Você está na página 1de 11

Simulado de Processo Legislativo

Questão 01
1 . (Magistratura- 2008) Se o Presidente da República vetar projeto de lei cuja votação foi concluída na
Câmara dos Deputados, o veto:

A ) Será apreciado pela Casa em que a votação do projeto teve início, no prazo de quinze dias contados do seu
recebimento.
Será apreciado em sessão da Casa onde a votação foi concluída.
B)
Será apreciado pelo Senado Federal, no prazo de trinta dias contados do seu recebimento.
C)
Será apreciado em sessão cojunta das duas Casas do Congresso Nacional, no prazo de trinta dias contados d
D ) seu recebimento.

Questão 02
2 . (OAB/115 – 2007 ADAPTADA) No processo de criação de lei ordinária, seu projeto:

Será sempre iniciado na Câmara dos deputados.


A)
Poderá ser vetado pelo Presidente da República, no caso de relevância e urgência.
B)
Será aprovado por maioria simples, presente a totalidade dos membros de cada uma das Casas.
C)
Poderá ser emendado, salvo quando importar aumento de despesas em projetos de iniciativa exclusiva do
D ) Presidente.

Será aprovado por maioria absoluta, presente mais da metade dos membros de cada uma das Casas.
E)

Questão 03
3 . (OAB – 2008 ) Trabalhadores de um ente estatal em fase de privatização, pretendendo emendar a
Constituição Federal para proibir a alienação daquele ente, e não contando com o interesse do
Presidente, nem do Senado para a iniciativa da proposta de Emenda, devem conseguir, para tal
objetivo, no mínimo, um terço:

Dos membros da Câmara dos Deputados


A)
Das Assembléias Legislativas dos Estados-Membros;
B)
Das Câmaras Municipais de um Estado-Membro.
C)
Do Congresso Nacional
D)
Dos membros do Senado Federal
E)
Questão 04
4 . (Magistratura MG – 2004-2005) A iniciativa popular aplica-se a:

Propsta de emenda à Constituição.


A)
Projeto de lei de iniciativa reservada
B)
Projeto de Lei Complementar
C)
Projeto de resolução.
D)
Projeto de Decreto Legislativo.
E)

Questão 05
5 . (Magistratura MG / 2003-2004 )

O veto oposto pelo Presidente da República a projeto de lei, por inconstitucionalidade, qualifica-se
como:
Veto jurídico
A)
Veto político
B)
Veto absoluto
C)
veto-sanção
D)
Veto repressivo
E)

Questão 06
6 . (TJ DF - 2006) Em relação ao processo legislativo é correto afirmar que:
As leis que dispõem sobre matéria tributária federal relativa ao imposto de renda de pesssoas jurídicas são d
A ) iniciativa do Presidente da República.

O veto presidencial é ato irretratável. Em relação a uma dada lei enviada à sanção, o presidente pode usá-lo
uma só vez e, uma vez usado e comunicado ao Presidente do Senado, não pode arrepender-se e requisitar o
B)
projeto de lei para sancioná-lo.

Não é possível a edição de MP sobre matérias reservadas à lei complementar, salvo se a aprovação por cada
C ) uma das Casas do Congresso se der por maioria absoluta.

De acordo com a jurisprudência do STF, EC estadual, apresentada por três quintos dos Deputados Estaduais
D ) pode disciplinar diretamente matérias reservadas à iniciativa legislativa privativa do Poder Executivo.

Questão 07
7 . (OAB CESPE - 2008) Assinale a opção correta no que tange ao processo legislativo:
É de iniciativa reservada do STJ a lei complementar sobre o Estatuto da Magistratura
A)
B ) O Presidente da República dispõe de 48h para vetar um projeto de lei, contadas da data de seu recebimento.
A delegação legislativa é de índole excepcional, devendo ser solicitada pelo presidente da República ao
C ) Congresso Nacional.

O presidente da República poderá solicitar urgência para votação de projetos de lei da iniciativa tanto de
D ) deputados federais quanto de senadores.

Questão 08
8 . (PGE-PB/ CESPE - 2008) Assinale a opção correta no que tange ao processo legislativo:
É de competência privativa do presidente da República a iniciativa de proposição de projeto de lei que
A ) disponha acerca do parcelamento de débitos tributários.

