Você está na página 1de 6

1.

QUESTÕES SOBRE CONHECIMENTOS PEDAGÓGICOS: TENDÊNCIAS PEDAGÓGICAS


1. Acerca das tendências pedagógicas, julgue os itens: I‐ A prática escolar tem atrás de si
condicionantes sociopolíticos que configuram diferentes concepções de homem e de sociedade e,
consequentemente, diferentes pressupostos sobre o papel da escola. II‐ De acordo com Libâneo, as
tendências pedagógicas foram classificadas como liberais e progressistas. III‐ Integram a pedagogia
liberal: tendências tradicional, tecnicista, renovada não‐diretiva e crítico‐social dos conteúdos . IV ‐ São
tendências progressistas: libertária, libertadora, progressivista e crítico‐social dos conteúdos.
A quantidade de itens corretos é de: a) 0 b) 1 c) 2 d) 3 e) 4

2. Nem todas as práticas educativas contêm tendências ideológicas. Esta afirmativa é:


a) Verdadeira, porque a prática difere da teoria; b) Falsa, pois explícita ou implicitamente terão que conter;
c) Falsa, pois só a prática ligada ao liberalismo às contém; d) Verdadeira, porque só a prática progressista
as contém.

3. Sabe‐se que a teoria pedagógica é o conhecimento da educação para a educação. Isto porque: a)
analisando a prática educativa esclarece o contexto e busca chegar aos objetivos; b) forma o indivíduo
como um todo sem a preocupação com os objetivos; c) não pode estar voltada para os aspectos
informativos; d) nenhuma das respostas acima.

4. Embora apresentem enfoques diferenciados às tendências pedagógicas algumas vezes se completam


durante a ação pedagógica do professor. Esta afirmativa é: a) correta, pois há enfoques que se
assemelham e até se interligam; b) correta, desde que o professor se desvincule de todas; c) correta
quando há improvisação sem planejamento; d) incorreta, pois os métodos dos professores variam.

5. O liberalismo não busca o sentido da democracia, logo a sua educação: a) difere fundamentalmente
da educação progressista; b) forma o aluno para ocupar posições previamente marcadas; c) é acrítica
e não busca a democratização social; d) todas as respostas acima.

6. Acerca da Pedagogia liberal, todas as afirmativas estão corretas, exceto:


a) A doutrina liberal apareceu como justificação do sistema capitalista.
b) A pedagogia liberal sustenta a ideia de que a escola tem por função preparar os indivíduos para o
desempenho de papéis sociais, de acordo com as aptidões individuais. c) Dissemina a ideia de
igualdade de oportunidades e leva em conta a desigualdade de condições d) O termo liberal não tem o
sentido de avançado, democrático, aberto. e) É uma manifestação da sociedade de classes.

7. As tendências pedagógicas estão divididas em dois grupos, as Liberais e as Progressistas,


entre as Liberais encontramos: a) libertadora e tradicional; b) tecnicista e tradicional;
c) libertária e crítico social dos conteúdos; d) libertária e renovada não diretiva.
8. As práticas do cotidiano escolar têm, por trás de si, vários condicionantes políticos e sociais que
configuram diferentes concepções de homem e sociedade, e como consequência, diferentes
concepções de escola, aprendizagem, relação professor/a – aluno/a, técnicas pedagógicas, entre
outras. Conforme Libâneo (1988), as tendências pedagógicas classificam‐se em duas grandes vertentes:
a) Pedagogia Autoritária (tradicional, renovada progressista, renovada não diretiva e tecnicista)
e Pedagogia Capitalista (libertadora, libertária e crítico‐social dos conteúdos).
. b) Pedagogia Liberal (libertadora, libertária e crítico‐social dos conteúdos) e Pedagogia Progressista
(tradicional, renovada progressista, renovada não diretiva e tecnicista). c) Pedagogia Liberal
(tradicional, renovada progressista, renovada não diretiva e tecnicista)
e Pedagogia Progressista (libertadora, libertária e crítico‐social dos conteúdos).
d) Pedagogia Liberal (tradicional, renovada não diretiva e tecnicista) e Pedagogia Emancipatória
(libertadora, renovada progressista, libertária e crítico‐social dos conteúdos)
. 9. Quanto à tendência liberal tradicional, assinale a alternativa incorreta:
a) O compromisso da escola é com a cultura; os problemas sociais pertencem à sociedade.
b) Os conhecimentos e valores acumulados são transmitidos como verdades; são separados das
experiências dos alunos e das realidades sociais. c) O caminho em direção ao saber é o mesmo
para todos os alunos, desde que se esforcem. d) É também chamada de intelectualista ou enciclopédica.
e) São quatro os passos do método usado pelo professor: preparação do aluno (ou motivação), associação
com assuntos já estudados, generalização e resolução de exercícios, somente.

