Você está na página 1de 2

Metodologia Cientifica, UNESP/ Tupã

Profª Dra. Priscilla Ayleen Bustos Mac Lean

ORGANIZANDO A INFORMAÇÃO:
FICHAMENTO

Como afirma Severino (2002, p.36) “o saber constitui-se pela capacidade de


reflexão no interior de determinada área. A reflexão, no entanto, exige domínio de uma
série de informações.” Essas informações só se podem adquirir através da documentação
ou FICHAMENTO. A documentação de tudo que for julgado como importante e útil em
função dos estudos e do trabalho profissional deve ser feita ou transcrita em fichas ou
através de um editor de texto (computador).
O fichamento pode ser realizado por meio de três formas de documentação:
documentação temática, bibliográfica e a documentação geral, servindo de um arquivo
bibliográfico, que dará embasamento para seus trabalhos. Portanto, essa forma de
registro constitui um valioso recurso de estudo, e apresenta formatos específicos para
que a prática de fichamento seja eficaz. O fichamento, não só, mas é também uma forma
de estudar e assimilar criticamente as melhores ideias do texto e temas de sua formação
acadêmico-profissional (MEDEIROS, 2000).
Conforme Medeiros (2000), um fichamento completo deve apresentar os seguintes
dados:
1. Indicação bibliográfica – mostrando a fonte da leitura (cf. ABNT)
2. Resumo – sintetizando o conteúdo da obra. Pode adotar esquema ou texto.
3. Citações – apresentando as transcrições significativas da obra.
4. Comentários/Apreciação – expressando a compreensão crítica do texto, baseando-
se ou não em outros autores e outras obras.
5. Ideação – colocando em destaque as novas ideias que surgiram durante a leitura
reflexiva.

SUGESTÃO DE FICHAMENTO

Indicação bibliográfica (conforme as normas da ABNT)


1ª parte: apresentação objetiva das ideias do autor
1 – Resumo (pode ser textual ou baseado no esquema)
2 – Citações (entre aspas e páginas)

2ª parte: elaboração pessoal sobre a leitura


1 – Comentários (parecer e crítica)
2 – Ideação (novas ideais/ propostas para seu trabalho de pesquisa...)

Fichário - não é mais do que o espaço no qual você armazena, classificadamente, as


fichas produzidas por seus fichamentos, seja por meio de temáticas, autores, entre
outros. Essa é uma organização pessoal do seu registro.

MEDEIROS, João Bosco. Redação científica: a prática de fichamentos, resumos, resenhas. São Paulo:
Atlas, 2000.
SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. São Paulo: Cortez, 2002.
FICHA DE LEITURA

NOME(S): Data:

Disciplina: Turma:

Referência da obra:

Resumo:

Citações:

Interpretação pessoal:

Ideias: