Você está na página 1de 42

IDENTIFICAÇÃO

Revenda:

Proprietário:
Empresa / Fazenda:
Cidade: UF:

Nº do Certificado de Garantia:
Série / Nº:
Data: Nota Fiscal Nº:

Produto:

Anotações:
Introdução

A
Semeadeira Direta Articulada modelo SDA FLEX é destinada a
semeadura direta, cultivo mínimo ou semeadura convencional
de trigo, aveia, cevada, centeio, arroz de sequeiro ou irrigado e
culturas semelhantes e pastagens.
Os paralelogramos das linhas garantem o acampanhamento das varições
de topografia do solo, com a deposição de adubo e sementes sempre
na profundidade correta.
As sementes são distribuídas por rotores canelados helicoidais com
regulagem simultânea de caída. As dosagens são obtidas pelas escalas
graduadas existente nos depósitos. Neste sistema, as sementes se
posicionam no solo em forma de filetes contínuos.
O adubo é distribuído através de roscas sem-fim, garantindo uma
distribuição individual e contínua e sem intermitência em todas as linhas
de plantio.
A regulagem das diferentes quantidades de adubo e semente é facilmente
obtida pelo recâmbio de engrenagens com troca rápida - TRA. Ampla
gama de distribuição de adubo e sementes para diferentes culturas.
Este manual de instruções, contém as informações necessárias para o
melhor desempenho da semeadeira. O operador deve ler com atenção
o conteúdo total deste manual antes de colocar o equipamento em
funcionamento e certificar-se das recomendações de segurança.
Para obter qualquer outro esclarecimento, ou na eventualidade de
problemas técnicos que poderão surgir durante o serviço, consulte seu
Revendedor, que aliado ao Departamento de Assistência Técnica da
própria fábrica, garantem o pleno funcionamento da sua Semeadeira
TATU.

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A. 1


Índice
1. Ao Proprietário 3
2. Ao Operador 4a7
Cuidado com o meio ambiente / Trabalhe com segurança 4a6
Transporte sobre caminhão ou carreta / Adesivos de segurança 6e7
3. Especificações técnicas 8e9
4. Linha completa 10
5. Montagem 11 e 12
6. Preparação para o trabalho 13 a 19
Preparo do trator / Engate ao trator 13
Nivelamento da semeadeira 14
Espaçamento entre linhas / Posição das linhas no chassi 15
Procedimentos para troca de espaçamentos 16 e 17
Colocação da semeadeira em posição de transporte 18
Procedimentos antes da semeadura / Velocidade ideal de operação 19
7. Regulagens e operações 20 a 31
Distribuição de sementes 20
Tabela de distribuição de sementes 21
Distribuição de adubo / Procedimento para troca das engrenagens 22 e 23
Tabela para distribuição de adubo 24 e 25
Teste prático de distribuição de sementes e adubo 26
Cálculo auxiliar para distribuição de adubo 27
Discos de corte oscilantes (Opcional) 28
Abertura dos sulcos / Discos duplos desencontrados 28
Profundidade do adubo 29
Abertura dos sulcos para as sementes 30
Controle auxiliar de profundidade / Rodas de controle de profundidade 30
Operações - Pontos importantes 31
8. Opcionais 32 e 33
9. Manutenção 34 a 39
Lubrificação / Pontos de lubrificação 34 e 35
Limpeza dos depósitos de adubo e sementes 36
Manutenção dos cubos das linhas 37
Manutenção do distribuidor de adubo 38
Manutenção da semeadeira / Cuidados na manutenção 39
10. Importante 40

2 Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.


Ao proprietário
A aquisição de qualquer produto Tatu confere ao primeiro comprador os seguintes
direitos:
• Certificado de garantia;
• Manual de instruções;
• Entrega técnica, prestada pela revenda.
Cabe ao proprietário no entanto verificar as condições do equipamento no ato do
recebimento e ter conhecimento dos termos de garantia.
Atenção especial deve ser dada às recomendações de segurança e aos cuidados de
operação e manutenção do equipamento.
As instruções aqui contidas indicam o melhor uso e permitem obter o máximo
rendimento, aumentando a vida útil deste equipamento.
Este manual deve ser encaminhado aos Srs. Operadores e pessoal de
manutenção.

Importante
• Apenas pessoas que possuem o completo conhecimento do trator
e dos equipamentos devem efetuar o transporte e a operação dos
mesmos;
• A Marchesan não se responsabiliza por quaisquer danos causados por
acidentes oriundos no transporte, na utilização ou no armazenamento
incorretos ou indevidos dos seus equipamentos, seja por negligência
e/ou inexperiência de qualquer pessoa;
• A Marchesan não se responsabiliza por danos provocados em situações
imprevisíveis ou alheias ao uso normal dos equipamentos.

Informações gerais
As indicações de lado direito e lado esquerdo são feitas observando a semeadeira
por trás.
Para solicitar peças ou os serviços de assistência técnica é necessário fornecer
os dados constantes da plaqueta de identificação, a qual se localiza no chassi do
equipamento.

Alterações e modificações no equipamento sem a autorização expressa


da Marchesan S/A, bem como o uso de peças de reposição não originais,
NOTA implicam em perda de garantia.

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A. 3


Ao operador

Sr. Usuário!
Respeitemos a ecologia. O despejo incontrolado de resíduos
prejudica nosso meio ambiente.

Cuidado com o meio ambiente

Derramar no solo óleo, combustíveis, filtros, baterias, etc.,


afeta diretamente a ecologia, chegando estes resíduos até as
camadas subterrâneas. Informe-se sobre a forma correta de
entregar estes elementos contaminantes a quem possa reciclar
ou reutilizá-los.

Trabalhe com segurança


• Os aspectos de segurança devem ser atentamente observados
para evitar acidentes.
• Este símbolo é um alerta utilizado para prevenção contra
acidentes. As instruções acompanhadas deste símbolo
referem-se à segurança do operador ou de terceiros, portanto
devem ser lidas e atentamente observadas.

As semeadeiras TATU são de fácil operação, exigindo no


entanto os cuidados básicos e indispensáveis ao seu manuseio.
Tenha sempre em mente que Segurança exige Atenção
Constante, Observação e Prudência; durante o plantio, transporte,
manutenção e armazenamento da plantadeira.

Consulte o presente manual antes de realizar trabalhos de


regulagens e manutenções.

Ao operar com tomada de potência (TDP), fazer com o máximo


cuidado, não aproximar quando em funcionamento.

4 Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.


Ao operador

Não verifique vazamentos no circuito hidráulico com as mãos,


a alta pressão pode provocar grave lesão.

Nunca tente fazer as regulagens ou serviços de manutenção


com o equipamento em movimento.

Ter cuidado especial ao circular em declives. Perigo de


capotar.

Impedir que produtos químicos (fertilizantes, sementes tratadas,


etc.) entre em contato com a pele ou com as roupas.

Mantenha os lugares de acesso e de trabalho limpos e livres de


óleo, graxa, etc. Perigo de acidente.

Não transite em rodovias ou estradas pavimentadas. Nas curvas


fechadas evite que as rodas do trator toquem o cabeçalho.

