Você está na página 1de 19

17/08/2018

DIREITO CONSTITUCIONAL
EXAME DE ORDEM OAB
PROF. DIEGO CERQUEIRA

Noções Gerais
Ø Função 'pica: é aquele competente para exercer a jurisdição,
solucionando conflitos e “dizendo o Direito” diante de casos
concretos. (sistema inglês de jurisdição).
PODER JUDICIÁRIO
Ø Sistema Inglês de jurisdição: apenas o Poder Judiciário faz coisa
julgada material, isto é, decide casos concretos com
definiEvidade. Princípio da inafastabilidade de jurisdição, “a lei não
excluirá da apreciação do Poder Judiciário lesão ou ameaça a direito”
(art. 5º, XXXV, CRFB/88).

Direito Constitucional Direito Constitucional


Prof. Diego Cerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

1
17/08/2018

Noções Gerais Conselho Nacional de Justiça - CNJ


Ø O CNJ trata-se de órgão de controle interno. Ele não exerce
Ø Função atípica de legislar: se manifesta, por exemplo, quando os jurisdição, embora integre a estrutura do pode judiciário.
Tribunais editam os seus Regimentos Internos (normas primárias).
Ø Atribuições exclusivamente administraBvas, sendo o órgão
responsável pelo controle administraBvo, financeiro e do
Ø Função atípica de administrar: ocorre quando um Tribunal realiza cumprimento dos deveres funcionais dos juízes.
uma licitação, celebra um contrato administrativo ou, ainda,
realiza um concurso público.
Ø Missão: aperfeiçoar o trabalho do sistema judiciário brasileiro,
contribuindo para prestação jurisdicional com maior eficiência e
transparência.
Direito Constitucional Direito Constitucional
Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

Constitucionalidade do CNJ Constitucionalidade do CNJ


Ø O CNJ não atinge o autogoverno do Judiciário, já que o controle é
Ø ADI nº 3.367/DF (AMB): Entendia que a criação do CNJ violava a administrativo e não viola as competências privativas dos
separação de poderes e o pacto federativo; tribunais (art. 96, CRFB);
Ø O PJ é nacional e unitário. Assim, é possível que o CNJ controle a
Ø O STF decidiu que a criação do CNJ foi plenamente legítima, atuação da Justiça Estadual e sem violação ao pacto federativo.
sendo constitucional sua criação por meio da EC nº 45/2004. Ø STF: considera inconstitucional a criação, por Constituição
Estadual, de órgão de controle administrativo do Judiciário do
qual participem representantes de outros Poderes ou entidades
(Súmula 649).
Direito Constitucional Direito Constitucional
Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

2
17/08/2018

Composição Competências do CNJ


Ø 15 (quinze) membros com mandato de 2 (dois) anos, admitida
uma recondução (art. 103-B, CRFB/88); Art. 103-B, § 4º: Compete ao Conselho o controle da atuação
administrativa e financeira do Poder Judiciário e do
cumprimento dos deveres funcionais dos juízes, cabendo-lhe,
Ø Será presidido pelo Presidente do STF e, nas suas ausências e além de outras atribuições que lhe forem conferidas pelo
impedimentos, pelo Vice-Presidente do STF; Estatuto da Magistratura:
I - zelar pela autonomia do Poder Judiciário e pelo
Ø Ministro do STJ: exercerá a função de Ministro-Corregedor e cumprimento do Estatuto da Magistratura, podendo expedir
ficará excluído da distribuição de processos no Tribunal. atos regulamentares, no âmbito de sua competência, ou
recomendar providências;
Direito Constitucional Direito Constitucional
Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

Competências do CNJ Competências do CNJ

Ø As competências do CNJ não são exaustivas; é possível ü Atribuição ao CNJ do poder de expedir atos
que o Estatuto da Magistratura crie novas atribuições; regulamentares;

Ø A competência não alcança o STF e seus próprios ü Doutrina: entende-se que esse órgão poderá editar
Ministros. O STF é o órgão de cúpula do Poder Judiciário e, normas primárias acerca das matérias de sua
competência. As Resoluções do CNJ são inclusive dotadas
portanto, não se sujeita ao CNJ.
dos atributos da generalidade, abstração e
impessoalidade, o que nos permite afirmar que
consistem em atos normativos primários (STF).
Direito Constitucional Direito Constitucional
Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

