Você está na página 1de 7

Questão 1 (PC MG 2008 – Acadepol).

O número de ocorrências registradas das 12 às


18 horas em um dia do mês de janeiro, em uma delegacia do interior de Minas Gerais, é
dado por f(t) = – t² + 30t – 216, em que 12 ≤ t ≤ 18 é a hora desse dia. Pode-se afirmar
que o número máximo de ocorrências nesse período do dia foi

A) 0

B) 9

C) 15

D) 18

Resolução:

Temos que a função quadrática f(t) = – t² + 30t – 216 tem como gráfico uma parábola
com a concavidade para baixo (a é menor que 0).

Assim sendo, o t que faz a função ser máxima é justamente o t do vértice, que pode ser
calculado utilizando a fórmula abaixo:

t(v) = -b/2a = -30/2(-1) = 15

Logo, t = 15 horas foi o momento de maior número de ocorrências.

Como já sabemos o momento de maior ocorrência, vamos agora calcular t(15):

t(15) = – 15² + 30.15 – 216 = -225 + 450 – 216 = 9 ocorrências.

Obs: Outra opção seria calcular o y do vértice pela fórmula yv = – Δ/4a.

Resposta: B

Questão 2 (CFO PM ES 2013 – Exatus). Uma agência de viagens vende pacote


turísticos coletivos com destino a Fortaleza. Um pacote para 40 clientes custa R$
2000,00 por pessoa e, em caso de desistência, cada pessoa que permanecer no grupo
deve pagar mais R$ 100,00 por cada desistente do pacote de viagem. Dessa forma, para
que essa agência obtenha lucro máximo na venda desse pacote de viagens, o número de
pessoas que devem realizar a viagem é igual a:
Resolução:

Sendo x a quantidade de pessoas, o preço total é dado pela quantidade de pessoas vezes
o preço por pessoa, que é 2000 mais 100 por desistente.

C(x) = x(2000 + 100(40 – x))

C(x) = x(2000 + 4000 – 100x)

C(x) = x(6000 – 100x)

C(x) = 6000x – 100x²

Temos uma função do segundo grau.

Vamos calcular as raízes:

6000x – 100x² = 0

60x – x² = 0

x(60 – x) = 0

Assim, x = 0 ou x = 60

Como em nossa função o valor de a = -100 < 0, o gráfico é uma parábola para baixo,
portanto possui valor máximo, e é exatamente o valor entre as raízes 0 e 60, portanto o
valor máximo ocorre quando x = 30.

Resposta: 30 pessoas

Questão 3 (PM ES 2013 – Exatus). Assinale a alternativa correta:

a) O gráfico da função y = x² + 2x não intercepta o eixo y.

b) O gráfico da função y = x² + 3x + 5 possui concavidade para baixo.

c) O gráfico da função y = 5x – 7 é decrescente.

d) A equação x² + 25 = 0 possui duas raízes reais e diferentes.


e) A soma das raízes da função y = x² – 3x – 10 é igual a 3.

Resolução

a) FALSA: Uma parábola sempre intercepta o eixo y.

b) FALSA: O valor de a = 1 >0. Concavidade para cima.

c) FALSA: O valor de a = 5 > 0. Crescente.

d) FALSA: Nenhum número Real elevado ao quadrado fica negativo.

e) VERDADEIRA

Lembrando da fórmula da soma das raízes:

Soma = -b/a = -(-3)/1 = 3

Resposta: E

Questão 4 (PM ES 2013 – Funcab). Dada a função quadrática f(x) = -2.x² + 4.x – 9, as
coordenadas do vértice do gráfico da parábola definida por f(x), é:

A) V = (-7; 1)

B) V = (1; -7)

C) V = (0; 1)

D) V = (-7; 0)

E) V = (0; 0)

Resolução:

Considerando que trata-se de uma função quadrática, vamos utilizar a fórmula do x do


vértice:
xv = -b/2a = -4/2(-2) = 4/4 = 1

Para calcular o y, basta utilizar x=1:

y = -2.1 + 4.1 – 9 = -2 + 4 – 9 = -7

Clique aqui para assistir a resolução

Resposta: B

Questão 5 (PM ES 2013 – Funcab). Uma festa no pátio de uma escola reuniu um
público de 2.800 pessoas numa área retangular de dimensões x e x + 60 metros. O valor
de , em metros, de modo que o público tenha sido de, aproximadamente, quatro pessoas
por metro quadrado, é:

A) 5 m

B) 6 m

C) 8 m

D) 10 m

E) 12 m

Resolução:

A área de um retângulo é calculada multiplicando-se a base pela altura.

Temos:

Área = x.(x + 60)

Área = x² + 60x

Como existem 2800 pessoas e queremos 4 pessoas por m²:


4.(x² + 60x) = 2800

4x² + 240x = 2800

4x² + 240x – 2800 = 0

Dividindo todos os membros por 4:

x² + 60x – 700 = 0

Utilizando as fórmulas de soma e produto:

Soma das raízes = -b/a = -60

Produto das raízes: c/a = -700

É fácil observar que as raízes são 10 e -70. Como x representa medida, descartamos o -
70, e a resposta será 10 m.

Resposta: D

Questão 6 (PM Acre Soldado 2012 – Funcab). Determine o valor de x que provoca o
valor máximo da função real f(x) = -x² + 7x – 10.

A) 3,5

B) – 2

C) 0

D) 10

E) – 1,5

Resolução:

Como temos uma função quadrática, vamos achar as raízes pelo método de soma e
produto:
a = -1, b = 7, c = -1

Soma = -b/a = -7/-1 = 7

Produto = -10/-1 = 10

Dois números cuja soma é 7 e o produto é 10. As raízes são 2 e 5.

O valor máximo (pois a é negativo) é a média das raízes:

(2 + 5)/2 = 7/2 = 3,5

Resposta: A

Questão 7 (PM Acre Músico 2012 – Funcab). Sabendo que uma função quadrática
possui uma raiz igual a -2 e que obtém seu valor máximo quando x = 5, determine o
valor da outra raiz dessa função.

A) 3

B) 7

C) 10

D) 12

E) 15

Resolução:

Basta sabermos o valor de x que faz a função quadrática ter um valor máximo é a média
aritmética das raízes:

Considerando que as raízes são -2 e k, e que a média deles é 5, temos:

(-2 + k)/2 = 5

-2 + k = 10

k = 10 + 2

k = 12
Resposta: D

Questão 8 (PM Pará 2012). Uma empresa criou o modelo matemático L(x)=-
100x²+1000×-1900 para representar o lucro diário obtido pela venda de certo produto,
na qual x representa as unidades vendidas. O lucro máximo diário obtido por essa
empresa é igual a:

a) R$600,00

b) R$700,00

c) R$800,00

d) R$900,00

e) R$1.000,00

Resolução:

Como temos uma função do segundo grau, onde a é negativo, basta calcularmos o y do
vértice, pois este será o máximo da função:

Pela fórmula:

y do vértice = – Δ/4a

Vamos primeiro calcular o valor de Δ:

Δ = b² – 4.a.c = 1000² – 4.(-100).(-1900) = 1000000 – 760000 = 240000

yv = -Δ/4a = -240000/4.(-100) = 240000/400 = 600

Resposta: A