Você está na página 1de 287

Tara Sivec

At the Stroke of Midnight


Naughty Princess Club #1
Disponibilização Liz

Tradução: Monica A, Cristina O, Regina , Margarida

Revisão inicial: Barbara, Ana Catarina

Revisão final: Andréa S

Conferencia: Liz

Formatação: Eva

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Era uma vez Cynthia , a dona de casa perfeita. Entre ser

o presidente da Associação de pais e professores e manter sua casa


imaculada sem cabelos (ou suas pérolas) fora de lugar, sua vida é um
sonho realizado. Seu marido o cavaleiro de armas brilhantes, mas agora
ele fugiu com todo seu dinheiro ... e a babá.

Vestida como uma princesa na festa anual de Halloween na


Fairytale Lane, ela encontra outras duas “princesas” que também
enfrentam problemas de dinheiro: a dono da loja de antiguidades Ariel e
a bibliotecária Isabelle. Quando as mulheres são convidadas a vestir seus
trajes para uma festa onde são confundidas com strippers, Cindy, Ariel e
Belle percebem que uma mudança de carreira pode ser a melhor canção
mágica para resolver seus problemas de dinheiro.

Mas a estruturada Cindy pode abordar um poste de stripper sem


higienizar com lencinhos umedecidos? E o anti príncipe de olhos azuis que
atravessa o caminho feliz de Cindy? Stroke of Midnight é uma história
hilariante e empolgante, onde as princesas podem se salvar enquanto
matam em saltos estiletes.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Prólogo

Ao fechar os olhos, tomo algumas respirações profundas e


calmantes, enquanto estou atrás de uma cortina de veludo preto na
área mal iluminada dos bastidores. Uma música erótica que não
reconheço toca no clube do outro lado da cortina, o baixo pesado
batendo faz a música vibrar através do meu corpo.

“Você consegue fazer isso. É como se você estivesse praticando.


Feche seus olhos e finja que está apenas dançando em seu quarto,”
sussurro para mim mesma.

“Você normalmente tem mais de uma centena de completos


estranhos em seu quarto assistindo você tirando sua roupa enquanto
dança uma música horrível dos anos 80?”

Minha conversa é interrompida e meus olhos abrem para


encontrar minha amiga Ariel que está ao meu lado nos bastidores.
Ainda é estranho chamá-la de minha amiga, considerando que alguns
meses atrás, não desejaria nunca falar com ela, e muito menos
conhecê-la. Mas, ela é uma das razões pela qual estou aqui no
momento, me preparando para fazer algo que nunca pensei fazer.
Claro, é uma maneira incomum de tornar seus sonhos realidade, mas
todos devem começar em algum lugar.

“Aceitei seu conselho e escolhi outra música. Mas só para que


você saiba, 'Eternal Flame' dos Bangles não é uma canção horrível dos
anos oitenta. ‘É essa queima, uma chama eterna’ é uma letra linda e
apaixonada,” discordo com ela, minha voz subindo para ser ouvida
sobre as vaias, assobios e palmas acontecendo do outro lado da cortina,
quando a mulher que entrou antes de mim termina sua performance.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Se está queimando eternamente, provavelmente é clamídia,”
Ariel debocha.

“Esta é a sua ideia de conversa para animar?”

“Você precisa de uma conversa para animar?” Ariel pergunta,


com um olhar confuso em seu rosto.

“Nós nos conhecemos?!” Grito histericamente. “Você acha que


isso é algo sobre o qual estou cem por cento confiante? Sinto-me
doente. Talvez essa não seja uma boa ideia. Não acho que tenho prática
suficiente.”

Começo a me afastar da cortina quando ela se estende e agarra


meu braço para impedir que eu corra tão rápido quanto posso fora
desse palco e fora deste clube.

“Você já teve prática suficiente. Você finalmente soltou seus


cabelos, literal e figurativamente,” ela me lembra enquanto tento
passar meus dedos através dos meus longos cabelos loiros, que ela
recentemente me convenceu a colocar mechas caramelo e que foi
enrolado e puxado e cai em meus ombros e meio caminho pelas minhas
costas. “Aqui é onde o seu futuro começa, querida. Bem aqui. Neste
palco. Este é o lugar onde você pega sua vida de volta e dá um gigante
foda-se a essa confusão do seu ex-marido. E aquele pedaço quente de
carne de homem lá fora na plateia, que não tem ideia do que está
prestes a bater nele.”

Meus olhos começam a queimar quando se enchem de lágrimas,


e rapidamente seguro de volta antes de arruinar o delineador de olho
de gato e perfeitos cílios falsos que ela me aplicou no vestiário há uma
hora.

“Essa é a coisa mais doce que você disse pra mim,” digo a ela
com um suspiro.

“Basta pensar: em vez de ter aquela pole gigante em sua bunda,


você a terá na palma das suas mãos e irá balançar sobre ela em cerca
de quarenta e cinco segundos,” diz com um sorriso malicioso.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“E então você vem e arruína tudo completamente,” murmuro com
uma sacudida da minha cabeça, respiro fundo e me afasto para
enfrentar as cortinas novamente.

“Você vai ficar bem. São dois minutos e trinta e cinco segundos
de sua vida. Terá acabado antes de você saber,” ela me assegura com
um tapinha nas costas.

“Preciso das minhas toalhas Clorox1,” murmuro nervosamente,


trazendo uma mão na minha boca mastigando nervosamente a minha
unha.

Ela chega na minha mão e revira os olhos.

“Você não precisa de suas toalhas Clorox. Esse poste está limpo.
Ehh. Você sabe o que? Não pense na pole e em todas as vaginas que
giraram antes de você está noite. Pense em como será libertador. Pense
sobre o seu negócio. Nosso negócio. Pense em ser independente e pagar
suas próprias contas e bater o homem ‘quente-como-bolas’ na plateia,
que provavelmente perderá sua cabeça quando ver você entrar naquele
palco,” ela diz balançando as sobrancelhas.

“Eu não vou... fazer isso com ele,” respondo com indignação,
mesmo que apenas o pensamento de estar nua em uma cama com
aquele homem me faz sentir toda quente e formigando.

“Por amor de Deus, você pode dizer a palavra transar. Deus não
vai matar um gatinho se você disser a palavra transar. E você vai bater
esse homem como uma porta de tela em um furacão. Especialmente
quando ele olhar você nessa roupa,” ela afirma, me olhando de cima
abaixo. “Bem, a roupa que você tem embaixo dessa coisa.”

Dou um segundo para me olhar e sorrir. Ele me disse para nunca


mais usar este traje novamente, e fiz isso apenas para irritá-lo. E para
ver o olhar no seu rosto quando tirar. Não sou a puritana que ele pensa
que sou. Posso mudar. Posso ser sexy e extrovertida e fazer algo
completamente ultrajante e fora da minha zona de conforto.

“Posso fazer isso,” afirmo com um aceno de cabeça.

1
Toalhas antissépticas.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Inferno, sim, você pode!” Ariel aplaude, bate seu ombro contra
o meu. “Apenas não tropece e caia em sua cara nesses saltos
ridiculamente altos. Cair e bater seu rosto no palco não é quente.”

Olho para ela, e Ariel levanta as mãos e começa a se afastar.

“Você consegue isso. Agite sua bunda e faça a mamãe ganhar um


pouco de dinheiro!” Ela grita antes de desaparecer ao redor de um canto
para sair na plateia e me animar.

“Vamos dar uma grande rodada de aplausos a Tiffany! Temos um


presente extra especial para vocês. Prepare seu dinheiro, amigos. Direto
do castelo, procurando por seu próprio Príncipe Encantado, é a princesa
mais quente que você conhece! Juntem as mãos para Cinderela!”

Deixo escapar uma respiração longa e lenta, agarro a cortina de


veludo e aperto, colo um sorriso no rosto e ignoro as borboletas batendo
em meu interior enquanto faço meu caminho no palco.

Posso fazer isso.

Vou sair e mostrar a todos que é possível que uma dona de casa
faça algo de si mesma. Mesmo que tenha que fazer isso sendo uma
stripper.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 1:
Encontre um emprego e pague pela herpes

Três meses antes...

Meus dedos distraidamente brincam com o fio de pérolas em


volta do meu pescoço enquanto olho no jardim em frente fora da janela
da cozinha, coloco minha cabeça para o lado e adiciono mentalmente
chamar o paisagista na minha lista-de-tarefas quando vejo algumas
ervas daninhas que aparecem por cima do adubo preto. Nosso jardim
sempre foi o mais bonito e bem cuidado da rua sem saída de Fairytale
Lane, e isso simplesmente não faz com que ervas daninhas apareçam
por todo lado. O que os vizinhos vão pensar?

Fairytale Lane está localizada em uma área que a maioria das


pessoas da cidade se refere como “a área rica.” Lindas casas grandes e
jardins em uma rua sem saída, onde é seguro para as crianças brincar
e andar de bicicleta porque o único tráfego vem das pessoas que moram
aqui. Bem, além da época de Natal, quando as casas de todos estão
decoradas, e as pessoas de toda a cidade passam para ver as luzes e
tentam vislumbrar as janelas, imaginando o que é viver em uma casa
tão grande e bonita, em uma rua tão maravilhosa. Na verdade, há uma
lista de espera para morar aqui. Os pedidos estão empilhados com um
quilômetro de altura, e a associação do proprietário passa cada um por
um pente de dentes fino sempre que uma casa está à venda, o que não
acontece com muita frequência. Uma vez que você vive em Fairytale
Lane, você não pode imaginar tal perfeição em qualquer outro lugar.

De repente, percebo que chamar o paisagista também significa


pagar o paisagista, e minha pele explode com um suor frio. Meus dedos
deixam cair as pérolas enquanto levo uma mão trêmula para ajustar a

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
pequena moldura preta ao lado da pia, que deve estar quebrada, de
modo que não está voltada para o leste, como todas as outras molduras
da casa.

“Cynthia, você me ouviu?”

O som de uma voz aguda ecoa pela cozinha e me faz pular,


derrubando o quadro completamente.

“O que é esse som? Está tudo bem?”

Mantendo um profundo suspiro de aborrecimento para mim


mesma porque como diz minha sogra enraizada em mim há muito
tempo, uma senhora nunca deve ficar com um cenho franzido ou ser
grosseira com qualquer um, arrumo o quadro e pego meu telefone no
balcão enquanto me afasto da janela para olhar a ilha grande, branca,
coberta de mármore, no meio da cozinha espaçosa.

O balcão é branco, os armários são brancos, o chão é branco e


as paredes são pintadas de branco, assim como o resto da casa, com
alguns pedaços de cores aqui e ali em pinturas penduradas nas
paredes e almofadas na mobília. O branco está associado à luz e ao
bem, e é considerado a cor da perfeição. É exatamente o que queria
quando Brian comprou esta casa e me disse que poderia decorá-la da
maneira que eu quisesse, desde que não usasse cores ou qualquer
coisa que não fosse elegante.

“Tudo está bem, Caroline. E sim, ouvi você. Acabei de assar o


último dos cupcakes, e estou me preparando para congelá-los assim
que esfriarem,” falo com minha vizinha, que está no viva voz. Ela não
está passando meu nervoso em tudo, me chamando dez vezes por dia
todos os dias durante a semana passada para ter certeza de que tudo
estará pronto para a festa do Dia das Bruxas que temos todos os anos
em nossa rua.

“E você os fez sem glúten, livre de nozes, sem trigo e com açúcar
leve, certo? Você sabe que tivemos aquele problema com a mãe de
Corbin Michaelson durante a festa de Halloween no ano passado,
quando ela descobriu que os cookies que estávamos servindo tinha
glúten, e atualmente há quatro crianças na rua com alergia a nozes
e....”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Caroline, eu entendi isso.” Corto, colando um sorriso no meu
rosto mesmo que ela não possa me ver enquanto mantenho o telefone
em uma mão e começo a reorganizar os dois centos de cupcakes
esfriando no balcão de uma forma mais uniforme, com a outra mão.
“Sou a presidente dos pais e professoras e presidente da associação de
proprietários. Planejei e executei com êxito centenas de eventos nos
últimos treze anos desde que compramos esta casa, incluindo nossa
festa anual de Halloween. Sempre entendi isso.”

Ouço Caroline suspirar através da linha e percebo que ela nunca


aprendeu a etiqueta apropriada de manter sua calma quando está
frustrada.

“Eu sei disso, é só... Você ficou um pouco distraída ultimamente,


o que aconteceu com Brian e tudo,” ela diz suavemente.

Minhas mãos se movem mais rápido ao longo do balcão,


organizando os cupcakes em linhas retas e perfeitas, e solto uma risada
pequena e nervosa.

“Eu lhe disse, tudo com Brian está bem. Ele tem viajado muito
com o trabalho recentemente e é por isso que não conseguiu assistir a
nenhuma das funções comigo. Ele estará em casa em breve e tudo
voltará a ser normal e perfeito, como sempre.”

Percebo que estou caminhando e rapidamente aperto minha


boca, pisco meus olhos rapidamente para impedir que as lágrimas que
juntaram neles caíam em minhas bochechas.

Uma senhora nunca mostra suas emoções.

Uma senhora também nunca deve mentir, mas, nas


circunstâncias, é melhor assim. Tenho que acreditar que Brian estará
em casa em breve. Talvez tudo não volte ao jeito que era, mas dizer a
todos a verdade apenas nos faria ficar mal. Neste ponto, a minha
reputação é tudo o que tenho, e não há nenhuma maneira em que
possa prejudicá-la alimentando o moinho de fofocas nesta cidade.
Passei muito tempo para me tornar a mãe perfeita, a esposa perfeita, a
cabeça perfeita de todas as organizações com as quais entrei em
contato e mantendo a casa perfeita que é a inveja de todos nesta rua,
para deixar que algo destrua isso. Brian literalmente me arrancou do

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
parque de trailers. Ele me levou de uma casa onde nunca sabia quando
minha próxima refeição seria, me libertou de uma madrasta que fazia
a minha vida miserável e irmãs que constantemente tentavam dar um
aumento no departamento da miséria. Ele me liberou da prisão e me
entregou o mundo em um prato de prata. Literalmente.

Quando ele me pediu em casamento, colocou um anel de noivado


vintage da Tiffany e Co. prata, oval, em uma armação de prata. Fico
cega por coisas brilhantes, e o luxo que nunca em um milhão de anos
imaginei seria meu com apenas um estalar dos meus dedos ou um
deslize de um cartão preto da Amex. Tinha tanto medo de perder tudo
e ser forçada a voltar para aquele parque de trailers com meu rabo
entre as pernas, que durante anos fiz tudo o que pude para ser o que
Brian queria. Tive lições de etiqueta com sua mãe, e passei todo
momento do nosso casamento imitando-a, sendo perfeita e elegante
como ela e ignorando os sinais que estavam bem na minha frente.
Ignorando o fato de Brian ter a emoção de resgatar a donzela em perigo,
e uma vez que parei de ser a garota que precisava que fosse seu
cavaleiro de armadura brilhante, ele parou de me querer.

Ouço uma batida na porta da frente, acabo rapidamente com a


ligação com Caroline, prometendo que vou encontrá-la na rua amanhã
à tarde para começar a preparar a festa com cupcakes isentos de
glúten, sem nozes, sem trigo, sem açúcar, perfeitamente cobertos com
glacê isento de glúten, sem nozes, sem trigo e sem açúcar.

Um borrão de preto corre pela porta da cozinha, e deslizo meu


telefone no bolso frontal do avental branco que cobre meu vestido azul-
pálido, os saltos dos meus sapatos azul-pálido correspondentes batem
contra o azulejo branco italiano enquanto corro para a entrada e saio
no vestíbulo.

“Anastásia, você está atrasada.”

O borrão preto chega a uma paragem na base da escada com as


costas para mim, seus olhos pesados, preto-carvão, ainda estão
pesados quando ela lentamente se vira para mim.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Eu lhe disse, é Ásia agora. E tinha uma merda para fazer,”
minha filha de treze anos murmura com um suspiro, deslizando suas
mãos nos bolsos frontais de seus jeans pretos e justos.

“Linguagem, jovem senhora!” Eu a repreendo, cruzo meus braços


na minha frente enquanto agito minha cabeça para ela e tomo algumas
respirações profundas e calmantes. Uma senhora nunca grita ou faz
uma cena, mesmo na privacidade de sua própria casa. “Você tem um
armário cheio de roupas de cores brilhantes; não entendo por que você
insiste em usar sempre o preto.”

Decido não discutir com ela sobre essa tolice de Ásia. Espero que
seja uma fase, assim como toda essa coisa de roupa preta. Vai passar.
Nos duas estamos sob muito estresse ultimamente, e sei que tem que
ser a principal razão pela qual ela está testando tanto minha paciência.
Você deve escolher suas batalhas com os adolescentes. Infelizmente,
parece que recentemente, tudo entre nós acaba em desacordo. Pelo
menos, ela não tocou nos lindos e longos cabelos loiros. Mesmo que
use sempre o meu puxado para trás em um coque baixo na nuca e ela
deixa o dela pendurado em uma bagunça disforme ao redor de seus
ombros e pelas costas, é a única coisa que parece termos em comum
nos dias de hoje.

“Eu insisto em usar preto porque é a cor da minha alma,” ela diz.
“Nós terminamos aqui?”

Ela nem me dá tempo para responder antes de virar as costas


para mim e subir as escadas para o segundo andar. Assim que ouço a
porta do quarto fechar, meus braços caem ao meu lado e meus ombros
cedem.

Gostaria de poder dizer que não sei o que aconteceu com minha
doce e amorosa garotinha. Ou que não tenho ideia de quando foi o
momento exato que ela se transformou em uma adolescente malcriada
que sempre parece que vai a um funeral. Mas sei o momento exato até
o segundo. Seis meses, quatorze dias e três horas atrás. Foi o momento
em que meu mundo caiu ao meu redor e tive que trabalhar demais para
manter a fachada de uma vida perfeita com uma família perfeita em
uma casa perfeita em uma rua perfeita, chamada Fairytale Lane.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Esta é apenas uma pequena colisão na estrada, Cynthia. Você
superou o pior e você também conseguirá isso,” sussurro, dando uma
conversa rápida enquanto viro e volto para a cozinha com a cabeça
erguida para começar a fazer a cobertura dos cupcakes. Paro para
arrumar e endireitar um vaso de flores de cristal na pequena mesa
lateral no vestíbulo ao lado da entrada da cozinha. “Um lugar para tudo
e tudo no seu lugar.”

Era o que minha sogra sempre costumava dizer, e agora, depois


de tantos anos ouvindo sua voz na minha cabeça com cada decisão que
faço, é impossível remover isso.

Qualquer dia, Brian vai voltar para casa, e os últimos seis meses
acabarão por ser um horrível pesadelo. Não vou mais me preocupar
com a forma como vou pagar as contas, ou como vou continuar a fingir
que tudo está bem sem perder minha sanidade, ou passar outra noite
sem dormir, me perguntando como cheguei a esse ponto. Consegui
enganar as pessoas por muito tempo, dizendo-lhes que Brian está
extremamente ocupado viajando pelo trabalho, em vez de dizer-lhes a
verdade mortificante. Posso fazer um pouco mais. As coisas não podem
piorar. Alcancei o fundo do poço e não há nenhum lugar para ir, apenas
para cima.

Dou um passo para trás e sorrio para o buquê de flores de hibisco


azul que escolhi esta manhã, que agora está no meio da mesa em vez
de fora do centro, dou alguns passos em direção à cozinha quando a
campainha toca.

Alisando minhas palmas contra o lado da minha cabeça para ter


certeza de que não tenho o cabelo fora do lugar, ando até a porta e abro
com um sorriso no meu rosto. O sorriso ameaça vacilar quando vejo
quem está de pé na minha frente.

“Yo,” a divorciada deslumbrante e ruiva que se mudou para


Fairytale Lane há sete meses me cumprimenta com um aceno de
cabeça.

Ainda não tenho ideia de como seu pedido foi aprovado para se
mudar para esta rua. Foi processado quando estava ocupada
presidindo uma festa no zoológico local e ainda não estou feliz com a

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
associação de proprietários deixar isso passar sem a minha última
palavra.

“Perdoe-me?” Respondo, meu sorriso ainda firmemente no lugar,


mesmo que eu queira bater à porta em seu rosto.

Uma senhora nunca bate à porta em um convidado. Mesmo que


essa convidada seja bem-dotada e usa um top apertado mostrando
muito desses dotes e, como dizem os rumores, apenas se mudou para
Fairytale Lane para arrumar um novo marido para pagar por um
novo... levantamento de dotes e injeções para os lábios vermelhos já
cheios.

“Eu disse yo. É uma saudação. Uma espécie de olá, ou o que se


passa, idiota. Mas esse último é apenas para amigos, e não somos
amigas, então imaginei que yo era a aposta mais segura,” ela diz com
um encolher de ombros.

“Posso ajudá-la com alguma coisa?” Pergunto, querendo acabar


com essa conversa rapidamente, antes que algum dos vizinhos veja
essa... pessoa na minha porta.

“Fico feliz que você perguntou Cindy!” Ela canta alegremente,


estende a mão na frente de seu top e puxa um pedaço de papel dobrado
do seu decote antes de segurá-lo para mim.

Faço uma careta, dou um passo atrás do papel que ela está
empurrando para mim, recusando a tocar algo o que estava enterrado
entre os recursos que ela exibe para Deus e todo o bairro ver.

“Meu nome é Cynthia, não Cindy,” eu a informo, ainda


recusando a pegar o papel de suas mãos.

“O que quer que seja,” ela murmura com um rolar de olhos, não
muito diferente de Anastásia momentos atrás. “E meu nome é Ariel,
não destruidora de lares ou prostituta ruiva. Eu sei que todos vocês
intrometidos nesta rua não tem nada melhor para fazer com seu tempo
do que fofocas sobre mim desde que me mudei, e isso só vai adicionar
combustível ao fogo, mas não me importo.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Estremeço em sua linguagem grosseira, e meus olhos se dilatam
quando ela se aproxima de mim na porta, desdobrando o papel em suas
mãos enquanto entra no meu espaço pessoal.

Não tenho escolha senão agarrar o papel quando ela bate


grosseiramente contra meu peito.

“O que no mundo...” Murmuro com uma voz chocada, afastando


o papel do meu peito enquanto encaro a mulher de pé na minha frente.

“Essa é uma conta do médico, Cindy. Diga a esse mentiroso,


escória, pedaço de jumento que você chama de marido, que ele me deve
duzentos e quarenta e cinco dólares pelo teste, setenta e cinco dólares
pela prescrição, e se ele pode contorcer seu corpo o suficiente,
realmente quero que vá se foder,” Ariel anuncia, soltando um grande
suspiro enquanto se afasta de mim, vira o rosto para o céu, fecha seus
olhos e sorri. “Uau, isso me parece bom. Melhor do que eu pensava.
Estive queimando incenso por uma semana, três sucos de limpeza e
frequentei sete aulas de hot ioga, e nada é melhor do que tirar isso do
meu peito. Obrigada, Cindy. Você é um pêssego.”

Com isso, Ariel se vira e começa a andar pelos degraus,


deixando-me na porta com a boca aberta, perguntando o que diabos
acabou de acontecer.

Sacudo meu estupor, corro para fora da entrada e desço os


degraus atrás dela.

“Com licença! Você pode explicar o que exatamente você está


falando e o que meu marido tem a ver com isso?” Grito atrás dela, meus
pés parando quando vejo uma mulher andando pela calçada em nossa
direção. O sinal sonoro de um carro que está sendo trancado, força
meu olhar para longe dela, percebendo um homem que nunca vi neste
bairro antes. Ele está de pé no meio da rua ao lado de uma caminhonete
preta com sua chave na mão, olhando diretamente para mim. Seus
olhos azuis penetrantes fazem arrepios em meus braços, e quase
esqueço por que estou de pé no meio do meu quintal até notar um
sorriso no rosto. Esse sorriso é o que me impede de apreciar qualquer
coisa sobre a covinha que posso ver em sua bochecha, ou quão bem ele
pode preencher uma calça preta e uma camisa de botão branca.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Eu não posso acreditar que apenas gritei por meu gramado
dianteiro como uma mulher não refinada sem maneiras.

Afasto minha cabeça do homem rude que ainda continua


olhando para meu lado, tiro ele de meus pensamentos antes de
começar a fazer a matemática de quanto tempo faz desde que um
homem me olhou assim ― ligeiramente divertido e se perguntando
como posso parecer sem minha roupa. Dou a mulher em pé, que não
reconheço, um aceno tremulo e um sorriso enquanto ela abaixa a
cabeça para o livro que está segurando em suas mãos e continuo me
movendo de novo até conseguir estar com Ariel.

“Perdoe-me, mas você pode me dizer o que está acontecendo?”


Pergunto de novo, desta vez em voz baixa.

Ariel finalmente para de andar e se vira para me encarar,


apontando para o papel agora amassado ainda apertado em minha
mão.

“Tudo está na conta, Cindy. Agradeça a Brian pela herpes. Acho


que o que acontece em Fairytale Lane nem sempre fica em Fairytale
Lane. Estou certa, ou não estou certa?” Ela ri, me dando um leve golpe
no braço.

Meu corpo balança para o lado e pequenos flashes de luz fluem


no limite da minha visão. A última coisa que vejo antes de desabar no
chão do meu jardim é um monte de ervas daninhas nos pés de Ariel,
que sei que nunca mais poderei me permitir remover. Enquanto a
escuridão assume o controle, mentalmente adiciono encontrar um
emprego e pagar pela herpes na minha lista de tarefas, percebendo que
ISTO deve realmente ser o fundo do poço.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 2:
Tropeço e caio no seu pênis

“Talvez ela tenha um aneurisma cerebral. Espere, não. As pessoas


não morrem com isso?”

“Os aneurismas cerebrais rompidos são fatais em apenas


quarenta por cento dos casos. Mas não acho que seja um aneurisma.
Sua respiração está bem, e seus batimentos cardíacos regulares.”

O som abafado das vozes que não reconheço penetra no meu


ouvido e percebo que devo ter deixado a televisão ligada quando fui
dormir. Tento desligar do barulho e voltar a dormir, mas não adianta.
Isso simplesmente não se acalma.

“Você é como uma enciclopédia ambulante. Diga-me outro fato


aleatório.”

“A mulher média usa sua altura em batom a cada cinco anos.”

“Oh-meu-Deus! Eu só quero empurrar isso no bolso e levar para


as festas!”

Percebendo que não vou dormir em breve, abro os olhos


lentamente, piscando para focar enquanto olho para as lâmpadas no
lustre acima da minha cabeça.

Por que estou no chão olhando para o lustre na sala de estar?

Uma cabeça de repente se move sobre mim em minha linha de


visão, bloqueando a luz. Cortinas de cabelos longos e ondulados caem
ao redor do meu rosto, e um rosto que infelizmente é reconhecível sorri
para mim.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Ela está viva!”

Meus olhos se arregalam, e rapidamente forço os braços e as


pernas contra o tapete para me afastar de lá até que possa me levantar
de joelhos.

“O que diabos você está fazendo na minha casa?” Pergunto a


Ariel com raiva quando ela senta casualmente com as pernas cruzadas
no meio da minha sala de estar. Então percebo que há alguém sentado
ao lado dela.

Uma morena de aparência petrificada com as pernas puxadas


para o peito e os braços envoltos nelas traz uma mão para o rosto e usa
o dedo indicador para empurrar os óculos de aro preto até a ponte do
nariz.

“E quem é você?! Por que você está na minha casa?” Grito,


percebendo que soo como uma pessoa insana, mas incapaz de me
ajudar. Acabo de acordar no chão da minha sala de estar com a vadia
da rua e uma estranha olhando para mim.

“Calma, louca. Isabelle estava caminhando quando você


desmaiou no gramado, e com a ajuda de um lindo cavaleiro de
armadura brilhante que estava de pé na rua, nós carregamos sua
bunda para casa. Você deve agradecer-nos,” Ariel explica.

“Aquele homem que estava de pé na rua, está na minha casa?!


Você deixou um homem estranho me tocar?!” Grito, sem me importar
com o decoro agora.

“Você age como se eu tivesse te dopado e o deixei ter seu caminho


com você,” Ariel reclama com um rolar de olhos. “Ele viu você cair como
uma tonelada de tijolos e merda sagrada, nunca vi alguém se mover
tão rápido. Saltou sobre um arbusto e pegou você antes que pudesse
cair de cara na grama. O que eu devia fazer? Puxar uma faca sobre ele
e dizer-lhe para soltar você? Ele foi um cavalheiro perfeito. Que cheira
delicioso, posso acrescentar. Ele continuou insistindo para chamarmos
o 911, mas disse que você estava bem, apenas provavelmente grávida,
e nós cuidaríamos bem de você.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Ela ri da sua própria piada enquanto estou ocupada tentando
não entrar em pânico que o primeiro encontro que tenho com um
homem bonito, embora intrometido, em meses aconteceu no momento
que estava inconsciente.

“Você disse que estou grávida? Por que você faria algo assim?!”

E por que me importo se ele acha que estou grávida? Ele é um


estranho. Alguém que nunca mais verei.

“Você preferia dizer a ele que desmaiou porque acabei de lhe dizer
que seu ex-marido de merda me passou herpes, o que o levaria a
acreditar que você tem herpes? Sério, esses favores que estou fazendo
para você hoje, e nem me agradece,” Ariel resmunga, segurando um
dos cupcakes descongelados da cozinha e dando uma enorme mordida
nele. “Além disso, esses cupcakes tem gosto de merda de cavalo. Acho
que você esqueceu de adicionar açúcar. Farinha. E manteiga. E
praticamente tudo o que vai em um cupcake que traz alegria às
pessoas. Você realmente deve pensar em oferecer melhores lanches
para os hóspedes.”

Inclino-me para a frente, tirando o cupcake da sua mão.

“Estes NÃO são lanches e você NÃO é uma convidada! Eu não


lhe dei permissão para entrar na minha casa OU ir em busca de lanche.
E para sua informação, estes são cupcakes sem glúten e trazem muita
alegria para a vida das pessoas,” argumento.

“Que merda está falando?” Ariel murmura em confusão.

“Sem glúten significa que exclui uma mistura de proteínas


encontradas no trigo e grãos relacionados, incluindo cevada, centeio e
aveia,” fala a estranha morena, enquanto empurra seus óculos, que
deslizam novamente pelo nariz, de volta para onde eles pertencem.

“Ela não é apenas a coisa mais linda que você já viu? Quero
adotá-la,” Ariel diz, lançando um sorriso radiante para a mulher
sentada ao lado dela.

“Eu sou Isabelle Reading, a propósito. Moro virando a esquina.


Você tem uma linda casa.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
A mulher estende sua mão para mim e não tenho outra escolha,
porque não quero ser grosseira, apesar de ser uma estranha sentada
em minha casa, eu a balanço.

“Obrigada. E obrigada pela sua ajuda durante o meu... episódio.


É um prazer conhecê-la, Isabelle.”

Quando nossas mãos soltam, ela olha para Ariel.

“Eu acho que você deve pedir desculpas e dizer a ela o que você
fez,” Isabelle fala calmamente.

“Mas é muito divertido vê-la perder sua cabeça. Ela é como um


brinquedo louco, apenas girando por aí até que chega a uma parede,”
Ariel responde.

Isabelle suspira e acena com a cabeça em minha direção.

“Ugggghh, bem. Você é fofa, mas é um zumbido de morte,” Ariel


reclama, revirando os olhos antes de me olhar. “Seu marido não me
passou herpes. Dei a conta do médico que fiz no Photoshop e acabei de
dizer isso para te dar uma saída. Achei que você sabia o que aquele
saco de merda mentiroso estava fazendo, por isso começou a espalhar
boatos sobre mim pela vizinhança.”

Minha boca cai aberta em estado de choque antes de perceber o


quão deselegante devo parecer e fecho rapidamente.

“Então, você não dormiu com meu marido?” Pergunto aliviada.

“Ah não. Eu transei totalmente com ele. Mas em minha defesa,


foi assim que me mudei para cá e nos encontramos em um bar uma
noite. Ele me deu a história triste sobre como estavam se divorciando
porque você o estava enganando. Desculpa pelo cara. Eu até
compartilhei meus próprios problemas com aquele merda depois de
muitos copos de vinho. Uma coisa levou a outra, e acho que meio que
tropecei e cai no seu pênis.”

Meu coração está batendo tão rápido que tenho certeza de que
talvez esteja tendo um ataque cardíaco. Posso sentir meu rosto ficar
quente, e meu couro cabeludo formigando com suor.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Foi só uma vez, sete meses atrás, e foi insatisfatório na melhor
das hipóteses, deixe-me dizer. Não sei como aguentou aquele idiota de
duas bombas por todos esses anos, mas você deve louvar o bom senhor
que ele fugiu da cidade com sua babá,” Ariel conclui.

Começo a bater na minha testa, tentando lembrar como respirar.

Ariel se inclina para frente e pega o cupcake da minha mão que


nem percebi que estava usando para limpar o suor da minha testa.

“Eles têm gosto de merda, mas olhe para isso! Eles dobram como
lenços de suor!”

“Eu penso que concordamos que você diria a ela gentilmente,”


Isabelle diz.

“Isso foi gentil! O homem fugiu da cidade e não foi visto por seis
meses. Ela sabe que ele estava pegando a babá. Jesus, todos sabiam
que ele estava pegando a babá,” Ariel murmura.

“Ele não fugiu da cidade! Está fora a negócios!” Argumento


freneticamente, tentando o meu melhor para pegar os pedaços da
minha vida, que pensei que tinha bem controlada até que foram
vomitados por toda a minha de sala de estar.

“Ele roubou dinheiro da companhia do seu próprio pai e


provavelmente fugiu do país com uma mulher-criança que costumava
cuidar do bebê para você.”

Apenas a menção de Brittany, de vinte e um anos de idade que


conheço desde os treze anos ― a contratei para ficar com Anastásia
quando tinha cinco anos e Brian e eu tivemos que ir a um evento da
Associação de pais e professores ― me faz sentir doente. Para não
mencionar o fato de que uma mulher que mal conheço, de quem não
gostava antes de saber que ela dormiu com meu marido, conhece
inteiramente detalhes íntimos sobre minha vida. A vida que tentei tão
duro manter intacta, para não deixar o que Brian fez arruinar de
alguma forma.

“Brian não roubou dinheiro do Castle Creative, isso é


simplesmente absurdo,” respondo com um ar indignado, cruzando

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
meus braços na minha frente, dando o máximo que posso para impedir
que minha vida se desfaça.

Eu me recuso a ser aquela garota do parque de trailers


novamente, e forçar o caminho através deste pesadelo é a maneira de
fazer isso, então que seja assim.

Brian era o diretor criativo no negócio de seus pais desde que se


formou na faculdade. Castle Creative é o seu orgulho e alegria, uma
empresa que fabrica camas feitas sob encomenda. Tanto quanto quero
fingir que Brian nunca faria algo tão baixo e nojento, tenho centenas
de mensagens de voz dos meus sogros no meu telefone, afirmando o
contrário. Eles querem saber onde ele está. Exigem que eu diga a eles
onde o dinheiro está. Eles pensam que realmente sabia sobre ele os
roubar por anos, e não vão me deixar sozinha até obterem respostas.

Entre na fila.

“Ohhhhh, entendi. Você está em negação, não é? Podemos seguir


em frente e saltar para a parte da raiva? Realmente gostaria de ajudá-
la a incendiar suas roupas no gramado da frente ou algo igualmente
terapêutico,” Ariel diz.

“Você sabe que estimam que cerca de sessenta por cento dos
indivíduos casados comete infidelidade?” Isabelle diz, me dando um
olhar tímido enquanto encolhe os ombros. “Desculpa. Eu leio muito.
Tenho tendência a lançar um monte de fatos inúteis quando estou
nervosa.”

“Não estou em negação, e não estamos queimando nada no


gramado da frente,” digo a Ariel, ignorando Isabelle.

“Baby, está tudo bem. Todo mundo sabe.”

Tiro a mão de Ariel quando ela estende para tentar me bater no


ombro.

“Ninguém sabe nada, você não faz ideia do que está falando e
não me chame de baby.”

Ariel suspira, levanta do chão e estende a mão para Isabelle


ajudá-la.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Isso a ajuda dormir à noite, mas estou lhe dizendo, todos sabem.
Andar em torno e fingir que não é verdade e dizer às pessoas que ele
está fora a negócios é apenas estúpido. Você parece estúpida. Entenda
isso. Mantenha sua cabeça erguida. Ele é o único fodido, não você. Você
não tem absolutamente nada para se envergonhar. Bem, além dessa
pilha de monstruosidades que você chama cupcakes na cozinha,” Ariel
diz com uma sacudida de sua cabeça quando se move em direção à
entrada com Isabelle diretamente em seus calcanhares.

“Não preciso de conselhos. Especialmente de você.”

Ariel faz uma pausa, virando-se lentamente para me encarar. O


sorriso sarcástico e o brilho brincalhão em seus olhos de momentos
atrás substituídos por dentes cerrados e os olhos frios e duros de raiva.

“Claro que não. Porque sua vida é tão perfeita, certo? E daí se o
seu marido te traiu. Caras trapaceiam. Você não é a primeira mulher a
ser fodida por um homem, e você certamente não será a última. Engula
isso e pare de sentir pena de si mesma. Você não sabe nada sobre
problemas reais, sentando-se aqui em sua grande casa elegante,
olhando as pessoas e julgando-as.”

Não me movo enquanto as vejo desaparecer virando o canto e


entrando no vestíbulo, Isabelle me dá um pequeno sorriso e acena
enquanto sai. Ouço a porta da frente se abrir e fechar e deixo minha
cabeça em minhas mãos, engolindo minhas lágrimas.

Ela está mentindo. Ela deve estar mentindo.

Mas e se não estiver? E se todos realmente sabem a verdade?


Sabem que minha vida não é tão perfeita como levo todos a acreditar.
Sabem que Brian não só roubou seus pais, mas que pegou todos os
últimos centavos que guardamos durante nosso casamento, deixando-
me com absolutamente nada, além de um pequeno punhado de cartões
de crédito que estão perigosamente próximos de ser estourados após
seis meses de uso para pagar contas e colocar comida na mesa. Quem
é ela para me dizer que não sei nada sobre problemas reais?

Passei os últimos treze anos como esposa e mãe, atendendo às


pessoas que amo, fazendo tudo para todos sem pensar um segundo em
mim. Não tenho trabalho, não tenho dinheiro, e não tenho habilidades

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
comercializáveis, além de organizar as vendas de bolos da Associação
de pais e professores e as festas de rua do Halloween.

Saio do chão, abro as mãos na frente do meu vestido azul pálido


antes de arrumar o avental em volta da minha cintura e marcho para
a cozinha com determinação.

Vou congelar os cupcakes que não são monstruosidades,


organizar todas as decorações de Halloween, chamar os vizinhos e me
certificar de que se lembrem dos itens de comida que eles concordaram
em trazer quando tivemos nossa reunião de bairro no mês passado, e
vou ignorar tudo o que Ariel disse. Não estou em negação. Estou
fazendo o que posso para manter minha vida e a da minha filha junta,
e isso significa negócios como sempre. Eu não preciso de uma mulher
louca que diz que dormiu com meu marido me dando bons conselhos.
Não vou incendiar nada, como uma cidadã de classe baixa. Uma hora
na presença de Ariel e quase deixo sua má influência esfregar-se sobre
mim. É ruim o suficiente deixar alguns dos seus modos promíscuos
esfregarem-se comigo dando mais do que um segundo pensamento ao
estranho bonito da rua que me carregou em seus braços e me abraçou
perto daquele peito musculoso.

Pelo amor de Deus, Cynthia, uma senhora definitivamente não


deve ter esses tipos de pensamentos sobre um homem estranho que não
é seu marido!

Lembro-me quando estava grávida de apenas algumas semanas


de Anastásia, fiquei chateada e desmaiei na cozinha enquanto fazia o
jantar para Brian. Quando acordei, ele estava encostado no balcão com
o telefone no ouvido em uma ligação comercial. Nem me levantou do
chão. Quando me levantei e comecei a procurar por contusões ou
outras lesões, ele finalmente desligou o telefone e disse distraído,
“Desculpe, era uma chamada muito importante. Você parece estar bem
agora. A que horas o jantar estará pronto?”

Pegando a minha batedeira Kitchen Aid, começo a despejar todos


os ingredientes para a cobertura na tigela de inox, quando uma foto
emoldurada de Brian e eu no dia do casamento, que fica no meio da
ilha chama minha atenção. Penso no quão encantador ele era quando
o conheci.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Eu, dezoito anos de idade, trabalhava em dois empregos apenas
para poder pagar o aluguel em um prédio residencial degradado que
não era muito melhor do que o parque de trailers, e mal conseguindo.
E ele um sénior na faculdade com um fundo fiduciário que me encheu
de presentes e jantares em restaurantes sofisticados que nunca
imaginei em toda a minha vida pisar. Como ele entrou no posto de
gasolina onde eu era caixa nos finais de semana para abastecer e pegar
um pacote de chiclete, e me convidou para um encontro antes de eu
terminar de atendê-lo. Como ele me tirou dos meus pés e prometeu me
dar o mundo, tirar os meus problemas e me fazer esquecer meu
passado.

Como fiquei grávida com seis meses do nosso relacionamento e


tive que desistir dos meus sonhos de fazer algo substancial com a
minha vida, mesmo que não soubesse o que era na época. Como
coloquei minha vida em espera para criar nossa filha enquanto ele
trabalhava por longas horas, aprendendo tudo sobre a Castle Creative.
Como o deixei derrubar continuamente minha ideia de ir para a
faculdade para ter um diploma, uma vez que Anastásia tinha idade
suficiente, porque dizia que cuidar da casa deveria ser minha
prioridade. Em cada vez que me inscrevi para outra instituição de
caridade, organização ou evento, porque não conseguia lidar ficando
sozinha em casa o dia inteiro, uma vez que Anastásia estava na escola
em tempo integral, ele chamava todo o trabalho pesado e estressante
que fazia de “passatempos fofos.” Em cada vez que o questionava
quando chegava em casa cheirando com o perfume de outra pessoa, ou
nem chegava em casa, ele me dizia que estava sendo dramática e
insegura.

Como cheguei em casa há seis meses e encontrei um envelope


contendo papéis de divórcio na mesa do vestíbulo, e sua cômoda e seu
lado do armário completamente vazios. E como nem sequer me importei
que ele não ligou desde aquele dia, pelo menos fazendo um esforço para
chegar a sua própria filha durante esse tempo.

O que ele não fez.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
O que significa que estou presa neste limbo de tentar não me
importar e me importar muito com um homem que nos deixou sem um
segundo olhar.

Abaixando os batedores, ligo o interruptor na batedeira e um alto


som de zumbido enche a cozinha enquanto me inclino sobre o balcão e
pego o quadro olhando para o casal na foto.

Antes mesmo de pensar sobre o que estou fazendo, coloco o


quadro na tigela, os batedores rapidamente quebrando a madeira e o
vidro em uma cacofonia alta.

Giro o interruptor ao lado da batedeira para a velocidade mais


alta, cruzo meus braços e olho para a tigela com um sorriso no meu
rosto, me perguntando se há um pacote de fósforos em qualquer lugar
nesta casa e percebo que gosto da influência que Ariel tem em mim.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 3:
A vida é uma porcaria. Os homens realmente não prestam.

“Deve haver algum erro. Passe novamente. Sei que há algumas


centenas de dólares disponíveis no cartão,” digo ao caixa no
supermercado, abaixando minha voz e olhando nervosamente por cima
do meu ombro, completamente mortificada que alguém que conheça
possa me ver.

A mulher que está fazendo o registro me dá um sorriso simpático


e passa o cartão de novo, estremecendo antes de me entregar
novamente.

“Eu sinto muito. Ainda está dizendo que recusou. Você tem outro
cartão que podemos tentar, ou talvez apenas dinheiro?” Pergunta
suavemente.

Eu já lhe dei todos os meus três cartões de crédito, e cada um


deles voltou com a mesma mensagem. Sinto lágrimas nos meus olhos
enquanto procuro na minha bolsa por dinheiro, sabendo muito bem
que não vou encontrar nada mais do que alguns dólares e um pequeno
punhado de moedas lá, longe do suficiente para pagar pelos
mantimentos atualmente colocados no final da esteira.

“Me desculpe, eu...” Minhas palavras param na minha garganta,


e uma lágrima escorre dos meus olhos caindo em minhas bochechas
enquanto continuo a procurar na minha bolsa, apenas para me dar
algo para fazer, então não preciso olhar para cima e ver a pena no rosto
da caixa.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Cindy, você está aí! Estou procurando por você em toda a loja.
Você deixou seu dinheiro cair no meu banco da frente quando fomos
para o café esta manhã.”

Ao levantar a cabeça, me encontro cara a cara com a única


pessoa que definitivamente não quero que testemunhe esse momento
humilhante.

Ariel sorri para mim e me dá uma piscadela enquanto empurra


um punhado de notas no caixa.

“Juro que você perderia sua própria cabeça se não estivesse


presa ao seu corpo.” Ariel ri como se fosse a coisa mais engraçada que
já disse.

“Não preciso do seu dinheiro,” sussurro enquanto o caixa tira o


dinheiro da mão de Ariel e fecha a minha compra.

Na verdade, preciso do dinheiro dela, mas é humilhante admitir


isso em voz alta, especialmente para ela. A mulher que dormiu com
meu marido e conhece todos os meus segredos.

“Pare de reclamar,” Ariel diz em voz baixa com um enorme sorriso


no rosto apontado para a caixa.

A mulher entrega a Ariel seu troco, e ela me empurra para a


saída, agarrando minhas sacolas e diz ao caixa para ter um bom dia.

Assim que saímos, Ariel me entrega as sacolas e faço tudo o que


posso para olhar em qualquer lugar, exceto no rosto dela. Nunca senti
essa vergonha na minha vida inteira. Quero correr para o meu carro e
me trancar dentro para que possa sentar lá e chorar, mas não posso
fazer meus pés se moverem.

“Por que você fez isso?” Sussurro, fungando enquanto arrumo as


sacolas em meus braços e olho para meus pés.

Ariel é a última pessoa que esperaria fazer algo tão agradável


para mim, especialmente depois do jeito que a tratei desde que ela se
mudou, e a maneira como me comportei quando esteve na minha casa
ontem à noite.

“Ele pegou tudo quando saiu, não foi?” Pergunta em voz baixa.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Quero odiar essa mulher, considerando que ela dormiu com meu
marido, mas se o que disse na noite passada é verdade, ele também a
enganou. Talvez não tanto quanto me machucou e me traiu, mas tanto
quanto odeio admitir isso, significa que temos algo em comum.

Aceno com a cabeça em vez de falar, com medo de que, se abrir


a boca, vou me quebrar em lágrimas logo na frente do supermercado.

Ariel suspira, cruza os braços na frente dela, chutando uma


pedra da borda da calçada com a ponta de seus chinelos.

“Sinto muito. E sinto muito por essa merda que disse ontem à
noite sobre como você não saber nada sobre problemas reais.” Ela me
diz com um encolher de ombros.

Ela muda nervosamente de um pé para o outro enquanto olho


para o estacionamento, observando uma mulher idosa tentar parar em
um espaço de estacionamento para deficientes seis vezes sem bater no
carrinho de compras ao lado do local como se fosse a coisa mais
fascinante que vi.

“Não sei o que dizer,” murmuro, me sinto desconfortável e


estranha porque esta mulher e eu estamos tendo um momento,
enquanto o peso de todas as sacolas de compras penduradas em meus
pulsos faz os músculos dos meus braços queimarem.

“Apenas diga obrigada, como uma boa garotinha. Vamos, você


pode fazer isso,” ela brinca com uma risada.

“Obrigada,” respondo com os meus olhos. “Pagarei você de volta.”

Não sei exatamente como pagarei a ela, mas vou.

“Não se preocupe com isso. Vejo você hoje à noite na festa de


Halloween. Estou levando moonshine2, então tenha certeza de que você
está pronta para que aquela branquela seja desperdiçada!”

Ariel me dá um pequeno aceno enquanto se dirige para o


estacionamento, deixando-me de pé na calçada com meus
mantimentos. Meu primeiro instinto é dizer a ela que não foi convidada
para a festa de Halloween esta noite, mas rapidamente tenho minha
2
Tipo de bebida destilada.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
boca fechada antes que possa gritar para ela enquanto se apressa em
direção ao seu carro. Não quero mais ser a pessoa que me acusou de
ser ― alguém que se senta em sua casa julgando as pessoas.

***

Fairytale Lane foi fechada ao trânsito com algumas barricadas


bloqueando a entrada para a rua. Caroline e eu passamos toda a tarde
preparando mesas no centro da rua, cobrindo-as em toalhas laranja e
colocando decorações. A rua parece incrível, com luzes alaranjadas e
brancas penduradas em cada árvore ao longo da calçada e luminárias
com velas cintilantes que se alinham na calçada em todo o caminho
pela rua em ambos os lados.

Os vizinhos e suas famílias estão andando rindo, comendo e


passando um bom tempo enquanto caminho pelas mesas. Endireito os
pratos com produtos assados, reposiciono os recipientes cheios de
batata frita e alinho as Crock Pots aquecendo tudo de chili e rigatoni a
molho para nacho e chocolate do bolo de lava, certifico-me que as
placas que fiz descrevendo quais itens não são livres de glúten estão
na frente dos pratos apropriados.

Sorrio e aceno para os meus vizinhos, finjo uma felicidade que


certamente não sinto. Depois de chegar em casa do supermercado e
fazer uma chamada rápida para as empresas de cartão de crédito,
descobri que Brian cancelou todos os meus cartões de crédito. Quero
me trancar no meu quarto e me enrolar em uma bola na cama e chorar,
mas não consigo fazer isso. A festa deve continuar, e só tenho que
continuar sorrindo e acenando com a cabeça, esperando poder superar
isso sem me perder completamente. Não sei o que vou fazer. Não sei
como vou pagar a minha hipoteca, e certamente não sei como vou pagar
a Ariel de volta pelo dinheiro que me emprestou, e muito menos
comprar mais mantimentos quando acabar as coisas que comprei hoje.

“Cynthia, você está aí! Estive procurando por você. A rua parece
maravilhosa, como de costume. E sua roupa é adorável. Helen me disse
que você teve algum problema na mercearia esta tarde.” Minha vizinha

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Alexis caminha em minha direção com um sorriso conspiratório e para
ao meu lado, a franja de seu vestido preto dos anos 1920 balança em
torno dos seus joelhos.

Olho para o meu vestido de cetim longo, pálido, azul e branco


com destaques de tule com brilho, nervosamente movo meus dedos
sobre a gargantilha de veludo preto ao redor do meu pescoço antes de
alisar os lados do meu cabelo que está em um coque alto com uma
faixa azul em cima da minha cabeça e dou a Alexis um sorriso nervoso.

“Não tenho ideia do que você está falando. Você já experimentou


meus cupcakes sem glúten? Tive muitos elogios por eles esse ano.”
Aponto duas mesas para baixo, onde meus cupcakes, que
absolutamente ninguém tocou, estão empilhados em um prato em
forma de abóbora.

Alexis se aproxima e apoia a mão no meu antebraço.

“Helen disse que você estava tendo alguns problemas de dinheiro


e que a mulher imoral de algumas casas abaixo realmente ajudou você.
Isso é verdade?” Ela sussurra em voz alta, fazendo com que algumas
cabeças se voltem em nossa direção.

Sorrio desconfortavelmente e agito minha cabeça para as


pessoas olhando em nossa direção antes de me dirigir a Alexis.

“O nome dela é Ariel, e ela é uma mulher muito amável,” informo,


recusando-me a dignificar o comentário do problema-de-dinheiro com
uma resposta.

“Bem, Helen está muito preocupada quando viu você falar com
ela e disse algo sobre como ela pagou suas compras. Simplesmente não
pude acreditar nos meus ouvidos quando me disse isso. Eu disse, ‘Não
existe nenhuma maneira de Cynthia falar com aquela mulher, e muito
menos tirar dinheiro dela.’ A ideia é simplesmente absurda! Mas Helen
foi inflexível que viu tudo acontecer. Está tudo bem com Brian? Ele
perdeu seu emprego? Nunca perdeu uma das nossas festas de
Halloween, e estou tão preocupada com você, Cynthia. Você sabe que
pode me dizer qualquer coisa, certo?” Alexis pergunta, dando ao meu
braço um aperto suave.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
É incrível como Ariel me qualificar como crítica de repente me fez
ter consciência disso em outras pessoas. O sorriso no rosto de Alexis é
a coisa mais falsa que já vi, e seus olhos estão largos com curiosidade,
não preocupação. Sem mencionar o desgosto no rosto cada vez que
menciona Ariel. Isso me deixa fisicamente doente me perguntando
quantas vezes fiquei exatamente assim quando falava sobre Ariel, ou
qualquer outra pessoa sobre esse assunto.

Cerro meus dentes e continuo sorrindo para ela, sabendo que


certamente não posso dizer nada a essa mulher. Conheço Alexis desde
que ela e seu marido se mudaram para Fairytale Lane há nove anos.
Nós vamos às nossas reuniões semanais do clube de livros, ela está na
Associação de pais e professores comigo, sua filha tem a mesma idade
que Anastásia e sempre gostei da sua companhia quando reuníamos
as meninas. Eu a considerava uma amiga e alguém com quem poderia
conversar sobre quase tudo, mas de repente, parada aqui no meio da
rua, a ouvindo ela fingir estar preocupada comigo quando sei que só
quer que as fofocas se espalhem para os outros vizinhos, estou vendo
uma nova luz. Estou vendo da maneira que Ariel me vê. Como uma
intrometida arrogante que julga as pessoas. E não gosto disso.

“Tudo está bem, Alexis. Brian está fora da cidade por trabalho e,
boba, trouxe a bolsa errada comigo para o supermercado.” Minto
facilmente, desejando ter tido a coragem de dizer a essa mulher que
minha vida pessoal não é da sua conta.

“Querida, você pode ser sincera comigo, está tudo bem. As


pessoas falam e, bem... não parece que as coisas estão boas demais
para você agora,” Alexis diz com falsa simpatia.

A náusea floresce no meu estômago e aperto uma mão tremendo


e suada para acalmar meus nervos. Isso é exatamente o que não queria
― as pessoas falando e propagando rumores, mesmo que sejam
verdadeiros. Tenho vergonha de deixar algo assim acontecer. Que
deixei um homem que pensava amar se aproveitar de mim e me deixar
sem nada. Quero que um buraco abra no chão para me engolir inteira,
então não tenho que ficar aqui sabendo que todos estão falando sobre
mim pelas minhas costas e me fazendo parecer uma tola, incapaz de

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
fazer qualquer coisa, mas engulo porque não sou o tipo de mulher que
faria uma cena, embora queira desesperadamente.

“Ei, curiosa. Que tal você se importar com seu próprio negócio?”

Minha cabeça se desloca e meus olhos dilatam quando Ariel


aparece junto a nós, com um traje de sereia sexy, cintilante, com
lantejoula, vermelho e verde e aponta um copo vermelho para Alexis.

“Com licença?” Alexis pergunta com indignação, pressionando


uma mão sobre seu coração.

“Você me ouviu. Seu marido tem a profundidade de dez Martinis,


pronunciando suas palavras inarticuladamente e tentando tatear uma
sensação dos peitos falsos de Kathy Maben em sua fantasia de Mulher
Maravilha algumas casas abaixo. Que tal se preocupar com sua própria
merda em vez de ficar com o nariz em Cindy?” Ariel toma um gole do
copo enquanto ainda olha Alexis.

Alexis olha por cima do ombro e, com certeza, o marido, Bob,


está parado no pátio da frente de uma das casas dos nossos vizinhos e
tem a mão em direção ao peito de Kathy, seu corpo balançando de um
lado para o outro.

“Ei, Alexis, ouvi que Bob não tem boquetes suficientes em casa,
quer comentar sobre isso?” Ariel pergunta em alta voz, parando mais
do que algumas conversas entre as pessoas que nos rodeiam, enquanto
todos olham em nossa direção.

“Como você ousa?” Alexis grita e aponta o dedo para Ariel.

“Oh, eu me atrevo. Como se sente, querida, tendo alguém


arejando sua roupa suja para que todos possam ouvir?”

Alexis dispara a Ariel um olhar sujo antes de se afastar de nós e


apressadamente fazer seu caminho pela calçada para o marido. Ariel e
eu ficamos em silêncio e observamos quando se aproxima de Bob,
agarra seu braço e o afasta de Kathy.

“Eu não posso acreditar que você apenas fez isso,” sussurro,
olhando para Alexis quando ela para e se vira para encarar Bob e
começa a mexer o dedo no rosto dele, sua boca se movendo tão rápido

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
que só posso adivinhar qual tipo de discurso que está soltando sobre
ele agora mesmo.

“O boquete? Me desculpe por isso. Sei que ela é sua amiga, mas
é uma puta. Você pode dizer apenas olhando para ela que nunca teve
um pau em sua boca. Pobre Bob,” Ariel diz com um suspiro e um
movimento de sua cabeça.

“Não, não isso. Quero dizer, não posso acreditar que você tenha
me deixado assim.”

Ariel se vira para me encarar, pousando o quadril na mesa ao


nosso lado, fazendo com que um dos pratos de cookies derrame alguns
deles sobre a mesa. Rapidamente avanço e empurro de volta ao prato.

“Olha, podemos ter nossas diferenças, mas sei o que você está
passando, ok? Também fui fodida por meu ex-marido. Não é divertido.
Especialmente quando você mora nesta rua e está sob um microscópio
o tempo todo,” ela diz olhando diretamente para mim enquanto traz
uma mão para o prato de cookies e tira alguns deles da pilha que acabei
de fazer.

Com um bufo, os recupero e arrumo novamente.

“Seu ex te traiu com Deus sabe quantas mulheres e fugiu do país


com alguém quase metade da sua idade também?” Pergunto, dando
um passo para trás e admiro a linda e boa pilha de cookies.

“Meu ex é um artista em uma grande linha de cruzeiro. Nosso


casamento foi com o tema Fantasma da Ópera. Ele me enganou com
Deus sabe quantos homens. Provavelmente deveria ter visto isso
quando ele insistiu em cantar músicas de musicais na nossa recepção,”
ela me informa, alcançando e derrubando os cookies de volta ao prato.

“Você vai parar de mexer nos cookies?” Exijo, afastando-a da


mesa.

“Mas é tão divertido assistir você ficar chateada. Doce leite de


magnésia, você é anal. Aqui, beba isso,” Ariel exige empurrando seu
copo vermelho para mim.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“O que é?” Pergunto, tirando o copo da sua mão e olho para
dentro para encontrá-lo meio cheio de líquido transparente.

“Água. Apenas cale a boca e beba.”

Sentindo-me com bastante sede depois do que acabou de


acontecer com Alexis, e com meus nervos completamente disparados
sabendo que todos nesta rua saberão sobre isso nos próximos cinco
minutos, trago o copo para os meus lábios e viro, engolindo todo o
conteúdo ao mesmo tempo.

Assim que o líquido atinge minha garganta, a queima que sinto


faz meus olhos escorrerem, e me inclino na cintura, tossindo e pulando
enquanto Ariel me dá um tapa nas costas.

“Isso não é água!” Grito através da tosse batendo meu punho


contra meu peito.

“Não, é vodca com gelo. Mas o gelo derreteu, então, tecnicamente,


há água nisso,” Ariel diz com um encolher de ombros quando a queima
na garganta finalmente desaparece e posso respirar novamente.

“Ó meu Deus. Não posso ficar embriagada em torno dos meus


vizinhos e seus filhos,” digo, olhando nervosamente acima e abaixo da
rua e espero que ninguém me viu tomar um grande gole de vodca.

“Se alguém merece deixar seu cabelo solto e ficar bêbada, é você.”

“Por que você está sendo gentil comigo?” Pergunto-lhe


suavemente, o sussurro da conversa e do riso flutuando ao nosso redor.

“Eu lhe disse, estive onde você está. Jesus, ainda estou onde você
está, simplesmente escondo melhor. Pelo menos você não se casou com
um homem que, não importa o quão duro você tentasse, nunca a
acharia atraente ou a queria. Tente viver com isso para o resto de sua
vida,” diz Ariel, a confiança sempre brilhando em seu rosto
desaparecendo lentamente e um olhar de tristeza em seu lugar. “Você
sabe que possuía uma loja de antiguidades? Sou um tipo de
colecionadora quando se trata de merda antiga, e quando começou a
ocupar muito da nossa casa, o meu ex convenceu-me a abrir meu
próprio negócio e a vender as coisas. Eu amei. Cada minuto. Das
viagens na estrada para encontrar coisas mais legais, trabalhar dia e

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
noite na minha loja, adorei. Era minha, e estava orgulhosa disso. Mas
meu ex decidiu um dia fazer um cruzeiro fora do país e nunca mais
voltar. E como ele não faz merda nenhuma por dinheiro e meu negócio
estava indo muito bem, tinha que pagar essa pensão idiota. E perdi
meu negócio por causa disso. E agora tenho um mês antes de perder a
minha casa, e realmente não quero vender minhas antiguidades mais
do que já fiz. Elas são tudo o que tenho. Sei que são apenas coisas,
mas são minhas.”

Ariel afasta-se da mesa e acena a cabeça para mim.

“A vida é uma droga. Os homens realmente não prestam. Nós,


mulheres, precisamos ficar juntas. Você precisa aprender a não deixar
o que as pessoas pode incomodá-la e decidir o que quer fazer com sua
vida, e quero ajudá-la com isso. Quer dizer, eu meio que devo a você,
desde que dormi com seu marido e lhe disse que ele me passou herpes,”
ela diz com um encolher de ombros.

“Se você vai me ajudar, então é justo que eu também a ajude,”


digo a ela.

“Você vai me ajudar a aprender a andar com uma vara na minha


bunda o tempo todo? Porque tenho que lhe dizer, Cindy, isso não
parece muito divertido.”

Com uma sacudida da minha cabeça, pergunto como depois de


tão pouco tempo não estou mais horrorizada com as coisas que saem
de sua boca, pego o braço de Ariel e puxo para a extremidade oposta
das mesas de comida.

“Primeiro, vamos comer. Então, vamos encontrar um plano para


corrigir nossos problemas de dinheiro,” digo, pegando um prato que
entrego a ela.

“Bem. Mas você não se atreva a colocar um desses cupcakes com


gosto de merda de cavalo que você fez no meu prato, ou vou começar a
dar socos.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 4:
O seu bastão está a aparecendo de novo, idiota

“Quem diabos fez essas coisas? Elas têm gosto de merda.”

Olho pela mesa que estou ocupada arrumando, esperando Ariel


voltar com mais álcool e vejo um dos meus cupcakes ser jogado de volta
para a pilha. Com uma mordida tirada dele.

“Isso é nojento. Quem coloca um cupcake meio comido no prato


com o resto deles? Você tem alguma ideia de quão anti-higiênico isso...
é....?”

Minhas palavras correm com um gaguejar quando olho para


cima para ver quem fez algo tão ofensivo e encontro o homem que vi no
meio da rua outro dia. Aquele que veio em meu resgate sem hesitação
e ajudou Ariel e Isabelle a me levarem para casa. Ele está de pé do outro
lado da mesa, olhando-me de cima abaixo, o que causa novamente
arrepios em meus braços, assim como no outro dia.

Ele é o homem mais bonito que já vi, e me sinto perdida nas


palavras, incapaz de terminar de repreendê-lo sobre suas maneiras.
Sua boa aparência me faz hesitar quando estava a cem metros de
distância na rua, mas não é nada comparado a estar separada por
apenas alguns metros agora. Seu cabelo preto é curto nos lados e com
fios desarrumados mais longos sobre sua cabeça, como se passou a
última hora passando suas mãos, e seus olhos azuis são ainda mais
impressionantes ao lado de todo aquele cabelo escuro. Sempre pensei
em mim mesma como uma mulher que prefere um homem barbeado,
já que sinto que o faz parecer mais distinto, como se preocupasse com
sua aparência. Mas uma sombra de barba nas bochechas, no queixo e

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
ao redor da boca me faz pensar como seria a sensação de esfregar
minha bochecha contra a dele.

Recomponha-se, Cynthia! Isso não é apropriado! Apenas


agradeça por ajudá-la no outro dia, como uma mulher educada deve
fazer.

“Fantasia agradável,” ele zomba, uma vez que termina de me


olhar.

