Você está na página 1de 26

Como exportar para o Google Earth?

Para exportar para o Google Earth:


1. Escolha FERRAMENTAS > GERENCIADOR DE FERRAMENTAS. A caixa de diálogo
GERENCIADOR DE FERRAMENTAS aparece. Marque a caixa de verificação CARREGADAS
associada ao item Utilitário de Conexão do Google Earth e pressione o botão OK.
2. Selecione o(s) objeto(s) de mapa que deseja exportar e escolha MAPA > GOOGLE EARTH
LINK > EXPORT TO GOOGLE EARTH. A caixa de diálogo EXPORT TO GOOGLE EARTH
aparece. Para exportar os objetos selecionados, marque o botão de rádio EXPORT SELECTED
OBJECTS (KLM) e pressione o botão OK. A caixa de diálogo EXPORT MAP OBJECTS TO
GOOGLE EARTH aparece.

3. Para alterar o campo OUTPUT PATH, pressione o botão associado a ele e, na caixa de
diálogo PROCURAR PASTA, escolha o diretório onde o arquivo KLM será gerado ou deixe a
informação como está para aceitar a localização padrão. No campo FILE NAME, digite um novo
nome para o arquivo que está criando ou aceite o nome sugerido. No campo DESCRIPTION,
digite a descrição do nível. No campo SELECT SOURCE FOR THE PLACE NAME, marque o
primeiro botão e digite um nome de local no primeiro campo ou aceite o texto MAPINFO
SAVED OBJECTS como o nome do local para cada objeto que está exportando. Marque o
segundo botão e selecione o nome da coluna que vai fornecer o nome do local de cada objeto
que está sendo exportado. Marque o botão FOLLOW TERRAIN para posicionar os objetos
selecionados em relação à região do mapa. Marque o botão HEIGHT VALUE e digite a altitude
(em metros) na qual você gostaria de mostrar o campo de dados da tabela do MapInfo
Professional. O utilitário usa o número nessa tabela para criar a altitude para cada registro.
Esse campo só pode ser preenchido com campos numéricos. Marque o botão HEIGHT FIELD e
escolha a coluna que contém a altura de cada objeto que está sendo exportado. Marque a caixa
de verificação EXTEND OBJECTS TO GROUD para exibir o mapa como especificado nas
configurações acima. Uma vez que tenha sido selecionado um valor de altitude para um objeto,
é possível marcar a caixa de verificação EXTEND OBJECTS TO GROUND. Quando objetos
compostos por um único ponto são exibidos, uma linha simples aparece ligando a superfície da
Terra ao objeto. Quando você exibe uma linha ou região, uma forma geométrica é desenhada
da superfície da Terra até a linha ou região. Clique no botão CHOOSE COLUMNS e use a caixa
de diálogo CHOOSE COLUMNS para selecionar um subconjunto das colunas de atributo para
exibição. Ao clicar OK, o utilitário usa as colunas selecionadas. Caso você escolha o botão
CANCEL, o utilitário usa as colunas previamente selecionadas. Clique no botão OK. O mapa,
com todas suas seleções, é exportado para a aplicação Google Earth™.

Para compreender melhor o funcionamento desse comando, faça o exercício associado a ele na Apostila de
Treinamento do MapInfo Professional.

Apostila Versão Lição Tópico

Básica ou Completa 8.5 Apêndice BA Sobrepor seu Mapa ao Mapa do Google Earth
Como abrir uma planilha do Excel no MapInfo?
Para abrir uma planilha do Excel no MapInfo:
1. Para que o MapInfo Professional associe uma identificação a cada coluna de sua planilha, ela
deve ser padronizada de modo que os nomes das colunas estejam todos na mesma linha, de
preferência a primeira, e os dados comecem na linha seguinte.
2. Escolha o comando ARQUIVO > ABRIR. Para o campo ARQUIVOS DO TIPO escolha Microsoft
Excel (*.xls) e abra a planilha desejada. A caixa de diálogo INFORMAÇÃO SOBRE EXCEL
aparece. Nesse diálogo o valor inicial do campo INTERVALO NOMEADO é Print_Range. Como
colocamos os nomes das colunas na linha logo acima da primeira linha de dados, devemos
marcar a caixa de verificação UTILIZE LINHA ACIMA DO INTERVALO SELECIONADO PARA
TÍTULOS DE COLUNAS. O MapInfo altera automaticamente o intervalo para a segunda linha.
Caso as identificações das colunas não estejam na primeira linha faça o seguinte: escolha o
valor Outros na caixa de listagem suspensa associada ao campo INTERVALO NOMEADO para
mostrar a caixa de diálogo OUTRO INTERVALO, defina o intervalo desejado e pressione o botão
OK. Pressione o botão OK da caixa de diálogo INFORMAÇÃO SOBRE EXCEL.
3. A caixa de diálogo CONFIGURAR PROPRIEDADES DOS CAMPOS aparece. Esse diálogo lhe
permite reconfigurar o nome, tipo e propriedades de qualquer campo (coluna) que é importado
da tabela Excel. A seção superior da janela CONFIGURAR PROPRIEDADES DOS CAMPOS
mostra os CAMPOS (nomes de colunas) e TIPO (caracter, data, etc.) da planilha Excel. Ao
selecionar um desses campos, a parte inferior da janela lhe permite alterar o nome do campo,
tipo de dados e número de caracteres (para campos do tipo caracter e decimal) ou o número de
decimais (somente para campos do tipo decimal) na tabela MapInfo. Pressione o botão OK, a
tabela é aberta e exibida em uma Janela de Listagem.

Para compreender melhor o funcionamento desse comando, faça os exercícios associados a ele na Apostila de
Treinamento do MapInfo Professional.

Apostila Versão Lição Tópico

Básica ou 8.5 4 - Colocar seus Dados no Mapa - Recomeçar o Curso


Completa Geocodificar
Básica ou 8.5 5 - Tornar Seus Dados Significativos Mapa Temático de Gráfico de Barras
Completa
Avançada 8.5 8 – Fazer Análise Geográficas e Analisar a Melhor Forma de Agrupar
Combinar Polígonos Territórios
Completa 8.5 2 – Fazer Análise Geográficas e Analisar a Melhor Forma de Agrupar
Combinar Polígonos Territórios
Básica ou 8.0 3 - Tornar Seus Dados Significativos e Mapa Temático de Gráfico de Barras
Completa Localizar Objetos Gráficos
Básica ou 8.0 5 - Colocar seus Dados no Mapa - Recomeçar o Curso
Completa Geocodificar
Avançada 8.0 8 – Fazer Análise Geográficas e Analisar a Melhor Forma de Agrupar
Combinar Polígonos Territórios
Completa 8.0 2 – Fazer Análise Geográficas e Analisar a Melhor Forma de Agrupar
Combinar Polígonos Territórios
Como localizar um endereço no MapInfo?
Para localizar um endereço no MapInfo:
1. Abra o mapa de ruas. Para conseguir ver melhor o endereço que está procurando, aumente o
zoom para aproximadamente 1km. Isso pode ser feito tanto usando o botão ZOOM MAIS, da
BARRA DE FERRAMENTAS PRINCIPAL, quanto o comando MAPA > ALTERAR VISUALIZAÇÃO.
2. Escolha o comando CONSULTA > LOCALIZAR. A caixa de diálogo LOCALIZAR é exibida. Na
caixa de listagem associada ao campo TABELA A SER PESQUISADA escolha o arquivo que
contém o mapa de ruas e, na caixa de listagem associada ao campo PARA OBJETOS NA
COLUNA, escolha o campo que contém o nome da rua. Pressione o botão OK.
3. A segunda caixa de diálogo LOCALIZAR é exibida. No campo que contém o nome da rua, digite
o endereço a ser pesquisado (por exemplo, R HELENA 140) e pressione o botão OK. Seu mapa
será reposicionado e o símbolo escolhido para o comando LOCALIZAR será colocado no
endereço especificado.

Para compreender melhor o funcionamento desse comando, faça os exercícios associados a ele na Apostila de
Treinamento do MapInfo Professional.

Apostila Versão Lição Tópicos

Básica ou 8.5 3 - Comando Localizar e Seleções Localizar Objetos Gráficos e


Completa Lógicas Localizar Endereços em uma Cidade
Básica ou 8.5 4 -Colocar seus Dados no Mapa - Comandos Consulta > Localizar X Tabela
Completa Geocodificar > Geocodificar
Básica ou 8.0 3 -Tornar Seus Dados Significativos e Localizar Objetos Gráficos e
Completa Localizar Objetos Gráficos Localizar Endereços em uma Cidade
Básica ou 8.0 5 -Colocar seus Dados no Mapa - Comandos Consulta > Localizar X Tabela
Completa Geocodificar > Geocodificar
Por que, ao localizar ou geocodificar um endereço, o MapInfo mostra
a mensagem "Equiparação exata não encontrada" se o endereço está
no formato exigido (por exemplo R LUIZ GOIS 100) e, nas alternativas
sugeridas, aparece exatamente o nome da rua que estou procurando?
Na maior parte das vezes em que um endereço está correto e não é encontrado pelo MapInfo é porque a
preferência de equiparação de endereços não foi alterada para o padrão brasileiro. Para resolver esse problema:
1. Selecione o item PREFERÊNCIAS do menu OPÇÕES. Escolha o botão EQUIPARAÇÃO DE
ENDEREÇOS, marque a opção N ÚMEROS DEPOIS DO NOME DA RUA e escolha OK duas vezes.
Refaça o processo de localização ou geocodificação.

Caso o endereço ainda não seja encontrado, pode ser um problema no arquivo de abreviações
MapInfow.abb. Para resolver esse problema:
1. Verifique se o arquivo MapInfow.abb, que se encontra no diretório de instalação do programa
MapInfo Professional é compatível com os mapas que está utilizando. Definições erradas nesse
arquivo podem fazer com que um endereço correto não seja geocodificado automaticamente.
Esse arquivo pode ser editado em qualquer editor de texto ou substituído por um arquivo
compatível com os mapas do fornecedor que você está usando.

Até a versão 8.0, os CDS do MapInfo Professional continham apenas o arquivo MapInfow.abb compatível
com os mapas da MultiSpectral. A partir da versão 8.5, o subdiretório MapInfow_ABB do CD de instalação do
MapInfo Professional contém os arquivos MapInfow.abb compatíveis com os mapas da Digibase e da
MultiSpectral. Caso seu mapa seja de outro fornecedor você poderá editar o arquivo MapInfow.abb de acordo
com a padronização de endereços dos mapas de seu fornecedor.

Para substituir esse arquivo:


2. Selecione o arquivo MapInfow.abb adequado no CD de instalação e arraste-o para o diretório
de instalação do MapInfo Professional.

Para editar esse arquivo:


3. Abra-o em qualquer editor de texto e edite-o. Em cada linha desse arquivo a primeira coluna
contém uma das formas que o endereço pode aparecer em seus arquivos e a Segunda coluna
contém a forma padronizada pelo fornecedor de mapas.

Para compreender melhor o arquivo MapInfow.abb, consulte a Apostila de Treinamento do MapInfo


Professional.

Apostila Versão Lição Tópico

Básica ou 8.5 4 - Colocar seus Dados no Mapa - O Arquivo MapInfow.abb


Completa Geocodificar
Avançada 8.5 7 – Geocodificação Avançada O Arquivo MapInfow.abb
Completa 8.5 13 – Geocodificação Avançada O Arquivo MapInfow.abb
Básica ou 8.0 5 - Colocar seus Dados no Mapa - O Arquivo MapInfow.abb
Completa Geocodificar
Avançada 8.0 7 – Geocodificação Avançada O Arquivo MapInfow.abb
Completa 8.0 13 – Geocodificação Avançada O Arquivo MapInfow.abb
Por que não consigo fazer a geocodificação de meu banco de dados
usando um campo com a informação de CEP concatenado com a
numeração?
Antes de fazer a geocodificação de meu banco de dados usando o CEP concatenado com a numeração é
necessário verificar qual o tamanho do(s) campo(s) que contém(êm) a informação de CEP no mapa de eixo de
ruas. O tamanho desse campo deverá ser alterado para Caracter 15. Para isso:
1. Escolha TABELA > MANUTENÇÃO > ESTRUTURA DE TABELA. A caixa de diálogo
VISUALIZAR/MODIFICAR ESTRUTURA DE TABELA aparece. Realce a tabela com o mapa de
eixo de ruas e pressione o botão OK.
2. A caixa de diálogo MODIFICAR ESTRUTURA DE TABELA N OMEDO SEUMAPA aparece. Realce
o campo que contém o CEP e altere seu tamanho para 15. Caso a tabela tenha um campo de
CEP_Par e outro de CEP_Impar, faça o mesmo para esses dois campos. Pressione o botão OK.

Lembre-se que quando a estrutura de uma tabela é alterada, ela é excluída de todas as janelas abertas. Para
sobrepor novamente o eixo de ruas aos outros mapas de sua Janela de Mapa:
3. Torne sua Janela de Mapa ativa e escolha MAPA > CONTROLE DE NÍVEIS. A caixa de diálogo
CONTROLE DE N ÍVEIS aparece. Pressione o botão ADICIONAR. A caixa de diálogo ADICIONAR
NÍVEL aparece. Realce o nome do mapa que contém os eixos de rua e pressione o botão
ADICIONAR. Pressione o botão OK da caixa de diálogo CONTROLE DE N ÍVEIS.

Para compreender melhor o funcionamento desse comando, faça os exercícios associados a ele na Apostila de
Treinamento do MapInfo Professional.

Apostila Versão Lição Tópico

Básica ou 8.5 4 -Colocar seus Dados no Mapa - Geocodificar Geocodificação


Completa
Básica ou 8.0 5 - Colocar seus Dados no Mapa - Geocodificar Geocodificação
Completa
Como faço para associar uma análise temática a meu mapa quando os
dados a serem analisados não estão na mesma tabela que o mapa,
estão em outra tabela ou em um arquivo txt ou planilha Excel? Como
faço para saber se todos os registros do arquivo de dados a ser
analisado foram concatenados ao mapa?
Quando os dados a serem analisados não estão na tabela que contém o mapa, temos que associá-los a algum
mapa antes de poder fazer essa análise. Podemos fazer isso de duas formas: através de uma junção entre as
tabelas na hora de construir o mapa temático ou associando objetos gráficos à tabela que não tem mapa.

Existem três maneiras de criar um objeto gráfico associado a cada registro de dados.
.Geocodificação - O MapInfo associa coordenadas X e Y a seus registros baseando-se nas informações
geográficas de uma outra tabela. O resultado desse processo é um arquivo gráfico que contém objetos do
tipo ponto.
.Junção de duas tabelas que possuam uma coluna com um valor em comum através do comando
SELECIONAR POR SQL - O MapInfo cria uma ligação temporária entre seus dados e um mapa, isto é, uma
tabela que já tenha objetos gráficos associados. Seus dados ficarão associados aos objetos da tabela que
tem mapa.
.Criação de Pontos - O MapInfo cria objetos gráficos para registros que já tenham colunas contendo as
coordenadas X e Y a eles associadas. O resultado desse processo é um arquivo gráfico que contém objetos
do tipo ponto.

Para sabermos se devemos ou não geocodificar nossos dados para, em seguida, fazer a análise em cima dos
pontos já geocodificados, precisamos conhecer nossos dados e saber em que tipo de análise queremos utilizá-los.
Ao geocodificá-los obteremos como resultados objetos gráficos do tipo ponto, logo, antes des fazer esse
processo analise se essa é uma boa representação para seus dados. Caso seja, nesse mesmo item que discute as
perguntas mais frequentes, consulte o tópico “Como faço para associar pontos a um arquivo que contenha os
endereços de meus clientes/filiais e sobrepô-lo a um mapa de ruas ?”.

Vamos imaginar que nossos dados não sejam bem representados por pontos. Isso depende da informação
geográfica contida na tabela que contém os dados. Por exemplo, caso essa informação seja o nome do município
ou o nome do estado ao qual os dados estão associados, eles serão bem melhor representados se usarmos o mapa
temático para “colorir” cada município ou estado de acordo com o valor dos dados a ele associados. Para isso:
1. Escolha ARQUIVO > ABRIR e abra tanto a tabela que contém o mapa dos municípios ou estados
na qual o resultado da análise será exibido, quanto a tabela que contém os dados. Não se
esqueça que, caso a tabela que contém os dados não esteja no formato nativo do MapInfo, é
necessário alterar o valor do campo ARQUIVOS DO TIPO da caixa de diálogo ABRIR para abrir o
arquivo que contém os dados.
2. Uma vez que as duas tabelas estejam abertas, caso não exista uma janela de mapa com o
mapa dos municípios ou estados, escolha JANELA > NOVA JANELA DE MAPA para abrí-la.
Torne ativa a janela de mapa da tabela que contém os municípios ou estados e escolha o
comando MAPA > C RIAR MAPA TEMÁTICO. A caixa de diálogo CRIAR MAPA TEMÁTICO –
PASSO 1 DE 3 aparece. Escolha o tipo de mapa temático e o nome do modelo que deseja
utilizar e pressione o botão A VANÇAR.
3. A caixa de diálogo CRIAR MAPA TEMÁTICO – PASSO 2 DE 3 aparece. No campo TABELA,
escolha o nome da tabela que contém seu mapa de municípios ou estados. Na caixa de listagem
suspensa associada ao item C AMPO, escolha Junção. A caixa de diálogo ATUALIZAR COLUNA
PARA TEMÁTICO aparece. Em BUSCAR VALOR NA TABELA, escolha o nome da tabela que
contém seus dados e pressione o botão JUNTAR.
4. A caixa de diálogo ESPECIFICAR JUNÇÃO aparece. Use-a para informar ao MapInfo qual
campo deve ser usado para juntar as informações dessa tabela. Por exemplo, no caso de estar
usando um mapa de estados, o campo UF seria uma boa escolha, no caso de estar usando uma
tabela de municípios, o ideal seria que as duas tabelas tivessem um campo que concatenasse a
informação do estado com a informação do município, pois existem municípios homônimos
em estados diferentes. Após definir como juntar as informações dessas duas tabelas, pressione
o botão OK.
5. A caixa de diálogo A TUALIZAR COLUNA PARA TEMÁTICO é exibida novamente. Preencha os
campos CALCULAR e DE com a informação de seus dados que quer ver analisada em seu mapa
temático. Pressione o botão OK.
6. A caixa de diálogo CRIAR MAPA TEMÁTICO – PASSO 2 DE 3 aparece novamente com o
CAMPO definido pela junção recém-especificada. Pressione o botão AVANÇAR. A caixa de
diálogo C RIAR MAPA TEMÁTICO – PASSO 3 DE 3 aparece. Use-a para definir detalhes de seu
mapa temático. Quando estiver satisfeito, pressione o botão OK. Seu mapa será exibido.
Agora queremos saber quais registros do nosso arquivo de dados não foram representados em nosso mapa
temático por terem ficado de fora desse processo de junção. Vamos imaginar que nosso arquivo de dados se
chama ArquivoDados e que a tabela que contém o mapa se chama TabelaMapa. Vamos ainda imaginar que os
campos usados para fazer a junção dessas duas tabelas foram o CampoA do ArquivoDados com o CampoB da
TabelaMapa. Para isso:
1. Escolha o comando CONSULTA > SELECIONAR POR SQL. A caixa de diálogo SELECIONAR
POR SQL aparece. Pressione o botão LIMPAR . Posicione o cursor no campo DAS TABELAS e
preencha esse campo com ArquivoDados. Posicione o cursor no campo CONDIÇÃO e preencha
esse campo com CampoA not in (Select CampoB from TabelaMapa). Traduzindo essa
expressão: queremos saber quais os registros de nosso arquivo de dados (ArquivoDados) cujo
valor do campo escolhido para a junção (CampoA) não é igual a nenhum valor do campo
escolhido para a junção (CampoB) da tabela que contém o mapa (TabelaMapa).
2. Para evitar que o MapInfo dê um nome temporário ao resultado dessa consulta, no campo NA
TABELA DE NOME digite NãoForam, pois esse resultado vai nos indicar quais registros de
nosso arquivo de dados ArquivoDados não tiveram seu conteúdo expresso no mapa temático
que fizemos usando o mapa da TabelaMapa. Marque a caixa de verificação LISTAR
RESULTADOS e pressione o botão OK.
Para saber quais registros de nosso arquivo de dados (ArquivoDados) tiveram seu conteúdo concatenado ao
mapa (TabelaMapa) quando criamos nosso mapa temático:
3. Escolha o comando CONSULTA > SELECIONAR POR SQL. A caixa de diálogo SELECIONAR
POR SQL aparece. Pressione o botão LIMPAR . Posicione o cursor no campo DAS TABELAS e
preencha esse campo com ArquivoDados. Posicione o cursor no campo CONDIÇÃO e preencha
esse campo com CampoA in (Select CampoB from TabelaMapa). Traduzindo essa expressão:
queremos saber quais os registros de nosso arquivo de dados (ArquivoDados) cujo valor do
campo escolhido para a junção (CampoA) é igual a algum valor do campo escolhido para a
junção (CampoB) da outra tabela (TabelaMapa), ou seja, os registros cujos valores foram
representados em nossa análise temática porque tiveram seu conteúdo concatenado ao mapa
(TabelaMapa) quando criamos nosso mapa temático.
4. Para evitar que o MapInfo dê um nome temporário ao resultado de sua consulta, no campo NA
TABELA DE NOME digite TemComum, pois esse resultado vai nos indicar quais registros do
ArquivoDados cujo valor do campo CampoA é igual a um valor do CampoB da TabelaMapa e
por isso foram concatenados com registros da TabelaMapa. Marque a caixa de verificação
LISTAR RESULTADOS e pressione o botão OK.
Para compreender melhor o funcionamento desse comando, estude os tópicos e faça os exercícios associados
a eles na Apostila de Treinamento do MapInfo Professional.

