Você está na página 1de 6

1. Na Natureza as rochas estão constantemente a desgastar-se.

Indica o principal agente responsável pelo desgaste das rochas apresentadas na


figura 2, em:

A – Água do mar;
B – Vento;
C – Seres vivos.

2. Distingue uma rocha de um mineral.

Uma rocha é um material terrestre, podendo ser formada por um ou mais minerais. Os
minerais são substâncias sólidas, naturais e com uma composição definida, que
constituem as rochas

3. Apresenta exemplos de minerais.

O granito e o calcário são exemplos de minerais.

4. Quais as propriedades das Rochas.

As rochas distinguem-se umas das outras pelas suas propriedades, tais como: cor, cheiro,
coerência, estrutura e reação com ácidos.

5. Indica três propriedades do granito.


Por exemplo, cor clara, alguns minerais identificáveis a olho nu e não faz efervescência
com o ácido sulfúrico.
6. Observa a tabela seguinte que apresenta características de quatro rochas
diferentes.
Rocha A Rocha B Rocha C Rocha D

Rocha Rocha que faz Rocha maciça, Rocha


constituída por efervescência de cor fortemente
pequenos com os ácidos geralmente laminada.
grãos soltos. muito escura.
Utilizando a chave dicotómica em anexo, identifica cada uma das rochas.
Anexo
Chave dicotómica de identificação de rochas
Rocha constituída por grãos soltos Areia ou cascalho
1 Rocha não constituída por grãos soltos 2

Rocha de aspeto laminado Xisto


2 Rocha de aspeto não laminado 3

Rocha que cheira a barro quando bafejada 4


3 Rocha que não cheira a barro quando bafejada 5

Rocha que faz efervescência com os ácidos Marga


4 Rocha que não faz efervescência com os ácidos Argilito*

Rocha que faz efervescência com os ácidos 6


5 Rocha que não faz efervescência com os ácidos 7

Rocha de aspeto compacto, sem cristais identificáveis a olho nu Calcário


6 Rocha com cristais identificáveis Mármore

Rocha geralmente de cor clara, com alguns minerais bem identificáveis Granito
7 Rocha geralmente de cor escura, com ou sem minerais identificáveis Basalto
* Argilito – argila consolidada.

A - Areia ou cascalho B–Marga


C - Basalto D-Xisto
7. O ser humano utiliza as rochas e os minerais nas suas atividades.
Refere duas atividades humanas que utilizam:
– Calcário - Por exemplo: pavimentação de ruas (calçada portuguesa) e fabrico de
cal e cimento;
– Metais - Por exemplo: fabrico de cabos elétricos e indústria automóvel.
– Rochas - (A) Por exemplo: construção de edifícios e fabrico de vidro;
– Minerais - Por exemplo: joalharia e medicina.

8. Indica uma região de Portugal onde existe abundância de:


(A) basalto;
Por exemplo, Açores
(B) xisto.
Por exemplo, Alentejo.
1. A água ocupa cerca de dois terços da superfície da Terra, formando a hidrosfera.
1.1 Em que estados físicos podemos encontrar a água na Natureza?
Estado sólido, líquido e gasoso.

1.2 Apresenta um exemplo de água para cada um dos estados que referiste na alínea
anterior.
Por exemplo: neve (estado sólido), mar (estado líquido) e vapor de água (estado gasoso).

2. Uma grande parte da superfície do planeta Terra está ocupada por água. Na figura 1 está
representado o movimento cíclico da água na
Natureza.
2.1 Como se denomina o conjunto de
fenómenos naturais representados na
figura?
Ciclo da água ou ciclo hidrológico.

Faz a legenda da figura.

A – Evaporação; B – Condensação; C – Precipitação;


D – Evaporação ou transpiração pelas plantas;

2.2 Explica os fenómenos que ocorrem neste


movimento cíclico da água na Natureza.
Ao encontrar ar mais frio, o vapor de água arrefece e transforma-se em pequenas gotas de
água, formando as nuvens. A água regressa depois à superfície terrestre, precipitando-se
sob a forma de chuva, neve ou granizo. Uma parte dessa água evapora de novo, outra
escorre pela superfície, e outra infiltra-se no solo, formando os aquíferos. A água
subterrânea regressa à superfície através de nascentes e poços, e o ciclo recomeça

3. Explica os fenómenos representados pelas letras A e B.

O calor do Sol faz evaporar a água da superfície dos mares, rios e lagos (A). O vapor de água
vai para a atmosfera e, quando arrefece, condensa, formando nuvens (B).

4. Distinguir três tipos de água na terra:

 Água Doce – égua com uma quantidade de sais dissolvidos muito reduzida (lagos, rios
e maioria dos lençóis subterrâneos)

 Água Salgada – água muito rica em sais (mares e oceanos)

 Água Salobra – água com uma quantidade intermédia de sais dissolvidos (estuários)
5. Conhecer as propriedades da água.
A água, quando pura, apresenta várias propriedades que permitem distingui-las de outos
líquidos:
 Incolor – sem cor;
 Insípida – sem sabor;
 Inodora – Sem Cheiro;
 Transparente
 Funde a 0º C
 Evapora-se a 100ºC

A água é um bom dissolvente, mistura-se com outras substância dando origem a


soluções.

6. Distinguir águas superficiais de águas subterrâneas.

Aguas subterrâneas – A maior parte de agua doce disponível, geralmente proveniente das
chuvas, infiltra-se no solo e encontra-se armazenada em lençóis subterrâneos. Há duas
formas de ser captada para consumo humano: nas nascentes, onde surge naturalmente, ou
através da abertura de poços.

Aguas superficiais- A captação de agua doce para as atividades humanas também pode ser
feita em lagos e rios. As albufeiras ou lagos artificiais, formados pelas barragens, são
reservatórios de agua doce para consumo humano.

7. Referir de que forma os seres vivos obtém água.


Os seres vivos podem obter água através da ingestão de água e de alimentos. Podem perder
água através da respiração, transpiração, formação de urinae das fezes.
As plantas obsorvem água e minerais pelas raízes e perdem – na por transpiração, através das
folhas.

8. Indicar as funções da água nos seres vivos.

A água desempenha várias funções nos seres vivos:

É responsável pela regulação da temperatura corporal, através da transpiração, e atua


como meio de transporte de várias substâncias indispensáveis à vida,ajuda a eliminar
substâncias tóxicas do organismo.
9. Atividades humanas que afetam o ciclo da água?

 Poluição industrial
 Poluição agricola
 Poluição doméstica
 Derrames de petróleo

10. Distinguir E.T.A de E.T.A.R.

Uma ETA - Estação de Tratamento de Águas - trata a água que vem da natureza e que, depois
de purificada, vai para a rede pública em condições de ser consumida e utilizada pelas pessoas.

Uma ETAR recolhe as águas residuais, retira-lhes as lamas e, após tratamento físico-químico e
biológico, estas águas podem ser devolvidas à Natureza sem prejudicar o ambiente natural. Se
ocorrer uma avaria, pode ser lançada água contaminada à Natureza, poluindo o ambiente.