Você está na página 1de 1

Sobre o ‘erro’ no Contexto da Sala de Aula no Ensino Superior, algumas

perspectivas...

Positivista Fenomenológica Dialética

❖ Sinal de incapacidade ❖ Consiste em etapa de ❖ Compreende


de quem erra. uma construção. contradições.
❖ Reflete terminalidade ❖ Compreende ❖ Reelabora contextos de
de processo. aproximações possíveis aprendizagem.
❖ Define condições para entre o conhecido e ❖ É datado (caráter
promoção; retenção aquilo a ser desvelado. histórico).
ou exclusão do autor ❖ É provisório. ❖ É fonte de pesquisa.
do ‘erro’. ❖ É superável. ❖ Rompe determinismos.
❖ Opera com a ❖ Consiste em uma ❖ Estabelece
referência da fixidez versão possível de uma cumplicidade entre os
para explicar o real. experiência. autores do processo.
❖ Apoia-se em ❖ Pode ser contado de ❖ Considera saberes
pressuposto pendular: muitas maneiras. anteriores à vida
do ‘certo’ ou ‘errado’. ❖ Expressa acadêmica.
❖ Revela condições temporalidades ❖ Vincula as
para validar uma distintas. aprendizagens às
sentença. ❖ Desprovido de autoria práticas sociais.
❖ Dá voz a autoridade isolada ou exclusiva. ❖ Opera na instância da
do examinador para ❖ Traduz subjetividades e reflexividade entre
definir o destino do incompletudes. pares.
avaliado. ❖ Intrecruza diálogos e ❖ Responde à indagação:
❖ Confunde avaliação silenciamentos. “o que sabe quem
de aprendizagem com ❖ Atua na esfera da ‘erra’?”
verificação sobre a incerteza.
retenção de ❖ Consiste em um
informações ou possível ponto de
desenvolvimento de partida para o trabalho
ESTEBAN, Maria Teresa. ​O que sabe quem
habilidades. pedagógico na erra​? reflexões sobre avaliação e fracasso
❖ Apoia-se na tradição Universidade. escolar. Rio de Janeiro: DP&A, 2001.

do ‘exame’.

Fonte: Acervo da Pesquisadora Profa. Dra. Maria do Socorro da Costa e Almeida

CV Lattes: ​http://lattes.cnpq.br/6605036175468995

Você também pode gostar