Você está na página 1de 29

Sabe esse sujeito que passa a mão na sua

cabeça? Que diz: “você precisa se amar”, “se


você não se ama, ninguém vai te amar”? Eu
não sou esse sujeito. Eu sou aquele que vai
dar uma paulada na sua cabeça, com amor,
para que você acorde.

Eu sei que em toda parte há gente que prefe-


re viver dormindo. Gente que fecha os olhos
para os seus deveres. Gente que vive a filo-
sofia do Hakuna Matata. Afinal, até no filme
O Rei Leão, um suricate ensina o jovem prín-
cipe a deixar de lado os seus problemas. Mas
se você faz isso, meu filho, você abdica de seu
lugar no mundo, você enfraquece, come inse-
to achando que está comendo carne de pri-
meira. Não aceitar a verdade da vida, recusar
o sofrimento inevitável, é ficar inútil, mesmo
se você é chamado a ser príncipe.

Encare hoje a realidade, com todo o peso, com


todo o sofrimento que ela traz consigo, para
recuperar a realeza. Ame alguém, sirva a um
ideal, aceite a dor. O babuíno deu uma pau-
lada na cabeça do leão para que ele fizesse o
que tinha de fazer. Este CA é uma paulada na
sua. É para doer? É, mas é com amor. É para
que você não paralise, para que você cumpra
o dever e assuma o trono que é seu por direi-
to.
Toda segunda-feira, o seu Caderno de Ativação
traz sugestões de atividades ou reflexões
baseadas em um dos temas abordados nas
lives da semana anterior. Se você está chegando
agora, não se preocupe: o Guerrilha Way não é
uma maratona em que você tenha de alcançar
quem chegou antes, mas um barco que o
recolhe onde você está e o impulsiona para
frente. Atrasar o GW não dá juros. Aliás: não se
atrasa o GW. A hora certa para se fazê-lo é a hora
que se faz ele. A quantidade ideal é a quantidade
feita.
Está certo, você precisa se amar. Afinal, você
precisa cuidar da sua saúde, do seu corpo,
do seu intelecto. Mas o que acontece é que,
na maior parte das vezes, quem procura se
amar cai numa cilada. O que é “se amar”, para
você? É se auto-agradar? É poupar-se de pro-
blemas? É se preservar de todo e qualquer
desconforto? Pois é, você está confundindo o
tal “se amar” com “se dar prazer”.

O que dá mais prazer em um jogo de futebol?


O gol? O drible? Então imagine se a Seleção
Brasileira, em sua melhor forma, disputasse
uma partida com um time de crianças de cin-
co anos. Teria muito drible e mais gols que
o 7x1. E seria horrível. Que sentido teria esse
jogo? Quando você imagina a vida ideal como
essa partida de futebol em que você só marca
gol, em que experimenta um prazer atrás do
outro, saiba: você está na rota da eterna insa-
tisfação. Você está perdendo o fio da meada.

Todos se lembram de Simba, o filho do Rei


Leão. Criado na filosofia da realeza, ele tinha
em mente que deveria aceitar o sofrimento
inevitável da vida. Daí vem Timão, um surica-
te da savana, e lhe apresenta outra filosofia
de vida: você deve esquecer os seus proble-
mas, dar as costas para o mundo, agradar o
seu estômago. Em síntese, “Hakuna Matata”.
Simba vai precisar de uma paulada na cabe-
ça para esquecer esse lenga-lenga e voltar à
realidade.

Essa paulada dói, mas faz com que Simba se


lembre de agir conforme o seu dever e recon-
quiste o seu reino. Em uma palavra, faz com
que ele amadureça. Aqui está o convite para
que você abandone a filosofia do Hakuna
Matata. Não há sentido em amar a si mesmo;
é amando o que está fora de nós, servindo a
um ideal e aceitando o sofrimento inevitável
que encontramos o sentido da nossa vida.
Da série “Bobagens que a gente diz”, esta é
uma das “top 10”, junto com “não se preocupe,
não vai doer nada” e “o importante é compe-
tir”:

“PRECISO ME AMAR PRIMEIRO


PARA ENTÃO AMAR OS OUTROS.”

Na boa: você não está preocupado em amar


os outros. Está preocupado em se auto-agra-
dar, em se dar prazer. Não adianta tentar em-
belezar o egoísmo: mais cedo ou mais tarde
ele se revela, trazendo consigo o sofrimento
que sempre o acompanha.

Quem busca o prazer não encontra nem o


prazer; encontra apenas insatisfação.
Pense em qualquer coisa que você ame, além
de você. Pode ser sua religião, sua mãe, um
filho, seu cônjuge, seu gato:

________________________.

VOCÊ O(A) AMA REALMENTE?

Pense em algo que você tenha feito para o


bem daquilo ou de quem você diz amar.

