Você está na página 1de 16

Matemática – 8.

º ano do Ensino Fundamental Ao explorar o texto, leve os alunos a perceber a


Anos Finais – Livro 2 aplicação da matemática na situação
apresentada, identificando informações sobre o
Unidade 3: De volta ao universo da Álgebra e tema que será estudado. Estimule-os a pensar
da Geometria em outras fórmulas que apresentam frações com
uma ou mais variáveis no denominador, como as
Capítulo 6: Frações algébricas, equações e do cálculo do índice de massa corporal, da
sistemas velocidade média, da medida do ângulo interno e
do ângulo externo de um polígono regular. Nas
Aula 1 - Páginas 03 a 14 indagações feitas, estimule o raciocínio do aluno,
ao invés de lhe dar respostas prontas.
Habilidades:
 Identificar a presença da Matemática nas
Professor, sugerimos que você solicite a um
manifestações artísticas.
aluno que faça a leitura do texto inicial da página
 Compreender informações envolvendo dados 11 e do texto da seção A Matemática na vida da
numéricos e a linguagem algébrica, de forma gente. As atividades 1 e 2 podem ser resolvidas
analítica e crítica. individualmente. Na correção coletiva dessas
 Identificar frações algébricas. atividades, promova o debate entre os alunos,
 Reconhecer as condições de existência de levando-os a perceber a importância da Álgebra
uma fração algébrica. na generalização de fórmulas.
Orientações para o professor:
Sugerimos que você faça uma exposição
Professor, inicie o semestre promovendo uma dialogada do conceito de frações algébricas a
conversa sobre o livro 2. Peça aos alunos que partir da leitura do texto da seção Ponto de
leiam a carta de apresentação (Pág. 3) e que referência (Pág. 12) e da exploração da situação
releiam os textos sobre as seções do livro (Págs. apresentada nessa mesma página. As atividades
4 e 5). Escolha um aluno para fazer a leitura oral de 3 a 5 podem ser resolvidas individualmente.
dos tópicos de conteúdos apresentados na Na correção, esclareça as dúvidas dos alunos.
página 9, seguido por toda a turma. Conduza a
conversa, visando restabelecer as regras de
convivência e de organização do grupo nos Você pode solicitar a um aluno que faça a leitura
diferentes tipos de atividades que devem ser do texto sobre as condições de existência de uma
realizadas em classe. O momento de releitura fração algébrica. Durante a leitura, promova o
dos textos sobre as seções do livro pode ser debate entre os alunos, levando-os à
aproveitado para essa conversa, pois ali se compreensão das condições apresentadas. As
encontram algumas dessas estratégias de atividades de 6 a 9 podem ser resolvidas em
ensino. duplas para favorecer a troca de ideias entre os
alunos.

Na abertura da unidade (Pág. 8), os alunos se Aula 2 - Páginas 15 a 17


deparam com a obra de arte Sobre o branco II de
Kandinsky. Professor, você pode explorar essa Habilidades:
obra pedindo aos alunos que a observem com
 Simplificar frações algébricas que
atenção e que a descrevam para a turma,
apresentam monômios no numerador e no
identificando as diversas formas geométricas
denominador.
utilizadas pelo artista. Nas orientações
 Simplificar frações algébricas que
metodológicas deste capítulo você encontrará
apresentam polinômios no numerador e / ou
algumas informações sobre essa obra de arte
denominador, fazendo uso de fatorações.
para que possa explorá-la melhor.
Orientações para o professor:
A imagem e o texto referente à renda per capita Professor(a), sugerimos que você faça uma
do Brasil, na página de abertura do capítulo (Pág. exposição dialogada da simplificação de frações
10), visam conectar o aluno com a temática do numéricas e de frações algébricas a partir da
capítulo e favorecer o levantamento de leitura do texto da seção Ponto de referência,
conhecimentos prévios sobre frações algébricas. (Pág. 15), verificando os conhecimentos prévios

1
dos alunos. Eles podem se reunir em duplas para importância dos trabalhos em duplas ou em
analisar os exemplos apresentados nessa página pequenos grupos, que favorecem a discussão, o
e para resolver as atividades 10 e 11. Na levantamento de hipóteses e a argumentação,
correção da atividade 11, verifique se os alunos levando os alunos à consolidação dos conceitos
recordam os casos de fatoração de polinômios trabalhados.
estudados no livro 1. Se julgar necessário, faça
uma revisão desses casos e proponha novas Aula 4 - Páginas 22 a 25
atividades complementares.
Habilidades:
 Utilizar os conhecimentos sobre as operações
Você pode estimular os alunos a analisarem, em
e suas propriedades para construir estratégias
duplas, os exemplos de simplificação de frações
de cálculo algébrico.
algébricas que apresentam polinômios no
 Efetuar cálculos que permitam resolver
numerador e / ou denominador, apresentados na
adições e subtrações de frações algébricas
página 16. Depois, resolva-os no quadro para
com denominadores iguais.
esclarecer as dúvidas dos alunos.
 Determinar o mmc de monômios e de
Aproveite para reforçar a observação
polinômios.
apresentada no final dessa página. As atividades
de 12 a 14 podem ser realizadas em duplas para
Orientações para o professor:
favorecer a discussão e o levantamento de
hipóteses. Na correção da atividade 13, verifique Professor(a), sugerimos que você faça uma
se os alunos compreendem porquê na exposição dialogada da adição e da subtração de
simplificação de uma fração só podem ser frações algébricas com denominadores iguais
cancelados os fatores comuns ao numerador e (Pág. 22) a partir do texto da seção Ponto de
ao denominador. Caso contrário, a fração referência, verificando os conhecimentos
resultante da simplificação não será equivalente prévios dos alunos. Após a resolução e correção
à fração original. Você pode pedir a alguns da atividade 21, os alunos podem se reunir em
alunos que leiam suas conclusões. duplas para analisar o exemplo apresentado na
página 22 e para resolver as atividades 22 e 23
(Pág. 23). Você pode resolver esse exemplo no
Aula 3 - Páginas 18 a 21
quadro para esclarecer as dúvidas dos alunos.
Ao resolvê-lo, chame a atenção dos alunos para
Habilidades:
o cuidado que devem ter na resolução de
 Utilizar os conhecimentos sobre as subtrações desse tipo, invertendo sempre os
operações e suas propriedades para sinais dos termos dos numeradores das frações
construir estratégias de cálculo algébrico. precedidas pelo sinal de menos.
 Efetuar cálculos que permitam resolver
multiplicações com frações algébricas.
 Efetuar cálculos que permitam resolver Sugerimos que você faça uma exposição
divisões com frações algébricas. dialogada do cálculo do mmc de monômios e de
 Efetuar cálculos que permitam resolver polinômios (Pág. 24), levando os alunos a
potenciações com frações algébricas. acionarem seus conhecimentos prévios. Você
pode pedir a um aluno que faça a leitura dos
Orientações para o professor: textos dos quadros da seção Ponto de
referência. Aproveite para esclarecer as dúvidas
Professor(a), sugerimos que você faça uma que surgirem. As atividades 24 e 25 podem ser
exposição dialogada das operações resolvidas individualmente. Na correção,
multiplicação, divisão e potenciação de frações verifique a compreensão dos alunos.
algébricas, uma de cada vez, a partir dos textos
da seção Ponto de referência, verificando
sempre os conhecimentos prévios dos alunos.
Os alunos podem se reunir em duplas para
analisar os exemplos apresentados. Depois,
você pode resolvê-los no quadro para
esclarecimento de dúvidas.
Fica ao seu critério solicitar aos alunos que
resolvam as atividades de 15 a 20
individualmente ou em duplas. Salientamos a
2
Aula 5 - Páginas 25 a 27 alunos, orientando-os e esclarecendo suas
dúvidas.
Habilidade:
 Efetuar cálculos que permitam resolver Aula 7 - Páginas 29 a 31
adições e subtrações de frações algébricas
com denominadores diferentes. Habilidades:
 Efetuar cálculos que permitam resolver
Orientações para o professor: equações fracionárias de 1.º grau.
 Resolver situações problema por meio de
Professor(a), sugerimos que você faça uma
equações fracionárias.
exposição dialogada da adição e da subtração de
frações algébricas com denominadores
Orientações para o professor:
diferentes a partir do texto da seção Ponto de
referência (Pág. 25), verificando os Professor(a), permita que os alunos formem
conhecimentos prévios dos alunos. Os alunos duplas para analisar os exemplos de equações
podem se reunir em duplas para analisar os fracionárias apresentados nas páginas 29 e 30.
exemplos apresentados nas páginas 25 e 26.
Depois, você pode resolvê-los no quadro para
Depois, resolva-os no quadro para
esclarecimento de dúvidas. Fica ao seu critério
esclarecimento de dúvidas. Reforce novamente
solicitar aos alunos que resolvam as atividades
o fato de que é preciso substituir, na equação
de 26 a 31 individualmente ou em duplas.
inicial, o valor encontrado para a incógnita e
Acompanhe a produção dos alunos orientando-
verificar se algum dos denominadores não será
os e dando-lhes o suporte necessário para a
anulado por essa incógnita. Caso isso acorra, o
resolução das atividades.
conjunto solução será vazio.

Sugestão: as atividades 32 e 33 podem ser


As atividades de 35 a 38 devem ser realizadas
dadas como trabalho valorizado, feito em casa, e
de preferência em duplas ou em pequenos
entregue em um dia combinado com os alunos.
grupos, para favorecer a discussão, o
Na correção, em sala de aula, esclareça as
levantamento de hipóteses e a argumentação.
dúvidas dos alunos.
Acompanhe a produção dos alunos, orientando-
os e esclarecendo suas dúvidas.
Aula 6 - Páginas 28 e 29

Habilidades: Após a resolução da atividade 38, você pode


 Identificar equações fracionárias. solicitar aos alunos que façam uma leitura
 Efetuar cálculos que permitam resolver compartilhada do texto da seção Por dentro da
equações fracionárias de 1.º grau. história.

Orientações para o professor: Aula 8 - Páginas 32 e 33


Professor(a), sugerimos que você faça uma
exposição dialogada do conceito de equações Habilidades:
 Identificar sistemas de equações fracionárias.
fracionárias a partir do texto da seção Ponto de
referência (Pág. 28), verificando os  Efetuar cálculos que permitam resolver um
conhecimentos prévios dos alunos. Os alunos sistema de equações fracionárias de 1.º grau
podem se reunir em duplas para analisar o com duas incógnitas.
exemplo apresentado na página 28. Depois,
você pode resolvê-lo no quadro para esclarecer Orientações para o professor:
as dúvidas dos alunos. Reforce o fato de que é Professor(a), sugerimos que você faça uma
preciso substituir, na equação inicial, o valor exposição dialogada do conceito de sistemas de
encontrado para a incógnita e verificar se algum equações fracionárias a partir do texto da seção
dos denominadores não será anulado por essa Ponto de referência (Pág. 32), verificando os
incógnita. Caso isso acorra, o conjunto solução conhecimentos prévios dos alunos. Eles podem
será vazio. se reunir em duplas para analisar o exemplo
apresentado na página 32. Depois, você pode
A atividade 34 (Pág. 29) pode ser resolvida resolvê-lo no quadro para esclarecimento das
individualmente. Acompanhe a produção dos dúvidas. Fica ao seu critério solicitar aos alunos

3
que resolvam a atividade 39 individualmente ou Na Autoavaliação (Pág. 37) o aluno vai fazer
em duplas. Acompanhe a produção dos alunos reflexões sobre a sua aprendizagem,
orientando-os e dando-lhes o suporte necessário relacionando-a aos procedimentos e atitudes
para a resolução das atividades. desenvolvidos ao longo do trabalho.
Professor(a), incentive-o a rever os assuntos em
Aula 9 - Páginas 34 a 37 que encontrou dificuldades e a propor metas para
alcançar melhor desempenho nas etapas futuras.
Habilidades:
 Desenvolver a comunicação por meio da Unidade 3: De volta ao universo da Álgebra e
linguagem algébrica, percebendo seu poder da Geometria
de síntese e precisão.
 Estabelecer conexões entre os diferentes Capítulo 7: Mais triângulos
temas e conteúdos do capítulo, para fazer uso
do conhecimento de forma integrada e Aula 10 – Páginas 38 a 40
articulada.
 Refletir e posicionar-se criticamente em Habilidades:
relação à própria aprendizagem.  Identificar a presença da Matemática nas
construções arquitetônicas.
 Reconhecer a importância da utilização de
Orientações para o professor: triângulos em estruturas, devido à sua rigidez.
 Reconhecer os elementos de um triângulo.
Professor(a), conduza uma conversa entre os  Utilizar instrumentos como régua e compasso
alunos a respeito dos conteúdos trabalhados ao para construir triângulos.
longo do capítulo, a partir da leitura do texto
apresentado no início da página 34. Orientações para o professor:
Professor(a), na página de abertura do capítulo
As atividades de 40 a 42 visam à retomada e (Pág. 38), os alunos poderão observar a
síntese de ideias e conceitos construídos ao presença de triângulos na estrutura e na fachada
longo do capítulo. Nessas atividades, os alunos da torre de Escritórios da Swiss Re, localizada no
poderão rever as regras operatórias e fazer uma centro financeiro de Londres. Explore bem as
sistematização dos conteúdos estudados. imagens e o texto, visando conectar o aluno com
Acompanhe a produção dos alunos, orientando- a temática do capítulo. Aproveite para verificar
os no que for necessário. Essa é mais uma conhecimentos prévios dos alunos sobre a
oportunidade para você avaliar como se deu a rigidez dos triângulos.
aprendizagem dos novos conceitos pelo aluno.