Considere-se que determinada MP que determine aumento de certo imposto tenha sido publicada em
15/11/2007 e convertida em lei em 11/02/2008. Nessa hipótese, o referido tributo não pode ser cobrado, com
B)
aumento, no exercício de 2008.

Os projetos de lei somente podem ser votados no plenário do Congresso ou no de uma de suas casas.
C)
Os estados e municípios não têm autorização constitucional para aceitarem proposta de lei de origem popula
D)
O aumento da remuneração dos servidores do Legislativo deve ser apreciado por meio de resolução, visto q
E ) constitui competência privativa do Congresso Nacional.

Questão 09
9 . (TJSC - 2008) Assinale a alternativa incorreta
No processo de criação das resoluções a promulgação é efetivada pela Mesa da Casa Legislativa que a
A ) expedir ou, quando se tratar de resolução do Congresso, pela Mesa do Senado.

No processo de criação das resoluções a iniciativa cabe aos membros do Congresso Nacional.
B)
No processo de criação do decreto legislativo a promulgação é feita pelo Presidente da República, que o
C ) manda publicar.

No processo de criação do decreto legislativo a aprovação se dá por maioria simples.


D)
No processo de criação das resoluções não há sanção, por tratar de matéria privativa, ora do Senado, ora do
E ) Congresso Nacional.

Questão 10
10 . (SENADO FEDERAL FGV- Advogado - 2008)

I. Podem apresentar proposta de emenda à Constituição Federal: o Presidente da República; um terço, no


mínimo, dos membros da Câmara dos Deputados ou do Senado Federal; e mais da metade das Assembléias
Legislativas das unidades de federação, manifestando-se, cada uma delas, pela maioria relativa de seus
membros. A proposta de emenda à Constituição será submetida à discussão e votação em cada casa legislativ
em dois turnos, considerando-se aprovada se obtiver três quintos de votos favoráveis dos membros de cada
casa.
II. Em caso de relevância e urgência, o Presidente da República poderá adotar medidas provisórias, com for
de lei, devendo submetê-las de imediato ao Congresso Nacional. As medidas provisórias perderão eficácia,
desde a edição, se não forem convertidas em lei no prazo de trinta dias. O Presidente da República poderá
reeditar medida provisória que não tenha sido apreciada pelo Congresso Nacional, desde que ainda estejam
presentes os requisitos da relevância e urgência, Após a quinta reedição, a medida provisória não apreciada
será havida como rejeitada, cabendo ao Presidente da República, por decreto, regular as relações jurídicas de
decorrentes.

III. Os projetos de lei de iniciativa do Presidente da República com pedido de urgência na


tramitação devem ser apreciados, inicialmente pela Câmara dos Deputados, e depois pelo
Senado Federal, no prazo sucessivo de quarenta e cinco dias. Ultrapassado tal prazo, ficam
sobrestadas as demais deliberações legislativas da respectiva casa, com exceção das que
tenham prazo constitucional determinado, até que se ultime a votação. Os prazos de quarenta
e cinco dias não correm nos períodos de recesso do Congresso nacional.

IV. O projeto de lei que tenha sido aprovado nas duas casas legislativas será encaminhado ao
Presidente da República para sanção. Se o chefe do Poder Executivo considerar o projeto
inconstitucional ou contrário ao interesse público, vetá-lo-á, no prazo de quinze dias úteis,
contados da data do recebimento. A Constituição proíbe o veto parcial do projeto, em razão d
risco de desvirtuamento decorrente da supressão de apenas alguns artigos da lei aprovada. O
veto poderá ser derrubado em sessão conjunta das casas legislativas, pelo voto secreto da
maioria absoluta dos Deputados e Senadores.
se apenas as afirmativas I, II e III estiverem corretas.
A)
se apenas as afirmativas I, II e IV estiverem corretas.
B)
se apenas as afirmativas II, III e IV estiverem corretas.
C)
se apenas as afirmativas I e III estiverem corretas.
D)
se apenas a afirmativa I estiver correta.
E

11 . (SENADO FEDERAL-FGV- Técnico Legislativo 2008) Consoante os termos do art. 59 da


Constituição brasileira, as seguintes normas estão compreendidas no regular
processo legislativo:

A ) resoluções e decretos
medidas provisórias e estatutos
B)
leis programáticas e leis delegadas.
C)
leis programáticas e leis delegadas.
D)

leis complementares e leis suplementares.


