Você está na página 1de 13

Conhecendo a EsPCEx:

A Escola Preparatória de Cadetes do Exército, fica localizada na cidade de Campinas, interior


do Estado de São Paulo, esse estabelecimento de ensino militar do Exército, é responsável por
selecionar e preparar os jovens para o ingresso na AMAN - Academia Militar das Agulhas Negras,
iniciando a formação do oficial combatente do Exército Brasileiro. Clique aqui e saiba mais!

O que cai na prova em sua totalidade?

A prova da EsPCEx é composta por uma grade bastante robusta de disciplinas, contendo questões
nas áreas de Ciências Exatas, Humanas, Linguagens e Redação, sendo elas:

✓ Matemática (20 questões);


✓ Português (20 questões);
✓ Geografia (12);
✓ Química (12);
✓ Redação (1);
✓ História (12);
✓ Física (12);
✓ Inglês (12).

FICA DICA:
No dossiê de hoje, iremos analisar apenas a disciplina de História, destacando todas as
características primordiais e os conteúdos mais recorrentes nas provas aplicadas entre os
de 2011 a 2019.

Desmistificando a disciplina de História:

✓ Período analisado:

Entre os anos de 2011 a 2019 foram aplicadas 111 questões de História nas provas da EsPCEx,
dentro de todos esses anos, foram cobradas 12 questões por prova, porém, existe uma exceção.
No ano de 2012, ao invés de 12 questões, foram abordadas 15 questões de História na prova.
✓ Perfil das questões:

A banca não costuma trabalhar muito com análises de imagens e charges na disciplina de
História, optando mais por fragmentos textuais e paralelos históricos entre períodos. Seguindo
essa linha, a construção histórica que aparece nos concursos, sempre vem atrelados a conteúdos
que são complementares uns aos outros, não aparecendo muito, questões fora de contexto ou de
linha histórica em uma mesma prova, além do mais, requer um conhecimento mais conceitual
sobre os tópicos abordados pela banca.

✓ Foco da banca:

Ao longo desse concurso, é visível observar a banca cobrando mais conteúdo de História Geral.
Porém, ela procura levar junto com a frente de História Geral, o segmento da História do Brasil,
afinal, ela busca dar um valor amplo para as duas periodizações históricas, ainda que com
índices um pouco menores na porção da História do Brasil.
✓ O que mais cai no concurso?

História na EsPCEx
Brasil República Idade Média
15% 9%

Brasil Império
8%

Idade Moderna
32%
Brasil Colônia
14%

Idade
Contemporânea
22%
Idade Média Idade Moderna Idade Contemporânea
Brasil Colônia Brasil Império Brasil República
Ao longo dos NOVE ANOS analisados, existem alguns conteúdos que a banca acaba por dar
mais prioridades, dos quais, nunca houve uma prova sem a sua participação efetiva, sendo eles:

✓ Idade Moderna, com 36 questões das 111 possíveis, lembrando que, em nenhum ano ela
esteve fora da prova, em todas as provas analisadas sempre tivemos de 3 questões para
mais.
✓ Idade Contemporânea, com 24 questões das 111 possíveis, acaba seguindo a mesma
dinâmica da moderna, aparecendo todos os anos, porém, a incidência de questões é um
pouco menor, tendo ano em que apareceu apenas 1 questão.

Observando os dados acima, mais de 54% das últimas NOVE PROVAS de História, são
respectivamente conteúdos referentes a História Moderna e Contemporânea, desta forma, em
hipótese alguma podemos deixar de ter uma atenção especial para esses dois grandes períodos
históricos, mas sempre observando e trabalhando os temas que são utilizados como suporte para
esses períodos.

FICA DICA:
O estudo da história é compreendido em uma linearidade, portanto, não podemos pular
etapas e muito menos, dedicar-se apenas a um conteúdo ou outro, ele é construído passo
a passo. Porém, dizer isso, não significa que não iremos nos aprofundar no que é mais
recorrente, iremos sim, mas levaremos todos os períodos juntos, sem deixar nada solto,
evitando assim, um prejuízo no dia do concurso.

>> Se você já está se preparando ou quer iniciar seus estudos, clique aqui e conheça a Apostila
EsPCEx + 4 BÔNUS que vão fazer a diferença na sua preparação!
Construindo paralelos entre História do Brasil e Geral:

História Geral - EsPCEx


Idade Média
14%
Idade
Contemporânea
34%

Idade
Moderna
52%
Idade Média Idade Moderna Idade Contemporânea

Dentro da grande área de História Geral, podemos observar os dois períodos mais recorrentes no
concurso, porém, não é apenas isso que devemos levar em consideração, ao longo da História
Geral, o período Moderno é o mais referenciado, e dentro dessa temática, observe os quatro
tópicos abaixo:

✓ Expansão Marítima;
✓ Reforma Protestante;
✓ Iluminismo;
✓ Revolução Francesa.

