Você está na página 1de 14

PERGUNTA 1

Ao introduzir um pedaço de gelo em um copo contendo água, observa-se que, decorrido algum tempo,
um dos seguintes resultados se verifica: (1) nenhuma parte do gelo funde; (2) todo gelo funde; (3) parte
do gelo funde; (4) parte da água solidifica; (5) toda a água solidifica. O resultado final vai depender das
massas e temperaturas iniciais da água e do gelo.

Para exemplificar esse fenômeno, são introduzidos 6 g de gelo a –26ºC, a um recipiente contendo 70 g de
água na temperatura de 15ºC. O calor específico da água é 1 cal /g e o do gelo é 0,5 cal/g . O calor
latente de fusão do gelo vale 80 cal/g . Despreza-se a capacidade térmica do recipiente e trocas de calor
com o ambiente externo.

Qual é a temperatura de equilíbrio da mistura?

Melhor resposta: Q gelo + Q gelo fusão + Q água do gelo + Q água = 0

m.c.(tf - ti) + m.Lf + m.c.(tf - ti) + m.c.(tf - ti) = 0

6.0,5.(tf - (-26) + 6.80 + 6.1.(tf - 0) + 70.1.(tf - 15) = 0

3.(tf + 26) + 480 + 6 tf + 70.(tf - 15) = 0

3 tf + 78 + 480 + 6 tf + 70 tf - 1050 = 0

3 tf + 6 tf + 70 tf = 1050 - 480 - 78

79 tf = 492

tf = 492/79

tf = 6,22º C

a.

– 33,52 ºC

b.

– 0 ºC

c.

2,50 ºC
d.

6,47 ºC

e.

18,52 ºC

---------------------

PERGUNTA 2

Ao introduzir um pedaço de gelo em um copo contendo água, observa-se que, decorrido algum tempo,
um dos seguintes resultados se verifica: (1) nenhuma parte do gelo funde; (2) todo gelo funde; (3) parte
do gelo funde; (4) parte da água solidifica; (5) toda a água solidifica. O resultado final vai depender das
massas e temperaturas iniciais da água e do gelo.

Para exemplificar esse fenômeno, são introduzidos 6 g de gelo a –26ºC, a um recipiente contendo 70 g de
água na temperatura de 15ºC. O calor específico da água é 1 cal /g e o do gelo é 0,5 cal/g . O calor
latente de fusão do gelo vale 80 cal/g . Despreza-se a capacidade térmica do recipiente e trocas de calor
com o ambiente externo.

Adicionando-se à mistura anterior outro pedaço de gelo, de massa 15 g, à temperatura –26ºC, qual será a
temperatura de equilíbrio térmico dessa nova mistura?

a - 0 graus celsio

b. 4,25 graus celsio

c. - 1,25 graus celsio

d. 10,52 graus celsio

e. - 40,25 graus celsio

---------------

PERGUNTA 3

Ao introduzir um pedaço de gelo em um copo contendo água, observa-se que, decorrido algum tempo,
um dos seguintes resultados se verifica: (1) nenhuma parte do gelo funde; (2) todo gelo funde; (3) parte
do gelo funde; (4) parte da água solidifica; (5) toda a água solidifica. O resultado final vai depender das
massas e temperaturas iniciais da água e do gelo.
Para exemplificar esse fenômeno, são introduzidos 6 g de gelo a –26ºC, a um recipiente contendo 70 g de
água na temperatura de 15ºC. O calor específico da água é e o do gelo é . O calor latente de fusão do
gelo vale . Despreza-se a capacidade térmica do recipiente e trocas de calor com o ambiente externo.

E a massa restante de gelo?

a.

21,05 g

b.

3,71 g

c.

11,29 g

d.

1,00 g

e.

-------------------------

PERGUNTA 4

As variáveis de estado de um gás são a pressão P, o volume V, e a temperatura T. Um gás é considerado


perfeito quando suas variáveis de estado seguem a equação P.V - N. R.T , sendo n seu numero de moles e
R é a constante universal dos gases perfeitos. Em um processo termodinâmico, em que o gás troca calor
Q e/ou trabalho W com o ambiente externo, ocorre uma variação de sua energia interna DELTA U .
Aplicando o princípio de conservação da energia, conclui-se que essas grandezas se relacionam pela
equação DELTA U = Q-W (Primeira Lei da Termodinâmica). O calor é determinado pela equação: Q=N.C.
(TF-TI), e o trabalho é calculado utilizando a equação: W FP.DV . O calor específico do processo
termodinâmico é C. Como exemplo de aplicação da primeira lei da termodinâmica está representado
abaixo um diagrama P versus V, em que ocorre uma transição de um gás perfeito, desde um estado inicial
até um estado final f, através de três diferentes processos.

