Você está na página 1de 1

Projeto Tecendo as Águas apresenta:

INFORMATIVO CBH-LN
Gestão compartilhada: águas, gente e ambiente

n° 4 - maio de 2019
www.cbhln.com.br

OLÁ, PRODUTOR DE ÁGUAS


Vocês sabiam que o Litoral Norte, Baixada Santista, Ribeira de Iguape e Litoral Sul
reúnem a maior área de remanescentes contínuos de Mata Atlântica e ecossistemas
associados (restingas, estuários e manguezais) do Corredor de Biodiversidade da
Serra do Mar? Uma região do Planeta muito estratégica para a conservação e para a
socioeconomia do estado de São Paulo, com vários desafios comuns para a gestão dos
recursos hídricos, do interior à zona costeira.

É também o território de três comitês de bacias hidrográficas e uma grande


oportunidade para um trabalho integrado de planejamento territorial. Eis a motivação
para o surgimento, em 2012, da Vertente Litorânea. Um grupo com membros dos três
colegiados para atuar de forma colaborativa a partir de temas e interesses comuns.

A Mata Atlântica ocupa o 5º lugar


na lista das 34 áreas mais ricas em
biodiversidade e mais ameaçadas
do mundo, chamadas de Hotspots
prioritários para a conservação no
Planeta. Em 2005, o Instituto Supereco
popularizou o conceito de Hotspots
e Corredor de Biodiversidade para os
quatro municípios do litoral norte de SP
e a necessidade de pensar o território
com a gestão integrada das bacias
hidrográficas, a partir do Programa
de Educação Ambiental “Planejando
a Nossa Paisagem do Corredor de
Biodiversidade da Serra do Mar”. Um
rico material pode ser acessado com
conteúdo e atividades práticas pelo link:
www.supereco.org.br/acervo

NAVEGAR PELAS MESMAS ÁGUAS


Diversas oficinas, encontros e reuniões, com metodologias participativas, ajudaram a
construir a identidade da Vertente Litorânea e a levantar temas em comum, apoiando
o trabalho integrado dos três Comitês de Bacia.

VERTENTE
LITORÂNEA
IDENTIDADE: TEMAS:

Plano Estadual de Recursos Hídricos Comunicação, mobilização e


• Divisão geográfica, política e envolvimento com a sociedade
administrativa • Comunicação interna e externa
• Fortalecimento dos CBH’s • Envolvimento com a sociedade
• Influência Política no Estado
Estratégias socioambientais de
Interface
conservação da natureza
• Oceano Atlântico
• Áreas Protegidas
• Corredor de Biodiversidade
• Povos e comunidades tradicionais e
da Serra do Mar
agricultores familiares

Comunicação Gestão dos Comitês


•Diálogo
• Compartilhamento de experiências Integração e articulação de políticas
• Diretrizes comuns públicas de estado
• Ações conjuntas • Saneamento
• Meio Ambiente
Compromissos • Pagamento por Serviços Ambientais (PSA)
• Gestão integrada da água doce, • Zoneamento Ecológico Econômico (ZEE)
salobra e salina • Clima
• Turismo
• Transporte

Instrumentos de gestão
dos recursos hídricos

Pressões Externas
• Grandes empreendimentos
• Transposições e alterações
dos cursos d`água

LANÇAR ÁGUA LIMPA NO MAR

Conheça as ações do Supereco e da rede


de parceiros “Ações em rede”, relacionadas
aos resíduos sólidos e ao microlixo. Adote
a nossa campanha #omarnaoestapralixo e
ajude a divulgar essa ideia! Mobilize-se e exija o
saneamento básico nas regiões litorâneas.

SAIBA MAIS:

www.facebook.com/institutosupereco

www.instagram.com/institutosupereco

SEGURANÇA HÍDRICA: ÁGUA PARA VIDA E PARA TODOS!