3
17/08/2018

Competências do CNJ Competências do CNJ

II - zelar pela observância do art. 37 e apreciar, de ofício ou Ø O CNJ pode apreciar, de ofício ou mediante provocação, a
mediante provocação, a legalidade dos atos legalidade dos atos administrativos. Ex: apreciar a legalidade de um
contrato celebrado por um Tribunal ou, ainda, a legalidade do ato de
administrativos praticados por membros ou órgãos do
concessão de aposentadoria a um servidor do Poder Judiciário.
Poder Judiciário, podendo desconstituí-los, revê-los ou fixar
prazo para que se adotem as providências necessárias ao
exato cumprimento da lei, sem prejuízo da competência do Ø Cuidado: o CNJ não poderá examinar os efeitos de ato de
conteúdo jurisdicional emanado do Poder Judiciário.
Tribunal de Contas da União;

Direito Constitucional Direito Constitucional


Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

Competências do CNJ Competências do CNJ


III- receber e conhecer das reclamações contra membros ou
órgãos do Poder Judiciário, inclusive contra seus serviços
Ø Ao apreciar a legalidade dos atos administrativos praticados por
membros ou órgãos do PJ, o CNJ poderá desconstituí-los, revê-los
auxiliares, serventias e órgãos prestadores de serviços
ou fixar prazo para que se adotem providências necessárias. notariais e de registro que atuem por delegação do poder
público ou oficializados, sem prejuízo da competência
disciplinar e correicional dos tribunais, podendo avocar
Ø O papel é de apenas examinar a legalidade de atos processos disciplinares em curso e determinar a remoção, a
administrativos, sendo-lhe vedado examinar a disponibilidade ou a aposentadoria com subsídios ou
constitucionalidade.
proventos proporcionais ao tempo de serviço e aplicar outras
sanções administrativas, assegurada ampla defesa;
Direito Cons+tucional Direito Constitucional
Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

4
17/08/2018

Competências do CNJ Competências do CNJ


Ø Competência correicional e disciplinar: A atividade correicional
se manifesta para receber e conhecer das reclamações contra IV - representar ao Ministério Público, no caso de crime contra
membros ou órgãos do Poder Judiciário. Por outro lado, a a administração pública ou de abuso de autoridade;
disciplinar fica caracterizada no avocar processos disciplinares
em curso e aplicar sanções a magistrados (remoção, V - rever, de ofício ou mediante provocação, os processos
disponibilidade ou aposentadoria compulsória). disciplinares de juízes e membros de tribunais julgados há
menos de um ano;
Ø A competência correicional e disciplinar é concorrente entre os (...)
Tribunais e o CNJ. “não há necessidade de exaurimento da
instância administrativa ordinária para a atuação do CNJ” (STF)

Direito Cons3tucional Direito Constitucional


Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

Supremo Tribunal Federal

Ø É o órgão de cúpula da organização judiciária brasileira,

COMPETÊNCIAS DO STF exercendo, simultaneamente, as funções de Corte Constitucional


e de órgão máximo do Poder Judiciário.

Ø Atua como tribunal de última instância ou como instância


originária para certas causas não constitucionais (Ex: julgamento
de Deputados e Senadores)

Direito Constitucional Direito Cons+tucional


Prof. Diego Cerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

5
17/08/2018

Competências do STF Competências Originárias do STF


Originárias
Art. 102. Compete ao Supremo Tribunal Federal,
São aquelas ações ajuizadas diretamente no STF, sem passar por nenhuma
outra instância do Poder Judiciário. precipuamente, a guarda da Constituição, cabendo-lhe:
I - processar e julgar, originariamente:
Recursais a) a ação direta de inconstitucionalidade de lei ou ato
São aquelas ações que chegam ao STF em razão de recurso apresentado normativo federal ou estadual e a ação declaratória de
perante decisão de outro órgão do Poder Judiciário. Dois Dpos de recursos
chegam ao STF: i) recurso ordinário e; ii) recurso extraordinário. constitucionalidade de lei ou ato normativo federal;