Cuidar do seu gato quando ele ficou doente, fa-


zer as compras do mercado para a mãe descan-
sar, cuidar do bebê enquanto a esposa dorme...

____________________________________

____________________________________

____________________________________

____________________

Você acha que teria amado mais se tivesse


gastado mais tempo amando a si próprio?
Todo ser humano participa de uma realeza:
somos herdeiros de um Rei. Mas é mais cô-
modo varrer para debaixo do tapete as impli-
cações morais dessa natureza e viver como
um javali selvagem, comendo bichinho vis-
coso mas gostoso.

Até o dia em que aparece um babuíno que


conhece a sua verdadeira história, aquilo que
você nasceu para nascer, e lhe dá uma paula-
da na cabeça para que você volte à realidade.

Ele olha para você estirado numa rede, en-


gordando a sua pança, e lhe faz lembrar do
seu dever de ir à luta, de honrar a sua realeza,
de defender o bem, de assumir o seu lugar no
mundo.
Não sei se te contaram, mas você não vai re-
solver nada com pensamento positivo.

Sem uma AÇÃO CONCRETA, os seus proble-


mas vão continuar existindo, porque é na RE-
ALIDADE que eles existem, não no seu pensa-
mento.

Veja por você mesmo. Dê uma olhada nas his-


tórias abaixo e marque um x no que parece
ser o desfecho mais provável.

1 – Tatti, após acordar de um cochilo vesper-


tino, encontra a sala em desordem e vê seu
filho esticando-se na ponta dos dedos para
pegar o estojo de pintura sobre a mesa. Ela
diz para si mesma que tudo está bem e volta
a dormir, ao que a sala...

a) É arrumada por uma moça misteriosa que


desceu do céu por um guarda-chuva.

b) Ganha uma nova pintura de parede.


2 – Tonhão deixa mais um relatório na lista
das tarefas por fazer. A papelada se acumula
há três semanas, mas ele sorri e imagina que,
sendo o pensamento o artífice da realidade,
os relatórios um dia não mais existirão. Ama-
nhã Tonhão terá uma reunião com...

a) O chefe, que, admirando a profundidade


de sua reflexão filosófica, lhe oferecerá uma
promoção e férias nas Bahamas.

b) O pessoal do RH.

3 – Guilherme Frederico ama sua namorada,


mas não anda muito a fim de responder as
mensagens dela. Afinal, ela fica insistindo
para que ele largue o videogame e eles pos-
sam dar uma volta no parque. Guilherme Fre-
derico ganhará no dia dos namorados:

a) Um par de tênis Adidas.

b) Um par de chifres.

E você, se não assumir a verdade da vida e


tratar de resolver o seu problema? O que vai
acontecer?
Quando você pára de buscar o prazer e passa
a buscar objetivos reais, que tenham peso no
mundo, você passa a experimentar a verda-
deira satisfação da conquista.

É como se, depois de anos alimentando-se


apenas de macarrão instantâneo, você final-
mente provasse um delicioso blend de car-
nes (ou de hortaliças e grão de bico, se você
for vegetariano).

É neste ponto que “amar-se” deixa de ser uma


questão. Você nem se lembrará disso, porque
estará mais ocupado com outras coisas, como
VIVER, REALIZAR, CONQUISTAR,

AMAR OS OUTROS.
O QUANTO VOCÊ
SERVE AO SEU
ESTÔMAGO?
- Só pensa em comer e rir, mesmo
se for à custa da desgraça alheia.

- Não se distingue das outras hienas,


todas joguetes do vilão da história, do
qual esperam receber algum benefício.

- Seu estômago é seu DEUS.


- Não quer problema com ninguém.
Aliás, “os seus problemas, você
deve esquecer”.

- Não se importa com o sofrimento


alheio, desde que tenha a mesa farta.

- Seu estômago é seu CHEFE.


- Percebeu, ainda que relutantemente,
que tem uma responsabilidade e que
precisa cumpri-la.

- É príncipe e deve dar seu sangue para


tomar o lugar que lhe é de direito e que
foi usurpado por alguém que só quer
mal ao seu povo.

- Seu estômago é seu INIMIGO.


- Sacrifica-se de corpo e alma
por seu povo e por seu filho.

- É rei de pleno direito, continua


reinando no coração de seu filho
depois de sua morte e, assim, sua
personalidade não se confunde
com a de ninguém.

- Seu estômago é seu SERVO.


COMUNIQUE-SE
HOJE!
A comunidade Guerrilha Way tem mais de 20.000
pessoas. Já parou para pensar que vocês têm
algo em comum? Comunique sua experiência GW
postando vídeos, fotos ou textos sobre as atividades
da semana. Use a hashtag #GWsemana26.

Nosso dream team está à disposição para tornar sua experiência GW


cada vez melhor. Envie suas críticas, sugestões ou elogios para
aluno@italomarsili.com.br. Será um prazer ouvir você!

Interesses relacionados