Apostila Versão Lição Tópicos

Básica ou 8.5 5 - Tornar Seus Dados Associar Dados de Tabelas Diferentes


Completa Significativos
Básica ou 8.5 Apêndice BA Exercício Extra de Mapa Temático de Gráficos de Barras
Completa
Avançada 8.5 3 – Alguns Tipos de Fazer Duas Análises Temáticas no Mesmo Mapa
Mapas Temáticos
Completa 8.5 9 – Alguns Tipos de Fazer Duas Análises Temáticas no Mesmo Mapa
Mapas Temáticos
Avançada 8.5 6 – Selecionar por SQL Junção e Exemplos de Junção de Tabelas com o Comando
Selecionar por SQL (SQL Select)
Completa 8.5 12 – Selecionar por SQL Junção e Exemplos de Junção de Tabelas com o Comando
Selecionar por SQL (SQL Select)
Avançada 8.5 Apêndice AV SQL – Exercício usando o operador geográfico de
interseção e o conceito de sub-seleção e SQL – Exercício
usando o operador “not in” e o conceito de sub-seleção
Completa 8.5 Apêndice AV SQL – Exercício usando o operador geográfico de
interseção e o conceito de sub-seleção e SQL – Exercício
usando o operador “not in” e o conceito de sub-seleção
Básica ou 8.0 3 - Tornar Seus Dados Associar Dados de Tabelas Diferentes
Completa Significativos e Localizar
Objetos Gráficos
Básica ou 8.0 Apêndice BA Exercício Extra de Mapa Temático de Gráficos de Barras
Completa
Avançada 8.0 3 – Alguns Tipos de Fazer Duas Análises Temáticas no Mesmo Mapa
Mapas Temáticos
Completa 8.0 9 – Alguns Tipos de Fazer Duas Análises Temáticas no Mesmo Mapa
Mapas Temáticos
Avançada 8.0 6 – Selecionar por SQL Junção e Exemplos de Junção de Tabelas com o Comando
Selecionar por SQL
Completa 8.0 12 – Selecionar por SQL Junção e Exemplos de Junção de Tabelas com o Comando
Selecionar por SQL
Avançada 8.0 Apêndice AV SQL – Exercício usando o operador geográfico de
interseção e o conceito de sub-seleção e SQL – Exercício
usando o operador “not in” e o conceito de sub-seleção
Completa 8.0 Apêndice AV SQL – Exercício usando o operador geográfico de
interseção e o conceito de sub-seleção e SQL – Exercício
usando o operador “not in” e o conceito de sub-seleção
Como faço para associar pontos a um arquivo que contenha os
endereços de meus clientes/filiais e sobrepô-lo a um mapa de ruas?
Quando temos um arquivo de dados que contém endereços e queremos associar esses endereços a um mapa
de ruas, devemos usar o comando TABELA > GEOCODIFICAR do MapInfo. Durante o processo de geocodificação
o MapInfo associa coordenadas X e Y a seus registros baseando-se nas informações geográficas de uma outra
tabela. O resultado desse processo é um arquivo gráfico que contém objetos do tipo ponto.

Para isso é necessário termos:


- um mapa de ruas com informações tanto dos nomes quanto das numerações das ruas. Caso nosso
mapa contenha apenas os nomes das ruas da cidade mas os campos que definem a numeração
(FROMLEFT, TOLEFT, FROMR IGHT e TORIGHT) estejam com o valor 0, todos os nossos
endereços da mesma rua serão colocados em um mesmo ponto.
- uma coluna em nosso arquivo de clientes/filiais que contenha o endereço no formato aceito pelo
MapInfo, ou seja:identificação da rua, nome da rua e numeração. Por exemplo: “Av Brasil 500”
e “Av Brigadeiro Faria Lima 250” são endereços válidos; enquanto que endereços do tipo: “Faria
Lima 100”, “Brasil 300,R”, “Rua Cardeal ArcoVerde,450”, “Al Maracatins,dos,150” precisarão
ser corrigidos antes de serem compreendidos pelo MapInfo.
Para associar pontos a um arquivo que contenha os endereços de seus clientes/filiais e sobrepô-lo a um mapa
de ruas:
1. Escolha ARQUIVO > ABRIR e abra tanto a tabela que contém o mapa de ruas a ser usado como
referência para a criação dos pontos, quanto a tabela que contém os endereços dos
clientes/filiais. Não se esqueça que, caso a tabela que contém os endereços dos clientes/filiais
não esteja no formato nativo do MapInfo, é necessário alterar o valor do campo ARQUIVOS DO
TIPO da caixa de diálogo A BRIR para abrir esse arquivo.
2. Uma vez que as duas tabelas estejam abertas, escolha TABELA > GEOCODIFICAR. A caixa de
diálogo GEOCODIFICAR aparece. Para o campo GEOCODIFICAR TABELA escolha a tabela que
contém os clientes/filiais. Para o campo UTILIZANDO COLUNA escolha o nome da coluna que
contém o endereço. Na caixa de listagem suspensa associada ao campo TABELA A SER
PESQUISADA escolha o nome da tabela que contém o mapa de ruas. Na caixa de listagem
suspensa associada ao campo PARA OBJETOS DA COLUNA escolha a coluna que contém o
nome da rua. No grupo MODO deixe marcado o botão de rádio AUTOMÁTICO . Pressione o
botão OK. A geocodificação automática é efetuada e uma tela com o resumo dos resultados é
exibida. Escolha OK.

Caso não tenha sido geocodificado nenhum registro, faça o seguinte:


3. Selecione o item PREFERÊNCIAS do menu OPÇÕES. A caixa de diálogo PREFERÊNCIAS
aparece. Escolha o botão EQUIPARAÇÃO DE ENDEREÇOS para visualizar a caixa de diálogo
PREFERÊNCIAS DE EQUIPARAÇÃO DE ENDEREÇOS. Marque o botão de rádio associado à
opção NÚMEROS DEPOIS DO NOME DA RUA e escolha OK duas vezes. Refaça o item 2 descrito
acima.

Para sobrepor seu mapa de clientes/filiais recém-geocodificado ao mapa de ruas e ver o resultado da
geocodificação automática:
4. Escolha MAPA > CONTROLE DE N ÍVEIS. A caixa de diálogo CONTROLE DE NÍVEIS é exibida.
Pressione o botão ADICIONAR. A caixa de diálogo ADICIONAR NÍIVEL é exibida. Realce o nível
que contém seus clientes/filiais e pressione o botão ADICIONAR. Sua tabela será adicionada à
caixa N ÍVEL do diálogo CONTROLE DE N ÍVEIS. Pressione o botão OK. Seu mapa será exibido.
Para completar a geocodificação usando o modo interativo:
5. Repita o procedimento explicado no item 2, acima e, no grupo MODO, deixe marcado o botão
de rádio INTERATIVO. Uma nova caixa de diálogo GEOCODIFICAR aparece para cada endereço
que não tiver sido geocodificado automaticamente. Caso o endereço proposto possa ser
equivalenciado, escolha OK, caso não possa, escolha IGNORAR. O MapInfo passa para o
próximo endereço.
Para compreender melhor o funcionamento desse comando, estude os capítulos que ensinam o processo de
Geocodificação e de Geocodificação Automática e faça os exercícios propostos nesses capítulos da Apostila de
Treinamento do MapInfo Professional.

Apostila Versão Lição Tópico

Básica ou 8.5 4 -Colocar seus Dados no Mapa - Geocodificar Geocodificação


Completa
Avançada 8.5 7 – Geocodificação Avançada
Completa 8.5 13 – Geocodificação Avançada
Básica ou 8.0 5 - Colocar seus Dados no Mapa - Geocodificar Geocodificação
Completa
Avançada 8.0 7 – Geocodificação Avançada
Completa 8.0 13 – Geocodificação Avançada
Tenho informações em duas ou mais tabelas diferentes. Como faço
para juntar essas informações na mesma tabela? Como posso conferir
se consegui juntar todas essas informações?
Quando tenho informações em várias tabelas diferentes posso juntar essas informações em uma única tabela
usando o comando CONSULTA > SELECIONAR POR SQL. Explicaremos abaixo como fazer a junção de duas
tabelas.
Primeiro precisamos estabelecer uma condição de junção para essas duas tabelas. Essa condição poderá ser
de dois tipos: comparação de conteúdo de uma coluna ou comparação de posição geográfica dos objetos gráficos
dessas tabelas.
No primeiro caso, é necessário que as tabelas que desejo juntar tenham um campo que contenha uma mesma
informação, como por exemplo Nome_do_Estado, Código_do_Cliente, Código_do_Produto,
Nome_do_Município, etc. Esse campo, além do mesmo conteúdo, precisa ter também o mesmo tipo, ou seja,
caso queira juntar duas tabelas usando a informação contida no campo CEP, ele precisa ter o mesmo tipo nas
duas tabelas, ou seja, se ele for numérico em uma delas e caracter na outra, não conseguiremos usar esse campo
para fazer a junção. Observe que o nome desse campo pode ser diferente nas duas tabelas, ele pode chamar-se
por exemplo UF na primeira tabela e Unidade_Federativa na segunda.