Direito Constitucional Direito Constitucional


Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

Competências Originárias do STF Competências Originárias do STF

Ø O STF tem competência para realizar o controle concentrado- b) nas infrações penais comuns, o Presidente da República, o Vice-
abstrato de constitucionalidade. Presidente, os membros do Congresso Nacional, seus próprios
Ministros e o Procurador-Geral da República;
c) nas infrações penais comuns e nos crimes de responsabilidade, os
Ø A Corte Suprema processa e julga a ADI, a ADO, a ADC e a ADPF.
Ministros de Estado e os Comandantes da Marinha, do Exército e da
AeronáuMca, ressalvado o disposto no art. 52, I, os membros dos
Tribunais Superiores, os do Tribunal de Contas da União e os chefes
de missão diplomáMca de caráter permanente;

Direito Constitucional Direito Constitucional


Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

6
17/08/2018

Competências Originárias do STF Competências Originárias do STF


AUTORIDADE CRIME CRIME DE RESPONSABILIDADE
COMUM
PRESIDENTE DA REPÚBLICA
VICE-PRESIDENTE DA REPÚBLICA
STF
STF
Senado
Senado
e) o litígio entre Estado estrangeiro ou organismo
DEPUTADOS FEDERAIS E SENADORES STF Depende* (crime no exercício do mandato e internacional e a União, o Estado, o Distrito Federal ou o
relacionado às funções parlamentares)
MINISTROS DO STF STF Senado Território;
PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA STF Senado
MINISTROS DE ESTADO STF STF (se o crime for conexo com o do
Presidente, será o Senado)
COMANDANTES DO EXÉRCITO, MARINHA E STF STF (se o crime for conexo com o do
AERONÁUTICA Presidente, será o Senado)
MINISTROS DOS TRIBUNAIS SUPERIORES (STJ, STF STF As causas entre Estado estrangeiro ou organismo internacional e
TST, TSE E STM) Município ou pessoa domiciliada e residente no País será da
MINISTROS DO TCU STF STF competência dos juízes federais (art. 109, II).
CHEFES DE MISSÃO DIPLOMÁTICA STF STF

Direito Constitucional Direito Cons+tucional


Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

Competências Originárias do STF Competências Originárias do STF


f) as causas e os conflitos entre a União e os Estados, a União Ø O STF tem competência para processar e julgar a reclamação
e o Distrito Federal, ou entre uns e outros, inclusive as constitucional. Trata-se de instrumento de garantia da jurisdição
respectivas entidades da administração indireta; constitucional.
g) a extradição solicitada por Estado estrangeiro;
l) a reclamação para a preservação de sua competência e Ø Visa garantir a obediência às decisões do STF em sede de
garantia da autoridade de suas decisões; controle concentrado de constitucionalidade, bem como às
Súmulas Vinculantes emanadas da Corte.

Direito Constitucional Direito Constitucional


Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

7
17/08/2018

Competências Originárias do STF Recurso Ordinário Constitucional - ROC


p) o pedido de medida cautelar das ações diretas de
inconstitucionalidade; Ø Natureza: recurso constitucional, analisado pelas Cortes de
q) o mandado de injunção, quando a elaboração da norma Superposição (STF e STJ) (art. 102, II e 105, II, CRFB/88)
regulamentadora for atribuição do Presidente da República, do
Congresso Nacional, da Câmara dos Deputados, do Senado Federal, Ø Plano Infraconstitucional: (art. 1.027 e 1.028 do NCPC)
das Mesas de uma dessas Casas Legislativas, do Tribunal de Contas
da União, de um dos Tribunais Superiores, ou do próprio Supremo
Ø Cabimento: apresentado em face de sentença denegatória;
Tribunal Federal;
peça privativa do impetrante. (Ex: o Réu diante de decisão concessiva deve buscar outro
r) as ações contra o Conselho Nacional de Justiça e contra o meio recursal).

Conselho Nacional do Ministério Público;


Direito Cons+tucional Direito Constitucional
Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

ROC para o STF... ROC para o STF...