10. Ainda sobre a tendência tradicional, é correto afirmar que:


a) o aluno é o sujeito central do processo. b) manifesta‐se nas escolas que adotam a orientação clássico‐
humanista ou humano‐ científica. c) valoriza os conhecimentos do aluno. d) há a construção do
conhecimento pelo aluno. e) afirma que a capacidade de assimilação da
criança é diferente à capacidade do adulto.

11. Sobre Pedagogia Liberal Tradicional é INCORRETO afirmar: a) Papel da escola: Preparação
intelectual e moral dos alunos para assumir seu papel na sociedade. b) Conteúdos: São
conhecimento e valores sociais acumulados através dos tempos e repassados pelos alunos como
verdades absolutas. c) Métodos: Por meio de experiências,
pesquisas e método de solução de problemas. d) Relação professor X aluno: Autoridade do
professor que exige atitude receptiva do aluno.

12. Na tendência Tradicional o papel do professor era: a) estimular o desenvolvimento livre da criança;
b) transmitir o acervo cultural através do conteúdo programático; c) funcionar como instrutor do grupo;
d) participar do processo de conhecer;

13. Segundo Cipriano Luckesi, “a primeira corrente de pensamento e prática pedagógica que se filiou
à educação liberal constituiu a pedagogia tradicional. Mais tarde, por razões de recomposição da
hegemonia da burguesia, ocorreu o surgimento da pedagogia renovada,
mais conhecida como “escola nova”, o que não significou a substituição de uma pela
outra, pois ambas conviveram e convivem na prática escolar”. Considerando as tendências pedagógicas,
a alternativa que melhor caracteriza a educação renovada é: a) Destaca a importância da relação
professor‐aluno, de cada um se colocar no lugar do outro na construção do processo de tonar ‐
se pessoa. b) Os conteúdos, os procedimentos didáticos, a relação professor‐aluno não tem nenhuma
relação com o cotidiano do aluno. c) Não utiliza livros didáticos, manuais e
módulos no processo ensino aprendizagem. d) Dá ênfase à exposição verbal do
conteúdo, com a ideia de que a capacidade de assimilação da criança é idêntica à do adulto.
e) Destaca a ideia de trazer a vida, a realidade para dentro da escola, para os conteúdos
trabalhados em sala de aula.

14. No que tange à tendência liberal renovada progressivista, todas alternativas estão corretas, exceto.
a) O papel da escola é o de retratar o maior número possível de situações da vida.
b) Todo ser dispõe dentro de si de mecanismos de adaptação progressiva ao meio.
c) O conhecimento resulta da ação a partir dos interesses e necessidades. Assim, os conteúdos são
estabelecidos em função de experiências vivenciadas por desafios cognitivos e situações problemáticas.
d) São representantes dessa tendência: Decroly, Dewey, Piaget, Carl Rogers e Emília
Ferreiro, dentre outros.

15. A tendência liberal renovada progressivista afirma que: a) o professor deve auxiliar o desenvolvimento
livre e espontâneo da criança; é o orientador da aprendizagem. b) o professor é um elo entre a verdade
científica e o aluno. c) acentua mais os problemas psicológicos do que os pedagógicos ou sociais. d)
escola exerce uma transformação na personalidade dos alunos no sentido libertário e autogestionário.
e) A disciplina surge da imposição do professor.
16. Em relação à tendência renovada não‐ diretiva, assinale a alternativa incorreta: a) A escola está
voltada para a formação de atitudes; deve favorecer a pessoa um clima de
autodesenvolvimento e realização pessoal. b) Acentua mais os problemas psicológicos do
que os pedagógicos ou sociais. c) O professor é facilitador da aprendizagem do aluno.
d) No que diz respeito aos métodos de ensino, prevalece o esforço do professor em desenvolver um
estilo próprio para facilitar a aprendizagem discente. Assim, são muito
utilizados os métodos usuais de ensino. e) o professor é um especialista em relações humanas.

17. A tendência renovada não diretiva já veio abrindo caminho para as tendências
progressistas porque: a) apresenta pontos principais do conteúdo; b) prepara recursos humanos;
c) sua importância maior é a auto‐realização; d) possui objetivos operacionais

18. No período entre 1946 e 1964 cresceu o interesse pela educação popular, isto se
percebe, entre outros aspectos, pois: a) surgiu o movimento denominado Mobral;
b) foi promulgada a Lei de Diretrizes e Bases da Educação; c) a escola particular superou a escola pública
em número de alunos; d) os conteúdos curriculares se apresentavam unificados;

19. Sobre a tendência liberal tecnicista, julgue os itens: I‐ É um modelo de educação centrado no aluno.
II‐ A escola funciona modeladora do comportamento humano. III‐ O professor é um elo entre a
verdade científica e o aluno. As relações afetivas e pessoais pouco importam para o desenvolvimento
do processo de ensino‐ aprendizagem. IV‐ O objetivo imediato do é o de produzir indivíduos
competentes para o mercado de trabalho. Estão incorretos o(s) iten(s): a)I e IV b) II e IV c) II e III d) I
e)Nenhum dos itens

20. O papel da escola varia de acordo com a tendência pedagógica a ser seguida. Na
tendência tecnicista o papel da escola é: a) formação de atitudes, preocupando‐se com
o aspecto psicológico do aluno; b) difusão de conteúdos concretos vivos;
c) ser agência centrada na autogestão grupal e individual; d) produzir indivíduos competentes para o
mercado de trabalho;

21. Embora tenha ocorrido em 1971 a Reforma do Ensino e sendo percebido os avanços
quantitativos ainda ocorriam problemas como: a) quase a metade das crianças da 1ª série
eram reprovadas; b) não havia vagas para todos os alunos; c) os conteúdos não eram obrigatórios;
d) a legalização das entidades estudantis.

22. A Pedagogia Progressista manifestou‐se em três tendências, são elas:


a) A humanista, a moderna e a tradicional. b) A libertadora, a libertária e a crítico‐social dos conteúdos.
c) A liberal, a liberal renovada e a liberal avançada. d) A do conflito, a mediadora e a do consenso. e) A
reprodutivista, a revolucionária e a mudancista.

23. Acerca da pedagogia progressista, julgue os itens: I‐ A educação é instrumento de transformação social.
II‐ A educação possibilita a compreensão da realidade histórico‐social e explicita o papel do
sujeito construtor/transformador dessa mesma realidade. III‐ Apresenta uma concepção crítica da
sociedade capitalista. IV‐ A escola é vista como meio de ajudar no processo de superação das
desigualdades sociais. Estão corretos os itens: a) I e IV, somente. b) I, II e III, somente. c) II e IV, somente
d) somente V e) I, II, III e IV

24. A teoria da educação atual é essencialmente progressista, porque: a) é crítica e tem como
objetivo promover o homem; b) busca o processo de mudanças; c) independe da participação;
d) as respostas a e b estão corretas.
25. Tanto a pedagogia liberal, quanto a pedagogia progressista vão:
a) interferir apenas na metodologia; b) diferenciar professor, metodologia e maneira de pensar;
c) interferir na formação do educando; d) apenas as respostas; b e c estão corretas.

26. Por trás do trabalho de cada professor, em qualquer sala de aula do mundo, estão séculos
de reflexões sobre o ofício de educar. Surgem assim, teorias e tendências novas da educação. Ele é
considerado o principal pensador da Tendência Pedagógica Progressista Libertadora.
Referimos especificamente a: a) Paulo Freire; b) Edgar Morin; c) Demerval Saviani; d) Gonzáles Arroyo;
e) Emília Ferreiro.

27. Tendência Pedagógica que considera a relação professor “versus” aluno de forma horizontal
onde o educador e educando se posicionam como sujeito do auto
conhecimento, num processo não autoritário e não diretivo: a) Libertária; b) Libertadora;
c) Crítico Social dos Conteúdos; d) Renovada Progressista; e) Tradicional.

28. O Método Paulo Freire de Alfabetização de Adultos tinha como objetivo principal ensinar o adulto a
ler e escrever. Esta afirmativa está correta? a) sim, por ser especialmente para analfabetos; b) não, por
também atender aos semi‐ alfabetizados; c) não, pois adequava o processo educativo à
realidade do aluno; d) sim, por ser determinação legal;

29. Para Paulo Freire “não basta saber ler mecanicamente que ‘Eva viu a uva’. É
necessário compreender qual a posição que Eva ocupa no contexto social, quem trabalha para
produzir uvas e quem lucra com esse trabalho”. O autor defende a tendência pedagógica
conhecida como libertadora, segundo: a) a aprendizagem é uma qualificação
permanente inserida no processo. b) a análise crítica auxilia a aprendizagem e a conscientização. c) o
homem busca o autoconhecimento, e aprender nada mais é do que modificar as convicções. d) o
meio ambiente é motivador para o desenvolvimento das atividades, pois aprende‐ se pela descoberta.

30. Um momento marcante na história da Educação Brasileira, que ainda hoje repercute e influencia
as práticas educacionais, foi o surgimento da Pedagogia Libertadora, que teve em Paulo Freire um de
seus expoentes. Os elementos contextuais que deram suporte ideológico a esta Pedagogia foram o(s):
a) Materialismo dialético, as ligas de latifundiários e as teorias empiristas.
b) Movimentos de cultura popular, a filosofia platônica e as teorias inatistas. c) Nacionalismo‐
desenvolvimentista, o pensamento social da esquerda católica e o escolanovismo. d) Movimento de
defesa dos valores da pátria, os ideários sociais democratas e o tecnicismo.

31. Na perspectiva da Pedagogia da Autonomia (Paulo Freire), ensinar exige dos educadores
alguns saberes fundamentais, dentre os quais NÃO se inclui: a) Exercício de curiosidade.
b) Intransigência intelectual. c) Liberdade e autoridade. d) Rigorosidade científica.

32. Sobre a tendência progressista libertadora, assinale a alternativa correta: a) As matérias são
colocadas à disposição do aluno, mas não são exigidas. b) Educador e educando se posicionam como
sujeitos do ato de conhecimentos – não‐ autoritário. c) Os conteúdos são extraídos da vida prática
dos educandos. Por isso, o importante é a transmissão de conteúdos específico. d) São representantes
dessa tendência: Paulo Freire e Dewey. e) É favorável à educação bancária.

33. Sobre a tendência progressista libertária, marque a alternativa incorreta. a) A pedagogia libertária
espera que a escola exerça uma transformação na personalidade dos alunos no sentido libertário e
autogestionário. b) As matérias são colocadas à disposição do aluno, mas não são exigidas.
Importante é o conhecimento que resulta das experiências vividas pelo grupo.
c) Embora professor e aluno sejam desiguais e diferentes, nada impede que o professor se ponha a
serviço do aluno, sem impor suas concepções e ideias. O professor é um catalisador.
d) São representantes da pedagogia libertária: C.Freinet, Vasquez, Manacorda e Miguel Gonzales Arroyo.
e) A pedagogia libertária recusa qualquer forma de poder ou autoritarismo.

34. A noção de aprender a partir do conhecimento do sujeito, a noção de ensinar a partir de palavras
e temas geradores, a educação como ato de conhecimento e de transformação social e a
politicidade da educação são marcos característicos da: a) pedagogia libertadora.
b) pedagogia dos conteúdos socioculturais. c) pedagogia libertária. d) escola nova.

35.... esta educação exige que se leve a sério os pontos fortes, experiências, estratégias e valores dos
membros dos grupos oprimidos. Implica também ajudá‐los a analisar e compreender as estruturas
sociais que os oprimem para elaborar estratégias e linhas de atuação com probabilidades de êxito. O
texto se refere à educação a) libertadora. b) mediadora. c) construtivista. d) inclusiva.

36. A educação no Brasil ganha uma nova dimensão a partir das propostas educacionais de Paulo
Freire. Suas contribuições não se limitam apenas às questões pedagógicas, elas
também contemplam o compromisso social da educação. Portanto, para ele, a educação visa:
a) À reprodução das desigualdades sociais. b) À libertação e à transformação radical da realidade, com
o objetivo de melhorá‐la e torná‐la mais humana. c) À manutenção da divisão entre os que sabem e os
que não sabem, entre oprimidos e opressores. d) À valorização da cultura da classe dominante
em detrimento à cultura popular.

37. A prática educativa progressista requer o respeito aos saberes do educando, sobretudo
os das classes populares, mas também discutir com eles a razão de ser de alguns desses saberes em
relação com o ensino dos conteúdos. Nessa perspectiva, é necessário:
a) Respeitar a promoção da ingenuidade que se faz automaticamente, a fim de assegurar a manutenção
dos valores sociais que prevalecem na sociedade brasileira. b) Criar condições para que o educando
estabeleça relações com o que ocorre em sua comunidade e na sociedade brasileira, assegurando a
manutenção dos privilégios daqueles que coordenam as decisões.
c) A repetição e a memorização dos fatos que ocorrem na sociedade brasileira, encarando os
fatos de forma determinista. d) Garantir o senso comum dos estudantes como ponto de partida
e chegada das aprendizagens, o que favorece a permanência do educando nos programas.
e) O respeito ao senso comum no processo de sua necessária superação quanto o
respeito e o estímulo à capacidade criadora do educando.