Não transporte pessoas se não houver banco adicional para


este fim.

Tenha precaução quando circular debaixo de cabos elétricos


de alta tensão.

Durante o trabalho utilize sempre calçados de segurança.

Utilize sempre as travas para efetuar o transporte dos


equipamentos.

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A. 5


Ao operador
• Durante o trabalho ou transporte é permitido somente a permanência do
operador no trator.
• Não permita que crianças brinquem próximo ou sobre a semeadeira, estando
a mesma em operação, transporte ou armazenada.
• Tenha o completo conhecimento do terreno antes de iniciar o plantio. Faça a
demarcação de locais perigosos ou de obstáculos.
• Utilize velocidade adequada com as condições do terreno ou dos caminhos a
percorrer.
• Utilize equipamentos de proteção individual.
• Utilize roupas e calçados adequados. Evite roupas largas ou presas ao corpo,
que podem se enroscar nas partes móveis.
• Nunca opere sem os dispositivos de segurança do equipamento.
• Tenha cuidado ao efetuar o engate na barra de tração.
• Ao erguer ou abaixar a semeadeira observe se não há pessoas ou animais
próximos ou sob o equipamento.
• Verifique com atenção a largura de transporte em locais estreitos.
• Toda vez que desengatar o equipamento, na lavoura ou galpão, faça-o em
local plano e firme, utilizando os descansos. Certifique-se que o mesmo esteja
devidamente apoiado.
• Veja instruções gerais de segurança na contra capa deste Manual.

Transporte sobre caminhão ou carreta


O transporte por longa distância deve ser feito sobre caminhão, carreta, etc...,
seguindo estas instruções de segurança:
• Use rampas adequadas para carregar ou descarregar o equipamento. Não efetue
carregamento em barrancos, pois pode ocorrer acidente grave.
• Em caso de levantamento com guincho utilize os pontos adequados para
içamento.
• Utilize os descansos do equipamento para apoiá-lo corretamente.
• O cabeçalho da semeadeira deve ser erguido e travado na posição vertical ou
ser retirado e amarrado à carga.
• Amarre as tampas dos depósitos e outras partes móveis que possam se soltar
e causar acidentes.
• Calce adequadamente as rodas do equipamento.
• Utilize amarras (cabos, correntes, cordas, etc.), em quantidade suficiente para
imobilizar o equipamento durante o transporte.
• Verifique as condições da carga após os primeiros 8 a 10 quilômetros de
viagem, depois, a cada 80 a 100 quilômetros verifique se as amarras não estão
afrouxando. Verifique a carga com mais freqüência em estradas esburacadas.
• Esteja sempre atento. Tenha cuidado com a altura de transporte, especialmente
sob rede elétrica, viadutos, etc...
• Verifique sempre a legislação vigente sobre os limites de altura e largura da
carga. Se necessário utilize bandeiras, luzes e refletores para alertar outros
motoristas.

6 Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.


Ao operador

Adesivos de segurança
Os adesivos de segurança alertam sobre os pontos do equipamento que exigem maior
atenção. Os adesivos devem ser mantidos em bom estado de conservação. Se os adesivos
de segurança forem danificados, ou ficarem ilegíveis, devem ser substituídos. A Marchesan
fornece os adesivos, mediante solicitação e indicação dos respectivos códigos.

Leia o manual antes de iniciar o


uso do equipamento.
Read the manual before attempting
to work with the equipment.
Lea el manual antes de iniciar el
uso del equipo.
0503031428

AT E N Ç Ã O
C UIDADOS DURANTE O
TRABALHO E TRANSPORTE
As escadas de acesso à plataforma
devem ser erguidas.
Nunca transporte pessoas sobre a
plataforma, escada ou qualquer outra
parte da plantadeira.
CUIDADOS DURANTE
AS REGULAGENS
Todas as tampas de proteção devem
ser mantidas no lugar e em bom
estado, para evitar acidentes. 0503032553

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A. 7


8
Capacidade Capacidade
Espaçamento Largura de Potência
Nº de Largura útil Depósito Depósito Peso
Modelo entre linhas transporte no motor
linhas (mm) Semente Adubo (kg)
(mm) (mm) (cv)
(Litros) (Litros)

19 3.650 5.600 920 1.060 4.250 90 - 95


Especificações técnicas

SDA
23 175 3.850 5.780 1.120 1.276 5.130 95 - 105
FLEX

29 4.550 6.480 1.380 1.590 6.120 120 - 140

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.


Especificações técnicas

CABEÇALHO articulável, com extensor de fácil manuseio para engate ao trator e


nivelamento. Maior estabilidade no transporte.

CHASSI de elevada resistência e capacidade de absorção e distribuição de


cargas.

RODEIROS montados nas laterais acompanham as ondulações do solo com


acionamento constante dos distribuidores. Pneus 12.4-28 para maior aderência no solo.

CATRACAS ligam e desligam automaticamente a distribuição de semente e adubo,


ou podem ser desligadas manualmente para efetuar arremates, basta acionar a alavanca
na lateral do equipamento.

TRA - TROCA RÁPIDA DE ENGRENAGENS

• RECÂMBIO de engrenagens do adubo com 43 combinações diferentes. Possibilita


uma ampla gama de distribuição de adubo para diferentes culturas, sem necessidade de
alterar o comprimento das correntes.

• RECÂMBIO de engrenagens das sementes com 43 rotações diferentes. Possibilita


uma ampla gama de distribuição de sementes para diferentes culturas.

PLATAFORMA DE SERVIÇO antiderrapante entre as caixas diateiras e traseiras


na largura total do equipamento para facilitar o abastecimento, com escada articulável e
corrimãos.

DISCOS DE CORTE lisos Ø 16", com movimentos de oscilação e flutuação, para o


perfeito acompanhamento do terreno. Efetuam o corte eficiente de palha em diferentes
condições de solo.

LINHAS DE SEMENTES montadas em paralelograma, com ajuste da pressão sobre


o solo. Discos duplos desencontrados Ø de 13"x 15" com dois rolamentos de rolos cônicos
em cada cubo. Com limpadores internos dos discos flexíveis e ajustáveis.

RODAS DE CONTROLE DE PROFUNDIDADE usada nas linhas junto ao disco duplo


desencontrado, para a emergência uniforme das plantas.

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A. 9


Linha completa

Linha completa

Discos de corte Ø16", oscilantes e flutuantes com montagem desencontrada.


Linhas de sementes finas montada em paralelograma, com discos duplos
desencontrados Ø 13"x 15", limpadores dos discos ajustáveis e rodas de controle de
profundidade.
Posição do adubo: Na mesma linha e abaixo das sementes.

OBS. Manter o adubo separado (abaixo) 4 a 6 cm das sementes, para não


comprometer a germinação.

Adubo
Sementes

10 Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.


Montagem
Para facilitar o transporte a semeadeira SDA FLEX sai de fábrica semi-montada,
restando apenas a colocação de alguns componentes conforme orientações a seguir:

Montagem do cabeçalho
O cabeçalho (A) vai montado e articulado no equipamento, basta baixá-lo e prende-lo
no chassi (B), usando os pinos (C) e pinos trava (D), conforme ilustra a imagem abaixo.
O fixador de mangueira (E) encontra-se na caixa de componentes e deve ser fixado
no cabeçalho com parafuso (F), arruela lisa e arruela de pressão.

B
A

E
F

Detalhe

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A. 11


Montagem

Montagem do extensor
Após a montagem do cabeçalho, faça a montagem do extensor (A), no chassi do
equipamento e no cabeçalho, usando os pinos (B) e pinos trava (C).

12 Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.


Preparação para o trabalho

Preparo do trator
Recomendamos usar pneus traseiros largos e sem colocação de contrapesos, a fim
de evitar a compactação excessiva do solo nas linhas que seguem atrás dos pneus.

Engate ao trator

Fixe o cabeçalho na barra de tração do trator colocando o pino (A), travando com
a cupilha. Observe que a barra de tração do trator deve permanecer fixa (trabalho /
transporte).
Acople os "machos" dos engates rápidos da semeadeira na saída hidrúlica do
trator.

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A. 13


Preparação para o trabalho

Nivelamento da semeadeira

Levante totalmente as linhas, acionando os cilindros hidráulicos.


Através do extensor (A), faça o nivelamento do equipamento.

14 Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.


Preparação para o trabalho

Espaçamento entre linhas


A SDA FLEX sai de fábrica com o espaçamento mínimo conforme o número de linhas
solicitado, tendo flexibilidade para outros espaçamentos; ou seja, para plantio de culturas
que necessitam de maior distância entre linhas.

Posição das linhas no chassi


Número de linhas ímpar:
Fixa-se uma linha no centro do chassi, partindo da mesma para as demais, com
espaçamento desejado.

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A. 15


Preparação para o trabalho

Procedimentos para troca de espaçamento

Para alterar os espaçamentos da semeadeira, proceda da seguinte maneira:

• Faça a troca de espaçamento em local limpo, plano e firme. Certifique-se de que a


semeadeira está devidamente apoiada.
• Solte as linhas afrouxando as porcas (A e B), das linhas dianteiras e traseiras. Retire
somente as linhas que não serão utilizadas, as demais deverão ser mantidas ou deslocadas
na semeadeira. Se necessário, desloque o cabeçalho para possibilitar os espaçamentos
desejados afrouxando os parafusos (C).

C
B

Verifique se a semeadeira está bem apoiada para evitar acidentes.

16 Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.


Preparação para o trabalho
• Retire os condutores de sementes (D) e adubo (E), juntamente com as linhas,
soltando as presilhas que prendem nos bocais.
• Feche as saídas de sementes com interruptor (F), nas linhas que forem retiradas.

• Para fechar as saídas de adubo


basta colocar as calhas (G) sobre as roscas
sem-fim.

Faça o reaperto de todos os conjuntos, dando atenção especial


IMPORTANTE aos seguintes pontos:
• O reaperto das porcas que fixam as linhas de semente no chassi
deve ser feito gradativamente, evitando apertar totalmente cada
porca de uma vez.
• O mesmo é válido entre uma linha e outra; ou seja, não aperte
totalmente uma linha de uma vez, mas sim gradativamente.
• Intercalando estas operações de aperto das porcas de uma linha
e passando para outra, deve-se fazer girar o eixo sextavado, para
manter o alinhamento correto e evitar travamento.

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A. 17


Preparação para o trabalho

Colocação da semeadeira em posição de transporte


Após acoplar a semeadeira, levante totalmente as linhas, acionando o cilindro
hidráulico.
Suspenda os descansos (A), conforme a figura.
Durante o transporte utilize sempre
as travas (B) nas hastes (C) dos cilindros
hidráulicos.

Detalhe
B

Detalhe

IMPORTANTE Abastecer a semeadeira somente no local de trabalho.


Nunca transportar a semeadeira com excesso de carga.

18 Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.


Preparação para o trabalho

Procedimento antes da semeadura


Antes de iniciar a semeadura faça uma inspeção geral no equipamento, reapertando
todos os parafusos e porcas, e verificando também as condições dos pinos e contrapinos,
para evitar danos futuros. Repita esta operação após o primeiro dia de trabalho.

• Abastecer a semeadeira somente no local de trabalho.


NOTA
• Nunca transportar a semeadeira com excesso de carga.

• Confira a calibragem dos pneus, devendo manter a mesma pressão. Para ambos
modelos usar a pressão de 30 lbs/pol².
• Verifique também se não há qualquer objeto no interior dos depósitos, que possam
danificar os conjuntos distribuidores.
• Lubrifique adequadamente todos os pontos graxeiros. (Veja instruções de lubrificação
nas páginas 34 e 35.

Os pneus devem ter o mesmo desenho, e manter a mesma calibragem


OBS.
(30 lbs/pol²).

Velocidade ideal de operação

A semeadeira SDA FLEX opera com maior efifiência na faixa de 5 a 8 km/h. É


necessário manter a velocidade constante em toda a semeadura.

NOTA Tenha o completo conhecimento do terreno antes de iniciar a semeadura.


Faça a demarcação de locais perigosos ou de obstáculos.

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A. 19


Regulagens e operações

Distribuição de sementes

As caixas distribuidoras de
sementes finas possuem 03 (três)
pontos de regulagem, utilizados
conforme diferentes tamanhos de
grãos, sendo:
1
Ponto 1 - Para sementes
pequenas de trigo, arroz, aveia e
2
similares.
3
Ponto 2 - Para sementes médias
de soja, arroz, ervilha, etc.

Ponto 3 - Para sementes


grandes de soja, etc.

A não observância de tais instruções poderá ocasionar:


ATENÇÃO
• Danos a sementes.
• Alteração na quantidade distribuída.

Detalhe C

A regulagem da quantidade de
A sementes é realizada através
do volante (A), na seguinte
sequência:
• Retire a cupilha de travamento
(B) do volante.
• Para determinar as quantidades
aproximadas em quilograma
por hectare (kg/ha), para trigo
e arroz, consulte as tabelas da
página seguinte. Após a consulta
gire o volante (A) até conseguir
a indicação do número desejado
na escala (C).
B
• Trave o volante recolocando a
cupilha de travamento (B) após
a regulagem final.

20 Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.


Regulagens e operações

Tabela de distribuição de sementes (trigo)


Abertura dos rotores = Ponto 1 (página 20).

Gramas em Quantidades em Kg por hectare para os diferentes


Escala 50 metros espaçamentos entre linhas
por linha
175 mm 200 mm
0,5 25 28 25
1,0 54 62 54
1,5 84 96 84
2,0 117 134 117
2,5 152 174 152
3,0 185 211 185
3,5 226 258 226
4,0 277 317 277
4,5 296 338 296
5,0 336 384 336
5,5 361 413 361
6,0 377 431 377
Hectare = 10.000 m² Velocidade média utilizada = 08 Km/h.
Obs.: Veja como efetuar o teste prático para caída de sementes na pág. 26.

Tabela de distribuição de sementes (arroz)


Abertura dos rotores = Ponto 1 (página 20).