Os tópicos acima, compreendem a 20 questões, das 36 que foram abordados ao longo dos
NOVE CONCURSOS. Com essa perspectiva, podemos ver claramente como a banca segue uma
cronologia em seus eventos, todos os tópicos seguem uma lógica de aproximação teórica entre
si, a Expansão Marítima promove uma nova era para a Europa, a Reforma Protestante organiza
um novo viés religioso para Europa e, posteriormente, para o mundo, o Iluminismo foi o berço das
novas ideologias, que derrubaram o Antigo Regime e promoveram as Independências na América
e a Revolução Francesa é símbolo de luta e resistência do povo.
Seguindo essa análise, devemos lembrar que dentro da porção Contemporânea, encontra-se a
Guerra Fria, que é nossa TOP 1, tendo sozinha OITO QUESTÕES, quantidade essa,
extremamente alta, chegando próximo dos incríveis 10% das questões em sua totalidade.
Já no contexto feudal, é preciso uma atenção na formação do feudalismo e seus desdobramentos
econômicos, embora a banca não tenha privilegiado grandemente esse período, apenas nos anos
de 2012 e 2018 não foram cobrados nenhuma questão, em todos os demais, o período medieval
esteve presente.
Após analisar os conteúdos e suas preferências em História Geral, vamos analisar o perfil
cobrado na História do Brasil.

História do Brasil - EsPCEx

Brasil Colônia
Brasil Repúlbica 37%
41%
Brasil Colônia
Brasil Império
Brasil Repúlbica
Brasil Império
22%

Ao longo das últimas NOVE PROVAS, o período correspondente de Brasil República, ganhou
mais espaço nas questões, sendo compreendido em 41% da prova, e tendo proporcionalmente
DEZESSETE QUESTÕES. Ao longo desse recorte temporal, precisamos destacar os três
períodos abaixo, sendo eles:

✓ República Velha, compreendendo CINCO QUESTÕES, das quais podemos observar um


forte fomento político na banca;
✓ Era Vargas, que trouxe consigo TRÊS QUESTÕES, dando mais ênfase no período do
Estado Novo;
✓ República Nova, apresentando o processo de reabertura política pós-regime civil militar,
aparecendo com TRÊS QUESTÕES também, sendo elas muito bem elaboradas e tendo
um forte apelo crítico.

Diferentemente de História Geral, a parte do Brasil, mostra um equilíbrio maior entre as


periodizações, podemos observar que QUINZE QUESTÕES foram da porção Colonial e NOVE
da fase Imperial, mas não deixe de dedicar tempo a fase do Brasil Império, temos uma divisão de
conteúdos bem inovadora, dos quais QUATRO QUESTÕES são do Período Regencial e mais
QUATRO do Segundo Reinado, ficando apenas uma para a formação do Poder Moderador,
dentro do recorte temporal do Primeiro Reinado.
Analisando as recorrências em prova, podemos observar o seguinte:

✓ Brasil Colônia esteve ausente das provas, apenas em 2014;


✓ Brasil Império ficou de fora apenas em 2015;
✓ Brasil República esteve fora nos anos de 2011 e 2013.

Essa analise deixa claro que, desde o ano de 2015, todos os anos apareceram questões de
História do Brasil em sua totalidade, abrangendo todos os períodos da história brasileira.
Infográfico com os conteúdos mais recorrentes:

História Geral

HISTÓRIA MEDIEVAL
3,5
3
2,5
2
1,5
1
0,5
0
Dinastia Economia Feudal Obrigações Servis Crise no Sistema Formação do Cruzadas e
Portuguesa - Feudal Medievo Consequências
Transição

Dentro do contexto medieval, atente-se para o processo de formação do Mundo Medieval,


lembrando que ele ocorre em duas perspectivas, sendo elas:

✓ Do século V ao IX, existe a edificação do Reino do Francos, passando pela Dinastia


Merovíngia e chegando ao Império Carolíngio, essa edificação segue a mesmas
características do Império Romano, inclusive com o apoio da Igreja Católica;
✓ Já do século IX ao XV, a Europa passou pelo processo de enfeudamento total, notando que,
essa ruralização existe desde o século V, mas coma queda do Império Carolíngio esse
processo ganhou mais força.
Idade Moderna
6
5
4
3
2
1
0

Na perspectiva da Idade Moderna, existe múltiplos tópicos com grande cobrança, sendo assim,
priorize uma edificação por viés de uma linha do tempo, essa cronologia vai promover um maior
nivelamento. Desta forma, suas chances de obter um êxito maior, crescem bastante.

