Você está na página 1de 4

1ª Promotoria de Justiça Cível da Comarca de Várzea Grande

Especializada na Defesa da Probidade Administrativa, do Patrimônio Público e na Fiscalização das Fundações e Entidades de Interesse Social

SIMP n.º 001869-006/2019 (Protocolo Eletrônico)

P O R T A R I A n.º 12/2019

O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO, pela Promotora de


Justiça subscritora, no exercício de suas atribuições legais e com observância à Resolução
n.° 23/2007 do E. CNMP e Resolução n.° 52/2018 do E. CSMP/MT, e,

I – CONSIDERANDO que o Ministério Público “é instituição permanente, essencial


à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da ordem jurídica, do regime
democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis” , nos termos do artigo
127, da CRFB/1988, e também “II – zelar pelo efetivo respeito dos Poderes Públicos e
dos serviços de relevância pública aos direitos assegurados nesta Constituição,
promovendo as medidas necessárias a sua garantia; III – promover o inquérito civil e
a ação civil pública, para a proteção do patrimônio público e social, do meio ambiente
e de outros interesses difusos e coletivos” , nos termos do artigo 129, incisos II e III,
da Carta Maior;

II – CONSIDERANDO que a Constituição da República, em seu artigo 37,


caput, institui os princípios da Administração Pública, dentre eles o da eficiência,
moralidade administrativa e legalidade, bem como no inciso XVI do referido
artigo veda a acumulação remunerada de cargos públicos, exceto, quando houver
compatibilidade de horários; e, ainda, que o Superior Tribunal de Justiça
adequou seu posicionamento ao Supremo Tribunal Federal no sentido de os
profissionais da área da saúde, embora não limitados a jornada semanal de 60
(sessenta) horas semanais, devam comprovar a compatibilidade de horários;

III – CONSIDERANDO o teor da denúncia recepcionada nesta Promotoria de


Justiça, que informou que o médico Salvino Teodoro Ribeiro - CRM/MT 3469 -,
seria lotado na Secretaria de Saúde do Município de Várzea Grande, sob
matrícula 84692, bem assim Perito do INSS, e, ainda, possuiria vínculos
empregatícios com o Hospital Santa Rosa, tendo como um dos endereços
comerciais Edifício Santa Rosa Tower, nº 8000, em Cuiabá-MT, e com a Unimed/

Sede das Promotorias de Justiça de Várzea Grande Telefone: (65) 3688-6400 www.mpmt.mp.br 1
Rua Carlos Castilho, nº 95 – Bairro Centro Sul -Várzea
Grande/MT
CEP: 78.125-706 - pfp
1ª Promotoria de Justiça Cível da Comarca de Várzea Grande
Especializada na Defesa da Probidade Administrativa, do Patrimônio Público e na Fiscalização das Fundações e Entidades de Interesse Social

Cuiabá; do que conclui-se que, em tese, somadas estas atividades privadas às


funções públicas, desenvolva uma jornada exaustiva de trabalho, o que pode levar
o profissional a não gozar de boas condições físicas e mentais para bem exercer suas
funções; em evidente afronta ao princípio constitucional da eficiência, dentre outros;

IV – CONSIDERANDO o Hospital Santa Rosa e a a Unimed Cuiabá informaram


este órgão que o investigado, de fato, figurou em seus quadros, no primeiro como
médico servidor e no segundo como médico cooperado - inclusive, tendo sido
candidato pela chapa 2 na eleição da Unimed, em fevereiro do corrente ano -,
porém, deixaram de atender na íntegra as requisições no Ofício nº. 062/2019/1ª
PJCível 1 e Ofício nº. 063/2019/1ªPJCível 2 ; trazendo aos autos somente as cópias
das Atas das Assembleias Gerais Ordinárias, que, por si só, não comprovam as
cargas horárias do investigado;

V – CONSIDERANDO a informação trazida pela Procuradoria-Geral do


Município de Várzea Grande de que não há registro de frequência do noticiado
nos seus arquivos em pasta funcional, somada aos documentos colacionados pelo
INSS em que constam “zerados” os registros de ponto eletrônico do investigado
de outubro de 2018 a fevereiro de 2019; fatos estes últimos – item IV e V - que
demandam maior dilação probatória,