E) .
12 . (SENADO FEDERAL-FGV- Analista Legislativo 2008) Não constitui princípio básicos do
processo legislativo:

a nulidade de qualquer decisão que contrarie norma regimental.


A)

a preservação dos direitos das minorias


B)
a impossibilidade de tomada de decisões sem a observância do quorum regimental
C ) estabelecido.

a análise valorativa do conteúdo das leis e do procedimento de sua elaboração.


D)
a publicidade das decisões tomadas, com exceção dos casos específicos previstos no
E ) Regimento.

13 (SENADO FEDERAL-FGV- Analista Legislativo 2008)O processo legislativo prevê uma


variedade de atos normativos que devem ser elaborados segundo os seus ditames, dentre os
quais figura o Decreto Legislativo. Sobre o referido instrumento normativo, avalie as
afirmativas abaixo:
I. A iniciativa é exclusiva do Senado Federal.
II. O projeto deve ser votado nas duas Casas Parlamentares e apresentado à sanção
do Presidente da República.
III. Cabe ao Presidente do Senado Federal a promulgação e a publicação.
IV. O quorum de votação para aprovar o Decreto Legislativo é de maioria simples.
V. Inexistem limites de matéria para inclusão no corpo do Decreto Legislativo.

Estão corretas apenas as afirmativas:

A) III e IV.

B) I e IV.

C) II e V.

D) II e IV.

E) I e III.

14.(SENADO FEDERAL-FGV- Técnico Legislativo 2008) O processo legislativo


confere aos cidadãos poder de iniciar o processo legislativo. Trata-se da lei
de iniciativa popular. Consoante o texto constitucional, tal projeto deve
preencher os seguintes requisitos:
A) subscrição de um por cento do eleitorado nacional, distribuído por pelo
menos cinco estados e com pelo menos três décimos por cento dos eleitores em cada
um deles.

B) subscrição de, no mínimo, de um milhão de eleitores, divididos por dez estados


da federação, proporcionalmente.
C) subscrição de dez por cento do número total de eleitores do país, divididos por, no
mínimo, vinte estados da federação, em proporcionalidade.

D) subscrição de cinco por cento do eleitorado nacional, distribuído por, pelo menos,
quinze estados, e cinco décimos de eleitores por estado.

E) subscrição de vinte por cento do eleitorado nacional, distribuído por dez estados
sem limite por cada estado.

15. (SENADO FEDERAL-FGV- Analista Legislativo 2008) Após o Presidente da


República remeter ao Congresso o projeto de lei orçamentária:
I. cabe às comissões permanentes o exame da matéria, sendo desnecessária a
instituição de comissão temporária;
II. será lido o projeto em sessão conjunta, especialmente convocada, até quarenta e
oito horas após a entrega;
III. o projeto será apreciado por Comissão mista e pelas comissões permanentes;
IV. o parecer do relator da Comissão Mista deverá fazer referência expressa ao ponto
de vista expendido pela Comissão Permanente; V. poderão ser realizadas sessões
conjuntas entre comissões permanentes do Senado e da Câmara, para discutir o
orçamento.

Analise os itens acima e assinale:

A) se somente os itens I e II estiverem corretos.

B) se somente os itens II, III, IV e V estiverem corretos.

C) se somente os itens I, III e IV estiverem corretos.

D) se somente os itens II, IV e V estiverem corretos.

E) se somente os itens IV e V estiverem corretos.