Sua profunda e grave voz envia arrepios pela espinha junto com
indignação, e esqueço completamente minha gratidão. A indignação
sobre a forma como está claramente zombando do que estou usando
ganha em tudo o que quer que esteja acontecendo comigo enquanto
olho para ele.

“Este é um autêntico traje de Cinderela, muito obrigada. O que


exatamente você deve ser?” Questiono, cruzando os braços sobre meu
peito e tomo minha vez olhando-o de cima abaixo.

A maneira como sua camiseta cinza molda seu peito


perfeitamente esculpido, a forma como os músculos nos antebraços se
apertam quando pressiona as mãos para a mesa e descansa seu peso
sobre elas enquanto se inclina para mim sobre os alimentos, como um
pouco do seu cabelo cai sobre sua testa ― tenho um desejo antinatural
de alcançar e empurrá-lo de volta ao lugar, deslizar meus dedos através
dos seus cabelos e ver se ele é tão sedoso quanto parece.

“Eu devo ser um amigo entediado-da-porra, enganado ao vir


nessa festa porque me disseram que teria mulheres gostosas com
roupas sensuais, boa comida e muita bebida,” ele diz, olhando
novamente para o meu vestido antes de encontrar meus olhos. “Os
cupcakes tem gosto de serragem, os refrigeradores na mesa de bebidas
estão todos cheios de água engarrafada, e ainda tenho que ver algo
parecido com um traje sexy. Apenas um monte de donas de casa
entediadas com trajes de princesas virgens.”

Estou tão chocada com suas palavras que esqueço tudo sobre
meus próprios modos e me amaldiçoo por ter gasto tanto tempo
olhando para o homem em vez de dizer a ele onde pode colocar sua

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
atitude. Também estou tão fora de prática em dizer isso a alguém que
é bastante claro que não deveria tentar assim que abro a boca.

“Esses são cupcakes veganos e são deliciosos!” Grito, tirando a


bandeja de cupcakes da mesa e afastando do seu alcance.

Não que ele voltou a pegar outro, mas ainda assim.

“Não há mais cupcakes para você, senhor. Você tem alguma ideia
de quantos germes estão em sua boca? Você apenas deu uma mordida,
jogou o cupcake de volta e colocou suas bactérias em tudo! E, claro,
estou vestida com uma modesta roupa de princesa. Como se atreve a
insinuar que Cinderela deve ser sexy?! Como. Você. Ousa.”

Termino meu discurso com um sorriso no meu rosto, ainda


segurando a bandeja de cupcakes perto do meu peito no caso dele ter
ideias engraçadas.

“Não há bebidas alcoólicas suficientes em todo o mundo para


sobreviver a esta festa,” ele murmura, balança sua cabeça e se afasta
da mesa virando e sai gritando para mim por cima do ombro enquanto
ele anda. “Ah, e de nada, por sinal, por salvar sua bunda quando
desmaiou no gramado da frente. Parabéns pelo bebê.”

Estou tão ocupada olhando para seu traseiro quando ele se


afasta, e tão irritada com o que aconteceu, que quando Isabelle e Ariel
chegam ao meu lado, abro a boca e falo sem pensar.

“Me desculpe, mas aqui é apenas para residentes de Fairytale


Lane,” informo Isabelle, seguido por um forte grito de dor quando Ariel
me bate no braço. “O que foi isso?!”

Coloco a bandeja de cupcakes de volta na mesa, esfrego a batida


com a mão, olho para Ariel enquanto ela joga seu prato de papel vazio
em uma das latas de lixo que montamos ao longo das calçadas a cada
duas casas.

“De agora em diante, toda vez que o seu traseiro começar a


aparecer, vou dar um soco no seu braço,” ela responde, aproximando-
se de Isabelle, que está vestida com um belo vestido de princesa
amarelo, como meu próprio azul pálido. Não posso deixar de sorrir que

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
nos três estamos vestidas como as princesas que combinam com
nossos nomes.

Os óculos com borda preta de Isabelle caem na ponte do nariz, e


seus cabelos puxados em um rabo de cavalo alto com fios que caem ao
acaso, mas ela ainda parece bonita.

“Desculpe,” digo a Isabelle com um sorriso tímido. “Claro, você é


mais do que bem-vinda para se juntar à festa. Foi muito bom Ariel
convidá-la. E adoro seu vestido de princesa.”

Embora o soco de Ariel no meu braço doeu como o inferno, me


deu algum sentido. Não quero ser como Alexis, julgando a todos, eu
penso que é diferente de mim. Vou culpar minha perda momentânea
de sanidade com esse homem irritante e grosseiro, que é tão bonito que
parece que saiu da capa de um livro de romance.

Ariel olha para frente e para trás entre nós, irradiando um


sorriso.

“Aí, isso não foi muito difícil, foi? Você já está começando a se
parecer com um ser humano decente.”

Isabelle solta uma risada suave antes de me dar uma olhada


séria.

“Ariel me disse que se eu não viesse, entraria na minha casa e


me arrastaria para fora da minha cama. Ela meio que me assusta,”
sussurra, dando a Ariel um olhar nervoso enquanto Ariel envolve seu
braço ao redor dela e lhe dá um aperto.

“Cindy, esta mulher tem uma necessidade medonha de nossa


ajuda. Não podemos deixar uma mulher companheira precisar. Ela tem
vinte e cinco anos e vive com seu pai em seu porão.”

“É um porão acabado, e é muito confortável. Vocês podem se


certificar e me avisar quando for quase dez horas? Tenho um toque de
recolher e não posso atrasar,” Isabelle nos diz, empurrando os óculos
para cima da ponte do nariz.

“Jesus Cristo, se isso não é um grito de ajuda, não sei o que é,”
Ariel murmura, balançando a cabeça para Isabelle.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Não se preocupe, Isabelle, teremos certeza que chegue em casa
a tempo,” eu a tranquilizo com um sorriso gentil.

“Escute, Belle, posso te chamar de Belle? Eu sinto que esse é o


destino, nós três nos juntamos assim. Cindy está aqui lidando com as
consequências de um ex-marido, mentiroso, trapaceiro, roubando seu
dinheiro. Estou tentando superar o fato de que não fui boa o suficiente
para impedir meu ex de pegar homens enquanto pegava meu dinheiro
e corria. E você precisa sair do porão do papai. Somos mulheres
inteligentes. Se juntarmos as cabeças, tenho certeza de que podemos
encontrar uma saída para essa merda,” Ariel explica.

“Você sabia que quase quarenta por cento dos jovens adultos
vivem com seus pais e é a porcentagem mais alta em setenta e cinco
anos? A única vez na história dos EUA quando esse número foi maior
foi em 1940, quando a economia dos EUA ainda estava recuperando a
base da Grande Depressão e a entrada do país na Segunda Guerra
Mundial,” Isabelle diz rapidamente, mostrando os fatos diretamente do
topo da cabeça como se estivesse lendo a página de um livro de
referência.

“Ela pode ser mais adorável?” Ariel pergunta, aproximando-se e


apertando uma das bochechas de Isabelle.

“Eu não acho que estou pronta para sair sozinha ainda, mas
posso ter alguma ajuda tentando salvar a biblioteca onde trabalho.
Está à beira de ser fechada porque simplesmente não temos fundos
suficientes para continuar. Meu pai está em déficit, então sou a única
ajuda que ele tem. Não posso perder esse emprego, e realmente não
quero que a cidade perca um recurso tão maravilhoso como a
biblioteca,” Isabelle explica.

“Excelente. Está resolvido, então. Todas nós tornaremos


prostitutas, e gostaria de dizer que em algumas semanas, vamos ficar
bem no departamento de dinheiro. Nós podemos fazer isso sozinhas e
não ter um alcoviteiro que fica com o nariz no que não pertence a ele,
tirando um corte de nossas taxas de trabalho,” Ariel anuncia.

O rosto de Isabelle branqueia e seus olhos ficam tão largos que


estou impressionada que não saem de sua cabeça.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Eu não . . . Não posso. . . Eu nunca...”

“Ela está apenas brincando, docinho,” digo a ela suavemente,


disparando um olhar irritado para Ariel. “Diga a ela que você está
apenas brincando.”

Ariel rola os olhos. “Bem. Estou apenas brincando. Mas estou lhe
dizendo, se não pudermos encontrar algo rápido, não me oponho a
vender meu corpo em uma esquina. Não consigo fazer para sempre, e
não me importo com uma pequena ação que não inclui alguns
grunhidos, algumas bombas, e o cara rolando e roncando.”

“Palavra de honra, com que tipo de homens você esteve?”


Pergunto.

“Seu ex,” ela diz com uma expressão em branco.

Nem consigo discutir com ela ou dizer que Brian não é assim na
cama. E não só porque uma pequena parte de mim sente a necessidade
de defendê-lo porque ele ainda é o pai da minha filha, mesmo que não
esteja agindo assim. É porque é verdade. Nossa vida amorosa foi menos
do que satisfatória.

Aposto que o homem irritante e grosseiro não deixaria ninguém


insatisfeito no quarto. Todos aqueles músculos, e aquela covinha na
bochecha, e sua confiança silenciosa apenas gritam que ele sabe o que
está fazendo e que suas grandes mãos se encarregariam de trazer todas
as fantasias de uma mulher para a vida. Eu nem percebi que estou
pesquisando através da multidão, tentando ter um outro vislumbre
dele, até que esse pensamento aparece na minha cabeça me fazendo
encolher. Faz tanto tempo que achei outro homem atraente, que é
verdadeiramente patético que alguém que insultou meus cupcakes e
minha fantasia, não importa o quão bonito pareça, tenha pensamentos
tão inapropriados.

“Nós poderíamos fazer as melhores vendas. Minhas vendas para


a Associação de Pais e professores são as melhores em toda a história
da Associação nos anos desde que estou no comando,” anuncio com
orgulho, empurrando o tamanho das mãos daquele homem e o que ele
pode fazer com elas fora da minha cabeça.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Cindy, testemunhamos que tipo de coisas você assa. Não
queremos matar pessoas. É ruim para os negócios. Próxima ideia,” Ariel
diz, dispensando minha sugestão com um rolar de olhos.

“Tenho uma coleção muito boa de clássicos de primeira edição


em uma estante de livros em meu quarto, de quem posso me separar.
Poderíamos ficar um pouco em frente de uma de nossas casas e vendê-
las. Oooooh, podemos vender limonada também! “Isabelle nos informa
com entusiasmo, batendo palmas e saltando para cima e para baixo.

“Você é tão fofa e protegida. Não sei se a abraço ou golpeio na


cabeça,” Ariel diz.

“Você tem uma ideia melhor?” Questiono.

Ariel abre a boca, e imediatamente levanto a mão para cortá-la.

“Uma que não inclui a venda de partes de nossos corpos.”

Ela rapidamente fecha a boca com um golpe.

“Desculpe, é tudo o que tenho.”

Nós três pensamos, enquanto o resto do bairro faz negócios,


falando e rindo e passando um tempo maravilhoso. Quando começo a
jogar as mãos no ar e realmente considero a ideia absurda de Ariel, um
dos vizinhos do final do beco sem saída se aproxima de nós.

“Senhoras, vocês estão adoráveis esta noite.”

Eu sorrio para John Abraham, um homem com quarenta e


poucos anos que costumava jogar pôquer com Brian uma vez por mês
e praticar golfe todos os domingos, de repente me sentindo consciente
se ele só veio aqui para ver se também pode ter alguma fofoca minha.
Certamente, deve se perguntar por que Brian não apareceu para seus
encontros semanais e mensais, mas esta é a primeira vez que fala
comigo desde que Brian saiu, além de alguns acenos na vizinhança
quando nos encontramos fora do tempo.

“Escute, ouvi alguns rumores de algumas coisas ultimamente,


e...”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Vou parar com você, John,” Ariel interrompe, dando um passo
em direção a ele. “Se você veio aqui para enfiar o nariz no negócio da
Cindy, vou te dizer o mesmo que contei aquela Alexis, exceto que será
muito mais colorido e envolverá você segurando uma certa parte de sua
anatomia em sua própria bunda.”

Ariel dá um doce sorriso enquanto ele engole nervosamente, seus


olhos se afastando dela e voltando para mim.

“Eu juro, não quero ser desrespeitoso, Cynthia. Eu só...Bem,


tenho uma oferta de emprego para vocês, senhoras, se estiverem
preparadas para isso.”

Isabelle engasga em choque, e minha boca cai aberta,


imaginando como no mundo esse homem veio até nós no momento
certo.

“Bem, por que diabos você não começou com isso, Johnny-Boy?
O que exatamente você tem em mente?” Ariel pergunta, cruzando os
braços sobre o peito e recostando-se contra a mesa.

A posição de seus braços empurra seu generoso decote quase até


o queixo, e John leva poucos segundos olhando antes de piscar os olhos
no foco e finalmente olhar para os olhos de Ariel. O que é afortunado
para ele, uma vez que dois segundos mais e Ariel provavelmente teria
feito a ameaça de enfiar as partes do homem em sua própria bunda.

“Veja, teremos uma festa no próximo fim de semana. Uma festa


de aniversário. Estamos tendo na casa do meu amigo, já que a nossa
cozinha está sendo remodelada. De qualquer forma, ele é aquele cara
lá.”

Todos olhamos para onde John está apontando, e solto um


suspiro audível quando vejo que está apontando para o homem com
quem acabei de correr.

“Doce mãe de Deus, ele tem uma grande bunda,” Ariel murmura
enquanto respira quando o homem em questão se inclina para pegar
um guardanapo que alguém derrubou no chão. Ele joga em uma lata
de lixo antes de seguir a rua.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Ele pode ser grosseiro e ter maneiras horríveis, mas pelo menos
ele é consciente sobre o descarte.

John volta a nos encarar e continua com sua explicação


enquanto tento o meu mais difícil não continuar olhando para o
homem, que parece aborrecido como se preferisse estar em outro lugar
do que nesta festa.

“Esses trajes de princesa são exatamente o que procuro. Estava


pensando se talvez vocês três pudessem comparecer à festa e fazer um
pequeno show. Estou no comando do entretenimento, mas tivemos um
cancelamento no último minuto e estou preso. Vocês realmente
estariam me ajudando,” John diz com nervosismo.

Só me demora alguns segundos para clicar o que ele está


dizendo, e um enorme sorriso ilumina meu rosto.

“John, você pode me dar apenas alguns minutos para conversar


sobre isso?”

Ele me dá um rápido aceno de cabeça, e agarrando os braços de


Ariel e Isabelle, puxo a poucos metros de distância, onde nos
agachamos com nossas cabeças para baixo.

“Que diabos ele está falando?” Ariel sussurra.

“Você não entendeu? Estamos vestidas de princesas. É uma festa


de aniversário. John e sua esposa têm quatro garotas pequenas, e sei
que uma delas tem um aniversário chegando. Ele quer que façamos
uma festa de princesa para sua filha, e como disse, sua cozinha está
sendo remodelada, então estão fazendo a festa na casa de seu amigo!
Isso é tão emocionante. Não posso acreditar que não pensei nisso
mesmo quando percebi que todas nos vestimos como princesas hoje à
noite!” Exclamo. O rosto de Isabelle se ilumina em um sorriso tão
grande como o meu, enquanto a boca de Ariel se torna franzida.

Não tenho certeza de como me sinto sobre a casa do homem que


me viu fraca e insultou meus cupcakes e trajes, mas vou me preocupar
com isso mais tarde. A coisa mais importante agora é que acabamos de
receber uma oportunidade de ouro, e não vou deixar passar por nós
porque estou ofendida e um pouco envergonhada.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Nós devemos aparecer em uma festa cheia de um grupo de
garotas pegajosas, chorosas e com pedras e o quê? Acenar nossa
varinha mágica sobre elas para que pareçam ser idiotas? Não, obrigado.
Eu vou passar,” Ariel reclama.

“Isso paga três mil dólares, se isso é de alguma ajuda com sua
decisão,” John grita para nós.

“Santa merda,” Ariel murmura.

“Isso é mil dólares cada,” sussurro, pensando em quantas contas


poderia pagar e compras que poderia fazer com esse tipo de dinheiro
por apenas algumas horas de trabalho.

“Lidar com um monte de pequenos pirralhos por mil? Você tem


alguma ideia de quanto sexo oral precisamos executar para ganhar
esse tipo de dinheiro?” Ariel pergunta.

“A prostituta média cobra $ 20 por prazer oral, então precisamos


realizar cinquenta performances para fazer esse tipo de dinheiro,”
Isabelle rapidamente avisa.

Ariel e eu a olhamos com olhares surpresos em nossos rostos, e


suas bochechas imediatamente ficam vermelhas.

“Eu li um livro muito fascinante há alguns meses sobre a vida de


uma prostituta americana,” ela nos diz suavemente.

Balançando a cabeça para limpar meus pensamentos com a ideia


de que Isabelle parece ter todo o seu conhecimento, incluindo qualquer
coisa relacionada ao sexo, dos livros em vez das experiências da vida
real, olho para trás e para frente entre elas.

“Então, o que as senhoras dizem? Todas estão de acordo em


colocar esses trajes de volta por mais algumas horas neste fim de
semana e ser uma adorável, bem-educada princesa perfeita para uma
festa de aniversário de uma menina?” Pergunto.

Realmente não gosto da ideia de ter que interagir com esse


homem grosseiro novamente, mas talvez ele esteja no seu melhor
comportamento, considerando que a festa será em sua casa, e ele o
anfitrião. O anfitrião de uma festa sempre deve ser educado e gracioso.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Bem, bata minha bunda e me chame Fuck Truck, estou dentro,”
Ariel anuncia, jogando o braço no centro do nosso pequeno círculo.
Isabelle e eu colocamos uma mão em cima dela, concordando com isso
com um chacoalhar de três mão.

“Nós talvez precisemos trabalhar na coisa do bem-educado antes


deste fim de semana,” digo com um suspiro.

Ariel me bate no braço, e solto um grito alto.

“Seu cassetete está aparecendo novamente, idiota,” ela me


amaldiçoa antes de se virar e caminhar até John para dar-lhe as boas
notícias.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 5:
Tire isso fora!

“Você sabia que a Branca de Neve não foi a primeira princesa a


estar em um filme animado? Na verdade, foi Perséfone, a personagem
principal de Silly Symphony de 1937 que serviu de teste para a Branca
de Neve.” Isabella fala do banco de trás, inclinando-se para a frente
para descansar as mãos no apoio de braços entre Ariel e eu.

A emoção em sua voz é contagiosa, e não posso deixar de me


virar no meu assento e dar-lhe um sorriso enquanto Ariel gira o carro
para a rua onde está a festa. Assim que concordamos em fazer isso com
John, ele imediatamente me enviou um texto com o endereço da festa.
É uma saída fácil de quinze minutos fora da cidade.

“Cale a boca, enciclopédia Britânica, e dá uma olhada nessas


casas,” Ariel diz com um assobio baixo enquanto subimos na calçada
em frente da casa do amigo de John, já que a entrada está repleta de
carros.

“Parece um castelo,” Isabelle sussurra enquanto Ariel coloca seu


carro no estacionamento e todas inclinamos para a direita para
observar as janelas laterais e dar uma olhada melhor.

É colonial de dois andares com revestimento branco e persianas


negras, completado com uma torre real no canto frontal esquerdo que
chega a um pico acima do telhado.

“Você sabia que a Branca de Neve é a princesa mais nova com


14 anos e Mulan a mais velha com dezesseis? Isso parece uma casa
que viveriam felizes para sempre com seus príncipes. É tudo tão
romântico,” Isabelle afirma com um suspiro sonhador.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Quatorze? Jesus, não é de admirar que nós, como um gênero,
estamos tão fodidas. É enfiado na garganta desde que nascemos que é
completamente normal encontrar o homem dos seus sonhos quando
criança e você é praticamente uma aberração da natureza e uma velha
empregada, se não o encontrar no tempo que você tem dezessete anos,”
Ariel diz enquanto desabotoa o cinto de segurança. Isabelle e eu
seguimos o exemplo, todas saímos do carro e subimos a escada até a
varanda da frente.

“Seja legal. Ela fez sua pesquisa sobre as princesas, como eu lhe
disse para fazer, para se preparar para essa festa,” lembro Ariel.

“Eu me preparei bastante. Coloquei minha camiseta que diz


FODA SER PRINCESA, EU QUERO SER UM VAMPIRO, bebi meu peso
de vodca e fiz uma lista de todas as maneiras diferentes de matar meu
ex e fazer com que pareça um acidente.”

Balanço minha cabeça quando ela para na frente da porta.

“Como isso é de alguma forma romântico ou uma princesa?”


Pergunto enquanto Ariel estende a mão e toca a campainha.

“Na verdade, atualmente não o matei e fiz com que pareça um


acidente, fiz isso?”

Antes que possa repreender ela de novo e lembrá-la que precisa


ser a melhor princesa que pode ser para que possamos impressionar
todos dentro desta casa e, possivelmente, ser contratados para fazer
mais festas, a porta se abre. Percebo que estou tão perto da entrada
que meu nariz está a apenas uma polegada de distância do peito de
alguém.

Um peito muito musculoso de alguém com camiseta cinza de


mangas compridas que ele está vestindo. Minha cabeça se move para
cima e meus olhos encontram aquele mesmo olho azul brilhante que
me deixa momentaneamente esquecida que me insultou na festa do
Dia das Bruxas. Eles me olham confusos.

“Filho da puta. Você está brincando comigo?” O homem


murmura, sua voz profunda, grave, fazendo com que meu interior se

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
agite, mesmo que ele não pareça estar muito satisfeito por eu estar
aqui.

Mesmo com sua descortesia, o fracasso em nos receber, ou


mesmo a porta aberta segura para que possamos entrar, não consigo
parar de olhar para ele.

Limpando a garganta, estendo minha mão e sorrio, já que Ariel e


Isabelle parecem estar com o mesmo atordoamento que eu, as duas em
pé, ainda perto de mim com a boca aberta, olhando para o homem na
porta de entrada. Não é como se não o tivessem visto antes, mas
claramente estar tão próximas com ele novamente as tornou mudas. E
desde que ele me fez esquecer meus próprios costumes na noite da
festa, acho que agora é um bom momento para ser educada, já que
fomos convidados para sua casa.

“Nós nunca tivemos a chance de trocar nomes. Meu nome é


Cynthia, estas são Ariel e Isabelle, e nós somos o seu entretenimento
para a festa de aniversário!” Falo brilhantemente, desejando que minha
voz não estivesse tão aguda e nervosa.

“JOHN! TENHA SUA BUNDA AQUI!” O homem sopra sobre o


ombro, seus olhos ainda emitindo as adagas em mim enquanto eu
lentamente abaixo minha mão estendida.

“Você sabe, é terrivelmente rude não agitar a mão de alguém


quando oferecem,” informo e ganho um soco no braço de Ariel, que
finalmente decidiu parar de ser catatônica.

“Cuzão. Babaca,” ela murmura.

“Eu não me importo. Ele está sendo grosseiro,” digo a ela em voz
baixa, estreitando meus olhos para o homem antes de falar com ele
novamente em minha voz normal. “Você está sendo grosseiro.”

Ele abre a boca para dizer algo, provavelmente outro grito


indigno, quando John vem correndo pela esquina e para na entrada.

“Graças a Deus, vocês estão aqui! Estou ficando louco lá,” John
diz antes de dar ao homem ao lado dele um tapinha na parte de trás.
“Vejo que vocês já conheceram meu amigo, PJ, de quem falei. Agora, a
festa pode realmente começar!”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
John ergue os braços no ar com alegria, uma garrafa de cerveja
que nem percebi apertada em uma de suas mãos espirrando sobre ele
e o chão quando ele se vira e volta para dentro, gritando no topo dos
pulmões que o entretenimento está aqui.

Um coro alto de gritos e assobios vem de outra sala, enquanto


PJ solta um suspiro longo e finalmente se afasta da porta e gesticula
com o braço para entrar.

“Eles estão servindo cerveja em uma festa infantil?” Sussurro


para Ariel enquanto nos movemos dentro da casa e entramos no
vestíbulo enquanto PJ fecha a porta atrás de nós. “Isso não parece
muito apropriado.”

Ariel encolhe os ombros enquanto PJ se move ao nosso redor e


se dirige ao corredor na direção em que John desapareceu. Enquanto
seguimos silenciosamente atrás dele, o ruído fica cada vez mais alto.
Aproveito a oportunidade de olhar para a casa deste homem, mais do
que um pouco surpresa que não haja latas de cerveja vazias que
destroem todas as superfícies e pegam os recipientes no chão,
considerando que ele está se comportando como um Neandertal. As
paredes são pintadas de cinza claro, igual a camisa que ele usa, com
madeira preta em cada porta que passamos, os nossos calcanhares
clicam contra o piso de madeira preta enquanto caminhamos. As
paredes do corredor são decoradas com peças aleatórias de obras de
arte emolduradas de preto que apresentam cores, dando à casa uma
sensação bonita e moderna.

“Eu não me importo se eles estão distribuindo metafentamina na


festa desta criança, vale a pena apenas olhar para a bunda desse cara
a noite toda,” Ariel murmura em voz baixa, tornando impossível para
mim fazer qualquer outra coisa além de seguir sua linha de visão,
diretamente para PJ. . . recurso que atualmente está sendo muito bem
abraçado por uma calça jeans desgastada baixa nos quadris, assim
como na festa de Halloween na outra noite.

PJ de repente para e se vira para nos encarar, e minhas


bochechas aquecem imediatamente com vergonha quando ele me pega
olhando para baixo e sorri para mim.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Entre, senhoras”, diz com um aceno de cabeça em direção a um
quarto ao lado dele.

Ariel e Isabelle imediatamente passam por ele e entram no


quarto, onde os aplausos e gritos atingem um nível ensurdecedor,
assim que elas caminham, que estou surpresa com os vizinhos não
chamaram a polícia, e me pergunto por que não vi crianças correndo
por aqui. Os únicos ruídos que ouço são como um monte de adultos
entusiasmados. PJ envolve sua mão ao redor do meu braço quando
começo a caminhar por ele, puxando-me para uma parada.

“Eu não posso acreditar que vocês estão vestidos como malditas
princesa,” ele diz com uma sacudida de sua cabeça, o calor da mão no
meu braço desaparecendo quando ele a deixa cair e cruza seus braços
sobre seu peito impressionante.

“Claro que estamos. É uma festa de princesa,” respondo


indignada com uma elevação do meu queixo. “O que exatamente PJ
significa?”

Trazendo uma das mãos, arrumo meus cabelos loiros, que uso
com em um belo toque francês com uma tiara cintilante, querendo me
certificar de que pareço o mais possível, já que este é um trabalho
remunerado e não apenas uma festa de rua com os vizinhos.

“PJ significa PJ. Quero dizer, não posso acreditar que você está
usando fantasia de princesa real de uma loja de Halloween, a mesma
que você usou para aquela festa chata-como-merda. Todas de cetim e
renda e virginal. Isto não foi minha ideia, e estou chateado com John
por assumir a responsabilidade de contratar as três. Mas, pelo menos,
coloque algum esforço nisso e mostre alguma teta,” ele resmunga,
olhando meu peito, completamente coberto de cetim e renda.

Esqueço como tão bem ele enche seu jeans e a camiseta que ele
está vestindo e ofego em desgostoso horror.

“Você é algum tipo de pervertido?! Esta é uma festa para


crianças!” Grito, rapidamente empurrando-o para dentro e entrando na
sala para pegar minhas amigas e conseguir o inferno fora daqui.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Um coro alto de gritos e assobios perfura meus ouvidos assim
que entro no quarto, meus pés chegando a uma parada abrupta e meus
olhos se alargando em choque quando vejo o que está diante de mim.

Um homem está deitado na parte de trás do sofá enquanto outro


homem segura um tipo de funil sobre sua cabeça e um tubo em sua
boca, despejando uma garrafa de cerveja. Três outros homens estão
animando-os. Um homem à esquerda de mim me dá uma piscadela e,
em seguida, arrota muito alto, seguido de um pequeno e seco suspiro
que ele cobre com o punho pressionado contra a boca. Ao longo do
canto distante, outro cavalheiro está atualmente inclinado sobre uma
árvore de ficus, vomitando na base dela. Finalmente descubro as
minhas amigas em uma grande lareira de pedra. Elas estão de pé na
frente de pelo menos vinte homens que estão vaiando e jogando dólar
nelas enquanto Ariel os amaldiçoa e Isabelle se afunda no ombro de
Ariel, recusando-se a olhar.

“Eles definitivamente estão agindo como crianças, mas lhe


asseguro que são todos legais,” PJ diz suavemente, fazendo-me saltar
surpresa quando sinto sua respiração quente contra o lado do meu
pescoço quando ele se inclina e fala perto de minha orelha.

Sem virar para encará-lo, chego na lareira, atravessando os


homens bêbados e desordenados até chegar a Ariel.

“Eu não acho que esta é uma festa de princesas para crianças!”
Grito acima do barulho dos homens brincalhões quando um banho de
notas de dólar aterrissa aos meus pés. Um dos homens grita: “TIRE
ISSO FORA!”

“Caramba, você acha?!” Ariel grita de volta. “Alguns homens


simplesmente desabotoaram suas calças e puxaram o pau para fora!”

Isabelle geme, empurrando o rosto para o braço de Ariel.

“O que você fez?!”

“O que você acha que eu fiz? Olhei para ele. Era um pau muito
bom. Comprimento agradável, excelente circunferência. Eu dou um 8,5
na escala de pau,” ela diz com um encolher de ombros. “Ele perdeu um
ponto e meio por chamar seu pau de Sanford e me informar que

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Sanford cuspe quando está excitado. Como se não ouvi isso antes.
Chato.”

Eu me mudo para o outro lado de Ariel, e ela envolve seu braço


livre ao meu redor protetoramente enquanto os homens continuam
torcendo e implorando-nos para começar a remover nossos vestidos.

“Você sabia que sete de cada dez homens nomeia seu pênis e
seus testículos e muitas vezes conversam com eles, exortam e os
elogiam?” Isabelle nos diz, finalmente afastando a cabeça do braço de
Ariel para nos olhar.

“O que nós fazemos?” Pergunto a Ariel nervosamente, sorrindo e


acenando para os homens.

“Pare de dar-lhes uma maldita onda de princesa para iniciantes!”


Ariel grita, deixando o braço em volta de mim para bater minha mão
imóvel.

Não sei por que ainda sinto a necessidade de permanecer no


caráter quando nossos planos para esta noite foram virados de cabeça
para baixo. Esse traje simplesmente me transforma em uma princesa
que anda e fala. Aquela que sorri e acena educadamente mesmo
enquanto homens bêbados estão jogando dinheiro para nós e
vomitando em vasos de plantas.

“Aqui, faça algo com isto!” John diz, vindo em nossa direção com
um balde cheio de balões longos e explosivos em cores variadas,
colocando o balde a nossos pés com um sorriso.

“Ooooooh, balões de animais!” Isabelle diz excitadamente,


alcançando e agarrando um balão vermelho.

“Eu li um livro sobre balões de animais para preparar-me para


esta festa apenas no caso,” ela nos informa antes de dar a John um
enorme sorriso. “Posso fazer um cachorro, uma cobra, um macaco ou
um peixe. Qual deles você gostaria?”

John a olha confuso.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Você deve engoli-los. Quero dizer, foi o que a stripper fez em
nossa última festa. Foi incrível! Tirou toda a maldita coisa pela
garganta e nem sequer engasgou,” ele diz com orgulho.

O balão nas mãos de Isabelle de repente explode com um pop


alto quando ela aperta demais, a borracha quebrada e deflacionada cai
de suas mãos para o chão.

“Eu acho que vou vomitar,” murmuro.

“Tiffany não vomitou. Ela tomou essa coisa como uma campeã,”
John nos informa antes de se afastar e começar a cantar com o grupo
de homens ainda de pé diante de nós com dinheiro em suas mãos,
esperando que façamos algo.

“TIRE! TIRE! TIRE!”

“O que fazemos?” Pergunto-lhe freneticamente.

“Temos duas escolhas. Começar a cagar por clientes ou correr


como o inferno.”

Penso nos três mil dólares que nos aguardam no final desta
noite. Penso nas contas vencidas empilhadas no meu balcão. Penso nas
três novas mensagens de voz que recebi dos meus sogros hoje, cada
uma mais irritada e mais exigente que as anteriores. Penso em como é
hora de tomar uma posição e fazer algo sobre o estado da minha vida.

Olhando em volta da sala para todos os homens, meus olhos


encontram os azuis deslumbrantes ligados ao rude proprietário desta
casa. Ele ainda está na entrada, apoiado contra o batente da porta,
com as mãos empurradas nos bolsos frontais do jeans e um olhar
aborrecido no rosto. De repente, não quero nada mais do que assistir
seus olhos se iluminarem com algo além de grosseria e irritação. Como
talvez o choque de que essa princesa não é tão virginal como ele pensa.

E então penso no fato de que o único homem que já me viu nua


é Brian.

Ao levantar o queixo no ar, sorrio para os homens de pé na nossa


frente, seus gritos ficando cada vez mais altos. Pego as mãos de Ariel e
Isabelle, o que apenas os torna ainda mais excitadas.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Apertando minhas amigas com força, sabendo que é agora ou
nunca, abro a boca e grito no topo dos meus pulmões.

“COOORRRRAAAAAA!”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 6:
É hora de deixar minhas mãos sujas

“Parece que passamos por uma zona de guerra de princesas,”


reclamo, cruzando minhas pernas no sofá de dois lugares e fazendo o
meu melhor para suavizar a bagunça enrugada e rasgada da minha
fantasia.

“Não, nós parecemos sobreviventes de gang-bang das princesas,”


Ariel reclama, afundando suas costas no sofá em frente a mim na sala
de estar, segurando sua mão contra seu peito quando o corpete rasgado
de sua roupa de sereia começa a cair.

Dizer que correr e gritar da casa de PJ não foi a decisão mais


sábia em torno de um grupo de homens embriagados que tinham
antecipado a exibição de strippers é um subavaliação. Eles assumiram
que fazia parte do nosso “ato.” Mas depois de esquivarmos de várias
mãos nos agarrando, o que resultou em Ariel chutando um dos homens
entre as pernas, eles rapidamente perceberam que não estávamos
agindo e queríamos sair.

“Você sempre tem que ser tão grosseira?” Reclamo, suspirando


com aborrecimento enquanto a manga rasgada da minha roupa
continua caindo no meu braço.

“Você sempre tem que ser tão desordenada?” Ela se queixa,


empurrando-se do sofá de dois lugares com uma mão enquanto
continua segurando o topo de seu vestido junto com a outra. “Diga algo
ofensivo. Agora mesmo.”

Mordo minha língua enquanto Ariel me olha. Depois de um


minuto de silêncio, observo-a silenciosamente levantar-se do sofá e

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
perseguir o mexedor da lareira, esticando e batendo sobre uma
moldura, seus olhos nunca deixando os meus.

“O que você está fazendo?” Pergunto, tentando o meu melhor


para manter minha voz aborrecida e permanecer calma.

“Diga algo ofensivo,” ela declara novamente, sua mão lentamente


se movendo para uma pequena estátua de metal da Torre Eiffel que
Brian e eu conseguimos em nossa lua de mel.

“Não se atreva,” sussurro, juntando minhas mãos firmemente no


meu colo enquanto Isabelle olha para frente e para trás entre nós do
ponto no chão no meio da sala, como se estivesse assistindo uma
partida de tênis.

Com um movimento do pulso, Ariel bate a estátua.

“Diga gang bang!” Ordena, movendo o manto, sua mão agora


pairando sobre outra moldura.

“Não.”

Tudo dentro de mim está gritando para me levantar e corrigir o


que está desordenado, precisando restaurar quase tanto quanto
preciso de ar para respirar. Se tudo estiver onde deve estar, agradável
e arrumado e perfeito, posso fingir que minha vida não se tornou uma
bagunça grande e horrível. Posso olhar ao redor da minha casa
agradável e arrumada e perfeita e esquecer todo o caos que a rodeia.

Com um sorriso, Ariel aperta o quadro, e não consigo aguentar


mais. Pulo do sofá e corro até o mexedor, corrigindo rapidamente tudo
o que ela estragou, certificando-me de que todos os itens estão virados
para o leste.

Enquanto estou ocupada com o manto, Ariel se move para a


parede onde uma grande pintura de Paris ao pôr-do-sol paira. Ela apoia
a mão no canto inferior direito.

“Eu posso fazer isso a noite toda, querida. Diga. Gang. Bang. “

Meus olhos se alargam e minhas mãos começam a se agitar, e


antes que possa dizer a ela para parar de ser tão infantil, ela bate a
pintura até ficar pendurada na parede.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“PARE DE MEXER NAS MINHAS COISAS!” Grito, apertando
rapidamente minha mão sobre minha boca, mortificada pela minha
explosão.

“Aí está. Isso é um começo. Da próxima vez, tente me chamar de


idiota. É muito terapêutico.”

“Dizer coisas ofensivas não vai me fazer sentir melhor sobre o


que aconteceu hoje à noite. Cometemos um erro, e é melhor
esquecermos disso e seguir em frente,” informo.

“O estudo mais recente descobriu que as pessoas que gostam de


mais palavras ofensivas e as usavam mais frequentemente são menos
propensas a mentir. O xingamento é a expressão genuína e não filtrada
das emoções, e aqueles que fazem isso frequentemente são
considerados mais sinceros,” Isabelle explica calmamente de seu lugar
no chão.

“Viu?” Ariel pergunta, apontando para Isabelle. “É ciência. Você


não pode discutir com a ciência.”

Movendo-se ao lado de Ariel, endireito a pintura na parede,


dando um passo atrás acenando com a cabeça em aprovação quando
está perfeito novamente.

“Como eu disse, vamos esquecer que toda essa noite aconteceu.”

Voltando ao sofá, sento e cruzo minhas pernas.

“Ou, podemos encontrar um novo plano. Como capitalizar essa


coisa de striptease. Nós não entendemos, e cometemos um erro. Na
próxima vez, estaremos mais preparadas,” Ariel diz, sentando-se ao
meu lado.

“Nós não vamos ser strippers, você perdeu a cabeça? Sou dona
de casa e presidente da Associação de pais e professores. Você possuía
uma loja de antiguidades, e Isabelle é bibliotecária. Não somos
strippers. Não tenho vontade de tirar minhas roupas diante de um
monte de estranhos.”

Mesmo através do meu argumento, a lembrança continua


voltando naquele momento na festa quando uma emoção de excitação

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
passou por mim na ideia de fazer algo tão escandaloso. A liberdade que
senti, a vertiginosa antecipação que me percorreu e fez meu coração
bater mais rápido e a ideia de que não preciso responder a ninguém
além de mim. Que não preciso ser perfeita.

“Você está mentindo. Puta merda, você está totalmente


mentindo. Posso ver isso escrito em todo o seu rosto!” Ariel exclama.

“Não sei do que você está falando,” zombo. “E estou bastante


certa que Isabelle nunca concordaria com algo tão absurdo.”

Isabelle morde o lábio inferior, empurra os óculos com um dedo


e encolhe os ombros.

“Esta noite foi. . . incrível!” Ela diz com uma voz sonhadora.

Ariel joga a cabeça para trás e ri enquanto sento olhando para


Isabelle, em estado de choque.

“Querida, você quase desmaiou quando descobriu para que eram


os balões,” lembro gentilmente a ela.

“Ok, isso foi um pouco chocante. Mas é só porque não fiz


pesquisas suficientes. Ou, o tipo certo de pesquisa. Há muitos
materiais de referência que posso encontrar on-line sobre strip-tease e,
não sei, pode ser divertido.”

“E, por pesquisa, isso significa pornografia. Precisamos assistir


pornografia,” Ariel diz com um aceno de cabeça.

Todos nesta sala perderam suas mentes. Isso é tudo.

“Eu acho que precisamos apenas manter o plano original de


animar festas de princesa para meninas. Podemos imprimir panfletos
e projetar um site. É uma ideia maravilhosa e muito mais nossa cara,”
digo a elas.

“A única cara que você conhece é nervosa. Você precisa se soltar,


ser selvagem, enlouquecer. Você já enlouqueceu pelo que Brian fez com
você? Você gritou, chorou, jogou coisas e amaldiçoou o chão em que
ele caminha? Ficou bêbada e teve um encontro de uma noite para tirá-
lo da sua cabeça? As coisas nem sempre precisam ser tão arrumadas

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
e limpas. A vida é bagunçada. Você nunca vai sobreviver a isso se você
não ficar suja,” Ariel explica.

“Você não entende. Tenho uma filha. Não posso ficar confusa ou
perder minha...mente. Se as coisas estão arrumadas e limpas, ainda
estou no controle.”

Os passos pela escada e atravessando o corredor para a entrada


da sala de estar fazem Isabelle e Ariel virar as cabeças e me dar tempo
para engolir minhas lágrimas e me controlar.

“Preciso de cinco dólares para o almoço amanhã, Cynthia,”


Anastásia diz com um olhar aborrecido em seu rosto enquanto se
inclina contra o batente da porta e olha o esmalte preto, que começou
a usar.

“OK. Deixe-me apenas ...”

“Você acabou de chamar sua mãe de Cynthia?” Ariel interrompe,


caminhando para ficar na frente de Anastásia.

“Está bem, Ariel, eu posso ...”

“Esse é o nome dela,” Anastásia responde a Ariel com um rolar


de olhos enquanto me levanto do sofá e caminho até elas, antes que a
discussão saia da mão.

“Ouça, Morticia Addams, de onde eu venho, não chamamos


nossas mães por seus nomes. Mostre um pouco de fodido respeito. Sua
mãe está rebentando seu traseiro e perdendo a cabeça tentando manter
um teto sobre sua cabeça e comida em sua boca, e ela não merece sua
besteira. E enquanto você está aqui, lave essa merda negra de seus
olhos. Você parece uma prostituta.”

Estou congelada no lugar, enquanto vejo Anastásia soltar as


mãos nos seus lados e perder toda a sua irritabilidade enquanto Ariel
continua a encará-la.

Anastásia murmura uma desculpa rápida e silenciosa para mim


sob sua respiração, vira e corre de volta as escadas. Em vez do golpe
habitual da porta do quarto, ouço seus passos se moverem para o

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
banheiro do outro lado do corredor do quarto, seguido do chuveiro
sendo ligado.

“Como você fez isso?” Pergunto com admiração, ainda encarando


o local onde minha filha estava parada.

“Falei com ela como um adulto. Você não pode dar a ponta em
torno de tudo com os adolescentes ou eles vão andar por você.”

De repente, me ocorre que é exatamente o que tenho feito. Estive


protegendo minha filha de tudo o que aconteceu, mentindo para ela,
para protegê-la, e tudo o que fiz foi machucar a ela e nosso
relacionamento. As lágrimas enchem meus olhos e meu coração quebra
sabendo que sou o motivo pelo qual nosso relacionamento sofreu tanta
tensão ultimamente. Sabendo que sou a razão pela qual sua vida não
é mais colorida, e cada palavra que fala comigo é cheia de
aborrecimento. Posso culpar Brian por esta bagunça até ficar azul na
cara, mas sou eu quem vive com a cabeça na areia, perpetuando as
mentiras que digo a mim e a minha filha.

“Nós realmente não falamos sobre o que seu pai fez. Obviamente,
ela sabe que ele se foi, e sabe que o dinheiro está apertado, em sua
maior parte, mas não conhece a história completa. Pensei que estava
fazendo o certo,” digo enquanto Isabelle se levanta do chão e envolve o
braço em volta da minha cintura.

“Eu não sou mãe, então não sei nada a respeito de criar uma
filha, mas ela provavelmente já sabe tudo,” Ariel diz. “Tanto quanto
você quer negar, o bairro inteiro sabe. Você pensa honestamente que
alguém não disse algo a ela? Eu vou sair inteira daqui e acho que é por
isso que ela está se vestindo do jeito que está e agindo como uma
pequena idiota. Ela sabe que está mentindo para ela e faz tudo o que
está ao seu alcance para irritá-la e pedir que lhe diga algo.” A voz suave
de Ariel sugere um lado doce que nem sabia que ela tinha.

A campainha badala, interrompendo nossa discussão, e estou


feliz por isso. Preciso de uma pausa em pensar e me preocupar com
isso. Ariel e Isabelle seguem atrás de mim pelo vestíbulo, e não consigo
esconder meu choque total quando abro a porta e vejo John de pé ali.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Além da mortificação, um dos meus vizinhos testemunhou o que
aconteceu nesta noite.

“John, o que você está fazendo aqui?”

Ele me dá um sorriso tímido e alcança seu bolso traseiro,


puxando um grande pacote de dinheiro e segurando para mim.

“Depois de ficar sóbrio, percebi o enorme erro que cometi, e me


sinto terrível por isso. Não é o valor original que concordamos porque,
bem, apesar de me sentir mal, a festa ainda não teve strippers. Mas
vocês, senhoras, merecem algo pelo seu problema,” ele explica.

Ariel se move ao meu redor e tira o dinheiro de sua mão,


baixando silenciosamente e contando o que está lá.

“Mil dólares? Por acampar na esquina e perder nossa merda?”


Ela pergunta.

“Como disse, sinto-me mal. Acho que deveria ter explicado um


pouco melhor o que era necessário. E ei, os caras adoraram as três,
mesmo que vocês não tiraram a roupa. Eles acharam hilário,” John diz
com uma risada.

“Ei, diga que sinto muito a aquele cara que chutei nas bolas,”
Ariel pede desculpas.

“Na verdade, ele que me deu o dinheiro e me disse para trazer


minha bunda aqui. Acho que ele gosta das coisas difíceis. Quem
sabia?” John ergue o bolso novamente, tirando um cartão pequeno e
quadrado e me entregando. “Olha, eu não sei se isso é algo que vocês
estão pensando em seguir em frente, ou se isso foi apenas um acaso,
mas com algum treinamento, acho que é uma ótima ideia, e acho que
vocês garotas poderiam realmente fazer uma matança nisso. Vá a este
lugar amanhã ao meio dia e pergunte por Tiffany.”

Pego o cartão de sua mão estendida e olho para baixo,


percebendo que é um cartão de visita.

“É a mesmo Tiffany quem pode engolir um balão sem engasgar?”


Ariel pergunta.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Sim, é ela. Ela é a professora da escola dominical da minha filha.
Grande moça. Realmente agradável.”

John pede desculpas novamente, nos deseja uma boa noite, e


volta pela varanda, descendo na calçada em direção à sua casa.

Fecho a porta silenciosamente, viro e inclino minhas costas


contra ela enquanto encaro Isabelle e Ariel, que espalha o dinheiro em
sua mão como um baralho de cartas e o levanta.

“Se uma professor da escola dominical pode fazer isso, também


podem uma negociante de antiguidades, uma dona de casa e uma
bibliotecária. Festas de princesas para pequenos pirralhos cheios de
caca de nariz, onde nós faríamos alguns dólares de vez em quando,
divididos entre nós, ou isso?” Ela pergunta, engajando-se com o
dinheiro.

Eu olho para baixo novamente e leio o brilhante cartão de visita


preto com letras rosa quente no centro em voz alta: “Clube Cavalheiros
do Encanto.”

Olhando para trás em Ariel, olho para o dinheiro que ela ainda
está passando no rosto.

“O que você acha, OG?” Ela pergunta com um sorriso.

“OG?”

“Original Gangster, Old Girl, Nova chefe, então, quer dizer isso,
ela me diz.

“Eu não sou uma garota velha,” me queixo.

“Você tem trinta e dois anos, tenho vinte e oito anos, e Isabelle
tem vinte e cinco anos. Você é a cadela mais velha nesta sala e nossa
pessoa mais velha. Respeitaremos seus desejos e adiaremos sua
decisão. O que você diz?”

Olho entre Ariel e Isabelle, ambas parecem esperançosas.


Olhando para o teto - ainda consigo ouvir o banho no andar de cima
correndo - penso na minha filha e nos cinco dólares que ela precisa
para o almoço. Bem como os cinco dólares que ela vai precisar todos
os dias para o resto do ano letivo, e roupas, sapatos, alimentos,

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
atividades extracurriculares e uma casa que continua a fornecer água
corrente e eletricidade.

“Acho que você está certa. É hora de deixar minhas mãos sujas.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 7:
Uma Puritana, uma Bocuda e uma Bibliotecária indo a um
Clube de Strip...

“Isto não é uma boa ideia.”

Ariel suspira e se vira para me encarar diante da porta da


Charming's.

“O que nós combinamos no caminho?” Pergunta, cruzando os


braços e batendo o pé dela.

É a minha vez de suspirar enquanto olho nervosamente ao redor


do estacionamento vazio e abraço minha bolsa mais apertada no meu
peito antes de voltar meus olhos para os dela.

“Bem, você disse que eu deveria parar de ser tão tensa e ampliar
meus horizontes, mas nunca concordei verbalmente com isso,”
respondo petulantemente.

“Na verdade, Ariel lhe perguntou se deveria marcar uma consulta


com um médico para que a vara fosse removida cirurgicamente da sua
bunda e disse que você precisava parar de ser uma idiota, e você se
recusou a repetir, mas ela fez você acenar com a cabeça,” Isabelle
levanta atrás de nós. “Em muitas culturas, o aceno da cabeça é usado
para indicar acordo, reconhecimento ou aceitação.”

“Eu repito meu caso,” Ariel sorri, virando-se e batendo o punho


contra a porta. “Só porque estamos aqui não significa que vamos
realmente ser strippers, mesmo que todas nós saibamos que é a melhor
decisão. Nós estamos apenas aqui para ter alguns conselhos de Tiffany,
que nos mostrem alguns movimentos de dança, e partimos daí.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Antes que eu possa agarrar seu braço, arrastá-la para longe do
clube e convencê-la de que isso é um erro, a porta se abre, e todas nós
imediatamente damos um passo para trás.

“Estamos fechados.”

O homem de pé diante de nós ocupa toda a porta e fala com um


rosnado. O que é apropriado, já que ele parece um animal selvagem.
Ele tem mais de 1,90 de altura, e com a camiseta regata branca e
apertada que ele está vestindo, todos os seus músculos estão se
espalhando por todo o lugar. Seu cabelo castanho escuro está no lado
mais longo, pendurado em torno de sua testa e ouvidos, e ele usa
barba. Ele literalmente se assemelha a um urso, e eu tenho mais que
um pouco de medo, com o olhar irritado em seu rosto, que ele morda.

“Ele pode espremer minha cabeça como uma porca com esses
bíceps,” Ariel sussurra no meu ouvido enquanto tento lembrar como
falar, bem com meus modos.

“Boa tarde senhor. Temos uma consulta com ...

“Estamos fechados,” ele me interrompe.

“Perdoe-me, mas se você pudesse ...”

“Estamos fechados,” ele interrompe novamente, seus olhos


castanhos estreitando de irritação.

“Ouça, cabeção, não é nossa culpa que os esteroides foram ao


seu cérebro e, provavelmente, secou seu pénis o que o deixou bravo.
Apenas nos deixe entrar para que possamos nos encontrar com
Tiffany,” Ariel diz.

Sua resposta é um grunhido real, aquele rugido do fundo do


peito. Provavelmente devo ter medo em todas as nossas vidas agora,
mas isso está ficando ridículo.

“Sua mãe não te ensinou maneiras?”

“Estamos. Fodidamente. Fechados. Você é bem-vinda.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Ele dá um passo para trás e começa a fechar a porta quando
Isabelle rapidamente me empurra para fora do caminho, salta para a
frente e põe o pé na entrada para impedir que a porta se feche.

“Com licença, mas, como tentamos lhe dizer, temos um


compromisso. Tiffany está esperando por nós, e se você for gentil para
nos mostrar onde ela está, ficaremos felizes por deixá-lo em paz.”

O homem hulk a olha, e espero que Isabelle grite e corra de volta


ao nosso carro, considerando que este homem provavelmente poder
quebrar seu corpo minúsculo ao meio como um galho, se ele quiser.
Mas ela fica no chão até que finalmente cede.

Com um grunhido, ele se vira e volta para o clube, deixando-nos


de pé junto à porta aberta.

“Uma merda, olhe para você!” Exclama Ariel, acariciando Isabelle


nas costas.

“Eu não posso acreditar que apenas fiz isso. Nunca fiz algo assim
na minha vida inteira. Senti que poderia fazer qualquer coisa agora. Sei
que provavelmente é apenas uma corrida de adrenalina, que é um
hormônio do estresse segregado das glândulas suprarrenais nos rins e
desempenha um papel importante na preparação do corpo para uma
reação de luta ou fuga em ambientes ameaçadores, e isso desaparecerá
em cerca de cinco minutos, mas é tão emocionante!” Isabelle caminha
enquanto Ariel avança, agarra seu braço e a leva para dentro do clube.

“Excelente. Então temos cinco minutos para conhecer a Tiffany,


conseguir nossas instruções e te deixar nua, já que você está se
sentindo tão livre agora,” Ariel afirma enquanto sigo por trás delas.

Assim que chegamos ao fim de um longo e escuro corredor, uma


sala de pelo menos oitenta metros quadrados se abre diante de nós.
Estou surpresa ao ver que o interior não é tão ruim quanto eu esperava.
Há um palco ao longo da parede mais distante, com uma cortina de
veludo preto cobrindo. No centro do palco passa uma passarela que
leva a um pequeno palco quadrado com um poste no meio. As bordas
do palco estão iluminadas com luzes brancas e rosa e luzes da mesma
cor brilham do teto.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Em vez de cadeiras rústicas e mesas batidas, ao redor da sala
tem pequenas mesas pretas redondas, com uma vela rosa no meio de
cada uma. Cada mesa é cercada por elegantes cadeiras em couro preto
com braços altos e assentos profundos.

“Este é o clube de strip-tease mais badalado que já estive,” Ariel


murmura enquanto continuamos a entrar no clube e nos arredores.

“Você tem que estar brincando comigo.”

Embora tenha ouvido essa voz apenas duas vezes, eu


reconheceria em qualquer lugar, e meu interior também, passando
pelas borboletas que estão se estendendo por dentro, enquanto me viro.

De pé, a alguns metros de distância, no quarto mal iluminado,


estão PJ, com um olhar irritado no rosto; o brilho furioso que nos olha
como se quisesse nos matar; e outro homem com um enorme sorriso
no rosto.

“Bem, bem, bem. Beast me disse que tínhamos algumas


visitantes, mas ele falhou em mencionar como eram lindas,” diz o
homem com o sorriso enquanto se move em nossa direção e para em
frente a Ariel, uma luz de cima brilhando sobre ele, ficando mais fácil
ver suas feições.

Ele tem o mesmo cabelo escuro que PJ, mas bem desenhado com
gel para cabelo. Olhando para o rosto dele, os lindos olhos verdes e a
face sem barba se encaixa como uma luva, meu pensamento imediato
é que esse homem é exatamente meu tipo.

Então, por que no mundo não posso tirar os olhos de PJ? Ele
está vestindo outro jeans desgastado, mas, em vez de uma camiseta,
ele está com uma camisa de botão ajustada com a mesma cor azul
vívida que seus olhos, com as mangas empurradas até os cotovelos. A
sombra de barba ainda está presente no seu rosto e, assim como a
outra noite, tenho o desejo de correr a minha bochecha contra ela.

Retiro meus olhos de PJ o tempo suficiente para observar o


homem de terno segurando sua mão para Ariel.

“Meu nome é Eric Sailor. Eu gosto de longas caminhadas na


praia, comédias românticas e me aconchego após o sexo.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Ariel vê-se visivelmente seca antes de lhe dar um olhar
aborrecido.

“Foda-se.”

Eric ergue a cabeça para trás e ri antes de balançar a cabeça


para ela.

“Você deve ser a bocuda que a Beast estava falando,” ele diz,
apontando o polegar sobre o ombro para incrível Hulk, ainda parado
ao lado de PJ, com os braços cruzados e as pernas abertas em uma
posição larga.

“Desculpe, você disse que o nome dele é Beast? Meu Deus, isso
é....incomum,” digo educadamente, quando o que realmente quero
dizer é que é o nome mais preciso para um homem que já ouvi.

“E você deve ser a puritana. Eric Sailor, prazer em conhecê-la,”


ele diz com um sorriso ainda mais largo, covinhas nas duas faces.

“Eu não sou uma puritana,” argumento.

“Você usa um terno Talbots e pérolas para um clube de strip-


tease. Você é uma puritana, “Ariel me informa.

“É da Ann Taylor, muito obrigado. E essas pérolas são uma


herança familiar,” digo a ela, pegando um pedaço de fiapo fora da
manga de três quartos de comprimento da minha jaqueta de tweed azul
e branco marinho antes de alisar minhas mãos pelos lados da saia com
comprimento no joelho.

Concedo, talvez usar algo tão comercial não foi a melhor ideia ao
vir aqui hoje, mas é nisso que me sinto confortável. É como minha
armadura e isso me dá confiança. Ariel usa um blusa regata rosa
decotada, que mostra uma ampla quantidade de seios, emparelhada
com uma saia jeans esfarrapada extremamente curta e agitada; e
Isabelle usa um vestido de verão branco de laço e babados que vai aos
joelhos, e um sapatilhas de balé. Todos nós usamos o que nos faz sentir
mais confortáveis para que pudéssemos enfrentar esse dia. Não há
nada de errado com isso.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Você sabia que a palavra puritana se originou no início do século
XVIII da palavra francesa prudefemme, que significa mulher digna ou
respeitável?” Isabelle pergunta a sala.

“E você deve ser a bibliotecária. Uma puritana, uma bocuda e


uma bibliotecária entram em um clube de strip-tease...” Ele dá uma
risada.

“Olhe, Chuckles, estamos aqui para nos encontrar com Tiffany.


Então, se você simplesmente se afastar do nosso caminho para que
possamos começar a trabalhar, isso será ótimo,” Ariel diz.

“E desde que Tiffany é uma das minhas funcionárias, você vai


entender por que estou um pouco hesitante em deixar alguém entrar
no meu clube para falar com ela,” PJ diz, finalmente andando para ficar
ao lado de Eric enquanto Beast continua olhando a distância.

“Você é o proprietário do Charming's?” Ariel pergunta em estado


de choque enquanto as borboletas no meu interior de repente param
bruscamente, cada uma morrendo lentamente.

Claro. A primeira vez que minha libido decide acordar e tomar


conhecimento de um senhor sabe em quanto tempo, é com o
proprietário de um clube de strip-tease. Certo, é um encantador clube
de strip-tease e muito bem cuidado, mas ainda é um clube de strip-
tease.

E então lembro de estar no meio do referido clube de strip-tease,


totalmente preparada para ter lições de strip-tease de uma das
dançarinas aqui como um último esforço para tentar terminar antes
que minha casa seja fechada. Tentei centenas de empregos nos últimos
meses, mas ninguém quer contratar uma dona de casa sem educação
universitária, não importa quantas vendas de cozinhas ela fez com
sucesso ou quantas ideias de marketing ela criou para torná-las bem-
sucedidas. Então realmente não tenho o direito de julgar. Se não
pensasse que todos olhariam para mim, como se tivesse perdido a
cabeça, eu lamberia o braço para salvar Ariel do problema.

“Nós somos realmente coproprietários. Bem, eu possuo uma


frota de iates de luxo que alugo e apenas dei o dinheiro de investimento
para o lugar, então acho que você pode dizer que sou mais um parceiro

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
silencioso. Ele faz todo o trabalho pesado,” Eric diz, atirando em Ariel
outro sorriso covarde.

“Isso deveria me impressionar ou algo assim? Que tal você


praticar o silencio e parar de falar já?” Ela responde.

PJ finalmente mostra uma emoção em seu rosto, além do


aborrecimento, e ri suavemente, o som disso fazendo meu coração
bater mais rápido.

Eu realmente preciso cair na real. Não tenho nenhum sentimento


empresarial ou qualquer coisa quando se trata de outro homem. Claro,
sou divorciada, e acho que o que chamamos de “agente livre”. Mas
tenho muitas outras situações para me preocupar com minha vida
agora para deixar esse homem, que tão claramente está irritado
conosco, me dê borboletas. Eu também tenho experiência zero quando
se trata do sexo oposto, e algo me diz que precisaria ter muita
experiência para chamar a atenção de alguém como PJ. Não importa o
quão grosseiro e irritante ele seja, ele ainda é bom de olhar.

“Olhe, não estamos aqui para divulgar quaisquer segredos sobre


o que se passa no mundo subterrâneo de strip-clubs ou qualquer coisa.
O que acontece por trás de portas fechadas, permanece atrás de portas
fechadas e toda essa merda,” Ariel diz à PJ. “Seu amigo John sugeriu
que víssemos com Tiffany, e como você conseguiu um lugar na primeira
fila para a nossa primeira tentativa desastrosa de strip-tease, achamos
que era uma boa ideia.”

“Espere um minuto. Vocês são as strippers que foram


contratadas para a festa de aniversário de trinta e cinco anos do PJ?”
Eric pergunta com espanto antes de dar outra risada. “Meu Deus.
Agora estou mais irritado que tive um encontro naquela noite e tive que
perder toda a emoção.”

Ele dá uma piscadela a Ariel que revira os olhos.

“Alguém realmente concordou em ir para um encontro com você?


Você precisou pagar? Porque de onde venho, isso é chamado de
contratação de uma prostituta, não ir em um encontro,” Ariel diz
sarcasticamente.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Tudo bem, basta,” digo, entrando entre Ariel e Eric antes de
começarem a atirar socos. “Nós realmente gostaríamos de
simplesmente falar com Tiffany, e então o deixaremos em paz.”

“Sério, você está falando sério? Pensei que você estivesse


brincando. Você realmente pensa que as três poderiam fazer isso como
strippers?” PJ pergunta, deixando sair outra risada suave, esta não
fazendo absolutamente nada para o meu coração, já que realmente não
me importo com o tom descrente de sua voz.

“Sim. Nós realmente pensamos que poderíamos fazer isso como


strippers. Por que isso é tão difícil de acreditar?”

Ele se aproxima de mim até sentir o calor de seu corpo e cheirar


sua colônia picante.

“Você tem uma vara em sua bunda do tamanho do Empire State


Building, sua amiga não consegue manter a boca fechada e sua outra
amiga parece que vai precisar de alguns sais apenas por colocar o pé
neste lugar. Você não é feita para ser strippers. Vão para casa para
seus maridos e assem algo. Encontrem outro passatempo para
preencher suas pequenas vidas entediadas e saiam do meu clube.”

Com isso, ele se vira e se afasta, deixando-me de pé com a boca


aberta, incapaz de acreditar que um homem que não sabe
absolutamente nada sobre nós falou comigo dessa maneira.

“Você terá que desculpar meu amigo. Ele é um pouco protetor


com seu clube, considerando que o nome dele está na fachada,” Eric
pede desculpas.

“Seu nome é PJ Charming?” Ariel Pergunta surpresa.

“Sim,” Eric responde com um aceno de cabeça.

“O que PJ significa?” Ela pergunta.

“Eu poderia te dizer, mas então teria que levá-la para a sala de
trás e para ferrar você.”

“Você é um porco,” Ariel murmura com desgosto.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Estou muito ocupada olhando pelo clube em direção ao corredor
onde PJ desapareceu, desejando ter tido a coragem de começar a usar
a língua como Ariel faz, a me preocupar com Eric e Ariel brigando um
com o outro. PJ é uma ótima razão para me esquecer dos meus
costumes e começar a gritar palavrões.

“Bem, não me importo se ele possui esse clube, eu meio que


quero rasgar seu pau e fazer com que ele coma,” Ariel reclama.

“Você meio que me assusta,” Eric murmura, ainda sorrindo para


Ariel.

“Boa. Agora chama Tiffany antes de eu empurrar meu pé e


assustar você. “

Ele balança a cabeça e ri, mas vira para um corredor diferente


do de PJ, gritando o nome de Tiffany enquanto vai.

“Espero que você ainda esteja a bordo com isso, porque não há
como no inferno, estarmos mudando nossa mente agora,” Ariel diz,
saudando Beast, que ainda está a poucos metros na mesma posição,
sem dizer uma palavra enquanto olha para nós três.

“Oh, estou a bordo com isso. Vou mostrar a esse cara idiota que
ele cometeu o maior erro de sua vida,” respondo com raiva, abrindo
minha bolsa e retirando uma embalagem de toalhetes Clorox.

Passando em uma das mesas, abro o pacote e começo a limpar a


cadeira de couro, esfregando o lenço quando termino, jogando-o sobre
a mesa e sentando.

“O quê?” Pergunto a Ariel quando ela não faz nenhum movimento


para sentar-se ao meu lado, mas continua olhando para mim.