38. Na tendência sócio‐histórico e crítica a Didática deve contribuir na formação do educador,


com o seu comprometimento afetivo ideológico, com a constante reflexão
sobre a sua prática de forma que: a) Desenvolva as competências para
operacionalizar as técnicas de ensino, como fins. b) Ele possa dedicar‐se tão somente ao ensino
de mecanismos pelos quais possa desenvolver o ensino‐aprendizagem.
c) Encontre os meios para atingir os fins. d) Sua prática educativa seja desenvolvida para o educador.
e) Seja garantida a transmissão de uma carga de conteúdos moralizantes.

39. Julgue os itens acerca da pedagogia crítico‐ social dos conteúdos:


I‐ O papel da escola é a difusão de conteúdos concretos e indissociáveis da realidade social. II‐ Pela
mediação do professor e por sua própria participação ativa, o aluno passa de uma experiência
inicialmente sintética a uma visão sincrética do conhecimento. III‐ O trabalho docente relaciona a
prática vivida pelo aluno com os conteúdos propostos pelo professor, momento em que se dá ruptura
em relação à experiência pouco elaborada. IV‐ O papel do adulto é substituível, uma vez que acentua‐
se a participação do aluno no processo. V‐ O papel de mediação docente não exclui a diretividade
como forma de orientação do trabalho escolar. Estão corretos: a) I e II b) II , III e IV c) I e V d) I , III e V
e) Todos
40. Ainda em relação à pedagogia crítico‐social dos conteúdos, segundo Libâneo, marque a
alternativa incorreta: a) O conhecimento novo se apoia numa
estrutura cognitiva já existente, ou o professor provê a estrutura de que o aluno ainda não dispõe.
Admite‐se, então, o princípio da aprendizagem significativa que supõe como
passo inicial verificar o que o aluno já sabe. b) Aprender é desenvolver a capacidade de
processar informações e lidar com os estímulos do ambiente, organizando os dados disponíveis
da experiência.
c) São representantes da pedagogia crítico‐social dos conteúdos: Manacorda, Makarenko,
Snyders e Dermeval Saviani. d) À escola cabe preparar o aluno para o
mundo adulto e suas contradições, fornecendo‐ lhe um instrumental por meio da aquisição de conteúdos e
da socialização, para uma participação organizada e ativa na democratização da sociedade.
e) Os conteúdos subordinam‐se aos métodos.

41. Na tendência crítico social dos conteúdos, cabe ao aluno: a) reconhecer nos conteúdos o auxílio
ao seu esforço de compreensão; b) ser eficiente e produtivo, receber e apreender informações;
c) aprender a aprender e fazer; d) aprender a ser livre e coletivo;

42. A tendência crítico‐social dos conteúdos busca uma síntese supridora dos traços da
pedagogia tradicional e dos moldes da "Escola Nova" que se mantinha como tal, isto é:
a) estruturar domínio do conteúdo científico e tecnológico, atentando para a formação da cidadania;
b) oferecer conteúdos substanciais para que o aluno possa ter muitas informações;
c) treinar cientificamente, o educando, para o uso da tecnologia; d) passar a considerar o professor
como o orquestrador do ensino;

43. Acerca das tendências pedagógicas, julgue os itens: I‐ Na tendência liberal renovada progressivista,
o papel da escola é a preparação moral e intelectual dos alunos. II‐ Os conteúdos de ensino na
tendência progressista libertadora são denominados de temas geradores. Seu principal representante é
Paulo Freire. III‐ A pedagogia renovada progressivista propõe
uma educação centrada no aluno. O professor é um especialista em relações humanas. A
inspiradora desta teoria é Carl Rogers. IV‐ São passos do método de ensino usado pelas escolas que
adotam a tendência liberal tradicional: motivação do aluno, apresentação do conteúdo, associação
com assuntos já estudados, generalização e resolução de exercícios. V‐ Segundo os pressupostos da
tendência progressista libertária, os conteúdos são colocados à disposição do aluno, mas não são
exigidos. Dermeval Saviani é um dos representantes dessa concepção. Estão errados: a) I e II
b) II , III e IV c) I e V d) I , III e V e) Todos

GABARITO 1.c, 2.b, 3.a, 4.a, 5.d, 6.c, 7.b, 8.c, 9.e, 10.b, 11.c, 12.b, 13.e, 14.d, 15.a, 16.d, 17.c,
18.b, 19.d, 20.d, 21.a, 22.b, 23.e, 24.d, 25.d, 26.a, 27.b, 28.c, 29.b, 30.b, 31.b, 32.b, 33.d, 34.a, 35.a,
36.b, 37.e, 38.c, 39.e, 40.c, 41.a, 42.a, 43.d

Você também pode gostar