16. (SENADO FEDERAL-FGV- Analista Legislativo 2008) Analise as


afirmativas a seguir:
I. A iniciativa popular em matéria de lei federal está condicionada à manifestação de
pelo menos um por cento do eleitorado nacional, que deverá estar distribuído em no
mínimo cinco Estados, exigida em cada um deles a manifestação de três décimos por
cento de seus eleitores ( Constituição, art. 61, § 2º ).
II. Os Tribunais detêm competência privativa para propor a criação de novas varas
judiciárias. Compete privativamente ao Supremo Tribunal Federal e aos Tribunais
Superiores propor a criação ou extinção dos tribunais inferiores, bem como a
alteração do número de membros destes, a criação e a extinção de cargos e a fixação
de vencimentos de seus membros, dos juízes, inclusive dos tribunais inferiores, dos
serviços auxiliares dos juízos que lhes forem vinculados, e a alteração da organização
e da divisão judiciária
( Constituição. arts. 96, I, "d", e 96, II e alíneas ).
III. A disciplina sobre a discussão e instrução do projeto de lei é confiada,
fundamentalmente, aos Regimentos das Casas Legislativas. O projeto de lei aprovado
por uma casa será revisto pela outra em um só turno de discussão e votação. Não há
tempo prefixado para deliberação das Câmaras, salvo quando o projeto for de
iniciativa do Presidente e este formular pedido de apreciação sob regime de urgência (
Constituição, art. 64, § 1º ).

Assinale:

A) se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas.

B) se apenas as afirmativas I e III estiverem corretas.

C) se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas.

D) se todas as afirmativas estiverem corretas.

E) se nenhuma afirmativa estiver correta.

17.(ESAF 2010) Em relação ao processo legislativo, assinale a opção correta.

A) A Câmara dos Deputados tem iniciativa privativa de lei para fixação da


remuneração de seus servidores, mas tal ato legislativo deve necessariamente ir à
sanção do Presidente da República.

B) O projeto de lei de iniciativa popular com assinaturas de 1% (um por cento) de


eleitores distribuídos pela maioria absoluta dos estados-membros pode veicular
matéria reservada a lei complementar.

C) Tratado internacional incorporado ao direito interno brasileiro não pode conter


norma concessiva de isenção tributária de imposto estadual porque violaria a
autonomia do estado-membro.

D) As emendas parlamentares apresentadas a projeto de lei enviado pelo Presidente


da República, em tema de sua privativa iniciativa, não precisam ter pertinência
temática com o que constava do texto originalmente encaminhado ao Legislativo.

E) Lei ordinária não pode revogar lei complementar editada antes da Constituição de
1988.

18 Acerca do processo legislativo brasileiro vigente, marque a única opção


correta.
A) A medida provisória, após a submissão e aprovação pelo Congresso
Nacional, poderá ser alterada por lei ordinária. Entretanto, a matéria por ela abordada
não poderá ser objeto de outra medida provisória na mesma sessão legislativa.

B) Lei ordinária que regulamentou matéria atribuída pela Constituição à lei


complementar é formal e materialmente inconstitucional, independentemente de
apreciação e julgamento pelo Supremo Tribunal Federal.

C) É possível a revogação, por lei ordinária, de norma formalmente inserida em lei


complementar, mas que não esteja materialmente reservada a essa espécie normativa
pela Constituição.

D) Não é possível a adoção de medida provisória na regulamentação de artigo da


Constituição cuja redação tenha sido alterada por meio de emenda constitucional.
E) A lei delegada será elaborada pelo Presidente da República, em razão de delegação
do Congresso Nacional. Editada a norma, com extrapolação de seus limites, resta ao
Poder Legislativo suscitar a inconstitucionalidade perante o Supremo Tribunal Federal,
haja vista não mais possuir competência para sustar o ato normativo.

19 Sobre o processo legislativo das leis ordinárias, complementares e


delegadas, assinale a única opção correta.
A) As normas gerais para organização do Ministério Público dos Territórios
podem ter por origem projeto de lei de iniciativa do Presidente da República ou de
membro do Congresso Nacional.

B) Não pode haver projeto de lei de iniciativa popular sobre matéria reservada pela
Constituição para lei complementar.

C) A Constituição Federal não permite emendas a projeto de lei de iniciativa do


Presidente da República.

D) Havendo emendas, na Casa revisora, ao texto do projeto de lei aprovado pela


Casa iniciadora do processo legislativo, caberá à Casa iniciadora enviar o projeto de lei
à sanção do Presidente da República.