Solicite a um aluno que faça a leitura do texto da


Professor(a), se julgar conveniente, estimule os seção A Matemática na vida da gente (Pág. 39).
alunos a acessarem os sites indicados na seção As atividades 1 e 2 devem ser resolvidas, de
Para saber mais da página 36. Nestes sites, preferência, em duplas ou em pequenos grupos
eles poderão observar outros exemplos de para favorecer a discussão e o levantamento de
resolução de frações algébricas e de equações hipóteses. Você pode promover a discussão
fracionárias. Você pode orientá-los, sugerindo entre os alunos, levando-os a concluir
que eles resolvam os exemplos no caderno e, experimentalmente a propriedade relativa à
depois, comparem a resolução deles com a rigidez do triângulo.
resolução apresentada no site consultado.
Sugerimos que você faça uma revisão dos
Na seção Hora de avaliar (Págs. 36 e 37), os elementos de um triângulo (Pág. 40) por meio de
alunos vão resolver questões objetivas uma aula expositiva dialogada, solicitando aos
envolvendo os tópicos trabalhados no capítulo. alunos que observem esses elementos na figura
Oriente-os para resolverem essas atividades desenhada no livro.
individualmente ou trocando ideias com um
colega, da forma que julgar mais adequada. Se Para a resolução das atividades 3 e 4 (Pág. 40),
preferir, essas atividades podem ser dadas como sugerimos que os alunos se organizem em
tarefa de casa. duplas para favorecer a discussão sobre a
construção de um triângulo usando régua e
compasso.
4
Aula 11 – Páginas 41 e 42 Aula 13 – Página 46 e 47

Habilidades: Habilidade:
 Reconhecer as condições de existência de  Utilizar as propriedades das medianas, das
um triângulo, em relação às medidas dos bissetrizes e das alturas de um triângulo para
lados. resolver problemas.
 Utilizar as condições de existência de um
triângulo, em relação às medidas dos lados, Orientações para o professor:
para resolver problemas.
Professor(a), fica ao seu critério solicitar aos
alunos que resolvam as atividades de 17 a 21
Orientações para o professor:
individualmente ou em duplas. Proponha uma
Professor(a), sugerimos que você faça uma discussão coletiva para a correção dessas
exposição dialogada das condições de existência atividades. Esse momento se constitui como rica
de um triângulo a partir da realização da exploração dos conceitos trabalhados e
experiência proposta na atividade 5 (Pág. 41). discussão das principais dúvidas.
Essa atividade deve ser realizada em duplas para
favorecer a troca de ideias. Aula 14 - Páginas 48 a 51

Promova a discussão entre os alunos, levando- Habilidades:


os a concluir essas condições. Após a correção  Reconhecer que figuras obtidas por simetria
dessa atividade, você pode solicitar a um aluno de reflexão possuem lados correspondentes
que faça a leitura do texto da seção Ponto de congruentes e ângulos correspondentes
referência. As atividades de 6 a 9 podem ser congruentes.
resolvidas individualmente. Acompanhe a  Conceituar triângulos congruentes.
produção dos alunos orientando-os e  Reconhecer os elementos correspondentes
esclarecendo as dúvidas. em triângulos congruentes.

Aula 12 – Páginas 43 a 46 Orientações para o professor:


Professor(a), proponha a realização das
Habilidades:
atividades 22 e 23 (Pág. 48) em duplas, para
 Conceituar e identificar as medianas e o
favorecer a troca de ideias entre os alunos.
baricentro de um triângulo.
Promova a discussão entre eles, levando-os a
 Utilizar as propriedades das medianas de um
concluir que as medidas dos lados e as medidas
triângulo para resolver problemas.
dos ângulos internos dos triângulos trabalhados
 Conceituar e identificar as bissetrizes e o
são respectivamente iguais. Explore bem esses
incentro de um triângulo.
fatos. Depois, peça a um aluno que leia o
 Utilizar as propriedades das bissetrizes de um
conceito de triângulos congruentes no quadro da
triângulo para resolver problemas.
seção Ponto de referência (Pág. 49).
 Conceituar e reconhecer as alturas e o
A atividade 24 pode ser resolvida
ortocentro de um triângulo.
individualmente.
 Utilizar as propriedades das alturas de um
triângulo para resolver problemas.
Faça a apresentação dos elementos
Orientações para o professor: correspondentes em triângulos congruentes por
Professor(a), solicite aos alunos que façam uma meio de uma aula expositiva dialogada, de forma
leitura compartilhada dos textos sobre medianas, que os alunos possam se apropriar desses
bissetrizes e alturas de um triângulo e explore os conceitos. Um aluno pode ser convidado a ler os
conceitos de baricentro, incentro e ortocentro. textos. As atividades de 25 a 27 podem ser
resolvidas individualmente. Na correção coletiva,
Sugerimos que as atividades de 10 a 16 sejam esclareça as possíveis dúvidas dos alunos.
resolvidas em duplas para favorecer a discussão,
o levantamento de hipóteses e a argumentação,
levando os alunos à consolidação dos conceitos
trabalhados. Algumas dessas atividades podem
ser dadas como tarefa de casa.

5
Aula 15 - Páginas 52 e 53 Aula 17 - Páginas 57 e 58

Habilidades: Habilidades:
 Reconhecer os casos de congruência de  Identificar triângulos congruentes por meio dos
triângulos LLL e LAL. casos de congruência.
 Utilizar instrumentos como régua e  Utilizar os casos de congruência de triângulos
transferidor para construir triângulos. na resolução de problemas.

Orientações para o professor: Orientações para o professor:


Professor, faça uma exposição dialogada do Professor(a), estimule os alunos a analisarem os
caso de congruência de triângulos LLL a partir da exemplos apresentados na página 57 em duplas
leitura do texto da página 52 e da realização da para favorecer a discussão, o levantamento de
experiência proposta na atividade 28. Depois, hipóteses e a argumentação. Depois, resolva-os
faça a apresentação do caso de congruência LAL no quadro para esclarecer as dúvidas dos alunos.
a partir da leitura do texto (Pág. 53) e da
realização da atividade 29.
Os alunos podem continuar em duplas para
resolver as atividades de 35 a 37 (Pág. 58). Você
Na correção da atividade 29 (Pág. 53), reforce o
pode propor uma discussão coletiva para a
processo de construção de triângulos
correção dessas atividades. Esse momento se
conhecendo-se as medidas de dois lados e do
constitui como rica exploração da aplicação dos
ângulo compreendido por esses lados.
casos de congruência de triângulos na resolução
de problemas.
Aula 16 - Páginas 54 a 56
Aula 18 - Páginas 59 e 60
Habilidades:
 Reconhecer os casos de congruência de
Habilidades:
triângulos ALA e LAAo.
 Conceituar e identificar um triângulo retângulo.
 Utilizar instrumentos como régua e transferidor
 Identificar a hipotenusa e os catetos de um
para construir triângulos.
triângulo retângulo.
 Identificar triângulos congruentes por meio dos
 Utilizar instrumentos como régua e compasso
casos de congruência.
para construir triângulos retângulos.
 Conceituar e identificar um triângulo isósceles.
Orientações para o professor:
 Identificar a base, os ângulos da base e o
Professor, faça uma exposição dialogada dos ângulo do vértice de um triângulo isósceles.
casos de congruência de triângulos ALA e LAAo  Reconhecer as propriedades dos triângulos
a partir da leitura dos textos e da realização das isósceles.
atividades 30 e 31.
Orientações para o professor:
Na correção da atividade 30 (Pág. 54), reforce o Professor, faça uma exposição dialogada dos
processo de construção de triângulos conceitos de triângulo retângulo, catetos e
conhecendo-se as medidas de dois ângulos e do hipotenusa a partir da leitura do texto da seção
lado compreendido por esses ângulos. Os alunos Ponto de referência da página 59. As atividades
podem resolver a atividade 31 em duplas para 38 e 39 podem ser resolvidas coletivamente. A
favorecer a troca de ideias. atividade 40 pode se resolvida em duplas para
favorecer a troca de ideias sobre a construção do
triângulo retângulo.
As atividades 32 e 33 (Pág. 56) possibilitam a
discussão de aspectos importantes relacionados
aos casos de congruência de triângulos. Na Faça uma exposição dialogada do conceito de
correção, os alunos podem socializar com a triângulo isósceles e dos seus elementos a partir
turma todos os pares de triângulos congruentes da leitura dos textos da página 60. Na resolução
identificados. da atividade 41 dessa página, promova a
discussão entre os alunos, levando-os a concluir
experimentalmente as propriedades do triângulo
isósceles.

6
Aula 19 - Páginas 61 e 62 Aula 21 – Página 65

Habilidade: Habilidades:
 Utilizar as propriedades dos triângulos  Utilizar as propriedades dos triângulos
retângulos e isósceles para modelar e resolver retângulos, isósceles e equiláteros para
problemas modelar e resolver problemas.
 Reconhecer um triângulo escaleno.
Orientações para o professor:
Orientações para o professor:
Professor(a), fica ao seu critério solicitar aos
alunos que resolvam as atividades de 42 a 48 Professor, faça a apresentação do conceito de
individualmente ou em duplas, da forma que triângulo escaleno a partir da leitura do texto do
julgar mais adequada. quadro ao lado da atividade 55.
Fica ao seu critério solicitar aos alunos que
Aula 20 - Páginas 63 e 64 resolvam as atividades 55 e 56 individualmente
ou em duplas. Salientamos novamente a
Habilidades: importância dos trabalhos em duplas ou em
 Conceituar e identificar um triângulo pequenos grupos, que favorecem a discussão, o
equilátero. levantamento de hipóteses e a argumentação,
 Reconhecer as propriedades dos triângulos
levando os alunos à consolidação dos conceitos
equiláteros. trabalhados. Ao avaliar as aprendizagens,
 Utilizar as propriedades dos triângulos
identifique a necessidade de propor novas
equiláteros para modelar e resolver atividades complementares.
Orientações para o professor: Aula 22 - Páginas 66 e 67
Professor(a), faça uma exposição dialogada do
conceito de triângulo equilátero e de suas Habilidades:
propriedades, a partir da leitura das informações  Desenvolver a comunicação por meio da
apresentadas nos quadros da seção Ponto de linguagem matemática, percebendo seu poder
referência da página 63, levando os alunos a de síntese e precisão.
acionarem seus conhecimentos prévios.  Reconhecer o baricentro como ponto de
equilíbrio ou centro de gravidade de um
A atividade 49 pode ser resolvida em duplas para triângulo.
favorecer a discussão entre os alunos. Promova
o debate entre eles, levando-os a concluir Orientações para o professor:
experimentalmente as propriedades do triângulo Professor(a), conduza uma conversa entre os
equilátero. alunos a respeito dos conteúdos trabalhados ao
Os alunos podem continuar em duplas para longo do capítulo a partir da leitura do texto
resolver as atividades de 50 a 54, visando apresentado no início da página 66. Acompanhe
favorecer a discussão e o levantamento de a resolução da atividade 57 pelos alunos. Essa
hipóteses. Você pode propor uma discussão atividade visa à retomada e síntese de ideias e
coletiva na correção dessas atividades. conceitos construídos ao longo do capítulo.
Acompanhe a produção dos alunos estimulando-
os e esclarecendo suas dúvidas. Na atividade 58, oriente os alunos a construírem
o triângulo em uma folha de material rígido para
evitar que o triângulo fique flexível. Eles devem
traçar as medianas, determinar o baricentro e,
depois, recortar o triângulo para fazer a
experiência proposta. Chame a atenção dos
alunos para a importância da precisão das
medidas no momento de traçar as medianas para
determinar o baricentro, que é o ponto de
equilíbrio ou o centro de gravidade do triângulo.
Se o triângulo não se equilibrar, significa que o
baricentro não foi determinado com precisão.

7
Aula 23 – Páginas 67 a 69
As atividades 1 e 2 da seção A Matemática na
Habilidades: vida da gente podem ser resolvidas
 Estabelecer conexões entre os diferentes coletivamente. Aproveite para verificar
temas e conteúdos do capítulo, para fazer uso conhecimentos prévios dos alunos sobre os
do conhecimento de forma integrada e quadriláteros e suas aplicações. A atividade 3
articulada. pode ser resolvida individualmente.
 Refletir e posicionar-se criticamente em
relação à própria aprendizagem.
Sugerimos que você faça uma revisão dos
elementos de um quadrilátero por meio de uma
Orientações para o professor:
aula expositiva dialogada, levando os alunos a
Professor(a), na seção Hora de avaliar (Págs. 67 acionarem seus conhecimentos prévios. Solicite
a 69), os alunos vão resolver questões objetivas aos alunos que observem esses elementos na
envolvendo os tópicos trabalhados no capítulo. figura desenhada no livro. Depois, você pode
Oriente-os para resolverem essas atividades propor a leitura do texto da seção Ponto de
individualmente ou trocando ideias com um referência (Pág. 72) e a resolução coletiva da
colega, da forma que julgar mais adequada. Se atividade 4.
preferir, essas atividades podem ser dadas como
Para a resolução das atividades de 5 a 7,
tarefa de casa.
sugerimos que os alunos se organizem em
Na Autoavaliação (Pág. 69) o aluno vai fazer duplas para favorecer a troca de ideias. Na
reflexões sobre a sua aprendizagem, resolução e correção da atividade 5, verifique se
relacionando-a aos procedimentos e atitudes os alunos recordam o conceito de perímetro de
desenvolvidos ao longo do trabalho. Incentive-o um polígono.
a rever os assuntos em que encontrou
dificuldades e a propor metas para alcançar Aula 25 - Páginas 74 a 75
melhor desempenho nas etapas futuras.
Habilidades:
 Identificar e utilizar a propriedade da soma das
Unidade 3: De volta ao universo da Álgebra e medidas dos ângulos internos de um
da Geometria quadrilátero para elaborar estratégias de
resolução de problemas.
Capítulo 8: Os quadriláteros  Identificar e utilizar a propriedade da soma das
medidas dos ângulos externos de um
Aula 24 - Páginas 70 a 73 quadrilátero para elaborar estratégias de
resolução de problemas.
Habilidades:
 Identificar a presença da Geometria nas Orientações para o professor:
manifestações artísticas e nas construções
feitas pelos homens. Professor(a), faça uma exposição dialogada das
 Identificar os elementos de um quadrilátero. propriedades da soma das medidas dos ângulos
 Utilizar conceitos e procedimentos internos e da soma das medidas dos ângulos
matemáticos para construir formas de externos de um quadrilátero, a partir da leitura
raciocínio que permitam aplicar estratégias das informações apresentadas nos quadros da
para a resolução de problemas. seção Ponto de referência e da resolução das
atividades 8 e 10, levando os alunos a acionarem
Orientações para o professor: seus conhecimentos prévios. Proponha a
realização das atividades de 8 a 11 em duplas
Professor(a), na abertura do capítulo, os alunos para favorecer a troca de ideias. Acompanhe a
se deparam com uma imagem dos campos produção dos alunos, orientando-os e
floridos de tulipas na primavera na Holanda. Eles esclarecendo suas dúvidas.
devem perceber que os canteiros mostrados na
imagem têm formas de quadriláteros. Explore
bem essas imagens e as apresentadas na página
71, visando conectar o aluno com a temática do
capítulo. Dois alunos podem se revezar na leitura
dos textos dessas páginas.