Para fazer a junção de duas tabelas usando um campo com o mesmo tipo e conteúdo:
1. Escolha o comando CONSULTA > SELECIONAR POR SQL. A caixa de diálogo SELECIONAR
POR SQL aparece. Posicione o cursor no campo DAS TABELAS e use a caixa de listagem
suspensa TABELAS para selecionar as duas tabelas que serão abertas.
O MapInfo sugere uma condição de junção para essas duas tabelas. Essa condição poderá ser de dois tipos:
comparação de conteúdo de uma coluna ou comparação de posição geográfica. Estamos estudando o caso de
camparação de conteúdo. Caso a condição de junção de suas tabelas sugerida pelo MapInfo não esteja correta,
limpe o conteúdo do campo CONDIÇÃO e use a caixa de listagem suspensa COLUNAS para preencher esse campo
com algo do tipo Tabela1_CampoA = Tabela2_CampoB, onde o CampoA da Tabela1 tem conteúdo e tipo
semelhante ao CampoB da Tabela2. Para isso:
2. Use a caixa de listagem suspensa COLUNAS e escolha o campo da primeira tabela que contém
a informação em comum com a segunda tabela.
3. Digite o sinal = .
4. Use a caixa de listagem suspensa COLUNAS e escolha o campo da segunda tabela que contém a
informação em comum com a primeira tabela.
5. Para evitar que o MapInfo dê um nome temporário ao resultado de sua junção, no campo NA
TABELA DE NOME digite Junção. Marque a caixa de verificação LISTAR RESULTADOS e
pressione o botão OK.

Será exibida uma Janela de Listagem com o resultado dessa junção. Essa listagem terá todas as colunas da
primeira tabela seguidas por todas as colunas da segunda tabela. Caso queira que essa listagem apresente apenas
algumas colunas:
1. Escolha o comando CONSULTA > SELECIONAR POR SQL. A caixa de diálogo SELECIONAR
POR SQL aparece. Posicione o cursor no campo SELECIONAR COLUNAS e limpe o asterisco
associado a ele. Use a caixa de listagem suspensa COLUNAS para selecionar as colunas de cada
tabela que serão exibidas. Quando estiver satisfeito, não altere o resto do diálogo, pressione o
botão OK.
Será exibida uma Janela de Listagem contendo apenas as colunas selecionadas para o resultado dessa
junção.
Lembre-se que, para fazer a junção, comparamos o conteúdo do CampoA da Tabela1 com o conteúdo do
CampoB da Tabela2.
Agora queremos saber quais os registros da Tabela1 que ficaram de fora desse processo de junção. Para isso:
5. Escolha o comando CONSULTA > SELECIONAR POR SQL. A caixa de diálogo SELECIONAR
POR SQL aparece. Pressione o botão LIMPAR . Posicione o cursor no campo DAS TABELAS e
preencha esse campo com Tabela1. Posicione o cursor no campo CONDIÇÃO e preencha esse
campo com CampoA not in (Select CampoB from Tabela2). Traduzindo essa expressão:
queremos saber quais os registros da tabela escolhida (Tabela1) cujo valor do campo escolhido
para a junção (CampoA) não é igual a nenhum valor do campo escolhido para a junção
(CampoB) da outra tabela (Tabela2).
6. Para evitar que o MapInfo dê um nome temporário ao resultado de sua consulta, no campo NA
TABELA DE NOME digite NãoForam, pois esse resultado vai nos indicar quais os registros da
Tabela1 que não foram concatenados com registros da Tabela2. Marque a caixa de verificação
LISTAR RESULTADOS e pressione o botão OK.
Para saber quais os registros da Tabela1 que foram concatenados nesse processo de junção:
7. Escolha o comando CONSULTA > SELECIONAR POR SQL. A caixa de diálogo SELECIONAR
POR SQL aparece. Pressione o botão LIMPAR . Posicione o cursor no campo DAS TABELAS e
preencha esse campo com Tabela1. Posicione o cursor no campo CONDIÇÃO e preencha esse
campo com CampoA in (Select CampoB from Tabela2). Traduzindo essa expressão: queremos
saber quais os registros da tabela escolhida (Tabela1) cujo valor do campo escolhido para a
junção (CampoA) é igual a algum valor do campo escolhido para a junção (CampoB) da outra
tabela (Tabela2).
8. Para evitar que o MapInfo dê um nome temporário ao resultado de sua consulta, no campo NA
TABELA DE NOME digite TemComum, pois esse resultado vai nos indicar quais os registros da
Tabela1 cujo valor do campo CampoA é igual a um valor do CampoB da Tabela2 e que por
isso foram concatenados com registros da Tabela2. Marque a caixa de verificação LISTAR
RESULTADOS e pressione o botão OK.

Para compreender melhor o funcionamento desse comando, estude o tópico e faça os exercícios associados a
ele na Apostila de Treinamento do MapInfo Professional.

Apostila Versão Lição Tópicos

Avançada 8.5 6 – Selecionar por SQL Junção e Exemplos de Junção de Tabelas com o Comando
Selecionar por SQL (SQL Select)
Completa 8.5 12 – Selecionar por SQL Junção e Exemplos de Junção de Tabelas com o Comando
Selecionar por SQL (SQL Select)
Avançada 8.5 Apêndice AV SQL – Exercício usando o operador geográfico de
interseção e o conceito de sub-seleção e SQL – Exercício
usando o operador “not in” e o conceito de sub-seleção
Completa 8.5 Apêndice AV SQL – Exercício usando o operador geográfico de
interseção e o conceito de sub-seleção e SQL – Exercício
usando o operador “not in” e o conceito de sub-seleção
Avançada 8.0 6 – Selecionar por SQL Junção e Exemplos de Junção de Tabelas com o Comando
Selecionar por SQL (SQL Select)
Completa 8.0 12 – Selecionar por SQL Junção e Exemplos de Junção de Tabelas com o Comando
Selecionar por SQL (SQL Select)
Avançada 8.0 Apêndice AV SQL – Exercício usando o operador geográfico de
interseção e o conceito de sub-seleção e SQL – Exercício
usando o operador “not in” e o conceito de sub-seleção
Completa 8.0 Apêndice AV SQL – Exercício usando o operador geográfico de
interseção e o conceito de sub-seleção e SQL – Exercício
usando o operador “not in” e o conceito de sub-seleção
Como faço para criar desenhos que representem áreas de cobertura
em torno de meu(s) ponto(s) comercial(is) e listar todos os clientes que
estão dentro de cada uma dessas áreas de cobertura?
Antes de criar uma área de cobertura em torno de meus pontos comerciais é necessário definir um nível como
editável e selecionar o(s) ponto(s) comercial(is) para o(s) qual(is) desejo criar essa área. Em seguida devemos
usar o comando OBJETOS > COBRIR para criá-la(s). Quando já tivermos criado essa área usaremos a ferramenta
SELECIONAR FRONTEIRA para selecionar todos os clientes que estiverem dentro dela.
1. Torne ativa a Janela de Mapa que contém seus pontos comerciais. Escolha MAPA >
CONTROLE DE NÍVEIS, realce o Nível Cosmético, marque a caixa EDITÁVEL associada a ele e
pressione o botão OK.
2. Utilizando a ferramenta SELECIONAR e a tecla SHIFT, selecione todos os pontos comerciais
para os quais deseja criar sua área de cobertura.
3. Escolha o comando OBJETOS > COBRIR. A caixa de diálogo COBRIR OBJETOS aparece.
Nesse diálogo você deve: especificar o raio da Cobertura (esse raio pode ser um número ou
qualquer expressão combinando uma ou mais colunas do banco de dados), escolher o número
de segmentos por círculo e definir se deseja o resultado em uma única Cobertura ou em
várias. Pressione o botão OK. A(s) área(s) de cobertura será(ão) criada(s) em seu Nível
Cosmético.

Agora que já temos a(s) área(s) de cobertura desenhada(s), usaremos a ferramenta SELECIONAR FRONTEIRA
para selecionar todos os clientes que estão dentro dela. Como queremos selecionar os clientes que estão dentro
dessa(s) área(s), antes de usar essa ferramenta devemos nos certificar de que o nível de clientes está nessa Janela
de Mapa e que é o Nível Selecionável superior, logo abaixo do nível que contém as coberturas.
1. Torne ativa a Janela de Mapa que contém seus pontos comerciais. Escolha MAPA >
CONTROLE DE NÍVEIS, realce o nível que contém seus clientes e mova-o para cima até que
fique logo abaixo do Nível Cosmético. Verifique se a caixa SELECIONÁVEL associada ao nível
de clientes está marcada. Pressione o botão OK.
2. Escolha a ferramenta SELECIONAR FRONTEIRA da BARRA DE FERRAMENTAS PRINCIPAL e
clique com ela dentro da área de cobertura para a qual deseja selecionar os clientes. Seus
clientes serão realçados. Para fazer uma listagem dos clientes selecionados, escolha JANELA >
NOVA JANELA DE LISTAGEM e, na caixa de diálogo LISTAR TABELA, realce o nível Selection e
pressione o botão OK. Uma nova Janela de Listagem com os clientes selecionados aparece.

Caso não obtenha o resultado desejado, verifique se, além das coberturas, existe algum outro objeto no Nível
Cosmético que não seja a(s) área(s) de cobertura recém-criada(s). Caso exista, como o MapInfo seleciona os
objetos do Nível Selecionável superior, ele irá selecionar esse objeto ao invés de selecionar clientes. Para
resolver esse problema torne o Nível Cosmético editável, exclua esse(s) objeto(s) e refaça sua seleção de
fronteira.

Para compreender melhor o funcionamento desse comando, faça os exercícios associados a esse assunto na
Apostila de Treinamento do MapInfo Professional.

Apostila Versão Lição Tópicos

Básica ou 8.5 5 – Tornar Seus Dados Criar Coberturas


Completa Significativos
Básica ou 8.0 4 – Seleções Lógicas Criar Coberturas
Completa
Como faço para criar uma tabela que contenha, além do desenho da
área de cobertura em torno de meus pontos comerciais, a informação
sobre qual ponto comercial gerou cada uma dessas áreas e, além disso,
listar todos os clientes que estão dentro de uma dessas áreas?
Como quero guardar a informação sobre qual ponto comercial gerou cada uma dessas áreas não poderei criar
essas áreas de cobertura diretamente no Nível Cosmético pois esse nível não tem um banco de dados associado a
ele.

Nesse caso é necessário selecionar o(s) ponto(s) comercial(is) para o(s) qual(is) desejo criar essas áreas de
cobertura e criar uma nova tabela que irá conter, além do desenho da área de cobertura em torno de meus pontos
comerciais, a informação sobre qual ponto comercial gerou cada uma dessas áreas. Isso pode ser feito usando o
comando TABELA > COBRIR. Quando já tivermos criado essa(s) área(s) usaremos a ferramenta SELECIONAR
FRONTEIRA para selecionar todos os clientes que estiverem dentro dela(s).

