., ou o Fogo seca a Água, o Metal corta a Madeira, etc.,
Portanto, no que diz respeito ao nosso estudo, deve -se também levar em cons i-
deração a predominância ou a falta e a desarmonia de um ou mais elementos no
paciente.
Existe em cada meridiano (canais de energia), pontos ligados aos cinco elemen-
tos, que podem ser usados para equilibrá-los, dessa forma , por exemplo , quando
estamos tra tando de um padrão de excesso de Fogo em um determinado órgão,
temos os p ontos ligados ao elemento Fogo para atuar, a fim de trazer a harmonia
para todo o sistema. A seguir:

FÍGADO (elemento Madeira)

 Ponto F1 (elemento Madeira dentro da Madeira)


 Ponto F2 (elemento Fogo dentro da Madeira)
 Ponto F3 (elemento Terra dentro da Madeira)
 Ponto F4 (elemento Metal dentro da Madeira)
 Ponto F8 (elemento Água dentro da Madeira)

VESÍCULA BILIAR (elemento Madeira)

 Ponto VB 41 (elemento Madeira dentro da Madeira)


 Ponto VB 38 (elemento Fogo dentro da Madeira)
 Ponto VB 34 (elemento Terra dentro da Madeira)
 Ponto VB 44 (elementoMetal dentro da Madeira)
 Ponto VB 43 (elemento Água dentro da Madeira)

CORAÇÃO (elemento Fogo)

 Ponto C8 (elemento Fogo dentro do Fogo)


 Ponto C sete(elemento Terra dentro do Fogo)
 Ponto C quatro(elemento Metal dentro do Fogo)
 Ponto C três(elemento Água dentro do Fogo)
 Ponto C nove(elemento Madeira dentro do Fogo)

29
CIRCULAÇÃO/SEXO (elemento Fogo)

 Ponto CS8 (elemento Fogo dentro do Fogo)


 Ponto CS7 (elemento Terra dentro do Fogo)
 Ponto CS5 (elemento Metal dentro do Fogo)
 Ponto CS3 (elemento Água dentro do Fogo)
 Ponto CS nove(elemento Madeira dentro do Fogo)

INTESTINO DELGADO (elemento Fogo)

 Ponto ID5 (elemento Fogo dentro do Fogo)


 Ponto ID8 (elemento Terra dentro do Fogo)
 Ponto ID1 (elemento Metal dentro do Fogo)
 Ponto ID2 (elemento Água dentro do Fogo)
 Ponto ID3 (elemento Madeira dentro do Fogo)

TRIPLO AQUECEDOR (elemento Fogo)

 Ponto TA6 (elemento Fogo dentro do Fogo)


 Ponto TA10 (elemento Terra dentro do Fogo)
 Ponto TA um(elemento Metal dentro do Fogo)
 Ponto TA2 (elemento Água dentro do Fogo)
 Ponto TA3(elemento Madeira dentro do Fogo)

BAÇO/PÂNCREAS (elemento Terra)

 Ponto BP3 (elemento Terra dentro da Terra)


 Ponto BP5 (elemento Metal dentro da Terra)
 Ponto BP9 (elemento Água dentro da Terra)
 Ponto BP1 (elemento Madeira dentro da Terra)
 Ponto BP2 (elemento Fogo dentro da Terra)

ESTOMAGO (elemento Terra)

 Ponto E36 (elemento Terra dentro da Terra)


 Ponto E45 (elemento Metal dentro da Terra)
 Ponto E44 (elemento Água dentro da Terra)
 Ponto E 43 (elemento Madeira dentro da Terra)
 Ponto E 41 (elemento Fogo dentro da Terra)

30
PULMÃO (elemento Metal)

 Ponto P8 (elemento Metal dentro do Metal)


 Ponto P5 (elemento Água dentro do Metal)
 Ponto P11 (elemento Madeira dentro do Metal)
 Ponto P10 (elemento Fogo dentro do Metal)
 Ponto P9 (elemento Terra dentro do Metal)

INTESTINO GROSSO (elemento Metal)

 Ponto IG1 (elemento Metal dentro do Metal)


 Ponto IG2 (elemento Água dentro do Metal)
 Ponto IG3 (elemento Madeira dentro do Metal)
 Ponto IG5 (elemento Fogo dentro do Metal)
 Ponto IG11 (elemento Terra dentro do Metal)

