Você está na página 1de 233

Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP

Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –


Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo – EMASP

Curso Básico de QGIS 2.18.11


Introdução ao Geoprocessamento com o
Software QGIS – Módulo Básico

Turma 04

São Paulo
AGOSTO/2018

1
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Apresentação

Este material tem como finalidade subsidiar as aulas práticas do Curso Básico
em QGIS 2.1.11, ministrado na EMASP. O objetivo fundamental do treinamento é
fornecer aos servidores públicos da PMSP os conceitos iniciais de operacionalização
de uma ferramenta de geoprocessamento aplicada às necessidades de captura,
tratamento e análise de dados espaciais no dia a dia do serviço público.

2
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Curriculum resumido dos instrutores:

Jânio Marcos Rodrigues Ferreira


Geógrafo, formado pela USP, especialista em Geoprocessamento (POLI-USP) e
Engenheiro Civil formado pela UNINOVE. Coordenador de Geoprocessamento da
Divisão Técnica de Unidades de Conservação e Proteção da Biodiversidade e
Herbário (PMSP / SVMA / DEPAVE 8-DUC), do Departamento de Parques e Áreas
Verdes da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente de São Paulo. Possui
experiência consolidada no uso e aplicação de tecnologias de geoprocessamento,
cartografia digital, sistemas de informação geográfica e GPS aplicadas nas áreas
ambientais, no planejamento territorial e urbano. Coordenou a equipe técnica de
mapeamento do Plano Municipal da Mata Atlântica (PMMA-SÃO PAULO), na
produção e elaboração do Mapeamento dos Remanescentes de Vegetação de Mata
Atlântica do Município de São Paulo (2014-2017).
Elaborou e ministrou os seguintes cursos na EMASP:
- Curso básico de QGIS 2.14: Geoprocessamento na prática (2016)
- Curso básico de QGIS: Geoprocessamento aplicado (2017)
- Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS – Módulo Básico (2017)
- Geoprocessamento Aplicado à Gestão de Bacias Hidrográficas – Módulo Avançado
E-mail:
janiorferreira@prefeitura.sp.gov.br ; jrodriguesferreira@yahoo.com.br

Natália Paganotti Antonucci


Bióloga formada pela Universidade de São Paulo (USP), mestre em Ciências com
enfoque em Botânica (USP), especialista em Gerenciamento Ambiental (USP) e
Geoprocessamento (SENAC). Analista de Meio Ambiente da Secretaria do Verde e
Meio Ambiente com experiência em fiscalização ambiental na região sul do Município.
Trabalha, atualmente, na Divisão Técnica de Unidades de Conservação e Proteção da
Biodiversidade e Herbário (PMSP / SVMA / DEPAVE 8-DUC). Experiência consolidada
no uso de ferramentas de geoprocessamento e cartografia digital para mapeamento
de áreas protegidas pela legislação, de recursos ambientais, bem como
dimensionamento de danos ambientais. Professora de curso de aperfeiçoamento no
SENAC Jabaquara: “Geoprocessamento como Ferramenta para Planejamento e
Gestão Ambiental”.
Elaborou e ministrou os seguintes cursos na EMASP:
- Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS – Módulo Básico (EMASP
2017).
- Geoprocessamento Aplicado à Gestão de Bacias Hidrográficas – Módulo Avançado
(EMASP 2018).
E-mail:
nataliaantonucci@prefeitura.sp.gov.br ; natpagnucci@yahoo.com.br

3
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Sumário
AULA 01 ......................................................................................................................................... 8

Visão geral da interface do software QGIS versão 2.18.11 ........................................................... 8

1 – Barra de menus ................................................................................................................ 9


1.1 - Menu Projeto .............................................................................................................. 9
1.2 – Menu Editar ............................................................................................................. 10
1.3 – Menu Exibir .............................................................................................................. 11
1.4 – Menu Camada......................................................................................................... 13
1.5 – Menu Configurações .............................................................................................. 15
1.6 – Menu Complementos ............................................................................................. 16
1.7 – Menu Vetor .............................................................................................................. 17
1.8 – Menu Raster ............................................................................................................ 17
1.9 – Menu Banco de Dados .......................................................................................... 18
1.10 – Menu Processar.................................................................................................... 18
1.11 – Menu Ajuda ........................................................................................................... 19
2 – Barra de Ferramentas ................................................................................................... 20
2.1 – Barra de Ferramentas do Projeto ........................................................................ 20
2.2 – Barra Mapa de Navegação ................................................................................... 21
2.3 – Barra de Atributos................................................................................................... 22
2.4 – Barra de Rótulo ....................................................................................................... 23
2.5 – Barra Digitalizar ...................................................................................................... 23
2.6 – Barra Digitalização Avançada .............................................................................. 24
2.7 – Barra Gerenciar Camadas .................................................................................... 25
2.8 – Barra Raster ............................................................................................................ 26
2.9 – Barra Base de Dados ............................................................................................. 26
3 – Área das Camadas ........................................................................................................ 27
4 – Caixa de Ferramentas de Processamento ................................................................ 27
5 – Aba Navegador .............................................................................................................. 28
6 – Área de visualização dos dados .................................................................................. 29
7 – Barra do Sistema de Referência de Coordenadas (SRC)....................................... 29
4
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA
Exercício 01 – Criar um projeto no QGIS. ........................................................................ 30
Exercício 02 – Adicionar Camada Vetorial / Raster no Projeto..................................... 32
Exercício 03 – Editar cores das camadas vetoriais ........................................................ 36
Exercício 04 – Gerar camada vetorial a partir de um polígono (método 1: seleção
direta do polígono) ............................................................................................................... 40
Exercício 05 – Gerar camada vetorial a partir de um polígono (método 2: seleção
usando uma “Função de Expressão”) ............................................................................... 44
Exercício 06 – Editar tabela de atributos e realizar cálculos básicos .......................... 47
AULA 02 ....................................................................................................................................... 53

Configuração do servidor proxy (ambientes coorporativos) para habilitar e deixar operacional a


biblioteca de complementos do QGIS (plugins) .......................................................................... 53

Exercício 01 – Georreferenciar carta do livro de Vegetação Significativa utilizando


coordenadas projetadas. ..................................................................................................... 59
Exercício 02 – Georreferenciar ortofoto de 2010/2011 utilizando alvos terrestres. ... 67
Exercício 03 – Usar o complemento GridSplitter para recortar camada ..................... 76
Exercício 04 – Recortar/selecionar limite da bacia Jaguaré .......................................... 81
Exercício 05 – Recortar/selecionar limite de subprefeitura usando uma “Função de
Expressão”............................................................................................................................. 85
Exercício 06 – Recortar camada de hidrografia para a bacia do Jaguaré .................. 88
Exercício 07 – Aplicar “Buffer” de APP de 30 m para a hidrografia da bacia do
Jaguaré .................................................................................................................................. 90
Exercício 08 – Criar arquivo shapefile de pontos para as nascentes .......................... 92
Exercício 09 – Editar o arquivo shapefile de pontos para as nascentes ..................... 96
Exercício 10 – Criar “Buffer” de APP de 50 m ao redor do shapefile de Nascentes 101
Exercício 11 – Unir Buffer de APP Hidrografia com Buffer APP de Nascente ......... 103
Exercício 12 – Cálculo de área da bacia e área das APPs ......................................... 107
AULA 03 ..................................................................................................................................... 111

Exercício 01 – Criar camada vetorial do tipo polígono para delimitar um bairro


arborizado da carta de Vegetação Significativa do Município de São Paulo. .......... 111
Exercício 02 – Criar polígonos e preencher a tabela de atributos correlata para
delimitar um bairro arborizado da carta de Vegetação Significativa do Município de
São Paulo. ........................................................................................................................... 118
Exercício 03 – Criar camada vetorial do tipo ponto para marcar os Exemplares
Isolados que estão protegidos pela Vegetação Significativa do Município de São
Paulo. ................................................................................................................................... 122
5
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA
Exercício 04 – Criar pontos e preencher a tabela de atributos correlata para marcar
os Exemplares Isolados que estão protegidos pela Vegetação Significativa do
Município de São Paulo. ................................................................................................... 127
Exercício 05 – Criar camada vetorial do tipo linha para desenhar córrego. ............. 130
Exercício 06 – Criar a linha que representa o córrego e preencher a tabela de
atributos correlata. .............................................................................................................. 134
Exercício 07 – Editar nós de vetores com a “ferramenta de nós”............................... 137
Exercício 08 - Recortar a camada de córrego com a do BA 08.................................. 140
Exercício 09 - Aplicar “Buffer” de APP de 30 m para o Córrego Água Espraiada. .. 142
Exercício 10 – Utilizar o algoritmo “v.buffer.column” para aplicar “Buffer” variável nos
Exemplares Isolados e definir projeção das copas ....................................................... 144
Exercício 11 – Editar tabela de atributos para calcular área, coordenadas projetadas
e comprimento de polígono, pontos e linhas, respectivamente. ................................. 146
Exercício 12 – Ativar rótulos para identificar camadas. ............................................... 153
Exercício 13 - Usar o Plugin “Azimuth and distance calculator” para gerar memorial
descritivo do bairro arborizado 08.................................................................................... 160
AULA 04 ..................................................................................................................................... 166

Exercício 01 – Partindo de uma tabela de dados alfanuméricos no Excel, como


georreferenciá-la por endereço das ocorrências?......................................................... 166
Exercício 02 – Criar marcadores no Google Earth®, com base nos endereços da
tabela .................................................................................................................................... 167
Exercício 03 - Carregar camada de arquivos de pontos do Google Earth® em
formato “.KML” no QGIS.................................................................................................... 168
Exercício 04 – Exportar arquivo do Google Earth® em formato KML para o formato
shapefile do QGIS .............................................................................................................. 170
Exercício 05 – Editar a tabela de atributos do shapefile de pontos e inserir novos
campos de coordenadas UTM_X e UTM_Y .................................................................. 173
Exercício 06 – Calcular os valores de coordenadas UTM_X e UTM_Y .................... 176
Exercício 07 – Exportar a tabela de atributos como tabela Excel .............................. 178
Exercício 08 – Editar a tabela de atributos para criar campo numérico (indexador)180
Exercício 09 – Editar tabela de atributos de um arquivo shapefile existente,
adicionando dados de tabelas alfanuméricas ................................................................ 183
Exercício 10 – Efetuar correções em tabela de atributos com o “Campo refator” ... 193
AULA 05 ..................................................................................................................................... 205

Exercício 01 – Abrir o compositor .................................................................................... 205

6
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA
Exercício 02 – Criar uma composição de impressão (layout) ..................................... 208
Exercício 03 - Adicionar mapa.......................................................................................... 211
Exercício 04 – Adicionar grade de coordenadas ........................................................... 213
Exercício 05 – Adicionar formas ...................................................................................... 215
Exercício 06 – Adicionar rótulos e imagens ................................................................... 218
Exercício 07 – Adicionar legenda .................................................................................... 221
Exercício 08 – Adicionar escala numérica e escala gráfica......................................... 226
Exercício 09 – Adicionar setas e linhas .......................................................................... 229
Exercício 10 – Exportar mapa finalizado para PDF ...................................................... 230
Exercício 11 – Outros recursos ........................................................................................ 231
REFERÊNCIAS .............................................................................................................. 233

7
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

AULA 01

Visão geral da interface do software QGIS versão 2.18.11

C F

D
B
G

A – Barra de menus.

B – Barra de Ferramentas.

C – Áreas das camadas.

D – Área de visualização dos dados (raster e vetor).

E – Barra do Sistema de Referência de Coordenadas - SRC (inclui as coordenadas, a escala e


o SRC do projeto).

F – Caixa de ferramentas de processamento (contém os algoritmos e funções de


geoprocessamento instalados).

G – Painel do navegador (acessa os diretórios de forma rápida e dinâmica, além de possibilitar


conexão com bancos de dados espaciais).

8
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

1 – Barra de menus

Nessa barra estão todos os comandos do QGIS. É, em geral, o ponto de partida de


execução de rotinas no software.

1.1 - Menu Projeto

1
2
3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14

1 – Clique para expandir o Menu.

2 – Iniciar um novo projeto no QGIS.

3 – Abrir um projeto já salvo em determinada pasta.

4 – Iniciar um projeto a partir de um modelo de projeto pré-existente.

5 – Abrir um projeto salvo recentemente.

6 – Salvar atualizações do projeto ativo.

7 – Salvar um novo projeto.

8 – Salvar uma imagem na tela do programa (imagens georeferenciadas mantém o SRC


de origem).

9 – Exporta/importa um arquivo shapefile para o formato DXF (AutoCad®).

10 – Abre a janela de propriedades do projeto e permite ajustar características do SRC,


unidades, estilos, entre outros parâmetros.

9
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

11 – Abre a janela de um novo compositor de layout e impressão do QGIS. Permite abrir


o modo de edição de layout para um projeto, salvar o mapa em formatos variados e
escalas diferenciadas.

12 – Abre a janela de gerenciamento e compositor de impressão e layout.

13 – Permite a escolha entre compositores de impressão e layout salvos.

14 – Opção para fechar e sair do programa QGIS.

1.2 – Menu Editar

1
2
3

1 – Expandir o menu Editar.

2 – Volta a última edição realizada no arquivo shapefile.


10
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

3 – Retoma a última edição realizada no arquivo shapefile.

4 – Grupo de ferramentas de edição dos dados do projeto.

1.3 – Menu Exibir

1
2
3
4
5

6
7
8
9

10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21

22
23
24

1 – Expande o menu Exibir.

2 – Menu PAN (panorâmica), permute mover os dados da tela de forma livre, no estilo
arrastar e soltar.

3 – Permite mover o mapa para uma determinada feição selecionada (ponto, linha ou
polígono).