Art. 102. CRFB/88 Ø 1ª condição: ROC em face de acórdão.
Compete ao Supremo Tribunal Federal, precipuamente, a guarda da a) Remédios Cons2tucionais: HC, HD, MS e MI.
Constituição, cabendo-lhe: b) Competência originária de Tribunal Superior. Instância única.
c) Decisão denegatória.
(…)
II - julgar, em recurso ordinário:
a) o habeas corpus, o mandado de segurança, o habeas data e o Ex1: MS → ato de Ministro de Estado → competência originária
mandado de injunção decididos em única instância pelos Tribunais do STJ → Negar a segurança → caberá recurso ordinário
Superiores, se denegatória a decisão; cons-tucional para o STF.
b) o crime político;
Direito Constitucional Direito Constitucional
Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

8
17/08/2018

ROC para o STF...


Ø 2ª condição: ROC em face de sentença. ROC STF
Em face de Acórdão HC, MS, HD e MI, decisão
a) Crimes políticos; denegatória em única instância de
b) Competência originária de Juízes Federais (art. 109, IV); Tribunal Superior.
c) Decisão de 1º grau da Justiça Federal.
Em face de Sentença Crimes políticos, competência
Juízes federais

Direito Constitucional Direito Constitucional


Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

Recurso Extraordinário Recurso Extraordinário


Ø Recursos de natureza excepcional;
Ø Instrumento processual apto a verificar se uma decisão judicial está
Ø Objetivo: garantir a supremacia da Constituição e validade das ou não compatível com a CF/88.
leis. É o direito objetivo envolvido;
Ø Bloco do controle difuso de constitucionalidade.
Ø Prequestionamento da matéria: são recursos de
fundamentação objetiva, vinculada.

Direito Constitucional Direito Constitucional


Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

9
17/08/2018

Recurso Extraordinário Cabimento do RE


Art. 102, III, CRFB/88 Ø 1ª condição: (Situações de Controvérsia Constitucional)
(...)
III - julgar, mediante recurso extraordinário, as causas decididas ü Permissivo genérico de admissibilidade do RE. (alínea
em única ou última instância, quando a decisão recorrida: frágil);
a) contrariar dispositivo desta Constituição; ü Para o STF é demonstrar objetivamente qual é o
parâmetro constitucional. Qual o dispositivo constitucional
b) declarar a inconstitucionalidade de tratado ou lei federal; que está sendo violado? (qual o artigo exatamente)
c) julgar válida lei ou ato de governo local contestado em face
desta Constituição.
d) julgar válida lei local contestada em face de lei federal.
Direito Constitucional Direito Constitucional
Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

Cabimento do RE Cabimento do RE
Ø 2ª condição: Ø 3ª condição:

ü Julgamento válido de lei ou ato de governo local em


face da Constituição.
Ø Quando há a declaração incidental de inconstitucionalidade
ü “Lei local”: são as leis do E, DF e M.
no chamado controle difuso sobre tratado ou lei federal.
ü “Atos de governo local”: são os atos administrativos
dos E, DF e M exarados pelo Poder Público, seja no
âmbito do Executivo, Legislativo ou Judiciário.

Direito Constitucional Direito Constitucional


Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

10
17/08/2018

Cabimento do RE Cabimento do RE
Ø 4ª condição:
Ø Ato julgado válido de governo local em face de lei federal a
Ø Será cabível RE para o STF quando a “decisão recorrida julgar hipótese é de RECURSO ESPECIAL
válida lei local contestada em face de lei federal”.
Ø O cabimento do RE será para “lei local for considerada válida
Ø Antes ela era objeto de Recurso Especial-REsp, mas com a perante lei federal.
reforma do Poder Judiciário ECº. 45/2004, ela passou ser
atacada por Recurso Extraordinário.