“Yo, Beast!” Ela grita. “Pegue-nos um pouco de bebida. O


material da plataforma superior. Vamos precisar de muito licor.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 8:
Esqueça os paus, eu estou mudando para garotas.

“Mova seus quadris mais devagar. Se você manter o rebolado


seco no pole a essa velocidade, você vai quebrar algo. Lenta e constante
ganha a corrida e lhe dá mais dicas,” Tiffany instrui Ariel no meio da
sala.

Com a mão apertada firmemente em uma das quatro poles de


stripper que alinham o centro da sala, e a perna enrolada em torno do
poste, Ariel olha para Tiffany por alguns segundos antes de fazer o que
lhe é instruído. Tiffany lhe dá um sorriso e palavras de encorajamento
antes de se mover a alguns metros de distância, para onde Isabelle está
na frente de sua própria pole.

“Querida, eu sei que é assustador, mas você precisará liberar o


aperto de morte que tem nessa poste antes de cortar a circulação em
seus dedos e quebrar ele ao meio,” ela diz suavemente a Isabelle
enquanto esfrega pequenos círculos contra suas costas de uma
maneira suave e reconfortante.

Tenho que dizer que realmente gosto de Tiffany. Fiquei surpresa


quando ela saiu na área principal do clube para nos encontrar uma
hora atrás. Ela não é o que eu esperava que uma stripper parecesse.
Ela tem pouco mais de um metro e meio, com um corpo pequeno e
curvilíneo e cabelos castanhos curtos e ondulados com mechas loiras.
Não usa um pingo de maquiagem e está usando uma camiseta solta e
um par de calças pretas de ioga. Ela nos fez sentir confortáveis
imediatamente, falando sobre si mesma enquanto nos conduzia até um
pequeno estúdio de dança escondido atrás do palco.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Descobrimos que não é apenas professora da escola dominical,
que também é mãe solteira de um menino de dois anos de idade. Ser
uma stripper dá-lhe a oportunidade de trabalhar as noites enquanto
seus pais cuidam de seu filho, e estar com ele o dia todo, fazendo
dinheiro mais que suficiente para apoiá-los, já que o pai de seu filho
decidiu que não queria ser pai e a deixou no minuto que a vareta ficou
rosa. Eu a aprecio ainda mais sabendo que ela pediu a seus pais para
cuidar de seu filho por algumas horas para que pudesse nos ajudar no
seu dia de folga.

“Diga a Clorox Rain Man lá que o poste é suficientemente limpo!”


Ariel grita para que possa ser ouvida em cima da música de Tiffany
ligada, me dando um sorriso atrevido no reflexo do espelho enquanto
ela dança em torno de sua pole.

O quarto tem uma parede de espelhos do chão ao teto e uma


fileira de postes de stripper, por isso cada uma pode ter nossa própria
pole e observar o que estamos fazendo. Ou eu posso ficar de pé e
assistir o que Ariel e Isabelle estão fazendo, já que me sinto muito
nervosa para fazer muito mais do que ficar na frente do meu poste
limpando-o com um pacote inteiro de toalhinhas desinfetantes.

Tiffany deixa Isabelle e passa lentamente para mim, me dando


um sorriso encorajador.

“Do que você tem medo? Somos só nós, ninguém mais está
assistindo. Tudo o que você precisa fazer é segurar a pole e dançar ao
ritmo da música. Nada extravagante,” ela me diz.

“Não sei se posso fazer isso. Meu marido... Quero dizer, meu ex-
marido, é o único que já me viu sem minha roupa,” a informo enquanto
Isabelle e Ariel abandonam suas poles e se aproximam de nós.

“Nós não estamos ficando nuas hoje. Nós apenas estamos


dançando e aprendendo como nossos corpos se movem com a música.
E de qualquer forma, Charming não é um clube totalmente de nudez.
E acho que as festas que as senhoras planejam fazer também não será,”
Tiffany responde. “Stripper é tudo sobre antecipação. Construir
entusiasmo e fazer com que o público deseje mais até o último segundo.
Você não vai sair no palco, ou na frente de uma sala de estar cheia de

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
pessoas, e imediatamente tirar suas roupas. Você vai dançar, você vai
se mexer sensualmente, e você vai provocá-los. Não saio do meu sutiã
e calcinha até literalmente os últimos trinta segundos da música que
estou dançando. Tanto quanto a audiência quer ver esse momento, a
emoção acaba assim que eles a veem, e vão começar a ansiar o próximo
dançarino e perder o foco em você. Querem a emoção. Querem a
expectativa. Querem a diversão de imaginar o que você parece com sua
fantasia mais do que querem realmente ver. Confie em mim. Você tem
mais dicas durante a preparação para a grande revelação do que você
quer, uma vez que suas roupas são finalmente afastadas. Você só
precisa aprender a provocar.”

Tiffany se vira para enfrentar Ariel e começa a balançar o corpo


na lenta batida da música. Ela corre suas mãos sobre seus seios e baixa
sobre seus quadris antes de agarrar a bainha de sua camiseta e
lentamente desliza-la, parando quando apenas o estômago plano dela
está exposto.

Vejo com admiração quando ela se aproxima de Ariel, tirando


uma mão da bainha de sua camisa para correr a palma da mão ao lado
do rosto de Ariel antes de se virar, inclinando-se lentamente para a
cintura e depois se arrastando de volta, passando a mão dela na perna
enquanto vai olhando para trás em seu ombro para dar uma piscadela
a Ariel.

“Droga. Isso foi quente. Esqueça os paus, estou mudando para


garotas,” Ariel murmura, ganhando uma risada de Tiffany.

“Isso é tudo. Bater e provocar. Faça com que eles desejem mais.”

“Eu posso fazer isso totalmente, mas acho que a Srta. Pudor pode
precisar de mais algumas horas de instrução. E muito licor. E uma
proibição de toalhinhas Clorox,” Ariel diz, arrancando o pacote agora
vazio da minha mão e jogando-o para o lado. “Saia de dentro da sua
cabeça. Esqueça as contas e a pressão e apenas pense em mostrar a
esse PJ que você não é quem ele pensa que é.”

Não fiz nada além de dizer que a última hora foi dolorida e
irritada com os pressupostos que os homens fazem conosco. E eu, em
particular. Uma coisa é quando Ariel me chama de puritana e me diz

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
que tenho um palco para subir, porque ela me conhece e está certa na
maioria das circunstâncias, mas estou trabalhando nisso. Outra coisa
é quando um estranho pensa que estou fazendo isso só porque sou
uma dona de casa entediada. Quando ele assume que não tenho nada
melhor do que ir para casa e assar algo para o meu marido.

Dói muito profundamente na minha alma que há seis meses, era


exatamente isso que teria feito. Durante treze anos ficava aborrecida, e
me oferecia para tudo apenas para me dar uma identidade e um
propósito. Por treze anos, tive a certeza que havia uma refeição caseira
na mesa todas as noites, uma sobremesa recém assada a espera, e um
Martini com azeitonas extras na minha mão quando ele atravessasse a
porta, não importa quão ocupada pudesse estar no momento. Larguei
tudo para atender a todos os seus caprichos, fui às suas reuniões de
trabalho quando não queria nada além de mergulhar em um banho de
espuma ou enrolar-me com um livro. Coloquei minha vida em espera
para outra pessoa, e me tornei algo que nunca pensei que seria: uma
dona de casa entediada.

Fiz tudo isso e me perdi no processo porque estava com um medo


da morte da alternativa. Estava com medo que o relógio atingisse à
meia-noite e tudo o que tinha desaparecesse. Estava com medo de
morrer, acordar um dia e me encontrar de volta dentro daquele trailer
de dois quartos com o molde no teto, e o tapete manchado cheio de
buracos de cigarro e a geladeira com nada nela, exceto um jarro de
picles vencido. Estava com medo que se tudo não fosse perfeito e do
jeito que Brian gostava, ele me enviaria de volta.

Mas não sou mais essa pessoa, e PJ não tem o direito de dizer
essas coisas para mim quando não sabe nada sobre mim. E agora sei
como Ariel se sentiu todos esses meses vivendo em nossa rua.

“Desculpe, eu julguei você,” digo suavemente a ela quando a


música tocando no sistema de som termina e a sala fica em silêncio.

“Hum, tudo bem,” Ariel responde com desconforto, me dando um


olhar engraçado para minhas súbitas desculpas.

“Me desculpe, pensei que você fosse a prostituta da rua, e


desculpe por ter falado sobre você por trás de suas costas com todas

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
aquelas mulheres rasas e nunca fiz você se sentir bem-vinda,” continuo
percebendo que nunca senti um minuto de ciúme ou ódio dela quando
descobri que tinha dormido com Brian.

Percebo que nunca senti isso porque parei de me preocupar com


ele há muito tempo, e dizer isso em voz alta, e admitir para mim, me
faz sentir mais livre do que em muito tempo.

“Você vai me abraçar agora?” Ariel pergunta com um pequeno


olhar de horror em seu rosto.

“Hum, não. Quero dizer, a menos que você queira um abraço?”

Quando Ariel começa a sacudir a cabeça e dar um passo para


trás, Isabelle aparece entre nós, abraça as duas e nos puxa até que
todas estamos juntas em um amontoado apertado.

“Um estudo recente descobriu que as mulheres aprendem que


devem ser competitivas e vencer a umas às outras, e seu espírito
competitivo natural não pode ser compartilhado abertamente,
felizmente ou mesmo brincando com outras mulheres. O que pode ser
uma competição saudável torna-se um sentimento secreto de inveja e
desejo de que a outra falhe, com culpa e vergonha,” Isabelle fala em
uma voz rápida. “E é por isso que as mulheres têm dificuldade em ser
amigas de outras mulheres, mas não vamos ter esse problema, porque
queremos uma para a outra o sucesso e seremos melhores amigas de
sempre!”

Ela nos aperta mais forte e não posso deixar de rir enquanto Ariel
solta um pequeno gemido.

“Nós realmente precisamos tirá-la do porão do seu pai.”

Afastando-se do braço de Isabelle, Ariel atravessa os braços na


frente dela e olha para mim.

“Então, o que vai ser? Você vai voltar para casa e assar algo, ou
você vai agitar sua bunda e dar a PJ o dedo do meio enquanto faz isso?”

Com uma respiração profunda, ando de volta ao meu poste e


envolvo minha mão ao redor, dando a Tiffany um aceno de cabeça.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Vamos fazer isso. Jogue algo bom. Talvez algum Nickelback ou
Hanson,” digo a ela com um sorriso confiante.

Ariel se aproxima de mim e me bate no braço. Solto um grito e


olho para ela.

“O que foi isso?! Eu não disse nada esnobe!” Eu me queixo


quando esfrego o ponto dolorido no meu braço que provavelmente vai
ter um hematoma quando Ariel terminar comigo.

“Nova regra. Toda vez que você diz algo estúpido como a merda,
eu estou batendo em você. Tiffany, coloque algum Kid Rock. Cindy
claramente tem gosto de merda para música.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 9:
Hanson é uma merda!

Com os olhos fechados, desligo tudo, exceto a música que toca


no alto-falante do meu telefone na minha mesa de cabeceira. Esqueço
meus problemas, esqueço meus medos e esqueço o quão tolo isso é. Eu
me solto e sinto a música.

E sorrio para mim mesma sabendo que Ariel está errada. Não há
nada de ruim com Hanson, e sua música tem a batida perfeita para
dançar.

Meus quadris balançam sedutoramente e adiciono uma pequena


inclinação nos meus joelhos enquanto corro minhas mãos pela frente
do meu corpo e sobre meus quadris, exatamente como Tiffany fez no
início da tarde. Imagino todas as coisas que nos ensinou e tento imitar
o que ela faz da melhor maneira que posso, nem sequer me importando
que provavelmente não pareço tão sensual.

Eu me sinto viva. Sinto que posso fazer qualquer coisa. Tenho


todo o poder na palma da minha mão, e posso tomar qualquer decisão
que quiser sobre o meu futuro sem que ninguém me diga o que fazer.

Não sou apenas uma dona de casa. Sou uma mulher inteligente
que pode prover sua família e fará o que for preciso para garantir bem-
estar, e PJ Charming pode ir... fazer algo realmente horrível para si
mesmo.

Minhas mãos deslizam de volta para meu corpo até segurá-las


acima da minha cabeça enquanto continuo deixando a música assumir
e ditar como devo me mover, sabendo que nada pode me parar agora.

“Mamãe? O que você está fazendo?”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
O grito mais despreocupado sobe ao longo de meus lábios
quando solto meus braços e giro para encontrar Anastásia em pé na
entrada do meu quarto, olhando para mim e parecendo que pode
vomitar em qualquer momento.

O sentimento é mútuo.

Rapidamente corro para a minha cama e pego meu telefone,


parando a música, rindo nervosamente enquanto tiro o telefone e
suavizo alguns fios de cabelo perdidos que escaparam do meu rabo de
cavalo baixo.

“Ah, isso não é nada. É só... para um show de talentos, a


Associação de pais e professores está pensando em colocar,” explico
com uma onda da minha mão. “Você não tem um teste de ciência para
estudar? Você provavelmente deveria estar ocupada com isso. Você
gostaria de fazer alguns cartões de dicas? Irei buscar alguns
marcadores e blocos de notas. Que tal um lanche? Posso cortar
algumas fatias de frutas.”

Tento controlar o tremor na minha voz, mas não consigo. Tudo o


que acabei de dizer para ela ficou cada vez mais alto, até eu estar uma
oitava de destruir um copo no meu quarto.

“Já estudei e já fiz um lanche. Você está realmente pensando em


stripping para um show de talentos na Associação de pais e
professores? Quero dizer, todos os adolescentes na minha escola
votariam totalmente por você, mas você pode querer escolher uma
música melhor,” Anastásia me informa.

“Stripping? Do que você está falando?” Rio nervosamente


novamente antes de estreitar meus olhos para ela. “Como você sabe
mesmo sobre stripping?”

“Mãe, tenho treze anos. Sei sobre muitas coisas.”

Ela entra no meu quarto e recosta na beira da minha cama, e de


repente me lembro das coisas que Ariel me disse na outra noite. Sobre
como, apesar de ter tentado abrigar minha filha do que está
acontecendo, ela provavelmente sabe. E me sinto como a pior mãe do

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
mundo por não falar com ela sobre isso. Com um suspiro pesado, limpo
minhas palmas suadas na frente da minha saia e sento ao lado dela.

Levo alguns minutos para encarar seu perfil, agradecendo


silenciosamente a Ariel quando vejo que ela não está mais usando toda
aquela maquiagem escura ao redor de seus olhos. Ainda está vestindo
uma camisa preta, calça skinny preta e Converse preto em seus pés,
mas é um começo.

“Quando você diz que sabe sobre muitas coisas…”

Eu me afasto, perguntando qual é a melhor maneira de começar


uma conversa como essa. Com cuidado ou simplesmente arranco como
um Band-Aid?

“Você quer dizer, sei sobre como o papai estava transando com
minha antiga babá, pegou todo o nosso dinheiro e também roubou o
dinheiro da vovó e do vovô e provavelmente fugiu do país?” Ela
pergunta.

Então, será Band-Aid.

“Você tem certeza de que não quer um lanche?” Pergunto,


tentando fazer a situação leve quando tudo o que quero fazer é enrolar
no meio da cama e chorar.

Anastásia sacode a cabeça, olha para as mãos e começa a tirar o


esmalte das unhas.

“Me desculpe por não ter falado.”

Ela encolhe os ombros.

“Está bem. Entendi. Sou apenas uma criança. Não poderia


entender, certo?”

Balanço a cabeça, estendo a mão e gentilmente agarro seu queixo


e a viro para mim.

“Isso não é verdade. Eu juro. Desde o dia em que você nasceu e


colocaram você em meus braços, jurei que nunca deixaria que nada
acontecesse com você. Que faria o que fosse preciso para mantê-la
segura e me certificaria de que você estava feliz. Que sacrificaria tudo

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
para que você nunca tivesse que se preocupar. Simplesmente não
queria que você se preocupasse. Pensei que se mantivesse tudo para
mim mesma, que todos os nossos problemas simplesmente
desapareceriam e você nunca saberia que nós tínhamos problemas,”
explico.

“Eu sabia que ele não estava voltando para casa depois da
primeira semana,” ela sussurra, seus olhos se enchendo de lágrimas.
“Não éramos boas o suficiente para ele?”

Rapidamente enrolo o braço ao redor do seu ombro e a puxo


contra mim, beijando o topo da cabeça.

“Oh, baby, não. Isso não tem nada a ver conosco não sendo boas
o suficiente e tudo a ver com ele e seus próprios problemas,” digo a ela
suavemente quando começo a nos balançar de um lado para o outro.
“Não é nossa culpa que ele não estivesse feliz. Não é nossa culpa ter
saído. Eu era uma boa esposa. Não. Era uma ótima esposa. Dei a ele
uma boa vida e uma filha linda, inteligente e incrível, e por qualquer
motivo, não foi o suficiente. Isso é sobre ele, não nós.”

Toda revelação me bate quando falo e parece que outro peso está
sendo tirado de meus ombros. Estive me afogando em culpa, me
perguntando o que fiz de errado, desde o dia que entrei pela minha
porta da frente e encontrei papéis de divórcio na mesa no vestíbulo.
Finalmente entendi. Não fiz nada de errado. Fiz tudo certo. Talvez eu
seja muito tensa, mas é o que ele queria de mim. Não precisava que
fosse tudo perfeito. Só queria ser feliz. Faz muito tempo que sinto
qualquer coisa, remotamente, perto da felicidade. E estou percebendo
agora que tudo o que fiz foi negociar um trailer de dois quartos por uma
casa de quatro mil metros quadrados e um monte de coisas brilhantes.
Ainda sou miserável, e odeio tudo sobre minha vida, além da minha
filha.

Até hoje. Quando soltei minhas amarras e dancei em um poste


de stripper.

“Papai é um saco de merda,” Anastásia murmura com um


fungado, tirando a cabeça do meu ombro e limpando as lágrimas.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Ok, sei que estamos sendo abertos e honestos, mas ainda
assim...linguagem” lembro para ela.

“Você pode se sentir melhor se você disser isso,” ela me diz,


batendo o ombro contra o meu.

“Você soa como Ariel,” suspiro.

“Eu gosto dela. Ela é um pouco dura...” Dou uma olhada antes
que ela possa terminar “...uma, pessoa. Mas ela é legal. Gosto que você
seja amiga dela. Você precisa de mais amigas legais assim, em vez das
esnobes presas nesta rua.”

“Eu sou uma esnobe presa nesta rua,” lembro a ela, mesmo que
esteja tentando muito não ser.

Anastásia balança a cabeça, empurrando-se para cima da cama.

“Não, você não é. Quero dizer, você era. Um pouco. Mas ainda há
esperança para você, mãe. Fique comigo, e terei que comer as almas
dos seus inimigos em pouco tempo.”

Ela ri enquanto viro, pego um travesseiro e bato nela. Ela se


afasta enquanto caminha para trás na porta.

“Estamos bem?” Pergunto-lhe quando ela faz uma pausa na


entrada.

“Sim. Estamos bem.”

“Ainda tenho que ligar para você na Ásia?”

“Não. Era assim na semana passada,” ela responde com um


sorriso.

“Prometo que não vou esconder nada de você no futuro. E você


sabe que pode falar comigo sobre qualquer coisa, certo? Quero dizer
isso. Qualquer coisa mesmo. As coisas vão ser um pouco loucas... Por
algum tempo, mas vou consertar tudo. Tenho um plano, e não quero
que você se preocupe.”

Ela acena com a cabeça, me dando um pequeno sorriso antes de


desaparecer virando no corredor. Apontando para as minhas mãos,

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
começo a desliza-las contra a cama para deitar quando ela de repente
aparece com a cabeça para trás na entrada.

“Ah, e se você está pensando em se tornar uma stripper, você


deve fazer isso. Você tem um corpo assassino sob todos esses trajes
tensos que você usa. Aqueles homens vão chover se estiver no palco!”

“ANASTASIA!” Grito com uma risada chocada, agarrando outro


travesseiro e jogando na porta.

“Apenas escolha uma música melhor. Hanson é uma merda!” Ela


acrescenta com um sorriso, rapidamente sumindo no corredor, o som
de sua risada ecoando pelas paredes quando caminha até seu quarto.

Rio para mim e aperto minha cabeça enquanto deito de costas e


olho para o teto. Agarrando o meu telefone do meu lado, bato o play na
música que fiz uma pausa quando Anastásia entrou no quarto.

“Nós vamos ficar bem,” sussurro para mim mesma, sorrindo e


balançando a cabeça quando ouço os sons alegres e felizes de alguns
jovens músicos incríveis cantando “MMMBop”. “Vou ser uma stripper,
e minha filha de treze anos aprova. Está bem. Tudo está bem, e isso é
completamente normal. “

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 10:
Glitter de Stripper nos peitos

Olho para os pratos sujos do jantar na pia com absolutamente


nenhuma energia ou desejo de enxaguá-los e colocá-los na máquina de
lavar louça, mas meu corpo exausto ainda se aproxima da pia, e ligo a
torneira. Mesmo que os nossos jantares foram de filé mignon com
cauda de lagosta e espargos frescos para macarrão e queijo grelhado e
não tenha vários pratos, já fui programada para limpar tudo
imediatamente após o jantar. Colocar tudo em seu lugar, limpar os
balcões até que eles brilhem, empurrar as cadeiras de volta sob a mesa
para que estejam uniformemente espaçadas, e deixar a cozinha limpa.
Não importa o quão difícil tente, não posso tirar a voz irritante da minha
sogra da minha cabeça, dizendo-me que uma esposa sempre deve ter
certeza de que mantém uma boa casa para o marido.

Brian gostava de se sentar na ilha depois que terminava de


limpar e falava sobre o dia dele. Ele não gostava de olhar para a
bagunça no balcão ou pratos sujos na pia enquanto me contava o
quanto havia conseguido, quanto dinheiro fez, ou o quão brilhante foi
naquele dia. Não gostava dos quadros que estavam de frente tortos ou
os frascos de sal e pimenta deixados de lado na mesa, em vez de
guardados no armário de especiarias enquanto falava sobre seu dia,
nunca me perguntando sobre o meu.

A raiva e a vergonha que sinto por me deixar tornar essa pessoa


para alguém que não se importava com ninguém, exceto ele mesmo,
agita minhas mãos, e todos os tipos de pensamentos irracionais
começam a correr pela minha cabeça. Chegando rapidamente para o
meu telefone colocado no balcão ao lado da pia, vou aos meus contatos

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
e aperto para discar, agarrando o telefone firmemente na minha mão
trêmula enquanto levo até meu ouvido.

Ariel responde no primeiro toque. “Tudo dói e estou morrendo.


Você está interrompendo um banho de espuma muito relaxante, então
melhor ser bom,” ela diz.

Posso ouvir o barulho da água e sacudo minha cabeça por sua


falta de formalidades, mesmo que ela não possa me ver. “Uma pessoa
normal diz olá quando atende o telefone.”

“Acho que já estabelecemos que não sou uma pessoa normal.


Você me ligou apenas para me dar uma palestra de etiqueta no
telefone?”

Suspiro, olhando para os pratos sujos na pia.

“Não. Liguei porque tenho uma pilha de pratos na minha pia que
minhas mãos estão coçando para lavar, então eles não estarão aqui de
manhã quando eu acordar. Mas não sei se quero lavá-los porque é certo
ou porque é o que fiz pelos últimos treze anos apenas para fazer Brian
feliz,” divido, me sentindo como um idiota assim que as palavras saem
da minha boca.

“Você está tendo um colapso? Preciso ligar para o 911?” Ariel


pergunta.

“Não estou tendo uma colapso. Talvez seja um avanço. Ou talvez


esteja apenas perdendo a cabeça. São pratos sujos. E nem mesmo um
monte de pratos sujos. Existem dois pratos, um pote, uma panela e
duas colheres. Por que isso é tão difícil?”

É a vez de Ariel suspirar, e ouço mais salpicos de água.

“Estou chegando.”

“Não preciso que você venha. Estou bem,” digo a ela, olhando
para o saleiro ao lado da pia e me perguntando o que seria desapertar
a tampa e simplesmente despejar o conteúdo por todo o balcão.

“Eu disse que isso aconteceria. Disse que você precisa tirar isso
do seu sistema. Fique com raiva. Chore. Perca sua merda por todo o
lado. Você não fez, e agora olha o que aconteceu: você não pode deixar

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
alguns pratos sujos na pia sem pensar que está perdendo a cabeça.
Estou chegando e estamos iluminando a merda em chamas,” ela diz
com determinação e uma pitada de excitação.

Atravessando o balcão, olho sobre um porta retrato que contém


uma foto de Brian e eu em uma aula de culinária que fomos há alguns
anos atrás.

“O que é que foi isso? O que você está fazendo?” Ariel pergunta
quando ouve o barulho da moldura de madeira no triturador.”

“Apenas joguei uma foto. Já não está de frente para o lado leste,”
digo a ela com uma risada ligeiramente histérica enquanto pego o
frasco de sal e desenrosco a tampa, despejando o conteúdo por todo o
balcão.

Rapidamente me viro e me apresso para a mesa da cozinha,


chutando cada cadeira enquanto me movo em torno dela até que estão
todas tortas. Ainda estou rindo como uma lunática, mas não consigo
parar o caos agora que deixei solto. Vou até os armários inferiores da
cozinha, abrindo o primeiro e vou arrancando todas as panelas e
frigideiras lançando-as atrás de mim, o barulho delas batendo na cara
lajota que Brian insistiu em importar da Itália tão alto que mal posso
ouvir o que Ariel está dizendo.

“O que diabos você está fazendo?” Ela grita.

“Apenas estraguei as cadeiras da cozinha, despejei sal no balcão


e agora estou jogando tudo dos armários no chão.”

Segurando o telefone entre o meu ombro e a bochecha, abraço a


gaveta do talheres, puxando completamente e atiro de cabeça para
baixo.

Rio mais alto quando garfos, facas, colheres e espátulas caem ao


redor dos meus pés, grata por isso que quando chego ao quarto de
Anastásia, ela está enrolada no meio da cama com um par de fones de
ouvido, o volume tão alto que posso ouvir a batida abafada da soleira
da porta.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Saia da cozinha, Cindy. NÃO faça mais nada até chegar aí.
Preciso ver essa merda pessoalmente. Estou levando fósforos,” Ariel diz
com uma voz excitada.

Eu a ignoro enquanto continuo fazendo uma bagunça da minha


cozinha, despejando uma vasilha inteira de açúcar de confeiteiro no
meio do chão, hipnotizada pela forma como o pó esponjoso sopra em
uma nuvem branca enquanto flutua no chão.

“Estou fazendo os anjos da neve com o pé no açúcar em pó no


nosso piso de porcelana italiano que custa oitenta e dois dólares o
metro quadrado, e tenho certeza que acabei de riscar a metade deles.
Brian ficaria tão irritado agora,” digo com uma risadinha. “Isso é o que
o fundo do poço parece, Ariel.”

“Não é o fundo do poço, a menos que você se incline e comece a


resmungar nessa merda,” ela responde. “Porra. NÃO fique de joelhos e
comece a resmungar nessa merda, Cindy. Pelo menos não até chegar
aí com uma bateria de celular totalmente carregada, para que eu possa
filma-la.

Agarrando um dos pratos sujos da pia, o levanto acima da minha


cabeça e, em seguida, atiro pela sala, observando bater contra a parede
distante e destruindo em um milhão de peças.

“OPA!” Grito.

“Doce Jesus, falo grego. Você é uma mulher branca que perdeu
sua merda. Pelo menos, grite algumas obscenidades, para que eu possa
me orgulhar de conhecê-la”, Ariel suspira.

O toque da campainha me faz congelar com a mão pairando


sobre a pia, totalmente preparada para pegar outro prato e lançá-lo
contra a parede. Ainda segurando o telefone na minha orelha, atravesso
a cozinha e entro no vestíbulo.

“Eu disse para você não vir. Estou bem,” reclamo com Ariel,
olhando para trás por cima do meu ombro na bagunça da minha
cozinha, percebendo que realmente não estou tão bem, mas, pelo
menos, minhas mãos não estão mais tremendo, e não me sinto com
raiva e vergonha.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
A campainha toca novamente quando deslizo a cabeça pela porta
da cozinha e alcanço a fechadura da porta.

“Uh, eu não cheguei,” Ariel diz quando abro a porta da frente.

Meus olhos se dilatam e o telefone escorre no meu alcance,


batendo no chão.

“Esse é um momento ruim?” PJ pergunta com um levantar das


sobrancelhas enquanto me olha da cabeça aos pés.

Nem preciso olhar no espelho pendurado na parede do vestíbulo


ao meu lado para saber o que ele está olhando agora. Ainda estou
vestindo o terninho de tweed Marinho e Branco da Ann Taylor, que ele
me viu no clube mais cedo, menos a jaqueta. A blusa de seda branca
abotoada que vesti sob a jaqueta parece uma segunda pele depois de
toda a transpiração que tive durante a minha tentativa na cozinha, e
agora é uma bagunça enrugada. Meu coque previamente limpo e
arrumado soltou-se, e do canto dos meus olhos vejo fios de cabelo
caindo ao redor do meu rosto e saindo por todo o lugar, para não
mencionar o açúcar em pó que atualmente cobre todo o meu pé e vai a
meio caminho nas minhas pernas nuas.

“Olá?” PJ fala de novo, acenando com a mão na frente do meu


rosto, já que estou de pé na minha porta olhando para ele com a boca
aberta, incapaz de mover ou falar.

Claro que ele ainda parece tão bom como quando o vi no clube.
Ainda está vestindo o mesmo jeans e camisa do dia, sem uma mancha
de suor ou rugas à vista. “Você precisa terminar essa chamada?”

Ele aponta para o telefone que deixei cair, e o som de sua voz me
tira do meu deslumbrante aturdimento. Rapidamente agacho e agarro
o telefone, cortando os gritos e berros de Ariel assim que o traga de
volta para a minha orelha.

“PJ está aqui, tenho que ir. Ligo de volta mais tarde. Não venha,”
falo com pressa enquanto respaldo, meus olhos pousando em seus
lindos olhos azuis, perfurando um buraco através de mim da maneira
que está me estudando calmamente.

“VOCÊ ESTÁ FODIDAMENTE BRINCANDO COMI…”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Encerro a ligação no meio do grito incrédulo de Ariel e jogo meu
telefone na mesa do vestíbulo, cruzando meus braços à minha frente
enquanto respiro profundamente e me concentro em não ter vergonha
de que esse homem está me vendo no meu pior absoluto.

“Vá para casa para seu marido e asse uma merda. Encontre outro
passatempo para preencher sua pequena vida entediada e saia do meu
clube.”

As últimas palavras que ele me falou no clube antes de me jogar


em um loop na minha cabeça até que esqueci tudo sobre ser
envergonhada e ir direto para a raiva.

“O que você está fazendo aqui?” Pergunto com aborrecimento,


não me importando muito sobre maneiras ou convidando ele com um
sorriso educado. O tempo para as sutilezas já se foi.

“Pensei que deveríamos conversar. Liguei para John e o fiz olhar


pela janela da frente para ver se você estava em casa,” ele responde
com um encolher de ombros e um sorriso tímido que me recuso a
pensar ser de qualquer maneira adorável.

John está oficialmente fora da minha lista de cartões de Natal.

“Não temos nada para falar, e estou meio ocupada aqui...” afasto
alcançando a porta.

PJ estica o pé e me impede de bater em seu rosto, e suspiro em


aborrecimento.

“Olha, sei que é estranho aparecer aqui do nada, e sinto muito


por interromper... seja o que for que você está fazendo,” ele diz, olhando
rapidamente para o pó branco nas pernas antes de encontrar meus
olhos novamente. “Mas você vai me dar dois segundos para dizer o que
vim aqui para dizer?” Ele pede.

“Bem. Mas não estou convidando você para entrar,” digo a ele
petulantemente, cruzando meus braços à minha frente novamente
enquanto ele continua pairando na porta, passando uma mão pelo
cabelo deixando bagunçado, que quero passar as minhas mãos, mesmo
que não goste muito dele neste momento.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Alguns segundos de silêncio se estendem entre nós antes que ele
finalmente fale.

“Olha, só queria me desculpar pelo que disse anteriormente que


possa ter te ofendido,” afirma.

“O que no mundo você pode ter dito que teria me ofendido?”


Pergunto com uma risada sarcástica. “Foi a parte sobre como deveria
ir para casa e assar algo? Ou talvez tenha sido quando você disse que
tenho uma vidinha tensa e deveria ir encontrar um passatempo
diferente? Oh já sei! Aposto que foi quando você disse que eu tinha uma
barra na minha bunda do tamanho do Empire State Building. Você
deve realmente diminuir isso, então sei exatamente do que você pede
desculpas.”

Olho para ele, e pelo menos ele tem a decência de parecer


envergonhado e não cheio de condescendência satisfatória como antes,
quando me julgou sem saber uma coisa sobre minha vida.

“Sinto muito. Tudo o que disse foi grosseiro e desnecessário.


Falei sem pensar,” ele diz. “Tive um pequeno bate-papo com Tiffany
depois que você saiu, e você ficará feliz em saber que ela me chamou
de uma grande variedade de insultos de imbecil a bundão e de maior
idiota do mundo.”

Tiffany é agora minha nova melhor amiga.

Ele atravessa o limiar e fica de pé à um dedo de distância, e tenho


que levantar meu pescoço para olhar para ele. Mantenho meus braços
bem cruzados sobre meu peito e meus pés plantados onde estão,
recusando-me a afastar. Tenho medo que se me mexer, posso passar
minhas mãos contra os músculos em seu peito apenas para ver se eles
são tão firmes quanto parecem, ou socá-lo. Pode ir de qualquer jeito.

“Ótimo, obrigada pela desculpa, você pode ir agora.”

Dou um passo para trás, decidindo que me afastar dele é


provavelmente a escolha mais sábia, antes de fazer algo que vou me
arrepender.

“Cynthia, por favor,” ele suplica suavemente.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Estou canalizando Ariel e deixando um monte de palavras de
xingamento voar na minha cabeça quando o som do meu nome vindo
da sua boca me faz sentir toda quente e incomodada.

“Realmente sinto muito pelo que disse. Fiz um julgamento rápido


sobre você. Tiffany me contou um pouco sobre você e sobre o que você
está passando e.... não deveria ter dito essas coisas. Não sou um idiota.
Só protejo meu clube e as mulheres que trabalham lá.”

Fecho meus olhos por alguns segundos para ter meus


pensamentos em ordem. Parte de mim quer me sentir mortificada por
Tiffany divulgar minhas informações pessoais para esse homem, que
claramente não tem uma opinião muito boa de mim. Mas outra parte
de mim, a parte que acabou de jogar um prato contra o muro da
cozinha e lançou potes e panelas na sala, está feliz que ele sabe e parece
um idiota pela maneira como se comportou.

“Passei treze anos deixando um homem me dizer o que podia ou


não fazer. Não vou deixar isso acontecer de novo,” digo a ele.

“Eu sei. E novamente, desculpe. Quero ajudar você. Você e suas


amigas. Me dê uma chance para fazer isso certo. Volte para o Charming
nesta sexta-feira à noite, quando o clube estiver aberto. Se você está
determinada a aprender ser uma dançarina, você pelo menos precisa
ver como isso realmente funciona, quando o lugar está aberto e cheio
de energia e testosterona”, ele diz, saindo do vestíbulo para a varanda.

Ele dá outra olhada lenta, da cabeça aos pés, enquanto continua


movendo para trás, e tento não tremer.

“Apenas esqueça as pérolas e use algo um pouco menos... dona


de casa dos anos 50,” ele me diz com um sorriso malicioso quando vira
e desce as escadas.

Estreito meus olhos em suas costas e saio na entrada, gritando


atrás dele.

“Estas pérolas são uma herança familiar!”

Essa joia é o único bem que herdei da minha mãe que nunca
conheci, já que ela morreu dando à luz. A única coisa que minha
madrasta do mal não vendeu depois que meu pai morreu, porque as

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
mantive escondidas debaixo do meu colchão no chão. É a única peça
de joias que ainda uso e não vendi – que foi o que fiz com todas as
peças que Brian me deu ao longo dos anos. Elas não significavam nada
para mim. Nem hesitei quando as entreguei ao homem da casa de
penhores.

PJ ri enquanto vejo ele começar a entrar em sua caminhonete -


uma Ford Ranger, brilhante e preta que é cem por cento masculina e
faz com que ele pareça robusto e quente enquanto faz uma pausa na
porta aberta para me olhar com outro sorriso que faz meu coração bater
da maneira mais irritante. Brian dirigia um BMW. Um carro
pretensioso, elegante e prateado que o fazia parecer tentar muito,
especialmente quando tirava um lenço do bolso para limpar uma
impressão errada fora daquela coisa estúpida. PJ provavelmente não
tem um lenço no bolso apenas para a caminhonete dele. Ele
provavelmente arranca sua camisa e enrola em sua mão para limpar
essa coisa, enquanto segura uma mangueira acima da cabeça e sacode
a água dos seus olhos em câmera lenta.

Pelo amor de Deus, Cynthia, tenha vergonha.

“Dez da noite. Sexta-feira. Menos dona de casa, mais dançarina


exótica,” ele me lembra. “Se você puder lidar com isso.”

Ele senta no banco da frente, fechando a porta e afastando da


minha entrada enquanto grito atrás dele novamente, mesmo que ele
não possa me ouvir.

“Oh, eu posso lidar com isso! Você nem sabe o que posso lidar.
Vou mostrar meus seios e talvez até colocar brilho sobre eles! VOU SER
UMA DANCARINA DE STRIPRTEASE COM SEIOS COM BRILHO SERÁ
QUE VOCÊ PODERÁ LIDAR COM ISSO!”

Imediatamente paro de gritar para sua caminhonete, que sai


Fairytale Lane, quando vejo Phillip, um vizinho que está na associação
dos proprietários comigo, parar no final da minha garagem, com seu
cachorro puxando a coleira na mão. Levanto meu queixo e lhe dou um
aceno, recusando-me a ficar envergonhada com o que acabei de gritar
para todo o bairro ouvir.

“Noite encantadora que estamos tendo!”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Phillip não diz uma palavra, apenas olha para longe e
rapidamente retoma a caminhada de seu cachorro.

Voltando para dentro, fecho a porta e inclino minhas costas


contra ela, finalmente olhando para o espelho no vestíbulo. Claro, vejo
uma bagunça completa, mas meus olhos estão brilhantes, e a excitação
está percorrendo minhas veias. Nem me importo que apenas gritei
sobre peitos brilhantes e provavelmente traumatizei meu vizinho. Tudo
o que me interessa é o fato de que vou fazer com que PJ coma suas
palavras.

Assim que reavaliar as roupas no meu armário.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 11:
Clone-a-Willy

“Ainda não entendo por que você precisa levar dez mochilas de
roupas, duas malas cheias de sapatos e....” pauso, tirando a tampa de
um pote plástico gigante e olhando para dentro “...o que parece metade
da Sephora para minha casa.”

Fecho a tampa e olho para cima enquanto Ariel tira a cabeça do


meu armário segurando um casaco da Nordstrom.

“Porque tudo que você possui é bege e chato.”

Sentada na beira da cama, abro a boca para Ariel. Quando disse


a ela que PJ nos convidou para voltar ao clube e o que ele me disse
sobre vestir diferente de uma dona de casa dos anos 50, esperava que
Ariel se indignasse em meu nome. Em vez disso, ela pediu uma reunião
de emergência com Belle e apareceu aqui uma hora depois, carregando
muitas coisas com ela, demorou três viagens para trazer tudo para o
meu quarto.

“Isso não é bege, é trigo dourado. Usei esse terno em uma


instituição de caridade para a Liga de Proteção Animal no ano passado.
É tudo, menos chato. Tomei dois copos de champanhe e quase adotei
uma ninhada de cachorros de quatro semanas de idade.”

A altivez em minhas palavras perde seu significado quando Ariel


resmunga e revira os olhos para mim.

“Uau. Dois copos de champanhe. Perdeu sua mente lá, Cindy


Louca.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Ariel desaparece de volta no armário, e alguns segundos depois,
Belle sai, segurando em seu corpo um vestido em um cabide.

“Eu gosto deste. É muito elegante,” ela me diz com um sorriso.

Abro minha boca para agradecer quando Ariel aperta a porta ao


lado dela, apontando o vestido com um rosto encolhido.

“Bege e chato. Jogue.”

“Isso é cru,” argumento. “Não é chato, e não estou jogando.”

“Deixe-me adivinhar: você usou para um jantar de negócios com


o chato do Brian e depois de várias horas de conversa positivamente
estimulante sobre ele, o meio copo de Merlot que você tomou te
transformou em uma mulher selvagem que pediu café e sobremesa.
Aposto que foi uma anarquia total,” Ariel ironiza.

Ela joga o vestido na pilha no chão, joga e desaparece de volta ao


armário com Belle enquanto encaro o vestido. Foi um jantar de negócios
com Brian, onde tudo o que ele fez foi falar sobre si mesmo enquanto
sentei ao lado dele, sem dizer nada a noite inteira, me sentindo
completamente invisível no meu vestido cru que combinava com a
pintura nas paredes do estabelecimento. Mas tive a sobremesa. Um
tiramisu muito engordurado que estava delicioso.

“Honestamente, como você sequer funcionava na sociedade


normal antes de me conhecer?” Ariel pergunta, sua voz apagada do
interior do armário, o barulho de cabides soando como pregos em um
quadro, antes de ressurgir alguns minutos depois, despejando um
braço de roupas na pilha.

“Desde que seu ex-marido idiota levou toda sua merda com ele e
não temos nada de divertido para queimar, vamos começar com essa
pilha de roupas de merda,” ela me diz, chutando a pilha com o dedo.

“Nós não estamos queimando minhas roupas. Você tem alguma


ideia de quão caras essas peças foram?” Argumento, mesmo que a visão
de toda minha roupa monótona e simples me faça querer alcançar o
isqueiro mais próximo.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Cindy, você teve um avanço na outra noite. Você está no
caminho da recuperação e o primeiro passo é admitir que você tem um
problema. Repita depois de mim: não colocarei no meu corpo o que é
trigo dourado, cru, nude, ou qualquer outra cor na família bege, a
menos que o que esteja colocando no meu corpo seja um homem real
como esse tom cor da pele,” Ariel recita, colocando as mãos nos quadris
e erguendo uma sobrancelha enquanto ela espera que eu faça o que
pediu. “E nós não precisamos queimar tudo. Apenas algumas peças
para fazer você se sentir melhor. E por você, eu me refiro a mim, porque
se tiver que olhar para essa porcaria, vou vomitar. Podemos vender o
resto.”

“Não foi um avanço; foi uma perda temporária de sanidade.


Despejei açúcar em pó no chão da minha cozinha e xinguei um homem,
Ariel. Estava muito indignada” Lembro a ela, cruzando meus braços na
frente e tentando muito não pensar na bagunça estava na outra noite.

PJ me viu no meu pior absoluto: suada, pegajosa e não no estado


certo. Tenho certeza de que ele apenas nos convidou para o clube esta
noite porque sentiu pena de mim.

“Você disse a palavra idiota, repetindo o insulto que ele jogou em


você. Não conta como palavrão de um homem até que você tenha
encadeado pelo menos quinze maldições que o fazem correr com o rabo
entre as pernas, olhando metade das coisas que você o chamou no
Dicionário Urbano quando ele sair, porque ele não entende as palavras
que voam de sua boca em rápida sucessão,” Ariel explica. “E quem se
importa se ele apenas nos convidou para o clube esta noite porque viu
a loucura em seus olhos e teme por sua vida? Ele pediu desculpas por
ser um idiota, viu o erro de seus caminhos, e agora quer nos ajudar.
Precisamos de ajuda, Cindy. Precisamos de dinheiro. Só conseguiremos
fazer por conta própria sem as conexões e conhecimentos corretos. PJ
tem essas conexões e conhecimento. Talvez no fundo, ele ainda não
acredite que podemos fazer isso, mas isso significa que você terá uma
diversão de verdade e provará que ele está errado. Não me diga que os
últimos dias não foram apenas um pouco excitantes, sabendo que
estamos bem no caminho para provar que ele está errado.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Tenho que admitir, depois que PJ saiu da minha casa na outra
noite, fiquei cheia de uma excitação renovada em relação ao nosso
negócio. Assumi o comando e Ariel, Belle, e eu trabalhamos sem parar,
chegando a um plano de negócios para saber como exatamente essa
coisa de Home Strippin Party vai funcionar, já que não podemos enviar
folhetos ou um e-mail para todos nossos amigos anunciando isso.
Então, fizemos pesquisas e compilamos tanta informação quanto
pudemos nos últimos dias. Embora eu admita que PJ acendeu o fogo
sob mim, ele não é a principal razão pela qual quero fazer isso. Ele não
é a força motriz atrás de mim, querendo juntar minha vida, finalmente
fazer algo por mim e descobrir que realmente estou caminhando.
Provar que está errado é apenas uma pequena vantagem para este
momento que muda uma vida.

“Você está tão perto de ter esse bastão finalmente removido de


sua bunda,” Ariel continua enquanto caminha para ficar na minha
frente. “Você está ampliando seus horizontes, fazendo novos amigos,
saindo em clubes de strip-tease e aprendendo a dançar em um poste.
Este é o seu momento, Cindy. Essa pole é uma tartaruga - indo para
fora do seu traseiro, e você precisa arrancar o restante do caminho.
Queime a roupa bege.”

Balanço minha cabeça na maneira cruel de Ariel de colocar as


coisas, mas ela está certa. Este é o meu momento. Estou de pé em um
penhasco, e preciso fazer esse salto final. Caso contrário, nada mudará.

“O que é um Clone-a-Willy e por que está na parte de trás do seu


armário em uma caixa de sapatos?” Belle pergunta de repente, de pé
na entrada do armário segurando um recipiente cilíndrico.

Os olhos de Ariel se alargam quando ela ataca a Belle. Meu rosto


se aquece e, provavelmente, gera uma tonalidade alarmante de
vermelho quando Belle continua girando o tubo nas mãos, tentando ler
as letras finas.

“Você tem um Clone-a-Willy em seu armário, sem abrir? Você


escondeu este auxílio marital mágico na parte traseira de seu armário
em uma caixa de sapatos? Esqueça tudo o que acabei de dizer. Esse
pedaço se enterrou completamente agora, você vai precisar de uma

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
barraca para sair,” Ariel reclama, pegando o objeto da mão de Belle e
acenando no ar, aumentando minha mortificação.

“Foi um presente,” murmuro.

“Isso é uma ajuda matrimonial? O que isso faz?” Belle pergunta.

“Cindy aqui teve a oportunidade de fazer um molde do pau de


seu marido e nunca fez isso. Poderia ter tido horas de prazer com essa
coisa. HORAS, Cindy. Estou tão desapontada com você agora,” Ariel
afirma com uma sacudida de sua cabeça.

Aperto minha mandíbula, os meus dentes esmagando e minhas


mãos firmemente apertadas no meu colo para me impedir de gritar.

“Espere um minuto. Você pode realmente fazer um molde de pau


de alguém e.... não entendo,” Belle diz com um suspiro.

“O que diabos é um molde?”

“Um frickle é para um menino e um frackle é para uma menina,”


Belle explica com um encolher de ombros, como se fosse a coisa mais
normal do mundo.

“Bom Deus, estou na Zona do Crepúsculo?” Ariel reclama.


“Nunca, nunca diga frickle ou frackle novamente. É pênis e vagina. Ou
pau e buceta. Qualquer coisa, menos frickle e frackle,” Ariel repreende,
apontando o tubo no rosto de Belle antes de virar e apontar para mim.
“E você. Quando seu marido compra um molde para fazer seu pênis,
você faz um molde de seu pênis! É quente ele querer que você se
masturbe quando está fora. Ou se masturbe enquanto ele está
assistindo. Agora, entendido isso, eu vi seu pênis e não há nada para
escrever sobre ele, e ter uma réplica exata daquela coisa pode não ser
a melhor maneira de apimentar seu casamento, mas talvez ele não
estivesse enfiando seu pau na babá, se você tivesse sua réplica em sua
mesa de cabeceira. Ele definitivamente não teria enfiado seu pau em
mim, vou te dizer isso.”

Aperto minhas mãos tão fortemente no meu colo que tenho


certeza de que vou cortar a circulação em breve.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Você sabia que o brinquedo sexual mais caro do mundo é um
vibrador de ouro branco, incrustado com cento e dezessete diamantes
e vale cinquenta e cinco mil dólares?” Belle pergunta.

“Puta que pariu,” Ariel murmura, ignorando Belle. “Esse Clone-


a-Willy apenas me fez perceber algo, porque a imagem na caixa é de
um pau menos que impressionante. Você sabia que Brian tinha seu
pau em nós ao mesmo tempo? Nós somos como essa coisa de seis graus
de Kevin Bacon, exceto que são os seis graus do pau de Brian.”

Fecho meus olhos e respiro profunda e calmamente antes de me


afastar da cama, perseguindo Ariel.

“Não, ele não teve.”

Minha voz sai tranquila e mansa, apesar de meus pensamentos


estarem gritando através do meu cérebro, morrendo de vontade de
serem soltos.

“Ele realmente fez. Ele estava nos fodendo ao mesmo tempo, o


que significa que nós estávamos nos dando um amasso. Você e eu
basicamente fizemos sexo,” ela diz com indiferença, com um encolher
de ombros.

“De acordo com um estudo recente, há exatamente vinte e seis


por cento de termos em gíria para genitais,” Belle continua, e Ariel e eu
nos voltamos para encará-la. “Estou apenas dizendo. Eu não sou a
única que usa palavras diferentes para partes do corpo. É
completamente normal.”

“Não é completamente normal que duas amigas tenham tido


relações sexuais. Isso cruza um monte de fronteiras para as quais não
estou preparada,” Ariel reclama.

“Nós não fizemos sexo, você quer parar?” Argumento, tentando


muito manter a calma.

“Está bem. Passaremos isso. Precisamos de alguns anos de


terapia, mas tenho certeza de que vamos ficar bem. Nós só precisamos
parar de imaginar nos duas fodendo o mesmo pau ao mesmo tempo,
provavelmente no período de algumas horas. Foda-se, acho que vou
ficar doente.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Ariel pressiona sua mão contra a boca e olho sua garganta
contraindo enquanto ela engole algumas vezes.

“Isso nunca aconteceu. Não precisamos de terapia.”

“Você ainda estava casada com ele há sete meses. Posso fazer a
conta,” ela responde.

“Asseguro a você que sua conta é muito improvável.”

Meu coração está batendo rapidamente no meu peito e está


levando tudo em mim para não gritar como todo meu pulmão para que
ela apenas deixe ir e siga em frente para escolher o que vou usar esta
noite.

“Duzentos e dez dias estranhos, subtraindo você ainda era


casada com o cara é igual a fazer sexo com o mesmo pau!” Ariel grita
de frustração, jogando as mãos no ar.

“NÓS NÃO FIZEMOS SEXO COM O MESMO PAU, PORQUE À


DUZENTOS E DEZ DIAS, NÃO ESTAVA FAZENDO SEXO COM MEU
MARIDO! A ÚLTIMA VEZ QUE FIZ SEXO COM MEU MARIDO FOI À
UNS MIL E CINCO DIAS ATRÁS!” Grito.

Um silêncio incômodo preenche o quarto com minha


proclamação, e rapidamente arrumo minhas palmas suadas pela frente
da minha saia.

“Jesus, eu acabei brincando sobre tudo isso neste momento.


Quem sabia que era realmente verdade? Três anos? Sei que isso vai
parecer muito malvado, mas não é de admirar que o cara te traiu. Você
devia desistir por menos do que isso,” Ariel diz, fazendo meu sangue
ferver.

“Os especialistas definem um casamento sem sexo como aquele


que tem sexo não mais do que dez vezes em um determinado ano, ou
menos de uma vez por mês,” Belle murmura.

Tendo quase o suficiente desse absurdo, pego o Clone-a-Willy da


mão de Ariel, e agora é a minha vez de começar a apontar para o rosto
dela.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Você sabe quem comprou essa coisa? Eu comprei. COMPREI
PARA O BRIAN O CLONE-A-WILLY!” Eu a informo, minha voz
aumentando com cada palavra que falo. “Porque você está certa. A ideia
de usar essa coisa enquanto ele estava fora em negócios deveria ser
quente. Mas ele achou que era estranho e grosseiro, então joguei na
parte de trás do meu armário e nunca voltei a mencionar isso. E não,
não fiz sexo em três anos, mas não foi por falta de tentativa. Queria
fazer sexo. Queria ter TODOS os tipos de sexos, mas Brian estava
cansado, Brian não estava com vontade, Brian teve um longo dia de
trabalho, Brian teve uma reunião precoce na manhã seguinte. Comprei
tanta lingerie que parecia que a Victoria's Secret vomitou na minha
cômoda, mas BRIAN NÃO ESTAVA NO CLIMA. Acontece que Brian não
estava com vontade de mim.”

Toda a raiva e frustração me deixa em um instante, e antes que


perceba, meus joelhos dobram e estou sentada em cima da pilha de
roupas bege, chorando e acenando o Clone-a-Willy em cima da minha
cabeça.

“Reservei quartos de hotel na cidade, acendi velas, planejei


escapadas surpresa de fim de semana, comprei pornô! Meu histórico
de pesquisa do Google provavelmente ainda está cheio de toda a
pornografia que comprei e, amanhã posso ser atropelada por um
ônibus e as pessoas verão meu histórico de pornografia do Google e não
será bonito!” Soluço. “Durante três anos tentei tudo o que pude para
que meu marido fizesse sexo comigo e nada funcionou. Agora vou
morrer, sem sexo e sozinha, com pornografia estudante/ professor
presa em meus cookies!”

Ariel rapidamente cai ao meu lado, pega o Clone-a-Willy da


minha mão e atravessa a sala.

“Você NÃO vai morrer sem sexo e sozinha com qualquer coisa
presa nos seus cookies, além de um frickle muito maior, muito mais
agradável,” Ariel me tranquiliza.

“Ele realmente não tinha um frickle muito satisfatório. Deus,


sinto falta de sexo,” digo com um suspiro.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Seu frickle era fodido, e ele não sabia como usar nem se tivesse
um roteiro e um guia turístico.”

“Vê? É divertido dizer frickle!” Belle exclama.

Ariel agarra uma das minhas mãos, puxando-me do chão


enquanto limpa as lágrimas.

“Me desculpe por ter insinuado que isso era culpa sua. Ainda
estou tendo problemas para chegar a um acordo com o fato de que há
uma cachorrinha escondida sob todo esse bege,” Ariel pede desculpa.
“Hoje à noite, Stella está recuperando o atraso.”

Ariel se aproxima da pilha de sacolas de roupas e começa a


descompactá-las.

“Nós vamos te deixar sexy, e PJ nem saberá o que o atingiu,” ela


anuncia, tirando um vestido vermelho que mal tem material suficiente
para cobrir todas as partes importantes.

“Eu não quero nada para derrubar PJ. Nem gosto dele,” minto,
imaginando seu rosto lindo e quão bem ele pode usar um jeans.

“Você não precisa gostar dele para se dar uma boa foda. Você
precisa de um bom pau, Cindy. Brian é medíocre na melhor das
hipóteses. Você precisa de algo que derreta sua mente, enrole-seus-
dedos, um pau que apague-sua-memória. E enquanto você estiver
ocupada sendo fodida na próxima semana, você também pode usar isso
para o seu conhecimento comercial, por isso é uma vitória para todos.”

Eu não vou mentir: a ideia de dormir com PJ me enche de


emoção. Ele definitivamente se parece com um homem que não precisa
de um roteiro ou de um guia turístico no quarto. Mas o negócio que
estamos tentando estabelecer precisa ser nossa principal prioridade.
Sair da dívida e assumir o controle da minha vida precisa vir em
primeiro lugar, não um homem com olhos azuis penetrantes, que tenho
certeza que ainda não pensa somos importante, ou que nós três
possivelmente possamos fazer o negócio bem sucedido.

Vou deixar Ariel me vestir e irei para o clube estúpido de PJ esta


noite, mas vou fazer isso por mim. Porque preciso de uma mudança.
Porque preciso de uma lembrança que sou uma mulher forte e

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
independente que pode fazer qualquer coisa acontecer. Com um pouco
de confiança e minhas novas amigas do meu lado, posso fazer qualquer
coisa.

“A operação Fazer Cindy Arrasar está agora em pleno vapor,”


Ariel anuncia, jogando o vestido vermelho para mim.

“Esse não é o propósito desta noite, e não estou usando isso,”


digo a ela, jogando o vestido de volta para ela.

“Acabei de descobrir que você gosta de pornografia. Eu me sinto


mais próxima de você do que nunca. Não me arrase assim. Leve a sua
bunda para o banheiro e coloque o vestido vermelho de puta,” ela
ordena, agarrando minha mão e colocando o vestido.

“Bem. Mas esta noite é estritamente de negócios e nada mais,”


digo a ela enquanto me viro e vou até o banheiro.

“Sim, sim, seja o que for. Licença para pequenas empresas,


design do site, arquivamento de documentos fiscais, blah, blah, blah,
Cindy tendo um frickle empurrado em seu frackle,” Ariel grita atrás de
mim.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 12:
Sua esposa sabe onde você está hoje à noite?

“Isso é fascinante. Eu já entrevistei vinte homens e tenho tanta


informação que vai explodir minha mente. Devo anotar quando chegar
em casa,” Belle fala enquanto escreve notas em um pequeno caderno
que está carregando com ela desde que chegamos a Charming.

Tentei puxar a bainha da calça que Ariel me forçou a vestir para


impedir que minha parte traseira apareça cada vez que ando, mas não
adianta. Essa coisa minúscula de couro preto parece que foi pintada
em mim e não se mexe.

“Com licença, senhor?” Belle fala alto acima da música tocando


no sistema de som enquanto agarra o braço de um cavalheiro
caminhando por nós. “Você tem alguns minutos para falar comigo?
Gostaria apenas de saber quantas notas você carrega atualmente em
sua carteira. E se você parou em um banco no caminho aqui para
pegar? Percebo que você está usando um anel de casamento. Sua
esposa sabe onde você está hoje à noite, e se sim...

“Pare.”

Nós duas viramos quando ouvimos uma voz ameaçadora falar


por trás de nós, nossas cabeças voltando a olhar para o bravo e irritante
homem com os pés plantados e os braços cruzados na frente dele.

“Quase terminei com minhas perguntas. Apenas mais algumas e


depois...

“Não.” Beast corta Belle novamente.

“Pare de interrompê-la. É rude.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Mas desisto de repreendê-lo por seus costumes porque estou
ocupada tentando puxar a bainha do meu short com uma mão,
enquanto tento segurar o V profundo da minha blusa de seda branca
fechada de corte baixo senão meus peitos vão sair fora da coisa
estúpida.

Cada puxão e ajuste que faço faz com que as tiras finas do meu
confortável decote caiam dos meus braços até não haver nada
segurando minha camisa, além da minha mão segurando-a contra meu
peito.

Isto é ridículo.

“Andar em torno deste clube perguntando aos clientes se as


esposas sabem onde eles estão é rude,” Beast grita, juntando mais
palavras do que o ouvi pronunciar.

“Estou compilando fatos e fazendo pesquisas. Você não pode me


dizer o que fazer,” Belle afirma, estreitando os olhos e dando um passo
em direção a ele com nem um pouco de medo do brilho que ele está
dando a ela.

“Pare. De falar. Com os clientes,” Beast rosna em voz baixa.

“Bem. Então vou te perguntar. Sua esposa sabe onde você está
hoje à noite? Quantas notas você tem atualmente no bolso de trás?”
Belle pergunta, a caneta colocada acima do caderno, pronta e à espera
de qualquer conhecimento que ele possa lhe dar, inconsciente do olhar
sombrio que passa sobre seus olhos com suas perguntas.

“Vá para casa.”

Com essas palavras finais, Beast se vira e se afasta, seu corpo


gigante engolido pela multidão de pessoas que passam com bebidas
nas mãos, esperando o primeiro artista entrar no palco.

“Como fazer as pesquisas quando ninguém está cooperando?”


Belle se queixa, empurrando os óculos para o nariz enquanto Ariel
entra entre nós, virando um copo e terminando o conteúdo, os cubos
de gelo clicando contra o vidro quando ela afasta da boca.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Você deve fazer pesquisas participando das festividades, não
matando o clima de todos com uma centena de perguntas, como se
você fosse uma repórter na cena. Tome algumas bebidas. Se misture.
Dance em volta. Abrace a beleza da experiência americana do strip-
club,” Ariel diz. “E, pelo amor de Deus, pare de encobrir seus bens.”

Ela puxa minha mão longe do decote de minha blusa.

“Sim, pare de encobrir a mercadoria.”

Ariel solta um suspiro longo e sofredor quando Eric se junta ao


nosso grupo, seus olhos se concentram na ampla quantidade de decote
que ela não se preocupa em tentar esconder no vestido vermelho que
recusei usar.

“Oh, olha quem chegou, falando em herpes acaba de chegar.


Agora, a festa pode realmente começar,” Ariel zomba.

“Você sabe que cada vez que você fala isso endurece meu pau?”
Eric diz com um sorriso malicioso.

“Ok, entendo agora. Se ele disser que o frickle dele endurece, não
teria sido tão quente,” Belle sussurra no meu ouvido.

“Vá embora e encontre alguém para irritar. Temos trabalho a


fazer,” Ariel diz quando coloca o copo vazio na mesa mais próxima,
agarra o meu braço e os de Belle, e começa a arrastar-nos para longe
do homem que coloca as mãos no bolso da frente da calça e continua
a sorrir para nós enquanto ela nos afasta.

“Estarei na seção VIP se você precisar praticar aquela pole


dance!” Eric grita atrás de Ariel, o que faz com que ela solte o meu braço
e levante o dedo médio no ar, sem sequer voltar a olhar para ele.

Paramos, finalmente do outro lado do bar. Ariel atravessa a linha


de pessoas à espera de bebidas. Em segundos, ela é marcada por um
barman e, antes que eu possa piscar, ela está entregando a cada uma
de nós um copo com um líquido rosa claro.

“Como você foi servida tão rápido? Este lugar está uma loucura”
Seguro o copo pequeno com as duas mãos enquanto olho nervosamente
pela sala.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Eles são chamados de peitos, Cindy. Use-os para sua
vantagem,” Ariel diz, atingindo o topo do vestido e brincando com seus
peitos até ficar satisfeita com seu decote.

Uma coisa é ter a confiança para entrar na Charming quando


está fechada. Este é um novo nível de autoconfiança, tenho certeza de
que ainda não dominei. Claro, o minúsculo short de couro e a parte
superior sexy que estou vestindo me fazem sentir bem comigo mesma
quando não estou preocupada com partes de meu corpo aparecendo
para todos verem. E é impossível não caminhar com um balanço extra
nos quadris no estileto preto que Ariel me fez usar. Mas não sei como
agir como se ela está agindo. Ela está tão confortável em sua própria
pele, nem sequer tem que pensar em flertar com qualquer um dos
homens que se aproximam dela esta noite. Isso simplesmente vem
naturalmente. Não precisa analisar tudo antes de dizer, se
perguntando se parece uma louca ou uma idiota.

“Você passou a última hora se escondendo no canto, sem falar


com ninguém. Você não vai chegar a lugar algum, a menos que você
acalme os nervos. Beba como uma boa garotinha. Chama Tequila Rose
e está deliciosa,” Ariel diz, agarrando meu pulso e trazendo minha mão
com o copo de tiro na minha boca.

Sabendo que ela só vai fazer uma cena se eu não fizer o que ela
diz, bebo o tiro, surpresa por não queimar, e realmente gosto muito.
Isso me lembra a mistura de leite de morango que minha madrasta
comprava para suas filhas que nunca me permitia tocar, mas sempre
bebi tarde da noite, depois de estarem dormindo.

“Não passei a última hora sem falar com ninguém. Falei com
várias strippers, e Belle pode atestar isso.”

Eu me viro para Belle e a vejo com um tiro em sua mão antes de


bater o copo vazio no bar e acenar para o barman para outro. Ele
rapidamente recarrega seu copo, e ela bebe rapidamente, golpeando-o
contra o topo do bar e fazendo um gesto para outra recarga, enquanto
olha para uma página do caderno em suas mãos.