Idade Contemporânea
CONGRESSO DE VIENA 1
ERA NAPOLEÔNICA 1
CRISE DE 29 1
DESCOLONIZAÇÃO AFRO-ASIÁTICO 1
NOVA ORDEM MUNDIAL 1
IDEOLOGIAS DE ESQUERDA 1
SEGUNDA GUERRA MUNDIAL 2
PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL 4
EUA: POTÊNCIA 1
TOTALITARISMO ALEMÃO 2
GUERRA FRIA 8
SANTA ALIANÇA 1
0 1 2 3 4 5 6 7 8 9

No layout da porção Contemporânea da História, muita ênfase para Guerra Fria, esse é o conteúdo
mais recorrente dentro da História na EsPCEx, mas atente-se para os seguintes tópicos:
✓ Mundo Bipolar;
✓ Guerra Ideológica;
✓ Corrida Espacial;
✓ Corrida Armamentista;
✓ Conflitos Externos;
✓ Propaganda;
✓ Divisão da Alemanha.

Esses tópicos são fundamentais para compreender o processo histórico conhecido como Guerra
Fria e suas consequências para o mundo.

História do Brasil

Brasil Colônia
2,5

1,5

0,5

Capitanais Hereditárias União Ibérica Período Joanino


Tratado de Ultrech Guerra dos Mascates Pacto Colonial
Ciclo do Ouro Ciclo do Açúcar Revolta dos Alfaiates
Processo de Colonização Pré-Colonial Incofidência Mineira

No processo de formação do Brasil Colônia, é preciso ter atenção para um forte equilíbrio entre os
temas, a banca não prioriza um tópico ou outro, ela cobra de maneira ampla todos os possíveis
temas referenciados no período.

FICA DICA: Para entender melhor o processo de colonização brasileira, fragmente o


conteúdo em duas partes, sendo elas:

✓ 1500 – 1530: Período Pré-Colonial;


✓ 1530 – 1822: Período Colonial.
Observação: Essa fragmentação ainda possui muitas divisões internas, em especial, na
fragmentação colonial, onde se forma a administração colonial e os ciclos econômicos.

BRASIL IMPÉRIO
4,5
4
3,5
4 4
3
2,5
2
1,5
1
0,5
1
0
PERÍODO REGENCIAL PODER MODERADOR SEGUNDO REINADO

Brasil na sua fase Imperial, promove uma ascensão a dois períodos, sendo eles:

✓ Período Regencial;
✓ Segundo Reinado.

Mas fique muito atento aos desdobramentos políticos desde o processo de Independência do
Brasil, eles são vitais para compreender cronologicamente a História desse período.

Observação: Embora seja apresentado esses dois temas com mais relevantes, lembre-se
que a divisão é diferente, e temos o Primeiro Reinado como tema inicial, Período Regencial
como divisão entre reinados e o Segundo Reinado para fechar. A banca, cobrou apenas uma
questão de Primeiro Reinado nessas NOVE PROVAS.
Brasil República

0 1 2 3 4 5 6

República Velha Estado Novo República Nova


Movimentos Sociais Repúlica Liberal Revolução de 30

Ao longo do período republicano do Brasil, é possível observar uma grande quantidade de divisões,
sendo elas:

✓ 1889 – 1930: República Velha, mas temos a fragmentação em República da Espada e


Oligárquica;
✓ 1930 – 1945: Era Vargas, sendo fragmentada em três períodos, Governo Provisório,
Constitucional e o Estado Novo;
✓ 1945 – 1964: República Liberal, sendo fragmentada em vários governos, como Dutra,
Vargas, Café Filho, JK, Jânio e Jango;
✓ 1964 – 1985: Ditadura Civil Militar, fragmentada por vários governos militares e juntas, sendo
orquestrada no viés dos Atos Institucionais;
✓ 1985 – Atual: República Nova promove a reabertura democrática e algumas variações
políticas diferenciadas, pois cada governo acabou absorvendo uma leitura de sociedade e
isso promove outros desdobramentos.

Na fase republicana, a República Velha e a Nova são os temas mais abordados na banca.