Caso queira selecionar apenas alguns de seus pontos de venda, execute os procedimentos descritos no item 1,
caso contrário passe diretamente ao item 2.
1. Torne ativa sua Janela de Mapa. Utilizando a ferramenta SELECIONAR e a tecla SHIFT,
selecione todos os pontos comerciais para os quais deseja criar sua área de cobertura.
2. Escolha o comando TABELA > COBRIR. A caixa de diálogo COBERTURA DE NÍVEL aparece.
Para preencher o campo CRIAR COBERTURA PARA OS OBJETOS DA TABELA ,caso tenha feito
a seleção sugerida no item 1, escolha Selection, caso queira selecionar todos os pontos de
venda, escolha o nome de sua tabela de pontos de venda. Deixe o campo ARMAZENAR
RESULTADOS NA TABELA com o valor <Novo> e pressione o botão A VANÇAR .
3. A caixa de diálogo NOVA TABELA aparece. No grupo CRIAR NOVA TABELA, marque as caixas
de verificação associadas aos campos ABRIR NOVA LISTAGEM e ADICIONAR AO MAPA A TUAL.
No grupo ESTRUTURA DA TABELA escolha a opção que mais lhe convier. Como vamos criar
áreas de cobertura relacionadas aos nossos pontos comerciais pode ser interessante marcar o
campo USANDO TABELA e escolher o nome da tabela que contém seus pontos comerciais para
obter uma sugestão inicial para a estrutura da tabela que está sendo criada. A caixa de diálogo
NOVA ESTRUTURA DA TABELA aparece. Preencha-a como lhe convier, não esquecendo de
criar um campo para conter a informação sobre qual ponto comercial gerou cada uma dessas
áreas. Quando tiver definido essa estrutura, pressione o botão CRIAR.
4. A caixa de diálogo CRIAR NOVA TABELA aparece. Escolha o caminho de diretório e preencha
o campo NOME DO ARQUIVO com o nome da tabela a ser criada, por exemplo
Cobertura_Pontos_Venda e pressione o botão SALVAR.
5. A caixa de diálogo COBRIR OBJETOS aparece. Nesse diálogo você deve: especificar o raio da
Cobertura (esse raio pode ser um número ou qualquer expressão combinando uma ou mais
colunas do banco de dados), escolher o número de segmentos por círculo e definir que deseja o
resultado em várias Coberturas, marcando a caixa de verificação U MA COBERTURA PARA
CADA OBJETO . Pressione o botão A VANÇAR.
6. A caixa de diálogo AGREGAÇÃO DE DADOS aparece. Defina como preencher cada um de seus
campos. Você deve ter criado um campo para conter o VALOR da informação sobre qual ponto
comercial gerou cada uma dessas áreas. Quando tiver definido como cada um dos campos deve
ser preenchido, pressione OK. A(s) área(s) de cobertura será(ão) criada(s) em sua tabela
Cobertura_Pontos_Venda e os campos dessa tabela serão preenchidos conforme especificado
na caixa de diálogo AGREGAÇÃO DE DADOS. Como definimos anteriormente, a tabela
Cobertura_Pontos_Venda será sobreposta à Janela de Mapa ativa e uma Janela de Listagem
da tabela recém-criada será exibida. Essa tabela contém as áreas de cobertura associada aos
pontos de venda selecionados.
Agora que já temos a(s) área(s) de cobertura desenhada(s), usaremos a ferramenta SELECIONAR FRONTEIRA
para selecionar todos os clientes que estão dentro dela. Como queremos selecionar os clientes que estão dentro
dessa(s) área(s), antes de usar essa ferramenta devemos nos certificar de que o nível de clientes está nessa Janela
de Mapa e que é o Nível Selecionável superior, logo abaixo do Nível Cosmético.
1. Torne ativa a Janela de Mapa que contém seus pontos comerciais. Escolha MAPA >
CONTROLE DE NÍVEIS, realce o nível que contém seus clientes e mova-o para cima até que
fique logo abaixo do Nível Cosmético. Verifique se a caixa SELECIONÁVEL associada ao nível
de clientes está marcada. Pressione o botão OK.
2. Escolha a ferramenta SELECIONAR FRONTEIRA da BARRA DE FERRAMENTAS PRINCIPAL e
clique com ela dentro da área de cobertura para a qual deseja selecionar os clientes. Seus
clientes serão realçados. Para fazer uma listagem dos clientes selecionados, escolha JANELA >
NOVA JANELA DE LISTAGEM e, na caixa de diálogo LISTAR TABELA, realce o nível Selection e
pressione o botão OK. Uma nova Janela de Listagem com os clientes selecionados aparece.

Caso não obtenha o resultado desejado, limpe o Nível Cosmético pois, como o MapInfo seleciona os objetos
do Nível Selecionável superior, ele irá selecionar esses objetos ao invés de selecionar clientes. Para resolver esse
problema escolha o MAPA > LIMPAR NIVEL COSMÉTICO e refaça sua seleção de fronteira.

Para compreender melhor o funcionamento desse comando, faça os exercícios associados a esse assunto na
Apostila de Treinamento do MapInfo Professional.

Apostila Versão Lição Tópicos

Básica ou 8.5 5 – Tornar Seus Dados Criar Coberturas


Completa Significativos
Básica ou 8.0 4 – Seleções Lógicas Criar Coberturas
Completa
Como faço para listar todos meus pontos que estejam dentro de uma
determinada área (bairro, distrito, estado, área de cobertura...)?
Para listar todos meus pontos que estejam dentro de uma determinada área (bairro, distrito, estado, área de
cobertura...) devemos usar a ferramenta SELECIONAR FRONTEIRA.

Como essa ferramenta seleciona os objetos do Nível Selecionável superior que estejam contidos no nível de
fronteira selecionável superior, algumas vezes não obtemos o resultado esperado. Para termos certeza de estar
selecionando os pontos do nível desejado dentro da fronteira desejada, devemos analisar o Controle de Níveis.
Para isso:
1. Torne ativa a Janela de Mapa que contém seus pontos e suas fronteiras. Escolha MAPA >
CONTROLE DE NÍVEIS. Mantendo pressionada a tecla CTRL, realce simultaneamente o nível
que contém seus pontos e o nível que contém suas fronteiras e arraste-os para cima até que
fiquem logo abaixo do Nível Cosmético. Verifique se as caixas de verificação SELECIONÁVEL
associadas a esses dois níveis estão marcadas. Pressione o botão OK.
2. Escolha a ferramenta SELECIONAR FRONTEIRA da BARRA DE FERRAMENTAS PRINCIPAL e
clique com ela dentro da região para a qual deseja selecionar os pontos. Seus pontos serão
realçados. Para fazer uma listagem dos pontos selecionados, escolha JANELA > NOVA JANELA
DE LISTAGEM e, na caixa de diálogo LISTAR TABELA , realce o nível Selection e pressione o
botão OK. Uma nova Janela de Listagem com os pontos selecionados aparece.

Caso não obtenha o resultado desejado, limpe o Nível Cosmético pois, como o MapInfo seleciona os objetos
do Nível Selecionável superior, ele irá selecionar esses objetos. Para resolver esse problema escolha o MAPA >
LIMPAR NIVEL COSMÉTICOe refaça sua seleção de fronteira.

Para compreender melhor o funcionamento desse comando, faça os exercícios associados a esse assunto na
Apostila de Treinamento do MapInfo Professional.

Apostila Versão Lição Tópicos

Básica ou 8.5 5 – Tornar Seus Dados Criar Coberturas


Completa Significativos
Básica ou 8.5 Apêndice BA Exercício Completo de Geocodificação por Nome de Cidade
Completa
Básica ou 8.0 4 – Seleções Lógicas Criar Coberturas
Completa
Básica ou 8.5 5 – Colocar Seus Dados Geocodificação por Nome de Cidade
Completa no Mapa - Geocodificar
Como faço para imprimir o resultado completo da minha análise
combinando minhas janelas de mapa, de listagem, de legenda e de
gráfico e associando um título a essas informações?
Para listar imprimir o resultado completo de minha análise devo criar uma Janela de Layout e imprimi-la.
A Janela de Layout é uma janela que tem como objetivo organizar janelas para impressão. Os elementos em
cada página a ser impressa podem ser Mapas, Listagens de arquivos, Gráficos, Legendas, textos ou outros
objetos gráficos. As janelas (Mapas, Listagens de arquivos e Gráficos) são representadas por molduras
retangulares que podem ser redimensionadas e reposicionadas à vontade. A fronteira e o preenchimento de cada
janela podem ser modificados. Também é possível desenhar linhas, figuras, ou escolher textos que ajudem a
melhorar o entendimento e apresentação de sua saída impressa.

Vamos ver como usar a Janela de Layout para definir e imprimir o resultado de seu trabalho. É importante
ressaltar que o espaço disponível para criar sua página de impressão depende das configurações de impressora e
de página que tiverem sido escolhidas. Para isso:
1. Selecione JANELA > NOVA JANELA DE LAYOUT. O MapInfo mostra o diálogo NOVA JANELA
DE LAYOUT. Esse diálogo tem três opções: U MA MOLDURA POR JANELA , MOLDURAS PARA
TODAS AS JANELAS ABERTAS e SEM MOLDURAS.
2. Caso queira construir uma Janela de Layout que mostre todas as janelas que estão abertas,
marque a caixa de verificação MOLDURAS PARA TODAS AS JANELAS ABERTAS. Caso queira
construir uma Janela de Layout que mostre apenas a janela ativa, marque a caixa de
verificação U MA MOLDURA POR JANELA. Caso queira construir uma Janela de Layout vazia e
depois preenchê-la com o conteúdo de algumas das janelas abertas, marque a caixa de
verificação SEM MOLDURAS. Pressione o botão OK. A Janela de Layout é criada da maneira
especificada.
3. Independente da forma usada para criar essa janela, podemos usar a ferramenta MOLDURA da
BARRA DE FERRAMENTAS DE DESENHO para inserir uma nova janela em nossa Janela de
Layout. Ao usarmos essa ferramenta para desenhar uma Moldura na Janela de Layout, a
caixa de diálogo OBJETO MOLDURA aparece. Para escolher qual janela acrescentar à nossa
Janela de Layout use a caixa de listagem suspensa associada ao campo JANELA. Pressione o
botão OK.
4. Para redimensionar uma janela dentro da Janela de Layout escolha a ferramenta SELECIONAR
da BARRA DE FERRAMENTAS PRINCIPAL, clique sobre a janela que quer redimensionar e
clique sobre um dos quadradinhos de edição associados a cada um de seus cantos, arrastando-o
de modo a alterar o tamanho dessa janela.
5. Para mover uma janela dentro da Janela de Layout escolha a ferramenta SELECIONAR da
BARRA DE FERRAMENTAS PRINCIPAL, clique sobre a janela que quer mover e arraste-a para o
lugar desejado.
6. Para arrumar todas essas janelas alinhando-as em relação à Janela de Layout ou em relação
umas às outras, selecione as molduras das janelas que deseja alinhar e use o comando LAYOUT
> ALINHAR OBJETOS.
7. Para trocar a cor de fundo e a linha de fronteira de alguma das molduras das janelas incluídas
na Janela de Layout, escolha a ferramenta SELECIONAR da BARRA DE FERRAMENTAS
PRINCIPAL, clique sobre essa moldura e use o comando OPÇÕES > ESTILO DE R EGIÃO.
8. Para acrescentar um texto à Janela de Layout, escolha a ferramenta TEXTO da BARRA DE
FERRAMENTAS DE DESENHO , clique sobre a Janela de Layout e digite o texto desejado.
9. Quando estiver satisfeito com a Janela de Layout , salve uma Área de Trabalho e escolha
ARQUIVO > IMPRIMIR para imprimi-la.
Para compreender melhor o funcionamento dessa janela, faça os exercícios associados a esse assunto na
Apostila de Treinamento do MapInfo Professional.