Gramas em Quantidades em Kg por hectare para os diferentes


Escala 50 metros espaçamentos entre linhas
por linha
175 mm 200 mm
0,5 13 15 13
1,0 28 32 28
1,5 43 49 43
2,0 60 68 60
2,5 78 89 78
3,0 99 113 94
3,5 116 132 116
4,0 134 153 134
4,5 158 180 158
5,0 172 196 172
5,5 190 217 190
6,0 207 236 207
Hectare = 10.000 m² Velocidade média utilizada = 08 Km/h.
Obs.: Veja como efetuar o teste prático para caída de sementes na pág. 26.

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A. 21


Regulagens e operações

Distribuição de adubo

A distribuição de adubo é feita através


de um dosador de rosca sem-fim, sendo que
as diferentes quantidades são obtidas pela
troca de engrenagens do eixo motor {C} e E
eixo movido {D}.

Procedimento para troca das engrenagens

RECÂMBIO DE ENGRENAGENS
Movimente a alavanca (E) para SPROCKET COMBINATIONS
aliviar o esticador de corrente e CAMBIO DE ENGRANAJES
trave com o pino no furo; ADUBO FERTILIZER ABONO
38
• Desloque o cone de engrenagem 34
30
no eixo, alinhando as engrenagens EIXO MOVIDO 26
DRIVEN SHAFT 18 22
escolhidas e coloque a corrente; 14
EJE MOVIDO
• Solte a alavanca liberando o pino
trava, para tensionar as correntes.
"D"
• Nas tabelas das páginas 24 e 25
encontram-se as quantidades de
adubo para vários espaçamentos,
em função do passo das roscas 38
34
30
sem-fim e do número de dentes das EIXO MOTOR 26
engrenagens utilizadas. DRIVE SHAFT 18 22
14
EJE MOTOR

"C"

22 Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.


Regulagens e operações

ATENÇÃO • A tabela da página 24, indica as quantidades obtidas com as roscas


sem fim de 1" (standard). Esta rosca transporta aproximadamente 17
gramas de adubo comercial granulado por volta.
• A tabela da página 25, indica as quantidades obtidas com as roscas
sem fim de 1" (standard). Esta rosca transporta aproximadamente 17
gramas de adubo comercial granulado por volta.
• As tabelas de distribuição de sementes e adubo deste manual devem
ser utilizadas como ponto de referência para iniciar a regulagem
da semeadeira. Fatores como índice de deslizamento das rodas da
semeadeira (derrapagem), velocidade de trabalho, calibragem dos
pneus, condições do terreno podem resultar em valores diferentes
dos indicados nas tabelas. É indispensável portanto efetuar os testes
práticos de distribuição, como indicado na página 26.

Rosca sem fim


Rosca sem fim
Passo de 2"
Passo de 1"

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A. 23


24
TABELA PARA DISTRIBUIÇÃO DE ADUBO COMERCIAL GRANULADO - Quantidades Aproximadas em kg/ha (Quilogramas por Hectare) - Roscas Sem-Fim com Passo de 1" (STANDARD) - SDACP 15 e 19 Linhas - TRA
TABLA DE DOSIFICACIÓN DE FERTILIZANTE COMERCIAL GRANULADO - Cantidades Aproximadas en kg/ha (Kilogramos por Hectarea) - Roscas Sin-Fin con Paso de 1" (STANDARD) - SDACP 15 y 19 Lineas - TRA
DISTRIBUTION TABLE OF GRANULATED COMMERCIAL FERTILIZER - Aproximate Amounts in kg per hectare - Augers Supplied With 1" Coil Pitch (STANDARD) - SDACP 15 and 19 Rows - TRA
Motora
Rodas Dentadas Conductora
Drive Shaft
14 14 14 18 18 14 22 18 14 22 26 18 22 26 14 30 18 22 26 30 34 22 38 34 30 26 22 38 18 34 30 26 38 34 22 30 38 26 34 38 30 34 38
Ruedas Dentadas
Movida
Sprockets Conducida 38 34 30 38 34 26 38 30 22 34 38 26 30 34 18 38 22 26 30 34 38 22 34 30 26 22 18 30 14 26 22 18 26 22 14 18 22 14 18 18 14 14 14
Driven Shaft
Gramas em 50 m por Linha
Gramos en 50 m por Linea 50 56 64 65 72 73 79 82 87 88 93 94 100 104 106 108 112 115 118 120 122 136 152 155 157 161 167 173 175 178 186 197 199 211 214 227 236 253 258 288 275 311 348
Grams in 50 m per Row

E E S 158 mm 64 71 81 82 91 93 100 104 110 112 118 120 127 132 134 136 141 146 150 152 154 173 193 196 199 204 211 219 222 226 235 249 252 267 271 288 298 321 326 364 370 419 469
S P 175 mm 57 64 73 74 83 84 90 94 99 101 107 108 114 119 121 123 128 132 135 138 139 156 174 177 180 184 190 197 200 204 213 225 228 241 245 260 269 289 294 329 334 379 423
S P A 200 mm 50 56 64 65 72 73 79 82 87 88 93 94 100 104 106 108 112 115 118 120 122 136 152 155 157 161 167 173 175 178 186 197 199 211 214 227 236 253 258 288 292 331 370
A C 46 51 58 59 66 67 72 74 79 80 85 86 91 95 96 98 101 105 107 109 111 124 139 141 143 147 152 157 159 162 169 179 181 192 195 207 214 230 234 262 266 301 337
220 mm
Regulagens e operações