“Lembre-me de esgueirar você para fora da janela do quarto da


casa do seu pai com mais frequência. Olhe para Belle ficando a

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
branquela bêbada,” Ariel diz com um olhar orgulhoso em seu rosto
quando Belle hesita e depois ri.

“Você configurou o relógio em seu telefone para uma hora, certo?


Meu pai se levanta para tomar sua medicação contra a artrite em trinta
minutos, e tenho que estar de volta antes dele acordar,” Belle nos diz
distraidamente enquanto observa seu caderno.

“E assim você assassina todas as minhas esperanças e sonhos,”


Ariel suspira.

“De qualquer forma, Cindy está certa. Nós falamos com algumas
das dançarinas enquanto você estava se misturando. Descobrimos que
a Megan tem algumas ofertas excelentes como stripper no Rack Room,
mas precisamos ter certeza de nos inscrever para seus alertas de e-
mail para ter os cupons,” Belle lê de uma das páginas. “Toda a música
que ela compra para suas danças do iTunes podem ser usadas como
redução de impostos, bem como a roupa que ela compra, desde que
possa provar que são trajes e ela não usa todos os dias. Se
contratarmos pessoal, teremos que garantir que cada uma delas tenha
o contrato profissional 1099 no final do ano, e Rachel me deu o nome
de seu contador para que possamos dar-lhe...”

Belle para de falar quando Ariel se aproxima e aperta seus lábios


junto com o polegar e dois dedos.

“Não fale mais. Sem mais entrevistas. Posso vesti-las, mas não
posso levá-las a qualquer lado, sem o bastão na sua bunda,” Ariel diz,
apontando para mim antes de virar o dedo para Belle. “E sua pureza
está piscando como um sinal de néon acima de sua cabeça. Estamos
em um clube de strip-tease, pelo amor de Deus. Sim, estamos fazendo
algum reconhecimento para nossos negócios, mas também precisamos
nos divertir.”

“Tecnicamente, você só me vestiu. Por que Belle consegue usar o


que ela sempre usa e eu tenho que me vestir... Perua?” Pergunto,
olhando para a minha roupa e depois apontando para o modesto e leve
vestido de verão verde de Belle.

“Porque Belle é um potro, apenas aprendendo a caminhar. Nós


temos que facilitar a iniciação dela ou vai cair de cara. Tivemos que

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
pegar seus braços e puxá-la para sair de uma janela do primeiro andar,
esta noite, apenas para trazê-la aqui.” Ariel me lembra enquanto Belle
acena em acordo, agarrando o copo de vidro que o barman voltou a
recarregar e engole. “E você está vestido como uma vadia porque você
é uma vadia. No fundo, sob o bege e as pérolas e as vendas de bolos da
Associação de pais e professores, existe uma amante de Clone-a-Willy
com fetiche por pornografia, gritando para sair. Deixe a vadia sair,
Cindy. Deixe sair e deixe brincar.”

Fecho meus olhos e respiro profundamente, deixando que a


batida sensual da música que atravessa o clube flua através de mim e
me leve ao estado certo. Preciso parar de reclamar e de me preocupar
tanto. Não posso exatamente ser a mulher forte e independente que sei
que está dentro de mim se não puder me divertir um pouco. O problema
é que faz tanto tempo que tive algo parecido com diversão, que não
tenho certeza de saber até mesmo começar.

Ariel sorri para mim quando abro os olhos e me aproximo do bar,


descansando os cotovelos em cima dele para empurrar meus peitos
juntos enquanto faço contato visual com o barman. Ele rapidamente
recarrega meu copo com mais líquido rosa e me dá uma piscadela.

“É por conta da casa. Cortesia do Sr. Charming,” diz o barman,


levantando o queixo na direção de algum lugar sobre meu ombro antes
de se afastar.

Eu me viro com o copo em minha mão, e nós três olhamos para


um estande no canto mais distante da sala, onde PJ está atualmente
sentado, olhando diretamente para mim.

Ele está sozinho no longo assento de couro, os braços estendidos


na parte de trás do sofá, como se estivesse esperando que alguém se
aproxime e sente ao lado dele. Trocou o seu habitual uniforme de jeans
e uma camisa casual por calça preta e uma camisa branca, com os
punhos desabotoados e empurrados até os cotovelos. Posso ver os
magníficos músculos dos antebraços enquanto as mãos prendem as
costas do sofá de couro. E mesmo à distância, todas as vezes que
algumas das luzes do clube piscam sobre seu rosto, posso ver o quanto
ele está olhando para mim, e toda a pele que estou mostrando hoje à
noite aquece sob sua leitura.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Bem, seus peitos acabaram de receber um tiro grátis. Agora é
hora de realmente colocar esses bebês para trabalhar. Vá lá e foda-se,”
Ariel me diz com um tapa encorajador na bunda que me faz saltar e
dar-lhe um olhar sujo sobre meu ombro.

“Não tente me dizer que você não gostou disso. Seja sincera, você
gosta de uma pequena palmada e puxão de cabelo de vez em quando,
não é? Vá lá e pegue esse homem para puxar seus cabelos e fazer você
uivar como uma cadela com fogo,” ela me diz, segurando a mão para
um high five.

Ignoro a mão enquanto tento esticar alguns fios de cabelo que se


desprendem do penteado que Ariel me fez.

“Pare de mexer,” ela reclama.

“Não posso arruinar algo que já parece arruinado.”

“É chamado coque bagunçado por algum motivo. É melhor do


que ter seu cabelo puxado para trás com tanta força que você quase se
dá um aneurisma. Parece quente. Vá lá e consiga algo,” Ariel acrescenta
com uma risada.

“Não estou recebendo nada de ninguém. Vou lá para falar de


negócios. Usar seu cérebro. Mostrar-lhe que estamos falando sério
sobre isso,” lembro a ela rapidamente bebendo meu tiro e entrego o
copo vazio e começo a andar na direção do PJ. Seus olhos ainda estão
tensos através de mim.

“E estou falando sério sobre você ir lá e conseguir seu frickle!


Monte o frickle, Cindy! Passeie por toda a noite e se solte!” Ariel grita
atrás de mim enquanto atravesso a multidão de pessoas em direção ao
estande onde PJ está sentado, deixando que a roupa que estou vestindo
e o pouco de coragem líquida que bebi me deem um pouco dessa
confiança que estou procurando.

Somos inteligentes e temos um bom plano de negócios iniciado.


Posso fazer isso. Uma vez que terminar com ele, PJ não terá escolha
senão ver o quanto isso é importante para nós e querer ajudar. Não é
como se realmente estivesse pensando em fazer o que Ariel sugeriu.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Não estou montando frickles esta noite, não importa o quão bom o
homem pareça e quem é o dono disse frickle.

Estou vestindo roupas sexy e estou num clube de strip-tease.


Isso é toda a libertação que vai acontecer esta noite.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 13:
Apenas sente-se e fique bonito

“Então, uma vez que o site estiver configurado e funcionando, e


a palavra no boca a boca dando volta, acho que isso realmente vai
decolar. No momento, precisamos concentrar-nos na parte real de
divulgação:” Termino dando um sorriso a PJ depois de vinte minutos
consecutivos divagando sobre nosso negócio de festa e stripper em
casa, enquanto ele se senta silenciosamente, processando tudo.

Tenho que dizer que estou muito orgulhosa de mim mesma por
ser profissional e falar de maneira clara e concisa com este homem
quando ele fez nada além de sentar-se a poucos centímetros de mim,
com o braço ainda jogado na parte de trás do estande, escovando meus
ombros nus cada vez que um de nós muda em nosso assento. Mesmo
quando seus olhos deixam os meus e olham para a minha boca quando
falo, ou sutilmente olha minhas pernas quando cruzo e descruzo, não
tropecei em minhas palavras ou ri como uma idiota. Mesmo que eu
quisesse. Realmente queria deixar uma risada nervosa sair da minha
boca e encobrir isso, me aconchegar mais perto dele, para que pudesse
ter um bom cheiro de sua colônia. Toda vez que ele se desloca em seu
assento, esse cheiro picante e amadeirado atinge meu nariz, que é a
causa de todo o cruzar e descruzar de pernas. Nunca fiquei ligada pelo
cheiro de alguém antes. Mas também nunca sentei tão perto de um
homem que não podia tirar os olhos de mim enquanto falo. Ter alguém
tão interessado e investido no que digo é uma grande vantagem.

Brian sempre me interrompeu quando falava sobre coisas que


me excitavam. Ou olhava para o telefone o tempo todo, meio ouvindo e
murmurando distraidamente palavras que não tinham nada a ver com

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
o que eu estava dizendo, apenas para fingir que estava prestando
atenção.

É refrescante e é revigorante ter um empresário como o PJ tão


fascinado com o que estou lhe dizendo. Também não prejudica minha
confiança que ele simplesmente não para de me olhar. Mesmo quando
as strippers meio vestidas vagam pela nossa mesa para dizer olá e
acenam para o chefe delas, seus olhos nunca deixam os meus
enquanto responde educadamente.

Prendo a respiração quando ele abre a boca, incapaz de conter


minha excitação com todo o louvor que vai nos dar sobre nossa ideia
de negócios, mas deixa um obstáculo frustrante quando uma garçonete
para em nossa mesa e interrompe todas as coisas maravilhosas que
está prestes a dizer.

“Eu vou ter outro desses,” PJ diz a garçonete bem vestida,


apontando para um copo quase vazio de líquido âmbar colocado na
mesa pequena à nossa frente. “E Cynthia terá... um copo de Moscato.

A maneira como ele me estudou por alguns segundos e


imediatamente decidiu que deveria ter um copo de Moscato, um vinho
feminino é como um balde de água fria jogada sobre minha pele
aquecida. Claro que amo Moscato, e agradável, frio e refrescante parece
maravilhoso agora, mas é o princípio do assunto. Quem é ele para dar
uma olhada em mim e decidir que preciso de uma bebida feminina e
fresca?

“Com licença, Jennifer?” Chamo a garçonete, que começa a se


afastar para preencher o nosso pedido. “Esqueça o Moscato. Vou beber
o que ele está tendo.”

Ela me dá um aceno de cabeça antes de se afastar pela multidão.


Giro minha cabeça de volta para PJ para encontrá-lo me olhando
novamente, um canto de sua boca inclinado em um sorriso.

Inclinando sem tirar os olhos dele, agarro sua bebida e engulo o


que resta, meus olhos imediatamente enchem de lágrimas e a
queimadura... oh, doce senhor, a queimadura... É como se alguém
acendesse um fósforo dentro da garganta.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Me desculpe. Eu não achei que era uma amante de Johnnie
Walker.”

Os lábios de PJ se contorcem com a necessidade de rir enquanto


faço o meu melhor para piscar as lágrimas dos meus olhos e lembro de
como engolir enquanto coloco o copo vazio de volta na mesa.

Uísque. Repugnante. Não é de admirar que eu queira vomitar


agora mesmo.

“Claro, sou uma amante de Johnnie Walker. Quem não é?” Digo
a ele com a voz arranhando, sem querer nada além de quebrar em um
ataque de tosse para fazer a dor desaparecer.

Quando me encosto contra o assento de couro, PJ desliza mais


perto com nossas coxas se tocando e o calor do seu peito irradia contra
meu braço quando se inclina para perto de mim. Por apenas alguns
segundos, esqueço minha necessidade de tossir. Esqueço meu próprio
nome, e esqueço onde estou enquanto PJ fica perto, olhando meus
olhos. Ele cheira tão bem que quero fazer algo completamente nada
adequado, como montar seu colo e enterrar meu rosto no lado do
pescoço dele.

E então ele tem que abrir a boca e arruinar tudo.

“Estou apenas dizendo, não há vergonha ao pedir algo mais a


sua medida.”

Imediatamente me afasto dele e estreito meus olhos.

“Mais na minha medida? O que exatamente isso deve significar?”

Com um suspiro, ele puxa o braço de trás de mim e passa a mão


pelos cabelos.

“Por que você está aqui, Cynthia?” Ele pergunta suavemente.

Eu me amaldiçoo de uma centena de maneiras diferentes, porque


gosto do som do meu nome vindo de sua boca, todo suave e doce. É
uma pena que ele tenha que ser um idiota julgador.

“Você sabe por que estou aqui. Acabei de dizer-lhe por que estou
aqui. Temos uma boa ideia de negócios. Não, risque isso. Temos uma

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
ótima ideia de negócios. Desculpe-me por pensar que você poderia ser
um ser humano decente e nos dar algumas dicas ou orientar-nos na
direção certa.”

Eu esqueço tudo sobre maneiras e ser educada. Ele não merece


minha educação.

“Não estou tentando ser mau; estou apenas tentando entender.


Ariel, ela poderia fazer isso funcionar. Ela tem confiança. Simplesmente
não acho que ela possa fechar a boca o suficiente para não insultar os
clientes pagantes. Mas você e Belle? Tirando a roupa por dinheiro?”

Ele tem sorte de não ter acabado com essa pergunta com uma
risada, mas suas palavras picam tanto como se tivesse jogado a cabeça
para trás e dado uma risada legal e gentil.

“O que há de errado com Belle e eu sendo strippers? Você nem


nos conhece,” murmuro com raiva, tentando muito não chorar porque
ele acha que é tão absurdo que alguém como eu possa ser uma stripper.

Toda a minha confiança me deixa com pressa e atravesso meus


braços na minha frente, meus ombros caem enquanto praticamente me
cubro, me perguntando se ele acha que é absurdo porque não sou
bonita o suficiente para ser uma stripper. Ele vive neste mundo. Corre
um negócio bem sucedido neste mundo. Conhece boas e más strippers.
Ele sabe que tipo de mulheres são lindas o suficiente e sexy para atrair
as pessoas e lançar todo seu dinheiro nelas. Ele passou alguns minutos
comigo e não me conhece, mas não é cego. Sou mãe de um adolescente
de trinta e dois anos, cujo marido a deixou por uma mulher muito mais
jovem, muito mais bonita. Ele não precisa de mais de um punhado de
minutos para dar uma olhada em mim e saber que não tenho o que é
preciso para excitar um homem e esvaziar sua carteira. A ideia de que
ele está pensando nisso enquanto senta aqui olhando para mim,
machuca mil vezes mais do que o dia em que entrei em minha casa
para encontrar papéis de divórcio e meu mundo inteiro caiu ao meu
redor.

Claro, perco a esperança por um momento, mas me recupero de


volta. Encontrei um novo plano e descobri como corrigir as coisas. Você
pode facilmente corrigir problemas de dinheiro se você definir sua

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
mente nisso; você não pode corrigir facilmente se alguém pensa que é
sexy ou não, mesmo quando você tem uma amiga louca que lhe dá uma
reforma.

“Pare as rodas que estão girando em sua cabeça agora,” PJ


finalmente diz suavemente, agarrando meu queixo e me forçando a
olhar para ele. “Talvez eu não conheça você muito bem, mas sou muito
bom em ler pessoas e seu rosto é um livro aberto.”

Ele deixa os dedos do meu queixo e enfia a cabeça para o lado.

“Eu não quis dizer que você não parece bem. Eu não posso tirar
meus olhos de você desde que vi você atravessar a porta. Você parece
linda e sexy. Impressionante, na verdade,” ele me diz calmamente,
levando um minuto para me olhar lentamente para cima e para baixo
para reforçar suas palavras. “Mas você não está confortável vestindo
essas roupas. Vi você mexer com sua camisa e seu short mais vezes do
que posso contar, porque você não se sente confortável nelas. Você não
está confortável em estar neste clube. Duas bailarinas já entraram no
palco, e você nunca olhou na direção delas.

“Porque estava ocupada conversando com você!” Argumento,


mesmo sabendo que ele está cem por cento correto.

Assim que ouvi a primeira stripper ser anunciada através do


sistema de som, falei cada vez mais alto, fazendo tudo o que pude para
não virar a cabeça e olhar para o palco do outro lado do clube. Podia
sentir meu rosto ficando vermelho de vergonha pela stripper, e não a
conheço e nem sequer olhei. Queria vê-la dançar. Queria tomar notas
mentais de todos os movimentos que ela fazia e quanto ou pouco
contato com os olhos que ela tinha para poder ir para casa e praticar
no espelho quando estiver sozinha, mas depois fiquei mortificada com
a ideia de olhar para ela e PJ me observar olhando para ela. Parecia
muito íntimo. Eu me senti muito exposta.

E isso me traz de volta ao círculo completo do que PJ está


dizendo. Deveria estar aliviada pelo fato de que ele pensa que sou
deslumbrante e sexy, quando não ouço essas palavras de um homem
em muitos anos para contar. Na verdade, nunca ouvi essas palavras.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Meu ex quase não olhava para mim quando me arrumava para sair.
Ele apenas murmurava: “Você parece bem.” Toda vez.

“Acho que você tem um plano de negócios sólido. Na verdade, é


genial, e gostaria de ter pensado nisso eu mesmo.”

A voz de PJ interrompe meus pensamentos autodepreciativos, e


mais uma vez, o timbre profundo me faz me contorcer no meu assento.

“Só acho que você, e especialmente Belle, podem fazer melhor


nos bastidores. Executando o negócio, lidando com a papelada, coisas
assim. Você é uma mulher muito inteligente, Cynthia. Eu
simplesmente não acho que você foi feita para tirar sua roupa por
dinheiro, ou confortável o suficiente para mover seu corpo, por mais
sexy que seja, da maneira que as minhas dançarinas fazem. E não há
nada de errado com isso. Nem todos são feitos para algo assim. Todo
negócio precisa de uma pessoa inteligente para torná-lo bem-sucedido.
Você deve se orgulhar do fato de ter todas essas ideias, e é algo que
você está apaixonada.”

Nossa garçonete nos interrompe mais uma vez para trazer


nossas bebidas, e nem me importo mais de tentar parecer que gosto de
uísque apenas para colocar PJ em seu lugar.

“Jennifer, eu mudei de ideia. Posso ter aquele copo de Moscato?


Você sabe, apenas traga toda a garrafa,” digo com um suspiro.

Ela rapidamente coloca o copo de Johnnie Walker de volta à sua


bandeja e volta para o bar, espero que me traga a maior garrafa de
vinho que eles armazenam aqui enquanto olho pela sala, procurando
por minhas amigas para que eu possa ir chorar em seu ombro com
minha garrafa gigante de vinho.

PJ ainda está falando, mas suas palavras desaparecem quando


vejo alguém do outro lado do clube. Ele parece familiar de costas e
começo a ficar nervosa, esperando que ninguém que eu conheça da
escola da Anastásia ou do bairro esteja aqui. Quão mortificante seria
se o diretor da escola, com quem tenho muitas reuniões individuais,
apareça aqui, está noite de todas as noites?

“Por favor, não se ofenda por...”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Ah não. Meu Deus ...” murmuro, cortando PJ quando o homem
do outro lado da sala gira e começa a seguir em nossa direção.

“O que está errado?”

Ele olha para onde estou olhando com olhos arregalados, e penso
que agora é um bom momento para um desastre natural, como um
tornado ou possivelmente uma explosão mortal. Prefiro morrer por ser
sugada para fora do telhado e jogada três estados longe ou no inferno
horrível e trágico do que estar sentada aqui agora.

“Isso não está acontecendo. Meu Deus. Preciso me esconder.


Posso entrar sob a mesa, certo?” Pergunto, deslizando para a frente no
banco enquanto contemplo abaixar até a posição fetal sob a pequena
mesa na nossa frente, embora seja grande o suficiente para segurar um
par de bebidas e uma vela.

“Cynthia, você está bem?”

Ignoro a voz preocupada de PJ quando percebo que é tarde


demais. Ele está muito perto. Graças a Deus, está ocupado
conversando com as pessoas enquanto segue o caminho e ainda não
me viu, mas, assim que eu me levantar, ele vai me ver. Não posso sair
e não posso caber embaixo da mesa.

E absolutamente não consigo ver nem falar com meu ex-sogro -


que me odeia - pela primeira vez desde que Brian saiu, em um clube
de strip-tease, com meus peitos praticamente saindo da minha camisa
e meu traseiro saindo do meu short. Especialmente quando ele já pensa
que sei onde todo o seu dinheiro está, e que estou brincando em torno
da cidade, gastando tudo.

Ele vai dar uma olhada em mim e acreditar que é verdade. Vai
me ver sentada aqui vestida de forma indecente, e achar que gastei todo
seu dinheiro fazendo chover em clubes de strip-tease.

Quando está a poucos metros de distância, e só tenho um


segundo para decidir o que fazer antes do meu mundo cair a minha
volta sem aviso pela segunda vez, pela primeira vez na minha vida, ajo
sem pensar.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Mais rápido do que já me movi na minha vida, saio do banco e
vou direto para o colo de PJ, empurrando-o, descansando meus joelhos
de cada lado das suas coxas, enquanto abraço seus ombros e faço o
que tenho fantasiando a noite toda. Enterro meu rosto no lado de seu
pescoço e respiro enquanto golpeio minha bunda diretamente em seu
colo.

“Que diabos...”

“CALA A BOCA!” Sussurro grito, afastando meu rosto de seu


pescoço cheiroso e pressionando meus lábios contra o lóbulo da orelha.
“Aconteça o que acontecer, NÃO diga a esse homem que está a dois
segundos de parar na nossa mesa quem eu sou! Sou apenas uma
stripper, dando-lhe uma lap dance. É apenas uma noite de sexta feira
normal para você. Apenas sente-se e pareça bem e fale como se
estivesse gostando do que estou prestes a fazer com você.”

Fecho meus olhos e pressiono meu rosto de volta ao lado do


pescoço, rezando por um milagre enquanto lentamente começo a girar
meus quadris no colo de PJ, muito preocupada com todas as maneiras
pelas quais essa decisão pode dar errada, percebo as mãos de PJ
agarrando meus quadris e ele me puxa mais confortavelmente contra
ele.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 14:
Clamídia de olho

“Sr. Charming, apenas o homem que estava procurando,”


Vincent Castle, meu ex-sogro, fala por trás de mim enquanto continuo
lentamente movendo a metade inferior do meu corpo no colo de PJ.

“Para sua informação, esse é meu ex-sogro. Ele não gosta de mim
porque meu ex é um mentiroso, um trapaceiro, um desperdício de
espaço. Se você fizer isso por mim, nunca mais lhe pedirei ajuda
novamente ou incomodarei qualquer uma de suas strippers,” sussurro
freneticamente na orelha de PJ.

Suas mãos apertam os meus quadris, me segurando quando


pressiono minha bochecha contra a dele, mantendo minha boca bem
perto de sua orelha, me perguntando por que não estou completamente
travada pelo fato de estar montando um homem à alguns pés de outro
que me conduziu pelo corredor porque não tinha pai para fazer as
honras e que estava na sala de parto quando Anastásia nasceu.

“Sr. Castle, é bom ver você novamente,” PJ diz sobre o meu


ombro, e posso sentir o sorriso no rosto contra a minha bochecha que
ainda está pressionada contra a dele.

Provavelmente também deveria estar com nojo com o fato de que


PJ claramente conhece meu ex-sogro, o que significa que ele é regular
aqui. Vincent Castle, pilar da comunidade casado e feliz com a rainha
do ensino médio durante quarenta e cinco anos, é regular em um clube
de strip-tease. Embora sua esposa esteja muito provavelmente em
casa, profundamente adormecida depois de tomar sua dose noturna de
Ambien, seu marido está se esgueirando em torno de mulheres meio
nuas. Típico.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
E, no entanto, não consigo sentir nem um pouco de repugnância.
Estou muito ocupada embrulhando meus braços mais apertados em
torno do pescoço de PJ, pressionando meus seios contra seu peito
musculoso e me esmagando contra ele.

“Eu queria conversar com você sobre uma possível oportunidade


de investimento, mas vejo você ter suas mãos cheias,” Vincent ri. “Ela
tem uma grande bunda. Não me importaria de ter nas minhas mãos
quando terminar.

“Eew, eew, eew,” sussurro na orelha de PJ, apertando meus olhos


e fingindo que esse homem não apenas elogiou minha bunda e sugeriu
que eu lhe dê uma lap dance.

O desgosto começa a penetrar na minha consciência, mas


rapidamente desaparece quando as mãos de PJ deslizam dos meus
quadris para apertar minha bunda, me puxando mais forte para seu
colo. Esqueço tudo sobre o homem de pé atrás de nós quando giro meus
quadris novamente, e o monte muito duro, muito grande na calça de
PJ, que não estava lá há alguns segundos, esfrega contra mim.

Continuo me movendo, lenta e sedutoramente, nas coxas de PJ,


me esfregando contra a dureza impressionante em suas calças com
cada rolar de meus quadris. As pontas de seus dedos cavam na minha
parte traseira, e ouço um pequeno gemido vir de sua boca, sorrindo
para mim mesmo quando ele gagueja as suas próximas palavras.

“Estou... Esta . . . ela é nova. Ainda... aprendendo as cordas.


Talvez na próxima vez.”

Afrouxo meu aperto, cavando meus joelhos no banco e


deslizando lentamente meu corpo por suas coxas, me pressionando
mais forte em sua ereção e esfregando meus seios contra seu peito
quando vou e volto em seu colo.

“F-o-o-o-o-o-d-a...” PJ murmura em voz baixa, quando retomo a


rotação do meu quadril, levantando-me de joelhos e afastando-me dele
enquanto meu corpo continua a se mover.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Ele cerra seu aperto em meus quadris e rapidamente me puxa
de volta em cima dele, fazendo-me soltar outro gemido quando o sinto
entre minhas pernas novamente.

“Certifique-se de treiná-la corretamente,” Vincent fala


novamente. “Deveria ter enviado meu filho para você antes de se casar
com aquela escavadora de ouro, deixe-me dizer-lhe.”

Suas palavras rompem a bola sedutora e feliz em que me envolvi,


e me ouço grunhir com raiva contra a orelha de PJ quando começo a
me afastar do seu colo para dar uma boa parte de minha mente a
Vincent.

PJ rapidamente envolve ambos os braços completamente ao


redor do meu corpo, segurando-me firmemente contra ele e me
impedindo de virar. Posso sentir a batida forte e rápida de seu coração
contra meus seios, que estão esmagados em seu peito, e me concentro
nisso ao invés de dar um soco no homem de sessenta anos no meio de
um clube de strip-tease.

Fecho meus olhos e mantenho a minha bochecha pressionada


contra PJ, esfregando-o suavemente contra o restante, e sinto o ruído
no peito quando ele fala com Vincent, dizendo o que quer que ele possa
querer ouvir educadamente. Com um braço ainda preso em volta de
mim, PJ suavemente corre a palma da mão livre minha coluna
vertebral. Depois de ser apertada com tanta força, preparando-me para
sair do colo para gritar com o homem que simplesmente não se cala
atrás de mim, meus músculos imediatamente afrouxam e meu corpo
cai de volta no colo de PJ. Escapo de volta à minha pequena bolha feliz
quando sinto o quão duro ele ainda está, apesar da irritante voz de
Vincent. Bloqueio completamente Vincent da minha mente enquanto
meu corpo começa a se mover contra o PJ novamente, tudo por conta
própria, porque meu corpo conhece algo bom quando sente isso.

Vincent diz algo sobre chamar PJ mais tarde esta semana, mas
mal posso ouvi-lo. PJ nem sequer responde, ele simplesmente desliza
suas mãos pelas minhas coxas nuas e depois volta para segurar meus
quadris, ajudando-me a me mover contra ele até que esqueça
completamente tudo o que aconteceu e não tenho ideia de quando, ou
quanto tempo atrás, Vincent se afastou. Perdi todo o conceito de tempo,

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
e não me tornei nada além de uma grande bola de frustração sexual
reprimida que não quer nada além de deixar o mundo desaparecer e
apenas sentir.

Ouço as batidas sexy de qualquer música que esteja sendo


tocada para a atual dançarina no palco e tudo mais desaparece.
Esqueço que estou em um lugar público e as pessoas provavelmente
estão nos observando, esqueço minhas amigas, esqueço meu ex-sogro,
esqueço meus problemas e esqueço sobre não ter o que é necessário
para ser uma stripper. Escuto a música e me movo no ritmo. Respiro o
homem no qual estou sentada e esqueço que ele matou meus sonhos
há alguns momentos. Eu me esqueço de tudo, mas do jeito que me
sinto pressionada contra ele, como poder é saber que o acertei e o fiz
esquecer como falar e quanto tempo existe desde a última vez que tive
um orgasmo.

O calor de seu corpo irradia contra a minha própria pele corada


e, apesar disso, ainda exploro sua pele do pescoço quando ele vira o
rosto para o lado do meu pescoço e sinto sua respiração quente
ofegante contra mim enquanto continuo minha dança lenta e sedutora
em seu colo.

Todo o meu corpo está em chamas e há um formigamento entre


minhas pernas que quase não reconheço, já que não lembro da última
vez que senti qualquer coisa, mesmo que sequer pareça com vontade
ou necessidade. Empurro meus quadris cada vez mais rápido contra
PJ, perseguindo esse sentimento e nunca querendo que ele termine.
Ele se empurra contra mim, seus próprios quadris se levantam para
encontrar o meu, pressionando-se mais forte entre minhas pernas
enquanto continuo girando e deslizando e me movendo em seu colo ao
ritmo da música, sem querer nada além do doce esquecimento da
libertação. Quero sentir o arrepio que começa no meu dedo, passa pelo
no meu corpo e explode entre as minhas coxas. Quero arrancar a
camisa e enfiar as unhas nas suas costas quando vejo estrelas e grito
seu nome no topo dos meus pulmões. Quero experimentar tudo o que
estive perdendo na minha vida inteira e que meu ex nunca me deu e
que só leio em romances de livros ou vi na pornografia que comprei, o
que talvez não tenha visto sozinha na privacidade do meu próprio
quarto com as sombras desenhadas e todas as luzes apagadas antes

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
de jogar os DVDs no lixo e fingir que nunca haviam estado em minha
casa.

O braço de PJ se aperta em volta do meu corpo, uma das mãos


deslizando e se enroscando no meu coque bagunçado, agarrando meu
cabelo firmemente em punho, fazendo com que meus quadris se
mexam contra ele quão bom parece.

Oh meu Deus, é tão bom.

Ele amaldiçoa com a respiração novamente com os lábios contra


minha orelha, e o som dele perdendo o controle me aproxima cada vez
mais da borda. Quero dizer-lhe para puxar meu cabelo com mais força,
mover seus quadris mais rápido, levantar-se e me empurrar contra a
parede mais próxima e me prender contra ela, qualquer coisa para fazer
essa dor entre minhas pernas desaparecer e, finalmente, me fazer gozar
em um oceano de bem-aventurança.

Quero o oceano da felicidade. Mereço o oceano da felicidade.

“Eu sabia! Sabia que você ia sair com o cabelo puxado!”

O som da voz de Ariel me leva a desembarcar imediatamente do


avião para a Cidade do Orgasmo em um aterrissagem frenética me
afastando do colo de PJ tão rápido quanto cheguei há alguns minutos.
Sou menos do que graciosa em libertar PJ. Meu joelho pega bem na
virilha e meu cotovelo encontra seu queixo enquanto saio. Ariel está
completamente inconsciente da minha mortificação. Ela cai no banco
ao meu lado enquanto PJ inclina-se para a frente com as duas mãos
entre as pernas, gemendo de dor enquanto me posiciono ao lado dele,
fecho minhas pernas, aperto minhas mãos sobre o joelho e finjo que
não estive prestes à gozar no meio de um clube lotado, com um homem
que é praticamente um estranho, um homem que me irrita com sua
arrogância e acha que não tenho confiança para ser uma stripper.

“Entããão, o que vocês têm feito?” Ariel pergunta com um sorriso


largo, olhando para frente e para trás entre PJ e eu quando ele
finalmente para de choramingar como uma criança e senta.

Tento não deixar minha humilhação piorar quando PJ


calmamente se inclina para agarrar sua bebida da mesa, e vejo uma

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
garrafa de Moscato em um balde de gelo que Jennifer deve ter deixando
silenciosamente enquanto eu estava alegremente girando no colo de PJ.

Enquanto PJ toma um gole de sua bebida, Eric chega na nossa


mesa e começa a falar de negócios com a PJ, distraindo-o
momentaneamente. Olho silenciosamente a Ariel “Se você disser mais
uma palavra sobre o que você acabou de ver, a levarei para fora,
retirarei seu braço e te espancarei com ele.”

Ela suspira e sacode a cabeça para mim. É estranho a facilidade


que ela pode me ler depois de me conhecer por pouco tempo.

“Bem. Vou mudar o assunto. Mas não vou esquecer disso. Você
vai me contar tudo sobre por que você caminhou aqui há uma hora
apenas para falar de negócios e de repente acho você montando como
um biscoito do mar. Hashtag, nunca esqueça. Hashtag, monte seu
pônei. Hashtag, você é uma vagabunda suja,” ela sussurra, fazendo um
sinal de hashtag com os dois primeiros dedos em ambas as mãos antes
de se inclinar para frente para olhar ao meu redor para PJ.

“Então, PJ. Há uma história que ouvi falar onde uma stripper
teve clamídia quando ela mijou em seus olhos. Olhar de clamidia, se
você quiser. Alguma de suas strippers já deu um olhar de clamídia nas
bolas de um homem?” Ariel pergunta, fazendo-me gemer, fechar meus
olhos e soltar minha cabeça em minhas mãos quando Eric ri da sua
pergunta.

Isso definitivamente não é o que quis dizer quando queria que Ariel
mudasse o assunto.

“Você é adorável,” Eric diz a ela.

“Eu gostaria de preencher minha pergunta com um registro,”


Ariel diz quando eu abro meus olhos para encontrá-la olhando para
Eric. “Diga-me, queima quando você urina? Espera, é uma clamídia de
pau. Piora quando você chora como uma menina?”

PJ tosse enquanto tenta encobrir uma risada.

“Minhas dançarinas estão todas limpos. Tenho certeza de que é


apenas uma espécie de lenda estranha, urbana ou algo assim,” PJ diz.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Não é uma lenda urbana. Tudo é verdade! Verdade, verdade,
verdade! Verdade é uma palavra divertida. Verdaaaaade,” Belle diz,
cruzando os olhos para tentar olhar sua boca quando fala enquanto
Beast tira seu braço gigante de seu corpo minúsculo e a senta
gentilmente no banco do outro lado da PJ.

“Ela está bêbada,” Beast murmura em aborrecimento, afirmando


o óbvio quando a cabeça de Belle cai no ombro de PJ.

“Aconteceu na Tailândia,” Belle fala novamente, sua cabeça


ainda descansando sobre PJ enquanto ela segura a mão na frente do
rosto e olha fixamente os dedos enquanto suaviza. “Um grupo de caras
estava fazendo uma festa em um quarto de hotel e eles contrataram
strippers. Uma das strippers urinou em um dos caras e no dia seguinte,
ele acordou cego. Eles o levaram para o hospital e descobriram que ele
tinha clamídia nos olhos. Você sabe que pessoas que gostam de chuva
de ouro são chamadas de urofíquos? Não acho que gostaria de ser
mijada…”

Belle se afasta quando Beast aponta seu dedo para Ariel e para
mim.

“Mantenha um olho melhor na próxima vez. Não sou a porra de


uma babá.”

Ariel e eu, ambas, trememos de medo com a raiva em suas


palavras e o olhar em seu rosto, mas a cabeça de Belle aparece do
ombro de PJ e ela bate no dedo que ele ainda está apontando para nós.

“Não seja mau,” Belle diz com uma voz severa.

Os dois olham silenciosamente um para o outro, nem um deles


retrocedendo até que Beast finalmente solta outro grunhido irritado, e
se levanta e sai. Eric nos dá uma piscadela e acena antes de segui-lo.

Ariel desliza fora do banco e circula a mesa, agarrando o braço


de Belle e a puxa para cima do local ao lado de PJ. Belle começa a
balançar logo que está de pé, e Ariel envolve os dois braços ao redor
dela.

“Eu vou levá-la para fora para um pouco de ar fresco. É quase


um toque de recolher para a nossa pequena bibliotecária bêbada. Vou

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
chamar um Uber e me encontre lá fora,” Ariel diz, fazendo questão de
ampliar seus olhos e acenar com a cabeça na direção de PJ, indicando
que está me deixando alguns minutos sozinha com ele. Então se vira e
ajuda Belle a caminhar pelo clube até a porta.

Não quero falar sobre o que fiz, e certamente não quero falar
sobre isso com o homem com que fiz. Ignorando PJ, eu me levanto do
banco e evito o contato visual com ele enquanto tento suavizar as rugas
na minha camisa de seda.

“Obrigado por essa noite encantadora,” respondo com calma


enquanto me afasto dele, quase querendo mostrar meus olhos como
quão ridícula eu pareço.

“Cin, espere!” PJ grita enquanto continuo me afastando dele.

“Não me chame de Cin!” Grito como uma criança petulante sobre


meu ombro, desejando que Ariel ainda estivesse aqui para me ajudar a
encontrar melhor retorno.

“Desculpe, não posso!” Ele grita sobre a música e rumores de


conversa enquanto continua seguindo atrás de mim. “Vou continuar
ligando para você porque o que acabou de fazer comigo foi pecaminoso!”

Meus passos vacilam em suas palavras, mas levanto meu queixo


e continuo caminhando.

“Realmente não gosto quando alguém me prova que estou


errado, Cin!” Ele grita, enfatizando meu novo apelido enquanto ando
mais rápido, o sorriso no meu rosto crescendo à medida que adiciono
um pouco de influência extra aos meus quadris enquanto vou.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 15:
Vagina de Troll peludo

E quanto o planejamento da festa, Cin?

Pare de me chamar de Cin. E pare de me dar outras ideias de


negócios. Estamos fazendo isso.

Você não deveria ter me dado a melhor lap dance da minha vida
se não quisesse que eu chamasse você de Cin. E decoração de interiores?
Cin.

Estou bloqueando seu número.

“Doce mãe de Deus, onde todas as suas coisas foram?” Ariel


pergunta, parando na entrada da minha sala de estar, que agora não
possui móveis. Rapidamente empurro meu celular no bolso traseiro do
meu jeans.

“Eu vendi,” digo a ela com um encolher de ombros, surpresa por


não quebrar em lágrimas enquanto olho em volta da sala agora vazia.

O tempo para chorar pela minha vida e as minhas lutas já foi.


Acabei de chegar a um acordo com o fato de que tenho que fazer o que
for preciso para pagar as contas, e agora, vender coisas que não
precisamos paga as contas até que tenhamos o nosso negócio em
funcionamento. Olhando para esta sala vazia com um novo olhar,
percebo quão inútil era esse espaço. Quem ainda usa uma sala de
estar? Ninguém, é isso. O único momento em que alguém pôs o pé
nesta sala desde o dia em que comprei o mobiliário e decorei foi o dia
em que desmaiei no gramado da frente e acordei para encontrar Ariel e
Belle olhando para mim. Era uma sala impecável e imaculada com
paredes brancas, móveis brancos e cortinas brancas. Ninguém nunca

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
pôs o pé nesta sala porque Brian nunca quis que ficasse suja.
Anastásia nunca foi autorizada a brincar aqui, nós nunca entretemos
convidados aqui... Era um desperdício de uma sala e um desperdício
de mobiliário muito, muito caro que vendi em um grupo local de venda
de garagem do Facebook em menos de uma hora, fazendo dinheiro
suficiente para pagar as contas do mês.

O meu telefone toca com outro texto recebido e suspiro


aborrecida enquanto o retiro do bolso e envio outro texto para PJ,
dizendo-lhe para parar de me incomodar.

“Ooooh, o homem sexy gostou de sua foda seca! Agradável!” Ariel


diz, olhando por cima do meu ombro e lendo uma série de textos desta
manhã.

“Eu nem sei como ele conseguiu meu número,” reclamo quando
nos unimos na porta e apoiamos em lados opostos. “Ele tem danças de
profissionais. Tenho certeza de que ter uma dona de casa foi menos
que emocionante. Ele está apenas dizendo isso para ser irritante.”

Daí a necessidade de mudar o nome para “Homem irritante” no


meu telefone. A primeira mensagem de PJ chegou há uma semana, na
manhã após a nossa visita ao Charming's e na manhã seguinte a uma
noite inteira cheia de pensar e reproduzir inteiramente o que fiz no colo
desse homem. No começo, as mensagens de texto eram de negócios.
Infelizmente, sua ideia de discutir negócios é apenas me dar outras
ideias sobre o que devemos fazer. Mesmo quando perguntei se
poderíamos pedir emprestado suas strippers por algumas horas neste
fim de semana para um pouco mais de tempo de instrução, ele disse
que não e continuou sugerindo outras ideias. À medida que nossa
comunicação aumentava dia a dia, também as suas irritantes menções
da lap dance que lhe dei voltaram.

Quero dizer, eu definitivamente senti que ele gostou da dança


que lhe dei. Senti isso bem entre minhas pernas. Mas ele é um homem.
Um homem de sangue quente, lindo e típico. Provavelmente tem uma
ereção sempre que o vento sopra. Tenho certeza de que ter uma lap
dance não foi o destaque de seu ano. Mesmo que foi o destaque do meu.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Ele está totalmente flertando com você. E vi o rosto desse
homem quando cheguei à mesa e o assisti esmagar sua bunda sobre
ele. Ele estava a dois segundos de gozar em suas calças como um jovem
de quinze anos com o catálogo Victoria's Secret de sua mãe,” Ariel diz
com uma risada. “Pergunto ultimamente por que interrompi e arruinei
sua chance de um orgasmo com um homem de verdade?”

Cometi o erro de derramar tudo para Ariel assim que entramos


no carro dirigindo para casa do clube naquela noite. Ainda estava alta
do que aconteceu, mesmo que fosse terrivelmente embaraçoso, e não
conseguia parar de falar quando comecei. Eu também não consegui
parar de pensar sobre o quão bom foi deixar ir e fazer algo louco, ou
me perguntar se isso foi tão bom por causa do homem com quem eu
estava ou se teria sentido o mesmo com qualquer um que não meu ex-
marido.

“Ele parece ser o tipo de homem que pode aguentar por horas,
não é?” Pergunto com um suspiro sonhador, desejando poder
continuar me lembrando de como ele é irritante em vez de reviver
constantemente cada momento de moagem em seu colo, movendo-me
contra ele, a sensação de sua respiração quente contra o meu pescoço,
as maldições que ele murmurou no meu ouvido, e quão bem ele apertou
meus cabelos no punho.

Está ficando quente aqui ou é só eu?

“Quem quer um homem que pode aguentar por horas? Tenho


uma merda para assistir no meu DVR, e preciso do meu sono de beleza.
Entra e sai,” Ariel responde.

“É bobo que ainda temo qualquer tipo de pensamento sobre como


PJ é na cama. Talvez ele tenha gostado do que aconteceu, e talvez ele
tenha percebido o erro de seus caminhos e está tentando compensar
isso, ajudando-nos, mas o que ele está fazendo não está ajudando. Ele
ainda não entendeu. Ele ainda não pensa que sou feita para isso,
mesmo que alega que provei que ele estava errado. Além disso, ele não
é mesmo meu tipo.”

Ariel coloca a caneca de café no balcão e levanta uma


sobrancelha para mim.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Como ele não é seu tipo? Ele é um cara gostoso com um pau.
Esse é o tipo de toda mulher.”

“Ele não é meu tipo porquê... ele possui um clube de strip-tease.


Quero dizer, que tipo de homem decide um dia abrir um negócio e diz:
“Você sabe o que seria um ótimo investimento? Um estabelecimento onde
as mulheres tiram a roupa por dinheiro! '? Um pervertido, é isso. Alguém
que gosta de ver um monte de mulheres nuas o tempo todo e não está
satisfeito em ver apenas uma mulher nua,” explico.

“Agora, quem está sendo julgadora?” Ariel levanta as mãos no ar


com aborrecimento. “Você não faz ideia do por que ele possui um clube
de strip-tease. Talvez ele envie todo o seu dinheiro para órfãos na África
ou algo assim. E oi? Que tipo de mulher quer abrir um negócio onde as
mulheres vão para a casa de alguém e tiram suas roupas por dinheiro?
Mulheres desesperadas, essas mulheres. Mulheres que querem
assumir o controle de seu destino e fazer algo emocionante e divertido.
Mulheres brilhantes. Agora, tire suas roupas.”

Sua mudança abrupta no assunto me faz esquecer de me sentir


um pouco culpada de julgar PJ sem saber nada sobre ele, assim como
ele está fazendo comigo.

“O que? Por quê? Não estou tirando minhas roupas,” digo a ela
com agitação da minha cabeça.

“Você está criando problemas onde os problemas não existem.


PJ não é um pervertido e ele não é irritante. Você é quente. Você
começou a sair da sua concha e não deveria se surpreender que um
homem lindo e bem sucedido esteja a fim de você. O único problema
que temos agora, e o que você continua evitando, é o fato de que você
ainda não está confortável com a ideia de estar nua na frente das
pessoas. Bem, eu sou uma pessoa. Tire suas roupas,” Ariel exige,
afastando-se da moldura da porta para colocar as mãos nos quadris.

“Não estou tirando minhas roupas para você. Sei que preciso
superar esse obstáculo, e vou. Somente... não me apresse,” explico.

Odeio que este ainda seja um importante obstáculo na minha


viagem à autodescoberta. E odeio tudo o que posso pensar é como
Brian é o único homem que já me viu nua, e ele nunca me deu elogios

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
de autoconfiança quando tirava minhas roupas na frente dele. Não
havia nenhum olhar persistente ou maldições ou proclamações
murmuradas sobre o quão bonita eu sou. Claro, estou no início dos
trinta, e isso não é velho de qualquer maneira, mas também tive uma
filha. As coisas não são tão altas e duras quanto eram quando era mais
jovem.

“Alguém precisa apressar você. Nós temos contas a pagar, e eu


gostaria de começar a ganhar dinheiro antes de marchar para minha
casa e me obrigar a vender minha merda. Venha, tire suas calças,” Ariel
aponta, alcançando as mãos para o botão no único jeans que eu
possuo. “Jesus, estes são jeans de mãe? Eu nem consigo ver sua
barriga!”

Suas mãos levantam a bainha da minha camisa e seu rosto


esfrega-se com desgosto.

“Isto não é jeans de mãe!” Argumento, afastando as mãos e


puxando minha camisa de volta no lugar.

“Se você pode colocar suas tetas na cintura e parece que você
está vestindo uma fralda, é jeans de mãe. Nunca mais use isso,” Ariel
me informa. “Você não quer ficar nua porque você tem uma troll
peluda? Tudo bem, podemos consertar isso com uma rápida viagem ao
salão e alguma cera quente.”

“Eu não tenho uma área de... troll peluda... E mesmo que tivesse,
não importaria, já que não estamos ficando completamente nuas,”
lembro à ela.

“Não importa se você está cobrindo essa merda. Cabelo de troll


ou cabelo de buceta não precisa estar aparecendo dos lados da sua
tanga. Além disso, se você não disser a palavra buceta no topo dos
pulmões agora, vou te jogar no chão e rasgar essas roupas do seu
corpo, então empurra-la lá fora e trancar a porta,” Ariel ameaça.

“Não estou dizendo essa palavra. É nojenta.”

“Você realmente acha que é nojenta, ou Brian pensava que era


nojenta? O objetivo de tudo isso é descobrir quem você é. Quem você
quer ser. Você me disse que todas as decisões que tomou nos últimos

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
treze anos foram por causa dele. Os velhos hábitos morrem com força.
Você quer ser a mulher se misturando no fundo, ou quer ser a mulher
que se encarrega de sua vida?” Ariel pergunta.

“Você já conhece a resposta para isso, então, por que você está
me perguntando?”

“Porque você continua lutando contra mim a cada passo do


caminho. Então, você precisa sair da sua zona de conforto e perceber
que é incrível. Você parou de usar bege e adora. Foi a um clube de
strip-tease, e adorou. Deu a um cara uma dança de colo e adorou.
Ainda está apaixonado por Brian? Esse é o problema? Você tem medo
de dar esse mergulho final porque você acha que existe a chance de ele
voltar e tem medo de não encontrar a mesma mulher que deixou?”

Honestamente, pensei muito exatamente sobre isso nas últimas


semanas. Uma pequena parte de mim se preocupa, e se ele voltar para
casa? O que acontece quando eu não quiser mais entrar no molde que
ele fez para mim? Mas a outra parte de mim, a parte muito maior,
realmente não se importa. Penso sobre a maneira como costumava
viver minha vida antes que Ariel estivesse entrando com sua língua
suja e atitude por toda a vida, e Belle veio na ponta dos pés com todo
o seu conhecimento aleatório e doce inocência, e isso me deixa triste.
Isso me faz perceber quão verdadeiramente sozinha e insatisfeita
estava e sei que não posso voltar a ser essa pessoa de novo.

“Podemos ser honestas?” Pergunto calmamente.

“Nós apenas discutimos sua vagina peluda nua. Não existe muito
mais honestidade do que isso,” Ariel encolhe os ombros.

“Não acho que eu realmente amei Brian. Eu cuidava dele. Queria


fazê-lo feliz. Mas lia todos esses livros e via todos esses filmes sobre
almas gêmeas e as pessoas apaixonadas, e nunca me senti do jeito que
elas sentiam. Nunca senti como se não pudesse respirar se o perdesse.
Nunca senti como se o seu amor fosse o único que precisava para me
fazer feliz. Adorava a estabilidade e segurança que ele me dava. Adoro
a filha com quem me abençoou, e que me deu uma família. Nunca tive
isso enquanto crescia, e quando ele me encontrou, isso me cegou para
todas as razões pelas quais não fomos um bom ajustem” digo a ela.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“O problema é que você fez errado. Você deveria se casar com o
primeiro cara por amor e o segundo cara por dinheiro,” ela diz com um
sorriso para aliviar a carga pesada que acabei de derramar.

“Nunca mais me casarei.”

“Amém, irmã”.

Ariel ergue a mão e lhe dou um high five, depois que ela se afasta
de mim e começa a subir as escadas.

A campainha toca, impedindo-me de segui-la.

“Onde você está indo?” Pergunto enquanto caminho para a porta


da frente.

“Apenas subindo as escadas para me certificar de ter conseguido


eliminar todo o pesadelo bege do seu armário. Estamos fazendo uma
festa neste fim de semana, e estamos queimando a merda,” ela grita
por cima do ombro do alto de suas escadas.

“Nós não estamos queimando nada neste fim de semana!” Grito


atrás dela enquanto abro a porta, o sorriso no meu rosto morrendo e
meu coração imediatamente tentando sair do meu peito quando vejo
quem está na minha frente.

“Cynthia.”

Vincent praticamente soletra meu nome enquanto fica na porta


aberta usando um dos seus costumeiros ternos, de três peças, com os
braços cruzados na frente dele.

Eu sei que este homem não tem ideia que eu sou a mulher
sentada no colo do PJ na semana passada no clube, mas ainda não
impede o constrangimento de saber isso, fazendo com que minhas
bochechas corem e minhas mãos tremam.

O toque de uma mensagem de texto recebida me leva


rapidamente a tirar meu celular do meu bolso para silenciar, mas não
antes de ver outro texto da PJ.

O meu colo está sempre disponível se precisar de algo para


fazer, Cin.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Mesmo com Vincent parado aqui, parecendo que quer me
assassinar, e sabendo que ele me viu dar a cara uma lap dance, mesmo
que ele não saiba que era eu, o comentário de PJ ainda me faz sentir
em todos os lugares certos no momento.

“Precisamos conversar,” Vincent diz quando o meu telefone toca


na mão novamente.

Todo o formigamento desaparece imediatamente quando vejo a


próxima mensagem do PJ.

E quanto a um negócio de preparação para cães? Você gosta


de cães, certo? Os cães são fofos e engraçadinhos.

“Desde que você está ignorando minhas repetidas chamadas


telefônicas e numerosas mensagens de voz,” Vincent continua com
uma voz inocente,” não tive outra escolha além de aparecer aqui sem
aviso prévio. Isso se tornou uma situação muito séria, Cynthia. Nós
estamos recebendo os advogados envolvidos se você não entregar o
dinheiro que foi roubado.”

Meu sangue começa a ferver enquanto escuto esse homem,


enquanto o homem que não deixa de me enviar mensagens de texto
continua a piorar.

Você poderia escrever um livro. Eu ouvi que auto publicação


está com tudo agora.

Não sei com quem ficar mais desapontada: o homem que me


conhece desde os dezoito anos e nem se importa com o quanto tenho
lutado desde que Brian saiu, ou o homem do outro lado do telefone,
que ainda não entende por que estou fazendo isso.

“Eu não tenho seu dinheiro, Vincent,” eu falo calmamente,


desejando que toda a raiva e frustração que está fervendo logo abaixo
da superfície, acabe por me fazer gritar, diretamente no rosto desse
homem.

Quero isso. Realmente quero isso. Até abro minha boca para
dizer uma série de palavras de maldição que nunca usei voando, mas
nada além de um grito nervoso sai. Preciso canalizar a mulher que voou
para o colo do PJ sem pensar, mas ela não está em nenhum lugar

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
quando fico aqui na minha casa, deixando esse homem me ameaçar e
me intimidar.

“O tempo está passando. Você deve considerar-se afortunada de


lhe dar mais tempo,” Vincent termina, me dando um aceno rápido
antes de virar e se afastar, deixando-me de pé na entrada, incapaz de
mover ou falar enquanto o vejo entrar seu Lexus e ir embora.

Depois de todo esse tempo, depois de todos os caminhos que o


homem me deixou nos últimos meses, ainda quero que ele me ame e
me respeite, e nenhuma quantidade de gritaria com ele mudará isso.
Ele foi a primeira figura paterna que tive depois que meu próprio pai
morreu. Ele me deu algo que estava perdendo desde os dez anos e meu
pai me deixou sozinha. Ele me deu alguém para procurar, e se tornou
alguém que queria impressionar, e alguém que queria orgulhoso de
mim. Não importa o quanto me machuque com suas acusações e sua
crueldade, ainda sou a mesma garota solitária que quer ter um pai que
a ama. É triste e é patético, e não sei como fazer esses sentimentos
desaparecerem.

Com lágrimas nos meus olhos e o desapontamento comigo


mesma atravessando meu corpo, lentamente fecho a porta e me inclino
contra ela, deixando minha cabeça bater contra a madeira. O telefone
na minha mão toca de novo, e limpo as lágrimas que caíram nas
minhas faces enquanto olho para outra mensagem dw PJ.

Já sei. Você pode abrir uma pousada com café da manhã.

É isso aí. É tudo que precisa para a barragem quebrar. Abro a


boca e grito no topo dos meus pulmões, deixando toda a dor e a fúria
que não escaparam com Vincent sair.

“O que diabos está acontecendo?!” Ariel grita, correndo pela


escada.

Paro os meus gritos e começo a ofegar pelo esforço, me sentindo


um pouco melhor do que alguns segundos atrás.

“Ligue para Tiffany. Diga-lhe para convidar todas as suas amigas


stripper da Charming's durante este fim de semana,” falo com Ariel

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
enquanto ela fica na base da escada olhando para mim como se eu
tivesse perdido a cabeça.

“Pensei que PJ negou quando você perguntou se elas poderiam


vir para outra lição?” Ela pergunta, ainda olhando para mim, como se
eu fosse começar a gritar de novo.

“Ele fez. E não me importo. Convide todas elas. Estamos


queimando coisas neste fim de semana.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 16:
Eu acho que quebramos a princesa Barbie

“Você tem certeza de que está bem? Você não disse uma palavra
desde que você chegou uma hora atrás. Você está deixando todos
nervosos. Mas você parece gostosa, então é isso.”

Pisco em resposta a Ariel, nem sequer me incomodando em


tentar puxar para baixo o minúsculo e esfarrapado short jeans que
Tiffany me fez vestir. Ele é tão curto que os bolsos brancos passam por
baixo da bainha rasgada. Eu olho para mim mesmo - ou melhor, eu
olho para o meu incrível decote aparecendo fora da camiseta azul-
marinho que Tiffany também me fez vestir, louvando as maravilhas
milagrosas de um sutiã de bojo.

Olhando para o meu jardim da frente, me pergunto por que não


estou enlouquecendo que está cheio de um monte de mulheres
maravilhosas, todas da Charming de pé em torno de uma fogueira
ardente, olhando para mim esperando que eu me atire na primeira
roupa bege colocada em uma enorme pilha aos meus pés pela calçada.
Ou porque não estou enlouquecendo que estamos tendo essa festa no
meu jardim da frente, onde todo o bairro pode ver. Meu jardim costuma
ser o lugar perfeito para se divertir, com uma linda fogueira de pedra
no meio, mas só posso comprar combustível suficiente para aparar o
jardim da frente, então agora, a parte de trás parece uma floresta de
plantas daninhas e muito provavelmente animais dispersos. Tenho
honestamente medo de voltar lá.

Quando Vincent saiu da minha casa três noites atrás e eu disse


a Ariel que estávamos fazendo uma festa, ela fez as ligações
imediatamente, sem me dar uma chance de mudar de ideia. Então

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
passamos pela minha roupa e fiz uma pilha para vender e uma pilha
para queimar. Passei o resto da semana alternando entre chorar e estar
com raiva, pensando nas palavras que Vincent me disse e como falhei
totalmente em me defender. Continuar a receber textos provocantes de
PJ com outras ideias de negócios não ajudou meu bem-estar mental.

Assim que todas apareceram na minha casa para a queima,


Tiffany agarrou minha mão e me levou para o meu quarto. Ela escolheu
uma roupa para mim, fez minha maquiagem e me convenceu a deixar
meu longo cabelo loiro solto, alterando-o ligeiramente com um
modelador de cabelos para melhorar minhas ondas naturais. Olhei
para mim mesmo no espelho e não pude acreditar no que estava vendo.
Ariel está certa. Pareço gostosa. Eu me sinto quente. Mas algo ainda
está fora. Ainda estou com raiva e confusa, e não sei o que há de errado
comigo. Não posso voltar e mudar o passado. Não posso rebobinar o
relógio e fazer isso, então me mantive como antes com meu ex-sogro.
Sei disso e aceito isso, mas ainda me sinto como uma bomba relógio,
pronta para explodir.

“Cindy, responda-me. Você está bem? Pisque uma vez para sim,
duas vezes para não.” Ariel fala novamente, diretamente na minha
frente e bloqueando minha visão.

“Há strippers no meu jardim da frente,” sussurro.

“Sim, sim, há. Você tem medo que um dos bulldogs do bairro
venha marchar até aqui e reclamar?” Ela pergunta.

“Não.”

Ariel assente com a cabeça. “OK, então. . . O que há de errado?


Eu pensei que você estava bem com essa fogueira na festa. Você vai
começar a gritar novamente?”

Estou bem em ter esta fogueira na festa. Mais do que bem. E todo
mundo está olhando para mim como se estivesse com medo que vou
me descontrolar, porque Ariel foi e contou a elas sobre o meu ataque
de gritos na outra noite, e tudo o que Vincent me disse. Não quero que
sintam pena de mim. Eu não quero que ninguém sinta pena de mim.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Meu celular, que estou agarrando, sinaliza uma mensagem de
texto recebida, e nem tenho que olhar para saber de quem é. PJ me
envia mensagem sem parar desde que todas chegaram aqui,
perguntando se sei onde estão as suas dançarinas. Algo sobre como
alguém ficou doente e agora ninguém responde seus telefones. E me
lembrou que é melhor não estarem na minha casa para qualquer tipo
de treinamento porque ele especificamente me disse que não.

Também não quero que ninguém me diga o que posso e não


posso fazer. Especialmente PJ, o homem irritante que faz meus dedos
do pé enrolar quando penso em sentar em seu colo de novo. Odeio estar
confusa. Odeio sentir como se a qualquer momento eu fosse explodir.

Tique, taque, tique. . .

“Eu acho que estou bêbada,” murmuro, segurando a taça de


vinho agora vazia na minha mão para mostrar Ariel. “Acredito que é a
taça número cinco. Ou foram oito? Perdi a contagem depois da terceira.
A matemática está difícil.”

Ariel ri, colocando as mãos ao redor da boca e gritando para o


grupo no meu quintal que ansiosamente ainda olha para nós.

“ESTÁ TUDO BEM, PESSOAL. ELA É APENAS UMA GAROTA


BÊBADA!”

As mãos de todas com várias bebidas alcoólicas sobem no ar e


deixam escapar um coro alto de exclamações, gritos e assobios.

Meu telefone toca novamente, e Ariel puxa da minha frente.

“Oh, por amor de Deus. Qual diabos é o problema dele?” Ariel


murmura, olhando para o fluxo de mensagens de texto de PJ que nem
me incomodei em responder.

Tiffany caminha até nós, trocando minha taça vazia por uma
cheia enquanto Ariel gira a tela em sua direção.

“Qual é o problema do seu chefe? Estou tentando muito fazer


Cindy montar a vara da sua discoteca, mas ele está sendo ridículo.”
Ariel informa.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Tiffany solta um suspiro enquanto tomo um enorme gole do meu
vinho para me impedir de fazer o que todos esperam e soltar um grito
horripilante.

“Ele é um cara bom, eu juro,” Tiffany diz depois que termina de


olhar para as mensagens de texto. “Ele é apenas muito protetor com
todas nós. Você já notou que ele nunca nos chama de strippers?”

Começo a abrir minha boca para argumentar, mas rapidamente


a fecho, enquanto penso nas poucas conversas que tivemos e às
centenas de mensagens de texto que trocamos na última semana. Ela
está certa. Ele nunca usa a palavra strippers, é sempre dançarinas.

“Sua mãe ficou grávida dele antes do ensino médio. É a história


típica: mãe adolescente, pai idiota que correu para as colinas e pais de
merda que a expulsaram. O único trabalho que conseguiu foi de
stripper. E naquela época, as escolhas eram escassas nesta cidade. Foi
um lugar decadente após o outro, com um chefe de merda depois do
outro.” Explica Tiffany. “Mas ela fez, suportou a besteira porque foi
demitida quando teve que faltar ao trabalho porque não tinha ninguém
para cuidar de PJ, era a única maneira que sabia como pagar as contas
e colocar comida na mesa. Quando PJ se tornou um adulto, ele decidiu
que não queria que nenhuma mulher passasse por algo assim
novamente.”

Eu realmente quero odiar Tiffany agora mesmo por me fazer ver


algo bom e gentil em PJ quando tudo o que realmente quero fazer é
concentrar-me em como ele é irritante.

“Então, ele abriu a Charming, e contrata apenas mães solteiras.


Ainda somos pagas, mesmo precisando faltar ao trabalho por causa
dos nossos filhos, desde que não abusemos do privilégio. E parte do
nosso salário inclui uma remuneração para os custos da creche e
educação se optarmos por ir à faculdade e fazer outra coisa com nossas
vidas. Ele nunca quer que pareça que estamos fazendo algo sujo ou
algo com o qual devemos nos envergonhar só por causa da mão de
merda que a vida nos deu.” Tiffany conclui.

“Bem, não está dando dinheiro aos órfãos africanos, mas vai
fazer.” Ariel suspira.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Justo quando decido que sou a maior idiota do mundo e começo
a tirar meu telefone de Ariel para enviar uma desculpa para PJ pneus
guinchando soam na rua e todas viramos para ver uma caminhonete
preta parando em minha calçada.

Um PJ muito irritado olha para fora do assento da frente, bate à


porta e começa a marchar direto para mim, gritando enquanto ele vem.

“Eu pensei que disse que você NÃO DEVERIA convidar minhas
dançarinas para mais lições estúpidas!”

Tique, Taque, tique . . .

“Eu lhe dei incontáveis outras ideias para abrir seu próprio
negócio e você ainda está presa nesta coisa absurda!”

Tique, taque, tique. . .

“Ó meu Deus. Ele parece muito irritado.” Belle sussurra, vindo


ficar ao nosso lado.

Tento me concentrar em como ele parece bom em um jeans


esfarrapado e uma Henley branca, de mangas compridas empurradas
até os cotovelos - assim como todas as coisas maravilhosas e brilhantes
que Tiffany falou sobre ele, respondendo a todas minhas perguntas
sobre por que ele é tão inflexível sobre isso, mas é impossível. Em vez
de PJ me perseguindo através do jardim, seu rosto de repente se
transforma em Vincent e, em vez da voz de PJ, dizendo-me o que não
posso fazer, ouço a de Brian.

Empurrando minha taça de vinho em Ariel, que espirra em


nossas mãos enquanto ela agarra rapidamente, me movo alguns
metros abaixo da calçada, encontrando PJ a meio caminho.

Tique, taque, tique. . .