Apostila Versão Lição Tópicos

Básica ou 8.5 6 – Mais um Mapa Introdução à Janela de Layout, Criar uma Nova Janela de
Completa Temático e Preparar Layout, A Ferramenta Moldura e Montar Janelas de Layout
Dados para Impressão
Básica ou 8.0 6 – Mais um Mapa Introdução à Janela de Layout, Criar uma Nova Janela de
Completa Temático e Preparar Layout, A Ferramenta Moldura e Montar Janelas de Layout
Dados para Impressão
Como faço para modificar o símbolo associado a alguns pontos de
minha tabela?
Para modificar o símbolo associado a alguns pontos de minha tabela devo, primeiramente, colocar essa tabela
como um nível em uma Janela de Mapa e tornar esse nível editável. Em seguida devo selecionar os pontos a
serem alterados e usar o comando OPÇÕES > ESTILO DE SÍMBOLO para modificar o símbolo associado aos
pontos selecionados. Vamos estudar isso passo a passo:
1. Caso sua tabela não esteja em nenhuma Janela de Mapa: selecione JANELA > NOVA JANELA
DE MAPA. A caixa de diálogo NOVA JANELA DE MAPA aparece. Realce o nome da tabela que
contém os pontos cujo símbolo deseja alterar e pressione o botão OK. Uma nova Janela de
Mapa com os pontos de sua tabela será exibida.
2. Torne ativa a Janela de Mapa que contém sua tabela e escolha MAPA > CONTROLE DE
NÍVEIS. Realce o nível que contém os pontos cujo símbolo deseja alterar e marque a caixa
EDITÁVEL associada a ele. Pressione o botão OK.
3. Selecione os pontos cujo símbolo deseja alterar. Isso pode ser feito usando qualquer comando
de seleção lógica ou ferramenta de seleção de objetos na tela.
4. Escolha OPÇÕES > ESTILO DE SÍMBOLO . A caixa de diálogo ESTILO DE SÍMBOLO aparece.
Use essa caixa de diálogo para alterar o símbolo dos objetos selecionados.

O comando OPÇÕES > ESTILO DE SÍMBOLO aparece em vários exercícios da Apostila de Treinamento do
MapInfo Professional. Listamos abaixo alguns tópicos que fazem referência a esse comando.

Apostila Versão Lição Tópicos

Básica ou 8.5 3 – Comando Localizar e Localizar Objetos Gráficos


Completa Seleções Lógicas
Básica ou 8.5 4 – Colocar Seus Dados no Geocodificação, Continuar o Processo de
Completa Mapa - Geocodificar Geocodificação (Modo Interativo), Criar Pontos
Avançada 8.5 8 – Imagens Raster Associar Símbolos Personalizados e Criar Legenda
Cartográfica
Completa 8.5 14 – Imagens Raster Associar Símbolos Personalizados e Criar Legenda
Cartográfica
Avançada 8.5 Apêndice AV Verificar Regiões, A Ferramenta Sincronizar Janelas
(Synchronize Windows)
Completa 8.5 Apêndice AV Verificar Regiões, A Ferramenta Sincronizar Janelas
(Synchronize Windows)
Básica ou 8.0 3 – Tornar Seus Dados Localizar Objetos Gráficos
Completa Significativos e Localizar
Objetos Gráficos
Básica ou 8.0 5 – Colocar Seus Dados no Geocodificação, Continuar o Processo de
Completa Mapa - Geocodificar Geocodificação (Modo Interativo), Criar Pontos
Avançada 8.0 8 – Imagens Raster Associar Símbolos Personalizados e Criar Legenda
Cartográfica
Completa 8.0 14 – Imagens Raster Associar Símbolos Personalizados e Criar Legenda
Cartográfica
Avançada 8.0 Apêndice AV Verificar Regiões, A Ferramenta Sincronizar Janelas
(Synchronize Windows)
Completa 8.0 Apêndice AV Verificar Regiões, A Ferramenta Sincronizar Janelas
(Synchronize Windows)
Como faço para modificar os estilos de preenchimento de fundo e de
fronteira associados a algumas regiões de minha tabela?
Para modificar o estilo de preenchimento de fundo e de fronteira associado a algumas regiões de minha
tabela devo, primeiramente, colocar essa tabela como um nível em uma Janela de Mapa e tornar esse nível
editável. Em seguida devo selecionar as regiões a serem alteradas e usar o comando OPÇÕES > ESTILO DE
REGIÃO para modificar os estilos de preenchimento de fundo e de fronteira associados às regiões selecionadas.
Vamos estudar isso passo a passo:
1. Caso sua tabela não esteja em nenhuma Janela de Mapa: selecione JANELA > NOVA JANELA
DE MAPA. A caixa de diálogo NOVA JANELA DE MAPA aparece. Realce o nome da tabela que
contém as regiões cujo estilo deseja alterar e pressione o botão OK. Uma nova Janela de
Mapa com as regiões de sua tabela será exibida.
2. Torne ativa a Janela de Mapa que contém sua tabela e escolha MAPA > CONTROLE DE
NÍVEIS. Realce o nível que contém as regiões cujo estilo deseja alterar e marque a caixa
EDITÁVEL associada a ele. Pressione o botão OK.
3. Selecione as regiões cujo estilo deseja alterar. Isso pode ser feito usando qualquer comando de
seleção lógica ou ferramenta de seleção de objetos na tela.
4. Escolha OPÇÕES > ESTILO DE REGIÃO . A caixa de diálogo ESTILO DE REGIÃO aparece. Use
essa caixa de diálogo para alterar o estilo dos objetos selecionados.

O comando OPÇÕES > ESTILO DE REGIÃO aparece nos tópicos listados abaixo da Apostila de Treinamento
do MapInfo Professional.

Apostila Versão Lição Tópicos

Avançada 8.5 Apêndice AV A Ferramenta Sincronizar Janelas (Synchronize Windows), Criar


Regiões de Áreas Poligonais Circundadas por Polilinhas
Completa 8.5 Apêndice AV A Ferramenta Sincronizar Janelas (Synchronize Windows), Criar
Regiões de Áreas Poligonais Circundadas por Polilinhas
Avançada 8.0 Apêndice AV A Ferramenta Sincronizar Janelas (Synchronize Windows), Criar
Regiões de Áreas Poligonais Circundadas por Polilinhas
Completa 8.0 Apêndice AV A Ferramenta Sincronizar Janelas (Synchronize Windows), Criar
Regiões de Áreas Poligonais Circundadas por Polilinhas
Como faço para modificar o estilo associado a alguns objetos lineares
de minha tabela?
Para modificar o estilo associado a alguns objetos lineares de minha tabela devo, primeiramente, colocar essa
tabela como um nível em uma Janela de Mapa e tornar esse nível editável. Em seguida devo selecionar os
objetos lineares a serem alterados e usar o comando OPÇÕES > ESTILO DE LINHA para modificar os estilos de
linha associados aos objetos lineares selecionados. Vamos estudar isso passo a passo:
1. Caso sua tabela não esteja em nenhuma Janela de Mapa: selecione JANELA > NOVA JANELA
DE MAPA. A caixa de diálogo NOVA JANELA DE MAPA aparece. Realce o nome da tabela que
contém os objetos lineares cujo estilo deseja alterar e pressione o botão OK. Uma nova Janela
de Mapa com os objetos lineares de sua tabela será exibida.
2. Torne ativa a Janela de Mapa que contém sua tabela e escolha MAPA > CONTROLE DE
NÍVEIS. Realce o nível que contém os objetos lineares cujo estilo deseja alterar e marque a
caixa EDITÁVEL associada a ele. Pressione o botão OK.
3. Selecione os objetos lineares cujo estilo deseja alterar. Isso pode ser feito usando qualquer
comando de seleção lógica ou ferramenta de seleção de objetos na tela.
4. Escolha OPÇÕES > ESTILO DE LINHA. A caixa de diálogo ESTILO DE LINHA aparece. Use essa
caixa de diálogo para alterar o estilo dos objetos lineares selecionados.

O comando OPÇÕES > ESTILO DE LINHA aparece nos tópicos listados abaixo da Apostila de Treinamento do
MapInfo Professional.