P C I
250 mm 40 45 51 52 58 59 63 65 69 71 75 76 80 83 85 86 89 92 95 96 98 109 122 124 126 129 133 138 140 143 149 158 159 169 171 182 188 203 206 230 234 265 296
I N
A 300 mm 33 37 42 43 48 49 53 55 58 59 62 63 67 70 71 72 74 77 79 80 81 91 102 103 105 107 111 115 117 119 124 131 133 141 143 152 157 169 172 192 195 221 247
O G
S S 316 mm 32 36 40 41 46 46 50 52 55 56 59 60 63 66 67 68 71 73 75 76 77 86 96 98 100 102 105 109 111 113 118 125 126 133 136 144 149 160 163 182 185 210 234
Ç 167 189 212
350 mm 29 32 36 37 41 42 45 47 50 50 53 54 57 60 61 62 64 66 68 69 70 78 87 88 90 92 95 99 100 102 106 113 114 120 122 130 135 145 147 165
A E B 400 mm 25 28 32 32 36 37 39 41 43 44 47 47 50 52 53 54 56 58 59 60 61 68 76 77 79 81 83 86 88 89 93 98 100 105 107 114 118 127 129 144 146 166 185
N E 450 mm 22 25 28 29 32 33 35 36 39 39 41 42 44 46 47 48 50 51 53 53 54 61 68 69 70 72 74 77 78 79 83 88 89 94 95 101 105 113 114 128 130 147 165
M T T 500 mm 20 22 25 26 29 29 32 33 35 35 37 38 40 42 42 43 45 46 47 48 49 55 61 62 63 64 67 69 70 71 74 79 80 84 86 91 94 101 103 115 117 132 148
R W 550 mm 18 20 23 23 26 27 29 30 32 32 34 34 36 38 39 39 41 42 43 44 44 50 55 56 57 59 61 63 64 65 68 72 72 77 78 83 86 92 94 105 106 120 135
E E E 600 mm 17 19 21 22 24 24 26 27 29 29 31 31 33 35 35 36 37 38 39 40 41 45 51 52 52 54 56 58 58 59 62 66 66 70 71 76 79 84 86 96 97 110 123
E
N 650 mm 15 17 20 20 22 23 24 25 27 27 29 29 31 32 33 33 34 36 36 37 38 42 47 48 48 50 51 53 54 55 57 61 61 65 66 70 72 78 79 89 90 102 114
L N
700 mm 14 16 18 18 21 21 23 23 25 25 27 27 29 30 30 31 32 33 34 34 35 39 44 44 45 46 48 49 50 51 53 56 57 60 61 65 67 72 74 82 83 95 106
T I
N R
750 mm 13 15 17 17 19 20 21 22 23 24 25 25 27 28 28 29 30 31 32 32 33 36 41 41 42 43 44 46 47 48 50 53 53 56 57 61 63 68 69 77 78 88 99
O E O 800 mm 13 14 16 16 18 18 20 20 22 22 23 24 25 26 27 27 28 29 30 30 31 34 38 39 39 40 42 43 44 45 46 49 50 53 54 57 59 63 64 72 73 83 93
A W 850 mm 12 13 15 15 17 17 19 19 20 21 22 22 24 25 25 25 26 27 28 28 29 32 36 36 37 38 39 41 41 42 44 46 47 50 50 53 55 60 61 68 69 78 87
S S S 900 mm 11 12 14 14 16 16 18 18 19 20 21 21 22 23 24 24 25 26 26 27 27 30 34 34 35 36 37 38 39 40 41 44 44 47 48 51 52 56 57 64 65 74 82
EFETUAR UM TESTE PRÁTICO NA DISTRIBUIÇÃO DE ADUBO AO LONGO DE 50 m LINEARES E COMPARAR COM A 3ª LINHA DESTA TABELA (GRAMAS EM 50 metros).
NOTA: RECOMENDAMOS
O TESTE DEVE SER FEITO NO LOCAL DE PLANTIO E EM VELOCIDADE NORMAL DE TRABALHO. HECTARE = 10.000 m² VELOCIDADE MÉDIA UTILIZADA - 08 Km/h
RECOMENDAMOS EFECTUAR UN TEST PRACTICO EN LA DISTRIBUCION DE FERTILIZANTE A LO LARGO DE 50 m LINEALES Y COMPARAR CON LA 3ª LINEA DE ESTA TABLA (GRAMOS EN 50 metros).
NOTA: EL TEST DEBE SER REALIZADO EN EL LOCAL DE SIEMBRA Y EN VELOCIDAD DE TRABAJO. HECTÁREA = 10.000 m² VELOCIDAD MEDIA UTILIZADA - 08 Km/h
WE RECOMMEND TO MAKE A PRACTICAL TEST OF FERTILIZER DISTRIBUTION ALONG 50 LINEAR METERS AND COMPARE WITH THE 3rd LINE OF THIS TABLE (GRAMS IN 50 meters).
NOTE: THE TEST SHOULD BE MADE IN THE OWN FIELD WHERE THE PLANTATION WILL TAKE PLACE AND IN NORMAL WORKING SPEED. HECTARE = 10.000 m² AVERAGE SPEED - 08 Km/h
0503032379 - Revisão 00 - 01/2005

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.


TABELA PARA DISTRIBUIÇÃO DE ADUBO COMERCIAL GRANULADO - Quantidades Aproximadas em kg/ha (Quilogramas por Hectare) - Roscas Sem-Fim com Passo de 1" (STANDARD) - SDACP 21, 23, 27 e 29 Linhas - TRA
TABLA DE DOSIFICACIÓN DE FERTILIZANTE COMERCIAL GRANULADO - Cantidades Aproximadas en kg/ha (Kilogramos por Hectárea) - Roscas Sin-Fin con Paso de 1" (STANDARD) - SDACP 21, 23, 27 y 29 Lineas - TRA
DISTRIBUTION TABLE OF GRANULATED COMMERCIAL FERTILIZER - Aproximate Amounts in kg per hectare - Augers Supplied With 1" Coil Pitch (STANDARD) - SDACP 21, 23, 27 and 29 Rows - TRA
Motora
Rodas Dentadas Conductora
Drive Shaft
14 14 14 18 18 14 22 18 14 22 26 18 22 26 14 30 18 22 26 30 34 22 38 34 30 26 22 38 18 34 30 26 38 34 22 30 38 26 34 38 30 34 38
Ruedas Dentadas
Movida
Sprockets Conducida 38 34 30 38 34 26 38 30 22 34 38 26 30 34 18 38 22 26 30 34 38 22 34 30 26 22 18 30 14 26 22 18 26 22 14 18 22 14 18 18 14 14 14
Driven Shaft
Gramas em 50 m por Linha
Gramos en 50 m por Linea 47 53 60 61 68 69 74 77 82 83 88 89 94 98 100 101 105 108 111 113 115 128 143 145 148 151 157 162 165 168 175 185 187 198 201 214 221 238 242 270 275 311 348
Grams in 50 m per Row

E E S 158 mm 60 67 76 77 86 87 94 97 103 105 111 112 119 124 126 128 133 137 141 143 145 162 181 184 187 192 198 205 208 212 221 234 237 251 255 270 280 301 306 342 347 394 440
S P 175 mm 54 60 68 69 78 79 85 88 93 95 100 101 107 112 114 116 120 124 127 129 131 146 164 166 169 173 179 185 188 191 200 211 214 226 230 244 253 272 277 309 314 356 397
S P A 200 mm 47 53 60 61 68 69 74 77 82 83 88 89 94 98 100 101 105 108 111 113 115 128 143 145 148 151 157 162 165 168 175 185 187 198 201 214 221 238 242 270 275 311 348
A C 43 48 54 55 62 63 67 70 74 75 80 81 85 89 91 92 95 99 101 103 104 116 130 132 134 138 142 148 150 152 159 168 170 180 183 194 201 216 220 246 250 283 316
220 mm
P C I
250 mm 38 42 48 49 54 55 59 61 65 66 70 71 75 78 80 81 84 87 89 90 92 102 115 116 118 121 125 130 132 134 140 148 150 158 161 171 177 190 194 216 220 249 278
I N
A 300 mm 31 35 40 40 45 46 49 51 54 55 58 59 63 65 66 67 70 72 74 75 76 85 95 97 99 101 104 108 110 112 116 123 125 132 134 142 148 159 161 180 183 207 232
Regulagens e operações

O G
S S 316 mm 30 33 38 38 43 44 47 49 52 52 55 56 59 62 63 64 66 69 70 72 73 81 91 92 94 96 99 103 104 106 111 117 119 125 127 135 140 151 153 171 174 197 220
Ç 157 178 199
350 mm 27 30 34 35 39 39 42 44 47 47 50 51 54 56 57 58 60 62 63 65 65 73 82 83 84 87 89 93 94 96 100 106 107 113 115 122 126 136 138 155
A E B 400 mm 24 26 30 30 34 34 37 38 41 41 44 44 47 49 50 51 52 54 56 57 57 64 72 73 74 76 78 81 82 84 87 93 94 99 101 107 111 119 121 135 137 156 174
N E 450 mm 21 23 27 27 30 31 33 34 36 37 39 39 42 44 44 45 47 48 49 50 51 57 64 65 66 67 70 72 73 74 78 82 83 88 89 95 98 106 108 120 122 138 155

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.