“Essas garotas trabalham muito. Elas lidam com clientes de


merda e gorjetas de merda e fazem isso porque não têm mais nada. Não
é algo novo e emocionante, acharam que seria um pouco divertido de
experimentar porque passaram por um pouco de dificuldade! Se você
acha-”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Tique, taque, tique. . . EXPLOSÃO!

“Oh, cale a boca!” Grito no topo dos meus pulmões, cortando seu
discurso.

“Ah Merda...” Ariel murmura atrás de mim.

“Estou farta e fodidamente cansada de pessoas que pensam que


podem me dizer o que fazer!” Grito. “Você não sabe uma maldita merda
sobre mim, então CALE A BOCA JÁ!”

Os olhos de PJ se alargam e ele fecha sua boca com inteligência,


mas a besta que se esconde dentro de mim foi desencadeada e não há
como puxá-la de volta agora.

“Um pouco de dificuldade? Você está brincando com essa


merda?” Grito, avançando sobre ele e empurrando meu dedo na parede
rígida do seu peito, nem me importando que esteja gritando no meu
jardim da frente alto o suficiente para todos os vizinhos ouvirem. “Você
quer saber o que não é um momento difícil? Descobrir que seu marido
tem fodido a babá bem debaixo do seu nariz, quando você tentou por
TRÊS MALDITOS ANOS fazê-lo transar com você, mas ele não queria
você, e o mais próximo que você chegou a um orgasmo que você chegou
em treze anos foi em uma dança de erótica que deu ao homem mais
irritante e egoísta que você já colocou o olho!”

“Oh, ela vai se arrepender de manhã quando estiver sóbria,” ouço


Belle sussurrar de seu lugar ao lado de Ariel.

Ignoro tudo o que está acontecendo ao meu redor e continuo.


Parece bom demais para parar agora. Como se um peso estivesse sendo
tirado de meus ombros, como se uma tonelada de tijolos estivesse
sendo removida das minhas costas, como se um enxame inteiro de
borboletas nervosas estão finalmente escapando do meu interior e
voando livre.

“Você quer saber o que mais NÃO é um momento difícil? Chegar


em casa da mercearia um dia e encontrar papéis de divórcio e seu
fodido armário vazio. Ah, e não nos esqueçamos do pequeno brinde dele
roubando mais de cinco milhões de dólares da companhia de seus
próprios pais, esvaziando nossas contas bancárias, cancelando todos

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
os meus cartões de crédito, deixando-me com NADA. E sendo
perseguida, xingada e ameaçada pelos pedaços de merda de seus pais,
porque eles parecem pensar que sei onde está o dinheiro e posso
simplesmente entregar essa merda!”

Respiro e continuo chamando a atenção, não dando a mínima


importância que todos ainda estão de pé no meu jardim me assistindo
enlouquecer. Talvez seja o vinho falando, talvez seja o fato de que
alguém finalmente me empurrou para além do meu ponto de ruptura.
Seja o que for, não me importo.

“É tão fácil e tranquilo convencer sua garotinha de que seu pai


não foi embora, porque não a ama o suficiente. Para convencer a si
mesma que ele não partiu porque você não é boa o suficiente!” Grito,
piscando de volta as lágrimas que começam a desfocar minha visão
enquanto continuo cutucando meu dedo no peito de PJ, pontuando
cada palavra que vem voando da minha boca. “Não decidi apenas abrir
um negócio de strip-tease porque pensei que é a opção mais fácil. Não
sou uma maldita dona de casa entediada com nada melhor para fazer
com o meu tempo!”

“Eu sei que você não é. Apenas me deixe-”

“EU SEI QUE É UM TRABALHO DURO, E RESPEITO CADA


MULHER QUE TIRA A ROUPA POR DINHEIRO!” Grito, cortando-o
novamente. “Não estou fazendo isso porque acho que soa divertido e
emocionante. Estou fazendo isso porque não sei quem diabos eu sou!
Estou fazendo isso porque estou tão doente e fodidamente cansada de
ninguém me ver!”

Sem sequer pensar sobre o que estou fazendo, pego a bainha da


minha camiseta e a arranco do meu corpo, atirando tão duro quanto
posso no rosto de PJ antes de jogar meus braços abertos em cada lado,
meu peito arfando enquanto permaneço aqui no meio do meu jardim,
com um sutiã vermelho rendado com bojo.

“Oh, doce Jesus. Eu acho que quebramos a princesa Barbie,”


Ariel sussurra.

“Estou cansada da porra do bege! Estou cansada de me misturar


com a merda do fundo! Estou cansada de ninguém fodidamente me

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
escutar e pensar que me conhece! Estou cansada de não ter bolas para
me defender! EU SÓ QUERO ALGUÉM QUE FINALMENTE ME VEJA,
ME OUÇA E PERCEBA- “

As mãos de PJ estão de repente pegando minhas bochechas e


antes que perceba, ele está puxando meu rosto e seus lábios estão no
meu. Minhas palmas imediatamente batem no seu peito para empurrá-
lo, mas a língua dele empurra entre os meus lábios e mistura contra a
minha entorpecida. Aperto o material de sua camisa em minhas mãos
quando ele inclina a cabeça para o lado e aprofunda o beijo, sua língua
girando em torno da minha enquanto solto um pequeno gemido
involuntário na boca dele. Ele tem gosto de hortelã, cheira a céu e a
forma como sua boca se move contra a minha e sua língua trabalha a
minha, envia arrepios pela espinha e uma explosão de calor entre
minhas pernas.

Nunca fui beijada assim antes, tão duro e gentil ao mesmo


tempo. Suas palmas quentes e suaves ainda mantêm meu rosto no
lugar, mas seus lábios estão contundindo e sua língua deve ser
registrada como uma arma de destruição em massa enquanto desliza
perfeitamente e empurra contra a minha.

Tropeço em sua direção e meus olhos lentamente piscam em


confusão quando ele abruptamente termina o beijo, afastando os lábios
dos meus. Ele ainda segura meu rosto nas mãos enquanto olha para
mim, seus polegares esfregando suavemente contra minhas bochechas
enquanto olha para meus olhos.

“Eu te vejo. Eu te escuto. E me desculpe,” sussurra.

“Tudo bem,” respondo com tristeza, o vinho, o beijo e meu mini


ataque de nervos de repente me alcançando até que tudo que quero
fazer é desmaiar na cama.

Ou vomitar. Jogar todo esse vinho que agita no meu estômago


enquanto fico aqui pressionada contra um homem que pode beijar
como um Deus e confundi-me fora seria bem agora.

As mãos de PJ caem do meu rosto enquanto ele se afasta e


continua caminhando para trás em direção ao carro, sem tirar os olhos
de mim.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Venho buscá-la às dez da manhã, então tenha a certeza de que
está pronto.”

Olho para ele e começo a disparar uma outra tirada de como ele
não deve ter ouvido uma palavra que eu disse sobre as pessoas me
dizendo o que fazer, mas ele rapidamente retrocede quando vê o olhar
no meu rosto.

“Está bem se eu a buscar amanhã às dez?” Ele pergunta em vez


disso, parando ao lado de sua caminhonete.

Sua caminhonete viril e quente que o faz parecer todo masculino


e robusto.

“Para que?”

Ele sorri para mim e é patético como não posso tirar meus olhos
de seus lábios enquanto vejo eles se moverem.

“Treinamento, baby. Sem mais lições com minhas dançarinas.”

“Oh, você não ...”

Ele segura uma mão para me cortar.

“Não porque duvido de você. Se alguém for te ensinar a fazer isso,


serei eu mesmo. Dez horas amanhã de manhã.

Seus olhos se movem dos meus e viajam pelo meu corpo, fazendo
com que brote arrepios em minha pele com o jeito que toma seu tempo
olhando para mim até voltar para o meu rosto.

“Nós estaremos em um lugar público, então você pode querer


pensar em colocar uma camisa.”

Dando-me um sorriso e uma piscadela, ele entra dentro de seu


veículo, liga e sai da minha entrada.

“E as minhas dançarinas que estão na programação esta noite,


por favor, pegue sua adorável bunda e volte ao trabalho na próxima
hora?” Ele grita fora da janela aberta enquanto vira para a rua.

Olho para ele até Ariel se aproximar de mim, e viro para encará-
la.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Tirei minha camisa no meu jardim da frente,” digo a ela.

“Sim.”

“Eu disse foda-se muito. Como, MUITO,” acrescento.

“Você fez.”

“Dei uns amassos com um cara sem minha camisa, no meu


jardim da frente, depois de dizer muito foda-se e ainda não estou
vestindo uma camisa,” lembro a ela.

“Você vai desmaiar? Porque se você for, tenho muito vodca para
carregar sua bunda para casa, e o cara que fez isso na última vez
acabou de sair.”

Levo um minuto para pensar em tudo o que aconteceu hoje à


noite, enquanto olho ao redor do quintal para ver todos conversando
normalmente, rindo e bebendo, como se isso não fosse grande coisa.
Antecipo o peso e a pressão da culpa levantando novamente, mas isso
não acontece. Tudo o que eu sinto é....liberdade.

Andando em torno de Ariel, chego na pilha de roupas bege e junto


o máximo que posso antes de virar e marchar pelo pátio até a fogueira,
todas estão parados.

Ariel e Belle me encontram no fogo e param uma de cada lado de


mim enquanto eu atiro tudo no poço de pedra e sorrio quando as
chamas se elevam.

“QUEIMEM ALGUMA MERDA!” Grito, o que faz todos em volta


do fogo torcer e gritar e bater suas garrafas juntas.

Belle descansa a cabeça no meu ombro quando olha para o fogo


com um enorme sorriso no rosto, e Ariel envolve o braço em volta do
meu ombro, dando um aperto.

“Bem-vindo ao lar, Zero Fucks Given Barbie. Bem-vindo em


casa,” Ariel diz.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 17:
Grupo de Mamilos

“Fui dispensada da Associação de pais e professores.”

“Boa. É melhor não usar esse jeans de mãe no seu encontro com
PJ.”

Com um suspiro, mudo meu celular para a orelha oposta quando


me viro de um lado para o outro e verifico meu reflexo no espelho. Uma
das vantagens de ter uma filha adolescente: posso roubar suas roupas.

“Nós queimamos aqueles jeans na noite passada, lembra? Você


cantou 'Foda-se jeans de mãe' e fez todos darem um gole antes de jogá-
los no fogo, recordo. E pare de chamar isso de encontro. Não é um
encontro.”

Voltando completamente e olhando por cima do meu ombro na


minha bunda, sorrio para mim quando vejo o jeito que a calça jeans de
Anastásia abraça minhas curvas e parece baixa nos quadris. Eu
combinei com uma camisa marrom, rosa e preta que coloquei no jeans
e terminei a roupa com um cinto marrom bonito e sapatilhas de ballet
rosa, tudo cortesia da minha filha, que não me faz a chamar de Ásia
mais, mas ainda se recusa a usar qualquer coisa com a cor.

“Ei, você ainda está aí?” Pergunto a Ariel quando ela não
responde imediatamente. Volto a me virar para o espelho, olhando o
coque bagunçado que tentei, já que não há como tentar fazer meu
cabelo cair ondulado como Tiffany fez na noite passada.

“Sim estou aqui. Desculpe, ainda não consigo me acostumar com


você deixando cair bombas como não é um grande negócio quando há
duas semanas você ainda dizia droga e diabos. Além disso, isso é muito

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
um encontro. Ele escolheu a hora. Ele escolheu o lugar. E ele está
pegando você em dez minutos. É um encontro.”

Não é um encontro. É um treinamento de strippers, como PJ


disse, seja o que for que isso signifique. Enviei mensagens para ele toda
a manhã, perguntando onde estamos indo, e ele continua me dizendo
que é uma surpresa e me lembra de usar uma camisa.

Homem irritante.

Não estou surtando que arranquei minha camisa na frente dele


na noite passada, fiquei bêbada e explodi com ele, então deixei ele
enfiar a língua na minha garganta enquanto todos no meu quintal
acompanhavam, assim como alguns vizinhos que não percebi que
estavam espreitando. Todos ficaram de pé e olharam quando me perdi
em seu beijo, nunca querendo que ele terminasse, e me pergunto se
uma mulher pode cair morta no meio do jardim da frente por super
estimulação.

Não, não estou surtando. Estou fria como um pepino agora, mas
só porque tive todos os meus surtos na noite passada, depois que todos
foram para casa e passei a noite toda cozinhando para aliviar o
estresse. Meu balcão da cozinha está atualmente cheio de Muffins,
Torta de Maça, como no inferno fiz torta de limão na última noite e
nunca mais estou bebendo donuts. Tudo cheio de glúten e açúcar.

“Não é um encontro. Estou mudando o assunto. Você me ouviu


quando disse que fui dispensada da Associação? Em um e-mail. Você
pode acreditar nisso? Eles nem puderam me dizer na minha cara que
não sou mais bem-vinda, ou que decidiram ir em outra direção para as
vendas de bolos.” Digo com aborrecimento enquanto desço as escadas.

Nem estou brincando quando digo que as notícias viajam


rapidamente nesta rua. Recebi meu primeiro e-mail de dispensa
exatamente uma hora depois do meu pequeno show de strip em meu
jardim. Não mais ser a presidente da Associação, não ser mais
responsável por todas as vendas de bolos da associação, fui chutada
da associação e removida como presidente do Comitê de Planejamento
da Fairytale Lane Party. Os e-mails continuaram a chegar, um logo
após o outro, durante toda a noite, até que finalmente tive que colocar

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
o meu telefone no silencioso, então não o joguei no quarto cada vez que
apitava com um novo e-mail. De repente, me tornei a pária do bairro.

“Graças a Deus, eles finalmente a dispensaram. Seus cupcakes


são uma droga.” Ariel diz.

“Aqueles que você comeu eram cupcakes veganos e não lhe disse
para entrar na minha cozinha e me ajudar.” Digo enquanto chego à
base da escada e me sento no piso de baixo. “Esses comitês, essa
associação... são toda a minha vida. Acabar assim, sem mais nem
menos. Só porque vivo em uma rua cheia de juízes idiotas.”

“Não são toda a sua vida. Você estava preenchendo o vazio


fazendo um monte de merda que nem se importa, então todos
continuariam pensando que você é perfeita. Sua vida não é mais
perfeita, é uma bagunça quente. Você está vendendo seus pertences
para pagar suas contas, abrindo um negócio onde você tirará sua roupa
por dinheiro, amaldiçoando como um marinheiro no topo de seus
pulmões em seu jardim da frente e se pegando com o proprietário
quente do clube de strip sem sua blusa também no seu jardim.”

“Caramba, muito obrigado por me lembrar de todas as coisas


mortificantes que fiz nas últimas vinte e quatro horas.” Falo depressa.

“Você também está finalmente se defendendo, tirou oficialmente


aquele pau da sua bunda para o bem, se soltou, está descobrindo quem
quer ser, e fez isso com um proprietário de clube quente sem sua
camisa,” Ariel diz com um sorriso em sua voz.

“Você já listou isso na coluna embaraçosa.”

“Isso merece estar na coluna embaraçosa e na coluna arrasar. E,


honestamente, essas coisas são apenas embaraçosas para você. Acho
que tudo é impressionante, mas especialmente o negócio de tirar a
blusa. Isso foi quente de assistir.”

Ela solta um suspiro sonhador e começo a me perder em um


devaneio, lembrando como me senti quando PJ me beijou. Como ele
segurou meu rosto em suas mãos, como meus lábios pareciam
doloridos por horas depois que ele saiu, e como ainda podia prová-lo

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
na minha língua, mesmo depois de beber mais dois copos de vinho
enquanto queimávamos minha merda.

“Ei, tenho uma ideia.” A voz de Ariel através da linha me faz


pular, e rapidamente solto minha mão da boca, percebendo que estava
traçando meus dedos sobre meus lábios enquanto pensava no beijo de
PJ. “Se esse negócio de festa de stripper em casa não decolar, você pode
assar nua. Ooooooh, você poderia chamar de Assando malhada! Os
itens do seu cardápio podem incluir mamilo com Nut Cluters e pudim
de buceta com nozes pecan.”

“Estou desligando agora,” digo a ela quando a campainha toca e


me levanto.

“Basta pensar nisso. Imagine um cara sentado na cadeira da sua


cozinha, se masturbando enquanto você bate as claras. Isso parece
uma mina de ouro para mim.”

“Adeus, Ariel.”

Termino a ligação quando abro a porta, me perguntando se


nunca vou parar de ter borboletas no meu interior quando vejo PJ. Ele
parece tão bom como sempre faz com jeans e uma camisa cinza clara,
e tenho que apertar minha mão no meu estômago para tentar subjugar
as borboletas quando olho para o rosto dele. Ou, com mais precisão,
seus lábios. Não importa quanto vinho tenha bebido ontem, nunca
conseguirei tirar a imagem de beijá-lo da minha mente. Combine isso
com todas as mensagens que me enviou na semana passada, o jeito
que me olhou após o beijo e me falou suavemente que me via e ouvia,
e de repente sinto que me tornei uma ninfomaníaca que não pode parar
de pensar em sexo. Particularmente sexo com este homem.

“Bom dia, Cin.” PJ me cumprimenta com um sorriso, o apelido


soando muito sujo no início do dia.

Como não consigo tirar meus olhos de seus lábios enquanto eles
se movem, percebo a barba em torno de sua boca, e de repente me
ocorre que não senti isso me arranhando quando nos beijamos. Ele
deve ter raspado ontem, e agora que vejo com uma sombra novamente,
é tudo o que posso fazer para não ficar aqui esfregando minhas pernas

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
juntas para livrar-me da dor entre elas, pensando nesse restolho
arranhando por toda parte do meu corpo.

Isto não é um encontro, isto não é um encontro, isto não é um


encontro.

Aquele beijo ontem foi um acaso. Um produto de todo o vinho


que bebi e bolas que cultivei nada mais. Ele provavelmente flerta com
cada mulher com quem entra em contato. Não sei se beija todas as
mulheres, mas vou assumir que faz e finjo que ele é um homem que
estou usando apenas para meu próprio benefício, deixando me dar
conhecimento comercial e ajudar quanto ele pode. Isso ajuda a acalmar
meus nervos e poe fim à maratona de assados todas as noites.

“Espero que você não se importe nem pense que isso é estranho,
mas trouxe uma pequena coisa para sua filha. Minha mãe me ensinou
bons costumes, então achei que ela merecia um presente por me deixar
roubar sua mãe hoje.” PJ diz, me entregando uma caixa com um laço
rosa sobre ela.

Felizmente, o presente me dá algo para olhar além da boca desse


homem, mas não ajuda muito com isso não é um encontro, o mantra do
dia que estava cantando na minha cabeça, porque é o mais doce
possível, e quase quero sentar e chorar com sua consideração.

Mas eu não. Porque quando vejo o presente que ele trouxe para
Anastásia, eu meio que quero rir, o que seria muito grosseiro.

“Olá, mamacita. Quem é ele? Oh meu Deus, você tem um


encontro?”

Eu me viro para ver minha filha descer as escadas e caminhar


até mim, olhando PJ de cima e abaixo enquanto se move.

“O que? Não! Não, não é um encontro.” Rio nervosa, olhando para


trás e para frente entre minha filha, que se inclina contra o batente
aberto da porta, e PJ que olha para minha filha de treze anos, como se
pudesse de repente brotar chifres e uma cauda.

O que não seria completamente fora de questão com uma


adolescente.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Anastásia apanha a caixa das minhas mãos e ergue as
sobrancelhas.

“Ele é vendedor de porta a porta de brinquedos para bebês ou


algo assim?” Ela pergunta.

Sacode a caixa cheia com um conjunto de blocos multicoloridos.


Para um bebê. E agora é sua vez de olhar para frente e para trás entre
nós.

“Eu te trouxe um presente.” PJ murmura inconformado, o que


torna impossível esconder uma pequena risada que sai da minha boca.

Ele me olha, e isso só me faz sorrir ainda mais.

“Anastásia, esse é. . . hum, meu amigo, PJ. PJ, esta é minha


filha, Anastásia. “Digo, me perguntando se isso me torna a pior mãe do
mundo.

Em todos os livros para pais de bebês / crianças / adolescentes


que li ao longo dos anos, tenho certeza de que nunca incluíram um
capítulo sobre o momento certo para apresentar a sua filha um homem
com quem você ficou e não está namorando, mas que gostaria de ver
nu no futuro próximo.

“Desculpe-me pelos blocos. Pensei que fosse mais jovem.


Realmente não sou um pervertido estranho ou qualquer coisa.” PJ diz
a ela com um suspiro frustrado, pisando na entrada até que está
pressionado contra mim e abaixando a boca ao meu ouvido para
sussurrar:” Sério como diabos você tem uma adolescente? Você a
chamou de sua menina ontem à noite!”

Ele parece irritado, e da maneira que continua olhando para


Anastásia com os olhos arregalados, posso assumir que é porque todos
adoram os bebês; ninguém adora adolescentes. Mesmo que ela possa
me tentar às vezes, ela é o meu mundo inteiro e não me importo com
como ele é bom, ou como é um grande beijador, se não gosta de
adolescentes, especialmente minha adolescente, ele pode beijar minha
bunda.

“Porque ela é minha garotinha! É um termo carinhoso.” Sussurro


de volta com raiva.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Ouvi falar de caras com fetiches grosseiros. Nina me contou
sobre aquele cara no Youtube que gosta de pés e....” Anastásia diz antes
de eu cortá-la.

“Ok, acho que é hora de ir. Ou, talvez seja hora de PJ ir.” Eu a
paro antes que a cabeça de PJ exploda e antes de dar um soco em sua
mandíbula pelo comentário do adolescente.

Ele está louco por eu ter uma filha adolescente? Não entende
como o casamento e a gestação funcionam? Por que me importo se ele
está bravo? Quero dizer, ele emprega um clube inteiro cheio de mães,
por que isso é um choque? Talvez ele odeie crianças. Claramente odeia
crianças, o que tornará muito mais fácil colocá-lo de volta na categoria
“irritante” e fora do “Eu quero todo o sexo com ele”. Mas isso realmente
não explica por que apareceu aqui com um presente para ela, embora
seja dez anos mais novo para ela, mas ainda assim. Ele provavelmente
odeia os adolescentes. Você e todo o universo, amigo, entre na linha.
Mas ele foi tão gentil por trazer um presente.

Tudo isso é tão confuso. Não deveria ter permitido qualquer tipo
de interação adulta sem Ariel presente.

“Uh, você não está se esquecendo de algo?” Anastásia pergunta,


afastando meu olhar de PJ para vê-la com curiosidade. “Você devia
levar-me para o shopping para encontrar Kelsey?”

Tenho uma vaga lembrança de Anastásia me enviando um texto


na noite passada enquanto estava em uma festa do pijama, mas. . .
vinho.

“Merda. Isso é hoje? Merda, porra, maldição.” Murmuro o que faz


minha filha me olhar com os olhos arregalados. “Eu xingo como um
motorista de caminhão agora. Não vamos fazer disso um grande
problema. “

PJ entra pela porta e limpa a garganta.

“Na verdade, é onde planejei levar sua mãe hoje. Achei que era
hora dela atualizar seu guarda-roupa. Desde que não esteja te
atrapalhando, você pode ir conosco.” Ele diz com um encolher de
ombros.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Legal. Isso funciona para mim.” Anastásia diz antes que eu
possa interpor e dizer que esta é uma ideia muito ruim.

PJ se move de lado para deixá-la sair da casa, sacudindo a caixa


de blocos que ainda carrega e sorrindo para ele enquanto ela sai.
Enquanto estou ocupada com todas as razões pelas quais essa é uma
má ideia e o que devo dizer a PJ por seu comentário sobre adolescente,
ele se vira e sorri.

Aquele maldito sorriso.

“Apenas para que você saiba, não quis dizer nada do que disse.
Estou apenas . . . um pouco surpreso.”

Ele se aproxima e como não quero mostrar que sua proximidade,


tem algum efeito sobre mim, me recuso a me mover, mesmo quando
ele se aproxima e coloca um fio de cabelo que caiu sobre meus olhos
atrás da minha orelha. “Você não parece de qualquer maneira velha o
suficientemente para ter uma adolescente. Em absoluto.”

Suas palavras são gentis, mas a maneira como seus olhos se


deslocam sobre mim da cabeça aos pés é qualquer coisa menos gentil.
É impertinente. Assim, tão malvado.

Isto não é um encontro, isto não é um encontro, isto não é um


encontro...

“Ei, mãe!” Anastásia grita atrás de PJ no jardim da frente. “Ele


tem uma boa bunda. Aprovo totalmente este encontro!”

“NÃO É UM ENCONTRO!” Grito atrás dela, estreitando meus


olhos para PJ quando ele ri. “Oh, ria. Aproveite este momento agora,
porque em cerca de quinze minutos, você vai entender a frase Que
diabos é isso? quando você experimenta ir ao shopping com uma
adolescente. Elas querem tudo e odeiam tudo. Haverá muito choro,
maldição, angústia, miséria e possivelmente derramamento de
sangue.”

Ele ri novamente e reviro os olhos ao passar por ele pela porta,


deixando-o puxá-la e trancá-la atrás de nós com as chaves que entrego.
“Tenho certeza de que a Anastásia não fará nenhuma dessas coisas.”
Ele diz.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Não estava falando sobre ela.” Digo a ele docemente, dando
tapinhas no peito enquanto seu sorriso hesita. “Que a sorte esteja
sempre a seu favor.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 18:
Pablo Jessabelle

“Então, o que PJ significa?”

“Você acreditaria em mim se lhe disser que literalmente significa


apenas PJ?”

Fiz a mesma pergunta várias vezes ao longo de todas as nossas


conversas de mensagens de texto, mas ele nunca me responde e está
começando a me incomodar. Por que é tão secreto?

“Não. Não, eu não acredito em você se você me disser isso.


Ninguém nomeia seu filho com iniciais. Sempre representam algo.”
Argumento, perguntando se isso representa algo realmente horrível.

E se o nome dele é Percival Jabulani?

Ou Puck Jazzy?

Oh meu Deus, talvez PJ represente Ping Jethro.

Como exatamente soaria sexy gritar o nome de Ping Jethro


durante o auge da paixão? E por que, no inferno, estou pensando em
gritar seu nome, seja lá qual for no meio de qualquer coisa?

“E esse vestido? E não diga sim apenas porque você acha que
gosto disso. Você gosta disso?” PJ pergunta, pondo fim a discussão de
seu nome, segurando um vestido envelope de cor pêssego.

Aceno com a cabeça, e ele me dá uma piscadinha enquanto


acrescenta o vestido à pilha de roupas que já estou segurando em meus
braços. Rapidamente faço a matemática na minha cabeça e posso
sentir minha pele começar a suar frio. Não posso pagar tudo isso. Não

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
posso nem pagar a lata de meias que está perto do caixa. Provavelmente
deveria ter protestado assim que PJ disse à Anastásia que seu plano
era me levar para o shopping e atualizar meu guarda-roupa, mas estava
muito ocupada em pânico sobre a minha filha conhecê-lo e todas as
perguntas que se seguiriam.

Felizmente, o passeio de carro não foi preenchido com perguntas


sobre PJ e eu e o que estamos fazendo juntos. Apenas a paz tranquila
de uma adolescente que usava fones de ouvido no banco traseiro, sem
prestar atenção na forma como olho para o braço flexionado de PJ
enquanto movia as marchas, girava o volante ou passava a mão pelo
cabelo enquanto jogava conversa fora. Quase desejei que ela tirasse os
fones de ouvido e nos fizesse o interrogatório. Então, teria tido algo para
me concentrar, além do jeito que meu coração bate mais rápido no
modo que ele olhou para mim e sorriu quando disse algo que o divertiu;
ou como tive que continuar cruzando e descruzando minhas pernas
porque estou presa em um espaço pequeno e fechado com este homem
e não consigo escapar do cheiro de sua colônia, o que fez todo tipo de
coisas inesperadas para o meu corpo.

E agora, aqui, estamos juntos no shopping, uma vez que


Anastásia quase fugiu de nós para encontrar sua amiga assim que
entramos pela porta. E não sei como dizer à PJ que precisamos devolver
tudo isso.

Uma coisa é despejar todos os seus problemas de dinheiro sob a


névoa de muito vinho depois que o sol tinha se posto e você só tem um
pequeno fogo e faróis para ver. Não há como discutir isso com ele
enquanto estou sóbria, na luz do dia, sob o brilho da iluminação
fluorescente na Forever 21. E é minha culpa Estou presa no inferno na
Terra que é a Forever 21. PJ insistiu em irmos à loja de departamento
jovem do outro lado do shopping, e entrei em pânico. Disse a ele que li
uma história sobre como eles testavam toda a tintura de seus tecidos
em animais e “Oh, meu Deus, PJ! Apenas pense nos gatinhos! Gatinhos
rosados e gatinhos azuis e gatinhos verdes! Aqueles pobres animais
indefesos! Nunca vou pisar nessa loja novamente até que respeitem os
direitos dos gatinhos.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Não foi o meu melhor momento. Não me julgue. Mas o que
deveria fazer? Sei que a Forever 21 tem etiquetas de preços mais baixas
de qualquer loja neste shopping, então, aqui estamos. E aqui é onde
vou morrer.

“Eu não tenho vinte e um. Não estou nem perto de vinte e um.
Não deveria estar comprando aqui.” Murmuro, contornando a questão
principal para evitar o constrangimento, como qualquer pessoa normal,
enquanto fico de pé atrás de PJ enquanto ele olha através de uma
prateleira de regatas.

E realmente, esse é um tipo de problema que penso sobre ele.


Olhando em volta da loja, não vejo nenhuma mulher perto da minha
idade. As pessoas que trabalham aqui ainda não saíram do ensino
médio. Minha filha comprava aqui antes de entrar na fase negra. Claro,
estou vestindo suas roupas agora mesmo, mas devo realmente fazer
compras em uma loja que minha filha de 13 anos de idade e todos seus
amigos frequentam?

PJ continua a deslizar os cabides ao longo do poste ligado à


parede, ainda procurando uma regata para adicionar à minha pilha.
Além de surtar sobre como não vou poder pagar por nada disso, PJ tem
sido um parceiro de compras incrível. Ele aponta as coisas que pensa
que seriam boas para mim, mas deixa a decisão final completamente
para mim. Ele não apenas andou em torno de jogar coisas em uma
pilha que ele gosta sem pensar no que eu quero ou gosto. Se balanço
minha cabeça em algo que sugere, ele imediatamente coloca de volta e
passa para o próximo item. Eu me afasto dele e continuo olhando ao
redor da loja, ficando mais desconfortável cada vez que o sino toca na
entrada, anunciando outro adolescente que entrou e que é muito mais
novo do que eu.

“Este é provavelmente o tipo de loja onde eles pedem sua carteira,


mas em vez de dizer que você não tem idade suficiente, eles olham sua
carteira de motorista, então olham para você, e então soltam um
assobio baixo. Você sabe o tipo de apito que estou falando. Aquele que
diz “Puta merda, ela é velha e agora me sinto muito mal, pedindo sua
identidade.” Aposto que um alarme dispara quando entro no provador.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Atenção! Atenção! Estria, rugas, pés de galinha! Você não pode comprar
aqui!” Divago.

Enquanto estou falando aqui todas as razões pelas quais não


devo estar aqui agora, sinto o calor do corpo de PJ enquanto ele se
move logo atrás de mim. Sinto suas coxas na minha bunda e sinto seu
peito contra minhas costas. Meu corpo dá uma pequena sacudida
quando suas mãos agarram meus quadris para me puxar mais
confortavelmente contra ele enquanto a cabeça dele desce e seus lábios
se aproximam do meu ouvido.

“Eu não disse a mais de trinta minutos que você parece muito
jovem para ter uma filha adolescente?” Pergunta suavemente, sua
respiração quente patinando sobre minha orelha e o lado do meu
pescoço. “Você é sexy e bonita e jovem o suficiente para comprar em
qualquer lugar que esteja bem, por favor. Não imaginei que você tivesse
mais de vinte e cinco anos, e nunca acreditaria que você tinha uma
filha tão velha até vi por mim mesmo.”

Fecho meus olhos e deixo suas palavras mergulharem,


saboreando a maneira como me sinto ter um homem dizendo algo
assim para mim, mesmo que só esteja fazendo isso para ser bom e me
fazer parar de divagar como uma lunática.

Virando com meus braços cheios de roupas que não posso pagar,
sorrio para ele enquanto dou um passo para trás e as mãos dele caem
dos meus quadris. Ter ele me tocando assim e tão perto de mim faz
meu cérebro querer explodir com mil pensamentos e desejos e
necessidades diferentes que estão passando por ele.

“Bem, você não é um encantador. Aposto que diz isso a todas as


mulheres que estão chegando aos trinta e três anos.”

Ele ri e balança a cabeça para mim. “Não. Só você. E você já sabe


quantos anos eu tenho, já que estava na minha festa de aniversário
algumas semanas atrás.”

Gemo quando começamos a passar pela loja.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Não me lembre. Prefiro esquecer que aquela noite aconteceu.
Mas obrigado por me lembrar que você tem trinta e cinco anos. Deus,
você é muito velho.” Digo a ele com uma careta de brincadeira.

“Ei, você não pode negar que a noite foi a melhor coisa que já
aconteceu com você. Ainda não posso acreditar que você pensou que
era uma festa infantil.” PJ diz com uma risada.

“Tanto faz. Você teria pensado o mesmo naquelas circunstâncias.


Mas você está certo, acabou por ser a melhor decisão que já tomei.”

De repente percebo que estamos nos movendo em direção ao


caixa. Minhas mãos começam a suar, a pele na parte de trás do meu
pescoço pica e minhas pernas param de funcionar quando estamos a
poucos metros de distância. PJ percebe que ainda não estou ao lado
dele quando chega ao balcão e olha para trás sobre o ombro para mim.

“O que está errado?”

Eu também não consigo fazer minha voz funcionar agora. Abro


minha boca, mas nenhum som sai. Provavelmente porque ainda estou
tentando encontrar uma boa desculpa sobre o motivo pelo qual foi um
desperdício ele escolher as roupas para mim, então não parecerei uma
perdedora completa e total. Posso dizer a ele que acabei de me lembrar
de que sou alérgica a tecidos sintéticos e não posso usar nada disso.
Posso dizer que na minha jornada para a liberdade e a independência
decidi me juntar a uma colônia nudista e, portanto, não preciso mais
de roupas. Posso dizer a ele que acabei de receber um texto que o
apocalipse zumbi começou oficialmente, então podemos começar a
saquear agora e correr.

Uma das “crianças” que trabalha na loja está atrás do balcão com
um olhar irritado em seu rosto enquanto fico aqui, recusando a avançar
e colocar tudo em baixo, o que apenas piora.

“Não me olhe assim. Sou jovem o suficiente para pegar uma


camiseta que diz Essa tequila sabe que não vou trabalhar amanhã. É
rude ser preconceituoso,” digo a ela com uma voz arrogante,
percebendo que se Ariel estivesse aqui agora, ela me golpearia no braço
porque o pau na minha bunda que pensei que removi

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
permanentemente parece ter encontrado o caminho de volta em mim,
momentaneamente.

PJ vem para mim e pega toda a roupa dos meus braços, virando
e colocando no balcão e dizendo a garota julgadora para começar a
passar tudo antes de voltar para me encarar.

“PJ, eu não posso...” sussurro com uma sacudida da minha


cabeça, me afastando enquanto respiro fundo para impedir de chorar
no meio desta estúpida loja.

“Ei, não há choro nas compras de roupas,” PJ diz com um


sorriso. “Se alguém chora, deve ser eu. Comprar roupas de mulher é
como o sétimo círculo do inferno.”

Tento dar-lhe um sorriso, mas agora minha boca também não


está funcionando. Tudo está falhando hoje.

Ele segura minha bochecha em uma de suas mãos, e é bom saber


que minha libido ainda funciona quando se anima e acena apenas
sentindo sua mão em mim.

“Esta ideia foi a minha. O primeiro passo para ser bem sucedida
neste negócio que você está iniciando é sentir-se confortável nas roupas
que você usa. Elas devem ser suas escolhas para expressar sua
personalidade, não as coisas que seus amigos escolhem para você.” Ele
me diz baixinho. “E, como foi ideia minha, é um presente.”

Quando ele diz isso, tira a mão da minha bochecha, tira sua
carteira do bolso de trás e entrega o cartão de crédito para a garota
passando o último item no balcão.

“Você não está pagando minhas roupas novas. Isso é . . . não.


Não está acontecendo. Não preciso que alguém sinta pena de mim ou
qualquer pessoa me dando uma esmola.” Eu o informo com raiva,
cruzando meus braços a minha frente em um ataque de raiva.

“Cin, o que sinto por você não tem absolutamente nada a ver com
simpatia, acredite em mim,” ele me diz em voz baixa que só nós dois
podemos ouvir, já que ele mudou de volta ao meu espaço pessoal,
fazendo minha pele traidora se arrepiar com a maneira como está me
olhando. “E não estou pagando suas roupas novas; considere um

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
empréstimo. Você pode me pagar quando esse seu negócio estiver
arrasando. Ou, pode me pagar de outras maneiras.”

Meus braços cruzados pressionam contra seu peito quando suas


mãos agarram meus quadris novamente e me puxa para perto.

“Oh sim? E que outras maneiras seriam essas?” Pergunto com


uma sobrancelha erguida, percebendo que minha voz soa terrivelmente
ofegante agora.

Caramba, acabei de flertar com ele, e nem precisei da ajuda de


Ariel.

“Posso te fazer uma lista.” Ele diz, deixando cair a cabeça e


deslizando sua bochecha contra a minha até que seus lábios estão em
meu ouvido. “Começando com outra daquela sexy lap dan...”

“Eca, vocês vão se beijar em público? Isso é tão nojento.”

Nem percebi que fechei meus olhos e comecei a virar os meus


lábios em direção a ele até que ambos nos separamos culpados quando
Anastásia nos interrompe. Não tenho tempo para mortificação ou uma
explicação que não poderia dar mesmo se tentasse, já que Anastásia
voa diretamente para outro tópico.

“Então, mãe, mãe, mamãe, minha mãe favorita em todo o


mundo,” ela começa batendo as pestanas e dobrando as mãos sob seu
queixo. “Há aquela camiseta do Supernatural no Hot Topic que tenho
que ter. Chegou a do Castiel. Posso tê-la?”

“Casty o que?” Pergunto em confusão.

“Oh, meu Deus, mãe.” Anastásia responde com um rolar de


olhos. “Posso pegar a camiseta? São apenas vinte e nove dólares. Eu
me absterei de comer as almas dos meus inimigos por pelo menos um
mês se tiver essa camiseta. Pense nas almas dos meus inimigos, mãe.”
Nossa conta de água é vinte e nove dólares este mês. Já é ruim
o bastante PJ me deixar quente e convencer de que ele pagaria por tudo
que escolhi hoje. Agora tenho que me envergonhar ainda mais dizendo
a minha filha que não podemos pagar isso na frente dele. E ter que
dizer a ela não, quando atingimos um bom lugar em nosso

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
relacionamento, o que a fará me odiar, bater o pé, causar uma cena e
me dizer que não é justo e estou arruinando sua vida.

Sério, por que não consigo pegar uma pausa?

“Aqui, divirta-se,” PJ diz a ela, interrompendo meus


pensamentos e entregando duas contas de vinte dólares.

Ela diz obrigado e depois me sacode de brincadeira beijando


minha bochecha e dizendo que me ama na frente de outros seres
humanos, antes de voltar atrás e apontar para PJ com um olhar sério
em seu rosto.

“Não a machuque, ou vou matar você em seu sono.” Ela lhe diz
ameaçadoramente, antes que seu rosto exploda em um amplo sorriso.
“Divirtam-se, crianças!”

Com isso, corre para fora da loja em um borrão de preto, seus


longos cabelos loiros voando para trás. Quando está fora de vista, viro
para olhar para PJ, sem sequer me incomodar em esconder o
aborrecimento no meu rosto.

“Ouça, você não pode simplesmente me comprar um novo


guarda-roupa e, em seguida, entregar o dinheiro para minha filha. Não
é assim que isso funciona. Talvez não seja capaz de pagar isso agora,
mas não vou...”

Ele me corta, colocando um de seus dedos sobre os meus lábios,


e de repente tenho o desejo de lambê-lo, mesmo que esteja chateada
com ele.

“Eu já lhe disse, estou fazendo uma lista de todas as maneiras


que você pode me pagar. Quanto a Anastásia, dei-lhe esse dinheiro por
razões puramente egoístas. Ela é uma adolescente e, francamente, me
assusta. Jesus Cristo... Como você consegue dormir à noite? “Ele
pergunta com um estremecimento. “Não me julgue porque estou
tentando comprá-la na esperança de que não me mate.”

Com um suspiro, chacoalho a cabeça para ele, sabendo que ele


ganhou esta rodada. Se tivesse o dinheiro também teria dado a ela,
então ela continuaria gostando de mim. Criar uma adolescente é difícil.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
PJ agarra as sacolas do balcão e depois pega minha mão,
puxando-me para fora da loja. Gosto da sensação de sua mão grande
e quente enrolada na minha. Parece normal andar pelo shopping desse
jeito com ele, e isso amedronta o inferno em mim.

Eu mal o conheço. Estou apenas começando a recuperar minha


vida depois que um homem ferrou tudo e não preciso de toda a
confusão e distrações que é PJ encantador, também conhecido como
Puck Jazzy.

“Cynthia? O que no mundo você está vestindo?”

Meu bom humor é imediatamente esquecido quando uma voz


que soa como unha em um quadro negro me faz parar e minha cabeça
se afasta de olhar o perfil bonito do PJ.

Lá, com uma expressão horrorizada em seu rosto que


provavelmente coincide com a minha, está Claudia, a mãe de Brian.
Ela acaba de sair de Ann Taylor e seus braços estão carregados com
sacolas de compras, enquanto me olha da cabeça aos pés antes de
mudar seu olhar de julgamento para PJ.

“Quem é você, e por que você está segurando a mão da esposa


do meu filho em público?”

Os velhos hábitos morrem com força, e assim que ela diz essas
palavras, tento arrancar minha mão do poder de PJ, mas ele não está
soltando. Ele aperta minha mão mais apertada e me aproxima de seu
lado. Deixo o calor de seu corpo esfriar meu coração gelado enquanto
encaro a mulher para quem olhei por quase metade da minha vida. A
mulher que nunca me tratou como se não pertencesse à sua família,
desde o primeiro dia que Brian me trouxe para casa para conhecê-la,
quando ainda parecia recém saída do parque de trailers. A maneira
como ela está me olhando agora com uma mistura de desgosto e
embaraço me faz perceber que nunca me aceitou. Passou todos os
momentos de vigília do dia em que nos encontramos tentando me
transformar em algo que eu não era. Tentando me transformar nela.
Uma esposa troféu esnobe que faz vista grossa aos modos mulherengos
de seu marido, atendendo a todos os seus caprichos enquanto perde

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
pedaços de si mesma ao longo do caminho, até que não resta nada além
de uma casca bonita e perfeita de uma pessoa.

A raiva e a aversão que sinto por ela estão crescendo dentro de


mim. Quero chicoteá-la, gritar em seu rosto e causar uma enorme cena
no meio do shopping na frente de sua loja favorita. Mas não posso. Não
vou. Não quero dar a ela a satisfação de saber o quanto me machucou
nos meses desde que Brian me deixou.

“Este é o meu amigo PJ, não que seja da sua conta. E acredito
que você quis dizer a ex esposa do seu filho, você sabe, desde que ele
deixou os papéis de divórcio antes de fugir do país com nossa babá e
cada centavo que tivemos.” Digo a ela baixo e calmamente.

PJ dá à minha mão outro aperto, e tanto quanto quero ficar


envergonhada de ele ter que testemunhar esse confronto agora, sua
força é a única coisa que me impede de colapsar no chão em uma
bagunça de lágrimas e obscenidades.

Claudia faz um som de descrença e rejeita minha resposta com


uma onda de mão.

“É uma crise simples da meia-idade. Todos os homens passam


por essas coisas e, como esposas solidárias e amorosas, somos
obrigadas a dar a eles tempo para tirar isso do sistema. Tenho certeza
de que meu filho não te deixará sem nada, Cynthia. Não há necessidade
de ser tão dramática.”

Meu rosto se aquece com vergonha, mas não por mim. Por ela.
Que pode ser tão ignorante e cega e...patética. Este teria sido o meu
futuro. Se eu não conhecesse Ariel e Isabelle e até PJ, essa seria eu em
vinte anos. Pela primeira vez desde que ele saiu, quero agradecer a
Brian pelo que fez. Não pelo jeito que fez, porque é simplesmente uma
besteira, mas sua saída foi, obviamente, a melhor coisa que já
aconteceu comigo.

“Claramente, Brian não te deixou sem nada,” Claudia zomba,


olhando para minhas sacolas de compras, que estão transbordando de
roupas e pendendo do meu braço - me recusei a deixar PJ carregá-las,
mesmo ele fazendo uma boa luta. “Ou é nosso dinheiro que você gastou
o dia inteiro sem pensar nisso?”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Abro minha boca para soltar toda uma merda de xingamento,
não querendo curvar-me a seu amaldiçoado nível, mas PJ me salva de
ser levada para fora do shopping, considerando que estamos de pé na
área de jogos das crianças. Não acho que as mães sentadas ao redor
observando seus pequeninos gostariam de me ver ensinar a suas
crianças palavras novas e divertidas como buraco de pau, cara de idiota
e vadia McBitcherson.

“Na verdade, é o meu dinheiro que ela gastou, porque uma


mulher tão inteligente, linda e incrível como Cynthia merece ser
mimada todos os dias de sua vida,” PJ diz com um sorriso no rosto que
não combina com a raiva que posso literalmente sentir percorrendo seu
corpo enquanto ele aperta minha mão mais forte. Um leve tremor
sacode o braço que está escovando contra o meu lado. “E se você quiser
discutir mais sobre essa alegação de Cynthia saber onde está seu
dinheiro, sinta-se livre para entrar em contato com os escritórios de
advocacia de Clarkson, Bradford e Schumer, amigos pessoais meus que
a representam agora.”

O rosto de Claudia visivelmente empalidece na menção de PJ


desses advogados, e não a culpo. Eles são amplamente conhecidos
nesta cidade como tubarões que morderão e cuspirão, arrastando você
e todos que você conhece e ama através da lama, e fazem tudo com
sorrisos em seus rostos. Em trinta anos, eles nunca perderam um caso.
Nenhum. Eles jogam sujo, e se você tem dinheiro para gastar, você
absolutamente quer estar do seu lado.

Eu não tenho dinheiro para gastar, e tenho certeza de que PJ


está blefando, mas não me importo. Ver Claudia sem palavras é tão
gratificante, quero apontar e rir do seu desconforto.

PJ dá a minha mão um puxão suave e se move para caminhar


em torno de Claudia, deixando-a em frente à Ann Taylor, com a boca
aberta. Eu realmente queria poder deixá-la assim e simplesmente me
afastar com a cabeça erguida, mas isso não é possível.

Paro quando estamos a poucos metros de distância e olho para


trás por cima do meu ombro.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Por sua vez, sua neta, a quem você não viu ou falou em mais de
seis meses, está maravilhosamente bem. Muito obrigado por perguntar
sobre o seu bem-estar,” falo com uma voz suave e doce. “Você pode
querer fechar a boca, querida. É muito pouco feminino.”

PJ ri sob sua respiração enquanto dou a Claudia um último


sorriso antes de me afastar dela e continuamos andando pelo shopping.

“Esqueça o que falei sobre a Anastásia. Você é a única que me


assusta. Agora eu sei de onde ela tira isso.”

“Obrigada. Pelo que você disse lá atrás. Você não faz ideia de
quanto...”

“Pare,” ele interrompe. “Você não precisa me agradecer. Eu não


disse nada que não fosse verdade. Você é incrível e merece ter alguém
mimando você por uma mudança. Então, não há mais discussões se
eu decidir mimar você entendeu?”

“Somente se você me contar o que PJ significa.” Respondo.

“Eu lhe falei, PJ significa PJ,” ele me diz com um sorriso de parar
o coração enquanto entramos na área de alimentação e procuramos
uma mesa disponível.

Criar uma adolescente é difícil, mas passar por este treinamento


com meu coração ainda intacto vai ser mais difícil.

“O que você mandar, Pablo Jessabelle.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 19:
The Naughty Princess Club

“Não pense em tocar nessas margueritas.” Ariel bate na mão de


Belle quando ela alcança o jarro em uma bandeja no chão da minha
sala de estar. “Você é uma bêbada horrível. Não tem mais tequila para
você.”

Marquei uma reunião esta noite para que possamos finalmente


escolher um nome para o nosso negócio. Nós estamos discutindo sobre
isso através de chamadas telefônicas e mensagens nos últimos dias,
então pensei que sentar cara a cara onde poderíamos conversar seria
melhor. Deveria saber assim que abri a porta para encontrar Ariel de
pé com duas garrafas de tequila e uma mistura de marguerita que as
coisas iriam descer rapidamente e nunca conseguiríamos fazer
nenhum trabalho.

“Eu não estava tão mal. E foi a primeira vez que bebi uma bebida
alcoólica. Acho que fiz muito bem.” Belle responde com um encolher de
ombros, todas nós lembrando do passeio para casa do Charming na
noite em que dei um lap dance à PJ.

“Nosso pobre motorista do Uber teve que parar seis vezes para
que você pudesse vomitar do lado da estrada. Nunca vi tanto vômito
sair de uma pessoa tão pequena antes.” Ariel reclama, recarregando
meu copo, embora balance minha cabeça e tento cobrir meu copo com
a mão.

“Estudos mostram que ter apenas três doses de álcool reduz a


queima de gordura em um terço. Você provavelmente está certa. Não
deveria beber.” Belle diz com um suspiro enquanto olha o jarro com
saudade.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Oh, cale a boca. Você pesa uns trinta quilos. Meus peitos pesam
mais do que você.” Ariel reclama. “Falando de peitos, Cindy, você é uma
pervertida, uma filha da puta pervertida.”

Ela ri enquanto arranco o bustiê vermelho e preto de sua mão e


coloco de volta na caixa que ela está vasculhando desde que percebeu
no canto da sala com algumas outras caixas de roupas e sapatos que
nós não chegamos a queimar. Estava planejando vender tudo no ebay.

“Você vai parar de pegar minha lingerie? É estranho.” Reclamo


quando ela agarra uma tanga de renda roxa brilhante e começa a girar
em torno de seu dedo.

“É estranho se você já usou essas coisas antes e seu suco de


senhora está nele. Estas merdas ainda têm as etiquetas nelas. Como
diabos você tem uma caixa gigante de lingerie, lingerie realmente cara
guardada na parte de trás do seu armário juntando poeira?” Ariel
pergunta enquanto arranco a tanga com o dedo, jogo na caixa e
empurro para fora de seu alcance.

“Você se esqueceu da parte em que não faço sexo há três anos e


toda a merda que fiz para que meu marido fizesse sexo comigo durante
esse período? Essa merda incluiu muitas compras de lingerie on-line
tarde da noite. Parece um desperdício ter essas coisas guardadas
quando provavelmente posso conseguir um bom dinheiro por isso.
Podemos voltar para o motivo pelo qual estamos aqui esta noite e tentar
escolher um nome para este negócio?”

Ariel olha para mim como se tivesse enlouquecido e eu a ignoro,


Bebendo de uma vez toda a margarita que ela me deu antes de pegar o
caderno e a caneta em cima do tapete ao meu lado.

“Hum, alooo? Homem sexy está com tesão por você, não para de
flertar com você, comprou um armário cheio de roupas novas,
praticamente te deu um orgasmo no meio da Forever 21 e sabe como
agradar uma adolescente. Tenho certeza de que nenhuma dessas
merdas será desperdiçada e me recuso a deixar você vender.”

Ariel me olha com atenção, e me ocupo em rabiscar o livro no


meu colo.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Ele não está quente por mim. Ele está apenas... sendo legal,”
respondo com facilidade, sabendo muito bem que não há nada de legal
sobre as coisas que PJ diz e faz comigo.

Talvez eu não tenha muita experiência com o sexo oposto, mas


tenho certeza de que nenhum homem seria tão persistente ou
trabalharia tão duro, a menos que quisesse algo fora disso. E aqui
reside o problema - não sei o que diabos ele quer. Ele quer ver como é
brincar com uma dona-de-casa puritana e renovada e depois me deixar
de lado, uma vez que sua curiosidade for saciada? Quer fugir para o
pôr do sol comigo e fazer bebês? Só quero fazer sexo com ele e então
chutá-lo para a calçada? Por que estou me preocupando com tudo isso
quando preciso me preocupar com o pagamento de minhas contas e
começar esse negócio?

Culpo a tequila. Há muita tequila nesta mistura e está me


deixando louca.

“Por que você não me enviou fotos suas usando suas roupas
novas? Particularmente o vestido envelope que parece incrivelmente
fácil de desatar.”

Piscando rapidamente para limpar meus pensamentos, vejo Ariel


segurando meu telefone e rapidamente rastejo para ela tentando tirá-
lo da sua mão antes que leia mais textos que PJ me enviou desde a
nossa viagem ao shopping. Mas ela escapa do meu alcance e segura o
telefone acima de sua cabeça com a tela voltada para baixo enquanto
continua percorrendo suas mensagens.

“O cara ainda colocou uma carinha piscando depois dessa


mensagem. Carinha piscando é igual à que eu quero comer você.”

Ariel começa a empurrar os quadris para fora do tapete para


enviar seu ponto.

“Não. Pare de ler minhas mensagens e me dê meu telefone.”


Reclamo, batendo no braço dela quando ela pressiona a palma da mão
na minha testa para me afastar.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“A clássica carinha piscando é usada para implicar humor em
forma escrita, ou, alternativamente, usada de maneira sugestiva, como
uma forma de flerte,” Belle comenta.

“Vê? Ele quer ter sexo com você. Deixe-o fazer sexo você, Cindy.
Deixe-me viver indiretamente através de você. Sou uma que solicita
uma foto de pau longe de me tornar lésbica.”

Eu desisto de tentar tirar meu telefone de Ariel e caio de volta na


minha bunda em frente a ela.

“Você não quer dizer foto de pau não solicitada?”

“Oh não. Solicito todas elas. Preciso ver a mercadoria antes de


leva-la para um teste drive. E deixe-me apenas dizer, as colheitas são
escassas nessas bandas. É deprimente. E você está piorando minha
depressão sexual quando você tem um homem pronto e disposto na
sua frente, e não sabe o que fazer com ele.”

Ariel solta um bufo exasperado, enquanto me sirvo de outra


marguerita, bebo metade e depois recomeço.

“Eu sei o que fazer com ele, talvez simplesmente não queira fazer
isso com ele – você já pensou nisso, hein? Você fez? Nãooooo, claro que
não. Claro, ele tem covinhas que quero lamber e barba não feita que
quero sentir arranhando todo o meu corpo e sua voz faz se curvar e
suas mãos são grandes e macias e quentes e ele cheira tão bem que só
quero cheira-lo e toda vez que ele fala tudo o que posso fazer é olhar
para seus lábios e lembrar o que senti em ter sua língua na minha
boca, mas...”

Faço uma pausa, tentando vir para cima, mas tenho um espaço
em branco.

Tequila estúpida.

“Jesus Cristo...por favor, me diga que você não lhe disse que quer
cheira-lo. Você é péssima em flerte. Você nunca terá sexo nesse ritmo.”

“Eu não sou péssima em flertar. Quero que você saiba que fiz um
trabalho incrível flertando com ele no shopping por mim mesma, muito
obrigada.” Digo a ela, pensando como minha voz ficou ofegante quando

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
ele me puxou para mais perto na Forever 21 e disse que poderia pagá-
lo de outra forma.

Eu me perco em minhas lembranças desse momento até sentir


um líquido frio escorrer em meu queixo e percebo que estou segurando
meu copo em minha boca e começa a jorrar, pensamentos sobre o
cheiro de PJ e o calor de seu corpo me distraíram.

“Se ele não a arrastou para o provador mais próximo e fez você
ver Deus, você é péssima em flerte.” Ariel aponta seu dedo para mim
enquanto bato em meu queixo com a parte de trás da minha mão. “Os
homens são burros. Você precisa falar em frases lentas e curtas e ser
direta. Não faça rodeios ou ele nunca vai entrar no seu rodeio.”

Ela resmunga com sua própria piada, e eu rolo meus olhos para
ela, rapidamente percebendo que não devo fazer isso quando a sala
começa a girar e meu corpo começa a balançar.

“Eu nem sei o que PJ significa. Não posso fazer sexo com um
cara quando não sei qual é o nome dele.”

É a desculpa mais estúpida do mundo, mas é tudo o que tenho


agora.

“Quem dá uma merda se PJ significa Pussy Jiggler? Você não


está se casando com o cara; está apenas o usando para limpar as teias
de aranha da sua buceta. Pense nisso como parte deste treinamento
que ele está colocando você. O primeiro passo é adquirir roupas novas;
o segundo passo é montar seu pau durante toda a noite. Depois disso,
você terá a confiança para conquistar o mundo.” Ela diz com um
sorriso.

“Acho que você pulou alguns passos. Não posso simplesmente


pular na cama com o cara. Você percebe que só fiz sexo com um homem
toda a minha vida? Um homem. Somente. Um homem com um pênis
medíocre que me deu sexo medíocre.”

Eu me ressinto tristemente quando o álcool começa a me fazer


sentir pena de mim.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Exatamente. O que significa que não há para onde ir.” Ariel
declara, rastejando para minha caixa de lingerie e puxando algumas
peças.

Ela coloca o corpete vermelho e preto e a cinta liga combinando,


a tanga de renda roxa com sutiã combinando e um baby-doll rosa
pálido completamente transparente no tapete, segurando meu telefone
no alto dos itens e tira uma foto.

Continuo a beber mais da minha marguerita enquanto ela toca


alguns botões antes de me entregar o telefone. Olho e vejo que ela
anexou a foto em uma mensagem para PJ.

“Tudo bem, agora é sua vez. Estou tirando você dá sua zona de
conforto. Canalize essa garota interior malvada, Cindy. Diga algo
sedutor e clique em enviar.” Ela ordena.

Olhando para Belle, eu a vejo me dando um sorriso encorajador


e um aceno de cabeça e percebo que estou sendo ridícula. Preciso parar
de analisar as coisas e viver um pouco. Esse é o objetivo de abrir nosso
negócio e descobrir quem sou de qualquer jeito. Preciso me divertir um
pouco e realmente preciso saber o que é ter um ótimo sexo antes de
poder pensar em tirar minha roupa e tentar ser sexy por dinheiro.
Passando pelas coisas que PJ faz ao meu corpo quando está
completamente vestido, só posso imaginar o que pode me fazer nua.

Estou pensando em experimentar um desses...

Escrevo rapidamente minha resposta ao pedido de PJ para


experimentar o vestido envelope pêssego e envio a foto que Ariel tirou
antes de perder a coragem. Virando o telefone para que Ariel possa ver
o que fiz, ela me dá um sorriso.

“Oh, você é uma travessa. Muito, muito travessa.”

“Meu Deus! É isso mesmo!” Belle grita de repente. “The Naughty


Princess Club!” É como devemos nomear nosso negócio.”

Ariel e eu rimos, mas nossa risada rapidamente morre enquanto


lançamos o nome em nossas cabeças.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Merda. Isso é tipo perfeito. Muito melhor do que a minha ideia
de Cale a boca e nos dê o seu dinheiro.” Ariel murmura.

“Eu gosto disso. Realmente gosto muito disso. O The Naughty


Princess Club!” Eu anuncio, segurando meu copo no ar enquanto Ariel
faz o mesmo e Belle sorri orgulhosamente.

“Que se lixe. Para Cindy aprender a flertar e montar um pau não


medíocre!”

Nós brindamos nossos copos e olho para o meu telefone,


esperando não ter interpretado mal PJ e me fazer parecer uma idiota
por enviar essa mensagem.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 20:
Peitos Suados

“Meu Deus. Não aguento mais. É muito.”

Eu grunhi com esforço e uma gota de suor rola da minha testa,


temporariamente me cegando quando cai no meu olho.

“Não é demais. Absorva tudo. Faça isso mais duro, mais rápido!”

O rosto de PJ paira sobre o meu e tento me lembrar de tudo que


gosto nele, mas ele está sendo um sádico e o odeio agora.

“Sim, é isso. Parece bom, não é?” Ele murmura suavemente, sua
voz soando sex mesmo enquanto me tortura.

Solto outro gemido, meu corpo protestando por tudo o que ele
está fazendo atualmente.

“Isso dói. Quero parar.” Reclamo, rangendo meus dentes.

“Se não estiver queimando, você não está fazendo certo.”

Depois que murmuro mais algumas maldições, PJ finalmente


pega o haltere de mim, tirando das minhas mãos e colocando no
suporte anexo ao banco de pesos em que estou deitada.

“Como você acha que vai lidar com a dança nestas festas o tempo
todo, se você não consegue nem lidar com uma hora na academia?”

Sou uma grande idiota. Nunca deveria ter enviado aquela


mensagem.

Passei os últimos dois dias desde que enviei aquela estúpida foto
de lingerie para PJ fazendo tudo o que podia para me distrair e não

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
olhar para o meu telefone por uma resposta a cada dois segundos. Pedi
uma licença para nosso negócio agora que nós estabelecemos um
nome, projetei o nosso site, fiz folhetos, pedi cartões de visita, fiz oito
dúzias de biscoitos e bolos de vários tipos e esfreguei cada centímetro
da minha casa de cima a baixo, mesmo que já estivesse limpa, mas
nada funcionou. Olhei para o meu telefone obsessivamente a cada
cinco minutos nas últimas quarenta e oito horas e até liguei para o meu
provedor de celular para ter certeza de que não cancelaram minha
conta sem me dizer. Eles me confirmaram que tudo estava em
funcionamento e até me enviaram uma mensagem de texto para
confirmar que meu celular ainda funcionava, enquanto me lembrava
de que tinha três dias para fazer um pagamento antes de minha conta
ser cortada.

Eu me tornei uma adolescente dos anos 90 que pega o telefone a


cada dois segundos, procurando um tom quando o garoto que ela gosta
não ligou, quando o que deveria estar me preocupando é pagar minhas
malditas contas.

Tequila e a pressão das minhas colegas arruinaram oficialmente


minha vida. Por que enviei aquela mensagem? Mas, mais importante,
por que ele não respondeu? Dois dias de silêncio que me tornaram mais
neurótica do que o normal, e depois a primeira coisa nesta manhã, eu
recebo uma mensagem dele me dizendo para encontrá-lo aqui na
academia.

Nenhum emoji de carinha piscando, sem flerte, apenas


encontre-me na academia ao meio dia, com o endereço em anexo.

E, claro, como a mulher estúpida que sou, apareci aqui como ele
mandou, vestindo um ridículo short preto que mal cobre minha bunda
e uma camiseta de alças roxa e preta apertada da Nike. Quando
coloquei minha roupa esta manhã, sabendo que estaria usando isso na
frente de PJ e toda uma academia cheia de estranhos, me senti bem e
sexy. Agora me sinto estúpida e meio nua, já que ele não mencionou
aquela mensagem. Nenhuma palavra. Nada. “Aquela é uma lingerie
quente que você tem,” ou “Não consegui parar de pensar em você
naquele conjunto de renda roxo”. Nada.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Tudo o que ele fez desde que cheguei aqui, foi me dar ordens, me
obrigar a fazer uma centena de escadas no Stairmaster, levantar pesos
e correr dois quilômetros na esteira, latindo para mim e dizendo para
parar de ser um bebê o tempo todo.

Isso definitivamente não é como pensei que o flerte deveria ser.


Em absoluto.

“Correr é estúpido e as pessoas que correm são estúpidas. Não


preciso correr enquanto estou tirando minhas roupas.” Resmungo em
aborrecimento enquanto me sento no banco, decidida a não mostrar o
fato de que realmente fugi de sua casa na primeira vez que esperava
tirar minhas roupas.

“Claro que você não vai. Mas você precisa de resistência. Você
precisa construir sua resistência e trabalhar os músculos que não
foram utilizados em um tempo e que você vai precisar para dançar. Eu
disse que estava te colocando no campo de treinamento e esta é a
segunda fase: entrar em forma.”

Ele me entrega uma toalha e senta-se ao meu lado no banco


enquanto limpo o suor do meu rosto, perguntando por que diabos eu
até fiz o cabelo ou me maquinei antes de sair da casa.