8
Aula 26 - Página 76 Aula 28 - Páginas 80 a 82

Habilidade: Habilidade:
 Identificar e utilizar as propriedades da soma  Identificar e utilizar as propriedades gerais dos
das medidas dos ângulos internos e da soma paralelogramos para resolver problemas.
das medidas dos ângulos externos de um
quadrilátero para elaborar estratégias de Orientações para o professor:
resolução de problemas. Professor(a), faça uma exposição dialogada das
outras propriedades gerais dos paralelogramos
Orientações para o professor: (Págs. 80, 81 e 82), a partir da leitura das
Professor(a), fica ao seu critério solicitar aos informações apresentadas nos quadros da seção
alunos que resolvam as atividades de 12 a 14 Ponto de referência e da resolução das
individualmente ou em duplas, da forma que atividades propostas, levando os alunos a
julgar mais adequada. acionarem seus conhecimentos prévios.

Proponha a realização das atividades de 21 a 29,


Aula 27 - Páginas 77 a 79
em duplas, para favorecer a troca de ideias entre
os alunos. Nas atividades 22, 25 e 28, os alunos
Habilidades:
deverão justificar os passos dados nas
 Identificar paralelogramos por meio de suas
demonstrações algébricas das propriedades
características.
estudadas. Você pode criar oportunidades para
 Identificar retângulos, losangos e quadrados
que eles levantem hipóteses sobre o que vão
por meio de suas respectivas características.
escrever. Dessa forma, o momento de trabalho
 Identificar e utilizar as propriedades gerais dos
compartilhado poderá ser mais rico.
paralelogramos para resolver problemas.

Orientações para o professor: Aula 29 - Páginas 83 e 84


Professor(a), sugerimos que você faça a
apresentação dos paralelogramos por meio de Habilidade:
uma aula expositiva dialogada, verificando os  Identificar e utilizar as propriedades gerais dos
conhecimentos prévios dos alunos sobre os paralelogramos para resolver problemas.
conceitos de paralelogramo, de retângulo, de
losango e de quadrado. Os alunos podem se Orientações para o professor:
revezar na leitura dos textos da seção Ponto de Professor(a), solicite a um aluno que leia o
referência. resumo das propriedades gerais dos
paralelogramos apresentado no quadro da seção
As atividades de 15 a 18 (Pág. 78) podem ser Ponto de referência da página 83. A atividade
resolvidas individualmente. Na correção, 30 pode ser resolvida coletivamente e a atividade
verifique se os alunos reconhecem as 31 pode ser resolvida em duplas, para favorecer
características específicas dos retângulos, dos a discussão e o levantamento de hipóteses.
losangos e dos quadrados.
Fica ao seu critério propor a resolução da
Faça uma revisão das propriedades relativas aos atividade 32 individualmente ou em duplas.
ângulos de um paralelogramo a partir da leitura Salientamos a importância dos trabalhos em
do texto da seção Ponto de referência da página duplas ou em pequenos grupos, que favorecem
79. Promova a discussão entre os alunos, a discussão, o levantamento de hipóteses e a
levando-os a acionarem seus conhecimentos argumentação, levando os alunos à consolidação
prévios. As atividades 19 e 20 podem ser dos conceitos trabalhados. Por outro lado, no
resolvidas individualmente. trabalho individual, talvez seja possível
diagnosticar melhor a aprendizagem dos alunos.
Avalie o que é melhor em cada atividade, de
acordo com o trabalho que já foi desenvolvido.
Acompanhe a produção dos alunos,
estimulando-os e dando-lhes o suporte
necessário para a resolução das atividades.
9
Aula 30 - Páginas 85 a 87 Aula 31 - Páginas 88 e 89

Habilidades: Habilidades:
 Identificar e utilizar a propriedade  Identificar e utilizar as propriedades
característica dos retângulos para resolver característica dos quadrados para resolver
problemas. problemas.
 Identificar e utilizar as propriedades  Identificar as propriedades específicas dos
características dos losangos para resolver retângulos, dos losangos e dos quadrados.
problemas.
Orientações para o professor:
Orientações para o professor:
Professor(a), faça uma exposição dialogada das
Professor(a), faça uma exposição dialogada da propriedades características dos quadrados a
propriedade característica dos retângulos (Pág. partir da leitura das informações apresentadas no
85) e das propriedades características dos quadro da seção Ponto de referência (Pág. 88),
losangos (Pág. 86) a partir da leitura das levando os alunos a acionarem seus
informações apresentadas nos quadros da seção conhecimentos prévios.
Ponto de referência e da resolução das
atividades propostas, levando os alunos a
A atividade 43 pode ser resolvida
acionarem seus conhecimentos prévios.
individualmente. Depois, em duplas, os alunos
podem comparar suas respostas. Para a
Os alunos podem realizar a experiência proposta
resolução da atividade 44, sugerimos que os
na atividade 33 em duplas para favorecer a
alunos se organizem em duplas para favorecer a
discussão, o levantamento de hipóteses e a
discussão e o levantamento de hipóteses.
argumentação. Explore essa experiência levando
os alunos a concluir a propriedade característica
dos retângulos. As atividades de 34 a 36 podem Professor(a), solicite a um aluno que leia o
ser resolvidas individualmente. Depois, em resumo, apresentado no quadro da seção Ponto
duplas, os alunos podem comparar suas de referência (Pág. 89), sobre as propriedades
respostas. Na correção coletiva, esclareça as características dos retângulos, dos losangos e
dúvidas dos alunos. dos quadrados.