11
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4 – Permite aproximar o mapa e aumentar a visualização de detalhes.

5 – Afasta o mapa e diminui a visualização de detalhes.

6 – Selecionar feições (pontos, linhas ou polígonos) com uma das opções definidas: por
retângulo envolvente, traço livre, polígono livre, raio, entre outro. Permite também
desfazer seleções de feições em todas as camadas.

7 – Identifica uma feição e mostra os dados de sua tabela de atributos.

8 – Executa medições lineares, áreas e ângulos.

9 – Mostra um resumo estatístico de feições selecionadas.

10 – Permite a visualização de toda a extensão dos dados carregados na tela.

11 – Permite o zoom da visualização de uma determinada camada em toda a sua


extensão.

12 – Visualiza em toda a sua extensão, um dado selecionado na tabela de atributos.

13 – Retorna a última visualização solicitada.

14 – Avança para a próxima visualização de dados (faz-se necessário que essa


visualização já tenha sido vista anteriormente).

15 – Aproxima a visualização para a resolução nativa (100%). É usado para visualizar


dados raster ao nível do pixel.

16 – Permite adicionar grade de coordenadas, barra de escala, o norte e o rótulo de


copyright.

17 – Permite escolher o modo de pré-visualização dos dados na área de visualização


(muda as cores do arquivo shape na tela de visualização de dados, conforme escolha).

18 – Mostra informações a respeito da feição, quando o mouse passar sobre ela.

19 – Marca um local favorito (bookmark) selecionado visualmente no mapa.

20 - Mostra a lista de locais favoritos (bookmarks) marcados no mapa.

21 – Usado para atualizar informações dos dados constantes na área de visualização do


QGIS, quando se trabalha em rede.

22 – Permite selecionar painéis de navegação e mostrá-los na interface do QGIS. É muito


útil, para quando se fecha uma janela da interface intencionalmente para e quer ativá-la
novamente.

23 – Permite escolher as barras de ferramentas a serem disponibilizadas na interface do


QGIS.

24 – Permite alternar a visualização para tela inteira ou normal.

12
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

1.4 – Menu Camada

1
2
3
4
5

7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17
18
19
20

21
22
23

24

25

1 – Clique para expandir o Menu Camadas.

2 – Permite criar uma nova camada (shapefile, SpatiaLite, GPX, entre outros tipos).

3 – Permite adicionar camadas diversas (raster, vetorial, entre outras), a partir de um diretório
ou projeto já existente.

13
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4 – Permite acrescentar ao Projeto, uma camada ou grupos de camadas de outros projetos


salvos em diretórios do computador.

5 – Permite adicionar arquivos de definição de camada do tipo layer.

6 – Permite copiar e colar estilos de camadas selecionadas entre projetos ativos.

7 – Permite abrir a tabela de atributos de uma camada selecionada.

8 – Permite iniciar o modo de edição de uma camada selecionada.

9 – Permite salvar as edições realizadas em uma camada.

10 – Permite alternar as edições em camadas diferentes (possibilita realizar mais de uma


edição na mesma sessão, em camadas diferentes).

11 – Permite salvar a camada selecionada em diversos formatos (KML, GPX, SHAPE, DXF,
entre outros formatos).

12 – Permite salvar o arquivo shapefile como uma extensão .qlr (QGIS LAYER), que é uma
espécie de arquivo temporário e mais leve da camada shapefile.

13 – Permite remover do projeto, as camadas selecionadas.

14 – Permite duplicar uma camada selecionada e a acrescenta na lista de camadas do projeto


(essa duplicação não cria uma camada nos diretórios, ela é apenas uma seleção).

15 – Permite definir escalas de visibilidade para uma determinada camada.

16 – Permite definir o Sistema de Referência de Coordenadas (SRC) de uma ou mais camadas

17 – Altera o SRC do projeto a partir de uma camada selecionada. Essa função altera
automaticamente, portanto é importante que a use com cuidado e que todos os SRCs de todas
as camadas sejam idênticos.

18 – Permite alterar as propriedades de uma camada selecionada, tais como: estilo, rótulos,
campos, SRC, entre outros.

19 – Permite realizar uma consulta espacial e filtrar um valor através da tabela de atributos da
camada, para que apenas ele seja mostrado. Os demais valores da tabela são ocultados,
devido à condição do filtro.

20 – Permite deixar visível um rótulo (etiqueta), baseado em um determinado campo da tabela


de atributos, da feição selecionada.

21 – Permite criar uma janela (Overview) que irá mostrar uma determinada camada do mapa
do tamanho proporcional.

22 - Permite adicionar todas as camadas visíveis do projeto para a janela (Overview).

23 – Permite remover todas as camadas da janela (Overview).

24 – Permite mostrar ou ocultar todas as camadas do projeto.


14
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

25 - Permite mostrar ou ocultar uma determinada camada selecionada do projeto.

1.5 – Menu Configurações

1 – Clique para expandir o Menu Configurações.

2 – Permite configurar o Sistema de Referência de Coordenadas do Projeto (SRC).

3 – Permite gerenciar o estilo como o Projeto é apresentado (cores das feições do projeto).

4 – Permite realizar a configuração dos de todos os atalhos padrão do QGIS e os


complementos instalados no programa.

5 – Permite personalizar as barras de Menu, as Ferramentas e os Complementos instalados.

6 – Acessa as configurações do programa: SRC, Sistema, Fonte de dados, entre outras


opções.

7 – Permite acessar as opções de Aderência (snapping) de todas as camadas carregadas no


projeto

15
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

1.6 – Menu Complementos

1
2
3

1 – Clique para expandir o menu Complementos

2 – Permite acessar a janela de instalação e gerenciamento de complementos disponíveis no


diretório oficial do QGIS. Através dessa opção, são escolhidos os complementos presentes no
repositório do software.

3 – Permite acessar a janela do Terminal Python, a ferramenta de desenvolvimento de


aplicações através da linguagem Python no QGIS. Essa ferramenta é para usuários avançados
e desenvolvedores de softwares e aplicações em geoprocessamento.

4 – Permite visualizar os complementos instalados no QGIS. A quantidade de complementos


dependerá de cada usuário.

16
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

1.7 – Menu Vetor

1
2

1 – Clique para abrir o menu Vetor

2 – Permite importar dados do complemento OpenStreetMap (necessário vínculo com rede


INTERNET) e salvá-los em um determinado diretório do computador.

3 – Permite acessar as ferramentas básicas de análise, investigação, geoprocessamento,


geometrias e gerenciamento de dados, todas essas são úteis para dados vetoriais.

1.8 – Menu Raster

1
2
3

1 – Clique para expandir o menu Raster.

2 – Permite acessar a Calculadora Raster, onde é possível realizar processamentos em dados


raster (imagens de satélite, ortofotos, entre outros).

3 – Permite alinhar um raster a um conjunto de dados presentes no projeto. Geralmente, essa


função é usada quando o dado raster está sem um SRC definido.

4 – Permite acessar outras ferramentas úteis no processamento de dados raster, tais como:
definir projeção, converter de raster para vetor, aplicar filtros, realizar mosaicos, entre outras
funções.

5 – Permite acessar e configurar as ferramentas do complemento GdalTools.

17
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

1.9 – Menu Banco de Dados

1
2

1 – Clique para acessar o menu Banco de Dados

2 – Permite acessar gerenciadores de banco de dados espaciais através do QGIS, tais como:
SpatiaLite, Oralce Spatial, PostGIS.

1.10 – Menu Processar

3
4
5
6

1 – Clique para acessar o menu Processar

2 – Permite ativar e desativar a Caixa de Ferramentas no canto direito da tela. Contém uma
gama de algoritmos de geoprocessamento do QGIS e outros softwares instalados
conjuntamente (GRASS, GDAL, entre outros).

3 – Permite a criação de modelagem e execução de modelos de geoprocessamento. É uma


função avançada no QGIS.

4 – Permite acessar o histórico de todas as operações realizadas.

5 – Permite ao usuário ativar as opções de conjuntos de ferramentas de geoprocessamento


disponíveis no QGIS e utilizá-las no projeto em execução.

6 – Permite acessar a janela de resultados

7 – Permite deixar visível a janela “Linha de Comandos” na interface do QGIS. Essa janela fica
fixa na parte superior da área de visualização de dados.

18
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

1.11 – Menu Ajuda

1 – Clique para acessar o menu Ajuda.

2 – Permite acessar os conteúdos de documentação, ajuda, suporte, versão do software e


outras informações a respeito do software QGIS em sua versão atual e outras versões
anteriores.

19
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

2 – Barra de Ferramentas

A Barra de ferramentas pode ser acessada clicando no Menu Exibir e escolher a Barra
de Ferramentas. Também pode ser acessada clicando com o botão direito na parte superior
da interface gráfica do QGIS.

2.1 – Barra de Ferramentas do Projeto

1 2 3 4 5 6

1 – Abrir novo Projeto

2 – Abrir uma pasta

3 – Salvar o projeto (quando ainda não estiver salvo, tem a mesma função do Salvar Como...)

4 – Salvar o Projeto em um diretório

5 – Abre um Novo Compositor de Impressão

6 – Abre opções de escolher compositores de impressão já definidos e salvos

20
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

2.2 – Barra Mapa de Navegação

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14

1 – Inclui as opções de Zoom e Pan, clicando duas vezes no local desejado

2 – Ferramenta Panorâmica do mapa

3 – Move o mapa para uma seleção

4 – Zoom - Aproximar

5 – Zoom - Distanciar

6 – Aproximar para a resolução do pixel (usado para dados raster)

7 – Visualizar o conjunto de dados do projeto

8 – Aproximar para uma seleção de uma feição do projeto

9 – Aproximar para uma seleção de uma camada do projeto

10 – Última visualização do projeto

11 – Próxima visualização do projeto

12 – Criar nova localização geográfica favorita

13 – Mostrar localizações geográficas favoritas

14 - Atualiza a visualização do projeto

21
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

2.3 – Barra de Atributos

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

1 – Identificar feições

2 – Rodar ação de feições

3 – Seleciona as feições individualmente ou com base em polígonos, traço livre e raio

4 – Seleciona as feições através de uma expressão de consulta de dados

5 – Desfaz as seleções em todas as camadas

6 – Abre a tabela de atributos de uma camada selecionada

7 – Abre a calculadora de campo

8 – Abre a função de estatística para uma determinada camada

9 – Permite realizar medidas na tela do projeto, através de linhas, áreas e ângulos

10 – Dicas do mapa

11 – Cria anotações de texto em seu projeto

22
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

2.4 – Barra de Rótulo

1 2 3 4 5 6 7

1 – Opções de rotular camada

2 – Destacar rótulos fixados

3 – Fixar / soltar rótulos

4 – Mostrar / esconder rótulos

5 – Mover rótulo

6 – Rotacionar rótulo

7 – Modificar rótulo

2.5 – Barra Digitalizar

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

1 – Edições atuais

2 – Alternar edição

3 – Salvar edições na camada

4 – Adicionar feição

5 – Adicionar String circular ou por raio (adiciona feição circular)

6 – Mover feições

7 – Ferramenta de nós

8 – Excluir feições selecionadas

9 – Recortar feições

10 – Copiar feições

11 – Colar feições

23
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

2.6 – Barra Digitalização Avançada

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18

1 – Habilitar as ferramentas de digitalização avançada

2 – Habilitar traçar

3 – Desfazer

4 – Refazer

5 – Rotacionar feições

6 – Simplificar feições

7 – Adicionar anel

8 – Adicionar parte

9 – Preencher anel

10 – Excluir anel

11 – Excluir parte

12 – Remodelar feições

13 – Curva de deslocamento

14 – Quebrar feições

15 – Dividir partes

16 – Mesclar feições selecionadas

17 – Mesclar atributos de feições selecionadas

18 – Rotacionar pontos com símbolo

24
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

2.7 – Barra Gerenciar Camadas

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14

1 – Adicionar camada vetorial

2 – Adicionar camada raster

3 – Adicionar camada PostGis

4 – Adicionar camada SpatiaLite

5 – Adicionar camada MSSQL Spatial

6 – Adicionar camada Oracle Spatial

7 – Adicionar camada Oracle Georaster

8 – Adicionar camada WMS/WMTS

9 – Adicionar camada WCS

10 – Adicionar camada WFS

11 – Adicionar camada de texto delimitado

12 – Adicionar camada virtual

13 – Adicionar nova camada do tipo Shape.../ SpatiaLite...

14 – Adicionar uma camada GPX (GPS0)

25
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

2.8 – Barra Raster

1 2 3 4 5 6 7 8

1 – Trecho de corte cumulativo local usando a extensão atual, limites padrão e valores
estimados.

2 – Trecho de corte cumulativo local usando toda a extensão do conjunto de dados, limites
padrão e valores estimados.

3 – Extensão do histograma local

4 – Estender o histograma para a base de dados total

5 – Aumentar o brilho

6 – Reduzir o brilho

7 – Aumentar o contraste

8 – Diminuir o contraste

2.9 – Barra Base de Dados

1 – Gerenciador de banco de dados

26
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

3 – Área das Camadas

Essa é a área do QGIS onde o usuário mais interage. Nela ficam carregadas todas as
camadas do projeto que está ativo. Em geral ela fica fixa no lado esquerdo da tela de
visualização de dados.

4 – Caixa de Ferramentas de Processamento

Esta interface do QGIS permite ao usuário acessar todos os algoritmos de


geoprocessamento que foram instalados na instalação padrão. Outros algoritmos existentes
em complementos específicos devem ser acessados através da interface de complementos.