E) Um projeto de lei de iniciativa do Supremo Tribunal Federal terá sua discussão e


votação iniciada no Senado Federal.

20. Sobre processo legislativo, marque a única opção correta.


A) A lei destinada a estabelecer as normas gerais para organização do Ministério
Público dos Estados é de iniciativa privativa do Presidente da República.

B) É vedado o aumento de despesa, prevista no projeto de lei de orçamento anual,


por meio de emenda apresentada por Parlamentar durante o processo legislativo
desse projeto de lei no Congresso Nacional.

C) Majoração do imposto sobre operações de crédito, câmbio e seguro, ou relativas a


títulos ou valores mobiliários, feita por meio de medida provisória, por força de
disposição constitucional, só produzirá efeitos no exercício financeiro seguinte se a
medida provisória houver sido convertida em lei até o último dia do exercício
financeiro em que foi editada.

D) Se a proposta for aprovada pelo quorum qualificado estabelecido no texto


constitucional, a emenda à Constituição será promulgada pela Mesa do Congresso
Nacional, em sessão conjunta, com o respectivo número de ordem.

E) Nos termos da Constituição, é fase obrigatória do processo legislativo das leis


delegadas a apreciação do projeto, elaborado pelo Presidente da República, pelo
Congresso Nacional, que sobre ele deliberará em sessão única, vedada qualquer
emenda.

21. No que diz respeito ao processo legislativo, marque a única opção


correta.
A) De acordo com as regras constitucionais relativas ao processo legislativo das
medidas provisórias, elas terão, sempre, eficácia pelo período máximo de cento e
vinte dias, contados da data de sua edição.

B) A matéria constante de projeto de lei rejeitado ou havido por prejudicado não


pode ser objeto de novo projeto na mesma sessão legislativa.

C) A sanção tácita de um projeto de lei se dá quando, no prazo de quinze dias


corridos, contados da data do recebimento do projeto de lei, o presidente da
República não o sanciona nem o veta.

D) A delegação ao presidente da República, pelo Congresso Nacional, de autorização


para elaborar uma lei delegada terá a forma de Resolução do Congresso Nacional e
poderá determinar que o presidente da República submeta o texto do projeto à
apreciação do Congresso Nacional.

E) As leis complementares serão aprovadas, em cada Casa Legislativa, por maioria


absoluta dos votos válidos manifestados pelos parlamentares da Casa, durante a
votação da matéria.

22. (CESPE 2010) Assinale a opção correta quanto ao processo legislativo


devidamente estabelecido na CF.

A) No que se refere a leis delegadas, se a resolução determinar a apreciação do


projeto de lei pelo Congresso Nacional, este a fará em votação única, sendo vedada
qualquer emenda.

B) A CF poderá ser emendada mediante proposta de um terço das assembleias


legislativas das unidades da Federação, mediante a maioria relativa de seus membros.

C) Não será objeto de deliberação a proposta de emenda tendente a abolir a forma


republicana de governo.

D) É vedada a edição de medidas provisórias sobre matéria relativa a direito civil.

E) Decorrido o prazo de quinze dias para o exame do projeto de lei aprovado pelo
Congresso Nacional, o silêncio do presidente da República importará veto, em razão
da impossibilidade de ocorrer sanção tácita.

23. (CESPE 2009-OAB) Considerando as normas constitucionais sobre


processo legislativo, assinale a opção correta.

A) A iniciativa das leis complementares e ordinárias cabe a qualquer membro da


Câmara dos Deputados ou do Senado Federal. As comissões permanentes de ambas
as casas podem discutir e votar projetos de lei que dispensarem a competência do
plenário, mas não têm o poder de apresentar tais projetos para dar início ao processo
legislativo.

B) A emenda à CF será promulgada, com o respectivo número de ordem, pelo


presidente do Senado Federal, na condição de presidente do Congresso Nacional. Se a
promulgação não ocorrer dentro do prazo de quarenta e oito horas após a sua
aprovação, as mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal deverão fazê-lo.

C) São de iniciativa privativa do presidente da República as leis que disponham sobre


o aumento de remuneração dos cargos, funções e empregos na administração direta e
autárquica.

