Você está na página 1de 4

MUSTARD

Sinapis arvensis

Planta anual, de 30 a 60 cm de altura, que cresce nos campos e à beira dos


caminhos. As flores amarelas brilhantes formam primeiro espigas curtas, que
logo se desenvolvem, transformando-se em vagens. Floresce de maio a julho
(hemisfério norte).

Princípio

Mustard relaciona-se com as qualidades da alma ligadas à jovialidade e à


serenidade. No estado negativo de Mustard, uma depressão negra cai sobre a
pessoa como nuvem escura.

De um momento para outro, desce a melancolia, uma tristeza inesperada.


Envolve-nos, colocando uma camada isolante de profundo desespero entre nós
e o resto do mundo. Subitamente, sentimo-nos como se fôssemos um estranho
em nossa própria vida, com todos os pensamentos voltados para nós, e todas
as energias aparentemente drenadas por um canal invisível. Enquanto a força
escura nos circunda, estamos completamente à sua mercê, e não há como
escapar-lhe – nem pela diversão nem pela razão. Tampouco é possível recobri-
la, como se faz Agrimony. O peso escuro e imóvel, demasiado forte, nos
mantém prisioneiros enquanto não se ergue de moto próprio, desaparecendo
tão subitamente quanto apareceu. Ouve-se um suspiro de alívio e gratidão –
até a descida da nuvem seguinte.

Todos nós já experimentamos esses ataques inesperados de melancolia,


embora nem sempre em sua forma extrema, mas o estado do tipo Mustard
também se desenvolve, não raro, em planos mais internos, quando não é
notado conscientemente.

Ele mostra claramente que todo estado negativo da alma é um estado de


redução da frequência de energia, de modo que todas as funções são
reprimidas: física (lentidão do movimento), mental (falta de ímpeto) e espiritual
(percepção reduzida). No estado negativo de Mustard existe a sensação
específica de uma frequência externa desconhecida, que domina largamente
as frequências da personalidade, e corta quase de todo, por algum tempo, a
conexão com o mundo exterior.

Não é fácil, por consequência, responder à pergunta tocante à situação do erro


neste estado. Ela pode ser apreciada de diferentes pontos de vista.

O problema não parece limitado à existência terrena presente. Os pensadores


esotéricos dirão que as razões do estado negativo de Mustard são cármicas, e
nascem das profundezas da alma. O estado do tipo Mustard é a consequência
de havermos caído de grande altura. É a queda de uma personalidade que já
esteve muito adiantada, mas usou as faculdades excepcionais, que lhe deram
acesso a forças cósmicas em outras formas de existência, só para seus fins
limitados, desperdiçando-as. Ela explorou recursos íntimos, que deveriam ter
sido apenas o instrumento da alma e dos poderes espirituais superiores. Visto
por esse prisma, o estado negativo de Mustard é aquele em que a alma
deplora o potencial perdido, e a personalidade tem de experimentá-lo em
dolorosa impotência.

A experiência de estar imóvel, totalmente separada da alma, seu verdadeiro


manancial de vida, mais cedo ou mais tarde induzirá a personalidade a suspirar
de novo pela luz da alma, e, portanto, a reaproximar-se dela. Demonstrou a
experiência que o estado de Mustard se alivia assim que é aceito, e a pessoa
passa, consciente, pelo estado de tristeza e se libera.

Visto assim, todo estado negativo de Mustard torna-se um dom precioso,


semelhante a Sweet Chestnut, reabrindo a porta que dá para as profundezas
da alma, que se haviam perdido de vista.

O estado de Mustard ocorre antes de se darem passos decisivos no


desenvolvimento. No transcurso do desenvolvimento espiritual, quase todos
passamos pelas fases negativas de Mustard, de modo que também podemos
experimentar essa escura energia cósmica dentro de nós mesmos, viver
dolorosamente no meio dela, e transformá-la.

Algumas pessoas parecem ter uma afinidade especial por essa qualidade de
energia e ser mais capazes de transformá-la dentro de si mesmas do que
outras. Pode ser um conforto para elas saber que toda transformação levada a
efeito no indivíduo exerce um efeito sobre os demais e sobre o grande todo, e
saber que, com cada dia negro de Mustard vivido completamente, elas também
trazem um pouco mais de luz ao nosso planeta, o que as tornará capazes de
viver seus sentimentos depressivos com íntima satisfação.

Edward Bach escreveu: “Este remédio dispersa a melancolia e traz alegria à


vida.” A pessoa que tomar Mustard terá a sensação de estar despertando
lentamente de um sonho escuro e pesado.

As pessoas que estiverem no estado positivo de Mustard terão uma sensação


de alegre serenidade interior, que as acompanhará tanto nos dias cinzentos
quanto nos ensolarados. Ainda veem as nuvens negras, mas já não se deixam
deprimir por elas.

Diferenciação entre Mustard e Gentian:

Mustard – Melancolia que vai e vem, sem nenhuma razão aparente.

Gentian – A razão dos sentimentos depressivos é conhecida, como, por


exemplo, a menopausa, a crise da meia idade, a perda de um emprego, etc.

A diferença essencial entre o estado de Mustard e o de Sweet Chestnut é a


seguinte:

Mustard – Mais passivo, mais emocional, não sabe o que está acontecendo,
pois não há conexões manifestas entre ele e o resto da vida.
Sweet Chestnut – Mais ativo; capaz de expressar com palavras o seu profundo
desespero.

Sintomas chave do tipo Mustard

Períodos de melancolia profunda, desalento, aparecem e desaparecem de


repente, sem nenhuma razão manifesta.

Sintomas devidos ao bloqueio de energia

Alguma coisa pesada, negra, desconhecida desce; a alma está de luto.

Sentimentos melancólicos, depressivos chegam de repente, de um momento


para outro, envolvendo a personalidade qual nuvem negra.

A pessoa sente-se excluída da vida normal.

Não vê nenhuma condição lógica entre essa condição e o resto de sua vida.

Completamente introvertida, presa nas redes da melancolia, todas as suas


energias estão voltadas para dentro.

Incapaz de esconder dos outros esse estado de espírito.

Incapaz de vencer esse estado de espírito com argumentos sensatos.

Fica à mercê desse sentimento, até que ele se vai de moto próprio; depois se
sente como se tivesse acabado de sair da cadeia.

Tem medo dos acessos, porque é incapaz de fazer alguma coisa para debelá-
los.

Uma raiva não reconhecida, diante de uma situação ou de outra pessoa, ode
ser um fator contribuinte.

Transformação potencial posterior

Reconheça o estado de espírito, ingresse nele plenamente, como, por


exemplo, ouvindo música triste, dirigindo-se à praia num dia chuvoso, etc.

Suspire por sua alma como se fosse um amante.

Afirmações positivas para praticar

“Sinto-me cheio de alegria.”

“Estou me erguendo para a luz.”


“Meu coração sente-se livre e feliz.”

“Sou grato pelas horas de dor.”

(Extraído do livro TERAPIA FLORAL DO DR. BACH – Teoria e Prática –


Mechthild

Interesses relacionados