27
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

5 – Aba Navegador

Nessa aba, o usuário pode interagir com os diretórios presentes em seu computador,
acessar pastas e arquivos em formato shapefile e raster. É bastante útil que o usuário se
familiarize com essa aba, pois ela pode diminuir tempo de acesso aos arquivos do projeto.
Nela, também, é possível que o usuário crie arquivos shapefile diretamente, sem usar a
interface do QGIS.

Pode-se também acessar bancos de dados espaciais, devidamente conectados, tais


como: MSSQL, Oracle, PostGIs, SpatiaLite, entre outros.

28
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

6 – Área de visualização dos dados

Neste espaço do QGIS são mostrados todos os dados do projeto que estão carregados
na área de camadas. Essa é a interface de interação do usuário com os dados de seu projeto.
Nela o usuário pode visualizar, editar, alterar e gerenciar os dados que compõem o seu projeto
no QGIS.

7 – Barra do Sistema de Referência de Coordenadas (SRC)


4 5 6
1 2 3

Esta barra, por padrão do QGIS, situa-se na parte inferior do software, permitindo ao
usuário visualizar algumas informações do seu projeto, como: coordenadas, escala de
visualização, rotação, entre outras.

1 – Permite visualizar as coordenadas da área de abrangência do projeto

2 – Permite ao usuário ter dimensão da escala de visualização dos dados do projeto

3 – Permite ao usuário rotacionar os dados do projeto

4 – Permite ao usuário aplicar renderização dos dados do projeto. Isso é útil para diminuir o
uso de memória do computador e deixar o projeto mais leve para manipulação.

5 – Indica ao usuário o código do sistema de referência de coordenadas em que está


trabalhando. Faz parte do grupo de informações iniciais de qualquer projeto no QGIS.

6 – Exibe as mensagens de execução do software. Qualquer mensagem de erro de execução


pode ser verificada nesse ícone.

29
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Objetivo: Criar e salvar um projeto no QGIS, definir SRC (projeção), inserir


camadas (vetorial e raster), editar cores e tabela de atributos das
camadas vetoriais, gerar camada vetorial a partir de um polígono, realizar
cálculos básicos.

Exercício 01 – Criar um projeto no QGIS.

1 – Clicar em Projeto – Novo (criar um novo projeto no QGIS).

30
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

2 – Propriedades do Projeto – Define as propriedades iniciais do seu projeto, tais como


Sistema de Referencia de Coordenadas (SRC), estilo das camadas, entre outros.

3 – Acionar “habilitar transformação SRC ´on the fly´ (OTF) e selecionar o sistema de referência
SIRGAS 2000/UTM zone EPSG 31983.

4 - Clicar em “Salvar como...” para salvar o seu projeto em um diretório do computador. Os


projetos salvos em QGIS possuem a extensão “.qgs; .QGS”. Dois cliques nesses arquivos
abrem diretamente o projeto na interface do software.

5 – O projeto salvo aparecerá com o nome na tela principal do QGIS.

31
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 02 – Adicionar Camada Vetorial / Raster no Projeto

1
2 3

1 – Clicar na opção Camada

2 – Escolher a opção Adicionar Camada

3 – Possibilidades da Aba das Camadas a inserir no projeto: vetorial (pontos, linhas e


polígonos) ou raster. Escolher Vetorial.

4
5
6

9 7
10

4 – Tela de definições do tipo de arquivo a ser aberto


32
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

5 – Codificação do arquivo (padrão do QGIS)

6 – Buscar o diretório onde está gravado o arquivo (clicar)

7 – Clicar e expandir a aba de formato de arquivo e escolher a opção “shapefiles (*.shp,


*.SHP)”

8 – Área de visualização e escolha dos arquivos “shapefiles” disponíveis. Clicar em


“BACIA_JAGUARE_SIRGAS2000_UTM.shp”

9 – Caixa com o nome do arquivo selecionado

10 – Clicar em “Abrir”

11 – O arquivo vetorial escolhido (tipo polígono) será carregado na área de visualização de


dados do QGIS

11

12 – Repetir esses procedimentos para carregar as outras bases de dados vetoriais do projeto.

- Hidrografia da Bacia Jaguaré (arquivo vetorial tipo linha)

- Nascentes da Bacia Jaguaré (arquivo vetorial tipo ponto)

- Áreas de Preservação Permanentes (APP) da Bacia Jaguaré (arquivo vetorial tipo polígono)

33
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

12

13

13 – Clicar em “Camada” – “Adicionar Camada” - Escolher a opção “Raster”

14 – Direcionar para a pasta onde estão gravados os arquivos raster do projeto

15 – Clicar e expandir a aba de formatos e escolher o formato “GeoTIFF (*.tif, *.tiff, *.TIF,
*.TIFF)”

16 – Selecionar os arquivos raster

17 – Indica o nome dos arquivos a serem carregados


34
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

18 – Clicar em “Abrir”

14

16

17 15
18

19 – O arquivo raster será carregado na área de visualização de dados do QGIS.

19

35
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 03 – Editar cores das camadas vetoriais

1 – Na aba de camadas, clicar com o botão DIREITO do mouse sobre a camada de Bacias
Hidrográficas

2 – Selecionar “Propriedades”

3 – Escolha a aba “Estilo”

4 – Selecione “Preenchimento simples”

3 4
5

36
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

5 – Veja que a composição de cores do contorno e do preenchimento do polígono aparece no


quadro superior direito

6 – Clique na seta da caixa “Preenchimento” para abrir a paleta de cores

7 - Selecionar o preenchimento transparente

8 – Repita o procedimento com a caixa de “Contorno” para escolher a cor desejada. Selecione
o vermelho

37
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

9 – Altere a “espessura da borda” para 1 milímetro

10 – Aceite as alterações

10

11 – A nova composição de cores do polígono aparecerá na área de visualização

11

12 – Refazer todos os passos com as demais camadas vetoriais para definir cores para cada
uma delas
38
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

12

39
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 04 – Gerar camada vetorial a partir de um polígono (método 1: seleção direta


do polígono)

1 – Criar novo projeto e ajustar seu SRC para SIRGAS 2000/UTM zone EPSG 31983. Salvar
como “PROJETO2_AULA01”

2 – Adicionar a camada vetorial “PREF_REGIONAIS_SIRGAS2000_UTM”

40
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

3 – Barra de ferramentas – Selecionar feição – Clicar dentro da feição da Prefeitura Regional


de Parelheiros

4 – Feição da Prefeitura Regional de Parelheiros selecionada

5 – Clicar com o botão DIREITO do mouse sobre o shape de Prefeituras Regionais na área de
camadas

6 – Clicar em “Salvar como”

41
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

7 – Escolher o formato de saída de arquivo “shapefile”

8 – Escolher o diretório de saída onde será gravado o arquivo

9 – Escolher o Sistema de Referência de Coordenadas (SRC) de saída

10 – Padrão de codificação de arquivo do QGIS (não mudar)

11 – Marcar a opção “Salvar somente feições selecionadas”

12 – Marcar a opção “Adicionar arquivo salvo ao mapa”

13 – Aceitar as outras opções e clicar em “OK”

7
8

10
11

12

13

42
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

14 – O arquivo com o limite da Prefeitura Regional de Parelheiros será adicionado ao projeto

14

14

43
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 05 – Gerar camada vetorial a partir de um polígono (método 2: seleção usando


uma “Função de Expressão”)

1 – Clicar com o botão DIREITO sobre o nome da camada de interesse

2 – Clicar em “Abrir tabela de atributos”

3 – Clicar na opção “Selecionar feições usando uma expressão”

44
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4 – Clicar e expandir a opção “Campos e valores”

5 – Clicar duas vezes no campo “PR”

6 – Clicar no operador condicional “=”

7 – Clicar no botão “Carregar valores únicos”

8 – Arrastar a barra de valores únicos e clicar duas vezes no valor a ser selecionado
“Parelheiros”

9 – A expressão de consulta deverá aparecer dessa forma “PR” = ‘Parelheiros’

10 – Clicar em “Selecionar”

11 – Clicar em fechar

4
9

10 11

12 – Um polígono será selecionado

13 – Na barra de ferramentas, clicar na função de “Identificar Feições” e, em seguida, no


polígono selecionado (em amarelo)

45
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

13

12

14 – Com as informações disponibilizadas, avalie a seleção de seu interesse, nesse caso a


Prefeitura Regional “Parelheiros”

15 – Para salvar o limite selecionado, basta executar as mesmas funções do exercício anterior
(passos 5 a 14)

14

46
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 06 – Editar tabela de atributos e realizar cálculos básicos

1 – Adicionar a camada vetorial “LIMITE_SP_SIRGAS2000_UTM”

2 – Clicar com o botão DIREITO sobre o nome da camada de interesse

3 – Clicar em “Abrir tabela de atributos”

4 – Clicar na opção “Alternar modo de edição”.

47
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

5 – A sua camada como um todo entrará em modo de edição. Editaremos, neste momento,
apenas a tabela de atributos

6
7
8
9
10
11

6 – Clicar na opção “Novo campo”

7 – Digitar o nome do campo a ser criado: “AREA_M2”

48
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

8 – Definir o tipo de dado de entrada “número decimal (real)”. Estamos calculando área,
portanto devemos escolher esse tipo de dado, pois ele permite casas decimais.

9 – Escolher o comprimento do dado de entrada. Refere-se à quantidade de algarismos que


terá antes da vírgula.

10 – Escolher a precisão do valor de entrada. Refere-se à quantidade de algarismos depois da


vírgula.

11 – Clicar em “OK”

12 – A coluna aparecerá na tabela de atributos

12

13 - Repetir o mesmo procedimento (passos 6 a 12) e criar os campos da tabela de atributos


constantes na figura abaixo:

49
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

14 15

13

14 – Clicar na opção “Salvar alterações”

15 – Clicar na opção “Abrir calculadora de campo”

16

17

20

18
19

21

22
50
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

16 – Marcar a opção “Atualiza um campo existente”

17 – Escolher o campo “AREA_M2”

18 – Clicar na opção “Geometria”

19 – Clicar duas vezes sobre a função “$area”

20 – Avaliar se a função referente ao campo da tabela está correta na aba de expressões.

21 – Checar a prévia de saída

22 – Clicar em “OK”

Para o cálculo de ÁREAS e PERÍMETRO, existem funções prontas na opção GEOMETRIA:


$area e $perimeter, respectivamente.

Nos casos de preenchimento de campos de TEXTO, basta escolher o campo a ser preenchido
e escrever a informação a ser inserida no campo, como é o caso dos campos de MUNICIPIO e
ESTADO. Digita-se o nome com ASPAS SIMPLES, conforme segue: `SÃO PAULO` e`SP`.

Para o cálculo de área em HECTARES, basta usar a função “$area/10000”

23 – Preencher as demais colunas da tabela de acordo com as orientações fornecidas acima.


25 24

23

24 – Clicar em “Salvar alterações”

25 – Clicar em “Alternar modo de edição”

26 – Repetir os passos para criar e calcular as colunas de “AREA_M2” e “AREA_HA” na


TABELA DE ATRIBUTOS da camada “PR_PARELHEIROS_SIRGAS2000_UTM”

51
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

26

Comparar os valores da área total do município com a da Prefeitura Regional de


Parelheiros.

52
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

AULA 02

Configuração do servidor proxy (ambientes coorporativos)


para habilitar e deixar operacional a biblioteca de
complementos do QGIS (plugins)

1 - Abrir janela do navegador de internet (nesse caso o Google Chrome) e acionar o


item “Personalizar e controlar o Google Chrome”

2 - Selecionar e clicar no item “Configurações”

3. Rolar a página de Configurações e clicar em “Mostrar configurações avançadas” ou


“Avançado”. As opções de configuração serão expandidas.

53
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4. Dependendo da versão do Google Chrome, no item “Rede”, clicar em “Alterar


configurações de proxy” (4A) para abrir a janela de “Propriedades de Internet” ou no
item “Sistema”, clicar em “Abrir configurações de proxy” (4B).

4B

5. Na janela “Propriedades de Internet” clicar em “Configurações da LAN”.

54
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

6. Na caixa “Configurações da Rede Local (LAN)”, copiar o endereço http do item


“Configuração automática”.

55
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

7. Abrir “Nova Guia” no navegador de internet e colar o endereço http copiado


anteriormente;

8. Localizar o “IP do Proxy remoto” e anotar. Nesse caso: “PROXY 10.10.190.25:3128”

9. Abrir o QGIS e na guia “Configurações” clicar no item “Opções” para abrir a


respectiva janela.

10. Na janela “Opções”, selecionar o item “Rede”.

11. Habilitar o item “Usar proxy para acesso à web”.

12. Em “Tipo de proxy” escolher “httpproxy”.

13. Em “Máquina” escrever a sequência do número IP que identifica o servidor na rede


(nesse caso 10.10.190.25).
56
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

14. Em “Porta” escrever o número da porta que dá acesso ao servidor proxy (nesse
caso 3128).

15. Em “Usuário” escrever sua identificação de usuário na rede corporativa.

16. Em “Senha” escrever sua senha de login na rede corporativa.

17. Clicar em “Ok”.

11
12
13
14
15
16

10

17

18. Na guia “Complementos” (18A) clicar em “Gerenciar e instalar complementos”


(18B).

57
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

18A
18B

19. Abre-se a janela do Repositório (biblioteca) de Complementos do QGIS.

58
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Objetivo: Georreferenciar carta e ortofoto. Criar Buffer de Área


de Preservação Permanente (APP) para a hidrografia da bacia
do Jaguaré.

Exercício 01 – Georreferenciar carta do livro de Vegetação Significativa utilizando


coordenadas projetadas.