A experiência proposta na atividade 37 (Pág. 86) A atividade 45 pode ser resolvida


deve ser realizada de preferência em duplas para individualmente. Acompanhe a produção dos
favorecer a discussão, o levantamento de alunos a fim de verificar se eles conseguem
hipóteses e a argumentação. Explore essa estabelecer relações entre as propriedades dos
experiência, levando os alunos a concluir as paralelogramos especiais. Proponha uma
propriedades características dos losangos. discussão coletiva para a correção dessa
Provoque um debate para confronto dos atividade.
resultados encontrados. As atividades de 38 a 41
podem ser resolvidas individualmente. Na Aula 32 - Páginas 90 e 91
correção coletiva, verifique a compreensão dos
alunos e esclareça as dúvidas. Habilidades:
 Identificar trapézios por meio de suas
características.
Sugerimos que você peça a um aluno que faça a
 Identificar os elementos de um trapézio.
leitura da matéria “Cerol não”. A atividade 42
 Utilizar as propriedades gerais dos trapézios
pode ser resolvida coletivamente. Promova a
para resolver problemas.
discussão entre os alunos, estimulando-os a
exporem suas opiniões. É um bom momento para
Orientações para o professor:
avaliar comportamentos e atitudes como respeito
Professor(a), sugerimos que você faça a
ao outro e a si mesmo.
apresentação do conceito de trapézio, dos seus
elementos e de sua classificação, por meio de
uma aula expositiva dialogada. Inicialmente,
você pode sondar os conhecimentos prévios dos
alunos. Após a sua exposição, você pode solicitar
a um aluno que faça a leitura dos textos
10
apresentados nos quadros da seção Ponto de a propriedade das diagonais de um trapézio
referência (Pág. 90). isósceles. Na resolução dessa atividade, os
alunos deverão justificar os passos dados na
demonstração algébrica dessa propriedade.
A atividade 46 deve ser resolvida, de preferência,
Você pode criar oportunidades para que eles
em duplas para favorecer a discussão, o
levantem hipóteses sobre o que vão escrever.
levantamento de hipóteses e a argumentação.
Explore bastante o item II dessa atividade,
Dessa forma, o momento de trabalho
levando os alunos a estabelecerem
compartilhado poderá ser mais rico. As
comparações entre as propriedades dos ângulos
atividades 54 e 55 podem ser resolvidas
da base de um triângulo isósceles e dos ângulos
individualmente. Na correção coletiva, esclareça
das bases de um trapézio isósceles. Você pode
as dúvidas dos alunos.
propor uma discussão coletiva para a correção
dessa atividade.
Aula 34 - Páginas 94 a 96

Na atividade 47 (Pág. 91), os alunos deverão Habilidades:


justificar os passos dados na demonstração  Identificar a base média de um trapézio.
algébrica das propriedades gerais dos trapézios.  Utilizar as propriedades da base média de um
Você pode criar oportunidades para que eles trapézio para resolver problemas.
levantem hipóteses sobre o que vão escrever.  Utilizar conceitos e procedimentos
Dessa forma, o momento de trabalho matemáticos para construir formas de
compartilhado poderá ser mais rico. As raciocínio que permitam aplicar estratégias
atividades 48 e 49 podem ser resolvidas para a resolução de problemas.
individualmente. Na correção coletiva, esclareça
as dúvidas dos alunos. Orientações para o professor:
Professor, sugerimos que você faça a
Aula 33 - Páginas 92 e 93 apresentação do conceito de base média de um
trapézio e das propriedades da base média por
Habilidade: meio de uma aula expositiva dialogada, a partir
 Utilizar as propriedades específicas do da leitura dos textos da seção Ponto de
trapézio isósceles para resolver problemas. referência (Pág. 94).
Orientações para o professor:
A experiência proposta na atividade 56 deve ser
Professor(a), faça uma exposição dialogada das realizada em duplas para favorecer a discussão,
propriedades do trapézio isósceles a partir da o levantamento de hipóteses e a argumentação,
leitura dos textos da seção Ponto de referência levando os alunos a concluir as propriedades da
(Págs. 92 e 93) e da resolução das atividades 50 base média de um trapézio. Provoque um debate
e 53. para confronto dos resultados encontrados pelos
alunos.
A atividade 50 deve ser realizada de preferência
em duplas para favorecer a discussão, o Fica ao seu critério solicitar aos alunos que
levantamento de hipóteses e a argumentação, resolvam as atividades de 57 a 64
levando os alunos a concluírem individualmente ou em duplas, da forma que
experimentalmente a propriedade dos ângulos julgar mais adequada. Algumas dessas
da base de um trapézio isósceles. Provoque um atividades podem ser dadas como tarefa de casa.
debate para confronto dos resultados Ao avaliar as aprendizagens, identifique a
encontrados pelos alunos. As atividades 51 e 52 necessidade de propor novas atividades
podem ser resolvidas individualmente. Na complementares.
correção coletiva, esclareça as dúvidas dos
alunos.

A atividade 53 também deve ser realizada em


duplas para favorecer a discussão, o
levantamento de hipóteses e a argumentação,
levando os alunos a concluírem algebricamente

11
Aula 35 - Páginas 97 e 98 dificuldades e a propor metas para alcançar
melhor desempenho nas etapas futuras.
Habilidades:
 Desenvolver a comunicação por meio da
linguagem matemática, percebendo seu poder Unidade 4: Mais Geometria e probabilidade
de síntese e precisão.
 Utilizar conceitos e procedimentos Capítulo 9: Circunferências, arcos e ângulos
matemáticos para construir formas de
raciocínio que permitam aplicar estratégias Aula 37 - Páginas 102 a 106
para a resolução de problemas.
Habilidades:
Orientações para o professor:  Identificar a presença da Matemática nas
construções arquitetônicas.
Professor(a), conduza uma conversa entre os
 Identificar uma circunferência como um
alunos a respeito dos conteúdos trabalhados ao
conjunto de pontos de um plano que
longo do capítulo a partir da leitura do texto
equidistam de um ponto fixo desse plano.
apresentado no início da página 97. Acompanhe
 Identificar o centro, raio, corda e diâmetro de
a resolução da atividade 65 pelos alunos. Essa
uma circunferência.
atividade visa à retomada e síntese de ideias e
 Calcular comprimentos, diâmetros e raios de
conceitos construídos ao longo do capítulo.
circunferências.