R E S O L V E instaurar o presente

INQUÉRITO CIVIL

com o objetivo de investigar os fatos aqui narrados que, em tese, se adéquam aos atos de
improbidade administrativa descritos na Lei 8.429/1992, e, ao tempo que DESIGNO o
Técnico Administrativo que atua na 1ª Promotoria de Justiça de Defesa do
Patrimônio Público e da Probidade Administrativa de Várzea Grande como
SECRETÁRIO dos AUTOS – devendo observar a Resolução n.º 23/2007 do E. CNMP,
1 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO, através da Promotoria de Patrimônio Público e Probidade
Administrativa da Comarca de Várzea Grande, pela Promotora de Justiça que a este subscreve e no uso de suas atribuições,
vem por meio deste SOLICITAR a Vossa Senhoria para que no prazo máximo de 10 (dez) dias encaminhe cópia do contrato de
trabalho firmado entre a empresa e o médico Salvino Teodoro Ribeiro, destacando a carga horária e jornada semanal
contratada - exclusivamente por meio eletrônico no SIMP.
2 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO, através da Promotoria de Patrimônio Público e Probidade
Administrativa da Comarca de Várzea Grande, pela Promotora de Justiça que a este subscreve e no uso de suas atribuições,
vem por meio deste SOLICITAR a Vossa Senhoria para que no prazo máximo de 10 (dez) dias encaminhe cópia do contrato de
trabalho firmado entre a empresa e o médico Salvino Teodoro Ribeiro, destacando a carga horária e jornada semanal
contratada - exclusivamente por meio eletrônico no SIMP.

Sede das Promotorias de Justiça de Várzea Grande Telefone: (65) 3688-6400 www.mpmt.mp.br 2
Rua Carlos Castilho, nº 95 – Bairro Centro Sul -Várzea
Grande/MT
CEP: 78.125-706 - pfp
1ª Promotoria de Justiça Cível da Comarca de Várzea Grande
Especializada na Defesa da Probidade Administrativa, do Patrimônio Público e na Fiscalização das Fundações e Entidades de Interesse Social

alterada pela Resolução n.º 35/2009; Resolução n.º 52/2018 do E. CSMP/MT e Ato n.º
63/2008 – PGJ/CGMP e incumbindo-se das deliberações aqui constantes e as demais
que vierem a constar destes autos, a ele determino:

1 – Publique IMEDIATAMENTE a presente portaria, em atendimento ao artigo 21,


inciso V, da Resolução n.º 52/2018 do CSMP/MT;

2 – Inclua no SIMP e expeça ofício ao Representante Legal do Hospital Santa Rosa, com
cópia da presente, requisitando que, no prazo de 10 (dez) dias, nos termos dos artigos 8º e
10º da Lei nº 8.429/19923, envie cópia do contrato de trabalho firmado entre a empresa e
o médico Salvino Teodoro Ribeiro; destacando a carga horária e jornada semanal
contratada, ainda que o investigado não faça mais parte do seu quadro de servidores –
peticionamento exclusivamente por meio eletrônico;

3 - Representante Legal da Unimed Cuiabá, com cópia da presente, requisitando que, no


prazo de 10 (dez) dias, nos termos dos artigos 8º e 10º da Lei nº 8.429/1992 4, apresente
documentos que comprovem o vínculo informado com o médico Salvino Teodoro Ribeiro;
destacando a carga horária e jornada semanal – peticionamento exclusivamente por
meio eletrônico;

4 – Expeça ofício a Procuradoria-Geral do Município de Várzea Grande, com cópia da


presente, requisitando que, no prazo de 10 (dez) dias, nos termos dos artigos 8º e 10º da
Lei nº 8.429/1992, informe se houve regularização do registro de ponto eletrônico na
Secretaria Municipal de Saúde, juntando cópia do referido registro em caso positivo.