1 – Criar novo projeto e ajustar seu SRC para “SIRGAS 2000/UTM zone - EPSG 31983”. Salvar
como “PROJETO_AULA02”

2 – Clicar no complemento “GEORREFERENCIAR” ou clicar em Menu Raster –


Georreferenciador - Georreferenciar

59
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4
5

3 – Na janela do Georreferenciador, clicar em “ABRIR IMAGEM”

4 – Selecionar a carta 33

5 – Abrir

6 – A carta 33 aparecerá da tela do georreferenciador

60
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

7 – Utilizar as ferramentas “movimentar”, “aproximar”, “afastar” e “aproximar para a camada”


para focar no canto SUPERIOR ESQUERDO da imagem até aparecer o pixel

8 – Aproximar a imagem até o Pixel do canto SUPERIOR ESQUERDO da imagem

9 – Clicar em “Adicionar ponto” para criar o primeiro ponto de referência para o


georreferenciamento

10 – Aparecerá um cursor em forma de +. Utilizá-lo para selecionar a quina externa do pixel


com a maior precisão possível

11 – Copiar a coordenada “325614.941” e colá-la no eixo “X/Leste”

12 – Copiar a coordenada “7393133.771” e colá-la no eixo “Y/Norte”

13 – Clicar em OK

14 – O ponto selecionado aparecerá em vermelho no canto do pixel e as coordenadas na


“Tabela GCP”

61
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

9
10
+
8

11 12

13

14

14

15 – Repetir os procedimentos de 7 a 14 para criar pontos de referência no restante da


imagem. Utilizar as coordenadas abaixo e teminar com 5 pontos na Tabela GCP

Pixel “X/Leste” “Y/Norte”


Inferior esquerdo 325684.244 7386327.649
Superior direito 329871.644 7393173.649
Inferior direito 329940.104 7386370.878
Centro 327971.151 7389996.351
62
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

16 – A seta na figura indica o ponto que foi considerado o “centro”.

16

15

25 17
18
19
20
21
22
23

23

24

17 – Escolher as configurações para georreferenciamento:

18 – Tipo de transformação polinomial 1 (mais adequada para a quantidade de pontos de


referência utilizados)

19 – Método de reamostragem: vizinho mais próximo

20 – SRC alvo é o mesmo do projeto: SIRGAS 2000/UTM FUSO 23S


63
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

21 – Escolher local e nome do arquivo de saída

22 – Arquivo final sem compressão

23 – Acionar “Usar 0 para transparência quando necessário” e “Carregar no QGIS ao concluir”

24 – OK

25 – Iniciar georreferenciamento

26 27 28
29

30

No final, observar-se-á na Tabela GCP:

26 – Coordenadas no espaço imagem

27 – Coordenadas no destino

28 – Discrepâncias entre 26 e 27 (em pixels)

29 – Resíduos (em pixels)

30 – Erro médio (de acordo com o número de pontos e o grau do polinômio usado)

31 – Salvar os pontos de georreferenciamento para melhorar o resultado posteriormente

32 – Escolher nome do arquivo, local a ser salvo e clicar em “salvar”. O formato do arquivo será
“.points”

33 – Para resgatar os pontos posteriormente, utilizar botão “Carregar pontos GCP”

34 – Para remover pontos e/ou corrigir a localização, utilizar ferramentas disponíveis na tela do
Georreferenciador.

64
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

33 31 34

32

32

32

35 – Após o georreferenciamento, minimize a tela do Georreferenciador e acione a tela padrão


do QGIS.

36 – Visualizar a carta 33, já georreferenciada, na área de visualização do QGIS

36

37 – Abrir a camada do tipo vetor denonimada “QUADRAS_VIARIAS_SIRGAS2000_UTM”

38 – Utilizar as ferramentas de zoom para comparar as quadras viárias com a carta 33


georreferenciada

65
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

38

37

39 – Se o resultado não estiver a contento, reabrir a janela do georreferenciador e executar a


etapa 34 para melhorar os pontos e diminuir o erro médio. Alternativamente, utilizar os passos
31 a 34 em outro momento

66
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 02 – Georreferenciar ortofoto de 2010/2011 utilizando alvos terrestres.

1 – Desligar a carta 33 da vegetação significativa

2 – Clicar no complemento “GEORREFERENCIAR”

3 – “ABRIR IMAGEM”

4
5

4 – Selecionar “ORTOFOTO_2010_2011”

5 – Abrir

67
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

6 – A ortofoto aparecerá na tela do georreferenciador

7 – Adequar o tamanho da tela do georreferenciador para que possa ser visualizada lado a
lado à área de visualização do QGIS

8 – Tela do georreferenciador vista lado a lado à área de visualização do QGIS

68
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

9 - Utilizar as ferramentas de zoom e movimentação do georreferenciador e as da tela padrão


do QGIS para selecionar no mínimo 5 alvos terrestres em comum entre a ortofoto e a camada
de quadras viárias. Indicar os 5 alvos terrestres, que precisam estar o mais espalhados na
ortofoto possível, como pontos de referência para o georreferenciamento. Bons exemplos de
alvos terrestres (pontos de controle) são cruzamentos de ruas e avenidas, esquinas, pontes,
etc..

10 – Um exemplo de alvo terrestre é a esquina demonstrada abaixo (sugestão A):

11

10
10

11 – Clicar em “Adicionar ponto” para criar o primeiro ponto de referência para o


georreferenciamento

12 – Aparecerá um cursor em forma de +. Utilizá-lo para selecionar, na ORTOFOTO, o alvo


terrestre com a maior precisão possível.

13 – Depois de clicar, aparecerá a janela de entrada das coordenadas. Selecionar “a partir do


mapa na tela”

69
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

+ 12

13

+14

14 – Utilizar o cursor em formato de + para selecionar, na camada de QUADRAS VIÁRIAS


carregada no QGIS, o alvo terrestre com a maior precisão possível

15 – Clicar em OK

70
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

15

16 – O ponto selecionado aparecerá em vermelho em ambas as telas e as coordenadas


aparecerão na “Tabela GCP”

16
16

16

17 – Repetir os passos para indicar os 4 alvos terrestres restantes. Seguem sugestões B a E:

71
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

72
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

18 – Os 5 pontos utilizados neste tutorial (sugestões A a E) estão localizadas na imagem


seguinte:

73
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

E
C

18

A
B

27 19
20
21
22
23
24
25

25

26

19 – Escolher as configurações para georreferenciamento:

20 – Tipo de transformação polinomial 1 (mais adequada para a quantidade de pontos de


referência utilizados)

21 – Método de reamostragem: vizinho mais próximo

22 – SRC alvo é o mesmo do projeto

23 – Escolher local e nome do arquivo de saída


74
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

24 – Arquivo final sem compressão

25 – Acionar “Usar 0 para transparência quando necessário” e “Carregar no QGIS ao concluir”

26 – OK

27 – Iniciar georreferenciamento

28

28 – No final, observar resíduos (pixels) e erro médio na Tabela GCP e refinar os pontos para
um melhor georreferenciamento, se necessário.

29 – Minimizar a tela do Georreferenciador

30 – Visualizar a ortofoto, já georreferenciada, na área de visualização do QGIS. Utilizar as


ferramentas de zoom para comparar as quadras viárias com a ortofoto

30

31 – Se o resultado não estiver a contento, reabrir a janela do georreferenciador e melhorar os


pontos e diminuir o erro médio. Alternativamente, salvar os pontos para melhorá-los em outro
momento

75
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 03 – Usar o complemento GridSplitter para recortar camada

1 - Adicionar camadas do PMMA (AULA 02) e das Prefeituras Regionais (AULA 01) na aba de
camadas.

2
3

2 – Clicar no “Menu Complementos”

3 – Clicar em “Gerenciar e instalar complementos”

4 5

7
8

4 – Clicar em “Tudo”

5 – Em “Buscar”, digitar “GridSplitter”

6 – Selecionar o complemento “GridSplitter”

7 – Clicar em “Instalar Complemento”


76
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

8 – Clicar em “Fechar”

10 11

9 – Clicar em “Complementos”

10 – Apontar para o complemento “GridSplitter” e clicar com o botão esquerdo

11 – Clicar em “Cut layer to pieces”

77
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

16
12

13

14

15

17

12 – Em “Input layer”, escolha a camada que será cortada: “MSP_PMMA_SIRGAS2000”

13 – Em “Cut layer”, escolha a camada que servirá como referência:


“MSP_PREFEITURA_REGIONAL_SIEGAS2000”

14 – Em “Output Base Directory”, escolha o diretório onde serão gravados os recortes

15 – Marque a opção “Add tiles to canvas”

16 – Na aba “Additional Options”, marque a opção “Subfolders”

17 – Clicar em “OK”

18

78
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA
18 – Avaliar se existem 32 recortes e clicar em “Sim”, pois o número de recortes deve ser
exatamente o mesmo número de PREFEITURAS REGIONAIS.

Espere alguns minutos até o processamento ser finalizado!!!

19

19 – Verificar na “aba de camadas” que foram carregados 32 recortes do arquivo


“MSP_PMMA_SIRGAS2000”, conforme o mesmo número de prefeituras regionais do MSP.

20

20 – Navegue até o diretório onde foram gravados os recortes e analise as 32 pastas, com
numeração iniciando de “0000 a 0031”.

79
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA
21 – Compare os fragmentos de Mata Atlântica identificados pelo PMMA com a Vegetação
Significativa do município de São Paulo.

21

80
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 04 – Recortar/selecionar limite da bacia Jaguaré

1 – Barra de ferramentas – Selecionar feição – Clicar dentro da feição da Bacia do Jaguaré

2 – Feição da bacia do Jaguaré selecionada

3 – Clicar com o botão direito do mouse sobre a o shape de bacias na área de camadas

4 – Clicar em “Salvar como”

81
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

5 – Escolher o formato de saída de arquivo “shapefile”

6 – Escolher o diretório de saída onde será gravado o arquivo

7 – Escolher o Sistema de Referência de Coordenadas (SRC) de saída

8 – Padrão de codificação de arquivo do QGIS (não mudar)

9 – Marcar a opção “Salvar somente feições selecionadas”

10 – Marcar a opção “Adicionar arquivo salvo ao mapa”

11 – Aceitar as outras opções e clicar em “OK”

82
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

5
6
7

8
9

10

11

12 – O arquivo com o limite da bacia do Jaguaré será adicionado ao projeto

83
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

12

84
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 05 – Recortar/selecionar limite de subprefeitura usando uma “Função de


Expressão”

1 – Clicar com o botão direito sobre o nome da camada de interesse

2 – Clicar em “Abrir tabela de atributos”

3 – Clicar na opção “Selecionar feições usando uma expressão”

85
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4 – Clicar e expandir a opção “Campos e valores”

5 – Clicar duas vezes no campo “sp_nome”

6 – Clicar no operador condicional “=”

7 – Clicar no botão “Carregar valores únicos”

8 – Arrastar a barra de valores únicos e clicar duas vezes no valor a ser selecionado
“BUTANTÔ

9 – A expressão de consulta deverá aparecer dessa forma “sp_nome” = ‘BUTANTA’

10 – Clicar em “Selecionar”

11 – Clicar em fechar

9 4

7
10 11

86
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

12 – Avalie a seleção de seu interesse, nesse caso a subprefeitura “BUTANTÔ

13 – Perceba que o limite da subprefeitura de interesse aparecerá selecionado na camada


shapefile disponível no projeto

14 – Para salvar o limite selecionado, basta executar as mesmas funções do exercício anterior
para salvar apenas o polígono da subprefeitura desejada.

13

12

87
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 06 – Recortar camada de hidrografia para a bacia do Jaguaré

1 – Barra de Menu – Vetor

2 – Ferramentas de Geoprocessamento

3 - Recortar

1 2

4 – Escolher a camada que será recortada “HIDROGRAFIA”

5 – Escolher a camada que servirá de base para recortar “BACIA DO JAGUARÉ”

6 – Escolher o diretório de saída onde será gravado o arquivo recortado

7 – Marcar a opção “Adicionar dados à tela” e clicar em “OK”

88
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

6
7

8 – O recorte da hidrografia da bacia do Jaguaré será carregado no seu projeto

89
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 07 – Aplicar “Buffer” de APP de 30 m para a hidrografia da bacia do Jaguaré

1 – Clicar na Barra de menu – Vetor

2 – Apontar para “Ferramentas de Geoprocessamento”

3 – Clicar em “Buffer”

1 2
3

4 – Entrar com a camada de interesse “HIDRO_JAGUARÉ”

5 – Informação padrão do QGIS (não modificar)

6 – Escolher a distância do Buffer de APP (30 m)

7 – Marcar a opção “Dissolver resultados de buffer”

8 – Escolher o diretório onde o arquivo de APP será salvo

9 – Marcar a opção “Adicionar dados à tela” e clicar em “OK”

90
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

5
6

8
9

10 – O arquivo com o buffer de APP de 30 m será carregado em seu projeto

10

91
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 08 – Criar arquivo shapefile de pontos para as nascentes

1 – Clicar na Barra de Menu – Camada

2 – Selecionar “Criar nova camada”

3 – Escolher a opção “Shapefile”

1 2 3

92
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4 – Escolher o tipo de arquivo shapefile “Ponto”

5 – Codificação padrão de arquivos do QGIS (não mudar)

6 – Escolher o SRC do arquivo shapefile a ser criado

7 – Opção para criação de campos da tabela de atributos do arquivo shapefile

8 – Escolher o tipo de dado que cada campo da tabela de atributo deverá ter (texto, numérico,
decimal, data)

9 – Definir o comprimento do campo (depende da informação com a qual o campo será


preenchido)

10 – Clicar para adicionar o campo à lista de campos da tabela de atributos do shapefile

11 – Lista de campos criados na tabela de atributos do arquivo shapefile

12 – Opção para remover um campo recém-criado

93
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4
5
6

7
8
9
10

11

12

13

13 – Clicar em “OK”

14 – Escolher o diretório onde será gravado o arquivo e dar um nome ao seu arquivo
“NASCENTES_JAGUARE”

15 – Clicar em “Salvar”

94
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

14

15

16 – Um novo arquivo shapefile de ponto será carregado ao seu projeto. Esse arquivo ainda
não possui nenhuma forma associada.