Na seção Para saber mais, o aluno terá a Orientações para o professor:


oportunidade de conhecer uma aplicação prática
Professor(a), explore bem as imagens e os textos
dos paralelogramos. Eles são muito utilizados em
das páginas de abertura da unidade (Págs. 102 e
estruturas articuláveis, conhecidas como treliças
103), visando conectar o aluno com os temas e
pantográficas. Na atividade 66 os alunos poderão
assuntos que serão estudados. Escolha um
verificar que estruturas desse tipo se
aluno para fazer a leitura oral do texto da página
movimentam com facilidade, compactando ou
102, e outro, para ler os tópicos de conteúdos
expandindo. Explore bem essa atividade.
apresentados na página 103, seguidos por toda
a turma.
Aula 36 - Páginas 99 a 101
Iniciamos o capítulo (Pág. 104) explorando a
Habilidades: história da bicicleta e a utilização da forma
 Estabelecer conexões entre os diferentes circular nas mais diversas situações. Sugerimos
temas e conteúdos do capítulo, para fazer uso que você explore bastante os textos e as
do conhecimento de forma integrada e imagens, visando conectar o aluno com a
articulada. temática do capítulo. Nas questões exploratórias
 Refletir e posicionar-se criticamente em (Pág. 105), você pode verificar conhecimentos
relação à própria aprendizagem. prévios dos alunos sobre a circunferência e seus
elementos.
Orientações para o professor:
Professor(a), na seção Hora de avaliar (Págs. 99 Solicite a um aluno que faça a leitura do texto
a 101), os alunos vão resolver questões objetivas sobre os elementos de uma circunferência,
envolvendo os tópicos trabalhados no capítulo. apresentado na seção Ponto de referência
Oriente-os para resolverem essas atividades (Pág. 106). Verifique se eles recordam os
individualmente ou trocando ideias com um conceitos de raio e diâmetro. Reforce esses
colega, da forma que julgar mais adequada. Se conceitos e explique o conceito de corda.
preferir, algumas dessas atividades podem ser
dadas como tarefa de casa.
As atividades de 1 a 3 podem ser resolvidas
individualmente. Na correção, reforce os
Na Autoavaliação (Pág. 101) o aluno vai fazer conceitos de centro, raio, corda e diâmetro de
reflexões sobre a sua aprendizagem, uma circunferência.
relacionando-a aos procedimentos e atitudes
desenvolvidos ao longo do trabalho. Incentive-o
a rever os assuntos em que encontrou
12
Aula 38 - Página 107 ângulo inscrito correspondentes a esse arco e
vice-versa.
Habilidades:
 Calcular comprimentos, diâmetros e raios de Orientações para o professor:
circunferências.
Professor(a), sugerimos que você faça a
 Utilizar o conceito de mediatriz de um
apresentação dos conceitos de ângulo central, de
segmento na resolução de situações
ângulo inscrito e de suas medidas por meio de
propostas.
uma aula expositiva dialogada, verificando os
conhecimentos prévios dos alunos. Você pode
Orientações para o professor:
solicitar a um aluno que faça a leitura oral dos
Professor(a), as atividades de 4 a 7 podem ser textos da seção Ponto de referência das
resolvidas em duplas para favorecer a discussão páginas 110 e 111.
e o levantamento de hipóteses.
Proponha a realização das atividades 9 e 10
Acompanhe a produção dos alunos orientando-
(Pág. 110) individualmente para avaliar a
os e esclarecendo suas dúvidas. Na correção das
compreensão dos alunos sobre a propriedade da
atividades 6 e 7, reforce o conceito de
medida do ângulo central e do arco
circunferência como o conjunto de todos os
correspondente. Na correção do item c da
pontos de um plano equidistantes de um ponto
atividade 10, chame a atenção dos alunos para o
fixo desse plano e o conceito e processo de
seguinte fato: as três circunferências traçadas
construção da mediatriz de um segmento.
têm centro no ponto O. Portanto, os arcos
determinados nessas três circunferências por um
Aula 39 - Páginas 108 e 109
mesmo ângulo central têm mesma medida
angular, embora os comprimentos dos arcos
Habilidades:
sejam diferentes. Veja sugestões de exploração
 Identificar retas secantes, retas tangentes e
desse item nos comentários das questões.
retas externas a uma circunferência.
 Reconhecer que toda reta tangente a uma
circunferência é perpendicular ao raio cujos Para a resolução da atividade 11 (Pág. 111) e
extremos são o centro da circunferência e o análise do exemplo apresentado após essa
ponto de tangência. atividade, sugerimos que os alunos se organizem
 Identificar arcos de uma circunferência. em duplas. Na atividade 11, eles deverão
justificar os passos dados na demonstração
Orientações para o professor: algébrica da propriedade da medida do ângulo
Professor(a), sugerimos que você faça a inscrito e do arco correspondente. Você pode
apresentação dos conceitos de reta secante, reta criar oportunidades para que eles levantem
tangente e reta externa a uma circunferência e de hipóteses sobre o que vão escrever. Na correção
arcos de uma circunferência por meio de uma coletiva dessa atividade, peça a alguns alunos
aula expositiva dialogada, verificando os que socializem as suas justificativas. Resolva o
conhecimentos prévios dos alunos. Após a sua exemplo no quadro para reforçar a propriedade
exposição, você pode solicitar a dois alunos que aplicada.
se revezem na leitura oral dos textos. Reforce a
propriedade da tangente. A atividade 8 pode ser As atividades de 12 a 14 podem ser resolvidas
resolvida individualmente. A sua correção pode em duplas. Durante a resolução da atividade 14,
ser coletiva. promova a discussão entre os alunos, levando-
os a deduzir que todo ângulo inscrito em uma
Aula 40 - Páginas 110 a 112 semicircunferência é reto.

Habilidades:
 Determinar a medida de um arco de uma
circunferência conhecendo-se a medida do
ângulo central correspondentes a esse arco e
vice-versa.
 Determinar a medida de um arco de uma
circunferência conhecendo-se a medida do

13
Aula 41 - Páginas 113 e 114 partir da leitura do texto apresentado no início da
página. Acompanhe a resolução da atividade 21
Habilidades: pelos alunos. Essa atividade visa à retomada e
 Determinar a medida de um arco de uma síntese de ideias e conceitos construídos ao
circunferência conhecendo-se a medida do longo do capítulo.
ângulo de segmento correspondente a esse
arco e vice-versa.
 Utilizar as relações entre os arcos e os Aula 43 - Páginas 117 e 118
ângulos de uma circunferência para resolver
problemas. Habilidades:
 Estabelecer conexões entre os diferentes
Orientações para o professor: temas e conteúdos do capítulo, para fazer uso
do conhecimento de forma integrada e
Professor(a), sugerimos que você faça a
articulada.
apresentação do conceito de ângulo de
 Refletir e posicionar-se criticamente em
segmento e de sua medida por meio de uma aula
relação à própria aprendizagem.
expositiva dialogada, verificando conhecimentos
prévios dos alunos. Você pode solicitar a um
aluno que faça a leitura oral dos textos da seção
Orientações para o professor:
Ponto de referência da página 113. Reforce a
propriedade da medida do ângulo de segmento e Professor(a), se julgar conveniente, estimule os
do arco correspondente. alunos a acessarem os sites indicados na seção
Para saber mais (Pág. 117). Nestes sites, eles
poderão conhecer um pouco mais sobre a
Para a resolução da atividade 15 e análise do
história da invenção da roda e de sua utilização
exemplo apresentado após essa atividade,
ao longo dos tempos e sobre a invenção da
sugerimos que os alunos se organizem em
bicicleta.
duplas para favorecer a discussão e o
levantamento de hipóteses. Faça uma correção
coletiva da atividade 15 e resolva o exemplo no Na seção Hora de avaliar (Págs. 117 e 118), os
quadro para reforçar a propriedade aplicada. alunos vão resolver questões objetivas
envolvendo os tópicos trabalhados no capítulo.
A atividade 16 pode ser resolvida Oriente-os para resolverem essas atividades
individualmente. Na correção, esclareça as individualmente ou trocando ideias com um
dúvidas dos alunos. A atividade 17 pode ser dada colega, da forma que julgar mais adequada.
como tarefa de casa.