RIM (elemento Água)

 Ponto R10 (elemento Água dentro da Água)


 Ponto R1 (elemento Madeira dentro da Água)
 Ponto R2 (elemento Fogo dentro da Água)
 Ponto R3 (elemento Terra dentro da Água)
 Ponto R7 (elemento Metal dentro da Água)

BEXIGA (elemento Água)

 Ponto B66 (elemento Água dentro da Água)


 Ponto B65 (elemento Madeira dentro da Água)
 Ponto B60 (elemento Fogo dentro da Água)
 Ponto B54 (elemento Terra dentro da Água)
 Ponto B67 (elemento Metal dentro da Água)

31
CAPITULO IV

RELAÇÃO DE ALGUNS PONTOS IMPORTANTES

F2 - (elemento Fogo dentro da Madeira) Clareia e acalma o Yang ou Fogo do


Fígado. É indicado para insônia, cefaléia, epilepsia, doenças mentais, convulsões,
menstruação irregular, dor nos órgãos genitais externos, uretrites, hipertrofia da
próstata, hipertensão, dor ciática, conjuntivite, enurese.

F3 - (Elemento Terra dentro da Madeira) Acalma Yang, Fogo ou Vento do


Fígado, alivia estagnação sendo um ponto principal para mover o QI do F e aca l-
mar a Mente, tonifica e circula o QI e Xue, alivia estagnação de QI e Xue do tórax
e das mamas. Indicado (neste pradão) para cefaléia, tontura, dor nos órgãos gen i-
tais externos, hipertrofia da próstata, hérnia, distúrbios nos olhos, menstruação
irregular,

32
F8 - (Elemento Água dentro da Madeira) Nutre o Yin do Fígado e assenta a
Alma Etérea. Indicado para sono perturbado, falta de objetivos na vida, infecções
urogenital, coceira genital, dor na região inguinal e supra púbica, frigidez.

VB13 - Acalma a Mente e assenta a Alma Etérea (que fica enraizada no Yin do
F). Indicado para epilepsia, psicose, ansiedade, inquietação mental severa, perda de
lucidez, cefaléia, tontura, vertigem, vômito, sentimentos de suspeita, ciúmes e
inveja.

VB15 - Acalma a Mente e assenta a Alma Etérea. Indicado nas oscilações de


humor, obsessão, epilepsia, tontura, zumbido, coma, problemas nos olhos, obstr u-
ção nasal.

33
VB17 - Clareia a Mente e acalma. Indicado para cefaléia, labirintite, falta de
concentração, memória fraca, tontura, depressão.

VB18 - Assenta a Alma Etérea e a Alma Corpórea. Indicado para pensamentos


obsessivos, rinite, obstrução nasal, cefaléia, dor nos olhos, asma, tosse.

VB20 - Acalma Vento, Yang e Fogo do Fígado e Vesícula Biliar, elimina Muco,
dispersa Vento, acalma Mente e cérebro, indicado para problemas emo cionais, dor
e rigidez na nuca, vertigem, zumbido, hipertensão, enxaqueca, resfriado, insônia,
beneficia os olhos, rinite. É um ponto específico para tontura.

VB34 -(Elemento terra dentro da Madeira ) Drena QI do VB, acalma Yang,


alivia calor umidade de F e VB. Indicado para dormência nas extremidades inferio-
res, inchaço nas pernas e no rosto, tontura, vertigem, dor na articulação do joelho,
nevralgia do ciático, hemiplegia, dor no
baixo tórax.

34
C5 – Regula QI do Coração, acalma Shen e Fogo na cabeça. Indicado na d e-
pressão, angústia, psicopatia, insônia, excitação, insuficiência cardíaca, palpitação,
insônia, sonolência, cefaleia e tontura, dor de garganta, voz rouca, rigidez na
língua.

C6 - Acalma a Mente, elimina Calor -Vazio. Indicado para neu rastenia, insônia,
hipertensão.

palpitação, cefaleia, vertigem, dispneia, angina pectoris, transpiração noturna,


histeria, soluço.

C7 - (Elemento terra dentro do Fogo) Acalma Fogo e Shen, tonifica QI e Xue


nutrindo o Coração. Indicado para devaneio, histeria, irritabilidade, insônia, amn é-
sia, angina pectoris, neurastenia, neurose, ansiedade.