16

95
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 09 – Editar o arquivo shapefile de pontos para as nascentes

1 – Clicar na Barra de menu – Configurações

2 – Clicar em “Opções”

3 – Antes de iniciar a vetorização de qualquer informação no QGIS, é necessário definir alguns


parâmetros de aderência.

4 – Deixar marcado a opção “Abrir opções de aderência em uma futura janela flutuante (será
necessário reiniciar o QGIS). Essas informações são importantes para garantir que o cursor do
mouse tenha aderência ao arquivo vetorial de “HIDROGRAFIA” e consigamos vetorizar as
nascentes. Será necessário fechar o QGIS, caso tenha executado após o início do
projeto!

5 – Clicar em “OK” e fechar a janela para voltar ao projeto.

96
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4
3

6 – Clicar com o botão direito do mouse sobre a camada de “NASCENTES_BACIA” recém-


criada

7 – Clicar com o botão esquerdo do mouse na opção “Alternar edição”. O shapefile de


“NASCENTES” entrará no modo de edição.

97
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

8 – Clicar em “Adicionar feições”

9 – Aumentar o zoom da “Área de visualização” e clicar no início da “HIDROGRAFIA”,


quando a ponteira do mouse formar uma CRUZ, conforme detalhe da figura.

10 – Clicar em “OK” na janela que aparecer. Ao fazer isso, percebemos que foi criado um
ponto de “NASCENTE” no início do curso d’água. Execute essa mesma operação para todos
os cursos d’água da bacia Jaguaré.

98
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

10

11 – Os botões selecionados na figura têm as funções de “SALVAR AS ALTERAÇÕES,


DESFAZER e FINALIZAR A EDIÇÃO” de um arquivo shapefile. Ao finalizar a vetorização das
“NASCENTES”, clique em “ALTERNAR EDIÇÃO” novamente e salve todas as edições do
shapefile.

11

12

13 – Ao final da vetorização das “NASCENTES”, esse será o arquivo final das nascentes da
bacia Jaguaré.

99
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

13

100
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 10 – Criar “Buffer” de APP de 50 m ao redor do shapefile de Nascentes

1 – Clicar no Barra de Menu – Vetor

2 – Apontar o mouse para a opção “Ferramentas de Geoprocessamento”

3 – Clicar na opção “Buffer”

1 2 3

4 – Entre com a camada vetorial que será calculada o “Buffer”

5 – Aceite a opção padrão do QGIS

6 – Digite a distância do Buffer a ser criado. Nesse caso são 50 m de APP de nascente

7 – Escolha o diretório onde será gravado o arquivo shapefile a ser criado

8 – Marque a opção “Adicionar dados à tela” e clique em “OK”

101
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

5
6

7
8

9 – Ao final da operação, um arquivo shapefile com o Buffer de 50 m será carregado no projeto,


conforme figura abaixo.

102
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 11 – Unir Buffer de APP Hidrografia com Buffer APP de Nascente

1 – Clicar na Barra de Menu – Vetor

2 – Apontar o mouse para a opção “Ferramentas de Geoprocessamento”

3 – Clicar na opção “União”

1 2
3

4 – Entrar com a primeira camada vetorial “APP_30M_HIDRO”

5 – Entrar com a segunda camada vetorial que será unida “APP_50M_NASC”

6 – Escolher um diretório onde será gravado o arquivo com a junção das duas camadas

7 – Marcar a opção “Adicionar dados à tela”

8 – Clicar em “OK”

103
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

6
7
8

9 – Ao final da união dos duas camadas, será carregado um novo arquivo shapefile ao projeto,
com a junção das duas APPs, conforme figura abaixo.

10– Clicar na Barra de Menu - Vetor

11 – Apontar para a opção “Ferramentas de Geoprocessamento”

12 – Clicar na opção “Dissolver”

104
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

10 11

13

14 – Entrar com a camada vetorial que será “dissolvida” “APP_TOTAL”

15 – Escolher a opção “Dissolver tudo”

16 – Escolher um diretório onde será gravado o arquivo shapefile “dissolvido”

17 – Marcar a opção “Adicionar dados à tela”

18 – Clicar em “OK”

14

15

16
17
18

19 – Ao final da operação “Dissolver”, um arquivo shapefile será adicionado ao projeto.


Reparem que a intersecção que havia entre as áreas de “APP de 30 m” e a “APP de 50 m” foi
“dissolvida”.

105
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

19

106
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 12 – Cálculo de área da bacia e área das APPs

1 – Clicar com o botão direito do mouse sobre a camada vetorial da “BACIA_JAGUARÉ”

2 – Clicar na opção “Abrir tabela de atributos”

3 – Tabela de atributos da camada da bacia do Jaguaré

4 – Clicar no botão “Alternar modo de edição” para deixar tabela editável

5 – Clicar na opção “Novo campo”

5
4

107
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

6 – Escrever o nome do campo “AREA_M2”

7 – Comentário sobre o campo (adicional e dispensável – pode deixar em branco)

8 – Tipo de caracter para o campo criado. No caso de cálculo de área, devemos escolher
“número decimal (real)”

9 – Definir o comprimento dos caracteres do campo (números antes da vírgula)

10 – Definir a precisão do valor do campo (número depois da vírgula)

11 – Clicar em “OK”

6
7
8

9
10

11

12 – Visualizar o campo “Área” recém criado

13 – Clicar na opção “Abrir calculadora de campo”

13

12

108
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

13 – Tela da “Calculadora de campo”

14 – Marcar a opção “Atualiza um campo existente”

15 –Escolher o campo “AREA_M2”

16 – Clicar em “Row_mumber – Geometria - $area”

17 – A função de cálculo de área aparecerá na “Área de expressão”

18 – Clicar em “OK”

13
14

15

17

16

18

109
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

19 – Avaliar que o campo “AREA_M2” foi preenchido com o cálculo da área da Bacia do
Jaguaré. Esse valor, por padrão do QGIS, é dado em metros quadrados (m²).

20 – Clicar na opção “Salvar alterações” para salvar as edições realizadas na tabela de


atributos da camada e depois clicar em “Alternar edição” para finalizar as edições.

20
19

Repetir as mesmas operações para a camada de APP TOTAL. Ao final do exercício,


comparar os valores da área total da bacia do Jaguaré e a área das APPs de Córrego e
Nascente e calcular o percentual da bacia que está em APP.

110
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

AULA 03

Objetivo: Planejar a criação de banco de dados para vetorização da carta


de Vegetação Significativa. Criar e editar camadas vetoriais (ponto, linha e
polígono). Recortar camada vetorial com base em outra. Criar buffer.

Exercício 01 – Criar camada vetorial do tipo polígono para delimitar um bairro arborizado
da carta de Vegetação Significativa do Município de São Paulo.

1 – Criar novo projeto e ajustar o SRC para “SIRGAS 2000/UTM zone - EPSG 31983”. Salvar
como “PROJETO_AULA03”

2 – Abrir a carta de Vegetação Significativa que foi georreferenciada na Aula 02.

3 – A área de trabalho desta aula será o Bairro Arborizado 08 (BA 08), localizado na parte
inferior da carta.

BA 08 – Brooklin Novo e Campo Belo


Cartas 33 e 34
Bairros predominantemente residenciais de
padrão médio-alto em processo de
verticalização. Área de topografia plana ou de
pequnas declividades em queas ruas são
retilíneas, com traçado ortogonal.
Os passeios são pavimentados, com árvores
localizadas em canteiros individuais. A
arborização forma alinhamentos descontinuos e
de composição heterogênea em que se notam
podas provocadas pela interferência na fiação Fonte: fl. 324 do Livro de Vegetação
elétrica. Significativa

111
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4 – Clicar em “Camada”

5 – “Criar nova camada”

6 – “Shapefile”

4
5 6

7 – Selecionar o tipo “polígono”

8 – Codificação de arquivo: UTF-8

112
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

9 – SRC do projeto

10 – Observar que automaticamente é gerada uma coluna de identificação do polígono (id) do


tipo Integer (número inteiro) e com comprimento de 10 caracteres

11 – Remover essa coluna para que possamos criar uma tabela de atributos de acordo com as
informações da Carta de Vegetação Significativa

7
8
9

10

11

12 – Campo foi retirado da “Lista de campos”. Essa será a futura tabela de atributos vinculada
aos polígonos criados

13
14
15
16

12

113
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

13 – Criar novo campo com o nome “TIPO”

14 – Tipo: dados de texto

15 – Comprimento: 10 caracteres

16 – Adicionar campo à lista

17 – Novo campo aparecerá na futura tabela de atributos

17

18 – Essa coluna conterá a SIGLA dos tipos de áreas protegidas pelo Decreto Estadual
30.443/89 somado ao Livro de Vegetação Significativa do Município de São Paulo.

18

114
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

19 – Repetir os passos para criar novos campos com as seguintes especificações e adicioná-
los à lista:

Nome Tipo Comprimento Informação


NUM NUMERO 10 Número de identificação da área protegida
INTEIRO
NOME DADOS DE 50 Nome da área protegida
TEXTO

19

20

20 – Clicar em OK

21

21

22

115
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

21 – Nomear e escolher o local para salvar a nova camada

22 – Salvar

23 – A nova camada do tipo POLÍGONO aparecerá na área de camadas, mas sem qualquer
polígono acoplado a ela

23

24 – Clique com o botão direito sobre ela e em seguida “Abrir tabela de atributos”

24

25 – Confira os 3 campos que agora aparecem como a tabela de atributos. Ainda não há
qualquer feição nessa tabela

116
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

25

117
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 02 – Criar polígonos e preencher a tabela de atributos correlata para delimitar


um bairro arborizado da carta de Vegetação Significativa do Município de São Paulo.

1 – Ajustar o zoom para que a linha de delimitação do BA (seta) fique bem próxima e evidente.

2 – Tornar a camada vetorial editável

3 – Um lápis aparecerá na camada demonstrando que ela agora está editável

4 – Clicar em “Adicionar feição”

3 4

118
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

119
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

10 – Clicar no lápis para desativar a forma editável da camada

11 – Selecionar “gravar”

10

11

12 – O polígono aparecerá na forma não editável já com sua tabela de atributos preenchida

120
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

12

13 – Para continuar a vetorização da carta 33 e acrescentar as demais áreas protegidas,


repetir os passos deste exercício para criação e delimitação dos polígonos. Usar as
informações do Livro de Vegetação Significativa para o adequado preenchimento da tabela de
atributos

121
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 03 – Criar camada vetorial do tipo ponto para marcar os Exemplares Isolados
que estão protegidos pela Vegetação Significativa do Município de São Paulo.

1 – Desligar a camada de áreas protegidas

2 – Dentro do BA 08 exitem 3 exemplares isolados protegidos: E 50, E 51 e E 52. Das


informações fornecidas no Livro de Vegetação Significativa (tabela), para facilitar o trabalho,
apenas algumas delas serão inseridas na tabela de atributos neste tutorial

Raio da
Nome Nome Altura DAP
Número Família Localização copa Fonte*
Popular científico (m) (m)
(m)
R. Alvaro
Cedrela
Rodrigues x
50 Cedro fissilis Meliaceae 14.50 5 0.25 486
R. João
Vell.
Amaro
Av Morumbi
Luehea
x R João
Açoita- grandiflora
51 Tiliaceae Amaro x R 16 5 0.70 487
cavalo M. &
Baltazar
Zucc.
Fernandes
Chorisia
R Portugal,
52 Paineira speciosa Bombacaceae 15 10 0.80 488
1269
St. Hill.
* Número da folha do Livro de Vegetação Significativa

3 – Clicar em “Camada”

4 – “Criar nova camada”

5 – “Shapefile

122
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4 5
3

6 – Selecionar o tipo “ponto”

7 – Codificação de arquivo: UTF-8

8 – SRC do projeto

9 – Neste caso aproveitaremos o campo que é gerado automaticamente. Nele, identificaremos


os números dos exemplares protegidos

6
7
8

10 – Criar novos campos com as seguintes especificações e adicioná-los à lista:

123
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Nome Tipo Comprimento Precisão Informação


NOME DADOS DE 50 - Nome popular
TEXTO
FAMILIA DADOS DE 20 - Família botânica
TEXTO
DAP_M NUMERO 10 2 Diâmetro do caule (m)
DECIMAL
R_COPA_M NUMERO 10 - Raio da copa (m)
INTEIRO

10

11

11 – Clicar em OK

12 – Nomear e escolher o local para salvar a nova camada

13 – Salvar

124
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

12

12

13

14 – A nova camada do tipo PONTO aparecerá na área de camadas, mas sem qualquer feição
acoplada a ela

14

15 – Confira os campos que agora aparecem com a tabela de atributos. Ainda não há qualquer
feição nessa tabela

125
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

15

126
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 04 – Criar pontos e preencher a tabela de atributos correlata para marcar os


Exemplares Isolados que estão protegidos pela Vegetação Significativa do Município de
São Paulo.

1 – Tornar a camada vetorial editável. Um lápis aparecerá demonstrando que ela agora está
editável

2 – Clicar em “Adicionar feição”

3 – Utilizar o cursor e clicar com o botão ESQUERDO do mouse no centro do círculo que
identifica o E 50

127
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4 – Aparecerá uma janela com os campos da tabela de atributos para preencher. Completar
conforme indicado na figura

5 – OK

6 – O ponto desenhado aparecerá ainda na forma editável (cruz vermelha sobre ele)

7 – Repetir os passos para criar os pontos dos exemplares 51 e 52 e preencher a tabela de


atributos para chegar ao resultado final

8 – Clicar no lápis para desativar a forma editável da camada

9 – Selecionar “gravar”

128
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

10 – Os pontos aparecerão na forma não editável já com sua tabela de atributos preenchida

10

129
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 05 – Criar camada vetorial do tipo linha para desenhar córrego.