Apostila Versão Lição Tópicos

Avançada 8.5 1 – Editar Seus Mapas Exercício com os Comandos: Combinar, Dividir, Dividir com
Polilinha, Apagar, Apagar Exterior, Definir Alvo e Limpar
Alvo, Comando Dividir Polilinha no Nó
Completa 8.5 7 – Editar Seus Mapas Exercício com os Comandos: Combinar, Dividir, Dividir com
Polilinha, Apagar, Apagar Exterior, Definir Alvo e Limpar
Alvo, Comando Dividir Polilinha no Nó
Avançada 8.5 Apêndice AV Sobrepor Nós
Completa 8.5 Apêndice AV Sobrepor Nós
Avançada 8.0 1 – Editar Seus Mapas Exercício com os Comandos: Combinar, Dividir, Dividir com
Polilinha, Apagar, Apagar Exterior, Definir Alvo e Limpar
Alvo, Comando Dividir Polilinha no Nó
Completa 8.0 7 – Editar Seus Mapas Exercício com os Comandos: Combinar, Dividir, Dividir com
Polilinha, Apagar, Apagar Exterior, Definir Alvo e Limpar
Alvo, Comando Dividir Polilinha no Nó
Avançada 8.5 Apêndice AV Sobrepor Nós
Completa 8.5 Apêndice AV Sobrepor Nós
Como faço para dividir uma região?
Para dividir uma região precisamos usar uma outra região ou uma polilinha como objeto de corte. Esse objeto
é usado para definir onde a região deve ser dividida e pode estar tanto no mesmo nível da região a ser dividida
quanto em outro nível qualquer da mesma Janela de Mapa. O nível que contém a região a ser dividida precisa
estar EDITÁVEL. Vamos estudar isso passo a passo:
1. Caso sua tabela não esteja em nenhuma Janela de Mapa: selecione JANELA > NOVA JANELA
DE MAPA. A caixa de diálogo NOVA JANELA DE MAPA aparece. Nessa caixa de diálogo
podemos criar uma nova Janela de Mapa com até quatro níveis sobrepostos. Na primeira
caixa de listagem suspensa, realce o nome da tabela que contém a região a ser dividida. Caso a
região a ser usada como objeto cortador esteja em outra tabela, na segunda caixa de listagem
suspensa realce o nome da tabela que contém o objeto cortador. Pressione o botão OK. Uma
nova Janela de Mapa com a tabela que contém a região a ser dividida será exibida.
2. Caso seu objeto cortador não esteja em nenhuma tabela e você queira desenhá-lo, escolha o
comando MAPA > CONTROLE DE NÍVEIS e torne o Nível Cosmético editável marcando a caixa
de verificação EDITÁVEL associada a ele. Pressione o botão OK. Na BARRA DE
FERRAMENTAS DE D ESENHO, escolha uma das seguintes ferramentas: POLILINHA ou
POLÍGONO . Use a ferramenta escolhida para desenhar o objeto que servirá de cortador para a
região a ser dividida. Escolha novamente o comando MAPA > CONTROLE DE NÍVEIS e torne
editável o nível que contém a região a ser dividida marcando a caixa de verificação EDITÁVEL
associada a ele. Pressione o botão OK.
3. Na BARRA DE FERRAMENTAS PRINCIPAL, escolha a ferramenta SELECIONAR e selecione a
região a ser dividida. Escolha o comando OBJETOS > DEFINIR ALVO para definir o(s)
objeto(s) selecionado(s) como alvo da edição. Selecione o objeto cortador.
4. Caso o objeto selecionado seja uma região, escolha o comando OBJETOS > DIVIDIR. A caixa
de diálogo DESAGREGAÇÃO DE DADOS aparece. Defina como quer desagregar seus dados e
pressione o botão OK. A(s) região(ões) selecionada(s) será(ão) dividida(s).
5. Caso o objeto selecionado seja uma polilinha, escolha o comando OBJETOS > D IVIDIR COM
POLILINHA. O MapInfo usa a polilinha selecionada para desenhar uma região de corte e
apresenta a caixa de diálogo DIVIDIR COM POLILINHA. Caso ache que a região sugerida é um
bom objeto cortador para a região alvo, pressione o botão AVANÇAR. A caixa de diálogo
DESAGREGAÇÃO DE DADOS aparece. Defina como quer desagregar seus dados e pressione o
botão OK. A(s) região(ões) selecionada(s) será(ão) dividida(s).

Os comandos explicados acima podem ser estudados fazendo os exercícios propostos nos tópicos listados
abaixo da Apostila de Treinamento do MapInfo Professional.

Apostila Versão Lição Tópicos

Avançada 8.5 1 – Editar Seus Mapas Exercício com os Comandos: Combinar, Dividir, Dividir com
Polilinha, Apagar, Apagar Exterior, Definir Alvo e Limpar
Alvo
Completa 8.5 7 – Editar Seus Mapas Exercício com os Comandos: Combinar, Dividir, Dividir com
Polilinha, Apagar, Apagar Exterior, Definir Alvo e Limpar
Alvo
Avançada 8.0 1 – Editar Seus Mapas Exercício com os Comandos: Combinar, Dividir, Dividir com
Polilinha, Apagar, Apagar Exterior, Definir Alvo e Limpar
Alvo
Completa 8.0 7 – Editar Seus Mapas Exercício com os Comandos: Combinar, Dividir, Dividir com
Polilinha, Apagar, Apagar Exterior, Definir Alvo e Limpar
Alvo
Como faço para calcular a distância de um ponto a outro na mesma
tabela?
Para calcular a distância de um ponto a outro na mesma tabela, precisamos usar a ferramenta CALCULADOR
DE DISTÂNCIAS (Distance Calculator). Para usar essa ferramenta:
1. Escolha FERRAMENTAS > GERENCIADOR DE FERRAMENTAS. A caixa de diálogo
GERENCIADOR DE FERRAMENTAS aparece. Marque a caixa de verificação CARREGADAS
associada à ferramenta CALCULADOR DE DISTÂNCIAS e pressione o botão OK. O item
DISTANCE CALCULATOR é acrescentado ao menu FERRAMENTAS.
2. Dependendo do critério a ser utilizado para a seleção dos pontos, essa seleção pode ser feita na
Janela de Mapa do MapInfo, antes de chamar o programa CALCULADOR DE D ISTÂNCIAS, ou
usando as ferramentas de seleção dentro dessa aplicação.
3. Escolha FERRAMENTAS > DISTANCE CALCULATOR > RUN DISTANCE CALCULATOR a caixa de
diálogo DISTANCE ANALYSIS aparece. Na parte superior esquerda desse diálogo podemos usar
a caixa de listagem suspensa associada ao campo SELECT A MAP WINDOW TO VIEW para
selecionar a Janela de Mapa que queremos usar. Podemos ainda adicionar e remover níveis a
essa Janela de Mapa, alterar o zoom e posicionamento dessa janela bem como selecionar
pontos usando botões que possuem a mesma função das ferramentas do MapInfo LAYER
CONTROL (CONTROLE DE NÍVEIS), SELECT (SELECIONAR), MARQUEE SELECT (SELECIONAR
RETÂNGULO), POLYGON SELECT (SELECIONAR POLÍGONO), BOUNDARY SELECT
(SELECIONAR FRONTEIRA), UNSELECT A LL (DESFAZER TODAS AS SELEÇÕES), ZOOM IN
(MAIS ZOOM), ZOOM OUT (MENOS ZOOM), PAN (DESLOCAR MAPA) e SNAP (ATRAIR). Caso
ainda não tenha selecionado seus pontos, utilize essas ferramentas para selecioná-lo.
4. No campo SELECT A TABLE TO CALCULATE THE DISTANCE FROM (ORIGIN) escolha o nome de
sua tabela de seleção SelectionfromNomeTabela. No campo SELECT AN IDENTIFYING COLUMN
FOR THE OBJECTS IN THE ORIGIN TABLE escolha o nome de uma coluna de dados para
identificar os registros de sua tabela de origem. No campo SELECT A TABLE TO CALCULATE
THE DISTANCE TO (DESTINATION)) escolha novamente o nome de sua tabela de seleção
SelectionfromNomeTabela. No campo SELECT A COLUMN TO IDENTIFY THE DESTINATION
OBJECTS escolha o nome de uma coluna de dados para identificar os registros de sua tabela de
destino. Caso queira definir algum critério de seleção, use os campos associados ao grupo SET
CRITERIA FOR DESTINATION. Altere o valor do campo SELECT THE UNITS TO DISPLAY
DISTANCE para exibir as distâncias na unidade desejada. Pressione o botão CALCULATE
DISTANCE. O resultado do cálculo é exibido na lsitagem associada a essa caixa de diálogo.
Para sair dessa aplicação, pressione o botão EXIT.

Para aprender mais sobre a ferramenta CALCULADOR DE DISTÂNCIAS faça o exercício proposto nos tópicos
listados abaixo da Apostila de Treinamento do MapInfo Professional.

Apostila Versão Lição Tópicos

Avançada 8.5 9 – Gerenciador de A Ferramenta Calculador de Distâncias (Distance Calculator)


Ferramentas
Completa 8.5 15 – Gerenciador de A Ferramenta Calculador de Distâncias (Distance Calculator)
Ferramentas
Avançada 8.0 9 – Gerenciador de A Ferramenta Calculador de Distâncias (Distance Calculator)
Ferramentas
Completa 8.0 15 – Gerenciador de A Ferramenta Calculador de Distâncias (Distance Calculator)
Ferramentas
Como faço para calcular a distância de todos os pontos de uma tabela
a todos os pontos de outra tabela?
Como faço para calcular a distância de todos os pontos de uma tabela
a todos os pontos da mesma tabela?
Para calcular a distância de todos os pontos de uma tabela a todos os pontos de outra tabela ou a todos os
pontos da mesma tabela, precisamos usar a ferramenta CALCULADOR DE DISTÂNCIAS (Distance Calculator).
Para usar essa ferramenta:
1. Escolha FERRAMENTAS > GERENCIADOR DE FERRAMENTAS. A caixa de diálogo
GERENCIADOR DE FERRAMENTAS aparece. Marque a caixa de verificação CARREGADAS
associada à ferramenta CALCULADOR DE DISTÂNCIAS e pressione o botão OK. O item
DISTANCE CALCULATOR é acrescentado ao menu FERRAMENTAS.
2. Escolha FERRAMENTAS > DISTANCE CALCULATOR > RUN DISTANCE CALCULATOR a caixa de
diálogo DISTANCE ANALYSIS aparece. Na parte superior esquerda desse diálogo podemos usar
a caixa de listagem suspensa associada ao campo SELECT A MAP WINDOW TO VIEW para
selecionar a Janela de Mapa que queremos usar. Podemos ainda adicionar e remover níveis a
essa Janela de Mapa, alterar o zoom e posicionamento dessa janela bem como selecionar
pontos usando botões que possuem a mesma função das ferramentas do MapInfo LAYER
CONTROL (CONTROLE DE NÍVEIS), SELECT (SELECIONAR), MARQUEE SELECT (SELECIONAR
RETÂNGULO), POLYGON SELECT (SELECIONAR POLÍGONO), BOUNDARY SELECT
(SELECIONAR FRONTEIRA), UNSELECT A LL (DESFAZER TODAS AS SELEÇÕES), ZOOM IN
(MAIS ZOOM), ZOOM OUT (MENOS ZOOM), PAN (DESLOCAR MAPA) e SNAP (ATRAIR).
3. No campo SELECT A TABLE TO CALCULATE THE DISTANCE FROM (ORIGIN) escolha o nome de
sua tabela de origem NomeTabelaOrigem. No campo SELECT AN IDENTIFYING COLUMN FOR
THE OBJECTS IN THE ORIGIN TABLE escolha o nome de uma coluna de dados para identificar os
registros de sua tabela de origem.
4. Caso queira calcular as distâncias dos pontos de uma tabela aos pontos de outra tabela, no
campo SELECT A TABLE TO CALCULATE THE DISTANCE TO (DESTINATION)) escolha o nome
de sua tabela de destino NomeTabelaDestino. No campo SELECT A COLUMN TO IDENTIFY THE
DESTINATION OBJECTS escolha o nome de uma coluna de dados para identificar os registros de
sua tabela de destino.
5. Caso queira calcular as distâncias dos pontos de uma tabela aos pontos da mesma tabela, no
campo SELECT A TABLE TO CALCULATE THE DISTANCE TO (DESTINATION)) escolha
novamente o nome de sua tabela de origem, que é a mesma que sua tabela de destino
NomeTabelaOrigem. No campo SELECT A COLUMN TO IDENTIFY THE DESTINATION OBJECTS
escolha o nome de uma coluna de dados para identificar os registros de sua tabela de destino.
6. Caso queira definir algum critério de seleção, use os campos associados ao grupo SET
CRITERIA FOR DESTINATION. Altere o valor do campo SELECT THE UNITS TO DISPLAY
DISTANCE para exibir as distâncias na unidade desejada. Pressione o botão CALCULATE
DISTANCE. O resultado do cálculo é exibido na lsitagem associada a essa caixa de diálogo.
Para sair dessa aplicação, pressione o botão EXIT.