5 – Expeça ofício ao Instituto Nacional de Seguridade Social, com cópia da presente,


requisitando que esclareça qual o motivo do registro de ponto eletrônico do médico
Salvino Teodoro Ribeiro encontra-se “zerado” de acordo com a documentação enviada a

3 Artigo 10 da Lei n.º 7.347/85: Art. 10. Constitui crime, punido com pena de reclusão de 1 (um) a 3 (três) anos, mais multa de 10 (dez) a 1.000 (mil) Obrigações
Reajustáveis do Tesouro Nacional - ORTN, a recusa, o retardamento ou a omissão de dados técnicos indispensáveis à propositura da ação civil, quando
requisitados pelo Ministério Público”.

“A requisição do Ministério Público é ordem legal que tem seu fundamento de validade alicerçado em norma constitucional (artigo 129, VI, CF), militando a seu
favor a presunção de legalidade submetida à prova em contrário, da qual não se desincumbiram as autoridades coatoras, que sequer prestaram informações ou
recorreram. Duplo Grau de Jurisdição nº 10591-3/195 (200402454035), 4º Câmara Cível de TJGO, Itumbira, Rel. Des. Beatriz Figueiredo Franco. j. 17.05.2005.”

“AÇÃO CIVIL PÚBLICA. PRELIMINAR DE OFÍCIO. REEXAME NECESSÁRIO. RECURSO VOLUNTÁRIO. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. REQUISIÇÃO DE
INFORMAÇÕES. MINISTÉRIO PÚBLICO. EXERCÍCIO DAS ATRIBUIÇÕES. MUNICÍPIO DE PASSA QUATRO. OMISSÃO. EX-PREFEITO MUNICIPAL. ATO DE
IMPROBIDADE. CONFIGURAÇÃO. I. Nos termos do artigo 19, caput, da "Lei da Ação Popular, aplicável, também, à ação civil pública,"a sentença que concluir
pela carência ou pela improcedência da ação está sujeita ao duplo grau de jurisdição, não produzindo efeito senão depois de confirmada pelo tribunal; da que
julgar procedente a ação, caberá apelação, com efeito suspensivo". II. Configura ato de improbidade administrativa do ex-Prefeito Municipal, passível de imposição
de penalidade prevista no artigo 12 da Lei nº 8.429, de 1993, a omissão de prestar as informações requisitadas, ao Município de Passa Quatro, pelo Ministério
Público no exercício das suas atribuições.(TJ-MG - AC: 10476100011321002 MG , Relator: Washington Ferreira, Data de Julgamento: 01/10/2013, Câmaras
Cíveis / 7ª CÂMARA CÍVEL, Data de Publicação: 04/10/2013)”

4 Idem.

Sede das Promotorias de Justiça de Várzea Grande Telefone: (65) 3688-6400 www.mpmt.mp.br 3
Rua Carlos Castilho, nº 95 – Bairro Centro Sul -Várzea
Grande/MT
CEP: 78.125-706 - pfp
1ª Promotoria de Justiça Cível da Comarca de Várzea Grande
Especializada na Defesa da Probidade Administrativa, do Patrimônio Público e na Fiscalização das Fundações e Entidades de Interesse Social

este Órgão; bem como que encaminhe documentos que comprovem, de forma categórica,
a frequência do noticiado em seu local de trabalho.

6 – Notifique o investigado para, no prazo de 30 (trinta) dias, caso queira, preste


informações nos autos, juntando os documentos que julgar pertinentes;

7 - Informe ao(a) denunciante através de endereço eletrônico sobre o presente despacho;

8 – Decorrido o prazo, com ou sem respostas, certifique e faça os autos conclusos para
providências.

No mais, observe, em tudo que for cabível, a RESOLUÇÃO 52/2018 DO CSMP/MT e


RESOLUÇÃO 23/2007 DO CNMP e o ATO CONJUNTO DA E. PGJ E CG/MP/MT N.º
63/2008, que rege as rotinas a serem observadas pelos órgãos de apoio das Promotorias
de Justiça, expedindo e certificando o necessário.

Cumpra em 02 (dois) dias úteis.

Em Várzea Grande-MT, 05 de julho de 2019 – sexta-feira.

AUDREY ILITY
Promotora de Justiça

Sede das Promotorias de Justiça de Várzea Grande Telefone: (65) 3688-6400 www.mpmt.mp.br 4
Rua Carlos Castilho, nº 95 – Bairro Centro Sul -Várzea
Grande/MT
CEP: 78.125-706 - pfp