1 – Desligar as camadas de áreas e árvores protegidas

2 – Clicar em “Camada”

3 – “Criar nova camada”

4 – “Shapefile

2 3 4

5 – Selecionar o tipo “linha”

130
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

6 – Codificação de arquivo: UTF-8

7 – SRC do projeto

8 – Remover campo gerado automaticamente

5
6
7
9

9 – Criar novo campos com as seguintes especificações e adicioná-los à lista:

Nome Tipo Comprimento Informação


NOME DADOS DE 80 Nome do córrego
TEXTO

10

10 – Clicar em OK

11 – Nomear (11A) e escolher o local (11B) para salvar a nova camada

12 – Salvar

131
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

11B

11A

12

13 – A nova camada do tipo LINHA aparecerá na área de camadas, mas sem qualquer feição
acoplada a ela

13

14 – Confira os campos que agora aparecem como a tabela de atributos. Ainda não há
qualquer feição nessa tabela

132
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

14

133
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 06 – Criar a linha que representa o córrego e preencher a tabela de atributos


correlata.

1 – Tornar a camada vetorial editável. Um lápis aparecerá demonstrando que ela agora está
editável

1 2

2 – Clicar em “Adicionar feição”

3 – Utilizar o cursor e clicar com o botão ESQUERDO do mouse, ponto a ponto, do início (seta)
ao fim do córrego. Finalizar com o botão DIREITO do mouse

4 – Aparecerá uma janela com os campos da tabela de atributos para preencher. Completar
conforme indicado na figura

5 – OK

6 – A linha aparecerá ainda na forma editável (com cruzes vermelhas indicando os nós)

134
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

7 – Clicar no lápis para desativar a forma editável da camada

8 – Selecionar “gravar”

9 – A linha aparecerá na forma não editável já com sua tabela de atributos preenchida

135
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

136
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 07 – Editar nós de vetores com a “ferramenta de nós”

1 – Com a edição habilitada (1A), selecionar “ferramenta de nós” (1B)

2 – Automaticamente a caixa de “Editor de vértices” aparecerá

1A 1B

3 – Com auxílio do mouse, deslocar e ampliar a caixa de editor de vértices. Cada nó do


polígono aparece como um conjunto de cooredenadas X e Y nesta caixa

137
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4 – Clicar no segmento entre dois nós no qual seja necessário criar um nó extra. A coloração
do segmento mudará de vermelho para azul

5 – Observar que, automaticamente, os nós que definem este segmento aparecem


selecionados na caixa do editor de vértices

6 – Novamente no segmento do polígono, clicar duas vezes entre os dois nós para que um
terceiro seja inserido

138
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

7 – Este terceiro nó permitirá movimento para qualquer um dos lados para refinar o ajuste do
polígono sobre a linha de demilitação da área arborizada. Para movimentar o nó criado, clicar
sobre ele e arrastar para o local desejado

8 – Efetuar este procedimento em todo local onde for necessária movimentação da linha do
polígono para melhor se adequar ao traçado do bairro arborizado

9 – Aplicar mesmo procedimento para eventuais correções de traçado na camada de córrego

139
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 08 - Recortar a camada de córrego com a do BA 08.

1 – Barra de Menu – Vetor

2 – Geoprocessamento

3 – Recortar

1
2

4 – Escolher a camada que será recortada “CORREGOS_SIRGAS2000_UTM”

5 – Escolher a camada que servirá de base para recortar


“AREAS_PROT_VEG_SIG_SIRGAS2000_UTM”

6 – Escolher o diretório de saída onde será gravado o arquivo recortado

7 – Marcar a opção “Abrir arquivo de saída depois de executar o algoritmo” e clicar em


“Run”

140
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4
5
6
7

8 – O recorte do córrego será carregado no seu projeto

141
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 09 - Aplicar “Buffer” de APP de 30 m para o Córrego Água Espraiada.

1 – Clicar na Barra de Menu – Vetor

2 – Apontar para “Geoprocessamento”

3 – Clicar em “Buffer de distância fixa”

1
2

4 – Entrar com a camada de interesse “CORTADO”

5 – Escolher a distância do Buffer de APP (30 m)

6 – Informação padrão do QGIS (não modificar)

7 – Marcar a opção “Dissolver resultados de buffer”

8 – Escolher o diretório onde o arquivo de APP será salvo

9 – Marcar a opção “Abrir arquivo de saída depois de executar o algoritmo” e clicar em


“Run”

142
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4
5
6
7
8
9

10 – O arquivo com o buffer de APP de 30 m será carregado em seu projeto

10

143
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 10 – Utilizar o algoritmo “v.buffer.column” para aplicar “Buffer” variável nos


Exemplares Isolados e definir projeção das copas

1 – Na caixa de busca da “Caixa de ferramentas”, digitar “v.buffer”

2 – Selecionar o algoritmo “v.buffer.colum”

1
2

3 – Selecionar a camada “ARVORES_PROT_VEG_SIG_SIRGAS2000_UTM”

4 – Selecionar, como referência para o buffer, a coluna “R_COPA_M”

5 – Manter configuração padrão do QGIS

6 – Escolher local e nome para salvamento no diretório

7 – Marcar “Abrir arquivo de saída depois executar algoritmo”

8 – Clicar em “Run”

144
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

3
4

6
7

9 - O arquivo com o buffer diferente para cada exemplar será carregado em seu projeto
(“buffer”) e um arquivo “shapefile” com o nome escolhido será salvo no diretório

145
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 11 – Editar tabela de atributos para calcular área, coordenadas projetadas e


comprimento de polígono, pontos e linhas, respectivamente.

1 – Na camada da Área Arborizada (tipo polígono) (1A), clicar com o botão direito do mouse e
abrir a tabela de atributos (1B)

1A

1B

2 – Uma vez aberta a tabela de atributos, acionar sua edição

3 – Clicar em “Novo campo”

2
3

146
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4 – Inserir as características do novo campo:

Nome: “Área_M2”

Tipo: “Número decimal (real)”

Comprimento: “10”

Precisão: “4”

5 – Clicar em “OK”

6 – Clicar em “Calculadora de campo”

7 – Configurá-la para o cálculo de área. Para isso, acionar “Atualiza um campo existente”

8 – Escolher o campo “Área_M2”

9 – Em Geometria, clicar duas vezes em “$area” (9A). Aparecerá uma prévia de saída (9B)

10 – Clicar em “Ok”

147
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

7
8

9A

9B
10

2
11 – O valor da área (em m ) aparecerá na célula do novo campo

12 – Gravar alterações

13 – Finalizar edição

13 12

11

14 – Repetir os passos 1 a 13 para criar o cálculo de área da APP do córrego que passa dentro
da área arborizada.

148
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

14

15 – Na camada de árvores protegidas (tipo ponto), repetir passos 1 a 3 para criar dois novos
campos na tabelade atributos

16 – Inserir as características dos dois novos campos:

Nome: “UTM_X” Nome: “UTM_Y”


Tipo: “Número decimal (real)” Tipo: “Número decimal (real)”
Comprimento: “10” Comprimento: “10”
Precisão: “4” Precisão: “4”

16 16

17 – Clicar em “Calculadora de campo”

18 – Configurá-la para o cálculo das coordenadas. Para isso, acionar “Atualiza um campo
existente”

19 – Escolher o campo “UTM_X”

149
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

20 – Em Geometria, clicar duas vezes em “$x” (20A). Aparecerá uma prévia de saída (20B)

21 – Clicar em “Ok”

17

18

19

20A

20B
21

22 – Repetir passos 18 a 21 para calcular ”UTM_Y”. Desta vez, em “Geometria”, clicar duas
vezes em “$y”

22

23 – Coordenadas projetadas das três árvores foram calculadas

150
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

25 24

23

24 – Gravar alterações

25 – Finalizar edição

26 – Na camada de córregos (tipo linha), repetir passos 1 a 3 para criar novo campo na tabela
de atributos

27 – Inserir as características do novo campo:

Nome: “COMP_M”

Tipo: “Número decimal (real)”

Comprimento: “10”

Precisão: “4”

27

28 – Clicar em “Calculadora de campo”

29 – Acionar “Atualiza um campo existente”

30 – Escolher o campo “COMP_M”

31 – Em Geometria, clicar duas vezes em “$lengh” (31A). Aparecerá uma prévia de saída (31B)

151
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

32 – Clicar em “Ok”

29

30

31A

31B

32

33 – Gravar alterações

34 – Finalizar edição

152
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 12 – Ativar rótulos para identificar camadas.

1 – Clicar com o botão direito do mouse na camada de Árvores Protegidas

2 – Selecionar “Propriedades”

3 – Na aba esquerda, secionar “Rótulos”

4 – Alterar de “Não rotular” para “Mostrar rótulos para as camadas”

5 – em “Rotular com”, verificar que todas os campos da tabela de atributos podem ser
utilizados para compor os rótulos, dependendo da informação que se quer colocar no mapa.
No nosso caso, selecionaremos o número de identificação do exemplar arbóreo na carta de
Vegetação Significativa (ID).

4
5
3

153
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

6 – Em “Texto” (6A), ajustar o tamanho da fonte para 20 (6B)

6A

6B

7 – Em “Buffer” (7A), acionar “Desenhar buffer do texto” (7B). O bufer será desenhado em
branco (7C)

7B
7A

7C

8 – Em “Posição” (8A), acionar “Em torno do ponto” (8B).

9 – Aplicar (9A) e OK (9B)

154
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

8B

8A

9B 9A

10 – Os rótulos com identificação das árvores aparecerão com um buffer branco

10

11 – Rotularemos, agora, a camada de córrego. Repetir passos 1 a 3 ou, alternativamente,


acessar o atalho correspondente

155
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

11

12 – Alterar de “Não rotular” para “Mostrar rótulos para as camadas”

13 – Em “Rotular com”, selecionar “NOME”

12
13

14 - Em “Texto” (14A), ajustar o tamanho da fonte para 15 (14B)

156
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

14A

14B

15B 15A

15 – Não alterar as demais configurações automáticas. Clicar em Aplicar e Ok

16 – Nome do córrego aparecerá

16

17 – Repetir passos 1 a 3 para rotular a camada de Área Arborizada ou selecionar atalho


correspondente

18 – Alterar de “Não rotular” para “Mostrar rótulos para as camadas”

19 – Em “Rotular com”, selecionar “TIPO”


157
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

18
19

20 - Em “Texto” (20A), ajustar o tamanho da fonte para 15 (20B)

21 – Não alterar as demais configurações automáticas. Clicar em Aplicar e Ok

20A

20B

21B 21A

22 – A sigla “BA” aparecerá indicando se tratar de um bairro arborizado

158
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

22

23 – Os rótulo acima configurados podem ser vistos no compositor de impressões (AULA 05) e,
portanto, também aparecem no mapa impresso.

159
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 13 - Usar o Plugin “Azimuth and distance calculator” para gerar memorial
descritivo do bairro arborizado 08

1 – Clicar na ferramenta de “Seleção de feição”

2 – Clicar dentro do polígono do bairro arborizado que foi vetorizado para selecioná-lo. Quando
o polígono está selecionado, ele assume a cor amarela, como na figura abaixo.

3 – Clicar na “Barra de Menu – Complementos”

4 – Escolher o Plugin “Azimuth and Distance Calculator”

5 – Clicar em “Calculator”

160
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

3
4 5

6 – Na tela do AzimuthDistanceCalculator, clicar em “Calcular Azimutes e Distâncias”

7 – Clicar em “Calcular a convergência baseada no centroide”

8 – A convergência será calculada conforme as informações do SRC da camada

9 – Clicar em “Calcular” e será calculada a planilha de azimutes e distâncias do polígono

10 – Clicar em “Salvar arquivos”

161
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

7
8

9
10

11 – Preencher com os dados da propriedade

12 – Preencher com as informações da RBMC de origem (consultar IBGE)

13 – Dados de cálculo do FATOR KAPPA, de acordo com o SRC do arquivo

14 – Preencher com os dados do técnico responsável

15 – Definir o diretório onde serão salvos os arquivos de cálculo

16 – Clicar em “Criar arquivos”

11 11

12 13

14 14

15

16

162
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

17 – Navegue até o diretório onde salvou os arquivos de cálculo

18 – Esses são os arquivos de cálculo gerados pelo “Azimuth and Distance Calculator” para
o polígono da praça.

17

18

19 – O arquivo “analítico” contém o memorial descritivo da poligonal calculada, conforme


figura abaixo.

19

20 – o arquivo “área” contém as informações de cálculo de área, perímetro, azimutes, lados e


coordenadas em colunas, além de informações da propriedade e do SRC.

163
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

20

21 – O arquivo “selo” contém informações para o carimbo da planta.

21

22 – o arquivo “sintético” é um executável em HTML e contém os cálculos em forma de


tabela, dos vértices, coordenadas, lado, azimutes e distância.

164
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

22

165
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

AULA 04

Objetivo: Espacializar/georreferenciar dados alfanuméricos de uma tabela


comum com o uso do Google Earth®. Importar dados do Google Earth® e
exportar como shapefile. Importar e exportar dados do Excel. Adicionar
atributos em tabelas do QGIS.

Exercício 01 – Partindo de uma tabela de dados alfanuméricos no Excel, como


georreferenciá-la por endereço das ocorrências?

1 – Criar tabela alfanumérica com um campo de INDEXAÇÃO que será usado no QGIS
posteriormente.