C8 - (Elemento Fogo dentro do Fogo ) Acalma a Mente e excesso de Fogo e


Mucosidade-Fogo do Coração, inquietação mental severa, irritabilidade, palpit a-
ção, angina pectoris, insônia, diurese.

C9 - Diminui com sangria Fogo do C. Indicado para insanidade, coma, angina


pectoris, palpitação.

35
CS4 - Acalma o Shen. Indicado na depressão, ansiedade, opressão no peito, a n-
gina, pericardite, náuseas, vômito, furunculose. Ponto de emergência.

CS5 - Elimina Calor no CS, acalma o Shen, histeria, esquizofrenia, doença re u-


mática do C, palpitação, angina, distúrbio mental, depressão, ansiedade, epilepsia.

CS6 - Acalma a Mente e move o Qi do Fígado, assenta a Alma Etérea no caso


de raiva, frustração quando as emoções são reprimidas no tórax. Dor no Coração,
pressão no peito, ansiedade, p alpitação, gastralgia, soluço, histeria, epilepsia,
insônia.

CS7 - Acalma a Mente, elimina Mucosidade do Coração. Indicado para insônia,


depressão, ansiedade, dor no Coração, palpitação, problemas emocionais relaci o-
nados à perda, dermatite e hiperidrose na palma.

CS8 - Acalma Shen, elimina Calor no CS, esfria o Coração e elimina muco. I n-
dicado na depressão, doenças mentais, epilepsia, dor no Coração, sede e calor,
anorexia, soluço, cansaço, ansiedade, prurido e dermatite palmar.
.

36
ID3 - Regula o VG e Yang Qiao. Indicado na depressão fortalece a determina-
ção e o senso de direção, a Força de Vontade. Indicado também para epilepsia,
transpiração noturna, rigidez e dor na nuca, zumbido, dor de cabeça, lumbago,
nevralgia intercostal, deslocamento da região lombar. Ponto Mestre do VG.

ID5 - Clareia a Mente, ajuda na dificuldade em discernir a respeito das opções


da vida, distúrbio mental, dor de garganta, gengivite, estomatite, dor de dentes,
zumbido, surdez.

TA17 - Seda Fogo do Fígado e VB eliminam Vento. Indicado para irritabilid a-


de, zumbido, surdez, paralisia facial.

37
BP4 - Acalma a Mente, assenta a Alma Etérea, relaxa o tórax. Indicado para pres-
são no peito, gastralgia, náusea e vômito, distensão do Estômago e intestino, cóli-
ca, inchaço no rosto, epilepsia.

BP6 - Nutre o Yin do BP, F e R, forma e circula o QI e Xue, elimina umidade,


elimina calor umidade no Xue, B e TA inferior. Indicado para auxiliar na neurast e-
nia, insônia, distúrbio de estômago e pâncreas, distensão gástrica, indigestão, falta
de apetite, diarréia, distúrbios dos órgãos genitais, impotência, problemas ginec o-
lógicos, dor no pênis, infecção urogenital.

E8 - Elimina Mucosidade na cabeça. Indicado tontura, sensação de peso e co n-


fusão mental, dificuldade de concentração, dor de cabeça, paralisia facial.

38
E21 - Regula QI do Estômago. Indicado para neurose gástrica, úlcera gástrica,
desordens estomacais.

E36 - Tonifica BP, E e TA médio, tonifica QI adquirido, forma e circula QI e


Xue, tonifica o corpo, drena Yang, elimina Vento. Indicado para insônia, hiperte n-
são, desordens digestivas, epilepsia, cansaço. Dá fortalecimento geral.

E40 - Acalma o Shen, Tonifica BP e E, transforma muco. Indicado nos casos de


psicose maníaco depressivo, salivação excessiva, hemiplegia, hipertensão, dor de
cabeça, vertigem, asma, tosse com muito catarro.

39
P7 - Alivia as emoções contidas, tristeza e preocupação.

P11 - Dispersa Calor, clareia a Mente, dispersa com sangria Vento no P. Indic a-
do na febre, coma, insufici6encia respiratória, loucura.

IG4 - Clareia a Mente, limpa os meridianos, dispersa Vento, Calor e Frio, alivia
espasmos musculares. Indicado para irritabilidade, insônia, nervosismo, neurast e-
nia, hemiplegia, paralisia facial, asma, bronquite, gripe, dores em geral. É um
ponto importante em várias patologias.