Direito Constitucional Direito Constitucional


Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

Requisitos do RE Requisitos do RE
Ø Decisão recorrida prolatada em última ou única instância: A Ø Prequestionamento: a matéria constitucional já deve ter sido
decisão recorrida não precisa ter emanado de um Tribunal. Pode discutida pelo órgão que prolatou a decisão recorrida. Não há
ser emanada de um juízo singular. inovação na tese jurídica. (Súmulas 279 e 282 do STF)
Ø Esgotamento da vias recursais ordinárias:
Ø No RE não há essa reserva de origem. Cabe RE em juizado, por Ø Repercussão geral: exigência de repercussão das questões
exemplo (Súmula 640 STF). Entretanto, a condição basilar para a constitucionais envolvidas, de relevo econômico, político e
admissibilidade do RE é que não deve caber recurso ordinário social, e que interfere no ordenamento jurídico. “Efeito
algum. (Súmula 281 STF) transcendente da lide”.(§3º do art. 102, CFRB/88 + art. 1.035 do CPC).

Direito Constitucional Direito Constitucional


Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

11
17/08/2018

Requisitos do RE
Ø O STF somente poderá recusar a repercussão geral pela
manifestação de 2/3 dos seus membros.
COMPETÊNCIAS DO STJ
Ø Aceita a repercussão geral, todos os recursos que estiverem
tramitando nos Tribunais de origem passam a aguardar a
decisão da Corte sobre o tema.

Ø Realizado o julgamento, a decisão do STF deverá ser aplicada


pelos próprios tribunais de origem.
Direito Constitucional Direito Constitucional
Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira

Superior Tribunal de Justiça Competências Originárias do STJ


Art. 105. Compete ao Superior Tribunal de Justiça:
I - processar e julgar, originariamente:
Ø O STJ é considerado o “guardião” da unidade do direito federal,
a) nos crimes comuns, os Governadores dos Estados e do Distrito
buscando uniformizar a interpretação da legislação federal.
Federal, e, nestes e nos de responsabilidade, os desembargadores
dos Tribunais de Justiça dos Estados e do Distrito Federal, os
membros dos Tribunais de Contas dos Estados e do Distrito Federal,
os dos Tribunais Regionais Federais, dos Tribunais Regionais
Eleitorais e do Trabalho, os membros dos Conselhos ou Tribunais de
Contas dos Municípios e os do Ministério Público da União que
Direito Constitucional
oficiem perante tribunais;
Direito Constitucional
Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

12
17/08/2018

Superior Tribunal de Justiça Competências Originárias do STJ


AUTORIDADE CRIME COMUM CRIME DE RESPONSABILIDADE

GOVERNADOR STJ Tribunal Especial (composto de 5 (cinco)


membros do Poder Legislativo Estadual e de 5 Art. 105. Compete ao Superior Tribunal de Justiça:
DESEMBARGADORES DOS TJ`S STJ
(cinco) desembargadores do TJ
STJ (...)
MEMBROS DOS TCE`S STJ STJ b) os mandados de segurança e os habeas data contra ato de
MEMBROS DOS TRF`S, TRE`S E TRT`S STJ STJ
Ministro de Estado, dos Comandantes da Marinha, do Exército e
da Aeronáutica ou do próprio Tribunal;
MEMBROS DOS TCM`S STJ STJ

MEMBROS DO MPU QUE OFICIEM STJ STJ


PERANTE TRIBUNAIS

Direito Constitucional Direito Constitucional


Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

Competências Originárias do STJ Superior Tribunal de Justiça


Art. 105. Compete ao Superior Tribunal de Justiça: Ø Ministros de Estado e Comandantes do Exército, Marinha e
(...) Aeronáutica:
c) os habeas corpus, quando o coator ou paciente for qualquer ü quando forem autoridades coatoras, a
das pessoas mencionadas na alínea "a", ou quando o coator for competência será do STJ;
tribunal sujeito à sua jurisdição, Ministro de Estado ou ü quando forem pacientes, a competência será
Comandante da Marinha, do Exército ou da Aeronáutica, do STF (art. 102, I, “d”).
ressalvada a competência da Justiça Eleitoral;

Direito Constitucional Direito Constitucional


Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

13
17/08/2018

Competências Originárias do STJ ROC para o STJ...