2 – Campos da tabela de exemplo (Cadastro de praças da Prefeitura Regional do Butantã)

166
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 02 – Criar marcadores no Google Earth®, com base nos endereços da tabela

1 – Criar os marcadores georreferenciados no Google Earth®, obedecendo à codificação dada


para os endereços de praças na tabela alfanumérica. Cada ponto de marcador deve ter o
mesmo código da tabela.

2 – Clicar com o botão direito e salvar o grupo de pontos do Google como um único arquivo em
formato “KML”. Salvar em um diretório do seu computador.

167
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 03 - Carregar camada de arquivos de pontos do Google Earth® em formato


“.KML” no QGIS

1 – Clicar na Barra de Menu – “Camada”

2 – Clicar em “Adicionar Camada”

3 – Escolher a opção “Vetorial”

1
2 3

4 – Aceitar a codificação padrão do arquivo (padrão QGIS)

5 – Clicar em “Buscar” para carregar o arquivo “.KML” gravado no diretório do seu


computador.

6 – Escolher a extensão de arquivo do Google Earth® “.KML”

7 – Clicar sobre o arquivo de pontos de praças salvo anteriormente

168
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

8 – Clicar em “Abrir” para carregar o arquivo

6
7
8

9 – Clicar em “Abrir” e o arquivo KML será carregado em seu projeto

169
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 04 – Exportar arquivo do Google Earth® em formato KML para o formato


shapefile do QGIS

1 – Clicar com o botão direito sobre o nome do arquivo KML que foi carregado no projeto

2 – Escolher a opção “Salvar como”

3 – Escolher o formato de arquivo shapefile para salvar a camada

4 – Escolher o diretório onde será gravado o seu novo arquivo shapefile

5 – Definir o mesmo SRC do projeto

6 – Aceitar a codificação padrão do QGIS (deve ser a mesma dos arquivos anteriores)

7 – Marcar a opção “Adicionar arquivo salvo ao mapa” e aceitar as outras definições

8 – Clicar em “OK”

170
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

3
4

9 – Um arquivo com o shapefile de pontos será carregado em seu projeto, conforme mostra a
figura abaixo.

171
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

172
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 05 – Editar a tabela de atributos do shapefile de pontos e inserir novos campos


de coordenadas UTM_X e UTM_Y

1 – Clicar com o botão direito do mouse sobre o shapefile de pontos

2 – Escolher a opção “Abrir tabela de atributos”

3 – Analise o campo “NAME” com os dados códigos de referência idênticos aos da tabela de
dados alfanuméricos inicial. Esse será o campo usado para unir as tabelas de atributos do
ponto, com a tabela alfanumérica do Excel.

4 – Clique na opção “Alternar modo de edição”

173
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4 11 5

6
7
8
9
10

5 – Clique na opção “Novo campo”

6 – Escreva o nome do campo “UTM_X”

7 – Escolha o tipo de dado “número decimal”

8 – Insira o comprimento do campo “10”

9 – Insira a precisão para o dado a ser calculado “2”

10 – Clique em “OK”. Um novo campo foi criado na tabela de atributos do shapefile de pontos.

Repita essas operações para criar o campo “UTM_Y”. Esses dois campos serão utilizados
para calcular as coordenadas do ponto e usaremos posteriormente para juntar com a tabela de
dados alfanuméricos inicial.

11 – Clique na opção “Salvar alterações” e posteriormente na opção “Alternar modo de


edição” para sair do modo de edição.

12 – Observe os novos campos criados “UTM_X” e “UTM_Y”. Eles ainda não possuem
nenhum valor, a próxima etapa será calcular os valores de coordenadas para esses campos.

174
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

12

175
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 06 – Calcular os valores de coordenadas UTM_X e UTM_Y

1 – Clique na opção “Abrir calculadora de campo”. Uma nova janela se abrirá

2 – Marque a opção “Atualiza um campo existente”

3 – Escolha o campo a ser calculado “UTM_X”

4 – Expanda a opção “Geometria” e clique duas vezes no operador “$x”

5 – Perceba que o operador “$x” aparecerá na aba de “Expressão”

6 – Clique em “OK”.

176
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

7 – Analise o campo “UTM_X” e veja que as coordenadas do ponto foram calculadas.

8 – Repita as mesmas operações para calcular o campo “UTM_Y”. Não esqueça de escolher o
campo “UTM_Y” como campo a ser atualizado.

7 8

9 – Ao final da operação, os dois campos deverão aparecer preenchidos com os valores de


coordenadas calculadas, conforme ilustra a figura abaixo.

10 – Clique na opção “Salvar as alterações”

11 – Clique na opção “Alternar modo edição” para finalizar e sair do modo de edição da
tabela de atributos.

10
11 9

177
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 07 – Exportar a tabela de atributos como tabela Excel

1 – Clique na Barra de Menu - Vetor

2 – Aponte para a opção “XY Tools”

3 – Clique na opção “Save atribute table as Excel file”

2
3

4 – Marque os seguintes campos de saída: “Name”, “UTM_X” e “UTM_Y”

5 – Clique em “OK”

178
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

6 – Escreva um nome para o seu arquivo de tabela Excel de saída e grave em um diretório no
seu computador.

7 – Perceba que a extensão de saída deverá ser “Excel files (*.xls)”, como mostra a figura
abaixo.

8 – Clique em “Salvar”, para salvar a tabela de atributos do shapefile de pontos em formato


Excel.

6
7
8

9 – Atributos serão exportados como tabela do Excel

179
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 08 – Editar a tabela de atributos para criar campo numérico (indexador)

1 – Clicar com o botão direito do mouse na camada de


“PTS_PRACAS_BUTANTA_GEOCODE_SIRGAS2000_UTM”

2 – Clicar em “Abrir tabela de atributos”

3 – Acionar edição

4 – Clicar em “Novo campo”

3 4

5 – Definir as caracteríticas do novo campo:

Nome: “ID”

Tipo: “Número inteiro (inteiro)”

Comprimento: 2

180
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

6 – Clicar em “Calculadora de campo”

7 – “Atualiza um campo existente”

8 – “ID”

9 – No item “variáveis”, selecionar “row-number” (9A). Verificar a prévia de saída (9B)

10 – Clicar em “ok”

9A

9B
10

11 – O campo “ID” foi preenchido de forma numérica sequencial e poderá ser utilizado como
campo indexador para união de tabelas, como será visto nos próximos exercícios desta aula

181
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

11

182
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 09 – Editar tabela de atributos de um arquivo shapefile existente, adicionando


dados de tabelas alfanuméricas

1 – Carregar o arquivo shapefile “LIMITE_PREF_REGIONAL_SIRGAS_2000”. O endereço do


arquivo é mostrado na imagem abaixo

2 - Clicar na Barra de Menu

3 – Adicionar camada

4 – Vetorial

2
3 4

183
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

5 – Aceitar a codificação padrão do arquivo (padrão QGIS)

6 – Clicar em “Buscar” para carregar o arquivo “.XLS” gravado no diretório do seu computador

7 – Marque a opção “Todos os arquivos (*)”

8 – Localize a tabela alfanumérica de interesse (“Dados_POPULACAO_PREF_REG”)

9 – Clique em “Abrir”

7
9

10 – Clicar novamente em “Abrir” e o arquivo “.XLS” será carregado em seu projeto

184
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

10

11 – Clique com o botão direito do mouse sobre o shapefile onde quer adicionar atributos (no
caso, a camada com as Prefeituras Regionais)

12 – Escolha o item “Propriedades”

11

12

13 – A janela de “Propriedades da Camada” abrirá. Escolha o item “Uniões” no menu


de opções à esquerda

14 – Clique em “+” para adicionar uniões

185
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

13

14

15 – Escolher a tabela alfanumérica para união (“Dados_POPULACAO_PREF_REG”)

16 – Em “Unir campo”, selecionar o campo da tabela alfanumérica que possui


informações idênticas na tabela de atributos do shapefile (indexador):
“ID_GEOSAMPA”

17 – Em “Campo alvo”, selecionar o campo da tabela de atributos do shapefile que


possui informações idênticas na tabela alfanumérica (indexador): “sp_codigo”

18 – Marcar a opção “Armazenar temporariamente a camada unida na memória


virtual”

19 – Marcar a opção “Escolha que campos estão unidos”

20 – Escolher quais campos deseja que apareça na união de atributos:


“POPULACAO_hab”

21 – Marcar a opção “Prefixo de nome de campo personalizado”

22 – Deletar o texto que aparecer na caixa abaixo

23 – Clicar em “OK”

186
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

15
16
17
18

19

20

21
22
23

24 – A janela sinaliza que a união foi feita com sucesso

25 – Aplicar e OK

24

25A
25B

26 – Abrir a tabela de atributos do shapefile utilizado e observar que os atributos


alfanuméricos foram unidos ao arquivo e aparecem ao final da tabela

187
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

26

27 – Carregar as outras 3 tabelas na área de camadas que estão salvas no diretório


do seu computador: “Dados_FAUNA_DPV3”, “Dados_PMMA” e
“Dados_NDVI_RAPIDEYE”. Refazer os passos 2 a 10 no caso de dúvidas

27A

27B

188
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

28 – Aparecerá janela para indicarmos qual das abas da tabela de “Dados_PMMA”


que será inserida como camada vetorial. Selecionar “GERAL_DEPLAN”

29 - OK

28

29

30 – Repetir os mesmos procedimentos de união de atributos (passos 11 a 25) para


efetuar as seguintes adições de dados:

• Para “Dados_FAUNA_DPV3”:

189
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

• Para “Dados_NDVI_RAPIDEYE”:

• Para “Dados_PMMA_GERAL_DEPLAN”:

190
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

31 – Verificar se todas as uniões foram completadas com sucesso e clicar em “Aplicar”


e “OK”.

31A

31C 31B

Notar que se podem definir quantas uniões forem necessárias

32 – Abrir a tabela de atributos do shapefile utilizado e observar que os atributos


alfanuméricos das tabelas foram unidos aos atributos do arquivo e aparecem campos
adicionais ao final da tabela

32

191
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

33 – Note que a união de tabelas e as adições feitas na tabela de atributos do


shapefile são temporárias. Assim, ao final do trabalho de união e edição da tabela de
atributos, clicar com o botão direito do mouse sobre o aquivo vetorial e na opção
“Salvar como” (33A) para salvar o arquivo como um novo shapefile (33B)

33A

33B

192
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 10 – Efetuar correções em tabela de atributos com o “Campo refator”

1 – Na interface do QGIS, in na Caixa de Ferramentas em Geprocessamento”

2 – Se ela não estiver visível, clicar com o botão direito no mouse sobre um espaço
vazio da Barra de Ferramentas

3 – Em seguida, selecionar “Caixa de Ferramentas”

3
2

193
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4 – Na Caixa de Ferramentas, selecionar “Geoalgoritmos GIS [116 algoritmos]”

– Selecionar “Ferramentas de tabela do vetor”

6 – Clicar em “Campo refator”

7 – Na janela “Campo refator”, definir a tabela a ser refatorada no item “Camada de


entrada”: “LIMITE_PREF_REGIONAL_SIRGAS2000_COMPLETA”

8 – Resetar a visualização do “Mapeamento de campos” clicando em “Sim”. São


listados todos os campos da tabela que se quer editar

194
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

9 – Notar que foram carregados os campos da tabela que se quer editar (refatorar).
Cada coluna da Tabela de Atributos é mostrada como uma linha neste mapeamento
de campos. Na frente de cada linha estão as características:

• NAME (9A): nome da coluna

• TYPE (9B): tipo de dado (texto, número inteiro ou decimal),

• LENGH (9C): número de casas antes da vírgula

• PRECISION (9D): número de casas depois da vírgula (no caso de número


decimal)

• EXPRESSION (9E): expressão que define os valores na coluna

10 – Para adicionar ou remover colunas na tabela, utilizar as ferramentas específicas


para tal

11 – Para mudar a posição de visualização de um campo na tabela, basta selecioná-lo


e usar as ferramentas “Mover para cima” e “Mover para baixo”

9A 9B 9c 9D 9E 10
11

12 – Para mudar o nome de um campo da tabela, basta fazer duplo clique no nome do
campo (Name) e reescrever

195
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

12

13 – Para mudar o tipo de dado de um campo em uma tabela, basta fazer duplo clique
no nome do tipo (Type) para habilitar as opções de tipo e selecionar o tipo desejado

13

14 – Para mudar o comprimento (14A) e a precisão (14B) de dados numéricos reais de


um campo da tabela (quando for o caso), basta fazer duplo clique nos itens e alterar

196
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

14A

14B

15 – Fazer as alterações indicadas abaixo, mas não mexer no item “Expression e,


apenas em último caso, no “Type”.

• Linha 5: alterar nome de “POPULACAO_” para “POPULACAO”

• Linha 12: alterar nome de “NDVI_RAPID” para “NDVI_M2”

• Linha 13: alterar nome de “AREA PMMA_” para “PMMA_M2”

• Linhas 2, 3, 4, 12 e 13: alterar a PRECISÃO para 3 casas depois da vírgula

• Linhas 5, 7 a 11: alterar a precisão para 0 casas depois da vírgula

197
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

15

16 – Em “Refatorada”, clicar nas reticências

17 – Salvar a nova tabela em um arquivo do diretório

16
17

18 – Nomeá-la como: “LIMITE_PREF_REG_SIRGAS2000_FINAL”

19 – Clicar em Gravar

198
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

18 19

20 – Clicar em Run

20

21 – Uma camada temporária denominada “Refatorada” aparece na área de camada


do QGIS. A camada FINAL está salva no diretório.

199
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

21

22 - Abrir a tabela de atributos dessa camada temporária e conferir se suas edições


estão corretas e finalizadas.