Para aprender mais sobre a ferramenta CALCULADOR DE DISTÂNCIAS faça o exercício proposto nos tópicos
listados abaixo da Apostila de Treinamento do MapInfo Professional.

Apostila Versão Lição Tópicos

Avançada 8.5 9 – Gerenciador de A Ferramenta Calculador de Distâncias (Distance Calculator)


Ferramentas
Completa 8.5 15 – Gerenciador de A Ferramenta Calculador de Distâncias (Distance Calculator)
Ferramentas
Avançada 8.0 9 – Gerenciador de A Ferramenta Calculador de Distâncias (Distance Calculator)
Ferramentas
Completa 8.0 15 – Gerenciador de A Ferramenta Calculador de Distâncias (Distance Calculator)
Ferramentas
Como faço para calcular a distância de um determinado ponto a todos
os pontos de uma tabela?
Para calcular a distância de um determinado ponto a todos os pontos de uma tabela, podemos usar o comando
SELECIONAR POR SQL ou a ferramenta CALCULADOR DE D ISTÂNCIAS (Distance Calculator).

A maneira mais rápida é usar o comando SELECIONAR POR SQL. Antes de usar esse comando para calcular
a distância de um determinado ponto a todos os pontos de uma tabela precisamos saber quais as coordenadas
desse ponto, em seguida usamos os valores dessas coordenadas para montar o comando SELECIONAR POR SQL.
Vamos ver passo a passo como fazer isso:
1. Para descobrir as coordenadas do ponto, torne ativa a Janela de Mapa que contém o ponto a
ser analisado, localize-o e dê clique duplo sobre ele. A caixa de diálogo OBJETO PONTO
aparece. Você pode anotar esses valores manualmente ou pode tornar esse nível editável para
poder copiar os valores das coordenadas desse ponto.
2. Caso prefira tornar esse nível editável, escolha MAPA > C ONTROLE DE NÍVEIS. A caixa de
diálogo CONTROLE DE NÍVEIS aparece. Realce o nível que contém o ponto e marque a caixa de
verificação EDITÁVEL associada a ele. Pressione o botão OK. A caixa de diálogo OBJETO
PONTO aparece. Copie e cole os valores dos campos LOCALIZAÇÃO X e Y para um arquivo
texto qualquer.
3. Escolha o comando SELECIONAR POR SQL. Preencha o campo DAS TABELAS com o nome da
tabela para a qual quer calcular as distâncias. Preencha o campo SELECIONAR COLUNAS com a
seguinte expressão distance(xxx.xx, yyy.yy, CentroidX(obj), CentroidY(obj), "U") “Distância”.
Onde xxx.xx é a coordenada X do ponto selecionado, yyy.yy é a coordenada Y do ponto
selecionado, CentroidX(obj) é uma função do MapInfo que calcula a coordenada X de cada
ponto da tabela escolhida, CentroidY(obj) é uma função do MapInfo que calcula a coordenada
Y de cada ponto da tabela escolhida, U é a identificação da unidade de distância (m para
metros, km para quilômetros...) e Distância é um sinônimo para o nome dessa coluna. Caso
queira listar outras informações, use a caixa de listagem suspensa associada ao campo
COLUNAS para selecionar outras colunas e completar a lista associada ao campo SELECIONAR
COLUNAS. Deixe marcada a caixa de verificação associada ao campo LISTAR R ESULTADOS.
Quando estiver satisfeito pressione o botão OK. A listagem com as distâncias calculadas é
exibida.

Para fazer esse mesmo cálculo usando a ferramenta CALCULADOR DE DISTÂNCIAS:


1. Escolha FERRAMENTAS > GERENCIADOR DE FERRAMENTAS. A caixa de diálogo
GERENCIADOR DE FERRAMENTAS aparece. Marque a caixa de verificação CARREGADAS
associada à ferramenta CALCULADOR DE DISTÂNCIAS e pressione o botão OK. O item
DISTANCE CALCULATOR é acrescentado ao menu FERRAMENTAS.
2. Dependendo do critério a ser utilizado para sua seleção, o ponto pode ser selecionado na
Janela de Mapa do MapInfo, antes de chamar o programa CALCULADOR DE D ISTÂNCIAS, ou
usando as ferramentas de seleção dentro dessa aplicação.
3. Escolha FERRAMENTAS > DISTANCE CALCULATOR > RUN DISTANCE CALCULATOR a caixa de
diálogo DISTANCE ANALYSIS aparece. Na parte superior esquerda desse diálogo podemos usar
a caixa de listagem suspensa associada ao campo SELECT A MAP WINDOW TO VIEW para
selecionar a Janela de Mapa que queremos usar. Podemos ainda adicionar e remover níveis a
essa Janela de Mapa, alterar o zoom e posicionamento dessa janela bem como selecionar
pontos usando botões que possuem a mesma função das ferramentas do MapInfo LAYER
CONTROL (CONTROLE DE NÍVEIS), SELECT (SELECIONAR), MARQUEE SELECT (SELECIONAR
RETÂNGULO), POLYGON SELECT (SELECIONAR POLÍGONO), BOUNDARY SELECT
(SELECIONAR FRONTEIRA), UNSELECT A LL (DESFAZER TODAS AS SELEÇÕES), ZOOM IN
(MAIS ZOOM), ZOOM OUT (MENOS ZOOM), PAN (DESLOCAR MAPA) e SNAP (ATRAIR). Caso
ainda não tenha selecionado seu ponto, utilize essas ferramentas para selecioná-lo.
4. No campo SELECT A TABLE TO CALCULATE THE DISTANCE FROM (ORIGIN) escolha o nome da
tabela que contém o ponto selecionado SelectionfromTabelaOrigem. No campo SELECT AN
IDENTIFYING COLUMN FOR THE OBJECTS IN THE ORIGIN TABLE escolha o nome de uma coluna
de dados para identificar seu ponto de origem.
5. Caso queira calcular as distâncias desse ponto a todos pontos de outra tabela, no campo
SELECT A TABLE TO CALCULATE THE DISTANCE TO (D ESTINATION)) escolha o nome de sua
tabela de destino NomeTabelaDestino. No campo SELECT A COLUMN TO IDENTIFY THE
DESTINATION OBJECTS escolha o nome de uma coluna de dados para identificar os registros de
sua tabela de destino.
6. Caso queira calcular as distâncias desse ponto aos pontos da mesma tabela, no campo SELECT
A TABLE TO CALCULATE THE DISTANCE TO (DESTINATION)) escolha o nome de sua tabela de
origem, que é a tabela na qual foi selecionado o ponto TabelaOrigem. No campo SELECT A
COLUMN TO IDENTIFY THE DESTINATION OBJECTS escolha o nome de uma coluna de dados
para identificar os registros de sua tabela de destino.
7. Caso queira definir algum critério de seleção, use os campos associados ao grupo SET
CRITERIA FOR DESTINATION. Altere o valor do campo SELECT THE UNITS TO DISPLAY
DISTANCE para exibir as distâncias na unidade desejada. Pressione o botão CALCULATE
DISTANCE. O resultado do cálculo é exibido na lsitagem associada a essa caixa de diálogo.
Para sair dessa aplicação, pressione o botão EXIT.

Para aprender mais sobre o comando SELECIONAR POR SQL e sobre a ferramenta C ALCULADOR DE
DISTÂNCIAS faça o exercício proposto nos tópicos listados abaixo da Apostila de Treinamento do MapInfo
Professional.

Apostila Versão Lição Tópicos

Avançada 8.5 6 – Selecionar por Toda a lição


SQL
Completa 8.5 12 – Selecionar por Toda a lição
SQL
Avançada 8.5 Apêndice AV SQL – Exercício usando o operador geográfico de interseção e
o conceito de sub-seleção, SQL – Exercício usando o operador
“Like” e SQL – Exercício usando o operador “not in” e o
conceito de sub-seleção
Completa 8.5 Apêndice AV SQL – Exercício usando o operador geográfico de interseção e
o conceito de sub-seleção, SQL – Exercício usando o operador
“Like” e SQL – Exercício usando o operador “not in” e o
conceito de sub-seleção
Avançada 8.5 9 – Gerenciador de A Ferramenta Calculador de Distâncias (Distance Calculator)
Ferramentas
Completa 8.5 15 – Gerenciador de A Ferramenta Calculador de Distâncias (Distance Calculator)
Ferramentas
Avançada 8.0 9 – Gerenciador de A Ferramenta Calculador de Distâncias (Distance Calculator)
Ferramentas
Completa 8.0 15 – Gerenciador de A Ferramenta Calculador de Distâncias (Distance Calculator)
Ferramentas