Art. 105. Compete ao Superior Tribunal de Justiça: Art. 105. Compete ao Superior Tribunal de Justiça:
(...) II - julgar, em recurso ordinário:
h) o mandado de injunção, quando a elaboração da norma a) os habeas corpus decididos em única ou última instância pelos
Tribunais Regionais Federais ou pelos tribunais dos Estados, do Distrito
regulamentadora for atribuição de órgão, entidade ou Federal e Territórios, quando a decisão for denegatória;
autoridade federal, da administração direta ou indireta, b) os mandados de segurança decididos em única instância pelos
excetuados os casos de competência do Supremo Tribunal Tribunais Regionais Federais ou pelos tribunais dos Estados, do Distrito
Federal e dos órgãos da Justiça Militar, da Justiça Eleitoral, da Federal e Territórios, quando denegatória a decisão;
Justiça do Trabalho e da Justiça Federal; c) as causas em que forem partes Estado estrangeiro ou organismo
i) a homologação de sentenças estrangeiras e a concessão de internacional, de um lado, e, do outro, Município ou pessoa residente
exequatur às cartas rogatórias;
Direito Constitucional Direito Constitucional
ou domiciliada no País;
Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

ROC para STJ diante de HC ROC para STJ diante de MS...


Ø Condição: Ø Condição:

ü Decisão denegatória em habeas corpus


ü Impetrado perante TRF ou TJ ü Decisão denegatória
ü Competência originária ou última instância (competência ü Competência originária perante TRF ou TJ
recursal, por exemplo, subindo em apelação criminal) ü ROC em face de acórdão
ü ROC em face de acórdão.
ü Ex: MS contra ato de TRF será impetrado no próprio TRF (art. 108, I, c).
ü Ex: Habeas corpus contra ato de juiz federal será impetrado no
Se o TRF denegar a segurança, caberá ROC. O 2º grau de jurisdição será
Tribunal Regional Federal (art. 108, I, d). Se o TRF não conceder o no STJ (art. 105, II, b, CF).
habeas corpus, caberá recurso ordinário ao STJ.

Direito Constitucional Direito Constitucional


Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

14
17/08/2018

ROC para STJ diante de conflito internacional


ROC STF STJ
Em face de HC, MS, HD e MI, HC, decisão denegatória, perante TRF ou TJ,
Ø Condição: Acórdão decisão denegatória em competência originária ou última instância
ü Causas entre Estado estrangeiro ou organismo em única instância
internacional X Município ou pessoa domiciliada ou de Tribunal Superior. MS, decisão denegatória, competência
residente no País originária perante TRF ou TJ.
ü Competência originária de Juízes Federais (art. 109, II) Em face de Crimes políticos, Conflito internacional Estado
ü ROC em face de sentença (Decisão de 1º grau da Justiça Federal). Sentença competência Juízes estrangeiro/Organismo Internacional X
federais Município (ou pessoa domiciliada ou residente
no País), competência juízes federais

Direito Constitucional Direito Constitucional


Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

Recurso Especial Requisitos do REsp


Art. 105. Compete ao Superior Tribunal de Justiça:
Ø Prequestionamento: questões devem ter sido apreciadas no
III - julgar, em recurso especial, as causas decididas, em única Tribunal de origem. A pretensão de simples reexame de prova
ou última instância, pelos Tribunais Regionais Federais ou não enseja recurso especial (Súmula 07 STJ)
pelos tribunais dos Estados, do Distrito Federal e Territórios,
quando a decisão recorrida: Ø Só cabe REsp se a decisão vier de Tribunal (TJ ou TRF).
a) contrariar tratado ou lei federal, ou negar-lhes vigência; Decisões de Turmas dos Juizados especiais não podem ser
b) julgar válido ato de governo local contestado em face de lei objeto de REsp (súmula 203 STJ)
federal;
c) der a lei federal interpretação divergente da que lhe haja Ø Controvérsia envolve o direito federal.
atribuído outro tribunal.
Direito Constitucional Direito Constitucional
Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

15
17/08/2018

Cabimento do RESp Cabimento do REsp


Ø 1ª condição: Ø 2ª Condição: “Quando a decisão julgar válido ato de governo
local contestado em face de lei federal;

Ø Quando a decisão recorrida “Contrariar tratado ou lei federal, ü Ato julgado válido de governo local em face de lei federal a
ou negar-lhes vigência”.
hipótese é de RECURSO ESPECIAL. Muito cuidado!
ü *O cabimento do RE será para “lei local for considerada válida
perante lei federal