Aula 42 - Páginas 115 e 116 Na Autoavaliação (Pág. 118) o aluno vai fazer
reflexões sobre a sua aprendizagem,
Habilidades: relacionando-a aos procedimentos e atitudes
 Utilizar as relações entre os arcos e os desenvolvidos ao longo do trabalho. Incentive-o
ângulos de uma circunferência para resolver a rever os assuntos em que encontrou
problemas. dificuldades e a propor metas para alcançar
 Desenvolver a comunicação por meio da melhor desempenho nas etapas futuras.
linguagem matemática, percebendo seu poder
de síntese e precisão. Unidade 4: Mais Geometria e probabilidade

Orientações para o professor: Capítulo 10: Probabilidade

Sugerimos que a resolução das atividades de 18 Aula 44 - Páginas 119 e 120


a 20 seja feita em duplas, para favorecer a
discussão, o levantamento de hipóteses e a Habilidades:
argumentação.  Expressar informalmente ideias matemáticas
por meio da linguagem oral.
Professor(a), na página 116, conduza uma  Utilizar conceitos e procedimentos
conversa entre os alunos a respeito dos matemáticos para construir formas de
conteúdos trabalhados ao longo do capítulo a raciocínio que permitam aplicar estratégias
para a resolução de problemas.
14
Aula 46 – Páginas 123 e 124
Orientações para o professor:
Habilidades:
Professor(a), na página de abertura do capítulo,
o aluno se depara com um conjunto de dados de  Reconhecer um evento certo e um evento
seis faces numeradas com pontos de 1 a 6. impossível.
Explore bastante essa imagem e as questões  Calcular a probabilidade de ocorrência de um
exploratórias, visando conectar o aluno com a evento.
temática do capítulo. Aproveite para verificar
conhecimentos prévios sobre o conceito e cálculo Orientações para o professor:
de probabilidade. Professor(a), faça a apresentação dos conceitos
de evento certo e de evento impossível por meio
Os alunos devem se reunir em duplas para de aula expositiva dialogada, a partir da leitura
realizar o jogo proposto na página 120 e para compartilhada dos textos. Você pode propor a
resolver as questões propostas na análise do resolução das atividades de 3 a 7 em duplas,
jogo e da atividade 1. Provoque o debate entre os para favorecer a discussão, o levantamento de
alunos visando favorecer a discussão e o hipóteses e a argumentação.
levantamento de hipóteses.
Aula 47 - Páginas 125 e 126
Aula 45 – Páginas 121 e 122
Habilidades:
Habilidades:  Calcular a probabilidade de ocorrência de um
 Identificar o espaço amostral de um evento.
experimento aleatório.
 Identificar o número de elementos de um Orientações para o professor:
espaço amostral e de um evento.
 Expressar, por meio de fração ou de Resolução das atividades de 8 a 13, em duplas,
porcentagem, a probabilidade de ocorrência para favorecer a discussão, o levantamento de
de um evento. hipóteses e a argumentação.

Orientações para o professor:


Aula 48 - Páginas 127 e 128
Professor, faça a apresentação dos conceitos de
experimento aleatório, espaço amostral e evento Habilidades:
por meio de uma aula expositiva dialogada,  Calcular a probabilidade de ocorrência de um
verificando os conhecimentos prévios dos evento.
alunos. Após a sua exposição, solicite a dois
alunos que se revezem na leitura oral dos textos Orientações para o professor:
da seção Ponto de referência.
Resolução das atividades de 14 a 17, em duplas,
para favorecer a discussão, o levantamento de
Ao explorar o exemplo apresentado (Pág. 121), hipóteses e a argumentação.
reforce os conceitos de espaço amostral e de
evento e a fórmula de cálculo da probabilidade de Aula 49 - Páginas 129 e 130
ocorrência de um evento. Você pode apresentar
outros exemplos de experimentos aleatórios, Habilidades:
como o do lançamento de uma moeda cujos  Calcular a probabilidade de ocorrência de um
eventos são cara e coroa. Solicite a um aluno que evento.
leia o texto apresentado na página 122. A  Desenvolver a comunicação por meio da
atividade 2 pode ser resolvida individualmente. linguagem matemática, percebendo seu poder
Na correção coletiva dessa atividade, verifique a de síntese e precisão.
aprendizagem dos alunos.  Reconhecer eventos equiprováveis e eventos
não equiprováveis.

15
Orientações para o professor:
Professor(a), na página 129, conduza uma
conversa entre os alunos a respeito dos
conteúdos trabalhados ao longo do capítulo, a
partir da leitura do texto apresentado no início da
página. Acompanhe a resolução da atividade 18
pelos alunos. Essa atividade visa à retomada e
síntese de ideias e conceitos construídos ao
longo do capítulo.

Faça a apresentação dos conceitos de eventos


equiprováveis e de eventos não equiprováveis, a
partir da leitura compartilhada do texto da seção
Para saber mais (Pág. 130). A atividade 19 pode
ser resolvida individualmente.

Aula 50 - Páginas 131 e 132

Habilidades:
 Estabelecer conexões entre os diferentes
temas e conteúdos do capítulo, para fazer uso
do conhecimento de forma integrada e
articulada.
 Refletir e posicionar-se criticamente em
relação à própria aprendizagem.

Orientações para o professor:


Professor(a), na seção Hora de avaliar (Págs.
131 e 132), os alunos vão resolver questões
objetivas envolvendo os tópicos trabalhados no
capítulo. Oriente-os para resolverem essas
atividades individualmente ou trocando ideias
com um colega, da forma que julgar mais
adequada. Se preferir, essas atividades podem
ser dadas como tarefa de casa.
Na Autoavaliação (Pág. 132) o aluno vai fazer
reflexões sobre a sua aprendizagem,
relacionando-a aos procedimentos e atitudes
desenvolvidos ao longo do trabalho.
Professor(a), incentive-o a rever os assuntos em
que encontrou dificuldades.

16