M T T 500 mm 19 21 24 24 27 28 30 31 33 33 35 35 38 39 40 40 42 43 44 45 46 51 57 58 59 61 63 65 66 67 70 74 75 79 81 85 89 95 97 108 110 124 139
R W 550 mm 17 19 22 22 25 25 27 28 30 30 32 32 34 36 36 37 38 39 40 41 42 47 52 53 54 55 57 59 60 61 64 67 68 72 73 78 80 87 88 98 100 113 126
E E E 600 mm 16 18 20 20 23 23 25 26 27 28 29 30 31 33 33 34 35 36 37 38 38 43 48 48 49 50 52 54 55 56 58 62 62 66 67 71 74 79 81 90 92 104 116
E
N 650 mm 15 16 18 19 21 21 23 24 25 26 27 27 29 30 31 31 32 33 34 35 35 39 44 45 45 47 48 50 51 52 54 57 58 61 62 66 68 73 74 83 84 96 107
L N
700 mm 13 15 17 17 19 20 21 22 23 24 25 25 27 28 28 29 30 31 32 32 33 37 41 41 42 43 45 46 47 48 50 53 53 57 58 61 63 68 69 77 78 89 99
T I
N R
750 mm 13 14 16 16 18 18 20 20 22 22 23 24 25 26 27 27 28 29 30 30 31 34 38 39 39 40 42 43 44 45 47 49 50 53 54 57 59 63 65 72 73 83 93
O E O 800 mm 12 13 15 15 17 17 19 19 20 21 22 22 23 24 25 25 26 27 28 28 29 32 36 36 37 38 39 41 41 42 44 46 47 49 50 53 55 59 60 68 69 78 87
A W 850 mm 11 12 14 14 16 16 17 18 19 20 21 21 22 23 23 24 25 26 26 27 27 30 34 34 35 36 37 38 39 39 41 44 44 47 47 50 52 56 57 64 65 73 82
S S S 900 mm 10 12 13 13 15 15 16 17 18 18 19 20 21 22 22 22 23 24 25 25 25 28 32 32 33 34 35 36 37 37 39 41 42 44 45 47 49 53 54 60 61 69 77
EFETUAR UM TESTE PRÁTICO NA DISTRIBUIÇÃO DE ADUBO AO LONGO DE 50 m LINEARES E COMPARAR COM A 3ª LINHA DESTA TABELA (GRAMAS EM 50 metros).
NOTA: ORECOMENDAMOS
TESTE DEVE SER FEITO NO LOCAL DE PLANTIO E EM VELOCIDADE NORMAL DE TRABALHO. HECTARE = 10.000 m² VELOCIDADE MÉDIA UTILIZADA - 08 Km/h
RECOMENDAMOS EFECTUAR UN TEST PRACTICO EN LA DISTRIBUCION DE FERTILIZANTE A LO LARGO DE 50 m LINEALES Y COMPARAR CON LA 3ª LINEA DE ESTA TABLA (GRAMOS EN 50 metros).
NOTA: EL TEST DEBE SER REALIZADO EN EL LOCAL DE SIEMBRA Y EN VELOCIDAD DE TRABAJO. HECTÁREA = 10.000 m² VELOCIDAD MEDIA UTILIZADA - 08 Km/h
WE RECOMMEND TO MAKE A PRACTICAL TEST OF FERTILIZER DISTRIBUTION ALONG 50 LINEAR METERS AND COMPARE WITH THE 3rd LINE OF THIS TABLE (GRAMS IN 50 meters).
NOTE: THE TEST SHOULD BE MADE IN THE OWN FIELD WHERE THE PLANTATION WILL TAKE PLACE AND IN NORMAL WORKING SPEED. HECTARE = 10.000 m² AVERAGE SPEED - 08 Km/h
0503032382 - Revisão 00 - 01/2005

25
Regulagens e operações

IMPORTANTE Os dados das tabelas anteriores (Semente e Adubo) podem variar


por diversos fatores. Pedimos portanto observar com atenção o
item seguinte.

Teste prático de distribuição de sementes e adubo

O local mais indicado para aferir a quantidade de semente e adubo a ser distribuído,
é no próprio terreno onde irá fazer a semeadura. Proceda da seguinte maneira:

• Utilize sempre que possível o mesmo trator e operador que efetuarão a


semeadura.

• A calibragem correta dos pneus da semeadeira é importante, devendo manter a


mesma pressão. (30 lbs/pol²).

• Marque a distância para teste. Exemplo da tabela de adubo, 50 metros lineares.

• Abasteça os depósitos da semeadeira pelo menos até a metade da capacidade


total.

• Antes de entrar na área demarcada percorra alguns metros, para preencher


completamente os distribuidores.

• Coloque recipientes nas saídas de adubo e sementes. (Utilize de preferência sacos


plásticos).

• Desloque o trator no espaço demarcado, utilizando a mesma velocidade que irá


trabalhar em todo a semeadura. (Velocidade média utilizada = 8 km/h).

• Pese o adubo e a semente contido nos recipientes, tire a média de todos os testes
e compare com a 3ª coluna das tabelas. (Gramas em 50 metros por linha). Se
necessário, refaça o teste alterando as regulagens.

• Após conseguir as quantidades desejadas e ainda no terreno, desloque o trator na


mesma velocidade; porém deixando o adubo e a semente chegar até o solo, para
melhor verificar a uniformidade da distribuição.

ATENÇÃO • A variação da velocidade de trabalho afeta a distribuição uniforme


das sementes.
• Toda vez que trocar o lote da semente ou o fabricante do adubo, é
necessário aferir novamente.
• É importante verificar novamente todas as regulagens após o primeiro
dia de plantio.
• Nuca altere as regulagens com a semeadeira em movimento.

26 Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.


Regulagens e operações

Cálculo auxiliar para distribuição de adubo

Para distribuir outras quantidades de adubo em espaçamento e áreas diferentes, das


apresentadas nas tabelas, sugerimos um cálculo rápido, onde todos os dados utilizados
podem ser substituídos por outros de seu interesse, bastando utilizar a fórmula abaixo,
que contém os seguintes elementos:

A = área a ser adubada (m 2).


B = espaçamento entre linhas da cultura (mm).
C = quantidade de adubo a ser distribuída na área (Kg).
D = espaço a percorrer para o teste de caída (m).
X = quantas gramas deve cair em "d" ?

Fórmula:

BxCxD
X=
A

Exemplo:

A = 10.000 m 2
B = 175 mm
C = 300 kg
D = 50 m
X=?

175 x 300 x 50
X=
10.000

X = 262.5 gramas em 50 metros em cada linha.

Em seguida regule a semeadeira para distribuir a quantidade encontrada, ou a que


mais se aproxima; no espaço predeterminado para o teste.