PJ não suou toda a manhã, fazendo tudo ao meu lado o tempo


todo, em sua camiseta branca com a palavra Charming's, escrito em
preto sobre seu peito musculoso, calções de basquete preto e um boné
de baseball preto virado para trás a sua cabeça.

O que diabos é isso do cara usar um boné de beisebol para trás


que os faz parecer muito mais quente?

“Diga-me como todo esse negócio vai funcionar.”

PJ me entrega uma garrafa de água. Levo um minuto para beber


metade da garrafa e me forçar a parar de olhar para ele. Ele claramente
não tem problemas para não me encarar da mesma maneira.

“Bem, cada uma de nós terá uma página de perfil no site com
nossa foto, vestindo uma fantasia que representa a princesa que
estamos imitando e...”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Por favor, pelo amor de Deus, me diga que você não está
vestindo a mesma fantasia que você usou na noite que você veio para
minha casa.” PJ Interrompe, seus olhos implorando comigo.

“Aquela era uma autêntica fantasia de Cinderela e era adorável!”


Lembro aborrecida. “Mas não. Para sua informação, Ariel nos
encontrou réplicas sexy, muito obrigada.”

Corro lentamente a tampa da garrafa de água de um lado para o


outro no meu lábio inferior, tentando fazer algo sensual quando inclino
meu corpo mais perto do dele no banco.

Ele olha o que estou fazendo, e por um minuto, vejo uma faísca
de algo em seus olhos. Mas rapidamente desaparece quando a tampa
estúpida cai de meus dedos diretamente no meu decote.

“Bom. Isso é bom. Nunca mais use aquela fantasia horrível


novamente.” PJ murmura.

Os olhos dele piscam rapidamente e ele olha nervosamente para


as pessoas que continuam trabalhando ao nosso redor enquanto enfio
a mão entre meus seios para recuperar a maldita tampa. Provavelmente
deveria ter tentado fazer tudo de forma sexy, inclinando-me para frente
e empurrando meus seios juntos ou algo assim, mas qual é o objetivo?
Não há nada sexy sobre colocar a minha mão na camiseta entre meus
peitos suados para tirar um pedaço de plástico que está literalmente
arruinando a minha vida agora e não fica parada para que eu possa
agarrá-la.

“De qualquer forma,” continuo soltando um suspiro de alívio


quando finalmente consigo colocar dois dedos em volta da tampa e a
puxo para fora. “Como eu disse, teremos perfis de princesa no site. As
pessoas podem escolher qual princesa gostariam que se despisse na
festa deles e, então, preenchem um formulário on-line, basicamente
com um pedido para nós.”

PJ assente, seus olhos colados em minhas mãos enquanto


enrosco a tampa coberta de suor do peito de volta na minha garrafa de
água.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Você provavelmente deve fazer uma lista de regras que eles
devem seguir antes de aceitar a reserva.” Ele diz distraído. “Como, sem
tocar nas dançarinas, sem se masturbar na frente das dançarinas, sem
tirar suas próprias roupas na frente das dançarinas, etc.etc etc.”

Seus olhos finalmente encontram os meus quando coloco a


garrafa de água do outro lado do banco, e começo a me perguntar se
esse movimento em meus peitos fez algo por ele. Quero dizer, estava
tipo, meio que me tocando enquanto fazia isso. Os garotos pensam que
é excitante certo? Talvez toda a esperança não esteja perdida. Ainda
posso fazer isso.

Eu me aproximo mais perto dele no banco até nossas coxas se


tocam e esfrego meu ombro contra o dele.

“Essas são ótimas sugestões. Nunca teria pensado nisso.”

Minhas palavras saem todas suaves e ofegantes e quase não me


reconheço. Quem é essa mulher sendo toda ousada e sedutora
enquanto está sóbria e não por trás da segurança de um telefone
celular? Talvez ele soubesse que eu estava bêbada quando enviei
aquela foto da minha lingerie e por isso nunca respondeu com uma de
suas mensagens divertidas. Talvez só precise mostrar-lhe que estou a
bordo com o que quer que seja mesmo durante a luz do dia e sem uma
gota de álcool no meu sistema.

“Você deve trabalhar muito.”

As palavras saem da minha boca e minha mão se aproxima e


aperta seu bíceps antes que eu consiga pensar no que estou fazendo.

Oh meu Deus, o que estou fazendo? Isso é como perguntar se ele


vem aqui muitas vezes ou outra coisa igualmente estúpida. E por que
não consigo parar de apertar seu músculo? Caramba é um bom
músculo. Muito firme. Aposto que o resto do corpo é assim

Foco, Cynthia. Pergunte o que ele pensou sobre a mensagem que


você enviou. E por amor de Deus, solte o braço dele!

“Então, eu estava pensando...” Começo de novo, afastando-me


quando ele flexiona o músculo de seu braço debaixo da minha mão.
“EU... um... se você tiver ... “

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Bem, se não é PJ Charming.”

Minha mão finalmente se afasta do músculo de PJ e minha


cabeça gira para olhar a voz que apenas o cumprimentou.

Erro número um.

De repente me sinto muito desleixada e muito suada. A mulher


de pé diante de nós é nada menos que uma bomba loura. Está com um
short vermelho ainda menor do que o meu, com um sutiã esportivo
vermelho que quase não cabem seus peitos gigantescos. Peitos que não
estão cobertos de suor. Ela se parece com o tipo de mulher que pode
fazer uma pose de gatinha sex se deixasse cair algo entre esses peitos,
em vez de empurrar a mão para dentro, como se estivesse cavando em
ouro enquanto morde o lábio e grunhe em aborrecimento.
Provavelmente esfregaria as mãos em cima de si mesma e gemeria.

“Olá, Melissa, é um prazer ver você novamente.” PJ sorri para


ela, mas não faz nenhum movimento para se levantar e cumprimentá-
la, o que deve me fazer sentir feliz, mas não faz.

“Faz algum tempo. Muito tempo, na verdade.”

Melissa estende a mão e corre uma unha pintada de vermelho no


peito de PJ e no braço musculoso justamente onde estava minha mão,
e tenho que morder um grunhido de aborrecimento. Ela o está tocando
e olhando de uma maneira que grita: “Eu vi você nu e devemos fazer
isso novamente.”

Enquanto Melissa continua acariciando PJ com a unha de garra,


eu começo a me comparar com ela.

Erro número dois.

Seu longo cabelo loiro não está uma bagunça suada e nojenta
grudado em suas bochechas. É perfeitamente moldado com cachos
grandes e saltitantes, e sua maquiagem é perfeita. Seus lábios grandes
e carnudos estão cobertos com um batom vermelho brilhante, da
mesma cor da roupa que ela usa. Suas pernas têm um quilometro de
comprimento com a quantidade perfeita de definição muscular, e a
julgar pelo abdômen desta garota, ela claramente trabalha muito mais
do que eu.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Ligue-me. Devemos nos encontrar logo. Senti falta de você.”

Nem mesmo olhando uma vez em minha direção, ela dá uma


piscadinha para PJ antes de virar e se afastar. E é mais do que um
pouco irritante que PJ e eu estamos olhando para ela enquanto sai. Ela
tem uma bunda assassina, e eu a odeio. Aposto que sua bunda não se
agita quando está no StairMaster. Estupida Melissa e sua bunda
estúpida e perfeita.

Não é de admirar que PJ nunca tenha respondido minha


mensagem...enviei uma imagem ridícula da minha calcinha. Por que
diabos ele responderia a isso quando pode ter uma vida, respirando
Barbie? E passando pelas palavras que ela disse para ele, ele já à teve.
E a terá novamente em breve. Merda, mesmo eu não deixaria passar
uma oportunidade para dormir com ela, se me propusesse.

Com um suspiro, PJ empurra-se do banco.

“Hora de pegar uns pesos.”

Sério? É isso aí? Ele nem vai reconhecer a garota que caminhou
aqui e praticamente o fodeu com os olhos bem na minha frente? Quero
dizer, não é como namorar ou com qualquer coisa, mas uma pequena
curiosidade comum seria legal.

“Então, aquela é uma de suas dançarinas ou algo assim?”

Aquela mulher tinha stripper escrito por toda parte.

“Não. Eu não fodo onde eu como. E não namoro strippers.” É a


sua única e rude resposta enquanto se afasta de mim e se dirige para
o canto mais distante da sala, onde a pilha de pesos de mão está.

Super. Apenas super.

Erro número dez mil.

Talvez eu não seja uma stripper no seu clube, mas ainda estou
planejando ser uma stripper, e parece que PJ não estará fodendo perto
de mim em breve.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Percebo o quão estranho soa assim que penso, mas não me
importo. Se esse é o tipo de mulher que PJ geralmente prefere, estou
latindo na maldita árvore do cara errado.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 21:
Mãos de jazz

Paro no meio de uma Charming vazia, observando nervosamente


PJ puxar uma cadeira longe de uma das mesas e sentar, dobrando as
mãos no colo quando senta lá olhando para mim, tudo calmo e
silencioso e melancólico, o que apenas me faz entrar ainda mais em
pânico.

Depois da segunda fase do treinamento - onde PJ me torturou


na academia que tentei sem sucesso flertar com ele, e Melissa Barbie
Malibu, arruinou minha vida - dei dez passos para trás nesta merda de
auto descoberta e isso me irrita. Por que deixei uma mulher que nem
conhecia me humilhar? Por que estou duvidando de tudo sobre mim
agora que vi o tipo de mulher que PJ gosta? Não é como se eu quisesse
um relacionamento com esse homem. Eu mal o conheço.

E, no entanto, assim que ele me enviou outra mensagem esta


manhã, desta vez me dizendo para encontrá-lo no Charming's antes de
abrirem, as borboletas começaram a fervilhar no meu interior, e tirei
uma quantidade de tempo infernal escolhendo minhas roupas e me
preparando.

Estou vestindo aquele maldito vestido cor de pêssego que ele


mencionou na última mensagem de flerte que me enviou, e saltos de
15 centímetros nudez que Ariel disse que deixa minhas pernas
maravilhosas. Levei uma hora e meia para enrolar meu cabelo e me
maquiar e tentar parecer que não tentei muito, mas isso é tudo
besteira. Tentei muito. Muito duro ser sexy e flertar e agora olhe onde
isso me levou: esperando por um telefonema e pulando no primeiro
sinal de atenção, mesmo que não seja a atenção que eu esperava. Só

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
queria que ele me olhasse hoje e não visse a bagunça suada e nojenta
que cava em seus seios por uma tampa de garrafa de água.

Definitivamente li todos os sinais errados. Nem sequer devia


tentar, pois mesmo tentando olhar para os sinais estou tão longe do
meu elemento que estou em outro planeta. Durante dez dos treze anos
que estive casada, a ideia de Brian de flertar comigo era me dizendo
que o jantar estava delicioso e ia me encontrar no quarto. Eu não tinha
permissão para tomar decisões por conta própria. Ou quando eu bebo.
Ou quando estou irritada. Ou praticamente nunca.

E, claro, PJ tem que sentar lá naquela cadeira a poucos metros


de distância de mim, ainda não dizendo nada, parecendo muito bom
para um cara vestindo uma camiseta e um calção de basquetebol,
assim como na academia no outro dia. O clube está completamente
vazio, exceto por nós, com as principais luzes aéreas e nada além do
brilho suave das luzes de palco rosa e branca que nos cercam. O
silêncio é ensurdecedor enquanto permaneço aqui mexendo,
deslocando meu corpo de um pé para o outro, até que não aguento
mais a quietude. Isso me dá muito tempo para pensar.

“Então, acho que esta é a próxima fase do treinamento? Você


quer que eu dance no clube esta noite, certo?” Pergunto, rompendo o
silêncio.

Ele finalmente faz um som, mas é uma pequena risada, o rosto


completamente desprovido de um sorriso. Definitivamente, não é o que
eu estava esperando e não é algo que ajudará a melhorar meu ego ferido
da minha óbvia tentativa fracassada de flertar com ele.

“Não. Você não está pronta para isso. Você deve aprender a andar
antes de poder correr. Então, mova essa bunda sexy e dance para
mim.”

Ele está brincando comigo agora? O que está acontecendo?

Suas palavras deviam ser calorosas, mas saem ligeiramente


irritadas. Por que diabos ele está irritado? Sou a única que me colocou
lá fora e fui rejeitada. Claramente, enviar-lhe aquela foto da minha
lingerie foi uma má ideia. Ele provavelmente estava flertando comigo
como parte deste estúpido treinamento de strippers que me colocou, e

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
fui e fiz as coisas estranhas e desconfortáveis. Que cara em sã
consciência quer estar com uma mulher que tem tanta bagagem
quanto eu? Quem veio direto e admitiu que seu ex nunca a satisfez e
não pode se lembrar da última vez que teve um orgasmo? Isso é muita
pressão para qualquer cara para lidar.

Poderia também rasgar o Band-Aid e simplesmente colocá-lo


para fora, às claras para que possamos seguir em frente e nunca falar
sobre isso ou pensar nisso novamente.

“Olha, sinto muito por aquela mensagem estúpida que lhe enviei
na outra noite. Foi obviamente um erro e você ficará feliz em saber que
nunca mais vou beber tequila. Podemos apenas fingir que nunca
aconteceu e por que diabos você está me olhando assim?” Pergunto
com irritação quando, no meio do meu movimento, seus olhos perdem
seu aborrecimento, e mesmo na iluminação fraca do clube posso vê-los
escurecer.

“Olhando como para você?” Ele pergunta em voz baixa que envia
uma faísca de eletricidade entre minhas pernas.

“Como…como...uugghhh, eu não sei!”

Atiro minhas mãos no ar com frustração, percebendo que


provavelmente deveria apenas manter minha boca fechada.

“Lição número um: você deve poder ler seus clientes e saber o
que eles querem para que possa dar a eles. Imagine que sou um cliente.
Olhe para mim. Olha para a minha cara. O que eu quero?” Ele
pergunta.

Sério? Como devo saber o que ele quer quando todo esse tempo
pensei que poderia me querer, e estava errada?

“Acabei de aprender a me vestir, e você espera que eu leia sua


mente agora? Não tenho ideia do que você deseja. Pensei que sim, mas
estava errada. Enviei-lhe aquela mensagem estúpida e estava errada.
Eu tentei ser toda sexy e flertar na academia, e perdi uma tampa de
garrafa em meus seios. E então vi o tipo de mulher com quem você
esteve antes e novidade, não sou nada como ela. E agora você está
quieto e contemplativo e aborrecido e não está piscando, e é confuso.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Você está sentado todo casual e sem piscar e está me deixando nervosa,
e não gosto disso!” Divago.

PJ solta um suspiro e fecha os olhos por alguns segundos antes


de abri-los para me encarar de novo.

“Você está fazendo exatamente o que você acusou os outros de


fazerem com você. Você está me olhando, mas você não está me vendo.”
Ele finalmente diz. “Você acha que estou sentado aqui, todo casual,
como se não tivesse uma preocupação no mundo? Olhe mais de perto.
Estou sentado porque estou tentando realmente esconder a ereção que
tenho desde que você enviou aquela maldita imagem de sua lingerie e
ficou pior e mais dolorosa no momento em que você entrou aqui nesse
vestido. Não consegui parar de imaginar você com um daqueles itens
debaixo desse vestido. E sim, Melissa é o tipo de mulher com quem
estive antes. No passado. Alguém que parecia bem do lado de fora, mas
não tinha substância por dentro, e é por isso que ela está no passado.
Não conseguia me levantar daquele banco de peso, e foi uma luta
formar sentenças completas quando ela caminhou porque meu pau
ainda estava duro de ver você esfregar aquela maldita tampa sobre seus
lábios e não pude deixar de desejar ser aquela maldita tampa quando
você a deixou cair entre seus peitos. Você nem percebeu quantos
homens naquela academia estavam olhando para você, e levou tudo em
mim para não chutar todas as suas bundas.”

Minha boca fica aberta com todas as palavras que sai da sua
boca, e as borboletas começam a bater no meu interior quando ele
continua inclinando-se para frente para descansar os cotovelos nos
joelhos, as mãos ainda juntas entre eles, seus olhos nunca deixando
os meus.

“Desculpe minhas mensagens terem sido breve e sem piscadela,


seja lá o que isso quer dizer. Estava preocupado com o fato de ter
chegado muito forte, e então, quando recebi aquela foto sua, estava
preocupado de que te assustaria completamente se respondesse como
eu realmente queria.”

Minha língua se arrasta nervosamente para molhar meus lábios


secos, e o ouço grunhindo na garganta enquanto olha para minha boca.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“O que você queria responder?” Sussurro, dando um passo em
direção a ele.

Seus olhos se movem de volta para os meus e a maneira como


ele está olhando para mim faz meu interior vibrar como se tivesse
acabado de descer a colina de montanha-russa. Não há dúvida disto
desta vez - definitivamente há necessidade e desejo escrito em todo seu
rosto, e as próximas palavras que saem de sua boca confirmam isso.

“Que nunca quis foder ninguém mais do que quero você desde o
momento em que a vi pela primeira vez desmaiar no jardim da frente,
quando falei pela primeira vez com você vestindo aquela fantasia
ridícula na festa de Halloween. Não estou apenas dobrando as mãos no
meu colo. Estou cortando a maldita circulação em meus dedos porque
estou tentando muito não rasgar esse vestido de seu corpo.”

Nem percebi que continuei me movendo em direção a ele


enquanto ele falava até estar de pé na frente dele, onde posso, de fato,
ver como os músculos estão tensos nas suas coxas e a brancura de
seus nódulos. Ele se sentou em sua cadeira, mantendo as mãos
apertadas no colo, escondendo a ereção que ele mencionou, e de
repente quero ver mais do que quero tomar minha próxima respiração.

“Você é um homem muito confuso.” Sussurro, tentando não


tremer quando ele finalmente libera seu aperto de morte e se estende
para descansar as palmas das mãos na parte de fora das minhas coxas,
logo abaixo da barra do meu vestido.

Ele acrescenta um pouco de pressão, obrigando-me a dar um


passo adiante até que as minhas coxas toquem nos seus joelhos.

“Estou te deixando desconfortável?” Ele pergunta suavemente,


olhando para mim enquanto seus polegares fazem pequenos círculos
contra a pele das minhas coxas, suas mãos não se movendo de seu
lugar, mesmo que quero nada além do que ele deslizando para cima e
sob meu vestido.

“Não. Sim. Eu não sei. Não estou acostumada com tudo isso. Não
estou acostumada com alguém dizendo coisas assim ou me olhando
assim,” digo a ele, meu coração praticamente batendo fora do meu peito
quando ele tira as mãos das minhas coxas, agarra meus pulsos e me

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
puxa para ele. Eu tombo para frente e tenho que agarrar a parte de trás
da cadeira para me segurar acima dele.

Ele empurra os joelhos contra minhas coxas e afasta cada pé


para abrir espaço para ele entre minhas pernas. Ainda estou com a
cintura curvada acima dele, com um aperto de morte na parte de trás
da cadeira.

“Como o quê? Como aquele pequeno gosto de você que tive no


meio do seu jardim da frente não estava nem perto de ser suficiente, e
quero mais? Como não consigo parar de pensar sobre a forma como
seu corpo se moveu quando você me deu aquela lap dance, e me
masturbei com a memória mais vezes do que gosto de admitir? Como
assistir você sair da sua concha e ver você se encarregar de sua vida é
o mais quente que já vi? Bem, acostume-se. É espantoso que ninguém
nunca tenha olhado para você assim antes ou tenha dito coisas assim
antes.” Ele diz, agarrando meus quadris e puxando-me bruscamente
para baixo em seu colo.

É tudo o que posso fazer para não ronronar como uma gatinha
quando sinto sua ereção pressionar contra mim, com nada além do fino
material de nylon do seu short e da renda da minha tanga que nos
separa. Ele solta meus quadris e move as mãos entre nós para segurar
minhas bochechas.

“Está tudo bem?” Ele pergunta calmamente, flexionando seus


quadris e empurrando-se mais forte contra mim até meus olhos quase
rolarem na minha cabeça.

Eu aceno com a cabeça em vez de responder verbalmente, com


medo de arruinar o momento, chorando, choramingando, pisando no
meu pé e gritando que está mais do que bem, e se um de nós não
começar a se mover em breve, posso pegar a cadeira mais próxima e
atirar pela sala.

“Vê esse controle remoto na mesa ao nosso lado? Pegue e aperte


o botão grande no meio.”

Com os olhos trancados no dele, estendo um dos meus braços


para fora cegamente para o controle remoto, apertando qualquer botão
que posso sentir até finalmente atingir o botão certo. O som de um

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
piano de repente enche a sala, a batida lenta da bateria se junta em
poucos segundos depois e em seguida, um homem começa a cantarolar
através do sistema de som. A música amplifica instantaneamente tudo
o que estou sentindo. É lenta e sexy e torna impossível eu ficar quieta
no colo de PJ quando há uma ereção entre minhas coxas implorando
para eu esfregar tudo sobre ela.

“É chamada” Bloodstream “por Stateless,” ele fala me dizendo o


nome da música antes mesmo de ter uma chance de perguntar. “Não
pense. Apenas ouça a música e se mova.”

Ele solta um pequeno gemido quando faço o que ele diz, rolando
meus quadris e me deslizando contra sua dureza.

“Isso é parte da minha lição?” Sussurro, a maneira como ele está


me olhando com olhos encapuzados dando-me a confiança para
envolver meus braços ao redor de seu pescoço e puxá-lo para mais
perto de mim.

Ele senta na cadeira, deixando cair uma das mãos do meu rosto
para envolver ao redor do meu corpo enquanto continuo moendo contra
ele ao ritmo da música, a sensação dele tão duro e quente entre minhas
pernas e sei que nada pode me tirar do colo agora, mesmo que a sala
estivesse em chamas.

Este maldito edifício pode incendiar junto com minha vagina e eu


nem me importaria.

Sua mão na minha bochecha se move para a parte de trás do


meu pescoço e ele puxa meu rosto mais perto dele até que meus lábios
estão pairando sobre o dele.

“Você definitivamente não precisa de uma lição sobre isso.


Maldito inferno, você me faz sentir tão bem. Melhor que meus sonhos.”
Ele murmura contra minha boca.

Minhas coxas se apertam em ambos os lados dele e me pressiono


mais forte para ele, girando meus quadris e gemendo quando ele se
empurra contra mim, atingindo um ponto que me faz ver estrelas.

Todo o sangue no meu corpo corre entre minhas pernas


enquanto eu moo contra ele. Quase esqueci como que isso parece, o

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
pulso da necessidade, o formigamento do desejo, tudo ao redor
desaparecendo até que tudo que você pode pensar e tudo o que você
quer é um orgasmo e esse alívio feliz da dor. Provavelmente devo pedir
desculpa para ele que isso vai acabar antes mesmo de começar, porque
três anos é um maldito tempo para esperar por algo assim. Agora,
parece que meu corpo é um fio elétrico e meu orgasmo está em um
gatilho sensível que estou assumindo que uma forte rajada de vento
pode detonar agora. Ou uma forte rajada do pau de PJ esfregando
minha buceta.

Seus braços se fecham ao meu redor, ajudando-me a me mover


mais rápido contra ele e tudo parece aumentado com a forma como
nossos lábios se mantêm próximos, quase tocando, mas não
completamente. Estou tão ligada por tudo o que está acontecendo neste
momento que posso sentir como a renda da minha tanga está molhada
com cada deslizamento do meu corpo contra a dureza que luta contra
os seus shorts.

Deveria ficar envergonhada de como necessitada devo parecer


para ele, esse homem que trabalha em torno de strippers todas as
noites e definitivamente tem mais experiência sexual do que eu. Estou
choramingando e moendo contra ele enquanto pego um punhado de
cabelo na parte de trás da cabeça e aperto. Estou muito perdida na
batida da música e o cheiro da colônia de PJ é como reforço para querer
se preocupar com isso, muito ocupado, percebendo o quão incrível é
deixar ir, parar de pensar e simplesmente sentir.

Sentir o calor de seu corpo, sentir o quanto ele me segura contra


ele, sentir seus quadris empurrando para me encontrar, sentir sua mão
se mover da parte inferior das minhas costas para agarrar minha
bunda e me mover mais rápido contra ele.

Cada centímetro do meu corpo está em chamas do topo da minha


cabeça até as pontas dos dedos dos pés. Ondas de prazer que não sinto
a anos, talvez nunca, me abalam até sentir que estou lutando para
respirar enquanto deslizo de um lado para o outro no seu colo. A boca
de PJ está de repente na minha e ele engole um dos meus suspiros de
prazer.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Assim que sua língua mergulha na minha boca e escorrega
contra a minha, tombo sobre a borda. Gemo na sua boca quando gozo,
e ele aprofunda o beijo. Os meus quadris contra ele e eu cavalgo o
melhor orgasmo que já experimentei em minha vida, fazendo ruídos na
sua boca, enquanto ele continua me beijando, que eu nem sabia que
poderia fazer.

O corpo de PJ de repente se torna espasmódico embaixo de mim


e ele arranca a boca da minha com uma maldição sussurrada enquanto
continua a se mover contra mim. Ele pressiona sua testa contra a
minha enquanto continuo escorregando contra ele, e o aperto que ele
tem na parte de trás do meu pescoço aumenta, assim como sua mão
na minha bunda. Uma série de maldições voa fora de sua boca quando
ele de repente empurra os quadris para cima e se mantém contra mim.
Eu me agarro a ele mais apertado quando sinto seu pau pulsar e
crescer mais duro entre minhas pernas.

“Jesus Cristo.” Ele murmura, enquanto tento não deixar sair um


grito de vitória que não sou a única com um orgasmo esperando para
explodir.

Com um último empurrão de si mesmo contra mim, ele cai de


volta na cadeira com um gemido. Meu corpo o acompanha, esticando-
me contra seu peito enquanto minha cabeça cai no pescoço dele e tento
diminuir o ritmo errático do meu coração.

“Jesus Cristo,” ele amaldiçoa novamente, soltando o aperto que


tem na parte de trás do meu pescoço para envolver o braço em torno
de mim e me abraçar mais forte. “Acabei de gozar na minha calça como
um menino de quinze anos. Nunca, nunca mais duvide de nada sobre
si mesmo novamente.”

Eu sorrio contra seu pescoço antes de puxar minha cabeça para


me inclinar para trás em seu colo e olhar para ele, um pequeno tom de
mortificação começando a fluir daquilo que acabei de fazer no colo
deste homem antes que uma música terminasse de tocar no sistema
de som. Minhas pernas se parecem com geleia, e mesmo que não
fizemos sexo, eu já sei que ele me arruinou para qualquer outro
homem. Eu não devo me sentir nervosa quando ambos
experimentamos o mesmo, mas sim. Este é um território inexplorado

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
para mim. Não sei o que dizer, não sei como agir, e pelo amor de Deus,
onde alguém põe as mãos quando está sentada no colo de um cara em
uma névoa de orgasmo?

Eu aperto-os atrás da minha cabeça, eu os seguro alto para um


cumprimento "Bom garoto!” As mãos do jazz são apropriadas? E os
dedos espirituais?

Suas mãos caem para minhas coxas nuas e ele as apoia lá


enquanto olha para mim, e tento abster-me de acenar minhas mãos no
seu rosto como um idiota que não sabe o que fazer com elas.

“Só para que você saiba, eu menti antes. Essa foi uma lição.”

Sem outra escolha, uma vez que as mãos de jazz não são
realmente minha coisa, pressiono minhas mãos contra seu peito e me
desloco em seu colo. Meus olhos voam para os dele quando ele toma
uma respiração aguda e seus dedos cavam na pele das minhas coxas.
Esqueço todo meu nervosismo enquanto assisto seu pomo de Adão
quando ele engole densamente. Quando sinto que ele começa a
endurecer de novo, não consigo me impedir de mexer um pouco no seu
colo quando me inclino para mais perto dele.

“E que lição foi essa?” Pergunto suavemente enquanto ele olha


em meus olhos.

“Você acabou de aprender que você não está autorizada a fazer


nada, mesmo remotamente próximo a isso com um cliente. Nunca.”

Assim, toda a minha ansiedade desaparece e inclino a cabeça


para trás e rio.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 22:
Quero lamber suas bolas

“Bem, não é um pau na sua vagina, mas, como estava na


vizinhança geral, vou contar isso como uma vitória para tirar as teias
de aranha de suas partes femininas.” Ariel diz, segurando sua mão
para um toca aqui, que ignoro.

“Por que você tem que ser tão grosseira?” Reclamo, alcançando
a pilha de impressões entre nós no balcão da cozinha e agarro um
envelope.

“Se você fosse mais grosseira, aposto que PJ teria passado as


últimas duas semanas transando com você em vez de sair e deixa-la.”
Ela responde, dobrando uma das impressões e me entregando para
empurrar para dentro de um envelope.

Há quatorze dias desde aquela tarde no Charming's. Quatorze


dias gloriosos de PJ me levando para almoçar, para jantar, assistindo
filmes em minha casa. Nós terminamos todas as noites nos pegando
como adolescentes no meu sofá, esperando que minha filha não
descesse por um copo de água ou qualquer coisa. Não é como se ter
sexo no único móvel restante no primeiro andar, enquanto Anastásia
está no andar de cima, seja apropriado de qualquer maneira, mas isso
não me impede de me perguntar por que ele não empurrou para mais.
Não me interprete mal, ainda tive duas semanas de orgasmos nessas
sessões de pegação, cada uma melhor do que a última, mas quero mais.
Simplesmente não sei se sou o tipo de pessoa para pedir isso. Ou
perguntar por que ele não pediu isso.

Jesus, isso é muito confuso.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Você precisa simplesmente ir direto ao ponto e dizer-lhe para
parar de te comer com os dedos e te comer com seu pau.”

Mesmo com Ariel sentada ao meu lado, suas palavras me enviam


para um devaneio, lembrando-me do que senti em me deitar ao lado
dele no sofá com a mão entre minhas pernas. Bom senhor, esse homem
sabe o que fazer com os dedos.

“Você não acha que há algo de errado com ele, não é? Quero
dizer, toda vez que tento o tocar, ele não me deixava. Ele continua
dizendo que isso é tudo sobre mim e preciso simplesmente deixar ir e
apreciar isso. Tudo soou doce e quente na época, mas agora só me
preocupa.” Digo a ela.

“Bem, você já sabe que ele não tem um pau pequeno, desde que
você tenha esfregado o seu ego impertinente sobre ele, então esse não
é o problema. Talvez seja torto. Ooooh, talvez sua vagina ogra peluda
não seja o problema e suas bolas ogra peludas são. Ele tem medo que
você olhe para elas e precise ligar o cortador de gramas antes de colocá-
las em sua boca.” Ariel reflete.

“Pela última vez, nada no meu corpo é peludo como um ogro. E


tenho certeza de que esse não é o problema. Simplesmente não sei o
que é.”

Ariel bate uma das impressões no balcão com um bufo.

“Isso é estúpido. Por que estamos imprimindo panfletos para o


Naughty Princess Club? Nós realmente iremos caminhar pelo bairro e
coloca-los nas caixas de correio das pessoas? Isso deve ser ilegal.” Ela
reclama.

“Bem, nosso site está funcionando e nós só estamos recebendo


dez hits por dia a partir de buscas do Google, e ninguém reservou nada
ainda. Você tem uma ideia melhor?” Pergunto, continuando a encher
os envelopes.

“Não é como se fosse importante, mesmo que tenhamos uma


reserva. Quero dizer, provavelmente posso improvisar, mas você e
Belle? Bom senhor, não. Você deve superar seu medo de palco, de tirar
suas roupas para uma sala cheia de pessoas. Tirar sua camiseta no

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
jardim da frente quando está bêbada não conta. Você não pode ficar
bêbada toda vez que você tirar.” Ela me lembra.

Ela está completamente certa, mas não é como se não tivesse


tentado. Ontem à noite, Anastásia ficou na casa de um amigo, o que,
obviamente, me deu esperança de que PJ e eu finalmente fizéssemos
sexo. Em vez disso, ele decidiu continuar com o treinamento ligando
alguma música e me fazendo dançar para ele. Foi bem e ótimo até que
ele me disse para tirar minha roupa. Congelei completamente. O
homem passou os dedos por mim e as mãos por todo meu corpo e não
consegui tirar minhas roupas para ele. E se não parecer sexy quando
tirar? E se ele não gostar da forma como meu corpo parece quando eu
estou de pé de calcinha na frente dele e ele não consegue esconder a
careta no seu rosto? Se eu não posso lidar com um cara que me deu
vários orgasmos, como vou lidar com isso com uma sala cheia de
estranhos?

PJ não zombou de mim quando tentei tirar meu jeans e congelei,


e não me empurrou. Apenas me disse que estava bem e tentaríamos
novamente outra vez. Rapidamente afastei minha preocupação quando
ele me puxou para cima dele no sofá e transformou meu cérebro em
mingau com seus lábios.

Preciso sair da minha cabeça e apenas fazer isso. Nosso site está
configurado com uma foto de cada uma de nós em nossas fantasias de
princesa, e um cliente pode clicar em qualquer princesa que eles
gostariam em sua festa. A qualquer momento, eu posso receber um e-
mail que diz que fui solicitada, e não é como se pudesse recusar.
Vincent não aguardará muito mais tempo antes de tomar medidas
drásticas. E mesmo que eu não tenha intenções de lhe dar qualquer
dinheiro que ele acha que roubei, mesmo se tivesse para dar, ele ainda
pode levar esta casa desde que Brian colocou estupidamente a
escritura no nome da Castle Creative. Precisamos receber os clientes
com rapidez no caso de repente precisar encontrar um novo lugar para
morar para a Anastásia e eu, e para que eles nos paguem, preciso poder
dar-lhes a melhor experiência de stripper da vida deles.

“Vamos abordar o problema mais importante na nossa lista de


tarefas e o que a libertará oficialmente da sua concha auto imposta:

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Coloque a Cindy deitada. Feche os olhos e grite “Foda ME, PJ! No topo
de seus pulmões.” Ela ordena.

“Eu não farei tal coisa,” digo a ela com um rolar de meus olhos.

“Grite. Agora mesmo. Ou vou te dar um soco na vagina.”

“Isto é ridículo. Gritar algo assim não vai me ajudar.” Reclamo.

“Isso certamente irá ajudá-la. Uma pequena discussão suja faz


milagres com os clientes cavalheiros. Se Belle estivesse aqui agora,
provavelmente estaria lançando um monte de estatísticas sobre essa
merda. Você sabe o que? Foda-se, finja que sou Belle. Os estudos
mostram que todo homem em todo o universo é mais provável que
coloque seu pau em você se você falar sujo.” Ariel diz com uma voz
suave e mansa, estranhamente semelhante à de Belle.

Ariel senta-se em seu banquinho olhando fixamente para mim, e


sei que ela não vai desistir até eu dar a ela o que quer.

“Foda-me PJ.” Murmuro rapidamente, minhas bochechas


ruborizando com calor.

“Desculpe, o que você disse vadia? Estou miserável aqui. Mais


alto!” Ariel ordena.

“Oh meu Deus,” grito, elevando a voz um pouco mais alta, quase
acima de um sussurro. “Foda-me PJ.”

“Jesus, você é péssima nisso.” Ela sacode a cabeça para mim e


me dá um olhar de piedade. “Mais alto. E coloque sua fodida vagina
dessa vez.”

“Foda-me, PJ.” Digo novamente, um pouco mais alto.

“Melhor. Agora tente, 'Eu quero seu pau na minha buceta.”

Quando não respondo imediatamente, ela me bate no braço.

“Ow, que diabos? Apenas me dê um minuto!” Grito com ela.

“Sim, é isso! Fique brava!” Ela exige, me socando novamente.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“FILHO DE UMA CADELA, EU QUERO O SEU PAU EM MINHA
BUCETA!” Grito no topo dos meus pulmões, olhando para ela enquanto
esfrego a mancha no meu braço que já parece como se estivesse
machucando.

“DOBRE-ME SOBRE O SOFÁ E ME FODA DURO!” Ariel grita, me


ameaçando com o punho erguido no ar.

“ME DOBRE SOBRE O SOFÁ E FODA-ME DURO!”

Ariel bate palmas juntas com alegria e salta em seu banquinho.

“Oh meu Deus, isso é muito divertido! É como ter meu próprio
boneco que fala. EU QUERO LAMBER AS SUAS BOLAS!”

“EU QUERO LAMBER AS SUAS BOLAS!” Imediatamente grito de


volta, começando a pegar o jeito e nem mesmo um pouco envergonhada
pelas coisas que saem da minha boca agora. “FODA-ME MAIS DURO,
LAMBA MINHA BUCETA, COLOQUE SEU PAU NA MINHA BOCA,
COLOQUE EM MINHA BUNDA, ATIRE A PORRA NA MINHA SALADA!”

Ariel imediatamente para de bater palmas e me olha com os olhos


arregalados.

“O que? Muito longe?” Pergunto.

“Jesus, muito longe. Sei que disse para você passear pelo Urban
Dicionary para pegar novas palavras, mas isso foi claramente um erro.”

Solto um suspiro e sorrio para ela. “Eu posso fazer isso.”

“Você pode fazer isso totalmente.”

Agarrando meu telefone do balcão, envio uma mensagem rápida


para PJ, perguntando se posso dançar no clube neste fim de semana.
Claro, não vou sair e dizer-lhe as coisas que acabei de gritar no meio
da minha cozinha, mas é igualmente importante, e ele sabe disso. Além
disso, dançar no Charming's será o melhor caminho para conseguir
clientes e muito melhor do que distribuir folhetos nas caixas de correio
ou cruzar nossos dedos esperando que alguém que procura strippers
apenas tropece em nosso site. Ficarei literalmente em uma sala cheia
de nosso público-alvo.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
PJ basicamente riu de mim e me rejeitou na última vez que
perguntei, mas isso foi antes de todos os orgasmos alucinantes que ele
me deu. Ele sabe que nosso site está funcionando desde que mostrei
isso a ele ontem à noite, e sabe que preciso me colocar lá fora e ter
minha primeira vez tirando minhas roupas na frente das pessoas. Não
há nenhuma razão para ele dizer não para mim agora.

Estou com medo, mas se posso gritar sobre pau e boceta, posso
fazer qualquer coisa. O meu telefone acena de imediato com uma
mensagem recebida e quando leio toda a minha esperança e
entusiasmo imediatamente se transforma em raiva.

“Você deve estar brincando comigo,” murmuro, virando o telefone


para que Ariel possa ver.

“Não,” ela diz, lendo sua resposta. “Sério? É isso aí? Apenas não?
Nenhuma explicação ou nada?”

Com um bufo irritado, encerro minhas mensagens de texto e


puxo meus contatos, discando o número de Tiffany.

“O que você está fazendo?” Ariel pergunta quando pressiono o


telefone em meu ouvido. Tiffany responde no primeiro toque.

“Oi! Eu preciso de um grande favor seu, mas você absolutamente


não pode dizer nada a PJ.” Digo a ela, dando uma piscadela a Ariel.

Ela me escuta em silêncio e explico tudo para Tiffany, tendo que


manter o telefone longe do meu ouvido quando Tiffany grita com
entusiasmo, dizendo-me para considerar isso. Encerro a chamada e
coloco o telefone no balcão.

“Porra, faço a mulher gritar um pouco sobre pau e ela se torna


diabólica. Você me deixa tão orgulhosa, acho que vou chorar.” Ariel
queixa-se, limpando lágrimas imaginárias de suas bochechas.

Simplesmente tomei a melhor decisão, ou a pior, que vou acabar


me arrependendo. Considerando que disse à PJ que eu me recuso a
deixar que alguém me diga o que posso e não posso fazer, ele deve ver
isso acontecer.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Vamos apenas esperar que eu não caia de cara e possa provar a
ele de uma vez por todas que estou pronta para isso.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 23:
Mamãe Faça algum dinheiro!

Fecho os olhos, tomo algumas respirações profundas e


calmantes, enquanto estou atrás de uma cortina de veludo preto na
área mal iluminada dos bastidores. Uma música erótica que não
reconheço toca pelo clube do outro lado da cortina, a batida pesada da
música vibra através do meu corpo.

“Você consegue fazer isso. É como se você estivesse praticando.


Feche seus olhos e finja que você está apenas dançando em seu
quarto.” Sussurro para mim mesmo.

“Você normalmente tem mais de uma centena de completos


estranhos em seu quarto assistindo você tirando sua roupa enquanto
dança uma música horrível dos anos oitenta?” Ariel pergunta.

Minha conversa é interrompida e meus olhos se abrem para


encontrar minha amiga parada ao meu lado nos bastidores. Ainda é
estranho chamá-la de minha amiga, considerando que algumas
semanas atrás, não desejava nunca falar com ela ou conhecê-la. Ela é
uma das razões pelas quais estou aqui em pé agora, me preparando
para fazer algo que nunca pensei fazer. Claro, é uma maneira incomum
de tornar seus sonhos realidade, mas todos devem começar em algum
lugar.

“Aceitei seu conselho e escolhi outra música. Mas só para que


você saiba, 'Eternal Flame' dos Bangles não é uma canção horrível dos
anos oitenta. ‘Is this burning na Eternal Flame’ é uma letra linda e
apaixonada,” discordo com ela, minha voz subindo para ser ouvida
sobre os uivos, assobios e palmas acontecendo do outro lado da
cortina, para a mulher que foi antes de mim terminar sua performance.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Se está queimando eternamente, provavelmente é chlamydia”,
Ariel fala de forma inexpressiva.

“Esta é a sua ideia de incentivo?”

“Você precisa de incentivo?” Ela pergunta com um olhar confuso


em seu rosto.

“Nós nos conhecemos?” Eu grito histericamente. “Você acha que


isso é algo sobre o que estou confiante de cem por cento agora? Sinto-
me doente. Talvez essa não seja uma boa ideia. Não acho que tenha
tido prática suficiente.”

Eu começo a me afastar da cortina quando ela estende a mão e


agarra meu braço para impedir que eu corra tão rápido quanto eu
possa para fora deste palco e fora deste clube.

“Você já teve prática suficiente. Você finalmente deixa seus


cabelos soltos, literalmente e figurativamente,” ela me lembra,
enquanto eu timidamente corro meus dedos através de meus longos
cabelos loiros, que recentemente ela me convenceu a colocar luzes
caramelo e que está enrolado e caindo em torno de meus ombros e
pelas minhas costas. “Aqui é onde o seu futuro começa, querida. Bem
aqui. Neste palco. Este é o lugar onde você toma de volta sua vida e dá
um gigante foda-se para aquele idiota do seu ex-marido. E aquele
pedaço quente de carne de homem lá fora na plateia, que não tem ideia
do que está prestes a bater nele.”

Meus olhos começam a queimar enquanto eles se enchem de


lágrimas e rapidamente pisco de volta antes de arruinar o delineador
de olho de gato perfeito e os cílios falsos que Ariel me aplicou no
vestiário há uma hora.

“Essa foi a coisa mais doce que você já disse para mim”, eu digo
a ela com um suspiro.

“Basta pensar: em vez de ter aquele pole gigante em sua bunda,


você o terá na palma das suas mãos e estará balançando sobre ela em
cerca de quarenta e cinco segundos”, ela diz com um sorriso malicioso.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“E então você vai e completamente o arruína,” eu murmuro com
uma sacudida da minha cabeça, respirando fundo e afastando-a para
enfrentar as cortinas novamente.

“Você vai ficar bem. São dois minutos e trinta e cinco segundos
de sua vida. Terá acabado antes de você saber,” ela me assegura com
um tapinha nas costas”.

“Eu preciso dos meus Clorox wipes”, eu murmuro nervosamente,


trazendo uma mão na minha boca e mastigando nervosamente minha
unha do polegar.

Ela bate em minha mão e vira os olhos.

“Você não precisa de Clorox wipes. Esse pole está limpo. Você
sabe o que? Não pense no pole e em todas as vaginas que giraram sobre
ele antes de você está noite. Pense em como libertar isso. Pense sobre
o seu negócio. Nosso negócio. Pense em ser independente e pagar suas
próprias contas e bater o dono do clube quente como bolas,” ela diz
com um abano de suas sobrancelhas.

“Não é por isso que estou fazendo isso”, respondo com


indignação, mesmo que apenas o pensamento de finalmente estar nua
em uma cama com aquele homem me faz sentir toda quente e
formigando.

“Qualquer coisa que te ajuda a dormir à noite, princesa. Você vai


realmente bater esse homem como uma porta de tela em um furacão.
Especialmente quando ele ver você nesta roupa.” Afirma Ariel, me
olhando de cima e a baixo. “Bem, a roupa que você tem embaixo dessa
coisa.”

Eu levo um segundo para me olhar e sorrir. PJ disse-me para


nunca mais usar esta fantasia novamente, e eu fiz isso apenas para
irritá-lo. E para vê-lo na multidão e ver o olhar em seu rosto quando
eu retirá-la. Eu não sou a puritana que ele provavelmente ainda pensa
que eu sou. Eu posso mudar. Eu posso ser sexy e extrovertida e fazer
algo completamente ultrajante e não na minha zona de conforto.

“Eu posso fazer isso”, afirmo com um aceno de cabeça.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Inferno, sim, você pode!”, Ariel aplaude, batendo seu ombro
contra o meu. “Apenas não tropece e caia de cara com esses saltos
ridiculamente altos. Mordê-lo e bater seu rosto no palco não é quente.”

Eu olho para ela, e ela ergue as mãos e começa a se afastar.

“Você consegue isso. Agite sua bunda e faça com que a mamãe
ganhe dinheiro!” Ariel grita antes de desaparecer em uma esquina para
ir para plateia e me animar.

“Vamos dar uma grande rodada de aplausos a Tiffany! Temos um


presente extra especial para vocês. Segurem suas notas de dólar,
amigos. Direto do castelo, procurando por seu próprio príncipe é a
princesa mais quente que você já viu! Palmas para Cinderela!”

Deixando escapar uma respiração longa e lenta, agarro a cortina


de veludo e a abro, colando um sorriso no meu rosto e ignorando as
borboletas batendo no meu estômago enquanto eu faço meu caminho
para o palco.

Eu posso fazer isso.

Eu vou sair e mostrar a todos que é possível que uma dona de


casa faça algo de si mesma. Mesmo que ela tenha que fazê-lo sendo
uma stripper.

E definitivamente vou mostrar à PJ que ele não pode me dizer o


que fazer.

Foda-se. Isso. Porra.

****

“Quem diabos é você e o que você fez com Cindy?” Ariel grita
enquanto ela voa através da porta do vestiário de Tiffany, que ela me
emprestou, rapidamente fechando-a atrás dela.

Acabei de amarrar o roupão de cetim curto e azul claro ao redor


da minha cintura, encobrindo meu sutiã e fio dental de renda azul-

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
claro correspondente. Não posso acreditar que estou realmente um
pouco triste de estar cobrindo tudo agora que eu conquistei. Eu meio
que quero andar em de calcinha em todos os lugares agora.

“Foi ruim? Foi ruim, não foi? Eu tropecei um pouco durante o


refrão e eu me esqueci de fazer contato visual algumas vezes e OH MEU
DEUS EU APENAS TIREI A ROUPA EM UM PALCO NA FRENTE DAS
PESSOAS!” Eu choro, batendo minha mão na minha boca e olhando
para Ariel com os olhos arregalados.

“Cara. CARA. Essa foi a coisa mais quente que já vi. Tipo, sério.
Quem diabos é você? Você possuía aquele maldito palco. Sim, eu vi
você tropeçar um pouco, mas isso é porque eu estava olhando suas
pernas e pés, certificando-me de que você não se parecia com Bambi
aprendendo a dar os primeiros passos a andar naqueles saltos de
stripper. Todos os outros naquela sala estavam encarando suas tetas e
provavelmente nem sequer notaram. Caramba. Você tirou sua roupa
por dinheiro e pareceu um profissional da porra.” Ela sussurra o olhar
chocado em seu rosto imediatamente se transformando em um enorme
sorriso.

“Eu fiz.” Eu sorrio de volta, tirando minha mão da minha boca.

Honestamente, nem me lembro de tudo o que aconteceu lá. Tudo


passou tão rápido, e a batida alta e sexy da música acabou de afogar
as vozes na minha cabeça até que tudo o que eu podia pensar era em
mover meu corpo. Cada grito de aprovação, assobios de apreciação e
notas de dólar que foram jogadas no palco aos meus pés, me estimulou
a continuar, fazer mais, ser mais sexy, sair da minha zona de conforto
e fazer desse palco minha cadela.

“Não é necessário agradecer-me por fazer você assistir aquele


filme brega na noite passada. Assistir você transar com aquele pole de
stripper como uma campeã é todo o agradecimento que eu preciso.”
Ariel ri.

Quando ela apareceu em minha casa ontem à noite enquanto eu


estava à beira de um ataque de pânico, praticando pateticamente
alguns movimentos de dança na frente do espelho no meu quarto, ela
pegou meu laptop e colocou Strip-tease com Demi Moore. Ela está

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
certa, foi o filme mais corajoso que já vi, mas Jesus, essa mulher
poderia se mover. Pausamos o filme cem vezes durante as suas danças
e Ariel me fez copiar seus movimentos até que eu os entendesse.

Eu nunca senti tão alta assim antes. Meu coração está acelerado,
minhas mãos estão tremendo, e tudo o que posso pensar é em fazê-lo
novamente. Eu nunca quero que esse sentimento termine. Esse
sentimento de liberdade e sensualidade e controle.

Quando penso que nada poderia arruinar esse momento,


percebo que me esqueci da única pessoa que poderia arruinar tudo
sobre o bom humor que estou sentindo.

A porta camarim de repente se abre e bate na parede oposta com


um estrondo, fazendo Ariel e eu pular. PJ está na entrada, o peito
arfando e as narinas queimando enquanto ele aponta para Ariel sem
nunca tirar os olhos dos meus.

“Você. Fora. Agora,” ele a ordena através de dentes cerrados.

Ela abre a boca, provavelmente para explodir com ele, mas


rapidamente estendendo a mão e agarro seu braço, dando-lhe um
aperto.

“Está bem. Vá pegar uma bebida e eu vou te encontrar em um


minuto.” Eu falo calmamente.

Ela olha para mim com os olhos arregalados, silenciosamente


dizendo-me que é melhor eu não deixá-lo arruinar minha noite com o
que ele veio aqui, todo chateado. Eu dou um pequeno aceno com a
cabeça, certificando-me de que a ouço alto e claro.

Com um suspiro, ela se vira e se dirige para a porta, parando na


entrada apenas o suficiente para rosnar para PJ e dar-lhe um olhar
sujo antes de desaparecer no corredor.

Assim que ela se foi, PJ pisa no quarto, agarra a maçaneta da


porta e bate à porta com tanta força que balança o batente da porta.
Não posso negar quão quente ele parece em uma calça social sob
medida preta e uma camisa social cinza escuro. As mangas de sua
camisa estão desabotoadas e enroladas em seus cotovelos, e eu posso
ver os músculos cordados em seus antebraços quando ele aperta e abre

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
seus punhos pelos lados. Eu assisto com crescente irritação enquanto
ele fica de pé olhando para mim com um músculo ticando no maxilar
enquanto ele esmaga os dentes com uma óbvia raiva. De mim. Porque
eu ousei ir contra suas demandas e fiz o que eu queria.

“Eu não posso acreditar em você...”

“Oh, dane-se você!” Grito, cortando o início de sua palestra, que


sai por seus dentes ainda apertados. “Estou bem ciente do quanto você
não acredita em mim, muito obrigado. Espero que você não tenha vindo
aqui como um maldito Neandertal esperando uma desculpa, porque
você não está recebendo uma! Eu não fui pelas suas costas para fazer
isso com Tiffany ou fui lá naquele palco esta noite para irritá-lo, eu fiz
isso por mim. POR MIM! Eu tomei uma decisão sobre a minha vida e
sobre o que eu precisava fazer para recuperá-la, então não sinto que
estou me afogando a cada minuto de todos os dias!”

Ele abre a boca para me interromper, mas não o deixo. Estou


muita irritada para parar agora.

“Talvez eu não fosse a melhor, talvez eu ainda tenha muito


trabalho a fazer, e talvez todos aqueles palmas, aplausos e assobios
fossem porque sentiam pena de mim, mas não me importo! Eu
conquistei meus medos. Eu fiz dos meus medos minha CADELA. Eu
fui lá naquele palco e eu dancei e tirei minha roupa e adorei cada
minuto! Pela primeira vez na minha vida senti que estava no controle,
e não há nenhuma maneira no inferno, eu vou deixar você entrar aqui
e arruinar isso para mim!”

Eu solto um bufo irritado e cruzo meus braços na minha frente.

“Você terminou?” PJ perguntou calmamente com uma


sobrancelha erguida.

“Oh, estou começando, amigo.”

De repente, ele caminha através da sala, fechando a distância


entre nós até eu não ter escolha, a não ser acelerar rapidamente meus
pés e me mover até minhas costas baterem na parede atrás de mim e
não tenho mais aonde ir.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
As mãos de PJ batem contra a parede de cada lado da minha
cabeça, colocando-me dentro, enquanto ele segura seu corpo a poucos
centímetros do meu e olha em meus olhos.

“Você sabe por que eu convidei você para vir na Charming's


naquela noite, que o idiota do seu ex-sogro apareceu?”, Ele pergunta
em voz baixa, sua respiração quente, aroma de hortelã, soprando meu
rosto com cada respiração irregular que ele toma, e o cheiro
amadeirado de sua colônia invade meus sentidos.

Eu não sei o que está acontecendo agora e odeio o quanto meu


coração vibra no meu peito só por tê-lo tão perto de mim quando ele
realmente me irrita.

Ele não espera que eu responda e responde sua própria


pergunta.

“Convidei você e suas amigas naquela noite, porque queria te


assustar. Eu queria que você fugisse com o rabo entre suas pernas e
provasse que estava certo, mas não funcionou. Você persistiu e você
fez tudo o que eu disse para não fazer. Nunca esperei em um milhão de
anos que você me daria o melhor lap dance da minha vida naquela
noite. Ou arrancasse sua camiseta no meio do seu jardim, ficou firme
e me beijou de volta. Nunca esperei isso. Eu nunca te esperava.”

Minha raiva começa a desaparecer pouco a pouco com cada


palavra que ele diz, e com as mãos ainda pressionadas contra a parede
de cada lado da minha cabeça, ele encurva os cotovelos, trazendo o
corpo em direção ao meu.

“Se você me deixasse terminar o que eu comecei a dizer quando


entrei aqui, você teria me ouvido dizer-lhe que não posso acreditar o
quão quente você pareceu lá”, ele me diz baixinho. “Observá-la dançar
lá naquele palco com a cabeça erguida, todo desafiante e confiante, foi
a coisa mais quente que já vi. Eu não repetidamente te disse sobre a
dança aqui porque pensei que não podias fazê-lo. Eu fiz isso porque
queria que você o quisesse. Eu queria que você se irritasse e queria que
me desafiasse.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Minha boca fica aberta em choque; Não posso acreditar que ele
seja sério. Que ele é real. Nunca pensei que homens como esse
realmente existissem.

“Então, você não está com raiva de mim?” Eu pergunto


estupidamente, imaginando onde todo o reforço de confiança que tive
quando ele invadiu aqui foi.

“Eu nunca, eu nunca gostaria de colocá-la na mesma posição


que seu ex fez sentindo que você tem que fazer o que eu digo e como
você não pode tomar suas próprias decisões e fazer o que você quer
fazer. Não estou aborrecido, Cin. Estou tão orgulhoso de você.”

Não consigo parar as lágrimas que ficam em meus olhos, mas


rapidamente pisco.

“Ok, então, por que diabos você veio aqui, batendo as portas e
ordenando que Ariel saísse e olhando para mim?”

Ele fecha seus olhos por alguns segundos e toma algumas


respirações profundas, seu peito escovando o meu com cada
inspiração. Quando ele finalmente os abre novamente, ele remove uma
mão da parede e traça a ponta dos dedos na minha testa e pelo lado do
meu rosto até ele segurar minha bochecha na mão.

“Isso não foi raiva. Isso foi frustração.” Ele murmura.

Eu olho para ele com confusão, e ele empurra seu corpo mais
forte contra o meu até eu estar completamente presa, com a parede
contra minhas costas e a massa sólida dele pressionando-me do meu
peito para as minhas coxas. Ele encurva os joelhos e depois se empurra
contra mim até eu sentir a sua excitação no meu núcleo, e eu solto um
pequeno gemido.

Minhas mãos se encaixam entre nós e deslizo minhas palmas


para cima de peito musculoso, segurando punhados de sua camisa em
minhas mãos e puxando seu rosto mais perto, até que sua boca esteja
pairando sobre a minha.

“Você tem alguma ideia do quão difícil foi sentar-me no canto de


trás da sala com uma mesa cheia de clientes, ouvi-los falar sobre o seu

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
corpo e a maneira como você o moveu? Você tem alguma ideia do
quanto de autocontrole que levou para ficar no meu assento, assistir
você moer contra esse fodido pole e não me mexer fora da mesa? Jesus
Cristo, Cin”, ele murmura, sua mão escorregando pela minha
bochecha, ao longo do meu pescoço, até chegar à abertura do meu robe
de cetim, descansando sobre a ondulação do meu peito, empurrado
para cima e ridiculamente atrevido graças ao sutiã incrível que eu estou
vestindo. “Estive tentando tão duramente nas últimas semanas para
leva-lo lento com você, para mostrar o que é fazer com que alguém
adore seu corpo e não se preocupe com nada além de dar prazer, mas
observando você está noite... você torna muito difícil fazer o que é certo
e ser um cavalheiro. Eu não estava com raiva de você quando eu vim
aqui, fiquei irritado por Ariel estar aqui e nós não estávamos sozinhos.
Eu estava irritado por não poder fazer as coisas para você em que eu
estava fantasiando, assim que vi você tomar a porra do palco.”

Nunca na minha vida eu acho que as palavras poderiam ser tão


extensas. Estou tão molhada agora que meu fio dental pode precisar
ser torcido.

Deixando ir o aperto que eu tenho em sua camisa, eu coloco


minhas mãos no cinto do robe, sem tirar meus olhos de PJ. Olho o
rosto dele enquanto abaixa os olhos para ver o que estou fazendo. Eu
vejo seus olhos escurecerem quando desamarro lentamente meu robe.
Eu vejo esse tique no seu maxilar quando eu o abro, expondo o
minúsculo material que mal me cobre entre as pernas e meus seios
cobertos de renda, meus mamilos endurecidos visíveis através do
material. Eu vejo sua boca se abrir e o ouço gemer quando eu me afasto
da parede para deslizar o robe de meus ombros e o deixo cair no chão.

Enrolando meus dedos em torno do pulso de sua mão, que ainda


descansa contra meu peito, eu adiciono pressão e lentamente a movo
para baixo. Sobre o meu peito e no meu estômago, o pulso se torcendo
enquanto escorre o meu corpo até os dedos dele apontarem, e eu
continuo ajudando-o a mover a mão, empurrando os dedos pela frente,
com a borda de renda da minha tanga até que ele esteja exatamente
Onde eu o quero, e ele pode sentir o quanto eu preciso dele.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Jesus Cristo”, ele murmura antes de pressionar seus lábios no
meu quando as pontas de seus dedos circundam suavemente a minha
umidade.

“No caso de haver alguma confusão, na verdade não preciso de


você para ser um cavalheiro agora”, falo suavemente contra seus lábios,
rolando meus quadris para frente enquanto dois de seus dedos
escorregam para dentro de mim.

Eu solto um gemido baixo, soltando seu pulso enquanto ele


lentamente trabalha seus dedos dentro e fora de mim, envolvendo meus
braços ao redor de seus ombros, lembrando o que Ariel me fez fazer na
minha cozinha no outro dia.

Inclinando minha cabeça para frente, movendo minha boca para


o lado de seu rosto e pressionando meus lábios contra sua orelha.

“Eu só preciso que você me foda contra esta parede.” Eu


sussurro.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 24:
Homem do Chuveiro Dourado

Assim que as palavras ousadas e sussurradas me deixam, PJ


puxa o rosto para trás e bate sua boca contra a minha. Quando sua
língua mergulha na minha boca, chupo mais profundamente e coloco
tudo que eu tenho nesse beijo.

Eu quero que ele saiba que não há como voltar. Quero que saiba
que preciso disso. Eu quero que ele saiba que ninguém nunca me fez
sentir do jeito que ele faz.

Eu gemo de frustração quando ele puxa os dedos para fora de


mim e move a mão entre minhas coxas, mas então eu o sinto puxando
para o lado minha tanga de renda. Ele fortalece o beijo, varrendo a
língua lentamente e profundamente pela minha boca enquanto ele
puxa o máximo que pode da minha tanga.

“OW! Filho de uma cadela!” Eu grito, afastando minha boca do


dele enquanto o laço cava no lado do meu quadril.

“Desculpa! Merda. Eu estava tentando ser paciente e arrancar


esses filhos da puta de você, mas Jesus Cristo, do que eles são feitos,
de aço?” Ele murmura com aborrecimento, olhando para baixo entre
nós enquanto ele continua a puxar e puxar o material que se recusa a
rasgar.

“Tudo bem, isso soa quente e tudo em teoria, mas para o amor
de Deus, tire-os!”

Sem hesitação, ele agarra a renda em ambos os lados dos meus


quadris e desce pelas minhas coxas. Eu balanço meu corpo até cair o
resto do caminho e me abaixo dos meus pés, onde eu a chuto para

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
longe, agarrando à frente de sua camisa e puxando-o contra mim para
beijá-lo.

À medida que sua língua se enrosca com a minha novamente,


sinto seu corpo tremer contra mim quando ele desabotoa sua calça. Eu
solto sua camisa tempo suficiente para ajudá-lo a empurrar a calça e
cueca boxer para baixo, o suficiente para que seu pau brotasse e afasto
minha boca para olhar para baixo.

“Oh, graças a Deus.” Eu murmuro com um suspiro aliviado,


quando ouço o alumínio e ele abre um invólucro de preservativo. Não
tenho ideia de onde ele tirou, e eu não ligo.

“Por que você está olhando meu pau e agradecendo a Deus


assim?” Ele pergunta enquanto eu o vejo rapidamente engolindo seu
comprimento impressionante com o preservativo.

“Fico feliz por não ser torto ou coberto de pelos de ogro.” Eu


murmuro, balançando minha cabeça quando ele me olha confuso.
“Nada. Apenas se apresse.”

Eu nem me importo com o quanto eu pareço desesperada. Estou


desesperada. Sinto que esperei toda a minha vida por esse momento -
queria tanto fazer isso e fazer sexo em algum lugar além de uma cama,
estilo missionário.

Ele envolve o punho em torno da base de seu pênis e seu outro


braço desliza em volta do meu corpo, me levantando contra ele e
deslizando até a parede até eu colocar minhas pernas ao redor da sua
cintura. O meu peito se agarra com cada respiração que eu tomo
quando segurei os ombros e olhei entre nós, observando-o vir
lentamente em direção a mim até que a cabeça de seu pau pressionasse
contra a minha abertura.

“Só quero avisá-la, isso vai ser duro, rápido e sujo. Eu quero que
isso seja bom para você, mas Jesus Cristo, eu não sei por quanto tempo
eu vou poder durar uma vez que eu estiver dentro de você, então eu
estou me desculpando com antecedência,” murmura PJ, a ponta de seu

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
pau apenas entrando em mim enquanto ele aperta um beijo suave e
doce aos meus lábios.

“Eu não me importo. Apenas cale a boca e foda-me,” ordeno,


minha ousadia não conhece limites neste momento.

Eu acho que vou sair da minha pele de toda essa antecipação e


necessidade. Eu acho que vou explodir de querer tanto esse homem.
Paro de pensar completamente quando ele de repente tira os quadris e
empurra em mim, duro. Minha cabeça bate de volta contra a parede e
um gemido alto de prazer sai da minha boca enquanto ele se mantém
imóvel, bem dentro de mim, e deixa meu corpo se acostumar com ele.

A dor desaparece tão rapidamente quanto ocorreu enquanto giro


meus quadris e estico para acomodá-lo. Como no inferno eu tenho ido
tão longe sem isso?

PJ baixou a cabeça para o meu pescoço, sua respiração aquecida


e ofegante patinando sobre minha garganta enquanto ele se põe quase
longe de mim antes de voltar completamente para dentro, e aperto
meus olhos e suspiro com o quão bem me sinto.

“Maldito inferno, você é incrível”, ele geme contra meu pescoço


enquanto ele começa a bater em mim como ele disse que ele seria duro,
rápido e sujo.

