Você está na página 1de 3

Como funciona um relé? O que é um relé?

Você sabe o que é um relé ou como funciona um relé? Existem diversos modelos de relés, como por
exemplo relé auxiliar, relé de sobrecarga, relé fotoelétrico, relé falta de fase, rele de tempo, além de
rele para arduino e outros. Entenda o que é um relé, como funciona o relé, para que serve um relé e
como fazer ligação de um relé, vamos lá pessoal!

O que é relé?

O relé é um interruptor eletromecânico, cuja a movimentação física deste interruptor ocorre quando a
corrente elétrica percorre as espiras da bobina do relé, criando assim um campo eletromagnético que
por sua vez atrai a alavanca responsável pela mudança do estado dos contatos.

Funcionamento do relé:

Para facilitar o entendimento de como funciona o relé é importante saber as partes básicas que o
compõe, sendo elas:

Eletroímã, também chamado de bobina, que é constituído por um fio de cobre que envolve um núcleo
de ferro, oferecendo um caminho de baixa relutância para o fluxo magnético.

Armadura fixa, que atua como suporte do relé;

Armadura móvel, que se desloca devido a atração do campo eletromagnético induzido no núcleo, sendo
este movimento responsável pelos movimentos dos contatos.

Conjuntos de contatos, NA e NF;

Mola de rearme;

Terminais, que podem variar de acordo com a sua aplicação.

De forma geral o funcionamento dos relés é bem simples, pois quando uma corrente circula pela bobina,
ela gera um campo eletromagnético que acaba atraindo uma série de contatos, estes contato fecham ou
abrem os circuitos.
Quando a corrente elétrica que passa pelas bobinas é interrompida o campo eletromagnético também é
interrompido, ou seja, os contatos voltam para suas posições originais.

Existem configurações para os contatos dos relés, podendo ter contatos normalmente abertos (NA),
normalmente fechado (NF) ou ambos. Os contatos NA são aqueles que estão abertos no momento que a
bobina não está energizada e que fecham, quando são acionados, ou seja, passa uma corrente elétrica
pelas bobinas. Já os contatos NF funcionam de maneira contrária aos NF, pois eles abrem quando a
bobina é energizada.

Tipos de relés

Existem diversos tipos de relés, cada modelo com suas devidas características de funcionamento e
aplicações distintas, tais como:

Relés temporizadores, que permitem ser acionados de acordo com o tempo que é ajustado, após este
tempo ser excedido seus contatos comutam. Sua aplicação é frequente em processos industriais, como
por exemplo em partidas de motores, fornos industriais, quadros de comando e etc.

Os relés térmicos, também conhecidos como relés de sobrecarga, é um dispositivo de proteção que é
responsável por proteger os motores elétricos de possíveis anomalias. A mais comum é o
sobreaquecimento do motor elétrico. Quando o motor trava o seu eixo ou está trabalhando com muita
carga, ele solicita mais corrente da rede para tentar compensar o peso requerido, deste modo o motor
acaba tendo que trabalhar com especificações que ele não suporta.

Relés de proteção trabalham sob o funcionamento de correntes elétricas e cria campos


eletromagnéticos que podem provocar mudanças de estados dos contatos para ligar ou desligar
dispositivos, eles conseguem medir grandezas de tensão, isolamento, temperatura, sequência de fase e
outros. Um exemplo de relé de proteção é o relé falta de fase.

Relé de proteção, falta de fase.

Como são os relés de proteção.


Os relés ainda são classificados como abertos, fechados ou selados. Os relés abertos são usados em
equipamentos, que não estejam sujeitos a elementos que prejudiquem o dispositivo, como por exemplo
a umidade ou sujeira.

Os relés fechados são utilizados na maioria das aplicações comuns, que são normalmente cobertos por
plástico. Já os selados são utilizados em aplicações que ficam em atmosferas onde há o risco de
explosões.

Vantagens e desvantagens dos relés:

Uma das vantagens dos Relés é que os contatos que acionam o circuito de carga estão completamente
isolados do circuito de comandos, inclusive podendo trabalhar com tensões diferentes entre circuitos de
comando e circuitos de carga.

A principal desvantagem do relé é o fator do desgaste, pois em todo o componente mecânico há uma
vida útil. É importante observar algumas limitações dos relés em relação a corrente e tensão máxima
suportadas entre os terminais, se não esses fatores não forem levados em consideração a vida útil do
dispositivo ficará comprometida, e principalmente o circuito.

Esperamos ter tirado todas as dúvidas sobre o que é e como funciona o relé! Se ainda tiver restado
alguma dúvida ou curiosidade sobre este assunto, deixe nos comentários!