D) A iniciativa popular de lei pode ser exercida pela apresentação, à Câmara dos
Deputados ou ao Senado Federal, de projeto de lei subscrito por, no mínimo, 1% do
eleitorado nacional, distribuído, pelo menos, por cinco estados.

24. A respeito de espécies normativas, assinale a opção correta.

A) A proposta de emenda constitucional deve ser discutida e votada em cada casa do


Congresso Nacional, em dois turnos, e será considerada aprovada se obtiver, em
ambos, três quintos dos votos dos respectivos membros e for promulgada após a
respectiva sanção presidencial.

B) Segundo posicionamento do STF, não gera inconstitucionalidade formal a emenda


parlamentar a projeto de lei de iniciativa de tribunal de justiça estadual que importe
aumento de despesa, já que apenas em proposta de iniciativa do chefe do Poder
Executivo a CF veda a apresentação de emenda parlamentar que implique aumento de
despesa.

C) A medida provisória aprovada pelo Congresso Nacional com alterações é


transformada em projeto de lei de conversão e deve ser promulgada pelo presidente
do Senado, independentemente de sanção ou veto do presidente da República.

D) O decreto legislativo é espécie normativa destinada a dispor acerca de matérias de


competência exclusiva do Congresso Nacional e deve ser, obrigatoriamente, instruído,
discutido e votado em ambas as casas legislativas, no sistema bicameral.

E) As resoluções constituem atos normativos secundários que dispõem acerca da


regulação de determinadas matérias do Congresso Nacional não inseridas no âmbito
de incidência dos decretos legislativos e da lei.

25 Acerca do processo legislativo brasileiro, assinale a opção correta.

A) Segundo a CF, emenda constitucional disporá sobre a elaboração, redação,


alteração e consolidação das leis.

B) A CF prevê a hipótese de iniciativa popular, que pode ser exercida pela


apresentação, à Câmara dos Deputados, de projeto de lei subscrito por, no mínimo,
10% dos eleitores de qualquer estado da Federação.

C) As medidas provisórias perderão a eficácia, desde a edição, se não forem


convertidas em lei no prazo de trinta dias a contar de sua publicação, devendo o
Congresso Nacional disciplinar as relações jurídicas dela decorrentes.

D) A reedição, na mesma sessão legislativa, de medida provisória que tenha sido


rejeitada ou que tenha perdido sua eficácia por decurso de prazo será permitida
apenas uma vez, por igual período.

E) O procurador-geral da República tem competência para propor projeto de lei


ordinária ou complementar.
26 (CESPE 2009 – Promotor de Justiça) No que diz respeito ao processo
legislativo, assinale a opção correta.

A) A CF pode ser emendada por proposta de assembleia legislativa de uma ou mais


unidades da Federação, manifestando-se cada uma delas pela maioria relativa de seus
membros.

B) A iniciativa das leis delegadas cabe a qualquer membro ou comissão da Câmara


dos Deputados ou do Senado Federal, na forma e nos casos previstos na CF.

C) O parlamentar dispõe de legitimação ativa para suscitar, por meio de mandado de


segurança, o controle incidental de constitucionalidade pertinente à observância, pelo
Parlamento, dos requisitos que condicionam a válida elaboração das proposições
normativas, enquanto essas se acharem em curso na casa legislativa a que pertença
esse parlamentar; no entanto, se a proposta legislativa for transformada em lei,
haverá a perda do objeto da ação e a perda da legitimidade ativa do parlamentar.

D) As emendas constitucionais não podem ser objeto de declaração de


inconstitucionalidade, visto que não existe, no sistema brasileiro, a possibilidade de
normas constitucionais inconstitucionais.

E) A proposta de emenda constitucional deve ser discutida e votada em cada casa do


Congresso Nacional em dois turnos, considerando-se aprovada, se obtiver, em ambos,
três quintos dos votos dos respectivos membros. A casa na qual tenha sido concluída
a votação deve enviar o projeto de emenda ao presidente da República, para que
este, aquiescendo, o sancione.

OBS: O gabarito será disponibilizado no dia 07 de outubro ou em outra data que o


grupo julgar conveniente.

Bom Simulado a todos! 04/10/2010


Raphael Alves

Você também pode gostar