Tudo o que posso fazer é envolver meus braços mais apertado


em volta de seus ombros, apertar minhas coxas mais forte em seus
quadris e esperar o passeio enquanto ele começa a me foder contra a
parede, minhas costas colidindo com isso com cada batida áspera de
seus quadris entre minhas coxas.

Eu nunca fiz sexo assim antes. É animal e selvagem, ambos


gemendo e gemendo e fazendo barulhos que provavelmente podem ser
ouvidos sobre o barulho alto da música que toca no clube, que eu posso
sentir pulsando pela parede contra minhas costas.

Com cada impulso duro em mim, ele se segura profundamente e


gira os quadris, esfregando seu osso púbico diretamente contra o meu
clitóris até que eu estou ofegante e agarrando suas costas, moendo

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
meus quadris e esfregando-me contra ele enquanto ele continua me
fodendo como um animal selvagem.

“Jesus, Cin....assim..fodidamente...bom”, ele geme, pontuando


cada palavra com outra batida de seus quadris entre minhas pernas.

PJ disse que não poderia durar muito tempo uma vez que ele
estivesse dentro de mim, mas ele não tinha absolutamente nada para
se desculpar. Doce mãe de Deus, nunca estive tão excitada. É irreal a
maneira como ele me faz sentir enquanto ele me leva contra a parede.
Cada arquejar, rosnado, grunhido e maldição murmurada que ele faz
contra o meu pescoço me aproxima cada vez mais de um orgasmo que
vai explodir de mim mais rápido do que qualquer outro antes. Tudo é
mais quente sabendo que ele não pode se segurar e não sente que
precisa ser gentil comigo. Tive muita paciência e aborrecimento, e agora
quero uma paixão desenfreada, que é exatamente o que ele está me
dando.

Ele bate as duas mãos contra a minha bunda, agarrando


enquanto ele puxa a metade inferior do meu corpo em sua direção,
ajudando-me a me mover mais forte contra ele, o ritmo que ele bateu
entre minhas coxas repetidas vezes e nunca vacilou.

“Sim, sim, mais duro” Eu canto, segurando-o mais apertado e


empurrando meus quadris contra ele mais rápido.

A cabeça de PJ ainda está enterrada no lado do meu pescoço e a


sensação dele lambendo e sugando a pele logo abaixo da minha orelha
enquanto ele continua a me levar contra a parede me faz perder o
controle.

Meu orgasmo está crescendo rapidamente; Eu posso senti-lo


pulsando apenas ao meu alcance, e isso me faz inclinar meus quadris
para cima, levá-lo mais fundo e moer mais forte contra esse perfeito
osso púbico dele.

Ele tira a boca do lado do meu pescoço e seus olhos encontram


os meus, observando-me desmoronar em seus braços. Eu me forcei a
manter meus olhos nele, mesmo que eu não quero nada além de deixá-
los rolar na minha cabeça enquanto ele se enterra até o punho,
espremendo e amassando minha bunda enquanto empurro,

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
impulsiono e giro meus quadris até que eu estou caindo direto sobre a
borda.

O meu orgasmo corre por mim com tanta força que meus dedos
do pé enrolam dentro de meus calcanhares e eu empurro-o contra ele
enquanto meu corpo aperta e pulsa em torno de seu pau com onda
após onda de prazer.

“OH, MEU DEUS, P!” Eu grito através do meu lançamento, tão


sobrecarregada com o quanto isso parece que eu nem consigo mesmo
gritar ambas as iniciais de seu nome, minha voz cortando depois de
uma letra.

Eu não acho que ele poderia foder mais ou mais rápido do que
ele já está, mas ele prova que estou errada. Seus quadris provavelmente
se parecem com um borrão completo enquanto ele bombeia e empurra
para mim com uma alta velocidade até alguns segundos depois, ele me
bateu uma última vez, seus lábios se fundindo com os meus quando
ele me beija em sua liberação.

Ele geme em minha boca enquanto seus quadris se mexem, e ele


empurra para trás uma última vez antes de desmoronar contra mim,
me fixando mais forte na parede. Eu o sinto pulsando dentro de mim
enquanto ele inclina a cabeça para o lado e beija-me suave e lento,
quebrando o beijo depois de alguns minutos para puxar a cabeça para
trás e olhar para mim.

“Jesus Cristo, pensei que você ia me matar.” Ele murmura com


um sorriso, afastando uma das mãos do meu traseiro para trazê-la
entre nós e tirar um fio de cabelo da minha testa.

“Eu?” Eu pergunto com espanto. “Provavelmente não vou poder


andar por pelo menos uma semana.”

Ele riu suavemente, e eu sinto o ruído com seu peito ainda


pressionado contra o meu.

“Quero dizer, sim, isso foi o melhor sexo que eu já tive na minha
vida, e eu juro por Deus, geralmente eu costumo durar mais do que
isso, mas não era a isso que eu estava me referindo. Você gritou xixi.
Eu pensei que tinha que fazer xixi, então foi por isso que eu acelerava

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
as coisas. Eu não queria que você fizesse xixi em mim. Então eu percebi
que você estava gozando e eu sou um idiota.” Ele me diz timidamente.

Eu rolo meus olhos para ele, estremecendo enquanto ele se


afasta de mim, agarra meus quadris enquanto eu desenrolo minhas
pernas ao redor dele, e lentamente ajuda a baixar meus pés no chão.

“Nós não teríamos esse problema se você apenas me disser o que


PJ representa”, eu me queixo, pegando meu fio dental do chão e
tentando voltar para ele.

PJ sorri-me quando ele se livra do preservativo na lata de lixo


sob a mesa de maquiagem, puxa a calça de volta e a fecha enquanto
eu pego meu robe descartado e volto a colocá-lo, amarrando o cinto de
forma segura em torno da minha cintura.

“Desculpe, PJ é apenas PJ”, ele me diz com um encolher de


ombros, voltando para me dar um beijo rápido nos lábios antes de
agarrar minha mão e me puxar pela porta.

Provavelmente eu deveria me sentir estranha por voltar para o


clube vestindo apenas um robe de cetim, mas é o que todas as
dançarinas fazem depois da performance. Elas voltam e se misturam
com os clientes, tentando atraí-los para comprar uma dança de colo.
Meu plano é tentar atraí-los para reservar uma festa com o Naughty
Princess Club, usando a pilha de cartões de visita que Ariel tem em sua
bolsa.

“Tudo bem, PJ é apenas PJ. Então não fique surpreso se eu


realmente fazer xixi em você da próxima vez. Será sua própria culpa
Homem do chuveiro dourado,” eu digo a ele enquanto ele ri, abrindo a
porta e me puxando para o corredor.

Eu vou passar pelo clube depois que eu acabei de fazer sexo


contra a parede e todos saberão pela minha pele corada, cabelo sexual
e olhos vidrados com satisfação, mas eu dancei num clube de strip-
tease esta noite e minha vagina está oficialmente livre de teias de
aranha.

Agora, não me sinto nada além de feliz.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 25:
Não faça si mesmo de idiota

“Diz. Diga que sou uma cadela quente e sexy.”

“Não farei tal coisa.”

“Diga isso agora ou eu vou dar um soco na sua vagina.” Eu


ordeno a Ariel, jogando as palavras que ela sempre me diz de volta para
ela.

Ela ri de mim e balança a cabeça enquanto continua no meu


laptop, que está no balcão da minha cozinha. Belle fica calmamente no
outro lado dela, marcando minhas reservas de festas na agenda do dia
que ela pegou no caminho.

“Bem. Você é uma cadela quente e sexy e me inclino para sua


grandeza. Agora, você vai embora e me deixar trabalhar?” Ariel reclama.
Suspiro e sorrio satisfeita enquanto eu terminava de carregar a
máquina de lavar louça com pratos do café da manhã.

Felizmente, depois da minha performance estelar no Charming's


na semana anterior, e ter PJ me acompanhando pelo clube e me
apresentando a todos que ele conhecia lá naquela noite, recebemos e-
mails para reservar festas. Quando Ariel descobriu que PJ não estava
realmente bravo comigo depois de eu dançar e o que realmente
aconteceu no vestiário depois que ele a ordenou que saísse, ela exigiu
que eu tomasse a próxima semana para não fazer nada além de
continuar sendo uma cadela quente e sexy enquanto ela cuidava dos
negócios.

Com Belle extremamente ocupada na biblioteca, tentando fazer


tudo o que pode para mantê-la aberta, e comigo gastando praticamente

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
todo momento acordada da última semana nua com PJ, Ariel lidou com
coisas como uma campeã, respondendo centenas de e-mails e fazendo
toneladas de chamadas telefônicas. Estou um pouco assustada que até
agora, eu sou a única princesa que alguém reservou para uma festa,
mas faz sentido, já que todas essas pessoas eram clientes da Charming
na noite em que dancei. O meu primeiro trabalho é no próximo fim de
semana na cidade vizinha para uma despedida de solteiro, e enquanto
eu não esconder completamente isso, eu sei que só será uma questão
de tempo antes que o boca-a-boca se espalhe.

Parece meio estranho que de nós três, eu fui a única a dar esse
primeiro salto e me colocar lá fora. Eu pensei com certeza que teria sido
Ariel, mas ela tem agido estranha desde aquela noite no Charming's.
Perguntei-lhe algumas vezes quando ela vai tomar sua vez, e ela
continua me dizendo, “em breve.”.

Nós três decidimos que ninguém iria fazer uma reserva até que
tivéssemos a nossa vez no palco de Charming, para se livrar de
qualquer insegurança que poderíamos ter e para conseguir a prática lá
antes de fazer nossa própria festa. Eu atualizei o site ontem colocando
“Disponível agora!” Acima da minha foto, e “Em breve!” Sob as duas
Ariel e Belle. Não é como se Ariel tivesse inseguranças, nem deve ser
porque, bom senhor, seu corpo é insano. Mas ainda é uma regra que
fizemos, e estamos nos apegando a isso. Eu pensei com certeza que ela
teria saltado na chance de chegar lá logo depois que eu fiz isso, mas
sem sorte. Mesmo assim, eu tento mais uma vez.

“Então, você quer que eu fale com a PJ e que ele te coloque na


agenda?” Pergunto suavemente enquanto ela continua respondendo e-
mails e não me olha.

“Não. Eu estou bem.”

Com um suspiro, retiro um banquinho e sento-me ao lado dela.

“O que está errado?”

“Nada está errado. Estou ocupada. Seu urso quente e sexy nos
ajudou muito, e eu preciso passar por esses e-mails.” Ela explica, mas
eu sei que ela está mentindo.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Ariel”

“Uugghhh, você é irritante.” Ela me corta com um golpe,


fechando o laptop e ainda olhando para cima se recusando a olhar para
mim. “Eu tive que vender um armário inteiro de minhas antiguidades
esta semana para pagar minha hipoteca. Eu sei, é estúpido e são só
coisas, mas isso me irrita. E não se atreva a sentir pena de mim. Todos
nós temos problemas. No momento, penso que é melhor eu ficar em
segundo plano, então meu mau humor não se transfere para os clientes
e os assusta. Concentre a sua energia em conseguir que a pequena rata
de biblioteca aqui saia de sua concha. Impedir que a biblioteca da
cidade feche e tirá-la do porão do papai é muito mais importante do
que um monte de lixo antigo. A operação Belle livre do porão está agora
em pleno vigor.”

Nós duas olhamos para Belle para encontrá-la batendo


nervosamente o final de seu lápis contra o balcão.

“Você sabia que os cangurus fêmeas têm três vaginas? E os


romanos costumavam limpar e branquear os dentes com urina? Além
disso, o botão do Facebook Like foi originalmente planejado para ser
chamado de botão Awesome”, ela caminha sem olhar para cima da
agenda do dia.

“Belle, o que há de errado?” Pergunto imediatamente,


preocupação atando minha voz enquanto ela volta a rabiscar a agenda,
evitando o contato visual.

“Nada está errado. Por que você pensaria que algo está errado?
Estou bem. Tudo está bem.” Ela responde com um sorriso apertado.

Eu me sinto como a pior amiga do mundo. Todo esse tempo eu


tenho reclamado de meus próprios problemas de dinheiro quando Ariel
e Belle estão lutando tanto quanto eu, e até agora, eles não disseram
uma única palavra. Ariel realmente não fala sobre o negócio de
antiguidades que ela costumava possuir, e sempre parecemos nos
reunir na minha casa, então nunca vi suas coisas, mas sei o quanto é
difícil vender os itens ao seu redor apenas para manter sua cabeça
acima da água. Só posso imaginar quão devastador deve ser para ela,
sabendo que essas coisas eram importantes para ela. Coisas que ela

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
passou anos buscando e coletando. E nem me faça começar com Belle
que aos vinte e cinco anos, ela ainda deixa seu pai cuidar da sua vida.
Ela definitivamente não está bem. Claro, ela ainda está espalhando
fatos aleatórios pra cima de sua cabeça, mas pela primeira vez, eles
não têm absolutamente nada a ver com o que estamos discutindo, que
é uma enorme bandeira vermelha. Ela está distraída e nervosa e
mantendo algo de nós, mas não quero empurrá-la se ela não estiver
pronta para falar sobre isso.

“A boa notícia é que temos negócios chegando agora e tudo ficará


bem para todas nós, muito em breve. Nós vamos fazer uma merda de
dinheiro, e então podemos comprar todas as suas coisas de volta,” eu
digo, apontando para Ariel antes de voltar minha atenção para Belle.
“E encontrar um lugar maravilhoso para você viver ao mesmo tempo
em que salvaremos a biblioteca da cidade. E será perfeito.”

“Você é tão animada e feliz agora que você está tendo sexo
regularmente que está me deixa enjoada. Eu literalmente sinto que vou
vomitar se você não sair daqui. Você não tem um encontro ou algo
assim?” Pergunta Ariel.

Naquele momento, soa a campainha, e uma onda de nervos me


domina.

“Não é um encontro. Ele está me levando para conhecer sua


mãe,” Eu a lembro, pulando do banquinho e passo minhas mãos na
frente do meu vestido.

É outro vestido envelope como o pêssego que PJ gostava muito,


mas este é azul claro e não tem um decote tão baixo. Mostrar um monte
de decote não me pareceu certo para conhecer a mãe de PJ. Além disso,
desde que dancei naquele sutiã e tanga azul claro, PJ me disse que é
sua nova cor favorita para mim.

“Porra, levando você a encontrar mamãe. Então, vocês dois estão


oficialmente firmes agora? Ele lhe deu seu anel de classe? Pediu para
levar seus livros para a aula? Quando é o casamento?” Ariel brinca.

“Nós não vamos ficar firmes e não há casamento. Estamos


apenas . . . levando as coisas devagar. Honestamente, eu nem sei o que
somos. Eu não sei o que estou fazendo, então eu estou o deixando

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
assumir a liderança. Eu não quero apenas assumir que isso é sério só
porque estamos fazendo sexo.”

“Querida, ele está levando você para casa para conhecer sua
mãe. É sério. Ele teve um gosto de sua doce vagina e agora ele está
apaixonado.” Ela ri.

“Cale a boca, ele não está apaixonado. Ninguém está apaixonado.


Não há amor acontecendo, então tire isso dá sua cabeça.” Eu digo a ela
com irritação, nem sei se acredito na palavra que saem da minha boca.

No início, eu era tão superficial quanto todas as outras mulheres


lá fora: fiquei atraída por PJ porque ele era quente. Mas a cada
momento que eu gasto com ele, o sentimento está crescendo
rapidamente em algo mais. Agora, não é apenas pela aparência dele
que eu me sinto atraída, embora essa seja definitivamente uma
vantagem maravilhosa. Estou atraída por sua confiança em mim.
Estou atraída pela maneira como ele me desafia e me empurra para ser
a pessoa que eu quero ser. Estou atraída pela maneira como ele cuida
de mim sem me fazer sentir que é algo que não consigo fazer sozinha,
mas sim algo que ele quer fazer. Desde o primeiro dia em que nos
conhecemos, mesmo que estivesse no processo de desmaiar no
momento e não conseguiria apreciá-lo plenamente, seu instinto natural
era saltar sobre um arbusto maldito para chegar até mim antes que eu
pudesse me machucar. Todos na minha vida antes dele ficariam
parados e me deixariam cair, mas com PJ, algo só me diz que ele
sempre estará lá para me pegar se eu precisar dele.
“Pareço bem?” Pergunto enquanto a campainha toca novamente.

“Você parece adorável.” Belle me diz.

Sua expressão nervosa de momentos atrás foi substituída por


um sorriso sonhador enquanto ela olha para mim, e isso me faz sentir
um pouco menos culpada.

“Você parece bem. Eu transaria com você.” Acrescenta Ariel com


um encolher de ombros. “Não faça de si mesmo uma idiota. E se você
vê algum sinal de que ele é um filhinho da mamãe, não me importo com
o quão bom ele lhe dá o D, corra. Corra para as colinas.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“E qual seria exatamente os sinais de que ele é um filhinho da
mamãe?” Eu pergunto enquanto eu começo a andar até a entrada.

“Eu não sei. Se ele estiver sentado em seu colo e ela ainda o
amamentar. Essas são provavelmente grandes bandeiras vermelhas.”

“Jesus, você precisa parar de ir a encontros do Tinder.” Eu


murmuro enquanto eu me viro e entro no corredor.

“NÃO IMPORTA O QUE DIZ, NÃO ACREDITE QUANDO ELE


DISSER QUE É NORMAL E TODO MUNDO FAZ ISSO!” Ela grita depois
de mim enquanto respiro fundo e abro a porta da frente.

Nunca me acostumarei com a visão desse homem olhando para


mim, como se ele não pudesse conseguir o suficiente de mim. Ele me
olha da cabeça aos pés e então pega minha mão, me puxando
bruscamente contra seu corpo e envolvendo seus braços em volta de
mim.

“Você tinha que usar essa cor, não é? Eu acho que minha mãe
não vai gostar de me ver com uma ereção durante o almoço, ou arrastá-
la para o banheiro para fodê-la no balcão.” Ele me diz antes de
mergulhar a cabeça e me beijar.

“Oh, meu Deus, vocês são tão nojentos.” Diz Anastásia quando
ela desce as escadas. Nós nos separamos, mas PJ ainda mantém um
dos braços embrulhados com segurança em torno da minha cintura.

“Você tem certeza de que não quer vir conosco, querida?” PJ


pergunta. “Minha mãe faz uma torta de maçã boa.”

Meu corpo literalmente derrete contra o dele e eu quero me


beliscar, me perguntando se isso é tudo um sonho. Embora PJ e eu
passemos muito tempo juntos nus na última semana, ele também fez
questão de incluir minha filha nas coisas. Você sabe, quando não
estamos nus. Porque nós três fomos ao cinema, mini golfe e ontem à
noite, todos nós três nos enrolamos no sofá para assistir um filme.

Descobri mais tarde naquela noite, depois que PJ tinha ido para
casa e fui dizer boa noite a Anastásia, que em algum momento durante
a noite, quando me desculpei para ir ao banheiro, ele teve uma
conversa franca com ela, certificando-se de que ela estava bem com ele

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
passar tanto tempo aqui com ela e comigo. Ele assegurou-lhe que faria
tudo o que podia para nunca me machucar ou ela, e que, se alguma
vez precisasse de alguma coisa, não deveria hesitar em falar com ele.

Anastásia tentou jogar, me dizendo que ele era um idiota e que


não podia acreditar que eu gostava de alguém tão estranho, mas não
conseguia esconder a felicidade em seu rosto quando falou sobre ele.
Isso me deixou com tanta raiva que tudo isso é algo que seu pai deveria
estar fazendo. Algo que ele deveria estar fazendo sua vida inteira -
prestando atenção nela e certificando-se de que se sentia segura,
amada e incluída. Mas ele nunca fez. E é a perda dele. E eu sou tão
agradecido que PJ entende o quanto ela é importante para mim.

“Eu tenho um projeto de ciências para amanhã. Posso ir da


próxima vez?” Anastásia pergunta com um olhar esperançoso em seu
rosto.

“Absolutamente. Eu vou verificar com minha mãe e ver se ela


está livre no próximo fim de semana, isso soa bem?” PJ pergunta a ela
enquanto eu pego minha bolsa da mesa lateral perto da porta da frente.

“Isso está bom para mim, mas é melhor vocês dois não se
beijarem o tempo todo, ou vou abrir a porta do carro e pular no meio
do transito.” Murmurou Anastásia, saltando do último degrau e
caminhando pelo corredor até a cozinha.

“Eu acho que ela gosta de mim.” Diz PJ com um sorriso enquanto
caminhamos para fora e nos dirigimos em direção à caminhonete
estacionada na garagem.

“Awww, você é tão fofo. Basta lembrar que no próximo fim de


semana, quando a TPM estiver nesta casa e ela ameaçar cortar suas
bolas.” Eu digo, rindo quando ele abre a porta do carro com um olhar
horrorizado em seu rosto.

“Seria apropriado apenas comprar dez caixas de chocolate, abrir


a porta do quarto, jogá-las e depois fugir gritando? Você não pensaria
menos em mim, não é?” Ele pergunta enquanto eu me posiciono no
banco do passageiro.

“Essa é provavelmente a sua melhor opção.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Excelente. Pararemos em uma loja no caminho de casa.”

Ele se inclina para a porta aberta e me dá um beijinho rápido na


bochecha antes de fechá-la, e eu o observo pelo para-brisa enquanto
ele dá a volta no carro para seu lado.

Não há como estar apaixonada por ele ou ele está apaixonado


por mim. É muito cedo. É insano até considerar essa ideia. Mas quando
penso em como ele é com Anastásia e como ele é comigo, eu sei que é
muito mais do que a luxúria. Um homem que acredita em você e a
incentiva a seguir seus sonhos, que apoia todas as decisões que você
toma e deixa você ser quem quer ser é um homem que nunca deve
deixar ir.

Depois que PJ entra na caminhonete e a liga, ele imediatamente


alcança minha mão e entrelaça nossos dedos em cima de sua coxa
enquanto ele se afasta da garagem.

Eu aperto sua mão enquanto encaro seu perfil, esperando que


eu possa segurá-lo suficientemente forte.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 26:
Falando de Sexo...

O almoço com a mãe de PJ foi incrível.

Assim que chegamos à casa dela e ela abriu a porta, eu sabia


que eu não tinha absolutamente nenhuma razão para me sentir
nervosa. Considerando que ela me puxou direta para um abraço e as
primeiras palavras que saíram de sua boca foram para me dizer que
podia sentir que eu tinha peitos bonitos e alegres, claramente eu não
tinha nenhuma razão para me preocupar que pudesse dizer ou fazer
qualquer coisa para me envergonhar.

Pobre PJ só tentava fazer com que ela baixasse o som todo o


tempo que comíamos a mais deliciosa lasanha caseira que eu já provei,
seguida por torta de maçã quente que era fora deste mundo. Mas ela
não comeu nada disso, falou uma e outra vez para ele parar de lhe dizer
o que fazer.

Sim, eu já estou quase apaixonada por Luanne Charming.

“Então, naquele momento, eu senti que não tinha mais nada a


perder. Subi no palco, abanei as minhas maminhas e fiz mais dinheiro
do que eu já vi na minha vida”, Luanne diz com uma risada,
terminando a sua história de como ela ficou grávida com PJ em seu
último ano do ensino médio e o que ela fez depois que seus pais a
chutaram para fora, enquanto PJ se move ao redor da mesa e limpa os
nossos pratos.

“Bem, mesmo que eu saiba que não deve ter sido fácil, você fez
um trabalho maravilhoso criando o seu filho.” Eu sorrio para ela

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
enquanto PJ faz uma pausa junto à minha cadeira, se inclina e coloca
um beijo no topo da minha cabeça.

“E você tem feito um trabalho maravilhoso com este novo negócio


de vocês. PJ me contou tudo sobre ele, e eu fui ver o seu site na noite
passada. Eu digo-lhe, se eu ainda estivesse no meu apogeu, iria pedir
a você um trabalho. Eu trabalhei em alguns lugares terríveis, mas o
senhor tenha piedade, mas era uma excitação tão grande tirar a roupa
e dançar para as pessoas,” a mãe de PJ diz com um suspiro.

“E eu a contrataria em um minuto. Eu tenho que dizer, você


parece muito bem, Ms. Charming.”

Desde que ela abriu a porta eu queria perguntar-lhe qual era o


seu segredo. Fiz as contas na minha cabeça e soube que ela tinha
cinquenta e três, mas ela honestamente não parecia ter mais do que
quarenta anos. A sua pele era perfeita, os seus cabelos negros da
mesma cor que PJ, estão cortados em um bob invertido sem uma única
sugestão de cabelo grisalho nele, e a sua silhueta é algo que desejo ter
quando chegar à sua idade. Ela tem uma cintura fina, curvas que eu
mataria para ter, e pernas que se prolongam por dias.

“Oh, pare com esse absurdo de Ms. Charming”, diz ela com um
aceno de sua mão. “É Luanne. Ou, eu não sei, mãe está bem. Eu
sempre quis ter uma filha.”

Ela dá PJ um olhar aguçado e ele ri.

“Mãe”, ele adverte suavemente e o seu sorriso ilumina a maneira


como ele fala.

“Ele nunca trouxe uma mulher para casa para me conhecer”,


Luanne me informa enquanto PJ coloca a pilha de pratos sujos em uma
extremidade da mesa antes de voltar a tomar o seu lugar ao meu lado,
apoiando o braço na parte de trás da minha cadeira. “Nunca tive
nenhum relacionamento sério, pois estive muito ocupado salvando o
mundo, uma mãe solteira stripper de cada vez.”

Olho para PJ para confirmação, acho muito difícil acreditar que


aos trinta e cinco anos, ele nunca esteve em um relacionamento sério
ou apresentado uma mulher para sua mãe.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Ele dá de ombros, tira a mão das minhas costas e esfrega-a
lentamente para cima e para baixo na minha espinha.

“Ela fala a verdade. Nunca conheci ninguém que valesse a pena


trazer para casa. Além disso, nunca conheci ninguém que seria forte o
suficiente para lidar com ela e sua boca.”

Quando Luanne pega uma luva de forno da mesa e atira nele, eu


faço tudo que posso para manter a calma e não quebrar chorando na
mesa.

Ele acha que eu valho a pena.

“Acho que vocês dois teriam os mais belos bebês”, Luanne diz
com um suspiro, o meu olhar imediatamente deixa PJ e olho para ela
com espanto. “Eu espero que vocês estejam tendo muito sexo. Vocês
são jovens. Vocês são atraentes. Vocês nem deveria estar aqui agora,
para dizer a verdade. Vocês deviam estar em casa, transando como
coelhos “.

“Jesus, mãe”, resmunga PJ e cobre os olhos com as mãos. “Agora


você vê porque eu nunca trouxe ninguém a casa.”

“Falando de sexo…”

“Eu prefiro que você não o faça”, PJ diz, cortando-a com um


gemido. Mas Luanne continua como se nem sequer o tivesse ouvido.

“Quando é que se tornou está loucura, vaginas cobertas de


brilhantes, algemas, chicotes-e-correntes, evento esportivo com velas
de cera quente? O que aconteceu com uma boa transa à moda antiga?”,
Ela pergunta.

“Eu não quero nem saber como você sabe o que é uma vagina
coberta de brilhantes”, murmura PJ sob a sua respiração.

“Eu conheci estas senhoras encantadoras, Bev e Bobbie, no


bingo drag-queen na outra noite, e elas me ensinaram uma coisa ou
duas. É fascinante as coisas que as pessoas fazem no quarto agora.
Você já ouviu falar de um balanço de sexo?” Pergunta Luanne.

“Ok, eu acredito que é a nossa deixa para sair,” PJ de repente


diz, pega a minha mão e me puxa para que me levante.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Você é como uma matança do zumbido de sexo”, Luanne diz-lhe
quando ela nos encaminha até a porta.

Ela dá a cada um de nós um abraço e um beijo na bochecha, e


quando nós saímos para a sua varanda, faço uma pausa e volto a olhar
para ela.

“Luanne, o que significa PJ?”

Ela abre a boca para responder, mas os ombros PJ batem em


mim quando ele agarra a maçaneta da porta de sua mão.

“Mamãe amo você, adeus”, diz ele em uma corrida antes de


fechar a porta, em seguida, gira e dá-me um sorriso insolente.

“Isso foi muito rude. Ela estava prestes a me dizer o seu nome.”

Ele entrelaça os dedos nos meus e me puxa para baixo nas


escadas.

“O meu nome é PJ.”

“Você é tão irritante,” eu resmungo quando nós entramos no


carro.

A viagem de volta para minha casa foi feita em silêncio enquanto


eu olho para fora da janela, lembro tudo o que aconteceu na hora do
almoço.

“Você está bem? A minha mãe não te assustou muito, não é?”,
Pergunta PJ.

Eu nego com a minha cabeça.

“Eu invejo você”, eu sussurro, alguns minutos depois, olhando


para fora da janela para a paisagem que passa. “Eu nunca tive isso
quando crescia.”

“Nunca teve o quê, baby?”, Pergunta ele, coloca a sua mão na


minha coxa e me dá um aperto tranquilizador.

A maneira como ele me chama de baby, a sua voz tão suave e


doce e cheia de preocupação comigo, é algo que eu não sei como lidar.
Ninguém jamais se preocupou comigo antes. Não assim. Não como ele

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
honestamente se preocupa e não diz isso apenas porque tem que dizer.
Isso me faz emocional, e ele está-me a fazer a pensar em coisas em que
eu não pensava há muito tempo.

“Alguém que me amasse incondicionalmente assim. Alguém que


faria o que fosse preciso para se certificar que eu estava feliz e cuidada,
mesmo que isso significasse se despir em alguma boate decadente noite
após noite,” eu digo a ele calmamente, finalmente afasto-me da janela
para olhar para ele enquanto dirige e ele olha para mim a cada poucos
segundos para me verificar enquanto eu falo. “A minha mãe morreu ao
me dar à luz, por isso eu nunca a conheci. Eu vi fotos dela, e o meu pai
sempre falou sobre ela, mas ela era apenas uma ideia. Apenas uma
imagem em uma fotografia com quem eu me parecia, mas eu não sabia
como sua voz ou a sua risada soava. Ele casou de novo quando eu tinha
dez anos e eu pensei, finalmente! Uma mãe. Alguém que vai me ensinar
a cozinhar, levar-me a fazer compras, me mostrar como colocar
maquiagem e fazer todas as coisas femininas que meu pai não podia.
Além disso ela tinha duas filhas que eram alguns anos mais velhas do
que eu, e pensei que tinha ganho o jackpot. Uma mãe e irmãs.”

Faço uma pausa, tento organizar os meus pensamentos,


pergunto por que diabos eu estou a deixar escapar tudo isso para ele.
Vê-lo com sua mãe hoje só me deixou triste. Isso me fez desejar que eu
tivesse o que ele tinha. E isso me fez quer que ele saiba tudo sobre mim,
o bom e o mau. Mesmo que eu realmente queira dizer-lhe tudo isso, eu
não quero ver o olhar em seu rosto enquanto eu o faço, então eu viro
minha cabeça e olho para fora pela janela.

“Elas foram maravilhosas durante os primeiros meses. Todos nós


nos demos muito bem e era como algo saído de um conto de fadas.
Então o meu pai faleceu repentinamente de um ataque cardíaco, e tudo
foi a merda. Eu tornei-me a menina onde usavam o chicote e sua
escrava pessoal, enquanto elas gastavam até ao último centavo das
poupanças de papai e o seu seguro de vida para si mesmas. Tivemos
que vender a nossa casa. Não era uma enorme mansão ou qualquer
coisa, mas era tudo o que eu conhecia. Todas as minhas memórias de
papai estavam ligadas aquela casa, e um dia, ela apenas desapareceu.
Todas as nossas bugigangas, todos os meus brinquedos, todas as
fotografias de meu pai e de minha mãe, desapareceram, e nós quatro

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
ficámos amontoadas em um trailer de dois quartos, um trailer na pior
parte da cidade.”

PJ esfrega a palma da mão suavemente contra a minha coxa, e


eu fecho os olhos e inclino a cabeça para trás contra o encosto de
cabeça.

“Elas não me queriam, e tornaram isso perfeitamente claro todos


os dias da minha vida, mas elas ficaram presas comigo, uma vez que
não tinha qualquer outra família. E a minha madrasta ficou bastante
apegada ao pequeno subsídio que o Estado lhe enviava todos os meses
para continuar a cuidar de mim”, eu digo, lembro-me como que no
minuto em que o dinheiro chegava pelo correio ele seria gasto em algo
estúpido de que nós não tínhamos necessidade, em vez de comida,
água ou eletricidade. “No minuto em que fiz dezoito anos e podia sair
de lá, eu fugi o mais rápido que pude e nunca olhei para trás. Eu
trabalhava em dois empregos só para manter um teto sobre a minha
cabeça em um apartamento minúsculo, de merda, e eu sabia que eu
faria qualquer coisa para ter certeza que eu nunca teria que viver assim
novamente. Então eu conheci Brian um ano depois, e eu fiquei grávida
de Anastásia. E ele me fez tantas promessas. Tantas promessas de que
uma menina do parque de trailers agarrou-se a elas como se fosse o
último copo de água no deserto. Eu só queria alguém que me amasse,
e eu queria segurança, e ele me deu isso. Então eu passei o resto do
nosso casamento me transformando em algo que eu não era apenas
para que o amor e a segurança nunca fossem embora.”

Deixo escapar um enorme suspiro, viro a cabeça para olhar para


ele quando chegámos à minha entrada e ele estaciona a caminhonete
com o motor ainda ligado.

Inclina-se em seu assento, passa a mão no cabelo da minha testa


e pressiona os seus lábios contra ela, mantendo-os lá por alguns
segundos antes de colocar a cabeça para baixo e pressionar a testa
contra a minha.

“Eu nunca quero que Anastásia pense que ela tem que confiar
em alguém para sua felicidade, ou tenha medo de ser quem ela quer
ser. Eu quero que ela aprenda a ser forte e independente e a fazer algo
de si mesma sozinha, nunca mude apenas para encaixar na ideia ou

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
visão de outra pessoa do que é uma esposa ou uma mulher, ou como
elas devem agir,” Eu explico-lhe. “Eu sei que nem todo mundo vai se
orgulhar do Naughty Princess Club, mas eu estou, e eu sei que minha
filha vai se orgulhar, e isso é tudo que importa.”

PJ puxa a cabeça para trás e pressiona uma de suas mãos ao


lado do meu rosto.

“Você me surpreende”, ele sussurra. “A cada dia, a cada minuto


que eu passo com você, eu vejo você fazer exatamente o que você se
propôs a fazer, tão forte e confiante e segura de si mesmo, e espanta-
me. Anastásia vai crescer e se tornar uma jovem notável porque você
já mostrou a ela o que, uma mulher independente e incrivelmente feroz
parece, e você é uma mãe maravilhosa.”

Eu envolvo os meus braços em volta dos ombros de PJ e ele


abraça a minha cintura, e puxa-nos para mais perto um do outro
quando viro a minha cabeça e descanso a minha bochecha em seu
ombro.

“Obrigado”, eu digo-lhe suavemente quando olho para fora da


janela do lado do motorista e vejo Anastásia e Ariel correndo para fora
da casa.

Saio dos braços de PJ e aponto para as duas rindo enquanto elas


correm pelo pátio. PJ aperta o botão para baixar a sua janela assim
que estão a chegar ao lado do carro.

“Então, mamãe, Ariel me ensinou alguns passos de dança


maravilhosos enquanto você estava fora. Quando posso aderir ao
negócio de família?”, Pergunta Anastásia.

“Ariel!” Eu grito, o que faz ela encolher de ombros.

“O quê? Ela queria aprender a dançar como uma stripper, então


eu mostrei-lhe como dançar como uma stripper. Está bem. Eu não
deixei tirar quaisquer roupas. Ela é menor de idade, e eu não sou um
monstro ou qualquer coisa”, responde Ariel.

“Não há mais aulas de stripper com a minha filha,” eu repreendo-


a.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Acalme-se, mamãe. Quando você bater as botas, alguém vai
precisar lidar com as coisas por aqui”, diz Anastásia.

“Talvez eu devesse ter esperado e contar-lhe sobre o Naughty


Princess Club quando ela fosse mais velha. Talvez quando tivesse
trinta. Ou nunca”, eu sussurro a PJ.

“Sério, você não tem nada com que se preocupar. A sua filha tem
o ritmo de um bebê bêbado de metanfetamina. É difícil de assistir ela
dançar.” Ariel faz uma careta, o que a faz ganhar um tapa no braço de
minha filha.

PJ e eu vemos as duas brigar enquanto caminham de volta para


a casa, e nós dois saímos do carro e seguimos atrás delas.

“O que foi que você disse sobre eu ser uma mãe maravilhosa?”,
Pergunto, com um suspiro quando ele envolve o seu braço em torno
dos meus ombros.

“Eh, tudo vai ficar bem. Nós só vamos dar-lhe um pouco de


chocolate e ela vai esquecer tudo isso.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 27:
Árvore Ficus Humana

Gire os seus quadris. Faça contato visual com os homens em toda


a sala que estão assistindo. Sensualmente deslize as mãos sobre os
seus seios. Curve-se e vire-se delicada e lenta.

“Oh meu Deus, os seus sapatos são tão bonitos!”

A minha conversa de vitalidade mental é interrompida quando


eu me inclino para a frente e os meus olhos travam nos saltos pretos
adoráveis que se enlaçam até ao meio das pernas de Staci, a mulher
em cujo estou atualmente estou sentada.

Com as suas mãos sobre os meus quadris, de costas para ela e


eu estou inclinada, tão inclinada sobre as suas pernas neste momento
que os meus seios pressionam contra os seus joelhos.

“Obrigado! Eu comprei-os na Rack Room. Cinquenta por cento


de desconto.”

Eu me levanto e inclino para trás contra o seu peito quando ela


chuta uma de suas pernas para fora na frente de nós, trazendo a perna
entre os joelhos, torcendo e virando o pé para que eu possa dar uma
melhor olhada para os seus sapatos assassinos.

“Será que tem vermelho? Eu tenho esse sutiã vermelho adorável


com ligas correspondentes e que ficariam muito bem com eles.”

Alguém limpa a garganta do outro lado do quarto e eu olho para


encontrar PJ pé no canto com os braços cruzados na frente dele e sua
sobrancelha levantada.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Eu pensei que eu ficaria nervosa como o inferno por dançar na
minha primeira festa oficial no Naughty Princess Club neste fim de
semana, mas logo que eu entrei pela porta e vi que era uma despedida
de solteiro/solteira de um casal, todos os meus nervos desapareceram
em um instante. Ajudou ter outras mulheres aqui. Irmãs em
solidariedade e toda essa merda. Também não doeu que PJ decidiu vir
comigo e atuar como meu guarda-costas. Foi uma das regras que ele
impôs quando estava nos ajudando com os termos e condições em
nosso site. Eu ainda não deixo que ele me diga o que fazer, mas quando
me explicou que uma mulher bonita, sexy numa casa cheia de
estranhos, provavelmente bêbados, sozinha era uma questão de
segurança, entendi qual era o seu ponto. Até que nós consigamos fazer
dinheiro suficiente para contratar alguém, PJ vai me acompanhar, se
escondendo no canto como ele está agora.

Honestamente, os únicos nervos eu tive aqui hoje estavam


centrados em entrar nesta casa e descobrir se alguém que conhecia era
um dos convidados. O que eu faria se eu entrasse aqui e um dos
professores de Anastásia estivesse sentado no sofá, batendo em seu
colo para me sentar sobre ele? Será que ele esperava que eu dançasse
um pouco para ele na próxima reunião de pais / professores para dar
um B a Anastásia em matemática ou até um A? E se o educado,
carregador de mercearias, de fala mansa de dezoito anos, e me chama
de senhora abrir a porta quando tocar a campainha, e da próxima vez
que eu estiver na sua fila do caixa de supermercado, ele me dará um
olhar compreensivo e uma piscadela quando eu comprar pepinos? Quer
dizer, eu realmente não uso pepinos, ou qualquer adereço, de verdade,
em minhas danças, mas ainda assim. É o princípio da coisa.

Felizmente, a casa de estilo fazenda localizada a dois municípios


de onde eu vivo está cheia com nada além de estranhos. O padrinho e
a dama de honra, que são casados e felizes, me acolheram em sua casa
e imediatamente me ofereceram algo para beber. Eu avidamente
aceitei, dois shots de vodka e engoli-os como uma campeã. Não me
julgue. Eu sou a dona desta empresa e se eu quiser beber no trabalho,
bebo no trabalho.

A sala está cheia com pessoas da festa de casamento, seis


homens e seis mulheres, incluindo a noiva e o noivo. Assim que entrei,

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
todos se apresentaram, disseram piadas, me contaram um pouco uns
sobre os outros, e me fizeram sentir em casa. Depois de mais um shot
rápido de vodka (a sério, quem inventou vodka com sabor de baunilha
devia ter um feriado nacional em homenagem a ele), coloco o meu
Bluetooth ao sistema de som do dono da casa e procuro a lista de
reprodução que eu tinha preparado para esta festa. Tudo bem- fui
supervisionada por Ariel, e, felizmente, ela só teve que vetar três das
minhas escolhas.

Assim que a primeira música começou a tocar, que é a mesma


que tocou no Charming na tarde em que PJ me deu o meu primeiro
orgasmo em dez milhões de anos, eu deixei a música assumir e eu
comecei a trabalhar. Era emocionante e poderosa, e eu não vou mentir:
eu estava incrivelmente ligada a cada peça de roupa tirava. Os meu
olhar ia para PJ a cada dois segundos enquanto dançava, e,
eventualmente, eu fiquei só com meu sutiã branco de renda com
pequenos laços rosa que ligavam as tiras ao bojo, e uma calcinha
branca de renda com fitas cor-de-rosa que atavam de lado no meu
quadril.

PJ suavemente limpa a garganta novamente e eu percebo a


futura noiva ainda está a falar sobre onde ela comprou os sapatos
enquanto eu permaneço imóvel em seu colo.

Ele me dá um pequeno sorriso de seu canto escuro do quarto


quando eu rolo os meus olhos para ele e volto a mover o meu corpo.

“O seu marido é quente”, Staci sussurra enquanto eu movo em


seu colo, esfregando as minhas costas contra o seu peito enquanto eu
levo o meu braço para cima e suavemente arremesso-o de volta para
trás de sua cabeça.

Corro os meus dedos pelo seu cabelo enquanto continuo a me


movimentar, dando uma piscadela a PJ quando ele muda de um pé
para o outro e sutilmente ajusta-se em suas calças.

“Ele não é meu marido. Estou apenas usando-o para o sexo.”

Sinto a risada estrondosa de Staci através de seu peito


pressionado contra minhas costas.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Melhor ainda.”

A canção chega ao fim, e eu deslizo lentamente para fora de seu


colo, viro-me e sorri-o para ela quando todos os outros na sala
começam a bater palmas e a assobiar, o que segue uma discussão
lúdica sobre quem é o próximo.

“Obrigado por fazer a minha primeira dança de colo oficial não


tão dolorosa como eu pensei que seria,” eu digo a ela.

Ela se levanta da cadeira para no meio da sala, e ambas nos


voltamos e olhamos para o seu futuro marido, que não tirou os olhos
de cima dela o tempo todo em que eu dançava em seu colo.

“Obrigado por dar a Todd um excelente material de masturbação


para as noites em que estarei muito cansada ou com dor de cabeça.”

Nós duas rimos quando eu aponto para a minha próxima vítima


e espero que ele se sente na cadeira que Staci tinha acabado de
desocupar.

Durante a hora seguinte eu faço o meu trabalho, dou a cada


membro da festa de despedida de solteira danças de colo estelares, se
eu me posso dizê-lo. Depois de colocar as minhas roupas de volta na
meia-luz da sala, recolho um maço de dinheiro e uma enorme gorjeta
do padrinho, desejo à noiva e ao noivo a melhor sorte, saio com PJ pela
porta para o ar fresco da noite.

Ele não diz nada a ninguém quando dissemos adeus, apenas dá-
lhes um aceno antes de me escoltar para fora. Ele não diz uma palavra
quando caminhamos até à caminhonete, e ele ainda não diz nada
quando ele segura a porta da caminhonete para mim, espera que eu
me instale no meu lugar antes de fechar a porta.

Eu não estava nervosa ao tirar a roupa na frente dessas pessoas


e fazer danças de colo, mas agora que estou completamente vestida e
PJ está calado, eu sinto que tenho vontade de vomitar quando o vejo
caminhar ao redor da frente da caminhonete e entrar se colocando ao
volante, bate à porta que se fecha atrás dele com tanta força que a
caminhonete balança.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Ele está zangado por eu realmente ter gostado de fazer essas
danças de colo? Não é que qualquer um naquela sala me tenha
excitado. Eu estava excitada por PJ me ver e pensar sobre as vezes em
que estive em seu colo. Ele está com ciúmes? Não é como se estivesse
dando aos clientes o mesmo tipo de danças que eu dei a ele. Mas eu
ainda estou no colo deles, balanço a bunda, empurro os meus seios em
seu rosto, e tudo o mais que faz parte do trabalho.

E uma vez que ele nos ajudou a implementar a nossas regras e


regulamentos, que incluem não tocar as dançarinas, não é como se
alguém tivesse as suas mãos em mim. Bem, além das mulheres. Não
liguei para regra com elas, porque, bem, elas são mulheres. Eu não me
sinto atraída por elas dessa forma, então não é como isso fosse um
problema. E realmente, elas só agarraram os meus quadris de vez em
quando, não é como se elas esfregassem as mãos por cima de mim. Eu
sabia que poderia acabar por ser uma má ideia ele vir comigo e atuar
como meu guarda-costas. Uma coisa é saber que a mulher com quem
você está dormindo dançando para outras pessoas. É todo um outro
pesadelo quando você tem que testemunhar isso, ser forçado a ficar no
canto e não dizer ou fazer nada a menos que você tenha que intervir
porque alguém fica fora de controlo.

“Você está zangado?”

No interior escuro da caminhonete, com apenas as luzes do


painel brilhando no rosto de PJ, eu assisto a um tique em sua
mandíbula antes que ele olhe para mim e finalmente fale.

“Não.”

Ótimo. A resposta de uma palavra. Que “não” grita chateado


como o inferno de todo.

“Por que você acha que eu estou zangado?”

Quero gritar, “Porque a sua voz está toda baixa e áspera, e mesmo
que apenas o som disso me ligue e me faça querer montar você, eu não
sou uma idiota, e você está definitivamente bravo com o que acaba de
testemunhar, e como você se atreve a ficar louco quando você sabia
para o que estava indo, seu homem irritante!”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Felizmente, eu não grito isso. Eu tomo um bom fôlego, calmante
e falo como uma adulta racional.

“Porque havia uma veia estourando em sua testa toda a noite


que eu pensei que iria matar a sério as minhas chances de conseguir
uma gorjeta se ela explodisse. A remoção de manchas de sangue das
paredes e do tapete é muito caro, pelo que ouvi.”

Eu assisto as suas mãos apertarem e afrouxarem em torno do


volante algumas vezes antes de uma dessas mãos de repente larga-lo e
envolver a parte de trás do meu pescoço e me puxar para ele.

Os nossos lábios colidem e a minha boca se abre imediatamente


para ele. Deixo escapar um gemido quando a sua língua gira em torno
da minha, levo as minhas mãos entre nós para agarrar a frente de sua
camisa enquanto o puxo para mais perto. Ele aprofunda o beijo, e eu
esqueço que ele estava louco, que está louco e apenas desfruto este
momento, o gosto dele, o calor de seu corpo, a maneira como a mão na
parte de trás do meu pescoço pega um punhado de cabelo e mantém a
cabeça no lugar para que ele possa-me devorar. Bem quando eu estou
pronta para empurrá-lo para trás para que possa subir em seu colo,
sem me importar que ainda estamos na garagem da casa do meu
primeiro cliente pagante, ele termina o beijo com algumas suaves,
bicadas contra os meus lábios inchados, afasta a sua cabeça para trás
para olhar nos meus olhos.

“Eu não estou zangado. Estou sexualmente frustrado depois de


ter que ficar no canto da sala e fingir ser uma árvore ficus enquanto
assistia você tirar a roupa e dançar como uma deusa do caralho. Eu
definitivamente não estou zangado. Estou orgulhoso de você. E com
tesão. Mas, principalmente, orgulhoso.”

Eu sorrio para ele, deslizo a minha mão em seu peito, sobre o


seu tórax, e descanso a palma da minha mão sobre a prova
impressionante de sua tesão lutando contra o zíper de sua calça jeans.

“Você promete que não está nem um pouco zangado porque eu


dancei no colo de outros homens esta noite?”, Eu sussurro, pressiono
a minha mão com mais força contra ele e sorrio quando ele solta um
gemido.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Querida, este é o seu trabalho. Eu não estou zangado. E, além
disso, enquanto eu ficar ali no canto da sala, sabendo que aqueles
homens e mulheres vão fantasiar sobre o que você fez para eles pelas
próximas semanas, eu sei que você vai para casa comigo no final da
noite.”

E assim, eu derreto em uma poça de gosma no banco do


passageiro.

“Então, vamos dar o fora daqui para que eu possa recompensar


a minha árvore ficus humana com um pouco de Fuckus3.”

A risada de PJ enche a cabine da caminhonete quando ele liga o


motor e sai da garagem, agarra a minha mão e entrelaça os seus dedos
com os meus enquanto fazemos o caminho de volta para minha casa.

Sério, como é que eu tive tanta sorte de encontrar um cara como


este?

3
Fuck+Ficus, junção das duas palavras foda+ficus.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 28:
Eu mais do que gosto de você
Eu não posso acreditar que esta é a minha vida agora.

Já se passaram três semanas desde o meu primeiro trabalho


como stripper, e já fiz com sucesso mais de dez festas, desde então,
sempre recompensando PJ quando chegamos em casa todas as noites
por ser o melhor guarda-costas e ficus humana. Cada semana com ele
é melhor do que a última. Fiel à sua palavra, ele certificou-se que
Anastásia viesse com a gente a casa de sua mãe, na próxima vez que
fomos fazer uma visita, e eu praticamente tive que arrastá-la e Luanne
para longe uma da outra, quando era hora de ir, elas se deram muito
bem. Desde então, Luanne parou por várias vezes para levar Anastásia
a fazer compras e para passar o dia com ela, dando a PJ e a mim algum
tempo sozinhos. E deu à minha menina um gostinho do que é ter uma
avó amorosa e carinhosa em sua vida.

Surpreendentemente, eu não ouvi outra palavra dos pais de


Brian desde aquele dia no shopping, quando eu encontrei Cláudia. Não
é como se eu esperasse que ela se sentisse culpada com a conversa que
tive sobre o bem-estar de sua neta e que de repente ela aparecesse aqui
para vê-la, mas eu também não recebi qualquer telefonema ameaçador
de Vincent sobre o seu estúpido dinheiro. É uma boa mudança não
sentir um suor frio cada vez que o meu celular toca. Não só as
chamadas de Vincent pararam, mas tambémas dos cobradores, desde
que o Naughty Princess Club tem feito um lucro muito bom.

PJ continua a cavar seu caminho para o meu coração com a


maneira como ele trata Anastásia, bem como, os dois se entendendo
como se se conhecessem desde sempre, muitas vezes, conspirando
contra mim, mas eu não me importo. Eu nunca poderia me importar
quando eu vejo a felicidade no rosto de minha filha, e eu
definitivamente não me importa quando foi PJ quem a convenceu a
parar de usar tanta roupa preta o tempo todo.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Contudo, eu ainda não sei o que somos. Será que somos
namorado e namorada? Somos sérios? Será que somos mesmo
exclusivos? Não é que vá sair e testar as águas agora que eu aprendi a
nadar de novo, mas e se ele está? Estas são coisas que provavelmente
deveriam ter sido discutidas neste ponto, mas eu não sei como fazer
sem parecer como uma mulher insegura, carente.

“Estou indo rápido demais?”

O som da voz de PJ tira-me dos meus pensamentos, e eu percebo


que provavelmente devo estar prestando atenção nele agora em vez de
deixar a minha mente vagar. E, em seguida, ocorre-me o que ele pediu
e um arrepio de excitação passa por mim.

“Estou tão feliz que você disse algo! Eu não tinha certeza se isso
é algo de que as pessoas costumam falar ou se você não estava dizendo
nada, porque você não se sente da mesma maneira, mas eu realmente
gosto de você, e eu gosto do que estamos fazendo, e talvez seja muito
rápido para outras pessoas, mas para mim parece bem, sabe?” Eu
divago e olho para ele com expectativa.

“Jesus, você é adorável”, ri PJ. “Eu estava realmente me referindo


ao meu pau em movimento dentro de você, mas se você prefere falar
sobre os nossos sentimentos, eu estou bem com isso também.
Contanto que eu possa manter o meu pau onde está. Ele é muito
quente e aconchegado.”

Sério, Cindy, coloque a sua cabeça no lugar. Está nesse momento


em sua cama a tentar montar um homem doce, maravilhoso e quente...
e você está estragando as coisas.

“Eu sou uma idiota,” murmuro enquanto tento sair de cima dele.

PJ agarra rapidamente os meus quadris e me mantém bem onde


estou. Ele empurra para cima, enterrando-se mais profundo dentro de
mim, e nós dois soltamos gemidos suaves quando eu me inclino para a
frente e descanso as mãos em seu peito.

Tivemos a nossa primeira festa do pijama na noite passada, uma


vez que Anastásia ficou na casa de um amigo, e assim que eu abri meus
olhos e senti PJ enrolado atrás de mim firmemente abraçado e a sua

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
ereção da manhã pressionada contra a minha bunda, eu não pude
deixar de rolar e subir em cima dele.

“Você não é uma idiota. E eu estou na mesma página que você.


Eu realmente gosto de você também. Eu mais do que gosto de você,
mas eu não acho que você está pronta para isso ainda, então vamos
fingir que eu não disse isso.”

Movo as minhas mãos para descansar no travesseiro uma de


cada lado de sua cabeça, mergulho a minha cabeça e pressiono os
meus lábios nos dele. Quando me afasto um pouco para trás, vejo-o
sorrindo para mim.

“Pra mim parece bem também. Parece perfeito”, ele sussurra,


com as mãos movendo-se de meus quadris para agarrar minha bunda
e me balança contra ele.

“Você está falando sobre o seu pau de novo?” Eu rio enquanto


giro os meus quadris e sinto-o inchar dentro de mim.

“Eu não sei, me diga você.”

Levanto a metade inferior do meu corpo um pouco e deixo cair


rapidamente sobre ele asperamente. Ele é tão grande e farto, e mal
posso acreditar o quão bom tudo parece por estar no topo, atinjo um
ponto que eu nem sabia que existia e que envia arrepios pela minha
espinha em cada movimento que eu faço em cima dele.

“Oh sim. Definitivamente perfeito”, digo-lhe, ofegante quando ele


empurra os seus quadris para me encontrar de novo, enterrando-se
mais fundo quando ele deixa a sua bunda suspensa em cima da cama,
e eu moo contra ele. “Estou fazendo isso direito? Eu nunca estive por
cima antes.”

A sua bunda de repente cai de volta para a cama e olhoo para


seu rosto para ver a sua boca aberta em estado de choque. Eu
realmente deveria aprender a parar de falar tanto quando estamos
fazendo sexo. PJ e eu tivemos relações sexuais em todas as superfícies
disponíveis nesta casa, em cada gloriosa posição de entorpecimento
mental, exceto esta. Esta é a primeira vez em que estou no controle, e

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
mesmo que as sensações sejam melhores para mim nesta posição do
que qualquer outra, eu ainda estou preocupada em agradá-lo.

“Diga alguma coisa”, eu sussurro, empurro o travesseiro e sento


na posição vertical sobre o seu colo, as minhas mãos deslizam pelo seu
peito nu para descansarem em seu estômago.

“Desculpe, eu só estou tentando encontrar a maneira mais


criativa e dolorosa para matar seu ex agora”, murmura PJ com
irritação.

“Podemos não falar sobre ele, enquanto seu pau está dentro de
mim?” Eu suspiro.

“Excelente sugestão,” PJ responde, senta-se até que fiquemos


peito-a-peito e envolve um de seus braços ao meu redor para me
segurar mais firmemente em seu colo enquanto a outra mão envolve a
parte de trás do meu pescoço e ele olha-me nos olhos. “Você não pode
fazer isso errado. É como uma lap dance.”

Agarro os seus ombros, e retomo o movimento, moo contra ele.

“Assim como lap dance, exceto que seu pau está dentro de mim”,
sussurro contra os seus lábios.

Os seus quadris empurram para cima e o seu braço fica mais


apertado em volta da minha cintura.

“Jesus, é tão quente quando você diz merda assim.”

Eu sorrio, silenciosamente agradecendo a Ariel por todo o


treinamento na cozinha para gritar e empurrar tudo para fora da minha
mente, só para ficar o momento onde estou e o que faço nesse
momento.

Aperto os músculos em minhas coxas de cada lado de seus


quadris, puxo o meu corpo pelo comprimento dele e voto a empurrar
asperamente para baixo, nós dois gemendo em uníssono. PJ fecha os
olhos apertados e a sua cabeça cai para trás e murmura uma maldição
em voz baixa enquanto eu rapidamente me movo sobre ele, monto-o e
amo cada minuto do que estou a fazendo com ele.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Eu nunca soube que eu poderia ser tão assertiva na cama,
apenas subindo em cima de um homem e tendo o que eu quero, e é
uma sensação inebriante saber que eu estou a fazendo certo. Ele
obviamente gosta, pela forma como ele está xingando e ofegante e
lutando para se controlar.

Ele larga o meu pescoço e com as duas mãos agarra a minha


bunda novamente, guia os meus movimentos e ajuda-me a deslizar ao
longo do seu comprimento mais rápido e me empurra mais duro
enquanto os seus quadris empurram até me encontrar, até que
estamos ambos ofegantes e xingando.

Assim tal como acontece cada vez que estou com PJ, o meu
orgasmo rapidamente vem ao meu encontro, o pulsar e dor entre as
minhas coxas, me faz mover o meu corpo ainda mais rápido e monto-o
mais duro para alcançar o alívio que preciso.

Movimento os meus quadris com mais força, levo-o mais fundo,


e me seguro no lugar enquanto moo os meus quadris asperamente
contra ele, me inclino, lambo e chupo o lado de seu pescoço enquanto
o pulsar entre as minhas pernas se intensifica.

“É isso aí, baby, deixe-me sentir você.”

As palavras calmas sussurradas por PJ são tudo o que preciso


para ir ao limite. Eu mordo a pele de seu pescoço e grito alto enquanto
os meus quadris saltam contra ele, remexem e empurram quando onda
após onda do gozo mais intenso que já, senti me atravessa.

“Porra, Cin!” PJ grita, os seus quadris empurram duro enquanto


ele continua, seguindo logo atrás de mim e sinto o seu pulsar quando
goza no preservativo que colocou assim que rolei para cima dele.

Ele xinga e geme através de sua libertação, segura-me mais


apertada contra ele, empurra mais algumas vezes com movimentos
curtos, bruscos até que ele finalmente colapsa de volta na cama, leva-
me para baixo com ele até que estou deitada sobre o seu peito, os
nossos corações batendo rapidamente juntos.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Nunca me pergunta de novo se você está fazendo algo bem. Você
faz tudo bem apenas por respirar. E estar nua,” murmura PJ, aperta
os braços em volta de mim em um abraço apertado.

Depois de alguns minutos deitada em cima dele, eu saio e caio


na cama ao lado dele.

“Você não tem uma reunião no clube esta manhã?”, Pergunto


enquanto ele rola para me encarar e descansa a mão no meu quadril.

“Sim, mas eu estou cem por cento certo que eu nunca vou ser
capaz de andar novamente”, ele brinca com um sorriso.

Inclino-me e pressiono um beijo suave em seus lábios antes de


me afastar dando um leve empurrão em seu peito.

“Vá. Vá trabalhar. Apenas volte quando estiver pronto para que


possamos tentar isso de novo”, digo a ele.

Ele balança a cabeça para mim, dando-me um beijo rápido na


testa antes de rolar para longe e fugir para fora da cama. “Você vai-me
matar, sério.”

Eu não posso tirar o sorriso do meu rosto quando o vejo mover-


se ao redor do meu quarto completamente nu. Eu assisto os músculos
de seu traseiro apertar enquanto ele se livra do preservativo e, em
seguida, se curva, apanha a sua calça jeans e veste-as. Eu babo com a
definição em seu peito e barriga enquanto ele veste a sua camiseta e
pisca para mim quando ele me pega admirando-o.

Os meus olhos ainda estão sobre ele, quando ele volta para a
cama e se inclina, pressionando as mãos sobre o colchão ao meu lado
até que o seu rosto está a centímetros do meu.

“Eu quis dizer o que eu disse. Eu mais do que gosto de você”, ele
me diz suavemente, fazendo o meu coração bater mais rápido no meu
peito.

“Eu mais do que gosto de você também,” eu sussurro de volta.

Ele sorri, estica o pescoço para pressionar os seus lábios nos


meus, afastando-se imediatamente, quando eu estava prestes a
arrastá-lo de volta para a cama e dizer-lhe para não ir trabalhar.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Vejo você em poucas horas.”

Com o meu sorriso ainda firme no lugar, eu o vejo sair do quarto,


ouço o som dos seus passos enquanto ele vai para baixo e em seguida
ouço a batida da porta da frente.

O meu coração está tão cheio de felicidade que eu possa ver o


que Ariel quis dizer quando ela disse que eu a estava deixando enjoada.
Estou ficando enjoada de mim mesma.

Dez minutos mais tarde, eu finalmente decido que é hora de sair


da cama e me vestir. Eu coloco uns shorts jeans, com um top de manga
comprida que pende de um ombro. Eu verifico o meu reflexo no espelho,
sorrio novamente quando vejo que meus longos cabelos loiros estão
crespos e selvagens, é o que Ariel chamaria de “cabelo de sexo.”
Saltitando desço as escadas, vou procurar o meu laptop para ver se
recebemos quaisquer novas reservas desde a noite passada. Acho o
meu computador no balcão da cozinha e sinto que os músculos das
minhas bochechas vão explodir de tanto sorrir quando vejo cinco novas
reservas no meu e-mail. Bem quando eu abro o primeiro e começar a
elaborar uma resposta, eu ouço a porta da frente abrir e fechar.

Verifico o relógio do micro-ondas, eu sei que é muito cedo para


Anastásia estar em casa, já que a mãe de sua amiga as ia levar ao
cinema mais tarde esta tarde. Penso que PJ deve ter esquecido alguma
coisa, rapidamente fecho o meu laptop e corro para fora da cozinha.

“Eu sabia que você não poderia ficar fora por muito tempo. Sorte
a sua que eu não coloquei em um sutiã ou cal...”

As minhas palavras são interrompidas assim que chego à porta


da cozinha. O corredor à minha volta parece que está a girando, e eu
tenho que pressionar a mão contra a parede para me impedir de cair.

De pé na porta da frente, verificando o seu reflexo no espelho


pendurado na parede e usando um par de calças cáqui, uma camisa
polo branca e óculos escuros, está única coisa que poderia matar o
sorriso no meu rosto para sempre.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Olá, Cynthia,” Brian me cumprimenta com um sorriso. “O que
no mundo que você está vestindo, e o que há de errado com seu
cabelo?”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 29:
Barões da droga mexicanos

Estou tão chateada agora que poderia cuspir pregos.

Enquanto ando em ziguezague pela varanda da frente, eu quase


desejo que Belle estivesse aqui para me dizer onde esse ditado vem.
Será que antigamente alguém realmente enfiou pregos na boca e
cuspiu contra alguém a quem eles tem raiva? Eu realmente adoraria
abrir a minha boca e deixar uma tonelada de pregos de merda voarem
na cabeça de Brian. Ou em suas bolas. Também desejo que Ariel
estivesse aqui para socá-lo na garganta por toda a merda que ele está
vomitando durante os últimos quinze minutos, desde que recusei a
deixá-lo pisar dentro de casa. Depois que o meu choque de vê-lo
aparecer aqui de repente passou, eu agarrei-o pelo braço e arrastei-o
para a varanda e disse-lhe que era melhor ele começar a falar rápido,
antes que eu chamasse a polícia.

“Então, você vê por que eu preciso de sua ajuda, agora. Por favor,
Cynthia. Eu não sei mais o que fazer.”