22

23 – Carregar a camada final:


“LIMITE_PREF_REGIONAL_SIRGAS_2000_FINAL.shp”

200
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

23

24 – Abrir a tabela de atributos da camada


“LIMITE_PREF_REGIONAL_SIRGAS_2000_FINAL.shp”.

24

25 – Habilitar para edição

26 – Incluir o campo “NDVI_HAB” para obtermos indicador de análise

27 – Abrir a “Calculadora de campo”

201
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

27
25 26A

26B

28 - Marcar a opção “Atualizar campo existente”(28A) e selecionar “NDVI_HAB” (28B)

29 – Expandir item “Campos e valores” e selecionar os campos que componham a


expressão (29A): “NDVI_M2” / “POPULACAO” (29B) - define a distribuição de
cobertura vegetal total por habitante da prefeitura regional.

30 - Clicar OK

28A

28B

29B 29A

30

31 – Os valores aparecem na tabela


202
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

32 – Salvar

32

31

33 – Repetir os passos 26 a 32 para incluir outros indicadores de análise, conforme


indicado abaixo:

• PMMA_HAB: “PMMA_M2” / “POPULACAO” – define a distribuição de


remanescentes da Mata Atlântica por habitante da Prefeitura Regional

• PERC_NDVI: (“NDVI_M2” * 100) / “AREA_M2” – defne o percentual de


cobertura vegetal total na Prefeitura Regional

• PERC_PMMA: (“PMMA_M2” * 100) / “AREA_M2” – define o percentual de


remanescentes de Mata Atlântica na Prefeitura Regional

• PMMA_NDVI (“PMMA_M2 / “NDVI_M2”) * 100 – define o percentual da


proporção de remanescentes de Mata Atlântica na cobertura vegetal total da
Prefeitura Regional

203
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

33

204
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

AULA 05

Objetivo: Trabalhar o Compositor de Impressão do QGIS, ferramenta para


elaborar a versão final dos mapas que serão impressos. Permite a
definição de escala e orientação do mapa, a inserção de legendas,
tabelas, imagens e diversos outros itens.

Exercício 01 – Abrir o compositor

1 - Abrir o Projeto da Aula 01.

2 - Abrir o menu Projeto.

3 - Clicar em “Novo Compositor de Impressão”.

205
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4 – Dar um título ao novo compositor (4A) e clicar em ok (4B).

4A
4B

5 – Abre-se a janela do compositor de impressão que tem o título dado.

6 – Menus suspensos do compositor.

7 – Ferramentas do compositor.

8 – Ferramentas de navegação.

9 – Ferramentas de ações.

10 – Ferramentas de atlas.

11 – Ferramentas de composição.

12 – Área de impressão.

13 – Abas de composição e propriedades de itens.

14 – Área de listagem dos itens existentes ou do histórico de comandos executados.

206
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

6
7 8 9 10

14

13
12

11

207
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 02 – Criar uma composição de impressão (layout)

1 – No menu “Composição” (1A), configurar tamanho e orientação do papel (1B) conforme


mapa que deseja criar.

1A

1B

2 – No menu “Visão” (2A), habilitar a visualização de réguas (2B) e guias.

2A

2B

208
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

3 – Definir linhas-guia para alinhar os objetos a serem colocados na área de impressão (3A).
Para fixar as linhas-guia, passar o cursor do mouse sobre as réguas da área de impressão (3B)
até que apareça a linha-guia vermelha (3C). Clicar sobre a régua e manter pressionado o botão
esquerdo do mouse enquanto arrasta a linha em direção à área de impressão.

Esta linha é importante para garantir que os objetos não sejam cortados no momento da
impressão por ultrapassarem a margem definida na impressora.

3C
3A

3B

4 – Diversos itens podem ser adicionados à área de impressão: mapas, imagens, rótulos,
legendas, tabelas, etc. Para adicionar qualquer item, clicar sobre o botão correspondente na
barra de ferramentas e arrastar o mouse sobre a área de impressão para definir sua posição e
suas dimensões.

5 – Para remover um item, selecioná-lo na aba “itens” (5A) e utilizar o menu “Editar” (5B) opção
“Excluir” (5C).
209
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

5B
5C
5A

6 – Para alterar as características do item, selecioná-lo na aba “itens” (6A) e utilizar a guia
“Propriedades do Item” disponível no painel ao lado direito da tela (6B).

6A

6B

210
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 03 - Adicionar mapa

1 – Na barra de ferramentas, clicar em “Adicionar novo mapa”.

2 – Clicar na área de impressão e arrastar o item de mapa para definir seu tamanho na área de
impressão, conforme linhas-guia. Um mapa é inserido de acordo com a configuração de
exibição das camadas na tela principal do QGIS.

3 - Ao modificar a visualização do projeto no QGIS (escondendo ou exibindo camadas, por


exemplo), o compositor não é atualizado automaticamente, sendo necessário clicar no botão
“Atualizar visão” da barra de ferramentas do compositor. Camadas travadas não serão
atualizadas.

4 – A ferramenta “Selecionar/Mover item” é utilizada para redimensionar e mover um item


dentro da área de impressão.

5 – A ferramenta “Mover item do conteúdo” é utilizada para movimentar o conteúdo dentro de


um item.

6 – Sempre utilize o botão “Atualizar visão” após redimensionar ou mover um item ou conteúdo.

7 – Determine a escala do mapa: 10.000

8 – A opção “Travar camadas para o item do mapa” congela as camadas de um item. Desta
forma, podemos alterar a visualização das camadas na tela principal do QGIS sem alterar a
aparência do item.

9 – Na aba “Itens” pode-se travar o mapa para evitar que um item seja movido sem querer
(cadeado), bem como deixa-lo ou não visível (olho).

211
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4 9
5

212
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 04 – Adicionar grade de coordenadas

1 – Nas propriedades do mapa, na opção “Grades”, clicar no botão “+” para adicionar uma nova
grade.

2 – Ajustar as divisões da grade alterando o intervalo X para 1.000,00 e o intervalo Y para


1.000,00.

3 – Alterar estilo de moldura para “Linhas interiores e exteriores”.

213
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4 – Marcar a caixa de “Desenhar coordenadas” (4A), alterar as coordenadas da Esquerda e da


Direita para “Vertical ascendente”.

4A

4B

5 - Definir a precisão da coordenada para 0.

6 – Alterar tamanho da fonte para 20 (no caso de layout em A0).

6B

6C
6A

214
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 05 – Adicionar formas

1 – Na barra de ferramentas, clicar em “Adicionar shape” (1A) e selecionar retângulo (1B).

1A 1B

2 – Desenhar o retângulo ao redor do mapa para criar uma margem.

3 – Na barra de ferramentas de ações (3A), escolher “Enviar para trás” (3B)

215
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

3A

3B

4 – Na área de itens, clicar em “retângulo” para que apareçam, logo abaixo, as propriedades do
retângulo.

5 - Na aba “Propriedades do item” (5A), em “Estilo” (5B), clicar em “Mudar” para editar o estilo
do retângulo criado (5C).

5A

5B 5C

6 - Clicar em “Preenchimento simples” (6A) para acionar as opções referentes à linha e ao


preenchimento do retângulo. Escolher fundo branco (6B) e contorno preto (6C) com espessura
de 1 mm (6D).

216
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

6A

6B
6C

6D

7 – Adicionar um retângulo para o carimbo e repetir os passos 4 a 6 para editá-lo.

217
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 06 – Adicionar rótulos e imagens

1 – Na barra de ferramentas, clicar em “Adicionar novo rótulo” (1A) e criar o retângulo que
delimitará o título (1B).

1A

1B

2 – Certifique-se que o rótulo está selecionado na área dos itens.

3 - Para o rótulo adicionado, na aba “Propriedades do item” escrever o texto desejado: “APP
Bacia Jaguaré”.

218
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4 – Editar tipo e tamanho da fonte desejados do rótulo adicionado.

4B

4A

5 – Clicar em “Adicionar imagens” para inserir figura de norte (5A) e delimitar área onde a
figura será inserida (5B).

6 – Para adicionar a figura de norte, na aba “Propriedades do item”, clicar em “Buscar pastas”.
O QGIS carregará opções de desenhos disponíveis.

5A

6
5B

7 - Escolher a opção de norte.

219
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

8 – Ajustar posicionamento do objeto no carimbo.

7
8

220
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 07 – Adicionar legenda

1 – Na barra de ferramentas, clicar no item “Adicionar nova legenda” (1A) e inseri-la na moldura
(1B).

1A

1B

2 – Na aba “Propriedades do item” serão listadas todas as camadas disponíveis no projeto


QGIS que está sendo trabalhado, com os nomes originais do mesmo.

3 – Desmarcar a opção “Atualização automática” para poder habilitar os comandos de edição


de legenda.

4 – Com os comandos de edição de legenda, pode-se mudar a ordem em que os itens da


legenda aparecem, definir quais itens devem ou não aparecer na legenda, renomear os itens
de legenda, filtrar a legenda pelo conteúdo do mapa, pedir a contagem de feições de cada
classe de camada vetorial, editar expressão de filtro da legenda.

221
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

5 – Para editar item da legenda, selecionar o item, no caso


“NASCENTES_BACIA_JAGUARE_SISRGAS2000_UTM” (5A), e clicar na ferramenta
de edição (5B).

6 - Na caixa de texto que aparecerá, digitar o texto de interesse: Nascentes (6A).


Clicar OK (6B).

5A
6A
6B

5B

7 – Para que as ortofotos apareçam apenas como imagem, mas não como legenda,
selecionar as duas (7A) e clicar na ferramenta de remoção (7B).

222
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

7A

7B

8 – Repetir os passos 5 e 6 para editar os demais itens da legenda até deixá-la como
na figura abaixo.

9 – Editar fonte do título da legenda.

223
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

9B
9A

9C

10 – Editar fonte dos itens de legenda.

10B

10A
10C

11 – Editar o espaçamento entre os símbolos da legenda.

12 – Aparência final da legenda.

224
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

12

11

225
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 08 – Adicionar escala numérica e escala gráfica

1 – Na barra de ferramentas, clicar em “Adicionar nova barra de escala” (1A) e inserir na


moldura de carimbo do mapa (1B).

2 – Na aba “Propriedades do item”, selecionar em “Propriedades principais” o estilo “Numérico”


para criar a escala numérica.

1B
2
1A

3 – Na barra de ferramentas, clicar novamente em “Adicionar nova barra de escala” (3A) e


inserir na moldura de legenda do mapa (3B).

4 – Na aba “Propriedades do item”, selecionar em “Propriedades principais” o estilo “Caixa


simples”.

226
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

3B 4
3A

5 – Em “Unidades” definir as unidades da barra de escala em metros; o rótulo do multiplicador


da unidade como 1,00; e o rótulo para as unidades como “m”.

6 – Em “Segmentos”, definir “Esquerda 2” e “Direita 4”.

7 – Em “Espessura fixa”, ajustar para 100 unidades.

8 – Configurar a “Altura” em 2mm.

6
7

227
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

9 – Em “Fontes e cores”, clicar em “Fonte” (9A) para editar tamanho e fonte (9B) da barra de
escala.

9B

9A

10 – Aparência final da escala.

10

228
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 09 – Adicionar setas e linhas

1 – Na barra de ferramentas, clicar em “Adicionar seta” (1A) e posicionar a mesma como uma
linha divisória na moldura da legenda (1B).

2 – Na aba “Propriedades do item”, em “Marcadores de seta”, selecionar a opção “Nenhum”


para retirar a ponta de seta e manter apenas a linha.

3 – Definir espessura da linha.

1A 1B 3

4 - Para finalizar a composição das informações sobre o mapa, adicionar outros rótulos para
informar a projeção utilizada e identificar as fontes de dados e os responsáveis pela sua
elaboração, conforme demonstrado abaixo.

229
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 10 – Exportar mapa finalizado para PDF

1 – Com o mapa finalizado, no menu suspenso “Compositor”, selecionar a opção de “Exportar


como PDF”.

2 – Selecionar local e nome para salvar o PDF de saída e clicar “Salvar”.

2A

2B
2C

3 – Mapa pronto e em PDF.

230
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

Exercício 11 – Outros recursos

1 – No menu de itens são listadas todas as inserções feitas na composição de impressão. É


possível organizá-las e renomeá-las como melhor convier ao projeto. Para renomear,
selecioná-lo (1A), dar duplo clique no item a ser nomeado e a caixa será acionada para edição
(1B). Em seguida, renomear e clicar “enter” (1C).

1A 1B 1C

2 – No compositor de Impressão ainda é possível adicionar tabelas de atributos.

3 – As informações do compositor ficam salvas dentro do próprio projeto QGIS. Para levar o
compositor criado para outro projeto, é necessário salvá-lo como “Modelo”.

231
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

4 – É possível salvar e manusear vários compositores de impressão diferentes dentro do


mesmo projeto no QGIS, que podem ser gerenciados via “Gerenciador do compositor”.

4A

4B

232
Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo - EMASP
Curso Básico de QGIS 2.18.11: Introdução ao Geoprocessamento com o Software QGIS –
Módulo Básico
Instrutores: Geóg.º Jânio Marcos Rodrigues Ferreira – PMSP / SVMA
Biól.ª Natália Paganotti Antonucci – PMSP / SVMA

REFERÊNCIAS

Bossle, Renato Cabral. QGIS do ABC ao XYZ. São José dos Pinhais: Edição do autor,
2016. 288p.

Bossle, Renato Cabral. QGIS e geoprocessamento na prática. São José dos Pinhais:
Edição do autor, 2015. 232p.

http://www.qgis.org/en/site/

http://qgisbrasil.org/

http://www.concar.ibge.gov.br/

http://www.inde.gov.br/

http://www.geoportal.eb.mil.br

233