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A. 27


Regulagens e operações

Discos de corte oscilantes (opcional)


Os discos de corte possuem movimentos de
oscilação lateral para acompanhar curvas no terreno.
Durante o trabalho não efetue curvas fechadas.
Pode ocorrer danos aos componentes das B
linhas.
A oscilação vertical (ou Flutuação) dos
discos é proporcionada pelas molas (A),
que devem manter a pressão ajustada de
fábrica e permitir a articulação necessária
para acompanhar o terreno e transpor
obstáculos.
A regulagem da altura dos discos em A
relação ao solo deve ser utilizada para
aumentar ou diminuir a profundidade de
corte dos discos através dos parafusos (B).
Evite aprofundar os discos de corte
desnecessariamente.
A Profundidade ideal deve evitar que a flange do disco
de corte entre em contato com o solo.

Abertura dos sulcos e posicionamento do adubo no solo


• Adubação na mesma linha e abaixo da semente. (para o sistema convencional).
• A abertura do sulco é feita através dos discos duplos desencontrados, que tem a
função de cortar a palha (resteva), o outro disco efetua a abertura do sulco para o adubo
e a semente.

Discos duplos desencontrados


Estes discos possuem limpadores internos
(A) que são flexíveis e ajustáveis, para remover
a terra que se acumula na parte interna dos
A mesmos.

Detalhe

28 Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.


Regulagens e operações

Profundidade do adubo
A profundidade no adubo é feita através do fuso regulador (A) da mola, onde tem
regulagem para mais ou menos pressão de trabalho.
Deve-se dar atenção especial para a posição do adubo em relação a semente,
observando principalmente os seguintes fatores:
• Tipo de cultura;
• Tipo de adubo;
• Quantidade de adubo;
• Umidade do solo.

Adubo
Sementes

O adubo é colocado no solo através do disco duplo


desencontrado, ficando praticamente junto à semente.
O conhecimento detalhado destes fatores permite
definir o melhor posicionamento do adubo em relação a
Detalhe semente, evitando a queima das sementes.

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A. 29


Regulagens e operações

Abertura dos sulcos para a sementes


Os sulcos para a sementes são abertos através de discos duplos desencontrados;
que também possuem limpadores ajustáveis, para remover a terra que se acumula na
parte interna dos mesmos.

Controle auxiliar de profundidade da semeadura


Em solos leves e soltos (arenosos) pode
ser necessário utilizar os topadores (A) na
haste do cilindro (B), para auxiliar no controle
de profundidade.
Segue com o equipamento vários topadores
de diversos tamanho que em combinação
B
determinam diversos pontos de regulagens.

Quanto maior o número de


NOTA topadores utilizados, menor a
profundidade.

Rodas de controle de profundidade

As rodas de controle de profundidade


(C) é usada junto ao disco duplo
desencontrado, para emergência uniforme
A
das plantas.

A profundidade deve ser


OBS. ferificada algumas vezes
durante a semeadura,
principalmente quando
houver variação de umidade

30 Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.


Regulagens e operações

Operações - Pontos importantes

• Reaperte porcas e parafusos e verifique as condições de pinos e contrapinos


antes de colocar a semeadeira em funcionamento e após o primeiro dia de
trabalho.
• Lubrifique adequadamente todos os pontos graxeiros. (Veja instruções de
lubrificação na páginas 34 e 35.
• A calibragem correta dos pneus é importante, para manter a uniformidade
da semeadura. Utilize sempre a mesma pressão (30 lbs/pol²).
• Ao abastecer a semeadeira observe se a mesma está devidamente acoplada
ao trator. Verifique também se não há qualquer objeto no interior dos
depósitos, que possam danificar os conjuntos distribuidores.
• Use sempre sementes e adubo secos e livres de impurezas.
• Mantenha a semeadeira nivelada.
• Verifique periodicamente as regulagens estabelecidas no início da
semeadura.
• Dê atenção especial à posição do adubo no solo em relação a semente.
• Verifique com atenção a profundidade das sementes.
• É importante manter a velocidade constante em todo a semeadura.
• A barra de tração do trator deve permanecer fixa, para o trabalho e para o
transporte.
• Observe o bom funcionamento do sistema distribuidor de adubo pelo menos
duas vezes ao dia.
• Nunca efetue manobras ou dê marcha-a-ré com as linhas abaixadas no
solo.
• Para efetuar qualquer verificação na semeadeira, deve-se abaixá-la até o
solo e desligar o motor do trator.
• A semeadeira SDA FLEX possui várias regulagens; porém, somente as
condições locais poderá determinar o melhor ajuste das mesmas.
• Para regulagem e verificação da parte cortante da semeadeira, deve-se
desligar as catracas para evitar desperdícios.

- Utilize sempre a mesma calibragem nos dois pneus.


- Nunca plante com pneus de desenhos ou larguras diferentes.

NOTA - Se necessário, coloque 3/4 de água nos pneus e mantenha a mesma


calibragem.

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A. 31


Opcionais

Hectarímetro eletrônico Tatu


O Hectarímetro Eletrônico Tatu é um medidor de área em hectare que coloca a
tecnologia a serviço da agricultura. Com o hectarímetro pode-se medir hectare parcial,
hectare total e números de voltas do eixo de transmissão.

Na figura abaixo vemos a sequência de montagem:

Fixar o hectarímetro no suporte de ferro (A), este deverá ser parafusado na parte
externa do TRA, no mancal (B) do eixo de transmissão, utilizando os parafusos existentes
no próprio mancal. Em seguida monte o suporte (C) no mancal do eixo inferior, utilizando
os mesmos parafusos existentes no mancal (D), depois ajuste o sensor (E), para que fique
alinhado com o imã (F), a uma distância de 3 a 5 mm do parafuso do eixo.

A
C

32 Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.


Opcionais

Hectarímetro eletrônico Tatu

Modo de operação para consultar hectare parcial e hectare total:


Ao pressionar a tecla o display é ligado e o nome Marchesan e o estado da
bateria são apresentados por cinco (05) segundos. Após este tempo o display mostra a
mensagem do hectare parcial.
Se a tecla for pressionada novamente, o display mostra a mensagem do hectare
total. Caso nenhuma tecla tenha sido pressionada em trinta (30) segundos, o sistema volta
automaticamente ao sleep mode (desligado).
Modo de operação para configurar o equipamento:
Pressione a tecla , o display será ligado e aparecerá escrito Marchesan e o estado
da bateria por cinco (05) segundos, após este tempo o display mostrará a mensagem
do hectare parcial. Para zerar o hectare parcial, segure a tecla por quatro (04)
segundos, aparecerá a opção de zerar, apertando a tecla não zerar apertanto a tecla
sim zerar.
Pressione a tecla novamente, o display mostrará o hectare total, segure
pressionadas as teclas e simultâneas durante cinco (05) segundos e o display
entrará no menu de configurações, aparecerá o número de voltas, pressione a tecla ,
e aparecerá no display a opção de inserir a quantidade de linhas, pressionando as teclas
ou . Após inserir a quantidade de linhas, pressione a tecla , para o ajuste
do espaçamento entre linhas pressionando as teclas e insere o espaçamento
entre linhas em mm. Após a inserção dos dados aguarde trinta (30) segundos, para que
o sistema volte automaticamente ao sleep mode (desligado), considerando desta forma
os valores inseridos.