A segurança
hídrica foi definida, todas as pessoas
pela Vertente Litorânea, O direito humano à água habilita
el, fisicamente
como tema central de à água suficiente, segura, aceitáv
pessoal e doméstico.
trabalho integrado dos acessível e disponível para uso
água segura é
três Comitês de Bacias Uma quantidade adequada de
por desidratação,
Hidrográficas. A água necessária para evitar a morte
relacionadas com
é direito universal de para reduzir o risco de doenças
ciente para o
todos os seres vivos e a água e para fornecer água sufi
al (ONU, 2003).
recurso essencial para as consumo, cocção, higiene pesso
atividades humanas, em
quantidade e qualidade!

Conhecer e compreender o que está indo bem ou não quanto à segurança hídrica
de uma região é fundamental para o planejamento local. E são tantas situações
relacionadas à água que é preciso identificar as prioridades. A gestão integrada, tendo
a água como tema transversal das políticas públicas, planos e projetos, é uma delas.
Daí a importância dos Comitês de Bacia e como devemos fortalecê-los !

PENSE NA SUA REGIÃO:


CONSEGUE ENCONTRAR RESPOSTA PARA ESTAS PERGUNTAS?

A REDE DE MONITORAMENTO É EFETIVA? Hidrológico, meteorológico,


sedimentológico, maregráfico e de balneabilidade.

OS DADOS DESSA REDE DE MONITORAMENTO ESTÃO DISPONÍVEIS E


INTEGRADOS?

COMO ESTÃO ENQUADRADOS OS CURSOS D’ÁGUA DA SUA REGIÃO? Definição dos


tipos de uso de acordo com a realidade ou a necessidade.

QUAL A CONDIÇÃO REAL DESSES CORPOS D’ÁGUA?

A GESTÃO É EFETIVA? Gestão integrada e propositiva; políticas públicas (planos,


programas e projetos); cadastramento efetivo de outorgas (captações e lançamentos);
sistemas de captação e tratamento adequados à realidade (sistemas centralizados,
individuais ou coletivos alternativos).

E VOCÊ? Há muito trabalho a fazer, os interesses pela água são diversos e tem
muita gente engajada para dar certo, como a Vertente Litorânea e o trabalho
integrado dos Comitês de Bacia. E aí, no seu espaço, o que tem feito para garantir
água em quantidade e qualidade?

Chegamos ao quarto boletim que foram dedicados à memória do importante legado


do CBH-LN e de instituições e pessoas que cultivam sua atuação pela conservação
dos recursos hídricos como missão. Que o ciclo da água, renovando-se todos os dias,
possa nos inspirar, sem fronteiras, a engajar muito mais gente no cuidado com a água!
Acesse a coleção completa dos 4 boletins em:
www.supereco.org.br/acervo

FAÇA PARTE! PARTICIPE DA GESTÃO DAS ÁGUAS DO


LITORAL NORTE, CONHEÇA MAIS SOBRE O CBH-LN:

Rua Dona Maria Alves, 926 - Centro - Ubatuba-SP - (12) 3833-9702


Todos os materiais citados nessa publicação estão disponíveis nos sites:
www.supereco.org.br/acervo
www.sigrh.sp.gov.br/cbhln/apresentacao
Informações: supereco@supereco.org.br

FOLHETO CBH-LN - MAIO 2019


Produção: Projeto Tecendo as Águas - Instituto Supereco
Coordenação Geral e editorial: Andrée de Ridder Vieira
Coordenação de Comunicação: Gaivota Comunicação
Criação técnico-pedagógica e organização: Pedro Fernando Rego
Projeto Gráfico e diagramação: Estudio Dupla Ideia Design
Patrocínio: Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental

MINISTÉRIO
MINISTÉRIO
MINISTÉRIO DE DE
DE
MINISTÉRIO
MINAS
MINAS
MINAS ENERGIADE
EEEENERGIA
ENERGIA
MINAS E ENERGIA