IG7 - Abre os orifícios da Mente. Indicado na demência, inchaço no rosto, f u-


runculose no rosto e no braço, dor de garganta, dor de dentes, estomatite.

40
R1 - Tonifica Yin, Acalma Yang e Fogo do F e C, acalma Shen, ativa os sent i-
dos. Para histeria, convulsão infantil, epilepsia, insanidade, hipertensão, Tontura,
vertigem, coma, insônia, comportamento maníaco, nefrite, diabete.

R9 -Abre o tórax, acalma a Mente e fortalece a Força de Vontade. Indicado para


ansiedade, depressão com opressão do tórax, comportamento maníaco, epilepsia,
desintoxicação.

41
B2 - Dispersa com sangria Calor da Mente. Para paralisia facial, dor de cabeça,
glaucoma, conjuntivite, sinusite e rinite.

B14 - Tonifica Yang, regula o QI do C e CS. Indicado para desordens mentais,


insônia, angina pectoris, taquicardia, arritmia, dor torácica, epilepsia, formigame n-
to e frio na região distal dos membros.

B15 - Tonifica Yang e QI do C, acalma C e Shen, com moxa tonifica e circula


QI e Xue. Indicado para stress, memória fraca, palpitação, neurastenia, angina ,
pectoris,taquicardia, esquizofrenia, ansiedade.

B18 - Tonifica o Q Ie Xue do F. Indicado para esquizofrenia, problemas no ó r-


gão genital, furunculose, dor nas costas, glaucoma, cegueira noturna. Este ponto dá
brilho aos olhos.

B42 - Fortalece e enraíza a Alma Corpórea no P, libera a opressão no peito


quando gerada por tristeza e preocupação. Indicado para fraqueza em geral, bro n-
quite, tuberculose, dor nas costas. Promove satisfação consigo mesmo.
B44 - Acalma a Mente, fortalece e clareia o Fogo do C. Indicado para aliviar
opressão no tórax, dor nas costas e omoplatas, tosse, pericardite, tontura.

B47 - Assenta a Alma Etérea no F e fortalece o senso de planejamento e objet i-


vos,alivia a estagnação do QI do F i nvadindo o P. Indicado na depressão sem
sonhos e projetos, icterícia, cólica biliar, dor abdominal.

42
B49 - Clareia a Mente e fortalece a Inteligência, alivia pensamentos obsessivos.
Indicado para fadiga m ental gerado por preocupação e pensamentos remoídos , dor
lombar, distensão abdominal, constipação.

43
B54 - Fortalece o Rim, elimina estagnação de QI e Xue na região lombar. Pr o-
move Força de Vontade, determinação, espírito de iniciativa, indicado para imp o-
tência, doenças das extremidades inferiores, problemas no joelho, paralisia da
perna, dor ciática, A V C.

VC4 - Fortalece o QI e o Yang do R, beneficia o Jing atraindo o QI para baixo e


enraizando-o no R. Com moxa tonifica e circula o QI, elimina o Frio do TA inferi-
or e dispersa Frio e Umidade. Fortalece a Força de Vontade e acalma a Mente.
Indicado também para problemas de me nstruação, impotência, espermatorréia,
enurese noturna, dor no abdômen, problemas dos órgãos da pélvis.

VC14 - Tonifica C e E. Indicado para dor no coração e estômago, angina pecto-


ris, palpitação, falta de memória, comportamento neurótico, acidez, vômito, disten-
são abdominal.

VC15 - Acalma a Mente e alivia sensação de opressão no tórax decorrente de


emoções reprimidas. Assenta a Alma Corpórea e acal ma. Para comportamento
neurótico, epilepsia, dor no coração, asma, distensão abdominal.

VC17 -Acalma a Mente, tonifica oQIe Xue, alivia opressão torácica, elimina
estagnação de muco. Indicado para aperto no peito, dor no coração, soluço, bro n-
quite,

44
VG 15 - Clareia os sentidos e a consciência. Indicado para dor de cabeça, nuca e
rigidez no pescoço, língua rígida, alterações de linguagem, dificuldade em falar,
neurose, esquizofrenia, comportamento maníaco, convulsão.