Direito Constitucional Direito Constitucional


Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

Cabimento do RESp Incidente de Deslocamento de


Ø 3ª condição: “quando a decisão recorrida der a lei federal
interpretação divergente da que lhe haja atribuído outro
Competência
tribunal” art. 109, § 5º, CF/88
ü A divergência é entre Tribunais distintos: “A divergência entre “nas hipóteses de grave violação de direitos humanos, o
julgado do mesmo Tribunal não enseja recurso especial” Procurador-Geral da República, com a finalidade de assegurar
(Súmula 13 do STJ). o cumprimento de obrigações decorrentes de tratados
ü A interpretação deve ser em face de lei federal. “Não se internacionais de direitos humanos dos quais o Brasil seja
conhece do recurso especial pela divergência, quando a
parte, poderá suscitar, perante o Superior Tribunal de Justiça,
orientação do tribunal se firmou no mesmo sentido da
decisão recorrida” (Súmula 83 do STJ) em qualquer fase do inquérito ou processo, incidente de
deslocamento de competência para a Justiça Federal.”
Direito Constitucional Direito Constitucional
Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

16
17/08/2018

Incidente de Deslocamento de
Competência
Ø A finalidade é assegurar o cumprimento de obrigações
decorrentes de tratados internacionais de direitos humanos dos COMPETÊNCIAS DA
quais o Brasil seja parte;
Ø Chamada de federalização de graves violações de direitos JUSTIÇA FEDERAL
humanos;
Ø É possível o deslocamento de processo ou inquérito do âmbito
estadual para o âmbito federal;
Ø O titular da ação é o Procurador-Geral da República, que a
apresentará no STJ.
Direito Constitucional Direito Constitucional
Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira

Tribunais Regionais Federais Tribunais Regionais Federais


Art. 108. Compete aos Tribunais Regionais Federais: c) os mandados de segurança e os "habeas-data" contra ato
do próprio Tribunal ou de juiz federal;
I - processar e julgar, originariamente:
a) os juízes federais da área de sua jurisdição, incluídos os da d) os "habeas-corpus", quando a autoridade coatora for juiz
federal;
Justiça Militar e da Justiça do Trabalho, nos crimes comuns e
de responsabilidade, e os membros do Ministério Público da e) os conflitos de competência entre juízes federais vinculados
União, ressalvada a competência da Justiça Eleitoral; ao Tribunal;
b) as revisões criminais e as ações rescisórias de julgados seus II - julgar, em grau de recurso, as causas decididas pelos juízes
ou dos juízes federais da região; federais e pelos juízes estaduais no exercício da competência
federal da área de sua jurisdição.
Direito Constitucional Direito Constitucional
Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

17
17/08/2018

Juízes Federais Juízes Federais


Art. 109. Aos juízes federais compete processar e julgar: III - as causas fundadas em tratado ou contrato da União com
I - as causas em que a União, entidade autárquica ou empresa Estado estrangeiro ou organismo internacional;
pública federal forem interessadas na condição de autoras, IV - os crimes políticos e as infrações penais praticadas em
rés, assistentes ou oponentes, exceto as de falência, as de detrimento de bens, serviços ou interesse da União ou de suas
acidentes de trabalho e as sujeitas à Justiça Eleitoral e à entidades autárquicas ou empresas públicas, excluídas as
Justiça do Trabalho; contravenções e ressalvada a competência da Justiça Militar e
II - as causas entre Estado estrangeiro ou organismo da Justiça Eleitoral;
internacional e Município ou pessoa domiciliada ou residente (...)
no País;
Direito Constitucional Direito Constitucional
Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

Juízes Federais
(...)
FIM....
VIII - os mandados de segurança e os "habeas-data" contra
ato de autoridade federal, excetuados os casos de
competência dos tribunais federais;
IX - os crimes cometidos a bordo de navios ou aeronaves,
ressalvada a competência da Justiça Militar; @profdiegocerqueira

XI - a disputa sobre direitos indígenas. @profdiegocerqueira

Direito Constitucional
Prof. Diego Cerqueira @ profdiegocerqueira

18
17/08/2018

OBRIGADO
PROF. DIEGO CERQUEIRA

19