Dado: cv = 3/2 R

O calor trocado pelo gás no processo ( iaf) vale:

a .0

b. -160 atm.l

c. 176 atm.l

d. 300 atm.l

e. 248 atm.l

-------------------------

5 - As variáveis de estado de um gás são a pressão P, o volume V, e a temperatura T. Um gás é


considerado perfeito quando suas variáveis de estado seguem a equação , sendo n seu numero de moles
e R é a constante universal dos gases perfeitos. Em um processo termodinâmico, em que o gás troca calor
Q e/ou trabalho W com o ambiente externo, ocorre uma variação de sua energia interna . Aplicando o
princípio de conservação da energia, conclui-se que essas grandezas se relacionam pela equação
(Primeira Lei da Termodinâmica). O calor é determinado pela equação: , e o trabalho é calculado
utilizando a equação: . O calor específico do processo termodinâmico é C. Como exemplo de aplicação
da primeira lei da termodinâmica está representado abaixo um diagrama P versus V, em que ocorre uma
transição de um gás perfeito, desde um estado inicial até um estado final f, através de três diferentes
processos.

Dado:

A variação de energia interna que o gás sofre no processo (ibf) vale:

a. 0

b.-160 atm.l

c. 176 atm.l

d. 300 atm.l

e. 248 atm.l

------------------

PERGUNTA 5 (COPIAR AS FORMULA DO 4)

As variáveis de estado de um gás são a pressão P, o volume V, e a temperatura T. Um gás é considerado


perfeito quando suas variáveis de estado seguem a equação , sendo n seu numero de moles e R é a
constante universal dos gases perfeitos. Em um processo termodinâmico, em que o gás troca calor Q
e/ou trabalho W com o ambiente externo, ocorre uma variação de sua energia interna . Aplicando o
princípio de conservação da energia, conclui-se que essas grandezas se relacionam pela equação
(Primeira Lei da Termodinâmica). O calor é determinado pela equação: , e o trabalho é calculado
utilizando a equação: . O calor específico do processo termodinâmico é C. Como exemplo de aplicação
da primeira lei da termodinâmica está representado abaixo um diagrama P versus V, em que ocorre uma
transição de um gás perfeito, desde um estado inicial até um estado final f, através de três diferentes
processos.

Dado: cv = 3/2 R

A. 0 ATM.L

B. 96 A TM.L

C. -48 ATM.L

D.120 atm.l

E. 180 ATM.L

----------------

6-

As variáveis de estado de um gás são a pressão P, o volume V, e a temperatura T. Um gás é considerado


perfeito quando suas variáveis de estado seguem a equação , sendo n seu numero de moles e R é a
constante universal dos gases perfeitos. Em um processo termodinâmico, em que o gás troca calor Q
e/ou trabalho W com o ambiente externo, ocorre uma variação de sua energia interna . Aplicando o
princípio de conservação da energia, conclui-se que essas grandezas se relacionam pela equação
(Primeira Lei da Termodinâmica). O calor é determinado pela equação: , e o trabalho é calculado
utilizando a equação: . O calor específico do processo termodinâmico é C. Como exemplo de aplicação
da primeira lei da termodinâmica está representado abaixo um diagrama P versus V, em que ocorre uma
transição de um gás perfeito, desde um estado inicial até um estado final f, através de três diferentes
processos.

Dado:
O trabalho trocado pelo gás sofre no processo ( if ) vale:

a.-48 atm.l

b.120 atm.l

c. 30 atm.l

d. 0

e. 64 atm.l

-------------------------------

7-

Um gás perfeito executa o ciclo termodinâmico representado, composto pelos seguintes processos: 1 ->
2 adiabático, 2 ->.3 é isométrico e 3-> 1 isotérmico. A tabela mostra como determinar o calor, o
trabalho e a variação de energia interna dessas transformações termodinâmicas.

Dado:
O trabalho trocado pelo gás no ciclo vale:

a. +400 J

b. –2637 J

c. –837 J

d. 0

e. +1800 J
---------------------

8- PERGUNTA 8

Um gás perfeito executa o ciclo termodinâmico representado, composto pelos seguintes processos: 1-> 2
adiabático, 2 -> 3 é isométrico e 3 -> 1 isotérmico. A tabela mostra como determinar o calor, o trabalho e
a variação de energia interna dessas transformações termodinâmicas.

Dado :
O calor
trocado na transformação 3 -> 1 vale:

a.–2637 J

b.+1600 J

c.–300 J

d. +687 J

e. 0

--------------------

9-

c
O calor trocado na transformação 2--> 3 vale:

a. –300 J

b. 1800 J

c. +3000 J
d. 0

e. –900

----------------------

10 -

PERGUNTA 10

Um gás perfeito executa o ciclo termodinâmico representado, composto pelos seguintes processos: 1 ->2
adiabático, 2->3 é isométrico e 3-> 1 isotérmico. A tabela mostra como determinar o calor, o trabalho e a
variação de energia interna dessas transformações termodinâmicas.

Dado:
O
trabalho trocado na transformação (1 -> 2) vale:

a. 0

b. –900

c.+800 J

d.1800 J

e.+450

--------------------------------------------------------------------------------------------------------