Após fazer o ajuste da quantidade de semente, é necessário ajustar o


OBS sensor (A), para que fique alinhado com o imã (B) do eixo da semente, a
uma distância de 3 a 5 mm.

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A. 33


Manutenção

Lubrificação
Para reduzir o desgaste provocado pelo atrito entre as partes móveis da semeadeira,
é necessário executar uma correta lubrificação, conforme indicamos a seguir.
• Certifique-se da qualidade do lubrificante, quanto a sua eficiência e pureza, evitando
o uso de produtos contaminados por água, terra, etc...
• Utilize graxa de média consistência.
• Retire a coroa de graxa antiga em torno das articulações.
• Limpe a graxeira com um pano antes de introduzir o lubrificante e substitua as
defeituosas.
• Introduza uma quantidade suficiente de graxa nova.

ATENÇÃO Observe atentamente os intervalos de lubrificação, nos diferentes


pontos da plantadeira.

Pontos de lubrificação

34 Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.


Manutenção

Pontos de lubrificação

• Lubrificar a cada 10 horas de serviço.

• Lubrificar a cada 30 horas de serviço.

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A. 35


Manutenção

Limpeza dos depósitos de adubo e sementes

• Retire os condutores de semente (A) e adubo (B) por completo. Lave-os com água
e sabão neutro.
• Solte totalmente os dosadores de sementes, deixando sa saídas livres.
• Lave todo o equipamento principalmente os depósitos de semente e adubo somente
com água.
• Passe um jato d'água novamente nos eixos do depósito de adubo, após gira-los
com uma chave de 19 mm (3/4").
• Retire todas as correntes de transmissão da semeadeira (semente e adubo), no
término da semeadura, após limpas, devem ser armazenadas em recepiente com óleo,
até a próxima semeadura.
• Ao reiniciar a semeadura, antes de colocar as correntes, gire os eixos dos depósitos
de adubo e semente e verifique se não estão travados.

B 4
3
2
1
0

5
6

36 Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.


Manutenção

Manutenção dos cubos das linhas

Aproximadamente a cada 500 hectares semeados com o equipamento ou quando


perceber a existência de folgas, é necessário efetuar a manutenção nos cubos dos discos
de corte, discos duplos desencontrados e rodas de controle de profundidade.
• Efetuar a desmontagem dos cubos e retirar os componentes internos.
• Limpar todas as peças com óleo diesel ou querosene.
• Verificar a existência de folgas, condições dos rolamentos, retentores ou
embuchamentos, substituindo os componentes danificados ou com desgaste excessivo.
• Os cubos sem graxeira devem ser montados novamente com boa qualidade de
lubrificante.
• Os cubos com graxeira devem ser lubrificados até que a graxa nova seja visível.
• Os cubos com rolamentos cônicos fixados por porca castelo e contrapino permitem
ajustar a ocorrência de folga interna; devendo-se evitar o aperto excessivo. Os cubos
devem girar com pequeno esforço manual.

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A. 37


Manutenção

Manutenção do distribuidor de adubo

Para a correta manutenção do sistema distribuidor de adubo, ou para efetuar qualquer


tipo de reparo na parte interna do mesmo, proceda da seguinte maneira:
• Retire por completo os eixos quadrado (A) transversais do depósito de adubo.
• Retire os parafusos que fixam o distribuidor no fundo do depósito de adubo
• Retire os contrapinos (B), solte os parafusos deixando o eixo quadrado (C) totalmente
livre, desmonte-o por inteiro; e substitua as peças que se fizer necessário.
• Não esqueça! Lubrifique diariamente os distribuidores, conforme citado no item
lubrificação, evitando assim problemas futuros.

Lubrifique diariamente os distribuidores, evitando problemas futuros.


OBS.
Use somente peças originais TATU.

38 Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.


Manutenção

Manutenção da semeadeira
• Lave toda a semeadeira, apenas com água dando especial atenção as roscas de
adubo, para a remoção de possiveís aderências;

• Verifique se todas as partes móveis da semeadeira não apresentam desgastes.


Se houver necessidade, efetue a reposição das peças, deixando a semeadeira em
ordem para a próxima semeadura;

• Retoque a pintura faltante da semeadeira;

• Pulverize a semeadeira inteira com óleo conservante, nunca use óleo queimado;

• As correntes de transmissão devem ser retiradas no término da semeadura, limpas


e armazenadas em recipiente com óleo, até a próxima semeadura;

• Limpar e lubrificar todos os pontos graxeiros;

• Após efetuar todos os reparos e atender todos os itens de manutenção, armazene


a semeadeira em local apropriado, ou seja, coberto e seco;

• Retire o extensor e articular o cabeçalho para cima travando-o;

• Manter a semeadeira devidamente apoiada e de preferência evite o contato dos


discos e pneus diretamente com o solo.

OBS. Use somente peças originais TATU.

Cuidados na manutenção
Cuidado! O vazamento do óleo hidráulico pode ter força suficiente para
atravessar a pele e causar sérios danos à saúde. Um vazamento de óleo por um
furo minúsculo pode ser invisível. Use um
papelão ou madeira, em vez da sua mão,
para investigar um possível vazamento.
Mantenha as partes desprotegidas do
corpo tais como sua face, olhos e braços
o mais longe possível de um suspeito
vazamento. Um jato de óleo hidrúlico
pode causar até gangrena ou outra
moléstia.
Na ocorrência de acidentes desta
ou de outra natureza, procure um
médico imediatamente. Se este médico
não tiver conhecimento deste tipo
de problema peça a ele que indique
outro ou pesquise para determinar o
tratamento adequado.

Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A. 39


Importante

A MARCHESAN S/A reserva o direito de aperfeiçoar e/ou alterar as


ATENÇÃO características técnicas de seus produtos, sem a obrigação de assim
proceder com os já comercializados e sem conhecimento prévio da
revenda ou do consumidor.

Os desenhos são meramente ilustrativos.

Alguns desenhos neste manual aparecem sem os dispositivos de


segurança, (descansos, proteções, etc...), para possibilitar instruções
detalhadas. Nunca operar o equipamento sem estes dispositivos.

SETOR DE PUBLICAÇÕES TÉCNICAS


Elaboração / Diagramação: Valson Hernani
Ilustrações: Levy Furst
Fevereiro de 2012
Cód.: 05.01.09.0917
Revisão: 00

MARCHESAN IMPLEMENTOS E MÁQUINAS AGRÍCOLAS "TATU" S.A.


Av. Marchesan, 1979 - Cx. Postal 131 - CEP 15994-900 - Matão - SP - Brasil
Fone 16. 3382.8282 - Fax 16. 3382.3316
Vendas 16. 3382.1009 - Peças 16. 3382.8297 - Exportação 16. 3382.1003
e-mail: tatu@marchesan.com.br www.marchesan.com.br

40 Marchesan Implementos e Máquinas Agrícolas “TATU” S.A.