Brian finalmente para de falar, inclina-se sobre o banco onde ele


está sentado para descansar os cotovelos sobre os seus joelhos, aperta
as mãos entre eles, e dá-me um olhar suplicante.

Eu paro de andar e inclino o meu quadril contra a grade, cruzo


os braços na minha frente enquanto olho para ele. Quando ele se
sentou, ele deu um tapinha no local ao lado dele no banco, mas eu me
recusei a ficar mais perto dele do que eu tinha que ficar. Além disso,
eu sinto que estou em vantagem, olhando para este completo
desperdício de ar com quem eu ainda não posso acreditar que casei e
passei tantos anos.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Deixe ver se entendi: Você me traiu com a nossa babá, limpou
as nossas contas bancárias e me deixou sem nada, ignorou a sua
própria filha para que pudesse se divertir no México com uma mulher
com quase metade da sua idade, roubou dinheiro da empresa de seus
pais para financiar está excursão, deixou-me sozinha para descobrir
como colar os cacos, para além de ser assediada pelos seus pais
durante os últimos seis meses, porque eles achavam que eu sabia para
onde o seu dinheiro foi, e agora você espera que eu minta por você?
Você está chapado?” Eu grito para ele.

“Cynthia, por favor. Não há nenhuma necessidade de levantar a


sua voz. Honestamente, o que deu em você?” Brian pergunta com um
aceno decepcionado de sua cabeça.

Que atrevimento dele! Que atrevimento. Não posso acreditar que


ele pode sentar ali depois de contar a história mais ridícula do mundo
e ainda ter a coragem de me olhar como se eu fosse o problema.

Os meus braços caem e eu fecho os punhos enquanto olho para


ele, desejo que tire esses óculos ridículos de seu rosto enquanto fala
comigo, para não ter que cortar a mão neles quando socar ele.

Ele deve perceber que estou a dois segundos de esmagar o seu


rosto e rapidamente começa a recuar.

“Olha, sinto muito. Você não tem ideia de como estou


arrependido pelo que fiz a você e a Anastásia passarem. Se pudesse
mudar o que fiz, eu faria. Eu gostaria de nunca ter sucumbido aos
encantos de Brittany. Me fez sentir jovem novamente, e por causa
disso, eu estraguei tudo. Mas estou de volta agora. Estou de volta, e só
quero uma chance de fazer as coisas direito. Mas não posso fazer isso
sem a sua ajuda. Prometo que vou fazer as pazes com você e Anastásia.
Eu nunca me perderei novamente, e vou passar o resto da minha vida
a provar que eu te amo. Tivemos uma vida maravilhosa juntos,
Cynthia. Nós podemos ter isso de novo, mas só se você me ajudar”, ele
implora.

Sinto que estou na Twilight Zone4. Nunca, em um milhão de


anos, esperava que Brian aparecesse na minha porta, estúpido o

4
Além da Imaginação no Brasil.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
suficiente para pensar que eu iria ajudá-lo com qualquer coisa depois
do que ele me fez passar.

“Você disse a seus pais que foi sequestrado, Brian! Você tem
alguma ideia de quão ridículo isso soa?” Eu pergunto e jogo as minhas
mãos para cima em aborrecimento. “Deixe-me repetir está idiotice em
voz alta para que possa ouvir como estúpido isto soa: Você foi
chantageado por barões da droga mexicanos que descobriram o quanto
você valia. Durante meses e meses, eles o obrigaram a roubar o
dinheiro do Castle Creative, ameaçaram matar a sua família se você
não fizesse o que mandaram. Então, quando tentou enfrentá-los com
coragem e se recusou a dar mais dinheiro, eles atacaram você,
drogaram, passaram pela fronteira, e o mantiveram refém pelos últimos
seis meses, até que bravamente conseguiu escapar e voltar para casa
para nós. Será que expliquei direito?”

Brian acena com a cabeça ansiosamente, claramente não ouviu


quão rebuscado e estúpido isso soa.

“Exatamente! Veja, você já sabe a história de cor. Agora, eu só


preciso que confirme tudo isso aos meus pais, e tudo vai ficar bem. Por
favor, eu preciso de você. Se não fizermos isso parecer verdadeiro, eles
vão chamar as autoridades e vou ir para a prisão. Eu não posso ir para
a prisão, Cynthia. Eu nunca vou sobreviver lá! Todas aqueles homens
musculosos, irritados e tatuados. Pode imaginar o que fariam para
alguém como eu?”

Estou tão chocada com tudo o que sai de sua boca que não presto
atenção quando ele se levanta do banco e se dirige a mim. Só percebo
isso quando ele gentilmente envolve as suas mãos em torno de meus
braços e aí finalmente acordo e pulo para longe do seu toque.

“VOCÊ MERECE ESTAR NA PRISÃO DEPOIS DE TUDO O QUE


FEZ! DIVIRTA-SE COM ISSO. NÃO DEIXE CAIR O SABÃO. BOA SORTE
SENDO A CADELA DE ALGUÉM. TALVEZ ALGUMAS TATUAGENS DE
PRISÃO EM SEU ROSTO FAÇAM VOCÊ PARECER MENOS COMO UM
IDIOTA QUE FODEU A SUA FAMÍLIA INTEIRA!” Eu grito para ele, o
meu corpo vibra com raiva.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“O que no mundo que deu em você, Cynthia e de onde vem essa
linguagem imprópria? Essa não é você”, Brian murmura com um aceno
perplexo de sua cabeça.

“Surpresa, Brian! Esta sou eu. Com a porra da linguagem


imprópria e tudo. Pela primeira vez na minha vida, eu sou finalmente
feliz. Mesmo que te odeie com todas as fibras do meu ser, você me fez
um favor. Me fez acordar e perceber que vivia uma mentira. Fez-me
perceber que o que tínhamos era superficial e uma piada. Finalmente
tenho algo real em minha vida. Finalmente tenho alguém que se
importa comigo e não por quem ele pensa que pode fazer parecer
melhor. Você não pode simplesmente aparecer aqui de repente depois
de me apresentar os papéis do divórcio e sair cidade e esperar que eu
largue tudo para ajudá-lo quando você não deu a mínima se sua filha
e eu vivíamos ou morríamos, ou mesmo se tínhamos dinheiro suficiente
para colocar comida em nossas bocas. Caia fora da minha varanda e
fora da minha vista, Brian.”

Quando volto para dentro de casa a sua mão me agarra o braço


novamente o que me faz parar.

“O que quer dizer com que você tem alguém que se importa com
você? Você está realmente namorando alguém? Quem é ele? A nossa
filha o conhece? Eu não posso acreditar que você já me trocou outra
pessoa!”

O choque em sua voz é evidente, e se eu não estivesse tão


habituada ou imune ao seu comportamento disparatado neste
momento, eu podia-me ofender com o fato de que ele parece pensar que
é absurdo eu ser capaz de encontrar alguém.

Ele olha para mim com os olhos arregalados, e tudo o que posso
fazer é balançar a cabeça em quão patético ele é.

“O que faço com minha vida pessoal não é da sua conta,”


informo-o, mais uma vez, puxo o meu braço do seu domínio e coloco
mais distância entre nós.

É ruim o suficiente Anastásia ter um pai apodrecendo na prisão.


Eu não preciso ser presa por ser acusada de agressão e ameaças
físicas.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“No caso de ter esquecido, você é o único que encontrou outra
pessoa em primeiro lugar. Você tem a cara de pau de ficar chateado
comigo porque eu fiz o mesmo. Agora, Caia. Fora. Da. Minha. Varanda.”

“Cynthia, eu sinto muito. Quantas vezes eu tenho que pedir


desculpas antes de me perdoar? Brittany foi um erro. Um erro enorme.
Ela me fez ir para raves. Raves, Cynthia. E ela sempre tinha que
documentar tudo nessa coisa SnapGramInstaWeb5. Sempre me
fazendo tirar selfs e fazer um beicinho ridículo com a minha boca. Tem
alguma ideia de como é desinteressante fazer beicinho?! Ela é muito
jovem para mim. Nem quer sair até que seja meia-noite. É desgastante.
Quero a minha esposa de volta. A minha esposa calma, sensata e
perfeita, que não me embaraça em público”, ele divaga. “Fomos jantar
com Skip Wolfman depois que voltamos para os Estados Unidos na
outra noite. Você se lembra de Skip Wolfman, certo? Ele é o presidente
do clube de campo. De qualquer forma, ela começou a contar-lhe sobre
algo chamado Burning Man6 e como ele devia ir lá com a gente. Eu
pesquisei sobre o Burning Man, Cynthia. Eu estou assustado. Eu
nunca vou sobreviver. Eu terminei tudo com ela, algo que o deveria ter
feito há muito tempo. Por favor, só quero a minha esposa de volta. Eu
só quero que me perdoe. Quero fazer as coisas direito com você e
Anastásia. Sinto falta da minha antiga vida. Sinto falta da minha filha.
Se você não me ajudar, eu nunca vou vê-la novamente.”

Por mais que eu não queira ter nada a ver com este homem
nunca mais, as suas palavras me fazem pensar. Não quero ser a única
responsável por fazer com que Brian saia da vida de Anastásia para
sempre. Era uma coisa quando a decisão pertencia somente a ele, e o
odeio mais do que jamais imaginei poder ser possível por me colocar
nessa posição, mas é uma questão totalmente diferente quando tenho
que pensar no que é melhor para a minha filha, agora que ele voltou.

“Nós nunca, jamais voltaremos a ficar juntos, Brian. Preciso que


entenda isso agora. Quanto à nossa filha, precisa me dar tempo para
pensar sobre isso. Você a machucou. Você não tem ideia de quanto a
machucou, e estou com nojo de mim mesma por dar-lhe um pai que

5
Mídia social.
6
Festival alternativo que acontece nos EUA de arte e cultura onde o seu final culmina na queima de um boneco de
madeira gigante.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
pôde dispensá-la tão facilmente e achar que basta voltar aqui e tudo
ficaria bem. Vá embora. Vá embora e me dê tempo para pensar.”

Ele rapidamente acena com a cabeça e sorri para mim. Lembro-


me de uma época em que seu sorriso me faria feliz, agora ele só me
deixa triste.

“Eu vou dar-lhe todo o tempo do mundo”, ele responde com


entusiasmo. “Bem, pelo menos alguns dias. Tenho certeza de que meus
pais vão querer falar com você em breve e realmente espero que tome
a decisão certa.”

Com essas palavras de despedida irritantes, Brian finalmente me


deixa e desce os degraus. Enquanto o vejo ir, sinto-me mais ou menos
bem sabendo que estou em vantagem. Saber que eu sou a única
responsável pelo destino de Brian, em vez de ser o contrário.

Pena que eu não tenha nenhuma ideia do que diabos fazer com
todo esse poder.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 30:
Princesa Bêbada

“Ele terminou comigo,” Eu choramingo com um lábio trêmulo.

“Ele não terminou com você. Ele está dando-lhe spa... Espa...
Espaço. Puta merda, o que há neste vinho?” Murmura Ariel que segura
a nossa terceira garrafa vazia e olha para ela.

Assim que Brian deixou a minha casa, fui imediatamente para


dentro e liguei para PJ. Ele estava preocupado comigo, e estava no seu
direito. Eu não acho que consegui falar outra coisa além de palavrões
durante todos os dez minutos em que estivemos ao telefone. Nem sei
como ele entendeu o que eu estava dizendo com todas os “foda-se” e
“pedaço de idiota de merda” que voaram da minha boca.

Perguntou-me se estava bem. Ele me disse para ser forte, que


viria aqui logo que tivesse fechado o clube. E quando apareceu durante
a minha hora de necessidade, pensando para trás agora, havia algo que
não estava bem com ele. Tinha certeza que iria amaldiçoar mais alto do
que eu e ameaçar chutar o traseiro de Brian. Quer dizer, não que
precisasse de alguém para lutar as minhas batalhas e ele sabe disso,
mas o gesto teria sido bom. Ele ainda me abraçou e me garantiu que
tudo ficaria bem, mas algo estava diferente no seu comportamento, e
não consegui saber o que. Estava muito chateada e distraída com a
decisão que tinha que fazer para notar isso no momento. Agora que se
passaram três dias, tudo o que posso fazer é repetir cada palavra que
ele disse cada toque que ele me deu.

Eu liguei um milhão de vezes e mandei ainda mais mensagens


depois que me deixou naquela noite. Ele sempre responde, me pergunta
se estou bem, mas é isso. Não aparece, não estende a mão para mim

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
por conta própria, e não sei se devo ficar triste ou completamente
chateada.

Me fez ficar apaixonada por ele, me incentivou a ser forte e


independente. E agora, quando mais precisava dele, ele está mantendo
distância, e está fazendo sentir fraca e necessitada. Eu preciso dele
para me dizer mais uma vez que tudo vai ficar bem. Eu preciso dele
para me tranquilizar que isso não muda nada entre nós. Isso não muda
nada para mim, eu sei disso com certeza. As primeiras palavras que
saíram da boca de Brian fizeram-me querer socá-lo no rosto e, em
seguida, dar um soco na minha cara por pensar já apaixonada por esse
homem.

Ele me faz sentir pequena e inadequada, tudo o que PJ nunca


me fez sentir, até agora.

“Eu não quero ou preciso de espaço. Não entendo. Disse quando


ele estava aqui que apenas a visão de Brian me fez querer vomitar, e
ele sabe que eu o chutei para fora e que está hospedado em um hotel
até que tome uma decisão. Só não entendo por que ele não fala comigo”,
eu reclamo, termino o meu copo de vinho e estendo o copo para Ariel
para derramar mais.

Ariel pega uma nova garrafa que abriu mais cedo e de forma
descuidada enche o meu copo, derramando um pouco de vinho em
minha mão, que eu obviamente lambo quando levo o copo até a boca.

“Não posso acreditar que aquele pedaço de merda só apareceu


aqui do nada esperando que minta por ele. Diga-me ele parecia um
perfeito idiota, todo sujo com as suas roupas em uma bagunça
enrugada e uma careca, com uma grande barriga de cerveja sobre o
cós da calça,” Ariel invoca enquanto começa a balançar de um lado
para o outro no novo sofá da sala, que comprei com o meu dinheiro de
stripper.

É vermelho, brilhante e corajoso e quero dar uns amassos nele,


pois é tão bonito.

Esta noite era para ser uma celebração pois o Naughty Princess
Club está a fazer dinheiro suficiente para eu recuperar o atraso em
minhas contas e comprar um novo sofá, além de ser capaz de dar a

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Ariel e a Belle uma percentagem de nossos ganhos. Mas após o estresse
dos últimos dias, se transformou em uma grande sessão de
reclamação, em vez de celebração.

“Eu realmente amo meu sofá”, medito, esfregando a palma da


mão sobre a camurça suave.

Ariel estala os dedos na frente do meu rosto.

“Foda-se! Quero dizer, foco! Você ia contar como Brian parecia


uma merda.”

“Ele não parecia merda,” eu suspiro. “Ele parecia… como Brian.


Rabujento, chato e julgador. E ele não vai parar de aparecer aqui ou
ligar. Ele quer passar tempo com Anastasia. Na verdade, ele teve a
coragem de me dizer que sentia a falta da filha e queria vê-la. Eu deixei
a decisão para ela, e, claro, ela se recusou a ir a qualquer lugar perto
dele. Queria dar um grande abraço quando ela disse que não queria
nada com ele, mas eu não quero ser uma dessas mães.”

“Uma dessas mães?” Ariel insulta. “Jesus Cristo leve este vinho
para longe de mim!”

Eu pego o copo de sua mão, e coloco-o aos meus pés no tapete,


já que eu ainda não comprei novas mesas.

“Uma. Dessas. Mães?” Ariel tenta novamente, enunciando cada


palavra com cuidado.

“Uma dessas mães que fala mal do seu ex em frente de seus


filhos. Não quero que minha opinião sobre ele influencie a dela,” Eu
explico a ela, jogo a minha cabeça para trás no sofá e fico a olhar para
o teto.

“A sua opinião sobre ele ficou desvirtuada no minuto em que ele


abandonou vocês duas. Nada que você diga vai mudar isso para ela”,
Ariel me tranquiliza.

Isso não acabou com a minha preocupação. Anastasia estava tão


bem, nós estávamos nos dando muito bem, e PJ foi capaz de fazê-la
sair ainda mais fora dessa casca dura de que ela se recolheu quando
Brian nos abandonou. Agora está novamente ventindo toda de preto e

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
fica trancada em seu quarto. Eu odeio Brian por fazer isso com ela.
Odeio por nos deixar em primeiro lugar, e eu odeio por aparecer aqui
assim do nada, esperando que tudo esteja do jeito que ele deixou.

“Eu a vi esta manhã no supermercado quando eu fui comprar


vinho”, murmuro, pensando se o meu teto ficaria bem com uma
camada de tinta vermelha para combinar com o incrível novo sofá.

“Viu quem?” Ariel pergunta, imita a minha pose e descansa a


cabeça no encosto do sofá ao meu lado.

“Brittany”.

Basta dizer o nome dela para ter vontade de jogar o copo de vinho
que ainda tenho em minha mão por toda a sala.

“A babá de vinte e um anos com quem ele fugiu?!”

Eu aceno com a cabeça e toma algumas respirações profundas,


calmantes quando eu penso sobre a nossa conversa e como ela veio
para cima de mim no corredor do vinho, falou comigo como se fôssemos
velhas amigas e não como confiei nela para cuidar da minha filha
durante anos, enquanto ela transava com o meu marido atrás das
minhas costas e, em seguida, fugiu do país com ele.

“Ela tem uns novos seios todos empinados e os lábios têm tanto
colágeno que estava com medo que explodissem na minha cara quando
ela estava falando comigo.”

“Bem, pelo menos agora sabemos para onde foi todo esse
dinheiro que ele roubou de seus pais,” Ariel reflete. “Novos seios e lábios
para a babá.”

Nem percebi que o prazo que Vincent tinha dado para devolver o
dinheiro tinha passado sem eu notar. Eu estava muito ocupada com
PJ e o Naughty Princess Club e a tentar pagar as minhas próprias
contas em atraso para me preocupar com ele e sua raiva mal
direcionada e acusações. E agora que Brian está em casa e lhes disse
essa mentira ridícula sobre ter sido seqüestrado, eles obviamente
tiraram conclusões por conta própria e perceberam que eu não sou
culpada, e é por isso que eu ainda não tenho notícias dele . O que é

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
uma merda pois que mereço a merda de um pedido de desculpas, no
mínimo, de Vicent e Cláudia.

Independentemente, isso também significa que não devo ter


nada para me preocupar. O negócio está bem, eu já não estou afogada
em dívidas, e Brian pode fazer o que diabos quiser, desde que ele me
deixe de fora. Não vou pegar no telefone e ligar para Vicent e Cláudia e
ajudá-lo a fabricar a sua mentira, mas se me perguntarem diretamente,
acho que pode ser uma pessoa melhor e fazer o que puder para ajudá-
lo a reparar o seu relacionamento com Anastasia, contanto que ele
saiba que faço isso por ela e não para salvar a sua bunda de ir parar
na prisão. Não vou impedi-lo de ver a sua filha, mas também não vou
empurrá-lo para ela. Ela tem idade suficiente para tomar suas próprias
decisões sobre se quer dar ou não a seu pai uma segunda chance. Eu
devia estar feliz que mantive minha posição com Brian e só respondo
às suas mensagens de texto quando se refere à nossa filha, mas não
estou. Nada sobre isso me faz feliz, porque PJ não está aqui. E não
entendo o porquê.

“Você deve apenas ir lá e enfrentá-lo”, Ariel diz de repente e ergue


a cabeça do sofá.

“Ao hotel de Brian? Hum, inferno não. O show de merda que


aconteceu na minha varanda é todo o confronto que eu preciso, muito
obrigado.”

“Não esse idiota, o outro imbecil.”

“PJ? Ele não é um idiota. Como você disse, ele está apenas
dando-me espaço,” eu digo a ela.

Eu odeio essa palavra, espaço. Como é que colocar distância


entre você e alguém que diz com que se preocupa ajuda em alguma
coisa? Isso não acontece. Isso só deixa mais espaço para a dúvida e
deixa a imaginação da pessoa correr solta. Sei que se preocupa comigo,
mas talvez tudo isso seja demais para ele. Nunca teve um
relacionamento sério e, de repente, ele está namorando uma mãe
solteira com uma adolescente que é doce, mas também o inferno sobre
rodas, que precisa desesperadamente de uma figura paterna em sua

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
vida. Em seguida, o pedaço de merda de seu ex-marido aparece, e ele
percebe que não pode lidar com isso no topo de tudo o resto.

“O espaço é besteira. Vocês dois precisam de ser uma frente


unida. Sei que você é forte o suficiente para lidar com Brian por si
própria, mas você não deveria. Você encontrou alguém que tem as suas
costas e acredita em você, e ele deve estar ao seu lado, dando apoio
durante esta tempestade de merda”, Ariel diz calorosamente.

Antes que eu possa inventar outra desculpa para PJ estar me


evitando, Ariel se levanta do sofá e agarra o telefone do chão.

“O que você está fazendo?”

“Estou chamando um Uber. Você vai marchar até sua casa, bater
na porta, e dizer para colocar a cabeça para fora de sua bunda”, Ariel
responde, o telefone toca alguns segundos mais tarde. “Feito. O uber
estará aqui em cinco minutos.”

Quero protestar, mas ela está certa. Não sou a mesma pessoa
que era há alguns meses e não estou prestes a manter esse espaço
entre nós sem explicar o que está acontecendo. Dizer que ele é o único
que eu quero, desde que possa lidar com o drama temporário em minha
vida.

Porque será temporário. Brian é o meu passado. Meu estúpido,


cheio de arrependimento e chato passado. PJ é o meu futuro.

***

“Você está muito bem e bonita e eu amooooooo você.”

“Cindy, pare de acariciar o cabelo do motorista Uber,” Ariel


reclama, agarra o meu braço e me puxa de volta para o assento ao lado
dela.

“Está tudo bem, senhorita. Não é a primeira vez que sou mimado
por uma bonita, senhora bêbada”, o motorista responde, dando-nos um
sorriso em seu espelho retrovisor.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Uauuuuu ele disse que eu sou bonita”, medito, descanso a
minha cabeça no ombro de Ariel.

“Ele também disse que estava bêbada. Provavelmente não


deveria tê-la encorajado a trazer uma garrafa de vinho com a gente.”

“Você sabia que beber vinho melhora a sua vida sexual?” Belle
pergunta, inclina-se no banco do outro lado de Ariel para olhar para
nós. “Um estudo italiano mostrou que as mulheres que bebem dois
copos de vinho diariamente desfrutam do prazer físico muito mais
intensamente do que as mulheres que não bebem vinho .”

Assim que o nosso motorista Uber nos pegou, ligamos a Belle e


dissemos a ela para fugir do porão da casa de seu pai e esperar por nós
em sua garagem. Para nossa grande surpresa, ela nos disse que ela
estava na biblioteca e que devíamos ir buscá-la lá. O que ela estava
fazendo na biblioteca a esta hora da noite não sei, e agora que parece
que ela está de volta ao seu antigo eu de jorrar fatos aleatórios que
nada têm a ver com o que estamos discutindo, tenho certeza que ela
está bem. E honestamente, estou muito bêbada para pensar sobre isso
agora.

Seguro a garrafa vazia e agito-a no ar no banco traseiro escuro.

“Foooooooi tudo! Parece que todo o prazer físico intenso será para
mim. Gostoso na minha barriga.”

“Jesus, você bebeu tudo?!” pergunta Ariel em estado de choque.

Eu aceno, mas rapidamente percebo que não devia fazer isso,


quando um pouco de vômito vem pela minha garganta e tenho que
engoli-lo de volta para baixo.

“Nós chegámos,” o nosso motorista anuncia quando o carro pára.

Eu rapidamente viro a cabeça para olhar e bato contra a janela,


deixo escapar um gemido de dor quando bato e tento ir para a
maçaneta da porta, mas sou incapaz de fazê-la funcionar.

Ariel se chega a mim e abre a porta com facilidade, me empurra


para fora do carro, ela e Belle seguem logo atrás de mim.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Apoiando-me contra a porta após Belle fechá-la, eu olho para a
casa de PJ. Esqueci como era bonita, especialmente à noite com os
holofotes brilhando e pequenas lanternas de luz solares que revestem
a calçada da frente. Não estive aqui desde a noite da festa de aniversário
desastrosa. A minha casa está mais perto de seu clube e como preciso
levar Anastasia para a escola todos os dias, era mais fácil para nós
ficarmos sempre lá.

Uma parte de mim acha que provavelmente não é uma boa idéia
que eu esteja aqui agora, quando eu mal posso estar de pé por conta
própria e a casa de PJ repente se transforma em dez casas de PJ
quando eu tenho que piscar os olhos para que tudo se concentre.

“É como um castelo”, eu sussurro quando Ariel agarra o meu


braço e começa a arrastar-me até à calçada e ao longo da entrada da
frente, enquanto Belle caminha silenciosamente atrás de nós.

“Sim, e você está bêbada princesa, voltando para casa para pegar
o seu príncipe encantado.”

Ariel me ajuda a subir os degraus da varanda com um tropeço


mínimo, apoio contra o lado da casa enquanto Belle toca a campainha.
Eu ouço o sinal sonoro abafado vindo de dentro da casa quando o vinho
e os nervos se juntam no meu estômago e começam a lutar até a morte,
fazendo-me pressionar a minha mão sobre a boca.

“Se lembra o que nós ensaiamos no caminho até aqui?”, Pergunta


Ariel.

Eu aceno com a cabeça, mas rapidamente paro quando a


varanda começa a girar, deixo cair lentamente a minha mão do meu
rosto.

“Diga que ele é o meu futuro. Diga que não quero Brian. Diga
para colocá-lo na minha bunda”, eu respondo com uma risadinha.

“Sim, você está pronto para isso.”

Ariel agarra meu braço e puxa para longe da casa, me coloca


contra si quando ouvimos passos dentro da casa.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
PJ abre a porta, e eu tenho o desejo de inclinar e lamber o seu
rosto. Parece que ele acabou de sair do chuveiro. Ele está usando o
meu jeans desgastados favorito, que ficam baixos em seus quadris, e
uma T-shirt que se molda a todos os seus deliciosos músculos. Os
cabelo castanho escuro desarrumado e espetado ainda está úmido.

“Olá!” Saúdo-o com uma rajada forte de emoção. “O meu futuro


Brian pode colocá-lo na minha bunda.”

Ariel e Bela gemem, e PJ olha entre todas nós confuso. Tento ser
sexy e vou valsando em direção a ele, mas tropeço na porta e bato direto
em seu peito. O seus braços envolvem-se rapidamente em volta de mim,
segura firmemente contra ele e impede de cair no chão.

“Nosso trabalho aqui está feito. Ela é toda sua. Certifique-se de


manter o seu cabelo para trás quando ela vomitar,”Ariel diz a PJ
enquanto eu mantenho o meu rosto pressionado contra o peito.

“Não quebre o seu coração ou eu vou quebrar a sua cara,” Belle


adiciona em uma exibição incomum de bolas quando ela aponta o dedo
para ele.

Eu mando um beijo desajeitado e elas dão os braços, por sua vez,


e correm escada abaixo até ao motorista da Uber ainda esperando na
entrada.

Com os braços ainda ao meu redor da cintura, PJ puxa-me para


o foyer e fecha a porta.

“Você tem um cheiro gostoso”, digo-lhe, dando um grande cheiro


em sua camiseta antes dele tirar os seus braços que me envolviam e
gentilmente agarra os meus braços e me afastar um pouco para poder
olhar para mim.

Estou tão ocupada tentando me lembrar de como usar as minhas


pernas e impedir de cheirá-lo novamente que eu nem sequer noto a
pessoa de pé no vestíbulo por trás PJ até que ela anuncia a sua
presença com um suspiro alto de aborrecimento.

“Eu não sabia que você esperava companhia.”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Filha da mãe, Melissa Barbie de Malibu me olha por cima do
ombro de PJ, e tenho clareza apenas o suficiente no meu cérebro
embriagado para bater minhas mãos contra o peito de PJ e empurrar
para longe dele.

“Você está brincando comigo ?!” Eu guincho, desejo que minha


voz soasse rouca e quente como a estúpida Melissa em vez de como
alguém que apenas pisou em um gato.

“Cynthia, isto não é...”

Eu mando PJ se calar com um movimento da minha mão. O meu


coração quase dói mais ao ouvi-lo usar o meu nome completo em vez
de seu apelido para mim, quando ele deveria partir completamente ao
meio porque eu encontrei uma outra mulher em sua casa. Outra
mulher que ele me disse ser o tipo de mulher que ele costumava estar
a fim.

Mentiroso, mentiroso. A poesia é difícil quando você está bêbado.

“Então, acho que agora sei por que você não retornou as minhas
ligações ou as minhas mensagens nos últimos dias.”

Quando a minha voz tem dificuldade em sair sobre a da minha


garganta enquanto eu seguro as lágrimas, eu quase desejo que gritar
novamente. Eu prefiro continuar chateada com ele agora do que
parecer uma idiota na frente dele e da vadia atualmente sorrindo para
mim por trás dele.

Não posso acreditar que pensei que ele parecia tão quente
quando abriu a porta, parecendo que acabou de sair do chuveiro. Um
chuveiro que ele provavelmente compartilhou com a senhorita seios e
bunda perfeitos.

“Melissa apareceu aqui cinco minutos antes de você, e ela estava


saindo,” PJ rosna com aborrecimento, seus olhos nunca deixando os
meus.

Não quero acreditar nele. Eu seria uma tola por acreditar nele,
considerando o que Brian fez debaixo do meu nariz por todos esses
anos. Mas ele continua a ignorar completamente Melissa enquanto ela
bufa e sopra e bate o pé e praticamente faz uma birra em seu hall de

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
entrada, até que ela percebe que ele não vai dizer outra palavra para
ela.

“Eu posso ver que você está com as suas mãos cheias. Vou
passar em um outro momento,”ela finalmente diz, dando-me outro
olhar assassino enquanto pega a sua bolsa da mesa de apoio,
escancara a porta, e pisoteia com os seus saltos agulha contra o chão
enquanto sai.

“Se você passar em outro momento, eu vou enfiar o meu pé na


sua bunda!” Eu grito atrás dela. “Eu posso ser pequena, mas eu sou
briguenta!”

Com isso, eu vou e bato com a porta fechando-a.

Quando eu olhar para trás, PJ, está dando um pequeno sorriso


triste.

Os meus olhos se enchem de lágrimas novamente, e todo o vinho


eu bebi começa a fazer efeito na minha cabeça e no meu estômago, faz
com que tudo gire. Eu balanço um pouco sobre os meus pés.

“Você está bem?”, Ele pergunta baixinho, aproximando-se


rapidamente de mim.

Como sempre, a sua voz envia arrepios pela minha espinha, mas
as suas palavras me irritam.

“Uuuughhh, pare de me perguntar isso. Estou bem. Estou ótima.


Foi incrível aparecer aqui e ver por que você está me ignorando.
Simplesmente fantástico. Vou sair agora.”

Eu recuo um passo, tento colocar os meus pensamentos em


ordem e lembrar o que era que eu queria dizer a ele, mas os meus pés
se embaralharam e eu quase caio novamente, até que PJ vem e me
agarra.

O foyer gira, mas não por causa do vinho desta vez. É por causa
de PJ que se abaixa, desliza o braço por trás dos meus joelhos, e
facilmente me apanha em seus braços, vira enquanto o faz e se dirige
para as escadas.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Não a convidei e nada aconteceu, eu juro pela minha vida. Ela
apareceu, como eu disse, pouco antes de você chegar aqui, e eu estava
dizendo que ela precisava sair quando você tocou à campainha.”

Posso ouvir a sinceridade em suas palavras, e é tão bom estar


em seus braços novamente que deixo o vinho assumir e fazer todas as
minhas decisões por mim. Me faz sentir tão segura e cuidada que eu
instantaneamente relaxo, passo os braços em volta do seu pescoço e
descanso a cabeça em seu ombro. Eu não percebo, mas devo ter
cochilado por alguns segundos até que me sinto sendo abaixado em
uma cama.

Os meus olhos piscam para abrir e vejo PJ pairando sobre mim,


usa as pontas dos dedos para escovar o cabelo para fora do meu rosto.
Parece tão triste, inclina-se sobre mim e toca suavemente o meu rosto.
Por que ele está triste? Eu estou aqui. Me aproximo. Se ele não se
importar de me dar alguma ajuda, eu vou com prazer tirar a roupa e
reduzir o espaço entre nós ainda mais.

Na minha cabeça, me imagino sentada tirando a roupa, mas, na


realidade, só me aconchego mais profundamente na montanha de
travesseiros em que ele me deitou. É tão macio e fofo.

Sinto-o puxar os cobertores para cima de mim, e quando a cama


se mexe, os meus olhos se abrem para encontrá-lo se afastando de
mim. Eu rapidamente levanto a minha mão e agarro o braço dele.

“Fique. Não me deixe,”eu sussurro.

Aquele olhar triste está de volta em seu rosto, e simplesmente


não entendo. Não há nada para estar triste. Eu vou tirar a roupa e
vamos fazer sexo, e tudo voltará ao normal.

Enquanto as suas mãos ainda descansam no colchão ao meu


lado ele se inclina sobre a cama, tento realmente manter os olhos
abertos e lembrar o que deveria dizer, mas ele está tão triste e bonito,
que só quero beijá-lo e fazer tudo ficar melhor.

“Eu não posso ficar entre uma família, Cin. Eu posso não ser o
cara mais honrado e decente às vezes, mas de maneira nenhuma eu
posso fazer isso”, ele diz em voz baixa.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
As suas palavras mexem com a minha cabeça, e eu nem sequer
ouvi metade do que ele disse. Eu só sei que eu preciso dizer alguma
coisa.

“Não se atreva a mudar por causa dele. Você permaneça a mesma


mulher sexy, incrível e independente que você é, você está me
ouvindo?”, Ele pergunta baixinho.

“Sim, isso parece bom”, murmuro, não tendo nenhuma idéia do


que ele me disse, mas com certeza soou suave e agradável.

Provavelmente deveria dizer mais, mas esta cama é tão


confortável. Eu fecho os meus olhos e espero que ele se deite ao meu
lado e me puxe para os seus braços, mas ele nunca o faz.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 31:
Se chamam mamas, Brian

“Eu sinto que vou vomitar. Por que eu deixei você me convencer
a vir a esta coisa de novo?”, Pergunto a Ariel enquanto eu puxo os
nossos convite para fora da minha pequena mala, azul-claro e entrego
ao homem na porta.

A liga de proteção animal local lança uma enorme arrecadação


de fundos a cada ano, e eu vou a este evento todos os anos desde que
Brian e eu nos casamos, porque este tipo de caridade é muito próximo
e querido do meu coração. Eu esqueci completamente sobre ele até que
os convite apareceram no correio ontem de manhã.

Já se passaram cinco dias desde que acordei de ressaca e


sozinha na cama da PJ, sem ele em qualquer lugar. Isso foi depois que
eu encontrei outra mulher em sua casa. A mulher que ele jurou que
não convidaria mais e que nada aconteceu com ela. Eu acreditei nele.
Claro que acreditei nele, e não porque eu sou uma idiota. Acreditei nele
porque eu podia ver a convicção em seus olhos. Eu acho que neste
momento, alcancei o nível mestre para detectar um mentiroso e um
trapaceiro. Tenho treze anos de pesquisa sob o meu cinto. Treze anos
de um homem não fazia contato visual comigo quando eu perguntava
onde ele estava na noite anterior. Treze anos dele puxando a gola da
camisa, tropeçar em suas palavras, e reagir defensivamente quando eu
perguntava por que ele cheirava a perfume de outra mulher. Mesmo
que eu não me lembre de tudo o que aconteceu naquela noite com PJ,
Lembro-me do modo como os seus olhos nunca deixaram os meus. Os
seus olhos nem piscaram e sempre estiveram colados aos meus,
mesmo quando Melissa bufava e batia o pé.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Nós sempre pedimos quatro convite para este evento e íamos com
outro casal, e me senti tentada em convidar PJ e pedir-lhe para vir
comigo, mas eu ainda estava muito envergonhada com o que possa ou
não ter feito em sua casa, uma vez que não tenho notícias dele desde
então. Em vez disso, chamei reforços na forma de Ariel e Belle. Pensei
que nos encontraríamos no evento, uma vez que Belle disse que tinha
algo para cuidar na biblioteca e seria fora do caminho para nós irmos
buscá-la. Mas Ariel não quis ouvir isso. Ela colocou o pé no chão e me
disse que iria comigo e me daria todo o apoio que eu precisava, e nós
guardamos um lugar em nossa mesa para Belle.

“Você não vai vomitar. Você fez a sua primeira caminhada da


vergonha, você deve estar orgulhosa”, ela me diz quando entramos no
salão de baile do hotel.

“Não foi uma caminhada da vergonha. Eu não fiz nada de


vergonhoso na outra noite.”

Pelo menos, não que eu me lembre. Tenho a certeza de que não


teve sexo envolvido, e nos últimos cinco dias, pedaços do que aconteceu
naquela noite começaram a piscar na minha cabeça, o que me fez
querer se encolher com a forma embaraçosa como me comportei. Eu
ameacei lutar com Melissa. E enquanto isso certamente justificada,
nada de bom teria vindo disso se ela realmente tivesse me levado a
sério.

“Não digo que você foi até lá para falar e desmaiar em sua cama
é bastante vergonhoso”, Ariel diz enquanto nos movemos através das
multidões de pessoas, procurando a nossa mesa. “Pelo menos você
parece quente quando você finalmente vai enfrentar os seus ex-sogros
novamente.”

Eu gemo, lembrando-se porque deixei Ariel convencer-me a vir


para este jantar hoje à noite. Brian me enviou uma mensagem ontem
me perguntando se poderíamos falar de novo, e desde que eu sabia que
sua família nunca iria perder este evento, eu senti que este seria o lugar
mais seguro para falar com ele em uma sala cheia de pessoas todas
com vestidos de festa e smokings, eu não seria tentada a gritar e xingar
ele.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
No passado, eu sempre usava um vestido muito conservador
nesses eventos, algo de algum estilista e ridiculamente caro que era
tipicamente de manga comprida e elegante, cobrindo tudo. Eu passaria
o dia no salão de beleza, onde teria a maquiagem feita por um
profissional e o meu cabelo seria estaria para trás em um coque
francês.

Hoje à noite, preciso sentir-me bem comigo mesma. Preciso me


sentir sexy e confiante. Quando Ariel trouxe um vestido tomara que
caia azul-claro de paetês, eu soube imediatamente que precisarei usá-
lo esta noite. O meu decote é destacado com a ajuda de um sutiã push-
up sem alças incrível, o vestido molda as minhas curvas, e é tão curto
que provavelmente não serei capaz de sentar sem mostrar algo a todos
na sala. Deixo o meu cabelo solto em ondas longas, soltas, e as minhas
pernas parecem ótimas nos correspondentes saltos brilhantes azul-
claro que estou calçada. E, em vez das jias de fantasia, caras, que eu
costumo usar, que não poderei usar de qualquer maneira, desde que
vendi tudo para pagar as contas, coloco a gargantilha de veludo preto
do meu traje sexy de Cinderela ao redor do meu pescoço. Preciso de
algo para me lembrar quem sou agora: uma mulher independente, sexy
que assumiu o comando da sua vida e se puxou para fora do inferno.

Eu pareço bem. Não, pareço melhor do que bom. Eu só queria


que eu me sentisse assim tão bem.

Quando finalmente chegamos à nossa mesa, deixo escapar um


gemido baixo quando vejo Vincent de pé ao lado dela, conversando com
algumas pessoas. Eu esperava ter um pouco mais de tempo para
ganhar um pouco de coragem antes de o encontrar, mas eu acho que
isso não vai ser uma opção. Assim que eu coloco a minha mala sobre
a mesa, Vincent vira e me vê.

“Você é uma cadela quente, sexy. Fique forte”, Ariel sussurra em


meu ouvido quando o meu ex-sogro vem até nós e me cumprimenta
com um sorriso.

“Cynthia, é bom vê-la aqui está noite. Você parece... adorável,”


diz ele, incapaz de esconder a careta em seu rosto quando ele olha para
o meu vestido. “Eu só gostaria de pedir-lhe desculpas por toda a
confusão com o dinheiro. Brian explicou o que aconteceu, e nós

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
estamos tão gratos por ter o nosso menino em casa após os horrores
por que ele passou. Obviamente que era apenas um mal-entendido
bobo. Você entende como é.”

Ele ri baixinho e continua a sorrir para mim, e o olhar estúpido,


condescendente em seu rosto é tudo o que preciso para esquecer que
estou em uma sala cheia de pessoas elegantes e que estou tentar ser
elegante. Tudo o que aconteceu nos últimos meses me oprime até que
sinto que não posso respirar. Apaixonar-me por PJ, o reaparecimento
de Brian, Anastásia se trancar em seu quarto, PJ não quer nada a ver
comigo, apareci em sua casa para encontrar outra mulher, mesmo que
ele tenha jurado que nada aconteceu... todas essas coisas parecem
tijolos pesados, apenas empilhando-se um após a outro no meu peito
até que eu não aguento mais. Não aguento o estúpido rosto de Vincent
sorrindo, ou o seu pedido de desculpas meia-boca, ou a maneira como
ele olha para mim neste vestido como fosse de classe baixa.

“Na verdade, Vincent, não entendo, e não aceito o seu pedido de


desculpas.” Eu falo em voz baixa, observo o seu sorriso desaparecer
quando digo tudo que não tive a coragem de dizer quando ele apareceu
na minha casa. “Você foi como um pai para mim. Você me acusou de
roubar você. Sua neta e eu lutamos por meses, e onde diabos você
estava?”

Ele dá um passo em minha direção, olha por cima do ombro e


sorri nervosamente para o punhado de pessoas que ainda estão em
torno de nossa mesa, observando tudo acontecer.

“Fale baixo. Este não é o momento nem o lugar para tal


comportamento ridículo”, ele sussurra furiosamente enquanto Cláudia,
minha ex-sogra, fica ao lado dele.

“Vincent, está tudo bem aqui?”, Pergunta ela, dando a mim e ao


meu vestido o mesmo olhar que seu marido.

“Tudo está bem, Cláudia. Eu estou preparando para dizer ao seu


marido para SE IR FODER!” Eu grito, recebendo uma descarga de
adrenalina ao ver ambos ficarem pálidos. “Você quer saber o que é
ridículo, Vincent? Não me ajudou quando precisava. Não ligou para

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
saber nem mesmo da sua própria neta todos esses meses. Você pode
pegar em seu comportamento ridículo e enfiá-lo em seu rabo!”

Começo a virar as costas, mas lembro-me uma última coisa.

“Oh, e Cláudia? Você pode querer manter uma coleira apertada


em seu marido. Ele gosta de ir a clubes de strip e ter danças de colo
depois de você ter ido dormir à noite,” eu digo a ela com um sorriso
doce antes de me virar e dar de caras com Vincent. “E, a propósito, a
loira com a bela bunda de alguns meses atrás, no Charming’s? Era eu.
Tenham o caralho de uma noite maravilhosa, seus babacas
julgadores.”

Soltando um bufo de ar, eu finalmente viro e vou embora, com


Ariel atrás de mim.

“Puta merda, eu acho que você acabou de fazer ambas as suas


cabeças explodir. Isso foi incrível. Para onde estamos indo?”, Ela
pergunta quando eu empurro o meu caminho através da multidão de
pessoas para chegar ao outro lado da sala.

“Para o bar. Eu preciso da porra de uma bebida,” murmuro.

Assim que chego ao bar, Ariel pega duas taças de champanhe e


rapidamente me passa um. Eu levo-a até à minha boca e viro-a,
engolindo metade.

“Isso é bom, isso é bom. Eu me sinto ótima. Você não se sente


bem?”, Pergunto a Ariel, o meu batimento está a uma taxa alarmante
com toda a adrenalina correndo pelo meu corpo por descarregar com
os meus ex-sogros.

“Eu vou-me sentir muito melhor se você manter assim em cerca


de cinco segundos. Chegando...” ela murmura, olha para atrás de mim
sobre meu ombro.

Eu começo a perguntar o que ela está falando quando Brian


caminha atrás de mim.

“Cynthia, eu estou tão feliz que você veio. Você parece...”

Ele faz uma pausa quando eu me viro para encará-lo.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Esse vestido é... muito revelador”, ele me informa.

“Elas são chamadas de mamas, Brian. Todas as mulheres têm,”


Fico inexpressiva, estreito os olhos quando consigo dar uma boa
primeira olhadela em seu rosto, em mais de nove meses.

Ele usava óculos de sol quando apareceu lá em casa há algumas


semanas, e eu só falámos por mensagem ou, telefonemas curtos desde
então.

“Que diabos há de errado com os seus olhos?”, Eu pergunto com


desgosto, noto as manchas vermelhas na pele em torno deles,
pálpebras inchadas, e algum tipo de gosma nojenta no canto de cada
um deles.

“Está tudo bem. É apenas uma pequena infeção. Você sabe, por
causa do sequestro. O médico diz que deve passar em breve”, ele me
diz com as bochechas vermelhas de constrangimento. “Eu só...”

Ariel sai de trás de mim, o que o faz engasgar com suas palavras.
Os seus olhos desagradáveis ampliam em choque.

Enquanto ele tosse, gagueja e bate o punho contra o peito, eu


sorrio para Ariel, em seguida, olha novamente para Brian enquanto ele
tenta ficar sob controle.

“Brian, deixe-me apresentar...espere. Você já conhece, desde que


você transou com ela pelas minhas costas”, digo-lhe com um sorriso
doce.

“Pior foda da minha vida”, murmura Ariel, ergue o seu dedo


mindinho e mexe-o. “Como está, Pau Pequeno?”

Estendo a taça de champanhe e Ariel bate contra a sua, e nós


duas tomamos um gole.

“Eu não... Eu... pensei que poderíamos ir a algum lugar calmo e


conversar,” ele gagueja as suas palavras, a sua mente provavelmente à
beira de explodir vendo Ariel e eu juntas, sabendo que um de seus
pequenos segredos sujos não permanecerá em segredo por muito
tempo.

“Puta merda, os seus olhos parecem nojentos”, Ariel diz a ele.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“É apenas uma simples infeção!” Brian grita, rapidamente aperta
a boca enquanto olha em volta nervoso para as pessoas que estão no
bar, pendurados em cada palavra nossa.

“Oi, gente, o que eu perdi?” Belle pergunta, aproximando-se de


nós. Eu tomo um minuto para apreciar o seu belo, vestido de amarelo-
claro, que é muito conservador e algo que eu teria usado um ano atrás.

Eu apresento-a a Brian. “Belle, este é o babaca. Babaca, esta é


Belle.”

Ela sorri educadamente para ele, estende a mão e então


rapidamente a retira quando vê o seu rosto.

“Isso é a clamídia. Oh meu Deus, você tem clamídia nos olhos!


Veja, eu disse que não era uma lenda urbana!” Belle diz animadamente
e aponta para os olhos de Brian.

Ariel e eu estreitamos os nossos olhos e esticamos os nossos


pescoços, olhamos mais de perto os olhos de Brian, enquanto ele tenta
protegê-los com as mãos.

“Puta merda, você está certa. Isso é totalmente clamídia nos


olhos. Você é o cara que deixou uma stripper dar uma mijada em seu
rosto na Tailândia!” Ariel grita excitada.

“Por favor, mantenha a sua voz baixa!” Brian sussurra em voz


alta, ainda olhando em volta nervoso para todas as pessoas que já se
reuniram em torno de nós. “Eu estava no México mantido contra a
minha vontade, lembra?”

Ele limpa a garganta desconfortavelmente algumas vezes.

“Por favor, podemos ir a algum lugar privado e conversar?”, Ele


implora.

Ele pega em meu braço, e eu arranco-o dele afastando-me.

“Tudo o que você tem a dizer para mim, você pode fazê-lo aqui.
Eu não vou a lugar nenhum com você”, digo a ele.

Ele deixa escapar um suspiro irritado, nervoso brinca com em


seu smoking. Eu costumava pensar que era adorável ele insistir em

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
usar uma gravata-borboleta e faixa para todos os eventos que
frequentávamos, mas agora ele só parece como um idiota. Como um
homem-criança de trinta e seis anos de idade que passou por uma crise
de meia idade e fodeu a sua própria família.

“Posso ajudá-las?” Brian pergunta irritado, olhando para Ariel e


Belle, que ainda estão de pé ao meu lado, olhando para nós.

“Ah não. Eu estou bem. Continue,” Ariel diz com um sorriso e


toma outro gole de champanhe.

“Eu sou bem também. Isso é fascinante,” Belle acrescenta.

Brian revira os olhos e dá um passo para mais perto de mim e


baixa a voz.

“Olha, eu não quero brigar. Eu só quero mais uma chance de


falar com você, mas você foi muito curta comigo no telefone e se
recusou a encontrar-se comigo”, ele implora.

“Você tem trinta segundos.”

“Cynthia”, reclama.

“Eu lhe dei treze anos e você saiu, deixando-me com nada além
de me fazer mentir para as pessoas sobre onde estava e o que você fez.
Você tem sorte por permitir isso agora. Fale. E faça-o rapidamente.”

Ele franze os lábios e bufa em aborrecimento enquanto entrego


a minha taça de champanhe a Ariel, cruzo os braços, e olho
intencionalmente para o relógio de prata no meu pulso.

“Vinte segundos,” Eu lembro-o e bato o meu pé contra o chão de


mármore.

“Bem. Eu só quero pedir desculpas novamente e certificar-me


que você sabe que eu estou falando sério. Sinto muito sobre tudo. Eu
cometi um erro, mas estou aqui agora, e isso é tudo que importa.”

Uma pequena risada borbulha da minha garganta, e


rapidamente se transforma em uma completa alegre gargalhada
enquanto jogo a minha cabeça para trás e rio. Eu rio tanto que lágrimas

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
acumulam em meus olhos, e limpo-as enquanto o meu riso morre.
Inclino a minha cabeça enquanto olho para o idiota na minha frente.

“A que erro você está se referindo exatamente? Transar com a


nossa vizinha, mentir para ela contando-lhe uma história triste sobre
como você estava de coração partido e estávamos separados, para tirar
partido dela? Foder nossa babá? Fugir com a babá para outro país?
Roubar dinheiro de seus pais e me deixar assumir a culpa? Ignorar a
sua filha? Deixar-nos sem nada até que eu tive que vender tudo o que
tinha apenas para pagar a hipoteca? Diga-me, Brian. Por qual erro é
você sente muito?”

Ele abre e fecha a boca várias vezes, tenta lembrar-se de algo


para dizer. Estou cansada de esperar e cansada de suas besteiras. Eu
começo a andar me afastando quando ele finalmente decide falar
novamente.

“Por favor, fale mais baixo. Os meus pais podem ouvi-la! Eu sinto
muito por tudo? Eu fui um tolo. Eu nunca deveria ter deixado você.
Mas tudo vai ficar bem, eu vou consertar tudo,” ele me diz enquanto
continuo a andar e ele segue-me. “O meu pai já resolveu a confusão
com o homem daquele clube, de modo que é menos um problema para
se preocupar.”

Os meus pés param imediatamente, e eu viro-me para encará-lo.

“O que você fez?” Eu sussurro furiosa enquanto Ariel e Belle me


cerca de ambos os lados.

“O que eu fiz?”, Pergunta ele, a raiva enche sua voz. “O que você
fez? Eu descobri tudo sobre o seu pequeno negócio de stripp e o homem
que você permitir ficar em minha casa com a nossa filha
impressionável. Que tipo de exemplo você está dando para ela? Como
eu disse, papai cuidou dele. Ele falou com o cara e disse-lhe que o seu
marido estava em casa e que ele precisava recuar e dar-nos tempo para
ser uma família novamente.”

O meu coração cai e minhas mãos começam a tremer com tanta


raiva e mágoa que não há maneira nenhuma de ser capaz de conter-
me. Tudo o que aconteceu na noite em que foi à casa de PJ vem de
repente à minha cabeça, tudo de uma vez, e meu corpo começa a

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
oscilar. Sinto Ariel embrulhar o braço em volta da minha cintura para
me segurar firme.

“Eu não posso ficar entre uma família, Cin.”

“Não se atreva a mudar por ele. Você permaneça a mesma mulher


sexy incrível e independente que você é, você está me ouvindo?”

Lembro-me de tudo o que ele disse naquela noite, e agora tudo


faz sentido. Agora eu sei por que ele está me evitando. Agora sei por
que ele me deixou sozinha em sua cama depois que eu aparecido
bêbeda em sua casa. Lembro-me de tudo o que ele disse, e eu também
me lembro de tudo o que eu não disse.

“Como você pôde?” Rosno para ele.

Puxo minha mão para trás e deixo-a voar, dou um soco em seu
braço.

“Ai! Para o que foi isso? O que deu em você, Cynthia?” Brian
reclama, esfrega o local onde eu bati nele.

“Puxe a porra da vara para fora de sua bunda, Brian!” Eu digo a


ele.

“Essa é minha garota”, Ariel diz e me dá um tapinha nas costas.

“Esse clube de strip é um negócio incrível que emprega mães


solteiras, como eu.”

“Você não é solteira, você tem a mim,” Brian responde,


suavizando sua voz. “Aquele homem era uma má influência para você
e nossa filha, obviamente. Olhe para a forma como você está vestida, e
o jeito que você fala comigo. É inconveniente, Cynthia.”

Os braços de Ariel voar novamente para ao redor da minha


cintura e me seguram quando eu tento mergulhar em direção a Brian
e socar o seu rosto estúpido com clamídia. Um dos meus sapatos
brilhantes voa do meu pé e aterra Deus sabe onde, quando tento soltar-
me de seus braços.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Depois de alguns segundos de luta, eu finalmente desisto e saio
do seu aperto, caminho até a Brian com o sapato que ainda tenho
calçado.

“Seu filho da puta,” Eu rosno. “Seu filho da puta patético e


estúpido. Como se atreve a tomar uma decisão como essa? Como se
atreve a meter o nariz nos MEUS assuntos pessoais?”

“Eu sou seu marido!”, Ele grita, obviamente, já não se preocupa


com a multidão que está assistindo a tudo desmoronar.

“Você ERA o meu marido, e foram os mais miseráveis treze anos


de minha vida! Você fez a escolha de me deixar. Você fez a escolha de
me dar os papéis do divórcio e fugir com a a sua pequena babá. Você
abandonou a sua filha e deixou-nos com nada, e agora você tem que
viver com esses erros.”

Eu me sinto mais viva agora do que me senti na última semana.


Eu esqueci como é bom o sentimento de defender-me a mim mesma.

“Sim, eu conheci um homem que é dono de um clube de strip, e


ele tem sido a melhor influência que eu já tive. Eu conheci um homem
que me faz sentir viva pela primeira vez na minha vida.” Eu engulo as
lágrimas que começam a borrar a minha visão e continuo. “Estou tão
desesperadamente, ofegante, de todo o coração apaixonada por um
homem que me permite ser quem quero ser, nunca me julga, nunca
olha para mim com nada a não ser orgulho, não me faz sentir como se
eu não fosse boa o suficiente, e se afastou de algo incrível, para caralho,
só porque ele acha que está fazendo a coisa certa.”

Eu não posso parar o soluço que voa para fora da minha boca,
sinto tanto a falta de PJ que tudo dói.

“Você honestamente o escolhe em vez de mim?” Brian pergunta,


incrédulo, claramente não ouviu uma palavra que acabei de dizer.

“Eu escolho somente a ele de todo o mundo. Ele me deu tudo o


que você nunca poderia e nunca poderá, porque você é uma desculpa
patética de um homem. Ele me deu compreensão e me deu confiança e
sabe o que mais ele me deu? ORGASMOS!” Eu grito.

“Oh, Jesus”, Ariel murmura perto de mim.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Você não poderia encontrar o meu clitóris com uma lanterna e
o mapa da Google!”

O meu discurso incrível repente está descendo a ladeira, mas eu


não me importo. Estou tão cansada. Cansada de Brian e toda a sua
besteira, cansada por ter perdido PJ, e apenas cansada de tudo isso.

“Você me ama?”

O meu corpo se acende em um segundo quando ouço a voz que


tem o poder de colocar-me de joelhos.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Capítulo 32:
Prince Charming

PJ está atrás de mim vestindo um smoking preto que parece que


foi feito para ele, com um laço normal, como um homem normal.

“O que você está fazendo aqui?” Eu sussurro em choque, o meu


coração quase sai do meu peito com a visão dele.

“O clube doa um monte de dinheiro para o APL. Eles me pediram


para ser um palestrante”, ele me diz com um encolher de ombros,
aproxima-se até que posso cheirar seu perfume e sentir o calor de seu
corpo.

“Desculpe-me, Cynthia e eu estamos no meio de algo aqui”, Brian


reclama.

“CALE A BOCA, BRIAN!” PJ e eu gritamos, ao mesmo tempo,


desvio o olhar do meu ex e voltamos a olhar uma para o outro.

“Você parece absolutamente deslumbrante. Esse vestido foi feito


para você”, ele diz suavemente, aproximando-se, até que estamos frente
a frente e o seu peito roça contra o meu.

“Quanto você ouviu?” Eu pergunto e interrogo-me se deveria me


preocupar ou mortificar por todas as coisas que saíram voando para
fora da minha boca nos últimos minutos.

“Eu apareci na parte em que você gritou 'Puxe a porra da vara


para fora de sua bunda, Brian.' Você tem um gancho de direita
assustador”, ele me diz com um sorriso, a covinha na bochecha faz-me
querer inclinar e beijá-lo, mas eu ainda estou um pouco brava com ele.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
A sua mão surge entre nós e ele pressiona a palma em meu rosto
e esfrega a minha bochecha com o polegar.

“Você está realmente apaixonada por mim?”, Ele sussurra.

Eu acaricio a sua mão antes de olhar em seus olhos.

“Claro que estou, seu idiota. Eu estou tão apaixonada por você
que isso assusta muito. Mas você me deixou”, eu o lembro.

“Eu sinto muito. Eu sinto muito”, ele pede desculpas. “Eu pensei
que estava fazendo a coisa certa. Vincent entrou no clube jorrando toda
essa merda sobre a família e a união, e tudo que consegui pensar foi
em você no meu carro naquele dia em que conheceu a minha mãe e
como tudo o que queria era uma família. Eu não poderia ser o único a
ficar no caminho disso. Eu não poderia ser o único a tirar algo que você
sempre quis, mesmo que isso me irritasse e eu soubesse que filho da
puta não merecia nem respirar o mesmo ar que você. Eu sabia que
nunca iria voltar para ele nem em um milhão de anos, mas ele é o pai
de Anastásia. Eu não queria ficar no meio disso e confundi-la. Eu adoro
ela, e adoro a sua mãe e não queria tornar as coisas mais difíceis, não
quero que ela pense que precisa escolher entre eu e ele.

“Hey!” Brian se queixa de algum lugar atrás de mim.

“Sério, cale a porra da boca, Brian!”

Todos nós viramos e olhamos espantados para Belle.

“Desculpe! Isso tudo é apenas tão romântico, eu não quero que


nada o estrague”, ela explica, dando-nos um aceno para continuar.

PJ se vira e me encara.

“Quando Vincent me disse que o babaca queria passar tanto


tempo com Anastásia quanto possível e não queria que nenhuma
distração ficasse no caminho deles para repararem o seu
relacionamento, eu sabia que precisava dar-lhe algum espaço e dei um
passo atrás.”

Eu me aproximo e agarro as lapelas de sua jaqueta do smoking,


puxo-o para perto de mim.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
“Tudo bem, então você tinha que dar um passo atrás pela minha
filha, mas e eu? Por que deu um passo atrás em relação a mim?”
Pergunto, a minha voz embargada de emoção.

PJ inclina a cabeça e pressiona a testa contra a minha.

“Porque eu estou tão apaixonado por você e isso me assusta e


muito”, ele responde e repete as palavras que acabei de dizer. “E eu não
queria ficar no meio disso e tornar as coisas mais confusas para você.”

“Sinto muito, mas vocês simplesmente esperam que fique aqui e


veja os dois de vocês professarem o vosso amor um pelo outro? E
quanto a mim?” Brian exclama, interrompendo o nosso momento.

Com um grunhido irritado, afasto-me de PJ e olho para trás para


ele.

“Eu realmente não dou a mínima, Brian. Vá encontrar uma outra


babá para foder, ou alguém para ajudá-lo a puxar o pau gigante para
fora de sua bunda.”

Eu viro-me de novo para PJ e encontro-o olhando com raiva para


Brian.

“Ei, está tudo bem. Ele não vale a pena”, digo-lhe suavemente.

“Olha, eu sei que você é mais do que capaz de lutar as suas


próprias batalhas, e ver você ir para cima dele com tudo foi quente para
caralho. Mas eu preciso fazer uma coisa, e preciso que você me perdoe,
assim que fizer isso.”

Com isso, PJ marcha sobre a Brian, puxa o punho atrás e lhe dá


um soco no nariz.

A cabeça de Brian voa para trás com a força do soco, e ele cai no
chão, gritando, agarra o seu nariz enquanto o sangue jorra dele.

“Ele quebrou o meu nariz!” Brian chora, enrola-se em posição


fetal no chão, enquanto a multidão em torno de nós apenas encara o
patético, ele soluça como um bebê no chão. “Eu fui mantido em
cativeiro por animais durante meses, e eu bravamente escapei e voltei
para a minha família, e esse Neanderthal quebra o meu nariz!”

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Brian faz um show patético, certificando-se de sua voz pode ser
ouvida em toda a extensão da sala, no caso de seus pais poderem ouvi-
lo.

PJ inclina-se sobre ele enquanto ele continua a choramingar e


gemer de dor e a reclamar sobre os horrores que ele passou em outro
país, finalmente, cala-se quando PJ fica a centímetros de seu rosto.

“Isso é por dar a ela treze anos miseráveis, fez ser algo que não
era apenas para agradá-lo, fodendo-a e deixando-a sem nada, e
afastou-se da adolescente mais surpreendente, brilhante e sarcástica
que eu já conheci. E pelo amor de Deus, homem, descubra onde o
clitóris é.”

PJ sacode a mão e caminha de novo para mim, curva-se e pega


alguma coisa em suas mãos, mas eu estou muito ocupada a olhar para
o seu rosto com temor de ver o que é.

Quando ele está à minha frente, ele imediatamente ajoelha-se e


sorri para mim. A minha boca fica aberta em estado de choque, e os
meus olhos ficam enormes, estou surpresa que eles não saiam da
minha cabeça.

“Que diabos você está a fazer ?!”, eu sussurro alto.

Podemos ter apenas acabado de professar o nosso amor um pelo


outro, mas de maneira nenhuma estamos prontos para isso. Eu nem
sequer sei o que diabos PJ quer dizer!

Com um brilho nos olhos, PJ alcança e agarra o meu pé descalço,


puxa-o para seu joelho.

“Aguente os cavalos, princesa. Só me certifico que isto se


encaixa.”

Ele desliza o meu sapato azul brilhante que eu perdi durante o


meu chilique em meu pé, rapidamente se levanta, envolve a minha
cintura em um abraço e me puxa contra ele.

“Você é o meu cavaleiro de armadura brilhante”, digo a ele com


um sorriso, enquanto ele se inclina e me beija.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1
Afasto a minha cabeça um pouco e olho para ele com uma
sobrancelha levantada.

“Eu acho que ganhei o direito de saber o que PJ quer dizer, então
derrame, amigo.”

Com um enorme suspiro, ele inclina a cabeça para o lado, me


apertando com força a ele.

“Princeton James Charming”, ele murmura.

Tudo o que posso fazer é ficar aqui espantada, piscando


rapidamente enquanto Ariel e Belle se movem para ficar ao nosso lado.

“Oh meu. Ele é seu príncipe encantado,” Belle diz com um


suspiro sonhador.

“Ei, Cindy. Qual é o seu nome do meio?”, Pergunta Ariel.

“Ella. Cynthia Ella “, eu sussurro e olho para PJ com os olhos


arregalados.

“Cindy Ella e Prince Charming! É como um conto de fadas!”,


Exclama Belle.

“Mas ele tem um final feliz?” PJ pergunta quando envolvo os


meus braços ao redor de seus ombros.

“Com certeza que sim”, digo-lhe, com as minhas mãos puxo a


sua cabeça e levo a sua boca até a minha.

Tara Sivec
At the Stroke of Midnight
Naughty Princess Club #1

Interesses relacionados