VG16 - Acalma o Shen, Vento e cérebro. Aliviam problemas emocionais, e s-


pasmos musculares, comportamento maníaco, afasia, dor de cabeça, tontura, rig i-
dez na nuca.

VG18 - Acalma a Mente, abre os orifícios da Mente e regula o sangue do F. I n-


dicado para confusão mental, inquietação e agitação mental, tontura, dor e rigidez
na nuca, epilepsia, problemas de visão. Auxiliam nos casos de preocupação, pe n-
samentos obsessivos e stress mental.

VG19 - Acalma a Mente e fortalece a Força de Vontade. Indicado para insônia,


esquizofrenia, enxaqueca, dor de cabeça.

45
VG20 - Fortalece a Mente. Indicado nos casos de depressão, insônia, ansiedade,
dor de cabeça, tontura, entupimento nasal, convulsão, epilepsia,

VG20 - Acalma Shen, Mente e Yang do F. Acalma agitação de QI na cabeça e


Vento, clareia os sentidos, acalma Yang turbulento e estabiliza Yang ascendente.
Para os casos de estafa mental devido stress, comportamento maníaco, esquizofre-
nia, palpitação, A V C, falta de memória, convulsão, dor de cabeça.

VG24 - Clareia a Mente e favorece a Inteligência. Indicado para insônia, palp i-


tação, mente perturbada, ansiedade, tontura, vertigem, epilepsia, rinite, problemas
nos olhos.

46
VG26 - Acalma o Shen, regula Yin e Yang, abre os orifícios do coração. Indica-
do nos casos de choque, coma, doença mental, desmaio.

YIN TANG - Clareia a Mente. Indicado no estresse, insônia, pesadelos, cefaléia


e tontura, hipertensão e convulsão infantil.

47
CAPITULO V

COMBINAÇÕES DE PONTOS IMPORTANTES

F2 + F3 + F13 + B18 - Para tratamento de problemas de Fígado

F14 + B18 - Para mover o sangue do Fígado

48
VG24 + VB13 - Para acalmar a Mente em qualquer desarmonia de Fígado e e n-
raizar a Alma Etérea

VC4 + F8 + R3 + BP6 - Para nutrir o Yin do Fígado quando há ascensão do


Yang do Fígado

49
VC12 + CS6 - Para sensação de sufocamento no peito

IG11 + IG4 + F3 - Para abaixar a pressão alta.

50
VC4 + E36 - Para fraqueza e esgotamento

C7 + BP6 + R4 - Para insônia, nutrir o C7 e acalmar a Mente

51
B15 + C7 + R3 - Para excesso de sonhos

B15 + B44 - Para clarear a Mente e tonificar o Coração

52
CS6 + CS4 - Para palpitação

VC22 + CS6 - Para dificuldade em engolir

53
VC4 + R3 - Para nutrir o Yin do Fígado, acalmar a Mente e assentar a Alma
Etérea

B18 + B47 - Para enraizar a Alma Etérea

54
E36 + BP6 + B20 + B21 - Para tonificar o QI do BP e E, fortalecer a Mente na
deficiência de QI

R3 + R7 - Para tonificar o Yang do Rim

55
E36 + BP6 - Para melhorar a vitalidade em geral, tonificar o BP e E

CS6 + E40 - Para abrir o tórax e facilitar a respiração

R3 + R6 + BP6 + VC4 - Para nutrir o R na deficiência de Yin do R e acalmar a


Mente

56
B23 + B52 - Para fortalecer a Força de Vontade e tonificar o R

F8 + E36 - Para nutrir o Fígado

B47 + B52 + B23 - Para nutrir o R e o F, fortalecer a Força de Vontade, auxiliar


para encontrar o sentido da vida e enraizar a Alma Etérea

57
VC4 +VC7 - Para nutrir a Essência

CS6 + TA4 - Para intensificar o efeito do CS6 e tonificar

E36 + CS6 - Para tonificar o Yin do E, regular o F e acalmar a Mente

58
VG16 + VG20 - Para conter o Vento interno nos casos de dor de cabeça e stress

VG24 + Yintang + VB34 - Para aliviar estagnação de QI do F na cabeça, aca l-


mar a Mente e promover o sono

F3 + VB20 + CS6 - Para conter o Yang do F, acalmar a Mente e assentar a A l-


ma Etérea

59
B44 + B15 – Para trazer lucidez e inteligência

F3 + IG4 – Possui efeito calmante muito forte sobre a Mente

60
CS7 + VC7 – Elimina Muco, ansiedade e angústia.

F2 + F14 + CS6 + P9 – Para crises de asma gerada por irritabilidade, tensão e


raiva.

