Você está na página 1de 1

10

QUARTA-FEIRA 10 JULHO DE 2019


MAIS/Sociedade www.maissemanario.pt

Pintor espanhol expõe obras


na Galeria d’Arte Ortopóvoa
A mostra foi inaugurada no sábado e estará patente até 5 de outubro. Pela primeira vez, com um artista internacional, a Galeria d’Arte Orto-
póvoa (Rua Visconde de Azevedo, junto ao Museu Municipal) recebe, à sua 20.ª exposição, o trabalho 'Les Magranes' do espanhol Josep Ros
JOSÉ ALBERTO NOGUEIRA

JOSÉ ALBERTO NOGUEIRA

Josep Ros, Alexandrina Ferreira, Isabel Patim e Afonso Pinhão Ferreira Rui Faria, Andrea Silva e Afonso Pinhão Ferreira

Afonso Pinhão Ferreira, proprietário da mente, porque é diferente do habitual". Satis- Confessando-se "encantado" pela oportu-
clínica Ortopóvoa Ld.ª, que também con- feito e orgulhoso por atingir a 20.ª exposição nidade de mostrar o seu trabalho na Póvoa
templa uma galeria para exposições que catalogada na sua Galeria d´Arte, Afonso de Varzim, fez saber que prefere a pintura
é de entrada gratuita. Satisfeito com as já Pinhão Ferreira disse já ter “em carteira a óleo porque esta "oferece um aspeto dife-
20 exposições catalogadas, o médico den- mais quatro exposições agendadas”. rente, um brilho cromático distinto dos
tista ortodontista diz que esta estreia de outros materiais".
um criador estrangeiro aconteceu por um Josep Ros revelou ainda alguns detalhes
feliz acaso e não por uma celebração pen- Josep Ros "encantado" acerca do seu processo criativo: “Custa-me
sada: “Josep Ros é um artista europeu e do por se mostrar muito decidir quando é que um quadro está
mundo globalizado em que vivemos”. terminado. Leonardo Da Vinci dizia que os
Analisando o trabalho, Afonso Pinhão Fer- à Póvoa de Varzim quadros não são terminados, são abandona-
reira descreveu: "Esta pintura não retrata a dos. Eu ainda agora olho para os quadros e
realidade, antes obriga os observadores a Josep Ros é de Valência e tem 55 anos. penso: este, eu retocaria", concluiu.
inventar subconscientemente novas reali- Antes de se dedicar à pintura exerceu várias
dades. Verifica-se um matrimónio entre o atividades, desde empregado de mesa num
representativo e o irreal, mas, ao mesmo restaurante chinês em Madrid até organi- Curadora da obra destaca
tempo, um divórcio com as exigências da zador de eventos numa discoteca de Caipe. artista e papel da galeria Galeria de Arte
lógica. Cada quadro é uma história que o "Depois de uma etapa quase nómada,
artista contou, mas que pode ser percebida durante a qual saltei entre cidades e tra- ao não cobrar comissão ORTOPÓVOA
pelos observadores de diferentes formas". balhos, quase nenhum relacionado com as
Josep Ros é "rei de um mundo totalmente artes, fixei-me em Valência em 1990, come- Isabel Patim, curadora e coordenadora Rua Visconde de Azevedo, nº 11
imaginado, onde o autor despreza a visão çando a trabalhar num estúdio de cenogra- destes 'Les Magranes', começou por desta- 4490-589 Póvoa de Varzim
objetiva da realidade porque ela não con- fia", apresentou-se. Foi por essa altura que car "um trabalho em equipa com um catá-
sente mais que um ponto de vista individual, iniciou os estudos em Belas Artes. logo bilingue. A clínica foca-se agora para Website:
que não autoriza deambulações. É uma pin- Expôs pela primeira vez em 2014, na um público diferente, mantendo os seus https://www.ortopovoa.pt/
tura que não é fácil, é perfecionista. E por Casa da Cultura de Alcúdia, em Maiorca. conceitos, mas trazendo coisas inovadoras Contactos:
estas três razões - surrealista, simbolista "Mostrei publicamente o meu trabalho, que e, só por isso, devia ser motivo de visita". E. ortopovoa@ortopovoa.pt
e perfecionista - acho que vale bem a pena é resultado de visitas a diferentes museus Quanto à obra, nela "sobressai a individua- T. 252 299 240
visitar", convidou, acrescentando ser um da Europa, locais onde me deixo influenciar lidade da sua expressão artística, numa linha
prestígio “muito grande" acolher este autor. " pela pintura clássica europeia, a qual acaba de beleza clássica em que as figuras não Horário:
Eu tento acompanhar a evolução da arte, por se converter numa referência em toda se reduzem à simetria matemática. Estão Segunda a sexta: 10:00 às 19:30
gosto de ler sobre ela e tento promover e minha obra", vincou. “Gosto de pensar que livres das irregularidades do quotidiano e Sábados: 10:00 às 18:00
patrocinar dentro do que me é possível. E sou a continuação dessa pintura. Nela não não se submetem a qualquer julgamento
esta é uma exposição que recomendo viva- está tudo dito ainda". qualitativo. Pelo contrário, desafiam-no".
JOSÉ ALBERTO NOGUEIRA

E assim sendo, Isabel Patim não tem


JOSÉ ALBERTO NOGUEIRA

dúvidas: “Isto é uma provocação às cama-


das jovens, para verem que estes lugares
(museus, galerias) são lugares de informa-
ção, de cultura e que, de uma forma direta
ou indireta, podem conduzir-nos a apren-
dizagens que, mais tarde, se refletem em
trabalhos maduros”.
A terminar, agradeceu a Afonso Pinhão
Ferreira, "que não só promove, mas que
também acompanha as exposições, o que
lhe permite conhecer também muitos artis-
tas". Além disso, acrescentou, "esta galeria
não tem qualquer comissão sobre o traba-
lho exposto, o que permite ao Josep Ros
expor com preços competitivos e acessí-
veis à maioria das pessoas". Isso é rele-
vante porque o mercado da arte "muitas
vezes absorve parte da receita dos autores,
Proprietário da Galeria d'Arte acompanhado pela mãe e pintor fazendo com que a arte seja inacessível ao
cidadão comum".