61
E40 + BP9 – Para casos de neurose grave e distúrbio da Mente

C7 + CS7 - Acalmam a Mente.

BP6 + VG18 - Para nutrir o Yin, acalmar a Mente, assentar a Alma Etérea e r e-
gular o Fígado

62
Sabemos que através da observação da tez, exame da língua e do pulso pode -se
ter uma ideia a respeito da desarmonia da circulação de QI causado pelo estresse
em que o paciente se encontra. Entretanto, além disso, é muito importante que o
acupunturista reserve algum tempo para ouvir e observar o paciente, de forma a
poder ter uma visão geral de que maneira ele administra a sua vida e quais os
fatores que podem ser transformados para se obter um bom resultado . Assim, além
de ser criada a confiança entre o acupunturista e o paciente, este se sentirá mais
seguro e confiante em relação ao tratamento, permitindo que o efeito desejado seja
alcançado com muito mais rapidez e segurança. Dessa forma, o paciente é comun i-
cado da conduta de tratamento e participa ativamente, pois durante as suas ativid a-
des normais, consegue perceber as reações no seu corpo ficando mais atento as
mudanças de humor que podem ajudar ou prejudicá-lo.
Durante a aplicação das agulhas e depois, o paciente deve ficar em profundo r e-
pouso para que a circulação energética possa se realizar com mais eficácia. Sugiro
que o acupunturista tenha no consultório música relaxante e silêncio.

63
CASO CLINICO

Homem, 49 anos, administrador de empresa. Sua queixa maior era cansaço e x-


tremo, propensão a explosões de raiva, irritabilidade, surdez, tontura, às vezes
zumbido, dores de cabeça constante, sede, sabor amargo, alternância em constip a-
ção e diarreia, urina amarelo-escuro, sono perturbado, muitos sonhos e tristeza sem
conseguir definir o motivo, pois segundo ele profissionalmente havia conquistado
mais do que esperava na vida.
Nos últimos anos trabalhou sem tirar férias. O casamento passava por uma crise,
pois a esposa se dizia só já que os filhos não mais precisavam dela como antes e
sentia falta da presença dele. Isso o irritava muito. Quanto aos filhos, achava que
não havia muito dialogo entre eles e que por culpa da vida profissional não perc e-
beu como cresceram tão rápido. Mesmo assim, procurava suprir as necessidades
financeiras de todos além do desejado.
Depois de algum tempo de conversa, desabafou dizendo -se extremamente ca n-
sado, triste, sentia raiva de perceber que estava envelhecendo e a vida não lhe
proporcionava um minuto de descanso. Já não sabia se amava a esposa e muitas
vezes preferia ficar só para não ter que enfrentar as queixas familiares e a cobrança
da sua presença . Ficava muito irritado quando os filhos agiam de maneira diversa
do que imaginava, mas não se sentia à vontade em chamar a atenção, pois passou a
maior parte da vida ausente, trabalhando.
Língua - Vermelha, com as laterais mais escuras, revestimento amarelo e seco
Pulso - Rápido, Cheio e em Corda

COMENTARIO

Quando o paciente entrou na sala, podia-se perceber o esforço que fazia para se
mostrar "senhor da situação", mas enquanto foi falando e recordando a sua vida,
tornou-se mais aberto mostrando a mane ira frágil em que se encontrava interio r-
mente.
Pôde-se observar durante a conversa que o elemento mais dominante na sua
constituição era Madeira.
Através do exame do pulso e da língua foi fácil perceber que havia um bloqueio
de circulação de QI provenient e de Fogo no Fígado, gerando toda a dinâmica em
que ele se encontrava.
Além da aplicação das agulhas, o paciente foi alertado sobre o estresse que im-
punha a si mesmo vivendo sem qualidade e da importância em se reeducar para
poder ser maleável diante das situações, procurando se adaptar naquelas em que
não podia modificar e enfrentar os momentos estressantes com equilíbrio e disce r-
nimento.

64
Para ajudar a conquistar desse objetivo, ele foi orientado a equilibrar a alimenta-
ção, fazer alguns exercícios de alongamento e diminuir o ritmo de trabalho.
Os pontos escolhidos para o início do tratamento foram explicados a ele para
que tivesse consciência do trabalho que estava sendo realizado.

Pontos para o tratamento;

B18 + B47 - para enraizar a Alma Etérea

F2 - clareia o Fogo do F (é o ponto principal, foi aplicado com o método de s e-


dação)

BP6 +VG18 - nutre o Yin, acalma a Mente, assenta a Alma Etérea e regula o
Fígado.

F3 + IG4 - Assenta a Alma Etérea e acalma a Mente.

VG24 + Yintang + VB34 - Alivia estagnação de Qi do F na cabeça, promove o


sono e acalma a Mente

R3 + R7 - tonifica o Yang do Rim

VC14 + C7 - Acalmam a Mente

Com o passar do tempo e o progresso do paciente, esse tratamento teve algumas


mudanças, mas sempre foi dada uma atenção especial ao Fígado . O fortalecimento
da circulação de energia pode fornecer a estrutura que ele procurava para conseguir
adotar outros hábitos e mudar seus valores.

65
BIBLIOGRAFIA

Acupuntura Clássica Chinesa – Wen, Tom Sintan. Editora Cultrix Pensamen-


to

Manual de Acupuntura Médica – Lee, Eu Won . SP, Gráfica Esperança,1985.

A Prática da Medicina Chinesa - Maciocia,Giovanni. Editora RoccaL-


tda,1996.

Os Fundamentos da Medicina Chinesa – Maciocia, Giovanni. Editora Rocca


Ltda.

Manual do Herói – Hirsch, Sonia. Editora Mauad.

Zang Fu - Sistemas de Órgãos e Vísceras da Medicina Tradicional Chinesa -


Ross Jeremy. Editora
Rocca.

Tratado de Medicina Chinesa – Wenbu, Xi. Assessor medicoTianChonghuo;


Assessor medico para versão em português YsaoYamamura. Editora Rocca.

Auriculoterapia e auriculomedicina – Nogier, Raphael; Boucinhas, Jorge.


Editora Ícone

Acupuntura e psicologia – Requena,Yves. Editora Andrei.

O Diagnostico na Medicina Chinesa – B. Auteroche; P. Navailh. Editora An-


drei

Guia de Terapia Oriental – Scilipoti Domenico. Editora Ícone, 1998

66
SOBRE A AUTORA

MARIA DE FATIMA NEGRAES DA NAVE


Fone: 12-384325
e-mail: fnegraes@ig.com.br

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL
1984-1990 - Atuou na “Casa Transitória de São Paulo” ministrando
cursos de puericultura, educação e nutrição para gestantes, conforme os
programas da entidade.
1993-2000 - Trabalhou em conjunto com o Dr. J. Ambrósio Trebbi
Gonçalves (cardiologista e Oncologista, Ortomolecular, Nutricionista, Acu-
punturista e Homeopata) atuando em seu consultório e na Beneficência
Portuguesa, no tratamento de pacientes com as mais diversas patologias.
1994-1996- Curso de Acupuntura Sistêmica na Sociedade Brasileira de
Estudos de Medicina Oriental (SBEMO).
1995 - Curso de Aurículo-Acupuntura ministrado, pelo Prof. Dr. Ra-
phael Nogier (Método Francês).
1996-2000 - Atuou em consultório próprio na Sociedade Brasileira de
Estudos de Medicina Oriental.
1999 - Curso de Moxabustão, ministrado pelo Professor Dr. Domenico Sci-
lipoti
2000-2003 - Atuou como acupunturista atendendo em consultório
próprio ou a domicílio em São Paulo-SP.
Atualmente atua como acupunturista atendendo em consultório pró-
prio ou a domicílio

PALESTRAS MINISTRADAS
Participou do Segundo Congresso Internacional de Acupuntura e
Medicina Oriental, promovido pelo Meiji College Oriental Medicine – USA
& Sindicato dos Acupunturistas e Terapias Orientais do Estado de São
Paulo, como palestrante com o tema: Tratamento do Estresse em Acupun-
tura.
Ministrou palestra para médicos no departamento de oncologia pedi-
átrica da Beneficência Portuguesa.

67
68